FOCONEWS - Jornal Online
FocoNews online

Brasil

Indústria brasileira cresce 1,9% no ano, diz IBGE
Data: 05/12/2017

Setor teve alta de 5,3% em outubro, na comparação com mesmo mês de 2016

A produção industrial brasileira acumula crescimento de 1,9% entre janeiro e outubro, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (5). Trata-se do melhor desempenho desde outubro de 2013. A fabricação de veículos se destaca, com alta de 16,1%, além da indústria extrativa (5,8%). Já a produção de equipamentos de Informática, produtos eletrônicos e ópticos acumula alta de 20,4% no ano. O gerente da Coordenação de Indústria do IBGE, André Macedo, explica que eletrônicos passam a ser objeto de desejo uma vez que a economia como um todo apresenta sinais de recuperação. — A melhora do mercado doméstico, com queda do desemprego, aumento da renda, redução da taxa de juros, acaba refletindo no consumo de bens duráveis, como televisores e linha marrom. Os dados de outubro mostam um crescimento de 0,2%, em comparação com setembro. Esse foi o melhor índice mensal desde abril de 2013. Entre os setores que se destacaram em outubro, na comparação com o mês anterior, estão produtos farmoquímicos e farmacêuticos (20,3%) e bebidas (4,8%). O IBGE também destacou a alta do setor de vestuário e acessórios, da metalurgia e de máquinas e equipamentos. Ao todo, 15 dos 24 ramos que integram a pesquisa tiveram alta na produção. Em relação a outubro de 2016, a alta da produção foi de 5,3%, o melhor resultado para o mês desde outubro de 2007. Nesse recorte, destacam-se, além da produção de automóveis, a fabricação de equipamentos de informática e eletrônicos e também de móveis. Macedo salienta que a indústria automotiva amargou números negativos nos últimos anos e que a produção neste momento parte de uma base de comparação baixa. — É um segmento que vem mostrando um comportamento positivo, deixando para trás aquele cenário de layoffs, demissões, redução de jornadas. A exportação [de veículos] é um fator a mais que ajuda no entendimento desse comportamento. Elas têm um papel importante, mas é claro que existe um mercado doméstico. O crescimento de alguns ramos já havia sido antecipado na sexta-feira (1º), em dados do PIB (Produto Interno Bruto), que apontou alta de 0,8% da indústria (entre julho e setembro, na comparação com o trimestre anterior).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/industria-brasileira-cresce-19-no-ano-diz-ibge-05122017

© 2017 Pesabreu WMS