FOCONEWS - Jornal Online

Notícias da Geral

Começa a valer lei que endurece punição para motorista embriagado
Data: 19/04/2018

Pena entre 5 e 8 anos impede que motoristas paguem fiança imediata por homicídio culposo ou de lesão corporal sob o efeito de álcool ou drogas

Começam a valer nesta quinta-feira (19) as punições mais rigorosas aos motoristas embriagados ou sob o efeito de drogas que forem condenados por acidentes de trânsito. De acordo com a nova determinação, que passa a valer 120 dias após a publicação oficial do texto, os motoristas responsabilizados por homicídio sem a intenção de matar (culposo) ou lesão corporal grave e gravíssima deverão cumprir reclusão de 5 a 8 anos e suspensão ou proibição de dirigir. Até então, a pena máxima aos motoristas considerados culpados em casos do tipo estava fixada entre 2 e 4 anos. O prazo permitia que condenados por acidentes de trânsito com mortes sequer fossem para a cadeia. A advogada Anna Julia Menezes, do departamento de Direito Penal do Braga Nascimento e Zilio Advogados, explica que o aumento da pena impede que o delegado estabeleça o pagamento de uma fiança dentro da delegacia para os casos envolvendo embriaguez. “Agora não tem mais essa prerrogativa [do pagamento imediato da fiança]. O delegado tem que lavrar o auto de prisão em flagrante e comunicar o juiz, que decidirá ou não arbitrar a fiança para o acusado”, afirma Menezes. O Código Brasileiro de Trânsito estabelece que a capacidade alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa é considerada em casos de concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar ou sinais que indiquem a alteração da capacidade psicomotora. Segundo Menezes, as seguidas evoluções da lei a respeito da embriaguez ao volante sempre “tornou mais gravosa” a punição aos motoristas na tentativa de repreender a prática. Ao comentar o trecho da lei que estabelece a “suspensão ou proibição do direito de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor”, a advogada diz que decisão é tomada “até mesmo nos crimes sem vítima”. “O juiz estabelece por qual período a pessoa fica sem dirigir ou se proíbe em caráter ad eternum que a pessoa não dirija”, reforça Menezes.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/comeca-a-valer-lei-que-endurece-punicao-para-motorista-embriagado-19042018

Justiça julga hoje recurso que pode levar José Dirceu de volta à prisão
Data: 19/04/2018

Ex-ministro da Casa Civil é acusado de receber propina da empreiteira Engevix e de desviar recursos da Petrobras para o PT e agentes públicos

O TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) julga nesta quinta-feira (19) o último recurso do ex-ministro José Dirceu contra a condenação de 30 anos e 9 meses de prisão, em segunda instância, por supostamente receber propina e favorecer à empreiteira Engevix, no âmbito das investigações da Operação Lava Jato. Se o tribunal negar o recurso da defesa, em julgamento que começa às 13h30, Dirceu pode voltar para a prisão. Ministro da Casa Civil entre 2003 e 2005, durante o primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Dirceu responde ao processo em liberdade por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que concedeu habeas corpus em maio do ano passado por entender que não havia elementos para uma prisão preventiva e porque o petista ainda não havia sido julgado em segunda instância. Dirceu foi preso em agosto de 2015 de forma preventiva por determinação do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal de Curitiba (PR), que enxergou riscos para o cometimento de novos crimes. A condenação de Dirceu viria nove meses depois, em maio de 2016, quando ele foi sentenciado por Moro a 20 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Segundo denúncia do Ministério Público Federal no Paraná, a empreiteira Engevix teria pago um total de R$ 56,8 milhões em propinas a políticos e agentes públicos para manter contratos com a Petrobras. Desse montante, R$ 15 milhões teriam sido pagos a José Dirceu e pessoas ligadas a ele por meio de contratos com sua empresa, a JD Assessoria e Consultoria, e pela compra de imóveis e bens (veja a sentença). Os recursos desviados também foram usados, segundo os argumentos da Procuradoria aceitos pela Justiça Federal, para abastecer o PT. A propina era acertada com a Diretoria de Serviços e Engenharia da Petrobras, onde atuava o ex-diretor Renato Duque, delator da Lava Jato. Os crimes teriam ocorrido entre 2005 e 2014. Dirceu nega as acusações e diz não haver provas do favorecimento à empreiteira junto a Petrobras. Habeas corpus Um ano após a condenação em primeira instância, em maio de 2017, a 2ª Turma do STF afastou a prisão preventiva, por 3 votos a 2. Desde então, o ex-ministro cumpre prisão domiciliar. Ele entregou seu passaporte, usa tornozeleira eletrônica e não pode deixar Brasília, onde mora. A condenação em segunda instância só veio em setembro de 2017, quando a 8ª Turma do TRF4, corte de apelação da Lava Jato, manteve o entendimento de Moro e ampliou a sentença para 30 anos e 9 meses. Segundo o relator do processo no TRF4, desembargador federal João Pedro Gebran Neto, o esquema criminoso teria violado princípios da administração pública, como a legalidade, a moralidade e a eficiência. “Embora nestes casos dificilmente haja provas das vantagens indevidas, adoto a teoria do exame das provas acima de dúvida razoável”, declarou Gebran. O desembargador estipulou pena superior a 40 anos a Dirceu, mas foi voto vencido pelos outros dois desembargadores, Leandro Paulsen, que é revisor, e Victor Luiz dos Santos Laus. Como a apelação terminou com resultado de 2 a 1, abriu-se a possibilidade para a defesa de Dirceu entrar com o recurso chamado de “embargo infringente”, quando se questionam o conteúdo da sentença e a pena pode até ser reformulada. Mas se os três desembargadores confirmarem hoje a sentença, o TRF4 poderá dar como encerrada a tramitação do processo na segunda instância. Foi essa a postura adotada no caso do ex-presidente Lula, quando a corte encerrou o segundo grau de jurisdição após a análise dos embargos de declaração. Como o Supremo permite a execução da pena após condenação em segunda instância, a 13ª Vara Criminal de Curitiba pode determinar a prisão na sequência do julgamento desta quinta. Para isso, bastará receber um ofício do TRF4 comunicando sobre o resultado do julgamento de hoje. A defesa de Dirceu, no entanto, tenta reverter uma eventual prisão no Supremo. O advogado Roberto Podval entrou com reclamação na quarta para garantir o efeito do habeas corpus de maio do ano passado. Segundo o defensor, esse HC manteve o entendimento de que um réu não pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado. O STF ainda não respondeu ao pedido. Procurado pelo R7 nesta quarta, Podval afirmou apenas que aguarda o resultado do julgamento de hoje antes de decidir sobre os próximos passos da defesa.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/justica-julga-hoje-recurso-que-pode-levar-jose-dirceu-de-volta-a-prisao-19042018

Supremo retoma hoje julgamento sobre prisão de Maluf
Data: 19/04/2018

Placar está em 4 x 3 contra os embargos infringentes do deputado federal; quatro ministros ainda precisam votar

O STF (Supremo Tribunal Federal) retoma nesta quinta-feira (19) o julgamento de como o deputado federal afastado Paulo Maluf (PP-SP), de 86 anos, cumprirá a pena de sete anos e nove meses. Ele foi colocado em prisão domiciliar e está internado desde o último dia 6. Após cinco horas de sessão, a presidente do STF, Cármen Lúcia, adiou o julgamento. Até o momento, o placar está 4 x 3 contra os embargos infringentes de Paulo Maluf (PP-SP). Faltam votar os ministros Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Cármen Lúcia. Votaram contra os embargos os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux. Já Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski entenderam que ainda cabe mais um recurso. Se a maioria do plenário decidir que não é cabível que a defesa entre com embargos infringentes, a próxima votação dos ministros será sobre o habeas corpus, que pede que o Supremo mantenha uma decisão liminar de abril, do ministro Dias Toffoli, que permitiu com que Maluf cumprisse a pena em casa. Caso o STF decida que ainda é possível mais um recurso, o deputado poderá esperar o julgamento dos embargos em liberdade. Veja como votou cada ministro até o momento: Edson Fachin O primeiro a votar foi o ministro do STF, o relator Edson Fachin. Para o ministro, o recurso não é admissível porque não há previsão para embargos infringentes na Turma do Supremo. Fachin citou que é preciso de votos absolutórios para haver a possibilidade de embargos infringentes. Segundo o ministro, isso não ocorreu porque o único voto divergente sobre a condenação do deputado foi do ministro Marco Aurélio, que votou para prescrever o processo de Maluf, e não para absolvê-lo. Dias Toffoli Toffoli conheceu os embargos infringentes em julgamento não unânime, como no caso de Maluf. Conforme o entendimento do ministro, apenas um voto contra em uma das Turmas é necessário para que seja cabível a entrada com o recurso. Ele também entende que basta o voto seja diferente, não necessariamente contrário. Para o ministro Dias Toffoli, segundo na lista de votação, a decisão de liberar Paulo Maluf para prisão domiciliar foi uma questão humanitária. — Eu não cassei a decisão da prisão porque eu não dei a liberdade. O que dei foi a sanção humanitária. Alexandre de Moraes Terceiro na lista, o ministro Alexandre de Moraes também conheceu os embargos infringentes no caso de Maluf. Para Moraes, o recurso está previsto no regimento interno do STF. Luís Roberto Barroso Para Barroso, os embargos infringentes só podem ser impetrados se pelo menos dois votos dos cinco ministros da Turma votem pela absolvição do réu. Por isso, o ministro decidiu por votar por não conhecer o recurso no caso de Maluf. Rosa Weber Rosa Weber também votou pelo não conhecimento dos embargos infringentes. Assim como Barroso, ela entendeu que são necessários dois dos cincos votos para que seja autorizado o pedido de novo recurso. Luiz Fux O ministro Fux não deu o conhecimento dos embargos infringentes. Para ele, a apresentação dos embargos só é possível quando há divergência sobre a culpa do acusado, não sobre uma questão processual. Lewandowski Ricardo Lewandowski deu conhecimento pelo recurso. O ministro entendeu que o réu foi julgado apenas em última instância e, por isso, teria direito aos embargos infringentes. — A via recursal deve ser potencializada e não restringida. Maluf preso O político foi preso em dezembro do ano passado, por ordem do ministro Edson Fachin, que considerou que a defesa dele estava usando recursos protelatórios para evitar o cumprimento da pena. A condenação por lavagem de dinheiro ocorreu em maio de 2017. Maluf cumpriu a prisão no Presídio da Papuda, em Brasília. Porém, após ser internado em um hospital de Brasília, o ministro Dias Toffoli autorizou o político a cumprir prisão domiciliar em São Paulo, para onde ele foi levado no dia 30 de março. Já em São Paulo, onde tem residência, o deputado federal afastado passou mal e está internado desde o dia 6 de abril.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/supremo-retoma-hoje-julgamento-sobre-prisao-de-maluf-19042018

Randolfe Rodrigues protocola pedido de impeachment de Temer
Data: 19/04/2018

Para senador, presidente da República mentiu e há fatos novos que justificam o pedido de afastamento do cargo

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou, nesta quarta-feira (18) que o presidente Michel Temer "ofendeu atribuições inerentes ao cargo e seu compromisso com probidade e moralidade administrativa" ao dizer que não utilizou recursos de caixa 2 em sua campanha a vice-presidente, em 2014. E também negar transações comerciais com coronel João Baptista Lima Filho, seu amigo. Para Randolfe, as declarações representam "mentiras explícitas" e Temer deve responder por crime de responsabilidade. "Agora tem um fato novo... Para esse pedido de impeachment tem o depoimento do presidente da República, que tem o dever de falar a verdade." Randolfe avalia que a prisão preventiva de parte dos amigos de Temer, no final de março, demonstra que recursos de caixa 2 e de propina foram destinados para a construção de bens pessoais particulares da família do presidente, fatos negados anteriormente por ele. "Isso contradiz flagrantemente depoimento do presidente", considera o senador. Nesta quarta-feira (18) Randolfe protocolou pedido de impeachment contra o presidente Temer na Câmara. Cabe ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidir se recebe ou não o pedido. Se for aceito, tem início o andamento da denúncia em uma comissão especial. Depois ainda tem que passar pelos plenários da Câmara e do Senado. "Caberá ao presidente Rodrigo Maia responder se uma mentira por parte de um mais alto mandatário, em depoimento judicial, em uma investigação policial, é ou não crime de responsabilidade. Para mim e para a Rede isso configura crime de responsabilidade explícito por parte do presidente e fere de morte os seus deveres", disse Randolfe após protocolar o pedido. Uma das justificativas da denúncia popular é a reforma e ampliação realizada na casa de uma das filhas do presidente, Maristela, que teria sido paga em dinheiro vivo pela mulher do coronel Lima Filho. A Polícia Federal investiga se a obra foi bancada com dinheiro de propina da JBS. Lima Filho foi preso por três dias no final de março, alvo da operação Skala, e sua esposa foi intimada a depor na mesma operação. Esta não é a primeira vez que Temer é denunciado por crime de responsabilidade na Câmara. Ele possui 27 pedidos de impeachment protocolados na Casa. Em 2016, após decisão judicial, Rodrigo Maia aceitou denúncia do advogado Mariel Marley Marra contra o então vice-presidente alegando que ele cometeu os mesmos crimes da ex-presidente Dilma Rousseff. Embora a comissão tenha sido criada, após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), ela não foi instalada até hoje por falta de vontade política. Sem as indicações dos líderes governistas, o colegiado não possui membros suficientes para começar os trabalhos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/randolfe-rodrigues-protocola-pedido-de-impeachment-de-temer-18042018

Polícia Civil e MP fazem operação contra milícia na Baixada
Data: 19/04/2018

Dos 22 mandados de prisão, seis já foram cumpridos, oito já estavam presos e três morreram em confronto no início de abril

A Polícia Civil, junto do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Secretaria de Segurança do RJ, deflagrou a operação “Negócios Paralelos”, no começo da manhã desta quinta-feira (19), que visa prender integrantes de uma milícia atuante em Santa Cruz. Com o objetivo de cumprir 22 mandados de prisão preventiva e 29 de busca e apreensão contra integrantes do grupo paramilitar que atua na localidade conhecida como Jesuítas, no município citado anteriormente, conta com agentes da DRACO/IE (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais), da Ssinte (Subsecretaria de Inteligência) da Secretaria de Segurança, da DH/Capital (Delegacia de Homicídios da Capital), da DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) e do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). O grupo, que expandiu suas ações criminosas para os municípios de Nova Iguaçu e Seropédica, na Baixada Fluminense, a partir de 2016, começou a ser investigado pela DRACO/IE em junho de 2017, a partir de uma operação realizada na comunidade KM 32, em Nova Iguaçu, quando policiais foram atacados a tiros por milicianos. Durante essa ação, 15 veículos com placas clonadas foram apreendidos e 4 armas de fogo, além de rádios comunicadores e coletes balísticos. Além disso, as investigações revelaram que a organização tem como líder um homem conhecido como “Tandera”, além de possuir como suas principais fontes de renda a exploração de comerciantes através da cobrança de taxas de segurança, a venda de cigarros contrabandeados, a venda de botijões de gás e o acesso à TV a cabo. Três dos mandados de prisão são referentes a criminosos conhecidos como Cheetos, Tui e Cumbaca, que morreram durante uma ação policial no início do mês, no sítio Três Irmãos, em Santa Cruz, quando 159 suspeitos foram presos. Até o momento, seis mandados de prisão foram cumpridos e contatou-se que oito dos procurados já estão presos desde o episódio do sítio, citado anteriormente. PublicidadeFechar anúncio Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Santa Cruz e pela 1ª Vara Criminal de Nova Iguaçu. 139 dos presos em Santa Cruz não possuem passagem pela polícia A DP-RJ (Defensoria Pública do Estado do RJ) divulgou, durante a última quarta-feira (18), a informação de que 87% dos presos durante uma festa em Santa Cruz, totalizando 139 de um total de 159, não possuíam passagem pela polícia. O documento com as informações foi entregue pela Polícia Civil à desembargadora Giselda Leitão, da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, responsável por analisar os pedidos de liberdade deste caso. Além disso, também encaminhado pela defensoria ao STJ (Supremo Tribunal de Justiça), que aguarda por uma decisão em função da liberdade de um dos presos. Um outro habeas corpus também foi apresentado ao juiz da 2° Vara Criminal de Santa Cruz, em nome de 40 presos representados pela defensoria, que afirma que todos são primários.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/policia-civil-e-mp-fazem-operacao-contra-milicia-na-baixada-19042018

Operação da Polícia Civil prende sete suspeitos de tráfico de drogas
Data: 19/04/2018

A ação, que começou por volta das 21h desta quarta-feira (18), ocorreu no Guarujá, na Baixada Santista de São Paulo

Sete homens foram presos em uma operação coordenada da 4ª DISE (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes), no Guarujá, na Baixada Santista. A ação começou por volta das 21h de quarta-feira (18). Os policiais civis investigaram a ação da quadrilha por três meses, até desencadear a operação. A delegada titular da 4ª DISE, Leslie Caram Petrus, informou que 30 agentes participaram da ação, que ocorreu em comunidades do Guarujá e em um galpão, onde a quadrilha armazenava as drogas, que seriam transportadas para o exterior, pelo Porto de Santos. Entre os sete presos, um deles tinha seis mandados de prisão expedido. Cinco criminosos já responderam por outros crimes como tráfico de drogas, homicídio, furto e roubo. A Polícia encontrou um caminhão com 222 kg de cocaína em um caminhão contêiner dentro de um galpão. A droga seria levada ao Porto de Santos. Os policiais também apreenderam cinco carros, sendo um deles uma BMW, um fuzil e uma pistola calibre 45. Durante a ação, os criminosos trocaram tiros com os policiais e um dos agentes acabou ferido no pé, por estilhaços da bala. Ele foi levado para um hospital da Baixada Santista, que não foi informado, mas passa bem. Apenas parte da quadrilha foi presa, de acordo com a delegada, uma vez que alguns criminosos fugiram ao perceber a ação da Polícia. Petrus afirma que as investigações não terminaram e a equipe vai realizar novas diligências para localizar o restante da quadrilha.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/operacao-da-policia-civil-prende-sete-suspeitos-de-trafico-de-drogas-19042018

O que são armas químicas? Sete pontos para entender esta ameaça
Data: 19/04/2018

Na Síria, um suposto uso dessas armas no início de abril motivou um ataque aéreo ordenado por Estados Unidos, França e Reino Unido

O uso de armas químicas está no centro de grandes polêmicas e disputas internacionais. O ataque contra o ex-agente russo Sergei Skripal no Reino Unido, no início de março, é um exemplo. No ataque, foi usada a neurotoxina Novichok, na ação que foi considerada a primeira utilização de armas químicas em território europeu desde a Segunda Guerra Mundial. A retaliação da primeira-ministra britânica Theresa May, ao expulsar 23 diplomatas russos do Reino Unido, dá uma dimensão da gravidade desse atentado. No Oriente Médio, a Guerra da Síria, que já dura mais de sete anos, ganhou um novo episódio no último dia 7 de abril, quando um suposto ataque com armas químicas teria acontecido na região de Douma, o último bastião dos rebeldes que que lutam contra o presidente Bashar Al-Assad. Estados Unidos, França e Reino Unido acusaram o governo sírio de ter sido o mandante do ataque contra sua própria população. A ONU atribui pelo menos 35 usos de arma química por forças sírias durante o confronto desde 2013, quando Assad assinou a convenção internacional que impede o uso desse tipo de sustância. A Síria negou que o ataque tivesse existido. A Rússia, que apoia o governo Assad na guerra, afirmou que o ataque foi “encenado” pelo Reino Unido para justificar uma possível retaliação. Os líderes dos três países do Ocidente, Donald Trump, Theresa May e Emmanuel Macron se juntaram e organizaram um ataque contra a Síria que aconteceu na última sexta-feira (13). Segundo eles, o ataque visava justamente destruir esses depósitos de armas químicas. Mas por que as armas químicas geram tanta comoção na Comunidade Internacional? O R7 conversou com a toxicologista e especialista em armas químicas Camilla Colasso, que respondeu sete perguntas-chave sobre o tema. O que são armas químicas? As armas químicas são substâncias químicas que já existem e são empregadas no uso industrial. A diferença é que uma arma química é utilizada para atacar e fazer sofrer uma população civil ou um inimigo externo. “Esse tipo de arma é um produto químico que causa morte ou que é, no mínimo, tóxico”, explica Colasso. Para fazer uma diferenciação mais precisa entre as substâncias químicas usadas para ferir a população das mesmas substâncias que são usadas na indústria, a Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) afirma que uma arma química pode ser definida como a junção do dispositivo utilizado para dispersar com o produto químico tóxico. "pensando em ataques contra civis, essas armas causam dor, injúria, provoca um choque muito grande para quem é vítima e para a sociedade como um todo", esclarece. Quais são os tipos de armas químicas? As armas químicas são divididas em cinco grandes classes: *Neurotóxicos: São substâncias artificiais criadas especialmente para agir no sistema nervoso central da vítima. Essa é a classe mais letal de armas químicas, segundo Colasso. O Novichok utilizado para envenenar o ex-agente russo Sergei Skripal e sua filha Yulia é um exemplo de arma química neurotóxica. O gás sarin — que na verdade é um vapor — foi utilizado contra a população da Síria, conforme informações de organizações de direitos humanos. "Esses são os mais letais", completa Colasso. *Sufocantes: Esses produtos agem causando o sufocamento no organismo afetado. Gás cloro e fosgênio são dois exemplos de armas químicas dessa categoria. Segundo as organizações internacionais, o gás cloro tem sido altamente utilizado na Guerra da Síria. *Vesicantes (ou bolhosos): Essas substâncias específicas agem principalmente nos olhos e na pele da vítima. Eles causam bolhas características que doem muito e podem incapacitar a ação de um inimigo, no caso de um confronto. "As bolhas provocadas são muito difíceis de serem tratadas quando estouram e doem demais. Essas armas não matam, mas deixam as pessoas completamente debilitadas", garante Colasso. Essas armas também podem provocar cegueira. O gás mostarda é um exemplo de arma química vesicante. *Agentes sanguíneos: Esses produtos são todos à base de cianeto e foram os agentes tóxicos utilizadas pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial. Colasso explica que essas substâncias causam falta de oxigenação nas células e assim o corpo entra em pane. Dependendo da quantidade de gás, a vítima morre em poucos minutos. *Toxinas: Essas substâncias são características por serem extraídas de microorganismos. Existem dois tipos de toxinas usadas como armas químicas. As primeiras são as saxitoxinas extraídas de cianobactérias e algas marinhas e as segundas são as ricinas, extraídas de semente de mamona. Desde quando as armas químicas são usadas em conflitos? O primeiro uso militar de armas químicas em grande escala que se tem notícia foi na Primeira Guerra Mundial. A Alemanha utilizou cilindros de gás cloro para evitar o avanço das tropas francesas. Posteriormente, os aliados também passaram usar esse tipo de armamento. Naquele período, a principal substância utilizada foi o gás mostarda. Depois disso foi criado o Protocolo de Genebra, em 1925, que impedia o uso de armas químicas em batalha. Isso não foi o bastante, tanto que durante a Segunda Guerra Mundial o cianeto foi utilizado pelos nazistas e os japoneses também fizeram experiências químicas e biológicas contra soldados australianos. Na Guerra do Vietnã, os Estados Unidos empregaram o desfolhante conhecido como agente laranja contra a população Vietnamita. Na década de 1990, a Guerra Irã-Iraque também teve o emprego desse tipo de armas. Um atentando utilizando gás sarin deixou 12 mortos e atingiu pelo menos 6 mil pessoas no metrô de Tóquio em 1995. A Opaq surgiu em 1997 com a proposta de destruir as armas químicas que restaram desses conflitos. Quantas armas químicas existem no mundo? De acordo com a especialista é impossível ter certeza de quantas armas químicas existem no mundo. A situação é ainda mais complicada porque muitas dessas substâncias podem ser facilmente criadas, como é o caso do sarin. Esse gás venenoso não é comercializado, mas com a matéria-prima adequada, é possível produzi-lo em um quintal. Quais sintomas? Cada classe de arma química produz uma reação específica no corpo humano. Colasso esclareceu os principais sintomas dos dois principais armamentos que teriam sido usados na Síria nos últimos sete anos: o gás cloro e o sarin. “O cloro provoca a sensação de que tem alguém pisando no seu peito”, relata. É um aperto muito forte no peito e caso a pessoa não seja tratada imediatamente, morrerá em pouco tempo. O sarin, por sua vez, provoca muito suor e salivação na vítima. É comum que as pessoas espumem pela boca e tenham tremores musculares. Outros sintomas do sarin é que ele deixa a visão da pessoa atingida turva e causa ânsia de vômito e convulsões. As crianças tendem a ser mais afetadas. Como identificar um ataque químico? A maioria desses agentes são quase impossíveis de identificar quando dispersados na atmosfera. "Eles são como inimigos invisíveis", define Colasso. A exceção fica por conta do cloro que faz o nariz, olho e a garganta arderem. "Na Síria, as pessoas vivem um cenário de guerra, onde toda hora tem bomba caindo, toda hora explosão. A pessoa não consegue imaginar que em uma dessas explosões vai ter um gás", explica a especialista. "É perverso o uso da arma química porque você não tem como fugir, não tem como se esconder", lamenta. O problema é que quando uma população identifica que está sendo vítima de um ataque químico, o primeiro ímpeto é o de correr. Como esses gases se dispersam com facilidade, quanto mais a pessoa corre mais inala o gás e mais envenenada fica. As vítimas podem ser tratadas? Em um contexto controlado e de normalidade, com uma infraestrutura adequada é possível salvar uma vítima de um ataque químico, como acontece com Sergei e Yulia Skripal. Yulia, inclusive já apresentou melhoras no tratamento que recebe no Reino Unido. Tendo em vista, no entanto, o cenário da guerra da Síria, essas pessoas tendem a sofrer mais porque, muitas vezes, não há sequer médicos e enfermeiras suficientes para prestar a ajuda necessária, muito menos hospitais adequados.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/o-que-sao-armas-quimicas-sete-pontos-para-entender-esta-ameaca-19042018

Minério de ferro dispara quase 7% na China
Data: 19/04/2018

O minério de ferro para entrega no porto de Qingdao, na China , subiu quase 4 por cento, para 68,45 dólares por tonelada.

