FOCONEWS - Jornal Online

Notícias da Geral

Efetivação de temporários em 2018 será a maior dos últimos três anos
Data: 14/11/2018

Associação Comercial de São Paulo prevê que a contratação dos trabalhadores após o período de festas pode alcançar 15%

Os brasileiros em busca de uma colocação profissional podem apostar nas vagas temporárias de final de ano como porta de entrada para o mercado de trabalho. De acordo com a ACSP (Associação Comercial de São Paulo), a efetivação dos contratados provisoriamente pelo comércio pode alcançar 15% e atingir o maior patamar dos últimos três anos. Brasil deve abrir mais de 220 mil vagas temporárias neste fim de ano Um outro levantamento, divulgado pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), ressalta que vale a pena se esforçar para ser efetivado no cargo conquistado temporariamente. A pesquisa aponta que quase 28% dos empresários dos segmentos do comércio e serviços têm a intenção de admitir ao menos um colaborador após o término do contrato temporário. Por outro lado, 41% dos entrevistados não pretende efetivar nenhum. Saiba como manter o emprego após o fim do contrato temporário O presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), Alencar Burti, afirma que a estimativa de crescimento das efetivações está relacionada ao otimismo do comércio com o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro. “Pelo que vimos em anos anteriores, quando a confiança cresce e as lojas vendem seus estoques no Natal, o ano seguinte já começa com números bons na indústria, o que estimula a efetivação de trabalhadores temporários”, avalia o presidente da ACSP. Segundo Burti, o comércio "acredita em uma arrancada da economia em 2019" e no "retorno do cenário que se apresentou no país antes da imersão na crise". Na análise com todos os setores de atividades, a Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário) estima para a abertura de mais de 200 mil vagas de trabalho entre novembro e dezembro. Para os últimos quatro meses do ano, a previsão era de 434.429 postos. RJ: comércio poderá contratar 10,3 mil temporários para o Natal

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/efetivacao-de-temporarios-em-2018-sera-a-maior-dos-ultimos-tres-anos-14112018

Sete de cada 10 empregos criados no 2º trimestre foram informais
Data: 14/11/2018

Relatório divulgado pelo Dieese aponta para a geração de 600 mil novos postos de trabalho entre os meses de abril e junho deste ano

Dos 9,4 milhões de brasileiros inativos ou desocupados que conquistaram uma vaga no mercado de trabalho ao longo do segundo trimestre do ano, 74,2% foram admitidos de maneira informal. Os dados foram compilados pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) com base nos resultados da Pnad Contínua, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Segundo o relatório, o mercado de trabalho nacional ganhou 600 mil profissionais na passagem do 1º para o 2º trimestre de 2018. As informações mostram ainda que 23% (2,1 milhões) dos novos contratados no período atuam sem carteira assinada no setor privado e 35% (3,3 milhões) optaram por trabalhar por conta própria. Do total de vagas abertas para inativos ou desocupados, somente 17% conquistaram cargos com carteira assinada e apenas 14% contribuíram para a Previdência. Salário A remuneração média dos trabalhadores contratados entre os meses de abril e junho deste ano foi de R$ 1.023, valor que equivale a menos da metade da média salarial de R$ 2.128 paga no mercado de trabalho nacional. Profissionais do Sudeste têm salário 30% maior do que os do Nordeste Segundo o Dieese, os jovens apresentam um rendimento inferior ao recebido por aqueles com mais idade. Em alguns casos, o salário inicial dos trabalhadores de 60 anos ou mais chega a ser 65% maior do que o dos com até 29 anos. Os dados ainda revelam que 53% dos novos admitidos foram contratados para atuar por menos de 40 horas semanais. Desses, 35% afirmaram desejar ter jornadas mais longas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/sete-de-cada-10-empregos-criados-no-2-trimestre-foram-informais-14112018

Vendas no varejo tem o pior setembro em 18 anos, diz IBGE
Data: 14/11/2018

De acordo com os dados, caiu 1,3% em relação a agosto, pior resultado da série histórica iniciada em 2000

As vendas no varejo do Brasil recuaram mais do que o esperado e registraram o pior desempenho para setembro em 18 anos, devido às perdas em supermercados e combustíveis, indicando incertezas para os últimos meses de 2018 após encerrarem o terceiro trimestre com estagnação. Em setembro, as vendas no varejo caíram 1,3% em relação a agosto, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (13). PUBLICIDADE Este foi o pior resultado para o mês na série histórica iniciada em 2000 e bem pior do que a expectativa em pesquisa da Reuters de queda de 0,2%. Em relação ao mesmo mês de 2017, as vendas apresentaram ganho 0,1 %, também bem abaixo da projeção na pesquisa de alta de 1,6%. Ao encerrarem o terceiro trimestre com estabilidade sobre os três meses anteriores, as vendas do varejo mostram enfraquecimento ao longo do ano, após alta de 0,8 % no segundo trimestre e de 1% nos primeiros três meses do ano. Em setembro, seis das oito categorias pesquisadas mostraram queda nas vendas, sendo que a comercialização de combustíveis e lubrificantes caiu 2% no mês na comparação com agosto, registrando também o pior resultado para setembro na série histórico. Com forte peso no bolso dos consumidores, o setor de hiper e supermercados viu suas vendas contraírem 1,2% em setembro, o pior resultado para o mês desde 2002. O movimento, de acordo com o IBGE, se deu por conta do aumento dos preços — em setembro, a inflação de alimentos e bebidas foi de 0,10%, após uma queda nos preços de 0,34% em agosto. Já os preços dos combustíveis subiram em setembro 4,18 % , após queda de 1,86 % no período anterior. "A inflação de combustíveis e hipermercados teve efeito negativo sobre as vendas. A alta dos combustíveis tem a ver com elevações promovidas pela Petrobras e, no caso dos alimentos, houve alta na alimentação domiciliar", explicou a gerente da pesquisa do IBGE, Isabella Nunes. As vendas no varejo ampliado, que inclui veículos e material de construção, tiveram recuo de 1,5% no período, pressionadas principalmente pela queda de 1,7 % em material de construção na comparação com agosto. A atividade econômica brasileira vem apresentando um ritmo fraco, o que associado às incertezas ligadas às eleições presidenciais vinham contendo o consumo no país. Tanto a confiança do comércio quanto do consumidor indicaram melhora em outubro, mas alto nível de desemprego e a informalidade ainda são fatores limitantes. "Temos uma grande informalidade no Brasil, e isso afeta o poder de compra de consumo dos brasileiros. O mercado de trabalho tem sido um freio para o consumo", completou Isabella. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/vendas-no-varejo-tem-o-pior-setembro-em-18-anos-diz-ibge-13112018

Bolsonaro diz que dinheiro de loterias bancará segurança pública
Data: 14/11/2018

Presidente eleito deu entrevista exclusiva à RecordTV na manhã desta quarta-feira (14)

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou, em entrevista exclusiva à RecordTV na manhã desta quarta-feira (14), que o dinheiro arrecadado nas loterias será utilizado para reforçar o orçamento da segurança pública no país. Bolsonaro admitiu que haverá "um percentual a mais" para o setor. O presidente eleito reforçou a importância de ter um bom relacionamento com o Congresso Nacional para conseguir a aprovação das pautas de interesse do governo. Agenda Nesta quarta, Bolsonaro receberá visitas de embaixadores do Chile, Emirados Árabes Unidos, França e Reino Unido. Ele também vai se reunir com governadores eleitos. À tarde, após uma reunião com o futuro ministro do Ministério da Economia Paulo Guedes, o presidente eleito retorna ao Rio de Janeiro.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/bolsonaro-diz-que-dinheiro-de-loterias-bancara-seguranca-publica-14112018

Congresso aprova R$ 18,9 bilhões em créditos para diversas áreas
Data: 14/11/2018

Medidas aprovadas pela Câmara e pelo Senado nesta terça-feira (13) serão enviadas para a sanção presidencial

Em sessão do Congresso Nacional, que reúne deputados federais e senadores, foi aprovado um total de R$ 18,9 bilhões em projetos de créditos orçamentários para diversas áreas, principalmente segurança pública e Justiça. Há verbas para aperfeiçoar o sistema carcerário, o combate ao crime, o policiamento nas estradas, além da preservação do patrimônio público e programas de apoio à criança e ao adolescente. Os projetos serão enviados para sanção presidencial. As medidas foram aprovadas na noite de terça-feira (13). O maior crédito aberto foi de R$ 9,86 bilhões para transferência a estados, Distrito Federal e municípios (R$ 8,4 bilhões de royalties, fundos de participação dos estados e municípios — FPE e FPM — e Fundeb) e para compensar a Previdência Social por perdas com a desoneração da folha de pagamentos (R$ 1,2 bilhão). Esses recursos vêm de concessões do setor público (R$ 1,23 bilhão) e de excesso de arrecadação (R$ 8,63 bilhões), dos quais R$ 4 bilhões de transferências constitucionais devidas pela União relativas ao Imposto sobre a Renda (IR) e sobre produtos industrializados (IPI) e R$ 4,6 bilhões de royalties do petróleo. Segurança Há ainda a garantia de repasse de R$ 435 milhões para ações em seis ministérios: Justiça, Segurança Pública, Direitos Humanos, Defesa, Cultura e Planejamento. Justiça e Segurança Pública receberão R$ 196,2 milhões que deverão ser aplicados no combate à criminalidade e R$ 15 milhões para o fortalecimento e modernização das instituições de segurança. Também estão previstos recursos para o policiamento das estradas, Polícia Rodoviária Federal e repressão ao tráfico de drogas. PublicidadeFechar anúncio Foi aprovado também crédito especial de R$ 372 milhões para Fazenda, Justiça e Segurança Pública para os mais diversos fins: Casa da Moeda e Funai (Fundação Nacional do Índio) estão entre os beneficiados. Houve liberação de R$ 40,8 milhões para construção e aprimoramento da Penitenciária Federal em Itaquitinga (PE). Para a área de Direitos Humanos, serão R$ 176,3 milhões que serão aplicados na promoção dos direitos da criança e do adolescente, infraestrutura de unidades de atendimento especializado a crianças e adolescente. O Ministério da Defesa receberá R$ 40 milhões que serão investidos na modernização operacional do Exército e no SisGAAz (Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul). Mais R$ 20 milhões serão repassados para o Ministério da Cultura para fomento de atividades culturais. Também para Defesa foi aprovado um crédito suplementar de R$ 81,4 milhões para contratar serviços especializados de manutenção e funcionamento das Organizações Militares da Marinha e a aquisição de objetos de reposição e de viaturas do Corpo de Fuzileiros Navais, no Comando da Marinha, além de R$ 140 milhões para equipamentos para a Aeronáutica. Para o Ministério do Planejamento, serão repassados R$ 2,5 milhões que deverão ser investidos na gestão do patrimônio imobiliário da União. *Com informações das agências Senado e Câmara.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/congresso-aprova-r-189-bilhoes-em-creditos-para-diversas-areas-14112018

Posse de Bolsonaro será às 15h de 1º de janeiro, diz Eunício
Data: 14/11/2018

Cerimônia está sendo organizada por uma equipe com integrantes do Congresso, da Presidência e do Ministério das Relações Exteriores

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), confirmou que a solenidade de posse do presidente eleito Jair Bolsonaro foi antecipada em duas horas e ocorrerá às 15h, em 1º de janeiro de 2019. Segundo ele, a mudança foi para atender a um pedido do próprio Bolsonaro. A cerimônia está sendo organizada por uma equipe multidisciplinar com integrantes do Congresso Nacional, da Presidência da República e do Ministério das Relações Exteriores. Há solenidades nos três locais. Orçamento Eunício disse ainda que pretende se reunir com os integrantes da área econômica do governo eleito. De acordo com ele, na pauta está a possibilidade de mudanças na LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2019. O senador afirmou que está à disposição para colaborar com a nova equipe. Segundo ele, é importante que o governo eleito tenha ciência do orçamento que vai implementar.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/posse-de-bolsonaro-sera-as-15h-de-1-de-janeiro-diz-eunicio-14112018

Polícias fazem megaoperação de combate ao tráfico em escolas
Data: 14/11/2018

Operação 'Anjos da Lei' cumpre ordens de prisão e mandados de busca e apreensão, apuração de denúncias e prisões em flagrante em 26 Estados e DF

As Polícias Civis de todos os 26 Estados e do Distrito Federal realizaram nesta terça-feira (13) uma mega-operação no combate ao tráfico de drogas em escolas públicas e particulares e também em seus entornos. Denominada de 'Anjos da Lei', a operação cumpre ordens de prisão e mandados de busca e apreensão, além de realizar ações de rua com apuração de denúncias e eventuais prisões em flagrante. No primeiro balanço, divulgado às 9h, foram cumpridos 131 mandados: 51 de prisão e 80 de busca e apreensão. Os agentes também efetuaram 166 prisões (29 foragidos capturados, 74 presos em flagrante, 42 presos por mandado e 21 adolescentes detidos). Mais de oito mil policiais foram disponibilizados para o trabalho nos arredores e dentro de 52 escolas, entre públicas e particulares. Os agentes também apreenderam 16 armas, 715,36 g de maconha, 321,94 g de cocaína, 678,31 g de crack, 4 unidades de ecstasy, sete veículos, a quantia de R$8.415,00, 14 eletrônicos e 24 celulares. A maior apreensão realizada até o momento foi feita em Santos, município do litoral paulista, onde foi retido 17kg de droga, enterrados em uma residência próxima a escola 24 de fevereiro. Uma pessoa foi presa. A segunda maior se deu também no Estado de São Paulo. A polícia prendeu uma pessoa na favela Jair São Camilo e, durante cumprimento da ordem, localizaram 4 mil pinos de crack. O local é próximo a duas escolas. “Infelizmente, o tráfico ronda nossas escolas e estudantes”, disse o ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann. A operação continua até o fim do dia, qaundo será divulgado um novo balanço e, amanhã, um compilado final. Questionado sobre o perfil dos traficantes, o ministro apenas argumentou que não importa a escala em que o suspeito está no tráfico, mas sim o quanto ele atrapalha o desenvolvimento de crianças e adolescentes que, em grande parte, são vulneráveis. Disse, também, que as polícias estão realizando um trabalho de acompanhamento da investigação. “É uma ação que se fez hoje, mas que irá continuar investigando e, eventualmente, prendendo e apreendendo”. Na operação, as polícias fazem o uso de recursos tecnológicos disponíveis nas instituições que proporcionam agilidade tanto para o serviço de inteligência policial, quanto de investigação criminal, com a finalidade de efetuar as prisões, segundo o coordenador da Anjos da Lei e delegado geral do Rio Grande do Sul, Emerson Wendt. O nome Operac?a?o Anjos da Lei e? refere?ncia ao filme de policiais que se infiltram em instituic?ões de ensino e, tambe?m, a? protec?a?o a?s crianc?as que sa?o anjos que merecem ser protegidos pela Lei. Operação - SUSP A Anjos da Lei é a quarta operação coordenada pelo SUSP (Sistema Único de Segurança Pública). Confira quais são as anteriores: - Luz da Infância: ocorreu no dia 17 de maio. Na ocasião, participaram 24 Estados e Distrito Federal. Policiais cumpriram 579 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. - Cronos: ocorreu no dia 24 de agosto. O foco da ação eram os homicídios e feminicídios, tanto tentados quanto consumidos. Mais de mil pessoas foram presas em uma operação que contou com mais de seis mil policiais civis. - Midas: ocorreu no dia 26 de setembro. Policias civis de 25 Estados e do Distrito Federal prenderam 333 acusados por roubos, assassinatos e tráfico de drogas. Nas ruas, 3.745 policiais. Apenas o Amazonas não foi alcançado pela Midas por "questões operacionais".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/policias-fazem-megaoperacao-de-combate-ao-trafico-em-escolas-13112018

Sem Moro, ex-presidente Lula presta depoimento nesta quarta
Data: 14/11/2018

Petista será interrogado pela juíza substitua Gabriela Hardt na ação penal do sítio de Atibaia (SP). Apoiadores organizam protestos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva presta depoimento às 14h desta quarta-feira (14) na 13ª Vara Federal em Curitiba. Lula será ouvido na ação penal do sítio de Atibaia (SP), em que é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Será a primeira vez que o petista deixará a sala especial que ocupa na Superintendência da Polícia Federal, desde que foi preso em 7 de abril. O ex-presidente cumpre pena de 12 anos e um mês de reclusão no processo do tríplex do Guarujá (SP). A juíza Gabriela Hardt, substituta do juiz Sérgio Moro, é quem vai interrogar o ex-presidente. Moro está em férias e vai pedir a exoneração da carreira que segue há 22 anos para assumir o superministério da Justiça e da Segurança Pública do governo Bolsonaro (PSL). Até então, Moro tinha interrogado o petista em audiências sobre o tríplex do Guarujá e da compra de um apartamento em São Bernardo do Campo (SP) e de um terreno, que segundo o Ministério Público, seria para o Instituto Lula. Ato do PT Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se organizam para fazer um ato durante o depoimento do petista em Curitiba. A previsão é que o ex-presidente seja conduzido de carro da Superintendência da PF em Curitiba, onde está preso desde abril deste ano, até ao prédio da Justiça Federal do Paraná, em percurso de aproximadamente cinco quilômetros. O PT e movimentos aliados organizaram dois locais de concentração: em frente à PF, às 10h, e no entorno da Justiça Federal, às 12h. A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, o líder do partido na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), e outras lideranças devem estar na capital paranaense para o ato. Sítio do Lula De acordo com força-tarefa da Lava Jato, o ex-presidente teria recebido propina de R$ 1,02 milhão, parte desse valor supostamente repassado pela Odebrecht e OAS por meio de obras de reforma e melhorias na propriedade rural.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/sem-moro-ex-presidente-lula-presta-depoimento-nesta-quarta-14112018

Jair Bolsonaro anuncia general do Exército para Ministério da Defesa
Data: 13/11/2018

Em sua conta no Twitter, o presidente eleito informou que Fernando Azevedo e Silva vai comandar a pasta. General Augusto Heleno assumirá o GSI

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou na manhã desta terça-feira (13), em sua conta no Twitter, o novo ministro da Defesa. A pasta será ocupada pelo general do Exército Fernando Azevedo e Silva. Anteriormente, havia a previsão de o general Augusto Heleno Ribeiro ocupar a Defesa. No entanto, o próprio general Heleno informou, na semana passada, que ficará responsável pelo GSI (Gabinete de Segurança Institucional). Bolsonaro está em Brasília no Centro Cultural Banco do Brasil com a equipe de transição. Hoje, o presidente eleito deve discutir a reforma da Previdência. A reunião com os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB), que ocorreria durante a manhã, foi desmarcada. Na agenda do dia, estão programados uma audiência com a ministra Rosa Weber, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), às 13h. Na sequência, às 14h30, está prevista uma audiência com o ministro João Batista Brito Pereira, presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Por fim, às 16h, haverá uma audiência com o ministro José Coêlho Ferreira, presidente do Superior Tribunal Militar (STM).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/jair-bolsonaro-anuncia-general-do-exercito-para-ministerio-da-defesa-13112018

Amazon escolhe Nova York e Virgínia do Norte para segunda sede
Data: 13/11/2018

Empresa de comércio eletrônico anunciará nesta terça (13) o local da nova sede, encerrando uma competição de um ano em toda a América do Norte

A Amazon anunciará nesta terça-feira que selecionou Nova York e Virgínia do Norte para sua segunda sede, disse uma fonte à Reuters, encerrando uma competição de mais de um ano que gerou uma disputa frenética entre localidades em toda a América do Norte. O plano da Amazon de dividir sua segunda sede, batizada de "HQ2", entre duas cidades, impulsionará sua presença em torno de Nova York e da capital norte-americana, à medida que busca obter vantagem sobre as empresas de tecnologia do Vale do Silício. A fonte, que está familiarizada com o assunto, disse à Reuters que a Amazon também anunciará nesta terça-feira um investimento significativo em outra cidade. A empresa havia dito originalmente, em setembro de 2017, que investiria mais de 5 bilhões de dólares e contrataria 50 mil funcionários para a segunda sede, até então planejada para estar em apenas uma cidade. A gigante do varejo online recebeu mais de 200 propostas de cidades e Estados prometendo bilhões de dólares em isenções fiscais e outros incentivos em troca de hospedar o "HQ2". As propostas apresentadas também incluíram informações sobre infraestrutura, mão-de-obra e outros dados que poderiam ser úteis de outras maneiras para a empresa. PublicidadeFechar anúncio Entre os finalistas com os quais a Amazon mantinha conversas avançadas estavam Dallas, Long Island City, em Nova York, e Arlington, perto de Washington, DC, a Reuters noticiou anteriormente, citando fontes. O New York Times informou na semana passada que a Amazon estava finalizando os planos para selecionar a cidade de Long Island, Nova York e a área de Crystal City, em Arlington, Virgínia. O Wall Street Journal disse na segunda-feira que a Amazon havia tomado a decisão.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/amazon-escolhe-nova-york-e-virginia-do-norte-para-segunda-sede-13112018

Criminosos explodem agência bancária na zona norte do Rio
Data: 13/11/2018

Ação aconteceu na Tijuca durante a madrugada e ninguém se feriu. Polícia Civil tenta identificar suspeitos armados que assaltaram estabelecimento

Homens armados explodiram os caixas eletrônicos de uma agência bancária na rua Mariz e Barros, no bairro da Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro, na madrugada desta terça-feira (13). A unidade ficou destruída. Não há informações se a quadrillha conseguiu levar o dinheiro dos caixas. Como o crime aconteceu fora do horário comercial, a agência estava vazia e, portanto, não houve vítimas. De acordo com relatos de moradores da região, explosões e tiros foram ouvidos por volta das 4h15. A Polícia Militar foi acionada, mas os assaltantes já haviam deixado o local no momento em que chegaram os agentes. O caso foi registrado na 18ª DP (Praça da Bandeira). No dia 31 de outubro, criminosos explodiram outro banco na mesma rua, a poucos metros do local destruído nesta madrugada.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/criminosos-explodem-agencia-bancaria-na-zona-norte-do-rio-13112018

Preocupa? Último jogo do Palmeiras sem levar gol completará 1 mês
Data: 13/11/2018

Defesa não consegue ficar sem ter as redes balançadas desde vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio, em 14 de outubro: nove gols sofridos em seis jogos

Líder do Campeonato Brasileiro com cinco pontos de vantagem sobre o Inter, segundo colocado, e a cinco rodadas do final da competição, o Palmeiras ostenta ainda a melhor defesa do torneio, com 23 gols sofridos em 33 rodadas. Mas o setor completará nesta quarta-feira um mês da última vez em que saiu de campo sem ter as redes balançadas. Desde 14 de outubro, quando aplicou 2 a 0 sobre o Grêmio, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro, o Verdão levou gol sempre que entrou em campo. No total, são seis partidas em que o goleiro Weverton precisou buscar a bola em sua meta em nove oportunidades, apontando uma média de 1,5 gols sofridos por jogo nesses últimos 30 dias. Para se ter ideia de como esses números destoam, o time sofreu mais gols nesses últimos seis compromissos (nove gols sofridos) do que nos 20 primeiros da nova passagem (foram seis gols) do treinador. No total, com Felipão no comando (incluindo o empate por 1 a 1 diante do Bahia, no qual o técnico cumpriu suspensão), são 15 gols sofridos em 26 partidas, deixando como média de 0,57 por jogo - ou seja, quase um gol sofrido a cada duas partidas. Essa instabilidade chegou exatamente no momento em que Scolari inverteu o momento de usar as duplas de zaga. Antes, Luan e Gustavo Gómez jogavam no Brasileiro, com Antônio Carlos e Edu Dracena nas Copas do Brasil e Libertadores. Foi exatamente contra o Ceará, primeiro jogo dessa sequência de gols sofridos, que houve a mudança. Assim, com Antônio Carlos e Edu Dracena foram titulares nas quatro últimas rodadas do Brasileiro, com o Palmeiras sofrendo cinco gols (nas vitórias por 2 a 1 sobre o Ceará e 3 a 2 contra o Santos e nos empates por 1 a 1 diante de Flamengo e Atlético-MG), configurando uma média de 1,25 gol sofrido, melhor do que seus concorrentes. Luan e Gustavo Gómez atuaram nas duas partidas contra o Boca Juniors, pela semifinal da Libertadores, e o time levou dois gols em cada uma delas (derrota por 2 a 0 na Bombonera e 2 a 2 no Allianz Parque), acarretando na eliminação do clube na principal competição do continente. Luan e Gustavo Gómez ainda atuaram no Brasileiro no 1 a 1 diante do Flamengo, improvisados na lateral direita, e foi com falha do paraguaio que o clube carioca balançou as redes. Às 21h45 desta quarta-feira, o Palmeiras recebe o Fluminense, no Allianz Parque. Dentro do rodízio de Felipão, é a hora de Luan e Gustavo Gómez atuarem como titulares na zaga na competição pela primeira vez desde aquele 2 a 0 sobre o Grêmio, exatamente há um mês, no último compromisso em que o time não foi vazado.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/preocupa-ultimo-jogo-do-palmeiras-sem-levar-gol-completara-1-mes-13112018

Federação acredita que Palmeiras blefa. E não boicotará o Paulista
Data: 13/11/2018

Embora Galiotte deixe nas entrelinhas que o time guardará suas estrelas para a Libertadores, entidade trata como mera ameaça, jogada eleitoral

São Paulo, Brasil Blefe. A cúpula da Federação Paulista vê como uma jogada de marketing, um trunfo eleitoral, a ameaça de Mauricio Galiotte fazer o Palmeiras desmoralizar o Estadual de 2019. Não é levada a sério a disposição de os dirigentes autorizarem Felipão a inscrever apenas jovens jogadores e promessas na competição. E resguardar os maiores talentos para a Libertadores da América, competição que o time já está classificado para a fase de grupos. Seria uma resposta drástica e com enorme repercussão. E que está sendo incentivada por companheiros de diretoria de Galiotte e conselheiros. Veja mais: Palmeiras x Fluminense: 33 mil ingressos vendidos para jogo de quarta Ninguém ainda aceita a maneira com que o clube foi tratado pela FPF na final do Campeonato Paulista. O questionamento palmeirense sobre a interferência em um pênalti marcado de Ralf e Dudu, que o árbitro Marcelo Aparecido de Souza voltou atrás, segue vivo. A Federação Paulista de Futebol não leva a sério, mas se preveniu para o possível boicote palmeirense. E tratou de diminuir o número de inscrições de atletas que podem atuar no Estadual de 2019. Para que não haja muito espaço para o Palmeias usar reservas na longa e desinteressante primeira fase. E deixar os titulares para as partidas decisivas. Serão aceitos apenas 23 nomes. Em 2017 foram 28. Neste ano, 26 jogadores. Felipão já deixou claro a Mauricio Galiotte e Alexandre Mattos. Faz o que for melhor para o clube. Respeita o sentimento de indignação que ainda não sumiu da dupla em relação à final de 2018. Na FPF há quem acredite que tudo não passe de uma manobra eleitoral do atual presidente palmeirense. Ele estaria falando o que os sócios querem ouvir. Até a eleição daqui 11 dias, no dia 24 de novembro. E que depois, voltará atrás. E colocará seus principais jogadores.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/federacao-acredita-que-palmeiras-blefa-e-nao-boicotara-o-paulista-13112018

Média de público do Brasileirão 2018 supera 20 mil torcedores por jogo
Data: 13/11/2018

Brasileirão conta com média de público superior a 20 mil torcedores por partida e pode ter a maior média dos últimos 30 anos

Após 33 rodadas, o Campeonato Brasileiro de 2018 conta agora com uma média superior a 20 mil torcedores por partida. Algo inédito na era dos pontos corridos (que começou em 2003) e que não acontece desde a edição de 1987. Puxado pelo Flamengo, que tem média superior a 50 mil torcedores, alguns clubes vêm fazendo bonito esse ano. O Ceará, recém-promovido da Série B, tem hoje média de 25.890 torcedores. Só nessa última rodada, contra o Inter, no Castelão, foram mais de 42 mil torcedores. O São Paulo, que chegou a liderar o Brasileirão no final do primeiro turno e início do returno, tem a segunda maior média com 37.628 torcedores, seguido pelo Inter, outro que veio da Série B e ainda luta pelo título, e o Palmeiras, líder do campeonato. O Corinthians tem hoje a 5ª maior média (30.791), quase 10 mil a menos que na edição de 2017, quando foi campeão. Média de público dos clubes no Brasileirão 2018 após 33 rodadas: 51 571 Flamengo 37 628 São Paulo 31 682 Internacional 31 437 Palmeiras 30 791 Corinthians 25 890 Ceará 23 175 Grêmio 19 359 Cruzeiro 19 129 Bahia 18 489 Atlético-MG 15 908 Sport 14 760 Vasco 14 677 Fluminense 12 173 Santos 11 982 Atlético-PR 11 348 Botafogo 9 322 Vitória 8 791 Chapecoense 6 846 Paraná 6 554 América-MG Na história do Brasileirão, desde 1971, a maior média em uma única edição é de 1983, com 22 953 torcedores por jogo. Em 1987, no módulo verde, a Brasileirão teve pela última vez média superior a 20 mil torcedores. Na Europa, entre os principais campeonatos nacionais, essas são foram as médias de público na temporada 2017/18: Alemanha (44 646), Inglaterra (38 297), Espanha (26 977), Itália (24 795), França (22 524) e Portugal (11 967). Média de público na história do Brasileirão desde 1971: 1971 - 20 360 1972 - 17 591 1973 - 15 460 1974 - 11 599 1975 - 15 984 1976 - 17 010 1977 - 16 472 1978 - 10 539 1979 - 9 136 1980 - 20 792 1981 - 17 545 1982 - 19 808 1983 - 22 953 1984 - 18 523 1985 - 11 625 1986 - 13 423 1987 - 20 877 (Só no módulo verde) 1988 - 13 811 1989 - 10 857 1990 - 11 600 1991 - 13 760 1992 - 16 814 1993 - 10 914 1994 - 10 222 1995 - 10 332 1996 - 10 913 1997 - 10 487 1998 - 13 487 1999 - 17 018 2000 - 11 546 2001 - 11 400 2002 - 12 886 2003 - 10 468 2004 - 8 805 2005 - 13 765 2006 - 12 401 2007 - 17 461 2008 - 16 992 2009 - 17 869 2010 - 14 839 2011 - 14 886 2012 - 13 244 2013 - 15 144 2014 - 16 555 2015 - 17 223 2016 - 15 686 2017 - 16 355 2018 - 20 019

Link Notícia: https://esportes.r7.com/media-de-publico-do-brasileirao-2018-supera-20-mil-torcedores-por-jogo-13112018

Como Stan Lee, que morreu aos 95, teve a ideia de criar o Homem-Aranha
Data: 13/11/2018

Os heróis da Marvel revolucionaram o mundo dos quadrinhos e transformaram a vida do saudoso gênio americano

Seus heróis tinham poderes extraordinários, mas também dores de cabeça do dia-a-dia. O homem por trás de roteiros fantásticos, com pitadas de realidade - uma fórmula revolucionária no mundo dos quadrinhos - foi o americano Stan Lee, que morreu nesta segunda-feira aos 95 anos. Hulk, o Homem de Ferro, o Demolidor e o Quarteto Fantástico foram alguns dos frutos de sua imaginação fértil e carreira prolífica. Em 2012, durante entrevista à BBC, Lee deu uma amostra de seu processo criativo ao contar como nasceu o Homem-Aranha, um ícone da cultura pop. "Eu estava sentado, tentando pensar em uma ideia e vi uma mosca se arrastando na parede. Pensei: caramba, não seria legal se tivesse um herói que pudesse se movimentar pelas paredes como uma mosca?", lembrou Lee. Convencido dos atributos do herói em gestação, o artista precisava então batizá-lo. "Pensei em 'Homem Voador', mas não soou dramático o suficiente. 'Homem Inseto'? Não. Fiz uma lista e então cheguei a 'Homem Aranha'. De alguma forma, assim soou um pouco mais amedrontador, mais impressionante". "Queria que ele fosse um adolescente, um cara diferente. Não um coadjuvante: ele seria o herói. Percebi que não o deixaria muito bonito, não tão bem sucedido com as garotas. Ele não tem muito dinheiro, na verdade ele não tem dinheiro o suficiente. É um órfão que vive com seus tios. Queria que a garotada pudesse se identificar com ele". Logo, o nerd Peter Parker foi transformado e ganhou poderes que o faziam se arrastar pelos arranha-céus de Nova York. Mas isso não fez desaparecer como mágica seus obstáculos em casa ou com as namoradas. "Só porque ele é um herói e tem superpoderes, não significa que não tenha problemas", disse Stan Lee à BBC. Mas afinal, quais foram as dores e as delícias da biografia de Lee, o pai de Hulk e do Homem-Aranha? Talento precoce, projeto autoral tardio Nascido em 1922 em Nova York, filho de imigrantes judeus com origem na Romênia, Stan Lieberman conseguiu jovem um emprego na Timely Publications - uma empresa no ramo editorial de propriedade de um parente e que, capítulos depois, se tornaria a Marvel Comics. Ele foi designado para o setor de quadrinhos e, graças ao seu talento, foi alçado ao cargo de editor aos 18 anos. Por mais de 20 anos, ele trabalhou com histórias de crime, tramas no faroeste e qualquer outro formato que pudesse saciar o apetite de jovens leitores. Palavras com mais de duas sílabas eram desencorajadas; personagens só podiam ser bons ou ruins - era preto no branco, sem tons de cinza. Lieberman se via tão envergonhado por o que estava escrevendo que se recusava a colocar o nome real na autoria dos trabalhos. Ele assumiu seu "nome bobo", Stan Lee, que posteriormente seria sua assinatura oficial. Quando tinha 40 anos, Lee decidiu que era velho demais para o mundo dos quadrinhos. Sua esposa, Joan, sugeriu que ele não tinha nada a perder e deveria escrever histórias que ele realmente queria criar. Depois que a rival DC Comics surgiu com um time composto por Batman, Super-Homem e Mulher Maravilha, a Timely precisava reagir. A resposta de Lee em 1961 foi o Quarteto Fantástico: uma equipe de astronautas que ganhou poderes após ser bombardeada com raios cósmicos. Eles mudariam a vida de Lee e a indústria dos quadrinhos para sempre. As cartas de fãs apareceram e começaram a se amontoar. Nasceram personagens e um novo nome para aquela empresa familiar: ela agora se chamava Marvel Comics. Hulk, Thor, o Homem de Ferro e outros heróis lutaram com problemas como abuso de drogas, fanatismo e desigualdade social. Na vida real, Lee fez questão de dar crédito aos artistas responsáveis pelos desenhos nos quadrinhos. Jack Kirby, Frank Miller, John Romita e outros foram cultuados por obras com suas digitais. No auge, a Marvel vendia 50 milhões de cópias por ano. Até se aposentar da edição em 1971, Lee escreveu todos os textos das capas da empresa. Em 1999, sua empresa Stan Lee, criada com o objetivo de conjugar os quadrinhos com a internet, deu incrivelmente errado. Lee foi à falência e seu sócio foi preso por fraude. Em 2001, porém, ele começou uma nova empresa chamada POW! Entertainment, que passou a produzir filmes e programas de TV. Suas criações de décadas estão tinindo em poder nas telonas. X-Men, Hulk, Homem de Ferro e o Quarteto Fantástico ganharam tratamento hollywoodiano. O Homem-Aranha protagonizou um grande sucesso de bilheteria, com o original de 2002 e sua sequência de 2004 arrecadando quase US$ 1,6 bilhão em vendas de ingressos em todo o mundo. Mais recentemente, os três filmes do Capitão América, estrelados por Chris Evans, arrecadaram US$ 2,24 bilhões nas bilheterias mundiais. O Homem de Ferro, representado por Robert Downey Jr, conseguiu US$ 2,4 bilhões. O apelo da Marvel foi certeiro. De quebra, os fãs ficaram encantados em ver as breves aparições de Lee em quase todos os filmes da Marvel. O poder dos poderes: a sorte Nos últimos anos, o roteirista lamentou a deterioração da visão - o que o impedia de ler os gibis com os quais fez seu nome. À radio Times, ele disse que a capacidade de ler era o que mais sentia falta no mundo. Na ocasião, ele apontou também aquele que considerava ser o poder dos poderes: a sorte. Ele disse: "Toda vez que vou a um evento dedicado aos quadrinhos, pelo menos um fã me pergunta: 'Qual é o maior superpoder de todos?'. Eu sempre digo que é a sorte, porque se você tiver boa sorte, a maior superpotência, tudo segue o seu caminho". BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/jovem/como-stan-lee-que-morreu-aos-95-teve-a-ideia-de-criar-o-homem-aranha-13112018

Na luta contra um câncer, Susana Vieira recebe apoio de famosos
Data: 13/11/2018

Amigos famosos e fãs enviaram mensagens de força e amor para a atriz, que revelou travar uma batalha contra uma leucemia há très anos

Guerreira, Susana Vieira fez questão de mostrar para fãs, amigos, famosos e familiares que vai muito bem, obrigado! Após confirmar que está lutando há três anos contra uma leucemia, um câncer no sangue, Susana fez questão de postar nas redes sociais uma foto na academia, ao lado de sua personal trainer, Ana Cristina Durão, agradecendo o carinho de todos! Susana recebeu uma enxurrada de telefones, emails e mensagens de força e de amor de fãs e amigos a apoiando nessa luta contra o câncer. Famosos como Adriane Galisteu, Danielle Winitz, Lívia Andrade, Leona Cavalli, Júlio Rocha lotaram as redes socias da atriz de mensagens de carinho e admiração. "Mais uma batalha que você irá vencer!", postou Fátima Bernardes. "Guerreira. Que exemplo de mulher!", escreveu Lívia Andrade. "Isso, mostra como se faz!", escreveu Júlio Rocha. "Gratidão por todo amor e carinho que recebi de vocês! Estou ótima e feliz!", garantiu Susana. Susana, que está afastada das novelas desde 2015, não pode aceitar o convite de Aguinaldo Silva para assumir uma personagem especial em "O Sétimo Guardião", que estreou nesta segunda-feira (12). Por conta do tratamento, a atriz, de 76 anos, recebeu a recomendação dos médicos para não assumir trabalhos muitos longos e desgastantes na TV. Sim, Susana pode participar de programas, séries e minisséries. Mas uma novela demanda muito tempo de gravação e horas interminavéis em estúdio.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/na-luta-contra-um-cancer-susana-vieira-recebe-apoio-de-famosos-13112018

Brasileiro pretende gastar R$ 116 com presente de Natal em 2018
Data: 09/11/2018

Pesquisa indica que sete em cada dez brasileiros vão às compras na data deste ano, que deve injetar R$ 53,5 bilhões na economia nacional

Mesmo com a crise e as incertezas que marcaram o ano, o brasileiro deve ir às compras neste Natal. De acordo com pesquisa do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), o consumidor vai levar entre quatro e cinco presentes e o gasto médio com a "lembrancinha" será de R$ 116 no Natal de 2018. Em 2017, o brasileiro gastou, em média, R$ 103 no presente. Levando em conta o número de consumidores que compraram no ano passado, 27% planejam gastar mais em 2018. Ao todo, 110 milhões de brasileiros — ou 72% da população — devem comprar presentes, o que vai injetar R$ 53,5 bilhões na economia brasileira. "Os números apontam uma estabilidade se comparados com os dados de 2017, quando as compras de Natal injetaram R$ 51,2 bilhões na economia", explica a economista chefe do SPC, Marcela Kawauti. "Também vale observar que 19% dos entrevistados ainda não decidiram se irão às compras, e estão em compasso de espera, o que pode aquecer um pouco mais as vendas", destaca. "Mas, a princípio, teremos um Natal semelhante ao de 2017". O preço ainda é um dos fatores apontados pelos consumidores como critério no momento da compra. Filhos (57%), cônjuges (48%) e mães (46%) devem receber presentes neste ano. As roupas continuam sendo os itens mais procurados. "É um presente democrático, com uma variedade grande de produtos, qualidade e preços", explica Marcela. Oito em cada dez consumidores (85% do total) disseram que vão pesquisar antes de comprar. A pesquisa apontou também que a internet é a principal aliada e fonte de informações para o consumidor comparar preços — dois em cada três entrevistados afirmaram que vão usar a rede antes de comprar. Quanto ao local escolhido para as compras de Natal, as lojas de departamento têm 42% da preferência dos consumidores, seguida das lojas online, com 40%. Com relação ao pagamento, 57% deve pagar à vista, principalmente pessoas das classes C,D e E. Quanto ao meio de pagamento, de acordo com o levantamento, 40% afirmam que vão usar o crédito para efetuar o pagamento e 26%, o cartão de crédito. "A data mantém sua importância para a economia, ainda não chegamos aos valores da pré-crise, mas a intenção de compra continua estável", finaliza Marcela. A pesquisa do SPC e da CNDL ouviu 761 pessoas acima de 18 anos, de todas as classes sociais, nas 27 capitais do país.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/brasileiro-pretende-gastar-r-116-com-presente-de-natal-em-2018-08112018

Saiba se você está no penúltimo lote de restituição do IR 2018
Data: 09/11/2018

Contribuintes podem chegar se foram contemplados pelo site oficial ou pelo telefone 146. Também é possível acessar via aplicativo

A Receita Federal liberou a consulta ao penúltimo lote do Imposto de Renda 2018 nesta sexta-feira (9). O lote inclui restituições residuais de 2008 a 2017. Também é possível realizar a consulta por meio do aplicativo disponível para tablets e smartphones. Neste lote, a Receita pagará 1.142.680 contribuintes e os créditos serão liberados no dia 16 de novembro deste ano — próxima sexta-feira. Os valores somam mais de R$ 1,9 bilhão. A restituição ficará disponível por um ano e, caso o contribuinte não faça o resgate neste período, deve preencher o "Formulário Eletrônico — Pedido de Pagamento de Restituição", no site da Receita, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/saiba-se-voce-esta-no-penultimo-lote-de-restituicao-do-ir-2018-09112018

Felipão ganha opção na lateral-direita para enfrentar o Atlético-MG
Data: 09/11/2018

Marcos Rocha está recuperado de contusão na panturrilha e deve jogar no próximo domingo, já que Mayke está suspenso para esta partida

O lateral-direito Marcos Rocha treinou nesta quinta-feira (8) com proteções na panturrilha e na coxa direita e deverá estar à disposição para o duelo contra o Atlético-MG, neste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador não atua há um mês pelo Palmeiras em função de uma lesão na panturrilha. Com a possível recuperação de Marcos Rocha, Felipão ganha uma opção importante para o jogo diante do Atlético-MG. Mayke, que vinha sendo titular, tem uma partida de suspensão a cumprir no Brasileirão e está fora do jogo em Belo Horizonte. No último sábado, contra o Santos, Felipão optou por improvisar o volante Jean no setor. Além de Mayke, há outros dois suspensos: o lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o atacante Dudu. O meia Hyoran e o atacante Willian, que não estiveram em campo nesta quinta-feira antes de a imprensa deixar a Academia de Futebol, em São Paulo, ainda estão se recuperando de lesão e fazem o processo de transição física. Para sustentar a vantagem de cinco pontos na liderança do Brasileirão, o Palmeiras terá de superar um tabu: o time alviverde nunca derrotou o Atlético-MG no estádio Independência desde a reforma do local, reinaugurado em 2012. Quebrar tabus não é uma novidade para o Palmeiras em 2018. O time conseguiu vencer o São Paulo, no estádio do Morumbi, algo que não acontecia desde 2002. Antes de vencer o rival tricolor por 2 a 0, o time alviverde já havia superado outros tabus. Encerrou a série de 10 jogos sem vencer o Cruzeiro, com o triunfo por 3 a 1 no Pacaembu, e derrotou o Atlético-MG depois de sete anos, com a vitória por 3 a 2 na arena alviverde.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/felipao-ganha-opcao-na-lateral-direita-para-enfrentar-o-atletico-mg-09112018

São Paulo terá mudanças para o Majestoso na Arena Corinthians
Data: 09/11/2018

Diego Aguirre deve começar o jogo com Everton entre os titulares. O goleiro Jean e o volante Hudson, suspensos na rodada passada, retornam ao time

Em busca de uma reafirmação neste fim de temporada, o São Paulo deve ir para o clássico com o Corinthians, no próximo sábado, com algumas mudanças em sua formação em relação ao time que iniciou a partida contra o Flamengo, no último fim de semana. A principal mudança está no ataque. Recuperado de um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda, o meia-atacante Everton está à disposição da comissão técnica para o Majestoso. Como Diego Aguirre tem fechado os treinos do São Paulo nesta semana não é possível cravar se ele inicia a partida como titular, mas certamente deve participar do clássico. O jogador, aliás, é um dos nomes mais importantes do Tricolor nesta temporada. Contratado do Flamengo por R$ 15 milhões, Everton soma cinco gols no Campeonato Brasileiro e mais seis assistências. Fora isso, é peça-chave na construção das jogadas de ataque e, principalmente, nos contra-ataques. Uma outra mudança importante no São Paulo está no gol. Contestado pela torcida, Sidão volta para o banco de reservas e Jean, expulso contra o Vitória, na 31ª rodada, vai para o clássico em Itaquera. Embora não seja uma unanimidade dentro do clube, o camisa 1 ganhou a confiança da comissão técnica há quatro rodadas e tenta se firmar na posição. Por fim, o volante e capitão Hudson, que cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, retoma sua vaga no meio de campo. Na rodada passada, o garoto Luan, de apenas 19 anos, entrou em campo e foi muito elogiado por Diego Aguirre. O jogador, no entanto, se machucou e não tem condições de entrar em campo em Itaquera. A provável escalação do São Paulo tem Jean; Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Diego Souza; Everton, Gonzalo Carneiro e Liziero (Helinho). O São Paulo soma 57 pontos no Brasileirão e, atualmente, ocupa a quarta colocação. Os tricolores tentam uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem. Já o Corinthians tem 39 e está na 12ª colocação. O time do Parque São Jorge tenta afastar a possibilidade de rebaixamento o mais rápido possível.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/sao-paulo-tera-mudancas-para-o-majestoso-na-arena-corinthians-09112018

PF faz operação e prende deputados estaduais no Rio de Janeiro
Data: 08/11/2018

Foram expedidos 22 mandados de prisão e busca e apreensão que estão sendo cumpridos em 40 endereços na manhã desta quinta-feira

Policiais federais cumprem mandados de prisão contra políticos no Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira (8). Entre os alvos, estão deputados estaduais, o presidente do Detran/RJ e um secretário do governo de Luiz Fernando Pezão (MDB). A ação, batizada de Furna da Onça, é um desdobramento da operação Cadeia Velha, que prendeu há um ano o então presidente da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), Jorge Picciani, e os deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do MDB. Os agentes da PF cumprem 19 mandados de prisão temporária, três de prisão preventiva e 47 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo TRF2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) — após decisão unânime de cinco desembargadores. A Alerj foi um dos locais onde os policiais estiveram nesta manhã. O MPF (Ministério Público Federal) divulgou os nomes dos alvos de mandados de prisão. São eles: • André Correa, deputado estadual (DEM) • Chiquinho da Mangueira, deputado estadual (PSC) • Coronel Jairo, deputado estadual (MDB) • Luiz Martins, deputado estadual (PDT) • Marcelo Simão, deputado estadual (PP), • Marcos Abahão, deputado estadual (Avante) • Marcos Vinícius "Neskau", deputado estadual (PTB) • Affonso Monnerat, secretário de Governo • Leonardo Silva Jacob, presidente do Detran/RJ • Vinícius Farah, ex-presidente do Detran/RJ e deputado federal eleito pelo MDB Além desses, também foram expedidos mandados contra Jorge Picciani, que se encontra em prisão domiciliar, Albertassi e Paulo Melo. A investigação apura um esquema de corrupção envolvendo compra de votos de parlamentares com dinheiro de propina e distribuição de cargos públicos e mão de obra terceirizada em órgãos da administração estadual. De acordo com a Polícia Federal, o grupo criminoso era chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral, que está preso. A propina era paga para garantir que interesses de políticos participantes do esquema fossem atendidos no Legislativo estadual. O mensalinho era pago por meio de superfaturamento de contratos estaduais e federais. Ainda segundo a PF, os parlamentares também eram beneficiados com a distribuição de cargos em órgãos públicos do Estado, com o alocamento de mão de obra comissionada ou terceirizada. Cadeia Velha: MPF pede condenação de Picciani, Melo e Albertassi O nome da operação, Furna da Onça, faz referência à sala usada pelos deputados para discutir como votariam antes das sessões, momento descrito por eles como a hora de a "onça beber água". O R7 não localizou até o momento as defesas dos citados na reportagem. A Alerj apenas informou que "funcionará hoje normalmente, com sessão plenária às 15h". Já o governo do Rio de Janeiro disse que "desconhece os fatos e não teve acesso aos autos do processo". O Detran respondeu por meio de nota que "está à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-faz-operacao-e-prende-deputados-estaduais-no-rio-de-janeiro-08112018

Tiroteio em bar na Califórnia deixa 13 mortos
Data: 08/11/2018

A polícia e diversas ambulâncias foram para o local; bombeiros pedem para que a população evite a região

Um tiroteio dentro de um bar de música ao vivo na cidade de Thousand Oaks, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, deixou ao menos 13 pessoas mortas na noite de quarta-feira (7), segundo a mídia local. Entre as vítimas está um policial e o próprio atirador. No momento dos disparos, havia pelo menos 200 pessoas se divertindo no bar. O jornal Los Angeles Times diz que pelo menos 30 tiros foram ouvidos durante o incidente. À rede de notícias ABC News, testemunhas afirmaram que um único suspeito atirou bombas de fumaça antes de abrir fogo, por volta das 23h20 do horário local (5h20 da quinta-feira, 8, no horário de Brasília). Os bombeiros da cidade pediram, via Twitter, que as pessoas fiquem longe da cena do crime. Várias ambulâncias foram chamadas. Um dos chefes da polícia local, Geoff Dean, disse a repórteres que o policial morto foi a óbito em um hospital depois de não resistir aos ferimentos. Ele tinha 29 anos de carreira e planejava se aposentar no próximo ano. O estabelecimento onde aconteceu o incidente se chama Borderline Bar & Grill e, segundo a mídia local, é um bar de temática country que realiza vários eventos, sempre reunindo estudantes. Thousand Oaks é uma cidade com cerca de 130 mil habitantes e fica a cerca de 1 hora de viagem de Los Angeles.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/tiroteio-em-bar-na-california-deixa-13-mortos-08112018

PF inicia ação que investiga pagamento de propina a Jucá
Data: 08/11/2018

Autoridades cumprem nove mandados de busca e apreensão, sendo sete em São Paulo (SP), um em Santos (SP) e um em Campo Limpa Paulista (SP)

A PF (Polícia Federal) iniciou a operação Armistício na manhã desta quinta-feira (8) para investigar pagamento de propina da Odebrecht ao senador Romero Jucá (MDB). A estimativa das investigações é de que os valores indevidos chegaram a R$ 4 milhões. As autoridades cumprem nove mandados de busca e apreensão, sendo sete em São Paulo (SP), um em Santos (SP) e um em Campo Limpa Paulista (SP). A ação apura uma resolução do Senado de 2012, que visava restringir a guerra fiscal nos portos brasileiros. Segundo a PF, "medidas foram deferidas pelo Ministro Edson Fachin, no Inquérito 4382-STF". Os delatores Claudio Melo Filho — então diretor de relações institucionais da Odebrecht —, Carlos Fadigas e Marcelo Odebrecht mencionaram a atuação de Jucá quando firmaram suas colaborações premiadas, baseando a abertura da investigação. Procurada pelo R7, a assessoria de Jucá afirma que a defesa está se informando sobre o caso e se manifestará em breve. Delação A resolução unificou as alíquotas do ICMS para acabar com a disputa fiscal entre os Estados para aumentar os desembarques em seus portos. Melo Filho, que disse ter conduzido as negociações com Jucá sobre a matéria, disse que o senador, por ter sido "líder de vários governos", era enxergado pela empresa como "a porta de entrada" para a defesa dos interesses da empresa no Senado. Após a aprovação da resolução, porém, Jucá teria solicitado o pagamento pedindo ajuda para o processo eleitoral. O diretor também disse acreditar que Jucá não era apenas uma liderança política do MDB, mas que ele "concentrava a arrecadação e distribuição dos recursos destinados ao partido", e atuava em parceria com os senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Eunício Oliveira (MDB-CE). Segundo relatos, a preferência dada a Jucá na interlocução sobre a guerra dos portos deixou um outro parlamentar "chateado": o então senador Delcídio Amaral (ex-PT-MS). Ele teria procurado interlocutores na Odebrecht para entender por que não havia sido "contemplado na discussão". Após o movimento, Delcídio teria recebido um pagamento de R$ 500 mil. A reportagem ainda não conseguiu manter contato com as defesas de Oliveira e Calheiros.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-inicia-acao-que-investiga-pagamento-de-propina-a-juca-08112018

Nadja sobre 'A Fazenda':
Data: 08/11/2018

Ex-peoa ainda afirmou que sofreu por pensar que decepcionou os fãs após ser expulsa do reality da RecordTV, na última terça-feira (6)

Nadja Pessoa foi expulsa de A Fazenda 10 na última terça-feira (6), mas, durante o tempo em que esteve confinada, foi uma das participantes mais populares da temporada: a cada briga, conversa ou qualquer outro episódio envolvendo a peoa, milhares de fãs a defendiam nas redes sociais. Apesar de todo o apoio, Nadja afirma que teve atitudes que não aprova e não condizem com a pessoa que é hoje, principalmente na festa viking, quando se excedeu no consumo de bebida alcoólica. "Me senti como uma garota de 16 anos, não me reconheci. Principalmente quando eu bebi. Me vi com 15 anos a menos e pensei: 'Epa! Essa aí não sou eu agora, essa sou eu 15 anos atrás'. Porque eu era assim, bebia e amava todo mundo, beijava todo mundo. Eu estava precisando desabafar, extravasar", diz, referindo-se ao episódio envolvendo Felipe Sertanejo. "Sofri pelos fãs, não por mim" Nadja não gostaria de ter deixado o reality da RecordTV, mas afirma que o baque da expulsão foi ainda maior por pensar na reação dos fãs. Segundo a empresária, ela sofreu por imaginar que tinha os decepcionado. "Eu sou muito grata aos meus fãs, que me deram total apoio e estão me apoiando até agora, porque o que eu mais senti na expulsão foi decepcioná-los. Sinto muito ter decepcionado todos aqueles que, quando foi anunciado que eu participaria, me mandavam mensagens falando: 'Se você entrar, vai ter um exército 24 horas votando pra você ganhar'. Então, eu senti que decepcionei muito eles, eu não sofri por mim, sofri pelos fãs e pelas pessoas que estavam acreditando em mim", diz. "Tentei ser amiga da Ana Paula, mas não 'bateu'" A ex-peoa acredita que, se tivesse conhecido os participantes fora de A Fazenda, teria se relacionado de maneiras diferentes com eles. Com Ana Paula Renault, uma das maiores rivais dela no programa, por exemplo, a convivência na vida real não teria passado de uma 'social'. "Acho que eu não ficaria nem dez minutos conversando com alguns, faria apenas uma 'social', falaria oi, mas só isso. Ana Paula é uma delas. Tentei fazer amizade com ela, mas não consegui. Não 'bateu'. Ela ficava indo atrás de mim, mas não bateu. A Perlla, mesmo ela se dizendo minha amiga, a gente só se conhecia de ‘oi’, nós nunca fomos amigas. Já o Evandro, por exemplo, se eu tivesse o conhecido aqui fora, eu realmente levaria ele para a minha vida, porque ele é uma pessoa sensacional. O Rafael também, inteligentíssimo, o tempo que eu ficava ao lado dele eu aprendia alguma coisa." Os aprendizados "A melhor experiência da minha participação foi saber que eu tenho uma outra Nadja dentro de mim que não morreu ainda; aquele meu lado meigo, carinhoso, amoroso, alegre, feliz — e as pessoas levaram para outro lado. Eu achava que essa Nadja tinha ido embora, mas ela ainda está aqui", afirma, emocionada.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/nadja-sobre-a-fazenda-me-senti-com-16-anos-nao-me-reconheci-08112018

Whindersson, Tirulipa e Carlinhos Maia terão humorístico na TV paga
Data: 08/11/2018

O trio de sucesso no mundo digital protagonizará "Família Nordestina", série de humor que começa a ser gravada neste mês para o canal pago Multishow

O namoro é antigo, mas só agora o canal pago Multishow conseguiu concretizar um projeto para a TV com três dos maiores influenciadores digitais do país ligados ao humor. Whindersson Nunes, Carlinhos Maia e Tirulipa terão uma série no canal pago. Sucesso na internet, onde soma mais 31 milhões de seguidores só no YouTube, Whindersson terá uma séria que aposta nas desventuras de uma divertida família nordestina. Carlinhos e Tirulipa também são protagonistas da trama. O nome é justamente esse: 'Família Nordestina' e a série já tem duas temporadas garantidas no canal, com dez episódios cada. A produção começa a ser gravada no dia 26 e estreia no primeiro semestre de 2019 no Multishow.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/whindersson-tirulipa-e-carlinhos-maia-terao-humoristico-na-tv-paga-05112018

No aniversário de Lombardi, Gottino revela idade e irrita comentarista
Data: 08/11/2018

Apresentador do Balanço Geral entregou ano de nascimento do jornalista, que não confirmou se data estava correta ou não

Um dos maiores segredos da bancada do Balanço Geral SP pode ter chegado ao fim nesta terça-feira (6): a idade de Renato Lombardi. No aniversário do comentarista, o apresentador Reinaldo Gottino entregou, nos últimos segundos no ar, o ano de nascimento do colega de telejornal. Segundo o jornalista, "Lombi" nasceu em 1944. Portanto, completou 74 anos. O comentarista, que nunca fala sobre o número, não confirmou a informação. Ele até tentou dar uma resposta irritada, mas o programa acabou antes que Lombardi concluísse. — Tem inveja de mim, faça como eu... Minutos antes, Fabíola Reipert brincou que havia descoberto o RG de Lombardi. Mas a data de nascimento do documento era 1930 a.C. (antes de Cristo). Mais uma vez, o comentarista foi categórico sobre o assunto: “Vocês não sabem e nunca vão saber”, retrucou. Lombardi ganhou um bolo personalizado com um bigode da equipe do Balanço Geral SP, recebeu uma homenagem ao vivo, declarações e Parabéns a Você no ar. “Você é um dos caras mais incríveis que a gente já conheceu”, disse Gottino. “Eu passava no corredor, via o Lombardi e eu tinha um pouco de medo dele. Ele é sério, não vai com qualquer um. Aí, hoje em dia, eu te amo”, declarou Fabíola Reipert.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/no-aniversario-de-lombardi-gottino-revela-idade-e-irrita-comentarista-06112018

Com Jadson e Carlos, Jair começa a armar Corinthians para o Majestoso
Data: 08/11/2018

Desfalque nos dois últimos jogos, Jadson treinou entre os titulares na tarde desta quarta-feira. Carlos Augusto ficou com a vaga de Danilo Avelar

O técnico Jair Ventura começou a preparar o Corinthians para o clássico contra o São Paulo, que será realizado no sábado, às 17h, na Arena. Na tarde desta quarta-feira (7), o treinador armou a equipe com a volta de Jadson e com Carlos Augusto na vaga de Danilo Avelar. PRÉ-CLÁSSICO: Fora de posição, Gabriel sofre, mas mantém bons números no Timão Jadson foi desfalque nos últimos jogos por conta de uma lesão na panturrilha direita. A outra mudança foi por opção técnica, já que Danilo Avelar treinou com a equipe reserva. A equipe titular no início do treino teve: Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Carlos Augusto; Ralf e Araos; Pedrinho, Jadson e Clayson; Danilo. Araos foi o volante ao lado de Ralf, já que Douglas ainda se recupera de uma pancada sofrida no treino do último sábado. Clayson, por sua vez, foi escalado porque Romero faz tratamento de uma torção no tornozelo esquerdo sofrida no jogo contra o Botafogo, domingo. Jadson ainda é tratado com cautela e deixou a atividade mais cedo. Quando saiu, foi substituído por Roger, e Danilo foi deslocado para o meio de campo. A equipe reserva do treino desta quarta teve: Walter, Paulo Roberto, Pedro Henrique, Marllon e Danilo Avelar; Gabriel e Thiaguinho; Fessin, Mateus Vital e Rafael Bilu; Roger (Matheus Matias). O Corinthians volta a treinar na tarde desta quinta-feira. O clássico contra o São Paulo será realizado no sábado, às 17h, na Arena, pela 33ª rodada do Brasileirão.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/com-jadson-e-carlos-jair-comeca-a-armar-corinthians-para-o-majestoso-07112018

O desejo: Ricardo Goulart. O medo: Dudu na China
Data: 08/11/2018

O meia atacante Ricardo Goulart agora quer jogar no Palmeiras. O clube tenta sua contratação há um ano e meio. Mas Dudu está disposto a sair

São Paulo, Brasil Alexandre Mattos estava quase convencendo Ricardo Goulart a jogar no Palmeiras em 2017. Seria o grande presente para Cuca para a sequência da Libertadores. O técnico assumiu em maio, depois da demissão de Eduardo Baptista. Só que dois personagens foram fundamentais para a negociação não ser fechada. O primeiro foi Paulinho. Quando o volante foi contratado pelo Barcelona, o meia acreditou que uma barreira fundamental havia sido quebrada. E ele aproveitaria. Um dos maiores clubes do mundo buscava, sem pudor, jogador atuando na China, país periférico no futebol. Se o volante foi para o Barcelona, não seria pecado desejar o Atlético de Madrid, o Arsenal, a Inter de Milão. E outra figura a convencer o meia atacante a não retornar no ano passado tem nome e sobrenome. Luiz Felipe Scolari vislumbrava a mesma chance de o jogador atuar no futebol europeu. Mas antes, continuar a ganhar seu salário irreal para o futebol brasileiro, cerca de R$ 2 milhões, sendo peça fundamental do Guangzhou Evergrande, que pagou 18 milhões de euros, cerca de R$ 78 milhões, em 2015. Disse não ao Palmeiras. Só que o sonhado clube grande europeu não apareceu. Nem médio. Ele seguiu no Guangzhou. Foi mais uma vez campeão chinês com Felipão. E logo deu adeus ao treinador que não renovou seu contrato. Vieram duas outras janelas e Goulart se viu sem seu treinador de confiança. O italiano Fabio Cannavaro foi contratado. Pior, Paulinho foi mandado de volta para a China, prejudicando as perspectivas de que quem atua no país de ir para um grande europeu. O Brasil fracassou na Copa. E ainda, Cannavaro não tem o encanto de Felipão por seu futebol. Se tornou reserva. Em abril, o brasileiro, que tem contrato até 2020, recebeu uma proposta de renovação de contrato até 2022. Ele negou. Pensou que facilitaria a negociação com qualquer equipe europeia. Mas apenas desperdiçou a chance de ganhar um aumento. E, lógico, ter a multa aumentada. O jogador chega ao final do ano no seu pior momento na carreira. Além de reserva, teve de fazer uma artroscopia no joelho direito. Os contatos com Alexandre Mattos, companheiros desde o Cruzeiro, nunca cessaram. O dirigente nunca desistiu de contratá-lo. E ganhou uma arma poderosa. Luiz Felipe Scolari. O treinador também o deseja em 2019. Goulart já está milionário depois dos três anos na China. Term 27 anos. E quer fazer sua recuperação da cirurgia no Palmeiras. Não no Cruzeiro, clube que o quer de volta. A contratação será tentada e sem a participação efetiva da Crefisa. O clube tem dinheiro suficiente para uma grande proposta. Por empréstimo ou mesmo a compra. Há a promessa de grandes reforços para o próximo ano, o primeiro com o uniforme feito pela Puma, que promete internacionalizar o clube. Fazê-lo mais conhecido no planeta. Para este objetivo é necessário um grande time e conquistas importantes, como a Libertadores e o Mundial. Além disso, há outras duas possibilidades, que a diretoria não assume publicamente. A primeira é a de uma troca por Dudu. Com retorno financeiro ao Palmeiras. O melhor jogador do Campeonato Brasileiro vem sendo sondado pelo futebol chinês há dois anos. Ganhou aumento para ficar, mas não recebeu nem um quinto do que poderia ganhar atuando no Oriente. Dudu fará 27 anos em janeiro. E está disposto a fazer o 'contrato de sua vida', em 2019. Por isso não está descartada a ida para o Guangzhou. Outra possibilidade é Lucas Lima. O jogador de 28 anos não conseguiu se firmar no Palmeiras. Mostrar o futebol exuberante que a diretoria esperava. E ele também já foi muito cobiçado pela China. É um jogador caríssimo aos cofres do time paulista. Pode ser envolvido em uma possível transação por Ricardo Goulart. Mauricio Galiotte e Alexandre Mattos desmentem oficialmente. Mas conselheiros ligados à presidência garantem que os contatos com o jogador estão mais do que avançados. Ele quer atuar no Palmeiras em 2019. O problema será negociar com os chineses...

Link Notícia: https://esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/o-desejo-ricardo-goulart-o-medo-dudu-na-china-07112018

Atlético-PR bate Fluminense e abre vantagem na Copa Sul-Americana
Data: 08/11/2018

Equipe paranaense fez 2 a 0 na noite desta quarta-feira (7), na Arena da Baixada e pode perder por até um gol de diferença no Rio de Janeiro

O Atlético-PR abriu boa vantagem na Copa Sul-Americana. Mais intenso, soube aproveitar melhor as oportunidades e mostrou porque é o melhor mandante do torneio. Do outro lado, o Fluminense terá que buscar uma reação no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira (7), na Arena da Baixada, pela partida de ida da semifinal, vitória do Furacão pelo placar de 2 a 0, com gols marcados por Renan Lodi e Rony. A volta está marcada para o próximo dia 28, no Maracanã. Marcelo Cirino dá trabalho Com boa movimentação, Marcelo Cirino foi o primeiro a incomodar. Nos primeiros minutos, atuou nas costas de Ibañez e levou perigo pela esquerda. Na sequência, o atacante foi lançado e driblou Júlio César, mas Gum apareceu para salvar. Santos salva lá e Júlio César cá Destaque para os goleiros: Santos defendeu a cabeçada de Gum e a tentativa de Luciano na sequência após escanteio. No lance seguinte, Pablo saiu de cara para o gol e Júlio César salvou. Renan Lodi abre o placar Melhor em campo, o Atlético-PR abriu o placar. Renan Lodi tentou duas vezes. A primeira bateu na defesa e voltou para ele. Na segunda, chutou forte e a bola pegou na trave antes de entrar. Júlio César ainda salvou o Fluminense outras vezes antes do intervalo. Fluminense volta melhor O retorno do Fluminense para o segundo tempo mostrou porque a equipe está na semifinal da Sul-Americana. Marcação alta, boas chances e pressão na Arena da Baixada. Sornoza, de fora, e Ibanez, dentro da área, quase empataram. Júlio César salva de novo A torcida do Atlético-PR ficou impaciente com o placar de 1 a 0 e a equipe se lançou ao ataque. Foi a vez do goleiro do Fluminense aparecer novamente. Duas defesas providenciais nas finalizações de Pablo e Rony salvaram a equipe tricolor. Ayrton dormiu, Rony marcou Quando o Fluminense parecia melhor na partida, Ayrton Lucas dormiu e falhou no lance do segundo gol do Atlético-PR. Renan Lodi cruzou e achou Rony livre por trás da defesa para cabecear e marcar. Gol que complicou o Fluminense.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/atletico-pr-bate-fluminense-e-abre-vantagem-na-copa-sul-americana-07112018#!/foto/1

Profissionais do Sudeste têm salário 30% maior do que os do Nordeste
Data: 08/11/2018

Remuneração média recebida pelos profissionais brasileiros é de R$ 2.330,82, afirma pesquisa da Catho

Os trabalhadores da região Sudeste do Brasil recebem salários de, em média, R$ 2.509,19 por mês. O valor é 28,9% superior aos R$ 1.946,43 pagos aos profissionais do Nordeste. Nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sul, o ganho médio dos trabalhadores é de, respectivamente, R$ 2.038,53, R$ 2.161,01 e R$ 2.269,74. Os dados foram apresentados pela 57ª Pesquisa Salarial do site de vagas Catho. Para Fabrício Kuriki, coordenador de pesquisa da Catho, a diferença salarial pode ser atribuída ao custo de vida mais elevado em algumas regiões do país. Governo sobe para R$ 1.006 previsão para salário mínimo em 2019 "Os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná possuem salários mínimos próprios, que podem chegar a R$ 1.414,60 [no caso do Paraná]. Uma diferença de 48% se comparado ao salário mínimo nacional de R$ 954", explica Kuriki. A equipe responsável pelo estudo ressalta que a média das regiões considera algumas ponderações entre os Estados, que têm pesos diferentes conforme suas representatividades. O levantamento aponta ainda que o salário médio dos profissionais brasileiros é de R$ 2.330,82, remuneração superada apenas no Sudeste. Em comparação com 2017, o índice sinaliza para um ganho de somente 0,8% ou R$ 20,02 na remuneração média paga no país. Se considerada a inflação oficial de 3,81% no acumulado dos 10 primeiros meses de 2018, é possível dizer que a variação salarial apresentada pela pesquisa equivale a uma perda real de 2,89%. Estados Principal economia do Brasil, o Estado de São Paulo figura também como o local com o maior salário do país: R$ 2.711,22. Distrito Federal e Rio de Janeiro aparecem na sequência, com pagamentos médios de R$ 2.564,22 e R$ 2.491,07, respectivamente. Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia “São Paulo lidera essa lista por possuir um mercado de trabalho mais ligado a serviços e outras atividades econômicas”, avalia Kuriki. Ele ainda observa que a existência de vagas que exigem maior qualificação profissional no Estado puxa as remunerações para cima. Na outra ponta da lista aparece o Piauí, com remuneração média de R$ 1.704,04, valor 66% e mais de R$ 1.000 menor que o apurado em São Paulo, Estado líder do ranking.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/profissionais-do-sudeste-tem-salario-30-maior-do-que-os-do-nordeste-08112018

Alimentos voltam a pesar no bolso dos brasileiros
Data: 08/11/2018

Inflação oficial mostra a valorização de 0,59% no preço dos alimentos e bebidas ao longo do mês de outubro

Os alimentos voltaram a figurar como um dos vilões da inflação e amargaram as refeições dos brasileiros durante o mês de outubro. Dados revelados nesta quarta-feira (7) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que os itens do grupo ficaram 0,59% mais caros no mês passado. O economista e professor da FGV (Fundação Getulio Vargas) Mauro Rochlin afirma que a alta dos alimentos já havia sido confirmada pelo IPCA-15 no meio do mês passado com uma valorização de 0,44%. Inflação para famílias com renda mais baixa sobe de 0,2% para 0,53% Rochlin explica que o preço mais salgado de frutas, verduras e dos alimentos in natura foram os maiores vilões, mas deve ter os preços estabilizados neste mês. “Eu acredito que a alta dos alimentos seja pontual, com a reversão desse cenário já agora em novembro” avalia Rochlin. O pesquisador do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) João Paulo Deleo afirma que algumas altas significativas representam apenas um ajuste dos valores. “Você pegar batata, até aumentou um pouco, mas os preços ainda estão bem baixo”, destaca. Tomate Principal alta do setor de alimentos no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de outubro, o tomate ficou 51,27% mais caro no período. Para Deleo, a valorização ocorreu devido a um prejuízo que os produtores tiveram entre junho e setembro. “Os preços estavam bem baixos devido à boa produtividade e as hortaliças são muito sensíveis à oferta”, afirma o pesquisador do Cepea, que completa: “Mesmo que a oferta aumente na primeira quinzena de novembro, se acredita que esses preços não devem cair tanto porque não deve haver uma concentração muito grande nas quantidades.” Petrobras aumenta preço do botijão de gás de cozinha em 8,5% De acordo com Rochlin, o tomate pode ser incluído na lista de itens como demanda inelástica, que consiste na baixa variação na procura pelo produto conforme a inflação, comum em alimentos como arroz e feijão. “São produtos muito essenciais e tendem a ter demanda inelástica, com pouca influência na alteração de preços”, afirma. Deleo também atribui a movimentação grande de preços das hortaliças à demanda inelástica deles. “Se o tomate cair muito, você não tem o aumento de compra na mesma proporção. Por outro lado, se ficar muito mais caro, também não há uma queda semelhante”, explica.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/alimentos-voltam-a-pesar-no-bolso-dos-brasileiros-07112018

Saques da poupança superam depósitos em R$ 2,5 bi em outubro
Data: 08/11/2018

O valor reflete o montante de recursos que os brasileiros sacaram na caderneta, já descontados os depósitos no período

A caderneta de poupança fechou outubro com saques líquidos de R$ 2,533 bilhões, informou nesta quarta-feira (7) o Banco Central. O valor reflete o montante de recursos que os brasileiros sacaram na caderneta, já descontados os depósitos no período. Foi o primeiro saque líquido mensal desde fevereiro deste ano, quando houve saída líquida de R$ 708,1 milhões. Poupança volta a registrar mais depósitos do que saques após 3 anos No mês passado, conforme o BC, os aportes na caderneta somaram R$ 194,436 bilhões, enquanto os saques atingiram R$ 196,969 bilhões. Considerando os rendimentos de R$ 2,950 bilhões em outubro, o total de recursos depositados na poupança chega hoje a R$ 776,192 bilhões. No acumulado do ano até outubro, a captação da poupança está positiva em R$ 22,969 bilhões. Isso é resultado de aportes de R$ 1,836 trilhão e retiradas de R$ 1,813 trilhão. O resultado positivo da poupança em 2018 contrasta com o cenário visto em anos anteriores. Em 2015 e 2016, a crise econômica havia acirrado os saques, com as famílias mais retirando do que colocando recursos na caderneta para fazer frente às despesas do dia a dia. Em 2017, o cenário começou a mudar, em meio ao início da recuperação econômica. Ainda assim, os primeiros meses do ano foram marcados por mais saques que depósitos, sendo que a recuperação dos saldos ocorreu no segundo semestre. Este ano, a recuperação gradual da atividade e da própria renda, em um ambiente de inflação baixa, favoreceu a captação líquida de recursos pela poupança. Atualmente, a remuneração da caderneta de poupança é formada pela taxa referencial (TR) mais 70% da Selic (a taxa básica de juros). A Selic, por sua vez, está hoje em 6,50% ao ano. Esta regra de remuneração vale sempre que a taxa básica estiver abaixo dos 8,50% ao ano. Quando estiver acima disso, a poupança será atualizada pela TR mais uma taxa fixa de 0,5% ao mês (6,17% ao ano). Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/saques-da-poupanca-superam-depositos-em-r-25-bi-em-outubro-07112018

Tereza Cristina diz não ver problema por parceria de família com JBS
Data: 08/11/2018

Para a futura ministra, não há conflitos de interesse entre assumir o ministério da Agricultura e fazer negócios com a empresa

Indicada para comandar o Ministério da Agricultura no governo de Jair Bolsonaro, a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) disse na manhã desta quinta-feira (8) não sentir desconforto em ter seu nome citado na lista de doações ilegais da JBS e nem diante de uma parceria comercial de sua família com o grupo empresarial no ramo de confinamento de gado. "Se o presidente me perguntar, estão lá os documentos", afirmou a deputada antes de entrar para reunião com o presidente eleito. Na entrevista, a parlamentar relatou que sua família tem uma propriedade em Terenos (MS) e que ela é inventariante e possui um quinto da propriedade. "A minha família arrendou (a terra) para um confinamento da JBS, que tem uma propriedade ao lado, isso há anos", disse ela, acrescentando que não vê conflito de interesse em assumir a pasta da Agricultura e manter negócios com a JBS. "Eu não tive doação direta da JBS, foi por via de dois parlamentares estaduais e eu era candidata a federal. As doações foram legais, tenho tranquilidade. Vou dar tratamento igual para todos. Precisamos de um país transparente." A uma pergunta sobre se estaria desconfortável com a situação, ela respondeu. "Não. Só se eu fizesse uma coisa escondida. Está tudo dentro da lei. Não vejo problema nisso aí." Na quarta, durante encontros de Bolsonaro com assessores, oficiais da reserva que dão auxílio ao presidente eleito falaram sobre as relações da deputada com o grupo JBS, de Joesley Batista, mas, como a própria deputada lembrou nesta quinta, a FPA (Frente Parlamentar da Agropecuária) e a Confederação Nacional da Agricultura deram apoio à sua indicação. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/tereza-cristina-diz-nao-ver-problema-por-parceria-de-familia-com-jbs-08112018

Reajuste do Judiciário não é derrota para Bolsonaro, diz Heleno
Data: 08/11/2018

Futuro chefe do GSI afirma que aprovação do tema é "preocupação" para o presidente eleito

O general da reserva Augusto Heleno Ribeiro, que chefiará o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) de Jair Bolsonaro, foi um dos primeiros a chegar na manhã desta quinta-feira (8) à casa do presidente eleito na região central de Brasília. Na entrada, o militar comentou a relação entre Bolsonaro e o seu futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, fez ponderações sobre a aprovação do reajuste do Judiciário e disse que dará continuidade ao trabalho já feito no GSI. Perguntado por jornalistas se a decisão da véspera do Senado de conceder aumento salarial aos ministros do Supremo Tribunal Federal poderia ser vista com uma derrota para o governo que se inicia, o general, primeiro, disse que não iria comentar o assunto, por ser fora do seu espectro, mas depois afirmou: "Não é derrota, é preocupação, até pelos gastos que foram anunciados, mas isso tem que ser muito bem estudado, avaliado, principalmente pelo doutor Paulo Guedes". A aprovação contrariou a vontade de Bolsonaro. "Obviamente, não é o momento", havia dito o presidente eleito horas antes da votação. "Estamos em uma fase que ou todo mundo tem ou ninguém tem. E o Judiciário é o mais bem aquinhoado." O reajuste de 16,38% para o Judiciário e Ministério Público Federal agora segue para sanção presidencial. Com isso, o teto do funcionalismo público passa de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. O aumento terá efeito cascata para a União e os Estados e pode custar cerca de R$ 4,1 bilhões por ano. Jogo aberto Na rápida conversa, Heleno ainda destacou que Bolsonaro e Guedes têm um relacionamento muito bom, um "jogo aberto, que é muito importante". A avaliação se deu em resposta a uma pergunta sobre a falta de "traquejo político", como o presidente eleito já mesmo classificou o fato de Guedes seguir fazendo declarações polêmicas. Na terça-feira, 6, o homem forte da economia do novo governo defendeu "prensa no Congresso" pela aprovação da reforma da Previdência. Depois, Bolsonaro disse que a palavra certa é "convencimento". Heleno foi perguntado, então, se Bolsonaro iria sempre atuar como um "moderador" junto ao seu futuro titular da Economia, e ele respondeu: "Não. Eles vão trabalhar juntos, eles têm um relacionamento muito bom. Eles são muito francos um com o outro. Essa transparência, essa lealdade entre as pessoas, isso constrói muito. Pior coisa que tem é você ter uma equipe de governo em que um fica com preocupação do que vai falar com outro, que vai pensar, esse jogo aberto é muito importante". O general declarou ainda que dará continuidade ao trabalho realizado no GSI nas gestões anteriores e elogiou seus antecessores. "Vou aproveitar o que eles fizeram, não tem muito o que inventar, não tem que reinventar a roda no GSI". Bolsonaro estava em seu apartamento por volta das 9h40 desta quinta e deve seguir para o Gabinete da Transição Governamental no CCBB, onde deve se reunir com a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS), escolhida para o Ministério da Agricultura. Além do General Heleno, também chegou à casa de Bolsonaro o deputado federal Marcos Montes (PSD-MG), integrante da bancada ruralista e que já presidiu a FPA (Frente Parlamentar da Agropecuária). Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/reajuste-do-judiciario-nao-e-derrota-para-bolsonaro-diz-heleno-08112018

Senado aprova corte em fundo para Educação
Data: 08/11/2018

Por meio de um projeto de lei, 50% dos recursos vindos da comercialização do petróleo do pré-sal devem ir para expansão de gasodutos

O Senado cortou pela metade uma das fontes de recursos do Fundo Social do Pré-Sal, destinado a investimentos em saúde e educação. Por meio de um projeto de lei, os senadores destinaram 50% dos recursos vindos da comercialização do petróleo do pré-sal, que iriam integralmente para o Fundo Social, para outro fundo, voltado para expansão de gasodutos e para o fundo de participação de Estados e municípios. A proposta ainda precisa passar pela Câmara. O Brasduto contará com 20% dos recursos da comercialização do petróleo do pré-sal. Outros 30% serão destinados aos fundos de participação de Estados e Municípios. O fundo dos gasodutos ainda poderá contar com recursos do Orçamento. O acordo para a votação do texto, que estava em um projeto de lei sobre o pagamento de multas indenizatórias a usuários de energia prejudicados por distribuidoras, teve apoio do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). Na quarta-feira, 7, os senadores retiraram da proposta o item que privilegia a seleção e construção de gasodutos que já obtiveram licenciamento ambiental. Agora, o critério de escolha será definido pelo comitê gestor do Brasduto. A rede de novos gasodutos já licenciados ampliaria a rede em 6,7 mil km. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/senado-aprova-corte-em-fundo-para-educacao-08112018

Bolsonaro negocia reforma da Previdência com parlamentares
Data: 08/11/2018

Presidente eleito tem dito que quer tentar aprovar ao menos parte da mudança legislativa ainda neste ano

O presidente eleito Jair Bolsonaro se reúne nesta quinta-feira (8), pela manhã, com parlamentares no apartamento funcional dele em Brasília, para negociar a parte da reforma da Previdência. A finalidade é garantir a aprovação ainda este ano de algumas propostas de tramitação mais simples no Congresso Nacional. Em meio a dificuldades pela falta de consenso no Congresso Nacional, Bolsonaro indicou na quarta-feira (7) que a negociação passa por buscar a aprovação de medidas que não alterem a Constituição. Segundo o presidente eleito, a aprovação da reforma da reforma da Previdência é um avanço também para buscar soluções para as contas públicas. “O que queremos é votar alguma coisa o quanto antes”, ressaltou Bolsonaro em entrevista ontem. Pontos A aprovação de uma PEC (proposta de emenda à Constituição) depende do apoio de dois terços dos 513 deputados e 81 senadores, em dois turnos de votação em cada Casa, antecedida por um processo de negociação. A demora é certa pela tradição do Congresso. Portanto, a equipe de Bolsonaro pode deixar para uma segunda etapa eventuais mudanças sobre a fixação da idade mínima. O presidente eleito afirmou em várias ocasiões ser favorável à definição de idade mínima para aposentadoria para o setor público, consideradas as exceções. A reforma da Previdência é tema constante das reuniões de Bolsonaro e sua equipe. Também nas conversas que manteve ontem com os presidentes Michel Temer e Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), o assunto veio à tona. Agricultura Também pela manhã, Bolsonaro vai se reunir com a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) confirmada como a primeira mulher ministra do seu governo. Na quarta-feira, ele mesmo confirmou o nome dela para o Ministério da Agricultura. Tereza Cristina teve o nome indicado pela bancada ruralista no Congresso Nacional reúne aproximadamente 260 parlamentares. Engenheira agrônoma e empresária, Tereza Cristina é presidente da FPA (Frente Parlamentar de Agropecuária) e tem uma longa trajetória no setor. Ela foi secretária de Desenvolvimento Agrário da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo de Mato Grosso do Sul durante o governo de André Puccinelli (MDB). Retorno Após as reuniões com os parlamentares em Brasília, Bolsonaro retorna ainda hoje para o Rio de Janeiro. A previsão é que na próxima semana ele desembarque novamente na capital federal. Na quarta-feira (14), o presidente eleito deve se reunir com os 27 governadores — eleitos e reeleitos — em Brasília. A disposição é para fechar o chamado pacto federativo. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/bolsonaro-negocia-reforma-da-previdencia-com-parlamentares-08112018

