FOCONEWS - Jornal Online

Economia

Dia dos Pais é perigoso para o bolso; veja 7 dicas para não se enrolar
Data: 10/08/2018

Segundo pesquisa, 22% das pessoas que foram às compras nesta data em 2017 ficaram com o nome sujo por causa do presente dos pais

O Dia dos Pais já é neste domingo (12) e muitos filhos continuam a não se planejar para a compra do presente. Com isso, acabam fazendo compras de última hora com dinheiro que não têm. O resultado? Segundo pesquisa do SPC Brasil e da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas), 22% das pessoas que foram às compras nesta data em 2017 ficaram com o nome sujo por causa do presente do Dia dos Pais. O principal motivo é o descontrole financeiro, afirma Flávio Borges, superintendente de finanças do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). Segundo ele, agosto é um mês em que as pessoas normalmente conseguiram recuperar o crédito, e, se não mudarem os hábitos, acabam se descontrolando novamente até chegarem quebradas em no começo do próximo ano, por conta dos gastos feitos a partir do segundo semestre, e depois com Natal, impostos, material escolar e férias. "A bomba estoura em janeiro", diz. "Nesta hora é preciso ter autocontrole para conter os gastos e usar a criatividade para surpreender o pai e não deixar a data passar em branco. O consumidor deve presentear, sim. Porém, é importante respeitar o tamanho do próprio bolso, planejar os gastos e fazer muita pesquisa de preço, dando prioridade ao pagamento à vista. Para quem está inadimplente, mesmo que os valores dos presentes possam parecer inofensivos, todo o esforço deve ser direcionado para o pagamento das dívidas", orienta a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti. Veja, a seguir, dicas para não comprometer o bolso no Dia dos Pais. "Mesmo que essas dicas não sirvam para esse ano, elas são um guia para qualquer data especial", afirma Borges. 1-Controle suas contas A dica número 1 é ter controle, não fazer uma nova dívida ou nova parcela sem analisar o impacto disso no orçamento familiar. 2-Não se endivide Não se endivide para comprar o presente. "Entrar no cheque especial ou parcelar a perder de vista no cartão de crédito nem pensar", diz Borges. "Por mais que os bancos estejam obrigados a oferecer alternativas para quem está endividado nessas linhas, ainda assim os juros são elevados. Cheque especial é para uma despesa de emergência, jamais para comprar presente", ensina o executivo. 3-Divida a conta Fazer uma vaquinha para dividir o presente entre os irmãos faz todo o sentido, afirma Borges. "Assim é possível até mesmo dar um presente melhor sem pesar no bolso de ninguém", diz. 4-Use a criatividade Use a criatividade para escolher o presente ou até mesmo fazer um presente especial e artesanal para seu pai, caso tenha habilidades. Segundo a pesquisa da CNDL/SPC Brasil, os brasileiros pretendem gastar, em média R$ 150 para presentear os pais." "Mas não precisa chegar a esse montante, a pessoa pode agradar ao pai gastando menos dinheiro", diz Borges 5-Não deixe para a última hora Não deixar para a última hora a compra do presente é outra dica para economizar. "Dia dos Pais tem todo ano, é possível economizar um pouco por mês para esse objetivo ou até mesmo aproveitar uma oportunidade e comprar algo mais em conta antes da data", diz Borges. 6-Pesquise os preços Antes de comprar, pesquise preços. As diferenças de preços entre uma loja e outra podem ser bastante significativas, especialmente no caso de compras em lojas físicas e pela internet. 7- Aproveite as promoções Agosto é um mês em que muitas lojas entram em promoção, então aproveite as ofertas para pagar mais barato. Mas essa vantagem pode desaparecer perto da data, prejudicando quem tem o hábito de deixar as compras para a última hora. Se ainda tiver mais dúvidas sobre economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso, envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com

Link Notícia: https://noticias.r7.com/prisma/o-que-e-que-eu-faco-sophia/dia-dos-pais-e-perigoso-para-o-bolso-veja-7-dicas-para-nao-se-enrolar-10082018