MANILA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro na China subiramquase 7 por cento nesta quinta-feira, atingindo o seu mais alto nível em quase um mês, em meio a expectativas relacionadas a um movimento de Pequim para reduzir o volume de dinheiro que a maioria dos bancos comerciais e estrangeiros deve manter como reservas para pagar financiamentos. Isso poderia ajudar a impulsionar a demanda por aço. Mas alguns operadores também dizem que a atividade comercial especulativa pode estar por trás do aumento dos preços, com a oferta da matéria-prima do aço permanecendo elevada. Junto com o minério de ferro, outras commodities negociadas na China também tiveram alta, incluindo borracha, níquel, alumínio e zinco. O minério de ferro mais negociado na bolsa de Dalian fechou em alta de 6,5 por cento, a 475 iuanes (76 dólares) a tonelada, atingindo durante a sessão máxima de 476 iuanes, mais alto valor desde 23 de março. O anúncio do Banco Central da China sobre o corte na taxa do compulsório de bancos foi feito na terça-feira. O vergalhão de aço na bolsa Xangai subiu 2 por cento, a 3.516 iuanes por tonelada. Os estoques de minério de ferro nos principais portos da China ficaram em 160,1 milhões de toneladas em 13 de abril, não muito abaixo de um recorde 161,68 milhões de toneladas registrado ao final de março, segundo dados da consultoria SteelHome mostrou. O minério de ferro para entrega no porto de Qingdao, na China , subiu quase 4 por cento, para 68,45 dólares por tonelada. (Por Manolo Serapio Jr)

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/minerio-de-ferro-dispara-quase-7-na-china-19042018

Confiança da indústria cai em abril, diz prévia da FGV
Data: 19/04/2018

Índice de Confiança da Indústria apurado na prévia da sondagem de abril teve um recuo de 0,7 ponto em relação ao resultado fechado de março

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) apurado na prévia da sondagem de abril teve um recuo de 0,7 ponto em relação ao resultado fechado de março, para 101,1 pontos, informou nesta quinta-feira (19) a FGV (Fundação Getulio Vargas). Sob a métrica de médias móveis trimestrais, o ICI mantém a tendência de alta iniciada no segundo semestre do ano passado, com um avanço previsto de 0,5 ponto em abril. Após duas altas consecutivas, o IE (Índice de Expectativas) caiu 1,6 ponto em abril, para 101,2 pontos. Já o ISA (Índice da Situação Atual) permaneceu relativamente estável, com ligeira alta de 0,1 ponto, para 100,7 pontos. O Nuci (Nível de Utilização da Capacidade Instalada) da indústria indicou uma estabilidade na prévia de abril ante o fechamento de março, permanecendo em 76,1%, o maior patamar desde maio de 2015, quando estava em 76,6%. A prévia dos resultados da Sondagem da Indústria abrange a consulta a 794 empresas entre os dias 2 e 18 de abril. O resultado final da pesquisa será divulgado no próximo dia 26.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/confianca-da-industria-cai-em-abril-diz-previa-da-fgv-19042018

Optantes pelo Simples Nacional podem aderir ao Parcelamento Especial de débitos
Data: 19/04/2018

Optantes pelo Simples Nacional podem aderir ao Parcelamento Especial de débitos

A Lei Complementar nº 162/2018 instituiu o Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pert-SN), permitindo o parcelamento de débitos tributários. As empresas interessadas no parcelamento especial dos débitos devem acessar, até o dia 9 de julho de 2018, o portal eletrônico da Receita Federal do Brasil ou do Simples Nacional para solicitar a adesão ao Pert-SN. Os interessados no parcelamento especial pagarão, no mínimo, 5% (cinco por cento) do valor da dívida consolidada, sem redução, em até cinco parcelas mensais e sucessivas, pagando o saldo devedor através das seguintes opções: a) liquidado integralmente, em parcela única, com redução de 90% (noventa por cento) dos juros de mora, 70% (setenta por cento) das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% (cem por cento) dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios; b) parcelado em até cento e quarenta e cinco parcelas mensais e sucessivas, com redução de 80% (oitenta por cento) dos juros de mora, 50% (cinquenta por cento) das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% (cem por cento) dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios; c) parcelado em até cento e setenta e cinco parcelas mensais e sucessivas, com redução de 50% (cinquenta por cento) dos juros de mora, 25% (vinte e cinco por cento) das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% (cem por cento) dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios. O valor mínimo das prestações é de R$ 300,00 (trezentos reais), exceto no caso dos Microempreendedores Individuais (MEIs), cujo valor será definido pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN). Fonte: CONTADORES.CNT.BR

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/contabeis/optantes-pelo-simples-nacional-podem-aderir-ao-parcelamento-especial-de-debitos-19042018

Corinthians bate Independiente e é líder do Grupo 7 da Libertadores
Data: 19/04/2018

Equipe de Fábio Carille se segurou em Avellaneda, no Estádio Libertadores da América; próximo do fim da partida, time chegou ao gol com Jadson

O Corinthians visitou o Independiente-ARG, em Avellaneda, nesta quarta-feira (18), pela 3ª rodada da fase de grupos da Libertadores, e saiu de campo com uma valiosa vitória por 1 a 0. Com o resultado, o Alvinegro Paulista chega a sete pontos e reassume a liderança do Grupo 7 da competição. Atrás do Timão está o Millonarios-COL, com quatro pontos e saldo de três gols. A equipe argentina também tem quatro pontos, mas ocupa a terceira colocação da chave. Argentinos têm a bola, mas Corinthians mostra eficiência O jogo começou com uma ilustração do que seriam os 90 minutos: os donos da casa procurando oportunidades para marcar, e os corintianos se defendendo bem e saindo para os contra-ataques. Aos dois minutos, após cruzamento fechado, Cássio fez boa defesa. Aos 12, Maycon foi acionado pela entrada da área, cortou para a esquerda e chutou cruzado, mas o goleiro Campaña defendeu. Seis minutos depois, Romero recebeu passe por trás de Balbuena e chutou cruzado, mas mandou para fora. Com 26 minutos de jogo, Clayson recebeu enfiada de Rodriguinho, arrancou pela esquerda, cortou para o meio e bateu colocado, mas a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo, levando perigo ao gol adversário. Aos 28, Verón avançou pela direita e finalizou sem força, mas a bola desviou na defesa e quase surpreendeu Cássio, que defendeu com os pés. Teste o seu conhecimento sobre a Libertadores da América Jadson teve falta próxima da área para bater, aos 33 minutos. O meia tentou o chute colocado, e a bola passou pouco acima do gol. No minuto seguinte, em contra-ataque corintiano, Romero recebeu enfiada pela direita e, com espaço, invadiu a área e chutou de chapa, mas a finalização saiu fraca e Campaña defendeu em dois tempos. O paraguaio perdeu boa chance para abrir o placar. A um minuto do fim do primeiro tempo, Domingo tabelou pela entrada da área e chutou colocado, mas mandou para fora. A bola passou perto. Logo no início da etapa final, Clayson fez boa jogada, deixou a marcação para trás e, ao invés de finalizar, tentou novo drible e perdeu a bola e uma boa chance para marcar. Aos 23 minutos, após cruzamento pela direita e corte parcial da zaga, Meza dominou na grande área e chutou com força, mas a defesa bloqueou. Dois minutos depois, Domingo arriscou chute de fora da área e Cássio defendeu em dois tempos. Após se segurar bem durante toda a partida, o Corinthians chegou ao gol aos 35 minutos. Mateus Vital recebeu pela meia esquerda e fez cruzamento fechado. Jadson apareceu bem entre a zaga e desviou de cabeça para vencer Campaña, que ainda espalmou a bola mas não evitou que a bola entrasse em sua meta. Aos 41, o Rey de Copas teve um gol mal anulado. Após cruzamento e corte da defesa corintiana, Meza chutou e Romero, em posição legal, completou para o gol, mas o bandeirinha marcou o impedimento. No último minuto, após boa troca de passes, Fernández chutou firme pela entrada da área, mas Cássio defendeu de soco.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-bate-independiente-e-e-lider-do-grupo-7-da-libertadores-19042018

Flamengo se complica e cede empate no Maracanã sem torcida
Data: 19/04/2018

Rubro-Negro saiu na frente com gol de Henrique Dourado, mas viu Santa Fe empatar por 1 a 1 na noite desta quarta-feira (18), pela Copa Libertadores

O Flamengo bem que saiu na frente nesta quarta-feira (18), mas desperdiçou uma oportunidade diante do Santa Fe-COL e empatou por 1 a 1, em um Maracanã punido com a ausência da torcida. Ainda assim, o Rubro-Negro lidera o Grupo 4, com cinco pontos, na terceira rodada da Copa Libertadores. As duas equipes voltam a se encontrar já na próxima rodada, mas desta vez, no El Campín, na Colômbia, para definir a liderança do grupo. A partida pela quarta rodada da fase de grupos acontece já na próxima quarta. De portões fechados ainda pela confusão na final da Copa Sul-Americana, o Flamengo não pôde contar com o apoio da sua apaixonada torcida – a diretoria rubro-negra pediu a mudança de estádio, mas não foi atendida pela Conmebol. Apesar do triste cenário no Maracanã, as coisas pareciam fáceis para o time do técnico Maurício Barbieri. Logo aos 7 minutos, Diego cobrou escanteio e Henrique Dourado se antecipou ao goleiro para, de cabeça, abrir o placar. O placar, no entanto, causou o sentimento de falsa tranquilidade na equipe. Diego ainda teve uma chance em tiro indireto na pequena área, mas desperdiçou. Aos 30 minutos, o golpe veio dos pés do artilheiro Morelo. O mesmo Diego errou a saída de bola e os colombianos marcaram. Consciente da necessidade do resultado do Grupo 4, o Flamengo pressionou demais nos minutos finais Juan e Paquetá de cabeça. Faltou o último toque que empurraria a bola para as redes. Dos próximos três jogos do Rubro-Negro na fase de grupos, dois são fora de casa: Santa Fe (fora), Emelec-EQU (casa) e River Plate-ARG (fora).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/flamengo-se-complica-e-cede-empate-no-maracana-sem-torcida-18042018

Vasco visita o Racing-ARG para se manter vivo na Copa Libertadores
Data: 19/04/2018

Vasco busca primeira vitória na fase de grupos da Libertadores, contra o Racing-ARG nesta quinta-feira (19), no estádio El Cilindro, em Avellaneda

O Vasco vai em busca da primeira vitória na atual edição da Copa Libertadores. Depois de perder na estreia e empatar na rodada seguinte, o time carioca visitará o Racing nesta quinta-feira (19), às 19h15 (de Brasília), no estádio El Cilindro, em Avellaneda, na região metropolitana de Buenos Aires, na Argentina, em duelo válido pelo Grupo E da competição continental. A equipe comandada pelo técnico Zé Ricardo ocupa a terceira colocação na chave com apenas um ponto somado e enfrentará o time argentino, que atualmente está na liderança, com quatro. Uma vitória do Vasco embola a briga pela classificação. Um tropeço dos cariocas pode deixar a vaga bem mais distante. Zé Ricardo realizou um treino em Buenos Aires, no Centro de Treinamento do Boca Juniors, antes da partida. Na movimentação tática, a equipe teve uma série de novidades em relação ao time que começou em campo na estreia do Campeonato Brasileiro, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético Mineiro no último domingo. O lateral-direito Rafael Galhardo deixou a equipe. Em seu lugar, Yago Pikachu foi deslocado para o setor. A vaga aberta no meio de campo será ocupada pelo volante Bruno Silva. No ataque, o argentino Andrés Ríos deve ficar com a vaga do equatoriano Riascos. O treinador pediu ao time concentração do início ao fim. "O Racing é um time que pressiona bastante e que possui dois homens de frente com muita capacidade de decisão, que são o Centurión e o Lautaro Martinez. Teremos que suportar a pressão que vão fazer, até porque o Racing colocará um pé na classificação se vencer a partida. É um jogo fundamental para nós. Precisamos estar do primeiro ao último minuto com um alto nível de concentração", afirmou. O Racing venceu o Cruzeiro na estreia da competição, em casa, pelo placar de 4 a 2 e, como Zé Ricardo afirmou, pode encaminhar a vaga para a próxima fase com um novo triunfo sobre clube brasileiro. Para a partida, o técnico Eduardo Coudet não poderá contar com o meio-campista Diego González, expulso no empate por 1 a 1 com a Universidad de Chile, na última rodada, em Santiago. Matias Zaracho será o substituto.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/vasco-visita-o-racing-arg-para-se-manter-vivo-na-copa-libertadores-19042018

5 coisas que explicam sucesso de 'La Casa de Papel', série não falada em inglês mais vista da Netflix
Data: 19/04/2018

Um enredo cheio de personagens ambíguos são uma das razões do sucesso da trama espanhola, segundo especialistas

Confirmado: os ladrões liderados pelo "Professor" já estão preparando novos golpes. A Netflix anunciou nesta quarta-feira que haverá uma terceira temporada de "La Casa de Papel" (A Casa de Papel). Segundo o serviço de streaming, a série espanhola é a mais assistida de língua não inglesa de sua história. A notícia de que haverá mais uma leva de episódios foi celebrada nas redes sociais, onde os milhões de seguidores da trama (rebatizada em "Money Heist", algo como "Roubo de Dinheiro", em inglês) haviam especulado durante dias se haveria uma continuação. Embora seus criadores dissessem que a série era um projeto de uma temporada dividida em duas partes, seu enorme e inesperado sucesso em vários países fez com que os planos mudassem. A ficção foi exibida pela primeira vez em 2017 em canal aberto de TV na Espanha, no qual teve audiência discreta. O sucesso viria quando a Netflix comprou a atração e a incluiu em seu cardápio de séries. Hoje, a trama tem fãs espalhados em países como Argentina, Brasil, Uruguai, França, Índia, Arábia Saudita e Turquia, entre outros. A máscara de Salvador Dalí usada pelos personagens chegou, inclusive, a virar mania em vários lugares. Esse sucesso fez com que a Netflix decidisse agora produzir as novas aventuras do grupo de ladrões – e anunciasse o feito na conta da série no Twitter. A terceira leva de episódios será exibida em 2019 e ainda não se sabe quais atores seguirão no elenco e nem como será a nova história. Até agora, o enredo da trama era era centrado no assalto à Casa da Moeda da Espanha, onde um grupo de ladrões apelidados com nomes de cidades do mundo tenta realizar um assalto multimilionário. Mas o que há de tão especial na série protagonizada por Berlim, Tóquio, Rio e companhia para ela ter alcançado tamanho sucesso? 1. O típico roubo que não é o que parece La Casa de Papel conta a história clássica de "um roubo perfeito" do ponto de vista dos ladrões. "Eles não estão apenas roubando para si, mas também estão dando um golpe (...) e um aviso para o sistema capitalista em que vivemos", disse Alejandro Bazzano, um dos diretores da série, ao jornal argentino La Nación. A peculiaridade desse roubo atrai grande parte do público, que por vezes encontra semelhanças com o que acontece em seus países. Na Argentina, por exemplo, diz o jornalista especializado em séries Marcelo Stiletano, também do La Nación, assaltar o lugar onde o dinheiro é fabricado desperta a simpatia em um país onde a desvalorização da moeda é um dos grandes símbolos de sua crise econômica. "Poderia ser o emblema de um questionamento do funcionamento econômico do país e uma necessidade, da ficção, de punir aqueles responsáveis pelos desastres que tornaram a Argentina cada vez mais pobre", diz Stiletano à BBC. O foco do enredo faz com que uma grande parte do público queira que o assalto se concretize, e não o contrário. E é por isso que a série chegou a causar polêmica em alguns países. Na Turquia, por exemplo, o ex-prefeito de Ancara Ibrahim Melih Gökçeh descreveu a obra como "um símbolo de rebeldia" que deveria ser alvo de intervenção "das autoridades policiais". 2. Os bandidos que não são tão ruins A primeira garantia de sucesso de La Casa de Papel está no desenvolvimento de seus protagonistas. "Como você sabe detalhes de suas histórias, você acaba se afeiçoando aos bandidos, porque vai descobrindo que eles não são tão ruins assim", analisa o produtor audiovisual argentino Patricio Rabuffetti, que trabalha na Espanha. O retrato ambíguo dos personagens faz com que ladrões como Tóquio, Moscou, Berlim ou Nairóbi – apelidos claramente inspirados nos nomes em código dos assaltantes do filme Cães de Aluguel (Branco, Azul...), de Quentin Tarantino – se tornem quase "justiceiros". Segundo Stiletano, "a simpatia de um vilão está na base de qualquer ficção de sucesso, como disse Alfred Hitchcock". As fraquezas, problemas e desventuras dos ladrões, que estabelecem relações com os diferentes reféns, acabam conquistando a empatia do público. "É mais fácil se identificar com eles do que com aqueles que supostamente representam a lei", afirma o jornalista. 3. Um filme em 15 capítulos La Casa de Papel é outro exemplo de série que, devido à sua qualidade, poderia perfeitamente ser exibida em um cinema. "Ela foi feita com um orçamento quatro ou cinco vezes menor do que seria o de um capítulo feito nos Estados Unidos, mas não deixa nada a desejar em termos de fotografia, roteiro, enredo... É muito bem feita", diz Rabuffetti. Segundo o produtor internacional, o roteiro mantém permanente tensão, intriga, suspense e até momentos de romance. "É uma mistura que realmente funciona." Os movimentos de câmera característicos, a luz e a trilha sonora ajudam a série a ter um ritmo acelerado (a adaptação feita para a Netflix encurtou a duração dos episódios para ter mais capítulos) e faz com o que o espectador fique ligado na trama. Outras coisas consideradas acertos na série: o uso de elementos únicos e distintos, como as máscaras de Salvador Dalí ou os macacões vermelhos utilizados pelos ladrões durante o roubo. 4. Ritmo ideal para uma plataforma de streaming Mesmo com essas qualidades apontadas pelos especialistas, surpreende que La Casa de Papel não tinha sido um sucesso de audiência quando foi exibida pela primeira vez na TV aberta da Espanha. Para os críticos, isso aconteceu porque o desenvolvimento de seu enredo, quase em tempo real, se encaixa melhor com a nova maneira de assistir à ficção por meio de plataformas de streaming como a Netflix. "O espectador segue a ação com essa sensação de tempo real adquirida com o hábito de consumo dessas plataformas, nas quais você pode ver todas temporadas de uma série de uma vez, e não apenas um único capítulo", diz Stiletano. O produtor Rabuffetti acrescenta que os "intervalos comerciais de 12 ou 15 minutos" da televisão tradicional não ajudaram o público a seguir uma série com o ritmo frenético de La Casa de Papel quando ela foi ao ar na Espanha. "Eu diria que, se uma série como House of Cards tivesse sido vista na TV aberta, ela também teria passado despercebida." 5. A nova percepção da América Latina sobre a ficção espanhola Rabuffetti também destaca o bom momento pelo qual passa a indústria de ficção da Espanha após o sucesso de outras séries como Velvet ou Grand Hotel e a alta demanda que existe por seus produtos também na América Latina. O profissional afirma já passou o tempo em que boa parte do público latino não ficava à vontade ouvindo no cinema ou na TV o sotaque característico do espanhol falado na Espanha. "Por causa do prestígio que merecidamente as séries espanholas estão desfrutando, hoje não há resistência para vê-las", diz ele. Outro fator que contribui para o sucesso de La Casa de Papel é a escalação do elenco, com vários talentos espanhóis, como Álvaro Morte, Itziar Ituño, Alba Flores e Úrsula Corberó, que eram até então desconhecidos por grande parte do público internacional. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/5-coisas-que-explicam-sucesso-de-la-casa-de-papel-serie-nao-falada-em-ingles-mais-vista-da-netflix-19042018

Sabrina Sato é internada para tratar lesão no joelho:
Data: 19/04/2018

Apresentadora da RecordTV, que está no hospital Albert Einstein, segue acompanhada pelo noivo Duda Nagle

A apresentadora Sabrina Sato está internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratar da lesão que sofreu no joelho no começo do mês de abril. A informação foi confirmada ao R7 pela equipe da apresentadora nesta quarta-feira (18). De acordo com a empresária, não há "nada grave" com Sabrina, mas a necessidade de repouso para auxiliar na recuperação da lesão. Segundo o Balanço Geral, a apresentadora foi submetida a um exame de ressonância magnética no início desta tarde. Sabrina compartilhou em seu perfil no Instagram imagens do quarto do hospital e ainda brincou com o noivo, Duda Nagle — Me amor, aonde você foi? Em resposta, Duda diz que foi comprar alguns mimos à apresentadora — Pudim, torta e doce de leite. A "japa", torceu o joelho enquanto caminhava com a família em Angra dos Reis (RJ). No início do mês, no entanto, ela precisou imobilizar a perna após sofrer um novo acidente enquanto treinava. Sabrina chegou a ficar alguns dias afastada da rotina de gravações do programa que comanda na RecordTV.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/sabrina-sato-e-internada-para-tratar-lesao-no-joelho-nada-grave-18042018


Data: 19/04/2018

Prestes a estrear um programa aos domingos na Band, Datena fala do novo desafio e do susto que deu nos colegas de emissora