Moro defende uso de arrecadação das loterias na segurança
Data: 08/11/2018

O futuro ministro da Justiça afirmou que "sem recursos, não é possível desenvolver projetos" da pasta

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, defendeu nesta quarta-feira (7) a aprovação no Congresso Nacional da medida provisória que prevê a destinação de recursos de loterias federais para a segurança pública, como forma de gerar recursos para as políticas públicas da pasta. O ainda juiz federal esteve reunido por cerca de três horas com o atual ministro Raul Jungmann e outras autoridades do Ministério da Segurança Pública, em Brasília, e entre os temas, eles discutiram orçamento, reestruturação financeira do setor e combate ao crime organizado. Moro destacou que "sem recursos, não é possível desenvolver projetos." Sérgio Moro concorda em praticamente tudo com Bolsonaro "É muito importante que seja aprovada [a MP]. Acredito que o Congresso tenha a sensibilidade de aprovar essa medida provisória, e consolidar essa posição para que nós possamos seguir assim adiante", disse Moro, em breve pronunciamento após a reunião. Ele voltaria para Curitiba ainda nesta quarta-feira, mas comentou na reunião que deve estar presente na capital federal na próxima semana. A medida provisória, editada pelo governo federal no primeiro semestre, está em tramitação no Congresso e, segundo fontes no Ministério da Segurança Pública, houve um acerto na manhã desta quarta-feira para que possa ser colocada em votação. Segundo esse acordo, do dinheiro que vem de todas as loterias, a segurança pegaria um porcentual de 13%, em vez dos 15% que estavam previstos. A diferença iria para a área do esporte, após pressão de parlamentares ligados ao setor. O acordo teria sido selado após conversa entre técnicos do governo, Caixa Econômica e parlamentares. A projeção no ministério é de que, com a medida provisória, sejam destinados em 2018 ao Ministério da Segurança Pública R$ 800 milhões, considerando o porcentual de 15% das loterias. Em relação aos próximos anos, as estimativas são de arrecadação de R$ 1,7 bilhão em 2019, R$ 2,4 bilhões em 2020, R$ 3,2 bilhões em 2021 e R$ 4,3 bilhões em 2022. A reunião contou com a presença também do diretor-geral da Polícia Federal, Rogerio Galloro, do diretor substituto do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), Josélio Azevedo, e do secretário Nacional da Segurança Pública, brigadeiro Tadeu Fiorentini. Moro chegou a Brasília às 9h da manhã e seguiu direto para uma reunião no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) com a equipe de transição do governo federal. O juiz participou também de um almoço no Superior Tribunal de Justiça, acompanhando o presidente eleito Jair Bolsonaro, com quem esteve reunido também durante parte da manhã no CCBB, antes de rumar ao Palácio da Justiça. O futuro ministro disse que a sua própria equipe de trabalho está sendo montada e que poderá indicar algum integrante para a equipe de transição governamental. "Ficarei circulando entre Brasília e Curitiba e outras cidades que demandem atenção nesse início de gestão. O que existe é que se está planejando um novo governo e eu participo desse planejamento", disse. "É possível que indique integrantes para essa equipe de transição", respondeu a uma pergunta. Moro agradeceu a prestação de informações e disse que mantém relação cordial com o ministro Jungmann. "Transição é como se trocasse o pneu do carro em movimento. A máquina pública não pode parar", disse. Parlatórios e visitas Moro ouviu a explanação do Departamento Penitenciário Nacional sobre os problemas no sistema prisional, que hoje tem 726 mil presos e um déficit de 358 mil vagas, de acordo com os dados mais recentes do órgão. Alguns dos pontos colocados pelo ministério e por Jungmann incluem a restrição de visitas íntimas e a ampliação da presença dos parlatórios em presídios para o contato entre presos e advogados. 'Lava Jato será fortalecida com Moro no Ministério da Justiça', diz fundador de instituto anticorrupção Já há atualmente normas do Depen que restringem visitas íntimas nos presídios federais, mas isso precisa ser regulamentado, virar lei. Foi colocado que, se Moro abraçasse isso, seria importante para o sistema penitenciário. Também foi colocada como prioridade a ampliação dos parlatórios nos presídios estaduais, para além dos federais. As ideias foram bem recebidas por Moro, segundo presentes na reunião. Essas propostas foram debatidas dentro de uma discussão mais ampla sobre como desmantelar as facções criminosas, o que é uma das prioridades do próximo ministro. Dentro desse tema, também se falou sobre realizar maior cooperação entre países da América do Sul para a vigilância de fronteiras, sobretudo para conter o tráfico de drogas. Outro ponto discutido foi a criação de uma plataforma única para padronizar os boletins de ocorrência em todo o País. Mais ouvinte do que falante na reunião, Moro reforçou que, em relação à fusão discutida no Ministério da Justiça, a ida do COAF para a pasta é fundamental. Segundo uma pessoa presente na reunião, Moro disse que o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, não quer o COAF e que, no Ministério da Justiça, o COAF poderá ter uma importância muito maior do que tem hoje na Fazenda, por estar mais relacionado à área de investigação. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/moro-defende-uso-de-arrecadacao-das-loterias-na-seguranca-07112018

Julgamento de 'El Chapo' nos EUA não deve baixar violência no México
Data: 05/11/2018

Para especialistas, guerra às drogas com participação militares deve continuar matando, mesmo após a prisão do mais famoso chefão do tráfico

A prisão, julgamento e condenação de um criminoso procurado costumam ser vistos como vitórias da sociedade e, com sorte, como passos na direção de um processo de paz. No caso de Joaquín Archivaldo Guzmán, conhecido como 'El Chapo', o traficante mais famoso do México, o prognóstico é um pouco diferente. Ele é responsabilizado, por literalmente, milhares de mortes ao longo de mais três décadas de crime. No entanto, uma condenação nos EUA, no julgamento que começa nesta segunda-feira (5) em Nova York, não deve diminuir a onda de violência que tomou conta do México nos últimos anos. "Infelizmente a violência do narcotráfico no México não apenas aumentou desde a prisão do Chapo como se diversificou. Hoje, o crime organizado sequestra, e assassina imigrantes, faz extorsão, hackeia bancos e empresas financeiras", explica o pesquisador Miguel Lara, professor da Universidade Iberoamericana da Cidade do México. Segundo Lara, os cartéis de drogas mexicanos expandiram suas operações para países como Colômbia, Argentina e Brasil, além dos EUA. "Estão até mesmo no Senegal", alerta ele. "Estratégia falida" A entrada dos militares no combate ao narcotráfico, em 2006, quando Felipe Calderón assumiu a presidência do México, é apontada pelo pesquisador com a grande falha estratégica do país. "A guerra foi uma estratégia falida que comelou com Calderón e que não foi freada. Não houve vontade política nem jurídica para pará-la. Quase todas as polícias estatais e municipais, e também alguns militares, são cúmplices do tráfico. Qualquer tentativa de parar a guerra é parada por dentro", explica Miguel Lara. A prisão de um único chefe do tráfico, por maior que seja a importância de Guzmán no cenário mexicano, não interfere mais no dia-a-dia das atividades criminosas. "Hoje não há cabeças, são grupos grandes que fazem parte dessa guerra. E isso complica o panorama, é difícil solucionar essa situação", lamenta o mexicano. Violência só aumenta A jornalista canadense Dawn Paley, que é professora da Universidade Autônoma de Puebla, no México, tem opinião semelhante. Na visão dela, o problema do narcotráfico no país só aumentou depois da prisão do Chapo. "A violência no México não está ligada às atividades de um só homem. Ao contrário, tem a ver, antes de mais nada, com o uso de militares, da Polícia Federal e dos fuzileiros navais na guerra às drogas. A chave é tirar esses soldados das ruas", analisa. Para demonstrar, ela cita as estatísticas no país desde a prisão de El Chapo, em 2016. "A situação não melhorou. 2017 foi o ano com mais assassinatos desde o início da guerra às drogas e 2018 deve ser ainda pior", conta. Segundo Dawn Paley, a importância dada a El Chapo é "totalmente exagerada pelas autoridades e a mídia, para criar um inimigo visível e tirar a atenção da ação do Estado no tráfico." Ela chama a atenção para uma declaração do general mexicano José Francisco Gallardo. Ele afirmou que o novo presidente, Andrés Manuel López Obrador, deve "desmilitarizar a sociedade e o governo do México".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/julgamento-de-el-chapo-nos-eua-nao-deve-baixar-violencia-no-mexico-05112018

Mais de 3 milhões de brasileiros já podem regularizar o título de eleitor
Data: 05/11/2018

Para regularizar a situação, é necessário comparecer a um cartório eleitoral com documento e comprovante de endereço

Os 3,36 milhões de brasileiros que tiveram o título de eleitor cancelado por não terem realizado a biometria obrigatória já podem regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral. Os cancelamentos impediram a votação nos dois turnos das eleições deste ano, o que já ocasionaria ao eleitor o pagamento de uma multa entre R$ 3,51 e R$ 35,10 para cada uma das ausências. O título cancelado também impede que os eleitores se inscrevam em concursos públicos, obtenham passaporte ou CPF, renovem matrícula em instituições públicas de ensino e tomem empréstimos junto a bancos estatais. Entre os cidadãos com os títulos cancelados, 1,5 milhão (44,7%) são de sete dos nove Estados da região Nordeste. Somente na Bahia, 586.333 eleitores não realizaram o cadastramento obrigatório da biometria. Para saber se você é portador de um dos títulos cancelados, basta acessar a página do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), inserir seu nome completo e data de nascimento. Com os dados, o sistema vai informar se a situação eleitoral está "regular". Se a situação estiver “irregular”, é sinal de que o eleitor teve título cancelado pela ausência da biometria ou por ter ficado três eleições sem votar nem justificar sua ausência nas urnas. Para regularizar a situação, é necessário comparecer a um cartório eleitoral com um documento oficial com foto e comprovante de endereço recente. Ação no STF Devido ao transtorno causado, PSB, PT e PCdoB entraram com uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar barrar os cancelamentos, mas tiveram o pedido negado pela Corte por 7 votos a 2. Segundo as siglas, “tudo indica que a maioria dos eleitores privados do direito ao voto é de cidadãos humildes” e que não tiveram acesso à informação para cumprir a formalidade. Outros serviços Fechado desde o dia 10 de maio, exatamente 150 dias antes do primeiro turno, Cadastro Nacional de Eleitores será reaberto também para quem deseja mudar o local de votação, atualizar os dados cadastrais e solicitar a segunda via do título de eleitor. Além disso, já é possível comparecer a qualquer cartório eleitoral para tirar o título pela primeira vez e obter a certidão de quitação eleitoral.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/mais-de-3-milhoes-de-brasileiros-ja-podem-regularizar-o-titulo-de-eleitor-05112018

Eleitores de 7 cidades de SP têm até dezembro para cadastrar biometria
Data: 05/11/2018

Cadastramento é obrigatório nos municípios de Salmourão, Redenção da Serra, Dracena, Ouro Verde, Cajobi, Embaúba e Rinópolis

Recomeça nesta segunda-feira (5) o cadastramento biométrico para os eleitores das cidades paulistas de Salmourão, Redenção da Serra, Dracena, Ouro Verde, Cajobi, Embaúba e Rinópolis. O prazo limite para a regularização junto à Justiça Eleitoral é o dia 19 de dezembro. De acordo com o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), o cadastro das digitais passará a ser obrigatório para os 67.734 eleitores das cidades. Quem não realizar o procedimento corre o risco de ter o título de eleitor cancelado e sofrer outras sanções. Veja tudo o que você precisa saber sobre a biometria Caso tenha o título cancelado, o eleitor fica impossibilitado de se inscrever em concursos públicos, tirar passaporte ou CPF, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficiais e obter empréstimos em bancos estatais. O atendimento para cadastrar a biometria é realizado por agendamento realizado no site do TRE-SP. Após confirmar a data, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral com documento oficial de identificação e comprovante de residência. Na cabine de coleta das impressões digitais, o eleitor também é fotografado e tem suas informações confirmadas para evitar irregularidades.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/eleitores-de-7-cidades-de-sp-tem-ate-dezembro-para-cadastrar-biometria-05112018

Sem início de obras, moradores de Mariana mostram apreensão
Data: 05/11/2018

Reconstrução é obrigação da Fundação Renova, que foi criada conforme previsto em acordo firmado no início de 2016. Tragédia completa três anos

Há três anos, cerca de 400 famílias viram suas casas serem engolidas pela lama na maior tragédia ambiental do país. Desde então, moradores dos distritos de Bento Rodrigues e Paracatu, vinculados a Mariana (MG), e de Gesteira, vinculado a Barra Longa (MG), sonham com o dia em que poderão viver novamente em suas comunidades. O cronograma de reconstrução, divulgado há dois anos, não se converteu em realidade e a esperada entrega dos novos distritos em 2019 não vai ocorrer. A reconstrução é uma obrigação da Fundação Renova, que foi criada conforme previsto em acordo firmado no início de 2016 entre a União, os governos de Minas Gerais e Espírito Santo e as mineradoras responsáveis pela tragédia: a Samarco, dona da barragem que se rompeu, e suas acionistas Vale e BHP Billiton. Cabe à Fundação Renova, com recursos das empresas, reassentar as famílias e reparar todos os danos ambientais e socieconômicos decorrentes do episódio. Apesar dos atrasos, os moradores de Bento Rodrigues comemoraram uma vitória recente: o canteiro de obras foi implantado em maio desse ano, as licenças necessárias obtidas em julho e o trabalho de supressão de vegetação e abertura das vias já está em curso. A próxima etapa deve ser a instalação de rede de esgoto e em seguida a pavimentação. As obras devem ser concluídas em aproximadamente 22 meses e a entrega está prevista para agosto de 2020. "As coisas não evoluíram como nós queríamos. Dois anos e meio só para sair o licenciamento. As crianças vão crescendo num ambiente diferente. Eu nunca gostei de cidade. Gostava da minha roça. Colher a couve, colher a cebolinha, tirar leite, fazer queijo. Tudo isso eu quero de novo aqui", diz José do Nascimento de Jesus, conhecido como Zezinho do Bento, presidente da Associação Comunitária de Bento Rodrigues e integrante da comissão de atingidos. Aos 73 anos, ele visita a obra quase todos os dias e é conhecido, pela equipe da Fundação Renova, como “o maior e mais rigoroso fiscal”. "Estou aqui defendendo a minha comunidade. Tem que ser entregue do jeito que a gente quiser", acrescenta. Ele avalia que agora a obra está atingindo o ritmo desejado. No novo Bento Rodrigues serão reassentadas cerca de 240 famílias e a reconstrução segue o projeto urbanístico aprovado pelos próprios atingidos em fevereiro, que levou em conta as atingas relações de vizinhança. Elas também escolheram o terreno, que antes pertencia à siderúrgica Arcelor Mittal e foi comprado pela Fundação Renova. No local, havia uma produção de eucalipto. A pedido dos atingidos, a madeira suprimida está sendo armazenada. Segundo o presidente da associação comunitária, a ideia é guardá-la para abastecer os fogões a lenha das futuras casas. "Na próxima semana, começam as visitas das famílias aos lotes para que elas autorizem a construção e a entrada no projeto individual das residências na prefeitura", diz Patrícia Lois, engenheira civil e gerente dos reassentamentos da Fundação Renova, explicando que o alvará de cada casa é individual. O desenho das casas já está sendo desenvolvido. São 28 arquitetos designados apenas para fazer os projetos. "Muitos atingidos estão optando por não repetir o desenho das casas antigas. As famílias estão muito ligadas ao futuro. Novas atividades econômicas, novos hábitos que elas adquiriram nesses três anos que se passaram. Isto tudo está sendo considerado por elas", diz o arquiteto Alfredo Zanon. Mesmo quem mantêm suas atividades pode querer um espaço mais adequado do que o anterior. "Tem o exemplo da família que produz geleia de pimenta biquinho. Como vai ser essa nova indústria deles? Na comunidade de Paracatu, tem gente pensando em agroecologia e em agroturismo. Estamos incorporando tudo isso no projeto", acrescenta Zanon. Uma das promessas da Fundação Renova é empregar nas obras cerca de 80% de mão de obra local. Um acordo com o Ministério Público de Minas Gerais foi firmado dando aos atingidos o direito de serem contratados, caso queiram. Estima-se que, em meados do próximo ano, quando as obras estiverem mais avançadas, 2 mil pessoas possam ser empregadas. Distrito de Paracatu Romeu Geraldo de Oliveira, de 43 anos, morava em Paracatu e decidiu colocar a mão na massa. "Estou bem satisfeito pela comunidade de Bento Rodrigues. Mas a felicidade só estaria completa se eu estivesse trabalhando na reconstrução de Paracatu. Enquanto não começar a terraplanagem, a gente ainda fica com receio. A gente ainda tem essa sensação de que pode não sair a comunidade como a gente quer", diz. Em sua visão, a cobertura da imprensa contribuiu para que as soluções para Bento Rodrigues tivessem prioridade. "É a menina dos olhos da mídia. Paracatu fica esquecido e a lama atingiu nossas casas do mesmo jeito. Foi questão de horas para tudo ser arrasado. Mas estou satisfeito pelos moradores de Bento Rodrigues. Eles não têm culpa de ter começado a construção da sua comunidade, enquanto a nossa está atrasada", acrescenta Romeu, que também é integrante da comissão de atingidos de Mariana. As características do distrito de Paracatu geraram um contratempo, pois foi necessário que a Câmara dos Vereadores de Mariana aprovasse uma lei alterando o plano diretor do município. Na comunidade, os sítios ficavam no meio do núcleo urbano, o que não era previsto na legislação da cidade. Dessa forma, foi incluído no plano diretor uma nova zona especial de reassentamento. Os atingidos de Paracatu aprovaram o projeto urbanístico da nova comunidade em setembro. Cerca de 140 famílias serão reassentadas. Segundo Patrícia Lois, tão logo o licenciamento seja obtido, as obras também terão início. Gesteira ainda sem terreno A apreensão que toma conta dos moradores de Paracatu também é a mesma que atinge os que ficaram desabrigados em Gesteira. Lá, a situação se agrava porque nem mesmo a compra o terreno para a reconstrução foi concluída. "A gente fica sem notícias e parece que tudo caminha bem devagar", lamenta Antônio Marcos da Costa. Ele perdeu a casa onde morava, que pertenceu aos avós, e também viu a mercearia que gerenciava ser devastada pela lama. "Tivemos uma dificuldade grande na compra do terreno. O proprietário pedindo um valor muito maior do que o valor de mercado. Agora estamos conseguindo evoluir na negociação", diz Andrea Aguiar Azevedo, diretora-executiva de engajamento, participação e desenvolvimento institucional da Fundação Renova. A gerente dos reassentamentos Patrícia Lois diz que a Aedas, assessoria que atende os atingidos de Gesteira, começou a atuar apenas no início em novembro de 2017 e realizou um processo de escuta até fevereiro de 2018 com as 37 famílias que serão atendidas. "Diferente de Bento Rodrigues e Paracatu, a comunidade de Gesteira não quer a construção do novo reassentamento baseada nas relações de vizinhança. Lá teremos o que chamamos de reassentamento de futuro". Ela diz que, por ter menos atingidos, as obras de Gesteira serão mais rápidas. Gesteira não foi totalmente devastada, pois a maior parte das edificações ficava em uma área mais elevada. Antônio Marcos da Costa vive hoje neste local, em uma residência alugada pela Fundação Renova. Mesmo tendo se mantido na comunidade, ele diz que a vida mudou completamente pois a renda atual é muito aquém da que ele tinha gerenciando a mercearia, cujo dono mora no centro de Mariana. Além disso, precisa lidar com a depressão que tomou conta de sua mãe, problema recorrente entre os atingidos, e comprar os medicamentos. "Faço o que posso. Peguei minhas economias e abri um barzinho. Mas não ganho igual, mesmo somando com o auxílio mensal da Fundação Renova". O auxílio mensal, acordado com o Ministério Público meses após o rompimento da barragem, é destinado a todos os que perderam renda em decorrência da tragédia. Os valores são pagos por meio de um cartão e cada beneficiário recebe um salário mínimo, acrescido de 20% para cada dependente, além do valor de uma cesta básica. O auxílio não configura verba indenizatória e, no caso dos desabrigados dos três distritos, deverá ser pago por pelo menos um ano após o reassentamento. A exemplo de Antônio, Romeu também conta que sua renda atual é insuficiente. O salário que recebe na obra de Bento Rodrigues chega a ser quatro vezes inferior ao que ele conseguia com a sorveteria em Paracatu. Além disso, morando em uma casa oferecida pela Fundação Renova na área urbana de Mariana, ele diz ter gastos superiores aos que tinha antes. "Essa casa aqui é até muito boa, mas não é minha. Lá eu tinha um amor por cada tijolo, que fui eu que coloquei. Foram décadas de construção, fazendo tudo aos poucos, e perdi em 10 minutos. Minha casa era menor do que essa, mas lá é outro ambiente. Tinha horta, tinha galinha, tinha tudo e não precisava comprar. E tinha a sorveteria que era a única da região. Não estou nem mais ligando para indenização. Se derem minha casa de volta eu já estou feliz". Atrasos serão cobrados De acordo com a Fundação Renova, os atrasos ocorreram pelo tempo levado para compreender a legislação e para atender os anseios da comunidade, através de um processo de escuta. Em meio a esse processo, foi fechado um acordo com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) que estabeleceu a contratação de assessorias técnicas para os atingidos. A Cáritas vem atendendo os atingidos de Bento Rodrigues e Paracatu, e a Aedas é a instituição que atende os moradores de Gesteira. "Precisamos respeitar também o tempo de discussão dos atingidos porque não adianta apenas fazer uma casa e colocá-los lá dentro. Eles precisam ser ouvidos para que a nova comunidade lhes permita resgatar seus modos de vida e suas tradições. E precisam estar amparados pelas suas assessorias", diz Patrícia Lois. Para o promotor do MPMG, Guilherme Meneghin, a Fundação Renova cometeu falhas ao regular o espaço de participação das vítimas. "Nós tivemos que atuar, cancelar uma assembleia que havia sido convocada onde as vítimas poderiam ser manipuladas a aprovar um projeto que não lhes atendia. Uma coisa é destruir a casa da pessoa, comprar outra e colocar ela lá dentro. Isso é muito fácil. Outra coisa é fazer com que as pessoas retomem os seus modos de vida e, assim, realmente reparar os danos". O promotor conta que o processo começou a deslanchar apenas este ano. Em audiências realizadas em fevereiro e em março, o MPMG e a Fundação Renova chegaram a um acordo que estabelece 78 diretrizes de reassentamento. Ficou pactuado, por exemplo, que as casas deverão ter, pelo menos, 20 metros quadrados a mais do que a que foi devastada. Uma vez reassentados, os atingidos também terão direito à assistência técnica para desenvolvimento de atividades agro-silvo-pastoris e deverão receber ração, adubo e demais insumos necessários. "Se eles tivessem adotado essas cautelas um ano antes, não haveria esse atraso", lamenta Meneghin. Ele diz que o tempo perdido será cobrado. "Já temos um processo na Justiça onde pedimos a aplicação de uma multa em benefício das vítimas por conta dos atrasos".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/sem-inicio-de-obras-moradores-de-mariana-mostram-apreensao-05112018

Em crise, Argentina vê migração de brasileiros crescer 80,8% em um ano
Data: 05/11/2018

Maioria busca trabalho e fácil acesso a faculdades. Em Buenos Aires, brasileiros foram de 41.300 para 75.000 entre 2016 e 2017

Nem mesmo o cenário de juros altos, hiperinflação e recessão econômica que se arrasta desde 2016 na Argentina foi impeditivo: no período de um ano, a migração de brasileiros para o país dos hermanos cresceu 80,81%, de acordo com levantamento feito pelo R7 com base em dados do Itamaraty. Segundo os registros do órgão, em 2016 havia 46.870 brasileiros morando na Argentina. Já no final de 2017 — data da mais recente apuração —, o número saltou para 84.750. Angela Tsatlogiannis, professora de Direito Internacional nas Faculdades Integradas Rio Branco, de São Paulo, atribui o aumento significativo da migração brasileira a uma série de fatores. “O Brasil, infelizmente, está em uma situação bastante difícil. As pessoas estão saindo para buscar melhores condições de trabalho e estudo em lugares onde o custo de vida seja compatível com os ganhos. Há desempregados com curso superior cujo currículo pode se destacar na Argentina — que é um país geograficamente próximo onde se fala um idioma não muito diferente do nosso”, diz. O acesso relativamente fácil às universidades argentinas, segundo Angela, também é um chamariz importante. “Muitos brasileiros reprovados em faculdades públicas daqui buscam os cursos lá — que, muitas vezes, não exigem vestibular, apenas bom desempenho no histórico escolar. O valor do curso, somado aos custos de acomodação e alimentação, sai mais barato do que uma faculdade particular no Brasil”, completa. Maioria em Buenos Aires A maior parte da comunidade brasileira está em Buenos Aires: são 75.000 pessoas, de acordo com o último estudo feito pelo Itamaraty. Em 2016, eram 41.300 — o aumento foi de 81,5%. O carioca Leonardo Failde, de 34 anos, é um dos que se mudaram recentemente. Entre idas e vindas, Failde — que trabalhava como educador físico no Brasil — se estabeleceu por lá de vez em março de 2016. “Eu sempre vinha a turismo, até que uma amiga me abriu os olhos para a possibilidade de estudar arquitetura. Com toda a crise e a violência no Brasil, além do fato de que eu havia perdido meus pais, cheguei à conclusão de que vir para cá seria uma oportunidade para recomeçar minha vida”, conta. O objetivo de se tornar arquiteto não foi concretizado, mas o brasileiro acabou por cursar administração hoteleira em uma das escolas mais concorridas do ramo em Buenos Aires. “Hoje, trabalho na área e ganho o equivalente a R$ 4.500,00 por mês (pouco mais de 43.000 pesos argentinos, a depender da cotação), valor que cobre minhas despesas e ainda sobra um pouco para o lazer. Fora que aqui as questões como segurança e saúde pública são, na minha opinião, dez vezes melhores do que no Brasil”, completa. Crise econômica Em 2018, o peso argentino se desvalorizou mais de 50% em relação ao dólar. O FMI (Fundo Monetário Internacional) ainda estima que a inflação argentina fique em 40,5% neste ano e o Banco Central elevou os juros para 72,8% no último dia 19. A recessão exacerbada levou a cortes em subsídios de utilidade pública que elevaram contas de serviços como energia elétrica. Na expectativa de conter a crise, o presidente Mauricio Macri fechou um acordo de 57 bilhões de dólares com o FMI. Apesar dos contratempos, o carioca Failde diz que, atualmente, não pensa em voltar — ao contrário da professora paulista Neusa Correa, de 54 anos, que se mudou para Buenos Aires há um ano e dez meses para casar com um argentino. Ela dá aulas particulares de português e sente no dia a dia os efeitos da crise econômica pela qual passa o país. “Quando me mudei, o salário do meu marido equivalia a R$ 4.000,00. Hoje, esse valor caiu pela metade. Eu ajudo, mas ainda ganho pouco mais de 10.000 pesos argentinos — o que dá aproximadamente R$ 1.000,00. Nós já combinamos que, se a situação não melhorar em breve, é melhor retornarmos ao Brasil”, afirma Neusa. Mercado de trabalho A especialista Angela Tsatlogiannis recorda que nem sempre os brasileiros recém-chegados são vistos com bons olhos na Argentina. “Já existe, tradicionalmente, essa rixazinha entre brasileiros e argentinos. Fora isso, eles sabem que nós vamos para lá concorrer no mercado de trabalho. Na minha percepção, quem sai daqui sem qualificação encontra grandes dificuldades. As empresas não costumam contratar brasileiros para serviços menores, que não exigem diploma. Preferem venezuelanos, bolivianos, paraguaios, que já dominam o idioma.” Dados do Indec (Instituto Nacional de Estatísticas e Censos da República da Argentina) revelam que, no último trimestre, a taxa de desemprego no país subiu de 9,1% para 9,6%. Mesmo com o diploma de Direito e a carreira de uma década na advocacia, o paulistano Waldemar Lima, de 35 anos, se mantém hoje com um trabalho informal em uma agência de turismo em Buenos Aires — que lhe rende até 15 mil pesos (cerca de R$ 1.500,00) por mês. “Eu já estava um pouco desmotivado na minha área no Brasil. Eu também tinha um pequeno comércio e era muito descontente por ter de pagar tantos impostos, tributos e taxas para manter tudo funcionando. Busquei uma mudança grande na minha vida”, relata Lima — que se mudou em março de 2018. Ele garante que sabia sobre a crise argentina, mas isso pouco interferiu em sua decisão de mudar. “Qualquer país do mundo tem seus problemas internos. Consigo me sustentar bem aqui porque tenho, além do trabalho, uma fonte de renda no Brasil, que é o aluguel de um antigo apartamento. Mas conheço os efeitos da recessão. Na rua vejo muitas lojas fechando, espaços ociosos, muita coisa para alugar”, acrescenta. Fora o emprego, Waldemar faz um curso preparatório para entrar na faculdade de medicina. Desafios futuros Para a professora de Direito Internacional, a evasão de estudantes brasileiros para as faculdades argentinas — especialmente as de medicina — cria desafios para os alunos que pensem em retornar no futuro: “A pessoa se forma lá fora, volta, tem que revalidar o diploma, às vezes cursar dois anos de residência para se colocar no mercado. É complicado. Ir estudar na Argentina não significa necessariamente ter um currículo melhor aqui no Brasil”, aponta a especialista. Waldemar Lima diz não saber se pretende voltar. “Sinceramente, é incerto. Cursar medicina é um projeto de longo prazo — são sete anos de faculdade. Hoje existe o Revalida, mas o Brasil acabou de eleger um novo presidente. Voltar vai depender da situação política.”

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/em-crise-argentina-ve-migracao-de-brasileiros-crescer-808-em-um-ano-05112018

Na hora H... Flamengo peca nas finalizações e vê título mais longe
Data: 05/11/2018

Os empates com Palmeiras e São Paulo deixaram o Rubro-Negro a seis pontos do primeiro colocado e título está distante a seis rodadas do final

Caso o Flamengo não termine o ano celebrando o título brasileiro, as chances perdidas por Paquetá e Vitinho, contra Palmeiras e São Paulo, respectivamente, serão lembranças dolorosas para os torcedores rubro-negros. Os gols perdidos refletem a dificuldade apresentada pelo time em definir as jogadas, apesar de dividir o posto de melhor ataque do Campeonato Brasileiro com o Palmeiras. O Flamengo é o time que mais finaliza no Brasileirão: são 420 chutes em 32 rodadas. Para marcar um gol, o Rubro-Negro precisa de 8,2 finalizações. Para efeito de comparação, o Palmeiras precisa de 7,3 chutes para marcar um gol. Caso a finalização de Lucas Paquetá tivesse entrado e determinado a vitória do Flamengo no Maracanã - o confronto terminou empatado em 1 a 1 - e o chute de Uribe tivesse garantido o triunfo rubro-negro no Morumbi - o 2 a 2 persistiu até o final - o Flamengo, hoje com 60 pontos, estaria com 64, empatado na liderança com o Verdão, que teria dois pontos a menos do que os atuais 66. Faltando seis rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, a conquista do título é improvável neste momento. O Palmeiras, do técnico Luiz Felipe Scolari, não tem apresentado sinais de queda de desempenho, com um elenco forte. Na Gávea, o discurso é de disputa pelo título até quando existirem chances. Um resultado que não seja o primeiro lugar da tabela, logicamente, não pode cair nas costas de um ou dois jogadores. Vitinho e Lucas Paquetá, dos nomes mais talentosos e que já garantiram pontos para o Fla no Brasileirão, contam com a confiança da comissão técnica e direção para buscar a arrancada final. Nos confrontos com Palmeiras, Internacional e São Paulo, que formam o G4, o Fla somou apenas seis dos 18 pontos possíveis - três empates e uma vitória. Everton Ribeiro, um dos titulares da equipe de Dorival, também compartilhou a responsabilidade pelos empates com o restante dos jogadores do Flamengo. - Perdemos outras oportunidades. Nessa reta final, temos que caprichar mais para ter a vantagem. Temos que estar prontos para marcar - afirmou o camisa 7 antes de completar, acreditando na disputa do título brasileiro até o final: - Acho que não (está definido). Restam seis jogos, eles (Palmeiras) podem tropeçar. Manteremos nosso jogo, concentrados, e fazer os gols que precisamos. Vamos acreditar até o final.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/na-hora-h-flamengo-peca-nas-finalizacoes-e-ve-titulo-mais-longe-05112018

Dudu alcança marcas expressivas no Palmeiras
Data: 05/11/2018

Atacante igualou Vagner Love como o artilheiro do Palmeiras neste século e chegou ao mesmo número de jogos de Edmundo pelo clube

Contratado pelo Palmeiras no início de 2015, Dudu cada vez mais tem consolidado sua imagem no Verdão. Nesta reta final de temporada, o atacante tem sido um dos principais jogadores do time comandado por Luiz Felipe Scolari, e tem conquistado números expressivos com a camisa do Alviverde. Na noite do último sábado, o camisa 7 anotou o primeiro dos três gols palmeirenses na vitória, por 3 a 2, contra o Santos, e chegou ao seu 54º pelo clube de Palestra Itália. Desta forma, igualou Vagner Love como o artilheiro do Verdão no século 21, apesar de ter jogado muito mais que o centroavante. Além disto, Dudu alcançou a marca de jogos do ídolo Edmundo. Ambos entraram em campo em 224 oportunidades vestindo a camisa do Palmeiras. No fim de semana, enquanto o sistema de som do Allianz Parque anunciava a escalação do Palmeiras, o nome de Dudu foi o mais festejado pelos quase 40 mil torcedores que lá estiveram. Em campo, o jogador fez por merecer a euforia e teve um bom desempenho. Na reta final do Brasileirão, com seis pontos de vantagem para o vice-líder Flamengo, o Palmeiras está perto de faturar mais um título em sua história. É uma grande oportunidade para Dudu, que já ganhou a Copa do Brasil de 2015 e o Brasileirão de 2016, se consolidar ainda mais no clube que defende há quase meia década.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/dudu-alcanca-marcas-expressivas-no-palmeiras-05112018

Sem evolução, Corinthians volta à estaca zero contra o Botafogo
Data: 05/11/2018

Depois de vencer o Bahia, time de Jair Ventura volta a ter pouca produção no ataque e repetir comportamento frequente no Brasileiro

O Corinthians não consegue confortar seu torcedor. Depois de uma vitória simbólica contra o Bahia na Arena, partida que marcou o ressurgimento de Danilo, o Timão não apresentou qualquer evolução contra o Botafogo e, com erros similares aos outros jogos, foi merecidamente derrotado no Engenhão. Para piorar, além do resultado, a sensação de que o time voltou à estaca zero. Principalmente no ataque. A dificuldade para criar jogadas é um fantasma na trajetória de Jair Ventura no Corinthians. Por mais que o técnico tente com alterações, foque em treinamentos durante a semana, a ineficácia segue. Desta vez, ele apostou na manutenção de Danilo, além da entrada de Araos para ajudar na organização, mas a bola pouco chegou ao camisa 20. Novamente, a equipe sentiu muito a falta de Jadson, fora por um edema na panturrilha direita. Na defesa, o time segue tomando os gols bobos que tanto os jogadores repetem que não pode acontecer. Desta vez, um erro de Ralf no escanteio (sempre ela, a bola parada) custou o tropeço ao Corinthians, que segue com risco de rebaixamento. São cinco pontos acima do primeiro do Z4. Jair Ventura tem procurado dar chance para quem entrou bem numa partida, mantendo o jogador no duelo seguinte. Já havia sido com Emerson Sheik, depois com Pedrinho, agora com Danilo. Os resultados de um jogo para o outro, porém, não aparecem. Não à toa, em 13 partidas o técnico ainda não conseguiu emplacar duas vitórias consecutivas. São seis derrotas no total. No próximo sábado, o Corinthians tem outro grande desafio, desta vez o clássico contra o São Paulo. Jair já acenou com foco em recuperar jogadores que ficaram fora desta vez, como Jadson, Sheik e Douglas. Ele deve mexer novamente para tentar sua primeira vitória contra os rivais. O torcedor espera é que o futebol mude desta vez.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/sem-evolucao-corinthians-volta-a-estaca-zero-contra-o-botafogo-05112018

Roberto Carlos faz tratamento especial para não ficar careca
Data: 05/11/2018

Preocupado com os caracóis de seus cabelos, cantor iniciou processo de aplicação de medicamentos no couro cabeludo contra a calvície

Essa sempre foi uma das maiores vaidades de Roberto Carlos: as madeixas. Encaracolados, longos, grisalhos, com chapinha, com pena de índio ao lado, o fato é que os cabelos do rei nunca deixaram de ser marca de registrada, e uma preocupação também. Tanto é que as 77 anos Roberto resolveu fazer um tratamento para não ficar careca. O cantor iniciou uma série de procedimentos contra a calvície, processo esse que deve durar cerca de dois anos. Para tanto procurou um dos queridinhos de outros artistas na área, o médico Thiago Bianco. Ele se especializou na Espanha em transplante de cabelos e trabalha com métodos inovadores. O doutor já foi responsável por implantes capilares de muitos famosos, como o sertanejo Frederico, dupla de João Neto. Marcos, da dupla com Belutti, também se trata com ele. No caso de Roberto Carlos não será necessário um implante e sim um método para evitar a queda de cabelo. No processo serão aplicados medicamentos no couro cabeludo do cantor, em várias sessões.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/roberto-carlos-faz-tratamento-especial-para-nao-ficar-careca-05112018

De peruca , Gagliasso 'alfineta' cunhada e pode ser processado
Data: 05/11/2018

O irmão de Bruno gravou um vídeo debochando de influenciadores digitais e suas parcerias comerciais, justamente o ganha-pão da cunhada Giovanna Ewbank

Está longe de um fim a confusão envolvendo a família Gagliasso. Thiago, irmão de Bruno Gagliasso, segue criando polêmica nas redes sociais. Desta vez, ele gravou um vídeo fazendo gracinha, usando uma peruca loira e fazendo uma espécie de merchandising para um restaurante japonês. No vídeo, Thiago tira sarro de pessoas que utilizam a web para parcerias comerciais. Ele brinca com seguidores dizendo que vai dar desconto para um restaurante japonês. Ele imita uma blogueira que acaba de ganhar comida japonesa em casa e faz propaganda o restaurante. Alguns seguidores entenderam a brincaderia como um ataque a cunhada, Giovanna Ewbank, com quem Thiago rompeu relações. Desde que deixou a Globo, Giovanna vive praticamente da internet e faz muitas parcerias do tipo. Ela e outras artistas que bombam nas redes sociais, como Bruna Marquezine, vivem recebendo barcas de comida japonesa, de graça, em casa. Bruno não fala mais com o irmão. Ele e muitos de seus amigos famosos bloquearam o jovem nas redes sociais. Há quem acredite que o ator pode tomar até medidas judiciais contra o irmão se ele não parar de atacar a família. Thiago parece não estar disposto a parar e vem sendo alvo de alguns internautas. Mesmo assim, o número de seguidores do rapaz só cresce nas redes sociais. Antes da confusão em família, o irmão de Bruna tinha pouco mis de 270 mil seguidores. Agora já passou a casa dos 400 mil. “A inveja saiu do controle. Ele está fora de si. Ridículo”, postou um internauta. "Qual o motivo de tanta raiva?", questionou outro.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/de-peruca-gagliasso-alfineta-cunhada-e-pode-ser-processado-01112018

Jojo é criticada por foto de fio-dental e dá o troco em internautas
Data: 05/11/2018

Cantora foi criticada por foto de maiô em passagem por Angola, e acabou detonando os haters de plantão com uma resposta afiada

Não, ela não leva desaforo para casa. A cantora Jojo aproveitou sua passagem por Angola para postar várias imagens de sua vida de curtição. A cantora visitou o país e deu entrevistas em vários programas de TV, divulgando a sua música. Jojo fez questão de registrar tudo em fotos nas redes sociais. Em uma delas, com maiô fio-dental, a cantora brincou com o momento 'ostentação' ao beber champagne na piscina. “Que o vento leve o necessário e me traga o suficiente… Bom dia”, disse a cantora. Bastou para uma leva de seguidores detonarem a cantora e a sua forma física. A maioria dos fãs adoraram a pose. Mas teve quem reprovasse a imagem e pegasse pesado nos comentários. "Que coisa mais feia", postou uma jovem. "Credo, o que é isso?", escreveu outro. Eis que Jojo deu uma lição nos haters de plantão. “Para você que tem bundinha de rã é feio mesmo… vai para a luz”, escreveu a cantora.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/jojo-e-criticada-por-foto-de-fio-dental-e-da-o-troco-em-internautas-31102018

Copom mantém taxa de juros em 6,5% ao ano pela 5ª vez seguida
Data: 05/11/2018

Decisão tomada por unanimidade seguiu a expectativa do mercado. Próximo encontro do grupo acontece em dezembro deste ano

O Copom (Comitê de Política Monetária), do Banco Central, decidiu manter a taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, em 6,5% ao ano pela quinta vez consecutiva. A taxa segue neste patamar desde março deste ano, quando o BC decidiu reduzir a taxa vigente em 0,25 ponto percentual, para 6,5% ao ano. A decisão do Copom, tomada por unanimidade, seguiu a expectativa do mercado de que a taxa fosse mantida. As próximas reuniões para estabelecer o valor da taxa básica de juros acontecem nos dias 11 e 12 de dezembro. Em nota na qual justifica o veredito, o comitê avalia que os indicadores recentes “continuam evidenciando recuperação da economia brasileira, em ritmo mais gradual que o vislumbrado no início do ano”. Ibovespa fecha outubro com ganho mensal de quase 10% “O Comitê avalia que diversas medidas de inflação subjacente se encontram em níveis apropriados, inclusive os componentes mais sensíveis ao ciclo econômico e à política monetária”, afirma o documento. Para os próximos anos, o Copom avalia que previsão de inflação na casa dos 4% ao longo dos próximos anos sugere para a manutenção da Selic em 6,5% ao ano e suba 1,5 ponto percentual, para 8% ao ano, em 2019. A projeção para 2020 e 2021 é de estabilidade da taxa. Votaram pela manutenção da Selic o presidente do BC, Ilan Goldfajn, e os diretores Carlos Viana de Carvalho, Carolina de Assis Barros, Maurício Costa de Moura, Otávio Ribeiro Damaso, Paulo Sérgio Neves de Souza, Reinaldo Le Grazie, Sidnei Corrêa Marques e Tiago Couto Berriel. O que é a Selic? A Selic é conhecida como táxa básica de juros, porque a mais baixa da economia e funciona como forma de piso para os demais juros cobrados no mercado. A taxa básica de juros também serve como principal instrumento de para manter a inflação próxima da meta, que é de 4,5%. Isso acontece porque os juros mais altos encarecem o crédito, reduzem a disposição para consumir e estimulam novas alternativas de investimento. Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida e isso causa reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Já quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/copom-mantem-taxa-de-juros-em-65-ao-ano-pela-5-vez-seguida-31102018

Dólar cai a R$ 3,69, mas volta a ter alta semanal após seis semanas
Data: 05/11/2018

Moeda norte-americana recuou 0,76% ao longo da semana, mas registrou alta de 1,09% nos últimos quatro dias

O dólar iniciou novembro em queda e terminou a quinta-feira (1º) abaixo de R$ 3,70, em dia de maior busca pelo risco no mercado internacional e com os investidores animados com os primeiros passos do novo governo eleito. Na sessão, a moeda norte-americana recuou 0,76%, a R$ 3,6943 na venda, depois de cair 7,79% em outubro, sua maior queda porcentual desde junho de 2016. Na mínima do dia, a divisa foi a R$ 3,6797 e, na máxima, a R$ 3,7149. Com a queda, o dólar encerra a semana com alta de 1,09%, a primeira alta após seis semanas consecutivas de queda, período no qual perdeu 12,29% de seu valor. Ibovespa abre novembro aos 88.419 pontos, maior patamar da história "Equipe econômica e projetos do governo Bolsonaro continuam sendo o foco do mercado nesse período de transição", destacou a Elite Corretora em relatório. Nesta quinta-feira, o destaque foi a decisão do juiz federal Sérgio Moro de aceitar o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para ser o futuro ministro da Justiça. "Bolsonaro ganha pontos muito positivos com a população, que tem em Moro um exemplo probo e tê-lo no governo seria uma garantia de que a ordem seria mantida e a corrupção combatida", já antecipava logo cedo a gestora Infinity sobre o assunto. O otimismo com o cenário político doméstico nesta quinta-feira encontrou respaldo num movimento de maior busca pelo risco no exterior, levando o dólar cair forte ante a cesta de moedas e também ante as divisas de países emergentes, como os pesos chileno e mexicano. Expectativa de que a China aumente seu estímulo fiscal ajudou as divisas emergentes, enquanto o euro foi favorecido pela esperança de acordo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit. Na sexta-feira, dia em que o mercado doméstico estará fechado com o feriado de Finados, será divulgado o relatório do mercado de trabalho nos Estados Unidos, que pode reforçar a percepção de mais alta de juros no país. O Banco Central vendeu nesta sessão 13.600 contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 680 milhões do total de US$ 12,217 bilhões que vence em dezembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/dolar-cai-a-r-369-mas-volta-a-ter-alta-semanal-apos-seis-semanas-01112018

China faz alerta a Bolsonaro e diz que 'custo' pode ser grande
Data: 05/11/2018

Em um editorial publicado em inglês pelo jornal estatal, Pequim deixa claro a irritação com o presidente eleito e diz que economia brasileira sofrerá

A China fez um duro alerta ao presidente eleito Jair Bolsonaro e apontou que, se a opção do Brasil em 2019 for por seguir a linha de Donald Trump e romper acordos com Pequim, quem sofrerá será a economia brasileira. A forma encontrada pela China para mandar o recado foi a publicação de um editorial em seu principal jornal estatal, com versão em língua inglesa. No China Daily, o texto não deixa dúvidas da irritação que Bolsonaro já criou em Pequim. O jornal é uma espécie de porta-voz ao mundo do governo chinês e usado para mandar mensagens a parceiros. Segundo o editorial, as exportações brasileiras "não apenas ajudaram a alimentar o rápido crescimento da China. Mas também apoiaram o forte crescimento do Brasil". Para os chineses, portanto, criticar Pequim "pode servir para algum objetivo político específico". "Mas o custo econômico pode ser duro para a economia brasileira, que acaba de sair de sua pior recessão da história." "Ainda que Bolsonaro tenha imitado o presidente dos EUA ao ser vocal e ultrajante para captar a imaginação dos eleitores, não existe razão para que ele copie as políticas de Trump", alertaram os chineses. O jornal admite que existem especulações sobre o futuro das relações entre os dois países. Bolsonaro, ao longo da campanha presidencial, criticou a China. Em fevereiro, ele ainda visitou Taiwan, o que deixou Pequim irritada. Sabendo que Bolsonaro poderia ser um forte concorrente para a Presidência, a embaixada chinesa enviou uma carta de protesto. Nela, Pequim expressava sua "profunda preocupação e indignação" e alertava que a visita era uma "afronta a soberania e integridade territorial da China" e "causa eventuais turbulências na Parceria Estratégica Global China-Brasil, na qual o intercâmbio partidário exerce um papel imprescindível". Agora, segundo o editorial, empresários chineses operando no Brasil e autoridades em Pequim vão se colocar a pergunta: "até que ponto o próximo líder da maior economia da América Latina vai afetar a relação Brasil-China?" "Essa é uma pergunta pertinente. Afinal, Bolsonaro é apresentado por alguns como um "Trump Tropical", uma pessoa de direita que não apenas endossa a agenda nacionalista de Trump, mas pode copiar uma página de seu guia", diz o texto. "Ele (Bolsonaro) prometeu dar preferências a acordos bilaterais e mudar a embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém", indicou o texto do editorial. "Além disso, ele se mostrou menos que amistoso em relação à China durante a campanha. Ele apresentou a China como um predador buscando dominar setores-chave da economia brasileira", destacou. "Não é uma surpresa, portanto, que as pessoas estejam se questionando se Bolsonaro irá, como o presidente americano fez, dar um golpe substancial à relação mutuamente benéfica Brasil-China", insistiu. Os chineses deixaram ainda claro que não acreditam que promessas feitas em campanhas eleitorais fiquem apenas pelo caminho antes do voto. "Ou que o Bolsonaro presidente coma naturalmente as palavras extremas do Bolsonaro candidato", alertam. "Ainda assim, esperamos que quando ele assumir a liderança da oitava maior economia do mundo, Bolsonaro olhe de forma racional e objetiva para o estado das relações Brasil-China", disse. "Ele se daria conta que a China é seu maior mercado exportador e primeira fonte de superávit comercial", escreveu o jornal. "Mais importante: as duas economias são complementares e dificilmente competidores." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/china-faz-alerta-a-bolsonaro-e-diz-que-custo-pode-ser-grande-31102018

Eduardo Bolsonaro: não deve ter reforma da Previdência em 2018
Data: 05/11/2018

Filho do presidente eleito diz que seria interessante aprovar parte do texto neste ano, mas eventual derrota significaria 1º fracasso do novo governo

O deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), afirmou que "seu sentimento de dentro do Congresso" é de que não será possível votar a reforma da Previdência ainda em 2018. "Ano que vem começaríamos o ano com a reforma", disse o parlamentar em entrevista ao programa Poder em Foco, do SBT, exibido na madrugada desta segunda-feira (5). Segundo Eduardo, seria interessante votar uma reforma da Previdência "suave" em 2018 para "dar um gás" para o próximo governo, mas ele ponderou que, caso o projeto não passasse, seria um risco para o presidente eleito. "Se perdêssemos, seria tratado como a primeira derrota de Jair Bolsonaro, antes de ser empossado." O deputado explicou que uma reforma "suave" seria, por exemplo, mudar as regras para novos entrantes, sem alterar todas as normas de uma vez só. Ele disse também que o governo tem de dar o exemplo e apertar o cinto sobre as despesas. "Por que de agora em diante não acaba com o auxílio-moradia? De repente, acaba para todo mundo." Sobre a aposentadoria dos militares, ele disse que é uma questão que será tratada entre os futuros ministros da Economia e da Defesa, Paulo Guedes e general Augusto Heleno, respectivamente. Mas acrescentou que situações desiguais exigem soluções desiguais, defendendo a diferença entre a Previdência militar e a civil. Escola Sem Partido Eduardo Bolsonaro também afirmou que o projeto Escola Sem Partido terá mais chances de ser aprovado no ano que vem, "porque o Congresso será mais conservador." Segundo ele, o PSL defende a pluralidade de ideias. "Hoje já está previsto que professores que tentem doutrinar alunos podem responder judicialmente. O Escola Sem Partido só pretende dar ciência ao aluno." Bolsonaro ainda defendeu que os estudantes filmem os professores que estejam "doutrinando" em sala de aula. Sobre a resistência do STF (Supremo Tribunal Federal) em relação ao projeto Escola Sem Partido, o deputado afirmou que, caso o texto passe no Congresso, a Corte teria de enfrentar a pressão popular. Governabilidade Eduardo Bolsonaro disse ainda, na entrevista ao SBT, que há preocupação com a eleição de um presidente da Câmara alinhado com os interesses do futuro governo, mas que não necessariamente o nome sairá do PSL. Segundo o deputado, há articulações para a continuidade do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas também para apoiar as candidaturas de Capitão Augusto (PR-SP), Alceu Moreira (MDB-RS) e Delegado João Campos (PRB-GO), entre outros nomes, ao posto. O parlamentar deixou claro que o "perfil" procurado para a chefia da Câmara é o de "trator", de alguém que seja pulso firme e que saiba os regimentos da Casa para impedir que as manobras da oposição impeçam a tramitação dos projetos de "interesse do Brasil". "A gente sabe como vai ser a posição da esquerda. Bastou Bolsonaro ser eleito e eles já falaram que vão fazer de tudo para desestabilizar. Acho que no 1º de janeiro já tem pedido de impeachment para ser impetrado. Então com esse tipo de oposição, não tem como dar ouvidos, é tratorar." Segundo Eduardo Bolsonaro, apoiar alguém de fora do partido para a presidência da Câmara é uma estratégia para incluir mais legendas na base e, assim, aumentar a governabilidade. Além disso, o parlamentar mencionou que a bancada do PSL, eleita com 52 deputados, pode aumentar devido à atração de deputados que serão atingidos pela cláusula de barreira. Ele ainda reforçou que o governo de Jair Bolsonaro não terá "toma lá dá cá" e que o apoio não será conquistado por distribuição de cargos. Na entrevista ao SBT, o filho do presidente eleito ainda fez uma recomendação para os deputados do PSL de primeiro mandato: que façam uma espécie de "estágio" durante os três primeiros meses da legislatura, para que não se "queimem" diante dos colegas. "Não pode chegar dando coice em todo mundo." Eduardo Bolsonaro revelou também que pretende levar os congressistas eleitos pelo partido para uma aula com o professor Olavo de Carvalho, que vive nos Estados Unidos. Carvalho forneceu a "base filosófica" para todos eles, segundo o deputado. Abate Eduardo Bolsonaro também disse que concorda com a proposta do governador eleito do Rio, Wilson Witzel (PSC), de "abater" pessoas que portarem fuzis. O parlamentar afirmou que pode propor um projeto para modificar a lei que permite que o policial mate em legítima defesa, com o objetivo de torná-la "mais clara". "Podemos colocar um texto que fique bem claro que o marginal com fuzil já representa uma ameaça ao cidadão e à soberania do Estado", explicou, completando que a orientação de reação moderada do policial também deve ser alterada. "Hoje, está muito fácil virar bandido, temos que inverter essa lógica e dar meios para o policial trabalhar." O deputado também disse que o PSL pretende facilitar a posse e o porte de armas inicialmente por meio de um decreto presidencial, e não através de um projeto de lei. "Se o presidente, por exemplo, através de um decreto presidencial disser o seguinte: enquanto tivermos mais de 20 mil homicídios por ano, presume-se efetiva necessidade para todo cidadão. Então, todo cidadão que tiver maior de determinada idade, nada consta com a Justiça, exame psicológico e a prova de manuseio vai poder adquirir arma de fogo." Segundo o parlamentar, ao analisar pedidos de posse de arma, delegados da Polícia Federal usam o argumento da efetiva necessidade para restringir o acesso à arma de fogo. Na entrevista ao SBT, o deputado ainda disse que tem "esperança" que haja pressão popular para eleger um presidente do Senado identificado com o projeto de redução da maioridade penal de 18 anos para 16 anos. O projeto já foi aprovado na Câmara, mas está parado no Senado. "É uma pauta que conta com [o apoio] de quase a unanimidade da população", disse. Bolsonaro disse que o projeto é "suave", pois não abrange todos os crimes. A proposta inclui homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte e crimes hediondos, como o estupro. "Para mim, deveria ser para todos os crimes, porque sou fã da política de Rudolph Giuliani (ex-prefeito de Nova York), de tolerância zero, do furto ao sequestro." Moro O deputado ainda comentou a indicação do juiz federal Sérgio Moro para o Ministério da Justiça do governo Bolsonaro. "Moro é um gol de uma bicicleta de fora da área que Jair Bolsonaro marcou." O parlamentar ainda disse que o trabalho de Moro na Lava Jato foi imparcial e que "duvida" que alguém possa levantar alguma suspeição contra ele, em resposta a críticas de alguns ministros do STF sobre o convite. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/eduardo-bolsonaro-nao-deve-ter-reforma-da-previdencia-em-2018-05112018

Lorenzoni deve começar trabalho como ministro nesta tarde
Data: 05/11/2018

Deputado foi nomeado ministro extraordinário e decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (5)

Nomeado na manhã desta segunda-feira (5), ministro de Estado extraordinário, o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) deve chegar ao CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília, à tarde para acompanhar os trabalhos da equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Segundo Lorenzoni, a ideia é fazer um reconhecimento da situação e preparação para chegada de Bolsonaro à Brasília na terça-feira (6). Lorenzoni já foi escolhido por Bolsonaro para ocupar a chefia da Casa Civil do novo governo. Além dele, o tenente-coronel Marcos Pontes, futuro ministro da Ciência e Tecnologia também deve comparecer ao CCBB à tarde. A expectativa é que ainda nesta segunda também sejam nomeadas 22 pessoas dos 50 nomes que poderão integrar a equipe da transição. A nomeação desses 22 nomes foi anunciada semana passada por Lorenzoni. Os nomes também serão publicados no DOU (Diário Oficial da União). O grupo trabalhará com servidores do governo de Michel Temer, designados para este período, no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/lorenzoni-deve-comecar-trabalho-como-ministro-nesta-tarde-05112018

Segurança de Bolsonaro terá esquema inédito a partir da posse
Data: 05/11/2018

PF ficará com presidente eleito até 31 de dezembro, quando a equipe do GSI, formada em parte por militares, assume o posto

O ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Sérgio Etchegoyen, encomendou à sua equipe um estudo para reforçar a segurança de Jair Bolsonaro e sua família a partir da posse do novo presidente, em 1º de janeiro de 2019. O motivo do pedido, além do atentado sofrido na campanha, são as frequentes ameaças identificadas pela inteligência do governo. Etchegoyen não fala em números ou estratégias por questões de segurança, mas já avisou que "obviamente" haverá um rigor muito maior no controle a tudo que tem a ver com o presidente eleito. "O esquema que está sendo preparado para receber um presidente que já sofreu um atentado será muito diferente e muito mais severo do que qualquer outro titular do Planalto já viu ou teve", afirmou o general ao jornal O Estado de S. Paulo. Bolsonaro teve sua segurança reforçada pela Polícia Federal durante a campanha, após ser vítima de uma facada no dia 6 de setembro, em Juiz de Fora (MG). Segundo informações da área de inteligência, as ameaças continuaram mesmo após a eleição. "O GSI não comenta detalhes de sua responsabilidade com a segurança presidencial, mas confirma que existem ameaças que efetivamente preocupam", disse o ministro. A segurança de Bolsonaro após a posse será chefiada pelo general Luiz Fernando Estorilho Baganha. Ele assumirá o cargo no lugar do general Nilton Moreno, que hoje está à frente da montagem da estrutura de proteção ao presidente eleito. Durante a campanha, o candidato foi avisado que corria risco. Aliados, inclusive, citaram as ameaças como justificativa para que Bolsonaro não participasse dos debates eleitorais na reta final. Anunciado como futuro ministro da Defesa, o general da reserva Augusto Heleno chegou a divulgar um vídeo na véspera da eleição com o alerta para uma "real ameaça de atentado terrorista" contra Bolsonaro, articulada por uma "organização criminosa". Na semana passada, com Bolsonaro já eleito, a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) e a PF se reuniram para discutir o novo esquema reforçado que irá vigorar durante o governo de transição. Atualmente, uma equipe de 55 homens da PF se revezam na proteção ao presidente eleito. A informação é de que as ameaças partiram de diferentes fontes, inclusive de facções criminosas como PCC e Comando Vermelho e, segundo o Estado apurou, existem escutas telefônicas das ameaças que estão sendo investigadas. A ideia é adotar no Brasil algumas das medidas usadas para proteger os presidentes norte-americanos, em que os cuidados com segurança chegam a níveis máximos. As tradicionais entrevistas nas quais o presidente fica rodeado por repórteres, por exemplo — chamadas de quebra-queixo no jargão jornalístico —, devem acabar. Os preparativos de viagens e contato com o público também serão repensados. Conforme antecipou o Estado, a equipe de Bolsonaro estuda, ainda, abandonar o tradicional desfile em carro aberto na cerimônia de posse. O veículo que costuma ser utilizado no percurso pela Esplanada dos Ministérios é um Rolls-Royce que o Brasil recebeu de presente do governo britânico, em 1953. Em entrevista à Rede Vida, na quinta-feira, o presidente eleito afirmou que vai seguir "rigorosamente" as recomendações da área de inteligência na posse. Troca na guarda A PF ficará com Bolsonaro até 31 de dezembro. A equipe do GSI, formada em parte por militares do Exército, será reforçada para assumir a função na virada do ano. Caso haja alguma solicitação, há a possibilidade de que a "passagem de bastão" seja antecipada. Mais de 800 pessoas trabalham neste setor. A segurança será ampliada não só pelas ameaças, mas também pela quantidade de pessoas a serem protegidas. Bolsonaro é casado e tem cinco filhos. Todos têm direito à segurança da Presidência. Além disso, serão montados escritórios no Rio de Janeiro para dar infraestrutura à família tanto de Bolsonaro quanto do seu vice, general Hamilton Mourão, que têm casa na capital fluminense. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/seguranca-de-bolsonaro-tera-esquema-inedito-a-partir-da-posse-05112018

Comida rápida, pratica e saudável
Data: 05/11/2018

Comida rápida, pratica e saudável

Link Notícia: https://www.youtube.com/embed/RGb3QMu96sY

NOVEMBRO AZUL
Data: 01/11/2018

NOVEMBRO AZUL

Link Notícia:

Mileide Mihaile celebra viagem com filho à Natal após dias na Grécia
Data: 30/10/2018

A influencer, que acaba de voltar de uma temporada fora do País, usou as redes sociais para falar sobre os momentos ao lado de Yhudy

Mileide Mihaile celebrou o fim de semana ao lado de Yhudy, filho da influencer com o ex-marido Wesley Safadão, em publicação no Instagram nesta segunda-feira (29). A influencer publicou na rede social uma foto ao lado do filho e comemorou os momentos com o herdeiro em Natal, no Rio Grande do Norte. — Final de semana cheio de amor e parceria com meu filhão. Eu amo ter momentos grudada com ele. Tudo é motivo para uma grande festa. Gratidão porque Deus tem sido a terceira aliança da nossa família, das nossas experiências, dos nossos sonhos e como estamos cada dia mais felizes e próximos. A ex-mulher de Safadão esteve no Nordeste após passar alguns dias na Grécia. Ainda no Instagram, Mileide compartilhou várias fotos da viagem luxuosa.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/mileide-mihaile-celebra-viagem-com-filho-a-natal-apos-dias-na-grecia-29102018

Patricia Abravanel mostra foto da filha e fãs falam em semelhança
Data: 30/10/2018

A apresentadora impressionou os internautas, nesta terça-feira (23), ao publicar uma foto da caçula no Instagram; fãs destacam: "A cara do pai"

Patricia Abravanel não deixa de postar os momentos fofos da evolução dos filhos nas redes sociais. Nesta terça-feira (23), a apresentadora impressionou os internautas ao publicar uma foto da caçula, Jane, no Instagram. Na imagem, a menina, de 9 meses, aparece usando vestido floral e sentada em uma mesa. "Minha Jane linda", legendou ela. Além de encantador, o registro chamou atenção dos fãs. Segundo a web, a pequena herdou os traços do pai, Fabio Faria. "Está parecendo com o papai. Uma princesa linda", escreveu uma usuária. "Parece com o avô paterno", apontou outra internauta. "Acho parecida com sua mãe", avaliou um terceira. "Ela parece com o pai dela", acrescentou mais um. Mãe também de Pedro, de 4 anos, a Patricia está grávida do terceiro filho, um menino que já tem possíveis nomes: Noah e Joaquim.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/patricia-abravanel-mostra-foto-da-filha-e-fas-falam-em-semelhanca-24102018

Mulher de Faustão e Sônia Abrão se atacam após boato de separação
Data: 30/10/2018

Luciana Cardoso ironizou o comentário da apresentadora, que rebateu a chamando de 'preconceituosa' e 'mal informada'

A apresentadora Sônia Abrão e a mulher de Fausto Silva, Luciana Cardoso, estão 'se estranhando' publicamente. No domingo (21), Fausto Silva surgiu sem a aliança de casado no 'Domingão'. Bastou para o detalhe ser questionado como 'crise no casamento' ou 'separação' no programa de Sônia Abrão, nesta semana, na RedeTV!. No entanto, a mulher de Faustão não gostou das insinuações. Foi para a rede social compartilhar uma rara imagem ao lado do marido famoso, com close na aliança. “Sintonia total desde 2001”, escreveu Luciana na legenda. Eis que uma seguidora da mulher de Faustão resolveu levar a questão adiante, e brincou: “Deveria fazer um quadro para arrumar um namorado para Sonia, que quer dar uma aliança para ela”, disparou a internauta. “Vou apresentar uns pretendentes!”, respondeu Luciana, se divertindo. Desta vez, quem não gostou da alfinetada foi Sônia. Nesta quinta (25), a apresentadora mostrou toda a sua irritação com o comentário de Luciana insinuando que ela estaria 'sozinha' ou em busca de um namorado. "Eu não tenho a mínima sorte no jogo, mas sempre tive no amor. Sempre tive os homens que eu quis. Não vou descer o nível para rebater. Isso é preconceito em relação às mulheres", falou a apresentadora. "Nós podemos ser felizes sozinhas. Ver uma mulher que tem uma colocação pobre a gente só tem que lamentar. Sempre achei que fosse inteligente, do seu tempo, atualizada", continuou ela. Sônia ainda chamou Luciana de mal informada. "Pode ser que a gente tenha colocado sem querer o dedo na ferida. Coisa pequena, atrasada", finalizou a apresentadora do "A Tarde É Sua".

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/mulher-de-faustao-e-sonia-abrao-se-atacam-apos-boato-de-separacao-26102018

Rivais do São Bento, Ponte e Coritiba prestarão homenagens a Daniel
Data: 30/10/2018

Meia, que teria sido morto por motivo passional no último fim de semana, havia jogado nos dois times que enfrentam equipe sorocabana na Série B

A morte de Daniel Corrêa uniu pelo menos três adversários na Série B do Campeonato Brasileiro. O São Bento, time pelo qual o jogador que foi morto no último fim de semana atuava, enfrenta nas próximas duas rodadas a Ponte Preta e o Coritiba. O meia também havia vestido a camisa dessas duas equipes. Morte do meia Daniel tem sinais de tortura, diz Guarda Municipal Não apenas pela comoção da morte que teria tido motivação passional, segundo investiga a Polícia Civil de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (PR); mas também pelo fato do jogador ter atuado recentemente nas duas equipes, os clubes envolvidos devem entrar nos campos com uma faixa em homenagem ao jogador. Cosme Rimoli: O bárbaro assassinato de Daniel choca os jogadores do São Paulo As diretorias acertaram com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ‘um minuto de silêncio’ em memória do jogador o jogo entre Ponte Preta e São Bento, que acontece na sexta-feira, no Moisés Lucarelli, em Campinas. A partida seguinte do São Bento, já pela 35ª rodada, acontece na terça-feira (6), no Walter Ribeiro, em Sorocaba, também com homenagens previstas. Daniel era um dos mais tímidos do futebol, diz jogador do São Bento Daniel havia chegado ao São Bento em junho deste ano. Ainda em recuperação da sua melhor forma física e buscando espaço do esquema tático da nova equipe, entrou em apenas dois jogos, tendo atuado não mais que 35 minutos. Antes disso, havia passado o primeiro semestre, sem muito destaque, na Ponte Preta. Jogador assassinado, Daniel era fã de Seedorf e tinha apelido de Messi No Coritiba, o jogador também não conseguiu emplacar uma sequência de jogos e teve pouco espaço durante toda a temporada de 2017. Ainda em luto pela morte do companheiro, o São Bento se reapresenta nesta terça-feira, em Sorocaba. Antes da atividade que será comandada pelo técnico Marquinhos Santos, os jogadores também devem prestar um minuto de silêncio.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/rivais-do-sao-bento-ponte-e-coritiba-prestarao-homenagens-a-daniel-30102018

Morte do meia Daniel tem sinais de tortura, diz Guarda Municipal
Data: 30/10/2018

Meio-campista de 24 anos, com passagens por grandes clubes, foi encontrado morto em Curitiba; descrição é de tortura e ferimento por arma branca

O corpo do meia Daniel, de 24 anos, com passagens por Botafogo, São Paulo, Coritiba e que atualmente estava jogando pelo São Bento (SP), foi encontrado no meio de uma plantação de pinos com sinais de tortura, no último sábado (27), em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. De acordo com o Guarda Municipal Célio, o jogador foi ferido por armas brancas e brutalmente assassinado. A polícia ainda apura o caso. Leia mais: Morre Daniel, meia do São Paulo emprestado para o São Bento — Pela aparência do corpo, foi uma situação bastante violenta mesmo, a pessoa matou com muita raiva. O homem tinha dois cortes profundos no pescoço, teve a cabeça quase degolada, e a genitália foi cortada. A princípio, o órgão não foi encontrado no local. Essa estrada é um pouco deserta e já conhecida pela desova de cadáveres. No caso de hoje, tudo indica que o rapaz foi executado aqui na rua e arrastado por cerca de 30 metros, dentro de uma plantação de pinos — comentou o Guarda Municipal, em entrevista à Banda B. Célio ainda relatou que alguns moradores estavam andando pela região do crime e acabaram achando o corpo de Daniel. Leia mais: Veja as notícias do São Paulo O corpo de Daniel deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba na manhã desse sábado (27), com a descrição de que houve ferimento por arma branca, indicando o assassinato do jogador. Ele foi reconhecido por parentes neste domingo. Daniel surgiu com destaque nas categorias de base do Cruzeiro. Antes de se tornar profissional, atuou pelo Botafogo em 2013, no qual teve espaço no time principal e se destacou em 2014. Em dezembro daquele ano, chegou a conversar com o Palmeiras, mas foi reprovado nos exames médicos e acabou contratado pelo São Paulo. Leia mais: Morre Daniel, meia do São Paulo emprestado para o São Bento Porém, o meio-campista acumulou lesões e não conseguiu demonstrar seu futebol no Morumbi. Ao todo, disputou 16 jogos e não fez gol. Foi emprestado para o Coritiba, no ano passado, e disputou o último Campeonato Paulista pela Ponte Preta. Tinha contrato com o São Paulo até dezembro e, em junho, foi repassado ao São Bento, de Sorocaba, para a disputa da Série B desta temporada.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/morte-do-meia-daniel-tem-sinais-de-tortura-diz-guarda-municipal-29102018

Figueira ganha ânimo com vitória em clássico e busca sequência na Série B
Data: 30/10/2018

Rogério Micale conquistou seu primeiro triunfo contra o Criciúma, no último sábado. Agora, foca nos próximos duelos da competição nacional para sonhar com um possível acesso

O Figueirense ganhou ânimo nos últimos dias. Após primeira e dramática vitória do técnico Rogério Micale sobre o Criciúma por 3 a 2, a equipe ganhou força para tentar conseguir uma sequência positiva no Brasileiro da Série B. Faltam apenas cinco rodadas para o término da competição e devem ser bem aproveitadas pelo clube. Engana-se quem pensa que será uma reta final com tranquilidade. Serão três jogos diretos: Oeste, Guarani e Vila Nova, respectivamente, e consecutivos. Nas duas últimas rodadas, a equipe catarinense enfrenta Paysandu e CRB, que estão em situação delicada na competição e disputam contra a zona de rebaixamento. O Diretor de futebol do Alvinegro, Felipe Faro destacou a importância de conquistar esse objetivo nas próximas semanas. Mesmo sabendo das dificuldades e baixas chances, ele acredite que pode garantir o acesso no último suspiro. - Teremos mais cinco jogos na Série B em mais um mês de competição. O foco de todos, e nossas conversas estão sendo neste sentido, é buscar o maior número de triunfos possível para encerrarmos bem 2018. Infelizmente nossas chances de acesso são poucas, mas o elenco precisa honrar essa camisa até o fim - disse o diretor. - A diretoria tem buscando passar confiança e, principalmente, motivação ao grupo nestas últimas semanas. Esse é o principal desafio. Estamos representando um grande clube e temos que nos dedicar para terminar com vitórias este ano - completou. Destaque na vitória contra o Criciúma, Renan Mota ganhou ainda mais moral no grupo. Não só pela boa atuação e o gol, mas pela importância dentro de campo. Satisfeito com o jogador de 27 anos, o técnico Rogério Micale não poupou elogios. - O Renan é um grande reforço, um jogador de características importantes para esse elenco. O retorno dele nos fortalece muito. Tive a chance de jogar com ele somente em dois jogos, contra o São Bento e Londrina. Ele teve uma lesão e agora está retornando. Não dava para usar o tempo todo, pois está voltando de lesão, mas é um jogador que agrega muito - disse. Com os elogios do treinador, o jogador pode ganhar uma nova chance na equipe titular. Vale ressaltar, que Renan Mota é líder de assistência do time, com sete, na temporada durante a campanha da Série B. Com ou sem Renan Mota, a arrancada pode acontecer na próxima partida da Série B. O jogo acontece contra o Oeste na sexta-feira, na Arena Barueri, às 20h30, pela 34ª rodada da competição. A equipe comandada por Micale soma 44 pontos, na 11ª posição.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/figueira-ganha-animo-com-vitoria-em-classico-e-busca-sequencia-na-serie-b-30102018

Contas públicas ficam negativas em R$ 24,6 bilhões em setembro
Data: 30/10/2018

Resultado negativo do Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) chegou a R$ 24,292 bilhões

O setor público consolidado, formado por União, estados e municípios, registrou saldo negativo nas contas públicas em setembro, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (29) pelo BC (Banco Central). O déficit primário — receitas menos despesas, sem considerar gastos com juros — ficou em R$ 24,621 bilhões, resultado 15,8% maior do que de igual período de 2017, quando chegou a R$ 21,259 bilhões. Em setembro, o resultado negativo do Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) chegou a R$ 24,292 bilhões. Os governos estaduais registraram déficit de R$ 872 milhões, e os municipais, superávit de R$ 77 milhões. As empresas estatais federais, estaduais e municipais, excluídas as dos grupos Petrobras e Eletrobras, tiveram superávit primário de R$ 466 milhões no mês passado. Nos nove meses do ano, houve déficit primário de R$ 59,321 bilhões, contra resultado também negativo de R$ 82,110 bilhões em igual período de 2017. No acumulado em 12 meses encerrados em setembro, as contas públicas ficaram com saldo negativo de R$ 87,794 bilhões, o que corresponde a 1,29% do PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. A meta para o setor público consolidado é de déficit de R$ 161,3 bilhões neste ano. Os gastos com juros ficaram em R$ 14,552 bilhões em setembro, contra R$ 32,049 bilhões no mesmo mês de 2017. O déficit nominal, formado pelo resultado primário e os resultados dos juros, atingiu R$ 39,173 bilhões no mês passado ante R$ 53,309 bilhões de setembro de 2017. De janeiro a setembro, o resultado nominal ficou negativo em R$ 362,663 bilhões, ante R$ 385,236 bilhões em igual período do ano passado. Em 12 meses, o déficit nominal ficou em R$ 488,835 bilhões, o que corresponde a 7,2% do PIB. Dívida pública A dívida líquida do setor público (balanço entre o total de créditos e débitos dos governos federal, estaduais e municipais) chegou a R$ 3,543 trilhões em setembro, o que corresponde 52,2% do PIB, com aumento de 1 ponto percentual em relação a agosto (51,2% do PIB). Em setembro, a dívida bruta — que contabiliza apenas os passivos dos governos federal, estaduais e municipais — chegou a R$ 5,246 trilhões ou 77,2% do PIB, com redução de 0,1 ponto percentual em relação a agosto.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/contas-publicas-ficam-negativas-em-r-246-bilhoes-em-setembro-29102018

Bolsa fecha em queda e dólar sobe no dia após vitória de Bolsonaro
Data: 30/10/2018

Analistas explicam que cenário até a posse do futuro presidente ainda deverá ser de oscilações no mercado financeiro

No dia seguinte à vitória de Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno da eleição presidencial, o mercado financeiro teve um comportamento diferente do que havia sido visto durante a campanha. A bolsa de valores operou no vermelho na maior parte do pregão e o dólar registrou alta nesta segunda-feira (29) — após abrir em forte queda. Ao fim do pregão, o dólar fechou em alta de 1,39%, cotado a R$ R$ 3,70. Já o Ibovespa, principal índice da bolsa de valores de São Paulo, caiu - 2,43% O crescimento do ainda candidato do PSL nas pesquisas e a consequente ida para o segundo turno fizeram com que o Ibovespa registrasse sucessivas altas nas últimas semanas. O Ibovespa saiu do patamar de 78 mil pontos em 1º de outubro para 85 mil pontos no dia 26. O dólar, que chegou a ser cotado a R$ 4,19 no dia 13 de setembro, caiu para R$ 3,76 no dia 8 de outubro, logo após o primeiro turno. A moeda norte-americana permaneceu nesse patamar durante a campanha do segundo turno e registrou ainda mais queda em relação ao real, atingindo R$ 3,65 na última sexta-feira (26). Para o analista-chefe da Rico Investimentos, Roberto Indech, a vitória de Jair Bolsonaro já havia sido precificada desde o primeiro turno. "O mercado não colocava na conta a possibilidade de o Fernando Haddad vencer esta eleição." O chefe de análise da Toro Investimentos, Rafael Panonko, classifica o comportamento do mercado hoje como "normal". Segundo ele, a tendência de alta se mantém, mas os investidores aproveitaram o dia para realizar lucros. "A partir de agora o mercado vai ficar de olho na velocidade que o futuro governo conseguirá aprovar as propostas que anunciou na campanha. A sinalização foi de uma agenda que agrada ao mercado, com a reforma da Previdência, controle dos gastos públicos, uma possível reforma tributária, privatizações de estatais que não são estratégicas", avalia. O economista da Rico observa que poderá haver grandes oscilações no dólar e na bolsa nas semanas seguintes por questões internas em torno da transição do governo. "O mercado vai começar a cobrar agora medidas econômicas, principalmente a reforma da Previdência, o que virá, o que será... isso poderá movimentar o dólar. Além disso, aguarda-se também o anúncio da equipe econômica, a manutenção ou não do presidente do Banco Central, outros temas como a reforma tributária e o mercado internacional", explica. Indech avalia como "um processo natural" a incerteza que ainda pode haver em relação aos investidores, já que os anúncios serão feitos até o fim do ano. No entanto, ele aponta como crucial um consenso no núcleo mais próximo de Bolsonaro em torno da reforma da Previdência. "A gente precisa de um pouco mais de tempo para a formalização das ideias e propostas. Dentro do núcleo duro da equipe do Bolsonaro, há vertentes de pensamentos diferentes sobre a reforma da Previdência. Há militares, Paulo Guedes [futuro ministro da Fazenda], Onyx Lorenzoni [futuro ministro da Casa Civil]... será necessário fazer uma costura", diz. Panonko também considera que o período até a posse pode ser de oscilações, especialmente se houver problemas de comunicação da nova equipe. "Vai ter momento de oscilação um pouco mais forte, porque o mercado fica olhando para a expectativa. Às vezes, uma frase mal colocada gera um pessimismo. Mas a tendência é de alta. Isso só muda se esse discurso de reforma for por água abaixo e não conseguir aprovar essas pautas."

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/bolsa-fecha-em-queda-e-dolar-sobe-no-dia-apos-vitoria-de-bolsonaro-30102018

Pesquisa da ANP constata ligeiro recuo no preço médio da gasolina
Data: 30/10/2018

Litro é comercializado no valor médio de R$ 4,723 durante semana passada

Embora o preço do litro da gasolina venha caindo há mais de um mês nas refinarias do país, tendo chegado a custar R$ 2,2514 no dia 19 de setembro, somente agora nesta última semana o preço médio do litro do combustível sofreu uma ligeira retração nas bombas. Embora o preço do litro da gasolina venha caindo há mais de um mês nas refinarias do país, tendo chegado a custar R$ 2,2514 no dia 19 de setembro, somente agora nesta última semana o preço médio do litro do combustível sofreu uma ligeira retração nas bombas.