Há duas semanas, José Luiz Datena, 60 estava tomando café com os colegas de Band na lanchonete da emissora. Foi aí que o ex-jogador Neto, apresentador da emissora, veio brincando e deu uma espécie de mata-leão em Datena, que já não estava se sentindo legal. Datena então avisou que estava com falta de ar, pouco antes de desmaiar na frente dos amigos. O apresentador foi socorrido na emissora, e acordou com todo mundo chorando e dizendo que podia ser o princípio de infarto. "Pensei: 'Logo agora, que estou tão feliz, que vou fazer o programa que tanto sonhei. Não posso morrer...", disse Datena. Enquanto Neto e o motorista da ambulância choravam (Datena se diverte contando o episódio), ele só pensava no programa e logo percebeu que não estava tendo um infarto coisa nenhuma. "Quebrei duas costelas na queda, mas minha saúde está boa", conta. "O pior era todo mundo chorando achando que eu ia morrer", se diverte. As costelas ainda doem, mas nada impedirá Datena de estrear o programa "dos seus sonhos", o dominical "Agora é com Datena”, que entra no ar próximo domingo (25), às 15h, na Band. A atração mistura música, entrevistas polêmicas, conversas com políticos, show de calouros, diversão, jornalismo ao vivo e um game show eletrizante. Em entrevista, Datena conta do susto que deu nos colegas, da briga com o dono do Ibope, da saída do "Brasil Urgente", cutuca políticos. Ele ainda fala de Silvio Santos, Faustão e do novo desafio aos domingos. É muito diferente para você deixar o jornalismo policial e partir para o entretenimento? Datena - A minha carreira foi muito marcada pelo "Cidade Alerta" e o "Brasil Urgente". Mas eu comecei no esporte, com humor. Não queria fazer polícia, mas foi o que sobrou para mim. Sempre fui do esporte , coisas que o "Casseta & Planeta" fez depois. Era a antítese do que acabei fazendo no resto da minha carreira. Mas ou eu fazia o jornalismo policial ou eu perdia o emprego (risos). Mas sempre gostei de entretenimento. Como você vai tratar política no programa? Como sempre fiz. Eu tenho programa de rádio que eu entrevisto todos os políticos. Todo mundo vai lá falar. Sou filiado, mas nunca tive atividade partidária, fui convidado, mas não saí candidato. O lance é tratar política com verdade. Não vou fazer programa alienado não. Sempre me chamaram de sensacionalista. Eu dizia lá atrás que o crime organizado estava se infiltrando na política. Acho que fui até pouco visionário. Eu estava certo. Como você vê a dura concorrência que vai enfrentar aos domingos? As pessoas vão levar um susto ao me ver de forma diferente. Estou me divertindo e quero que todos se divirtam também. O programa tem quanto tempo de duração? PublicidadeFechar anúncio Seis horas. Não é muito (risos). Eu faço todo dia programa de três horas falando de enchente, ventania. Com conteúdo então, fico até dez horas no ar. Você proibiu conteúdo de mau gosto no programa? Pode até ser que dei alguma escorregada com isso ao longo da minha carreira, mas nunca gostei de fazer conteúdo de mau gosto. E não quero isso no programa. Uma das questões que sempre tratei foi de segurança pública, e essa ainda é nossa maior preocupação no país. Uma coisa é segurança pública, outra é conteúdo apelativo. O que você acha de concorrer aos domingos com Silvio Santos, Rodrigo Faro, Eliana, Faustão? É uma honra. O Fausto é meu amigo. Como pizza na casa dele. Espero que ele continue me convidando agora. Adoro o Faro, a Eliana, e o Silvio é um mestre. Sabe que ele tentou me levar para o SBT, duas vezes. Quase fui. O patrão não demite você na hora que ele quer? Então, eu demito os patrões! (risos). Cheguei a ir na casa do Silvio, conversamos por horas. Na época eu tinha uma multa de rescisão muito grande. Ele disse que eu deveria chamar "Detran" e não "Datena", de tanta multa que eu tinha. (risos). Mas a Band acabou me oferecendo uma boa grana, e eu fiquei. Eu com uma caneta na mão sou um perigo. Meu advogado diz que tenho de andar com lápis, que aí assino as coisas e dá para apagar! (risos) Como você se preparou para o programa? Tudo o que fiz na vida me preparou para chegar até aqui. Eu sonhava com esse programa... Fiquei chateado que quando sofri agora esse acidente, eu cai, desmaiei... O que aconteceu? O Neto (ex-jogador e apresentador da Band) é muito brincalhão. Ele veio por trás e apertou meu pescoço como se fosse me dar um mata-leão. Só que eu estava com falta de ar. Aí caí, desmaiei. Acordei de pernas para o ar com todo mundo me olhando. Quando fui levantar, senti uma dor no peito. O salvamento foi impressionante. O Samu seria melhor... O motorista chorava, o Neto chorava e dizia :"Não me abandona meu irmão, não morra...", acho que ele estava com medo de ter me matado (risos). Aí entra o médico, e nome do cara era 'Pinto'. Quando o dr. Pinto entrou eu pensei : "Morri". Não tive infarto. A dor no peito foi da queda em que quebrei as costelas. Estou tomando remédios para superar a dor das costelas. Mas estou bem de saúde. O jornalismo ao vivo vai ter espaço no programa? O Zé Simão diz que sou o Galvão Bueno das enchentes. Se tiver enchente no domingo, coitado do Faustão... (risos) Também adoro o Faro (Rodrigo). O conheci em uma viagem e ele tratou minha família com tanto carinho... Eu fiquei apaixonado por ele, mas acho que minha mulher ficou mais (risos)... E eu sou o bêbado dessa história. Estou entrando no domingo agora. De vez em quando o bêbado acerta um... Estou com a pretensão de fazer o meu trabalho, não quero derrubar ninguém. São meus amigos...Eu tenho muita experiência de apresentar ao vivo...Enchente, então, eu entendo mais que São Pedro (risos). Se acontecer algo importante eu derrubo tudo e entro ao vivo. E os caras vão suar... Já no entretenimento eu não sou melhor que eles... Se o programa não der certo, você voltaria a fazer o 'Brasil Urgente'? Não, não faria mais. Toda a contribuição que eu poderia dar para esse tipo de jornalismo eu já dei. Na vida você tem de ter um plano B, eu já pedi para a Band que se esse programa de domingo não der certo eu quero fazer um 'talk-show'. Mas há vida além de tudo isso aqui. Se não der certo, não deu. Já me ferrei tanto e estou ainda aqui...Agora, não volto ao 'Brasil Urgente', o Joel (filho de Datena) está muito bem lá. Quando meu filho me disse que tinham convidado ele para fazer o programa, eu disse: 'Não Faz', não vale a pena. É um conteúdo muito pesado... Você vai ficar de olho no Ibope? Sabe que não olho para câmera pois peguei esse costume de olhar para os lados da época em que ficava vendo os monitores no estúdio, enquanto apresentava. Olhava o que cada emissora estava passando no horário, e via o Ibope minuto a minuto. Não confio nesse Ibope minuto a minuto. É um desserviço. Na época do Carlos Augusto Montenegro (presidente do Ibope) então, era pior. Sabe que uma vez quase bati nele? Marcaram um almoço e fui eu e o Kajuru (Jorge) almoçar com o Montenegro. Discuti com ele, brigamos. Quase bati no dono do Ibope. Lembro que ele estava cheio de seguranças, e arrumamos a maior confusão no almoço (risos). Agora parece que ele vendeu essa parte de medição de audiência para a Kantar, né? O Ibope está mais confiável agora, não que não fosse, mas acho que está mais. E eu não quero agora que me encham com esse lance de audiência em tempo real, já avisei no programa. Deu ibope deu, não deu, paciência.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/o-neto-chorava-achou-que-eu-estava-morrendo-conta-datena-18042018

Batalha dos Confeiteiros vira assunto mais comentado na web
Data: 19/04/2018

Buddy recebeu Valesca Popozuda e Rick Bonadio para avaliar os pratos. Participantes fizeram bolos inspirados na música brasileira

A segunda temporada de Batalha dos Confeiteiros, apresentado por Buddy Valastro, estreou nesta quarta-feira (18) na RecordTV e foi o assunto mais comentado nas redes sociais. O reality show vai revelar o melhor confeiteiro do Brasil e o vencedor vai trabalhar com Buddy em uma das lojas Carlo’s Bakery. No primeiro episódio, o Cake Boss pediu aos 16 participantes que fizessem suas melhores sobremesas, porém apenas quatro tiveram os pratos provados por Buddy. O destaque do primeiro programa foram os bolos inspirados nos ritmos musicais brasileiros. Esta foi a prova de eliminação e para avaliar os pratos, o confeiteiro contou com a ajuda de Valesca Popozuda e do produtor musical Rick Bonadio. O episódio de estreia ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter. Veja os principais comentários dos internautas.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/batalha-dos-confeiteiros-vira-assunto-mais-comentado-na-web-18042018

Assassino de brasileiro morto nos EUA era 'obcecado por namorada'
Data: 19/04/2018

Amigo muito próximo do brasileiro João Souza, Sammy Landino afirma que esfaqueador 'era um psicótico' e acredita que crime foi passional

"Não foi um ato de maldade aleatório. O esfaqueador era um psicótico obcecado pela namorada do João." Para o jovem americano Sammy Landino, amigo próximo do brasileiro João Souza, de 19 anos — que foi morto a facadas dentro de um dos dormitórios na Universidade de Binghamton, em Nova York, nos EUA, no último domingo (15) —, o assassinato brutal se trata de um crime passional. “O João nunca foi um cara envolvido com gente má, drogas ou outras coisas do tipo. Ele tinha muito caráter. O que aconteceu é que a namorada dele tinha um ex-namorado que basicamente se mudou para a Universidade de Binghamton só para perturbá-los. Ele esfaqueou o João por ciúmes”, disse Landino, de 19 anos, em entrevista exclusiva ao R7. Landino relata que soube do ocorrido por meio de um amigo em comum na manhã de domingo. "Nós recebemos um e-mail da escola onde estudamos com João avisando do ocorrido. Ainda estou em choque." Ele afirma que quer ver o responsável pela morte do amigo atrás das grades. "Eu espero que a Justiça seja feita. Se tem algo que eu quero que as pessoas saibam no Brasil, é que João não vai ser esquecido. Nós lamentamos muito sua morte." Na terça-feira (17), a polícia americana prendeu Michael Roque, de 20 anos, que foi gravado pelas câmeras de segurança da faculdade saindo do dormitório de Souza na noite do crime com luvas e parte do rosto coberta. Ele também era estudante na instituição de ensino e deve responder por assassinato em segundo grau — o equivalente no Brasil a homicídio doloso, quando há intenção de matar. Amizade na escola Landino relata que conheceu João no ano de 2012, quando o brasileiro chegou ao colégio de Blind Brook, em Nova York, para cursar a oitava série. PublicidadeFechar anúncio “O coordenador pediu que eu apresentasse a escola a João. Neste processo, nos tornamos amigos. Era difícil não gostar daquele cara. As pessoas o admiravam, ele falava facilmente com todo mundo. O que eu mais lembro é que, qualquer pessoa que conversasse com ele sentia como se ele fosse um conhecido da vida toa”, completa o americano. O americano lamenta ter se afastado do convívio diário com o brasileiro em 2017 — quando cada um foi para uma faculdade diferente. “O João ia muito bem na escola, tinha ótimas notas. Ele foi aceito em todas as boas universidades”, diz. Enquanto o brasileiro foi para a Universidade de Binghamton cursar engenharia, Sammy Landino foi aprovado na Universidade Yale, em Connecticut, para estudar história e ciência política. Despedida no Dia de Ação de Graças Ao R7, o americano conta que a última vez que conversou com o brasileiro foi em novembro do último ano, durante uma festa do Dia de Ação de Graças na casa de amigos: "Falamos sobre como era a vida na faculdade. Ele estava aproveitando muito, tinha apenas coisas positivas a dizer. Ele estava vivendo ótimos momentos." Nesta quarta-feira (18), Landino diz que vai participar de uma cerimônia de homenagem a João Souza em Nova York, na escola onde os dois estudaram.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/assassino-de-brasileiro-morto-nos-eua-era-obcecado-por-namorada-19042018

Supremo decide hoje se aceita denúncia contra Aécio Neves
Data: 17/04/2018

Segundo a delação de Joesley Batista, o senador pediu R$ 2 milhões em propina para o empresário; defesa de Aécio nega acusação

Nesta terça-feira (17), a Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) julga o recebimento da denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) em um dos inquéritos resultados da delação do empresário Joesley Batista, proprietário da J&F. O relator do processo é o ministro Marco Aurélio Mello, que integra a Primeira Turma junto com Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. Se a maioria dos ministros aceitar a denúncia, Aécio responderá ao processo penal como réu no STF. Por decisão do Senado, em outubro do ano passado, o senador continua no cargo e, por isso, mantém o foro privilegiado. Na última segunda-feira (16), o tucano disse a jornalistas que "decisão do STF se cumpre" e afirmou que houve "ilegalidades" no processo apresentado pela PGR (Procuradoria-Geral da República). Denúncia De acordo com a denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República), apresentada em junho de 2017, Aécio solicitou ao empresário Joesley Batista, em uma conversa que foi gravada pela PF (Polícia Federal), R$ 2 milhões em propina em troca de sua atuação política. Além disso, a acusação diz que Aécio tentou obstruir investigações da Lava Jato, tentando trocar delegados que assumiram inquéritos em que o senador é investigado. O parlamentar também teria atuado nos bastidores do Congresso para “aprovar medidas legislativas para impedir ou embaraçar a apuração e a efetiva punição de infrações penais que envolvam a organização criminosa”. O senador foi acusado pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot pelos crimes de corrupção passiva e tentativa de obstruir a Justiça. A pena para corrupção passiva é de dois a doze anos de reclusão. Já para obstrução de Justiça, está prevista a reclusão de três a oito anos. A denúncia foi reiterada no fim do mês passado pela atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que entendeu que “o senador vilipendiou de forma decisiva o escopo de um mandato eletivo e não poupou esforços para, valendo-se do cargo público, atingir seus objetivos espúrios”. Também são alvos da mesma denúncia a irmã do senador, Andrea Neves, o primo dele, Frederico Pacheco, e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG) flagrado com dinheiro vivo. Todos foram acusados de corrupção passiva. Defesa Aécio Neves nega qualquer irregularidade no pedido feito a Joesley Batista. De acordo com o senador, a quantia solicitada diz respeito a um empréstimo pessoal, sem nenhuma contrapartida. Na segunda-feira (16), um dia antes do julgamento, Aécio Neves publicou uma artigo no jornal da Folha de São Paulo. Ele escreveu que foi ingênuo. "Fui ingênuo, cometi erros e me penitencio diariamente por eles. Mas não cometi nenhuma ilegalidade". O senador reforçou que o contato com Joesley Batista foi sobre a venda do imóvel da mãe. A defesa do senador, representada pelo advogado Alberto Zacharias Toron também se pronunciou. De acordo com o advogado, ele ainda não teve acesso integral a denúncia oferecida. "Considerando que se trata de direito constitucionalmente previsto, é imprescindível que o acesso seja deferido antes da votação do recebimento da denúncia, uma vez que esses elementos podem comprovar a ilegalidade de provas e das armadilhas arquitetadas contra o senador com a participação de membros do MPF. O STF já garantiu que Joesley Batista e Marcelo Miller tenham acesso a vários documentos, não sendo razoável que se aja de forma diversa com o senador", escreveu. PublicidadeFechar anúncio Anteriormente, a defesa já tinha afirmado que o senador é “vítima de uma situação forjada, arquitetada por criminosos confessos”. No ano passado, Aécio fez um vídeo explicando que pediu para a irmã oferecer a Joesley a compra de um apartamento, onde a mãe do senador vive há mais de 30 anos, que teria sido colocado à venda. Ainda segundo a Aécio, ele fez isso “porque não tinha dinheiro”. Ele complementou a explicação com “não fiz dinheiro na vida pública”. Pedido negado Na última quarta-feira (11), a defesa de Andrea Neves, que também é alvo da investigação, pediu para que o julgamento fosse adiado. Como o processo é único, todos os envolvidos seriam afetados. No entanto, o ministro do STF Marco Aurélio negou o pedido. O advogado Marcelo Leonardo, que representa a irmã do senador, tinha alegado que, no mesmo dia (17 de abril), vai defender um réu em um processo no STJ (Supremo Tribunal de Justiça) e que não poderia participar do julgamento no STF. Marco Aurélio considerou que o “pedido de adiamento não está acompanhado de justificativa relevante” e que Andrea Neves tem mais 11 advogados habilitados no processo. O ministro também considerou que “nada impede que os julgamentos agendados para a data sejam ordenados, no próprio dia, de modo a possibilitar ao profissional, ante a proximidade dos Tribunais, a realização de sustentação oral em ambos – Superior Tribunal de Justiça e Supremo”. Internação Dois dias após a Primeira Turma do STF marcar o julgamento da denúncia contra Aécio Neves, o senador passou mal e foi levado ao hospital Hospital Santa Lúcia, em Brasília. De acordo com o boletim médico divulgado pelo hospital, o tucano esteve no centro médico para a realização de exames de rotina. Histórico A denúncia contra o senador Aécio Neves foi apresentada no dia 2 de junho do ano passado. Aécio foi alvo de duas decisões de afastamento das atividades parlamentares, em 2017. A primeira, em maio, foi do ministro Edson Fachin, na Operação Patmos. Em seguida, houve uma mudança de relatoria do processo, e Marco Aurélio, novo relator, decidiu revogar a decisão de Fachin. Já no segundo semestre, por maioria dos votos, a maioria da Primeira Turma decidiu pelo afastamento do senador do cargo. À época, criou-se um impasse diante do fato de o Senado não querer cumprir a medida do STF. No entanto, em outubro do ano passado, o próprio STF decidiu que medidas cautelares previstas no Código de Processo Penal e impostas a parlamentares têm de ser submetidas à análise da Câmara ou Senado quando impedirem ou dificultarem o exercício do mandato. Tal decisão, permitiu com que o senador tucano continuasse como senador. O ministro Marco Aurélio só notificou as defesas para apresentação de resposta à denúncia após a resolução da questão entre STF e Senado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/supremo-decide-hoje-se-aceita-denuncia-contra-aecio-neves-17042018

Três perguntas para entender o julgamento de Aécio Neves no STF nesta terça
Data: 17/04/2018

Ministério Público Federal diz que Aécio usou seu posto de senador e seu prestígio político para tentar desmantelar a operação Lava Jato no Congresso

"(...) Quando observares a corrupção a ser recompensada e a honestidade a converter-se em autossacrifício; Então poderás constatar que a tua sociedade está condenada". A citação é da filósofa russo-americana Ayn Rand (1905-1982), popular entre políticos e militantes de direita de todo o mundo, inclusive no Brasil. E foi escolhida pelo então Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, para abrir a denúncia, em junho de 2017, contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG). O mineiro saiu das eleições de 2014 como o principal político liberal do país, com 51 milhões de votos no segundo turno da disputa presidencial daquele ano. Aécio Neves foi um dos mais atingidos pelo acordo de delação premiada de executivos do grupo J&F, controlador do frigorífico JBS, em maio do ano passado. Em uma conversa gravada pelos então candidatos a delatores, o senador mineiro pede R$ 2 milhões para pagar um advogado (na época, o senador era defendido pelo escritório do criminalista Alberto Toron) para defendê-lo na Operação Lava Jato. A Procuradoria Geral da República (PGR) diz que o dinheiro seria propina em troca de atuação parlamentar favorável à JBS. É a denúncia neste caso que será julgada pelos ministros da Primeira Turma do Supremo nesta terça. O dinheiro foi realmente entregue: segundo a acusação, foram quatro parcelas de R$ 500 mil, todas em espécie. E pelo menos uma das remessas — recebida pelo primo de Aécio, Frederico Pacheco — teve a sua entrega filmada, à distância, pela Polícia Federal. O procedimento, chamado de "ação controlada", foi autorizado pelo ministro do STF Luiz Edson Fachin. Frederico Pacheco, o Fred, é também o pivô de um dos pontos do escândalo que mais causaram desgaste para a imagem de Aécio: em uma das conversas com Joesley Batista, da JBS, o senador diz que a pessoa a receber o dinheiro "tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação". E sugere que seu primo seja essa pessoa: "O Fred com um cara seu (de Joesley)". Num artigo assinado por Aécio publicado no jornal "Folha de S. Paulo" na segunda-feira (16), o senador reconhece que usou "vocabulário inadequado" e que fez "brincadeiras injustificáveis e de enorme mau gosto", das quais se arrepende "profundamente". O senador pede ainda desculpas a Frederico e diz que o dinheiro era fruto da venda de um imóvel de sua família a Joesley Batista. Aécio diz ainda que o empréstimo não teve qualquer contrapartida em sua atuação no Senado. Trata-se, diz o senador, de um negócio privado entre ele e Joesley, sem dinheiro público envolvido e sem contrapartida sua, o que afasta o crime de corrupção. A BBC Brasil explica abaixo todas as implicações do caso. O que exatamente será julgado pelo STF? A sessão desta terça-feira julgará uma denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República, no dia 2 de junho passado, contra Aécio Neves. Também foram denunciados a irmã do político mineiro, a jornalista Andréa Neves; o primo do senador, Frederico Pacheco de Medeiros; e um ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), Mendherson de Souza Lima. Para Aécio, a PGR pede a condenação pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de justiça (para os demais, a denúncia só fala em corrupção passiva). Além disso, a PGR pede que Aécio e Andréa Neves paguem multa de R$ 6 milhões: R$ 2 milhões da suposta propina e mais R$ 4 milhões de danos morais. A denúncia foi reafirmada nesta segunda-feira (16). Segundo os procuradores, o dinheiro teria sido entregue em quatro remessas: os pagamentos de R$ 500 mil chegaram nos dias 05, 12 e 19 de março e 03 de abril. Foram transportados da sede da JBS, em São Paulo, a Belo Horizonte (MG) em viagens de carro, dentro de mochilas. O objetivo, segundo a PGR, seria evitar os controles de segurança que existem nos aeroportos. Mendherson teria participado da logística para o recebimento de três das quatro viagens. Além disso, o MPF diz que Aécio usou seu posto de senador e seu prestígio político para tentar desmantelar a operação Lava Jato. A denúncia menciona uma reunião entre Aécio e Joesley no hotel Unique, em São Paulo, no dia 24 de março: no encontro gravado pelo delator, o senador mineiro diz estar articulando no Congresso a favor da anistia ao caixa dois (doações de campanha feitas sem informar a Justiça Eleitoral); e da aprovação do projeto de lei que endurece a punição do crime de abuso de autoridade. PublicidadeFechar anúncio Quem julgará o caso e o que acontece se Aécio for derrotado? A denúncia será julgada pela Primeira Turma do STF. Trata-se de um colegiado formado por apenas cinco ministros: Marco Aurélio (relator do caso); Rosa Weber, Roberto Barroso (presidente da Turma), Luiz Fux e Alexandre de Moraes. Se for derrotado, Aécio Neves se tornará réu no escândalo da JBS. Seria a primeira vez que o político mineiro tem contra si uma ação penal no escândalo de corrupção, mas não é a primeira investigação: Aécio é alvo de outros oito inquéritos no Supremo. Se for tornado réu, o STF abre em seguida o prazo para a coleta de provas, depoimentos de testemunhas, etc. Esta primeira fase do processo é chamada de "instrução". A participação do tucano nas eleições de 2018, porém, dificilmente será impedida pela Lei da Ficha Limpa: a norma não impede a participação de réus no pleito, apenas de pessoas condenadas por um tribunal colegiado. Se os ministros rejeitarem a denúncia, por outro lado, o processo segue para o arquivo. É impossível dizer quais são as chances disto acontecer, mas a Primeira Turma é considerada mais rigorosa contra os investigados do que a Segunda (presidida pelo ministro Gilmar Mendes). Um levantamento do site de notícias jurídicas Jota, por exemplo, mostra que a Primeira Turma concedeu apenas 12% dos pedidos de habeas corpus que julgou em 2017. Na Segunda Turma, esta taxa foi de 40%. O que diz a defesa de Aécio? O tucano admite ter recebido o dinheiro, mas diz que o valor veio de uma operação imobiliária: precisando de dinheiro para pagar advogados, Aécio acertou a venda do imóvel em que sua mãe vivia no Rio de Janeiro para Joesley Batista, da JBS. O fato do dinheiro ter sido pago em espécie não é crime, diz Aécio, já que a origem dos recursos era legal. A exigência do pagamento em dinheiro vivo seria de Joesley, diz Aécio. Segundo o senador, a única participação de Andréa Neves no caso foi um encontro com Joesley para tratar deste assunto, e uma ligação telefônica. Segundo Aécio, a conversa por telefone entre Andréa e Joesley deixa clara qual seria a origem do dinheiro: uma operação imobiliária legítima. O senador diz ainda que a PGR não indicou qual teria sido a ação específica que ele realizou em favor da JBS (o chamado "ato de ofício"), necessário para caracterizar o crime de corrupção passiva. No artigo para a Folha de S. Paulo, Aécio diz ainda que está sendo acusado de obstrução de justiça "por votos que dei no Senado e por opiniões que externei em conversa particular, sem que tivessem nenhum desdobramento fático". No caso do projeto de lei sobre abuso de autoridade, o senador argumenta que chegou a apresentar uma emenda defendendo o ponto de vista do Ministério Público.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/tres-perguntas-para-entender-o-julgamento-de-aecio-neves-no-stf-nesta-terca-17042018

FMI: Brasil vai crescer mais em 2018 e 2019, mas longe da média global
Data: 17/04/2018

Fundo Monetário Internacional prevê alta de 2,3% e 2,5% da economia brasileira neste ano e no próximo ano, bem abaixo dos 3,9% no mundo

A economia do Brasil terá um crescimento maior que o esperado neste e no próximo ano, na visão do FMI (Fundo Monetário Internacional), puxado pela recuperação do consumo privado e dos investimentos, mas a performance do país ainda estará muito aquém da média global e das economias emergentes. O PIB (Produto Interno Bruto, soma de todas as riquezas produzidas por um país) do Brasil crescerá 2,3% e 2,5% em 2018 e 2019, respectivamente. Ambas as projeções são 0,4% superiores à previsão de janeiro, mostrou o documento "Perspectiva Econômica Global" do fundo, divulgado nesta terça-feira (17). "Após profunda recessão em 2015-16, a economia do Brasil voltou a crescer em 2017 (1%) e espera-se que melhore para 2,3% em 2018 e 2,5% em 2019, impulsionado por consumo privado e investimento mais fortes", trouxe o FMI em relatório. A projeção da entidade, apesar de bem melhor do que no início do ano, é mais tímida se comparada com as contas feitas por economistas no país. Pesquisa Focus do Banco Central, que coleta todas as semanas projeções do mercado, mostra que a expectativa é de crescimento de 2,76% e 3% em 2018 e 2019, respectivamente. Os números deste ano, no entanto, vêm perdendo força nos últimos meses, com dados econômicos mais fracos. Na segunda (16), por exemplo, foi divulgado que o IBC-BR (Índice de Atividade Econômica do BC), espécie de sinalizador do PIB, apresentou expansão de apenas 0,09% em fevereiro na comparação com o mês anterior, abaixo das expectativas em pesquisa Reuters com economistas. O FMI manteve a projeção de crescimento global de 3,9% tanto para este ano quanto para o próximo, ao mesmo tempo em que vê as economias emergentes e em desenvolvimento crescendo 4,9% e 5,1%, respectivamente. "Embora a alta taxa de crescimento reflita principalmente a continuidade do forte desempenho na Ásia emergente, a captação projetada mostra melhores perspectivas para exportadores de commodity depois de três anos atividade econômica muito fraca", explicou o FMI. Para a América Latina e Caribe, a expansão calculada é de 2% neste ano e de 2,8% em 2019 — 0,1 e 0,2 ponto percentual a mais do que no levantamento anterior. "A recuperação gradual do crescimento continua na América Latina e Caribe, uma região gravemente afetada pela queda nos preços das commodities em 2014–16", trouxe a entidade. O fundo também chamou a atenção para a cena política incerta, que poderá acabar em nova agenda, "inclusive no contexto das próximas eleições ou suas conseqüências imediatas em vários países (como o Brasil, a Colômbia, a Itália e o México)".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/fmi-brasil-vai-crescer-mais-em-2018-e-2019-mas-longe-da-media-global-17042018

Juiz autoriza 42 testemunhas no processo do
Data: 17/04/2018

Maioria das testemunhas são colaboradores da Justiça, como o doleiro Alberto Youssef e os empresários Emílio e Marcelo Odebrecht

O juiz da 12ª Vara da Justiça Federal em Brasília, Marcus Vinicius Reis Bastos, acolheu pedido do MPF (Ministério Público Federal) e autorizou o depoimento de 42 testemunhas no processo contra integrantes do chamado "Quadrilhão do MDB" da Câmara dos Deputados. Entre os réus nesse caso estão os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN), o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA) e o ex-assessor da Presidência da República Rodrigo Rocha Loures. O caso foi desmembrado do processo que tramitava no STF (Supremo Tribunal Federal) e enviado para a primeira instância após a Câmara dos Deputados negar o prosseguimento da denúncia em relação ao presidente Michel Temer. Na semana passada, Reis Bastos aceitou a denúncia e o aditamento feito pela Procuradoria da República no Distrito Federal para a inclusão do ex-assessor de Michel Temer, José Yunes, do amigo do presidente, o coronel João Baptista Lima Filho, e de três operadores ligados ao ex-deputado Eduardo Cunha. As 42 testemunhas a serem ouvidas são as mesmas indicadas pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot na denúncia apresentada ao STF (Supremo Tribunal Federal), em setembro de 2017. A maioria das testemunhas são colaboradores da Justiça. Entre eles, estão o doleiro Alberto Youssef, os empresários Emílio e Marcelo Odebrecht, os ex-executivos da empreiteira baiana Claúdio Mello Filho, Alexandrino Alencar, Benedicto Júnior e Pedro Novis. Os ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa, Nesto Cerveró e Eduardo Costa Musa também serão convocados para depor. Outro nome da lista é o ex-diretor de Relações Institucionais da Hypermarcas Nelson Mello. Histórico Na denúncia oferecida por Janot e ratificada pelos procuradores do MPF-DF, os investigadores apontam que os integrantes do grupo político do MDB da Câmara dos Deputados teriam praticado ações ilícitas em troca de propina por meio da utilização de diversos órgãos públicos, como Petrobras, Furnas, Caixa Econômica, Ministério da Integração Nacional e Câmara dos Deputados. Michel Temer, segundo a denúncia, seria o líder da organização criminosa desde maio de 2016. Em relação a inclusão de Yunes e do Coronel Lima, os procuradores afirmam que o "aditamento traz novos e robustos elementos probatórios obtidos nas investigações conduzidas pela FT (força-tarefa), a partir de documentos coletados na Operação Patmos". Segundo a denúncia, o esquema permitiu que os denunciados recebessem pelo menos R$ 587 milhões de propina.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/juiz-autoriza-42-testemunhas-no-processo-do-quadrilhao-do-mdb-17042018

Dodge defende que líderes do MDB virem réus no STF
Data: 17/04/2018

PGR defende investigação de senadores do MDB Renan Calheiros (AL), Garibaldi A. Filho (RN), Valdir Raupp (RO) e Romero Jucá (RR), além de Sarney

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu nesta segunda-feira (16) que o STF (Supremo Tribunal Federal) transforme em réus quatro senadores, dois ex-senadores e três executivos de empreiteiras envolvidos em crimes de corrupção passiva e ativa, e lavagem de dinheiro, entre 2008 e 2012, com a Transpetro, braço de logística e transporte da Petrobras, segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa do órgão. A manifestação ocorreu na réplica da PGR às alegações feitas pelas defesas dos denunciados. A acusação criminal foi apresentada em agosto de 2017 pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot e aguarda análise pelo STF. A réplica rebate as alegações dos senadores do MDB Renan Calheiros (AL), Garibaldi Alves Filho (RN), Valdir Raupp (RO) e Romero Jucá (RR), presidente do partido; do ex-presidente e ex-senador José Sarney (MDB-AP); dos administradores da NM Engenharia e da NM Serviços Luiz Maramaldo e Nelson Cortonesi Maramaldo; e do executivo da Odebrecht Ambiental Fernando Reis. O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, pivô do esquema investigado, não fez contestações à denúncia da PGR, justificando que o fará durante o interrogatório judicial, além de reafirmar “integralmente as declarações prestadas até o momento e o seu compromisso de cooperar com as investigações em curso”. PublicidadeFechar anúncio Dodge aceitou apenas a argumentação dos executivos Luiz e Nelson Maramaldo, os quais afirmaram que a denúncia os responsabilizava por oito atos de corrupção ativa, quando a acusação “relaciona sete repasses indevidos de verbas a diretórios políticos, por meio de doação oficial”, diz o texto. A defesa de Renan afirmou que não estava demonstrado “categoricamente o ato de ofício praticado em contrapartida ao recebimento da suposta vantagem indevida”. Dodge rebateu-o: “O ato de ofício inerente ao crime de corrupção consiste nessa sustentação política ao presidente da Transpetro e na omissão ao dever parlamentar de fiscalização da administração pública federal, o que viabilizava a prática dos vários crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da empresa estatal”, explica.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/dodge-defende-que-lideres-do-mdb-virem-reus-no-stf-17042018

Casa própria: nova taxa de juros gera economia de ao menos 6,5%
Data: 17/04/2018

Imóvel de R$ 450 mil fica R$ 77 mil mais barato ao final de 360 meses de financiamento, segundo levantamento exclusivo da Anefac para o R7

A redução dos juros para financiamento da casa própria com recursos da poupança, na Caixa Econômica Federal, gera economia significativa no preço final do imóvel, entre 6,5% e 7% do valor total gasto. Para especialistas, as novas regras devem aquecer o mercado imobiliário e garantir que milhares de reais fiquem no bolso dos consumidores. A pedido do R7, a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) realizou três simulações para o financiamento contratado pelo SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), segundo as novas taxas anunciadas pelo banco estatal na segunda-feira (16). As taxas passaram de 10,25% para 9% ao ano, no caso de imóveis dentro do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), e de 11,25% para 10% para imóveis financiados com recursos do SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário). Para aquisição de imóvel novo no valor de R$ 450 mil, com a redução dos juros, a economia é de R$ 77.774,79 no financiamento — o valor final gasto caiu de R$ 1.113.189,62 para R$ 1.035.414,83, ou 6,98% a menos. Já no financiamento de um apartamento de R$ 1.500.000, a economia é de R$ 257.100,22, ou 6,56% do valor final gasto (de R$ 3.916.098,74 para R$ 3.658.998,52). Para a realização dos cálculos, foi utilizado o Sistema de Amortização SAC (Sistema de Amortização Constante). Para o financiamento de imóveis de até R$ 950 mil, foi usado o SFH e, acima deste valor, o SFI. O prazo de financiamento usado como base é de 360 meses (30 anos). Mercado aquecido “Essa movimentação era esperada pelo setor imobiliário, a redução da taxa pode parecer pequena, mas a longo prazo faz diferença no bolso do consumidor”, diz Flavio Amary, presidente do Secovi-SP. — E é muito positiva para o mercado, que volta a aquecer e crescer de forma sustentável não só em São Paulo, mas em todo o país. Além de aquecer o mercado imobiliário, a medida ajuda a Caixa a volta a crescer, na avaliação do professor Alberto Ajzental, da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas. — A Caixa perdeu posição, a redução das taxas é um movimento no sentido de recuperar a liderança do setor. Em abril do ano passado, a Caixa fechou o financiamento para as linhas de crédito mais baratas e só retomou em janeiro deste ano. Também passou 17 meses sem mexer nas taxas de juros. Era o único banco a trabalhar com dois dígitos e, com as mudanças, volta a ser mais competitivo. Além da redução das taxas de juros, o banco anunciou que elevou de 50% para 70% o teto de financiamento de imóveis usados, retornando ao antigo patamar que vigorou até setembro de 2017. Os recursos disponíveis para o crédito imobiliário é de R$ 82,1 bilhões. Quando o teto para financiamento do imóvel usado aumenta, automaticamente, mais pessoas são incluídas no mercado imobiliário, pois a quantia de dinheiro que o adquirente precisará para dar a entrada será menor. “Também é importante observar que, com a recessão, a alta do desemprego e mesmo a insegurança quanto à estabilidade de emprego tornaram as pessoas mais cautelosas quanto às dívidas. Muitas evitaram entrar em financiamentos”, avalia Miguel José Ribeiro de Oliveira, Diretor de Economia da Anefac. — Com a economia se recuperando e a redução das taxas de juros, há um estímulo maior às vendas e começamos a entrar em um círculo virtuoso: pessoas voltam a comprar, aumenta a geração de empregos e assim por diante. Ajzental concorda. Ele diz que os consumidores e os bancos se tornaram mais cautelosos com a crise, mas que esse cenário já começa a ser revertido. — O saldo da poupança cresceu, havia dinheiro para ser emprestado, mas as pessoas evitaram as dívidas, e os bancos também se tornaram mais seletivos quanto à concessão de crédito. A compra de um imóvel é a mais importante na vida de uma pessoa. Ela terá uma dívida que compromete 20% de sua renda por 25 anos de sua vida. É uma decisão que precisa ser bem analisada.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/casa-propria-nova-taxa-de-juros-gera-economia-de-ao-menos-65-17042018

Gorila surpreende zoo ao ficar de ponta-cabeça para imitar tratadora
Data: 17/04/2018

Primata tem 12 anos e vive no parque Busch Gardens, na Flórida, nos Estados Unidos; há três anos, faz exercícios para melhorar bem-estar com tratadora

Um gorila foi filmado de cabeça para baixo ao imitar sua tratadora, Rachel Hale. Os dois trabalham juntos há três anos em exercícios para melhorar o bem-estar mental e físico do animal. O primata tem 12 anos e recebe os cuidados no parque Busch Gardens, na Flórida, nos Estados Unidos. Ao postar as imagens no Facebook, o parque disse que esse tipo de exercício ajuda a construir "confiança e uma relação positiva com os animais" e, assim, dar a eles o "ambiente mais física e mentalmente estimulante possível".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/gorila-surpreende-zoo-ao-ficar-de-ponta-cabeca-para-imitar-tratadora-17042018


Data: 17/04/2018

Bolsonaro é por muitas e muitos considerado um “mito” por que se enxergam nele

Por Otávio Pereira* O mito nada mais é que uma concepção imaginária, fabulosa, que criamos ao longo da história para sustentarmos nossa vida. Jair Messias Bolsonaro é por muitas e muitos considerado um “mito” por que se enxergam nele, o colocam num patamar de divindade pois acreditam fortemente que ele é tudo aquilo que no fundo sonham ser . Ocorre, no entanto, que esse “mito” tem perna curta. Em um vídeo recente, no meio de sua mudança para o PEN — Partido Ecológico Nacional [que terá sua sigla alterada para PATRIOTAS], Jair Bolsonaro afirmou que pretende ser um presidente honesto, cristão e patriota. E não este discurso não é novidade. Suas quase 3 décadas dentro da política como deputado federal têm sido sustentadas por estes pilares. Ou indo mais longe, a própria ditadura militar de 1964 usou destes “bordões” como base. No fim das contas, Bolsonaro e a ditadura militar são lados da mesma moeda. Representantes da ignorância, do fascismo e da violência, que tentam se mascarar usando esses apelos populares como a corrupção, a religião e o amor aos país. E, pra variar, nos dois casos vemos que essas mascaras não encaixam dentro da realidade. Como pode um suposto “patriota” votar favorável para que petroleiras estrangeiras explorem nosso pré-sal? Há mais de século que o petróleo ganhou importância estratégica para as nações — a exploração do mesmo é um instrumento de interesse nacional que garante não só o desenvolvimento econômico do país mas também o social, principalmente pelos royaltiesvindos de sua exploração (aplicados atualmente no Brasil[no caso do pré-sal] em saúde e educação). Bolsonaro foi a favor de entregar esta nossa riqueza para o estrangeiro. Não só o petróleo, o deputado também é a favor que empresas de fora explorem a floresta Amazônica. Numa visita recente em Manaus, o presidenciável criticou o uso da Amazônia pelos indígenas, povos originários da mesma, ao mesmo tempo que afirmava ser preciso buscar “parcerias” com países como os EUA para exploração das riquezas minerais da floresta. Onde está o patriotismo de Bolsonaro? E quando vamos ver o manto de honestidade cujo tenta se esconder, é notável que não serve no mesmo. Bolsonaro já foi do PTB, do PP, agora é do PSC e tá de namorico com o PR, todos partidos cobertos até a cabeça por casos corrupção, e que repassam dinheiro do financiamento eleitoral de grandes empresas para ele durante as campanhas; por exemplo, os 200 mil reais da JBS S/A, investigada na operação “Carne Fraca”, em 2014 — em entrevista na Jovem Pan ele explica que devolveu o dinheiro para o partido (que o mandou a mesma quantia logo depois). Igualmente, até hoje Jair Bolsonaro, acusado de receber 50 mil reais em propinas no esquema de caixa-dois em Furnas, não conseguiu explicar seu nome envolvido nessa maracutaia. Apesar de negarem, a “Lista de Furnas” teve autenticidade comprovada pela Polícia Federal, que concluiu “que a lista não foi montada e que é autêntica a assinatura que aparece no documento, de Dimas Toledo, ex-diretor de engenharia de Furnas”. Bem como, recentemente, o renomado fotógrafo Lula Marques conseguiu registrar uma misteriosa conversa do deputado com seu filho, também parlamentar, Eduardo Bolsonaro, no Whatsapp, onde na prosa Jair diz para o filho comprar ”merdas por ai”, mas que não iria o “visitar na Papuda” [prisão do Distrito Federal], e depois fala que se a imprensa descobrir o que ele estava fazendo iriam “comer o fígado” dos dois. Depois deste escândalo, o mesmo tentou justificar dizendo que o filho estava comprando armas na Austrália - historinha muito mal contada e até engraçada por sinal: repentinamente o maior defensor do armamentismo na Câmara dos Deputados iria dizer “compre merdas por ai” por conta de seu filho, que é policial, estar comprando armas? E por que a imprensa “comeria o fígado” de um ex-militar e um policial (agora parlamentares) por qualquer ligação com porte de armas? [Insira aqui aquele meme da Mônica no computador e no monitor escrito: ATA.] Falando em armas, Jair Bolsonaro é autor de um decreto legislativo para proibir o uso de armas por fiscais ambientais - afinal, bandido bom é bandido morto, menos seus amigos latifundiários (muitos da bancada do boi) que exploram madeira e criam gado em áreas de proteção ambiental, caçadores, exportadores ilegais de animais silvestres ou multinacionais farmacêuticas praticantes de biopirataria. Criminoso mesmo é quem quer proteger o meio ambiente. Lembrando que o mesmo já foi pego praticando pesca ilegal em Angra dos Reis, no litoral do Rio de Janeiro, inclusive enfrentou processo no STF por conta disso (mas infelizmente não deu em nada pelo fato de ser um parlamentar). Também, mais recentemente, descobriu-se que ele e seus filhos empregaram diversos familiares em cargos de gabinete na Câmara dos Deputados —- o que pode ser lido pela justiça como nepotismo. Inclusive, a defesa da família é um dos jargões do mesmo quando se trata de sua suposta moral cristã. Mas como pode uma pessoa seguir os ensinamentos de Jesus Cristo e agir como o deputado age? Recentemente, o padre Julio Lancellotti falou em uma de suas pregações que não podemos aceitar Bolsonaro, pois “propõe a violência, o assassinato e o extermínio dos gays [..] de que o homem é melhor do que a mulher e que a mulher tem que ser submissa ao homem, isso é inaceitável no tempo em que nós vivemos“ E realmente, Jesus Cristo de Nazaré sempre pregou a palavra do amor, do perdão e da empatia. Qualquer pessoa que siga seu evangelho sabe muito bem disso, o famoso evangelho de João 8 que nos conta o caso da adúltera que estava sendo apedrejada é uma amostra explícita sobre como posições que Bolsonaro e tantos outros conservadores defendem vão totalmente contra as pregações de Jesus. Mas nada disso importa. Está tudo bem dizer que se visse dois homens se beijando na rua ela iria agredir, que as minorias têm que se curvar às maiorias ou então desaparecerem, que o erro da ditadura militar foi ter matado pouco, ou falar pra uma colega parlamentar duas vezes que só não a estupraria pois ela não merece - é só se esconder atrás de uma falsa moral cristã, um discurso de patriotismo e parecer cumprir nada mais nada menos que a obrigação de não ser corrupta. Já deu para ver o antro de contradições que circunda Bolsonaro, mas, infelizmente, sabemos que a maioria de seus apoios vem de muito mais fundo dentro dessa cova e o combate contra a corrupção e a religião são usados apenas de pretextos, mas enquanto tivermos voz seguiremos denunciando: o mito será desmitificado. Otávio Pereira é graduando em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Link Notícia: https://br.noticias.yahoo.com/nem-patriota-nem-honesto-nem-cristao-desmitificando-jair-bolsonaro-162316635.html

Marroquino pai de 9 filhos pede divórcio ao saber que é estéril
Data: 17/04/2018

Ao fazer uma análise rotineira, o urologista disse, sem dúvidas, que o homem era estéril e que a razão da infertilidade estava claramente ligada a esse cisto no testículo, conforme o documento do qual o jornal disse ter em uma cópia.

Rabat, 16 abr (EFE).- Um marroquino casado há 35 anos com uma mulher com quem teve nove filhos denunciou sua companheira e pediu o divórcio ao saber que foi a vida toda estéril, segundo relata nesta segunda-feira o jornal "Al Massae". Habitante de uma rica região agrícola ao norte de Rabat, o homem, que trabalha como professor, foi consultar um urologista por uma lesão parecida com catapora em seu testículo direito, que disse ter praticamente pela vida toda, sem ter ocasionado até agora maiores transtornos. Ao fazer uma análise rotineira, o urologista disse, sem dúvidas, que o homem era estéril e que a razão da infertilidade estava claramente ligada a esse cisto no testículo, conforme o documento do qual o jornal disse ter em uma cópia. Indignado, o homem apresentou denúncia por adultério (delito penalizado no Marrocos), com intenção também de se desvincular da tutela dos nove filhos. EFE

Link Notícia: https://br.yahoo.com/noticias/presidente-sul-coreana-promete-localizar-desaparecidos-naugr%C3%A1gio-sewol-083457602.html

Quatro maiores bancos detêm 78% do mercado de crédito e 76% dos depósitos, informa Banco Central
Data: 17/04/2018

Operações de crédito estão concentradas em Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, diz Relatório de Estabilidade Financeira do BC referente ao segundo semestre de 2017.

taú-Unibanco, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, os quatro maiores conglomerados bancários do país, fecharam o ano de 2017 com 78,5% do mercado de crédito e com 76,35% dos depósitos de correntistas, informou o Banco Central nesta terça-feira (17) por meio do Relatório de Estabilidade Financeira do segundo semestre do ano passado. Os números ficaram praticamente estáveis em relação aos registrados em junho de 2017, quando essas instituições financeiras detinham 78,65% de todas as operações de crédito e 76,74% dos depósitos bancários. Em 2007, as quatro maiores instituições financeiras possuíam 54,6% das operações de crédito e 59,34% dos depósitos, indicador que mostra que a concentração bancária era muito menor no país há dez anos. Os dados foram divulgados em um momento de questionamento da concentração de mercado e do impacto disso nos juros bancários, que continuam em patamar elevado em relação ao resto do mundo, mesmo em um cenário de redução da taxa básica da economia, fixada pelo Banco Central. Atualmente, a taxa está na mínima histórica de 6,5% ao ano. Lucro dos bancos No ano passado, o lucro dos maiores bancos do país voltou a crescer, após ter recuado quase 20% em 2016. Somados, os ganhos das quatro maiores instituições financeiras com ações listadas na Bovespa – Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Bradesco e Santander – alcançaram R$ 57,63 bilhões no ano passado ante R$ 50,29 bilhões em 2016, o que corresponde a uma alta de 14,6%. O lucro da Caixa Econômica Federal disparou 202,6%, para R$ 12,5 bilhões. No relatório de estabilidade financeira, o Banco Central avaliou que a rentabilidade dos bancos foi "fortemente beneficiada pela queda das despesas de provisão para fazer frente às eventuais perdas" e acrescentou que o "nível de provisionamento da carteira de crédito permanece adequado ao seu perfil de risco". Sistema bancário No relatório divulgado nesta terça-feira sobre as instituições financeiras, o Banco Central também avaliou que o sistema bancário "dispõe de capital robusto, em nível e qualidade, para suportar os riscos assumidos e a retomada da concessão de crédito". "O risco de liquidez [falta de recursos para honrar compromissos] continua a apresentar pouca preocupação para o sistema bancário, e a perspectiva é de manutenção do baixo risco para o primeiro semestre de 2018", acrescentou a instituição. De acordo com o BC, resultados de testes de estresse de capital (simulações de riscos para os bancos) atestam aumento da resiliência (capacidade de se recobrar) do sistema bancário "que se mostra capaz de absorver as perdas estimadas em todos os cenários simulados". "A redução do risco de crédito, a melhora da rentabilidade e dos níveis de capitalização foram importantes para esse avanço", avaliou a instituição. Juros bancários Recentemente, em audiência pública no Senado Federal, o presidente do BC, Ilan Godlfajn, declarou que o ritmo de queda dos juros bancários não está adequado. "Queremos que a redução seja mais rápida, para que tenhamos logo crédito mais barato para famílias e empresas. Esse é um assunto da maior importância para nós, e o Banco Central tem se empenhado na implementação de ações para baixar o custo do crédito", declarou ele. Na ocasião, ele avaliou que o objetivo do BC é atacar, "de forma estrutural, não voluntariosa", todas as causas que tornam o custo de crédito alto no Brasil. Segundo ele, essas causas são: o alto custo operacional e regulatório; falta de boas garantias; necessidade de mais informação no sistema; subsídios cruzados; altos compulsórios; insuficiente estímulo à concorrência. O spread bancário (diferença entre a taxa de captação dos bancos e quanto cobram dos clientes) é alto quando é feita a comparação com o resto do mundo. Dentro do "spread", está o lucro dos bancos, a taxa de inadimplência, os impostos cobrados e depósitos compulsórios (valores que os bancos têm de deixar depositados no BC), entre outros. Medidas para baixar juros Para tentar baixar mais rapidamente as taxas bancárias, o BC anunciou, em abril do ano passado, uma mudança na regra do cartão de crédito, a fim de tentar forçar os bancos a reduzirem os juros do cartão. As taxas do cartão de fato caíram, mas a nova regra não impediu o aumento da inadimplência. Recentemente, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciou uma nova regra que vai fazer com que os bancos ofereçam opções mais vantajosas de crédito para quem utilizar mais que 15% do limite do cheque especial por 30 dias, para dívidas acima de R$ 200. A regra entra em vigor em 1º de julho. Levantamento do G1 revela que os maiores bancos do país são justamente aqueles que concentram taxas mais altas nessa modalidade de crédito. Além disso, o BC reduziu em março, de 40% para 25% a alíquota de recolhimento compulsório pelos bancos nos depósitos à vista, e da poupança de 21% para 20%, na modalidade rural, e de 24,5% para 20%, nas demais modalidades. De acordo com o Banco Central, o novo patamar de recolhimento nos depósitos na poupança voltou ao nível anterior à crise de 2008. Com isso, injetou R$ 25,7 bilhões no sistema financeiro.