Link Notícia: http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Economia/2018/10/664970/Pesquisa-da-ANP-constata-ligeiro-recuo-no-preco-medio-da-gasolina

Poluição mata 633 crianças por ano no Brasil
Data: 30/10/2018

Segundo a OMS, as mais atingidas têm até 5 anos. As partículas tóxicas que estão no ar provocam ou agravam problemas respiratórios

Pelo menos 633 crianças menores de 5 anos morrem por ano no Brasil vítimas de complicações relacionadas à poluição, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (29), pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com dados de 2016. Em todo o mundo, o número de crianças dessa faixa etária vítimas do problema chega a 543 mil. De acordo com a OMS, 93% das crianças e adolescentes do mundo (o equivalente a 1,8 bilhão de pessoas) respiram diariamente ar com nível de poluição capaz de colocar a saúde em risco. As partículas tóxicas provocam ou agravam problemas respiratórios que, em alguns casos, podem ser fatais. Segundo especialistas, o impacto do ar de má qualidade tem início já na gestação, com o aumento da probabilidade de mulheres darem à luz prematuramente. "Desde o desenvolvimento fetal, a criança já sofre os efeitos da poluição. O poluente é muito nocivo para a saúde, porque o efeito não é só respiratório é sistêmico, entra na árvore respiratória, chega ao alvéolo, onde tem a troca gasosa, e entra na circulação, causando efeitos nas artérias e no coração, principalmente. Na gestação, leva a enfartes na parte circulatória da placenta, o que diminui o aporte do oxigênio, podendo causar partos prematuros e até morte fetal", explica a patologista clínica Evangelina de Araújo Vormittag, que é diretora de responsabilidade social da Associação Paulista de Medicina e diretora do Instituto Saúde e Sustentabilidade. Outro aspecto que prejudica nessa fase da vida, especialmente entre as crianças mais novas, é o fato de o sistema imunológico ainda estar em formação. "Com isso, tem menos chances de se defender contra esse mal tóxico", afirma a médica. Doenças como alergias, asma, pneumonia e câncer infantil estão entre os problemas de saúde citados pela entidade que podem ter como causa o contato com os poluentes. Com 1 ano e 10 meses, Arthur já sente os efeitos nocivos da poluição. Diagnosticado com rinite alérgica, o menino, morador da zona leste da capital paulista, tem crises no período de clima seco, quando os poluentes ficam mais concentrados. "Na última crise, o problema evoluiu para infecção na garganta e no ouvido. Ele teve de tomar antibiótico 15 dias", conta a mãe do menino, a advogada Monyse Tesser, de 32 anos. Independentemente do clima, a mãe estabeleceu uma rotina de cuidados para evitar complicações na saúde do filho. "Faço lavagem nasal duas vezes por dia nele. Temos inalador, vaporizador, tiramos tapetes de casa e não deixamos bichos de pelúcia no quarto dele." Outros riscos A exposição aos altos níveis de poluição também aumenta os riscos de doenças crônicas, como as cardiovasculares, e pode afetar o neurodesenvolvimento e as habilidades cognitivas. Segundo a OMS, peculiaridades das crianças fazem com que elas se tornem mais vulneráveis aos efeitos da poluição, como respirar mais rápido do que os adultos, fazendo com que a absorção de poluentes seja maior, e viver mais perto do chão, onde essas partículas se concentram. Isso em um momento em que seus cérebros e corpos estão em desenvolvimento. O contato com a poluição dentro de casa, por meio de fogões a lenha e equipamentos de aquecimento e iluminação que utilizam combustíveis poluentes, como o querosene, foi lembrado pela entidade, que defende que sejam criadas políticas para que a população utilize tecnologias livres de poluentes para cozinhar, iluminar e aquecer suas casas. "Claramente precisamos acelerar a mudança para fontes de energia mais limpas. Precisamos fazer com que a população tenha acesso a combustíveis limpos. Provavelmente o mundo precisa reduzir drasticamente a grande dependência de combustíveis fósseis", declarou nesta segunda-feira a diretora do Departamento de Saúde Pública da organização, Maria Neira. Para proteger os filhos dos efeitos da poluição, as recomendações para os pais são evitar andar em casa com calçados usados na rua, umidificar o ambiente e hidratar as vias aéreas das crianças, segundo Marcelo Otsuka, infectologista pediátrico do Hospital Infantil Darcy Vargas, ligado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. "E o aleitamento materno é fundamental. É um dos grandes mecanismos de defesa na primeira infância, porque melhora a imunidade e ajuda no desenvolvimento da criança. Os pais também devem garantir uma dieta saudável, com alimentos de boa procedência e evitar os produtos industrializados." A OMS orienta que escolas e playgrounds sejam instalados longe de locais como vias movimentadas e fábricas. Manifesto Na semana passada, cerca de 30 mil médicos da Associação Paulista de Medicina lançaram o manifesto Um Minuto de Ar Limpo para abordar a necessidade de reduzir a poluição no ar para frear o aumento de doenças ligadas ao problema em São Paulo. Os médicos demonstram preocupação com a saúde da população, pois, de acordo com uma projeção do Instituto Saúde e Sustentabilidade se a poluição se mantiver a mesma deste ano até 2025, na região metropolitana de São Paulo, são estimadas 51.367 mortes e 31.812 internações públicas por doenças respiratórias, cardiovasculares e câncer de pulmão. O documento brasileiro deverá ser apresentado nesta terça-feira, 29, durante a realização da primeira Conferência Global da OMS sobre Poluição do Ar e Saúde, em Genebra, na Suíça. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/poluicao-mata-633-criancas-por-ano-no-brasil-30102018

Declarações de Paulo Guedes sobre Mercosul surpreendem membros do bloco
Data: 30/10/2018

Apontado como futuro 'superministro' de Bolsonaro, economista afirmou que bloco sul-americano não será prioridade no novo governo

As declarações do futuro ministro da área econômica do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, geraram surpresa e desconcerto nos membros do Mercosul. Durante uma entrevista no domingo, no Rio de Janeiro, Guedes disse que a Argentina e o Mercosul "não são prioridade" para o futura gestão do Brasil. Que a prioridade, disse, será comercializar com todo o mundo, como publicou a imprensa argentina. O economista afirmou ainda que o Mercosul é "muito restritivo, que o Brasil ficou prisioneiro de alianças ideológicas e isso é ruim para a economia". Ele também disse que o bloco, formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, só negociava com quem tinha "inclinações bolivarianas", mas que isto não ocorreria mais a partir da presidência de Bolsonaro. Quando a correspondente do jornal argentino Clarín, Eleonora Gosman, perguntou se o Mercosul seria então "desmontado", Guedes respondeu: "Sua pergunta está mal feita. A pergunta é se vamos comercializar somente com a Argentina? Não. Somente com Venezuela, Bolívia e Argentina? Não. Vamos negociar com o mundo". "O Mercosul não é prioridade. Não, não é prioridade. Tá certo? É isso que você quer ouvir? Queria ouvir isso? Você tá vendo que tem um estilo que combina com o do presidente, né? Porque a gente fala a verdade, a gente não tá preocupado em te agradar", acrescentou. As afirmações tiveram forte impacto principalmente na Argentina, segundo maior país do Mercosul depois do Brasil, de acordo analistas e diplomatas ouvidos pela BBC News Brasil. O diretor do mestrado de relações comerciais internacionais da Universidade Tres de Febrero (UNTREF), Félix Peña, disse que o assunto é "tão sério" que preferia opinar somente se o futuro presidente ou o futuro ministro das Relações Exteriores do Brasil falarem sobre o tema. "Que um dos países do bloco diga que não dará prioridade ao Mercosul é algo tão sério que deve ser dito pelo máximo escalão do país e das Relações Exteriores", disse Peña. Ele afirmou ainda que o Brasil está formalmente e legalmente comprometido com o Mercosul, pelos acordos assinados. 'Preocupação e surpresa' O ex-embaixador da Argentina no Brasil Juan Pablo Lohlé disse que as palavras de Guedes geraram "preocupação e surpresa". Mas que as declarações do futuro ministro de Bolsonaro serviram, na sua visão, "de alerta" para a Argentina. O país presidido por Mauricio Macri, afirmou o ex-embaixador no Brasil, não deveria continuar dependente do mercado brasileiro como é atualmente. O Brasil é um dos principais destinos das exportações da Argentina, do Uruguai e do Paraguai. "A Argentina não tem plano B. A Argentina acha que, se o Brasil vai bem, ela vai bem também. É preciso resolver isso. Colocar mais energia nisso, procurar novos mercados nos próprios Estados brasileiros e em outros países", disse Lohlé. Para ele, a Argentina precisa resolver seus problemas domésticos, como a inflação, para tentar decolar e não continuar vivendo em função também do comportamento da economia brasileira. Ele também acha que não é simples o Brasil sair do Mercosul, pelos compromissos que assinou desde a fundação do bloco, em 19991. Ele interpreta que a intenção de Guedes poderia ser "flexibilizar" o esquema tarifário em vigor hoje no bloco. As declarações de que a Argentina e o Mercosul não são prioridade estiveram entre as principais noticias da Argentina, do Uruguai e do Paraguai. "O Mercosul não será prioridade para governo Bolsonaro", publicou o La Nación, de Buenos Aires. "Será que Bolsonaro ratificará o que disse Guedes?", perguntou um comunicador da rádio Ciudad, da capital argentina. Entrevistado pela rádio La Red, de Buenos Aires, o embaixador argentino no Brasil, Carlos Magariños, disse que "não imagino o fim do Mercosul com a chegada de Bolsonaro, mas sabemos que algumas coisas serão avaliadas.". No Uruguai, a rádio Oriental, de Montevidéu, entrevistou especialistas no país que analisaram a afirmação do futuro ministro, chamado por Bolsonaro de "posto Ipiranga" - ou seja, alguém a quem recorreria com frequência. "Sempre juntos. Em busca da ordem e do progresso", escreveu Bolsonaro no Twitter durante a campanha eleitoral, com uma foto ao lado de Guedes. Esperar para ver "Quando ele (Guedes) diz que o Brasil sairá ao mundo, então acabou esta relação econômica que temos (atualmente) de negociar em conjunto. E deveremos analisar como vamos administrar isso, porque temos muitos temas juntos com a infraestrutura conjunta planejada (para o bloco)", disse o ex-embaixador uruguaio Sergio Abreu à rádio uruguaia. Numa entrevista coletiva nesta segunda-feira na Presidência do Uruguai, quando perguntado sobre as afirmações do futuro ministro brasileiro, o presidente Tabaré Vázquez respondeu: "A experiência me ensinou que é oportuno esperar e ver que atitude terá o novo governo em relação ao Mercosul. Não arrisco fazer futurismo com esse assunto porque é muito importante para todos os países que integramos o Mercosul." O próprio Tabaré já tinha sugerido, em seu governo anterior (2005-2010), que o bloco fosse "flexibilizado" para que fossem permitidos acordos comerciais bilaterais. E voltou a falar no assunto em outras ocasiões. Na primeira vez em que falou em "flexibilização", foi criticado por outros membros. Recentemente, a palavra "flexibilização" do Mercosul teria feito parte de conversas entre os presidentes Tabaré e Mauricio Macri, da Argentina, segundo a imprensa uruguaia. "Por isso, acho que a fala de Guedes não causou surpresas aqui no Uruguai. Já se esperava", disse um editor do El País, de Montevidéu. No Paraguai, a reação foi menos evidente, sem declarações públicas das autoridades locais. Procurada, a assessoria de imprensa da Presidência não respondeu aos contatos feitos pela BBC News Brasil. Negociadores brasileiros que falaram sob a condição do anonimato disseram que é preciso esperar para ver o que dirá "o chefe do Guedes", pois Bolsonaro já amenizou declarações feitas pelo economista anteriormente, por exemplo na questão do que poderá ser privatizado no próximo governo. Falando do Rio de Janeiro, o ex-embaixador brasileiro José Alfredo Graça Lima, do Centro Brasileiro de Relaç?es Internacionais (CEBRI), acha que pode ter ocorrido uma confusão quando Guedes citou a Bolívia e Venezuela ao falar sobre o Mercosul. Os dois países não integram o bloco, mas sim a Unasul (União de Nações Sul-Americanas). Mas Graça Lima concordou com o que o futuro ministro disse sobre a "ideologia" na política externa, o que na sua visão ocorreu durante um período do governo Lula. "Acho que aquela ideologia não deu resultados para o Brasil. Mas devemos reconhecer que o Mercosul é principalmente um sucesso político, porém um fracasso comercial", afirmou ele, que foi negociador do Brasil na Organização Mundial do Comércio (OMC). O "sucesso político" é referência ao histórico do bloco que surgiu a partir de um acordo inicial entre os governos de José Sarney e do argentino Raúl Alfonsín (1927-2009), ainda nos anos 1980, quando os dois países desconfiavam um do outro principalmente por seus projetos na área nuclear e quando acabavam de sair de ditaduras militares. Segundo historiadores, o entendimento entre os dois governos acabou virando a semente para a criação do Mercosul. Na opinião de Graça Lima, porém, o Mercosul "virou uma camisa de força" na área comercial, e ele acredita que o sistema de tarifas comuns deveria ser flexibilizado. "Se for feita uma reforma tarifária, o Brasil não precisará sair do bloco. Mas hoje a união aduaneira deixa o bloco engessado", afirmou. Para ele, hoje, o bloco tem efeitos limitados para a área comercial e que prejudicam o Brasil. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/declaracoes-de-paulo-guedes-sobre-mercosul-surpreendem-membros-do-bloco-30102018

Ministro italiano renovará pedido de extradição de Battisti
Data: 30/10/2018

Salvini diz que amizade entre Brasil e Itália será ainda mais forte no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro

Em sua conta do Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, agradeceu ao ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, pela manifestação de apoio à vitória e afirmou que "o presente está chegando" — uma referência à promessa de extradição do ex-militante de esquerda italiano Cesare Battisti, condenado por assassinato na Itália. "O presente está chegando! Obrigado pelo apoio, a direita fica mais forte", escreveu Eduardo. Mais cedo, Salvini saudou a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial do Brasil e afirmou que aguarda a extradição de Battisti. "No Brasil os cidadãos expulsaram a esquerda! Bom trabalho para o presidente Bolsonaro, a amizade entre nossos povos e governo será ainda mais forte", escreveu o líder populista de direita no Twitter. "E depois de anos de discursos vãos, pediria que reenvie para Itália o terrorista vermelho Battisti", completou. Durante a campanha presidencial, Bolsonaro se comprometeu a extraditar Battisti. Cesare Battisti, de 63 anos, foi condenado à prisão perpétua na Itália por participação em quatro homicídios na década de 1970, dos quais se declara inocente. Passou quase 30 anos como fugitivo entre México e França, onde desenvolveu uma carreira de sucesso como escritor de livros policiais, antes de fugir para o Brasil em 2004. Em 2010, a Justiça autorizou a extradição para a Itália, mas o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva - hoje condenado e preso pela Operação Lava Jato - concedeu, no último dia de seu governo, o status de refugiado político ao italiano. 'Sereno' Nesta segunda-feira, 29, um dia depois da eleição de Bolsonaro, Battisti foi a São Paulo para consultar seu advogado, Igor Tamasauskas. "É lógico que ninguém fica tranquilo numa situação dessas. Mas ele está sereno", disse o advogado. Segundo Tamasauskas, um habeas corpus do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), transformada em reclamação em outubro do ano passado, impede a deportação do italiano. O Supremo ainda não julgou o mérito do caso. O advogado argumenta que Battisti está amparado pela Constituição, que fixa prazo (já esgotado) de cinco anos para a revogação de um decreto presidencial e também pelo novo Estatuto do Estrangeiro, que proíbe a deportação de estrangeiros que tenham filhos brasileiros, como é o caso de Battisti. Segundo pessoas próximas de Battisti, ele tem levado a vida normalmente em Cananeia, cidade no litoral sul de São Paulo. Recentemente, ele se mudou para a casa que começou a construir no ano passado e, na semana passada, recebeu uma das filhas e o neto, que vivem na França. Dentro de um mês, o italiano vai lançar o novo livro Marco Zero, que mistura ficção e história, ambientado em Cananeia. Cesare Battisti pretende viajar pelas principais capitais brasileiras para promover o lançamento da publicação. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministro-italiano-renovara-pedido-de-extradicao-de-battisti-30102018

Após eleição, Gustavo Bebianno deixa chefia do PSL
Data: 30/10/2018

Advogado será substituído por Luciano Bivar, parlamentar que já ocupou a liderança da legenda

O advogado Gustavo Bebianno deixou a presidência do PSL horas depois de o partido eleger Jair Bolsonaro para a Presidência da República. A saída de Bebianno do cargo foi publicada na edição desta segunda-feira (29) do Diário Oficial e o posto voltará a ser ocupado por Luciano Bivar (PSL-PE), que havia se afastado da direção da sigla. Reeleito deputado federal, Bivar quer se cacifar para disputar a Presidência da Câmara. Bivar estava afastado do comando do partido para se dedicar à sua campanha vitoriosa a deputado federal por Pernambuco e, por isso, estava em seu lugar Gustavo Bebianno, considerado o braço direito do presidente eleito. "O Bebianno é dedicado e fez bem o seu papel, atingindo o objetivo do partido de eleger Bolsonaro. Agora, o PSL precisa tomar corpo como partido político alinhado a Bolsonaro", disse Bivar à reportagem do Estadão/Broadcast. Segundo Bivar, havia um acordo interno de que ele retornaria ao cargo após as eleições. "A nossa perspectiva é formar uma bancada forte com bastante unicidade para dar prosseguimento às reformas que a sociedade exige", afirmou. Com a mudança, Bebianno volta a ser vice-presidente do PSL. Além disso, o advogado está entre os nomes cogitados para assumir o Ministério da Justiça no novo governo. A indicação, no entanto, ainda não tem sido confirma pelos integrantes do partido. O próprio Bebianno tem dito que há outros "bons nomes" sendo cogitados para o cargo, como a ex-ministra do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Eliana Calmon e o juiz federal Sérgio Moro. Apesar disso, afirmou que ainda não houve nenhuma conversa com os dois sobre o assunto. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/apos-eleicao-gustavo-bebianno-deixa-chefia-do-psl-30102018

PT se reúne em São Paulo para primeira avaliação após as eleições
Data: 30/10/2018

Senadora Gleisi Hoffmann, presidente do partido, reafirmou que é necessário “erguer a cabeça” e manter a luta

Dois dias depois do segundo turno das eleições em que o candidato à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), foi derrotado, a Comissão Executiva Nacional do PT se reúne nesta terça-feira (30) em São Paulo. Será a primeira reunião de avaliação após a vitória do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Nas redes sociais e no site do partido, a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR), eleita para a Câmara dos Deputados, reafirmou que é necessário “erguer a cabeça” e manter a luta. “Uma derrota eleitoral não pode significar a derrota da Constituição e democracia brasileira”, disse Gleisi, em vídeo gravado após a divulgação do resultado oficial no último dia 28. “[Temos de] erguer a cabeça e lutar porque essa é a nossa trincheira.” A assessoria do PT confirmou que Gleisi Hoffmann concederá entrevista coletiva às 14h30. Nas redes sociais na segunda-feira (29), Haddad disse que estava à disposição do país e pediu que as pessoas não tenham medo. “Eu coloco a minha vida à disposição deste país. Não tenham medo, nós estaremos aqui. Nós estamos juntos. Nós estaremos de mãos dadas com vocês”, disse. “Coragem, a vida é feita de coragem.” Horas antes, o candidato do PT felicitou o adversário. “Presidente Jair Bolsonaro, desejo-lhe sucesso. Nosso país merece o melhor. Escrevo essa mensagem hoje [ontem], de coração leve, com sinceridade, para que ela estimule o melhor de todos nós. Boa sorte.” Em entrevista à Rede Record nessa segunda-feira, Bolsonaro se disse disposto a dialogar com os candidatos derrotados nas últimas eleições.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pt-se-reune-em-sao-paulo-para-primeira-avaliacao-apos-as-eleicoes-30102018

Julgamento de PM de suposto grupo de extermínio começa nesta terça
Data: 30/10/2018

Soldado foi expulso da Polícia Militar em fevereiro deste ano, depois de ser acusado de participar de crimes em Mogi das Cruzes, na Grande SP

O julgamento do policial militar expulso da corporação Fernando Cardoso Prado de Oliveira deve ter início nesta terça-feira (30), a partir das 13h, no Fórum de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo. O júri vai decidir se condena o ex-PM acusado de ter participado do assassinato do estudante Matheus Aparecido da Silva, 16 anos, e da tentativa de homicídio contra outros dois rapazes, na madrugada de 15 de novembro de 2013, no bairro de São João, em Mogi das Cruzes. No dia 15 de fevereiro deste ano foi publicado no Diário Oficial do Estado a expulsão do então soldado da Polícia Militar. Ele está preso, juntamente com outro ex-policial militar, suspeito de ter praticado outros assassinatos no município. Segundo o promotor de Justiça Kleber Henrique Basso, em denúncia oferecida em fevereiro de 2016, o ex-policial militar praticava “atividade típica de grupo de extermínio”. Na noite do crime contra Matheus e os dois amigos, Felipe Bueno Ferreira, suposto comparça do ex-PM, também terminou morto. De acordo com a denúncia, Ferreira teria sido atingido com um disparo acidental enquanto atiravam contra as três vítimas. O crime Segundo o MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo), o estudante Matheus estava andando com outros dois amigos, na madrugada de uma sexta-feira, quando o então policial militar Cardoso, juntamente com o suposto comparsa Ferreira e outras duas pessoas não identificadas, desceram de um Fiat Pálio branco, vestindo touca ninja, e dispararam contra eles. Quando começaram os disparos, Matheus teria começado a correr para tentar fugir. No entanto, os quatro suspeitos continuaram atirando contra o jovem. Um dos disparos, que teria sido efetuado pelo então PM Cardoso, atingiu um dos integrantes do grupo — o Ferreira —, que morreu no local. Os homens ainda atiraram contra os dois amigos de Matheus. Uma das vítimas chegou a levantar as mãos, mas levou um tiro na nuca. Ele foi socorrido e sobreviveu. O outro rapaz se jogou no chão e teria fingido estar morto durante os tiros e não sendo atingindo. Os dois sobreviventes e outras oito testemunhas devem ser ouvidas durante o julgamento. Uma das pessoas que vai depor é a mãe de Matheus, Claudete Rodrigues do Espírito Santo, 39 anos. “Não tenho conseguido dormir, estou ‘chorona’, quero que ele seja condenado e continue preso”, disse Claudete. Segundo o promotor Basso, “os crimes foram cometidos por motivo torpe, pois os denunciados pretendiam dar cabo à vida das vítimas em razão destas serem usuárias e envolvidas com drogas”. Para a Justiça, a defesa do ex-policial militar disse que não existe no processo “nenhuma prova clara, nem documental ou testemunhal para comprovar realmente o que alega na peça acusatória”, negando o envolvimento de Cardoso nos crimes. Série de assassinatos Chacinas e ataques a tiros em bairros periférios de Mogi das Cruzes deixaram 21 pessoas mortos em pouco mais de seis meses, entre novembro de 2014 e julho de 2015. A violência resultou na formação de um grupo de familiares das vítimas, chamado Mães Mogianas. O movimento organiza manifestações e rodas de conversas entre as mães das vítimas dos crimes de Mogi das Cruzes, além de participar de atos com mães de outras vítimas de violência do Estado, sobretudo mortos pelas forças policiais. Uma das lideranças das Mães Mogianas, Claudete afirma que a possível condenção do ex-policial militar Cardoso "com cerceza é uma vitória de todas as mães". Você tem alguma denúncia? Envie um e-mail para denuncia@r7.com

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/julgamento-de-pm-de-suposto-grupo-de-exterminio-comeca-nesta-terca-30102018

Avião que caiu na Indonésia teve problema em voo anterior
Data: 30/10/2018

Causa do acidente está sendo investigada, afirmou autoridade do comitê nacional de segurança de transporte. Aeronave transportava 189 pessoas

O avião Boeing 737 MAX 8 da empresa Lion Air que caiu com 189 pessoas a bordo na segunda-feira (29) teve problemas técnicos em seu voo anterior, incluindo "velocidade de voo não confiável", disse uma autoridade do comitê nacional de segurança de transporte da Indonésia, nesta terça-feira (30). "Houve problemas técnicos, um deles foi de fato velocidade de voo não confiável", disse o vice-chefe do comitê, Haryo Satmiko, em entrevista coletiva, referindo-se a problemas com o avião durante voo de Denpasar, em Bali, para Jacarta, no domingo (28) à noite. "A causa do acidente ainda está sendo investigada e todos nós estamos curiosos para saber o que pode ter causado a queda", disse. Ele disse que o comitê tem uma gravação da conversa entre o piloto do JT610 e a torre de controle em Jacarta antes do acidente, bem como informações do público, incluindo comentários em mídias sociais. "Também estamos pedindo informações do último piloto que voou de Denpasar para Jacarta, mas não encontramos o técnico", acrescentou ele, referindo-se ao técnico que vistoriou a aeronave entre os dois voos. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/aviao-que-caiu-na-indonesia-teve-problema-em-voo-anterior-30102018

Chacina em Belém do Pará deixa oito mortos nesta segunda
Data: 30/10/2018

Os assassinatos ocorreram em diferentes pontos do bairro da capital do Pará. Policiais civis fazem policiamento em busca de informações sobre suspeitos

Oito pessoas morreram em uma chacina no bairro de Tapanã, em Belém (PA), na tarde desta segunda-feira (29), informou a Segup (Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social). O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil. O órgão disse que 11 pessoas foram baleadas e cinco delas morreram no local do crime. Seis foram encaminhadas à Unidade de Pronto Atendimento do Tapanã, onde três não resistiram aos ferimentos. Outras três vítimas permanecem internadas. Os assassinatos ocorreram em diferentes pontos do bairro da capital do Pará. Segundo a Secretaria, policiais civis fazem policiamento na região em busca de informações sobre suspeitos. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/cidades/chacina-em-belem-do-para-deixa-oito-mortos-nesta-segunda-30102018

EUA: Explosivos são enviados para os ex-presidentes Obama e Clinton
Data: 24/10/2018

Dispositivos também teriam sido enviados para o prédio Time Warner Center, em Nova York, onde se situam os estúdios da rede de notícias CNN

O Serviço Secreto dos Estados Unidos reportou, nesta quarta-feira (24), que diversos pacotes suspeitos, supostamente com explosivos, foram enviados às residências dos ex-presidentes Barack Obama e Bill Clinton e ao prédio Time Warner Center, em Nova York — onde se situam os estúdios da rede de notícias americana CNN. "Os pacotes foram imediatamente identificados durante os procedimentos rotineiros de inspeção de entregas como um potencial dispositivo explosivo e foram prontamente tratados como explosivos", disse o Serviço Secreto americano no Twitter. "Ambos os pacotes foram interceptados antes de serem entregues para os destinatários. Os protegidos [Obama e Clinton] não receberam os pacotes nem correram o risco de recebê-los", acrescentou o comunicado. O pacote enviado à casa do ex-presidente Bill Clinton tinha como destinatária a ex-secretária de Estado americana Hillary Clinton, mulher de Bill. A embalagem foi deixada ontem e achada por um técnico que examina as cartas para o ex-presidente e para a ex-primeira-dama, na residência deles, em Chappaqua, Nova York. O segundo pacote suspeito foi detectado em correspondência enviada para o escritório de Obama e foi interceptado pelo serviço secreto em Washington, capital dos Estados Unidos. De acordo com autoridades, Obama e o casal Clintons não correm riscos. Rede CNN O pacote de explosivos encontrado na sala de correspondências da rede de notícias CNN, no Time Warner Center, cotinha bombas caseiras, mas funcionais, de acordo com a própria emissora. O local foi esvaziado. Anteriormente, a rede CNN havia relatado que um dispositivo também havia sido enviado à Casa Branca, em Washington, e sido interceptado na instalação militar Joint Base Anacostia-Bolling. No pacote, teriam sido encontrados projéteis. Porém, o serviço secreto desmentiu, fato confirmado pela própria CNN. A mídia local reporta que parte dos artefatos são semelhantes ao encontrado em uma caixa de correio do lado de fora da residência em Nova York do financista bilionário George Soros na segunda-feira (22).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/eua-explosivos-sao-enviados-para-os-ex-presidentes-obama-e-clinton-24102018

Aplicativo vira botão de pânico contra violência doméstica em SP
Data: 24/10/2018

Programa Guardiã Maria da Penha garante acionamento da guarda civil em situações de emergência e pedidos de socorro

Criado para atender mulheres vítimas de violência doméstica, o programa Guardiã Maria da Penha - parceria entre a Guarda Civil Metropolitana e o Ministério Público de São Paulo - será ampliado. Começa a funcionar nesta quarta-feira (24) um aplicativo com função de botão do pânico. Pelo aplicativo, a equipe vai até a casa da vítima, apresenta-se e passa as orientações. Após o primeiro contato e a inclusão no programa, há rondas nos locais onde a mulher se sente ameaçada. "Eu encorajo todas as mulheres a tomarem a mesma iniciativa que tomei. Não somos obrigadas a viver sendo espancadas e não devemos ter medo de denunciar", afirma Susana, uma dona de casa de 49 anos que enfrentou problemas de violência com o marido e o filho e pediu medida protetiva. "Acredito que vou ficar mais protegida com o aplicativo. Só um clique e a ajuda vem imediatamente." O Guardiã atende hoje 170 mulheres da região central de São Paulo. E será ampliado para as regiões norte e sul da capital no dia 1º de novembro. Desde 2014, a iniciativa já realizou 42.814 visitas e atendeu 1.888 mulheres. Na prática, o MP (Ministério Público) encaminha os casos de medidas protetivas para a GCM (Guarda Civil Metropolitana), com classificação de risco verde, amarela ou vermelha, pela gravidade. Até esta terça-feira (23), caso estivesse em situação de emergência e precisasse pedir o socorro de guardas-civis, a única opção da vítima seria telefonar para o 153. Hoje o aplicativo é mais uma possibilidade de acionamento. Em Sorocaba, no interior paulista, um aplicativo de botão do pânico funciona desde fevereiro - e já teve 50 acionamentos. Em outras cidades de São Paulo, as vítimas podem recorrer ainda ao aplicativo Juntas (PLP 2.0) que "pede socorro a pessoas cadastradas". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/aplicativo-vira-botao-de-panico-contra-violencia-domestica-em-sp-24102018

PF apreende 11 fuzis e tabletes de cocaína no Santos Dumont
Data: 24/10/2018

Material foi encontrado por cão farejador dentro de fritadeira e, segundo policiais, seria distribuído entre os complexos da Penha e do Alemão

A Polícia Federal apreendeu 11 fuzis no Aeroporto Santos Dumont, na região central do Rio, na noite de terça-feira (23). As armas estavam dentro de uma fritadeira elétrica e foi encontrada por um cão farejador da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF. Além das armas, foram apreendidos 19 carregadores e dois tabletes de cocaína estavam dentro do equipamento. De acordo com a PF, o material foi despachado na cidade de Cascavel, no Paraná, e encaminhado para o Rio. O homem que receberia as armas foi preso em flagrante no aeroporto. O suspeito foi levado para a sede da PF, onde prestou depoimento, e em seguida encaminhado para o Complexo de Gericinó. Segundo os investigadores, ele será indiciado por tráfico de armas e drogas. Para a Polícia Federal, as armas seriam entregues a traficantes dos complexos do Alemão e da Penha, na zona norte do Rio.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/pf-apreende-11-fuzis-e-tabletes-de-cocaina-no-santos-dumont-24102018

Qual a importância do STF e por que próximo presidente não pode 'limpar' Corte?
Data: 24/10/2018

Após crise gerada por fala de filho de Bolsonaro, apoiadores do candidato defenderam “limpeza” do Supremo nas redes sociais

Após a forte reação de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) à fala de um dos filhos do candidato presidencial Jair Bolsonaro (PSL) — de que bastariam "um cabo e um soldado" para fechar a Corte —, a campanha se apressou para se retratar e buscar reduzir a tensão com a cúpula do Poder Judiciário. Apesar disso, a hashtag #LimpezaNoSTF disparou entre os assuntos mais comentados do Twitter com postagens de ataque ao principal tribunal do país e críticas ao que consideraram uma reação desproporcional à fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro, feita em julho, mas que viralizou no domingo. Nessa linha, diversas postagens destacaram também falas anteriores de petistas contra o Supremo, cobrando reações semelhantes. Diante da troca de declarações que atingiu a mais alta Corte do país, a BBC News Brasil explica abaixo para que serve o tribunal, a importância de sua independência frente ao presidente da República e por que o mandatário não tem poderes para fazer uma "limpeza" em sua composição. Qual a função do STF? A função primordial do STF, assim como das cortes supremas de outras nações, é garantir a aplicação da Constituição Federal. Dessa forma, o Supremo tem o poder de anular leis criadas pelo Congresso Nacional ou decretos presidenciais e atos administrativos de qualquer órgão público caso considere que eles contrariem a Carta. Essa atuação do tribunal está definida no contexto da divisão dos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e tem a finalidade de evitar que os governantes ou legisladores eleitos abusem de suas prerrogativas sob o argumento de que representam o desejo da população, explica Estefânia Barboza, professora de Direito Constitucional da UFPR (Universidade Federal do Paraná). "As cortes constitucionais são pensadas para controlar as maiorias eventuais, porque em momentos de crise os cidadãos em geral e os poderes políticos são seduzidos a violar direitos", ressalta. Ao proteger a Constituição, o STF tem a importante função de atuar como Poder "contramajoritário", impedindo medidas que desrespeitem os direitos dos grupos minoritários, reforça o professor de direito constitucional da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) Daniel Sarmento. STF 'Vamos supor que o Congresso aprove uma lei proibindo uma religião que tem um pequeno grupo de seguidores, o Supremo tem o poder de derrubar essa lei e proteger a liberdade religiosa desse grupo', exemplifica professor de direito constitucional. "Vamos supor que o Congresso aprove uma lei proibindo uma religião que tem um pequeno grupo de seguidores. O Supremo tem o poder de derrubar essa lei e proteger a liberdade religiosa desse grupo", exemplifica ele. Em 2017, por exemplo, o STF suspendeu decreto do presidente Michel Temer que mudava as regras para combate ao trabalho escravo. No entendimento da ministra Rosa Weber, a medida dificultaria a repressão à exploração de trabalhadores, afrontando os direitos constitucionais à liberdade e à dignidade da pessoa humana. Já em junho deste ano, a maioria da Corte considerou inconstitucional e lei que previa o voto impresso associado à urna eletrônica, por entender que esse mecanismo colocava em risco um direito fundamental: o sigilo do voto. Em 2014, por outro lado, o Supremo manteve a política de cotas raciais adotada pela UnB (Universidade de Brasília) por entender que a medida não feria o direito constitucional à igualdade - pelo contrário, reparava a exclusão histórica sofrida por negros. Por que um presidente não pode 'limpar' o STF? Para que uma corte suprema possa exercer seu papel de coibir o abuso dos demais poderes, seus ministros precisam ter independência. Essa autonomia, no caso brasileiro, decorre da impossibilidade do presidente retirar o mandato de um ministro do Supremo que não lhe agrade, afirma Barboza. Embora os integrantes das cortes sejam indicados pelo presidente e precisem ter sua nomeação aprovada pela maioria do Senado, o fato de seu mandato ser irrevogável reduz a capacidade de pressão dessas autoridades sobre eles. Hoje, os ministros do STF têm seu mandato garantido até os 75 anos, quando ocorre a aposentadoria compulsória. Os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio atingirão essa idade em 2020 e 2021, respectivamente, o que garante ao menos duas indicações ao próximo presidente. Fora a aposentadoria compulsória, apenas um processo de impeachment por crime de responsabilidade pode destituir um ministro da Suprema Corte, o que nunca ocorreu no país. Enquanto muitos opositores do PT criticam o fato de o STF ser quase todo formado por ministros indicados por presidentes petistas - Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff nomearam nove dos onze membros da atual composição -, a professora da UFPR diz que isso é do "jogo democrático" e reflete a realidade de o partido ter vencido quatro eleições presidenciais. Getty Images Um dos posts associados à hashtag #LimpezaNoSTF reivindicava 'juízes de carreira, sem indicação ', em uma crítica ao processo de escolha dos ministros "O fato de a maioria dos ministros ter sido indicada pelos governos do PT não impediu diversas decisões desfavoráveis ao partido. Lula não obteve o habeas corpus (em abril) e está preso", pondera a professora da UFPR. Um dos posts associados à hashtag #LimpezaNoSTF reivindicava "juízes de carreira, sem indicação", em uma crítica ao processo de escolha dos ministros. Segundo o professor da Uerj Daniel Sarmento, "concurso para ministro do Supremo não existe em país algum do mundo". Ele explica que o STF, por ser um Poder da República, é um órgão político em sentido amplo, não partidarizado, e por isso sua formação passa pelos outros Poderes. "Os ministros não têm mandato, ficam muito tempo na Corte. A indicação política, que passa pelo presidente e pelo Senado, é um mecanismo de aproximar as visões de mundo dos ministros dos órgãos majoritários (Poderes Executivo e Legislativo) a cada momento", pondera. "O que a população pode demandar é que se leve muito a sério, na hora da escolha política, é qualificação técnica. Isso é algo que no Brasil vem sendo observado", acrescenta. Um modelo que se espalhou pelo mundo Sarmento ressalta que esse modelo de atuação da Suprema Corte predomina hoje no mundo - ele nasce no final do século XVIII nos Estados Unidos e se espalha por outros países em ondas, uma delas a partir do término da Segunda Guerra Mundial (1945) e outra nos anos 80 e 90, período marcado pela queda de ditaduras militares na América Latina e pela derrubada do Muro de Berlim, na Alemanha, que antecedeu o fim de regimes comunistas no leste europeu. O STF é criado como Corte de controle constitucional no Brasil após a Proclamação da República, em 1989, mas sua capacidade de exercer esse controle é expandida e se consolida a partir da Constituição de 1988, quando mais instituições passam a ter a prerrogativa de levar aos ministros questionamentos sobre a aplicação da Carta Magna. Durante esse mais de um século de atuação, a Corte sofreu ingerência de governos autoritários. Após a chamada Revolução de 1930, liderada por Getúlio Vargas, o governo reduziu o número de integrantes de quinze para onze. Já em 1965, um ano após o golpe militar, o Ato Institucional número 2 aumentou a composição para 16 ministros. Depois, em janeiro de 1969, com base no Ato Institucional número 5, foram aposentados três ministros. No mês seguinte, o número de ministros foi reduzido novamente a onze, com o fechamento das vagas que estavam vazias. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Em julho deste ano, Bolsonaro chegou a dizer que nomearia dez novos ministros, aumentando a composição do STF para 21 ministros Em julho deste ano, Bolsonaro chegou a dizer que nomearia dez novos ministros, aumentando a composição do STF para 21 ministros, depois que a Segunda Turma do tribunal soltou alguns condenados em segunda instância. "É uma maneira de você colocar dez isentos lá dentro porque, da forma como eles têm decidido as questões nacionais, nós realmente não podemos sequer sonhar em mudar o destino do Brasil", disse em entrevista à TV Cidade, de Fortaleza. Segundo Sarmento, aumentar o número de ministros da Corte com objetivo de criar uma maioria alinhada e "dócil" ao governo é uma manobra conhecida como "empacotamento". "Foi tentada por (Franklin Delano) Roosevelt durante o New Deal (plano de recuperação econômica que teve medidas barradas na Suprema Corte americana nos anos 30), mas ele teve que recuar", ressaltou. Um caso mais recente no continente ocorreu em 2004, quando o então presidente venezuelano Hugo Chávez elevou de 20 para 32 os magistrados da Superma Corte, recorda Estefânia Barboza. "Com uma medida dessa você desestrutura toda a democracia", resume ela. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/eleicoes-2018/qual-a-importancia-do-stf-e-por-que-proximo-presidente-nao-pode-limpar-corte-24102018

Caminhoneiros de Goiás falam em bloquear estradas na segunda
Data: 24/10/2018

Grupo diz que medida serve para fazer

Irritados com o descumprimento da tabela do piso mínimo do frete e o que entendem ser uma falha da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) em fiscalizar a medida, caminhoneiros de Goiás estão se mobilizando para bloquear as estradas do Estado na próxima segunda-feira (29) para fazer uma fiscalização informal. "Vamos bloquear a pista, as entradas das fábricas. Todos os caminhões que estiverem carregados abaixo do piso mínimo vai (sic) ter de voltar para a transportadora. Só sai de Catalão dentro do piso mínimo", diz Wallace Landim, o Chorão, uma das lideranças da categoria. Assim, o bloqueio deverá atingir as cargas que vêm do Sul do País através de São Paulo. O movimento não deve atingir São Paulo, segundo informou presidente do Sindicam (Sindicato dos Transportadores Autônomos de Bens) de São Paulo, Norival de Almeida Silva, o "Preto". Porém, os bloqueios podem não ficar limitados a Goiás. Em Santa Catarina, a categoria deve se reunir para decidir se adere ou não ao movimento, segundo informou o autônomo Alexandre Fróes, que atua no porto de Itajaí. "A movimentação está em todos os Estados", informou. Além da mobilização do dia 29, há uma paralisação sendo convocada para o dia 10 de novembro. "Precisamos fazer valer a lei", disse o presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Ponta Grossa (PR), Neori "Tigrão" Leobet. "'Tamo' juntos." Dentro da própria categoria há quem coloque em dúvida a efetividade da iniciativa dos caminhoneiros de Goiás. "A ideia é ótima, mas a execução é muito complicada", avaliou o presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga (Sinditac) de Ijuí (RS), Carlos Alberto Litti Dahmer. "Se existe a lei e a penalidade e o caminhoneiro se sente acuado para cobrar seu direito, não acredito que vá enfrentar a transportadora de cara limpa." Uma queixa recorrente dos caminhoneiros é essa: as transportadoras estão pagando frete abaixo do piso mínimo estabelecido nas tabelas da ANTT. Se o caminhoneiro não aceita, ele entra para uma espécie de "lista negra" e não é mais contratado. Assim, eles se sentem impedidos de exigir seus direitos. Por isso, cobram uma ação mais contundente da ANTT. A agência, porém, ainda está elaborando uma versão completa das tabelas de piso mínimo do frete e o regulamento com as penalidades para o descumprimento delas. Nada disso está pronto. Existe uma tabela em vigor, feita às pressas para encerrar a paralisação, mas os próprios caminhoneiros reconhecem que ela contém erros. Por exemplo, cobrar mais barato para transportar uma carga perigosa do que uma carga comum. A ANTT também tem feito fiscalizações, mas ainda não aplica penas. A demora causa impaciência. "Eu não acho justo parar um país para fazer uma agência de governo funcionar, mas é isso que pode acontecer", disse Chorão. Prazos e ritos A agência informa que tem trabalhado na maior rapidez possível. No entanto, não pode atropelar prazos e ritos, para não prejudicar a solidez jurídica das normas que está elaborando. No momento, a agência ainda colhe sugestões para elaborar as penalidades pelo descumprimento da tabela. O prazo para apresentação de propostas acaba no dia 9 de novembro. Depois disso, elas ainda precisarão ser consolidadas para só então ser elaborada a norma. É por causa desse prazo do dia 9 que algumas lideranças chamam uma paralisação para o dia 10. Mas a ideia divide a categoria. "Preto", por exemplo, não pretende mobilizar a base paulista para esse movimento tampouco. "Eu não vou tomar uma decisão antes de falar com o presidente eleito", informou "Chorão". Ele já conversou com o candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o general Hamilton Mourão, para pedir uma audiência com aquele que acredita que será eleito no próximo domingo. Outras lideranças também esperam dialogar com o presidente eleito ainda este ano, na expectativa de obter dele algum compromisso de apoio à categoria. O próprio STF (Supremo Tribunal Federal), que analisa a constitucionalidade de o governo elaborar tabelas com preços mínimos do frete, também aguarda o resultado das urnas. Entre as medidas adotadas para encerrar a greve, está o subsídio destinado a garantir um desconto de R$ 0,30 por litro de diesel. Essa medida acaba no dia 31 de dezembro próximo. Porém, não é algo que mobilize os caminhoneiros, porque as regras para o cálculo da tabela dos preços mínimos do frete contemplam o repasse das variações de preço do combustível. No entendimento deles, se a tabela for mantida e for cumprida, o subsídio não é necessário. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/caminhoneiros-de-goias-falam-em-bloquear-estradas-na-segunda-24102018

Em carta, setor da construção pede respeito e defesa da Constituição
Data: 24/10/2018

Entidades destacam, em manifesto, crise sem precedentes e, sem citar candidatos, avisa que escolha da população será determinante para o futuro

Entidades destacam, em manifesto, crise sem precedentes e, sem citar candidatos, avisa que escolha da população será determinante para o futuro

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/em-carta-setor-da-construcao-pede-respeito-e-defesa-da-constituicao-24102018

Temer realiza reunião no Planalto com ministros para acelerar obras
Data: 24/10/2018

Presidente tem reiterado a aliados que quer deixar um legado positivo nos últimos meses de governo, apesar de sua baixa popularidade

O presidente Michel Temer apresentará a ministros uma lista com 20 obras prioritárias que quer iniciar ou finalizar até o final do ano em todas as regiões do País. O emedebista convocou uma grande reunião no Palácio do Planalto na manhã desta quarta-feira (24) para tratar do assunto. Temer tem reiterado a aliados que quer deixar um legado positivo nos últimos meses de governo, apesar de sua baixa popularidade. O ministro de Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou ao Broadcast Político, na semana passada, que é um "desafio imposto concluirmos o máximo possível de obras emblemáticas em todo o País". Ele afirmou que, seguindo o processo normal, as obras não seriam disponibilizadas na gestão Temer. As obras, segundo ele, são tocadas pelos respectivos ministérios, e o Palácio do Planalto ajuda na coordenação. Entre as obras está a entrega do Aeroporto de Macapá (AP); a conclusão da travessia urbana de Porto Velho (RO); a conclusão das obras do anel viário de Campo Grande (MS); a modernização do Porto de Vitória (ES); a inauguração do hospital de Aparecida de Goiânia (GO); e iniciar as obras do projeto Sirius, laboratório de luz síncroton de 4ª geração em construção dentro do Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP). Outro objetivo é terminar as obras da nova ponte sobre o Rio Guaíba, em Porto Alegre (RS). Porém, há dificuldades que podem inviabilizar os planos do governo federal. O ministro Carlos Marun admite que este é um "grande desafio" e há "dificuldade", pois o governo negocia o reassentamento de pelo menos 100 famílias na região, o que está sendo tratado pelo Ministério Público. Até o momento, nenhuma família foi retirada do local e haverá uma "vistoria", de acordo com o ministro, em novembro. Temer também pretende incluir eventos em sua agenda como o lançamento ao mar do Submarino Riachuelo, previsto para o dia 12 de dezembro. O evento já estava previsto pela Marinha há alguns meses. O presidente quer, ainda, iniciar a construção de duas pontes na fronteira entre o Brasil e o Paraguai: uma em Foz do Iguaçu, que está pronta para ser construída, mas ainda depende de negociações, e outra entre a cidade de Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta, no Paraguai. Os acordos estão sendo tratados pelo Ministério de Relações Exteriores e Ministério de Minas e Energia (MME). Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-realiza-reuniao-no-planalto-com-ministros-para-acelerar-obras-24102018

Gilmar Mendes arquiva outro inquérito contra Aécio Neves
Data: 24/10/2018

Neves é investigado por supostamente ter atuado para fraudar registros do Banco Rural remetidos à CPMI dos Correios, em 2005

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou o arquivamento de um inquérito contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), no qual é investigado por supostamente ter atuado para fraudar registros do Banco Rural remetidos à CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inqúerito) dos Correios, em 2005. O arquivamento havia sido pedido pela Procuradoria-Geral da República em setembro. O inquérito tinha como base a delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral, que presidiu a CMPI e relatou ter sido procurado por Eduardo Paes, então deputado pelo PSDB, que lhe teria pedido, em nome de Aécio, o adiamento do prazo dado ao Banco Rural para o envio dos documentos, de modo a haver tempo para a fraude. O objetivo, segundo Delcídio, seria maquiar dados que pudessem revelar esquema semelhante ao Mensalão, sendo operado pelo publicitário Marcos Valério na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em benefício do então governador Aécio Neves e de seu vice, Clésio de Andrade. Ao pedir o arquivamento do inquérito, Raquel Dodge argumenta que “a autoridade policial não recolheu provas ou elementos de convicção suficientes para corroborar as declarações do colaborador e permitir a instauração da ação penal”. Gilmar Mendes acatou os argumentos da PGR. Este é o segundo inquérito contra Aécio arquivado pelo ministro este ano. O outro, arquivado em junho, dizia respeito ao envolvimento do senador em desvios em Furnas, umas das subsidiárias da Eletrobras.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/gilmar-mendes-arquiva-outro-inquerito-contra-aecio-neves-24102018

Na Argentina, Palmeiras e Boca iniciam luta pela final da Liberta
Data: 24/10/2018

Em semifinal de rivais ricos, o time argentino é o mais valioso da Libertadores, enquanto o Palmeiras é o que mais investiu no futebol brasileiro

A semifinal entre Boca Juniors e Palmeiras, nesta quarta-feira (24), às 21h45, no mítico estádio La Bombonera, reúne os elencos mais caros da Libertadores. De acordo com o site alemão Transfermarket, especializado em transferências internacionais, o Boca Juniors tem um time avaliado em R$ 495,1 milhões e o Palmeiras, em R$ 329,3 milhões. Embora as cifras sejam significativas no contexto sul-americano, elas estão distantes do mercado europeu. O Barcelona, por exemplo, vale R$ 1,1 bilhão, mais do que os rivais juntos. O tamanho do investimento desses dois clubes é diretamente proporcional à responsabilidade e cobrança de vencer. Antes de Felipão chegar, o Palmeiras vinha sofrendo com cobranças de campo relacionadas à quantidade de dinheiro gasto na compra de seus jogadores. Eduardo Carlezzo, advogado especialista em negociações internacionais, disse ao Estado que os dois clubes colhem os frutos esportivos de um fortíssimo investimento em atletas. “Neste ano, a Libertadores chega à fase semifinal seguindo o que ocorre na Liga dos Campeões há muito tempo: sem surpresas, com a presença dos times grandes e ricos do continente. Já nas oitavas de final, ocorreu movimento semelhante, sendo o Tucumán o único intruso entre as equipes de tradição e com melhor situação financeira”, diz Carlezzo. “O dinheiro falou mais alto, contrariando os resultados dos últimos cinco anos quando clubes pequenos avançaram às semifinais e à própria final”, lembra.O Boca se fortaleceu após a Copa da Rússia e gastou cerca de US$ 18 milhões (R$ 69 milhões) em reforços. Mauro Zárate, Sebastián Villa, Carlos Izquierdoz, Esteban Andrada e Carlos Lampe foram contratados nos últimos meses. O time é patrocinado pela empresa área Qatar Airways, que fechou acordo até 2023. Segundo a imprensa argentina, são US$ 5 milhões (R$ 18 milhões) por ano. Veja também: Palmeiras dispara no topo, e Timão na degola: veja a tabela do returno Outra parte das receitas do Boca vem dos associados. O clube possui cerca de 98 mil sócios, que geram 900 milhões de pesos anuais (R$ 90 milhões). Nas últimas duas temporadas, a equipe teve 400 milhões de pesos de lucro (R$ 40 milhões). Os investimentos não se transformam em avalanche de conquistas. Embora bicampeão nacional, o técnico Guillermo Schelotto convive com críticas. Ele é cobrado por não ter feito o time embalar. O Boca está na quinta posição na Superliga. Na Copa Argentina, foi eliminado nas oitavas pelo Gimnasia. Na Libertadores, cresceu no mata-mata após ter ajuda do Palmeiras para garantir a segunda colocação no Grupo 8.O Palmeiras também tem um patrocinador forte. A Crefisa e a Faculdade das Américas investem R$ 78 milhões anualmente, montante destinado ao contrato de patrocínio, ajuda em pagamentos de salários de jogadores e premiação. Trazida durante a gestão do presidente Paulo Nobre, em 2015, a empresa vem sendo um dos pilares desde que a parceria foi firmada. Nos últimos anos, o time contou com a parceira para trazer Dudu, Felipe Melo, Lucas Lima e Borja, entre outros. Reforços como Diogo Barbosa, Marcos Rocha, Weverton e Emerson Santos chegaram com os recursos do clube. Luiz Felipe Scolari afirmou que os altos investimentos aumentam a obrigação de conquista. Após a vitória sobre o Ceará, pelo Brasileiro, domingo, o treinador desabafou. “As dificuldades não são só para mim. Há pouco tempo, me comuniquei com o Juan Lopetegui (técnico do Real Madrid), e as dificuldades dele são idênticas. Comandamos times que precisam ser campeões, e sofremos um pouco mais com isso”, afirmou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/na-argentina-palmeiras-e-boca-iniciam-luta-pela-final-da-liberta-24102018

Palmeiras ou Boca: quem leva a melhor na semi da Libertadores?
Data: 24/10/2018

Brasileiros e argentinos fazem nesta quarta (24), em Buenos Aires, o primeiro jogo da semifinal da Libertadores. O R7 quer saber quem ganha o jogão?

Montagem R7 Palmeiras e Boca Juniors fazem nesta quarta-feira (24), às 21h45, o primeiro jogo da semifinal da Libertares no estádio da Bombonera, em Buenos Aires, Argentina. Será o terceiro encontro entre eles em 2018, já que estavam no mesmo grupo na primeira fase da competição. Na partida em Buenos Aires, os brasileiros venceram por 2 a 0 e em São Paulo o jogo terminou empatado em 1 a 1.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/palmeiras-ou-boca-quem-leva-a-melhor-na-semi-da-libertadores-24102018

Sem Libertadores e na Série A: Corinthians se planeja para 2019
Data: 24/10/2018

Timão busca jogadores mais experientes para a próxima temporada, quando não deverá disputar a Libertadores; três reforços já foram contratados

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, admitiu os riscos de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas também questionou que a imprensa não comenta que ainda há chances de alcançar uma vaga na Libertadores. Internamente, porém, a diretoria alvinegra planeja 2019 com o Timão na elite nacional e fora do principal torneio sul-americano O Corinthians, inclusive, já contratou três reforços de olho na próxima temporada. O lateral-direito Michel Macedo e o atacante Gustavo treinam com o elenco, enquanto André Luiz defende a Ponte Preta e se apresentará ao Timão no início de 2019. A diretoria admite que busca mais reforços para o ano que vem, mas novamente não pretende investir em jogadores caros. Ao ser questionado sobre Diego Tardelli, por exemplo, Andrés Sanchez afirmou que não fará "loucura" e afirmou que busca atletas mais experientes para o elenco. — Desde que o jogador não queira ganhar 700 (mil), 800 (mil), 1 milhão por mês. Eu não vou fazer esse tipo de loucura. A conta um dia chega. Chegou um dia para o Corinthians, vai chegar para os outros clubes. Mas vamos procurar jogadores com um pouco mais de experiência para completar com os garotos que temos lá. Mas, não vou fazer loucura — disse Andrés.Atualmente, o Corinthians ocupa o 12º lugar do Brasileirão, com 36 pontos. Ou seja, a oito rodadas para o fim do campeonato, faltam nove pontos para o Timão chegar aos 45, número considerado suficiente para se livrar do rebaixamento. Olhando para a parte de cima da tabela, o Timão está a dez pontos do Atlético-MG, atualmente sexto colocado, última posição que dá vaga para a próxima Libertadores. Há a chance de abrir mais um lugar, caso Palmeiras ou Grêmio vença o torneio sul-americano neste ano e termine entre os seis melhores do Brasileirão.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/sem-libertadores-e-na-serie-a-corinthians-se-planeja-para-2019-24102018

Cartunista Ziraldo recebe alta médica após ficar 28 dias internado
Data: 24/10/2018

Autor de "O Menino Maluquinho" estava hospitalizado no Pró-Cardíaco, no Rio de Janeiro, após sofrer um AVC hemorrágico em setembro

Ziraldo recebeu alta médica na tarde de quarta-feira (23). O cartunista estava internado desde o último dia 26 de setembro, no Hospital Pró-Cardíaco, no Rio de Janeiro, após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico. A informação foi confirmada pela assessoria do hospital. O escritor chegou a ficar no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) por cinco dias e, após apresentar melhora, foi transferido para o semi-intensivo. Na unidade, o dramaturgo passou a receber tratamento fisioterápico intensivo por conta das consequências do acidente cerebral. O chargista, escritor e dramaturgo tem 85 anos e é o autor de O Menino Maluquinho. Publicada em 1980, a obra virou adaptação para o cinema e para a TV, seriados, desenhos animados e até ópera. O Livro, que vendeu milhões de cópias em todo o mundo, recebeu o prêmio Jabuti de literatura infantil de 1980. *Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/cartunista-ziraldo-recebe-alta-medica-apos-ficar-28-dias-internado-24102018

Famílias de vítimas de voo da Chape ainda estão sem indenização
Data: 16/10/2018

Após irem à Bolívia, familiares não receberam explicação da seguradora Bisa sobre a situação. Segundo AFP, empresa não quis comentar sobre assunto

Os membros da Associação dos Familiares e Amigos das vítimas do acidente do voo da Chapecoense, que aconteceu em 2016, foram à Bolívia tentar buscar informações sobre indenização, mas voltaram sem nenhuma resposta. De acordo com a AFP, a empresa Bisa não quis comentar o assunto. Veja mais: Rogério Ceni manda mensagem para filho de goleiro da Chape, vítima do acidente Já são quase dois anos depois do acidente, e nenhum familiar recebeu nada pelas mortes. Nem da seguradora, da empresa aérea LaMia ou demais órgãos de aviação. Segundo as famílias, a seguradora ofereceu 225 mil dólares (cerca de R$ 1 milhão) para cada família, valor que não foi aceito. - Encontramos resistência da seguradora, que não nos deu as respostas que viemos buscar - disse Fabianne Belle, viúva de Cesinha, ex-preparador físico da Chape à agência AFP. O acidente deixou 71 mortos entre jogadores, comissão técnica, jornalistas, autoridades e tripulação. Apenas seis pessoas sobreviveram. Funcionários aeroportuários e de aviação civil e da empresa Lamia, foram apontados como culpados pelo ocorrido.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/familias-de-vitimas-de-voo-da-chape-ainda-estao-sem-indenizacao-16102018

Pior do que Loss, Jair tem final para mostrar reação no Corinthians
Data: 16/10/2018

Treinador obteve números piores do que antecessor no início de caminhada no clube, mas pode entrar para a história caso conquiste da Copa do Brasil

O início do técnico Jair Ventura no Corinthians foi animado pela classificação para a final da Copa do Brasil ao bater o poderoso Flamengo, mas na análise fria dos números a situação é diferente. Após novo jogos no comando do Timão. Jair tem desempenho abaixo de seu antecessor Osmar Loss, com retrospecto preocupante para as pretensões do time neste fim de temporada. Mal no Campeonato Brasileiro, inclusive com risco de queda, a equipe de Jair passa a apostar todas suas fichas na decisão contra o Cruzeiro para reagir perante os maus resultados. Desde que foi contratado, Jair Ventura disputou nove jogos com duas vitórias, três empates e quatro derrotas. O aproveitamento é de apenas 33,3% dos pontos. Isso o coloca até bem atrás de Loss, que dirigiu o Corinthians por 25 jogos com dez vitórias, dez derrotas e cinco empates, aproveitamento de 46,% dos pontos. No quesito gols marcados e sofridos, o retrospecto de Jair também é abaixo de seu antecessor. Com ele, o Timão marcou apenas cinco gols, 0,55 por partida, contra 26 de Loss em 25 jogos, ou 1,04 por jogo. Na defesa, foram nove gols sofridos por Jair, ou um por jogo, e 22 por Loss, 0,88 por partida. A diferença a favor de Jair foi o desempenho nas semifinais da Copa do Brasil. No jogo de ida no Rio de Janeiro, a equipe conseguiu se segurar diante do Flamengo e voltou para casa com um 0 a 0. Na volta, equilibrou as forças e garantiu a vaga com vitória por 2 a 1, classificação que era vista como remota internamente se o comando tivesse seguido com Loss. Nesta quarta-feira, Jair Ventura tem a oportunidade de mostrar ao Corinthians que a escolha por ele foi certa. O título da Copa do Brasil diante do Cruzeiro o colocaria na história do clube como quarto vencedor da competição e tiraria toda a pressão para terminar o Campeonato Brasileiro de forma digna. Atualmente, o Timão é o 11º colocado com 35 pontos, apenas quatro acima da zona do rebaixamento. Se perder, porém, os números negativos pesarão e o fim de ano do técnico e do clube serão complicados. Para ficar com o título, o Corinthians precisa vencer o Cruzeiro por pelo menos dois gols de diferença já que perdeu a ida por 1 a 0. Se devolver o placar por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/pior-do-que-loss-jair-tem-final-para-mostrar-reacao-no-corinthians-16102018

Ceará perde pênalti e Botafogo segura empate no Castelão
Data: 16/10/2018

Time da casa joga melhor, Saulo faz grande defesa e o 0 a 0 fica barato para a equipe carioca pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro

Pelo pouco que o Botafogo jogou, ficou barato. No Castelão, em Fortaleza (CE), na noite desta segunda-feira, o goleiro Saulo fez uma grande defesa, o centroavante Arthur perdeu pênalti ainda no primeiro tempo e o empate em 0 a 0 foi o melhor que poderia ter ocorrido para o Glorioso. Com o resultado, o Vozão segue na zona de rebaixamento (com um jogo a menos) e o time de Zé Ricardo fica na 12ª posição. Volume e pênalti x lentidão O Botafogo praticamente não fez o goleiro Everson trabalhar na primeira etapa. Com muita dificuldade para ir ao campo de ataque, o visitante ameaçou apenas uma vez, com Bochecha. Do outro lado, porém, o Ceará usava e abusava de Juninho Quixadá, que causava dores de cabeça a Carli e companhia. Envolvida, a defesa botafoguense cometeu pênalti por meio de Rodrigo Lindoso. O volante, apesar de experiente, cometeu falta de costas, de forma até desnecessária. Para a sorte dos cariocas, Arthur foi para a marca da cal, deslocou Saulo, mas o chute foi para fora. Evolução botafoguense Os comandados de Zé Ricardo, porém, deixaram a aparente apatia da primeira etapa no vestiário. O segundo tempo já começou com chances pela direita, pela esquerda e pelo centro. Era outra partida, equilibrada. Faltava o gol. Gol, mas não valeu Os times tinham espaços e chegavam perto do gol adversário com frequência. E quando o Glorioso buscava um contra-ataque, Luis Ricardo errou um passe e foi o Vozão quem teve nova possibilidade. Felipe Jonathan cruzou, Quixadá testou para o gol, mas o impedimento foi corretamente marcado. Grandes defesas A escola botafoguense de goleiros mostrou sorte na hora do pênalti, mas muita competência quando Saulo se esticou todo para defender o cabeceio de Ricardo Bueno. Grande defesa do camisa 1. Na reta final, o Ceará pressionou ainda mais, só que a má pontaria impediu melhor resultado. Tabela Na próxima rodada, o Vozão visita o Palmeiras, no domingo, no Pacaembu. Já o Alvinegro Carioca vai receber o Bahia, no sábado, no Estádio Nilton Santos. CEARÁ 0 X 0 BOTAFOGO Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE) Data: 15 de outubro de 2018, às 20h Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP) Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Rogerio Pablos Zanardo (SP) Renda/Público: 29.394 pagantes (29.946 presentes) R$402.313,00 Cartão amarelo: Tiago Alves (CEA) Carli, Matheus Fernandes e Rodrigo Pimpão (BOT) CEARÁ: Everson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Eduardo Brock e Felipe Jonatan; Edinho e Richardson; Juninho Quixadá (Pedro Ken, 37'/2ºT) e Calyson; Arthur (Ricardo Bueno (25'/2ºT) e Felipe Azevedo (Ricardinho, 25'/2ºT) - Técnico: Lisca. BOTAFOGO: Saulo, Luis Ricardo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes (Marcelo Benevenuto, Intervalo), Bochecha e Rodrigo Lindoso e Bochecha (Erik, 14'/2ºT); Luiz Fernando, Kieza e Rodrigo Pimpão - Técnico: Zé Ricardo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/ceara-perde-penalti-e-botafogo-segura-empate-no-castelao-15102018

Horário de verão começará no dia 4 de novembro, decide Planalto
Data: 16/10/2018

Adiamento para 18 de novembro representaria 2ª mudança de data do horário de verão. Inicialmente, a alteração ocorreria no dia 28 de outubro

O presidente Michel Temer recuou e decidiu manter o início do horário de verão para o dia 4 de novembro, quando os relógios serão adiantados em uma hora em parte do País. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto na noite desta segunda-feira (15). A justificativa da decisão ainda não foi apresentada. No início do mês, o governo anunciou que adiaria o horário de verão para o dia 18 de novembro a fim de atender a um pedido do Ministério da Educação por causa da realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que acontece nos dois primeiros domingos de novembro. O MEC argumentou que candidatos podem perder o exame com a alteração do horário no mesmo dia da mudança dos relógios. Desde então, o governo passou a ser pressionado a retomar a data original principalmente pela Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), que representa as maiores empresas áreas do Brasil. A entidade argumentou que a mudança poderia afetar cerca de 42 mil voos. "Essa mudança trará sérias consequências para o planejamento da operação aérea e, consequentemente, para os consumidores com volume expressivo de passageiros podendo perder voos, pois os bilhetes foram adquiridos com antecedência", disse. Um eventual adiamento para o dia 18 representaria a segunda mudança de data do horário de verão. A primeira foi devido ao segundo turno das eleições, que ocorre no dia 28 de outubro. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/horario-de-verao-comecara-no-dia-4-de-novembro-decide-planalto-15102018

Estimativa de inflação sobe pela quinta vez e vai para 4,43% este ano
Data: 16/10/2018

Projeção da inflação foi ajustada de 4,20% para 4,21% para o ano de 2019. Dados foram divulgados pelo Banco Central

A estimativa de instituições financeiras para a inflação este ano subiu pela quinta vez seguida. De acordo com pesquisa do BC (Banco Central), divulgada nesta segunda-feira (15), em Brasília, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) deve ficar em 4,43%. Na semana passada, a projeção estava em 4,40%. Para 2019, a projeção da inflação foi ajustada de 4,20% para 4,21%. Para 2020, a estimativa segue em 4% e, para 2021, passou de 3,95% para 3,92%. A projeção do mercado financeiro ficou mais próxima do centro da meta deste ano, que é 4,5%. Essa meta tem limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. Já para 2020, a meta é 4% e, para 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente). Taxa básica Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano. De acordo com o mercado financeiro, a Selic deve permanecer em 6,5% ao ano até o fim de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano. Para o fim de 2020, a projeção permanece em 8,38% ao ano e em 8% ao ano no final de 2021. Quando o Copom (Comitê de Política Monetária) aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação. A manutenção da taxa básica de juros, como prevê o mercado financeiro este ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação. Crescimento econômico As instituições financeiras mantiveram a estimativa para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, em 1,34% este ano e mantiveram a estimativa em 2,5% nos próximos três anos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/estimativa-de-inflacao-sobe-pela-quinta-vez-e-vai-para-443-este-ano-15102018

Síndico profissional é alternativa para os condomínios
Data: 16/10/2018

Especialistas contratados para administrar prédios devem ser eleitos por assembleia. Profissão é uma alternativa para quem está desempregado

Síndico profissional pode ser uma alternativa para quem está desempregado. Mas para atuar como prestador de serviço, como observam especialistas, é preciso dedicação. A contratação de síndicos profissionais em condomínios está cada vez mais comum por diversos motivos. De acordo com diretor de Condomínios da AABIC (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo), Omar Anauate, 12% dos imóveis da cidade, incluindo imóveis residenciais e comerciais, contam com esse prestador de serviço. Um síndico externo eleito por assembleia para administrar o condomínio, mas que não é condômino. “Essa figura era mais comum em prédios comerciais, atualmente, com os condomínios clubes que possuem muitas torres e também pela falta de tempo dos moradores esse tipo de profissional tem sido chamado para atuar em edifícios residenciais”, explica Anauate. E qual é o papel desse síndico profissional? Essa pessoa terá as mesmas atribuições que um síndico condômino conforme descrito na lei. Terá de ser eleito por uma assembleia de condôminos, responde civil e criminalmente pelo condomínio. O síndico profissional trabalha como um terceirizado do condomínio e pode atuar em mais de um condomínio ao mesmo tempo, revezando-se entre empreendimentos. Para quem está desempregado, pode ser uma alternativa. "Mas é preciso saber contratar o profissional, é preciso conhecer as leis e atribuições estabelecidas por lei", diz Anauate. Atuação Entre as atribuições do síndico profissional estão as visitas e o planejamento. As visitas acontecem com a periodicidade acordada no contrato, que é pensado segundo as necessidades do condomínio. Os momentos de planejamento são realizados no escritório próprio do síndico profissional. No contrato de prestação de serviços que determina as horas e condições de trabalho, remuneração e prazo de encerramento da prestação de serviços. “É importante que esse contrato seja bem feito para que o Conselho de condôminos ou moradores possa ter liberdade de mudar caso não dê certo ou se o profissional não se adaptar ao condomínio e afins”, observa Anauate. Salário de síndico profissional O valor pago por um síndico profissional varia muito. Além da cidade e estado de atuação, ele também leva em conta fatores como: número de unidades do condomínio, quantas visitas ao condomínio serão feitas por semana, número de áreas comuns, tamanho da equipe de funcionários, valor da taxa condominial. É importante ressaltar que a profissão não tem uma tabela com piso salarial, pois a atividade não é regulamentada. O pagamento é feito por meio de nota fiscal. Cuidados O advogado Júlio Conrado do escritório FNC Fritz, Nunes e Conrado - Advogados e Consultores explica que qualquer prédio pode contratar um síndico externo, mas é preciso tomar alguns cuidados. “É importante fazer uma pesquisa prévia sobre o profissional, pesquisar na Justiça a situação civil e criminal”, explica. “A indicação é sempre válida”. Conrado também orienta que o Conselho formado por condôminos deve acompanhar de perto todas as ações do síndico. “É importante fiscalizar e acompanhar de perto o pagamento de contas, de encargos trabalhistas e verificar de perto o fundo de reserva”.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/sindico-profissional-e-alternativa-para-os-condominios-15102018

Falta de limpeza nas vias e buracos marcam gestão Haddad
Data: 16/10/2018

Candidato à presidência pelo PT, o ex-prefeito não cumpriu metade do plano de metas e reduziu o recapeamento de vias

O candidato à presidência da República pelo PT e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, deixou a cidade com grandes obras paralisadas e sérios problemas na zeladoria da cidade. Haddad terminou o mandato à frente da prefeitura com metade do plano de metas cumprido (54,5%). Das 123 propostas, 67 foram realizadas. Dos três novos hospitais que estavam no programa de governo, um foi entregue. E das 55 mil casas populares, mas 12.585 mil foram entregues. Entre os maiores problemas da gestão está a zeladoria. De acordo com dados da prefeitura, em 2016, último ano da gestão de Haddad como prefeito, a Ouvidoria Geral do Município registrou 773 protocolos com reclamações por falta de limpeza de vias e de jardinagem na cidade. Naquele ano, a cidade varreu menos lixo das ruas do que em 2013. De acordo com os números da prefeitura, em 2013, foram recolhidas 118 mil toneladas de lixo das ruas. Já em 2016, o número caiu para 91 mil. A quantidade de buracos tapados também caiu. De acordo com reportagem publicada em novembro de 2015, recursos gastos com recapeamento foram reduzidos em 70% pela gestão do prefeito do PT. O R7 encontrou em contato com a campanha presidencial petista e aguarda um posicionamento.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/falta-de-limpeza-nas-vias-e-buracos-marcam-gestao-haddad-16102018

Bolsonaro fala em criar 10 milhões de empregos
Data: 16/10/2018

Candidato do PSL diz que pretende criar seis milhões nos primeiros dois anos de governo e os outros quatro milhões nos dois últimos

O time econômico do candidato Jair Bolsonaro (PSL) ao Palácio do Planalto estabeleceu como meta criação de 10 milhões de empregos em quatro anos, informou ao jornal "O Estado de S. Paulo" e ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) Carlos Alexandre Da Costa, que integra o núcleo de economistas reunidos por Paulo Guedes, o coordenador do programa econômico de Bolsonaro. Segundo ele, o plano é gerar seis milhões de empregos nos dois primeiros anos de governo, e quatro milhões nos dois anos seguintes, caso o candidato seja eleito no próximo dia 28 de outubro. A ideia, explicou ele, é incentivar com medidas que não tenham impacto fiscal setores com intensiva mão de obra, como a construção civil. Nos oito anos de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram criados 13,4 milhões de empregos formais no País. No primeiro mandato da ex-presidente Dilma Rousseff, a criação de vagas com carteira assinada foi de 4,9 milhões. Entre 2015 e 2017, quando Dilma Rousseff e Michel Temer governaram, 2,8 milhões de empregos foram destruídos. O núcleo econômico acelerou, nos últimos dias, os contatos com representantes das principais entidades do setor produtivo para a definição em conjunto de indicadores econômicos a serem perseguidos, como a meta para a geração de novas vagas de trabalho. Entre as metas que estão sendo definidas, estão indicadores relacionados ao Doing Business, ranking do Banco Mundial que analisa a cada ano as leis e regulações que facilitam ou dificultam as atividades das empresas em cada economia. "Nós já estamos construindo um dashboard com todos os indicadores do que a sociedade espera de nós", informou Costa, responsável pela área de emprego, produtividade e crédito. Dashboard são painéis que mostram métricas e indicadores importantes para alcançar objetivos e as metas traçadas. Prosperidade Segundo Costa, a proposta é "construir" com o setor produtivo a Agenda de Prosperidade, como está sendo chamado o plano de medidas para o crescimento do País, boa parte delas voltadas para o aumento da produtividade. Costa explicou que são pontos em comum para o aumento da competitividade e redução do custo Brasil. "É uma grande aliança para o desenvolvimento", disse ele, que defende uma reforma tributária que desonere a produção. "Pagar impostos, por exemplo. Estamos péssimos nisso", criticou. Para Costa, o Estado brasileiro hoje cobra o máximo da sociedade e entrega o mínimo no que deveria fazer nas áreas de saúde, educação, segurança e moradia. "Há uma grande dicotomia do Estado que cobra regulamentação demais e obrigações acessórias demais e sufoca o setor produtivo", disse Costa, que foi diretor do BNDES. Para a definição desses indicadores, o grupo já conversou com dirigentes da Abdib (Infraestrutura), Fiesp (indústria paulista) Abinee (elétrica e eletrônica), Abiquim (química) e outras que ainda estão sendo marcadas. Ele classificou como uma "vergonha que o Brasil tenha indicadores piores do que de países da África Subsaariana. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/bolsonaro-fala-em-criar-10-milhoes-de-empregos-16102018

TSE determina remoção de vídeos de Bolsonaro sobre
Data: 16/10/2018

Determinação vale para seis postagens no Facebook e no YouTube feitas pelo candidato à Presidência do PSL

O ministro Carlos Horbach, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), determinou a remoção de seis postagens no Facebook e no YouTube em que o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, faz críticas ao livro "Aparelho Sexual e Cia." e afirma que a obra integraria material a ser distribuído a escolas públicas na época em que Fernando Haddad (PT) comandava o Ministério da Educação. No vídeo, Bolsonaro afirma que o livro é "uma coletânea de absurdos que estimula precocemente as crianças a se interessarem pelo sexo". "No meu entender, isso é uma porta aberta para a pedofilia", diz o candidato do PSL, que ainda afirma que "esse é o livro do PT". Em nota, o MEC (Ministério da Educação) já afirmou em diversas oportunidades que não produziu nem adquiriu ou distribuiu "Aparelho Sexual e Cia.", esclarecendo que o livro é uma publicação da editora Companhia das Letras publicada em 10 idiomas. "É igualmente notório o fato de que o projeto 'Escola sem Homofobia' não chegou a ser executado pelo Ministério da Educação, do que se conclui que não ensejou, de fato, a distribuição do material didático a ele relacionado. Assim, a difusão da informação equivocada de que o livro em questão teria sido distribuído pelo MEC gera desinformação no período eleitoral, com prejuízo ao debate político, o que recomenda a remoção dos conteúdos com tal teor", concluiu Horbach. Voto anti-PT, por segurança e pela família tradicional: o que pensam as mulheres que escolheram Bolsonaro Os advogados do PT afirmam que, em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, no dia 28 de agosto, Bolsonaro mentiu e difundiu a falsa ideia de que o livro seria distribuído em escolas públicas. "O candidato vem proferindo esta grave mentira há mais de dois anos. A informação de que o livro seria distribuído em escolas públicas começou a ser difundida por Bolsonaro no dia 10 de janeiro de 2016 através de um vídeo que publicou no Facebook", observa a coligação de Haddad. Em outra representação, o ministro negou um pedido do PT para remover uma entrevista de Bolsonaro concedida ao programa "Pânico", na qual o deputado federal faz referência ao material didático do projeto "Escola sem homofobia" como sendo o "kit gay", atribuindo a responsabilidade pela sua elaboração a Fernando Haddad. "É possível concluir que os representantes buscam impedir que o candidato representado chame o material didático do projeto 'Escola sem Homofobia' de 'kit gay'. Tal pretensão, caso acatada pelo Poder Judiciário, materializaria verdadeira censura contra o candidato representado, que estaria impedido de verbalizar, de acordo com suas concepções, críticas à gestão do concorrente à frente do Ministério da Educação", observou Horbach. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/tse-determina-remocao-de-videos-de-bolsonaro-sobre-kit-gay-16102018

Maioria não sabe de impacto ambiental da produção de alimento
Data: 16/10/2018

Pesquisa mostra que apesar do sistema alimentar ser o maior consumidor de recursos naturais, também é o maior emissor de gás de efeito estufa

A ameaça ao meio ambiente causada pelo processo de produção, consumo e desperdício de alimentos não é reconhecida por 91% dos consumidores. A constatação é da organização ambiental WWF, em levantamento com 11 mil pessoas de dez países, entre eles o Brasil. A pesquisa divulgada nesta terça-feira (16), considerado Dia Mundial da Alimentação, mostra que, apesar do sistema alimentar ser o maior consumidor de recursos naturais e também o maior emissor de gás de efeito estufa, a maioria dos entrevistados, principalmente jovens, não faz a conexão deste processo com a ameaça à natureza. De acordo com o estudo, 40% dos jovens entre 18 e 24 anos acham que a ameaça ao planeta é menos que significante e apenas 9% deles acreditam que a forma de produção de alimentos é a maior ameaça. Nessa faixa etária, 11% respondeu que não vê nenhuma ameaça. A consciência sobre o assunto é maior entre as pessoas com mais de 55 anos. Mais da metade dos entrevistados nessa idade, acreditam que a produção e consumo de alimentos representam ameaça significante à natureza. Segundo a WWF, a cadeia de produção de alimentos usa 34% do solo e 69% da água disponível nos rios. É ainda a maior causa de desmatamento e perda de habitat. A organização aponta ainda que um terço de todos os alimentos produzidos nunca é consumido e o volume desperdiçado é responsável por um terço das emissões de gases de efeito estufa provocadas pelo sistema alimentar. Na última semana, relatório da ONU (Organização das Nações Unidas) destacou o prazo curto para conter os problemas que o sistema de alimentos acarreta para a questão das mudanças climáticas. De acordo com o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) das Nações Unidas, se o mundo não evitar o aquecimento global acima de 1,5°, em relação ao nível pré-industrial, haverá resultados catastróficos e devastadores até o fim deste século para a humanidade. Entre as consequências destacadas pelos cientistas, estão algumas consideradas duradouras ou até irreversíveis, como a perda de ecossistemas, da biodiversidade, de habitats naturais e espécies, aumento do nível do mar, além de impacto na saúde humana, na produção de alimentos (com redução dos campos de milho, arroz, trigo e outros grãos) e no acesso à água. Na pesquisa da WWF, 80% dos entrevistados sentem que o problema pode ser resolvido. Para 66%, os governos devem agir mais e outros 60% querem que as empresas aumentem seus esforços para conter o problema. A WWF diz que é possível fazer que o sistema alimentar funcione para as pessoas e para a natureza se a comida for produzida de forma mais sustentável, distribuída de forma mais justa e consumida de maneira mais responsável. “Precisamos aumentar a conscientização das pessoas sobre de onde a comida vem e mudar nossos comportamentos para garantir o funcionamento adequado de todo o sistema”, diz João Campari, líder da Prática de Alimentos do WWF. A organização desenvolve o sistema chamado Food 2.0 para garantir segurança alimentar e conservação. A ação é promovida por 100 programas relacionadas a alimentos em todo o mundo e envolve governos, produtores de alimentos, empresas, organizações não governamentais que devem promover mudanças no setor focando em três eixos: Produção Sustentável, Dietas Sustentáveis ??e Perda de Alimentos e Resíduos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/maioria-nao-sabe-de-impacto-ambiental-da-producao-de-alimento-16102018

Gil Gomes, ex-repórter policial, morre aos 78 anos em São Paulo
Data: 16/10/2018

O jornalista sofria de Mal de Parkinson e desde 2005 lutava para combater a doença degenerativa; morte foi confirmada pela família

Gil Gomes morreu aos 78 anos, nesta terça-feira (16), em São Paulo. O ex-repórter policial passou mal na segunda-feira (15) e foi encaminhado desacordado ao Hospital São Paulo, na zona sul da capital paulista, mas não resistiu. A informação foi confirmada pela família do jornalista. De acordo com a família, a morte de Gil foi comunicada pelos médicos no início da manhã. A causa não foi divulgada. — Ele estava na casa da filha dele. Passou mal ontem e foi encaminhado ao Hospital São Paulo. Passou a noite no hospital. Hoje de manhã recebemos a notícia. Ele estava com um grau de Parkinson muito avançado. Não sabemos a causa da morte ainda. Gil sofira de Mal de Parkinson e desde 2005 lutava para combater a doença degenerativa que o fez perder o equilíbrio, além de ter dificuldades de se mover e sofrer com tremores. O jornalista era casado com Eliana Izzo, sua segunda mulher, com quem teve duas filhas — Flávia e Nathalie. Antes dela, Gil ficou por 14 anos com a escritora Ana Vitória Vieira Monteiro. Juntos, eles tiveram três filhos: Daniel, Vilma e Guilherme — que morreu ainda jovem vítima de uma hepatite C. O jornalista também deixou quatro netos. Gil Gomes se tornou um dos grandes nomes do rádio e da televisão brasileira por seu trabalho no jornalismo investigativo. O ex-repórter iniciou sua carreira na extinta Rádio Marconi, na década de 1960. Entre os anos 1991 e 1997, Gil conquistou o grande público na televisão ao integrar o time de repórteres do extinto Aqui Agora, programa do SBT. Na ocasião, ele chamou a atenção por conta da linguagem popular e da dramatização que fazia para narrar as reportagens sobre crimes. As aparições de Gil eram marcadas com um gesto característico que ele fazia com a mão. Em 1999, o ex-repórter participou da Escolinha do Barulho, da RecordTV e também comandou um programa na Rádio Tupi. O jornalista descobriu o Mal de Parkinson em 2005 e ficou afastado da televisão por 12 anos para tratar a doença. Em 2016, ele voltou ao trabalho quando recebeu o convite de um empresário, dono de uma farmácia, para comentar um programa patrocinado por uma rede de farmácias. Na época, em entrevista ao R7, Gil comemorou o retorno. "Esse trabalho está me fazendo muito bem. Melhorou minha cabeça, meu entusiasmo, minha vontade de viver. Eu andava cabisbaixo, estive arrasado. Minhas pernas estão boas, mas não saia da poltrona." Na mesma reportagem, ele também declarou que tinha vontade de trabalhar até o último dia de vida. "Quero continuar trabalhando, honrar o nome que tive, o nome que tenho e o nome que terei. Eu sou forte."