Link Notícia: https://g1.globo.com/economia/noticia/quatro-maiores-bancos-detinham-78-do-mercado-de-credito-do-pais-no-fim-de-2017.ghtml

Racismo: Fifa indicia Rússia por caso em amistoso com a França
Data: 17/04/2018

Torcedores imitaram som de macacos principalmente após gol de Pogba em vitória francesa por 3 a 1, em São Petersburgo

A Fifa indiciou a Rússia, sede da Copa do Mundo 2018, por caso de racismo de seus torcedores no amistoso contra a França, disputado no dia 27 de março. A investigação se dá menos de dois meses antes do início do torneio e tem relação com incidentes ocorridos em um amistoso contra a seleção francesa no dia 27 de março. Neste jogo, que foi disputado em São Petersburgo e que terminou com derrota da Rússia por 3 a 1, foram ouvidos cânticos imitando sons de macaco direcionados a jogadores negros da França, incluindo Paul Pogba. "O processo disciplinar foi aberto contra a Federação Russa de Futebol (RFU, na sigla em inglês) por este incidente", disse a Fifa. Investigação de racismo A RFU declarou que está contribuindo com as investigações da Fifa. "Um pedido foi feito ao Ministério do Interior para identificar várias pessoas que estavam envolvidos nestes incidentes", disse o diretor antidiscriminação da federação, Alexei Smertin à agência de notícias Tass. "Se a culpa das pessoas for comprovada, então há uma grande probabilidade de eles não terem permissão para assistir os jogos da Copa do Mundo e do Campeonato Russo". A Rússia foi acusada anteriormente de comportamento racista dos seus torcedores na duas últimas edições da Eurocopa. Em ambas as ocasiões, a federação do país pagou multas. Trata-se do terceiro caso de racismo nesta temporada em São Petersburgo, que receberá uma das semifinais da Copa do Mundo. Antes, o Zenit enfrentou duas denúncias por situações semelhantes em jogos da Liga Europa. Em uma delas, em dezembro, o time russo foi multado porque um torcedor exibiu uma faixa que elogiava Ratko Mladic, ex-militar sérvio, responsável pelo Massacre de Srebrenica, em julho de 1995, que resultou na morte de oito mil muçulmanos bósnios. Esse incidente se deu em duelo com o Vardar, da Macedônia. O outro caso de racismo foi contra um jogador negro do RB Leipzig e será julgado em 31 de maio pela Uefa.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/racismo-fifa-indicia-russia-por-caso-em-amistoso-com-a-franca-17042018

Grêmio e Cerro Porteño medem força pela liderança do Grupo 1
Data: 17/04/2018

Líderes da chave, brasileiros e paraguaios tentam encaminhar a vaga para a próxima fase com três pontos fundamentais

Um duelo que promete agitar a América do Sul, nesta terça-feira (17). Assim podemos definir o encontro do Cerro Porteño com o Grêmio na terceira rodada do Grupo 1 da Libertadores. Com seis pontos em dois jogos, o time paraguaio quer encaminhar sua vaga para a próxima fase diante do atual campeão, que sonha com três pontos para assumir a liderança da chave. O Cerro chega para o duelo empolgado. Além do bom início na Liberta, o Ciclón goleou o Nacional no clássico de Assunção no último fim de semana e encheu a torcida de expectativa. Agora, o desejo é que o time repita a atuação do sábado e mantenha a invencibilidade no certame internacional. Já o Grêmio vem em ascensão. Após um início de temporada complicado, o Tricolor evoluiu, engatou uma boa sequência de vitórias e levou os títulos da Recopa Sul-Americana e Gauchão. No Brasileirão, o clube mostrou sua força e ganhou do badalado Cruzeiro dentro de casa. Apesar da empolgação, o técnico Renato Gaúcho não vai contar com o craque Luan, que sentiu um desgaste físico devido a maratona e assiste ao duelo pela TV. Cerro Porteño e Grêmio se enfrentam a partir das 21h30 (horário de Brasília). Possíveis escalações: Cerro Porteño: Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Ignacio Pallas e Santiago Arzamendia; Rodrigo Rojas, Juan Aguilar, Jorge Rojas e Óscar Ruíz; Alfio Oviedo e Diego Churín. Técnico: Leonel Álvarez. Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Arthur, Ramiro, Cícero e Everton; Jael. Técnico: Renato Gaúcho.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/gremio-e-cerro-porteno-medem-forca-pela-lideranca-do-grupo-1-17042018

Palmeiras sai na frente, mas cede empate ao Botafogo no Engenhão
Data: 17/04/2018

Sob os olhares de Tite, time alviverde abriu o placar com golaço de Guerra, mas defesa falhou e cedeu o empate na estreia de ambos no Brasileirão

Palmeiras e Botafogo empataram em 1 a 1 na estreia de ambos os clubes no Campeonato Brasileiro, em jogo disputado nesta segunda-feira (16), no Engenhão, no Rio de Janeiro, que contou com a presença do técnico Tite e do coordenador da seleção brasileira Edu Gaspar. O meia colombiano Alejandro Guerra foi o autor do gol palmeirense. Igor Rabello empatou para o Botafogo. O Palmeiras começou melhor que o time mandante e mesmo com o inesperado desfalque do colombiano Borja — sentiu dores no joelho e não viajou com o grupo —, foi dono das melhores ações ofisenvas. A equipe paulista teve mais posse de bola nos primeiros 20 minutos e assustou o goleiro Gatito Fernández em duas grandes jogadas. Na primeira, aos 5 minutos, Keno fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Willian, que mergulhou para cabecear. O goleiro botafoguense tirou a bola com os pés. No segundo lance, Lucas Lima lançou para o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, que cruzou rasteiro para Willian, mas a bola ganhou muita força e o atacante palmeirense não conseguiu alcançá-la. O primeiro bom momento do Bofafogo ocorreu somente aos 29 minutos, quando o atacante Brenner recebeu passe na intermediária e, sem marcação, decidiu arriscar para o gol. O chute foi forte e assustou o goleiro Jailson. O lance parece ter animado o time botafoguense, que passou a ficar mais com a bola e chegar mais próximo da área palmeirense. PALMEIRAS: Roger Machado após empate com Botafogo: "Muitos erros de passes" Outra ótima oportunidade para o time da casa aconteceu logo depois com o atacante chileno Leo Vacencia, que bateu forte e que obrigou Jailson a espalmar para a linha de fundo. Em seguida, Rodrigo Lindoso desferiu outro bom chute de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo. Brenner ainda teve grande chance para fazer o segundo gol, mas dominou com o braço após rebote de Jailson. Do outro lado, Guerra desperdiçou boa jogada com chute alto demais. Segundo tempo Na segunda etapa, o time paulista parece ter voltado com mais disposição. Novamente, o Palmeiras tomou conta do jogo nos primeiros minutos mas, desta vez, conseguiu marcar o gol. Aos 8 minutos, o time alviverde tramou uma grande jogada que terminou no gol do colombiano Guerra. O lance começou com um ótimo pase do atacante Keno para Dudu. O capitão da equipe alviverde dominou, tirou o zagueiro e tocou de calcanhar para a passagem do meia Guerra, que tocou na saída de Gatito: 1 a 0. Logo em seguida, o Palmeiras teve a chance de ampliar o marcador com Willian, que recebeu na área em outro passe de calcanhar, agora de Guerra, girou e bateu forte para o gol, mas Gatito conseguiu espalmar para a linha de fundo. O Botafogo tentou reagir e chegou algumas vezes ao ataque com cruzamentos e cobranças de escanteio, mas sem criar grandes problemas para a meta de Jailson. Do outro lado, o Palmeiras passou a errar muitos passes. Mas o time alvinegro quase empatou, aos 33 minutos, em jogada que começou com cruzamento vindo da direita. O centroavante Kieza, que havia acabado de entrar em campo, disputou com Jailson. Ambos trombaram, a bola ficou livre na pequena área e o atacante botafoguense furou espetacularmente. Mas a arbitragem impugnou o lance, marcando falta no goleiro palmeirense. O Botafogo insistiu e empatou a partida aos 35 em uma falha da defesa do Palmeiras. Após confusão na área, a bola sobrou para o zagueiro Igor Rabello, que furou na primeira tentativa, mas teve a sorte de pegar o rebote e chutar para as redes. Empolgados pelo gol, os botafoguenses partiram para o ataque e quase viraram o marcador com Leo Valencia, mas Jailson espalmou. Na jogada seguinte, o Palmeiras desceu em um grande contra-ataque, mas Keno se atrapalhou depois de receber passe de Dudu e deu chance para a chegada da zaga. As equipes ainda se esforçaram até o final, mas o empate prevaleceu no Rio de Janeiro. Próxima rodada O Palmeiras voltará jogar pelo Brasileirão no próximo domingo, às 16 horas, contra o Internacional, no estádio do Pacaembu, em São Paulo (o Allianz Parque receberá o show da banda inglesa Radiohead). Um dia depois, às 20 horas, o Botafogo visitará o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife. Antes disso, o time carioca tem compromisso pela Copa Sul-Americana. Na quarta-feira, o Botafogo recebe o Audax Italiano-CHI, no Engenhão, no jogo da volta pela primeira fase do torneio continental. Na partida de ida, os brasileiros venceram por 2 a 1, de virada. BOTAFOGO 1 X 1 PALMEIRAS BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Kieza), Gustavo (Marcos Vinícius), Leo Valencia e Leandro Carvalho (Rodrigo Pimpão); Brenner. Técnico: Alberto Valentim. PALMEIRAS - Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima (Guerra); Dudu, Keno e Willian (Deyverson). Técnico: Roger Machado. GOLS - Guerra, aos oito, e Igor Rabello, aos 31 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG) CARTÕES AMARELOS - Diogo Barbosa, Marcos Rocha, Felipe Melo e Dudu. RENDA - R$ 207.880,00. PÚBLICO - 7.020 pagantes. LOCAL - Engenhão, no Rio.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/palmeiras-sai-na-frente-mas-cede-empate-ao-botafogo-no-engenhao-17042018

PF prende policial com quadrilha de contrabando de cigarros
Data: 17/04/2018

Grupos movimentavam R$ 5 milhões por mês com contrabando de cigarros trazidos do Paraguai e distribuídos em Estados brasileiros

Agência Estado SÃO PAULO por AGÊNCIA ESTADO 17/04/2018 - 08H34 (ATUALIZADO EM 17/04/2018 - 08H56) COMPARTILHAR TWEETAR A- A+ Uma operação da PF (Polícia Federal) cumpre 37 mandados de prisão contra integrantes de duas quadrilhas especializadas em contrabando de cigarros, na manhã desta terça-feira (17), em Sorocaba, interior de São Paulo. Entre os presos está um policial militar rodoviário, suspeito de facilitar o transporte dos produtos. Também eram cumpridos 45 mandados de busca e apreensão e 32 de bloqueios de bens em outras cidades paulistas e dos Estados de Mato Grosso do Sul, Paraná e Espírito Santo. Caminhões e carros usados pelas quadrilhas foram apreendidos. De acordo com a PF, as quadrilhas movimentavam R$ 5 milhões por mês com o contrabando de cigarros trazidos do Paraguai e distribuídos nesses Estados, obtendo lucro líquido de R$ 2 milhões mensais. Durante o período de investigação, foram apreendidos 4 milhões de maços de cigarros. O valor da sonegação chega a R$ 14 milhões. Agentes da PF faziam buscas em casas localizadas em dois condomínios de luxo de Sorocaba, onde moram suspeitos de liderarem os bandos. Também eram alvo de buscas duas lojas de revenda de veículos que serviam de fachada para o contrabando.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/pf-prende-policial-com-quadrilha-de-contrabando-de-cigarros-17042018

Chacina no ABC: quatro são mortos ajoelhados com tiros na cabeça
Data: 17/04/2018

Crime aconteceu na noite de segunda-feira (16) por volta de 23h14, em frente a uma lanchonete no bairro Montanhão, de São Bernardo do Campo

Chacina aconteceu na noite de segunda-feira (16) em São Bernardo do Campo Edu Silva / Estadão Conteúdo / 17.04.2018 Quatro homens foram executados a tiros na noite da última segunda-feira (16), no bairro Montanhão, em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo. De acordo com informações do repórter Alvaro Zanotti, da Record TV, moradores contaram que a lanchonete tinha fechado há poucos minutos na rua Edson de Queiroz, quando os quatro ficaram conversando sentados na calçada. Logo em seguida, às 23h14, duas motos pararam e os caronas desceram armados. Após uma breve discussão, as vítimas foram rendidas e ajoelhadas. Posteriormente, foram executados com tiros na cabeça. Segundo o boletim de ocorrência, Diego da Silva Macedo, o "Barrão", de 22 anos, trabalhava na lanchonete e o aniversário dele foi ontem (16). Ele celebrava a data com os amigos, Rafael André Borges, 25, Edival Alves da Lima Júnior, 23, que já foi preso por roubo, e Cássio de Almeida Santos, de 23 anos. Assim que ouviram os tiros, os vizinhos acionaram a polícia, mas, quando os agentes do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegaram, os jovens já estavam sem vida. Alguns deles participaram de grupos de vendas e trocas de peças de motos em redes sociais. Os moradores da região acreditam que o crime pode estar ligado ao roubo de motos, mas o caso será investigado pela polícia. O boletim de ocorrência informa que não foram localizados com as vítimas nenhum aparelho celular e apenas uma delas, o Barrão, estava com sua carteira. Entretanto, "não foi possível apurar se os celulares e carteiras foram roubadas ou se as vítimas não os portavam". Por meio de nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública), "testemunhas estão sendo ouvidas e diligências estão em andamento para identificar e prender os autores do crime". O boletim de ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/chacina-no-abc-quatro-sao-mortos-ajoelhados-com-tiros-na-cabeca-17042018

Jô Soares e Fábio Porchat vão às lágrimas em programa histórico
Data: 17/04/2018

Em entrevista histórica, Jô Soares falou de sua trajetória de sucesso, sobre política, ditadura e sobre a decisão de deixar a TV

Fábio Porchat abriu a gravação de seu programa nesta segunda-feira (16) chorando . Lembrou de quando, como e pelas mãos de quem ele descobriu o que queria fazer pelo resto de sua vida: “Fazer as pessoas rirem!” Porchat tinha 18 anos, fazia faculdade de marketing, e foi ao programa no Jô Soares com os colegas de classe. Lá, entregou um bilhetinho pedindo para fazer um número de humor no palco do programa. Jô leu o bilhete e chamou o moleque desajeitado para fazer graça no ar. Mal sabia ele que o ilustre desconhecido iria entrevistá-lo, anos depois, em seu talk-show na TV. “Eu lembro de cada detalhe daquela cena. Ali não começou minha carreira, ali começou a minha vida, de verdade”, disse Porchat, chorando muito, ao anunciar a ilustre presença de Jô Soares em seu programa na RecordTV. Uma entrevista histórica, emocionante. Porchat estava nervoso, avisou o entrevistado, mas não perdeu a oportunidade de arrancar grandes histórias de alguém que tem muitas para contar. “Ninguém lança ninguém, a única exceção é o seu caso. Mesmo assim, eu não lancei, eu dei esse espaço e você aproveitou”, disse Jô. O rei dos talk-shows no Brasil não poupou elogios ao amigo . Disse que só aceitou o convite por admirar e confiar em Porchat. À vontade, Jô falou do término de seu programa na Globo, após quase 29 anos comandando programas de entrevista, dez anos só no SBT. “Você está sentindo falta da TV?”, perguntou Porchat ”Não. Não sinto falta da TV. Eu fiz 15 mil entrevistas. Eu cumpri a minha missão. “, disse Jô De coração aberto, Jô Soares se entregou ao programa. Riu, chorou, tocou bongô e contou sobre sua passagem pelo SBT, onde começou a fazer talk-shows. ”O Silvio Santos, que é maravilhosamente maluco, me telefonou me convidando para ir para a emissora e horas depois colocou no noticiário das sete da noite que eu iria para o SBT”, contou Jô. “Eu nem tinha assinado ainda.” Porchat perguntou sobre a decisão de parar o programa na Globo e se era verdade que Silvio Santos tinha recusado o convite para ser o último entrevistado do "Programa do Jô". “Eu disse: ‘Silvio, eu estou parando, e seria lindo terminar com você dando essa entrevista”, contou Jô. “Silvio então falou que encontrou uma cigana na Disney que disse que se ele der uma entrevista, ele morrerá no outro dia”, contou Jô, rindo. Jô falou ainda sobre a ditadura, de sua carreira no humor, e dos projetos no teatro na literatura. Chorou ao lembrar que foi ele quem ligou para Caetano Veloso e Gilberto Gil para avisar que eles estavam na mira dos militares e seriam presos. ”O Gil, anos depois, me agradeceu no ar”, falou Jô, muito emocionado. Ainda revelou detalhes de sua relação com políticos e membros do PT. “O Lula me decepcionou”, disse Jô, que entrevistou o político treze vezes. “Eu e o Mercadante (Aloísio) éramos amigos”, contou ele. “Mas não sou petista. O artista tem de ser anarquista”, afirmou . Lembrou de seu início de carreira na Record, na “Família Trapo”, ao lado do genial Golias. Falou da amizade com Carlos Alberto de Nóbrega e da relação tumultuada com Chico Anysio. ”Era uma relação de amor e de ciúmes. Todo amigo é ciumento”, contou Jô. Ele ainda agradeceu a oportunidade de entrar novamente na Record, onde ele começou, décadas atrás. ”Eu sou muito agradecido a Record. Eu fico emocionado. Eu comecei aqui, fico muito orgulhoso de estar aqui”, disse Jô. Ao terminar o longo papo, que vai ao ar ainda nesta semana, Jô passou o bastão. "É por isso que não faço mais programa. Não precisa, tem ele!", disse, abraçando Porchat.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/jo-soares-e-fabio-porchat-vao-as-lagrimas-em-programa-historico-16042018

Saiba como ir ao seu restaurante preferido sem sair da dieta
Data: 17/04/2018

Seja em japoneses, churrascarias, hamburguerias ou outros, aprenda a fazer escolhas saudáveis e comer sem ter medo da balança

Só quem faz dieta sabe o quão difícil é manter o autocontrole quando o assunto é comida boa. Muita gente, inclusive, não aguenta e, quando vai aos restaurantes preferidos, acaba "pisando na jaca". Mas, se você é uma dessas pessoas que sofrem para resistir às tentações, não se desespere! A nutricionista Juliana Mauri, da clínica Cia da Consulta, dá dicas de como fazer escolhas alimentares saudáveis e ir a japoneses, italianos, churrascarias e hamburguerias sem medo da balança. Veja a seguir Hamburgueria Hábitos ruins: Pedir lanche com mais de um hambúrguer Incluir condimentos, como queijo e molhos Optar por acompanhamentos como batata frita e refrigerante Soluções: Peça sanduíche de frango ou peixe Evite molhos e queijos Prefira tomar água Churrascaria Hábito ruim: Comer carnes gordurosas e em excesso, mesmo que já esteja satisfeito Soluções: Fuja da típica frase “vamos fazer valer o dinheiro que foi pago pelo rodizio” Inicie a refeição pela salada Prefira as carnes magras com menor teor de gordura, como maminha ou alcatra Opte também por peixes e peito de frango sem pele Evite alimentos fritos Peça uma salada de fruta para a sobremesa Restaurante italiano Hábitos ruins: Comer massas com recheios Optar por molhos gordurosos, como molho de queijo e molho branco Utilizar queijo ralado em excesso Soluções: Prefira as massas sem recheio Priorize pratos com molho vermelho Controle o consumo de queijo ralado Restaurante japonês Hábitos ruins: Consumir arroz em excesso, pois o arroz japonês pode conter açúcar em seu preparo Optar por frituras em excesso Tomar suco de fruta durante ou após a refeição Soluções: Prefira consumir o temaki sem arroz Priorize o sushi de peixe, pois o de camarão é gorduroso e mais calórico Evite as frituras Peça um picolé de fruta para a sobremesa Beba água para acompanhar a refeição, pois os sucos são calóricos

Link Notícia: https://meuestilo.r7.com/dietas/fotos/saiba-como-ir-ao-seu-restaurante-preferido-sem-sair-da-dieta-07042018#!/foto/1

Comida Caseira Nordestina
Data: 17/04/2018

Comida Caseira Nordestina

Link Notícia: https://www.youtube.com/embed/jRfKPi4YH-0

Dia Do Jornalismo
Data: 12/04/2018

Dia Do Jornalismo

Link Notícia:

Buraco, asfalto e mato: reclamações triplicam em SP no 1º trimestre
Data: 10/04/2018

Relatório do 1º trimestre 2018 divulgado pela Ouvidoria Geral de São Paulo mostra 5.346 protocolos de serviços registrados contra 1.807 em 2017

A Controladoria Geral de São Paulo divulgou o balanço de Ouvidoria do primeiro trimestre de 2018. Foram 6.171 atendimentos, dos quais 5.346 viraram protocolos de serviço. Um aumento de 195% em relação ao mesmo período de 2017, quando foram registrados 1.807 reclamações. O levantamento foi publicado na sexta-feira (6). As reclamações feitas na Ouvidoria são em segunda instância. São pedidos de serviço que entraram pelo canal 156, não foram atendidos e viraram uma reclamação. O relatório mostra detalhes desses protocolos feitos pelos moradores de cidade durante os ultimos três meses de João Doria (PSDB) à frente da Prefeitura de São Paulo — o político deixou o cargo para concorrer ao governo do Estado. A secretaria de Prefeituras Regionais continua sendo a líder em reclamações, com 3.551 pedidos procolados. A secretaria já havia sido acumulada pelo então vice-prefeito, Bruno Covas, no início da gestão Doria — Covas assumiu a chefia do executivo com a saída do prefeito eleito na última segunda-feira (9). Em seguida aparece a Secretaria de Saúde, com 191 protocolos, e Mobilidade e Transporte, com 174 pedidos de serviço. Esse resultado mostra que 66% dos problemas enfrentados pelos paulistanos envolvem zeladoria. O R7 procurou a Prefeitura de São Paulo diversas vezes desde as 12h desta segunda-feira (9). Os pedidos foram feitos por e-mail e telefone. A resposta foi enviada às 20h43: "A Secretaria de Inovação e Tecnologia registrou aumento de 37% na participação dos cidadãos nos novos canais de atendimento, quando comparada às requisições feitas ao antigo Sistema de Atendimento ao Cidadão (SAC). Novos solicitantes, que não haviam apresentado demandas em 2015 e 2016, foram responsáveis por 89% dos pedidos feitos à prefeitura em 2017. Significa que há uma tendência de crescimento tanto no Canal da Ouvidoria no 156 quanto no e-SIC (pedido de informação) devido à expansão do conhecimento dos cidadãos em relação a tais serviços. Não há, no entanto, uma relação direta entre os números de demandas e atendimentos do SP 156 e os números da Ouvidoria, em função das diversas variáveis existentes nos diferentes sistemas. Para efeito de comparação, seria importante investigar outros dados de atendimento, como o volume de solicitações de primeira instância por meio dos canais SP156 ou a natureza das reclamações que tiveram esse aumento". Prefeituras Regionais e Naturezas Entre as naturezas, o item 'árvore' continua liderando o ranking dos pedidos, com 770 reclamações (no ano passado, foram 74). Na sequência aparecem os itens 'buraco e pavimentação' (492, contra 245 no primeiro trimestre de 2017), 'capinação e roçada de áreas verdes' (434 ante 135 no mesmo período do ano passado) e 'drenagem de água de chuva' (266 contra 128 de 2017). Itaquera é a prefeitura regional com mais reclamções neste primeiro trimentre de 2018. Metade dos pedidos nesta região são sobre buracos e pavimentação. Em segundo está a prefeitura regional do Ipiranga, com a maioria dos protocolos sobre manuntenção de árvore. Em terceiro, a de Santana/Tucuruvi, com problemas de buracos e capinação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/buraco-asfalto-e-mato-reclamacoes-triplicam-em-sp-no-1-trimestre-10042018

Justiça aceita denúncia contra amigos de Temer
Data: 10/04/2018

Advogado José Yunes e ex-coronel João Baptista Lima Filho foram denunciados sob a suspeita de integrarem "quadrilhão do MDB"

A 12ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal aceitou nesta segunda-feira (9) a denúncia contra o advogado José Yunes e o ex-coronel da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho. Ambos são amigos pessoais do presidente Michel Temer (MDB). Com a aceitação da denúncia, ambos se tornam réus no inquérito que apura irregularidades no chamado "quadrilhão do MDB". Suspeitos de operar propinas ao presidente, Yunes e Lima poderão responder pelo crime de organização criminosa. A pena prevista para a prática varia de três a oito anos de prisão. A denúncia, apresentada na semana passada, poucos dias antes da Operação Skala, pelo Ministério Público Federal. Os amigos de Temer são acusados de participar de uma organização criminosa ligada ao MDB. As investigações a respeito do esquema apuram irregularidades atribuídas a integrantes de partidos cometidas em diversos escalões da administração pública. Algumas das acusações envolvem o setor portuário. Yunes e Lima foram detidos temporariamente na Operação Skala, por determinação do ministro Luis Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal). Eles, que haviam sido denunciados pela PGR (Procuradoria-Geral da República) dias antes das prisões, foram soltos no último dia 31. Temer também é um dos alvos da investigação sob a suspeita de beneficiar a empresa Rodrimar na edição do decreto voltado ao setor portuário. Outros nomes investigados por fazer parte do "quadrilhão" são Eduardo Cunha, Henrique Alves, Geddel Vieira Lima, Rodrigo Rocha Loures, Eliseu Padilha e Moreira Franco.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/justica-aceita-denuncia-contra-amigos-de-temer-09042018

Planalto avalia retirar seguranças e veículos de ex-presidente Lula
Data: 10/04/2018

Possibilidade sobre a retirada dos direitos assegurados aos ex-presidentes é avaliada pela Subchefia de Assuntos Jurídicos da Presidência

Preso na noite do último sábado (7), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode perder o direito a alguns benefícios dados aos ex-comandantes da República, como seguranças, veículos e motoristas. A possibilidade é avaliada pela Subchefia de Assuntos Jurídicos da Presidência. De acordo com o Planalto, a consulta foi enviada, “em caráter de urgência”, à área jurídica da Presidência. Os direitos dados aos ex-presidentes da República são assegurados pela lei 7.474, de 1986, que "dispõe sobre medidas de segurança aos ex-presidentes da República, e dá outras providências". "O Presidente da República, terminado o seu mandato, tem direito a utilizar os serviços de 4 (quatro) servidores, destinados a sua segurança pessoal, bem como 2 (dois) veículos oficiais com motoristas", destaca o artigo 1º da legislação. As despesas em questão são custeadas pela Presidência da República com dotações orçamentárias próprias. Além de Lula, tem direito aos benefícios todos os ex-presidentes ainda vivos. São eles: Dilma Rousseff (PT), Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Fernando Collor de Melo (PTC) e José Sarney (MDB).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/planalto-avalia-retirar-segurancas-e-veiculos-de-ex-presidente-lula-09042018

Gilmar Mendes diz que STF não admite pressão de militares
Data: 10/04/2018

Ministro da Suprema Corte afirma que manifestações de alguns membros das Forças Armadas são "preocupantes" e "dignas de repúdio"

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes criticou as manifestações de membros das Forças Armadas contra o Supremo. Ele afirma que “não se pode tentar pressionar a Suprema Corte do País”. “Temos que dizer em alto e bom som que não é permitido nenhum tipo de pressão por parte da imprensa e muito menos das Forças Armadas contra o Supremo Tribunal Federal”, diz Gilmar. “Toda essa confusão no Brasil agora se adensa com essas manifestações, inclusive, dos generais, do comandante do Exército Villas Bôas e também de vários generais de reserva, o que é extremamente preocupante e digno de todo o repúdio”, completa o ministro. Em sua fala, Gilmar cita nominalmente o general Eduardo Villas Bôas, que questionou em sua conta no Twitter "quem realmente está pensando no bem do País e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?". A manifestação de Villas Bôas foi feita na véspera do Supremo votar o habeas corpus que poderia impedir a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após a análise de todos os recursos apresentados pela defesa do petista. "Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais", diz o general em outra postagem. Ao comentar o parecer a respeito das prisões após o julgamento em segunda instância, Gilmar avalia ser "preciso que a população entenda que Justiça criminal no Brasil é muito falha". "O STJ [tribunal de terceira instância] tem várias vezes feito as revisões das decisões de segundo grau. Isso é importante", destaca Gilmar.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/gilmar-mendes-diz-que-stf-nao-admite-pressao-de-militares-09042018

Brasil tem, sim, terremotos - e há na história registro até de tremores com 'pequenos tsunamis'
Data: 10/04/2018

Um dos primeiros brasileiros a sentir e registrar um terremoto foi o imperador D. Pedro 2º, em 1886, em Petrópolis (RJ)

Pouco antes das 11h da manhã de 2 de abril, funcionários de prédios altos da avenida Paulista, em São Paulo, levaram um susto. As edificações começaram a balançar, a ponto de algumas terem de ser evacuadas. Era o reflexo de um terremoto de 6,8 pontos na escala Richter no sul da Bolívia. Por certo, muita gente lembrou da ideia muita difundida de que o Brasil é um país onde esses fenômenos não ocorrem. Essa certeza não passa de um mito, no entanto. Tremores são registrados praticamente todas as semanas no território nacional. Segundo o sismólogo Bruno Collaço, do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), a grande maioria deles não é percebida pela população. "São tremores de magnitudes baixas, menores que 3,0, registrados pelos sensores espalhados pelo país e que somente são sentidos pelas pessoas quando ocorrem próximos aos centros urbanos", explica. Seu colega no Centro, Marcelo Assumpção, coordenador da Rede Sismográfica Brasileira, acrescenta que não existem de fato terremotos no Brasil com a mesma frequência e força dos registrados em outros países mais ativos. "No Chile, por exemplo, ocorrem tremores de magnitude 5,0 quase toda semana", diz. "Já no Brasil apenas uma vez a cada 5 anos. Nosso país também pode ter sismos de magnitude 6,0 (suficientes para provocarem danos muito sérios se ocorrerem próximo a alguma cidade grande) uma vez a cada 50 anos, em média." A escala Richter vai até 9 pontos. Os registros históricos confirmam essas informações. Um dos primeiros brasileiros a sentir e registrar um terremoto foi ninguém menos que o imperador D. Pedro 2º, que, às 15h do dia 9 de maio de 1886, percebeu a terra tremer sob seus pés, quando se encontrava em seu palácio, em Petrópolis (RJ). Segundo o sismólogo José Alberto Vivas Veloso, pesquisador aposentado e ex-chefe do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), a magnitude estimada do abalo foi de 4,3 pontos. Ainda de acordo com Veloso, "imediatamente o monarca quis saber o que de fato tinha acontecido e determinou que se buscassem informações a respeito". A tarefa coube ao engenheiro Guilherme Schüch (1824-1908), o barão de Capanema. "Incentivado pelo imperador, ele coletou e analisou dados de terremotos em todo o país e publicou, em 1859, o primeiro artigo científico sobre o tema no Brasil", conta Veloso. O mais forte Esse não foi, no entanto, o primeiro nem o mais forte terremoto já ocorrido no país. Embora não tenha sido registrado por um sismógrafo, mas apenas por evidências e relatos históricos, esse posto cabe a um tremor que teria ocorrido em 1690, na Amazônia. Baseado em informações de dois jesuítas, Samuel Fritz e Felipe Betendorf, que estiveram na região em épocas diferentes, conversaram com testemunhas e observaram os seus efeitos no terreno, Veloso concluiu que o evento teve epicentro na margem esquerda do rio Amazonas, a 45 km de Manaus. Ele concluiu que as informações dos religiosos eram verdadeiras. "Eu as combinei com conhecimentos modernos de sismologia para estimar a sua magnitude em 7,0 pontos e sua área de abrangência de 2 milhões de km²", conta. "Esse sismo alterou significativamente a topografia do terreno e também produziu ondas parecidas a um pequeno tsunami, que reverteram momentaneamente a corrente do rio Urubu, inundando aldeias indígenas situadas a 5 km de sua foz no Amazonas." Não houve danos materiais nem mortos e feridos, pois a região era praticamente desabitada. O mais intenso terremoto registrado de fato no Brasil ocorreu no dia 31 de janeiro de 1955, na Serra do Tombador, no Mato Grosso. Com magnitude de 6,2 pontos, ele também não causou danos, porque a região igualmente era desabitada. Cerca de um mês depois, no dia 28 de fevereiro, foi registrado o segundo maior da história do país, ocorrido no mar, ao largo de Vitória, no Espírito Santo, que atingiu 6,1 pontos. Outros sismos com intensidade superior a 5,0 pontos foram registrados, entre eles um em Tubarão (SC), no dia 28 de junho de 1939, e outro em Codajás (AM), em 5 de agosto de 1983, ambos com 5,5 pontos. 'Enxame de sismos' O sismo mais famoso e que causou maior impacto econômico e social, no entanto, foi sem dúvida o da pequena cidade de João Câmara, no Rio Grande do Norte, com então 23 mil habitantes, registrado às 3h22 da madrugada de 30 de novembro de 1986, com magnitude 5,1 pontos. "Na verdade, naquele dia aconteceu o maior de uma série de 50 mil abalos, aproximadamente", explica Veloso, autor do livro O terremoto que mexeu com o Brasil, no qual relata o evento. As consequências, diz ele, foram catastróficas. Cerca de 4.350 edificações foram destruídas ou danificadas, deixando milhares de desabrigados, inclusive de municípios vizinhos, com algumas famílias perdendo praticamente tudo o que possuíam. Além disso, o abalo paralisou as pequenas indústrias e o comércio locais e suspendeu as aulas nas escolas da região. Tratou-se, na verdade, do que os especialista chamam de um enxame de sismos. "Em pouco menos de duas horas, além do tremor principal, ocorreram quatros outros com magnitudes entre 4,0 e 4,3 pontos, intercalados por dezenas de réplicas importantes", conta Veloso. "O ciclo de atividades iniciado naquele dia durou sete anos, período em que foram registrados 20 eventos iguais ou maiores que 4,0, inclusive um de 5,0, no 10 de março de 1989." Para ele, a percepção errônea de que não ocorrem terremotos no Brasil se deve a duas causas principais. A primeira é que somente nas últimas décadas o país passou a empregar sismógrafos para registrar os tremores de terra. No passado, esses abalos só eram conhecidos se fossem percebidos pelas pessoas. Tratando-se de um país grande, com população irregularmente distribuída, muitos eventos antigos deixaram de ser relatados, encobrindo uma parte da realidade sísmica do território nacional. Uma cebola A segunda é que, de fato, o Brasil tem poucos tremores comparado com países vizinhos (Argentina, Peru, Bolívia, por exemplo), porque seu território se encontra no interior de - ou sobre - uma grande placa tectônica, distante de suas bordas - onde os terremotos são mais numerosos e mais intensos. Para entender isso é preciso saber um pouco sobre tectonia de placas. A Terra é feita de camadas, como, numa comparação grosseira, uma cebola. A camada mais externa, com cerca de 100 km de espessura, é composta pela crosta e a parte superior do manto (uma camada de consistência pastosa, semelhante a de um asfalto quente: o magma, que pode ser visto quando expelido por vulcões). Esse conjunto - crosta mais a camada sólida superior do manto - forma a litosfera. Hoje se sabe que a litosfera está dividida em gigantescas placas rochosas, chamadas tectônicas, que flutuam sobre o manto de magma, carregando oceanos e continentes. Existem dez dessas grandes jangadas de pedra - Africana, Antártica, Arábica, Eurasiática, das Filipinas, Indo-Australiana, de Nazca, Norte-Americana e do Caribe, do Pacífico e Sulamericana, - e várias outras menores. São essas estruturas que modelam a superfície da Terra, erguendo montanhas e causando terremotos e tsunamis, quando se chocam. Veloso explica que isso ocorre porque elas deslizam e têm contato entre si, ora pressionando uma contra a outra e outras vezes afastando-se de sua vizinha. É nesses limites que ocorrem os maiores e mais frequentes tremores. No caso do Brasil, o país inteiro está assentado praticamente no centro da "jangada" Sulamericana, longe de suas bordas. Menor frequência e intensidade Por isso, muita gente acredita que não deveriam ocorrer terremotos no país. Mas eles ocorrem, embora com menor frequência, intensidade e poder destrutivo do que em outros países que estão sobre as regiões de contato entre duas placas. Mas isso não alivia a situação. Segundo pesquisador Allaoua Saadi, do Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o primeiro erro é acreditar que "nossa placa" é inteiriça. "Na verdade, ela é constituída de muitos fragmentos (microplacas) cujos limites podem ser 'mobilizados', quando existem 'tensões' agindo sobre o conjunto", explica. Segundo Collaço, de fato, o Brasil está inserido no centro da placa da América do Sul, em um região classificada como sendo estável tectonicamente. Por isso, por aqui não são esperados terremotos devastadores como acontecem no Japão e Chile com magnitudes acima de 8,0 pontos por exemplo. "Contudo, nosso país sofre uma compressão causada a leste pela Placa Africana e a oeste pela Placa de Nazca, e são principalmente esses esforços que acabam funcionando como gatilho para os tremores que acontecem no país."

Link Notícia: https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/brasil-tem-sim-terremotos-e-ha-na-historia-registro-ate-de-tremores-com-pequenos-tsunamis-09042018

PF faz operação que investiga pagamentos indevidos a políticos
Data: 10/04/2018

Agentes da Polícia Federal estão nas ruas desde cedo e cumprem mandados de busca e apreensão em São Paulo, Goiânia e Fortaleza

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira mandados de busca e apreensão autorizados pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), em São Paulo, Goiânia e Fortaleza como parte da operação Tira-Teima, que apura um esquema de pagamentos de vantagens indevidas de um grupo empresarial a políticos, informou a PF em nota. "A finalidade das medidas é o buscar documentos e outros elementos de aprofundamento da investigação, considerando a notícia de doações de campanha abalizadas através de contratos fictícios", informou a PF em nota, sem dar detalhes sobre os alvos dos mandados ou os nomes dos investigados na operação. De acordo com a corporação, 40 policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão nas três cidades. A Globonews disse que a Fachin é o relator da operação Lava Jato no STF, mas a Polícia Federal tampouco informou na nota se a operação desta terça tem relação com a Lava Jato.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-faz-operacao-que-investiga-pagamentos-indevidos-a-politicos-10042018

Mineradora nega contaminação ambiental no Pará
Data: 10/04/2018

Alunorte admitiu o despejo de resíduos não autorizados nas águas de Bacarena nos dias 17 e 18 de fevereiro

A produtora de alumínio Norsk Hydro negou nesta segunda-feira (9) que sua refinaria de alumina Alunorte - a maior do mundo -, em Barcarena, no Pará, tenha contaminado as águas locais. O anúncio provocou reação do Ministério Público estadual, para quem é irresponsável qualquer tentativa de ocultar fatos denunciados. Citando um estudo interno e um relatório encomendado pela consultoria ambiental SGW Services, a Hydro disse que não foi encontrada nenhuma evidência de transbordamento de seus depósitos de bauxita ou de qualquer impacto ambiental significativo ou duradouro. Mineradora admite derrame de resíduos não autorizados no Pará As informações contradizem relatórios publicados pelo IEC (Instituto Evandro Chagas), que foi acionado pelos ministérios públicos estadual e federal, após denúncias de moradores locais durante fortes chuvas em meados de fevereiro. O instituto, vinculado ao Ministério da Saúde, apontou contaminação na região pela empresa. Após as denúncias da população local e das análises do IEC, a empresa terminou por admitir o despejo de efluentes no meio ambiente, em Barcarena, por acidente e também de forma intencional, por canais não licenciados, o que, segundo a Hydro, é "completamente inaceitável". Hydro vai começar a parar metade da Alunorte em meados de abril, dizem fontes A companhia reiterou, porém, que melhoraria o tratamento de água da planta. "Ambos os relatórios confirmam nossas declarações anteriores de que não houve transbordamento das áreas de depósito de resíduos de bauxita, bem como nenhuma indicação ou evidência de contaminação para comunidades locais próximas da Alunorte como resultado das fortes chuvas em fevereiro", disse o CEO da Hydro, Svein Richard Brandtzaeg, em nota. No mês passado, a empresa já havia informado que iria investir cerca de R$ 200 milhões para melhorias no sistema de tratamento de água da empresa. Além disso, informou nesta segunda-feira que irá aportar R$ 100 milhões nas comunidades locais, em uma iniciativa chamada Barcarena Sustentável. A Alunorte está atualmente operando com cerca de 50% da capacidade sob uma ordem judicial. A empresa avalia que os dois relatórios ambientais a ajudarão a obter permissão para retomar a produção total da fábrica, disse Brandtzaeg à Reuters, anteriormente. "Isso coloca os fatos sobre a mesa e nos dá uma base para resolver a situação", disse ele, acrescentando que a empresa está em "um diálogo construtivo" com as autoridades locais. A Alunorte, localizada no estado do Pará, conta com cerca de 2 mil funcionários e uma capacidade de produção de 6,3 milhões de toneladas, transformando bauxita em alumina, a qual vira posteriormente alumínio nas fundições. Na semana passada, a Alunorte acionou o Ministério Público do Pará na Justiça, pedindo que as conclusões do IEC fossem desconsideradas. Em nota, o Ministério Público do Pará afirmou nesta segunda-feira (9) que o despejo de efluentes sem tratamento no rio Pará pela Hydro é rotineiro e "gera impactos bastante graves, como provam laudos científicos e uma vasta quantidade de registros periciais e de depoimentos coletados". "Qualquer tentativa de ocultar esse fato é um violento ataque aos direitos das famílias que tiveram a saúde e os meios de subsistência profundamente prejudicados, e também é mais uma demonstração de irresponsabilidade e falta de transparência empresarial", disse o MP. As ações da Hydro chegaram a subir mais de 6%, superando o índice de referência de Oslo, estendendo ganhos desde antes da declaração da empresa ser publicada. A empresa também está se beneficiando de sanções impostas à rival Rusal, da Rússia, disseram operadores. O principal proprietário da Hydro, o Estado norueguês, com uma participação de 34,26 por cento, disse que teve uma reunião com a diretoria nesta segunda-feira e que continua a monitorar o caso de perto. Hydro troca responsável por Bauxita & Alumina na refinaria Alunorte Embate sobre resultados A diretora da SGW Andrea Aluani reforçou nesta segunda-feira as críticas da Hydro sobre o relatório do instituto. "Nós discordamos (do IEC) em virtude de uma série de erros e ausências de controle de qualidade dos laudos", disse Andrea, reiterando que o órgão não tem acreditação do Inmetro para algumas das conclusões. Em entrevista após o anúncio da empresa, o químico pesquisador em Saúde Pública da Seção de Meio Ambiente do IEC, Marcelo Lima, disse estar tranquilo diante das acusações, reiterando o rigor científico e protocolos que, segundo ele, atendem aos padrões de qualidade internacionais. "Nós já mostramos que esse material (efluentes da empresa) não pode ser lançado diretamente no rio, porque ele contém substancias tóxicas", frisou. Em nota, o IEC declarou que desconsiderar as análises realizadas pelo instituto é desconsiderar o que aconteceu em Barcarena e seus impactos na saúde ambiental e da população. "Hoje nenhuma empresa conseguirá fazer as análises dos impactos ocorridos nos dias 17 e 18 de fevereiro de 2018 nas águas de Barcarena, porque a dinâmica hidrográfica e pluvial na região é intensa e o cenário está em constante modificação", afirmou. Quanto à certificação pelo Inmetro, o IEC afirmou que iniciou seu programa de certificação junto ao órgão por etapas no ano de 2017.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/mineradora-nega-contaminacao-ambiental-no-para-09042018

Dólar salta a R$ 3,42 e atinge maior nível desde o fim de 2016
Data: 10/04/2018

Alta de 1,6% da moeda norte-americana foi guiada por preocupação em torno das eleições deste ano com a possível ausência de Lula

O dólar subiu mais de 1,5% nesta segunda-feira (9) e voltou ao patamar de R$ 3,42, maior nível em quase um ano e meio, com os investidores cada vez mais temerosos com a cena eleitoral neste ano e com o exterior, diante de eventual guerra comercial entre Estados Unidos e China. O movimento aconteceu apesar da volta do BC (Banco Central) ao mercado cambial, com novo leilão de swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólar, para rolagem dos contratos que vencem em maio. Nesta sessão, a moeda norte-americana avançou 1,6%, a R$ 3,4219 na venda, maior nível desde 5 de dezembro de 2016, quando fechou a R$ 3,4294. Neste pregão, chegou à máxima de R$ 3,4237. Esse foi a sexta sessão de alta da moeda-norte-americana, acumulando valorização de 3,69%, com o mercado pouco a pouco precificando maiores aversões ao risco. O futuro tinha alta de cerca de 1,5% no final da tarde. "Ninguém sabe como as pessoas vão reagir ao pós-Lula, mas minha percepção é de que o desconforto e necessidade de mudanças vão prevalecer. E isso não é necessariamente bom para o mercado", afirmou o diretor de tesouraria de um banco estrangeiro. O cenário político continuava sendo fonte de preocupações para os mercados, após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no final de semana. O petista, visto por investidores como menos comprometido com o controle das contas públicas, lidera as pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais deste ano e, mesmo sem concorrer, pode exercer influência no pleito como forte cabo eleitoral, o que não agrada os mercados financeiros. Analistas consultados logo após a prisão ser decretada disseram que o PT deverá, ao menos publicamente, insistir na candidatura à Presidência de Lula, mesmo com ele preso, pois esta é a estratégia que mais maximiza a transferência de votos para outro petista ou para um candidato aliado. "Para os investidores, o evento [prisão´] importa pelo eventual impacto que terá no quadro eleitoral de agora até outubro", afirmou o gestor de derivativos de uma corretora fluminense. "Com o quadro eleitoral ainda em aberto, é natural que os mercados locais demandem mais prêmios de risco", emendou. Ambiente externo A cena externa também continuou assombrando os mercados, com temores de que uma guerra comercial possa começar e, assim, afetar o fluxo de capitais. A China intensificou seus ataques contra o governo dos Estados Unidos nesta segunda-feira devido a bilhões de dólares em ameaças de tarifas, dizendo que Washington seria o culpado pelos atritos e repetindo que é impossível negociar sob as "circunstâncias atuais". No exterior, o dólar tinha leve baixa frente a uma cesta de moedas com persistentes preocupações sobre potencial conflito comercial entre EUA e China, e operava misto ante divisas de países emergentes. Profissionais comentaram que fluxo de saída de recursos nesta sessão também ajudo a içar o dólar ante o real. Dessa forma, a volta do BC ao mercado teve influência limitada nos negócios. A autoridade monetária vendeu nesta sessão toda a oferta de até 3.400 swaps, ou US$ 170 milhões do total de US$ 2,565 bilhões que vence em maio. Se mantiver esse volume e vendê-lo integralmente, o BC rolará o estoque total que vence no próximo mês.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/dolar-salta-a-r-342-e-atinge-maior-nivel-desde-o-fim-de-2016-09042018

Sobrecarregados, hospitais do Rio atendem um baleado a cada 2h30
Data: 09/04/2018

Em 2017, emergências receberam por mês 280 feridos por arma de fogo, com prejuízo ao atendimento da população do Rio

Grávida de cinco meses, Karolyne Nunes de Almeida Alves foi baleada no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro. A jovem, de 19 anos, foi ferida dentro do carro do marido, que ficou no meio do fogo cruzado entre policiais e suspeitos. Levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, ela chegou a ser submetida a uma cesariana de emergência, porém a bebê não resistiu. Ferida por um tiro de fuzil na barriga, ela deu entrada no hospital no dia 2 de dezembro do ano passado, foi operada e precisou retirar o baço. Foram 38 dias em coma induzido até falecer no dia 9 de janeiro deste ano. Karolyne é uma entre 3.387 histórias atravessadas pela violência na cidade do Rio de Janeiro. Um levantamento concluído esta semana pela rede pública de saúde à pedido do R7 mostrou que as emergências atendem, ao menos, um baleado a cada duas horas e meia. O dado leva em conta os registros dos hospitais municipais, estaduais e federais da capital fluminense durante o ano de 2017. Foram cerca de 280 pacientes atendidos por mês, com ferimentos provocados por armas de fogo, acarretando um prejuízo direto no funcionamento das unidades de saúde. O número de feridos com arma de fogo na cidade sobrecarrega ainda mais as emergências e afeta indiretamente a população que utiliza o sistema público de saúde. O levantamento revela que a crise na Segurança tornou-se também um problema de saúde pública, como explica o presidente do Cremerj (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro), Nelson Nahon. — Os hospitais públicos já estão sobrecarregados, com déficit de médicos, com falta de insumos e a chegada de um paciente grave impacta muito, porque precisa concentrar as atenções no paciente mais grave que está chegando, exige o tempo de vários profissionais e uma atenção redobrada. A pessoa que chega à emergência com ferimento de bala é um paciente que vai demandar cuidados por alguns dias, semanas ou até meses. Grande parte dos feridos precisa passar por cirurgias, fazer exames ou de um leito para internação. Necessitam de medicamentos, curativos e, principalmente, tempo e atenção de vários profissionais. O grande número de vítimas que a violência produz diariamente acirra ainda mais um cenário que já é complexo, como indica o professor da Faculdade Mackenzie Alessandro Paiva, que estuda os impactos da violência no setor da saúde. — Não é só o atendimento. Você tem o atendimento inicial e quando estabilizar esse paciente você ainda precisa encontrar um leito para ele. Ele vai passar por cirurgia e vai ficar internado um dia, uma semana ou talvez um mês. Somando tudo isso, no final das contas, o custo da violência acaba impactando no nosso bolso com um valor bem significativo. Além do impacto financeiro, Paiva destaca que o mais grave são os prejuízos à população. Mesmo aqueles que não são vítimas diretas da violência são prejudicados por seus impactos. — Alguém vai deixar de ser atendido, porque entrou alguém baleado. Os hospitais mais próximos aos locais com os maiores índices de violência, vão ser os hospitais mais sobrecarregados. E as pessoas que moram próximo a essas unidades vão ser as mais prejudicadas, porque o hospital que deveria atendê-las vai estar com excesso de trabalho. Entre as onze emergências públicas, o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, na zona norte, lidera os registros de atendimentos a baleados na cidade. Cerca de 30% dos feridos socorridos na rede municipal são levados para a unidade. Ano passado foram 684 atendimentos, 180 a mais do que o registrado em 2016. O indicadores referentes à segurança pública da região ajudam a entender o motivo. O Salgado Filho fica próximo ao Complexo do Lins e das favela do Jacarezinho e Manguinhos, áreas que viveram uma rotina de conflitos intensos durante o ano passado. O número de pacientes vítimas de disparos de arma de fogo na rede municipal do Rio quase dobrou. Ano passado foram 2.386 pacientes, contra 1.652 atendidos em 2016. O crescimento foi ainda maior nas emergências federais, que registraram 190 casos em 2017 e 93 no ano anterior. O professor Alessandro Paiva alerta que "a violência está esgotando os recursos do serviço público e vai impactar diretamente na saúde, afetando tanto quem sofre a violência, como também quem não sofre. A situação das emergências na capital, segundo o presidente do Cremerj, é preocupante e se agrava ainda mais pela demanda vinda de cidades vizinhas. — Nas emergências, os pacientes ficam 10, 15, 20 dias praticamente internados na emergência porque não tem leito de retaguarda. Na Baixada só tem, praticamente, dois hospitais com emergência e isso ajuda a sobrecarregar os hospitais do Rio — aponta Nelson Nahon. Apesar de alarmantes, os números podem ser ainda maiores por conta das subnotificações. O Hospital Federal do Andaraí e o Evandro Freire, na Ilha do Governador, ambos na zona norte do Rio, não têm o balanço de pacientes baleados que foram atendidos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/sobrecarregados-hospitais-do-rio-atendem-um-baleado-a-cada-2h30-09042018

Chega a 34 número de policiais militares mortos no Rio em 2018
Data: 09/04/2018

PM morto neste domingo (8) estava internado há dois meses; sargento foi baleado na cabeça durante um roubo de carga na Baixada Fluminense

O segundo sargento da Polícia Militar Décio Anastácio Nunes, de 52 anos, morreu neste domingo (8), no Rio de Janeiro, depois de ficar dois meses internado. Décio e seu irmão foram baleados durante uma ocorrência de roubo de carga no bairro Jardim Bom Pastor, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no dia 8 de fevereiro. Os dois foram socorridos por um motorista de ambulância que passava pelo local e levados para o Hospital Geral da Nova Iguaçu (Posse), de onde foram transferidos para um hospital da zona norte da cidade do Rio. Décio, baleado na cabeça, estava em estado grave e morreu na madugada deste domingo. Seu irmão, Marcio Nunes, de 40 anos, continua internado, de acordo com o Disque Denúncia. O portal divulgou um cartaz pedindo informações que possam ajudar a identificar e prender os autores do crime. Todas as denúncias serão repassadas à DHBF (Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense), que investiga o caso. Com a morte do sargento Nunes chega a 34 o número de policiais assassinados no estado do Rio em 2018. Outros dois policiais militares morreram neste ano, mas um havia sido ferido no ano passado e o segundo, baleado em outro estado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/chega-a-34-numero-de-policiais-militares-mortos-no-rio-em-2018-09042018

PT continua mobilizado em Curitiba e reafirma candidatura de Lula
Data: 09/04/2018

Ao mesmo tempo, deve ser marcada pelas discussões da legenda sobre os próximos passos a serem dados na tentativa de livrar Lula da prisão