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/gil-gomes-ex-reporter-policial-morre-aos-78-anos-em-sao-paulo-16102018

PF cumpre quase 300 mandados no RJ em ações de combate ao tráfico
Data: 16/10/2018

Operações contam com participação de mais de 600 policiais federais e militares; esquema investigado envolveria policiais militares e traficantes

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (16), no sul do Rio de Janeiro, as Operações Síderos e Confinados de combate ao tráfico de drogas. Os agentes cumprem 191 mandados de busca e apreensão e 100 mandados de prisão preventiva expedidos pela 2ª Vara Criminal em Volta Redonda. As ações contam com 310 policiais federais, 38 agentes da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) e cerca de 300 policiais militares. As investigações tiveram início após a fase final da Operação Camará, no segundo semestre de 2017. Os dados coletados indicaram a existência de ramificações da quadrilha investigada nos municípios de Volta Redonda, Itatiaia e Resende, também no sul fluminense, e na capital. Segundo o inquérito, os suspeitos remetiam valores da chamada "caixinha" para Resende, onde é baseada a liderança sul fluminense de um grupo criminoso que opera vinculado a uma facção criminosa de tráfico de drogas e de armas no Estado do Rio de Janeiro. Em Resende, a quadrilha atuava nas localidades Divisa, Belmonte, Jardim Belmonte, Retiro, Água Limpa e Siderlândia. Além disso, o grupo enviava carregamentos de drogas e armas para a capital do Estado. Policiais militares envolvidos De acordo com o MPRJ, o esquema envolveria 32 policiais militares do 28º BPM (Volta Redonda), acusados de receber propina em troca da permissão ao comércio de drogas nas três cidades. "Ao longo das investigações, que resultaram em apreensões de armas e drogas, interceptações telefônicas revelaram que os grupos de traficantes desempenham suas ações ilícitas graças à conivência de policiais lotados no 28º BPM que, em contrapartida, recebem dinheiro fruto de comércio que, na verdade, deveriam coibir", escreveu o MPRJ. Em um trecho da denúncia, policiais teriam questionado os traficantes sobre o comércio de drogas na região, apreendendo a carga de entorpecentes. No entanto, na sequência, os próprios policiais teriam devolvido o material apreendido, após o pagamento de R$ 1.500 aos próprios PMs. A denúncia aponta ainda um episódio em que um traficante lamenta pela carga apreendida que transportava. Neste caso, o policial cobrou R$ 5.000 para liberação do material. Em outro episódio, o valor pago a um policial militar para o resgate das drogas foi de R$ 500. Também há relatos sobre o pagamento de propina quinzenalmente para os policiais. Além da venda de drogas, sem repressão, a ação combinada entre policiais corruptos e traficantes teria resultado em outros desdobramentos, como a indicação para voto em político de interesse do tráfico e homicídios. As provas obtidas pela PF foram robustecidas com apreensões de drogas, armas e munições nos últimos meses. A polícia apontou também o uso de menores para atuar no tráfico de drogas. Os presos responderão, na medida de suas participações, sobretudo pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. No decorrer da investigação, foram elucidados ainda dois homicídios, em Resende e em Volta Redonda, praticados por membros da organização criminosa. *Estagiária do R7, sob supervisão de Diego Junqueira

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/pf-cumpre-quase-300-mandados-no-rj-em-acoes-de-combate-ao-trafico-16102018

Polícia Civil prende 16 homens em suposta reunião do PCC em SP
Data: 16/10/2018

Segundo a Polícia Civil, informações sobre a ocorrência serão passadas na manhã desta terça-feira (16). Suspeitos estão na delegacia do Deic

A Polícia Civil prendeu, na noite desta segunda-feira (15), 16 homens que estavam participando de uma suposta reunião sobre a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), na zona leste de São Paulo. Os suspeitos foram levados para a delegacia do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), na região do Carandiru (zona norte de São Paulo). Segundo a Polícia Civil, as informações sobre a ocorrência serão passadas na manhã desta terça-feira (16), quando os responsáveis pelas investigações devem atender os jornalistas. O caso está sendo elaborando como flagrante no Deic e deve terminar durante a madrugada desta terça-feira.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/policia-civil-prende-16-homens-em-suposta-reuniao-do-pcc-em-sp-15102018

Equador restaura acesso de Assange à internet em embaixada
Data: 16/10/2018

Assange se refugiou na embaixada do Equador em Londres depois que tribunais britânicos ordenaram sua extradição para a Suécia

O Equador restaurou parcialmente o acesso à internet de Julian Assange, fundador do WikiLeaks que se refugiou na embaixada equatoriana em Londres mais de seis anos atrás, disseram o WikiLeaks e um advogado de Assange separadamente no domingo. A medida ocorre quase seis meses depois de o governo equatoriano suspender as comunicações de Assange, em março, depois de ele debater nas redes sociais temas que poderiam prejudicar as relações diplomáticas do país, inclusive uma crise diplomática entre Londres e Moscou e o separatismo da Catalunha. "O Equador reverte o isolamento de @JulianAssange", disse o WikiLeaks em uma mensagem no Twitter. A mudança também foi confirmada pelo assessor legal australiano de Assange, Greg Barns, que a classificou como um "desdobramento bem-vindo". Um porta-voz de Assange disse que suas comunicações só foram restauradas em parte. Assange se refugiou na embaixada do Equador em Londres depois que tribunais britânicos ordenaram sua extradição para a Suécia para ser interrogado em um caso de assédio sexual. O caso foi descartado desde então, mas amigos e apoiadores dizem que agora Assange teme ser preso e eventualmente extraditado aos Estados Unidos se deixar a embaixada. O WikiLeaks, que publicou segredos diplomáticos e militares norte-americanos quando Assange estava na direção, enfrenta uma investigação de um grande júri nos EUA. "A questão principal, a solicitação para o Reino Unido dar uma garantia de que Julian não será extraditado aos EUA, continua sem solução", disse Barns à Reuters. Amigos e apoiadores de Assange dizem que ele só teve contato com advogados desde que o Equador suspendeu suas comunicações com o mundo exterior. Recentemente o WikiLeaks anunciou que Kristin Hrafnsson, um dos associados de longa data de Assange, assumiu seu lugar como editor-chefe do site. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/equador-restaura-acesso-de-assange-a-internet-em-embaixada-15102018

OUTUBRO ROSA
Data: 16/10/2018

OUTUBRO ROSA

Link Notícia:

Meghan Markle está grávida do primeiro filho com o príncipe Harry
Data: 15/10/2018

O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (15), pela página oficial do palácio de Kensington, residência do duque e da duquesa de Sussex

Meghan Markle está grávida de seu primeiro filho com o príncipe Harry. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (15), pelas redes sociais do Palácio de Kensington, residência oficial do duque e da duquesa de Sussex. O comunicado, de poucas linhas, diz que o bebê deve nascer na primavera de 2019 (entre março e junho, no hemisfério norte). No Instagram, o casal agradece o apoio e o carinho do público e se diz "encantado" por poder dividir a notícia com todos. Nesta semana, os duques farão sua primeira viagem internacional como representantes da família real. Eles irão para a Austrália, depois Nova Zelândia, Fiji e Tonga. Meghan e Harry se casaram em maio deste ano no palácio de Windsor, em Londres, em uma cerimônia que foi acompanhada por 2 bilhões de pessoas em todo o mundo. Junto com outros membros da família real inglesa, os dois participaram, na última sexta-feira (12), do casamento da princesa Eugenie, prima de Harry. O comunicado postado na conta de Kensington no Twitter diz que "suas altezas reais, o duque e a duquesa de Sussex, têm o prazer de anunciar que a duquesa de Sussex está esperando um bebê para a primavera de 2019". O filho de Harry e Meghan será o sétimo da linha de sucessão ao trono britânico.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/meghan-markle-esta-gravida-do-primeiro-filho-com-o-principe-harry-15102018

Prestes a se casar, Nicole Bahls surge irreconhecível em ensaio
Data: 15/10/2018

A modelo, que está de casamento marcado para dezembro, surpreendeu os fãs ao aparece mais magra e com o rosto completamente diferente

Toda noiva gosta de impressionar os convidados no dia do casamento. São comuns processos de emagrecimento, mudança de cabelo e outras modificações meses antes do casório. Nessa toada está Nicole Bahls, 32, que está de casamento marcado com o modelo Marcelo Bimbim para 7 de dezembro. No entanto, a ex-panicat e ex participante de 'A Fazenda' surpreendeu os fãs ao surgir totalmente diferente em fotos recentes, em ensaio fotográfico. Além de ter emagrecido mais de sete quilos, Nicole surgiu com o nariz bem diferente, mais curto e fino. Os fãs também notaram modificações nas bochecas e no queixo da modelo. Questionaram nas redes sociais se Nicole teria feito rinoplastia (cirurgia no nariz) e bichectomia (procedimento de cirurgia plástica para redução de bochechas). Outro disseram que foi maquiagem demais, ou photoshop. Já alguns internautas brincaram dizendo que Nicole teria sido substituída 'por outra pessoa', tamanha a mudança. Nicole não comentou nada sobre as mudanças no rosto. Adriane Galisteu, Ludmilla, Nego do Borel, Adriana Bombom e Marcus Majella vão ser alguns dos padrinhos de casamento de Nicole Bahls e Marcelo Bimbi. Os dois se casam no dia 4 de dezembro na badalada Igreja da Candelária, no Rio.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/prestes-a-se-casar-nicole-bahls-surge-irreconhecivel-em-ensaio-14102018

Evandro diz que Gabi é burra demais para ser a nova Ana Paula Renault
Data: 15/10/2018

Peão detonou o desafeto na manhã desta segunda-feira e ainda disse que ela não acrescenta nada ao jogo

Evandro Santo acordou na manhã desta segunda-feira (15) com muitas verdades para dizer sobre Gabi Prado. O humorista começou o dia debatendo com Fernanda Lacerda sobre a briga de Gabi com Rafael Ilha na noite de domingo (14). No bate boca, o ex-Polegar acusou a influencer de ter dado uma cabeçada nele, o que nenhum peão viu para poder comprovar. Indignado com os rumos das brigas, Evandro ressaltou que Rafael até cogitou tocar o sino para ir embora e é alvo de piadas preconceituosas sobre a idade, a calvície e problemas de dicção. "Eu também sofro com problemas de dicção. Ela tá fazendo piada com doença", determinou Evandro. Evandro ainda falou que deveria votar na Perlla, mas por raiva vai votar na Gabi. "Ela está se excedendo", observa. O peão ainda ressaltou que Gabi quer ser a nova Ana Paula. "Mas ela é burra pra isso. A Ana Paula pelo menos era inteligente", avaliou. As críticas também sobraram para João. Em conversa com Caique, ele comentou que o bonitão faz qualquer coisa pela namorada e vive levando patadas dela em troca. "Ele vai sair da casa com fama de pau mandado", conclui Caique.

Link Notícia: http://afazenda.r7.com/a-fazenda-10/evandro-diz-que-gabi-e-burra-demais-para-ser-a-nova-ana-paula-renault-15102018

Selena Gomez é internada em clínica psiquiátrica após surto
Data: 11/10/2018

Cantora foi hospitalizada pela segunda vez em duas semanas após “crise emocional”, segundo site

Selena Gomez está internada em uma clínica psiquiátrica dos Estados Unidos, segundo o site TMZ. A atriz e cantora, de 26 anos, foi levada após sofrer uma “crise emocional”. Selena teria sido internada na última semana de setembro por estar "nervosa" e "deprimida". Chegou a receber alta do hospital Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles (Califórnia), e voltou no último final de semana, quando tentou arrancar as vias intravenosas dos braços. Ainda de acordo com a publicação, o surto aconteceu por conta de seus exames de sangue, que mostraram um baixo nível de glóbulos brancos, resultado do transplante de rim pelo qual a cantora passou em 2017. Nas redes sociais, fãs prestam homenagens com a hashtag #PrayforSelena.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/selena-gomez-e-internada-em-clinica-psiquiatrica-apos-surto-11102018

Fãs comparam noiva de Maluma, Natalia Barulich, com Anitta
Data: 11/10/2018

Cantor colombiano compartilhou uma foto ao lado da amada, na quarta-feira (10), e também foram comparados com ketchup e mostarda pelos fãs

Maluma publicou uma foto ao lado da noiva, Natalia Barulich, em seu Instagram nesta quarta-feira (10). No registro, os dois aparecem com conjuntos iguais nas cores vermelho e amarelo, e foram comparados com ketchup e mostarda pelos fãs. Mas, foi outro ponto que chamou a atenção dos seguidores do cantor: a semelhança da jovem com Anitta, com quem Maluma teve um desentendimento no início do ano. Não foi a primeira vez: Namorada de Maluma faz plásticas e fica parecida com Anitta Vários brasileiros deixaram mensagens na postagem apontando a relação na aparência das duas. "Pensei que era você", disse uma seguidora marcando a artista. "Achei que fosse a Anitta", escreveu outro. "Nossa, ela e Anitta são muito parecidas", comentou mais um. Atualmente, a brasileira é jurada do programa La Voz, o The Voice do México, ao lado de Maluma.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/fas-comparam-noiva-de-maluma-natalia-barulich-com-anitta-11102018

Ticiane Pinheiro mostra filha falando inglês:
Data: 11/10/2018

Rafaella Justus foi filmada pela mãe, nesta quarta-feira (10), lendo um texto no colégio; a cena repercutiu imediatamente entre os fãs

Rafaella Justus mostrou que é uma boa aluna. Filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus, a menina foi filmada pela mãe lendo um texto em inglês no colégio, nesta quarta-feira (10). "Dia de ouvir minha escritora predileta na escola. Quanto orgulho tenho da minha princesa", escreveu a apresentadora do Hoje em Dia na legenda do vídeo publicado em seu perfil no Instagram. A cena repercutiu imediatamente entre os fãs. "Essa criança arrasa", comentou uma. "Cada dia mais linda, parabéns pela educação", falou outra. "Exemplo de mãe. Ela é muito talentosa", disse uma terceira. "Olha que pronúncia segura, Tici! Parabéns pra sua pequena!", acrescentou um usuário. "Que gracinha! Inteligente demais essa menina!", destacou outra. Rafaella, de 9 anos, também já surpreendeu os internautas ao aparecer cantando e tocando bateria. A pequena ainda é fã de esportes como tênis e foi até fotografada pendurada em argolas olímpicas na aula de ginástica.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/ticiane-pinheiro-mostra-filha-falando-ingles-quanto-orgulho-10102018

Tite elogia Arábia Saudita e diz que vai testar jogadores em amistoso
Data: 11/10/2018

Técnico falou que irá observar jogadores e destacou dificuldade de estabelecer filosofia de trabalho por conta do pouco tempo com jogadores

A seleção brasileira entra em campo nesta sexta-feira (12), às 15h (de Brasília), contra a Arábia Saudita, em Riad. É o primeiro de dois amistosos que a equipe fará em outubro. Na terça (16), o adversário será a Argentina. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (11), Tite falou sobre o amistoso contra os sauditas. Para o treinador, o rival tem qualidade no passe, o que pode dificultar para a seleção. fará em outubro. Na terça (16), o adversário será a Argentina. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (11), Tite falou sobre o amistoso contra os sauditas. Para o treinador, o rival tem qualidade no passe, o que pode dificultar para a seleção. - Traz níveis de exigência. A Arábia Saudita é um time móvel, de qualidade de passe. Não é uma equipe estática, pragmática. Isso gera grau de dificuldade maior. Ela rompe linhas, ataca espaço. Não é uma equipe pesada. É uma característica diferente. Teremos de nos adaptar. Ela me dá oportunidades de conhecer atletas diferentes, com estruturas táticas às vezes diferentes - declarou o comandante. - Sou um cara sonhador. Eu gosto de convencer para vencer. É jogar bem. Senão fica uma coisa irrisória, o resultado pelo resultado. Nós temos que ganhar, mas a Arábia Saudita também quer ganhar. Eu me atenho a um grande trabalho individual e coletivo. É um pouquinho poético, mas é como eu vejo futebol, acrescentou Tite. Análise da Arábia Saudita Auxiliar de Tite, Cleber Xavier também participou da coletiva de imprensa. Ele traçou um panorama do confronto contra a Arábia Saudita. - A Arábia Saudita tem um treinador com grande trabalho no Chile. Agora, faz um trabalho novo. A equipe joga num 4-1-4-1 bem definido. Tem transições rápidas. Joga futebol. Procura ter jogo apoiado. Aposta na qualidade dos atletas, principalmente os jogadores de meio e de frente. O primeiro volante tem um jogo qualificado. É uma equipe que fez amistosos interessantes contra Itália e Alemanha. E também mostrou na Copa uma situação equilibrada. Temos o maior respeito pela equipe da Arábia Saudita. O treinamento foi em cima da estratégia do adversário para podermos produzir e vencer. Para o duelo, Tite chamou novamente o atacante Gabriel Jesus, que ficou fora dos dois primeiros amistosos da seleção após a Copa do Mundo (Estados Unidos e El Salvador). O atacante do Manchester City havia sido criticado por não ter feito gols nas cinco partidas que disputou na competição. - Gabriel Jesus tem característica dos diferentes. Há um livro do Michael Jordan intitulado "Nunca Deixe de Tentar". Ninguém permanece em alto nível o tempo todo. Mas é questão de tempo e tranquilidade para ele retomar melhor desempenho. Meio-campo da seleção Tite falou também sobre ter novamente Renato Augusto na armação. O treinador enumerou outros jogadores que podem fazer essa função na seleção. - Alguns jogadores têm essa característica, como Renato Augusto, Arthur e Paquetá. O Fred vamos testar na função. É o jogador com a função de dar regulagem à equipe. Em alguns momentos conseguimos isso durante a Copa da Rússia. Renato Augusto agora está retomando essa condição. O Philippe Coutinho vem bem nessa função. É o momento de a gente observar, passar orientação e ver a resposta do time em campo - afirmou o treinador. Por fim, o comandante lamentou não ter mais tempo com os jogadores para passar a sua filosofia de trabalho. Veja mais: Everton é cortado da Seleção Brasileira - É muito difícil ter sentido de organização em pouco tempo. O técnico tenta manter uma estrutura-base e dar oportunidade aos atletas. Jogadores de alto nível a gente oportuniza. Mantém uma estrutura e oportuniza para que possam desenvolver melhor. O conjunto pode dar suporte para Pablo, Ederson e Fabinho produzirem bem. Temos que olhar o individual e o todo. É meu grande problema como técnico da seleção. É essa inquietude de não poder trabalhar muito tempo, destacou o treinador.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/tite-elogia-arabia-saudita-e-diz-que-vai-testar-jogadores-em-amistoso-11102018

Perlla lança música
Data: 08/10/2018

Funkeira, que está confinada em A Fazenda, liberou nesta sexta-feira (5) a canção que conquistou os outros participantes do reality da RecordTV

Se você está acompanhando A Fazenda 10, provavelmente já ouviu os peões cantando algumas músicas de Perlla, como Tremendo Vacilão (2005), maior sucesso da cantora. Mas, além do hit, o grupo tem se empolgado muito com uma outra, que, até esta sexta-feira (5), nem havia sido lançada. Mas a espera acabou: a funkeira lançou hoje a tal canção, chamada Eita Essa Novinha, em todas as plataformas digitais. O anúncio foi feito no perfil oficial de Perlla no Twitter e empolgou os fãs da funkeira.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/perlla-lanca-musica-eita-essa-novinha-sucesso-entre-os-peoes-05102018

Gusttavo Lima faz visita surpresa em casa de fã:
Data: 08/10/2018

O sertanejo surpreendeu Dona Luzia, no sábado (6), ao visitar a casa da admiradora, em Maringá, no Paraná

Gusttavo Lima mostrou que tem um coração generoso. Na sexta-feira (5), o sertanejo recebeu uma senhora no palco de show em Maringá e, no sábado (6), fez uma visita surpresa na casa dela. Em seu Instagram, o pai de Gabriel e Samuel explicou que Dona Luzia era uma grande fã do seu trabalho. — Estou aqui em Maringá. Estou chegando de surpresa para visitar uma fã. A Dona Luzia, de 78 anos, estava no nosso show ontem e o sonho dela era que eu visitasse a casa dela. Ela ia fazer uns pães de queijo e que o quarto dela era cheio de foto minha. Uma senhora de 78 anos com amor e carinho enorme. Internautas elogiam músico por atitude: 'Ser humano fantástico' Na casa de Dona Luzia, o músico tomou café, comeu pão de queijo e conheceu o quarto que era coberto com fotos suas. Nas redes sociais, os internautas aprovaram a atitude do marido de Andressa Suita. "Que gesto lindo, parabéns pela carinho e cuidado com seus fãs, isso é encantador!", disse um. "Gente, que ser humano fantástico! Merece toda a prosperidade que tem! Família, carreira e seguidores de vida... parabéns!", afirmou outro. "Que gesto de humildade, carinho e atenção ao próximo. Deus te abençoe", desejou um terceiro.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/gusttavo-lima-faz-visita-surpresa-em-casa-de-fa-era-o-sonho-dela-08102018

Saída definitiva de brasileiros do país cresce 265% em seis anos
Data: 08/10/2018

A improvável dupla de filmes tem animado a temporada de outono nos cinemas dos EUA, registrando o melhor fim de semana para o mês

LOS ANGELES (Variety.com) - A improvável dupla de filmes Venom e Nasce uma Estrela tem animado a temporada de outono nos cinemas dos Estados Unidos, registrando o melhor fim de semana de todos os tempos para o mês de outubro no país. A história de super-heróis Venom, com Tom Hardy no papel principal, arrecadou US$ 80 milhões, enquanto a refilmagem de Nasce uma Estrela, com Lady Gaga em ação, arrecadou estimados US$ 42,6 milhões, superando as previsões iniciais. Venom quebrou o recorde de lançamento para o mês de outubro, superando os US$ 55,8 milhões de Gravidade. Venom e o aclamados pela crítica Nasce uma Estrela foram capazes de atrair espectadores bem além de seus públicos principais. As estreias levaram o valor total arrecadado no fim de semana a cerca de US$ 174 milhões, ou 15% acima da antiga melhor marca para o mês, de US$ 151,5 milhões, em 2015, quando Perdido em Marte, de Matt Damon, foi lançado, segundo a comScore. A animação Smallfoot, que está em seu segundo final de semana de exibição, terminou em terceiro lugar com US$ 14,4 milhões arrecadados, seguido pela comédia de Kevin Hart-Tiffany Haddish, Operação Supletivo - Agora Vai!, com US$ 12,3 milhões. O Mistério do Relógio na Parede terminou em quinto, com US$ 7,3 milhões em seu terceiro fim de semana, totalizando US$ 55,1 milhões e US$ 87,4 milhões no mundo todo. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/estreias-de-venom-e-nasce-uma-estrela-arrecadam-milhoes-08102018

Corinthians anuncia Michel Macedo como reforço para 2019
Data: 08/10/2018

Timão anunciou a chegada do primeiro reforço para a próxima temporada; o lateral-direito assinou contrato com o clube até o final de 2021

O Corinthians já iniciou seu planejamento para 2019. Na manhã desta segunda-feira (8), o Timão anunciou de forma oficial a contratação do lateral-direito Michel Macedo. O jogador de 28 anos foi aprovado por exames médicos no fim de setembro e assinou contrato com o clube até o final de 2021. Michel só poderá vestir a camisa alvinegra na próxima temporada, já que as inscrições para o Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil não estão mais disponíveis. Visando a montagem do elenco para as temporadas seguintes, o Sport Club Corinthians Paulista anuncia a contração do atleta Michel Macedo. Ele poderá reforçar a equipe a partir de 2019 e seu contrato tem validade até o final de 2021.#BemVindoMichel pic.twitter.com/n9feHNrXVt — Corinthians (@Corinthians) 8 de outubro de 2018 Ex-Las Palmas, da Espanha, o lateral estava sem clube e chega para ser o substituto imediato de Fagner. Atualmente, Mantuan é o único nome na posição. Michel Macedo se transferiu para o clube espanhol em 2016 e atuou 28 vezes pela equipe na última temporada. Formado no Flamengo, o carioca tem passagens pela seleção de base, mas não ficou no Brasil por muito tempo. O início de sua carreira como profissional aconteceu no Almería, também da Espanha, e de 2012 a 2014 foi emprestado ao Atlético-MG, participando de um jogo da conquista da Libertadores pelo Galo. A nova contratação já vinha sendo especulada pelo Corinthians desde a última janela de transferências. Ambas as partes ficaram próximo de um acordo, que acabou não acontecendo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/corinthians-anuncia-michel-macedo-como-reforco-para-2019-08102018

Lucas Lima ganha moral com Felipão e comemora boa fase no Palmeiras
Data: 08/10/2018

Após má fase nos tempos de Roger Machado, o meia ressurgiu sob o comando de Scolari; meia é vice-líder em assistências do Alviverde em 2018

O técnico Luiz Felipe Scolari tem variado bastante a formação titular do Palmeiras para manter o time forte tanto na Copa Libertadores quanto na Copa do Brasil. Mas um jogador que vinha até pouco tempo atrás em baixa ganhou moral com o treinador e tem sido presença constante nas partidas da equipe: Lucas Lima. Dos 13 jogos com Felipão no Brasileiro, o camisa 20 só não participou de dois. O meia foi titular em dez oportunidades, saiu do banco em uma e não foi a campo apenas duas vezes. "No Brasileirão, o professor tem me dado oportunidades. Fico muito feliz por ter aproveitado. Quando jogo assim, jogo descansado, então sempre posso dar o meu máximo", comentou. Lucas Lima tem sido um dos jogadores que mais dá passes a gol na equipe. Ele é o vice-líder do elenco em assistências, com 10 passes para gols, e fica atrás apenas de Dudu, maior garçom da equipe em 2018, tendo deixado seus companheiros cara a cara com o goleiro para marcar 14 vezes. Na vitória sobre o São Paulo por 2 a 0, Lucas Lima cobrou o escanteio que deu origem ao gol de cabeça de Gustavo Gómez, aos 33 minutos do primeiro tempo. Deyverson ampliou. Há 16 anos que o Palmeiras não vencia o São Paulo no Morumbi. "Vamos descansar, porque domingo tem outra pedreira", finalizou. O Palmeiras agora tem a semana livre para treinar e volta a campo no domingo para encarar o Grêmio, em disputa direta pela liderança. O time alviverde lidera com 56 pontos, enquanto que a equipe gaúcha ocupa a quinta colocação, com 51. O Internacional é o segundo colocado com 53 e encara na mesma rodada o São Paulo, que está em quarto, com 52. O Flamengo, que está em terceiro lugar com 52, tem o clássico contra o Fluminense, sábado, no Maracanã.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/lucas-lima-ganha-moral-com-felipao-e-comemora-boa-fase-no-palmeiras-08102018

São Paulo não vence há 30 dias, cai em semanas livres e busca motivo
Data: 08/10/2018

Após a eliminação diante do Colón na Copa Sul-Americana, Tricolor teve cinco jogos após semanas inteiras de treinamento e não venceu nenhum deles

O que parecia ser um trunfo do São Paulo na briga pelo título brasileiro virou uma estatística negativa. Depois da eliminação na Copa Sul-Americana, que aliviou o calendário, o time jogou cinco vezes após ter a semana inteira para treinar e não ganhou nenhum desses jogos. A última vitória tricolor foi há exatos 30 dias, contra o Bahia, por 1 a 0, no Morumbi. Depois disso, foram quatro partidas no Brasileirão, todas depois de semanas livres. Empates com Santos (0 a 0), América-MG (1 a 1) e Botafogo (2 a 2), além da derrota para o Palmeiras (2 a 0), no último sábado. Antes, a equipe já havia empatado por 1 a 1 com o Fluminense após treinar a semana toda. Diego Aguirre admite a queda de rendimento, mas não consegue explicá-la: - Não sei (porque o time não joga bem após semanas livres). Também fico um pouco surpreso, todos esperavam outra produção. Mas não tem uma só razão, são coisas que estão acontecendo. Estamos em um momento de resultados que não são os que nós esperávamos. Temos que rapidamente voltar a treinar e depois olhar para o próximo jogo, que é importantíssimo, em Porto Alegre, com o Inter. É tentar ganhar, isso é imediato. Cara, é uma pergunta que se a gente soubesse responder com exatidão os resultados já teriam vindo. Faz três ou quatro jogos que a gente está devendo, sim. A gente está tendo a semana para trabalhar, e estamos trabalhando, estamos conversando, estamos falando dos detalhes que precisamos acertar... Planejamos um jogo tão importante contra o Palmeiras e infelizmente as coisas não aconteceram do jeito que a gente esperava - emendou o capitão Hudson. O elenco se reapresenta nesta segunda-feira à tarde, no CT da Barra Funda, e terá mais uma semana completa de treinos antes de enfrentar o Internacional, às 16h de domingo, em Porto Alegre. Uma derrota provavelmente acabará de vez com o sonho de título. Faltando dez rodadas para o fim do torneio, o São Paulo está em quarto lugar, com quatro pontos a menos que o líder Palmeiras. Os jogos do São Paulo após a eliminação na Sul-Americana: — São Paulo 2 x 0 Chapecoense — Paraná 1 x 1 São Paulo — São Paulo 1 x 0 Ceará [SEMANA LIVRE] — São Paulo 1 x 1 Fluminense — Atlético-MG 1 x 0 São Paulo — São Paulo 1 x 0 Bahia [SEMANA LIVRE] — Santos 0 x 0 São Paulo [SEMANA LIVRE] — São Paulo 1 x 1 América-MG [SEMANA LIVRE] — Botafogo 2 x 2 São Paulo [SEMANA LIVRE] — São Paulo 0 x 2 Palmeiras

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/sao-paulo-nao-vence-ha-30-dias-cai-em-semanas-livres-e-busca-motivo-08102018

Mercado financeiro eleva estimativa de inflação para 4,40%
Data: 08/10/2018

Para 2019, a projeção da inflação permaneceu em 4,20%. Para 2020, a estimativa segue em 4% e, para 2021, passou de 3,97% para 3,95%.

A estimativa de instituições financeiras para a inflação este ano subiu pela quarta vez seguida. De acordo com pesquisa do Banco Central (BC), divulgada hoje (8), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 4,40%. Na semana passada, a projeção estava em 4,30%. Para 2019, a projeção da inflação permaneceu em 4,20%. Para 2020, a estimativa segue em 4% e, para 2021, passou de 3,97% para 3,95%. A projeção do mercado financeiro ficou mais próxima do centro da meta deste ano, que é 4,5%. Essa meta tem limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. Já para 2020, a meta é 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente). Taxa básica Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como instrumento a taxa básica de juros (Selic), atualmente em 6,5% ao ano. De acordo com o mercado financeiro, a Selic deve permanecer em 6,5% ao ano até o fim de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano. Para o fim de 2020, a projeção é 8,38% ao ano, ante 8,19% previstos na semana passada, voltando a 8% ao ano no final de 2021. Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação. A manutenção da taxa básica de juros, como prevê o mercado financeiro este ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação. Crescimento econômico As instituições financeiras ajustaram a estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, de 1,35% para 1,34%, este ano e mantiveram a estimativa em 2,5% nos próximos três anos. A estimativa para a cotação do dólar foi mantida em R$ 3,89 no fim deste ano, e em R$ 3,83 ao término de 2019.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/tnh1/mercado-financeiro-eleva-estimativa-de-inflacao-para-440-08102018

Saúde das empresas 'segura' Bolsa em ano turbulento
Data: 08/10/2018

Mesmo com todas as incertezas do quadro político e do cenário externo desfavorável para emergentes, tem se mantido no território positivo

A Bolsa tem mostrado uma resistência incomum para um ano eleitoral. Mesmo com todas as incertezas do quadro político e do cenário externo desfavorável para emergentes, ela tem se mantido no território positivo em 2018. Até setembro, subiu 4%. A atual resiliência do mercado, segundo analistas, é resultado da "lição de casa" feita pelas empresas durante a crise, que fizeram pesados ajustes para voltar a lucrar. Isso aponta expectativa de ganhos no médio prazo — que, é claro, também dependem do resultado das urnas. O saldo positivo da Bolsa contrasta com disparada do dólar — já que, geralmente, dólar e Bolsa caminham em sentidos opostos, pois o aumento da percepção de risco aqui incentiva a fuga para ativos estrangeiros. No acumulado até setembro, a moeda norte-americana avançou mais de 20%, evidenciando o aumento da desconfiança com o futuro da economia brasileira. A Bolsa, porém vem resistindo. "De 2015 para cá, as empresas cortaram despesas e ficaram mais leves — assim, no ano passado, voltaram a ter lucro", observa Victor Candido, economista-chefe da Guide Investimentos. O resultado pode ser observado ao se comparar um indicador que relaciona o preço da ação — quanto o mercado acredita que a companhia vale — com seu valor patrimonial ou contábil, como consta em seu balanço. É o chamado P/VPA. Segundo levantamento do professor da FIA Marcos Piellusch, a pedido do jornal 'O Estado de S. Paulo', em 2015, auge da crise econômica, com o dólar na casa dos R$ 4, as 100 empresas mais negociadas e relevantes da Bolsa (agrupadas no IBrX-100) valiam no mercado 14% a mais que no balanço. Já este ano, com a moeda americana no mesmo patamar, a ação das companhias está em média 74% maior que o valor contábil. "Isso indica mais otimismo em relação ao lucro das empresas no futuro", diz Piellusch. "Claro que, como são expectativas, dependem da retomada da economia." Clemens Nunes, professor da FGV, lembra que em 2015, primeiro ano do segundo mandato de Dilma Rousseff, houve valorização do dólar muito repentina - o que pegou muitas empresas "de calça curta". "Agora, apesar dos extremos, a eleição tem data para acabar, diferente do que aconteceu com o impeachment. Essa previsão mais otimista favorece as empresas." Apesar de esta ser uma das eleições mais disputadas desde a redemocratização, o cenário é bem diferente de 2002, por exemplo. Até o primeiro turno, o dólar havia subido 57% — a Bolsa, na contrapartida, caiu 33%. "Em 2002, o P/VPA chegou no menor valor da série, o que demonstrava pessimismo", afirma Piellusch. À época, as 100 empresas mais relevantes da Bolsa estavam cotadas 20% abaixo de seu valor contábil. Com a sinalização de Lula ao mercado e os anos de bonança que se seguiram, o indicador voltou a crescer, atingindo seu auge no início do segundo mandato do petista, em 2007. Já no fim dessa gestão, o indicador passou a recuar — tendência que permaneceu por todo o governo Dilma. Dinheiro de fora Álvaro Bandeira, economista-chefe da MoldalMais, pontua outro fator que vem segurando a Bolsa: com a guinada do dólar, as empresas brasileiras ficaram baratas. Esse desconto atrai investidores de fora. Prova disso foi o retorno do fluxo estrangeiro à B3 no terceiro trimestre, com entrada de R$ 10,24 bilhões. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/saude-das-empresas-segura-bolsa-em-ano-turbulento-08102018

Dólar cai para R$ 3,72 após resultado do primeiro turno
Data: 08/10/2018

Moeda americana reagiu ao fato de Bolsonaro ter ficado em primeiro na disputa eleitoral e a composição do Congresso Nacional

O dólar iniciou a segunda-feira (8) em forte queda ante o real e chegou a R$ 3,72 às 9h30. O resultado foi influenciado pelo resultado do primeiro turno da eleição presidencial, em que o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, recebeu votação expressiva. A participação do partido de Bolsonaro no Congresso Nacional também teve peso na queda da moeda: o PSL conquistou a segunda maior bancada. O cenário animou os investidores que torcem por um candidato considerado mais reformista no Palácio do Planalto. Bolsonaro recebeu 46,04% dos votos válidos enquanto o petista Fernando Haddad, que vai disputar com ele o segundo turno, ficou com 29,26% do total. O PT ficou com 57 cadeiras na Câmara dos Deputados, a maior bancada, e o PSL, com 51. Às 9h14, o dólar recuava 2,68%, a R$ 3,7536 na venda, depois de terminar a sexta-feira em queda de 1%, a R$ 3,8570, e encerrar a semana com queda acumulada de 4,46%, o maior recuo semanal desde março de 2016. O dólar futuro tinha baixa de 2,35%. O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de novembro, no total de 8,027 bilhões de dólares. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/dolar-cai-para-r-372-apos-resultado-do-primeiro-turno-08102018

Erramos: Douglas Belchior não foi eleito deputado federal em SP
Data: 08/10/2018

Candidato a deputado federal pelo PSOL de São Paulo não atingiu o quociente eleitoral necessário para que Belchior fosse eleito para Câmara

Diferentemente do noticiado pelo R7 às 23h50 de domingo (7), o candidato do PSOL à Câmara dos Deputados por São Paulo Douglas Belchior não foi eleito. O candidato recebeu 46.026 votos (0,22% dos votos válidos). Ao final da contagem das urnas, houve uma alteração no quociente eleitoral e Belchior não conseguiu garantir uma cadeira na Câmara. Em sua rede social, Belchior comentou a mudança do quociente: "Não fomos eleitos. Estamos orgulhosos e muito agradecidos pelos 46.026 votos de confiança recebidos nesta eleição. Construímos uma campanha linda e potente. Mesmo com poucos recursos e nenhum apoio institucional, a resposta foi linda nas urnas. Ainda na noite deste domingo, 07/10, o TSE, diversos sites de notícias e o próprio Psol confirmaram nossa eleição em uma quarta vaga do partido para o Congresso Nacional. E comemoramos! Ocorre que, ao bater 100% da contagem de votos, houve uma alteração do coeficiente eleitoral, o que acabou por retirar esta quarta vaga. A oficialização das informações deverá ser publicada nas próximas horas. É muito difícil que esse resultado se altere. Seguimos! Ainda assim, é preciso comemorar! Além de nossa expressiva votação, é preciso celebrar a histórica eleição de uma mulher preta trans, nossa irmã Erica Malunguinho, para deputada estadual. Ao lado de Áurea Carolina 5018 e Talíria Petrone 5077, eleitas para o Congresso Nacional. Motivos de muito orgulho e felicidade. Seguimos em nossa luta cotidiana, como há muitos anos, nas ruas, nas urnas e agora, principalmente, contra o fascismo. Venceremos!" Veja a lista com os deputados federais eleitos por São Paulo

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/erramos-douglas-belchior-nao-foi-eleito-deputado-federal-em-sp-08102018


Data: 05/10/2018

O reality mostrou a continuação do bate-boca entre as participantes logo após a Prova do Fazendeiro e atingiu média de 10 pontos de audiência

As duas perderam a paciência mais uma vez por conta dos votos para a Roça Reprodução/A Fazenda A Fazenda 10 bateu recorde de audiência da temporada, nesta quarta-feira (3), com a briga entre Ana Paula Renault e Nadja Pessoa. O reality, exibido entre 22h42 e 22h58, registrou média de 11 pontos, pico de 11 e share de 16%. O resultado garantiu a vice-liderança isolada ao programa. Após a prova do fazendeiro, Ana Paula Renault e Nadja Pessoa promoveram um bate-boca na sala da sede de A Fazenda. As duas perderam a paciência mais uma vez por conta dos votos que aconteceram para a Roça. Ana Paula disse que Nadja será eliminada. Em resposta, Nadja lamentou ter impedido que ela batesse o sino para sair do programa. Nadja está na roça com Sandro Pedroso e um deles saí da disputa nesta quinta-feira (4).

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/a-fazenda-10-bate-recorde-com-briga-entre-ana-paula-e-nadja-04102018


Data: 05/10/2018

Pedro Ortega, que participou do reality De Férias Com o Ex com a peoa, acredita, no entanto, que ela conseguirá 'se segurar mais' em A Fazenda 10

Gabi Prado está bem diferente em A Fazenda do que os espectadores de De Férias Com o Ex, reality que a alçou à fama, estavam acostumados a ver: até o momento, em três semanas de confinamento, a peoa não se envolveu em nenhuma grande confusão e vem mostrando um lado mais carinhoso com os outros participantes. Para os cariocas Claudio Matos e Pedro Ortega, que participaram da segunda temporada do programa da MTV com Gabi, a modelo está tendo a oportunidade de "mostrar a pessoa que é de verdade". "Ela é uma pessoa fantástica, de bom coração e que sempre procura ajudar quem ela gosta. Os programas da MTV são bastante editados e fazem de tudo para as pessoas saírem do controle. E tem muito menos tempo de programa, então a realidade não é passada dentro do reality", afirma Pedro. "A Gabi não é só aquela ‘pólvora que está prestes a explodir’; ela tem um lado muito bom, um coração gigante, gosta de cuidar das pessoas, é supercarinhosa... quando ela quer, né? (risos) Mas tem aqueles momentos que a gente já conhece, que ela não guarda desaforo, quer proteger as pessoas etc. Então ela é assim, um pouco do que o reality mostrou, mas não só aquilo: tem um outro lado que está aparecendo agora em A Fazenda que não apareceu no De Férias Com o Ex", concorda Claudinho, como é conhecido. Apesar de exaltarem o lado mais sensível da peoa, os dois acreditam que ela não é 'de ferro' e que a chance de acabar em alguma briga existe, muito por conta da personalidade dos outros participantes. Mas, mesmo assim, confiam no autocontrole dela. "Acho que a qualquer momento ela pode 'explodir', porque ela é uma pessoa bem impulsiva. Mas a 'pegada' de A Fazenda não é a mesma dos outros realities que ela participou, então acho que vai conseguir se segurar. Apesar de ter uma galera bem 'enjoadinha' que pode irritar ela. Mas ela é esperta e vai dar conta do recado, as pessoas têm um pouco de medo dela também (risos)", diz Pedro. Romance com João Zoli Gabi se mostrou preocupada com a exposição e relutou muito para engatar um relacionamento com João dentro da casa, mas no De Férias Com o Ex ela teve uma postura mais tranquila em relação a envolvimentos amorosos. Para Claudinho, as atitudes dela em A Fazenda têm a ver com medo. "Acho que ela relutou pelo fato de a gente, dentro da casa, se envolver superfácil. Por exemplo: você está há três dias com a pessoa, mas parece que é casado com ela há anos, porque está morando com ela ali, o tempo não passa, as emoções ficam mais à flor da pele, você se envolve muito mais. E você se envolver em um reality show que dura três meses às vezes pode te prejudicar. Então acho que ela estava com um pouco de medo no começo, de isso acontecer, talvez seja por isso que ela estava relutando tanto. Mas aconteceu, né? Ela ficou com ele – a gente estava na torcida aqui fora para que isso acontecesse – e agora é torcer para que eles sejam felizes", afirma. Amigos aprovam a "nova Gabi" Parece que a postura da peoa no programa da RecordTV tem agradado - pelo menos aos amigos dela. Tanto Claudio quanto Pedro aprovam a participação da modelo e torcem para que ela leve o prêmio de R$ 1,5 milhão. "Estou achando ‘irada’ a participação dela, me divertindo bastante, até essa ‘parada’ dela com os animais está bem bacana, o medo dela e tal. Estou achando ela até fofinha, com o romancezinho, bem calma... estou curtindo bastante, conhecendo uma nova Gabi", afirma Claudio. "Eu estou adorando ela no programa. Ela está mais calma, mais centrada. E agora 'casadinha' tem alguém para segurar ela um pouco", concorda Ortega.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/ela-pode-explodir-a-qualquer-momento-diz-amigo-de-gabi-prado-04102018

Neymar autografa camisa para Yhudy, filho de Wesley Safadão
Data: 05/10/2018

O cantor está em turnê pela Europa e, durante a parada em Paris nesta quarta-feira (3), assistiu ao jogo do PSG contra o Estrela Vermelh

Wesley Safadão prestigiou Neymar no jogo em que o atacante fez história na Liga 1, nesta quarta-feira (03), no qual ele apareceu com visual renovado. Em Paris para iniciar sua turnê pela Europa, o cearense tietou o craque nos bastidores da partida, que contou ainda com a presença de Bruna Marquezine. adão ganhou autógrafo Reprodução/Instagram Wesley Safadão prestigiou Neymar no jogo em que o atacante fez história na Liga 1, nesta quarta-feira (03), no qual ele apareceu com visual renovado. Em Paris para iniciar sua turnê pela Europa, o cearense tietou o craque nos bastidores da partida, que contou ainda com a presença de Bruna Marquezine. PUBLICIDADE "A camisa do hat trick Neymar", afirmou ao legendar foto com o atleta no Instagram Stories, usando a expressão que, no mundo do esporte, significa a sucessão por três vezes de um evento - no caso, os 3 gols na partida. Filho mais velho ganhou uniforme autografado: 'Com moral' Ainda nas redes sociais, ele mostrou o filho mais velho, Yhudy, em uma chamada de vídeo feliz da vida por ter ganhado um mimo personalizado do jogador. "Camisa assinada e face time! Tá com moral esse Yhudy!", escreveu o artista. Depois, ele ainda compartilhou fotos com Marquinhos e Thiago Silva. Cantor precisou fazer tratamento com fono: 'Vamos seguir agenda' Antes de viajar, Wesley Safadão dividiu com os fãs que precisou aumentar os cuidados com sua voz. "Estou muito feliz, já tive uma melhora da semana passada pra cá. Tem alguns dias, quase meses, que estou meio que sem voz. E mesmo sem ter parado, cumprindo a agenda de shows, estou com acompanhamento de fono. Vamos seguir com a agenda normal e continuar o tratamento, melhorando cada vez mais", disse o marido de Thyane Dantas, que se afastou temporariamente das redes sociais após o nascimento de Dom.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/neymar-autografa-camisa-para-yhudy-filho-de-wesley-safadao-04102018

Corinthians encara Flamengo em busca de semana mais tranquila
Data: 05/10/2018

Time alvinegro tenta se afastar da zona de rebaixamento nesta sexta-feira (5), na Arena, às 21h, antes de se dedicar às finais da Copa do Brasil

O Corinthians encara o Flamengo nesta sexta-feira (5), às 21 horas, em sua arena, preocupado em se distanciar mais da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e também em ter um período de trabalho tranquilo entre os dois jogos das finais da Copa do Brasil. Atualmente, apenas seis pontos separam o time do grupo da degola. Um eventual tropeço poderá deixar a equipe a apenas três do descenso.Na próxima quarta-feira, o Corinthians visita o Cruzeiro, no Mineirão, no primeiro jogo da decisão do torneio nacional. E no meio da outra semana, dia 17, faz o duelo de volta na Arena Corinthians. Entre uma partida decisiva e outra haverá o clássico com o Santos no Pacaembu, com torcida única do adversário. Tudo que o elenco corintiano não quer é chegar para essa partida pressionado pela ameaça de rebaixamento. Por isso, vencer o Flamengo é tão importante. Um triunfo fará a equipe respirar no Brasileirão e vai possibilitar ao técnico Jair Ventura poupar alguns titulares na rodada seguinte. O atacante Romero admitiu que não tem como esquecer a decisão com o Cruzeiro, mas lembrou da importância de somar pontos no jogo desta sexta-feira. "Vou ser mentiroso se disser que não penso nesse jogo (da final). A ansiedade é grande para jogar e ganhar um título. Mas estamos muito atrás no Brasileiro. Precisamos ganhar do Flamengo", analisou. O paraguaio também tentará encerrar o mau momento que vive na temporada - está sem marcar há 16 jogos. Além disso, ele vive a expectativa de treinar pela seleção de seu país. O Corinthians chegou a um acordo com a Associação Paraguaia de Futebol para que o jogador se apresente à seleção no dia 11 e a expectativa é de que ele retorne no dia 15. "Vou ficar à disposição para jogar a final e vou lá treinar, conhecer o treinador também. Mas quero treinar aqui um dia antes com meus companheiros para pegar as ideias do Jair para esse jogo e chegar bem." Para a partida contra o Flamengo, Jair não fez mistérios e confirmou a escalação. Sem poder contar com Fagner, que se recupera de fibrose na coxa esquerda, o treinador improvisará o volante Gabriel na direita. Outra novidade será a presença de Douglas no meio-campo. O jogador costuma ser titular, mas está suspenso do primeiro jogo da Copa do Brasil e poderia ser poupado para dar entrosamento a um substituto. O setor ofensivo será o mesmo do time que eliminou o Flamengo na semana passada por 2 a 1 e avançou à decisão do torneio mata-mata, com Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson. Pedrinho, que fez o gol da classificação, segue no banco. O Flamengo, além de ver o duelo como uma revanche, também precisa vencer para não perder a liderança de vista. Hoje, quatro pontos o separam do Palmeiras. Após o revés para o Corinthians, o técnico Mauricio Barbieri caiu e Dorival Junior assumiu em seu lugar. O novo treinador terá que superar dois importantes desfalques para a partida. O goleiro Diego Alves e o meia Diego estão machucados. Além disso, Lucas Paquetá e Vitinho devem jogar, mas passaram a semana em tratamento. FICHA TÉCNICA CORINTHIANS X FLAMENGO ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Junior HORÁRIO - 21h LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo (SP) CORINTHIANS - Cássio; Gabriel, Henrique, Léo Santos e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson. Técnico: Jair Ventura. FLAMENGO - Cesar; Pará, Léo Duarte, Réver e Trauco; Cuéllar, Willian Arão, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Vitinho; Uribe. Técnico: Dorival Junior.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-encara-flamengo-em-busca-de-semana-mais-tranquila-05102018

Inter visita o Sport em Recife para pressionar rivais paulistas
Data: 05/10/2018

Brigando pela liderança do Brasileirão, o Colorado terá três desfalques importantes: Cuesta, Edenilson e Damião, mas conta com o retorno de Patrick

O Internacional enfrenta o Sport, nesta sexta-feira (5), às 19 horas, no Recife, com três objetivos: vencer, assumir a liderança momentânea do Campeonato Brasileiro e jogar pressão sobre Palmeiras e São Paulo, que vão duelar no sábado, em clássico no Morumbi. Em caso de triunfo do Inter e empate no clássico paulista, o primeiro lugar no Brasileirão volta a ser da equipe gaúcha, que foi campeã brasileira pela última vez em 1979. O técnico Odair Hellmann vai ter três desfalques de peso na equipe. O zagueiro Víctor Cuesta e o meio-campista Edenilson estão suspensos. O atacante Leandro Damião está fora por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda. A boa notícia é o retorno de Patrick. "É sempre difícil jogar contra o Sport na Ilha. O importante é fazermos um bom trabalho, nosso time está numa sequência positiva e quem entrar (em campo) tem que dar seu melhor para conquistarmos os três pontos aqui", disse o meio-campista. O Inter soma 53 pontos, assim como o Palmeiras, mas perde a liderança no saldo de gols (23 a 18). O São Paulo tem 52 pontos, seguido pelo Grêmio, que tem 50. O quinto lugar é do Flamengo, com 49 pontos.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/inter-visita-o-sport-em-recife-para-pressionar-rivais-paulistas-05102018

O Boca calou o Mineirão. 1 a 1. Enfrentará o Palmeiras na semifinal
Data: 05/10/2018

O Cruzeiro dominou. Saiu na frente, criou inúmeras chances. Mas pagou caro a precipitação e nova expulsão de Dedé. No fim, a eliminação da Libertadores

O Cruzeiro massacrou, encurralou o Boca Juniors no Mineirão. Mas não conseguiu reverter a desvantagem de 2 a 0, conquistada pelos argentinos em Buenos Aires. Apenas empatou em 1 a 1. O árbitro uruguaio Andrés Cunha anulou um gol de Hernan Barcos e também voltou atrás em um pênalti em Arrascaeta, marcou impedimento. Acertou nas duas decisões. Os mineiros perderam a classificação na absurda arbitragem na Bombonera. Quando Dedé foi expulso involuntário por um choque com o goleiro Andrada. Quando o Cruzeiro estava melhor, perto de um eventual segundo gol, Dedé tomou o vermelho. Desta vez de maneira justa, por chutar Pavón. E atrapalhou o time de Mano Menezes. O Cruzeiro vencia por 1 a 0, gol de Sassá. Mas, acabou sofrendo o empate aos 48 minutos, gol de Pavón, em falha de Léo, que estava sem a companhia de Dedé na zaga. A semifinal da Libertadores terá dois confrontos entre argentinos e brasileiros. Grêmio contra River Plate. Palmeiras diante do Boca Juniors. Vários jogadores do Cruzeiro deixaram o gramado chorando. Entre eles, Thiago Neves. "O choro do Thiago é o choro de todos nós. Decepção por não conseguir passar para a semifinal. O time jogou bem hoje. Nos doamos e entregamos ao máximo, mas não conseguimos. O torcedor está de parabéns. Temos que elogiar e dar parabéns. O sentimento é de decepção total", admitia Edílson. Como o Cruzeiro foi prejudicado em Buenos Aires, as acusações contra a Conmebol vieram e pesadíssimas. Principalmente por parte do presidente Wagner Pires de Sá. "Nós sabíamos que eles iam, de alguma maneira, expulsar o Dedé. Quando eles nos adoçaram a boca, eu mesmo assustei. A Conmebol proteger alguém do futebol brasileiro… Eles nunca fizeram isso. E olha que nós somos muito bem aceitos com nossos hermanos argentinos, com todo mundo. "A vagabundagem que existe nesses caras é impressionante. Ou nós nos fortalecemos ou temos que sair de uma merda dessa. Todas as vezes o futebol brasileiro é roubado e ficamos tranquilos. Quando eles aceitaram o Dedé, nós comentamos: "Eles vão aprontar dentro do Mineirão". Vocês viram a performance desse… F...-se quem é esse cara. Nem sei quem é, um vagabundo. "Até o sobrenome é de ladrão", disse o dirigente, se referindo a Andrés Cunha. "A impressão nossa é que o juiz brincou. Ele deu falta minha em um lance que eu nem encostei. Sabe o que ele falou pra mim? “Vocês perderam, vocês não fizeram para ganhar. Vocês são ruins, saíram da copa”. É vergonhosa a arbitragem. Ele falou: “A culpa foi minha?”. Eu falei: “Foi sua!”, acusou o lateral Egídio. "Quando ficou definido que íamos enfrentar o Boca, sabíamos que seriam dois jogos grandes, difíceis pela qualidade do adversário, mas que também tínhamos condições de passar. Dois grandes, um vai passar, outro vai ficar. Gostaria que só o jogo dentro de campo determinasse a passagem, pois aí estaríamos aqui parabenizando o adversário, como sempre fizemos. Há de saber perder. Mas não foi o que vimos nos 180 minutos", criticou Mano Menezes. A raiva dos cruzeirenses se aplica muito mais ao que aconteceu em Buenos Aires. No Mineirão, o time teve a iniciativa, buscou pressionar o Boca Juniors desde o início da partida. Os argentinos estavam bem postados, principalmente no primeiro tempo. Conseguiram travar a iniciativa brasileira na sua intermediária lotada. Mano Menezes deveria ter sido mais ousado e tirado um dos dois volantes ainda na primeira etapa. Exagero manter Henrique e Lucas Silva. No segundo tempo, os cruzeirenses tiveram mais consciência, utilizaram mais as triangulações pelas laterais e partiram com toda a disposição para tentar reverter a desvantagem de dois gols. Mano finalmente tirou Lucas Silva e colocou Sassá. O atacante deu sorte e no primeiro toque na bola, depois de escanteio cobrado por Arrascaeta e desvio de Léo, Sassá chutou forte de esquerda, para as redes. Cruzeiro 1 a 0, aos 12 minutos. O Cruzeiro pressionava, imprensava os argentinos, mas era precipitado nas finalizações. Os nervos estavam à flor da pele desde que o árbitro anulou gol de Barcos, depois de jogada perigosa, o famoso pé alto de Dedé. E de um impedimento que anulou pênalti em Arrascaeta. Tudo desmoronou de vez, na expulsão infantil de Dedé. Ele acertou um chute desnecessário em Pavón, aos 35 minutos. Faltando dez minutos, o Cruzeiro já estava esgotado de tanto buscar o ataque. E em uma falha de Léo, depois de Ábila ajeitar com o peito, Pavón estufou as redes de Fábio, aos 48 minutos. Era o fim de mais uma Libertadores para o Cruzeiro. E o Boca será o adversário do Palmeiras na semifinal...

Link Notícia: https://esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/o-boca-calou-o-mineirao-1-a-1-enfrentara-o-palmeiras-na-semifinal-05102018

Inflação para famílias de baixa renda acelera em setembro, diz FGV
Data: 05/10/2018

Gasolina, arroz e acém registraram aumento de preços no mês. Leite longa vida e tarifa de ônibus tiveram queda

A inflação para as famílias de baixa renda acelerou para 0,2% em setembro em comparação com agosto anterior. Os dados do IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor — Classe 1) foram divulgados na manhã desta sexta-feira (5) pela FGV (Fundação Getulio Vargas). O índice era de 0,04% em agosto. No acumulado de 12 meses, o índice registrou variação de 4,17%. A gasolina (4,5%), o arroz (2,34%), o acém (3,59%), a linguiça (3,82%) e biscoitos (1,95%) tiveram aumento de preços e foram as maiores influências positivas para o resultado de setembro. O leite longa vida (-3,61%), a tarifa de ônibus urbano (-0,56%), cebola (-18,67%), batata-inglesa (-6,59) e carne moída (-2,92) foram as influências negativas para a inflação. O índice mede o impacto da inflação para as famílias que recebem entre um (R$ 954) e dois e meio salários mínimos (R$ 2.385). Este grupo de brasileiros tende a utilizar a maior parte dos proventos para a compra de alimentos, enquanto pessoas com maior poder aquisitivo concentram os gastos em educação, saúde e lazer.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/inflacao-para-familias-de-baixa-renda-acelera-em-setembro-diz-fgv-05102018

Estudo do Senado propõe mudar regras do FGTS
Data: 05/10/2018

Conclusões incluem a possibilidade de diminuir os valores recolhidos pelas empresas e aumentar o repasse dos lucros aos trabalhadores

Um estudo da IFI (Instituição Fiscal Independente) do Senado Federal aponta que há espaço no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para redução do recolhimento das contribuições pelas empresas e aumento da distribuição do lucro do Fundo para os trabalhadores. Além de formar poupança remunerada para o trabalhador, o Fundo também oferece crédito favorecido para habitação popular, saneamento e infraestrutura urbana. Numa ampla radiografia das contas do FGTS, a IFI avalia no estudo, que será divulgado hoje, que a tendência para os próximos anos é de resultados positivos e elevação do patrimônio líquido, o que abre oportunidade para "algum tipo" de ajuste nas regras do Fundo. Pela legislação atual, metade do lucro do FGTS é revertida anualmente para o saldo das contas vinculadas dos trabalhadores. Este é o segundo ano de vigência da medida, que elevou em mais 1 6% a rentabilidade do Fundo, fixada em TR (Taxa de Referência) mais 3% ao ano. A principal crítica dos cotistas é a baixa remuneração do Fundo. Uma das opções sugeridas é subir para 100% a distribuição do lucro. Outra alternativa seria a redução do custo das empresas, vinculada a uma contribuição extra de 10% sobre o saldo da conta do trabalhador demitido sem justa causa. O Fundo tem R$ 496 bilhões em ativos e R$ 392,5 bilhões de passivos, que são as obrigações com os trabalhadores. Se as atividades do FGTS fossem encerradas de imediato e os ativos utilizados para quitar suas obrigações, ainda assim sobrariam R$ 104,4 bilhões de patrimônio. Contribuição O FGTS recebe contribuição compulsória recolhida das empresas de 8% sobre o salário dos trabalhadores contratados de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O dinheiro recolhido pelas empresas é dos trabalhadores e fica depositado nas chamadas contas vinculadas, uma para cada contrato de trabalho. Para Josué Alfredo Pellegrini, da IFI, autor do estudo, não faz sentido o FGTS ter um patrimônio crescente. "Ou distribui ou reduz a contribuição", diz o economista. Segundo ele, não parece ser economicamente razoável perseguir como objetivo o contínuo aumento do patrimônio líquido. A redução dos encargos poderia ajudar no aumento do emprego. Há também a alternativa de aumentar descontos concedidos nas operações de crédito, como as destinadas para o programa Minha Casa Minha Vida. Em 2017, as deduções chegaram a R$ 8,56 bilhões. "É desejável, entretanto, que descontos desse tipo sejam discutidos e aprovados durante a tramitação do Orçamento da União", afirma o analista da IFI. Durante a campanha presidencial têm surgido propostas diversas para o FGTS. Entre elas, a substituição da TR pela Taxa de Longo Prazo (TLP) como indexador de correção monetária (campanha do PSDB) e também o uso mais intenso do Fundo para estimular setores de grande geração de emprego (campanha do PDT). Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/estudo-do-senado-propoe-mudar-regras-do-fgts-05102018

Produção de veículos cai 23,5% em setembro ante agosto
Data: 05/10/2018

Dados são da Anfavea, que congrega as montadoras; acumulado do ano mostra crescimento de 10,5% ante a 2017

A produção total de veículos automotores em setembro, considerando carros de passeio e comerciais leves, caiu 23,5% em setembro comparativamente a agosto, segundo carta mensal do setor divulgada nesta quinta-feira (4) pela Anfavea, entidade que congrega as montadoras do país. A queda, de acordo com os executivos da entidade, está associada ao menor número de dias úteis no mês passado em relação a agosto. Tanto o efeito calendário influenciou o resultado mensal que na comparação entre setembro deste ano com idêntico mês em 2017 a produção total de veículos cresceu 4,3%. No acumulado do ano, de janeiro a setembro, a produção das montadoras cresceu 10,5% ante igual período em 2017. Exportações As exportações de veículos brasileiros em setembro recuaram 23 6% em relação a agosto. Também neste caso há o efeito calendário mas o maior impacto veio da crise econômica na Argentina. De acordo com o presidente da Anfavea, Antônio Megale, normalmente a Argentina responde por 70% a 80% das exportações de veículos brasileiros e no mês passado o país vizinho respondeu por apenas 50% das exportações brasileiras. Na comparação entre setembro e o mesmo mês no ano passado, as exportações caíram 28,3%. No acumulado do ano até setembro os embarques cresceram 2% sobre igual período do ano passado. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/producao-de-veiculos-cai-235-em-setembro-ante-agosto-04102018

Por que muitos partidos podem sair da eleição sem dinheiro nem presença no Congresso
Data: 05/10/2018

Cláusula de desempenho, que ficará gradativamente mais rígida até 2030, poderá servir como barreira e diminuir o número de partidos

No dia 7 de outubro, 35 partidos vão disputar as eleições com um desafio enorme para muitos deles: cumprir a cláusula de desempenho. Para isso, vão precisar eleger ao menos nove deputados federais de nove Estados diferentes ou contabilizar ao menos 1,5% do total de votos para a Câmara dos Deputados também distribuídos em nove unidades da federação, com pelo menos 1% dos votos em cada um desses Estados. Esses critérios se tornam mais rigorosos a cada eleição geral. E quem não conseguir atingir as marcas perde o direito ao fundo partidário e também ao tempo de propaganda no rádio e televisão no pleito seguinte. Por isso, o cientista político e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Jairo Nicolau prevê que muitos partidos, "em especial as nanolegendas", vão ficar "na seca", sem dinheiro e sem representantes no Congresso, mesmo depois de eleger alguns nomes. Nicolau acredita que haverá uma migração dos eleitos desses partidos que não cumprirem a cláusula para legendas maiores, fortalecendo as bancadas das grandes siglas. "Caminhamos para um quadro um pouco mais enxuto, mas não sei quem vai conseguir sobreviver", diz o professor, que espera que cerca de 20 legendas tenham assentos na Câmara, ante os 27 com representantes atualmente. "Alguns partidos vão ficar na seca, mas não vão deixar de existir", prevê Nicolau, lembrando que, como as legendas têm registro definitivo, mesmo sem dinheiro do Fundo Partidário muitas podem continuar arrecadando doações de pessoas físicas. Apesar de a cláusula de desempenho ficar mais rígida a cada eleição até 2030, o professor, contudo, diz que dificilmente o Brasil terá um bipartidarismo. Ele lembra que nem mesmo na época de Arena e MDB o sistema com dois únicos partidos funcionava como tal durante o regime militar. "Tinha Arena 1, Arena 2. Era possível votar para prefeito em dois candidatos do mesmo partido", recorda Nicolau, autor do livro Representantes de Quem? e de outras obras sobre política partidária e eleições. Genealogia dos partidos A história política do Brasil sempre foi marcada por uma verdadeira transformação dos partidos, que, em geral, nunca tiveram uma vida muito longa nem estruturas ou raízes fortes na sociedade, segundo o historiador e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Rodrigo Patto Sá Motta. O professor lembra que houve pelo menos três momentos com rupturas importantes que redefiniram o sistema político e partidário do país. Primeiro, diz Sá Motta, a transição do Império (1822-1889) para o período conhecido como República Velha (1889-1930) mostrou que as agremiações não eram capazes de se organizar nacionalmente. "Muitas vezes se exagera na impressão de que tivemos no Império partidos políticos mais fortes, com o Partido Conservador e o Partido Liberal, que duraram mais de 40 anos. As pessoas se esquecem de que eles dependiam menos da opinião popular e do voto e mais da opinião do imperador. Era o imperador quem estabelecia a mudança de governo e alternância de poder desses dois partidos, e isso prejudicou o enraizamento dos partidos (na sociedade)", explica. "Quando a República começou, isso ficou claro porque não se conseguiu criar um partido nacional. Os partidos republicanos eram estaduais e as elites políticas tinham pouca coordenação nacional. Só fomos ter partidos nacionais em 1945", explica o professor. Autor de vários livros, entre eles Introdução à História dos Partidos Políticos Brasileiros (1999, Editora UFMG), Sá Motta lista como exceções o PCB (Partido Comunista Brasileiro), criado em 1922 e que passou boa parte da sua história na clandestinidade, e a Ação Integralista Brasileira (AIB), criada em 1932 durante o primeiro governo de Getúlio Vargas (1930-1945), mas que não teve vida muito longa. Segundo o professor, a segunda ruptura veio com a Revolução de 1930. Os partidos políticos mais conhecidos da época de Getúlio Vargas são justamente a AIB e Aliança Nacional Libertadora (ANL), de 1935, liderada por Luís Carlos Prestes. No período conhecido como Estado Novo (1945-1964), o Brasil voltou a ter eleições para presidente. Nessa época, o Brasil assistiu à disputa entre legendas que defendiam Getúlio Vargas — PSD (Partido Social-Democrático) e PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) — e a que era contra Vargas — UDN (União Democrática Nacional). "O primeiro sistema partidário nacional que tivemos foi o de 1945 e, mesmo assim, veio a ditadura de 1964 e dissolveu esses partidos", lembra Sá Motta. Com o fim da ditadura — e do monopólio do MDB e Arena como as únicas legendas do país —, o Brasil adotou um caminho diferente de muitos vizinhos na América Latina. "Ao invés de resgatar os partidos que existiam antes da ditadura e restabelecer o que havia antes, deixou-se de lado o passado e criou-se um sistema partidário novo", observa o professor. Ele destaca que o "novo" tinha como origem Arena e MDB, que eram frutos da ditadura, e legendas criadas com propostas mais singulares, como o PT. Ele lembra até que houve tentativas como a de Leonel Brizola de resgatar o PTB de Getúlio Vargas, que foi barrado e acabou criando o PDT. "Enquanto em outros países que viveram ditaduras semelhantes, como é o caso do Uruguai e do Chile, eles resgataram partidos anteriores. Foram reconstituídos e estão aí governando", diz Sá Motta. "A história mostra que nunca ouve uma tradição partidária muito forte (no Brasil)", completa o professor. Fusões, cisões e mudanças de nomes de partidos A partir da Arena e do MDB, surgiram muitos dos partidos hoje reconhecidos como de direita e de centro, como o PSDB, DEM, PMDB. No fim da ditadura, o PT e o PCB se colocaram mais à esquerda no espectro político. Entre o fim da ditadura e 2018, o Brasil assistiu a dezenas de cisões, fusões, nascimento e morte de dezenas de legendas. Viu também o troca-troca partidário, prática comum entre muitos políticos brasileiros. Muitas legendas trocaram apenas de nome, muitas vezes para tentar esconder as origens. Mais recentemente é possível observar um movimento para tirar o nome "partido" e tentar se colocar junto ao eleitor mais desiludido com a política de uma forma diferente. O PFL foi um dos primeiros a deixar o "P" para trás na abreviação da sigla e passou a ser DEM. Ele surgiu de uma cisão do PDS que, por sua vez, veio da Arena. O PMDB, por sua vez, era o MDB. Trocou de nome logo depois da transição para a democracia e, este ano, voltou a se chamar MDB. Desde a ditadura, porém, pouco mudou no partido, que continua elegendo sempre uma grande quantidade de prefeitos e deputados, além de atrair políticos com muita força regional. Na nova leva de mudanças, o PTdoB virou Avante, o PEN pediu para ser Patriota e o PTN se transformou em Podemos. A Rede já nasceu sem a palavra partido no nome e o Solidariedade também. O Partido Novo, porém, foi contra essa tendência, mas não usa o nome de batismo completo. É, simplesmente, Novo. O PTC virou PRN e, em seguida, PJ. Os partidos se colocam como verdadeiras iscas, querendo fisgar o eleitor. Mas, ao refazer o histórico de fusões, cisões e transformações, é possível dizer que há muito pouca novidade em todos os espectros políticos. De dissidências do PT, por exemplo, surgiram o PSTU (que primeiro foi PRT), PCO e PSOL. O já extinto PDS virou vários como PFL-DEM, PDC, PRP — este se uniu ao PP para ser PPB e, em seguida, voltar a ser PP. Candidato e partido O professor Rodrigo Patto Sá Motta pondera, contudo, que as principais legendas do país hoje já têm uma história mais longeva e estruturada que a de partidos do passado. "A cultura política do país estimula partidos mais frágeis", assinala. O professor Jairo Nicolau também concorda que a história dos partidos revela a natureza da política brasileira, muito mais focada na figura do candidato do que nas legendas. Até mesmo para um eleitor interessado em política, no entanto, fica muito difícil acompanhar tantas transformações e saber exatamente a história e o perfil da legenda em que determinado político está. Ainda assim, Nicolau diz não acha o multipartidarismo necessariamente um problema. Os 35 partidos registrados atualmente não são o ápice de um Brasil que, nas eleições locais e gerais no fim dos anos 1980 e início dos 1990 viu mais de 80 siglas coexistirem, segundo o especialista. "Todos com registro temporário e, por isso, deixaram de existir." Uma nova onda de legendas surgiu a partir dos anos 2000. E, mesmo com as restrições que dificultam a sobrevivência dos partidos aprovados pelo Congresso para valer já para o pleito desse ano, o professor acredita que ainda há chance de mais legendas saírem do papel — há, atualmente, 73 partidos em formação, segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Na prática, após a transição para a redemocratização em 1988, o Estado brasileiro acabou criando mecanismos de financiamento que ajudaram a incentivar a criação de cada vez mais partidos, como, por exemplo, a possibilidade de as legendas também receberem dinheiro de empresas — que acabou sendo vetada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em 2015. Para Nicolau, muitos partidos vão sentir os efeitos das mudanças na legislação na eleição municipal de 2020. Por isso, ele não descarta a fusão de algumas legendas para assegurar a sobrevivência. Ainda que haja a possibilidade de uma fragmentação similar à de 2014 ou até maior no Congresso em termos de partidos com representantes, tudo indica que ela vai durar pouco tempo, com a provável migração de deputados federais e estaduais para legendas que os permitam disputar a eleição municipal com dinheiro do fundo eleitoral e tempo no rádio e na televisão. O professor Rodrigo Patto Sá Motta também acha possível que o número de legendas com representatividade no Congresso diminua. Ele lembra que a tentativa de criar barreiras para reduzir a quantidade de partidos é discutida há duas décadas e que, no passado, as legendas de esquerda foram contra porque defendiam que regras nesse sentido eram antidemocráticas e que partidos com posições mais ideológicas tinham direito a ter parlamentares. Para Nicolau, para muitos partidos como o Novo, PCdoB e PSOL, que se colocam como legendas mais ideológicas, lançar um candidato ao governo dos Estados e à Presidência é uma boa estratégia para ajudar a cumprir a meta imposta pela legislação eleitoral. "Candidatos circulam, aparecem na TV nacionalmente. O custo de entrada vai ficar muito alto e esses partidos precisam de visibilidade", avalia o professor. Por isso, legendas como o Novo e o PSOL insistiram em manter suas respectivas candidaturas à Presidência, por exemplo, apesar das pressões para se formar coligações — o PCdoB, por sua vez, acabou sendo atraído pelo PT e lançou Manuela D'Ávila como vice de Fernando Haddad. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/por-que-muitos-partidos-podem-sair-da-eleicao-sem-dinheiro-nem-presenca-no-congresso-05102018

Ministério Público denuncia 18 pessoas por esquema na Caixa
Data: 05/10/2018

Entre os denunciados estão Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves, Lúcio Funaro e Fábio Cleto

O MPF (Ministério Público Federal) apresentou quatro denúnicas na quinta-feira (4) referentes a operação Cui Bono, que apura irregularidade em operações com recursos da Caixa Econômica Federal em troca de pagamentos de vantagens indevidas. Oferecidas à 10ª Vara da Justiça Federal no DF, as denúncias envolvem Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha, Fábio Cleto e Lúcio Bolonha Funaro. Há ainda a participação de Henrique Eduardo Alves, Alexandre Margotto, Wellington Ferreira da Costa, Altair Alves Pinto, Sidney Szabo, Hugo Fernandes da Silva Neto, Eduardo Montagna de Assumpção, José Carlos Grubisch, Roberto Derziê de Sant’anna, Henrique Constantino, Natalino Bertin, Reinaldo Bertin, Silmar Bertin e Marcos Antônio Molina. Geddel e Cunha, por exemplo, estão presos por envolvimento em outros crimes. Funaro afirmou que houve repasse de propina de R$ 89,5 milhões no período de 2011 a 2015 para Eduardo Cunha, R$ 17,9 milhões de 2012 a 2015 para Geddel Vieira Lima e R$ 6,7 milhões a Henrique Alves de 2012 a 2014. Os procuradores do caso pedem mais de R$ 3 bilhões em multa e reparação. Os envolvidos são investigados por participação em esquema de propina em troca de concessão de operação de crédito da Caixa para quatro empress. Segundo as investigações, existiam três frentes criminosas: o grupo empresarial; o dos empregados públicos que operavam na Caixa e no FGTS e o político e de operadores financeiros. As empresas encaminhavam projetos para captação de recursos da Caixa ou do FGTS e faziam o pagamento de propina para empregados públicos e agentes políticos. No grupo de servidores públicos atuava fornecendo informações privilegiadas para os políticos e operadores financeiros sobre os projetos. Também eram os responsáveis por beneficiar as empresas ou decisões dos comitês da Caixa e do FGTS. Já os políticos recebiam informações privilegiadas e cooptavam as empresas para receber os recursos. O R7 tenta contato com a defesa dos citados.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministerio-publico-denuncia-18-pessoas-por-esquema-na-caixa-05102018

Ministério Público denuncia 18 pessoas por esquema na Caixa
Data: 05/10/2018

Entre os denunciados estão Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves, Lúcio Funaro e Fábio Cleto

O MPF (Ministério Público Federal) apresentou quatro denúnicas na quinta-feira (4) referentes a operação Cui Bono, que apura irregularidade em operações com recursos da Caixa Econômica Federal em troca de pagamentos de vantagens indevidas. Oferecidas à 10ª Vara da Justiça Federal no DF, as denúncias envolvem Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha, Fábio Cleto e Lúcio Bolonha Funaro. Há ainda a participação de Henrique Eduardo Alves, Alexandre Margotto, Wellington Ferreira da Costa, Altair Alves Pinto, Sidney Szabo, Hugo Fernandes da Silva Neto, Eduardo Montagna de Assumpção, José Carlos Grubisch, Roberto Derziê de Sant’anna, Henrique Constantino, Natalino Bertin, Reinaldo Bertin, Silmar Bertin e Marcos Antônio Molina. Geddel e Cunha, por exemplo, estão presos por envolvimento em outros crimes. Funaro afirmou que houve repasse de propina de R$ 89,5 milhões no período de 2011 a 2015 para Eduardo Cunha, R$ 17,9 milhões de 2012 a 2015 para Geddel Vieira Lima e R$ 6,7 milhões a Henrique Alves de 2012 a 2014. Os procuradores do caso pedem mais de R$ 3 bilhões em multa e reparação. Os envolvidos são investigados por participação em esquema de propina em troca de concessão de operação de crédito da Caixa para quatro empress. Segundo as investigações, existiam três frentes criminosas: o grupo empresarial; o dos empregados públicos que operavam na Caixa e no FGTS e o político e de operadores financeiros. As empresas encaminhavam projetos para captação de recursos da Caixa ou do FGTS e faziam o pagamento de propina para empregados públicos e agentes políticos. No grupo de servidores públicos atuava fornecendo informações privilegiadas para os políticos e operadores financeiros sobre os projetos. Também eram os responsáveis por beneficiar as empresas ou decisões dos comitês da Caixa e do FGTS. Já os políticos recebiam informações privilegiadas e cooptavam as empresas para receber os recursos. O R7 tenta contato com a defesa dos citados.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministerio-publico-denuncia-18-pessoas-por-esquema-na-caixa-05102018

Bolsonaro cresce entre homens na intenção de voto, diz Datafolha
Data: 05/10/2018

Candidato à Presidência pelo PSL, de acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira, segue na liderança com 35% dos votos totais

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (4) pelo Datafolha aponta que o candidato à Presidência pelo PSL, deputado federal Jair Bolsonaro, teve aumento de intenções de voto do público masculino às vésperas do primeiro turno da eleição, marcado para domingo (7). De acordo com a pesquisa detalhada publicada nesta sexta-feira (5) pelo jornal “Folha de São Paulo”, comparando os números divulgados na terça-feira (2) pelo mesmo instituto, a intenção de votos de Bolsonaro entre o eleitorado masculino passou de 38% para 42%. A primeira pesquisa da semana já tinha mostrado aumento nas intenções de voto do capitão reformado entre as mulheres — 21% das mulheres diziam votar em Bolsonaro na pesquisa divugalda em 28 de setembro, número que subiu para 27% nos dados divulgados na terça-feira e que se manteve estável em 28% no último levantamento. O candidato Fernando Haddad (PT) recuperou o voto feminino perdido no início da semana, mas oscilando ainda dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Na terça, 20% das eleitoras diziam que votariam no petista. Esta última pesquisa apontou que ele tem 23% da preferência do eleitorado feminino. Haddad se mantém estável com relação a intenção de voto masculino nos últimos três levantamentos, com 22%. Na pesquisa divulgada na noite de quinta-feira (4), Bolsonaro aparece com 35% das intenções de voto. Haddad segue na segunda posição, com 22%, e Ciro Gomes (PDT) vem em seguida, com 11%.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/bolsonaro-cresce-entre-homens-na-intencao-de-voto-diz-datafolha-05102018

Temer converte em lei MP do subsídio ao óleo diesel
Data: 05/10/2018

Medida foi uma das promessas do governo em troca do fim da greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio deste ano

O presidente Michel Temer converteu em lei a Medida Provisória 838/2018, que dispõe sobre a concessão de subvenção econômica à comercialização de óleo diesel rodoviário. O texto está no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (5) e traz dois vetos a dispositivos sobre o fornecimento de informações da política de formação de preços do combustível pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), por, entre outros argumentos, afrontarem a livre iniciativa como fundamento da República e da ordem econômica. O projeto de lei de conversão da MP foi aprovado pelo Congresso no início de setembro. A MP foi uma das promessas do governo em troca do fim da greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio. A norma concede subsídio de R$ 0,30 ao preço do litro do óleo diesel até o fim deste ano, o que custará R$ 9,5 bilhões ao Tesouro Nacional. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-converte-em-lei-mp-do-subsidio-ao-oleo-diesel-05102018

Movimento a favor da união de centro com Ciro cresce nas redes
Data: 05/10/2018

Candidato do PDT, que busca se firmar como terceira via, ultrapassou Fernando Haddad no número de menções nas redes sociais

Em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, Ciro Gomes (PDT) ultrapassou o candidato do PT, Fernando Haddad, nas menções entre usuários do Twitter nesta semana. No Facebook, o pedetista mostrou vantagem em dias alternados, alcançando 692 mil desde o início da semana. Os dados são da pesquisa divulgada nesta quinta-feira (4) pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, porém, se manteve bem à frente dos demais candidatos, com 5,5 milhões de interações no mesmo período. O pedetista tem adotado o discurso de ser uma terceira via na corrida eleitoral, hoje liderada por Bolsonaro e Fernando Haddad segundo pesquisas de intenção de voto. Na quarta-feira, 3, duas hashtags positivas a Ciro chegaram aos trending topics brasileiros no Twitter. Internautas compartilharam os termos #RenunciaHaddad e #Alcirina — esta última uma alusão à junção das candidaturas de centro de Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro e Marina Silva (Rede). Ciro tem usado suas redes sociais para divulgar o apoio de personalidades. O humorista Gregório Duvivier, os cantores Zeca Baleiro e Caetano Veloso e a escritora Fernanda Young são alguns dos famosos que declararam voto ao pedetista. Um dos filhos do candidato a vice pela chapa de Marina, Eduardo Jorge (PV), também se manifestou a favor de Ciro Gomes. "Vemos uma aproximação grande na última semana dos simpatizantes da Marina com os que demonstram apoio a Ciro, com essa iniciativa de união", afirma o diretor de análise da DAPP, Marco Ruediger. Segundo ele, a ascensão de Ciro nas redes sociais na última semana não faz parte de uma estratégia de campanha. "As pessoas estão assustadas, há muita angústia no segmento dos indecisos que não querem aderir à polarização que Bolsonaro e Haddad representam." Na mais recente pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo, divulgada na quarta-feira, Ciro é o único candidato que aparece à frente de Bolsonaro num eventual segundo turno. No fim de semana, as manifestações contra a candidatura de Bolsonaro, marcadas pela hashtag #elenão, e os atos a favor do candidato, que utilizaram #elesim, aumentaram a polarização. "Ele está se aproveitando da busca por uma alternativa de centro", disse Ruediger. Na avaliação do cientista político Pedro Costa, das Faculdades Rio Branco, o crescimento de Ciro ocorre porque ele é o mais bem colocado com um discurso de quebra da polarização. "É o candidato dos que não querem nem Haddad nem Bolsonaro", afirmou Costa. Ruediger, no entanto, afirma acreditar que a mobilização a poucos dias do primeiro turno veio tarde demais para a campanha do PDT. "Difícil haver uma virada agora. Ainda tem uma distância significativa nas intenções de voto entre Haddad e Ciro. Talvez com uma semana a mais, essa tendência poderia vingar nas pesquisas". O fenômeno das redes sociais, entretanto, continua sendo Bolsonaro. "A campanha do Bolsonaro tem um diferencial. As pessoas se sentem mais próximas do candidato que não utiliza muitos recursos, não deixa os vídeos arrumados. O marketing convencional está sendo rejeitado", disse Ruediger. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/movimento-a-favor-da-uniao-de-centro-com-ciro-cresce-nas-redes-05102018

Medo de cair em calçada ruim preocupa 43% dos idosos brasileiros
Data: 05/10/2018

Pesquisa realizada mostra preocupação de pessoas com mais de 50 anos em sofrer acidentes por conta do mau estado das calcadas pelo país

Sair de casa para uma simples caminhada na vizinhança tem se tornando um desafio para os idosos no Brasil. Segundo uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz de Minas Gerais, 43% das pessoas com mais de 50 anos afirmam ter medo de cair na rua por causa de defeitos nas calçadas. Madalena Cavalcante, de 50 anos, é uma destas pessoas. Ela trabalha como doméstica no bairro do Ipiranga, na zona sul de São Paulo e reclama das condições das calçadas do bairro onde trabalha e mora. "São degraus, buracos, é difícil caminhar com segurança, tem que ficar muito atento", afirmou. "Tem ruas que não gosto nem de passar, pois é perigoso, as vezes você tem até que passar pelo meio da rua. Você faz isto para não cair, e acaba correndo risco de ser atropelada", diz Madalena. Quando foi abordada pela reportagem do R7, a doméstica passeava com os cachorros de seus patrões e enfatizou que durante o passeio "o cuidado tem que ser redobrado". Não existe uma legislação nacional para que se crie normas para calçadas brasileiras. Atualmente, o Estatuto das Cidades define que a responsabilidade é de cada prefeitura. Na cidade de São Paulo, a Lei 15.442/2011 estipula que a responsabilidade sobre a conservação da calçada pertence ao proprietário do imóvel — calçadas em mau estado de conservação ou fora de padrões podem ser punidas com multas que podem chegar a R$300 por metro quadrado. Para a arquiteta e gerontologa Adriana Romeiro de Almeida Prado, a pesquisa traz um cenário preocupante pois "em 2030 os idosos serão em número maior do que jovens e crianças" e é fundamental que o idoso possa estar inserido na sociedade e possa participar dela com liberdade. "Devemos lembrar também que não é só o idoso que utiliza a calçada, todos nós usamos e deveria haver um esforço do poder público para garantir calçadas mais uniformes. Podia ser feito até uma campanha por um caminhar mais saúdavel", diz a especialista. Quedas e tombos A aposentada Maria Luiza, de 63 anos, sofreu uma queda na mesma região há cerca de dez dias. O desabafo veio nas redes sociais, acompanhado de fotos dos ferimentos. “Indo pela calçada, meti o pé num buraco e olha o que aconteceu. Não quebrei por sorte!", escreveu Maria Luiza. Segundo a professora Maria Fernanda Lima Costa, uma das coordenadoras da pesquisa, os resultados impressionaram. “Não esperávamos resultados tão desfavoráveis", afirmou. Costa enfatizou ainda que 85% da população idosa vive em áreas urbanas e que o cuidado com as calçadas deve se tornar uma preocupação mais frequente do Poder Público. "A cidade precisa garantir condições adequadas para essa população, o Brasil está devendo isso", disse a pesquisadora. O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, afirmou nesta segunda (1º), dia em que foi apresentado os resultados da pesquisa, reconheceu o problema. "Sabemos que isso é realidade, as calçadas são inadequadas. É necessário o diagnóstico para que todos nós possamos tomar as medidas." O estudo foi conduzido em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais e ouviu 10 mil pessoas com mais de 50 anos em 70 municípios de todas as regiões do país, inclusive as principais capitais.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/medo-de-cair-em-calcada-ruim-preocupa-43-dos-idosos-brasileiros-05102018

Minhocão fica aberto para carros no domingo de eleição. Veja mudanças
Data: 05/10/2018

Zona azul funciona normalmente no mercado da Cantareira, parque da Aclimação, praça Charles Miller e parque do Ibirapuera, segundo prefeitura

A Prefeitura de São Paulo, por meio da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), montou um esquema especial de trânsito para o primeiro turno das eleições 2018, que ocorre neste domingo (7). Vias que costumam ser liberadas para pedestres e ciclistas, como o Minhocão e a avenida Paulista, ficarão abertas para o tráfego de veículos no domingo. O Minhocão (elevado Presidente João Goulart), no centro da capital paulista, ficará aberto para carros entre 7h e 18h. Já a Paulista será liberada ao tráfego durante todo o dia. Para garantir segurança, fluidez e mobilidade dos eleitores no acesso aos postos de votação e vias do entorno, a CET montou uma operação diferente para este fim de semana. Os agentes de tráfego farão a remoção de interferências, orientação de travessia de pedestres, áreas de embarque e desembarque e operação semafórica. Conheça mais mudanças - Elevado Minhocão será liberado para carros para melhorar as condições de acessibilidade entre as zonas leste e oeste, das 7h às 18h; - Fica liberado o estacionamento em locais onde há placas informando que é proibido estacionar. A exceção são os corredores exclusivos de ônibus do sistema de transporte público, as vias com faixas exclusivas de ônibus à direita ou à esquerda e as vias de trânsito rápido; - A rua Francisca Miquelina, na Bela Vista, será interditada, entre as ruas Dona Maria Paula e Aguiar de Barros, das 18h de sábado às 24h de domingo. A medida atende solicitação feita pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). A alternativa, segundo a CET, é seguir pela avenida Brigadeiro Luis Antonio e rua Aguiar de Barros; - A zona azul funciona normalmente no mercado da Cantareira, parque da Aclimação, praça Charles Miller e parque do Ibirapuera, de acordo com os horários definidos nas placas indicativas nesses locais; - O funcionamento das ciclofaixas de lazer será das 7h às 15h, exceto na avenida Liberdade, rua Vergueiro (entre rua São Joaquim e avenida Bernardino de Campos) e a ligação entre a rua da Consolação e a biblioteca Mário de Andrade. SPTrans A SPTrans irá reforçar o transporte municipal em todas as regiões da cidade para também facilitar o acesso dos eleitores. No total, a frota de ônibus será acrescida em 50% em relação a um domingo normal. Os coletivos circularão normalmente nas vias que integram o programa Ruas Abertas, como a avenida Paulista, em virtude da suspensão excepcional do programa para o dia de votação. Segundo a Prefeitura, aos domingos, quem utiliza o Bilhete Único com créditos comuns pode utilizar até quatro ônibus para sua viagem, em um período de oito horas, pagando somente uma tarifa.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/minhocao-fica-aberto-para-carros-no-domingo-de-eleicao-veja-mudancas-05102018

Ex-presidente argentino Fernando de la Rúa sofre infarto
Data: 05/10/2018

Líder passou por uma angioplastia e tem estado de saúde estável. No passado, já havia se submetido a cirurgias por problemas pulmonares

O ex-presidente da Argentina Fernando de la Rúa, de 80 anos, sofreu um infarto do miocárdio e foi internado no Instituto do Diagnóstico de Buenos Aires, onde passou por uma angioplastia e tem estado de saúde estável. Representantes do ex-presidente informaram que, em maio deste ano, ele sofreu um infarto. De La Rúa passou mal na quinta-feira (4) e foi levado às pressas para o Instituto do Diagnóstico de Buenos Aires. O histórico clínico do ex-mandatário é extenso. Em 2014, ele se submeteu a outra angioplastia por obstruções arteriais, e no passado já tinha passado por cirurgias por problemas pulmonares. Em 2017, precisou retirar um pólipo da bexiga. Em junho de 2001, quando ainda era presidente, De la Rúa foi submetido a mais uma angioplastia por ter a artéria coronária direita obstruída. Em 20 de dezembro de 2001, em meio a uma grave crise política, econômica e social, De la Rúa renunciou à presidência e depois saiu de helicóptero da sede do governo, a Casa Rosada.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/ex-presidente-argentino-fernando-de-la-rua-sofre-infarto-05102018

Nicki Minaj mostra força feminina no rap durante evento fechado do Tidal em SP
Data: 01/10/2018

Com abertura de Rincon Sapiência, rapper norte-americana animou o público com inéditas e hits que marcaram sua carreira

Depois de muitos (muitos mesmo) pedidos, orações e manifestações na internet por parte dos fãs, a cantora Nicki Minaj – um dos nomes mais importantes do rap norte-americano – finalmente pisou em solo brasileiro. Convidada pela plataforma de streaming Tidal para se apresentar na primeira edição nacional do TidalX, evento promovido para celebrar o lançamento da parceria da Tidal com a Vivo, a dona de hits como Anaconda e Super Bass apresentou, além de outros sucessos consagrados, as principais faixas do Queen, seu mais recente álbum de estúdio, lançado em agosto deste ano. Com ingressos distribuídos gratuitamente para fãs, influenciadores digitais e imprensa (o que deixou os selecionados bastante felizes e eufóricos), o evento foi musicalmente grandioso em todos os sentidos. Rincon Sapiência, rapper e poeta brasileiro, foi selecionado pela equipe da plataforma para abrir a noite com apresentações das faixas que compõem seu primeiro álbum, o elogiado Galanga Livre (2017). No palco do evento, assim como fez na recente edição do Lollapalooza Brasil, o músico não deixou de colocar em pauta questões políticas, como o assassinato de Marielle Franco, ocorrido em março deste ano, e demonstrar apoio ao movimento “Ele Não”, contra o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro. O momento foi recebido pelo público com muitos gritos de apoio e palmas. Por volta das 22 horas (horário de Brasília), a cortina preta que envolvia o palco foi aberta e revelou um cenário personalizado com a estética de Queen, o mais recente álbum da rapper, digno de suspiros por parte do público. Com muito alvoroço, Nicki Minaj foi recebida a base de gritos e performou, acompanhada de um coral bastante animado, as principais faixas do Queen, além dos hits mais conhecidos de sua carreira, como Feeling Myself, Starships e Super Bass.