Com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde a noite de sábado (7), os apoiadores do petista aguardam a vinda de mais manifestantes para a área onde estão concentrados próximo ao prédio da PF. Ao mesmo tempo, esta segunda-feira (9), deve ser marcada pelas discussões do PT sobre os próximos passos a serem dados na tentativa de livrar Lula da prisão e insistir na manutenção da pré-candidatura do ex-presidente ao Planalto. Lula candidato, uso da força, cela especial: 7 dúvidas sobre a prisão A legenda reúne sua Executiva Nacional na sede estadual do partido no Paraná a partir das 14h. No domingo (8), a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), afirmou que o último recurso de Lula no âmbito judicial estará no STF (Supremo Tribunal Federal). A pressão está sobre a ministra Rosa Weber, que pode inverter um placar e votar contra a possibilidade de prisão após segunda instância na próxima quarta-feira (11). Enquanto isso, dois advogados de Lula que estão na capital paranaense, Cristiano Zanin Martins e Sigmaringa Seixas, fazem interlocução direta com o petista. Os aliados começarão uma negociação para que Lula possa receber visitas de parlamentares. Nesta segunda-feira, há expediente normal na Superintendência da Polícia Federal. A Polícia Militar, que isola o entorno do prédio, pedirá documentos comprovando o agendamento de serviços, como a retirada de passaportes, para que visitantes acessem ao local. A Justiça proibiu manifestantes de ficarem na área e impedirem o trânsito de pessoas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pt-continua-mobilizado-em-curitiba-e-reafirma-candidatura-de-lula-09042018

Quem é o novo ministro que vai gerir economia por 9 meses após saída de Meirelles
Data: 09/04/2018

Nomeação de Eduardo Guardia é vista como sinal de continuidade da gestão de Meirelles; analistas consideram difícil, contudo, que economista consiga ir além de administrar Orçamento, dada a dificuldade de aprovação de medidas no Congresso

Secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Refinetti Guardia assume a partir desta terça-feira o comando da pasta no lugar de Henrique Meirelles, exonerado do cargo depois de se filiar ao MDB, mirando uma possível candidatura nas eleições deste ano. Guardia, paulistano de 52 anos, é o número dois da pasta desde junho de 2016. Entrou no ministério cerca de um mês depois de Meirelles ter assumido, quando Temer ainda era presidente interino. Guardia veio da bolsa de São Paulo, a BM&FBovespa, onde foi diretor financeiro e de produtos entre 2010 e 2016. Antes da carreira no mercado financeiro - que inclui a GP Investimentos e a Pragma Gestão de Patrimônio -, ele também passou pelo setor público. Foi secretário de finanças do Estado de São Paulo entre 2003 e 2006, na gestão Geraldo Alckmin (PSDB), secretário-adjunto do Tesouro Nacional de 1999 a 2002 e assessor especial da Fazenda em 1998, quando a pasta era capitaneada por Pedro Malan, ministro do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). A nomeação de Guardia é vista como uma sinalização de continuidade na gestão de Meirelles - ainda que, a 9 meses do fim do mandato de Temer, analistas considerem difícil que ele consiga ir muito além do dia a dia da execução orçamentária e avançar em pautas, como, por exemplo, a privatização da Eletrobras. Isso porque a capacidade do governo de passar medidas no Congresso estaria cada vez mais comprometida, seja por causa da proximidade do calendário eleitoral, que reduz a disposição dos parlamentares para votar temas delicados (como a reforma da Previdência, por exemplo), seja pelos efeitos de uma eventual candidatura do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) - rival de uma possível chapa Temer-Meirelles -, sobre a pauta da Casa. 9 meses Guardia esteve em situação parecida em 2002, nos últimos momentos do governo FHC, quando era secretário-adjunto do Tesouro Nacional e assumiu a direção do órgão a 9 meses do fim do mandato. Em abril daquele ano, foi nomeado secretário do Tesouro, posição na qual permaneceu até dezembro. Ele ficou no lugar de Fabio de Oliveira Barbosa, que pedira licença para assumir a diretoria financeira da mineradora Vale. Guardia foi secretário de Fazenda de Alckmin entre 2003 e 2006 GILBERTO MARQUES Para o professor da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP) José Francisco de Lima Gonçalves, a experiência do economista no Tesouro vai facilitar o trabalho à frente da Fazenda, assim como esses quase dois anos como secretário-executivo, uma posição essencialmente de mediação. "Enquanto o titular da pasta é o 'ministro para fora', o secretário-executivo é uma espécie de 'ministro para dentro', o filtro entre as demandas políticas e a área técnica da Fazenda e das carreiras da Receita e do Tesouro", ilustra. Mais do que capacidade de dialogar com a ala política do governo e de articular novas propostas, são essas as habilidades de que Guardia precisará nesses próximos 9 meses. Períodos de fim de governo, diz o economista, são tradicionalmente focados nas áreas mais técnicas, já que não há mais muito espaço para costura política. Formação Gonçalves deu aulas para Guardia na graduação, em 1981, na PUC-SP. Foram dois semestres, em que ele ensinou à turma o primeiro volume de O Capital, de Karl Marx. O professor lembra dele como um aluno "muito sério, até careta", que foi "razoavelmente bem" na disciplina. Marcado pela passagem por gestões tucanas, o paulistano obteve o título de mestre pela Unicamp - conhecida por formar economistas mais alinhados à teoria econômica desenvolvimentista, que orientou, por exemplo, a política econômica dos governos petistas -, em 1992. Orientado pelo professor Fabrício Augusto de Oliveira, ele escreveu sobre a estrutura do Orçamento público inaugurado pela Constituição de 1988 e seus primeiros anos de execução. O doutorado foi pela FEA-USP, em 1999, sob a orientação de João Sayad, que foi secretário da Fazenda de São Paulo na gestão de Franco Montoro (PSDB) e secretário municipal de Finanças da cidade de São Paulo na administração de Marta Suplicy (PT). O tema também foi o regime fiscal brasileiro. Mais gestão do que iniciativa Para o economista-chefe do banco suíço UBS, Tony Volpon, que foi diretor de assuntos internacionais do Banco Central entre 2015 e 2017, o papel de Guardia será mais o de "tocar o dia a dia" da execução orçamentária. "Esse é um período muito mais de gestão do que de iniciativa", diz. Além da época de fim do mandato, em que tradicionalmente o Legislativo tem menor disposição para discutir temas polêmicos ou que gerem ônus político às candidaturas a reeleição, o cenário atual tem particularidades que dificultam ainda mais a aprovação de medidas no Congresso. Há a intervenção federal no Rio de Janeiro, que suspende a promulgação de emendas constitucionais, e a possível candidatura de Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara. "Veja as MPs (Medidas Provisórias) que já caducaram (porque passaram do período de 120 dias para que fossem validadas pelo Congresso), a reforma da Previdência", ele destaca. Para Volpon, a alternativa para Guardia seria tentar negociar com os deputados e senadores a votação de pautas mais técnicas. Entre elas estariam, por exemplo, medidas microeconômicas já anunciadas, como a reforma da lei de falência e recuperação judicial ou a regulamentação do distrato - a devolução do imóvel pelo comprador. Temas como a privatização da Eletrobras, que provavelmente deve continuar na agenda do ministério, têm pouca chance de avançar, avalia o economista-chefe do UBS. 'Situação confortável' Apesar do rombo nas contas do governo, visto por economistas como um dos principais riscos à retomada do crescimento, ele acrescenta, o novo ministro não deve ter muita dificuldade para cumprir a meta fiscal - mais um deficit primário -, o teto de gastos e a chamada regra de ouro - que determina que o governo só pode se endividar para fazer investimentos (como obras públicas e compra de equipamentos) ou para refinanciar a dívida pública. As contas do governo fecham no vermelho há quatro anos, desde 2014. Em 2017 o resultado primário (a diferença entre o que se gasta e arrecada) foi negativo em R$ 124,4 bilhões e a previsão para 2018 é mais um déficit, de R$ 159 bilhões. O prejuízo é grande, mas, diante da trajetória dos últimos anos de queda das receitas e aumento consistente das despesas, o governo vinha tendo dificuldade mesmo para cumprir as metas de deficit. O novo ministro se beneficia, contudo, de uma situação mais favorável em 2018, com recuperação da receita de impostos e a devolução de R$ 100 bilhões do BNDES ao Tesouro, que reduz o volume da dívida pública. "A situação fiscal ficou mais confortável", destaca Gonçalves, da FEA-USP. Troca de cadeiras Além de Guardia, a expectativa é que o secretário de acompanhamento econômico da Fazenda, Mansueto Almeida, também mude de cargo com a saída de Meirelles. Ele assumiria o ministério do Planejamento e Dyogo Oliveira, até então titular da pasta, será presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), com posse confirmada para esta terça-feira.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/quem-e-o-novo-ministro-que-vai-gerir-economia-por-9-meses-apos-saida-de-meirelles-09042018

Cássio e Danilo entre os jogadores com mais títulos pelo Corinthians
Data: 09/04/2018

Goleiro e atacante chegam ao oitavo título oficial pelo clube, igualando marca de outros seis jogadores com mais títulos na história do Corinthians

Herói do Corinthians na conquista do bicampeonato paulista, ao defender dois pênaltis na decisão contra o Palmeiras, o goleiro Cássio chegou ao seu oitavo título pelo clube desde sua chegada, em 2012. Terceiro goleiro que mais defendeu o Corinthians na história, com 341 jogos, atrás de Ronaldo (602 partidas) e Gilmar (395), Cássio foi campeão da Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012), Paulista (2013), Recopa Sul-Americana (2013), Brasileiro (2015), Paulista (2017), Brasileiro (2017) e Paulista (2018), pelo Corinthians. Já o atacante Danilo, que entrou no final da partida contra o Palmeiras e converteu um dos pênaltis para o Corinthians, tem quase o mesmo número de jogos de Cássio (340), conquistou também seu 8º título pelo Corinthians. Além do Paulistão de 2018, o jogador já havia vencido o torneio em 2013, além dos Brasileiros de 2011, 2015 e 2017, da Recopa Sul-Americana de 2013, da Libertadores de 2012 e do Mundial de Clubes de 2012. Considerando apenas os jogadores que entraram em campo nas conquistas (critério adotado pelo jornalista e historiador Celso Unzelte, do Almanaque do Corinthians), Cássio e Danilo figuram agora entre os jogadores com mais títulos de competições oficiais pelo Corinthians ao lado de Neco, Del Debbio, Marcelinho Carioca, Kléber, Chicão e Alessandro. Marcelinho Carioca, que ganhou ainda dois torneios amistosos, a Copa Bandeirantes, em 1994, e o Troféu Ramón de Carranza, em 1996, é o maior campeão em número de títulos absolutos, considerando torneios oficiais e amistosos. Se consideramos jogadores que estavam no grupo, mas não entraram em campo, o goleiro Júlio César entra na lista dos maiores campeões com nove conquistas. Além de jogar e ser campeão Paulista (em 2013), Brasileiro (2005 e 2011), Série B do Brasileiro (2008) e Libertadores (2012), Júlio César ficou só no banco nos títulos Paulista (2009), Copa do Brasil (2009), Mundial de Clubes (2012) e Recopa Sul-Americana (2013). Já Danilo, que foi banco só no Paulista de 2017, também chega a sua 9ª conquista dessa forma. Jogadores com mais títulos oficiais pelo Corinthians, que entraram em campo pelo menos uma vez na campanha: Armando Del Debbio, zagueiro - campeão paulista (1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937 e 1939) Neco, meia - campeão paulista (1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929 e 1930) Kléber, lateral-esquerdo - campeão paulista (1999, 2001 e 2003), do Rio-São Paulo (2002), da Copa do Brasil (2002), do Brasileiro (1998 e 1999) e do Mundial de Clubes (2000) Marcelinho Carioca, meia - campeão paulista (1995, 1997, 1999 e 2001), da Copa do Brasil (1995), do Brasileiro (1998 e 1999) e do Mundial de Clubes (2000) Chicão, zagueiro - campeão paulista (1999 e 2013), da Série B (2008), da Copa do Brasil (2009), do Brasileiro (2011), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013) Alessandro, lateral-direito - campeão paulista (1999 e 2013), da Série B (2008), da Copa do Brasil (2009), do Brasileiro (2011), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013) Cássio, goleiro - campeão paulista (2013, 2017 e 2018), do Brasileiro (2015 e 2017), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013) Danilo, atacante - campeão paulista (2013 e 2018), do Brasileiro (2011, 2015 e 2017), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013)

Link Notícia: https://esportes.r7.com/prisma/futebol-em-numeros/cassio-e-danilo-entre-os-jogadores-com-mais-titulos-pelo-corinthians-09042018

Russell Crowe vende armadura de Gladiador para pagar divórcio
Data: 09/04/2018

Ator fez um bem sucedido leilão, na Austrália, com uma bela coleção de relíquias cinematográficas e objetos pessoais

Russell Crowe organizou um leilão para pagar as altas despesas do divórcio com a cantora e atriz australiana Danielle Spencer. Entre os objetos vendidos, estavam a famosa armadura que ele usou no filme Gladiador (2000). No leilão batizado ironicamente de Russel Crowe: A Arte do Divórcio, o ator colocou à venda uma bela coleção de relíquias cinematográficas e objetos pessoais que arrecadaram quase US$ 3 milhões (cerca de R$ 10,1 milhões). O evento foi realizado no sábado (7), na Austrália — terra natal da ex-mulher do artista. O diretor-geral da Sotheby australiana (sociedades de vendas por leilão), Gary Singer, comemorou o sucesso do acontecimento para o canal de TV Channel Seven. — As pessoas ficaram enlouquecidas. Foi uma crowemania.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/russell-crowe-vende-armadura-de-gladiador-para-pagar-divorcio-09042018

'Não posso engavetar', diz Marco Aurélio sobre prisão em 2ª instância
Data: 09/04/2018

Ministro não apresentará uma questão de ordem, mas irá levar o pedido de liminar em mesa no plenário, sem inclusão prévia em pauta

Relator das duas ações que contestam a prisão após condenação em segunda instância no STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro Marco Aurélio Mello afirmou neste domingo (8), que é um "dever" levar ao plenário na próxima quarta-feira (11), o pedido de liminar do autor de uma das ações - o PEN/Patriota - que poderia, se deferido, beneficiar diversos réus que estão cumprindo pena nessa condição, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato. A defesa de Lula conta com essa nova análise sobre o tema para retirar da cadeia o ex-presidente da República. Marco Aurélio não apresentará uma questão de ordem, que demandaria uma votação preliminar sobre se os pedidos mereceriam ser julgados ou não. Mas, sim, decidiu levar o pedido de liminar em mesa no plenário, sem inclusão prévia em pauta. Caberia à presidente Cármen Lúcia definir o momento da votação, na ordem que entender apropriada. Cármen Lúcia já pautou para a sessão da quarta-feira dois habeas corpus, que, por envolverem a liberdade, têm prioridade para análise. São os casos do deputado federal afastado Paulo Maluf e do ex-ministro Antonio Palocci. Caso não dê tempo, ficaria para o dia seguinte. "Eu tenho que cumprir o meu dever. De duas uma, ou eu enfrento individualmente, o que eu não posso fazer porque processo é objetivo e o requerimento é em cima de um ato do plenário, ou então eu levo (ao plenário). Não posso engavetar. Só deixarei de levar se quem está pleiteando a liminar recuar", disse ele ao Estado na noite deste domingo. Na petição enviada ao Supremo um dia após a análise do habeas corpus de Lula, o PEN/Patriota argumenta que, nesse julgamento, ficou comprovada uma maioria de votos contrários à execução da pena após condenação em segunda instância. A alegação é de que a ministra Rosa Weber, autora do voto decisivo para negar o pedido de Lula, indicou que irá se posicionar de forma diversa quando da análise das ações genéricas, que não tratam de um caso específico. Para Marco Aurélio, não há dúvida de que Rosa Weber, na sessão da quarta-feira (4), se mostrou a favor da procedência das ações declaratórias de constitucionalidade que contestam a prisão em segunda instância, conforme havia votado no julgamento em 2016, quando a jurisprudência atual foi definida. "Deixou no ar, não. Ela (ministra Rosa Weber) afirmou que, julgando o processo objetivo (as ações genéricas), ela se pronunciará como se pronunciou antes", disse. O pedido do PEN/Patriota é para que o plenário permita a réus aguardarem em liberdade até o esgotamento de todos os recursos ou, ao menos, que se espere a decisão final do Superior Tribunal de Justiça. Ao defender a análise do tema no plenário, Marco Aurélio afirma que esse pedido também trata da liberdade das pessoas e, por isso, deve ser apreciado. "Muito embora esse (pedido) também verse sobre prisão de forma indeterminada e não há individualização, todos aqueles que estejam presos antes de decisão de segundo grau, se deferida a liminar, nessa hipótese, serão beneficiados". Sobre críticas ao Supremo, Marco Aurélio reconhece que a sociedade está indignada e quer correção de rumos, mas sustenta que é preciso observar a ordem jurídica. "Se fala que eu levar uma petição - e eu tenho obrigação de levar o requerimento a quem de direito - será golpe, né? Quer dizer, fica muito difícil você retrucar essas colocações apaixonadas", disse.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/nao-posso-engavetar-diz-marco-aurelio-sobre-prisao-em-2-instancia-09042018

Os irmãos que mataram os pais e se encontraram na cadeia após 20 anos separados
Data: 09/04/2018

Julgamento dos Menendez, que alegaram ter sido abusados sexualmente pelo pai com conivência da mãe, causou comoção nos EUA nos anos 1990

Mais de duas décadas após a morte brutal de seus pais, dois irmãos condenados pelo crime agora se reencontram na cadeia, nos EUA. O caso causou comoção no país nos anos 1990, por sua "selvageria" e reviravoltas judiciais. Hoje, Erik Menendez, 47, e Lyle Menendez, 50, cumprem pena de prisão perpétua. Segundo relatos, ambos "foram às lágrimas" ao se reencontrar, na semana passada, em uma unidade prisional de San Diego, na Califórnia. Os irmãos tinham 18 e 21 anos em 1989, ano do crime. Eles foram condenados por atirar à queima roupa contra seus pais, o casal de milionários José e Kitty Menendez, em sua mansão em Beverly Hills. Durante o julgamento, a Promotoria argumentou que os dois jovens haviam matado os pais por causa da herança. Já a defesa argumentou que o crime era uma retaliação por eles terem sido abusados sexualmente pelo pai, com conivência da mãe. No entanto, durante o julgamento, não foi possível provar as alegações de abuso sexual. O pai, à época um executivo de Hollywood com 45 anos, levou seis tiros da espingarda que os irmãos haviam comprado dias antes dos homicídios. A mãe foi alvejada com dez tiros. "Trabalho nisto há 33 anos e vi poucos crimes tão selvagens quanto este", disse em 1990 o então chefe da polícia de Los Angeles, Marvin Iannone, à agência de notícias AP. Inicialmente, os irmãos disseram à polícia que encontraram os pais assassinados ao voltar para casa. Eles acabaram sendo presos depois de Erik Menendez ter sido denunciado pela namorada de seu psicólogo, que disse aos policiais que o terapeuta fora fisicamente ameaçado. Vieram à tona, então, fitas das sessões de psicanálise, em que os assassinatos dos pais eram discutidos. As fitas acabaram sendo admitidas como provas do caso. O julgamento dos irmãos começou em 1993, mas em duas ocasiões os jurados não conseguiram chegar a um acordo quanto à culpa ou inocência dos Menendez. O caso então voltou a ser julgado em 1995, levando à condenação. Separação No ano seguinte, a Justiça ordenou que eles fossem mantidos separados, depois de um investigador do caso ter dito que eles poderiam planejar uma fuga juntos. Nunca mais eles haviam se encontrado ou falado ao telefone. Há relatos apenas de que tenham escrito cartas um para o outro e jogado xadrez à distância, descrevendo a movimentação das peças pelo correio. Até que, em fevereiro deste ano, Lyle Menendez teve seu nível de periculosidade reduzido e foi transferido de prisão, para à Unidade Corretiva RJ Donovan, em San Diego, com 3,9 mil detentos - sendo um deles Erik Menendez. Na última quarta-feira, eles receberam autorização para "interagir entre si e com todos os detentos da unidade", segundo explicou à Associated Press a porta-voz do departamento prisional do Estado, Terry Thornton. Robert Rand, jornalista que acompanha o caso desde 1989 e em 2017 deu consultoria a um programa de TV sobre os Menendez, afirma que ambos "foram imediatamente às lágrimas" ao se reencontrar. Em uma entrevista à TV americana no ano passado, Lyle disse que ele e seu irmão têm "um laço muito forte". Em outro depoimento, ele falou sobre sua mãe, novamente trazendo à tona a acusação de que ela teria feito vista grossa aos supostos abusos sexuais cometidos pelo pai contra os dois meninos. "Eu amo a minha mãe, ainda choro por ela, e não a perdoo", disse Lyle em setembro. "A vida dela terminou, e as nossas essencialmente também, por causa dessa decisão dela de não contar (denunciar) o que aconteceu. Que tipo de mãe deixa isso acontecer?"

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/os-irmaos-que-mataram-os-pais-e-se-encontraram-na-cadeia-apos-20-anos-separados-09042018

Música potencializa tratamento contra hipertensão, aponta estudo
Data: 09/04/2018

Pesquisa mostra que melodia ajuda a desacelerar batimentos cardíacos e a reduzir a pressão arterial

Uma pesquisa desenvolvida na Unesp (Universidade Estadual Paulista) mostra que a música pode intensificar os efeitos de medicamentos contra a hipertensão arterial. O estudo, desenvolvido em parceria com a Faculdade de Juazeiro do Norte, a Faculdade de Medicina do ABC e a Oxford Brookes University (Inglaterra), identificou os benefícios da associação em 37 pacientes. Os participantes da pesquisa foram avaliados durante dois dias. No primeiro, logo após ingerir a medicação, eles escutaram música durante uma hora. No segundo, os remédios eram administrados, mas eles apenas usavam os fones sem nenhuma melodia. “Nós concluímos que a música intensificou, em curto prazo, os efeitos benéficos do medicamento anti-hipertensivo sobre o coração”, disse o coordenador do estudo, o professor do Departamento de Fonoaudiologia da Unesp Vitor Engrácia Valenti. Para verificar os efeitos da música, foi usado o método da variabilidade da frequência cardíaca, que tem mais precisão e sensibilidade para avaliar as alterações no coração. Entre os efeitos observados estão a desaceleração dos batimentos e a redução da pressão arterial. Música pop Os pacientes foram estimulados com músicas instrumentais das cantoras pop Adele e Enya. “Nós pensamos nessas músicas porque são mais popularmente aceitas”, comentou Valenti sobre a escolha. O grupo tem pesquisado desde 2012 os efeitos da música sobre o coração. Nos experimentos anteriores havia sido usada música erudita. A partir de estudos feitos em animais, a hipótese dos pesquisadores para os resultados da associação entre o medicamento anti-hipertensão e a música é que a combinação aumenta a absorção dos remédios pelo organismo. “[A música age sobre] um nervo que estimula o sistema gastrointestinal, causa uma vasodilatação, aumenta a absorção do intestino nos animais. Uma hipótese é que a música acelerou a absorção do medicamento pelo intestino”, explicou o coordenador do trabalho. Além de potencializar o tratamento em pacientes cardíacos ou hipertensos, Valenti acredita que a música pode se tornar um método auxiliar para prevenir o desenvolvimento da doença em pessoas com essa propensão. “A música pode ser associada com o medicamento para melhorar ainda mais a saúde dos pacientes, até preventivamente, quando a pessoa tem risco de desenvolver uma doença cardiorrespiratória”, acrescentou.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/saude/musica-potencializa-tratamento-contra-hipertensao-aponta-estudo-09042018

Receita abre consulta a lotes residuais do Imposto de Renda
Data: 09/04/2018

Mais de 78 mil contribuintes poderão sacar cerca de R$ 180 milhões, referentes a restituições dos últimos dez anos

A Receita Federal abriu nesta segunda-feira (9) consulta a dez lotes residuais de restituição do Imposto de Renda, referentes aos anos de 2008 a 2017. O montante total a ser restituído é de R$ 180 milhões e será creditado na contas de 78,5 mil contribuintes no próximo dia 16. A maior parte dos valores corresponde aos anos de 2017 e 2018. A consulta poderá ser feita no serviço e-CAC ou pelo telefone 146. A restituição ficará disponível para saque na conta do contribuinte durante um ano. Se o dinheiro não for resgatado nesse prazo, terá que ser solicitado novamente mediante preenchimento de um formulário. Quem tiver valores a receber e o crédito não ocorrer deve entrar em contato com o Banco do Brasil — telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) — para agendar a transferência.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/receita-abre-consulta-a-lotes-residuais-do-imposto-de-renda-09042018

Governadores de sete Estados deixam cargo para disputar eleição
Data: 06/04/2018

Governadores de Goiás, Pará, Paraná, Rondônia, São Paulo, Santa Catarina e Sergipe concorrem nas urnas em outubro. Alckmin disputará Presidência

Sete Estados brasileiros terão novos governadores a partir desta sexta-feira (6), apesar do prazo oficial para renunciar ao cargo terminar no sábado (7). Alguns se anteciparam ainda mais e entregaram a carta de renúncia durante a semana. Os governantes de Goiás, Pará, Paraná, Rondônia, São Paulo, Santa Catarina e Sergipe não poderiam concorrer à reeleição e deixam o cargo para disputar as eleições de outubro deste ano, postulando outra posição dentro da política nacional. Em Goiás, Marconi Perillo (PSDB-GO) diz que "sai de cabeça erguida" do cargo e lidera as intenções de voto para o Senado no estado. Simão Jatene (PSDB-PA) ainda sofre para lançar um sucessor no topo das pesquisas, enquanto se lança na corrida para senador. No Paraná, Beto Richa (PSDB-PR) é outro que tenta selecionar um sucessor em meio a três postulantes, antes de focar em sua campanha para se tornar senador. Com altos índices de aprovação, Confúcio Moura (MDB-RO) concorre a uma cadeira no Senado com boa chance de vitória. Aos 69 anos, ele já disse que essa será a sua última eleição. Licensiado do cargo desde fevereiro, Raimundo Colombo (PSD-SC) usou os últimos meses para realizar um curso na espanha, enquanto seu vice, Eduardo Pinho Moreira (MDB-SC),comandava Santa Catarina. Colombo entregou sua carta de renúncia na última quinta-feira (5) e concorre a uma cadeira no Senado em outubro. Jackson Barreto (MDB-SE) deixa o posto máximo do executivo sergipano para concorrer ao Senado Federal. Seu vice, Belivaldo Chagas (MDB-SE), assume o mandato e será candidato à reeleição nas urnas deste ano. Geraldo Alckmin (PSDB-SP) deixa o Palácio dos Bandeirantes nas mãos de Márcio França (PSB-SP) para concorrer à presidência da República pela segunda vez. Em 2006, ele perdeu no segundo turno para Lula. O Tocantins ficou fora da lista, pois o estado realizará eleição suplementar para definir novos governador e vice em 3 de junho, após o TSE (Tribunal Superior Eleitora) decidir pela cassação de Marcelo Miranda e Cláudia Lélis, então governador e vice tocantinenses. Os eleitos neste pleito terão mandato-tampão até o dia 31 de dezembro deste ano.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/prisma/coluna-do-fraga/governadores-de-sete-estados-deixam-cargo-para-disputar-eleicao-06042018

La Casa de Papel estreia hoje; veja o que esperar da nova temporada
Data: 06/04/2018

A série espanhola da Netflix foi um dos maiores sucessos de público do ano passado; sequência vai ter mais seis episódios

A segunda temporada de La Casa de Papel estreia nesta sexta-feira (6) e os fãs estão ansiosos para saber o que vai acontecer nos próximos capítulos da série de sucesso da Netflix. Sem spoilers, veja o que esperar desta sequência! Tóquio, com seu jeito explosivo, vai continuar sendo uma das líderes do épico assalto à Casa da Moeda da Espanha. A jovem vai garantir muitas cenas de ação na nova temporada Os fãs de série costumam ter seus personagens queridinhos, mas, nem sempre, o fim é feliz para todos — principalmente quando se trata de uma história que envolve tantos assaltantes e reféns. É bem provável que alguns deles deem adeus à trama antecipadamente. O cerco para o Professor já começou a se fechar nos últimos capítulos da primeira temporada. Tudo indica que a investigadora Raquel, de quem ele se aproximou, vai descobrir a verdadeira identidade do mentor da quadrilha . Apesar das cenas de tensão, não vai faltar romance na sequência da trama. Os capítulos vão trazer mais detalhes no universo dos personagens, como, por exemplo, o que eles fizeram no passado e os nomes reais de alguns deles. Surpresas e reviravoltas, daquelas que fazem a gente acreditar que nada vai dar certo e os bandidos vão acabar se dando mal, também estão previstas. Algumas histórias que ficaram sem um desfecho na primeira temporada agora terão seu merecido fim. Uma delas, inclusive, é sobre a relação entre os reféns e os ladrões: afinal, eles são cúmplices nesse assalto? Outra pergunta que não quer calar envolve o Professor: será que depois de 20 anos de planejamento ele vai conseguir atingir seu objetivo?