Link Notícia: http://pauta.showlivre.com/nicki-minaj-mostra-forca-feminina-no-rap-durante-evento-fechado-do-tidal-em-sao-paulo/

João Zoli admite para Leo Stronda que exagerou na bebida
Data: 01/10/2018

Os peões conversaram sobre a festa de ontem e João prometeu: 'da próxima vez só 2 copos'

João Zoli e Leo Stronda tiveram uma conversa franca sobre a festa hollywoodiana, que aconteceu ontem (28). Enquanto faziam os serviços da fazenda, Leo acusou João de não respeitar a palavra apneia O cantor reprimiu o consumo exagerado de bebidas por João e disse ter avisado o amigo "70 vezes" de que ele estava passando dos limites. João disse que irá se controlar e prometeu: "da próxima vez, só dois copos"

Link Notícia: http://afazenda.r7.com/a-fazenda-10/joao-zoli-admite-para-leo-stronda-que-exagerou-na-bebida-29092018

Di Melo celebra 45 anos de carreira no Centro Cultural SP
Data: 01/10/2018

Apresentação terá participações especiais da rapper Tássia Reis e de Gabi Di Abade, filha do cantor e compositor pernambucano

No próximo domingo (30), a sala Adoniran Barbosa do será convertida em uma espécie de salão de baile, com o irresistível apelo dançante do samba soul do cantor e compositor Di Melo. Celebrando 45 anos de carreira, o artista pernambucano sobe ao palco às 18h. O repertório passará por hits de seu cultuado primeiro álbum de 1975, como Kilariô, A Vida em Seus Métodos Diz Calma, Pernalonga e Se o Mundo Acabasse em Meu Mel, mas também estará apinhado de faixas de O Imorrível, segundo álbum de Di Melo, lançado em 2016, além novidades de seu mais recente trabalho, gravado ao lado da big band francesa Cotonete e previsto para sair editado no começo de 2019. Em 1973, radicado em São Paulo, o jovem artista recifense iniciou sua carreira artística com o codinome Boby D’Melo. Com o lançamento de seu primeiro álbum pela Odeon, Di Melo começava a experimentar algum êxito comercial quando embarcou em um comportamento de autossabotagem. Como bem sabem os fãs de primeira hora, o artista passou mais de duas décadas em pleno ostracismo e anonimato. Desprendido e “muito louco”, o compositor mergulhou de cabeça em um longo ciclo de desbunde que somente foi interrompido quando, na virada do milênio, ele soube que seu LP de 1975 escalava o topo da lista de discos desejados por um sem-número de DJs e colecionadores espalhados em seu País e ao redor do mundo. Em 2011, novidade que reiterou a amplitude do culto em torno de sua obra, Di Melo foi surpreendido com a aparição de uma cópia do disco no clipe de Don’t Stop The Party do popular grupo californiano de hip-hop e R&B The Black Eyed Peas (, aos 6’06”). Para esse novo público, no entanto, tamanha era a desinformação sobre o paradeiro de Di Melo que corria à boca pequena o factoide de que ele já havia partido dessa para melhor. Mito que só foi derrubado com o lançamento do documentário Di Melo – O Imorrível, curta-metragem rodado em 2009 pelos diretores Alan Oliveira e Rubens Pássaro. Naquele ano, além da empatia do público, o filme consquistou o Kikito de Melhor Montagem no Festival de Gramado. Desde então, ano após ano Di Melo procura reinventar sua faceta artística. Além dos fãs, ganhou uma nova companheira, Jô Abade, sua empresária, com quem teve a menina Gabi, hoje com 12 anos. Com a injeção de vida regrada imposta por Jô e Gabi, o artista abriu seu baú de composições, criou novos temas e lançou, em 2016, o elogiado álbum Imorrível. No mais recente capítulo de sua volta à melhor forma, Di Melo passou o último mês de julho em Paris, apresentando uma série de shows ao lado dos músicos da Cotonete, com quem acaba de lançar um maxi-single (um vinil de 12 polegadas por 45 rpm) com duas versões da faixa . Narrativa incomum em nosso meio musical, as memórias da ascensão, queda e volta imponente de Di Melo são narradas a seguir, em primeira pessoa. Como é que você chegou ao caminho de querer tocar um instrumento e, depois, se aventurar pela composição? Acho que na barriga da minha mãe eu já fazia música. É uma coisa que já nasceu comigo. Mesmo. Eu sempre gostei de entalhes, de pintura, de música, de compor. Bem moleque eu já perseguia essa ramificação. E quem te introduziu ao instrumento? Sei que seu pai, Artur, e sua mãe, Gabriela, eram também loucos por música, não é isso? Meu pai, Artur Napoleão, tocava violão e dona Gabriela cantava, fazendo as coisas em casa. Estava sempre cantando. Isso foi me motivando. Recife é celeiro das várias artes. Na pintura, no teatro, na música, tem um pessoal que se sobressai e, melhor, que sobrevive sem ter que vir para São Paulo ou para o Rio de Janeiro. Você passou a infância e a adolescência no Recife? Passei. Até os 17 anos, estive sempre no Recife. Perseguia todos artistas, para mostrar meu trabalho. Foi aí que encarnei no Wanderlei, organista do Roberto Carlos, e vim para São Paulo no final de 1968 – mas estava nudo crudo. Fiquei aqui algum tempo, ele até me levou para a Odeon, e eles gostaram de mim, só que São Paulo era muito frio. Eu estava acostumado com o Recife, habituado, moleque praieiro, inteiramente praieiro, fazendo entalhes, concorrendo no Pátio de São Pedro (tradicional comércio público de artesanato da capital pernambucana) com Manoelzinho Dartene, Maurício Pacheco e Mano Teodósio. E Wanderlei foi quem te trouxe para São Paulo? Sim. Wanderlei, que era organista de Roberto Carlos. Fiquei na casa dele algum tempo e decidi voltar pro Recife. Voltei, fiquei por ali, continuei armando no Pátio de São Pedro. Sobrevivia com a história do Pátio São Pedro, tocando nos bares, vendia meus quadrinhos, vendia, à noite, meus entalhes, até que, no Recife Antigo, conheci Jorge Ben. Ele deu mole, e toquei a viola na cabeça dele. Ele disse “você leva jeito”, e me deu um cartão do Roberto Colossi, que era empresário de todo mundo, de Chico Buarque de Holanda a Paulo Sérgio. Colossi fazia tudo… E Jorge estava tocando ou foi um encontro casual? Não. Ele tinha tocado e estava passeando. Cheguei em São Paulo e o Roberto gostou muito da minha figura – simplória, mas fazendo um som já balançado na época –, e me deu apoio. Comecei a trabalhar nas caravanas. Fui parar na caravana da Ducal (série de shows promovidos com o patrocínio da extinta marca de confecções). As gravadoras faziam muitas caravanas e as rádios também. Mas esse era um projeto voltado para a Odeon ou era para a Philips – pergunto, porque Jorge era da Philips? Não, não. Era Roberto Colossi me apoiando, porque Jorge Ben havia pedido. Um tempo depois ele passou muito mal, ficou doente e veio a falecer. Perdi meu padrinho e fui para a noite, comecei a trabalhar na noite, o que me deu as manhas, as maçanhas, as maranhas, as mamunhas e as tramoias. E era aquela noite de São Paulo que tinha o Jogral, o Baiúca e toda aquela movimentação no entorno da praça Roosevelt Sim, tinha o Jogral, Lei Seca, Chop Chocolate Show, Aleluia, Janela Para o Mundo, Balacobaco, Teleco-Teco, Igrejinha. E aí seus shows eram você e o violão? Eu e o violão. No Jogral, peguei uma época em que quem subisse no palco teria que superar quem desceu. E só tinha cobrão na noite. Era incrível. Eu tinha meu público cativo. Alaíde Costa chegou um dia e disse ao Moacir Menghinhi Machado, que então era o diretor da Odeon, “Moacir, tem um baiano aí”… Baiano? Baiano, porque em São Paulo todo mundo que falava arrastado naquela época era “baiano”. “Tem um baiano aí, muito doido, que tem total domínio do público, e o público vem para vê-lo em todos os lugares. Eu queria que você fosse vê-lo”. Então o Moacir veio, conferiu, gostou e me convidou para assinar o contrato desse disco da EMI-Odeon. O Corisco, Waldemar Marchetti, Deus o tenha, também me ajudou. O Corisco percussionista, do ? Exatamente. O Corisco era arregimentador de algumas gravadoras, como RGE, RCA, Continental… Imagino que Corisco tenha te ajudado por meio da Arlequim, a editora dele, não é? Porque ele já tinha a Arlequim nessa época… Sim. Através da Arlequim ele foi o arregimentador desse disco, convidando Hermeto Paschoal, Heraldo do Monte, Claudio Bertrami, que depois fez o Grupo Medusa, Bolão (o saxofonista, ex-líder do grupo Os Rockettes), Capitão (trompetista), Ubirajara (o bandeonista e maestro Ubirajara Silva), pai do Taiguara. Geraldo Vespar fez os arranjos… Sim, Geraldo Vespar. Tem também o José Briamonte, maestro, pai do Miguelzinho, que tá aí na área Um time maravilhoso… Maravilhoso! Incrível! Luiz Melo, nos teclados, e o corinho da Eloá. Foi muito bacana… Mas, voltando um pouquinho, teve uma fase em que você era chamado de Boby D’Melo e que chegou a lançar algumas composições com esse nome, não é? Sim. Boby D’Melo. Depois virou Di Melo. O Jair (Rodrigues) e pessoas muito amigas minhas me chamavam de Bob, a Alaíde Costa também. Um dia, Alaíde chegou para mim no Jogral e disse “Bob, vou te contar, um dia saio dos meus saltos e quebro a cara do Papete”. Eu disse: “calma, não precisa não, deixe que cuido disso”. Dei, dei no Papete – Deus o tenha em um bom lugar. Ele era metido a lutador de capoeira, o cacete, e barará… Eu disse “tome no fucinho” (a briga se deu porque Papete, que era espécie de gerente do Jogral, volta e meia intervinha nas chegadas inesperadas de Alaide, alta madrugada, e tentava impedir que ela entrasse no bar com seus convidados). Papete levou “no focinho” mesmo? Levou. Mas ele era um cara legal. era meu amigo e não ficou de mágoa. Foi lance de momento. Tem pessoas ficam guardando mágoa, bronca, e isso é papo de otário. Acho que você tem que tocar a vida, porque você só tem uma. A única certeza que você tem é que você veio e que um dia irá. Se não for de jovem, de velho não passará. Mas essa geração de que você está falando, pelo contrário, era muito unida, tanto na noite quanto no ambiente dos estúdios. O próprio Briamonte escrevia arranjos para a Philips, da mesma forma que escrevia para a Odeon e levava seus músicos de um lado para o outro… Exatamente. Mas eu tinha o sangue meio que apimentado. E não costumava levar desaforo (risos). Também tinha a história da droga. Eu era muito maluco. Se eu tivesse pego essa história da Odeon com a cabeça que tenho hoje, seria talvez um dos caras mais bem-sucedidos da música popular brasileira, porque esse disco tocava em tudo que é lugar. Tudo foi feito em oito dias. Eu nunca havia entrado em um estúdio, e esse disco foi todo feito de uma forma incrível. Nas fotos, do Carlinhos Dutweller, apagamos tudo no estúdio, ele jogou uma luz infra-vermelha e deu essas fotos.

Link Notícia: http://pauta.showlivre.com/di-melo-celebra-45-anos-de-carreira-no-centro-cultural-sp/

São Paulo vê rendimento no 2° turno despencar, e pressão bate à porta
Data: 01/10/2018

Campeão do 1º turno, com 71,6% de aproveitamento, Tricolor venceu só 2 de seus 8 jogos no returno e soma 45,8% dos pontos disputados de lá para cá

Campeão do Troféu Osmar Santos, prêmio oferecido pelo L! ao vencedor do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o São Paulo se vê em uma queda brusca de rendimento na briga pelo título da principal competição do país. Os resultados ruins na segunda metade do torneio colocam o time do técnico Diego Aguirre na parte de baixo da tabela do returno (11º colocado). Considerando as oito rodadas disputadas do segundo turno, o São Paulo soma duas vitórias, cinco empates e uma derrota, o que lhe garante 45,8% de aproveitamento. Os baixos números são os principais responsáveis pela queda na tabela e a perda da liderança do Brasileirão para o rival Palmeiras. A título de comparação, o Tricolor registrou 71,6% dos pontos disputados no primeiro turno (12 vitórias, 5 empates e 2 derrotas). A queda de rendimento, claro, passa por alguns fatores importantes. Além do crescimento natural de seus rivais diretos pelo título, o Tricolor teve desfalques importantes, como do meia-atacante Everton e o do lateral Bruno Peres. Fora isso, os comandados de Aguirre ainda tiveram de lidar com a má sorte nos jogos contra Atlético-MG, Paraná, Fluminense e Botafogo, quando jogou melhor, mas não conseguiu a vitória. - Esse grupo vem trabalhando muito, dia a dia, e é claro que não gostamos de ter perdido a liderança, por isso estamos saindo insatisfeitos com esse empate. Mas há muito campeonato pela frente e agora teremos um confronto direto na nossa casa, com o apoio do nosso torcedor. O espírito de luta continua existindo, o time tem brigado até o último minuto. Nossa equipe está bem viva - discursou o centroavante Diego Souza, um dos líderes do atual elenco do Tricolor, logo após o empate no Engenhão. Pressionado pela retomada das vitórias, o São Paulo tem, na próxima rodada, um de seus maiores desafios na temporada: o clássico com o Palmeiras, no Morumbi. Em caso de derrota, o Tricolor verá o Alviverde abrir quatro pontos de diferença na tabela, restando apenas mais dez jogos na competição. É uma decisão antecipada para o time de Diego Aguirre.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/sao-paulo-ve-rendimento-no-2-turno-despencar-e-pressao-bate-a-porta-01102018

Guerrero tem recurso na justiça suíça negado e seguirá punido
Data: 01/10/2018

Atacante do Internacional não teve sucesso na sua última manobra jurídica para se livrar de pena por doping e fica impedido de atuar até 2019

O atacante peruano Paolo Guerrero seguirá sem poder jogar. Em tentativa de impôr uma nova liminar junto a justiça suíça que o reabilitasse juridicamente a entrar em campo, o pedido foi negado nessa segunda-feira (1) pela Justiça Federal do país europeu. A defesa elaborada nesse recurso se baseou essencialmente em uma inspeção feita no hotel em Buenos Aires que, segundo os advogados do atleta, teriam sido responsáveis pela contaminação de um chá ingerido por Paolo. Na amostra responsável pela condenação do jogador de 34 anos de idade, foi encontrado o metabolito benzoilecgonina, elemento também presente na composição da cocaína. Com isso, Guerrero continuará a cumprir sua suspensão por ter sido flagrado em exame antidoping do dia 5 de outubro de 2017 após Argentina x Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia. A previsão de retorno agora é em abril de 2019. Além de não poder atuar, o jogador contratado nesse ano pelo Internacional não pode sequer ficar ao lado de seus companheiros no Centro de Treinamento Parque Gigante, em Porto Alegre, para manter a forma física. Por isso, se mantem ativo Lima, capital de seu país-natal.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/guerrero-tem-recurso-na-justica-suica-negado-e-seguira-punido-01102018

Após estreia, Sergio Díaz projeta Corinthians em 'lugares altos'
Data: 01/10/2018

Atacante paraguaio tem grandes planos pelo Alvinegro; após quase um ano sem jogar, Díaz lamentou resultado, mas cita continuidade do trabalho

Emprestado pelo Real Madrid, o atacante paraguaio Sergio Díaz chegou ao Corinthians em agosto, mas só estreou com a camisa do time paulista no último sábado à noite. O jogador de apenas 20 anos entrou no segundo tempo da partida contra o América-MG, neste sábado (29), no estádio Independência, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro. O atleta foi colocado em campo pelo técnico Jair Ventura no decorrer da etapa final, substituindo o meia Clayson, e em sua primeira jogada ofensiva assustou o goleiro adversário com um forte chute de fora da área que passou perto da meta. Ele, porém, teve pouco tempo para mostrar serviço no duelo, que terminou empatado por 0 a 0. Sergio Díaz demorou para estrear porque ficou muito tempo sem disputar uma partida e precisou recuperar a melhor condição física. Ele não disputava um jogo desde o dia 12 de novembro do ano passado, quando esteve em campo por apenas nove minutos pelo Lugo, da Espanha, em confronto válido pela segunda divisão do Campeonato Espanhol. Agora pronto para atuar, o atacante exibiu confiança de que poderá ajudar o Corinthians a conquistar feitos expressivos. O próximo almejado pelo clube é o título da Copa do Brasil, na qual enfrentará o Cruzeiro no confronto de ida da final no próximo dia 10, no Mineirão, em Belo Horizonte. O duelo de volta será no dia 17, na arena corintiana. "Voltar a campo após tanto tempo é uma alegria, mas vamos seguir trabalhando para levar o Corinthians a lugares altos", projetou o jogador depois de fazer a sua estreia na capital mineira. "Muito boa a sensação de jogar depois de tanto tempo. Não era o resultado que queríamos, mas estou muito feliz por começar essa nova etapa", disse. Depois de jogar em Belo Horizonte, o time alvinegro folgará nesta segunda-feira e só voltará aos treinos na terça, às 15h30, quando iniciará a sua preparação para enfrentar o Flamengo, na sexta, às 21 horas, na Arena Corinthians, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo marcará o reencontro entre os dois times após os corintianos terem vencido os flamenguistas por 2 a 1, na última quarta-feira, no mesmo estádio, no duelo de volta das semifinais da Copa do Brasil. Para atrair novamente um bom público, o clube paulista disponibilizou ingressos com preços a partir de R$ 15. O duelo decisivo da última quarta recebeu um público de 44.249 pagantes.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/apos-estreia-sergio-diaz-projeta-corinthians-em-lugares-altos-01102018

Contas de luz vão continuar mais caras em outubro
Data: 01/10/2018

Aneel justificou a necessidade de bandeira vermelho pelo quinto mês consecutivo por causa da falta de chuva

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou que as contas de luz vão continuar com a bandeira vermelha em seu segundo nível no mês de outubro. Com a bandeira vermelha no nível dois, no mês que vem, a tarifa continua com um adicional de R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Será o quinto mês seguido em que a bandeira vermelha em seu segundo nível vigora. Contas de luz terão bandeira vermelho em outubro Marcos Santos/ USP Imagens A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou que as contas de luz vão continuar com a bandeira vermelha em seu segundo nível no mês de outubro. Com a bandeira vermelha no nível dois, no mês que vem, a tarifa continua com um adicional de R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Será o quinto mês seguido em que a bandeira vermelha em seu segundo nível vigora. Nível de impostos sobre energia é 'exagerado' , diz diretor da Aneel De janeiro a abril, vigorou a bandeira verde, que não tem custo adicional. Em maio, foi adotada a bandeira amarela, que adicionava R$ 1,00 a cada 100 kWh consumidos. Governo estuda mudanças em modelo que compartilha risco entre hidrelétricas, diz Aneel De acordo com a Aneel, a manutenção da bandeira vermelha nível 2 se deve às condições hidrológicas desfavoráveis e à redução no nível de armazenamento dos principais reservatórios das hidrelétricas do País. Escala O sistema de bandeiras tarifárias leva em consideração o nível dos reservatórios das hidrelétricas e o preço da energia no mercado à vista. Na bandeira verde, não há cobrança de taxa extra. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. No primeiro nível da bandeira vermelha, o adicional é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. E no segundo nível da bandeira vermelha, a cobrança é de R$ 5,00 a cada 100 kWh. O sistema indica o custo da energia gerada para possibilitar o uso consciente de energia. Antes das bandeiras, o custo da energia era repassado às tarifas no reajuste anual de cada empresa, e tinha a incidência da taxa básica de juros. A Aneel deve anunciar a bandeira tarifária que vai vigorar em novembro no dia 26 de outubro. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/contas-de-luz-vao-continuar-mais-caras-em-outubro-28092018

Governo alivia mudança em tributação de refrigerantes para 2019, perda será de R$708 mi
Data: 01/10/2018

Governo alivia mudança em tributação de refrigerantes para 2019, perda será de R$708 mi

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal aliviou a mudança para o sistema de compensação tributária para empresas de refrigerantes, abrindo mão, com isso, de arrecadar 708 milhões de reais em 2019 com uma medida que foi originalmente concebida para ajudar a compensar a diminuição de impostos sobre o diesel após a greve dos caminhoneiros. Em decreto presidencial publicado nesta sexta-feira, o governo elevou o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre concentrados de refrigerantes para 12 por cento durante o primeiro semestre do ano que vem e 8 por cento no segundo semestre, ante o patamar atual de 4 por cento. Em 2020, o patamar do IPI para o produto volta a ser de 4 por cento, acrescentou o órgão, apontando que o objetivo do decreto foi instituir uma mudança mais gradual para o setor. None PERDA DE ARRECADAÇÃO A alteração vem após forte reação de grandes empresas de refrigerantes com atuação na Zona Franca de Manaus. Na região, o IPI é zero, mas as companhias que compram o xarope para o refrigerante utilizam o crédito tributário sobre a alíquota incidente para abatimento em outros impostos. Com um IPI mais baixo, portanto, elas passam a usufruir de menos crédito tributário. Segundo a Receita, a alteração publicada no Diário Oficial desta sexta-feira implica uma perda de arrecadação de 708,29 milhões de reais no próximo ano. Em maio, quando a Receita anunciou que a alíquota passaria de 20 para 4 por cento, justificou que estava buscando eliminar essa distorção na geração de crédito. Na época, o governo previu uma arrecadação extra de 740 milhões de reais em 2018 de 1,9 bilhão de reais em 2019 com a investida. As empresas do setor, contudo, se reuniram diversas vezes com representantes da Fazenda para contestar a alteração. A Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas Não Alcoólicas (Abir), que representa gigantes como a Ambev, Coca-Cola Brasil e Heineken, afirmou ter sido surpreendida com a medida, apontando que esta era uma mudança brusca e feita sem diálogo, que poderia ameaçar investimentos e empregos na Zona Franca. As pequenas e médias empresas do setor, por outro lado, saudaram a iniciativa, afirmando que multinacionais do setor vinham utilizando créditos tributários de forma indevida, afetando o ambiente de competição. None None (Por Marcela Ayres) Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/governo-alivia-mudanca-em-tributacao-de-refrigerantes-para-2019-perda-sera-de-r708-mi-28092018

Vendas de supermercados do Brasil crescem 3,64% em agosto, diz Abras
Data: 01/10/2018

No acumulado do ano até agosto, o setor registrou alta real de 1,99 por cento em relação ao mesmo intervalo de 2017, mostrou o levantamento.

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de supermercados no Brasil em agosto cresceram 3,64 por cento em termos reais ante igual período de 2017 e 1,35 por cento sobre julho, informou nesta sexta-feira a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). No acumulado do ano até agosto, o setor registrou alta real de 1,99 por cento em relação ao mesmo intervalo de 2017, mostrou o levantamento. "Após mostrar desaceleração no acumulado de julho, o autosserviço brasileiro voltou a crescer em agosto", disse o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, em nota. "No atual cenário econômico e político instável do Brasil, manter números positivos é muito significativo", acrescentou. None (Por Gabriela Mello) Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/vendas-de-supermercados-do-brasil-crescem-364-em-agosto-diz-abras-28092018

Ciro Gomes cumpre agenda de campanha em Suzano (SP)
Data: 01/10/2018

O candidato à presidência pelo PDT participou na noite deste domingo (30) de debate promovido pela RecordTV

Ciro Gomes, candidato à presidência pelo PDT, cumpre agenda de campanha em Suzano, na grande São Paulo. Ele fará uma caminhada na parte da manhã. Devido a uma cirurgia de pequeno porte, o presidenciável precisou reduzir o número de viagens pelo país por recomendação médica. Na noite do último domingo (30), participou do debate com outros presidenciáveis na RecordTV. Entre outros pontos discutidos, Ciro, questionado por Henrique Meirelles (MDB) sobre a “forma de unificar a população brasileira”, afirmou ter a "capacidade de diálogo" para interromper a radicalização.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ciro-gomes-cumpre-agenda-de-campanha-em-suzano-sp-01102018

Geraldo Alckmin cumpre agenda de campanha nesta segunda
Data: 01/10/2018

Candidato à presidência pelo PSDB fará caminhada com lideranças em Campinas (SP) e em Florianópolis (SC), onde concederá entrevista para jornalistas

O candidato à presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, cumpre agenda de campanha nesta segunda-feira (1). Alckmin tem programada uma caminhada com lideranças em Campinas, interior de São Paulo. No fim da tarde, o tucano segue para Florianópolis, onde também participa de uma caminhada com as lideranças, concederá entrevista aos jornalistas e irá ao mercado público. Na noite de domingo (30), Alckmin participou de um debate com outros presidenciáveis na RecordTV e afirmou que “não vai aumentar impostos”. Mais cedo, o tucano alfinetou Fernando Haddad (PT) dizendo que ele “poupa Bolsonaro (PSL) porque quer enfrenta-lo no segundo turno”.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/geraldo-alckmin-cumpre-agenda-de-campanha-nesta-segunda-01102018

Eleição em SP vai definir relevância de MDB e PSDB
Data: 01/10/2018

Partidos devem enfrentar uma batalha direta, em segundo turno, pelo controle do maior colégio eleitoral do País

Após três eleições definidas em primeiro turno, a disputa pelo governo de São Paulo deve levar os únicos dois partidos vencedores no Estado, desde a redemocratização, a uma batalha direta, em segundo turno, pelo controle do maior colégio eleitoral do País. E, desta vez, com um ingrediente a mais: com dificuldades no pleito nacional, a expectativa é de que PSDB e MDB cheguem lá fora da corrida presidencial, o que faz a eleição paulista ainda mais decisiva para o futuro das duas legendas. Caso confirmado nas urnas, o resultado do duelo entre PSDB e MDB em São Paulo vai determinar qual dos dois partidos terá mais influência sobre a população brasileira. As pesquisas de intenção de voto mostram que hoje o MDB elegeria quatro governadores — contra sete, em 2014 — e governaria um total de 63,8 milhões de pessoas, contando os 45 milhões de paulistas. Já o PSDB, se perder o Estado, pode até manter o mesmo total de cinco governos eleitos há quatro anos, mas perderia 37,6 milhões de pessoas sob seu guarda-chuva. A uma semana da eleição, o tucano João Doria tem 22% das intenções de voto, segundo a mais recente pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. Em 2014, o então governador Geraldo Alckmin marcava 51% nessa fase da campanha. Quatro anos antes, Alckmin venceu em primeiro turno, assim como José Serra, em 2006. Presidente estadual do partido, Pedro Tobias diz que não há chance de a derrota acontecer, apesar de admitir que "vai dar segundo turno". Para o cientista político Kleber Carrilho, da Universidade Metodista, o partido pode não resistir a uma eventual derrota. "Se perder São Paulo, vai ser muito pesado para o PSDB", diz, em referência ao fato de as principais lideranças tucanas terem feito carreira em São Paulo, como Alckmin, José Serra, Mário Covas e Fernando Henrique Cardoso. A rejeição de Doria — que deixou a Prefeitura após 15 meses de mandato, contrariando promessa que fez — explica, ao menos em parte, sua posição hoje na preferência dos eleitores. Ela é de 33%, ante 19% de Paulo Skaf (MDB), que tem hoje 24% das intenções de voto — na margem de erro, ambos estão empatados. O atual governador Márcio França (PSB) está crescendo nas pesquisas, mas segue distante dos líderes, com 12%. Nas simulação de segundo turno, Skaf lidera com 39% e Doria tem 31%. Chance Após alcançar 21,5% dos votos em 2014, o que lhe garantiu a segunda colocação na eleição passada, o emedebista vive situação diferente. Além de liderar as pesquisas, Skaf tem chances de devolver a seu partido o protagonismo em São Paulo, após 24 anos de domínio tucano. A última eleição vencida pelo MDB foi a de 1990, com Luiz Antônio Fleury Filho — numa sequência de três vitórias consecutivas da sigla. As gestões anteriores, antes da criação do PSDB, foram comandadas por Orestes Quércia e Franco Montoro. "Após a eleição de Fleury, essa é mais importante para nós. Vencer em São Paulo seria projetar o MDB para todo o País", diz o deputado estadual Jorge Caruso. Além de São Paulo e Santa Catarina, o MDB disputa em Sergipe, na Paraíba, no Distrito Federal e no Rio Grande do Sul, onde seus candidatos ocupam o segundo lugar nas pesquisas. A legenda, que hoje detém a Presidência da República e fez sete governadores em 2014, só lidera com folga em Alagoas e no Pará. Já o PSDB, pode reconquistar Minas. Por enquanto, o partido perderia Paraná, Goiás, Pará e Mato Grosso, Estados em que venceu em 2014. Manteria Mato Grosso do Sul e conquistaria Rondônia e Rio Grande do Sul, hoje governados pelo MDB, e Roraima, único administrado atualmente pelo PP. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/eleicao-em-sp-vai-definir-relevancia-de-mdb-e-psdb-01102018

Novo governo terá desafio de cumprir metas climáticas
Data: 01/10/2018

Eleições são vistas com expectativa e preocupação por ambientalistas e pesquisadores que trabalham pela redução do aquecimento global

O período eleitoral brasileiro é visto com expectativa e preocupação por ambientalistas e pesquisadores internacionais e brasileiros que trabalham pela redução do aquecimento global. Além do presidente da República, o pleito de outubro vai definir os próximos legisladores e gestores estaduais que vão conduzir as políticas ambientais que visam reduzir o volume de emissão de gases de efeito estufa e atingir as metas do chamado Acordo de Paris. Apesar de ser reconhecido em nível global como um protagonista nas discussões climáticas, o Brasil também tem chamado atenção no cenário internacional pelo quadro de incerteza política e econômica. O secretário-executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Erik Solheim, pondera que a tendência de redução do desmatamento no Brasil e do alcance das outras metas ambientais depende agora do resultado das eleições de outubro. “Vamos ver como vão proceder depois das eleições presidenciais de outubro. Apesar da enorme crise, uma das mais profundas da nação nos últimos anos, e do número alto de processos e escândalos de corrupção, de uma forma geral, eu acho que é notável o quão forte a política ambiental se manteve no Brasil. Mas, vai depender da eleição do próximo presidente”, comentou Erik à Agência Brasil, durante o Global Climate Action Summit, um encontro de ação global pelo clima realizado em setembro na cidade de São Francisco, Califórnia (EUA). A percepção é compartilhada por especialistas brasileiros, que reafirmam a importância dos esforços e progressos vistos na redução do desmatamento desde 2004, mas preferem aguardar a definição do cenário eleitoral para avaliar melhor o potencial brasileiro de alcançar as metas climáticas. “O desmatamento ainda não está sob controle e nem está em taxas residuais. Continuamos destruindo, só na Amazônia, 7 mil quilômetros quadrados de floresta, 78% acima da meta para daqui a dois anos. No Cerrado, foram devastados quase 7,5 mil quilômetros no ano passado. São 14 mil quilômetros quadrados só nas duas regiões. Estamos em um momento muito preocupante e não poderíamos dizer taxativamente que, em 2019, estaremos em um caminho de maior responsabilidade”, destaca Carlos Rittl, secretário-executivo do Observatório do Clima. O pesquisador alerta que algumas medidas recentes adotadas na área ambiental, como isenção tributária de setores da economia que emitem muito carbono, anistia a crimes ambientais, como ocupação ilegal de terras preservadas por grileiros, redução de áreas de proteção e tentativa de enfraquecimento das leis que garantem a delimitação de terras indígenas, seguem na contramão dos compromissos internacionais de mitigação das alterações climáticas. O Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) também manifesta preocupação com a tendência de afrouxamento da legislação de proteção ambiental e espera que as metas climáticas sejam mantidas. “Estamos falando de ações que dependem do governo federal, em grande parte. Algumas ações, como mudanças de lei e ajustes em políticas públicas também dependem eventualmente do Congresso Nacional. Então, tudo vai depender do que vamos ter depois das eleições”, avaliou o agrônomo André Guimarães, diretor executivo do Ipam. Para o Ministério do Meio Ambiente, as políticas ambientais e de estímulo à produção de energias renováveis são políticas de Estado, e instrumentos como o Código Florestal e o Cadastro Ambiental Rural já estão consolidados entre pesquisadores e considerados como exigências por instituições bancárias, por exemplo, na concessão de crédito para produtores. “Combater o desmatamento ilegal no Brasil já não é mais uma questão partidária, é uma questão de política de Estado, porque qualquer espectro político consegue confirmar que trabalhar na ilegalidade, para o setor privado, é um negócio inviável”, afirma o secretário de Mudança do Clima e Florestas, Thiago Mendes. O secretário acrescenta que a política de biocombustível é uma questão de segurança nacional e de redução da vulnerabilidade em relação às variações de preço do petróleo, além de contribuir para a geração de empregos e atração de recursos. “Essas políticas são estruturantes e de Estado, independentes do processo eleitoral. E acreditamos que tanto o setor empresarial, quanto o financeiro reconhecem como políticas estruturantes. Há expectativa baixa de que esses programas sejam desativados em uma mudança de governo”, completa. Mendes ressalta, no entanto, que o resultado eleitoral pode afetar a intenção do país em sediar a COP (Conferência das Partes sobre Mudanças Climáticas) do ano que vem. O Brasil é o único país da América Latina e Caribe a apresentar candidatura, mas depende de aprovação dos outros países da região, que podem mudar sua posição a depender da conjuntura política. “Esse pleito continua sobre a mesa. Não temos nenhuma indicação de que ele tenha sido rechaçado ou retirado. No entanto, temos algumas dificuldades diplomáticas, porque, para que a gente possa realizar a conferência, é necessário ter consenso na região, e o Brasil tem o aval da América Latina e Caribe. É preciso que a gente confirme esse consenso.”, explicou o secretário. A expectativa é que a decisão seja tomada na COP 24, que será realizada em dezembro, na Polônia. O MMA está formatando um projeto para envolver o setor privado e a sociedade civil para auxiliar financeiramente na realização da Conferência do ano que vem no Brasil. Rio de Janeiro, Salvador, cidades do Paraná e São Paulo sinalizaram interesse em sediar o evento.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/novo-governo-tera-desafio-de-cumprir-metas-climaticas-30092018

PM faz operação em comunidades do Complexo do Alemão
Data: 01/10/2018

Tiros foram registrados nas localidades "Sem Saída" e "Adeus" ; um suspeito ficou ferido durante um confronto com agentes no conjunto de favelas

A Polícia Militar realiza, desde o início da manhã desta segunda-feira (1º), uma operação em comunidades do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro. O objetivo da ação é prender suspeitos de envolvimento com o crime organizado e encontrar esconderijos de armas e drogas. Segundo a corporação, equipes da UPP (Unidade do Polícia Pacificadora) Adeus e da CPP (Coordenadoria de Polícia Pacificadora), apoiadas por uveículos blindados, estão nas ruas das comunidades do Adeus e da Baiana. Nas redes sociais, moradores relatam que tiros começaram a ser ouvidos no início da manhã. "01 de outubro de 2018, iniciando com muitos tiros em algumas áreas do Complexo do Alemão. É disso que estamos falando, aqui não existe lei. Aqui pé na porta é normal, escolas fechadas também", escreveu uma moradora. A plataforma OTT-RJ (Onde Tem Tiroteio) registrou disparos nas localidades "Sem Saída" e "Adeus" por volta das 7h. A polícia confirmou que houve confronto no morro do Adeus. Um homem, identificado apenas como suspeito, foi baleado e socorrido ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, também zona norte. Seu estado de saúde não foi divulgado. Até o momento, não há informações sobre outros feridos, presos ou apreensões. *Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/pm-faz-operacao-em-comunidades-do-complexo-do-alemao-01102018

Chacina em bairro da zona norte de São Paulo deixa três mortos
Data: 01/10/2018

Área foi periciada e diversas cápsulas deflagradas foram apreendidas. A ocorrência foi registrada como homicídio no 73º DP (Jaçanã)

Três homens morreram após serem baleados na rua Professor Pereira Reis, no bairro Jaçanã, zona norte de São Paulo. A chacina ocorreu por volta de 19h do último sábado (29) e é o oitavo ataque somente neste ano. De acordo com informações do boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados para atenderem uma ocorrência de disparo de arma de fogo e, no local, encontraram as vítimas com sinais de violência. O resgate e o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados e constataram as mortes de Jeferson Martinez Gimenez, 35, Eder Franco de Lima, 34, e Carlos Alberto de Queiroz, 39, ainda no local dos fatos. Desconhecidos que ocupavam um carro modelo Honda Fit desembarcaram no local e atiraram contra as vítimas, segundo populares. Os suspeitos fugiram em seguida. A área foi periciada e diversas cápsulas deflagradas foram apreendidas. A ocorrência foi registrada como homicídio no 73º DP (Jaçanã) e foi solicitado o assessoramento do DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa). Histórico dos ataques Este é o 8º ataque na capital e região metropolitana em 2018, que totalizam 27 mortes. — O último caso ocorreu em 16 de abril, no bairro Montanhão, em São Bernardo do Campo: quatro jovens foram executados a tiros na cabeça enquanto estavam ajoelhados frente a uma lanchonete. Segundo as investigações do caso, as vítimas tinham envolvimento com drogas. — No dia 26 de março, três homens foram encontrados mortos amordaçados e amarrados dentro de uma loja de locação de ferramentas na rua do Grito, no Ipiranga, na zona sul de São Paulo. A principal hipótese para os assassinatos é de vingança pessoal, uma vez que o dono da loja vinha recebendo ameaças de um cliente que teve o nome protestado por uma dívida. — Três homens foram executados na madrugada do dia 28 de fevereiro, no Jardim América, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo. O local do crime é uma praça, que fixa próxima a uma escola, onde foram encontrados dois dos três mortos. Do outro lado da praça, a uma distância de 50 metros, estava o outro corpo. — Dias antes, três pessoas morreram em um ataque na praça Jequié, no Jardim Maracanã, na zona norte da capital paulista, no dia 10 de fevereiro. Os três homens, Deivid Vinicius Barros, Luiz Gustavo de Oliveira e Leonardo Garcia Svessia, todos com 20 anos, estavam na praça quando um carro de cor preta parou e atirou contra eles. — Uma chacina deixou três mortos em Guarulhos, no dia 11 de janeiro. O caso aconteceu na rua Pernambuco, no bairro Mato da Cobras. As vítimas foram alvejadas com disparos de arma de fogo na cabeça em frente a um bar. — A primeira chacina do ano ocorreu no dia 7 de janeiro, quando quatro jovens morreram após um ataque a tiros na Vila Miriam, região de Pirituba, na zona norte de São Paulo. Duas vítimas morreram no local e outras duas chegaram a ser socorridas, mas não resistiram. Segundo a Polícia Militar, um carro passou no local com um homem atirando contra as pessoas que estavam na rua.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/chacina-em-bairro-da-zona-norte-de-sao-paulo-deixa-tres-mortos-01102018

Assessora da Casa Branca diz ter sido vítima de agressão sexual
Data: 01/10/2018

Kellyanne Conway afirmou em entrevista que sente 'empatia pelas vítimas' de abuso sexual e insinuou que a ira de muitas vítimas foi mal direcionada

Kellyanne Conway, assessora do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca, disse no domingo (30) que foi vítima de uma agressão sexual e que as mulheres que sobreviveram a estas experiências deveriam ser ouvidas. "Sinto muita empatia, francamente, por vítimas de agressão sexual, assédio sexual e estupro", disse Kellyanne à CNN ao defender o juiz Brett Kavanaugh, indicado à Suprema Corte dos EUA que foi acusado de agressão sexual por uma mulher e de assédio sexual por outras duas. "Sou vítima de uma agressão sexual", afirmou Kellyanne. Ela e autoridades da Casa Branca não responderam de imediato a um pedido de comentário da Reuters. A indicação de Kavanaugh foi abalada pelas alegações, e Trump foi obrigado a ordenar que o FBI as investigue depois que vários parlamentares republicanos moderados, cujos votos podem ser cruciais para a confirmação de Kavanaugh, pediram um inquérito. Kellyanne insinuou no domingo que a ira de muitas vítimas foi mal direcionada, visando apoiadores republicanos de Kavanaugh ao invés dos perpetradores das agressões. "Não é uma reunião do movimento #MeToo", disse ela à CNN. "É política partidária nua e crua". Nos últimos 12 meses mulheres e homens compartilharam histórias sobre assédio e abuso sexuais com a hashtag #MeToo nas redes sociais, e neste período vários homens destacados do entretenimento, da política e das finanças viram suas carreiras destruídas por acusações de má conduta sexual. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/assessora-da-casa-branca-diz-ter-sido-vitima-de-agressao-sexual-01102018

Eleitores não podem ser presos a partir desta terça-feira
Data: 01/10/2018

A pouco menos de uma semana das eleições, eleitores só poderão ser detidos em caso de flagrante do delito

A partir desta terça-feira (2), a cinco dias das eleições, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido exceto em casos de flagrante delito ou de sentença criminal condenatória por crime inafiançável por desrespeito a salvo-conduto. A orientação está na legislação e prevista no calendário eleitoral. Também nesta terça-feira será o último dia para a verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral. Essa verificação deve ser feita por representantes dos partidos políticos e das coligações, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público e das pessoas autorizadas em resolução específica a formalizar pedido ao juízo eleitoral Amanhã também é o último dia para os tribunais regionais eleitorais divulgarem na internet os pontos de transmissão de dados que funcionarão em locais distintos daquele de funcionamento da junta eleitoral.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/eleicoes-2018/eleitores-nao-podem-ser-presos-a-partir-desta-terca-feira-01102018

SALADA DE MACARRÃO SIMPLES
Data: 01/10/2018

SALADA DE MACARRÃO SIMPLES

Link Notícia: https://www.youtube.com/embed/P-zUgIsEtVQ

Finalmente! Gabi e João se beijam na casa da árvore
Data: 28/09/2018

Depois de muita conversa, os dois peões se beijam por alguns minutos, mas se encondem debaixo de uma almofada

O público já estava esperando este momento há dias. Depois de muita conversa, Gabi Prado e João Zoli, finalmente, se beijaram. E desta vez não foi só um selinho. O beijo durou alguns minutos, mas os dois trataram de se esconder debaixo de uma almofada. Mais cedo, eles conversaram sobre o relacionamento. "A gente nem começou, ou já começou?" perguntou a influencer para o cantor, que respondeu enfaticamente: "já começou". A moça também cobrou o peão: "você conta tudo pro Leo, né?" O cantor negou, disse que não contou nada pro amigo.

Link Notícia: http://afazenda.r7.com/a-fazenda-10/finalmente-gabi-e-joao-se-beijam-na-casa-da-arvore-27092018

Após AVC, Ziraldo permanece no CTI e quadro de saúde é estável
Data: 28/09/2018

Cartunista deu entrada no Hospital Pró-Cardíaco, no Rio de Janeiro, na quarta-feira (26), após sofrer um Acidente Vascular Cerebral hemorrágico

O cartunista Ziraldo permanece internado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do Hospital Pró-Cardíaco, no Rio de Janeiro, após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico. De acordo com boletim médico divulgado nesta quinta-feira (27), o quadro de saúde do autor é estável. — O paciente permanece internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da unidade e segue estável. O chargista, escritor e dramaturgo tem 85 anos e é o autor de O Menino Maluquinho, livro que vendeu mais de 3 milhões de exemplares. *Estagiário do R7, sob supervisão de Thiago Calil

Link Notícia: http://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/apos-avc-ziraldo-permanece-no-cti-e-quadro-de-saude-e-estavel-27092018

Sandro Pedroso elogia o sogro, Leonardo: “Muito gente boa”
Data: 28/09/2018

Peão contou como pediu a mão de Jéssica Costa em casamento para o cantor sertanejo

Sandro Pedroso divertiu os peões na manhã desta quinta-feira (27) ao contar como pediu a mão da mulher, Jéssica Costa, para o cantor Leonardo. “Fui almoçar na casa dele e falei: ‘pô, Léo, quero casar com a sua filha’. Ele já ficou meio assim. Daí falei: ‘quero que você entre cantando uma música’”, contou. “‘Que cantar música o que?’”, respondeu o sertanejo. “‘Não, mas é uma música especial’. Aí ele perguntou: ‘que música você quer que eu cante?’, e falei ‘É aquela: onde foi que eu errei, o que foi que fiz?’. ‘Essa eu canto’, ele falou.” Fernanda Lacerda quis saber como era o sertanejo com a família. “Ele é gente boa, Sandro?”, perguntou. “Nossa, demais. Ele é muito gente boa”, respondeu.

Link Notícia: http://afazenda.r7.com/a-fazenda-10/sandro-pedroso-elogia-o-sogro-leonardo-muito-gente-boa-27092018

Flamengo demite Maurício Barbieri após eliminação da Copa do Brasil
Data: 28/09/2018

Depois de nove meses no cargo, o treinador foi demitido porque não conseguiu chegar à final da copa do Brasil e saiu da Libertadores nas oitavas

O técnico Maurício Barbieri não resistiu a mais uma eliminação e foi demitido do Flamengo. O clube carioca anunciou a demissão por meio do Twitter, na manhã desta sexta-feira (28). "Maurício Barbieri não é mais técnico do Flamengo. O treinador deixa o comando do time após 39 jogos, sendo 19 vitórias, 12 empates e oito derrotas. O Flamengo agradece todo empenho e profissionalismo do treinador nestes últimos nove meses." Na última quarta-feira (26) o rubro-negro foi eliminado pelo Corinthians na semifinal da Copa do Brasil. O primeiro jogo no Marcanã terminou empatado em 0 a 0. No segundo, no Itaquerão, o Timão venceu por 2 a 1. Barbieri assumiu o comando do Flamengo no Campeonato Carioca desse ano, após a demissão de Paulo César Carpegiani. De lá pra cá, o time não conseguiu atingir nenhum dos objetivos colocados pelo presidente do clube Bandeira de Mello. Não conseguiu o título do Campeonato Estadual, que ficou com o rival Botafogo. Na Libertadores, o rubro-negro foi eliminado nas oitavas de final pelo Cruzeiro. No primeiro jogo, em pleno Maracanã, o time perdeu por 2 a 0. No Mineirão, chegou a vencer por 1 a 0, mas acabo eliminado. No Brasileirão, depois de liderar por boa parte do primeiro turno, o Flamengo perdeu posições após a parada da Copa do Mundo e atualmente ocupa a 4ª colocação. Substituto O Flamengo já começou conversar contratar o técnico Dorival Júnior. O último trabalho do treinador foi no São Paulo no começo dessa temporada.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/flamengo-demite-mauricio-barbieri-apos-eliminacao-da-copa-do-brasil-28092018

Santos e Vasco ficam no empate em jogo atrasado do Brasileirão 2018
Data: 28/09/2018

Partida, adiada da terceira rodada, teve Peixe abrindo placar com Diego Pituca e cariocas empatando na etapa final. Visitantes perderam Andrey expulso

Em jogo adiado da terceira rodada do Campeonato Brasileiro, Santos e Vasco empataram por 1 a 1, com gols marcados por Diego Pituca e Andrés Ríos, na noite desta quinta-feira (27), no Pacaembu, em São Paulo. Classificação e jogos Com o resultado, o time comandado por Cuca foi para a 11ª posição na tabela. Já o rival carioca se manteve em 16º e flerta com a zona de rebaixamento.Na próxima rodada, o Santos recebe o Atlético-PR, às 16h, no domingo, na Vila Belmiro. Já o Vasco visita o Paraná, em Curitiba, na segunda, em confronto dos times da parte de baixo da classificação. O Santos abriu o placar ainda no primeiro tempo, com Pituca, após dominar boa parte do jogo. A reação do Vasco aconteceu apenas na etapa complementar, depois da entrada de Giovanni Augusto. Um vacilo da defesa santista custou muito caro e terminou em bola na rede de Andrés Ríos. No fim, Andrey ainda foi expulso por falta dura em Rodrygo. Fez por merecer... O gol do Santos só saiu aos 43 minutos do primeiro tempo, reflexo de um domínio quase total da equipe mandante diante do Vasco. Carlos Sánchez em chute frontal, Bruno Henrique em desvio perigoso, Gustavo Henrique em bola na trave... Foram ao menos três chances claríssimas de gol do Peixe no Pacaembu. No fim, méritos para Rodrygo, que cruzou a bola da direita, viu Sánchez desviar e Diego Pituca marcar seu primeiro gol como profissional no Alvinegro, em desvio na pequena área. ...Fez o que pôde O Vasco encontrou muita dificuldade para fazer a bola rodar no meio-campo, embora estivesse em superioridade numérica no setor. A melhor chance do time comandado por Alberto Valentim foi com o ex-jogador do Santos Rafael Galhardo, que bateu falta colocada e viu Vanderlei fazer ótima defesa. Com uma marcação intensa, um duelo pessoal entre Leandro Castán e Gabigol marcou a primeira parte do jogo. Enquanto isso, o Vasco sofria para conter os cruzamentos pelas alas, deixando espaços para o Peixe. Meio a meio Com a melhora de desempenho de alguns jogadores, como Henrique, pela ala, o Vasco passou a incomodar mais o Peixe na etapa complementar. Ao menos, as chegadas foram mais agudas. Enquanto isso, o Peixe deu a resposta com Bruno Henrique e Gabigol. O primeiro chutou teve boas chances tanto pela esquerda, quanto pela direita, assustando Martín Silva. Já o camisa 10 obrigou o goleiro vascaíno a espalmar um chute da entrada da grande área. Oportunismo O empate do Vasco não aconteceu no meio do segundo tempo por muito pouco. Logo depois de entrar, Giovanni Augusto achou a bola dentro da área e tocou por cima do goleiro Vanderlei. Vendido ,o camisa 1 do Peixe contou com um corte preciso de Robson Bambu, em cima da linha. Começava, então, a reação vascaína. Pikachu cruzou e, livre, Andrés Ríos mandou para o fundo das redes de Vanderlei, igualando o marcador. A partir daí, a pressão santista pouco adiantou. Antes do apito final, Andrey ainda foi expulso pelo árbitro, após falta dura em Rodrygo. SANTOS 1 X 1 VASCO Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP) Data/hora: 27/9/2018 - 20h (de Brasília) Árbitro: Wagner Reway (MT) Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS) Renda/público: R$ 318.336,50/11.190 pagantes Cartões amarelos: Gabriel (SAN) e Fabrício, Bruno Cosendey, Andrey (VAS) Cartão vermelho: Andrey 41'/2ºT (VAS) Gols: Diego Pituca 43'/1ºT (1-0) e Andrés Rios 33'/2ºT (1-1) SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Daniel Guedes 36'/2ºT), Diego Pituca e Carlos Sánchez (Bryan Ruíz 27'/2ºT); Rodrygo, Bruno Henrique (Derlis González 26'/2ºT) e Gabriel. Técnico: Cuca. VASCO: Martin Silva, Rafael Galhardo (Marrony 25'/2ºT), Luiz Gustavo, Leandro Castan e Henrique; Willian Maranhão, Andrey, Bruno Cosendey (Giovanni Augusto 19'/2ºT), Fabrício e Yago Pikachu (Oswaldo Henríquez 39'/2ºT); Andrés Rios. Técnico: Alberto Valentim.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/santos-e-vasco-ficam-no-empate-em-jogo-atrasado-do-brasileirao-2018-27092018

Flamengo chega a 40 trocas de técnicos no século XXI
Data: 28/09/2018

Na manhã desta sexta (28), o clube demitiu o técnico Maurício Barbieri após a eliminação na semifinal da Copa do Brasil para o Corinthians

Como já era esperado após mais uma eliminação, o Flamengo anunciou na manhã desta sexta-feira (28) a demissão do técnico Maurício Barbieri, que havia assumido interinamente o clube em abril deste ano e pouco depois efetivado após o bom início no Brasileirão. Depois de 39 jogos (19 vitórias, 12 empates e 8 derrotas — 59% de aproveitamento), Maurício Barbieri acabou não resistindo após duas duras eliminações (para o Cruzeiro, nas oitavas da Libertadores, e para o Corinthians, na semifinal da Copa do Brasil) e queda no Brasileirão após a parada da Copa do Mundo. Com a entrada de um novo treinador para dirigir o clube nas últimas 12 rodadas do Brasileirão (Dorival Júnior é o principal candidato), o Flamengo chegará a marca de 40 trocas de técnicos no século XXI (desde 2001). Em 18 anos, a média é superior a dois técnicos por temporada. Todos os técnicos do Flamengo no século XXI: Zagallo (2001), Carlos Alberto Torres (2001-2002), João Carlos Costa (2002), Lula Pereira (2002), Evaristo de Macedo (2002-2003), Nelsinho Baptista (2003), Oswaldo de Oliveira (2003), Waldemar Lemos (2003), Abel Braga (2004), Paulo César Gusmão (2004), Ricardo Gomes (2004), Júlio César Leal (2005), Cuca (2005), Celso Roth (2005), Andrade (2005), Joel Santana (2005), Valdir Espinosa (2006), Waldemar Lemos (2006), Ney Franco (2006-2007), Joel Santana (2007-2008), Caio Júnior (2008), Cuca (2009), Andrade (2009-2010), Rogério Lourenço (2010), Silas (2010), Vanderlei Luxemburgo (2010-2012), Joel Santana (2012), Dorival Júnior (2012-2013), Jorginho (2013), Mano Menezes (2013), Jaime de Almeida (2013-2014), Ney Franco (2014), Vanderlei Luxemburgo (2014-2015), Cristóvão Borges (2015), Oswaldo de Oliveira (2015), Muricy Ramalho (2016), Zé Ricardo (2016-2017), Reinaldo Rueda (2017). Paulo César Carpegiani (2018) e Maurício Barbieri (2018) Entre os 12 grandes clubes do futebol brasileiro, o Flamengo é o time que mais trocou de treinador neste século XXI, seguido de próximo por dois rivais do Rio. Lista dos clubes que mais trocaram de técnicos no século XXI Flamengo (40 trocas, 26 técnicos) Vasco (39 trocas, 25 técnicos) Fluminense (35 trocas, 25 técnicos) Internacional (32 trocas, 24 técnicos) Atlético-MG (32 trocas, 23 técnicos) Botafogo (32 trocas, 31 técnicos) Palmeiras (28 trocas, 25 técnicos) Corinthians (26 trocas, 20 técnicos) Cruzeiro (25 trocas, 21 técnicos) Grêmio (24 trocas, 21 técnicos) Santos (25 trocas, 19 técnicos) São Paulo (23 trocas, 19 técnicos)

Link Notícia: https://esportes.r7.com/prisma/futebol-em-numeros/flamengo-chega-a-40-trocas-de-tecnicos-no-seculo-xxi-28092018

Prazo para resgate de cotas do PIS/Pasep termina nesta sexta-feira
Data: 28/09/2018

Mais de 4 milhões de beneficiários com menos de 60 anos ainda não sacaram os valores disponíveis; agências da Caixa abrem mais cedo para resgates

Termina nesta sexta-feira (28) o prazo para cotistas do PIS e do Pasep resgatarem o benefício. Para facilitar os saques, as agências da Caixa abrem hoje duas horas mais cedo. Pessoas com menos de 60 anos que contribuíram com o PIS/Pasep entre 1971 e 1988 têm direito ao resgate. Segundo a Caixa, mais de 4 milhões de contribuintes que atendem estes requisitos ainda não sacaram sua cota. A abertura antecipada das agências não acontecerá em regiões nas quais esse horário não for a melhor condição de atendimento aos clientes. O critério será definido pela superintendência local. Pessoas que ainda não fizeram o saque podem consultar a página do banco na internet para saber o valor a ser recebido. Caso o dinheiro já tenha sido creditado em conta, o site também informa a agência e banco no qual o benefício foi creditado. Após o prazo Segundo a Caixa, a partir de 1º de outubro, "os saques voltarão a ser permitidos somente para os cotistas (...) com 60 anos ou mais, aposentados, herdeiros de cotistas, pessoas em situação de invalidez ou acometidos por doenças específicas". Até a última segunda-feira (24), foram pagos R$ 9.6 bilhões aos trabalhadores cadastrados no Fundo PIS/Pasep entre 1971 e 1988.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/prazo-para-resgate-de-cotas-do-pispasep-termina-nesta-sexta-feira-28092018

Leilão de quatro áreas do pré-sal pode render R$ 6,8 bilhões
Data: 28/09/2018

Este é o último realizado pelo presidente Michel Temer durante seu governo. Evento está marcado para esta sexta-feira (28)

Às vésperas das eleições e com o barril do petróleo no maior nível dos últimos quatro anos, acima de US$ 80, o presidente Michel Temer (MDB) realiza nesta sexta-feira (28) o último leilão de petróleo do seu governo. Se conseguir vender as quatro áreas de pré-sal da 5.ª Rodada de Partilha, vai arrecadar R$ 6,82 bilhões ainda neste ano, quando os contratos forem assinados. Em 35 anos mais R$ 180 bilhões devem ser arrecadados em royalties, calcula a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Capitalizadas pela alta do petróleo, as empresas têm mais chance de apresentar lances elevados nesse leilão, avalia o professor do GEE (Grupo de Economia da Energia da UFRJ) Helder Queiroz. Além disso, a expectativa é de que os reservatórios das quatro áreas que vão ser oferecidas - Saturno, Titã, Pau-brasil e Sudoeste de Tartaruga Verde - guardem mais de 12 bilhões de barris de óleo. Todas as grandes petroleiras estão inscritas para participar da concorrência - Chevron, ExxonMobil, Shell e Total - , além da chinesa CNOOC, uma das sócias de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, e a Petrobrás, que garantiu posição de liderança apenas em uma das áreas, a Sudeste de Tartaruga Verde, contínua a outros reservatórios liderados por ela. A estatal tem o direito de decidir previamente se ficará à frente dos projetos de pré-sal, com participação mínima de 30%. Na opinião do presidente da Petrobrás, Ivan Monteiro, o leilão "será um imenso sucesso". "A empresa se sente confortável competindo", disse. Em seguida, Monteiro afirmou que o pior momento da crise na empresa foi ultrapassado: "Não temos mais 'sofrência' na Petrobrás, que retomou a capacidade de investir", complementou. PublicidadeFechar anúncio Insegurança Entre as petroleiras, no entanto, o clima é de insegurança quanto a possível entrada de um novo presidente da República que interrompa os leilões retomados por Temer. Presidentes de grandes petroleiras afirmam, porém, que nenhuma decisão de investimento será tomada em função do cenário eleitoral. André Araujo, da Shell Brasil, diz que vai se comportar na 5.ª Rodada da mesma forma que nos leilões passados. "Avaliaremos as oportunidades seguindo critérios técnicos, geológicos", disse o executivo. Já o presidente da norueguesa Equinor no Brasil, Anders Opedal, disse que o País é "um excelente lugar para estar" e que "toda eleição tem sua peculiaridade", mas que a empresa projeta seus investimentos pensando no longo prazo e não no momento das apostas. O IBP (Instituto Brasileiro do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), que representa as petroleiras, se antecipa a possíveis surpresas e reforça o discurso em defesa da continuidade dos leilões. "Já avançamos e não podemos frear", afirmou o presidente da entidade José Firmo, na última segunda-feira, ao abrir a Rio Oil&Gas, em referência ao estabelecimento de um calendário de leilões até 2020. O TCU (Tribunal de Contas da União) exigiu que o governo aumentasse o compromisso de retorno mínimo à União — o lucro óleo, que representa fatia da produção devolvida ao governo, o que só deve acontecer de cinco a oito anos. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/leilao-de-quatro-areas-do-pre-sal-pode-render-r-68-bilhoes-28092018

Temer diz que indústria do petróleo está voltando a acreditar no país
Data: 28/09/2018

O presidente comemorou a presença marcante de investidores de mais de 30 países no Rio Oil & Gas 2018

O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira (27) que as reformas feitas na economia do país estão trazendo segurança para que o investidor volte a apostar e ter lucros. Para ele, um sinal disso foi a presença marcante de investidores de mais de 30 países no Rio Oil & Gas 2018. “As pessoas voltaram, e este retorno nós o recebemos com muita alegria. De volta neste momento, convenhamos, de fundado otimismo. A presença de cada um dos senhores e senhoras mostra que acreditam no Brasil que estamos construindo”, afirmou, ao participar do encerramento do encontro. Temer destacou que, nas viagens que faz por vários países, nota uma avaliação que não costuma ver dentro do Brasil. Segundo ele, há um caso permanente de pessimismo interno, que não verifica fora do Brasil. “Nas várias reuniões que frequento, e não foram poucas, neste período, verifico um otimismo extraordinário daqueles que veem esse novo Brasil, ou seja, o Brasil do século 21. Não podemos permitir que ninguém que venha à frente faça o nosso país retornar ao século 20. Temos que continuar no século 21, e nesse sentido o setor de óleo e gás é fundamental nesta trilha do progresso e do desenvolvimento”, afirmou. O presidente fez questão de destacar que foi o atual ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, que o convenceu, na época em que ainda era vice-presidente, a fazer contato com representantes da indústria de óleo e gás para conhecer as dificuldades do setor. Temer afirma que, naquele momento, foram identificadas algumas medidas necessárias que foram adotadas pelo governo após ele assumir a presidência. “Nossa indústria de petróleo e gás recobrou o fôlego, percorreu uma jornada de recuperação como mencionei nos primeiros dias do nosso governo. Nós, ao assumirmos, encontramos uma crise bastante substanciosa”, disse. Perseverança O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, que também estava no encerramento do Rio Oil & Gas 2018, revelou que as mudanças no setor passaram por intensas negociações com a Câmara e o Senado e que o governo não perdeu o sentido da perseverança. “Nós podemos dizer que o setor de óleo e gás voltou. Podemos dizer que o Brasil voltou porque conseguiu cumprir o dever de casa com uma política correta”, disse. Para Moreira Franco, a definição de um calendário de rodadas da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), a garantia da manutenção da concorrência e das informações disseminadas igualmente entre os investidores estão entre as medidas que ajudaram na recuperação do setor. “Reafirmo a confiança no setor e na nossa capacidade de negociação”, completou.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/temer-diz-que-industria-do-petroleo-esta-voltando-a-acreditar-no-pais-27092018

Ciro Gomes vai a encontro para discutir políticas para mulheres
Data: 28/09/2018

Candidato à presidência pelo PDT se recupera, em São Paulo, de uma pequena cirurgia, mas participa de um encontro na tarde desta sexta

Ciro Gomes, candidato à presidência pelo PDT, cumpre agenda de campanha nesta sexta-feira (28) em São Paulo, onde se recupera de uma pequena cirurgia. O pedetista concederá uma entrevista por telefone a uma rádio de Porto Alegre e, às 15h, participará de um encontro sobre políticas públicas para as mulheres. Na terça-feira (25), o presidenciável passou por uma pequena cirurgia para cauterizar vasos da próstata no hospital Sírio-Libanês. Como está em processo de recuperação, o candidato não teve agenda de campanha ontem e não deve viajar nos próximos dias. Mesmo sem agenda na quinta, o candidato declarou que prefere enfrentar o candidato petista Fernando Haddad no segundo turno. "A disputa entre eu e o Haddad seria a disputa entre dois democratas, entre pessoas que respeitam a democracia. Independentemente que para mim seria mais fácil derrotar o (Jair) Bolsonaro, eu preferiria, para defender o Brasil, que fosse o Haddad", disse Ciro à Rádio Jornal, do Recife (PE). No dia anterior, no debate promovido por uma emissora de São Paulo, Ciro havia dito que se eleito preferiria não governar com o PT.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ciro-gomes-vai-a-encontro-para-discutir-politicas-para-mulheres-28092018

Alckmin dá entrevistas por telefone e faz caminhada em São Miguel
Data: 28/09/2018

Candidato do PSDB ao Planalto participará de debate na RecordTV na noite de domingo (30)

O candidato do PSDB ao Planalto, Geraldo Alckmin, passará a manhã desta sexta-feira (28) dando entrevistas a emissoras de rádio por telefone. Às 11h30 fará uma caminhada em São Miguel Paulista, em São Paulo, na avenida Marechal Tito, 567. Na manhã desta sexta, Alckmin compartilhou em seu Facebook sobre o Projeto Guri, que oferece cursos de música para crianças e adolescentes de graça. "A cultura transforma. E Geraldo sabe disso. Criou o Projeto Guri que oferece cursos de música para crianças e adolescentes de graça! Só nos últimos anos, mais de 360 mil alunos participaram, inclusive em várias unidades da Fundação Casa", afirma.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/alckmin-da-entrevistas-por-telefone-e-faz-caminhada-em-sao-miguel-28092018

Ex acusou Bolsonaro furtar cofre com joias e dinheiro, diz revista
Data: 28/09/2018

Ana Cristina também disse que candidato omitiu patrimônio para a Justiça Eleitoral em 2006, quando concorria ao cargo de deputado federal

A ex-mulher de Jair Bolsonaro, Ana Cristina Siqueira Valle, acusou o candidato do PSL à Presidência de ter furtado um cofre que mantinha no Banco do Brasil, recheado de joias e dinheiro vivo em outubro de 2007. Os bens eram avaliados em mais de R$ 800 mil. As informações foram divulgadas pela revista Veja, que teve acesso ao processo de separação do casal. Na época, Ana Cristina fez um boletim de ocorrência na 5ª Delegacia da Polícia Civil. Durante o processo de decisão da guarda do filho do casal, que hoje tem 20 anos, Bolsonaro dizia que a ex-mulher havia levado o filho para fora do país e dizia que voltaria apenas quando os bens do cofre fossem devolvidos. Já Ana Cristina acusava-o do furto. O caso do furto do cofre foi encerrado pela polícia sem desfecho. Ana Cristina foi chamada para depor duas vezes, mas não compareceu. Neste ponto, chegaram a um acordo, o filho do casal voltou para o Brasil, resolveram a disputa de bens e o valor da pensão. Bolsonaro e Ana Cristina ficaram casados por 10 anos e, em 2008, se divorciaram oficialmente. Segundo o processo, o candidato era um marido de "comportamento explosivo" e de "desmedida agressividade" e por isso ela pediu o divórcio. O jornal Folha de S.Paulo divulgou que Ana Cristina foi para a Noruega com o filho depois de ser ameaçada de morte por Bolsonaro. Lá, falou sobre a situação com o vice-cônsul local. Procurada pelo jornal, ela negou que tenha sido ameaçada, mas cinco amigas próximas confirmaram que este foi o motivo da viagem. Além da acusação do furto, a ex-mulher do candidato também afirmou que ele ocultou parte do patrimônio para a Justiça Eleitoral em 2006. Na época, Bolsonaro concorria ao cargo de deputado federal e declarou que tinha R$ 433.934, registrando um terreno, uma sala comercial, três carros e duas aplicações financeiras. O valor corrido equivale a cerca de R$ 850 mil. Ana Cristina incluiu no processo uma relação de bens e declaração do imposto de renda, que registrava também três casas, um apartamento, uma sala comercial e cinco lotes. Em valores atuais, o patrimônio de Bolsonaro era de R$ 7,8 milhões. A ex-mulher de Bolsonaro também afirmou que a renda mensal dele chegava a R$ 100 mil, formada pelo salário como deputado (R$ 26.700), o de militar da reserva (R$ 8.600) e "outros proventos", que não identificou. Procurada pela reportagem da Veja, Ana Cristina disse: “Quando você está magoado, fala coisas que não deveria”. Sobre os “outros rendimentos” e a vida “afortunada” do candidato, ela diz que nem se lembra: “Eu falei isso?”. Ana Cristina concorre ao cargo de deputada federal pelo Podemos e usa o nome de Bolsonaro em sua campanha. Bolsonaro não quis comentar o caso.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ex-acusou-bolsonaro-furtar-cofre-com-joias-e-dinheiro-diz-revista-28092018

Operação desarticula quadrilha que aplicava golpe em devedores
Data: 28/09/2018

Batizada de Fake Money, a investigação desarticulou esquema que fazia devedores acreditarem estar com dívidas tributárias quitadas

A Receita Federal deflagrou nesta sexta-feira (28), em conjunto com a PF (Polícia Federal) e o MPF (Ministério Público Federal), a Operação Fake Money, com o objetivo de desarticular uma quadrilha que fraudava empréstimos para simular a quitação de tributos. A fraude — que envolveu aproximadamente 3 mil contribuintes — resultou em um prejuízo estimado de R$ 5 bilhões, segundo a PF. Foram cumpridos 16 mandados de prisão preventiva e 33 mandados de busca e apreensão em 12 cidades de três estados distintos. A operação contou a com a participação de 74 auditores-fiscais e dois analistas-tributários da Receita Federal, além de equipe de apoio. Foram presos empresários, advogados, economistas, consultores e contabilistas que atuavam como intermediários e operadores da fraude. Dentre os bens bloqueados pela Justiça, encontram-se dinheiro, imóveis e veículos. O esquema A fraude se dava por meio da implantação de informações falsas em declarações para reduzir ou eliminar ilegalmente dívidas tributárias. A quadrilha se passava por uma consultoria financeira que teria crédito na forma de títulos públicos do Tesouro Nacional, e que poderia usar esses títulos para quitar tributos. Ao contratarem os serviços da falsa consultoria, as vítimas do golpe acreditavam ter quitado seus débitos com vantagem. Mas, além do valor pago aos fraudadores ser desviado, a dívida não era quitada. A Receita Federal já identificou a maioria dos usuários do esquema fraudulento e alerta que os que não regularizarem espontaneamente a situação perante o Fisco serão objeto de ação fiscal ou auditoria interna. Uma vez iniciado o procedimento fiscal, os devedores poderão pagar uma multa de 225% além do imposto devido. *Estagiário do R7 sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/operacao-desarticula-quadrilha-que-aplicava-golpe-em-devedores-28092018

Exército vai mobilizar mais de 28 mil militares nas eleições
Data: 28/09/2018

Tribunal Superior Eleitoral já aprovou pedidos de envio de tropas feitos por quase 600 municípios

O Ministério da Defesa confirmou que até o momento o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou o envio de militares das Forças Armadas para assegurar a Garantia da Votação e Apuração e o apoio logístico em 598 localidades de 13 estados. Mais de 28 mil militares devem atuar nas eleições 2018. Para as atividades relativas à votação e apuração serão atendidos os seguintes estados: Acre, 11 localidades; Maranhão, 72; Piauí, 122; Rio de Janeiro, 69; Amazonas, 26; Mato Grosso, 19; Mato Grosso do Sul, 4; Pará, 60; Rio Grande do Norte, 97; Tocantins, 12 e Ceará, 5. O auxílio das Forças Armadas no apoio logístico é feito para o transporte de pessoal da Justiça Eleitoral e de urnas. Os militares desempenham essa tarefa acompanhados de pessoal da Justiça Eleitoral. No total, ocorrerá em 101 localidades de cinco estados. No Acre, serão atendidas 41 localidades; no Amazonas, 25; no Amapá, 5; em Mato Grosso do Sul, 4 e em Roraima, 26. Pedidos As solicitações de apoio das Forças Armadas, quer seja para GVA (Garantia da Votação e Apuração) ou no transporte de pessoal e urnas, são formuladas pelos Tribunais Regionais Eleitorais ao TSE. A GVA é uma atividade militar semelhante às missões de GLO (Garantia da Lei e da Ordem). No entanto, a GVA é utilizada especificamente para manter a normalidade da segurança pública nos locais de votação e apuração, durante o pleito eleitoral, nas localidades onde o TSE requisitar. Após a análise e deliberação do TSE, as demandas são repassadas ao Ministério da Defesa, órgão responsável pelo planejamento e execução das ações empreendidas pelas Forças Armadas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/exercito-vai-mobilizar-mais-de-28-mil-militares-nas-eleicoes-28092018

Rio já tem o maior nº de militares do Exército mortos em intervenções
Data: 28/09/2018

Desde 1992 o Rio de Janeiro já registrou ao menos quatro militares mortos em operações da Garantia da Lei e da Ordem — três apenas neste ano

Militares fazem incursão em comunidade no Rio de Janeiro Reuters Após sete meses da intervenção federal no Rio De Janeiro, o Estado é o único do país em que ocorreram morte de militares durante ações de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) realizadas pelas Forças Armadas desde 1992. Já são quatro militares que morreram em ação neste período de 26 anos em que a cidade recebeu 18 operações de GLO —em eventos ou ações de segurança pública. Três destas mortes ocorreram este ano e foram resultantes do primeiro confronto direto de militares do Exército contra suspeitos de integrarem facções criminosas. Outros 56 agentes de segurança e 103 civis foram mortos durante a intervenção federal realizada neste ano no Rio de Janeiro, segundo o Observátorio da Intervenção. Foi também a primeira vez em que foram registradas mortes simultâneas de militares das Forças Armadas em um mesmo dia nos últimos 45 anos, decorrentes de confrontos em território nacional. Segundo um levantamento feito a pedido do R7 pelo mestre em Ciências Políticas da UFScar (Universidade Federal de São Carlos) e especialista em Política Militar João Roberto Martins Filho, desde 1973 não morriam simultaneamente militares do Exército durante uma operação em solo brasileiro — o último registro é da morte de seis militares em 25 de dezembro de 1973, durante uma ação na Guerrilha do Araguaia. Estas duas mortes aconteceram no dia 20 de agosto deste ano. O cabo Fabiano de Oliveira Santos, de 36 anos, morreu após ser atingido no ombro por um disparo no Complexo do Alemão, já o soldado João Viktor da Silva foi baleado durante patrulhamento no Complexo de Comunidades da Penha, também na zona norte do Rio, ambos em ações das Forças Armadas em função da intervenção federal. A terceira morte foi a do soldado Marcus Vinícius Viana Ribeiro, baleado na mesma operação em que morreram o cabo Fabiano e o soldado João Viktor. Ele foi socorrido com vida, mas morreu no hospital dois dias depois, em 22 de agosto. Já a quarta vítima de ações de GLO foi um cabo do Exército baleado durante uma ação de GLO realizada em 2014. Michel Mikami, 21 anos, foi baleado na cabeça durante um confronto na comunidade da Maré, na zona norte do Rio. Militares ouvidos pelo R7 consideram as mortes incomuns, mas um risco iminentes nessas operações. Já o professor de relações internacionais da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e doutor em ciências sociais Alexandre Fuccille, a banalização do uso militar das Forças Armadas em um ambiente urbano e compatriota é "ineficiente e um risco, tanto para a população quanto para o soldado". " [Com] essas questões de [as Forças Armadas] terem sido empregadas de forma cada vez mais banal, a criminalidade passa a saber os limites de até onde as forças militares podem operar. Fundamentalmente o preparo militar é para a guerra, para o aniquilamento, não é para segurança pública, que é, em tese, encontrar evidências, deter, recolher provas materiais e levar ao tribunal", disse Fuccille. PublicidadeFechar anúncio Alexandre pondera, no entanto, que as Forças Armadas aprenderam muitas técnicas em conduzir ações de segurança em missões internacionais como a do Haiti, mas ressaltou que a função dos militares é deturpada pelos governantes. "Isto veio acontecendo em todos os governos desde FHC, e os próprios militares são contra", afirmou. O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, já criticou o uso das Forças Armadas em ações para garantir a manutenção da lei e da ordem em cidades. Dias antes o então Ministro da Defesa, Raul Jungmann, também havia criticado o uso excessivo das Forças Armadas em ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). “Não gostamos de participar das chamadas Operações de Garantia da Lei e da Ordem”, disse o general Villas Bôas durante um evento em Brasília no ano passado. Exército lamenta as mortes As mortes dos três militares do Exército ocorridas durante as operações no Rio de Janeiro em agosto deste ano foram lembradas pelo Comando do Exército e pela Presidência da República em uma cerimônia em que eles foram homenageados, durante uma formatura de novos cadetes em Brasília no dia 25 de agosto, poucos dias após suas mortes. "Hoje, uma nação agradecida honra a memória dos militares que pereceram no desempenho de sua missão. […] Seu sacrifício não será em vão: cumpriremos a tarefa imperiosa de recompor a ordem pública no Rio de Janeiro”, declarou o presidente Michel Temer na época. “Suas mortes tiveram repercussão restrita, que nem de longe atingiram a indignação ou a consternação condizentes com os heróis que honraram seus compromissos de defender a pátria e proteger a sociedade com o sacrifício da própria vida. Como eles, há soldados das três Forças Armadas que, desde a República, têm sacrificado suas vidas para que o futuro do Brasil seja diferente. É chegada a hora de dizer basta ao diversionismo e à fragmentação”, declarou o Comandante do Exército, general Villas Bôas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/rio-ja-tem-o-maior-n-de-militares-do-exercito-mortos-em-intervencoes-28092018

Homem é preso suspeito de assediar passageira no Metrô de São Paulo
Data: 28/09/2018

Incidente ocorreu no início da manhã desta sexta-feira (28), na estação da Sé. Suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Polícia do Metropolitano

Um homem foi preso após a suspeita de assediar uma jovem na estação da Sé, linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (28). De acordo com informações preliminares do Metrô, a jovem fez a reclamação de um homem por importunação sexual por volta de 6h50. Imediatamente, seguranças de uma das principais estações da cidade realizaram a detenção. O suspeito foi encaminhado para o Delpom (Delegacia de Polícia do Metropolitano). Uma testemunha também foi levada para prestar depoimento. Por meio de sua assessoria, a companhia não soube afirmar ainda em qual crime será enquadrado. Crime Na última segunda-feira (24), o presidente da República em exercício, ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), sancionou a lei que torna crime a importunação sexual, com pena prevista de um a cinco anos de prisão. A proposta ganhou força no Legislativo após casos de homens que se masturbaram e ejacularam em mulheres dentro do transporte público. O texto sancionado por Toffoli também torna crime a divulgação de vídeo e foto de cena de sexo ou nudez ou pornografia sem o consentimento da vítima, por qualquer meio, além da divulgação de cenas de estrupro. Casos de abuso sexual em trens crescem 67% A lei aumenta a pena em até dois terços se o crime for praticado por uma pessoa que mantém ou tenha mantido relação íntima de afeto ou com fim de vingança. Também aumenta em até dois terços a punição para estupro coletivo e estupro corretivo, quando o ato é praticado com o objetivo de “controlar o comportamento sexual ou social da vítima”.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/homem-e-preso-suspeito-de-assediar-passageira-no-metro-de-sao-paulo-28092018

Furacão Rosa: tempestade ganha força e ameaça México e EUA
Data: 28/09/2018

Ondas grandes devem afetar partes dos litorais do sudoeste do México, do sul da Península da Baixa Califórnia e do sul da Califórnia no final desta semana

O furacão Rosa se transformou em uma grande tempestade no Oceano Pacífico, provocando ventos contínuos máximos de quase 230 quilômetros por hora, e sua intensidade não deve variar muito na próxima madrugada, disse o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) na noite de quinta-feira (27). O Rosa, uma tempestade de Categoria 4 na escala de ventos de furacão Saffir-Simpson de cinco graus, estava a cerca de 975 quilômetros ao sudoeste do extremo sul da Baixa Califórnia e seguindo para o oeste a quase 15 quilômetros por hora. Ele é a sétima tempestade de categoria 4 da temporada. "Não se prevê uma mudança significativamente grande na força de madrugada, mas um enfraquecimento lento é esperado até o sábado e uma redução maior na velocidade do vento é prevista no início da semana que vem", informou o NHC em seu boletim. A previsão alertou que ondas grandes geradas pelo Rosa devem afetar partes dos litorais do sudoeste do México, do sul da Península da Baixa Califórnia e do sul da Califórnia no final desta semana e durante o final de semana. "Estas ondas grandes devem causar condições para arrebentações e correntes de retorno com risco de morte", disse o NHC, sediado em Miami, acrescentando, porém, que não há vigílias ou alertas litorâneos em vigor. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/furacao-rosa-tempestade-ganha-forca-e-ameaca-mexico-e-eua-28092018

‘Por que filmei o último suspiro de um homem’
Data: 25/09/2018

Documentarista Steven Eastwood gravou quatro pessoas com doenças em estágio terminal para promover 'maior conscientização e aumentar familiaridade com a morte': 'Pensamos que somos uma sociedade progressista, mas reprimimos e negamos a morte'

Em seu leito no hospital, um homem suspira. Sua respiração cessa e ele abandona a vida. A câmera, posicionada bem ao seu lado, continua gravando. Vemos enfermeiras movê-lo para outro quarto antes de gentilmente limpar seu corpo. "Ninguém quer morrer, mas é algo natural. Estamos biologicamente programados para morrer", diz o documentarista Steven Eastwood. Seu filme Island (Ilha) expõe o processo da morte ao registrar as doenças terminais de quatro pessoas. Não há previsão de estreia do filme no Brasil. O filme está sendo exibido no Reino Unido. "A morte é vista como algo vergonhoso. Pensamos que somos uma sociedade progressista, mas reprimimos e negamos a morte", diz o diretor. "Dizer que não queremos que aconteça é postergar algo que não queremos encarar." Ele foi um espectador silencioso do último ano das vidas dos personagens de seu filme, gravando-os em suas casas antes de terem de se mudar para um centro de cuidados paliativos em Isle of Wight, uma ilha na costa sul da Inglaterra. "Precisamos de maior conscientização sobre a morte para nos familiarizarmos mais com nossa mortalidade. Não acho que isso seja um absurdo." Ele fala com carinho sobre o tempo em que viveu o cotidiano da instituição. "Há quatro pessoas de quem eu gostava muito lá - Alan, Roy, Mary e Jamie; três tinham 80 e poucos anos e um tinha 40 e poucos." O diretor viajava 5 horas para o centro de cuidados. Fazia viagens de barco à ilha - o hipnótico trajeto e as paisagens por trás dele aparecem no documentário. O filme foi feito depois de dois processos de luto pelos quais passou o diretor - os de sua sogra e de seu melhor amigo, que tinha a mesma idade que ele. "Eu me toquei, então, de que não sabia muito sobre o que era cuidado paliativo." Para Eastwood, precisamos encarar a "realidade da morte, fazê-la parte de nossa existência diária, para sentirmos menos medo". "Acho que todos nós temos um medo existencial. 'Se eu vir alguém que eu amo morrendo, será muito traumático. A cena vai substituir as imagens que eu tenho da pessoa e eu vou me machucar, porque nunca mais vou conseguir me esquecer dela'." "Mas para mim, não é assim. Estar com alguém enquanto ela está morrendo, com tamanha intimidade, é empoderador e traz paz." Ele diz ter uma admiração enorme por pessoas que trabalham em centros de cuidados paliativos e diz esperar que seu filme possa "celebrar e mostrar o que é o cuidado paliativo". "As pessoas mais extraordinárias da nossa sociedade são as que têm menos visibilidade." Para o diretor, os centros de cuidado paliativo não são lugares "mórbidos" como se imagina, mas "são lugares vivos". Ele conta que, depois da exibição do filme na ilha, um morador o abordou dizendo que o filme lhe fazia ter "menos medo de morrer". "Não é uma ambição minha, mas será uma coisa boa se o público conseguir assistir ao filme e ficar em paz com o fato de que algo vai acontecer com todos nós." Eastwood fala com carinho de todos os personagens que filmou. Fala longamente sobre Alan, vítima de câncer e cuja morte vemos no começo do filme. 'Ele estava vivo para poder fumar' "O Alan fumava um cigarro atrás do outro desde seus 16 anos. Fumava também no centro de cuidados paliativos - e uma enfermeira acendia seus cigarros. Mas ele não estava morrendo de um tipo de câncer tradicionalmente ligado ao cigarro." "Isso faz parte do cuidado paliativo - ajudar alguém fumar até sua morte", diz o diretor. "Os médicos achavam que, se ele não tivesse fumando, ele teria morrido semanas antes. Ele estava vivo para poder fumar." O diretor conta que, na segunda vez em que encontrou Alan, percebeu que tinham uma conexão. O homem então lhe disse: "Acho que você gostaria de ficar comigo até o final, e acho que será ótimo." "Ele queria fazer algo radical com sua morte. Ele se sentia radical em relação à vida também. Acreditava que nosso corpo era só um veículo e que nos transformávamos em outra coisa." "Ele não tinha vergonha de sua imagem. Achava que participando do filme concretizaria sua filosofia. Virou a estrela do meu filme." 'Paz em seus olhos enquanto morria' "Sua morte foi longa. Ele ficou sem ar. Houve muita paz e beleza, e eu fiquei tocado. Não me senti triste. Ele estava pronto para morrer", lembra Eastwood. Alan disse a Steven que viu um homem morrer quando tinha só 19 anos, durante o tempo que serviu no Exército no norte da África. Seu comandante levou um tiro e morreu em seus braços. "Ele segurou aquele homem e disse que viu paz nos olhos dele enquanto ele morria, e que entendeu que o que estavam experimentando não terminava ali. Havia mais", conta. Então, diz o diretor, "a morte era algo pela qual ele estava esperando". Jamie, por sua vez, era jovem quando morreu. Tinha câncer de estômago em estágio avançado - e era muito ligado à filha. "Ele queria morrer da melhor maneira possível com sua filha, então ele a envolveu em tudo. Conversaram sobre seu tratamento e como seria a vida quando ele não estivesse mais lá." "A morte dele é a única que me deixa triste quando penso a respeito", diz Eastwood, que hoje é voluntário em um centro de cuidados paliativos. Com o filme, o diretor quer atrair uma audiência jovem, que ele acredita serem os que mais negam a morte por causa da pressão para serem "produtivos, jovens e bonitos". O filme também está sendo exibido para médicos em treinamento, em discussões sobre como se fala sobre a morte com pacientes. Os produtores do filme estabeleceram uma parceria com a NHS, o sistema de saúde público britânico. O diretor cita outras culturas que, em sua visão, lidam melhor com a morte. Na Irlanda, diz ele, "há um processo mais claro de luto e uma familiaridade maior com estar em torno de um corpo". Ele também fala sobre a América Latina e a Ásia, que têm uma atitude completamente diferente em relação ao processo da morte. "Precisamos de uma educação melhor. Somos finitos, nosso corpo se decompõe, e eu estou paz com isso. Eu me sentia mal-informado. Agora me sinto mais esclarecido depois de fazer o filme. Espero que o filme faça isso para as outras pessoas." BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/por-que-filmei-o-ultimo-suspiro-de-um-homem-24092018

Anitta explica figurino ousado:
Data: 25/09/2018

Em conversa com o Purepeople nos bastidores de um show em Salvador, neste domingo (23), a artista explicou a escolha da roupa

Anitta foi uma das atrações principais do Salvador Fest neste domingo (23). Em conversa com o Purepeople nos bastidores da atração, a artista explicou a escolha do figurino ousado. "Eu sempre me visto assim nos meus shows, tem a ver com a minha forma de ser. Eu gosto de me sentir livre pra me vestir da forma como eu quiser", afirmou. Mas em seguida assumiu: "Tem a ver que eu to solteira também né. A gente quer dar mais uma sensualizada", brincou, referindo-se ao fim de seu casamento com Thiago Magalhães. Sobre o look, um maiô cheio de transparências, a artista esclareceu: "Mas eu estou usando uma segunda pele também". Cantora explica ausência da web Logo após anunciar o fim de seu casamento, provocado pela rotina agitada da artista, Anitta se afastou das redes sociais por uma semana. "Eu sou uma pessoa de me resolver comigo mesma. Eu tô feliz pra caramba com a minha vida agora, mas a gente, às vezes, pra encerrar algum ciclo a gente precisa de um momento [a sós]. Eu estou sempre trabalhando, mas quando eu tiro um tempo pra mim as pessoas precisam entender que eu tirei mesmo esse tempo pra mim", pontuou. Artista foi indicada ao Grammy Latino Logo após os indicados para o Grammy Latino 2018 serem anunciados, na última semana, Anitta, concorrendo em duas categorias - melhor fusão/interpretação urbana com a música Sua Cara e melhor canção urbana com Downtown - vibrou. "Eu não consigo acreditar. Nem tô conseguindo pensar numa legenda tamanha é a minha emoção. Pela primeira vez na minha carreira fui indicada ao Grammy. Eu cheguei onde sempre sonhei, meu Deus", escreveu em seu Instagram.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/anitta-explica-figurino-ousado-estou-solteira-quero-sensualizar-24092018

Simaria explica pausa na agenda de shows:
Data: 25/09/2018

Sertaneja usou o Instagram, neste domingo (23), para contar aos seus fãs como decidiu se afastar dos palcos mais uma vez

Simaria, dupla da cantora Simone, usou o seu Instagram neste domingo (23) para contar aos seus fãs como decidiu se afastar dos palcos mais uma vez. "Eu não poderia deixar de contar um pouco da minha rotina e o que está acontecendo comigo porque sei que nossos fãs estão bem preocupados", iniciou a artista, que voltou aos palcos em agosto. "Eu passei 4 meses afastada dos palcos, dormia 21, 22h, acordava 6h da manhã todos os dias, às 6h30 eu podia tomar café e às 7h, 8h era a hora que eu voltava a descansar. Depois desses 4 meses de tratamento eu achei que eu já estava muito forte, porque meu estômago melhorou bastante, mesmo estando com inflamação. Como eu tava comendo direitinho, seguindo a rotina, eu achei que já estava bem pra voltar aos palcos", disse. Mas a sertaneja lamentou que as coisas não saíram como ela previu. — Enquanto eu estive afastada, eu conseguia dormir e comer na hora certa e a estrada não permite isso porque os shows são muito tarde e eu tinha que passar a noite inteira acordada, esperar até às 6h da manhã pra tomar meus medicamentos. Às vezes eu chegava 4h e ficava encostada na cama porque eu pensava: 'Se eu dormir uma horinha agora vou acabar com meu sono'. Foi quando eu resolvi voltar ao médico outra vez porque um desses finais de semana que eu ia viajar eu passei muito mal. E eu fui pra SP fazer novos exames. Fiquei alguns dias internadas e os resultados saíram e concluíram que eu continuo com a tuberculose ganglionar. Artista contou que tratamento foi expandido Segundo Simaria, a previsão inicial era de que seu tratamento duraria, ao todo, seis meses. Mas ela voltou aos palcos antes do fim dos medicamentos. Talvez por este motivo, agora a equipe de seu médico, o Dr. David Uip, concluiu que a artista deveria aumentar o tratamento. "Eles resolveram expandir o tratamento por mais 3 meses porque a bactéria continua ali. Deu H. pylori no estômago, gastrite e anemia. E a decisão da equipe médica foi que eu me afastasse da estrada de novo por mais 3 meses. Porque, de verdade, quem está com a situação de saúde como essa, com a imunidade lá embaixo, não tem condições de estar na estrada", observou. E afirmou que, apesar de estar longe dos shows, segue trabalhando: "Estou aqui na minha casa me tratando, me cuidando. Não estou parada porque eu sou uma mulher muito batalhadora, muito guerreira. Não consigo ficar parada. Tô compondo, tô produzindo, tô trabalhando num presente lindo que a gente preparou pra vocês que é o nosso novo DVD. E trabalhar faz eu me sentir viva". Por fim, Simaria explicou que os contratos que ficaram pendentes serão cumpridos de acordo com a liberação de seu médico. "Quero agradecer a compreensão de todos vocês, que são os mais lindos do planeta", encerrou a cantora, que ainda tenta recuperar o peso perdido após descobrir a doença.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/simaria-explica-pausa-na-agenda-de-shows-tratamento-foi-expandido-24092018

São Paulo tem sequência mais difícil entre candidatos ao título brasileiro
Data: 25/09/2018

Time tricolor pegará adversários que fizeram mais pontos em relação outros cinco principais postulantes: Palmeiras, Inter, Flamengo, Grêmio e Galo

Faltando 12 rodadas do encerramento do Campeonato Brasileiro, dos times considerados os principais concorrentes ao título, o líder São Paulo, com 51 pontos, terá a sequência mais difícil em relação aos demais. Além de disputar mais jogos fora de casa (7) do que no Morumbi (5), o time tricolor paulista terá pela frente clubes que somaram mais pontos até a 26ª rodada em relação aos adversários de Palmeiras, Internacional, Flamengo, Grêmio e Atlético Mineiro, equipes que compõem o G-6 do Brasileirão. O São Paulo enfrentará quatro adversários na luta pelo título. Os jogos da equipe do Morumbi serão: Botafogo (fora), Palmeiras (casa), Internacional (fora), Atlético Paranaense (casa), Vitória (fora), Flamengo (casa), Corinthians (fora), Grêmio (casa), Cruzeiro (fora), Vasco (fora), Sport (casa) e Chapecoense (fora). Juntos, os 12 clubes fizeram 440 pontos na competição. O Palmeiras, vice-líder do Nacional, com 50 pontos, também terá um caminho bastante complicado até a 38ª e última rodada. O clube alviverde jogará com equipes que somaram 422 pontos, sendo quatro delas do G-6. São elas: Cruzeiro (casa), São Paulo (fora), Grêmio (casa), Ceará (casa), Flamengo (fora), Santos (casa), Atlético Mineiro (fora), Fluminense (casa), Paraná (fora), América Mineiro (casa), Vasco (casa) e Vitória (fora). Serão sete jogos em São Paulo e outros cinco como visitante. (fora). Juntos, os 12 clubes fizeram 440 pontos na competição. Modric desbanca CR7 e é eleito 'melhor do mundo' pela Fifa O Palmeiras, vice-líder do Nacional, com 50 pontos, também terá um caminho bastante complicado até a 38ª e última rodada. O clube alviverde jogará com equipes que somaram 422 pontos, sendo quatro delas do G-6. São elas: Cruzeiro (casa), São Paulo (fora), Grêmio (casa), Ceará (casa), Flamengo (fora), Santos (casa), Atlético Mineiro (fora), Fluminense (casa), Paraná (fora), América Mineiro (casa), Vasco (casa) e Vitória (fora). Serão sete jogos em São Paulo e outros cinco como visitante. Palmeiras aproveita tropeços de rivais e cola no líder do Brasileirão Já os adversários do Inter — terceiro lugar, com 50 pontos — foram os que menos conquistaram pontos (379) até essa última rodada do campeonato. Os gaúchos medirão forças apenas com dois times do G-6 e ambos em casa. O time colorado ainda terá pela frente os seguintes jogos: Vitória (casa), Sport (fora), São Paulo (casa), Santos (casa), Vasco (fora), Atlético Paranaense (casa), Ceará (fora), América Mineiro (casa), Botafogo (fora), Atlético Mineiro (casa), Fluminense (casa) e Paraná (fora). O Inter fará sete jogos no Beira-Rio e outros cinco fora. O Flamengo, que ocupa a quarta posição na tabela, com 48 pontos, vai disputar o título com adversários que já conquistaram 419 pontos no Brasileiro, três deles candidatos ao título: Bahia (fora), Corinthians (fora), Fluminense (casa), Paraná (fora), Palmeiras (casa), São Paulo (fora), Botafogo (fora), Santos (casa), Sport (fora), Grêmio (casa), Cruzeiro (fora) e Atlético Paranaense (casa). O time rubro-negro carioca será mandante em cinco partidas e visitante em outras sete. O Grêmio é o quinto colocado do Brasileiro (47 pontos) e terá quatro concorrentes ao título entre os compromissos nas próximas 12 rodadas: Fluminense (fora), Bahia (casa), Palmeiras (fora), América Mineiro (fora), Sport (casa), Atlético Mineiro (fora), Vasco (casa), São Paulo (fora), Chapecoense (casa), Flamengo (fora), Vitória (fora) e Corinthians (casa). Somados, os times já marcaram 428 pontos. O time tricolor gaúcho também será mais visitante do que mandante (5 em casa e 7 fora). Por fim, o Atlético Mineiro, com 42 pontos, é o sexto e último time do G-6. A equipe alvinegra mineira enfrentará equipes que fizeram 400 pontos no Brasileirão, entre eles, três adversários na corrida pela taça: Sport (casa), Chapecoense (fora), América Mineiro (casa), Fluminense (fora), Ceará (fora), Grêmio (casa), Palmeiras (casa), Paraná (fora), Bahia (casa), Internacional (fora), Santos (fora) e Botafogo (casa). O time mineiro terá equilíbrio entre os jogos como mandante e visitante: serão seis jogos em casa e outros seis fora.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sao-paulo-tem-sequencia-mais-dificil-entre-candidatos-ao-titulo-brasileiro-25092018

Corinthians abre treino e repete fórmula que deu certo no passado
Data: 25/09/2018

A prática tem sido adotada desde o início de 2017; a partir de então, são três títulos, todos com episódios de presença maciça da Fiel em treinos

O Corinthians promove nesta terça-feira, às 15h30, algo que tem lhe rendido bons frutos em seu passado recente: um treino aberto aos torcedores às vésperas de uma partida decisiva. De olho no jogo contra o Flamengo, valendo vaga na final da Copa do Brasil, a equipe do técnico Jair Ventura treinará com o apoio de quase 40 mil torcedores na arena de Itaquera. Desde a temporada passada, quando faturou o Campeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro, o Corinthians tem adotado essa prática. Com o apoio da Fiel em datas que antecedem as partidas mais importantes do clube nas competições que disputa, o time demonstrou força em campo e conseguiu resultados expressivos. Foi assim contra o Palmeiras, na primeira fase do Paulistão do ano passado, quando a equipe de Fábio Carille lidava com a descrença da opinião pública e, antes do clássico, abriu os portões de Itaquera. Em campo, o time captou os pedidos dos torcedores e venceu, por 1 a 0. No estadual deste ano, o fato se repetiu. Depois de perder, em casa, para seu maior rival na decisão do Paulista, o elenco alvinegro foi recebido nos braços de sua torcida em seu último treino antes do jogo decisivo e, mesmo jogando no Allianz Parque, levou o bicampeonato para o Parque São Jorge. Nesta tarde, não será diferente. De acordo com as informações cedidas pelo Corinthians, todos os 38 mil ingressos disponíveis para o treino antes do jogo contra o Flamengo já foram trocados por um quilo de alimento não perecível. A Fiel, mais uma vez, dará uma mostra de sua força. - Sempre é bom ter esse apoio porque a atmosfera é sensacional e a energia que eles transmitem é muito positiva. Além disso, não é comum os treinos serem abertos e os torcedores conseguem ver um pouco do nosso dia a dia e isso acaba aproximando mais o elenco da torcida - explicou o meio-campista Jadson ao LANCE!

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/corinthians-abre-treino-e-repete-formula-que-deu-certo-no-passado-25092018

Felipão recupera jogadores 'esquecidos' no elenco do Palmeiras
Data: 25/09/2018

Desde que o treinador confirmou o acerto com o clube, em agosto, o elenco foi dividido em dois grupos e manteve alto nível competitivo

A reabilitação de jogadores desacreditados é uma das marcas do momento do Palmeiras neste segundo semestre. A equipe iniciou nesta segunda-feira (24), em Belo Horizonte, a preparação para a semifinal da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, em alta pelas vitórias recentes no Brasileirão e pelo protagonismo assumido por jogadores até então em baixa. Em boa parte, os méritos são do técnico Luiz Felipe Scolari, que chegou ao clube em agosto. Ele dividiu o elenco em dois grupos. O principal entra em campo na Copa Libertadores e Copa do Brasil, enquanto uma formação alternativa disputa o Brasileiro - saiu da sexta posição para chegar à vice-liderança no domingo. Entre os destaques da arrancada estão nomes que até pouco tempo não eram sequer lembrados pela torcida. O zagueiro Luan, por exemplo, ganhou de Felipão a braçadeira de capitão em jogos do Nacional e elogios públicos pelo nível das atuações.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/felipao-recupera-jogadores-esquecidos-no-elenco-do-palmeiras-25092018

Empréstimo consignado terá FGTS como garantia a partir de amanhã
Data: 25/09/2018

Caixa Economia Federal vai disponibilizar nova modalidade de crédito para trabalhadores do setor privado

Os trabalhadores do setor privado poderão contar com uma nova opção de crédito a partir desta quarta-feira (26), o empréstimo consignado com uso do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) como garantia. Por enquanto, apenas a Caixa Econômica Federal oferece a linha de crédito, segundo informou o Ministério do Trabalho. Os empréstimos poderão ser pedidos em qualquer agência do banco público. De acordo com o ministério, a nova linha de crédito estará disponível para 36,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Os juros não poderão ultrapassar 3,5% ao mês, percentual até 50% menor do que o de outras operações de crédito disponíveis no mercado, informou o ministério. O prazo de pagamento será de até 48 meses (quatro anos). O uso do FGTS como garantia para o crédito consignado proporciona juros mais baixos para os tomadores porque os recursos da conta do trabalhador no fundo cobrirão eventuais calotes, o que reduz o risco para os bancos e permite à Caixa oferecer empréstimos com taxas menores. Segundo o ministério, os valores emprestados dependerão do quanto os trabalhadores têm depositado na conta vinculada do FGTS. Pelas regras, eles podem dar como garantia até 10% do saldo da conta e a totalidade da multa em caso de demissão sem justa causa, valores que podem ser retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perder o vínculo com a empresa em que estava quando fez o empréstimo consignado. Segundo o ministério, os valores emprestados dependerão do quanto os trabalhadores têm depositado na conta vinculada do FGTS. Pelas regras, eles podem dar como garantia até 10% do saldo da conta e a totalidade da multa em caso de demissão sem justa causa, valores que podem ser retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perder o vínculo com a empresa em que estava quando fez o empréstimo consignado. Desde 2016, a Lei 13.313 previa o uso de parte do saldo do FGTS como garantia nas operações de crédito consignado. A modalidade, no entanto, não deslanchou porque a falta de regulamentação não trazia segurança para os bancos. As instituições financeiras só eram informadas do saldo do Fundo de Garantia do trabalhador no caso de um eventual desligamento da empresa. A possibilidade de que o funcionário, durante a vigência do crédito consignado, sacasse parte do FGTS para comprar um imóvel reduziria a quantia que poderia servir de garantia. Para dar maior garantia aos bancos, no mês passado foi feita uma nova regulamentação da modalidade de crédito e a Caixa criou um sistema que permite realizar a reserva de valores da conta do FGTS como garantia ao contrato consignado. “A Caixa informa que disponibilizou aos bancos um sistema que permite o envio e recebimento de informações sobre os créditos consignados, no intuito de realizar a reserva de valores da conta vinculada do fundo para garantia ao contrato consignado. O sistema já se encontra disponível para que toda instituição financeira que tenha interesse em operar possa encaminhar e receber informações sobre crédito consignado. Vários bancos estão se preparando para operar com o produto”, disse a Caixa, em nota, em agosto. O valor reservado como garantia do empréstimo permanecerá na conta do FGTS do trabalhador, rendendo normalmente, até a quitação do empréstimo. A garantia será usada caso o empregado seja demitido sem justa causa e o banco não tenha mais como descontar as parcelas do crédito consignado do salário. Segundo o ministério, além da Caixa, outros bancos também poderão disponibilizar a nova linha de crédito. “Basta seguirem as regras estabelecidas em lei”, diz o ministério.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/emprestimo-consignado-tera-fgts-como-garantia-a-partir-de-amanha-25092018

Dólar abre a semana em alta e vale R$ 4,08
Data: 25/09/2018

Avanço de 1% da moeda norte-americana foi guiado pelo movimento de correção após a queda de 2,86% da divisa na semana passada

O dólar fechou esta segunda-feira (24) em alta de 1% com movimento de correção do forte recuo da semana passada. No fechamento da sessão, a moeda era negociada a R$ 4,0880 na venda. No fechamento, o dólar futuro avançava cerca de 0,9%. Na mínima, a moeda foi a R$ 4,0362 e, na máxima, R$ 4,0970. O cenário externo em baixa, que mais cedo levou a moeda para as mínimas, acabou provocando influência contrária à tarde, favorecendo a alta. Na semana passada, o dólar caiu 2,86% e registrou o maior recuo semanal desde meados de julho de 2017. O avanço do dólar ante o real também teve influência externa com o fortalecimento da moeda norte-americana ante outras divisas de países emergentes, depois de cair ante a grande maioria delas durante a manhã. O dólar subia ante os pesos chileno, mexicano e o rand sul-africano, tendo a guerra comercial entre Estados Unidos e China como pano de fundo, com a entrada em vigor de nova rodada de tarifas. Ante a cesta de moedas, o dólar estava praticamente inalterado, com investidores à procura de pistas para estender o rali dos últimos meses na moeda antes da decisão do Federal Reserve nesta quarta-feira. Na ocasião, o banco central norte-americano, deve elevar as taxas de juros no país, pela terceira vez neste ano, e os investidores querem indicações sobre um possível quarto aumento, em dezembro. O Banco Central ofertou e vendeu integralmente nesta sessão 10.900 swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares. O BC já rolou até esta sexta-feira US$ 8,175 bilhões em swaps cambiais do total de US$ 9,801 bilhões que vencem em outubro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/dolar-abre-a-semana-em-alta-e-vale-r-408-24092018

Barril do petróleo dispara e atinge maior valor em 4 anos
Data: 25/09/2018

Alta de 3% levou o barril do Brent a ser negociado por mais de US$ 80 após resposta de sauditas e Rússia sobre produção

Os preços da referência global do petróleo, do tipo Brent, saltaram mais de 3% nesta segunda-feira (24), para uma máxima em quatro anos acima dos US$ 80 por barril, depois que a Arábia Saudita e a Rússia barraram qualquer aumento imediato na produção, apesar dos pedidos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para que agissem para aumentar a oferta global. A Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) e aliados, incluindo a Rússia, maior produtor do mundo, encontraram-se na Argélia no domingo para uma reunião que terminou sem uma recomendação formal de qualquer aumento adicional da oferta para compensar o declínio do fornecimento do Irã. "O mercado ainda está sendo guiado pelos receios sobre a oferta iraniana e venezuelana", disse Gene McGillian, diretor de pesquisa de mercado na Tradition Energy. "O fracasso dos produtores de abordar isso adequadamente neste fim de semana está criando oportunidade de compra", completou. Os futuros do petróleo Brent fecharam em alta de US$ 2,40, ou 3,1%, a US$ 81,20 por barril, depois de uma máxima intradiária de US$ 81,39, a máxima desde novembro de 2014. O petróleo dos EUA (WTI) teve alta de US$ 1,30, ou 1,8%, a US$ 72,08 o barril. A Arábia Saudita, líder de produção da Opep, e seu maior aliado não pertencente ao grupo, a Rússia, recusaram efetivamente a demanda de Trump por mudanças que esfriem o mercado. "Eu não influencio os preços", disse o ministro da Energia saudita, Khalid al-Falih, a repórteres no domingo. Trump disse na semana passada que a Opep "precisa baixar os preços agora", mas o ministro do Petróleo iraniano, Bijan Zanganeh, disse nesta segunda-feira que a Opep não respondeu positivamente às demandas de Trump. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/barril-do-petroleo-dispara-e-atinge-maior-valor-em-4-anos-24092018

 AGU defende cancelamento de título de quem não fez biometria
Data: 25/09/2018

Partido entrou com liminar para que eleitores com documento cancelado sejam autorizados a votar

A advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça, defendeu a constitucionalidade do cancelamento de título do eleitor de quem não fez o recadastramento biométrico determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Segundo a ministra, é importante respeitar a legislação para a manutenção da segurança jurídica no processo eleitoral brasileiro. “Daí a importância de se manter a regra do jogo em relação ao cadastro dos eleitores”, disse, após participar nesta terça-feira (25) do painel Acordo de Leniência e Compliance — Desafios na segurança jurídica para oportunidade de investimento estrangeiro, na Conferência Internacional + Segurança Jurídica + Investimento. O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso liberou na segunda-feira (24) para julgamento o pedido liminar do PSB para evitar o cancelamento dos títulos de eleitores que não realizaram o cadastramento por biometria em todo o país. Na ação, a legenda sustenta que as resoluções do TSE que disciplinaram o cancelamento do título como penalidade ao eleitor que não realizou o cadastro biométrico obrigatório dentro do prazo são inconstitucionais, porque resultaram no indevido cerceamento do direito de votar. “A AGU apresentou nos autos uma manifestação no sentido de que o direito ao voto não é um direito fundamental absoluto e que tem em seu exercício a possibilidade de regulamentação que foi o que fez a lei agora objeto de questionamento”, afirmou Grace Mendonça. Perguntada sobre os milhões de eleitores que não poderiam ir às urnas, Grace afirmou que a AGU não teve acesso aos números dos que não poderiam votar pela falta do cadastramento biométrico. “A Advocacia-Geral da União detém uma missão muito clara, fazer a defesa da permanência da norma no ordenamento jurídico”. Segundo informações iniciais do TSE, seriam 5,6 milhões de eleitores com título cancelado devido ao não comparecimento à revisão do alistamento do eleitorado entre os pleitos de 2016 e 2018. Ontem (24), entretanto, a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, enviou um ofício ao ministro Roberto Barroso para informar que o número exato seria de 3,3 milhões de cancelamentos. Acordos de leniência A ministra informou que a AGU está dialogando com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para uma aproximação institucional entre os dois órgãos em diversos assuntos, um deles a colaboração nos acordos de leniência. “Temos muitos temas de interesse comuns. Por vivermos em um mundo globalizado é importante termos esse estreitamento de relações para que possamos atingir esses objetivos com muito mais rapidez”, afirmou. O acordo de leniência é firmado com a pessoa jurídica que cometeu ato ilícito contra a administração pública, mas que se dispõe a colaborar nas investigações. Segundo a AGU, cinco acordos de leniência já foram celebrados, três deles com empresas investigadas na Operação Lava Jato. “Os acordos assegurarão o pagamento, pelas empresas responsáveis, de valores que ultrapassam R$ 4,5 bilhões”, diz o órgão. Atualmente, mais 16 pedidos de leniência envolvendo empresas nacionais e internacionais são analisados pelas comissões formadas por advogados da União e auditores do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União. Um dos pedidos está em fase de finalização das negociações.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/agu-defende-cancelamento-de-titulo-de-quem-nao-fez-biometria-25092018

Temer critica protecionismo e diz que ‘dá assistência’ a venezuelanos
Data: 25/09/2018

Presidente fez o 1º discurso da 73ª Assembleia Geral da ONU, realizada em Nova York. Emedebista afirmou que entregará um país melhor ao sucessor

O presidente Michel Temer (MDB) disse na manhã desta terça-feira (25), durante a abertura da 73ª Assembleia Geral da ONU (Organizações das Nações Unidas), que o Brasil tem dado apoio aos refugiados venezuelanos que buscam uma nova vida no país (assista ao discurso de Temer na íntegra abaixo). Temer afirmou ser dever do Brasil proteger os refugiados que chegam ao território nacional. Segundo o presidente, o país procura "dar toda assistência". — Construímos abrigos, temos promovido sua interiorização para outras regiões do pais, emitimos documentos para que possam trabalhar. O emedebista também citou que o país dá "educação e saúde" para todos os refugiados que chegam no país. Para Temer, a situação dos refugiados da Venezuela vai melhorar quando o país conseguir reverter a crise que está vivendo. "Somos um povo [brasileiro] forjado na diversidade. Há um pedaço do mundo em todo brasileiro", afirma, reforçando que o país busca dar boas condições de vida aos imigrantes. Temer também criticou o protecionismo e isolamento adotado por alguns países. "Com abertura e integração, nos cercamos de um futuro melhor para todos. O isolamento pode dar uma falsa sensação de segurança. O protecionismo pode até soar sedutor", afirmou. O presidente disse ainda que é, "na abertura do povo e não na introspecção, que construíremos uma porperidade compartilhada". Em seu discurso, o presidente citou ainda temas como a proteção do meio ambiente brasileiro, tráfico de drogas e pessoas, combate aos crimes nas fronteiras e cooperação com países vizinhos. Temer defendeu a importância da democracia, citando que esta foi a última vez em que pode falar na ONU como representante do Brasil. Ao final do discurso, o presidente afirmou que deixa um "país melhor" para o sucessor. "O país que entregarei a quem o povo brasileiro venha a eleger, é melhor do que o que eu recebi", finalizou. Temer discursou depois do secretário-geral da ONU, António Guterres, e da presidente da Assembleia, María Fernanda Espinosa, que inaugurou o evento desta terça. Viagem para os Estados Unidos O presidente Temer viajou para Nova York (EUA) no domingo (23) para participar do evento da ONU. Ao chegar no local nesta terça, Temer foi recebido por Gutteres. Líderes globais se encontram durante o evento para debater as dificuldades e estratégias para desenvolvimento dos direitos humanos e todos assuntos que possam afetar os habitantes do planeta, como estabelecimento da paz, igualdade de gênero e proteção do meio ambiente. Dos 193 países-membro da ONU, cada um deles possui um voto para os assuntos da pauta. Neste ano, o tema da Assembleia é "liderança global e responsabilidade compartilhada". O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), também estão fora do País no período entre domingo e terça-feira (25), sem agendas oficiais. Durante estas ausências, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Antonio Dias Toffoli, assume a Presidência da República.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-critica-protecionismo-e-diz-que-da-assistencia-a-venezuelanos-25092018

Fernando Haddad concentra a agenda de campanha em São Paulo
Data: 25/09/2018

Candidato à presidência pelo PT deve participar de caminhada em Campinas e de uma ato com mulheres na capital paulista no início da noite

O candidato à presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, cumpre agenda de campanha na parte da tarde em São Paulo. Ele participa de uma caminhada pelo centro de Campinas e de um ato político na Catedral Metropolitana. No início da noite, ao lado da vice Manuela D'Avila participa do Ato Primavera das Mulheres na Praça Ramos de Azevedo, em São Paulo. Na segunda-feira, Haddad visitou o ex-presidente Lula na sede da Polícia Federal em Curitiba. Na parte da tarde, o presidenciável participou de um ato com professores e intelctuais na capital paulista onde teceu duras críticas ao candidato à presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro. Sem citar nomes, Haddad condenou as falas do militar e, principalmente, do vice dele, general Hamilton Mourão (PRTB), em especial às relacionadas ao papel da mulher na sociedade. E ainda afirmou que o País corre risco de ruptura institucional neste pleito. "As instituições estão em risco, estão em jogo nesta eleição", disse.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/fernando-haddad-concentra-a-agenda-de-campanha-em-sao-paulo-25092018

Ciro Gomes faz corpo a corpo com eleitores em Duque de Caxias (RJ)
Data: 25/09/2018

Candidato à presidência pelo PDT também deve conceder entrevista no fim da manhã. Na segunda, o presidenciável prometeu zerar déficit fiscal

O candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, participa na manhã desta terça-feira (25), de uma caminhada em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Na segunda-feira, Ciro Gomes participou de atos de campanha na capital fluminense e afirmou que se conseguir implementar as medidas fiscais previstas por ele no começo de seu governo irá zerar o déficit fiscal do país, que vai para o sexto ano seguido em 2019, e o Brasil poderá crescer mais de 5% já em 2020. Ciro disse que se eleito vai eliminar o desequilíbrio fiscal do país com tributação sobre lucros e dividendos, o que renderia R$ 70 bilhões em receita, tributar progressivamente as heranças no país, o que renderia outros R$ 30 bilhões. Por último promete passar um “pente fino” na dispensa de pagamento de impostos por parte de multinacionais, medida que poderia aumentar a arrecadação federal em mais R$ 70 bilhões a R$ 80 bilhões. Também prometeu, se eleito, gerar dois milhões de empregos no primeiro ano de seu governo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ciro-gomes-faz-corpo-a-corpo-com-eleitores-em-duque-de-caxias-rj-25092018

Geraldo Alckmin bate papo com atletas e concede entrevistas em SP
Data: 25/09/2018

Candidato à presidência pelo PSDB cumpre agenda de campanha na capital paulista. Ontem, tucano disse que Bolsonaro não pode derrotar PT

Geraldo Alckmin, candidato à presidência da República pelo PSDB, cumpre agenda de campanha em São Paulo nesta terça-feira (25). Durante toda a parte da manhã, o candidato concederá entrevistas por telefone para diferentes rádios de todo o país. No início da tarde, participará de um programa no estúdio de uma rádio paulistana. Na parte da tarde, Alckmin participa de um bate-papo com o grupo Atletas do Brasil e de uma gravação de entrevista para o Twitter. Na véspera, o presidenciável participou de uma caminhada no bairro da Madureira, no Rio de Janeiro. Durante o corpo a corpo disse que Jair Bolsonaro (PSL) "não dá conta de derrotar o PT, nem dá conta do governo".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/geraldo-alckmin-bate-papo-com-atletas-e-concede-entrevistas-em-sp-25092018

Com explosivos usados em guerra, grupo assalta carro-forte em SP
Data: 25/09/2018

Incidente ocorreu no km 105 do Rodoanel Mário Covas, na noite de segunda-feira (24). Caso foi registrado na Delegacia de Suzano

Um carro-forte foi roubado por um grupo fortemente armado no Rodoanel Mário Covas, em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, na noite desta segunda-feira (24). O incidente ocorreu na altura do km 105, na pista interna, sentido interior do Estado. Segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), a ação começou por volta das 19h. Quando chegaram ao local, os policiais encontraram o veículo de transporte de valores com diversas marcas de perfuração e o cofre estourado. Várias munições estavam espalhadas pela via. Os suspeitos estavam divididos em três carros, sendo uma Renault Duster, uma Picape e um Volkswagen Voyage, quando abordaram os três vigilantes que estavam no carro-forte. Em seguida, o grupo utilizou, segundo a polícia, uma munição usada em guerras para derrubar aeronaves para roubar o veículo — a porta do automóvel chegou a ser lançada a seis metros de distância devido ao impacto da explosão. A Polícia Militar informou que os agentes da transportadora reagiram à ação e houve troca de tiros. Ninguém se feriu. Além do dinheiro, os suspeitos levaram as armas dos vigilantes. PublicidadeFechar anúncio De acordo com informações da PRE (Polícia Rodoviária Estadual), os suspeitos levaram a quantia e fugiram do local sentido Mauá, município também da região metropolitana. Os policiais da cidade vizinha realizaram buscas, mas até o momento ninguém foi encontrado e as diligências foram encerradas. Ladrões roubam carro forte com armas de guerra A SPMar, concessionária que administra a via, informou que a perícia realizou testes no local e a via já foi liberada. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Suzano. Em nota, a Protege, empresa dona do veículo, confirmou o incidente e informou que colabora com as autoridades na investigação em curso e esclarece que cumpre, rigorosamente, a legislação em vigor do setor, "ressaltando que exerce atividade regulamentada pela Polícia Federal e demais órgãos competentes, investindo constantemente em novas tecnologias para aprimorar suas operações". *Colaboraram Rafael Custódio, da Agência Record, Alvaro Zanotti, da RecordTV, e Agência Estado

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/com-explosivos-usados-em-guerra-grupo-assalta-carro-forte-em-sp-25092018

Polícia ataca desvios de R$ 5 milhões da educação básica no Pará
Data: 25/09/2018

Investigados responderão por organização criminosa, fraude à licitação, peculato e falsidade ideológica, com penas que poderão chegar a 30 anos

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (25) a Operação Ábaco com o objetivo de combater um esquema que desviava recursos públicos federais destinados à educação básica. Em nota, a PF informou que, até o momento, foram apuradas fraudes de R$ 5 milhões em prefeituras na região Oeste do Pará. As investigações apontam que empresas fantasmas ou de pequeno porte foram criadas em nome de laranjas para participarem de processos licitatórios da prefeitura de Jacareacanga nos anos de 2015 e 2016. As empresas investigadas concorriam entre si em diversas licitações para dar aparência de legalidade, viabilizando o desvio dos recursos da educação básica. Estão sendo cumpridos 21 mandados de busca e apreensão nos municípios de Itaituba e Jacareacanga, em órgão públicos, empresas e residências. As investigações vão prosseguir, pois há indícios de que o mesmo tipo de fraude usando essas empresas foi praticado em outras prefeituras da região. Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, fraude à licitação, peculato e falsidade ideológica, com penas que, somadas, poderão chegar a 30 anos de reclusão. O nome Ábaco faz referência a um antigo instrumento que utiliza pequenas pedras para realizar cálculos, semelhante ao significado de Itaituba, que em Tupi-Guarani significa "lugar de muitas pedras". Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/cidades/policia-ataca-desvios-de-r-5-milhoes-da-educacao-basica-no-para-25092018

Greve na Argentina provoca cancelamento de voos no Brasil
Data: 25/09/2018

Companhias aéreas cancelaram todas as viagens com origem ou destino a Buenos Aires. Paralisação foi convocada pelas centrais sindicais no país

Empresas aéreas que operam no Brasil cancelaram todos os seus voos com origem ou destino a Buenos Aires nesta terça-feira (25) em decorrência da greve geral que ocorre na Argentina. Em São Paulo, são 38 voos cancelados até o momento — 20 partidas e 18 chegadas, segundo a assessoria de imprensa do Aeroporto de Guarulhos. A Latam, por meio de nota em seu site, informa que "em razão de uma paralisação nacional na Argentina anunciada para terça-feira, a operação de/parabem como os voos internos no país, foram cancelados". Os passageiros que tenham adquirido bilhetes para esse dia podem reprogramar seus voos, segundo a companhia. A Aerolíneas Argentinas também afirma que cancelou todos os voos desta terça-feira. Os passageiros poderão reprogramar as viagens ou devolver seus tickets. O mesmo vale para todo os voos da GOL com origem ou destino ao país neste dia 25. "Os passageiros impactados por estes cancelamentos poderão procurar a companhia para remarcar suas viagens, sem a cobrança de taxas e de acordo com a disponibilidade. Ou ainda, solicitar reembolso ou crédito integral de suas passagens", diz a nota da empresa. A Azul acrescentou que os voos AD8762 (Belo Horizonte-Buenos Aires) AD8763 (Buenos Aires-Belo Horizonte), AD8754 (Porto Alegre-Rosário) e AD8755 (Rosário- Porto Alegre) desta terça-feira foram cancelados. A companhia disse ainda que está prestando toda a assistência necessária aos clientes, conforme prevê a resolução 400 da Anac. PublicidadeFechar anúncio Paralisação contra medidas econômicas A paralisação foi convocada pelas principais centrais sindicais argentinas e afeta transportes públicos, aeroportos e bancos no país. O objetivo é protestar contra as medidas de ajuste econômico anunciadas pelo presidente Mauricio Macri, que discusará na 73ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York. Macri negociou uma linha de crédito de US$ 50 bilhões (aproximadamente 206,6 bilhões de reais) junto ao FMI (Fundo Monetário Internacional). Desse total, US$ 15 bilhões já foram utilizados para conter a corrida cambial de maio. O resto seria liberado a cada três meses, sempre e quando a Argentina cumprisse as metas acordadas — e que agora estão sendo revistas. Desde o início do ano, o peso argentino perdeu metade de seu valor; a inflação prevista para 2018 é de 42% e o país está em recessão.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/greve-na-argentina-provoca-cancelamento-de-voos-no-brasil-25092018

Grêmio vence Tucumán fora e se aproxima da vaga na Libertadores
Data: 19/09/2018

Vitória por 2 a 0 sobre o Atlético Tucumán nesta terça (18), na Argentina, deixou a equipe tricolor gaúcha muito perto da semifinal do torneio

O Grêmio deu um passo importantíssimo para chegar à semifinal da Copa Libertadores ao vencer o Atlético Tucumán por 2 a 0, nesta terça-feira (18), no Estádio Monumental José Fierro, em Tucumán, na primeira partida entre ambos pelas quartas de final da competição. No próximo jogo, marcado para o dia 2 de outubro, às 21h45, em Porto Alegre, o time gremista poderá até perder por um gol de diferença e mesmo assim estará classificado para a etapa seguinte do torneio. O jogo O time local aproveitou as características acanhadas do estádio e a empolgação da torcidapara pressionar o Grêmio. Aos 2 minutos, depois de uma confusão na área gremista, o meia Acosta conseguiu finalizar com muito perigo. Para a sorte da equipe brasileira, a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo. Porém, o técnico do Atlético Tucumán teve que gastar uma substituição por contusão logo aos 5 minutos de jogo. O meio-campista Noir sentiu uma lesão ao se esforçar para buscar uma bola na lateral e caiu no gramado com dores na coxa direita. O jogador não teve condições de continuar. Nuñez entrou na vaga do companheiro machucado. Aos 7 minutos, a defesa do Grêmio falhou novamente e a bola sobrou mais uma vez para Acosta, mas o jogador do time argentino chutou alto demais. O Tucumán seguiu sufocando a equipe brasileira nos primeiros minutos do duelo. Aos 13, Ramiro cortou com a mão uma jogada do ataque argentino e cedeu uma falta muito perigosa para o adversário, na entrada da área gremista. Na cobrança, Nuñez bateu colocado e obrigou o goleiro Marcelo Grohe a voar para desviar a bola pela linha de fundo. Aos 22, o meia Alisson arrancou pelo meio, limpou o zagueiro do time argentino e chutou para o gol. Porém, ao bola foi fraca e o veterano goleiro Lucchetti, de 40 anos, fez uma defesa fácil. Minutos depois, o atacante Everton tentou aproveitar um chutão de Cícero, mas apenas raspou na bola e não levou perigo para o gol do Tucumán. Aos 30 minutos, o Tucumán criou outra boa jogada ofensiva. Já dentro da área, o meio-campista Aliendro bateu para o gol, mas Cícero desviou e cedeu escanteio. Apesar de todo o volume de jogo da equipe local, o Grêmio mostrou a força da camisa e confirmou o apelido de time "copeiro". Aos 34 minutos, Alisson aproveitou um toque de cabeça de Cícero e chutou forte para vencer Lucchetti: 1 a 0. O Tucumán não se intimidou e continuou no ataque. Aos 38, Díaz recebeu passe na área e chutou para gol. Mais uma vez, a bola foi desviada pela zaga gremista. Na cobrança de escanteio, Bianchi e Kannemann se desentenderam e o árbitro Wilmar Roldán puniu ambos com o cartão amarelo. Aos 43 minutos, Nuñez fez falta em Alisson e, na sequência do lance, pisou no jogador brasileiro. Pela falta, o argentino recebeu o cartão amarelo. No entanto, o VAR (Árbitro Assistente de Vídeo, na sigla em inglês) avisou o árbitro do pisão. Roldán reviu a jogada no vídeo e expulsou Nuñez. A expulsão deixou a equipe argentina muito nervosa em campo. Antes do apito final da primeira etapa, Díaz fez falta dura e também levou o cartão amarelo. Segundo tempo Com um jogador a menos em campo, o Tucumán voltou para a segunda etapa disposto a manter o ritmo forte sobre os brasileiros. No entanto, o Grêmio demonstrou estar tranquilo e chegou ao segundo gol em um bom contra-ataque com Alisson. O meia chegou à linha de fundo pelo lado direito do ataque e cruzou para Everton tocar para as as redes. Com uma desvantagem de dois gols no placar, a equipe argentina perdeu força e passou a não conseguir mais se infiltrar na zaga gremista. Por outro lado, o time comandado por Renato Gaúcho se limitava a administrar os avanços do adversário e controlar o resultado positivo. Aos 17 minutos, o atacante Luis Rodríguez, conhecido como Pulga, foi derrubado na entrada da área. Ele mesmo cobrou a falta e acertou o canto esquerdo de Grohe, que espalmou para escanteio. O ataque do Tucumán teve outra chance de diminuir o marcador aos 30 minutos e, para tanto, contou com uma falha de Marcelo Grohe. O goleiro saiu mal do gol e quase deu a oportunidade para Acosta, que cabeceou para fora. O Grêmio ainda perdeu uma chance incrível de fazer o terceiro gol e praticamente selar o passaporte para as semifinais da competição. Aos 42, o jovem Pepê arrancou pela direita e deu um ótimo passe para Everton, que corria sozinho pelo meio, mas errou ao tentar tirar do goleiro e jogou para fora. Mas, os brasileiros souberam quebrar o ritmo do confronto, gastaram o tempo e deixaram o gramado com um exelente resultado para a sequência na Libertadores. Já os torcedores do Atlético Tucumán — time que não perdia em casa havia seis meses —, em um belo exemplo de amor à equipe, cantaram e aplaudiram o time mesmo com a derrota sacramentada. Próximo jogo O Grêmio volta a campo no domingo que vem, às 11 horas, para enfrentar o Ceará, em Porto Alegre, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ficha técnica ATLÉTICO TUCUMÁN 0 x 2 GRÊMIO 18/9 – Estádio Monumental José Fierro (Tucumán) Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia); Gols: Alisson, aos 34 minutos do 1º tempo, Everton, aos 9 minutos do 2º tempo; Cartões amarelos: Bianchi, Nuñez, Díaz (Atlético Tucumán); Kannemann, Maicon (Grêmio); Cartão vermelho: Nuñez (Atlético Tucumán) ATLÉTICO TUCUMÁN: Lucchetti; San Román, Bianchi, Cabral e Abero; Aliendro (Matos, aos 28 do 2º), Mercier, Acosta e Noir (Nuñez, aos 6 do 1º); Luis Rodríguez e Leandro Díaz (Barbona, aos 39 do 2º). Técnico: Ricardo Zielinski. GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo, Pedro Geromel, Kanemmann e Bruno Cortez; Maicon (Thaciano, aos 24 do 2º), Cícero, Ramiro, Alisson (Pepê, aos 31 do 2º) e Luan (Douglas, aos 34 do 2º); Everton. Técnico: Renato Gaúcho.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/gremio-vence-tucuman-fora-e-se-aproxima-da-vaga-na-libertadores-18092018

Com receita do Grêmio, Cruzeiro quer vencer o Boca e a Libertadores
Data: 19/09/2018

Raposa poupa titulares no Brasileirão para ter força máxima no torneio continental; duelo marca confronto de dois dos melhores ataques da copa

Atual campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro sabe o que quer fazer na Copa Libertadores para faturar o tricampeonato na competição — clube venceu em 1976 e 1997. De frente para o antigo algoz Boca Juniors, nesta quarta-feira (18), em La Bombonera, o time de Mano Menezes segue uma receita do Grêmio de 2017 para continuar vivo no torneio. Na temporada passada, vivo no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores, o Tricolor Gaúcho poupou seus melhores nomes nas competições nacionals. O técnico Renato Gaúcho encarou muitas críticas pela escolha até que a equipe fautoru o título continental, após vencer a final diante do Lanús. Com foco na Libertadores, a Raposa tem seguido a receita: frequentemente, Mano Menezes se utiliza de times mistos no Campeonato Brasileiro para ter seus titulares na melhor forma possível e chegar com força total no mata-mata continental. Nas oitavas de final, diante do Flamengo, a estratégia funcionou. Logo no jogo de ida, o Cruzeiro visitou o Fla no Maracanã e voltou do Rio de Janeiro com uma vitória por 2 a 0. Na volta, a derrota por 1 a 0 classificou a equipe mineira, que administrou a vantagem feita do primeiro jogo. Agora, os comandados de Mano terão pela frente o gigante Boca Juniors, seis vezes campeão da Libertadores (1977,1978, 2000, 2001, 2003 e 2007). O duelo desta quarta-feira marca o encontro de dois dos melhores ataques da Libertadores de 2018. De um lado, o Boca Juniors, com 14 gols em oito jogos. Carlos Tévez e Ábila, com três gols cada, são os homens-gol do Boca. Além deles, Pavón, com quatro gols e cinco assistências na competição, é um nome para se ficar de olho. O Cruzeiro, por sua vez, é o melhor ataque da competição, com 17 gols. Thiago Neves, com cinco tentos, e Sassá, com quatro, são os goleadores da Raposa na Liberta. O lateral Egídio é quem mais deu passes para gols no torneio, com seis assistências. Experiência recente no mata-mata Para bater o Boca e seguir na busca pelo tricampeonato, o Cruzeiro conta com sua experiência recente em jogos de mata-mata para seguir na competição. Na última edição da Copa do Brasil, a Raposa ficou com o título ao passar por clubes como São Paulo, Palmeiras e Grêmio, e, na final, superar o Flamengo nos pênaltis após empates por 0 a 0, na ida, e 1 a 1, na volta. Foi graças ao título nacional, inclusive, que o Cruzeiro garantiu sua vaga nesta edição da Libertadores. Coincidentemente, o Grêmio passou pela mesma situação para conquistar seu terceiro título na Liberta. Após vencer o Atlético-MG na final da Copa do Brasil de 2016, o elenco de Renato Gaúcho confirmou seu lugar na Libertadores de 2017. Na edição do ano passado, o time chegou com fama de 'cascudo' e, fase a fase, eliminou seus adversários com certa tranquilidade — no mata-mata, o time gaúcho nunca esteve em situação de derrota ou desvantagem — até a final. Na decisão, bateu o Lanús nos dois jogos (1 a 0 e 2 a 1) e coroou a aposta do treinador em poupar os titulares em outras competições. Antigo algoz pela frente Tradicionais clubes na América do Sul, Cruzeiro e Boca Juniors já se enfrentaram outras oportunidades na Libertadores, com vantagem para o Boca. A três primeiras foram válidas pela final da edição de 1977, um ano após a primeira conquista do time mineiro na competição. Após uma vitória por 1 a 0 para cada lado, o confronto teve um terceiro jogo, que terminou empatado por 0 a 0. Nos pênaltis, os argentinos venceram por 5 a 4 e ficaram com o título. Retrospecto negativo: Brasileiros sofrem com Boca Juniors em mata-matas Em 1994, eles voltaram a se encontrar na Libertadores. Ainda na fase inicial da copa, pelo Grupo 2, o Cruzeiro venceu os dois jogos — no Mineirão e em La Bombonera — por 2 a 1. Por fim, o último duelo entre a Raposa e o Boca na competição aconteceu em 2008, nas oitavas de final. Desta vez, foram os argentinos que venceram os dois jogos por 2 a 1, e assim classificaram-se às quartas. Somando todos os confrontos, há plena igualdade: são três vitórias cruzeirenses, três vitórias do 'xeneizes' e um empate. Decepções? Veja 10 atacantes com marcas 'modestas' no Brasileirão Na prática, porém, os triunfos do Cruzeiro correspondem a dois jogos de fase de grupos e um da final de 1977, que terminou com título argentino. Já do outro lado, são duas vitórias em oitavas de final e uma na mesma decisão de quatro décadas atrás, resultando na primeira de seis conquistas do Boca na Libertadores.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/com-receita-do-gremio-cruzeiro-quer-vencer-o-boca-e-a-libertadores-19092018

Com estreia de CR7 na Champions, Juve visita o Valencia pelo Grupo H
Data: 19/09/2018

Velha Senhora terá primeiro desafio contra o tradicional time espanhol fora de casa; United e Young Boys se enfrentam no outro jogo do grupo

O rei da Liga dos Campeões entrará em campo. Nesta quarta-feira, a Juventus enfrenta o Valencia, fora de casa, no Mestalla, e contará com Cristiano Ronaldo, o maior artilheiro da história da competição, para começar com o pé direito nesta edição do maior torneio do Velho Continente. PARA CHEGAR AO TOPO NOVAMENTE Não é segredo para ninguém que o objetivo da Juventus é chegar de novo ao título da Liga dos Campeões. Vice-campeã duas vezes nas últimas quatro temporadas, a Velha Senhora investiu para trazer Cristiano Ronaldo, que é atualmente tricampeão do torneio, para realizar o sonho de levantar novamente a taça mais desejada da Europa. Massimiliano Allegri, treinador da Juve, falou sobre a chegada e o impacto que o jogador causou na equipe bianconera, além de comentar um possível favoritismo ao título desta temporada. — A chegada de Cristiano aumentou a auto-estima do time. Nós temos o melhor jogador do mundo na Juve. É o jogador que vem dividindo a Bola de Ouro com o Messi há 11 anos. Nosso objetivo é sempre estar entre os quatro melhores da Champions. Se somos favoritos nessa temporada? Melhor começar vencendo amanhã e veremos o que iremos construir - disse o técnico em coletiva. PARA SURPREENDER NOVAMENTE O Valencia quer começar a Liga dos Campeões de olho em repetir o feito do início do século. Em 2000/01 e 2001/02, o clube espanhol chegou duas vezes à final da Champions, mas foi derrotado em ambas (para o Real Madrid e para o Bayern de Munique). Marcelino García Toral, treinador do Valencia, afirmou que sua equipe entrará em campo com o objetivo de querer chegar o mais longe possível na Champions, mesmo em um grupo com Manchester United e Juventus. — Nossa mentalidade é jogar todos os jogos para ganhar, não vamos desistir de nada. Sabemos o potencial das equipes que vamos enfrentar, vamos competir e tentar passar desta fase de grupos. Pensamos em ganhar da Juventus e depois vamos pensar no próximo jogo - declarou. Mesmo mostrando uma grande ambição no torneio europeu, o Valencia ainda não venceu nenhuma partida no Campeonato Espanhol. Mas segundo o treinador, isso não está na cabeça dos jogadores para o difícil confronto desta quarta-feira. — São competições diferentes. Vamos jogar com vontade de vencer. O clube, os jogadores e os torcedores se empenharam muito para aproveitar esse momento (de jogar a Liga dos Campeões) e não vamos deixar isso passar. Vamos tentar dar o máximo possível. Estamos esperando para viver a atmosfera de Mestalla, vamos competir do primeiro ao último minuto com o desejo máximo de vencer - finalizou. O QUE DISSERAM OS CAPITÃES ?Depois da saída de Gianluigi Buffon para o PSG, a braçadeira de capitão da Juventus ficou envergada no braço de Giorgio Chiellini. O zagueiro, em coletiva de imprensa, falou sobre a responsabilidade que é usar a faixa de um clube como a Juventus, e sobre o favoritismo ao título da competição — Estou muito orgulhoso de ser capitão na minha 14ª temporada no clube. Eu vivi muitos altos e baixos ao longo dos anos aqui, e agora estamos em um grande momento. Nós sentimos uma evolução como equipe. Todos os anos damos passos em frente. Ainda há um longo caminho a percorrer antes que as pessoas nos chamem de favoritos. O importante é ainda estar na Liga dos Campeões em março - disse Chiellini. Pelo lado dos donos da casa, o meio-campista Dani Parejo falou sobre como será retornar para a disputa da Liga dos Campeões enfrentando logo um dos postulantes ao título dentro do grupo. — É bem verdade que a Juventus tem uma grande equipe, é um dos times favoritos para ganhar a Liga dos Campeões, como ficou claro nos últimos anos, em que jogaram duas finais. Estamos diante de um grande time, mas será um jogo difícil, como será toda Liga dos Campeões. O OUTRO CONFRONTO DO GRUPO... Para apagar a mancha negativa que ficou depois da eliminação em casa para o Sevilla, nas oitavas de finais, na última edição da Liga dos Campeões, o Manchester United viaja até a Suiça para enfrentar o Young Boys. O clube inglês não vem apresentando o futebol que todos esperam e Jose Mourinho, treinador da equipe, vem sendo muito criticado pela imprensa e por certa parte da torcida Red Devil. Mas segundo o técnico português, sua equipe está em evolução. — Estamos melhorando. Encontramos um certo equilíbrio na equipe, especialmente com uma atitude competitiva. Estamos criando muitas chances, estamos mudando a forma como atacamos os adversários e também encontramos uma forma de nos protegermos em algumas situações defensivas específicas - disse Mou em coletiva de imprensa.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/com-estreia-de-cr7-na-champions-juve-visita-o-valencia-pelo-grupo-h-18092018

Campeões de 'A Fazenda' dão dicas de como vencer o reality rural
Data: 19/09/2018

Flávia Viana, Dado Dolabella, DH Silveira e mais vencedores revelam o que pode ajudar os novos peões a ganhar o tão sonhado prêmio

A partir desta terça-feira (18), começa uma nova disputa na décima temporada de A Fazenda. São 16 peões que ficarão confinados por três meses com um único objetivo: levar para casa R$ 2 milhões. Quem já passou pela experiência, enfrentou provas, encarou roças e venceu o reality sabe que a caminhada não é fácil. Ao mesmo tempo, a experiência dos campeões pode ajudar os novos peões que querem chegar à grande final e conquistar o tão sonhado prêmio. Para Dado Dolabella, o primeiro campeão de A Fazenda, o passado do participante pode interferir no resultado do programa. — O prêmio não se conquista só com o jogo em si. Por trás de cada "fazendeiro" existe uma carreira, uma história de vida. Acho que meu jeito, minhas escolhas no jogo e performances em provas ajudaram, mas na real vence quem consegue conquistar uma maior empatia com o público. E isso não começa no jogo. Começou com a família que a pessoa formou, os pais, os avós, os avós dos avós, e por aí vai. Essa corrida que começou lá atrás, traz o DNA que a alma carrega. O ator, que participou do reality em 2009, diz que os novos peões precisam ser verdadeiros, além de transmitir boas energias. — É um jogo da realidade, então seja o mais verdadeiro possível. Real. E bom. O mundo já é cheio de maldades, intrigas, confusões. Quem quer assistir TV, quer sair dessa realidade, quer se divertir, quer sonhar. Se divirta lá dentro. Assim você estará divertindo quem estiver aqui fora! Dado torce para uma reedição com todos os vencedores: "Seria incrível. Estou doido esperando a 'Fazenda dos Campeões'". Grande protagonista e campeã da quarta temporada, Joana Machado foi direta e objetiva ao mandar o recado para os novos participantes. "Desprogramem-se! Sejam vocês, vivam intensamente porque quando sair daí, vocês vão sentir muita saudade." Faça amizades e aliados Durante sua passagem por A Fazenda 3, Daniel Bueno fez amizades que, segundo ele, o ajudaram a alcançar a vitória. O modelo diz que os laços foram tão fortes que o grupo ainda mantém contato. — Lizzi Benites, Nanny People, Sérgio Mallandro estão comigo até hoje. Acompanho eles pelo Instagram e conversamos ainda! Eles foram muito importantes dentro da Fazenda para mim e faço questão de ter eles por perto, pessoas com energia boa e positiva você tem que manter perto. E eles são esse tipo de pessoa. Para Flávia Viana, campeã de A Fazenda – Nova Chance, a convivência com os amigos ajuda a passar o tempo, além de tornar a confinamento mais tranquilo. — Aqui fora a gente tem tantos amigos, tem a família perto, de repente você entra num reality, se sente tão sozinho que ter amigos faz você superar o dia a dia, o ócio, a claustrofobia de não passar o tempo, faz você ficar mais forte por dentro. Mas o que faz você chegar até a final é seu comportamento e a forma como você conduz mesmo o dia a dia. "Fuja" da roça Ao longo dos três meses que passou no programa em 2014, o músico DH Silveira teve a sorte de não ser indicado para nenhuma roça, algo que, segundo ele, foi fundamental para a vitória. — Quando você tem aliados diminui a chance de ir pra roça, diminui sua chance de sair. Quanto menos você for pra roça, melhor. Sua torcida vai se esforçar menos pra votar em você, nem fazer mutirão. No meu caso, minha torcida não precisou votar em mim em nenhuma roça e só se dedicou na final. Jogue até o fim Seguindo a máxima "o jogo só acaba quando termina", Flávia aconselha os peões a não desistirem da disputa caso sintam que algum participante é favorito a ganhar. Para a modelo, tudo pode mudar até o último dia de confinamento. — O reality é dia a dia, uma atitude pode mudar tudo. Mesmo que haja um favorito do público até o meio do jogo, qualquer coisa pode mudar. Então, é pensar que o reality acontece lá dentro através das suas atitudes, vivendo o dia a dia, dando seu máximo nas provas, vivendo intensamente. A gente fica curioso pra saber como eles vão lidar com a convivência, com provas, com festas, a gente quer se divertir. Então, acho que é importante entrar pra viver intensamente e a gente vai sentir aqui fora.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/campeoes-de-a-fazenda-dao-dicas-de-como-vencer-o-reality-rural-18092018

Popozuda relembra dificuldade na Fazenda:
Data: 19/09/2018

Cantora, que participou da quarta edição, em 2011, diz que tem mania de andar nua pela casa. A Fazenda 10 começa nesta terça-feira (18)

A Fazenda 10 começa nesta terça-feira (18) de cara nova, com apresentação de Marcos Mion. Mesmo sem saber quem vai disputar o grande prêmio, fãs e ex-participantes estão ensiosos para acompanhar o reality da RecordTV. Valesca Popozuda entrou na quarta edição, em 2011. Ela foi um dos grandes destaques do jogo, onde surpreendeu exibindo um outro lado da funkeira. — Resolvi entrar na Fazenda para mostrar quem era a Valesca de verdade. Por causa da discriminação, achavam que eu era uma funkeira barraqueira e vulgar. Claro que eu também queria ganhar, mas participei com a vontade de quebrar preconceitos. E consegui. Em entrevista ao R7, a cantora disse que o reality ajudou a fazer uma transição importante na vida artística. — Fez muito bem pessoalmente para mim e para a carreira. Depois do reality, eu saía nas ruas e encontrava senhoras e crianças que torciam por mim. A Fazenda me deu visibilidade para outro público. Amei participar. Valesca relembra como era ficar confinada com outros participantes. Ela diz que, entre as técnicas para aguentar algum climão indesejado, estava um passeio solitário pelo pasto para esfriar a cabeça. — Eu não conhecia nenhum participante até chegar no lugar. Mas, depois, fiz amizades com a Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha), Monique Evans e Thiago Gagliasso. E eu não arrumava confusão, só quando acontecia diretamente comigo. Se tivesse algo me perturbando, dava uma volta pela fazenda. Era uma válvula de escape. Porque, claro, sempre vai ter algum problema quando você está convivendo em grupo. Alguém que não quer lavar a louça, deixa a toalha largada, não faz suas tarefas. Mas é igual quando você está em casa, com a família. A funkeira confessa quais foram as coisas que mais sentiu saudades dentro do reality. — Queria muito ver minha mãe e meu filho, mas eu tentava não pensar nisso. Se você se apega ao que está lá fora, perde o foco do jogo. Além disso, senti bastante falta de ver TV, por causa da novela, e ficar pelada andando pela casa. Quando saí de lá, a primeira coisa que fiz foi tirar toda a roupa no hotel. Que vontade de ficar pelada! (risos) Outro momento memorável que Valesca viveu na Fazenda foi quando beijou Dinei na boca. Ela e o ex-jogador protagonizaram momentos "quentes" durante uma festa na casa. Porém, a cantora diz que isso não passou de uma "ficada". — O beijo no Dinei foi apenas uma brincadeira. Foi um "belisco", como costumo dizer. (risos) Eu tava cachaçada na festa e resolvi beijar, daí rolou. Ele é gente finíssima, sempre nos demos bem. E ninguém ficou apaixonado não. (risos)

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/popozuda-relembra-dificuldade-na-fazenda-vontade-de-ficar-pelada-18092018

Ator de 'Friends' revela que está na cama de um hospital há três meses
Data: 19/09/2018

Matthew Perry, o eterno Chandler da série "Friends", se recupera de uma grave perfuração gastrointestinal e ainda não tem previsão de alta

O ator Matthew Perry, o eterno Chandler da série "Friends" fez uma revelação que deixou os fãs apavorados. Ele está há três meses na cama de um hospiral. Perry, que tem atualmente 49 anos, postou nas redes sociais que está há três meses internado em Los Angeles. O ator, que já teve problemas com álcool e drogas, sofreu um grave problema gastrointestinal e teve de passar por uma cirurgia de emergência. Em 8 de agosto, um agente do ator confirmou que ele tinha passado por uma cirurgia para tratar uma perfuração intestinal grave. O problema ocorre quando surge um buraco na parede da parte do trato gastrointestinal - que inclui o esôfago, estômago, intestino delgado e intestino grosso. Isso pode acontecer por variados motivos e requer cirurgia, devendo ser tratado rapidamente ou pode ser fatal. Desde então Perry vem se recuperando. Ele ainda não tem previsão de alta. Perry pediu aos amigos e familiares que mantenham discrição com relação ao seu estado de saúde.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/ator-de-friends-revela-que-esta-na-cama-de-um-hospital-ha-tres-meses-18092018

MP e Receita investigam empresas criadas para sonegar impostos
Data: 19/09/2018

Investigadores apontam que cerca de R$ 37,6 milhões em impostos teriam deixados de ser pagos

O Ministério Público do Paraná e a Receita Estadual deflagraram nesta terça-feira (16) a Operação Óxido, na qual investiga empresários que teriam criado empresas de fachada com o objetivo de dificultar a cobrança de impostos. De acordo com os investigadores, cerca de R$ 37,6 milhões em impostos teriam deixados de ser pagos. Cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) em residências, empresas e em um escritório de contabilidade localizados nas cidades de Curitiba, Pinhais e Campo Largo e em três endereços da cidade de São Paulo e região metropolitana. Entre os ilícitos apurados estão os de sonegação fiscal, falsidade documental e lavagem de dinheiro. Uma pessoa foi detida durante as operações, mas por ter em casa munição irregular. Segundo o MP, estão sendo investigados empresários que teriam criado “empresas de fachada” cujos débitos tributários o Estado não consegue cobrar, por estarem sendo substituídas constantemente por outras empresas criadas com o mesmo objetivo: dificultar a cobrança dos impostos. “Os empresários, porém, continuam suas atividades comerciais em empresas que funcionam regularmente, sem gerar débitos tributários, que são lançados nas empresas de fachada”, informou por meio de nota o MP do Paraná. Segundo os investigadores, as empresas atuam no ramo de metais e recicláveis.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/mp-e-receita-investigam-empresas-criadas-para-sonegar-impostos-18092018

Dólar sobe e fecha a terça-feira negociado a R$ 4,14
Data: 19/09/2018

Alta de 0,41% da moeda norte-americana foi guiada por movimento de correção e cautela com ambiente externo

O dólar registrou alta ante o real terça-feira (18), com um movimento de correção após o forte recuo da véspera, sem tirar o exterior do foco, onde os EUA anunciaram que vão adotar tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses. No fechamento da sessão, a moeda norte-americana avançava 0,41%, a R$ 4,1422 na venda, depois de terminar a véspera com queda de 1%, a R$ 4,1252. O dólar futuro rondava a estabilidade. "Dada a polarização [das eleições], espero muita abstenção, assim como um resultado apertado... Isso significa que o apoio político do vencedor será muito pequeno, com um terço das pessoas contra ele [devido à ruptura ideológica] e um terço à espera de um alívio econômico que pode não vir como esperado", ponderou o diretor de tesouraria de um banco estrangeiro ao citar os números ainda embolados na disputa eleitoral. Enquanto novos números não vêm, o cenário externo foi monitorado, após os Estados Unidos elevarem as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos da China a partir de 24 de setembro, de 10 por cento. As medidas entretanto, já eram esperadas e, desta forma, as moedas de países emergentes, em sua maioria, se fortaleceram ante o dólar e contiveram uma correção maior por aqui. O Banco Central ofertou e vendeu integralmente 10.900 swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, rolando US$ 5,995 bilhões do total de US$ 9,801 bilhões que vencem em outubro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/dolar-sobe-e-fecha-a-terca-feira-negociado-a-r-414-18092018

Petrobras mantém preço gasolina nas refinarias em R$ 2,2514 pelo sexto dia consecutivo
Data: 19/09/2018

No último dia 14, valor do combustível atingiu sua máxima histórica

A Petrobras anunciou a manutenção do preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias em R$ 2,2514 para esta quarta-feira. Desde o último dia 14, o combustível permanece na máxima histórica após a estatal ter passado a divulgar o preço médio diariamente em seu site, em 19 de fevereiro. Já o preço do diesel permanece em R$ 2,2964, conforme tabela disponível no site da empresa. No último dia 6, a diretoria da companhia anunciou que além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar.

Link Notícia: http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Economia/2018/9/661661/Petrobras-mantem-preco-gasolina-nas-refinarias-em-R-2,2514-pelo-sexto-dia-consecutivo-

Paulistano leva 28 minutos em média de casa até entrar no ônibus
Data: 19/09/2018

Segundo pesquisa da Rede Nossa São Paulo, moradores da capital demoram 10 minutos para chegar no ponto e 18 minutos esperando o coletivo

Os moradores da cidade de São Paulo gastam em média 28 minutos da saída de casa até entrar no ônibus. De acordo com pesquisa do Ibope encomendada pela Rede Nossa São Paulo, os paulistanos levam até 10 minutos de casa até o ponto e mais 18 minutos esperando o ônibus. A pesquisa aponta que 50% dos paulistanos gastam de 5 a 10 minutos no trajeto de casa até o ponto de ônibus, 42% leva menos de cinco minutos e 6% demora mais de 15 minutos de casa até a parada do coletivo. A pesquisa foi realizada entre 15 de agosto e 3 de setembro, entrevistando 800 pessoas na capital paulista. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Para Américo Sampaio, gestor de projetos da Rede Nossa São Paulo, “o ideal é que tenha mais ofertas de pontos de ônibus perto das casas e esses ônibus levem as pessoas para estações de metrôs, grandes avenidas”. O gestor afirma ainda que não tem como comparar essas informações do tempo do trajeto da casa ao ponto de ônibus, porque nos anos anteriores essa pergunta não foi feita. Além disso, 44% dos entrevistados disseram que ficam de 5 a 15 minutos esperando o ônibus e 33% ficam no ponto de 15 minutos a meia-hora. A pesquisa ainda mostra que 11% fica no ponto de ônibus entre meia-hora e 45 minutos, 5% espera menos de 5 minutos. Sampaio diz que o tempo da saída de casa até a entrada no ônibus "é bastante significativo, entendendo que é um tempo de média, ou seja, se for olhar para cada caso, tem uma parcela grande que espera muito mais pelo transporte público". 'Me senti um lixo', diz obesa que ficou travada em catraca de ônibus Para o advogado Maurício Nalin dos Santos Ferro, presidente da comissão de mobilidade urbana da OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo), o tempo de até 10 minuto de casa ao ponto de ônibus não é um excesso, no entanto, “tem possibilidade de diminuir os 18 minutos de espera no ponto”. “A espera do ônibus tem que diminuir principalmente por questão de segurança, já que quanto mais tempo fica no ponto, mais fica exposta a certo risco. Esse tempo pode diminuir com o uso de tecnologia e as pessoas acompanhando os dados dos ônibus em tempo real”, diz o advogado. Leia mais notícias de São Paulo Você tem alguma denúncia? Envie um e-mail para denuncia@r7.com

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/paulistano-leva-28-minutos-em-media-de-casa-ate-entrar-no-onibus-19092018

Saiba quem pode andar graça no transporte público de SP
Data: 19/09/2018

Além de certos estudantes, pessoas com mais de 60 anos, deficientes e alguns profissionais tem direito à gratuidade para se locomover pela cidade

A tarifa para andar de transporte público custa R$ 4,00, mas algumas pessoas não precisam pagar pelo serviço. Saiba quem tem direito à gratuidade e como conseguir esse benefício para ônibus, metrôs e trens. Idosos Os idosos com 60 anos ou mais podem andar de graça pelos coletivos que cruzam São Paulo e têm duas opções para conseguir o benefício. A primeira é fazer um Bilhete Único Especial – Idoso, enviando cópia do RG, da CNH ou do CIE; uma do CPF; um comprovante de residência atual; uma foto 3x4 recente e algum número de telefone para contato. conseguir esse benefício para ônibus, metrôs e trens. Idosos Os idosos com 60 anos ou mais podem andar de graça pelos coletivos que cruzam São Paulo e têm duas opções para conseguir o benefício. A primeira é fazer um Bilhete Único Especial – Idoso, enviando cópia do RG, da CNH ou do CIE; uma do CPF; um comprovante de residência atual; uma foto 3x4 recente e algum número de telefone para contato. Prefeitura suspende emissão de Bilhete Único Anônimo em SP Ou, se não quiser fazer todo esse processo, a pessoa pode simplesmente apresentar um documento com foto que comprove a idade quando for desembarcar do coletivo. Mas sem o Bilhete Único do Idoso, o passageiro não poderá passar a catraca. Pessoas com deficiência Quem também pode usufruir desse benefício são pessoas com deficiência física, auditiva, visual ou mental. Para ter acesso ao Bilhete Único Especial - PCD, o passageiro precisa fazer um cadastro online no site da SPTrans (São Paulo Transportes) e imprimir um relatório médico para ser preenchido por algum médico cadastrado no sistema. Para terminar o pedido, a pessoa precisa apresentar um documento de identificação com foto (original e cópia), o relatório médico preenchido, assim como laudos médicos em um dos postos de atendimento, abertos de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Para quem precisa de acompanhantes, o acesso é liberado no cartão para uma segunda pessoa, logo após a passagem do usuário pela catraca. Gestantes Algumas gestantes também não precisam pagar pelo serviço. Custeado pela Secretaria Municipal da Saúde, o Bilhete Único - Mãe Paulistana pode ser adquirido por grávidas inscritas no Programa de Proteção da Saúde da Gestante e do Recém-Nascido. Para isso, as mulheres precisam estar cadastradas nas UBS (Unidades Básicas de Saúde). Esse bilhete, diferente dos outros, tem validade de 2 anos, após o fim desse prazo, as mulheres precisam de um Bilhete Único Comum. Mas não confunda o Bilhete Único - Gestante com o Mãe Paulistana. O primeiro serve apenas para que as grávidas tenham o direito de desembarcar pela porta da frente e pode ser adiquirido no 5º mês de gestação. Já com segundo, a mulher é isenta de pagar a passagem que é financiada pela Secretaria Municipal da Saúde. Crianças Crianças menores de seis anos de idade também não pagam pelo passeio de transporte público, desde que acompanhadas de responsáveis. Quem também tem isenção são policiais e integrantes das forças armadas, mas desde que estejam fardados. Oficiais de Justiça também, mas precisam mostrar seu crachá funcional. Assim como, carteiros desde que uniformizados e com o cartão funcional de serviço. Professores, por sua vez, não têm isenção, apenas desconto de 50%. Para conseguir o benefício eles precisam dar aulas em instituições públicas ou privadas que estejam cadastradas no Sistema de Bilhete Único Escolar da SPTrans. E precisam morar a mais de 1 km de onde lecionam. Estudantes Uma classe que já é famosa por usar os benefícios de gratuidade ou desconto no transporte público de São Paulo, são os estudantes. Aqueles que estão na rede pública, seja nos ensinos fundamental e médio, cursos técnicos e profissionalizantes, ou na rede privada do ensino superior, mas com auxílio de programas como Prouni, Fies, Bolsa Universidade, Cotas Sociais recebem a gratuidade automática sem precisarem comprovar sua renda. Já os que estão inscritos no ensino superior e tecnólogos públicos e privados podem conseguir o direito de gratuidade, mas precisam comprovar a baixa renda. Assim como os inscritos nos cursos técnicos e profissionalizantes da rede particular que também precisam comprovar a baixa renda. Para comprovar a baixa renda, os estudantes precisam mostrar, junto ao CADÚnico (Cadastro Único), que possuem renda abaixo de 1,5 salário mínimo por pessoa da família e assim conseguir a gratuidade nos transportes públicos. *Estagiário do R7, com supervisão de Ingrid Alfaya

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/saiba-quem-pode-andar-graca-no-transporte-publico-de-sp-19092018

Com 3 ações de erro médico por hora, Brasil vê crescer polêmico mercado de seguros
Data: 19/09/2018

Conselho conta, em 2017, pelo menos 26 mil processos referentes a erro médico tramitando nos tribunais brasileiros; segmento aposta em apólices para proteger profissionais de ações, mas entidades que representam categoria são contra

Casos tão complexos como a acusação contra um médico que realizou vasectomia no paciente em vez de uma cirurgia de fimose ou a imputação de erro no diagnóstico e tratamento de um tumor benigno que acabou se tornando maligno e levou uma mulher à morte têm cada vez mais chegado à Justiça no Brasil. Acusações referentes a erro médico somaram 70 novas ações por dia no país – ou três por hora – em 2017. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foram pelo menos 26 mil processos sobre o assunto no ano passado. O órgão compila dados enviados por tribunais estaduais e federais, além do STJ (Superior Tribunal de Justiça) - onde foram parar os dois casos citados anteriormente. Por inconsistências metodológicas entre as bases, contudo, o número pode ser maior. Também por essa ressalva, o conselho não recomenda a comparação da evolução anual. Mas os números de alguns tribunais dão a dimensão da tendência com o passar dos anos: no STJ, novos casos referentes a erro médico passaram de 466 em 2015 para 589 em 2016 e 542 em 2017. No TJ-SP, o maior do país, os números passaram de 5,6 mil (2015) a 2,9 mil (2016) e, finalmente, 4,6 mil (2017). Para entrevistados de diversos lados do balcão, o volume de ações na Justiça se relaciona com um quadro mais geral de judicialização da saúde. Este é o nome dado à crescente busca, por parte de cidadãos, do judiciário como alternativa para garantia do acesso à saúde, por exemplo por remédios ou tratamentos - o que, por sua vez, esbarra nas limitações orçamentárias do Poder Público ou no planejamento de empresas privadas no ramo. E o fenômeno tem ligação também com outra faceta: a busca pelos chamados seguros de responsabilidade civil profissional. Em linhas gerais, este serviço funciona com o pagamento de apólices por trabalhadores como médicos e veterinários que, em caso de se tornarem réus em ações relacionadas com o exercício de suas ocupações, têm custos como pagamento de honorários de advogados e eventuais indenizações cobertos. Segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), esta categoria vem crescendo nos últimos anos. Em valores reais, os prêmios (prestações pagas pelos contratantes) do RC Profissional passaram de R$ 236 milhões em 2015 para R$ 312 milhões em 2016 e R$ 327 milhões em 2017. O primeiro semestre de 2018 já mostra avanço em relação ao mesmo período de 2017: crescimento de 8%. São 15 empresas atuando no segmento. A Mapfre, uma delas, viu aumento de 10% no número de apólices adquiridas e de 18% em prêmio no acumulado de doze meses (julho de 2017 a junho de 2018 versus julho de 2016 e junho de 2017). As ocupações atendidas estão todas no ramo da saúde: médicos, dentistas, veterinários, fonoaudiólogos, farmacêuticos e enfermeiros. Ambas fontes não dispõem de dados de contratações específicas por médicos. Mas a adesão a este tipo de serviço tem uma barreira peculiar: o Conselho Federal de Medicina (CFM) e representações regionais da categoria recomendam explicitamente a não contratação do seguro. Por que entidades que representam a categoria são contra "Os conselhos pregam que a relação entre médico e paciente deve ser da maior confiança possível, construída na base da generosidade e segurança. Quando o médico já está protegido pelo seguro, a relação começa na defensiva", aponta José Fernando Vinagre, corregedor do CFM. Outro argumento apresentado pela entidade é o de que exemplos internacionais mostrariam que a adesão da classe médica ao seguro contribuiria a um aumento no número de ações - "que muitas vezes se baseiam em pedidos quase sempre emitidos, destemperadamente, por pacientes mal orientados, ou ainda envolvendo interesses financeiros de terceiros", segundo diz um comunicado do CFM. A entidade critica ainda as restrições na cobertura dos seguros e uma relação custo-benefício não compensadora. Segundo o advogado Renato Assis, especialista em Direito da Saúde, o crescimento do mercado de seguros para médicos é reflexo de um cenário preocupante: o de que o Brasil está se aproximando à cultura americana, "a mais litigante do mundo". Em linhas gerais, lá como cá especialidades como obstetras, ginecologistas e cirurgiões são mais vulneráveis a acusações de erro - e, assim, a apólices mais caras. Dependendo da especialidade, os custos mensais para o segurado podem variar de R$ 100 a R$ 1000, considerando uma faixa de cobertura de R$ 500 mil em prêmio. "O percentual de médicos processados nos EUA gira em torno de 9%. No Brasil, já temos cerca de 7% de médicos processados", escreveu Assis por e-mail à BBC News Brasil. "Em relação aos profissionais, é inegável que houve a chamada 'mercantilização' da profissão. Está praticamente extinta a figura do médico familiar, inquestionável como um sacerdote. Hoje temos em regra uma relação mais fria, com atendimentos muitas vezes rápidos e desumanizados por conta da precariedade das condições de atendimento e jornadas de trabalho, aliada à alta quantidade de atendimentos em curto espaço de tempo por conta da atuação dos planos de saúde". A referência aos EUA quando o assunto são seguros para médicos é frequente - já que, naquele país, este é um mercado gigante. Somente em 2017, seguros destinados especificamente a médicos somaram prêmios de mais de US$ 9 bilhões (cerca de R$ 29 bilhões em valores de dezembro de 2017), de acordo com a Associação Nacional dos Comissários de Seguros (Naic, na sigla em inglês). Lá, a contratação do serviço pela categoria é a regra. Há até uma expressão para classificar os médicos que são a exceção e não contratam este tipo de serviço: são aqueles que decidem "go bare", algo como "atuar nu". Segundo a Associação Médica Americana (AMA, na sigla em inglês), pelo menos sete Estados americanos (Colorado, Connecticut, Kansas, Massachusetts, New Jersey, Rhode Island e Wisconsin) exigem a aquisição de algum tipo de seguro para a prática médica. "É extremamente importante observar que, embora muitos Estados não exijam que os médicos obtenham níveis mínimos de seguro de responsabilidade profissional, na prática, os médicos precisam ter um nível mínimo deste serviço para obter benefícios como funcionários de um hospital ou para ter cobertura de planos de seguro de saúde", explicou a entidade por e-mail à BBC News Brasil. Marcio Guerrero, presidente da comissão de Responsabilidade Civil Geral da Federação Nacional de Seguros (FenSeg), aponta que, na prática, um médico recém-formado nos EUA só passa a atender se tiver uma apólice. "Eles sabem que podem ter um problema severo, já que as indenizações por lá são altas e rápidas", aponta Guerrero, "No Brasil, a cultura do seguro não é muito clara, ele não é visto como um investimento. Mas o mercado (de seguros de Responsabilidade Civil) está em expansão, já que o país que tem 452 mil médicos". "Este tipo de seguro protege primeiro a reputação e depois o patrimônio do médico, com o custeio da defesa jurídica. Fora que o seguro assume os trâmites posteriores ao incidente: como quando você bate um carro e nunca mais vai encontrar a outra pessoa envolvida no acidente, porque a seguradora assume." 'Medicina defensiva' Entidades que representam médicos nos EUA, como a AMA, fazem no entanto campanhas por uma reforma que reduza os custos da chamada "medicina defensiva" - que levaria, além da contratação de seguros, a práticas como a indicação, por profissionais de saúde, de exames e tratamentos com o objetivo principal de protegê-los de eventuais acusações futuras. Por outro lado, pesquisadores e representantes da sociedade civil defendem que estes gastos aumentam a proteção ao paciente. É o que aponta também, no Brasil, Fernando Polastro, um dos representantes da Associação Brasileira de Apoio às Vítimas de Erro Médico (Abravem). "A ideia é que as condenações levem a uma melhoria como um todo no sistema de saúde, principalmente no público. Vemos diariamente a multiplicação de casos, mas não punições na mesma medida", diz Polastro, que é publicitário e conta ter formado a associação com amigos após casos de erro médico na família. "Se isto vai passar pelo encarecimento do sistema, que seja feito. O que não pode acontecer é pactuar com este panorama: as pessoas entram andando no hospital e saem mortas de lá." "Dificilmente agimos contra um médico na Justiça comum. Em 90% dos casos, a acusação é contra entidades como clínicas e planos de saúde". O médico Renato Camargos Couto, professor da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (Feluma), está na linha de frente de um esforço científico na busca por dados e soluções voltados à segurança do paciente - e, para ele, isto deve passar por melhorias estruturais, e não pela culpabilização de profissionais em particular. Com outros pesquisadores, Couto publicou neste ano a segunda edição de um anuário sobre o tema. Analisando o histórico de pouco mais de 445 mil pacientes em 13 Estados brasileiros, o grupo concluiu que, considerando complicações graves associadas ao tratamento hospitalar (tecnicamente chamadas de eventos adversos graves), 30% a 36% poderiam ter sido prevenidos com a melhoria na assistência em saúde. Nestes casos graves, também foi observado que os mais vulneráveis eram aqueles nos "extremos de idade": recém-nascidos prematuros e idosos com mais de 65 anos. Os pacientes sofreram, por exemplo, infecções ou hemorragias após o uso de acessórios como cateter, sondas e ventilação mecânica. Medindo os custos As melhorias sugeridas passam pela maior transparência e participação dos pacientes nos procedimentos, melhoria na formação de profissionais da saúde, além de mecanismos de avaliação da gestão organizacional - apenas 5,3% da rede hospitalar brasileira, por exemplo, é avaliada por auditorias externas. "Se você está usando um equipamento de anestesia, precisa de energia ininterrupta. Se a energia falhar, é uma tragédia. Para que isso não aconteça, é preciso engenheiros, gerador, manutenção preventiva... Ou seja, entregar a medicina hoje, principalmente no ambiente hospitalar, é uma operação de guerra: portanto, complexa e sujeita a muitas falhas", aponta Couto. "A imprudência ou a negligência (por parte de um profissional) são ocorrências raríssimas. A maior parte dos problemas são oriundos da organização de um trabalho complexo como esse." "A cultura punitiva (contra profissionais) dificulta a solução dos problemas. Esta pandemia de eventos adversos que o mundo vê hoje não é produzida pelo médico. Casos complexos tornam difícil estabelecer causalidade, como supõe a punição." Couto argumenta que a "medicina defensiva" é mais cara e ineficaz. "Você vê o uso do antibiótico em emergências: ele é muito maior do que o necessário. Na dúvida, os médicos passam, se protegendo de eventuais complicações", exemplifica. Nos EUA, a busca por dados que possam mensurar os custos da chamada medicina defensiva é antiga e repleta de complexidades. Um artigo publicado em 2010 no periódico "Health Affairs", porém, chegou perto números: custaria 2,4% dos gastos totais com saúde no país, ou US$ 55,6 bilhões (em valores de 2008). Esta parcela considera custos com pagamentos de seguros, indenizações, defesa legal e horas perdidas por médicos em trâmites decorrentes de acusações. A legislação brasileira, centrada nos códigos Civil e Penal, além do próprio Código de Ética Médica, indica a imputação do erro médico a um profissional em caso de três situações: imperícia, imprudência e negligência. "De forma resumida: a negligência consiste em não fazer o que deveria ser feito; a imprudência consiste em fazer o que não deveria ser feito; e a imperícia em fazer mal o que deveria ser bem feito", explicou o CFM em nota. Os casos apresentados no início da reportagem tiveram desfechos diferentes no STJ. Em 2017, a Terceira Turma da corte decidiu afastar a culpa de um ortopedista que havia sido condenado no Mato Grosso do Sul por supostamente ter falhado no acompanhamento após uma cirurgia de retirada de um tumor benigno no joelho do paciente - que depois se tornou maligno. No entendimento da instância inferior, o médico havia privado a paciente de um diagnóstico mais eficaz. Mas os ministros do STJ destacaram que a perícia mostrou ter ocorrido uma evolução não esperada e rara da doença, eximindo a culpa do ortopedista. Por outro lado, no ano seguinte, a mesma turma confirmou a condenação de um médico que realizou uma vasectomia em um homem de 20 anos que, na verdade, tinha contratado uma operação de fimose. O erro foi constatado durante a operação, quando o canal esquerdo que desemboca na uretra já havia sido rompido. Os autos do caso mostram que o paciente chegou a ver seu noivado rompido, diante da incerteza sobre a possibilidade de ter filhos. No entendimento dos magistrados, houve negligência do profissional. Além da Justiça, as acusações de irregularidades podem ser avaliadas também na esfera administrativa, como nos conselhos regionais e federal de medicina. De janeiro de 2014 a junho de 2018, o CFM, que só avalia ações em caso de recursos (ou seja, já avaliados em instâncias regionais), julgou 714 ações com acusações de erro médico. Em 2017, foram 148 casos avaliados - 22 levando à absolvição e 99 a algum tipo de punição (27 na forma de advertência confidencial; 35 censura confidencial; 42 censura pública; 11 suspensão por 30 dias; e 12 cassação). BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/com-3-acoes-de-erro-medico-por-hora-brasil-ve-crescer-polemico-mercado-de-seguros-19092018

Bolsonaro tem 28%, Haddad, 19%, Ciro, 11%, e Alckmin, 7%, diz Ibope
Data: 19/09/2018

Instituto Ibope ouviu 2.506 eleitores entre os dias 16 e 18 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (18) para a Presidência da República mostra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) isolado na liderança com 28% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), que saiu de 8% no levantamento anterior e agora aparece com 19%. Com a alta, o petista se isolou na segunda colocação da corrida presidencial, a menos de 20 dias do primeiro turno, marcado para 7 de outubro. Segundo o Ibope, se as eleições fossem hoje, Bolsonaro e Haddad diputariam o cargo de presidente da República no segundo turno. Em terceiro lugar aparece o candidato do PDT, Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, que manteve os 11% registrados na pesquisa da semana passada. Na sequência está o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que passou de 9% para 7%. Em quinto lugar aparece a ex-senadora Marina Silva (Rede), que caiu de 9% para 6% em uma semana. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, Ciro e Alckmin estão tecnicamente empatados em terceiro lugar. O tucano também está empatado com Marina em quarto, dentro da margem de erro. O Ibope ouviu 2.506 pessoas entre os dias 16 e 18 de setembro em 177 municípios brasileiros. A pesquisa foi contratada pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e pela Rede Globo. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-09678/2018. 2º turno A pesquisa também apurou os possíveis cenários para o segundo turno da disputa presidencial. Líder das intenções de voto, Jair Bolsonaro (PSL) empataria dentro da margem de erro com os três adversários mais bem colocados na pesquisa. Bolsonaro x Haddad Bolsonaro: 40% Haddad: 40% Brancos e nulos: 15% Não sabem: 5% Ciro x Bolsonaro Ciro: 40% Bolsonaro: 39% Brancos e nulos: 15% Não sabem: 6% Bolsonaro x Alckmin Alckmin: 38% Bolsonaro: 38% Brancos e nulos: 18% Não sabem: 6% Bolsonaro x Marina Bolsonaro: 41% Marina: 36% Brancos e nulos: 18% Não sabem: 5% Rejeição Isolado agora na segunda posição, Haddad também vê aumentar a sua rejeição entre o eleitorado. O ex-prefeito de São Paulo e Bolsonaro são os postulantes ao Planalto com a maior rejeição entre o eleitorado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/bolsonaro-tem-28-haddad-19-ciro-11-e-alckmin-7-diz-ibope-18092018

'Quem assina o voto útil, assina um atestado de burrice', diz Álvaro Dias
Data: 19/09/2018

Sexto colocado na última pesquisa Ibope, Dias considera que os levantamentos são temerários a mais de três semanas do pleito

O candidato à presidência pelo Podemos, Alvaro Dias, disse nesta terça-feira, 18, que "quem assina o voto útil, assina um atestado de burrice". Sexto colocado na última pesquisa Ibope, com 3% das intenções de voto, Dias considera que os levantamentos são temerários a mais de três semanas do pleito e diz que a eleição será decidida nos últimos dias. O candidato esteve em uma livraria no Centro do Rio no fim da tarde participando do lançamento de um livro de seu vice, Paulo Rabello de Castro. "Elas (pesquisas eleitorais) são temerárias, porque partem de uma base irreal. Mais de 50% dos pesquisados se recusam a responder o questionamento. Esta é uma eleição que será decidida na última semana", avaliou, para depois criticar os que defendem o "voto útil", aquele destinado a candidatos que, segundo as pesquisas, teriam maior chance de ir ao segundo turno. "Há uma campanha em curso que é a estratégia do voto útil, que não é o voto inteligente. A estratégia do voto útil deseduca, é dizer 'não vote no melhor'. É preciso votar no melhor, devemos escolher o melhor. É por isso que existem dois turnos", sustentou Dias. "A estratégia do voto útil, me perdoem, não é inteligente. Quem assina o voto útil assina um atestado de burrice." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/quem-assina-o-voto-util-assina-um-atestado-de-burrice-diz-alvaro-dias-18092018

Após reunião com Centrão, Alckmin decide retomar críticas a Bolsonaro
Data: 19/09/2018

Candidato do PSDB à Presidência também vai reforçar o tom antipetista de sua campanha; ideia é pregar o voto útil para chegar ao 2º turno

A campanha do ex-governador Geraldo Alckmin, candidato à Presidência pelo PSDB nas eleições 2018, decidiu retomar em seu horário eleitoral os ataques ao presidenciável do PSL e líder nas pesquisas de intenção de voto, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada após reunião com aliados do Centrão na tarde desta terça-feira, 18, em São Paulo. Além disso, Alckmin vai reforçar o tom antipetista de sua campanha. A ideia é pregar o voto útil com o argumento de que votar em Bolsonaro significa carimbar o passaporte do PT no 2° turno. A reunião foi convocada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, coordenador político da campanha de Alckmin, e reuniu dirigentes do PR, PSD, PTB, PRB, SD e PSDB no comitê do programa de governo no Jardins, na zona sul da capital paulista. Entre os participantes estavam Valdemar Costa Neto, do PR, Roberto Freire do PPS, Guilherme Mussi, do PP, Silvio Torres, do PSDB, e o marqueteiro Lula Guimarães. No encontro, Alckmin e seus auxiliares apresentaram aos aliados do Centrão as mudanças que serão feitas na estratégia de campanha e tentaram tranquilizar o grupo. Segundo relatos de participantes do encontro, os dirigentes dos partidos da coligação que apoiam Alckmin temem que Bolsonaro possa vencer no 1° turno ou ir para o 2° com Fernando Haddad, candidato do PT. Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo nesta terça-feira, Alckmin tenta impedir uma debandada do Centrão - o tucano está estagnado nas pesquisas de intenção de voto. "Não há hipótese dessa eleição acabar no 1° turno. Esqueça. Essa é a eleição mais pulverizada desde 1989", disse ACM aos jornalistas na saída do encontro. Ainda segundo o prefeito de Salvador, o ataque a Bolsonaro em Juiz de Fora (MG) deixou todos os candidatos em "compasso de análise". "Enquanto um dos candidatos lutava pela vida, não era razoável fazer um determinado tipo de enfrentamento político. Mas não iremos, em 7 de outubro, viver uma eleição entre a prisão e uma facada", disse ACM. "Não podemos deixar de evidenciar as fragilidades da candidatura de Bolsonaro", concluiu. Quando questionado sobre as traições de aliados nos Estados, o prefeito minimizou. "Isso está acontecendo em todos os partidos e não só da nossa coligação". Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/apos-reuniao-com-centrao-alckmin-decide-retomar-criticas-a-bolsonaro-18092018

Qual a probabilidade e o que acontece se uma eleição empatar?
Data: 19/09/2018

Professores de estatística fizeram cálculos para o R7 e concluíram que é mais fácil ganhar na Mega-Sena

A chance de uma eleição terminar empatada é muito baixa. O cenário praticamente improvável, no entanto, está previsto no artigo 110 do Código Eleitoral (lei nº 4.737/65). O resultado da eleição só conta com votos válidos. Os votos nulos e brancos não são contabilizados. Por isso, em caso de empate no primeiro turno entre dois candidatos em um município que pode acontecer um segundo turno, uma nova votação é realizada para decidir qual deles vai assumir o cargo. Nos municípios com menos de 200 mil eleitores e, por essa razão, não pode existir segundo turno, o candidato com mais idade é eleito. Se no segundo turno os dois candidatos tiverem o mesmo número de votos, é eleito o mais idoso. Mas qual a probabilidade de uma eleição terminar empatada? A pedido do R7, o professor da FGV Emap, Moacyr Alvim, fez cálculos para descobrir a probabilidade de uma eleição terminar empatada no primeiro turno e chegou à conclusão de que é mais fácil ganhar na Mega-Sena. “Existe uma chance maior de acertar na Mega-Sena com um bilhete simples (uma chance em 50 milhões)”, explica Alvim. “Mas é mais provável acertar na Mega-Sena com um bilhete com 7 números (uma chance em 7 milhões) do que ocorrer um empate entre três candidatos no primeiro turno”, completa. Alvim também calculou a probabilidade de um empate no segundo turno. “É mais improvável que ocorra um empate no segundo turno do que obter treze caras seguidas em treze lançamentos de uma moeda não viciada.” Julio Trecenti, Presidente do CONRE-3 (Conselho Regional de Estatística da Terceira Região) e professor do Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo, criou um gráfico para o R7 com suposições para conseguir calcular a probabilidade de a eleição presidencial terminar empatada. De acordo com Trecenti, “o gráfico avalia a probabilidade de empate no segundo turno a partir de uma série de suposições. Estamos desconsiderando casos em que o número de votos válidos é impar (já que nesse caso a probabilidade de empate é zero).” Trecenti explica o gráfico: • No eixo X, temos a quantidade de votos válidos, entre 1000 e 147 milhões (que é número de eleitores). É importante notar que o gráfico está em escala logaritmica para possibilitar a visualização. Ou seja, a distância entre 1.000 e 10.000 está igual à distância entre 10.000 e 100.000. Note que não estamos trabalhando a probabilidade de votar branco e nulo, pois estamos considerando apenas os votos válidos. • No eixo Y, temos a probabilidade de empate, considerando que i) os eleitores são independentes e ii) a probabilidade de votar em cada candidato é igual à 50%. Na prática, (ii) significa que estamos calculando a probabilidade máxima de empate, pois estamos assumindo que não existe tendência para nenhum candidato. Essa é uma suposição bem forte, um pouco fora da realidade. Interpretação: Quanto maior a quantidade de votos válidos, menor a probabilidade de empate. Se tivéssemos 105 milhões de votos válidos (como nas eleições de 2014), a probabilidade seria de 0.00779%. Essa probabilidade é mais ou menos a mesma que jogar 14 moedas seguidas e todas saírem "cara". A comparação com a Mega-Sena, nesse cenário, não fica muito contundente pois a probabilidade de ganhar na mega sena é 0.0000019974%, que é bem menor que essa.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/qual-a-probabilidade-e-o-que-acontece-se-uma-eleicao-empatar-19092018

O médico e a namorada acusados de usar ‘aparência e charme’ para drogar e estuprar centenas de mulheres
Data: 19/09/2018

'Todos já ouvimos falar de um lobo em pele de cordeiro', diz o promotor do caso. Milhares de vídeos de possíveis vítimas foram achados

"Todos já ouvimos falar de um lobo em pele de cordeiro." Foi assim que as autoridades da Califórnia descreveram um cirurgião e a namorada acusados ??de dois crimes sexuais - embora os investigadores suspeitem que possa haver "centenas" de vítimas. Grant William Robicheaux, de 38 anos, e Cerissa Laura Riley, de 31 anos, supostamente atacaram duas mulheres que conheceram em um bar e um restaurante em 2016. Em uma coletiva de imprensa, na terça-feira, o promotor do distrito de Orange County, Tony Rackauckas, disse que o casal é suspeito de usar a aparência para atrair os alvos, passando uma falsa sensação de segurança. "Acreditamos que os acusados ??usaram sua boa aparência e charme para diminuir as inibições de suas possíveis presas", disse Rackauckas à KTLA-TV. Os promotores disseram ainda à BBC que "milhares e milhares" de vídeos de possíveis vítimas foram encontrados nos telefones dos suspeitos. Os investigadores estão tentando agora identificar as mulheres que aparecem nas imagens. De acordo com Rackauckas, as mulheres parecem estar drogadas no vídeo. "Há vários vídeos em que as mulheres parecem estar altamente embriagadas, além da capacidade de consentir ou resistir, e mal respondem às investidas sexuais dos acusados." "Com base nessa evidência, acreditamos que pode haver muitas vítimas não identificadas por aí", acrescentou. Trabalho em dupla Robicheaux é um cirurgião ortopédico de Newport Beach, a 72 km ao sul de Los Angeles, nos Estados Unidos. Ele apareceu uma vez no reality show Online Dating Rituals of the American Male, do canal de TV a cabo americano Bravo. Segundo os investigadores, os dois trabalharam "em dupla" para encontrar vítimas em bares, drogá-las ou obrigá-las a beber grandes quantidades de álcool, e então levá-las ao apartamento de Robicheaux para serem abusadas. Duas vítimas identificadas Há dois anos, duas mulheres denunciaram o que aconteceu após se encontrarem com Robicheaux e Riley . A primeira disse que conheceu o casal em um restaurante no dia 10 de abril de 2016 e foi convidada por eles para uma festa em um barco. Uma vez dopada, a mulher de 32 anos teria sido levada para o apartamento de Robicheaux e estuprada. Ela acionou a polícia de Newport Beach no dia seguinte e, após ser submetida a exames, foi identificada a presença de drogas em seu organismo, segundo o promotor. O cirurgião e a namorada são acusados ??de estupro mediante o uso de drogas neste caso. No dia 2 de outubro de 2016, outra mulher disse que acordou no apartamento de Robicheaux após uma noite de bebedeira e gritou por socorro até que os vizinhos ligaram para a polícia. Ela contou que estava bebendo em um bar em Newport Beach com o casal até perder a consciência. Neste caso, o casal é acusado ??de agressão sexual com a intenção de cometer estupro Os investigadores afirmam que encontraram o vídeo em que uma das duas mulheres é atacada. Drogas e armas não registradas Robicheaux e Riley são acusados ??de possuir uma grande quantidade de drogas, incluindo GHB (conhecida como a "droga do estupro"), cogumelos alucinógenos, ecstasy e cocaína. A polícia informou que as substâncias ilegais foram encontradas durante uma busca realizada na casa do cirurgião em janeiro de 2018. Robicheaux é acusado ainda de ter dois fuzis semiautomáticos não registrados, outras quatro armas de fogo e cartucheiras capazes de transportar grandes quantidades de munição, de acordo com um comunicado de imprensa. A polícia de Newport Beach passou o caso para análise do promotor distrital de Orange County em 6 de setembro, e o casal foi preso na casa dele na última quarta-feira. O promotor disse que o Conselho de Medicina do Estado abriu uma investigação sobre Robicheaux, mas não há provas até o momento de que qualquer uma de suas pacientes tenha sido vítima. 'Lobo em pele de cordeiro' As autoridades dizem que o casal teria participado de festivais de música e arte, como o Burning Man, em Nevada e o Splash House Festival. em Palm Springs, na Califórnia. Ambos ??foram libertados após pagarem fiança de US$ 100 mil. "Todos nós já ouvimos falar de um lobo em pele de cordeiro", disse o promotor. "Um lobo pode usar uniforme ou roupas de médico. Ou um lobo pode ser uma mulher bonita." Segundo ele, se forem condenados, Robicheaux e Riley podem receber uma pena de 40 anos e 30 anos de prisão, respectivamente. "As pessoas muitas vezes acham que os estupradores são homens estranhos e assustadores que se escondem entre arbustos e atacam mulheres inocentes", afirmou Rackauckas. "A realidade é que os estupradores vêm em todos os grupos socioeconômicos, de qualquer contexto." O casal deve ser formalmente acusado perante o tribunal no dia 24 de outubro. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/o-medico-e-a-namorada-acusados-de-usar-aparencia-e-charme-para-drogar-e-estuprar-centenas-de-mulheres-19092018

21 de setembro dia mundial da luta  da pessoa portador de deficiência
Data: 17/09/2018

21 de setembro dia mundial da luta da pessoa portador de deficiência

Link Notícia:

Bloqueio de celulares deve atingir mais de 800 mil aparelhos piratas
Data: 17/09/2018

A Anatel estima que 1 milhão de novos aparelhos irregulares entrem a cada mês no mercado brasileiro de telefonia

Mais de 800 mil aparelhos de celular irregulares devem ser bloqueados nos próximos meses no Brasil pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que iniciou neste ano uma operação para tirar do mercado os telefones piratas. Devem escapar do bloqueio, no entanto, os consumidores que tiverem um aparelho irregular e não trocarem de número telefônico. A Anatel já bloqueia desde 2000 os telefones celulares roubados, furtados ou perdidos. Para isso, basta o consumidor fazer o pedido para a operadora. Esse procedimento também é feito desde 2016 pela maioria das secretarias estaduais de segurança pública, a partir do boletim de ocorrência. Em quase 20 anos, mais de 9 milhões de aparelhos foram impedidos de usar a rede nacional de telefonia. Agora, a agência decidiu fechar o cerco contra os chamados "celulares irregulares", que incui os popularmente chamados "ching-lings": aparelhos trazidos ilegalmente de fora do país, em sua maioria fruto de contrabando de mercadorias e vendidos no mercado paralelo. Também estão na mira os aparelhos roubados que foram adulterados para voltar a utilizar a rede nacional de telefonia. Na primeira etapa do programa, feita preliminarmente em Goiás e no Distrito Federal, foram bloqueados 44.027 aparelhos, o que representa 0,35% de todas as linhas habilitadas nos dois Estados. A próxima etapa começa no dia 23 de setembro em outros dez Estados: Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A terceira etapa acontece em 2019 nos 15 Estados restantes. A Anatel não tem uma estimativa de quantos aparelhos devem ser impedidos de acessar a rede nacional, mas estima que 1 milhão de novos aparelhos irregulares acessem as redes das prestadoras todos os meses. Considerando que o Brasil tem 234,7 milhões de linhas móveis atualmente (e o percentual de 0,35% registrado no DF e em GO), o bloqueio deve atingir ao menos 821 mil aparelhos em todo o país. "E esse número ainda vai crescer", afirma Eduardo Tude, presidente da Teleco, empresa de consultoria da área de telecomunicações. À medida que novos aparelhos piratas se conectem à rede, a Anatel afirma que irá derrubá-los. Os celulares irregulares que não alterarem o número telefônico não serão atingidos. Para tirar de circulação um telefone, a Anatel identifica o IMEI do aparelho, que é um número internacional de identificação, a exemplo do número de chassi dos carros. Todo aparelho com IMEI irregular será bloqueado desde que uma nova linha telefônica seja habilitada. Que tipo de celular será bloqueado? O alvo da operação são os aparelhos piratas, aduterados e os modelos não certificados pela Anatel que entram ilegalmente no país. A adulteração ocorre quando se altera o número IMEI de um aparelho roubado. O objetivo é enganar a rede de telefonia para que o aparelho continue utilizando a rede. A Anatel, contudo, diz que vai conseguir identificar esses aparelhos, já que há uma lista internacional com o registro de todos os telefones. Os registros que não estiverem na lista, serão bloqueados. Com relação aos aparelhos piratas e modelos não certificados, o risco é de segurança. Segundo a Anatel, "os celulares não certificados podem ser perigosos para a saúde por apresentaram grande quantidade de chumbo e cádmio, serem fabricados com materiais de baixa qualidade e não passarem por testes de segurança". Ainda segundo a agência, os telefones celulares certificados, incluindo baterias e carregadores, "são submetidos a uma série de testes que avaliam aspectos de segurança". Segundo Tude, os telefones piratas são "inseguros". "Você não sabe se eles atendem aos requisitos mínimos com relação a segurança e irradiação, por exemplo. Existem muitos aparelhos assim no mercado", diz ele. Consumidores são avisados dois meses antes de bloqueio O programa vai funcionar em três etapas. No Distrito Federal e em Goiás, por exemplo, estão na mira da Anatel os aparelhos ilegais que foram habilitados com uma linha telefônica nova após 22 de fevereiro. Durante dois meses e meio, os consumidores receberam uma mensagem da agência informando que o celular é pirata e que seria bloqueado. O cliente tem esse período para fazer a contestação na loja onde comprou o aparelho, devolvê-lo ou então trocar o produto. Os bloqueios começaram em 9 de maio. No Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, as mensagens começam a ser enviadas em 23 de setembro. Já o bloqueio se inicia a partir de 8 de dezembro. Celulares piratas que tenham habilitado o número antes de 23 de setembro não serão bloqueados. Já nos Estados da região Nordeste e nos demais Estados do Norte e Sudeste, a data que vale é 7 de janeiro de 2019, quando as mensagens começarão a ser enviadas para linhas novas habiitadas em aparelhos irregulares. O bloqueio nesses locais se inicia em 24 de março de 2019.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/bloqueio-de-celulares-deve-atingir-mais-de-800-mil-aparelhos-piratas-17092018

Importadores reduzem compras em 30% com disparada do dólar
Data: 17/09/2018

Dólar já subiu mais de 25% no ano e na semana passada atingiu a maior cotação desde o início do Plano Real

A disparada do dólar, que já subiu mais de 25% no ano e na semana passada atingiu a maior cotação desde o início do Plano Real, provocou um corte de pelo menos 30% nas quantidades importadas de alguns dos produtos mais vendidos no Natal. A queda nos volumes de itens típicos dessa época do ano, como alimentos, bebidas e enfeites, especialmente os chineses, ocorre para evitar prejuízos com o possível encalhe. É que, com a alta do dólar, esses artigos devem ficar mais caros em reais para o consumidor. “Calculo que a redução nas quantidades seja de 30% para mais”, diz Rita Campagnoli, presidente do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras (Ceciex). A entidade reúne cerca de 800 empresas de médio porte que importam boa parte dos itens vendidos pelas lojas. A redução nos volumes, diz ela, ocorre principalmente nos produtos de menor valor, porque o risco de encalhe nesse caso é maior. Os consumidores desses itens têm menor poder de compra e são os mais afetados pelo desemprego elevado. O corte nos pedidos é confirmado por Rodrigo Luis, sócio da Winpoint Technology, especializada em importar itens da China. Segundo ele, a redução é da ordem de 25% em relação aos volumes do fim de 2017. “Negociamos para outubro e novembro entre 25 a 35 contêineres com árvores de Natal, brinquedos, tablets e artigos de decoração com luzes de LED.” Sem margem Diante da incerteza política, responsável pela maior parte da alta do câmbio, na opinião dos analistas, os importadores estão preocupados porque não conseguem repassar para os varejistas os aumentos de preços. Também não têm margem para absorver a alta de custos acima do esperado, uma vez que muitas empresas não contavam com o câmbio acima de R$ 4. Por isso, há importadores que optam por perder menos: cancelar pedidos no exterior, abrindo mão de parte do pagamento que foi feito. “Há importadoras que cancelaram linhas de produtos”, diz Rita. Na lacuna deixada pelos concorrentes que cancelaram pedidos de Natal, Gustavo Almeida, diretor comercial da Yangzi Brasil, acredita que vai ganhar mercado. A empresa, que importa 4 mil itens, entre artigos de Natal e utilidades domésticas, decidiu manter os preços dos produtos de Natal e reajustar o de outros importados para compensar o aumento de custo nos itens de fim de ano. O empresário conta que fez três aumentos de preços neste ano que somaram 21% na linha de utilidade domésticas. “Se eu tivesse só a linha de Natal estaria morto. Seria um ano todo jogado fora e dinheiro pessoal colocado na empresa para cobrir o prejuízo.” A Casa Santa Luzia, tradicional revenda de alimentos e bebidas estrangeiros, sentiu a interrupção nas linhas de importados. “Muitas importadoras deixaram de trazer uma série de coisas porque acharam que o preço não seria competitivo”, explica a diretora Ana Maria Lopes. A saída é substituir o importado por um similar nacional, quando há, porque a importação por conta da própria empresa só se justificaria se fosse feita em grandes volumes. “O poder aquisitivo caiu e as pessoas estão comprando menos importados”, diz a diretora da Santa Luzia, voltada para o consumidor de maior renda. Para se ajustar à nova realidade de mercado, a empresa chegou a trocar alguns fornecedores no exterior e reduziu os volumes de itens exclusivos, como panetone italiano. Tradings A freada nas importações de Natal não foi sentida pelas grandes empresas de comércio exterior. Elas normalmente importam carros e bens duráveis de maior valor. Isso acaba mais que compensando o recuo de bens não duráveis. Lilia Miranda, diretora da Abece, associação que reúne as grandes tradings, espera um pequeno aumento, de 5% - menor do que o previsto -, nas importações de fim da ano feitas por essas empresas. Atrasar embarque pode ajudar a reduzir prejuízos Importadoras que mantiveram os volumes de encomendas de final de ano tentam ganhar tempo para reverter as pressões de alta no câmbio. Uma das estratégias tem sido adiar os embarques no exterior, na expectativa de que o dólar dê uma trégua após o resultado das eleições. Ciro Lilla, presidente das importadoras de vinhos Mistral e Vinci, que trazem 3 mil rótulos de 15 países, conta que, quando a cotação do dólar beirou R$ 4, o grupo decidiu atrasar os embarques no exterior. “Atrasamos na expectativa de pegar um dólar menor na hora de nacionalizar o produto.” Com a disparada do câmbio, os importadores foram duplamente penalizados, explica o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro. Isso porque eles têm de desembolsar mais reais para trazer o produto de fora e gastam uma cifra maior para nacionalizá-lo. Nacionalizar a importação significa pagar todos os impostos e as despesas e taxas com frete portuário. A conversão dessas despesas de dólares para reais é feita usando a cotação do câmbio do dia anterior à data do desembarque do produto no porto. Com isso, as despesas de nacionalização, que já são elevadas, acabam sendo maiores ainda quando o dólar sobe. Castro explica que a cifra gasta para nacionalizar um importado é o dobro do valor do produto em dólar, independentemente da taxa de câmbio. “O cenário para os importadores é muito ruim neste ano porque eles perdem sob o aspecto cambial e tributário” disse Castro. Há também importadoras que tentam ganhar tempo de outra maneira: renegociando os prazos de pagamento com os fornecedores no exterior. “Muitos tentaram renegociar principalmente prazos”, conta a presidente do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras, Rita Campagnoli. Para Castro, da AEB, quem consegue renegociar contrato tem sorte. “Pode ser até que para preservar clientes, os fornecedores aceitem alguma coisa, mas isso é uma raridade”, diz. Desconto Na Mistral, onde o volume de vinhos importados está mantido, o presidente da importadora conta que tem conseguido pequenos descontos nas novas compras com alguns países. “Na compra, a gente chora e explica que é uma situação emergencial por conta das eleições.” Neste momento, a empresa decidiu não repassar a alta do câmbio para o preços porque não vê espaço para aumentos. Com isso, tem conseguido ampliar as vendas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/importadores-reduzem-compras-em-30-com-disparada-do-dolar-16092018

Incentivos são ‘gota d’água no oceano de tributos’, diz Anfavea
Data: 17/09/2018

Maior parte da renúncia de R$ 7,2 bi será com um benefício concedido a montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste

O presidente da Afavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Antônio Megale, defende que os incentivos para o setor são apenas uma “gota d’água” no oceano de tributos que incidem sobre a indústria. “Temos problemas de competitividade no País, com uma carga tributária muito alta: chega a 36%, em média, no preço do carro, enquanto nos Estados Unidos é 6%. Esses benefícios são uma gota no oceano”, afirmou. No ano que vem, a maior parte da renúncia de R$ 7,2 bilhões para o setor será com um benefício concedido a montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, que custará R$ 4,68 bilhões. Para Megale, programas de incentivo regional são necessários para dividir a riqueza do País entre os Estados. “A região de Goiana (PE) era absolutamente agrária, voltada à colheita de cana. Hoje, utilizando a mesma mão de obra, tem uma das fábricas mais modernas do mundo. São programas meritórios”, disse. Em relação ao Rota 2030 — programa automotivo que responderá por R$ 2,1 bilhões em renúncia no ano que vem — Megale afirma que ele é necessário para reter a pesquisa e desenvolvimento no Brasil. Ele defende que o Inovar-Auto, que antecedeu o Rota, teve como reflexo a redução do consumo nos carros produzidos no Brasil em 15,1%, por exemplo. “Se o Rota não existisse, a primeira coisa que o País iria sentir era a redução de pesquisa e desenvolvimento. As empresas são multinacionais, poderiam facilmente mudar a pesquisa para outros países”, afirmou. Emprego O diretor da Associação Nacional dos Auditores Fiscais, Mauro Filho, porém, acredita que o Estado está bancando o financiamento de setores lucrativos sem que haja uma contrapartida de emprego e tecnologia. “Peguei o parecer que embasou o Rota 2030 e fui procurar a palavra emprego que justificaria a adoção do programa. Não tinha nenhuma”, disse ele que obteve o parecer por meio da Lei de Acesso a Informação. Ele disse que também não há referência a novas tecnologias. “É uma repaginação. Nem disfarçaram”, criticou. Para a pesquisadora do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Fundação Getulio Vargas) Vilma Pinto, falta ao governo avaliar as políticas relacionadas à concessão de incentivos. “Não existe avaliação dos gastos tributários. Tem uma série de gastos tributários que não se justificam manter e tem outros que podem até ser bons do ponto de vista social, mas que muitas vezes são mal desenhados”, afirmou. “É preciso fazer uma avaliação da política pública para o setor automotivo, considerando a implicação disso para os demais setores, para saber se vale a pena.” Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/incentivos-sao-gota-dagua-no-oceano-de-tributos-diz-anfavea-16092018

Prestes a ter filha, Duda Nagle vira pai em animação:
Data: 17/09/2018

Ator dubla o personagem Doug na série "Fancy Nancy Clancy", novo desenho do Disney Junior, que estreia em outubro

Prestes a ser pai pela primeira vez, Duda Nagle está praticando a paternidade em um desenho animado. O ator dá voz a Doug na animação Fancy Nancy Clancy, adaptação do livro infantil Fancy Nancy, de Jane O'Connor e Robin Preiss Glasser. Na série, Doug é pai da protagonista, Nancy, uma menininha de seis anos que é fascinada por coisas sofisticadas e tem o dom de transformar qualquer coisa simples em algo fabuloso. Ela, por exemplo, não se conforma com a simplicidade e a praticidade do pai, que fala que bege é sua cor favorita. Apesar do gosto refinado, a trama não deixa de abordar os dramas e aventuras de uma menina de seis anos. Apesar de não se identificar da paixão da filha pela sofisticação, Doug ainda é o pai perfeito. Ele está sempre à disposição da família, pronto para brincadeiras e aventuras, recitando poemas para deixar suas filhas felizes e presente em todas os momentos. Para o ator, esse foi um dos pontos que mais o cativou com o personagem. — O Doug é uma inspiração. Espero ser um pai como ele daqui uns seis anos. Ele é um pai bem atual, participativo, emocionalmente solidário. Ele é presente na família e dedicado no trabalho, é um personagem que consegue transitar bem com tudo isso. Ele tem noções de economia doméstica, como cuidar das crianças, as responsabilidades. Encarando o desafio da dublagem pela primeira vez, Duda revela que já tinha uma certa familiaridade com o processo. Pegando emprestado os gravadores da mãe, iPods ou o próprio celular, o ator gravava as falas enquanto ensaiava e analisava a entonação e o texto. — Mas dublagem é diferente, é uma arte. Por mais que eu já trabalhe como ator, esse é um universo bem diferente, tem todo um vocabulário, uma nova forma de encarar o texto. Acostumado com o papel de galã, o ator já foi pai diversas vezes na televisão. Na maior parte delas, não foi planejado. Agora, esperando uma filha com a apresentadora Sabrina Sato, ele encara o papel de Doug como uma experiência nova em relação ao que está vivendo. — Eu já virei pai por acidente em vários trabalhos, depois disso teve um hiato e eu virei padrasto. Agora eu estou vivendo essa experiência na vida real e isso ficou muito mais interessante. Apaixonado por desenhos, o ator conta que está resgatando essa conexão com animações. Depois de ter doado todos os brinquedos de infância, ele não resiste quando encontra algo que o faz lembrar do passado. — Eu gosto de desenho até hoje, eu me lembro que eu virei adolescente muito cedo, doei todos os meus brinquedos, mas eu podia ter guardado pelo menos os favoritos. Hoje em dia, quando eu vejo algo que me lembra minha infância, eu compro. Veja também: Duda Nagle posa com Sabrina Sato e se derrete: "Minha barrigudinha" Além disso, Duda tenta ficar antenado com os lançamentos de filmes e séries, é ligado na edição e nos roteiros do que assiste, se envolve com a história enquanto está dublando e fica imaginando quais os próximos passos da trama. — Eu fico viajando muito na história e eu fico imaginando como a criança vai esperar a próxima cena. A pré-estreia do desenho Fancy Nancy Clancy será no dia 14 de outubro, às 11h, em uma maratona com quatro episódios na Disney Channel e no Disney Junior. A estreia oficial acontece no dia 22 de outubro, na Disney Channel e Disney Junior. *Estagiária do R7, sob supervisão de Thiago Calil

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/prestes-a-ter-filha-duda-nagle-vira-pai-em-animacao-uma-inspiracao-14092018

Débora Pinheiro vence o Canta Comigo com 48,80% dos votos
Data: 17/09/2018

A campeã levou o prêmio de R$ 300 mil para casa e disputou a preferência do público com Gabriel Camilo e Naheda Beydoun na grande final, exibida nesta quarta-feira (12)

Débora Pinheiro é a grande vencedora da primeira temporada do Canta Comigo, exibida nesta quarta-feira (12), na Record TV. O reality show é comandado por Gugu Liberato. Com 48,80% dos votos, a caloura foi a que mais agradou ao público em votação realizada no R7 e ganhou o prêmio de R$ 300 mil. Ela venceu a disputa com Gabriel Camilo, que recebeu 35,07% dos votos, e Naheda Beydoun, terceira colocada com 16,13%. A vencedora conseguiu 96 pontos com a apresentação de Natural Woman nesta quarta (12). Em seguida, interpretou o hit Soul de Verão, de Sandra de Sá. Antes disso, no Canta Comigo, Débora cantou a canção Ain`t No Mountain High Enough, de Marvin Gaye e Tammi Terrell, convenceu os 100 jurados e garantiu a ida para a final.

Link Notícia: http://entretenimento.r7.com/canta-comigo/debora-pinheiro-vence-o-canta-comigo-com-4880-dos-votos-13092018

Marília Mendonça lamenta morte de cachorra e é criticada na web
Data: 17/09/2018

Cantora contou sobre a perda do bichinho de estimação e seguidores disseram que é “problema de rico”. “Cadê a empatia?”, retrucou

Marília Mendonça está de luto e pediu compreensão dos fãs. A cantora perdeu a cachorrinha de estimação, Alice, nesta quarta-feira (12) e compartilhou o momento nas redes sociais. — Se você me ver no caminho para a cidade, chegando na cidade, me ver mais fechada, tenha compaixão. Eu sou ser humano. Perdi meu animalzinho que amava. Vou melhorar até mais tarde e cumprir com meu trabalho com excelência para vocês. Obrigada. Ela também contou que a cachorra morreu na frente da mãe dela, que está bastante abalada e "manda mensagem de dez em dez minutos chorando". Apesar de pedir compreensão dos fãs, alguns seguidores criticaram a cantora por ter relatado o momento de dor. A artista recebeu mensagens dizendo que ela tem um “problema de rico” e retrucou. — NOJO. Tudo se baseia em dinheiro. "Problemas de rico". Vocês precisam parar com essa ilusão de que dinheiro traz a p**** da felicidade. O fato de trabalhar não me torna uma mutante super-heroína não. Cadê a empatia diante do sofrimento das pessoas? Muito engraçado compartilhar as coisas com uma frase pra lacrar em cima do sofrimento dos outros sem saber o que realmente tá acontecendo.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/marilia-mendonca-lamenta-morte-de-cachorra-e-e-criticada-na-web-13092018

Jair Ventura exalta vitória do Timão e vê semana para 'esvaziar mochila'
Data: 17/09/2018

Treinador comemorou atitude da equipe na vitória sobre o Sport; Para ele, o resultado ajudará a melhorar o astral da equipe em semana cheia

Mais do que os três pontos e a emoção da virada, a vitória por 2 a 1 do Corinthians sobre o Sport trouxe um alívio para a equipe que não vencia há quatro jogos, dois deles com Jair Ventura, que finalmente pôde comemorar desde que chegou ao clube para substituir Osmar Loss. O caminho agora, tende a ficar menos pesado do que vinha sendo, como o próprio treinador detectou em sua chegada. Corinthians bate Sport e volta a vencer no Brasileirão após 4 jogos Após a derrota para o Palmeiras, Ventura chegou a dizer que seu time estava com a 'mochila cheia', em referência à falta de confiança que, para ele, impedia melhores resultados. Diante do triunfo deste domingo, o comandante vê boas possibilidades de mudança, exaltou a atitude dos atletas com o placar adverso e projetou melhora daqui para frente. - Falei da mochila cheia quando cheguei, senti o time um pouco abatido. Essa vitória serve para elevar o alto astral. Vencer em casa é obrigação para um time como o Corinthians, mas as coisas não vinham dessa maneira. Vamos ganhar confiança. O gol dá confiança ao Avelar, que vinha sofrendo algumas críticas. Uma pena o Paulo Roberto ter saído, no outro jogo o Fagner saiu, a lesão do Paulo me atrapalhou um pouquinho, tive que colocar o Gabriel. Mas sem mais uma alteração conseguimos uma virada, que é muito difícil no Brasileiro. Na maioria das vezes que o time faz o primeiro gol sai vencedor. Tem que exaltar a virada e da maneira que foi, sem ser chutão para ver o que acontece. Insistimos pelos corredores e conseguimos a virada. Subimos duas posições na tabela, que é importante também. Sabemos que a chance clara é a Copa do Brasil, mas não podemos abrir mão do Brasileiro. Vamos encarar cada jogo como uma grande final - afirmou Jair em coletiva. O treinador do Timão chamou a atenção para a importância do resultado em casa e explicou o que tentou corrigir na equipe após o intervalo para chegar à vitória. Apesar de estar feliz com o placar, Jair ainda quer corrigir alguns detalhes importantes em sua equipe. - O objetivo de jogar em casa é sempre vencer. Vínhamos de jogos sem vencer. "Meio a zero" estaria de bom tamanho. O Corinthians teve mais posse de bola, criamos muitas chances. Teve chances que não foram no gol, mas foram claras. Conseguimos construir, tomamos um gol, o time não se desesperou. Vimos no intervalo que o Jadson estava sobrecarregado na armação. Entramos com dois meias, passamos a jogar com ele e com o Vital, para ganhar mais volume e ter um jogo de aproximação. Depois das mudanças criamos ainda mais. Pelo volume e pelas chances criadas, não foi uma vitória a qualquer custo. Foi uma vitória controlada, equilibrada. Foi no fim do jogo, mas pelas chances poderia ter sido antes. Me preocupa a quantidade de finalizações, vamos trabalhar isso. É a primeira semana cheia para implementar alguma coisa. Gradativamente vamos trabalhamos. Perdemos na minha estreia, empatamos, e esperamos que fique esse caminho de vitórias - pontuou. No próximo domingo, o Corinthians enfrentar o Internacional, na Arena. Adversário complicado, porém com semana cheia e o apoio da torcida, Jair espera conseguir outro resultado positivo dentro de casa para melhorar sua classificação no Braisleirão. - Semana cheia é bom para esvaziar a mochila, que tinha falado que estava pesado. O Inter é um adversário difícil, temos que saber jogar, e já pensando na Copa do Brasil, que é o grande objetivo. Que a torcida possa comparecer, e que a gente possa vencer nesses jogos em casa - concluiu. Veja outros trechos da coletiva de Jair Ventura após a vitória sobre o Sport: "Jadson é o 10 clássico, que está em extinção. É o 10 da bola parada, do último passe, do passe decisivo. Você a facilidade que ele tem de achar os companheiros, ele tem a qualidade do passe e da finalização. Fez um gol lindo. Claro que não vai conseguir ser decisivo em todos os jogos, mas tem a importância muito grande" "Sabemos da importância de todos os jogos no Brasileiro. Vamos sentar, gosto de trabalhar, escuto todos os setores do clube, vamos ver com nosso departamento médico e filosofia. O Ralf vai te rum descanso obrigatório pelo terceiro amarelo, vamos sentar para ver. Caso algum jogador tenha alguma situação de risco, vamos poupar, sim. Mas hoje, se você me perguntar, vamos com força máxima" "Podemos insistir com o Roger, testar outras opções. Queria colocar o Jonathas, mas o Paulo Roberto sentiu. Tudo é possível, mas temos que pensar pouco a pouco, trabalhar. Todos têm condições de jogar"

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/jair-ventura-exalta-vitoria-do-timao-e-ve-semana-para-esvaziar-mochila-17092018

Palmeiras faz o pior jogo com Felipão, mas traz empate da Bahia
Data: 17/09/2018

Técnico já chegou a dizer que este fundamento era um dos pontos negativos na boa fase do Verdão. Time sentiu falta de Moisés e Deyverson

Nos últimos dez jogos pelo Brasileirão, o Palmeiras venceu sete e empatou três, o último deles no domingo (15), contra o Bahia. A partida na Fonte Nova foi a que o time encontrou mais dificuldades dentro dessa série invicta, mas graças às entradas dos titulares Dudu e Willian e o bom uso da bola parada, conseguiu voltar com um bom resultado a São Paulo (SP). Bahia e Palmeiras não saem de empate ruim para os 2 times A primeira metade do primeiro tempo foi o pior momento do Verdão no jogo. A equipe cometeu erros por desatenção, enquanto o Bahia estava ligadíssimo, marcando com intensidade e com o garoto Ramires, de 18 anos, dando muito trabalho. Por isso, o gol de Gilberto foi justo. Com Jean e Hyoran nas pontas, a equipe não tinha velocidade e as bolas quebradas para o centroavante não davam certo. Muito por conta das ausências de Deyverson, que sabe fazer esta função melhor do que Borja, e Moisés, aquele que se aproveita da segunda bola após a "casquinha". Ainda assim, o colombiano até poderia ter empatado o jogo antes do intervalo, mas cabeceou mal quando ficou livre dentro da área. A situação começou a clarear para o Palmeiras no segundo tempo. O time passou a ficar mais com a bola e pelo menos passou mais tempo no ataque, ainda que sem muitas oportunidades. As mudanças feitas por Paulo Turra, com Dudu e Willian, tornaram o Verdão um pouco mais perigoso. Mesmo que o camisa 7 tenha errado a maioria das jogadas de um contra um que tentou, foi dele o escanteio batido para Felipe Melo empatar. O lance lembrou os escanteios que o atacante cobrava para Mina ou Vitor Hugo: a bola mais viajada para o "ataque" de cabeça, desta vez do camisa 30, que comemorou muito. Com razão, diante da importância do resultado, que não deixou o São Paulo desgarrar - o time do Morumbi segue a três pontos. Bola parada já foi um motivo de preocupação de Luiz Felipe Scolari, que reclamou no último mês do baixo aproveitamento na jogada. Desta vez, foi decisiva. Outro quesito que ainda pode ser evoluído é a forma de jogar com o centroavante. Felipão tem um estilo bem definido de jogo, isto não se discute, mas as jogadas diretas para o atacante funcionam melhor com Deyverson do que com Borja. Talvez com o colombiano seja necessário explorar um pouco mais as diagonais dentro da área, que o fizeram crescer com Roger Machado.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/palmeiras-faz-o-pior-jogo-com-felipao-mas-traz-empate-da-bahia-17092018

Após um mês e meio, Cuca testa jogadas ensaiadas no Santos
Data: 17/09/2018

Técnico ainda não havia tido semana cheia para trabalhar e, após folga do elenco, o santista comandou quatro dias de atividades

Após um mês e meio de Santos, o técnico Cuca começou a colocar em prática as jogadas ensaiadas. O treinador teve a semana passada livre para trabalhar e, depois de dar folga ao elenco, ele utilizou quatro dias para treinar visando o clássico. E no San-São foi possível identificar duas jogadas ensaiadas. Duas que por pouco não resultaram em gol por por passe mais forte que deveria de Gabigol e pela finalização errada de Bambu. Ambas na bola parada. Na primeira tentativa, Dodô ameaçou bater a falta, mas rolou para Victor Ferraz, que tocou rasteiro para Gabriel. O camisa 10, porem, colocou muita força na bola ao lançar pelo alto e dificultou o domínio de Rodrygo. Na segunda, em bola parada na intermediária, Carlos Sánchez, em vez de cruzar para o meio da área, lançou para Bambu por cima da barreira. A intenção era que o zagueiro tocasse de primeira para o meio, mas ele não conseguiu aproveitar e viu a bola sair pela linha de fundo. Apesar do 0 a 0 na Vila Belmiro, Cuca crê que o Alvinegro fez um 'primeiro tempo fantástico' e que merecia a vitória. No segundo o time diminuiu o ritmo e deu mais espaço para o Tricolor trabalhar, mas com sua defesa segura — inclusive, não sofre gols há oito jogos — não teve grandes problemas. - O resultado poderia ter sido vitória principalmente pelo primeiro tempo fantástico, controle, variação. Não teve grande chance, mas rondamos a área e poderíamos ter feito. São Paulo abriu um pouco mais e nos deu a velocidade. No segundo tempo, ninguém agüenta o ritmo frenético, baixou um pouco o ritmo, mas tivemos duas grandes oportunidades. Primeiro com Rodrygo, que passou pertinho, e as chances em um clássico têm que entrar - disse. Para o jogo contra o Cruzeiro, no próximo domingo, às 19h, no Mineirão, pela 26ª rodada do Brasileirão, Cuca terá nova semana livre para trabalhar. O elenco recebeu folga nesta segunda e iniciará a preparação para o jogo na tarde de terça-feira. Será que vem mais jogadas ensaiadas por ai?

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/apos-um-mes-e-meio-cuca-testa-jogadas-ensaiadas-no-santos-17092018

Nome militar nas urnas cresce 39% nas eleições
Data: 17/09/2018

Mais de 500 candidatos — principalmente para Deputado Estadual — usam suas patentes militares na candidatura

Além de Cabo Daciolo e General Mourão, outros 533 candidatos optaram por incluir suas patentes ou graduações militares no nome de urna para as eleições deste ano, sejam das Forças Armadas, das Polícias ou de Bombeiros Militares. O número é mais de 12 vezes maior do que o registrado em 1994, quando 43 postulantes apostaram na militarização de nomes para atrair votos. Em relação a 2014, o aumento total é de 39%. A esmagadora maioria é de deputados estaduais, com 313 postulantes Brasil afora. Levantados pelo jornal O Estado de S. Paulo com base em informações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os números de 2018 também chamam atenção para outro fator: a influência de Jair Bolsonaro. O atual partido do presidenciável, o PSL, é de longe o que tem mais candidatos com graduações e patentes militares nas urnas: 135, contra 37 do segundo colocado, o Patriota, de Cabo Daciolo. Bolsonaro, porém, não é um dos que optam por colocar o cargo no nome político, apesar de as ideias militares serem um mote importante da campanha. "É a onda Bolsonaro, nosso líder maior. Foi o que mais chamou atenção para atrair candidatos militares", afirmou o deputado federal Major Olímpio (PSL-SP), um dos seis militares que concorrem ao Senado. Para o cientista político Eduardo Grin, da FGV-SP, o fenômeno Bolsonaro não é só causa, mas também consequência de outra onda: a conservadora. "Fortalece candidatos associados a essas agendas. E a sociedade acaba entendendo a segurança não como tema de prevenção, mas de punição. É uma construção no imaginário do eleitor." PublicidadeFechar anúncio Candidato pela primeira vez em 2004, quando ainda era capitão, Olímpio vê a segurança como tema central de campanha. E quem mais entende do assunto, diz, são os profissionais da área. Em relação às diferenças de se declarar militar hoje e há 14 anos, o deputado acredita que a maior barreira eram as próprias corporações militares. "Parecia que estava cometendo uma infração grave, quase um crime, dizer que ia para a política." O cientista político Eduardo Frin apontou que há uma tendência grande de associar autoridade, disciplina e ordem como algo contrário à corrupção, tema presente na atual agenda política brasileira. Com isso, cria-se uma ideia de que, se a política não resolve, alguém com "mão firme" pode resolver. É também nessa linha que Jacqueline Muniz, professora do Departamento de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense (UFF), critica a "falsa promessa de que é preciso um chefe de disciplina para pôr ordem na casa". "Confunde-se capacidade de governo e de gestão política da máquina pública com comando militar." Dois partidos de esquerda são os que têm menos militares candidatos em 2018: PSOL e PCB, com um postulante cada. Candidato a deputado federal pelo PCB de Minas, Pedro Henrique Franco, o Cabo Franco, de 30 anos, disse que a reação à sua candidatura foi de resistência por uma boa parcela dos policiais. "Principalmente os que se filiam ao Bolsonaro", afirmou. "Mas existem policiais progressistas." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/nome-militar-nas-urnas-cresce-39-nas-eleicoes-17092018

Conselho Nacional de Segurança Pública vai atuar contra violência
Data: 17/09/2018

Órgão integrado com estados e municípios, previsto pelo Sistema Único de Segurança Pública, será instalado nesta segunda-feira

O presidente Michel Temer instala nesta segunda-feira (17) o Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, no Palácio do Planalto. Integrarão o órgão representantes da União, dos estados, e dos municípios, que vão propor diretrizes para prevenir e conter a violência e a criminalidade. O Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, com atribuições, funcionamento e composição estabelecidos em regulamento, terá a participação de representantes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, além de integrantes da sociedade civil. O conselho está previsto na Lei 13.675, sancionada em junho, que instituiu o Susp (Sistema Único de Segurança Pública) e criou a PNSPDS (Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social). Em agosto, foi assinado o decreto para execução do plano e atuação do conselho. O Ministério da Segurança Pública será o gestor do conselho, ao orientar e acompanhar as atividades dos órgãos integrados ao Susp, além de promover ações como apoiar programas para aparelhar e modernizar os órgãos de segurança, promover a qualificação profissional, coordenar atividades de inteligência na área e desenvolver a doutrina de inteligência policial. Em várias ocasiões, o ministro Raul Jungmann afirmou que o conselho nacional será integrado por agentes e órgãos de segurança pública. Segundo ele, o conjunto de ações contidas no plano dará um “rumo” à política de segurança pública do país.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/conselho-nacional-de-seguranca-publica-vai-atuar-contra-violencia-17092018

Conselho Nacional de Segurança Pública vai atuar contra violência
Data: 17/09/2018

Órgão integrado com estados e municípios, previsto pelo Sistema Único de Segurança Pública, será instalado nesta segunda-feira

O presidente Michel Temer instala nesta segunda-feira (17) o Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, no Palácio do Planalto. Integrarão o órgão representantes da União, dos estados, e dos municípios, que vão propor diretrizes para prevenir e conter a violência e a criminalidade. O Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, com atribuições, funcionamento e composição estabelecidos em regulamento, terá a participação de representantes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, além de integrantes da sociedade civil. O conselho está previsto na Lei 13.675, sancionada em junho, que instituiu o Susp (Sistema Único de Segurança Pública) e criou a PNSPDS (Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social). Em agosto, foi assinado o decreto para execução do plano e atuação do conselho. O Ministério da Segurança Pública será o gestor do conselho, ao orientar e acompanhar as atividades dos órgãos integrados ao Susp, além de promover ações como apoiar programas para aparelhar e modernizar os órgãos de segurança, promover a qualificação profissional, coordenar atividades de inteligência na área e desenvolver a doutrina de inteligência policial. Em várias ocasiões, o ministro Raul Jungmann afirmou que o conselho nacional será integrado por agentes e órgãos de segurança pública. Segundo ele, o conjunto de ações contidas no plano dará um “rumo” à política de segurança pública do país.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/conselho-nacional-de-seguranca-publica-vai-atuar-contra-violencia-17092018

Ministro do TSE suspende inelegibilidade de Garotinho
Data: 17/09/2018

TRE indeferiu por unanimidade a candidatura ao governo do Rio por unanimidade no dia 6 de setembro deste ano

O ministro Geraldo Og Niceas Marques Fernandes, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), concedeu liminar para que o candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo PRP, Anthony Garotinho, 58 anos, faça campanha eleitoral. A medida vale até o julgamento do recurso de Garotinho pelo TSE. Não há data marcada para esse julgamento. A liminar foi concedida na noite de domingo (16). Pela decisão, Garotinho pode “efetuar todos os atos relativos à campanha eleitoral”. A medida inclui a participação no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão e a manutenção do nome na urna eletrônica. Na decisão, de oito páginas, o ministro Og Fernandes ressalta a validade da liminar até o julgamento final no tribunal. Histórico No dia 6 de setembro, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) indeferiu por unanimidade a candidatura de Garotinho ao governo do Rio. A decisão foi motivada pela condenação do ex-governador do Rio, em segunda instância, pelo TJ (Tribunal de Justiça), em um caso de improbidade administrativa, envolvendo desvio de R$ 234 milhões em um programa de saúde. Na decisão, o ministro Og Fernandes afirma que o acórdão do TRE-RJ “desafia recurso ordinário para o Tribunal Superior Eleitoral, que não está sujeito a juízo prévio de admissibilidade”. No caso em análise, o ex-governador já interpôs o recurso contra a decisão - que está em fase de apresentação de contrarrazões. Em nota, divulgada pela assessoria, Garotinho diz que “mais uma decisão da Justiça do Rio contra mim está sendo revista pelo TSE”.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministro-do-tse-suspende-inelegibilidade-de-garotinho-17092018

São Paulo enfrenta trânsito intenso nesta segunda-feira
Data: 17/09/2018

Segundo informações da CET, a cidade apresentava 157 quilômetros de congestionamento às 9h40

A cidade de São Paulo amanheceu com trânsito na manhã desta segunda-feira (17). Segundo informações da CET, às 9h40, a cidade apresentava 157 quilômetros de lentidão. Esse índice indica que 18,1% das vias da cidade monitoradas pela CET estão com tráfego lento, enquanto a média para o horário varia de 7,4% a 13,1%. A tendência, entretanto, é que os números caiam nas próximas horas. As marginais, muito usadas pelos paulistanos, são alguns dos corredores que apresentam as maiores dificuldades. Às 9:40, a Marginal Pinheiros apresentava 37,6 quilômetros de congestionamento, enquanto a Marginal Tietê totalizava 15,3 quilômetros. Metrô Além do trânsito lento, São Paulo também está enfrentando falhas no Metrô na manhã de hoje. Segundo informações do próprio Metrô, um trem que ia para Palmeiras Barra-Funda sofreu uma falha na estação Sé às 8h08. Em seguida, os usuários foram retirados da composição. As demais estações da linha foram prejudicadas. Usuários relataram à Agência Record que a circulação dos trens está interrompida desde o registro do problema, mas a companhia nega e afirma que as linhas 3-Vermelha (onde ocorreu a falha) e 1-Azul estão operando com velocidade reduzida, e não paralisadas. O Metrô informou que às 9h08 o processo de normalização foi iniciado, tanto para a linha 3-Vermelha quanto para a linha 1-Azul. Cerca de 34 minutos depois, às 9h42, a situação foi normalizada — o trem que ocasionou todo o problema demorou mais de meia hora para ser retirado de circulação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/sao-paulo-enfrenta-transito-intenso-nesta-segunda-feira-17092018

Filipinas buscam sobreviventes de deslizamento após tufão
Data: 17/09/2018

Policiais, bombeiros e voluntários correm para retirar pedras, lama e destroços de edifícios desmoronados na tentativa de encontrar sinais de vida

As esperanças de encontrar sobreviventes nos escombros de um enorme deslizamento de terra nas Filipinas diminuíram nesta segunda-feira (17), quando agentes de resgate de uma região montanhosa remota lutavam para alcançar dezenas de pessoas que podem estar soterradas dois dias após a passagem de um tufão intenso. Cerca de 300 policiais, bombeiros e voluntários armados principalmente com ferramentas de mão corriam para retirar pedras, lama, destroços e água de esgoto de edifícios desmoronados na tentativa de encontrar sinais de vida depois da retirada de 12 corpos. O vilarejo de Ucab, na região de Cordillera, foi atingido por um dos 50 deslizamentos de terra resultantes das chuvas fortes provocadas pelo tufão Mangkhut, que se abateu sobre o extremo norte das Filipinas na manhã de sábado e matou ao menos 54 pessoas. Só três pessoas foram resgatadas em Ucab, e 55 estão desaparecidas, seis delas crianças. Muitos dos adultos estavam em um alojamento abandonado próximo de uma capela e da casa de um pastor e sua família. As edificações foram todas esmagadas pela terra e por pedras. "Tenho 99 por cento de certeza de que as pessoas ali estão mortas", disse o prefeito Victorio Palangdan. "Continuaremos até retirarmos todas elas". Os agentes de resgate usavam as próprias mãos para retirar pedaços de telhado, blocos de concreto e tábuas, passando os destroços de mão e mão em uma longa fila até uma pilha localizada a 15 metros de distância. O tufão afetou cerca de cinco milhões de filipinos, 150 mil dos quais estavam em centros de acolhimento quando a tempestade chegou com ventos de 205 quilômetros por hora e rajadas de até 305 quilômetros por hora. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/filipinas-buscam-sobreviventes-de-deslizamento-apos-tufao-17092018

Operação policial combate crimes cibernéticos em seis estados
Data: 17/09/2018

Polícia cumpre 45 mandados em São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia e Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpre nesta segunda-feira (17) 45 mandados de prisão contra acusados de integrar uma quadrilha nacional especializada em crimes cibernéticos e lavagem de dinheiro. Os mandados estão sendo cumpridos em seis estados: São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e Bahia, além do Rio de Janeiro. Os investigados foram denunciados pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), do Ministério Público do Rio de Janeiro, pela prática de crimes patrimoniais, com subtração de valores das contas bancárias por meio de transações fraudulentas, além de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ao todo, 237 pessoas estão envolvidas no esquema fraudulento. Esta é a segunda etapa da Operação Open Doors, cuja primeira fase foi desencadeada em agosto de 2017. Uma das fraudes aplicadas pelo grupo é o envio aleatório de e-mails e mensagens por celular a milhares de pessoas. As mensagens eram identificadas como sendo de instituições bancárias e pediam para que os clientes atualizassem suas senhas clicando em um endereço específico na internet. Ao clicar nesses endereços, as vítimas eram direcionadas a websites com programas capazes de capturar informações de contas e senhas, que permitiam à quadrilha retirar quantias dessas contas de forma fraudulenta. Outro golpe do grupo, que causava prejuízos ainda maiores segundo o Ministério Público (chegando a R$ 500 mil em alguns casos), era a ligação telefônica para potenciais vítimas. Os fraudadores se faziam passar por funcionários de bancos para obter dados pessoais. Entre os alvos estavam inclusive funcionários do setor financeiro de grandes empresas. “Os integrantes da organização adotaram mecanismos para camuflar a origem ilícita do produto de seus crimes econômicos, na figura típica conhecida como lavagem de dinheiro, por meio da utilização de ‘laranjas’ na compra de terrenos, apartamentos e salas comerciais e para a ocultação de patrimônio”, diz nota do MP.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/operacao-policial-combate-crimes-ciberneticos-em-seis-estados-17092018

Educação pública é a arma contra desigualdade no Brasil
Data: 17/09/2018

Um dos desafios do próximo governo será devolver oportunidades aos 73,8 milhões de brasileiros que entraram nas classes C e B entre 2001 e 2015

Devolver oportunidades aos 73,8 milhões de brasileiros que entraram nas classes C e B entre 2001 e 2015 será um dos desafios do próximo governo. A tarefa não é fácil, porque depende da recuperação do mercado de trabalho. De 2014 ao auge da crise, o número de desempregados dobrou — de 6,5 milhões para 13 milhões de pessoas. Nas projeções de economistas, a redução da fila do desemprego vai demorar. A classe C já foi chamada de “nova classe média” nos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela abarca a maioria dos brasileiros: em 2017, 82,8 milhões de pessoas, ou 40% da população, estavam na faixa de renda de R$ 368,31 a R$ 1.008 por pessoa por mês, conforme estudo da LCA Consultores, com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Outros 63,9 milhões de brasileiros estavam na classe B em 2017, faixa com renda de R$ 1.008,01 a R$ 3.566 por pessoa por mês. Pobreza Os programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, foram importantes para diminuir a pobreza, mas, no caso do boom das classes C e B, a geração de vagas no mercado de trabalho, a formalização dos empregos e a política de reajuste do salário mínimo, com ganhos acima da inflação, tiveram papel mais relevante, conforme economistas. Tudo puxado pelo crescimento da economia, do início dos anos 2000 até 2011. Formada como tecnóloga em gestão de recursos humanos, Andrea Aguiar, de 40 anos, perdeu o emprego em 2014, início da recessão. O desemprego até 2016 a levou à depressão. Andrea só deu a volta por cima quando resolveu montar um negócio: vender crepe suíço em feiras e eventos. “Estava numa época muito ruim, pedindo a Deus que me tirasse dali. A pessoa que não tem emprego se sente inútil”, diz. A microempresária chegou a desistir de procurar emprego. “Fazia entrevistas e não conseguia e me achava um lixo.” Com os cursos, antes mesmo de se formar no ensino superior, Andrea viu seu salário saltar de em torno de R$ 1.000 para cerca de R$ 2.000 por mês. Assim, podia gastar mais com lazer, como sair à noite e viajar. Hoje, cortou todos esses gastos, pois investe todo o dinheiro que ganha no empreendimento. Seus receios são semelhantes aos de outros brasileiros. Aos 56 anos, o auxiliar administrativo e vendedor Alexandre dos Santos Pereira tem visto a idade como uma barreira para conseguir um emprego. Ele está desempregado desde setembro, quando deixou uma terceirizada que cuidava da manutenção de ares-condicionados em dois hospitais, em São Gonçalo e Itaboraí, na região metropolitana do Rio. Os hospitais são estaduais e o emprego de Pereira foi atingido pela crise fiscal do governo do Rio. Pereira não está otimista. Em sua visão, é preciso que surjam mais empregos. Lenta recuperação Mas, passada uma das maiores recessões da história, a recuperação da economia tem sido lenta. Após o avanço de 1,0% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2017, a média das projeções de economistas apontam para crescimento de 1,5% neste ano. Como resultado, a taxa de desemprego, hoje em 12,7%, seguirá elevada. Antes da crise, ainda em 2014, quando atingiu a mínima histórica de 6,5%, muitos economistas consideravam que a economia brasileira tinha atingido o “pleno emprego”. Para Cosmo Donato, economista da LCA Consultores, só em 2021 a taxa cairá para 10 0%. Segundo o diretor do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV Social), Marcelo Neri, o bom desempenho do mercado de trabalho foi fundamental para o boom da classe C, já que o trabalho responde por três quartos da renda do País. “O grande símbolo dessa nova classe média foi mais a carteira de trabalho do que o cartão de crédito ou o carro.” Salário mínimo PublicidadeFechar anúncio Embora o boom da classe C seja associado à queda na desigualdade, estudiosos do tema fazem ressalvas. Os números do IBGE mostram queda na desigualdade de renda entre 2001 e 2015 - 2016 e 2017 foram marcados por uma estabilidade. Só que, além de a queda ter sido pouca para o tamanho da disparidade, os estudos que olham para a desigualdade de riqueza, com dados do Imposto de Renda (IR), método usado pelo francês Thomas Piketty, sugerem que não foi bem assim. “Houve queda na desigualdade no mercado de trabalho”, diz Marcelo Medeiros, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), um dos pioneiros nos estudos com dados do IR. “E houve um aumento nos rendimentos de capital entre 2006 e 2012. Uma força jogou a desigualdade para baixo, a outra força jogou para cima. Elas tenderam a se anular.” Além do crescimento do mercado de trabalho, a política de reajuste do salário mínimo acima da inflação contribuiu para o crescimento da classe C. Por um lado, melhorou os salários medianos no mercado de trabalho. Por outro, houve transferência de renda por meio da Previdência, segundo o economista Miguel Foguel, do Ipea. Ele questiona se o salário mínimo é o melhor instrumento para reduzir as desigualdades. Além de atingir as classes no meio da pirâmide de distribuição de renda, o aumento do salário mínimo eleva as despesas públicas. Foguel e outros economistas citam a educação pública como a política mais eficaz contra a desigualdade. “É preciso ter ênfase na igualdade de oportunidades. É uma questão central para o crescimento da produtividade do País”, diz Naércio Menezes, professor do Insper. Falta de recursos A falta de recursos e o orçamento limitado ameaçam a sobrevivência dos programas sociais do governo federal quando os sinais de aumento da pobreza assustam. O próximo presidente vai assumir o País com o desafio de equilibrar as contas públicas sem ignorar o número crescente de brasileiros que a crise deixou mais vulneráveis. Os sinais de que a vida dos brasileiros mais carentes piorou são claros. Mesmo com o início da recuperação da economia, a pobreza extrema aumentou no País em 2017, e atingia 14,8 milhões de pessoas, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE. Os dados foram compilados pela consultoria LCA. Bolsa Família Maior programa de transferência de renda do País, o Bolsa Família chegou a atender 14 milhões de lares em 2013. No fim do primeiro semestre, após altos e baixos, o número de beneficiários estava em 13 milhões. O Ministério do Desenvolvimento Social diz que o programa sofre variações regulares no número de beneficiários. O pernambucano Erivaldo Severino Leite, de 33 anos, tenta voltar a receber o Bolsa Família. Ele, a mulher e os dois filhos fizeram parte do programa até 2015, quando ele ficou desempregado e teve o benefício cortado ao passar a receber o seguro-desemprego. “Pelas regras, eu não poderia receber dois benefícios ao mesmo tempo. Quando a quarta parcela do seguro-desemprego acabou, tive que fazer bicos.” Ainda sem emprego formal, ele viu as contas de luz, água e condomínio se empilharem. A parcela do imóvel em que mora em Jundiaí (SP) está atrasada. “Eu recebia R$ 232 do programa. Aquele recurso ajudava em casa, a gente sabia que podia contar com ele para pagar as contas.” Para a cientista política Celia Kerstenetzky, avaliações de impacto do Bolsa Família apontaram que o programa tem vários pontos positivos, sendo o mais importante a redução da miséria. E o mais surpreendente, diz, é que não gerou efeitos negativos no mercado de trabalho. “Com a recessão e o aumento do desemprego, a demanda por programas sociais aumentou, porque a pobreza e a miséria aumentaram, mas não houve crescimento no número de famílias e de repasse. Que mágica é essa?”. Os dados do governo mostram que, até o fim do primeiro semestre, os repasses para o Bolsa Família chegaram a R$ 2,45 bilhões, uma queda de R$ 35 milhões ante o fim de 2017. Apesar de o número de famílias atendidas ter subido em um ano e meio, o valor desembolsado em junho também foi mais baixo que no fim de 2016. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/educacao-publica-e-a-arma-contra-desigualdade-no-brasil-16092018

Tatá Werneck é detonada e briga com fãs após homenagem a Catra
Data: 11/09/2018

Humorista foi criticada em homenagem por elogiar o fato do funkeiro ser um bom 'pai de família' e acabou discutindo com internautas

Não foram poucos os famosos que homenagearam Mr. Catra, que morreu neste último domingo (9/9) vítima de câncer. Mas uma em especial virou alvo nas redes sociais. Tatá Werneck foi atacada por alguns seguidores, que desaprovaram sua a declaração sobre o cantor. “Catra era fonte inesgotável de amor. Um pai de família, um funkeiro maravilhoso, um homem inteligente, sensível, doce. Que seus filhos sintam-se abraçados e saibam da sorte de terem tido um pai como ele”, escreveu a humorista. Alguns internautas não gostaram e resolveram detonar a humorista. A chamaram de 'hipócrita' por defender um cara que teve mais de 30 filhos e três esposas. Tatá não deixou barato. Partiu para o ataque e respondeu aos críticos à altura. “Um cara que faz um comentário sem noção desses num dia triste não vai ser idolatrado jamais. Catra era um homem responsável com seus filhos. Um homem do bem. Repense sua vida, dá tempo. Beijos e fique com Deus", postou ela.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/tata-werneck-e-detonada-e-briga-com-fas-apos-homenagem-a-catra-11092018

Atriz revela que utiliza maconha em terceira luta contra o câncer
Data: 11/09/2018

Olivia Newton-John, estrela de 'Grease', revelou em programa de TV que luta pela terceira vez contra o câncer e que pretende vencer de novo

A atriz Olivia Newton-John, de 69 anos, revelou que está novamente lutando contra o câncer. É a teceira vez que a estrela de "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" (1978) é vítima da doença desde a década de 1990. A revelação foi durante o programa de TV australiano "Sunday Night". Em entrevista, a atriz disse que os médicos encontraram um tumor nas costas dela no fim de 2017. A estrela passa por tratamento de radioterapia atualmente. "Eu acredito que vou vencer o câncer de novo", afirmou a atriz. A atriz disse ao programa de TV que agora estava usando maconha medicinal e outros remédios naturais. Newton-John sobreviveu ao diagnóstico inicial de câncer de mama em 1992, mas revelou que havia retornado em 2013. "Eu sou um dos milhões nesta luta. Eu não deveria dizer lutar ... nesta jornada", disse ela. Newton-John pediu à Austrália que adote as leis do estado norte-americano em que vive, na Califórnia, e permita o uso medicinal da maconha. Depois de sobreviver ao seu diagnóstico de câncer em 1992, Newton-John tornou-se um ativista proeminente, montando o centro de pesquisa Olivia Newton-John Cancer e Wellness, em Melbourne.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/atriz-revela-que-utiliza-maconha-em-terceira-luta-contra-o-cancer-11092018

Atriz revela que utiliza maconha em terceira luta contra o câncer
Data: 11/09/2018

Olivia Newton-John, estrela de 'Grease', revelou em programa de TV que luta pela terceira vez contra o câncer e que pretende vencer de novo

A atriz Olivia Newton-John, de 69 anos, revelou que está novamente lutando contra o câncer. É a teceira vez que a estrela de "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" (1978) é vítima da doença desde a década de 1990. A revelação foi durante o programa de TV australiano "Sunday Night". Em entrevista, a atriz disse que os médicos encontraram um tumor nas costas dela no fim de 2017. A estrela passa por tratamento de radioterapia atualmente. "Eu acredito que vou vencer o câncer de novo", afirmou a atriz. A atriz disse ao programa de TV que agora estava usando maconha medicinal e outros remédios naturais. Newton-John sobreviveu ao diagnóstico inicial de câncer de mama em 1992, mas revelou que havia retornado em 2013. "Eu sou um dos milhões nesta luta. Eu não deveria dizer lutar ... nesta jornada", disse ela. Newton-John pediu à Austrália que adote as leis do estado norte-americano em que vive, na Califórnia, e permita o uso medicinal da maconha. Depois de sobreviver ao seu diagnóstico de câncer em 1992, Newton-John tornou-se um ativista proeminente, montando o centro de pesquisa Olivia Newton-John Cancer e Wellness, em Melbourne.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/atriz-revela-que-utiliza-maconha-em-terceira-luta-contra-o-cancer-11092018

Atriz revela que utiliza maconha em terceira luta contra o câncer
Data: 11/09/2018

Olivia Newton-John, estrela de 'Grease', revelou em programa de TV que luta pela terceira vez contra o câncer e que pretende vencer de novo

A atriz Olivia Newton-John, de 69 anos, revelou que está novamente lutando contra o câncer. É a teceira vez que a estrela de "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" (1978) é vítima da doença desde a década de 1990. A revelação foi durante o programa de TV australiano "Sunday Night". Em entrevista, a atriz disse que os médicos encontraram um tumor nas costas dela no fim de 2017. A estrela passa por tratamento de radioterapia atualmente. "Eu acredito que vou vencer o câncer de novo", afirmou a atriz. A atriz disse ao programa de TV que agora estava usando maconha medicinal e outros remédios naturais. Newton-John sobreviveu ao diagnóstico inicial de câncer de mama em 1992, mas revelou que havia retornado em 2013. "Eu sou um dos milhões nesta luta. Eu não deveria dizer lutar ... nesta jornada", disse ela. Newton-John pediu à Austrália que adote as leis do estado norte-americano em que vive, na Califórnia, e permita o uso medicinal da maconha. Depois de sobreviver ao seu diagnóstico de câncer em 1992, Newton-John tornou-se um ativista proeminente, montando o centro de pesquisa Olivia Newton-John Cancer e Wellness, em Melbourne.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/atriz-revela-que-utiliza-maconha-em-terceira-luta-contra-o-cancer-11092018

Estudo diz que conteúdo original da Netflix é pior que da HBO e Hulu
Data: 11/09/2018

Estudo realizado pela Streaming Observer levou em conta os rankings de sites como Rotten Tomatoes e Metacritic

A Netflix deve gastar US$ 13 bilhões na produção de conteúdo original em 2018. Segundo a Forbes, a quantia supera o valor que será investido por qualquer estúdio de cinema. Mas mesmo com todo o investimento e o grande volume de séries e filmes feitos pela gigante do streaming, o conteúdo de quase 700 títulos anuais não agrada tanto assim o público. Segundo um levantamento realizado pela Streaming Obsever, a empresa tem uma das piores avaliações do streaming na atualidade. No estudo, a Netflix ocupa a sétima posição na preferência dos telespectadores norte-americanos, à frente apenas da Showtime e USA. No topo do ranking que levou em conta as críticas de usuários de sites como Rotten Tomatoes e Metacritic está a HBO, que é seguida de perto pela Hulu, que gasta "apenas" US$ 2,5 bilhões por ano e lançará 25 produções orignais em 2018. O CEO desta plataforma emergente, Randy Freer, já falou em entrevista que a empresa se importa mais em oferecer qualidade e não quantidade. E ressaltou que o mais relevante é saber como aplicar o dinheiro. Já a Netflix vai em caminho completamente oposto. Cindy Holland, vice-presidente de séries originais da Netflix, mandou um recado recentemente aos críticos da empresa que acreditam que eles produzem sem muitos critérios técnicos e estéticos: "Qualidade e quantidade não são mutuamente exclusivas. Estamos mantendo a qualidade à medida que crescemos, contratando talentos brilhantes". Mesmo com essa má avaliações de usuários, a plataforma não tem do que reclamar. No Emmy, principal prêmio para a indústria da TV, a Netflix soma 117 indicações e já superou a HBO. Ranking (levando em conta avaliação média das produções originais em uma escala de 0 a 100): HBO: 75 Hulu: 74 AMC: 74 Amazon: 72 Starz: 72 FX: 72 Netflix: 70 Showtime: 68 USA: 66

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/helder-maldonado/estudo-diz-que-conteudo-original-da-netflix-e-pior-que-da-hbo-e-hulu-11092018

Vocalista do Cranberries morreu afogada na banheira de hotel
Data: 06/09/2018

Inquérito do Tribunal de Justiça Londrino concluiu que morte foi acidental e que há indícios de consumo excessivo de cigarro e álcool

Dolores O´Riordan, vocalista do The Cranberries, morreu afogada na banheira após ter ingerido grande quantidade de álcool. Relatórios anexados ao inquérito indicam que não houve tentativa de suícidio. As informações são do site do jornal The Guardian. Morta em 15 de janeiro desse ano, a cantora foi encontrada submersa por uma camareira no Hotel Hilton, em Londres, na Inglaterra. Na época, a polícia chegou a fazer os procedimentos de reanimação cardiopulmonar, mas às 9h06 o óbito foi oficialmente declarado. De acordo com a publicação, o inquérito que investiga a causa da morte identificou ainda evidências de consumo excessivo de cigarro e ingestão de Lorazepam, medicamento tranquilizante que ela fazia uso regularmente. Um relatório psiquiátrico feito pelo médico Robert Hirschfield, que conversou com a vocalista em dezembro de 2017, afirma: “Ela estava bem, não bebia, estava um pouco triste no Natal, mas não apresentava pensamentos suicidas”. Outra informação levantada durante as investigações inclui o depoimento do legista Dra. Shirley Radcliffe, que diz: “Não há provas de que isso tenha sido outra coisa senão um acidente. Não há intenção. Parece ser apenas um trágico acidente”. Drama pessoal Dolores O´Riordan foi diagnosticada com transtorno bipolar em 2015, um ano após ser detida por se envolver em um incidente com uma aeromoça durante um voo internacional. À época, ela afirmou que o transtorno era responsável pelo comportamento agressivo. Outro drama pessoal que marcou a vida da cantora foram os abusos sexuais sofridos dos 8 aos 12 anos. Em entrevistas, Dolores chegou a revelar que a violência foi provocada por alguém do convívio familiar. The Cranberries Sucesso nos anos 1990, a banda The Cranberries foi responsável por hits como Linger, Dreams e Zombie. O último álbum com canções inéditas foi lançado em 2012, único trabalho após o retorno do grupo, em 2010. A banda esteve no Brasil por duas vezes em 2010. A primeira no fim de janeiro e a segunda em outubro. Anos antes, em 2007, Doleres veio ao país para dois shows solo, em São Paulo e Porto Alegre. *Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/vocalista-do-cranberries-morreu-afogada-na-banheira-de-hotel-06092018

Filho de Letícia Spiller grava clipe com produção de cinema
Data: 06/09/2018

Integrante da banda Fuze, Pedro Novaes comemora o resultado do trabalho: "Foi uma ótima experiência para todos nós"

O Fuze gravou um clipe com a produtora de Letícia Spiller, mãe de Pedro Novaes, baterista da banda. O vídeo, com produção de cinema, será lançado no dia 13 de setembro nas redes sociais. O grupo carioca de rock é formado por, além de Pedro, seu irmão Diogo Novaes (por parte do ator Marcello Novaes), o primo deles, Felipe Novaes, e o amigo Guilherme Fonseca. O baterista comemora o resultado da parceria com a mãe atriz. — É a primeira vez que a produtora da minha mãe faz um clipe de uma banda. Foi uma ótima experiência para todos nós. O registro especial é do single Corrente. Além da produção da Paisagem Filmes, o vídeo tem roteiro do ator e diretor Paulo Vespúcio. Diogo relembra a superprodução. — Ficou bem cinematrogáfico. É um clipe bem interessante, gravado com uma equipe gigante e um diretor de cinema. Entre as novidades da banda para este ano, estão o recém lançado EP, Autoreflexo, com seis faixas. Pedro diz que o trabalho representa uma nova fase do Fuze. — A gente evoluiu musicalmente e queremos mostrar isso agora. Amadurecemos ouvindo mais artistas diferentes do nosso estilo. Nos atualizamos e isso é muito bom. E nosso som ainda tem tudo que gostamos, sem discriminar gêneros e épocas. O vocalista e guitarrista, Diogo, concorda com o irmão. — É legal que a atmosfera vai mudando com o tempo de banda. Desde o começo do Fuze, temos aprendido com outros estilos. E o pensamento musical, artístico, evolui. Ou seja, hoje a gente pode ouvir algo que fizemos no passado e achar que agora faríamos diferente. Para finalizar a entrevista, o Fuze recomendou para os internautas do R7 CDs que estão entre os preferidos do grupo. Veja: Red Hot Chili Peppers - Blood Sugar Sex Magik (1991) O Rappa - Acústico MTV (2005) Gabriel O Pensador - Quebra-Cabeça (1997) Natiruts - Povo Brasileiro (1999) Joss Stone - Todos! Jonny Lang - Lie to Me (1997) John Mayer - Try! (2005) Foo Fighters - Concrete and Gold (2017) Zeca Baleiro - Por Onde Andará Stephen Fry? (1997) Cássia Eller - Acústico MTV (2001)

Link Notícia: https://diversao.r7.com/filho-de-leticia-spiller-grava-clipe-com-producao-de-cinema-06092018

Kevin Bacon e Kyra Sedgwick completam 30 anos de casament
Data: 06/09/2018

Um dos casais mais longevos de Hollywood celebrou a marca com um vídeo mostrando os dotes musicais

Um dos casais mais duroadouros de Hollywood, Kevin Bacon e Kyra Sedgwick completaram 30 anos juntos nesta quarta-feira (5). Para celebrar a data, os dois utilizaram as redes sociais para mostrar os dotes musicais. Enquanto Kyra toca um ukulele, Bacon solta a voz e empunha um violão. Os dois cantam o hit To Love Somebody, do grupo Bee Gees. "Trinta anos com esta mulher maravilhosa. Ela é a música da minha vida", escreveu o ator de 60 para a mulher de 53. "Trinta anos. Eu amo esta pessoa", escreveu ele em outro post. O ator, que é lembrado por papéis em Footloose, Sobre Meninos e Lobos e O Homem Sem Sombra conheceu Kyra, destaque em Nascido em 4 de Julho, em 1988. À época, os dois faziam parte do elenco do filme Lemon Sky. Eles começaram a namorar e se casaram no mesmo ano. Os dois são pais de Travis Bacon (29), e Sosie Bacon (26).

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/kevin-bacon-e-kyra-sedgwick-completam-30-anos-de-casamento-05092018

ANS suspende venda de 26 planos de saúde após reclamações
Data: 06/09/2018

Agência reguladora tomou medida contra 11 operadoras diante do grande número de queixas dos usuários por falta de cobertura assistencial

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) suspendeu temporariamente nesta quarta-feira (5) a venda de 26 planos de saúde de 11 operadoras. O motivo foi o grande número de reclamações relacionadas à cobertura assistencial. "Juntos, os planos possuem 75,5 mil beneficiários, que ficam protegidos com a medida e com a assistência regular a que têm direito garantida. No entanto, para que os planos voltem a ser comercializados, as operadoras devem comprovar melhorias no atendimento", informou a ANS por meio de nota. Entre 1º de abril e 30 de junho, a agência recebeu 17.171 reclamações de problemas assistenciais. Do total, 94,2% foram procedentes, sendo que quase a totalidade foi resolvida por meio de mediação feita pela ANS. Qualquer usuário que tiver problemas com seu plano de saúde pode abrir uma reclamação na ANS pelo telefone 0800-7019656

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/ans-suspende-venda-de-26-planos-de-saude-apos-reclamacoes-05092018

Três em cada dez internautas compram em sites estrangeiros
Data: 06/09/2018

Brasileiros que sempre buscaram preços menores lá fora deverão ser afetados após nova regra dos Correios para compras no exterior

Três em cada dez consumidores que utilizam a internet compraram em um site internacional nos últimos 12 meses. É o que mostra uma pesquisa da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) e do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), divulgada nesta quarta-feira (5). O valor médio gasto pelos brasileiros em compras online no exterior foi de R$ 140,28. De acordo com o levantamento, entre os que compram em sites estrangeiros, 67% se disseram motivados pelos preços menores do que em lojas nacionais. Quase metade deles também considerou que muitos produtos não seriam encontrados em território nacional. Os itens de vestuário, calçados e acessórios são os mais procurados em sites estrangeiros. Entre as clientes mulheres, representam 60% das compras. Também estão entre as aquisições mais comuns dos brasileiros acessórios de informática e celular, cosméticos e perfumes, além de brinquedos, jogos e outros aparelhos eletrônicos. Se existe praticidade, também existe problema. A entrega demorada incomoda 62% dos consumidores. Também tem a segurança envolvendo o processo de pagamento, que é considerada uma desvantagem por metade dos entrevistados. As preocupações em relação à cobrança de impostos pela Receita Federal ou até a não entrega do produto também são mencionadas na pesquisa. Metade dos consumidores online afirma receber as encomendas fora do prazo. Como a compra foi feita fora do país, não há órgão de defesa do consumidor para recorrer. A principal recomendação é evitar gastar valores altos para minimizar um eventual prejuízo. No entanto, uma nova cobrança estipulada pelos Correios no fim do mês passado vai deixar mais caras as compras em sites estrangeiros. Cada encomenda vinda do exterior estará sujeita a uma taxa de R$ 15.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/tres-em-cada-dez-internautas-compram-em-sites-estrangeiros-05092018

Número de endividados e inadimplentes cresce em agosto
Data: 06/09/2018

Cartão de crédito é responsável por 76,8% das dívidas, seguido de carnês (14,2%), financiamentos de carro (10,4%) e financiamentos de casa (9%)

O percentual de famílias endividadas e inadimplentes cresceu de julho para agosto, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (5) pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). A parcela de famílias com dívidas passou de 59,6% para 60,7%. O número daqueles com contas e dívidas em atraso (inadimplentes) também subiu, ao passar de 23,7% para 23,8% no período. Também foi observado aumento daqueles que dizem não ter condições de pagar dívidas, de 9,4% em julho para 9,8% em agosto. Por outro lado, houve queda nos três indicadores se comparados a agosto de 2017, quando havia 61,2% de endividados, 25,9% de inadimplentes e 10,6% de famílias sem condições de pagar dívidas. O cartão de crédito é responsável por 76,8% das dívidas, seguido de carnês (14,2%), financiamentos de carro (10,4%) e financiamentos de casa (9%). O tempo médio da conta em atraso chegou 64,4 dias.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/numero-de-endividados-e-inadimplentes-cresce-em-agosto-05092018

São Paulo perde para o Atlético-MG e deixa liderança do Brasileirão
Data: 06/09/2018

Gol contra de Régis dá vitória ao Galo, que segue vivo no G6 do Brasileirão; no Beira-Rio, Internacional vence o Flamengo e assume a ponta por saldo de gols

O São Paulo visitou o Atlético-MG nesta quarta-feira (5), no Independência, e saiu de Belo Horizonte com a derrota por 1 a 0 e sem a liderança do Campeonato Brasileiro. Na 23ª rodada do Brasileirão, apenas uma combinação de resultados tiraria o time de Diego Aguirre da ponta da tabela: derrota em Minas Gerais e vitória do Internacional diante do Flamengo. gol da vitória atleticana foi marcado por Régis, do São Paulo, que fez contra no início do jogo. Confira: Corinthians 'demite' técnico Osmar Loss após derrota para o Ceará Com o resultado, o Galo segue em sexto e vai a 38 pontos. O Tricolor continua com 46, mas foi ultrapassado pelo Inter, que venceu o Flamengo por 2 a 1 e é líder pelo saldo de gols. Em casa, o Atlético-MG abriu o placar logo aos oito minutos de jogo. Após cruzamento de Galdezani, Ricardo Oliveira cabeceeou e Sidão fez grande defesa. A bola bateu na trave e Régis tenta cortar, mas mandou contra o próprio gol. Depois do Galo marcar, o São Paulo foi para cima e criou a primeira boa chance aos 25. Rojas fez cruzamento perigoso pela direita e Victor cortou mal. Na sequência, o goleiro atleticano afastou a bola com o pé esquerdo. Aos 34, após saída ruim de Sidão em dividida com Ricardo Oliveira, o camisa 9 do Atlético rolou para a chegada de Tomás Andrade. O meia dominou e, com espaço, chutou mal e mandou para fora. No lance seguinte, Nenê recebeu pela entrada da área e chutou bem, mas Victor fez ótima defesa. Na etapa final, São Paulo pressiona, mas não consegue empate Aos seis da etapa final, reclamação são-paulina: após cobrança de falta e desvio de cabeça de Hudson, a bola bateu no braço de Leonardo Silva e o árbitro Anderson Daronco mandou o jogo seguir. Os jogadores do Tricolor protestaram e pediram pênalti. Sílvio Lancellotti: Dois combates cruciais, e o Inter retira o São Paulo da liderança Reinaldo quase empatou aos 13 minutos. Após boa defesa de Victor em chute de Tréllez, o lateral-esquerdo pegou a sobra na entrada da área e soltou a bomba. A bola passou ao lado do ângulo, mas foi para fora. No minuto seguinte, após cruzamento de Reinaldo, Fábio Santos tentou cortar e quase fez contra. Aos 19, Galdezani teve boa oportunidade pela entrada da área e chutou com força, mas mandou para fora. O Galo perdeu uma chance para ampliar aos 26 minutos. José Welison invadiu a área e chutou na saída de Sidão, que fez boa defesa. No rebote, Leandrinho mandou para longe.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sao-paulo-perde-para-o-atletico-mg-e-deixa-lideranca-do-brasileirao-06092018

Jogadores do São Paulo reclamam de novo da arbitragem no Brasileirão
Data: 06/09/2018

Time reclama de pênalti em lance em que bola bateu na mão de zagueiro Leonardo Silva. Na rodada passada, houve críticas à expulsão de Diego Souza

Com dois tropeços seguidos - empate em casa com o Fluminense e derrota para o Atlético-MG nesta quarta -, o São Paulo perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro. O time tem os mesmos 46 pontos do Internacional, que bateu o Flamengo pela 23ª rodada, mas leva a pior nos critérios de desempate. A vitória mineira veio com um gol contra logo no início do duelo e os são-paulinos reclamaram bastante da arbitragem por não ter marcado um suposto pênalti quando a bola bateu no braço do zagueiro Leonardo Silva dentro da área. "Claramente fomos prejudicados novamente pela arbitragem", reclamou Reinaldo. Na rodada anterior, os jogadores ficaram revoltados com a expulsão de Diego Souza diante do Fluminense. Com um atleta a menos, o São Paulo teve muita dificuldade para empatar com o rival carioca. Desta vez, o time paulista pressionou, principalmente no segundo tempo, mas saiu derrotado. "A sensação é de que fomos prejudicados pela arbitragem. Teve pênalti, ele tinha que dar. Pressionamos, mas a bola não entrou. Foi nítido que merecíamos vencer. Mas valeu pela luta e pelo espírito do time inteiro. Temos de valorizar nossa entrega, foi assim do começo ao fim", comentou Reinaldo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/jogadores-do-sao-paulo-reclamam-de-novo-da-arbitragem-no-brasileirao-06092018

Corinthians 'demite' técnico Osmar Loss após derrota para o Ceará
Data: 06/09/2018

Substituto de Fábio Carille, treinador não conseguiu repetir o sucesso das categorias de base. Loss perdeu metade dos jogos à frente do time principal

Corinthians "demitiu" o técnico Osmar Loss do comando da equipe após a derrota por 2 a 0 para o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Loss fica no clube — deverá voltar para a função de auxliar-técnico — e ainda não se sabe quem assumirá o comando no dérbi contra o Palmeiras, no próximo domingo, na arena do aversário, também pelo Brasileirão. Goleiro marca de falta e Corinthians perde para o Ceará no Brasileirão "A partir do próximo jogo já teremos um novo treinador. Ainda não temos, não tem nada acertado. Isso foi uma decisão agora no vestiário. O Corinthians a partir de amanhã volta a trabalhar com uma mudança e o Osmar volta a ser auxiliar-técnico", disse Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do clube, sem revelar quais os nomes dos possíveis treinadores na mira da diretoria corintiana. A derrota manteve a equipe na faixa intermediária da tabela, com 30 pontos, ainda mais distante do G6, grupo das seis equipes que garantem vaga na próxima edição da Libertadores. Osmar Loss esteve à frente do time alvinegro em 20 jogos — foram dez derrotas, seis vitórias e quatro empates. O técnico assumiu o comando após a saída de Fábio Carille — de quem era auxiliar — bicampeão paulista (2017/18) e campeão brasileiro (2017), que deixou o clube em maio deste ano para dirigir o Al Wehda-ARA. Como comandante das categorias de base do Corinthians, Loss foi extremamente bem-sucedido. Ele conquistando o bicampeonato da Copa São Paulo de Futebol Junior (2015 e 2017) e o Campeonato Brasileiro sub-20 (2014). No entanto, Osmar Loss deverá ser mantido como auxiliar na comissão técnica do clube. Copa Libertadores Uma das grandes decepções para a torcida corintiana na temporada foi a eliminação na Copa Libertadores. O time paulista caiu nas oitavas de final diante do Colo-Colo, do Chile, que tem no elenco dois ex-palmeirenses: o meia Valdívia e o atacante Lucas Barrios, autor do gol na partida de volta do mata-mata, na Arena Corinthians, que terminou empatada em 1 a 1. Copa do Brasil Apesar da fase negativa no Brasileirão e a queda na Libertadores, o Corinthians ainda luta pelo título da Copa do Brasil, torneio que oferece a maior premiação entre as demais competições. O time alvinegro enfrentará o Flamengo em uma das semifinais da competição. O primeiro jogo está marcado para o próximo dia 12, no Maracanã. A volta será disputada no dia 26 de setembro, na Arena Corinthians.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-demite-tecnico-osmar-loss-apos-derrota-para-o-ceara-06092018

PF vê indícios de que Skaf recebeu R$ 5,1 milhões em caixa 2 em 2014
Data: 06/09/2018

Defesa de Skaf afirma que todas as doações para a campanha do candidato foram legítimas e estão registradas na Justiça Eleitoral

Relatório da PF (Polícia Federal) diz que "são robustas as evidências" de que Paulo Skaf, candidato ao governo de São Paulo pelo MDB, recebeu R$ 5.169.160 da Odebrecht entre agosto e outubro de 2014. De acordo com a PF, os valores foram omitidos na prestação de contas à Justiça Eleitoral, o que enquadraria Skaf no crime de "caixa 2", previsto no artigo 350 do Código Eleitoral. A conclusão consta em relatório final do inquérito sobre suposto repasse de R$ 10 milhões da Odebrecht para integrantes do MDB. O documento foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (5) e indica a prática dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia. "São robustas as evidências a demonstrar o encaminhamento de valores pela Odebrecht a Duda Mendonça, no interesse da campanha de Paulo Skaf, com a ciência deste, confirmando a narrativa dos colaboradores Marcelo Odebrecht, Fernando Migliaccio e do próprio Duda Mendonça", escreve o delegado da PF Thiago Machado Delabary, responsável pela investigação. Segundo as declarações de Marcelo Odebrecht, um jantar ocorrido no Palácio do Jaburu serviu para confirmar que, dos R$ 10 milhões que seriam pagos ao MDB, R$ 6 milhões seriam revertidos à campanha eleitoral de Skaf. Em seu acordo de colaboração, Marcelo Odebrecht apresentou cópia de mensagens trocadas via e-mail com Hilberto Silva, responsável pelo Setor de Operações Estruturadas, o "departamento de propinas" da empreiteira, abordando tratativas relacionadas aos pagamentos realizados a "DM" (Duda Mendonça) no interesse de "PS" (Paulo Skaf). À PF, Duda confirmou ter recebido valores da Odebrecht como parte do pagamento dos serviços prestados à candidatura de Skaf ao governo de São Paulo em 2014. O publicitário alegou, porém, que a quantia era de R$ 10 milhões e não R$ 6 milhões como afirmaram os executivos da construtora. Em depoimento, o ex-diretor da empreiteira Fernando Migliaccio disse que os pagamentos a Skaf foram realizados sob o codinome "kibe" ou "tabule". Trocas de mensagens nos sistemas de contabilidade paralela da Odebrecht mostram que executivos da empresa, por meio de doleiros, entregaram o dinheiro em hotéis da cidade de São Paulo entre agosto e outubro de 2014. Dados dos hóspedes que efetuaram check-in nos hotéis obtidos pela PF mostram que Nadja Nara Moraes Villas Boas, Milton Luiz Piazenti Santos, Paulo Rossi, irmão do líder do MDB na Câmara, Baleia Rossi, e Cristina Laert Cotrim Passos receberam valores em espécie em nome de Duda Mendonça. Os nomes dos cinco foram citados pelo publicitário em depoimento como de pessoas que receberam valores provenientes da Odebrecht. "Duda Mendonça referiu ter recebido R$ 10 milhões, dos quais R$ 4 milhões teriam sido revertidos a Paulo Rossi em razão de serviços prestados à campanha de Paulo Skaf. Muito embora as evidências reunidas na investigação não contemplem a integralidade de tais pagamentos, o tanto exposto é suficiente para demonstrar a canalização de valores pela Odebrecht a Duda Mendonça, na forma de contribuição eleitoral oficiosa, em absoluta consonância com o ajuste inicial celebrado no Palácio do Jaburu", escreve o delegado. "Portanto, a conjugação das diversas fontes informativas disponíveis permite concluir que Duda Mendonça recebeu da Odebrecht, no interesse de Paulo Skaf, R$ 5.169.160, computados os valores comprovadamente direcionados a Paulo Rossi." Ouvido pela PF, Skaf negou ter recebido qualquer suporte financeiro extraoficial do grupo, admitindo o recebimento apenas R$ 200 mil como doação oficial da Braskem à sua campanha, em 2014. Os valores teriam sido solicitados a Marcelo Odebrecht sem envolver qualquer hipótese de contrapartida. O emedebista confirmou ter contratado Duda para cuidar do marketing de sua campanha pelo valor de R$ 16 milhões e, por fim disse desconhecer a realização do jantar no Palácio do Jaburu assim como ajustes financeiros que teriam sido feitos naquela ocasião. Defesa "Todas as doações recebidas pela campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo em 2014 estão devidamente registradas na Justiça Eleitoral, que aprovou sua prestação de contas sem qualquer reparo de mérito. A assessoria de Paulo Skaf reitera que ele nunca pediu nem autorizou ninguém a pedir qualquer contribuição de campanha que não as regularmente declaradas." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-ve-indicios-de-que-skaf-recebeu-r-51-milhoes-em-caixa-2-em-2014-06092018

Mais de 200 venezuelanos são transferidos para outros estados
Data: 06/09/2018

Refugiados que aderiram ao programa de interiorização foram transferidos para São Paulo, Brasília e Esteio, no Rio Grande do Sul

Mais de 200 venezuelanos que aderiram ao programa de interiorização partiram de Roraima nesta quarta-feira (5) em rumo a outros estados. Os solicitantes de refúgio saíram de Boa Vista e quatro deles ficaram em Brasília, 75 se estabeleceram em São Paulo e outros 125 foram levados para a cidade de Esteio, no Rio Grande do Sul. Em Brasília, os quatro venezuelanos participam de uma nova modalidade de interiorização: a reunificação familiar. Eles vão reencontrar familiares que moram em Goiás e não ficarão em abrigos. Em São Paulo, os 75 venezuelanos ficarão em quatro abrigos — três deles administrados pela prefeitura e um ligado a uma congregação religiosa. Os 125 transferidos para o Rio Grande do Sul serão acolhidos em um abrigo federal alugado pela ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), com alimentação fornecida pelo Governo Federal. Todos os selecionados que aceitaram participar da interiorização foram vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil — inclusive com CPF e carteira de trabalho. Uma Portaria publicada na segunda-feira (3) autorizou o repasse de recursos do Ministério do Desenvolvimento Social para as cidades Esteio e Canoas, com o objetivo de estruturar uma rede assistencial para acolhida dos venezuelanos. O incremento de R$ 1,2 milhão para Canoas e R$ 534,4 mil para Esteio tem validade de 6 meses. Em setembro, o objetivo do governo é transportar cerca de 400 pessoas por semana. Na terça-feira (4), foram 204 levados a Manaus e Cuiabá. Com o voo de hoje, sobe para 1.507 o total de venezuelanos transportados desde abril. Interiorização A interiorização é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida em outros Estados brasileiros. O programa conta com apoio da ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), da OIM (Agência da ONU para as Migrações), do UNFPA (Fundo de População das Nações Unidas) e do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). Para aderir à interiorização, o ACNUR identifica os venezuelanos interessados em participar e cruza informações com as vagas disponíveis e o perfil dos abrigos participantes. A agência assegura que os indivíduos estejam devidamente documentados e providencia melhoras de infraestrutura nos locais de acolhida. A OIM atua na orientação e informação prévia ao embarque, garantindo que as pessoas possam tomar uma decisão informada e consentida, sempre de forma voluntária, além de realizar o acompanhamento durante todo o transporte. O UNFPA promove diálogos com mulheres e pessoas LGBTI para que se sintam mais fortalecidas neste processo, além de trabalhar diretamente com a rede de proteção de direitos nas cidades destino com o objetivo de fortalecer a capacidade institucional. Já o PNUD trabalha na conscientização do setor privado para a absorção da mão de obra refugiada. Reuniões prévias do governo e da ONU com autoridades locais e coordenação dos abrigos definem detalhes sobre atendimento de saúde, matrícula de crianças em escolas, ensino da Língua Portuguesa e cursos profissionalizantes. *Estagiário do R7 sob supervisão de Plínio Aguiar.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/mais-de-200-venezuelanos-sao-transferidos-para-outros-estados-06092018

Lava Jato investiga ex-chefe de gabinete de Beto Richa
Data: 06/09/2018

MPF do Paraná denunciou 11 investigados por corrupção (ativa e passiva) e lavagem de dinheiro na noite de quarta-feira (5)

A força-tarefa Lava Jato do MPF (Ministério Público Federal) do Paraná denunciou na quarta-feira (5) onze investigados por corrupção (ativa e passiva) e lavagem de dinheiro — entre os quais, Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do ex-governador Beto Richa (PSDB), candidato ao Senado, e o empresário Jorge Theodócio Atherino, apontado como 'operador' de propinas do tucano. O juiz Sérgio Moro recebeu a denúncia e abriu ação penal contra os todos os denunciados. PUBLICIDADE Segundo o MPF, as provas que embasam a acusação "revelaram o pagamento de propinas pela empreiteira Odebrecht para obter favores ilegais relacionados à PPP (Parceria Público Privada) para exploração e duplicação da PR-323, entre os municípios de Francisco Alves e Maringá, durante o ano de 2014, cujo valor era de R$ 7,2 bilhões". Além de Atherino e Roldo, são acusados doleiros e executivos ligados à Odebrecht. De acordo com a denúncia, no fim de janeiro de 2014, executivos da Odebrecht procuraram o então chefe de gabinete do governador Beto Richa, Deonilson Roldo, e solicitaram apoio para afastar eventuais concorrentes interessados na licitação da PPP para exploração e duplicação da PR-323. "Após uma primeira reunião, Roldo voltou a se encontrar com executivos da empreiteira, informando que daria a ajuda ilegal solicitada pela companhia na licitação, mas para isso contava com a ajuda da empresa na campanha do governador daquele ano de 2014", relatou a Procuradoria. "A defesa do ex-governador entende que as alegações do Ministério Público Federal não apresentam qualquer sustentação. O ex-governador sempre pautou suas ações baseado nos princípios legais. A obra de duplicação da rodovia PR-323 nunca aconteceu. Também nenhum recurso público, de origem federal ou estadual, foi aportado na licitação. Não houve também qualquer direcionamento em licitação", afirmou, em nota, a assessoria de Richa. "A Odebrecht continua cooperando com as autoridades e está focada no exercício de suas atividades e na conquista de novos projetos", declarou a empreiteira. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/lava-jato-investiga-ex-chefe-de-gabinete-de-beto-richa-06092018

Condenado em segunda instância, Garotinho mantém campanha
Data: 06/09/2018

Ex-governador, o candidato foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão por formação de quadrilha e pode ser barrado pela Lei da Ficha Limpa

Um dia após ser condenado pelo TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) a quatro anos e seis meses de prisão por formação de quadrilha, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (atualmente no PRP), que concorre ao Executivo estadual, realizou ato de campanha para reafirmar que continua como candidato. Por ter sido condenado por um órgão colegiado, ele pode ser considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Garotinho reuniu líderes de partidos que formam sua coligação (que conta ainda com o PMB, PTC, Patriota e PRB) na sede do PRB, em Benfica, na zona norte do Rio. Após o encontro, ele disse mais uma vez que irá ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar derrubar a decisão do TRF-2. "A decisão tem pelo menos 15 nulidades já detectadas pelos meus advogados. Nós vamos recorrer, e temos absoluta convicção de que na Justiça apropriada, nós vamos reverter o caso", disse Garotinho. Na sequência, ele afirmou que "continuo candidato". "Até porque seria um absurdo, eu que quero tirar essa facção criminosa que está no poder, comandada pelo PMDB (sic), chegar agora e desistir." 'Reunião' PublicidadeFechar anúncio Chamado de "reunião", o ato convocado por Garotinho, na verdade, foi um comício para seus correligionários. Cerca de 200 militantes lotaram o auditório do diretório do PRB. O ex-governador discursou por 55 minutos e, em sua fala, reafirmou ser inocente e disse que está sendo perseguido por adversários políticos. Garotinho afirmou ainda que sabia da sentença do TRF-2 antes mesmo de ela ser proferida. Garotinho havia sido condenado em primeira instância a dois anos e seis meses de prisão, em regime aberto, por formação de quadrilha. O ex-governador recorreu da sentença, que acabou ampliada no julgamento do TRF-2 realizado anteontem. Com a decisão unânime (3 votos a 0), não cabem mais recursos que possam mudar a pena. O TRF-2 informou que vai oficiar o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio e o Ministério Público Eleitoral sobre a situação do ex-governador. Na avaliação de seus advogados, Garotinho não está inelegível porque o pedido de impugnação da candidatura deveria ter sido feito, no máximo, cinco dias após o registro - o que já ocorreu. Desse modo, acrescentam eles, o ex-governador estaria inelegível apenas para eleições futuras. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/condenado-em-segunda-instancia-garotinho-mantem-campanha-06092018

Presidente do STJ critica parecer da ONU sobre candidatura de Lula
Data: 06/09/2018

João Otávio Noronha diz que documento da organização é "absurdo" e que tribunais não vão "se curvar" a ele

O novo presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, afirmou nesta quarta-feira (5) que a Justiça brasileira não está vinculada ao parecer do Comitê de Direitos Humanos da ONU que defendeu a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado e preso no âmbito da Lava Jato. O ministro chamou o comunicado do comitê da Organização das Nações Unidas de "absurdo" e frisou que o STJ e o STF (Supremo Tribunal Federal), "evidentemente", não vão "se curvar" ao documento. "Tenho visto parecer tão absurdo, e esse é mais um", disse Noronha, em um primeiro encontro oficial com jornalistas após sua posse na presidência da Corte. Para o ministro, a ONU emitiu uma opinião em desacordo com a Constituição Federal. "Esse País não é uma colônia, é um País independente, que tem uma Justiça muito bem estruturada", afirmou. "Quem interpreta e julga o brasileiro soberanamente é a Justiça brasileira. Na ONU, você tira o parecer que quer", afirmou. Em sessão finalizada na madrugada do último sábado, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) negou o registro de candidatura de Lula com base na Lei da Ficha Limpa e considerou, por maioria, que o comunicado do comitê da ONU não poderia afastar a inelegibilidade do petista prevista na legislação. A posição diferente foi a do ministro Edson Fachin, que votou para aprovar o registro de Lula, apesar da condenação em segunda instância, e usou o parecer da ONU. Recurso No âmbito criminal, a defesa de Lula dispõe de um recurso no STJ contra a condenação a 12 anos e 1 mês do petista no caso do triplex do Guarujá, que gerou a inelegibilidade. Questionado sobre o tempo de tramitação na Corte, Noronha respondeu que, quando o processo chegar, "não demorará a ser julgado". "Chegando ao STJ, em 30, 40 dias, será julgado". Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/presidente-do-stj-critica-parecer-da-onu-sobre-candidatura-de-lula-06092018

Aeronave de pequeno porte bate durante pouso e fere 6 em MT
Data: 06/09/2018

Avião teria decolado de Belo Horizonte e bateu em um banco de areia na cabeceira de uma pista de terra na cidade de Confresa (MT)

Um avião de pequeno porte bateu em um banco de areia durante o pouso em uma pista de terra nesta quarta-feira (5), em uma fazenda na cidade Confresa, distante 1.160 km de Cuiabá, no Mato Grosso. Um homem foi socorrido em estado grave e outros cinco ocupantes sofreram ferimentos leves. As vítimas com ferimentos leves foram socorridas por uma outra aeronave para um hospital da região. Já o homem em estado grave foi levado, também pela aeronave, para um hospital em Palmas, no Tocantins. O avião um King Air C-90 de prefixo PR-GVJ, havia decolado por volta de 7h da manhã do aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, com destino a fazenda, transportando 5 passageiros e um tripulante. Segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave estava com todos os documentos em situação regular. Equipes do SERIPA VI (Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), vinculado ao CENIPA (Centro Nacional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), foram acionados e devem investigar as causas do acidente.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/cidades/aeronave-de-pequeno-porte-bate-durante-pouso-e-fere-6-em-mt-05092018

Nem da Rocinha é condenado a 66 anos por duplo homicídio
Data: 06/09/2018

Pena corresponde à morte da modelo Luana Rodrigues e sua amiga Andressa de Oliveira em 2011; outro envolvido no crime recebeu pena de 30 anos

Antônio Francisco Bonfim Lopes, conhecido como Nem da Rocinha, foi condenado pelo Conselho de Sentença do III Tribunal do Juri, na noite da última quarta-feira (5), a 66 anos de prisão por homicídio qualificado e ocultação de cadáver da modelo Luana Rodrigues, 20 anos, e sua amiga Andressa de Oliveira, 25 anos, em maio de 2011. Outras três pessoas também foram julgadas pelos crimes contra Luana e Andressa. Thiago Chreu foi condenado a 30 anos e quatro meses de prisão, enquanto Anderson Mendonça e Rodrigo Belo Ferreira foram absolvidos. Na sentença, a juíza Tula Corrêa de Mello destacou o poder que Nem da Rocinha tinha na comunidade e sobre seus comandados, além das diversas formas como o principal acusado impedia o Estado de exercer suas funções de soberania. Nem da Rocinha e os outros citados no crime já cumprem penas por outros crimes em presídios pelo Brasil. Enquanto o ex-chefe de uma das maiores comunidades do Rio de Janeiro se encontra no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia, região norte do país, os outros três julgados estão em reclusão no Complexo de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro. Entenda o caso A modelo Luana e sua amiga Andressa foram mortas na Rocinha em 2011 pelo sumiço de uma carga de drogas do traficante Nem, segundo investigações. De acordo com a Justiça, seus corpos nunca foram encontrados. *Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/nem-da-rocinha-e-condenado-a-66-anos-por-duplo-homicidio-06092018

Sem elenco completo, seleção faz primeiro treino da 'nova era Tite'
Data: 04/09/2018

Já com Neymar, o elenco brasileiro se prepara para enfrentar os Estados Unidos, na sexta-feira (7), e a seleção de El Salvador, na terça-feira (11)

A seleção brasileira chegou aos Estados Unidos nesta segunda-feira (3) para dois amistosos que marcam sua volta aos campos após a eliminação na Copa do Mundo da Rússia pela Bélgica. A primeira partida será nesta sexta-feira (7) contra os donos da casa, em Nova Jersey, e o segundo jogo acontece em Washington na terça-feira (11), contra a seleção de El Salvador. O primeiro treino desta semana que antecedeu esta nova fase da seleção e do técnico Tite, que continua à frente da seleção após a desclassificação da Copa da Rússia, reuniu jogadores experientes que disputaram a Copa há dois meses e outros que foram convocados pela primeira vez - entre eles o goleiro Hugo (Flamengo), os meio-campistas Andreas Pereira (Manchester United) e Lucas Paquetá (Flamengo) e os atacantes Everton (Grêmio) e Richarlison (Everton). Outra novidade da seleção, o zagueiro Dedé (Cruzeiro) é o único dos jogadores que atua no Brasil que falta juntar-se à equipe e deve chegar amanhã. Ficaram de fora do treino desta segunda-feira também o zagueiro Felipe (3), que não chegou a tempo, e Éder Militão, que chega nesta terça-feira (4) após o almoço. Por causa de uma série de lesões, a lista inicial dos convocados por Tite em agosto acabou sendo modificada. Militão, lateral-direito que joga no Porto, ganhou a vaga de Fagner, lateral do Corinthians que teve uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda. O atacante Richarlison entra no lugar de Pedro, jogador do Fluminense que machucou o joelho direito. O volante Renato Augusto, que também havia sido convocado por Tite, pediu para ser cortado, segundo a CBF, mas nenhum outro jogador foi chamado em seu lugar. Os primeiros jogadores a se apresentarem para a comissão técnica, ainda no domingo, foram o goleiro Alisson, os zagueiros Thiago Silva, Fabinho, Marquinhos, Filipe Luís e Alex Sandro, os meios campistas Casemiro e Douglas Costa e os atacantes Roberto Firmino e Richarlison. Na segunda-feira (3) pela manhã desembarcaram Lucas Paquetá, Éverton, Hugo e Mateus Cardoso - sub-20 que deve apenas auxiliar nos treinamentos.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sem-elenco-completo-selecao-faz-primeiro-treino-da-nova-era-tite-04092018

Novatos de Tite comentam sobre primeira oportunidade na seleção
Data: 04/09/2018

Richarlison e Andreas Pereira, que nasceu na Bélgica, sempre sonharam em vestir camisa verde e amarela, e terão dois jogos para mostrar futebol

- Muito feliz pela oportunidade, triste pelo Pedro, um grande amigo meu, mas quero agarrar essa chance. Não quero só vestir a camisa, quero buscar a titularidade. Maravilhoso ser uma cara nova, vestir essa camisa é uma honra. Pressão sempre vai ter. Agora é fazer o que eu sei. Sou quieto, não apareço muito para as câmeras. Só quero jogar futebol - disse o atacante. - Para mim as coisas acontecem muito rápido. Há três anos e meio estava no América-MG e agora estou na Inglaterra. Nem eu esperava que tudo acontecesse tão rápido. Só tenho a agradecer por esse momento, por estar na Seleção. Quero honrar o Espírito Santo, Nova Venécia, está todo mundo torcendo muito por mim - completou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/novatos-de-tite-comentam-sobre-primeira-oportunidade-na-selecao-04092018

Fifa anuncia a tabela do Mundial de Clubes, que ocorrerá em dezembro
Data: 04/09/2018

Sorteio foi realizado nesta terça (4) e definiu os confrontos do torneio; Real Madrid vai enfrentar o vencedor de Chivas (Concacaf) e campeão da Ásia

A Fifa anunciou, na manhã desta terça-feira, em Zurique, a tabela oficial do Mundial de Clubes, que vai ser realizado entre os dias 12 e 22 de dezembro, nos Emirados Árabes. O clube que conquistar a Libertadores vai enfrentar o vencedor do duelo entre o campeão da Champions da África e Team Wellington (Nova Zelândia) ou Al-Ain, campeão dos Emirados Árabes. Veja também: Veja quem tem chance de título, Libertadores e queda no Brasileirão O Real Madrid, atual campeão do torneio, vai estrear na semifinal e vai enfrentar o campeão da Concachampions, o Chivas Guadalajara ou o vencedor da Champions da Ásia (ainda sendo disputada as quartas de final). Enquete: Libertadores: qual time brasileiro tem mais chances de ser campeão? Confira a tabela abaixo: 12/12 • 1ª partida - Al-Ain (Emirados Árabes) x Team Wellington (Nova Zelândia) 15/12 • 2ª partida - Campeão da África x Vencedor do Jogo 1 • 3ª partida - Campeão da Ásia x Chivas Guadalajara (México) 18/12 • Semifinal - Campeão da Taça Libertadores x Vencedor do Jogo 2 19/12 • Semifinal - Real Madrid x Vencedor do Jogo 3 22/12 • Disputa de terceiro lugar • Final

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/fifa-anuncia-a-tabela-do-mundial-de-clubes-que-ocorrera-em-dezembro-04092018

Mercado reduz estimativa de inflação e crescimento da economia
Data: 04/09/2018

BC usa a taxa básica de juros (Selic) para controlar a inflação brasileira. Atualmente a taxa é de 6,5% ao ano

Instituições financeiras consultadas pelo BC (Banco Central) reduziram a estimativa de crescimento da economia e da inflação neste ano. A informação consta do boletim Focus, publicado semanalmente pelo BC, com projeções dessas instituições para os principais indicadores econômicos. A estimativa para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) passou de 4,17% para 4,16%, neste ano. Para 2019, a projeção caiu de 4,12% para 4,11%. Para 2020 e 2021, a estimativa permanece em 4% e 3,92%, respectivamente. Para 2018 e 2019, as estimativas estão abaixo do centro da meta que deve ser perseguida pelo BC neste ano, de 4,5%, com limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. Para 2020, a meta é 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente). Para alcançar a meta de inflação, o BC usa como instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano. De acordo com as instituições financeiras, a Selic deve permanecer em 6,5% ao ano até o final de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano e permanecendo nesse patamar em 2020 e 2021. Quando o Copom (Comitê de Política Monetária) aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom diminui a Selic, a tendência é de que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação. A manutenção da taxa básica de juros, como prevê o mercado financeiro neste ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação. Atividade econômica A projeção para a expansão do PIB (Produto Interno Bruto) — a soma de todos os bens e serviços produzidos no país — foi reduzida de 1,47% para 1,44% neste ano. Para 2019, 2020 e 2021, a estimativa para o crescimento do PIB continua em 2,5%. A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar subiu de R$ 3,75 para R$ 3,80 no final deste ano e permanece em R$ 3,70 no fim de 2019. Para 2020, a estimativa cai para R$ 3,67 e, no final de 2021, se mantém em R$ 3,75.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/mercado-reduz-estimativa-de-inflacao-e-crescimento-da-economia-03092018

Agosto tem maior venda de veículos desde janeiro de 2015
Data: 04/09/2018

Volume corresponde a um crescimento de 14 8% em relação a agosto do ano passado e de 14,3% na comparação com julho

O mercado de veículos novos segue em alta no Brasil e registrou em agosto o maior resultado para? um mês desde janeiro de 2015, segundo balanço da Fenabrave, que compila os emplacamentos anotados pelas concessionárias. É também o melhor desempenho para agosto desde 2014. Foram 248,6 mil unidades vendidas em agosto, em soma que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O volume corresponde a um crescimento de 14 8% em relação a agosto do ano passado e de 14,3% na comparação com julho. As vendas em agosto superaram, inclusive, a expectativa do setor. Em entrevista ao Estadão/ Broadcast na última semana de agosto, o executivo Antonio Megale, que preside a Anfavea, associação que representa as montadoras, havia dito que esperava um mercado de no máximo 230 mil unidades no fechamento do mês. De acordo com ele e outros executivos, a eleição não tem diminuído o fluxo das lojas. O ritmo diário de vendas tem ficado em torno de 10 mil unidades. O setor tem crescido apesar das incertezas em torno da eleição presidencial, que afetam a confiança do consumidor. Boa parte das vendas contempla um esforço do mercado de recuperar as vendas perdidas durante a greve dos caminhoneiros, ocorrida no final de maio. À época, com as estradas bloqueadas, milhares de veículos não foram entregues pelas montadoras às concessionárias. Ao alcançar o maior resultado para um mês desde janeiro de 2015, o mercado apenas retorna a níveis do início da crise econômica. Em agosto de 2014, por exemplo, quando o setor já enfrentava queda, as vendas somaram 272,4 mil unidades. No acumulado do ano, são 1,632 milhão de unidades emplacadas, avanço de 14,9% sobre igual período de 2017. A variação está acima, por enquanto, da previsão da Fenabrave para o ano todo, de crescimento de 10% em relação a 2017. A da Anfavea é de alta de 11,7%. Segmentos Os automóveis e comerciais leves, que representam mais de 90% do setor, registraram 239,2 mil emplacamentos no oitavo mês de 2018 alta de 14% em comparação a igual mês de 2017 e de 14,7% ante julho. O ano acumula 1,574 milhão de unidades vendidas, avanço de 14,1%. Entre os pesados, as vendas de caminhões atingiram 7,4 mil unidades em agosto, alta de 54,3% ante igual mês de 2017 e de 11 3% ante julho. De janeiro a agosto, foram 46,4 mil unidades emplacadas, expansão de 50,7% ante 2017. Os ônibus, por sua vez, tiveram 1,9 mil licenciamentos em agosto, alta de 5,9% ante agosto do ano passado. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/agosto-tem-maior-venda-de-veiculos-desde-janeiro-de-2015-04092018

  Apps de bancos se popularizam e conquistam cada vez mais usuários
Data: 04/09/2018

Aumento da segurança e interfaces que permitem uma navegação fácil fizeram crescer interesse dos clientes bancários pelo 'mobile banking'

Após muitos anos indo ao banco para sacar a aposentadoria, Luiza Santana, de 72 anos, decidiu começar a usar o cartão, a partir de 2010, para saques em caixas eletrônicos e compras no débito. O tempo foi passando, ela ganhou um smartphone de presente da filha e no ano passado acabou convencida a utilizar o aplicativo do banco onde possui conta. "Um dia fui na agência resolver um negócio e a gerente disse que era para eu habilitar meu acesso [ao app]. Pensei que fosse uma coisa muito difícil, mas se você for ver é até mais simples que o caixa eletrônico. [...] Outro dia estava um temporal e eu tinha contas para pagar. Já pensou se precisasse ter que sair de casa?", diz. O comportamento da aposentada se assemelha ao de milhões de brasileiros que nos últimos anos decidiram substituir caixas eletrônicos e até o internet banking (site do banco acessado pelo computador) pelo mobile banking (aplicativo do banco para smartphones). Na App Store (Apple), os aplicativos de seis bancos estão entre os 50 mais baixados nas últimas semanas. Todas as grandes instituições financeiras do país possuem apps para seus clientes. O acesso pode exigir o cadastro de uma senha específica, dependendo de cada banco. A cada segundo, mais de 800 operações são feitas por meio de apps bancários no Brasil: um total de 25,6 bilhões em 2017. Segundo dados da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), o volume de transações feitas pelos aplicativos das instituições financeiras cresceu 70% em 2017, na comparação com o ano anterior. A média foi de 434 transações por conta nos últimos seis meses do ano passado. Seria como se cada pessoa que utiliza o mobile banking fizesse de duas a três transações por dia, como consulta de saldo, transferência, pagamento de contas, entre outras. Para se ter ideia, a contratação de empréstimos pelo celular cresceu 141% no ano passado. Apesar disso, é para transações sem movimentação financeira, como consulta a saldos e extratos, que os brasileiros mais utilizam os apps bancários — 93% do total das operações de mobile banking não envolvem movimentação financeira. Vale a pena ter uma conta digital? O R7 tira as suas dúvidas Nos últimos três anos, a tecnologia avançou o suficiente para conquistar até mesmo clientes desconfiados. A facilidade falou mais alto, explica Luiz Antonio dos Santos, diretor de tecnologia da Montreal, empresa que desenvolve ferramentas para diversos bancos brasileiros. PublicidadeFechar anúncio "Hoje, a segurança e a facilidade do uso desses aplicativos fazem com que eles tenham cada vez mais adeptos. Eu diria que os smartphones mais modernos garantem isso, com reconhecimento facial, impressões digitais...", observa. As estratégias dos bancos para atrair clientes para as plataformas móveis são as mais diversas. O Itaú, por exemplo, criou uma versão 'light' do app, para quem tem pouco espaço no celular. Já os apps do Bradesco e do Santander não consomem dados da franquia móvel. As agências passam a ser locais onde os clientes vão quando realmente precisam. Em 2017, foram fechadas 1.600, de acordo com a Febraban. Ainda assim, são 21,8 mil em todo o país. Por outro lado, o número de agências digitais triplicou no ano passado, chegando a 373. Esse novo modelo de agência inclui ferramentas como chat, telefone e chamada de vídeo para que cliente e funcionários do banco possam interagir. Aumento da bancarização Em um país onde cerca de 70% dos lares possuem acesso à internet, sendo que em 97% deles o smartphone é a principal forma de utilização do serviço, a inclusão daqueles que ainda não estão bancarizados pode ser facilitada pela tecnologia. Com 199 milhões de CPFs ativos, segundo a Receita Federal, o Brasil tem cerca de 140 milhões de clientes bancários, de acordo com dados do Banco Central. "É um movimento irreversível [o aumento do uso dos apps bancários]. Tem iniciativas no exterior até de bancarização de grandes camadas da população por meio de bancos digitais. Na Índia, por exemplo, toda a parte do microcrédito é feita em cima de app", acrescenta o diretor da Montreal. O Banco Central permitiu a abertura de contas online em meados de 2016. A quantidade de contas criadas por meio de apps para smartphone saltou de 591 mil (2016) para 1,6 milhão (2017) e a expectativa do setor bancário é de que esse número continue em alta. O processo de abertura de conta online varia de acordo com a instituição, mas pode levar poucos minutos. Em alguns casos, o interessado precisa fazer um rápido cadastro, enviar fotos dos documentos e da assinatura e uma selfie. O cartão para movimentar a conta é recebido no endereço informado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/apps-de-bancos-se-popularizam-e-conquistam-cada-vez-mais-usuarios-03092018

TSE suspende inserções do PT na TV que usam imagem de Lula
Data: 04/09/2018

Magistrado atendeu a pedido de liminar feito pelo Partido Novo, e estipulou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento

O ministro Sergio Banhos, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ordenou a suspensão de propagandas do PT na televisão, que, no entendimento do magistrado, confundem o eleitor ao não explicar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é o candidato do partido. Ele atendeu a pedido de liminar feito pelo Partido Novo, e estipulou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento. A propaganda questionada foi do tipo inserção, peça de 30 segundos veiculada durante a programação das emissoras de TV. Nela, Lula aparece durante os primeiros dez segundos exaltando seu governo. Em seguida, o vice da chapa, Fernando Haddad, surge e diz que quer “trazer o Brasil de Lula de volta”. Banhos aceitou os argumentos do Novo de que a propaganda possui a “clara intenção” de “confundir o eleitor” ao fazê-lo crer que Lula continua na disputa ao Palácio do Planalto, afrontando decisão do TSE, que, na madrugada do último dia 1º, proibiu o ex-presidente de participar de qualquer ato de campanha na condição de candidato. Argumentação “Ao tempo em que a propaganda inicia-se com uma fala de Luiz Inácio Lula da Silva fazendo menção aos seus anos de governo, prossegue com a de Fernando Haddad não explicitando a sua condição de vice, nem sequer na legenda, mas, noutro passo, enaltecendo o governo Lula, prometendo trazer aos cidadãos o “Brasil de Lula de Volta”, sem esclarecer, como deveria, que Luiz Inácio Lula da Silva, por decisão do TSE, não pode ser candidato à Presidência da República”, escreveu o ministro. Trata-se da terceira decisão do TSE suspendendo propagandas do PT que usam a imagem de Lula. As anteriores foram proferidas pelos ministros Luís Felipe Salomão, em relação ao horário eleitoral no rádio, e Carlos Horbach, que decidiu sobre o horário na TV. Ambos também estipularam multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento. As propagandas do PT que foram suspensas foram ao ar nos dias 1º e 2 de setembro. Em sua defesa, o partido alega ter recebido um tempo “exíguo” desde a rejeição da candidatura de Lula até o início da propaganda de rádio e TV para adequar suas peças, que já estavam produzidas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/tse-suspende-insercoes-do-pt-na-tv-que-usam-imagem-de-lula-04092018

Maia: governo tenta acordos para votar MP do subsídio ao diesel
Data: 04/09/2018

Medida precisa ser aprovada até 10 de outubro deste ano ou não haverá base legal para continuar bancando o benefício

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o governo está tentando firmar acordos com a oposição para destravar a pauta e conseguir votar a MP (Medida Provisória) que instituiu o subsídio ao preço do diesel antes que ela deixe de valer. A Casa precisa destravar a pauta votando a matéria sobre o Fundo Soberano, entre outros projetos. Nas últimas sessões, a presença de parlamentares foi baixa, o que dificultou as discussões. "Quórum vai ter, o problema é quanto tempo se sustenta", afirmou Maia ao chegar ao Congresso no período da manhã. A MP precisa ser aprovada até 10 de outubro ou não haverá base legal para continuar bancando o benefício, um dos principais pontos negociados com os caminhoneiros para pôr fim à greve deflagrada em maio. Maia participa neste momento de uma reunião com o reitor da UFRJ Roberto Leher, sobre o incêndio no Museu Nacional. Ele foi acusado por opositores de oportunismo ao agendar o encontro. "Esse é uma reunião com toda a bancada do Rio de Janeiro", enfatizou. O presidente da Câmara disse que há a possibilidade do governo editar ainda nesta terça-feira uma medida provisória sobre o Museu. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/maia-governo-tenta-acordos-para-votar-mp-do-subsidio-ao-diesel-04092018

Ministério Público denuncia Fernando Haddad por corrupção
Data: 04/09/2018

Ex-prefeito de São Paulo e provável candidato do PT à Presidência é apontado como recebedor de propina de R$ 2,6 milhões em 2013

O MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) apresentou na segunda-feira (3) uma denúncia de corrupção contra o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT). De acordo com o promotor Marcelo Mendroni, o petista teria recebido R$ 2,6 milhões de propina da empreiteira UTC para quitar dívidas da campanha municipal de 2012. A promotoria também ofereceu denúncia contra o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto; o doleiro Alberto Youssef; o ex-deputado estadual petista Francisco Carlos de Souza (Chicão); o presidente da UTC, Ricardo Pessoa; e contra o diretor financeiro da UTC, Walmir Pinheiro Santana. Caberá à Justiça decidir se os investigados se tornam réus em um possível processo criminal. De acordo com a denúncia, os valores supostamente repassados a Haddad são oriundos de contratos superfaturados da UTC, que eram enviados a uma conta de caixa 2 da empreiteira. O doleiro distribuía os valores a pessoas físicas e jurídicas que, então, faziam pagamentos a gráficas indicadas pelo ex-parlamentar. O dinheiro teria sido repassado entre maio e junho de 2013 para quitar dívidas contraídas em 2012. Haddad é o principal nome cogitado para substituir Lula na chapa presidencial do PT, uma vez que o ex-presidente está preso e foi impedido pelo Tribunal Superior Eleitoral de concorrer. A legenda tem até o dia 11 deste mês para indicar o substituto. Procurada, a assessoria de Fernando Haddad enviou a seguinte nota: Surpreende que no período eleitoral , uma narrativa do empresário Ricardo Pessoa, da UTC, sem qualquer prova, fundamente três ações propostas pelo Ministério Público de São Paulo, contra o ex-prefeito e candidato a vice-presidente da República, Fernando Haddad. É notório que o empresário já teve sua delação rejeitada em quase uma dezena de casos e que ele conta suas histórias de acordo com seus interesses. Também é de conhecimento público que, na condição de prefeito, Fernando Haddad, contrariou no segundo mês de seu mandato, o principal interesse da UTC de Ricardo Pessoa na cidade: a obra confessadamente superfaturada do túnel da avenida Roberto Marinho. Em relação aos demais citados, a reportagem ainda tenta localizar a defesa deles.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministerio-publico-denuncia-fernando-haddad-por-corrupcao-04092018

Projeto ajuda jovem em situação de vulnerabilidade a prevenir o suicídio
Data: 04/09/2018

Suicídio é a segunda maior causa de morte em jovens brasileiros entre 15 e 29 anos — entre mulheres de 15 a 19 anos, já figura como a principal

A cada dia, 32 pessoas, em média, cometem suicídio no Brasil. Hoje, é a segunda maior causa de morte em jovens entre 15 e 29 anos — entre mulheres de 15 a 19 anos, já é a principal. No mundo, uma morte do tipo acontece a cada 40 segundos. Nessa fase da vida, a adolescência, afirma a psicóloga Eliane Puk, o jovem uma fase de transição para a vida adulta e passa a buscar sua própria identidade. “O adolescente adora um desafio e precisa fazer parte de um grupo para sentir-se integrado. Ele busca seus valores e sua integridade, aumentando sua necessidade de sentir-se aceito”, diz. Cuidar de eventuais problemas psicológicos e psiquiátricos deve ser uma tarefa individual, segundo ela. Eles geralmente são evidenciados por indícios de depressão e de pensamentos suicidas, além de distúrbios alimentares, por exemplo. “O que leva alguém a tentar o suicídio é um sofrimento intenso, um vazio existencial, a perda do sentido da vida. Por isso, não se pode generalizar — cada indivíduo é único e deve ser percebido e acolhido”, afirma. O grupo Força Jovem Universal (FJU) promove uma ação social e espiritual com os jovens que já flertaram com o suicídio como solução. “Podemos mudar esse cenário por meio da conscientização, do atendimento e apoio a esses jovens. A ideia é fazer com que eles entendam que vale a pena viver”, afirma Marcello Brayner, coordenador da FJU. Marrie Rossetto), 19, moradora de Santos (SP), conta que, embora estivesse rodeada de amigos e familiares, não se sentia realizada. “Dos 12 aos 14 anos, eu pensava em suicídio. Ninguém sabia o que acontecia comigo. Eu me cortava escondida. Comecei a sofrer com bulimia [transtorno alimentar] e complexos de inferioridade.” Ela acreditava que pedir ajuda não resolveria a sua situação. “Eu mantinha uma aparência de ‘perfeitinha’, por isso, não pedia ajuda; pensava que se descobrissem o que eu passava iriam me julgar.” Ajudada pelo projeto, Marrie hoje não pensa mais na morte — pelo contrário, quer viver e ajudar quem precisa. O grupo semanalmente realiza visitas e palestras em escolas e faculdades, caminhadas contra o suicídio, atendimentos por meio das redes sociais e presenciais na Universal, campanhas como o “Saiba Dizer Não” e o projeto Help, formado por jovens que, um dia, também tentaram o suicídio que hoje podem ajudar outras pessoas. Caso alguma instituição queira a visita do projeto, basta solicitá-la com o coordenador do FJU mais próxima ou procurar as redes sociais do grupo. O encaminhamento será feito para o Help de sua cidade.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/projeto-ajuda-jovem-em-situacao-de-vulnerabilidade-a-prevenir-o-suicidio-04092018

O que os candidatos à Presidência prometem para Educação e Cultura
Data: 04/09/2018

O R7 reuniu as principais propostas dos candidatos à Presidência para a área de Educação e Cultura

Com a proximidade das eleições presidenciais, o R7 reuniu as principais propostas dos candidatos à Presidência para a área de Educação e Cultura, dois assuntos debatidos com frequência nas campanhas eleitorais. A educação é um dos temas que mais preocupa os brasileiros. O orçamento aprovado em 2018 para o MEC (Ministério da Educação) é de R$ 108 bilhões. Segundo especialistas, o país deveria investir mais na área, principalmente na educação básica. Já o Ministério da Cultura recebeu R$ 152,2 milhões este ano. Desde 2014 a pasta tem visto seu orçamento ser reduzido devido a queda na arrecadação e a grave crise econômica que o país enfrenta. Como Tribunal Superior Eleitoral rejeitou a candidatura de Lula à presidência, o candidato passa a ser o vice da chapa, Fernando Haddad. Veja abaixo as principais propostas dos candidatos em ordem alfabética. Alvaro Dias (Podemos) Educação: A proposta do candidato é incluir até 2022 todos os alunos no ensino integral e capacitar professores. Ele pretende ofertar creches e criar 500 centros de educação para o trabalho. Cultura: Para a cultura, Dias diz que criará um Cartão Cultura que facilitará o acesso da população à área. Cabo Daciolo (Patriota) Educação: Prevê o investimento de 10% do PIB em educação para aumentar o repasse de recursos aos estados e municípios e garantir a melhoria da estrutura da educação básica. No ensino superior, valorização das atuais universidades federais, ampliação dos campi e criação de novas universidades. Também pretende elevar o piso salarial dos trabalhadores da educação. Ciro Gomes (PDT) Educação: O candidato quer aumentar o investimento para universalizar o acesso de estudantes de 4 a 17 anos, eliminar o analfabetismo escolar, melhorar a qualidade do ensino, elevar a média de anos de estudo da população, garantir a permanência e a conclusão na idade adequada, reduzir a evasão, adotar uma base nacional comum curricular, aprimorar a formação e seleção de professores, ampliar a rede de ensino básico e de escolas para alfabetização de jovens e adultos. Entre as propostas, implantar creches de tempo integral para crianças de 0 a 3 anos. Também pretende fortalecer o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e estimular a produção de conhecimento e desenvolvimento tecnológico. Cultura: A Cultura é trata como estratégica nas propostas de governo do candidato e está entre os eixos do Projeto Nacional de Desenvolvimento. Segundo a proposta, a cultura é fundamental para a afirmação da identidade nacional. A oferta de bens e serviços culturais deve ser vista como uma forma de lazer e de inclusão social e por essa razão, deve ampliar o orçamento do Ministério da Cultura para atender a essa demanda. Também propõe a criação de uma política e um marco regulatório para a cultura e as artes no Brasil. Fernando Haddad (PT) Educação: Pretende ampliar a oferta de vagas nas creches e no ensino fundamental de forma a garantir 100% das crianças e adolescentes nas salas de aula, bem como adotar uma política nacional de valorização e qualificação dos professores. Entre as metas, o candidato pretende assegurar que todas as crianças apresentem as habilidades básicas de leitura, escrita e matemática, assim como os conhecimentos necessários no campo das ciências naturais e ciências humanas até os 8 anos ou até o final do 2º ano do Ensino Fundamental. Cultura: O candidato pretende aumentar para 1% do orçamento da União para a pasta e deve fortalecer o papel e ampliar os recursos do Fundo Nacional de Cultura (FNC). Deve consolidar o Sistema Nacional de Cultura, garantindo repasses, fundo a fundo, para estados e municípios, além da desburocratização dos mecanismos de fomento para o setor. Também promete implementar a Lei Cultura Viva e reorganizar políticas setoriais. Geraldo Alckmin (PSDB) Educação: Promete investir mais e priorizar a educação básica para que o país alcance 50 pontos em 8 anos no exame internacional Pisa. Para isso, Alckmin pretende tornar a carreira de professor prestigiada e atrativa para os jovens. Cultura: Reconhece as diversas manifestações da cultura brasileira em seu valor intrínseco, como ferramenta de projeção do Brasil e como parte da política de desenvolvimento econômico. Guilherme Boulos (PSOL) Educação: No primeiro ano de governo, será encaminhada a regulamentação do regime de colaboração entre os entes federados, tendo por base a garantia do direito à educação, o combate às desigualdades e as metas do Plano Nacional de Educação. Implementação do Sistema Nacional de Educação e do Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi). As verbas públicas serão destinadas exclusivamente para escolas públicas. De acordo com o plano de governo, pretende capacitar professores para as aulas de cultura afro e indígena nas salas de aula. Cultura: Entre as propostas, deve instituir programas de fomento à cultura negra e periférica, atuar para o reconhecimento das manifestações negras como Patrimônio Cultural Imaterial. Henrique Meirelles (MDB) Educação: Sugere a criação do Pró-Criança, “oferecendo, nos moldes do Prouni, a todas as famílias atendidas pelo Bolsa Família o direito de optar por colocar seus filhos em creches particulares”. Jair Bolsonaro (PSL) Educação: O programa do candidato critica a “doutrinação” ideológica do ensino e propõe mudanças na base curricular nacional. A avaliação é que o país investe mais recursos na educação superior e menos na educação básica, e que é necessário “inverter a pirâmide” e rever o estímulo ao estudo. João Amoêdo (Novo) Educação: Oferecer ensino básico de qualidade, elevando o Brasil em 50 posições no ranking da avaliação internacional Pisa e universalizando o acesso das crianças às creches. A ideia é priorizar a educação básica na alocação de recursos federais, expandir o acesso ao ensino infantil e creches, melhorar a gestão das escolas, criar o programa de bolsas em escolas particulares para alunos do ensino público e aproximar o ensino profissionalizante das demandas do mercado de trabalho. Cultura: Novas formas de financiamento de cultura, do esporte e da ciência com fundos patrimoniais de doações. João Goulart Filho (PPL) Educação: Fazer uma reforma educacional, destinando 10% do PIB para o ensino, aumentando a oferta de universidades públicas. No ensino básico, aumentar o piso salarial dos professores, ampliar em 50% a oferta de ensino integral e aumentar o total de creches. Cultura: A proposta é reestabelecer o protagonismo do Estado, apoiar e atender as demandas da criação e da produção cultural nacionais, principalmente a distribuição dos bens culturais produzidos no país e a proteção do patrimônio cultural brasileiro. Também criar uma secretaria especial para as culturas digitais, que deverá ser o grande centro da memória cultural nacional. Sugere a revisão de modelos de fomento e financiamento estatal à cultura, restringindo as nocivas práticas de “incentivo” baseadas na entrega de recursos públicos (via renúncia fiscal) a projetos privados, redirecionando ditos recursos às prioridades culturais públicas, anualmente definidas. José Maria Eymael (DC) Educação: Garantir o acesso dos estudantes a equipamentos de informática, internet e banda larga, promover o ensino integral, ampliar oferta de cursos técnicos e profissionalizantes e aumentar o número de vagas nos cursos superiores nas universidades federais. Marina Silva (Rede) Educação: A prioridade é a primeira infância (0 a 6 anos). O compromisso é ampliar a oferta de creches para crianças de 0 a 3 anos dos atuais 30% para 50% em todo o país e a universalização da educação infantil, na faixa etária de 4 a 5 anos, em cumprimento às metas do Plano Nacional de Educação (PNE). Para isso, a União vai atuar em parceria com os estados e municípios. Cultura: De acordo com o plano de governo da candidata, a produção cultural e artística será estimulada e apoiada, com a intensificação dos percursos de circulação de artistas pelo país, o fomento à produção cultural por meio de editais, bolsas e premiações e o estímulo à produção audiovisual. Deve instituir uma política de proteção do patrimônio cultural que abrange o patrimônio natural e o conhecimento científico. Se compromete a oferecer condições de funcionamento a museus, arquivos e bibliotecas; valorizar os registros escritos, sonoros e visuais de tradições orais e da produção contemporânea; e realizar tombamentos, a preservação e revitalização ambiental. Vera Lúcia (PSTU) Educação: ?Defende a estatização de escolas e universidades privadas e investimentos maciços no setor. É contra o projeto Escola sem Partido e “defendemos uma educação que ensine o respeito e a diversidade”.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/o-que-os-candidatos-a-presidencia-prometem-para-educacao-e-cultura-04092018


Data: 04/09/2018

Em entrevista, cantora destacou o comportamento consciente do ex-marido durante a inclusão do nome de Mico Freitas no documento da filha

Kelly Key falou sobre a postura de Latino após a mudança na certidão da filha, Suzanna, que adicionou o sobrenome do empresário Mico Freitas em seu documento. Em entrevista para o canal YouTube "Dedé Galvão", a cantora garantiu que o acordo com o músico foi "amigável". "Ele foi muito consciente. Latino foi muito homem em ter dado umas aspas incríveis, dizendo que Mico a criou como pai, que era justo. Nunca entramos em processo para acerto de pensão, isso não existe em nosso universo. Não houve briga. Ela fez o pedido ao Latino pelos WhatsApp ele levou um tempo até assinar, entender a situação. Eu acho importante, são eles que tem que se falar. Foi tranquilo", contou a musa fitness, reforçando que não houve briga com o ex-marido. 'Ela não tirou ninguém da certidão', esclareceu cantora Mãe também de Jaime Vitor, de 13 anos, e Arthur, que completou 1 ano em janeiro, Kelly relatou também que esse era um desejo antigo da primogênita, que convive com Mico desde que tinha um ano. Segundo a youtuber, Suzanna sempre ficou chateada quando se referiam ao empresário como padrasto. "Eu sabia a repercussão que ia tomar. Ela não tirou ninguém da certidão, o Mico entrou como pai afetivo, com os mesmos direitos que o pai biológico tem. Ficou o nome Suzanna Almeida Rocha Freitas", afirmou. Suzanna nega que retirou nome do pai biológico da certidão Recentemente, a jovem de 17 anos colocou fim nas especulações de que retirou o nome do pai biológico do documento: "O Latino é meu pai de sangue e o Mico é (era padrasto). Está com a minha mãe desde que eu tinha dois aninhos (ele me criou como filha dele até hoje). Nós conseguimos incluir o sobrenome do Mico na minha certidão de nascimento como meu pai também. Ou seja, agora sou 'Freitas'. 'Freitas' é do Mico, meu nome completo é Suzanna Afonso Rocha. E agora é Suzanna Afonso Rocha Freitas. Gente, eu só inclui o do Mico. No caso, os dois são meus pais. Eu não convivo com meu pai de sangue. Ele não está muito presente na minha vida como o meu padrasto está. Eu não sei qual foi a última vez que eu tirei uma foto com o meu pai. Mas isso não quer dizer que nós somos brigados, que nós não nos falamos, não tem nada a ver. A gente se vê muito pouco. A gente acaba tendo uma relação muito distante. Mas não quer dizer que nós temos uma relação ruim. Nós não somos brigados, não temos desavenças, só temos uma relação distante".

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/latino-e-muito-homem-diz-kelly-key-apos-mudanca-em-certidao-04092018

Kanye West aparece chorando em clipe de Childish Gambino
Data: 04/09/2018

Vídeo de animação do rapper, Feels Like Summer, ainda traz inúmeras referências a cultura negra americana como Beyoncé e Michael Jackson

Para variar, o novo clipe de Childish Gambino já está dando o que falar. Lançado no último domingo (2), o vídeo de animação Feels Like Summer traz referências e personalidades da cultura negra americana. Se no vídeo anterior This Is America, Gambino mostrou uma coreografia polêmica, dessa vez ele mirou no próprio hip hop em uma animação de mais de quatro minutos. No desenho, Galbino passeia tranquilamente pelo bairro, enquanto pode-se notar no caminho Beyoncé, Michael Jackson, Whitney Houston, Will Smith, Jay-Z, entre muitos outros. Uma das cenas que mais chama a atenção é Kanye West chorando, usando o famoso boné com o slogan de Donald Trump, "Make America Great Again" (torne a América grande de novo). Ele é consolado pela ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama. A referência pode ser uma crítica aos diversos elogios que o rapper costuma fazer ao presidente americano. Em abril deste ano, Kanye disse que amava Trump, mas recebeu um puxão de orelha da esposa, Kim Kardashian. Nicki Minaj e Travis Scott aparecem em outro momento inusitado, brincando em um gramado verde. A ideia vem de uma recente briga entre os artistas disputando o primeiro lugar da Billboard. Beyoncé surge vestindo uma camiseta em homenagem ao rapper de Chicago, Fredo Santana, que morreu inesperadamente no início do ano. Feels Like Summer foi dirigido pelo próprio Childish Gambino, Ivan Dixon e Greg Sharp. Já as ilustrações foram feitas por Justin Richburg.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/kanye-west-aparece-chorando-em-clipe-de-childish-gambino-04092018

Pagodeiro do Art Popular recebe alta depois de cair de sacada
Data: 04/09/2018

Evandro Soares estava internado desde quinta-feira (23) depois de quebrar sete ossos e passar por três cirurgias

Uma semana depois de cair de uma sacada de quatro metros, o pagodeiro Evandro Soares, do Art Popular, recebeu alta na segunda-feira (3). O músico quebrou sete ossos, teve uma fratura exposta no pulso e passou por três cirurgias. Agora, o artista se prepara para começar a fisioterapia. Pelo Instagram, Evandro comemorou a alta e agradeceu o carinho e oração dos fãs. — Vencemos mais uma. Úlcera cicatrizada e alta médica. Agora prossigo para um longo período de fisioterapia e cicatrização das três cirurgias no braço esquerdo e a colagem espontânea dos três ossos da bacia e uma costela. As orações, as mensagens de todos têm nos dado muita força. Gratidão eterna. Povo do bem. Já consegui sentar na cama, fiquei de pé e andei alguns passos dolorosos, porém, satisfatórios. Obrigado. O acidente aconteceu na casa do músico, que encostou no parapeito da sacada, que fica no primeiro andar, para ver o cachorro que estava no quintal, quando o guarda-corpo quebrou e ele caiu. Evandro ficou desacordado e foi socorrido cinco horas depois do acidente, quando gritou por socorro e um vizinho ouviu. * Estagiária do R7, sob supervisão de Camila Juliotti

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/pagodeiro-do-art-popular-recebe-alta-depois-de-cair-de-sacada-04092018

PRF apreende 20 fuzis em rodovia na Baixada Fluminense
Data: 04/09/2018

Armas foram localizadas na BR-040, na altura de Caxias, e teriam destino o Complexo da Maré; o condutor do veículo foi preso em flagrante

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu, na manhã desta terça-feira (4), 20 fuzis em um carro que passava pela BR-040, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. As armas teriam como destino as comunidades do Complexo da Maré, em Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro. Os agentes da PRF encontraram o armamento de calibre 5,56 mm no fundo falso da mala do carro, no encosto dos bancos da frente e abaixo do assento do banco de trás do veículo. Cerca de 1.500 capsulas de bala para as armas também foram encontradas no veículo, além de 40 carregadores e um kit para que adapta pistolas para disparo automático. Em nota, a assessoria da PRF afirmou que esta foi a maior apreensão de fuzis de 2018. O condutor vinha de São Paulo e foi preso em flagrante pelos policiais. O suspeito pode ter pena de quatro a oito anos de reclusão, além de multa. A Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivo) conduzirá as investigações. *Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/prf-apreende-20-fuzis-em-rodovia-na-baixada-fluminense-04092018

Modelo negra presa estava a 85 km longe do local do crime, diz defesa
Data: 04/09/2018

Jovem foi condenada a 5 anos de prisão. Família de Bárbara Querino organiza ato unificado com outras famílias de presos com indícios de inocência

A estudante e modelo Bárbara Querino, conhecida como Babiy, 20 anos, foi condenada a cinco anos e quatro meses de prisão pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), no dia 10 de agosto deste ano. Ela é acusada de ter participado, junto com outros quatro rapazes, de um roubo que aconteceu na tarde de 10 de setembro do ano passado no Morumbi, zonal sul de São Paulo. A favor de Bárbara, a defesa apresentou à Justiça imagens e mensagens que mostram que ela estaria na cidade de Guarujá, no litoral paulista, a cerca de 85 km de distância, no mesmo dia e horário do crime. Também há o depoimento de seu irmão que teria confessado ter participado do roubo, mas afirma que ela não estava junto. Ele também foi condenado pelo crime. Contra a modelo, o reconhecimento da vítima. Para o juiz Klaus Marouelli Arroyo, o reconhecimento é o suficiente e os indícios apresentados pela defesa mostram "imprecisão quanto às datas e horários nos quais Bárbara estaria no litoral, acompanhada de terceiros". Desde o dia 16 de janeiro, Bárbara divide a cela com outras detentas no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Franco da Rocha, na Grande São Paulo. A unidade está 33% acima da capacidade — 2.314 mulheres presas para 1.738 vagas. “Ela está muito abalada. Chora todos os dias. Já até emagreceu”, diz Fernanda Querino, mãe da modelo. Primeiro contato com a polícia Segundo uma amiga da acusada, a assistente social Mayara Vieira, de 23 anos, a primeira vez que Bárbara foi levada à delegacia foi por outro possível caso de roubo, em 4 de novembro do ano passado. Ela estava na rua próxima à casa onde mora com um grupo de amigas quando seu irmão, junto com outro rapaz, estacionou na via um veículo de luxo. “Ele disse que tinha roubado o carro e pediu ajuda para um amigo para pegar os pertences”, afirma a amiga da modelo. Mayara era uma das amigas que estava no dia e viu o irmão da modelo chegando. À reportagem, Mayara ainda conta que, em seguida, o irmão de Bárbara e outros dois rapazes teriam ido para uma rua debaixo guardar todos os objetos roubados em um “cativeiro”. Depois disso, policiais militares chegaram no local para verificar a denúncia de roubo ao carro de luxo. Segundo o boletim de ocorrência, os PMs chegaram ao local que o carro roubado estava e, próximo do veículo, estava Bárbara, Mayara e um primo da modelo. De acordo com a assistente social, os policiais questionaram onde estariam os responsáveis pelo carro roubado e teriam dito que se elas indicassem os suspeitos, seriam liberadas. Ainda conforme a assistente social, uma vizinha, com medo de represálias, teria indicado onde os suspeitos estavam. Para a Polícia Civil, os PMs disseram que as indicações foram feitas espontaneamente. Os policiais teriam colocado Bárbara e os demais dentro do carro da polícia e foram até o suposto cativeiro. No local, encontraram o trio. No final da abordagem, todo o grupo foi levado ao 98° DP (Jardim Miriam). Nesta ocorrência, o irmão, o primo da modelo e outros dois rapazes foram indiciados, enquanto ela fora ouvida apenas como “partes”. Na delegacia, Bárbara e os demais teriam ficado ao todo 16 horas dentro do veículo policial “esperando o delegado”, segundo Mayara. A modelo e uma outra amiga foram liberadas e os quatro jovens, detidos. “A Bárbara saiu no dia seguinte e foi direto prestar a prova do Enem”, conta assitente social. O sonho da modelo é ser jornalista. Durante o período na delegacia, segundo a amiga, “o policial tirou foto das meninas, mandou para grupos de WhatsApp e de Facebook”. Ainda de acordo com Mayara, essas fotografias começaram a se espalhar pelas redes sociais e a Bárbara começou a ser apontada por internautas como responsável por outro crime. Procurada