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/fotos/la-casa-de-papel-estreia-hoje-veja-o-que-esperar-da-nova-temporada-06042018#!/foto/1

Meirelles anuncia hoje se vai concorrer ao Planalto
Data: 06/04/2018

Lideranças do MDB resistem também a dar apoio a Meirelles em seus redutos eleitorais

A menos de 24 horas do prazo final para se desincompatibilizar do cargo e com o temor de ficar isolado no MDB, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deixou para esta sexta-feira (6) pela manhã a decisão de deixar ou não o governo para buscar uma candidatura à Presidência da República nas eleições de outubro. O presidente Michel Temer e Meirelles marcaram uma conversa final. Temer já convidou Meirelles a acompanhá-lo em uma viagem hoje a Salvador, seja como candidato ou ministro. A intenção do ministro é anunciar os planos em uma entrevista coletiva. As dúvidas que marcaram as últimas semanas sobre embarcar no projeto eleitoral ao lado do presidente Michel Temer, se intensificaram depois da cerimônia de filiação ao MDB. Meirelles não quer ser candidato a vice-presidente e via na filiação uma oportunidade de encabeçar uma chapa, caso Temer desistisse da intenção de se candidatar. Mas essa garantia não está dada. Antes mesmo da filiação ao MDB, o ministro já estava indeciso, mas na cerimônia teria “caído a ficha”, segundo assessores, de que não conseguirá o apoio do partido para ser o cabeça de chapa na campanha ao Planalto. Aborreceu o ministro, sobretudo, a ausência das lideranças emedebistas na cerimônia e a pouca atenção dada a ele no marketing do evento, que contou com banners e um jingle que reforçaram a figura de Temer. Ser vice nunca foi sua pretensão, o que já foi dito por ele publicamente diversas vezes. Oficialmente, Meirelles afirma que só vai tomar a decisão nesta sexta-feira, mas nos últimos dias oscilou num vaivém entre ir e sair, com prejuízos para a equipe econômica que perdeu batalhas importantes no Congresso. Interlocutores mais próximos brincam que estava mais fácil adivinhar o voto da ministra Rosa Weber, do STF (Supremo Tribunal Federal), no julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula, do que a decisão de Meirelles sobre seu projeto político. Lideranças do MDB resistem também a dar apoio a Meirelles em seus redutos eleitorais, um risco de isolamento recorrente nas candidaturas do MDB. Além disso, a indicação feita por Meirelles do nome de Eduardo Guardia para substituí-lo na Fazenda até hoje enfrenta resistências políticas. O Planalto anunciou o adiamento de todas as posses para a semana que vem. Para ontem estava prevista a transmissão de cargo do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, a seu secretário executivo, Estevez Colnago. Dyogo assumirá a presidência do BNDES na segunda-feira.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/meirelles-anuncia-hoje-se-vai-concorrer-ao-planalto-06042018

João Doria, o prefeito 'não-político', disputa segunda eleição
Data: 06/04/2018

Sem nem completar seu primeiro mandato, o gestor deixa prefeitura de São Paulo para disputar o governado do Estado

Foram apenas 15 meses à frente da Prefeitura de São Paulo. A trajetória de João Agripino da Costa Doria Júnior, mais conhecido como João Doria, como prefeito de uma das maiores cidades do país começou repleta de estratégias marketing para se descolar da imagem de um político tradicional. Em seu primeiro dia de trabalho, em 2 de janeiro, Doria se vestiu de gari para varrer a avenida Nove de Julho. A partir daí, diversas outras ações, tanto nas ruas quanto nas redes sociais marcaram o estilo de governo de um prefeito considerado por muitos como um outsider da política, ou seja, um político nada tradicional que chegaria à esfera pública para revolucionar as antigas forma de governar. Foram apenas 15 meses à frente da Prefeitura de São Paulo. A trajetória de João Agripino da Costa Doria Júnior, mais conhecido como João Doria, como prefeito de uma das maiores cidades do país começou repleta de estratégias marketing para se descolar da imagem de um político tradicional. Em seu primeiro dia de trabalho, em 2 de janeiro, Doria se vestiu de gari para varrer a avenida Nove de Julho. A partir daí, diversas outras ações, tanto nas ruas quanto nas redes sociais marcaram o estilo de governo de um prefeito considerado por muitos como um outsider da política, ou seja, um político nada tradicional que chegaria à esfera pública para revolucionar as antigas forma de governar. Doria participa de cerimônias discretas nessa sexta-feira (7), que em nada lembram as ações estratégicas do início do mandato, para se despedir da Prefeitura. Em campanha e até mesmo durante o mandato, Doria refutou ao máximo a imagem de um político tradicional. Ancorado no slogan de gestor e em promessas, como a de doar seu salário, ele conseguiu conquistar o voto do eleitor descrente da política tradicional. Outra aposta do então candidato para angariar eleitores foi o investimento no marketing por meio das redes sociais. Doria reúne até hoje 2,7 milhões de seguidores no Facebook e no início do mandato publicava vídeos curtos e informais, por vezes, gravados por um celular. A estratégia aproximou eleitores e fez com que muitos o considerassem uma espécie de novo líder. “Não sou político, sou um empresário, um gestor”, repetia o candidato. Novos e velhos métodos Apesar de, publicamente, negar a política tradicional, nos bastidores, João Doria contou com o apoio de seu padrinho político Geraldo Alckmin. Essa parceria foi fundamental para que ele ampliasse seu capital político. Mais do que isso: em outubro de 2016, ao lado de seu vice, Bruno Covas, João Doria foi eleitor prefeito no primeiro turno, com 3.085.187 votos, o que corresponde a 53,29% dos votos. João Doria se contradiz ao afirmar ter eliminado '100% das viagens' Ainda em campanha, com grande entusiasmo e cercado pela imprensa, João Doria chegou a assinar uma carta se comprometendo a não se candidatar para nenhum outro cargo político caso fosse eleito. Meses depois, os mesmos eleitores que o elogiavam nas redes sociais, mostraram indignação com a saída do prefeito. Além das ações de marketing, o mandato de Doria foi repleto de embates. O político-gestor travou uma guerra contra os grafiteiros, quando pintou de cinza a avenida 23 de Maio, se envolveu em polêmicas com ativistas contrários ao aumento da velocidade nas marginais, comandou turbulentas operações policiais na Cracolândia, foi criticado pela distribuição da farinata na merenda escolar de alunos da rede municipal e pela ação de limpeza no centro da cidade que ele mesmo considerou descuidada em julho do ano passado. Para especialistas, as medidas espetaculosas levaram ao desagaste da credibilidade de Doria. No início de fevereiro, o Ministério Público Estadual (MPE) entrou com uma ação civil contra o prefeito, na qual pede a condenação do tucano por improbidade administrativa pelo uso indevido da logomarca e do slogan Cidade Linda, criado para executar ações de zeladoria na capital. Trajetória pessoal João Agripino da Costa Doria Junior nasceu em 16 de dezembro de 1957, na capital paulista. Seu pai, João Doria, publicitário e deputado federal foi perseguido pelo regime militar em 1964, o que o fez se exilar. Com seis anos, Doria passou a viver em Paris, na França com a família. Anos depois, ele voltou ao Brasil e seu pai continuou no exílio. Aos 18 anos, época em que se graduava pela FAAP (Fundação Armando Penteado) em Comunicação Social, ele atuou em grupos de comunicação e relações públicas. Nesse período, entre os anos de 1983 e 1986, ele foi secretário de Turismo da cidade de São Paulo durante o governo de Mário Covas. Mais tarde se destacou na área dos negócios como empresário e ganhou popularidade como apresentador de televisão. De saída da Prefeitura de SP, Doria dobra verba de publicidade Na década de 1990, ele fundou o Grupo Doria, composto por seis empresas, entre elas, o grupo de Líderes Empresariais, o Lide, do qual é presidente licenciado. Ele também comandou diversos programas de televisão, entre eles, o reality show “O aprendiz”, da Record, nos anos 2010 e 2011. Casado com a artista plástica de Pinhalzinho, em Santa Catarina, Beatriz Maria Bettanin Doria, mais conhecida como Bia Doria, com quem tem três filhos: João Doria Neto 23 anos, Carolina, 16 e Felipe, 15. A família tem o hábito de acordar cedo. Ele chegou a dizer em entrevistas que acordava as 6 horas da manhã para tomar café, fazer exercícios e cuidar da agenda. Não à toa, durante a campanha, Doria escolheu a alcunha de “João Trabalhador”. Agora, um novo desafio virá pela frente: como o prefeito-gestor que se definiu como antipolítico enfrentará a segunda disputa eleitoral de sua carreira?

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/joao-doria-o-prefeito-nao-politico-disputa-segunda-eleicao-06042018

França assume governo de SP com objetivo de ficar no cargo em 2019
Data: 06/04/2018

Filiado ao PSB desde 1988, o vice-governador de São Paulo foi vereador, duas vezes prefeito de São Vicente e duas vezes deputado federal

O vice-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), toma posse neste sábado (7) à frente do Estado com a oficialização da candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência. Determinado na busca pela reeleição, ele tenta se tornar o primeiro nome de fora do PSDB a comandar o Estado desde 1994. França, que ainda busca pelo apoio tucano para concorrer ao pleito, garante que aprendeu com seu antecessor que "governar é fazer as escolhas certas". “É preciso fazer a escolha das pessoas certas para o lugar certo”, afirmou ele há algumas semanas. Nascido na cidade de Santos, litoral de São Paulo, em 1963, o vice-governador é filiado ao PSB (Partido Socialista Brasileiro) desde 1988. Antes de assumir o comando do cargo no executivo, França foi vereador, duas vezes prefeito de São Vicente e duas vezes deputado federal. Advogado por formação, ele iniciou sua carreira no movimento estudantil durante o curso de direito da Universidade Católica de Santos. Durante a formação, ele foi presidente do Diretório Acadêmico e da Junta Governativa do Diretório Central dos Estudantes da instituição. França é casado com a professora Lúcia França, tem dois filhos, um deles o deputado estadual Caio França, e dois netos. Luta pela reeleição Para as eleições deste ano, tentará ser eleito e se firmar no cargo de governador. Para isso, França pode ter que se aventurar em uma candidatura sem o apoio do PSDB, partido de Alckmin, que está no cargo já há 24 anos. Diante da situação, o presidente do PSDB-SP, Pedro Tobias, se manifestou contrário ao apoio à candidatura de França e ameaçou expulsar prefeitos e lideranças locais que apoiarem o atual vice-governador na disputa interna do partido. Tucanos históricos, com o Barros Munhoz, duas vezes presidente da Assembleia Legislativa e líder dos governos José Serra e Geraldo Alckmin, e o vereador Mário Covas Neto já mudaram de sigla em apoio a França. O vice-governador afirma que sua coligação para a disputa ao cargo de governador já teria 13 partidos: PSB, Avante, Solidariedade, Podemos, PV, PPS, PR, PHS, PSC, PROS, PPL, PRP e PMB. Distribuição de cargos À frente do governo de São Paulo com a saída de Alckmin para a disputa da presidência, Márcio França comandará as 25 secretarias estaduais até dezembro. A equipe, que começou a ser montada em fevereiro, tende a abrir as portas para siglas ignoradas pela gestão do PSDB, como PR e PROS. Entre os cargos, o PR deve ser convidado a comandar a pasta de Logística e Transportes, responsável por algumas das principais obras do Estado, como o Rodoanel e a nova Tamoios. O PROS, por sua vez, garante que o apoio a França não leva em conta a participação no governo como contrapartida. Na Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho, comandada por José Luiz Ribeiro, do Solidariedade, o orçamento deve engordar a pedido do presidente do partido, o deputado Paulinho da Força. Apesar de já ter encaminhado alguns nomes, França deve realizar as substituições nas pastas gradativamente, conforme os atuais integrantes deixem seus cargos para disputar as eleições ou ocupar uma vaga na equipe de campanha de Geraldo Alckmin.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/franca-assume-governo-de-sp-com-objetivo-de-ficar-no-cargo-em-2019-06042018

Decisão do Supremo pode livrar ex-presidente Lula da cadeia
Data: 06/04/2018

Marco Aurélio vai levar a plenário questão da prisão sem trânsito em julgado

Rio - A prisão de Lula pode não durar tanto tempo. Isso porque o ministro Marco Aurélio Mello afirmou ontem que a tendência é levar ao plenário do Supremo Tribunal Federal, na próxima sessão plenária, a questão da autorização para prisão após sentença em segunda instância, sem trânsito em julgado. "Quarta-feira, claro, a tendência é trazer a liminar, ante o fato novo, o contexto é outro", disse o ministro. Ontem, antes que a prisão de Lula fosse determinada, os advogados do Partido Ecológico Nacional (PEN), Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, Cláudio Pereira de Souza Neto e Ademar Borges de Sousa Filho, pediram ao ministro Marco Aurélio Mello, relator da Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC), que questiona a detenção antes do trânsito em julgado, uma liminar para garantir a liberdade de todos condenados em segunda instância, como forma de garantir a presunção da inocência. Eles alegaram que, no julgamento de habeas corpus para garantir o direito de ir e vir de Lula, o ministro Gilmar Mendes mudou de opinião sobre entendimento firmado em 2016, que permite a prisão, e a ministra Rosa Weber ressaltou que negava o HC porque não estava em julgamento a ação, com repercussão geral. "A cautelar penso que hoje, ante contexto, é mais fácil vir a lograr 6 votos contando com voto do ministro Gilmar e com voto de Rosa Weber", comentou o ministro. Marco Aurélio frisou que a peça dos advogados do PEN está "muito bem redigida". "Vamos esperar um pouquinho, tudo na sua hora", disse. "Se for concedida uma liminar, todos serão soltos. A decisão vai suspender a execução provisória da pena de Lula, enquanto esta e a outra ADC não forem julgadas", explicou Victoria Sulocki, presidente da Comissão de Direito Penal do Instituto dos Advogados Brasileiro (IAB). Há duas ações no Supremo, mas a presidente Carmen Lúcia decidiu não colocar na pauta de julgamento porque, segundo ela, o entendimento da possibilidade de antecipação da execução da pena ocorreu em 2016, portanto, um prazo muito curto para discutir nova mudança de posição. Enquanto isso, Lula tem direito de recorrer contra a sua prisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao próprio Supremo. A decisão do juiz Sergio Moro de prender Lula, determinada pelo TRF-4, foi considerada arbitrária por Victoria Sulocki. Ela sustenta que o ex-presidente tem direito ainda a um recurso, o que impede o trânsito em julgado na segundo instância naquela Corte. Moro tratou a hipótese como "manobra patológica protelatória" para evitar a ida do petista para a cadeia. Para a jurista, no entanto, o ato foi contrário à lei. "Se o recurso não foi eliminado do mundo jurídico, impede o trânsito em julgado", explicou. 'Lula precisa de liminar para não ser preso' 1 - O que Lula pode fazer para lutar por liberdade? Entrar com recursos no Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal. Uma das alegações que poderá ser feita é a de que o TRF-4 determinou sua prisão quando ele ainda teria direito a um recurso na Corte, o que impediria o trânsito em julgado da decisão em segunda instância. Em caso de deferimento de liminar, ele pode ser solto. 2 - Se Lula estiver preso, mas o Supremo decidir em liminar na Ação Declaratória de Constitucionalidade não vale mais a prisão antes do trânsito em julgado em todas as instâncias, o que acontece? Lula e outros que estão presos por causa de condenação com trânsito em julgado em segunda instância, ou seja, sem mais recursos, saem da cadeia pela porta da frente. Isso porque, a liminar vai valer para todos. 3 - Hoje, para Lula não ser preso, o que tem que ocorrer até às 17h? Ele precisa de uma liminar de um tribunal que garanta a sua liberdade. Caso contrário, terá que se apresentar como determinou o juiz Sergio Moro. Uma decisão judicial só pode ser derrubada por outra.

Link Notícia: https://justicaecidadania.odia.ig.com.br/colunas/justica-e-cidadania/2018/04/5528896-decisao-do-supremo-pode-livrar-ex-presidente-lula-da-cadeia.html

Ex-presidente Lula não irá se entregar, afirma Rui Falcão
Data: 06/04/2018

Decreto de prisão de Moro ordena que Lula se entregue à PF até às 17h desta sexta-feira

O ex-presidente do PT Rui Falcão disse na manhã desta sexta-feira (6) ao Broadcast, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não irá se entregar à PF (Polícia Federal), em Curitiba, como determina a ordem de prisão expedida pelo juiz federal Sérgio Moro no fim do dia desta quinta-feira (5). A declaração de Falcão foi dada ao chegar à sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde Lula passou a noite e permanece com aliados e advogados de defesa nesta manhã. Por lá, aumenta, com o passar das horas, o número de militantes e membros de movimentos sociais ligados ao PT concentrados dentro e fora da sede do Sindicato. Pouco depois das 9h, chegou uma comitiva do Central dos Movimentos Sociais com cerca de 50 pessoas portando bandeiras, cartazes e gritando palavras de ordem em apoio ao ex-presidente.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ex-presidente-lula-nao-ira-se-entregar-afirma-rui-falcao-06042018

Vinte estaduais serão decididos neste fim de semana pelo Brasil
Data: 06/04/2018

Três finais serão disputadas no sábado (7), enquanto no domingo (8) serão conhecidos mais dezessete campeões estaduais de 2018

Dos 27 Campeonato Estaduais de 2018, 20 serão decididos nesse próximo fim de semana. Até aqui, apenas um Estadual já conheceu seu campeão: o ABC, que foi tricampeão potiguar. No sábado (7), serão definidos os campeões do Amazonense (Manaus ou Fast), do Brasiliense (Sobradinho ou Brasiliense) e do Capixaba (Real Noroeste ou Serra). Já no domingo (8), outros 17 campeões estaduais serão definidos, com destaque para os principais campeonatos (Paulista, Carioca, Mineiro, Gaúcho, Baiano, Pernambucano, Paranaense, Catarinense, Goiano e Paraense). Após esse fim de semana, a bola ainda segue rolando em mais seis campeonatos estaduais pelo Brasil, no Amapá, Piauí, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins. Confira as datas, locais e horários das finais dos Estaduais de 2018: Campeonato Paulista Jogo de ida 31/3 (sábado) – Arena Corinthians – 16h30 Corinthians 0 x 1 Palmeiras Jogo de volta 8/4 (domingo) – Allianz Parque – 16h Palmeiras x Corinthians O Palmeiras joga pelo empate para ser campeão. Vitória do Corinthians por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Carioca Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Engenhão – 16h Botafogo 2 x 3 Vasco Jogo de volta 8/4 (domingo) – Maracanã – 16h Vasco x Botafogo O Vasco joga pelo empate para ser campeão. Vitória do Botafogo por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Mineiro Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Independência – 16h Atlético-MG 3 x 1 Cruzeiro Jogo de volta 8/4 (domingo) – Mineirão – 16h Cruzeiro x Atlético-MG O Atlético-MG pode perder por um gol de diferença para ser bicampeão. Vitória do Cruzeiro por dois gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Gaúcho Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Arena do Grêmio – 16h Grêmio 4 x 0 Brasil de Pelotas Jogo de volta 8/4 (domingo) – Bento Freitas, Caxias do Sul – 16h Brasil de Pelotas x Grêmio O Grêmio pode perder por até três gols de diferença para ser campeão. Vitória do Brasil por quatro gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Baiano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Fonte Nova – 16h Bahia 2 x 1 Vitória Jogo de volta 8/4 (domingo) – Barradão – 16h Vitória x Bahia O Bahia joga pelo empate para ser campeao. O Vitória precisa vencer por dois gols de diferança para ser campeão. Se ganhar por um gol de diferença, leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Pernambucano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Lacerdão, Caruaru – 16h Central 0 x 0 Náutico Jogo de volta 8/4 (domingo) – Arena Pernambuco – 16h Náutico x Central Quem vencer será campeão. Novo empate leva a decisão para a disputa por pênaltis. Campeonato Paranaense Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Couto Pereira – 16h Coritiba 1 x 0 Atlético-PR Jogo de volta 8/4 (domingo) – Arena da Baixada – 16h Atlético-PR x Coritiba O Coritiba joga pelo empate para ser campeao. Vitória por um gol de diferença do Atlético-PR leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Goiano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Aníbal Toledo – 16h Aparecidense 0 x 0 Goiás Jogo de volta 8/4 (domingo) – Serra Dourada – 16h Goiás x Aparecidense Quem vencer será campeao. Novo empate leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Paraense Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Mangueirão – 16h Paysandu 1 x 2 Remo Jogo de volta 8/4 (domingo) – Mangueirão – 16h Remo x Paysandu O Remo joga por um empate para ser campeão. Vitória por um gol de diferença do Paysandu leva a disputa para o pênaltis. Campeonato Catarinense Jogo único 8/4 (domingo) – Arena Condá - 16h Chapecoense x Figueirense Não há vantagem para nenhum time. Quem vencer fica com a taça. Empate leva a decisão para os pênaltis Campeonato Cearense Jogo de ida 4/4 (quarta-feira) – Castelão - 21h45 Ceará 2 x 1 Fortaleza Jogo de volta 8/4 (domingo) – Castelão - 16h Fortaleza x Ceará O Ceará joga empate para ser campeão. O Forteleza precisa vencer por qualquer placar para ser campeão. Campeonato Acreano Jogo de ida 4/4 (quarta-feira) – Arena da Floresta – 19h Galvez 2 x 2 Rio Branco Jogo de volta 8/4 (domingo) – Florestão – 17h Rio Branco x Galvez Não há vantagem para nenhum time. Quem vencer fica com a taça. Novo empate leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Alagoano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Rei Pelé – 16h CSA 0 x 1 CRB Jogo de volta 8/4 (domingo) – Rei Pelé – 16h CRB x CSA O CRB joga empate para ser tetracampeão. O CSA precisa ganhar por dois gols de diferença. Vitória por um gol do CSA leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Amazonense Jogo único 7/4 (sábado) – Arena da Amazônia – 15h Manaus x Fast Não há vantagem para nenhum time. Em caso de empate no tempo normal, haverá prorrogação. Persistindo o empate, a decisão será nos pênaltis. Campeonato Brasiliense Jogo de ida 31/3 (sábado) – Mané Garrincha – 16h15 Sobradinho 0 x 1 Brasiliense Jogo de volta 7/4 (sábado) – Mané Garrincha – 16h15 Brasiliense x Sobradinho O Brasiliense joga empate para ser bicampeão. O Sobradinho precisa ganhar por dois gols de diferença. Vitória por um gol do Sobradinho leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Capixaba Jogo de ida 31/3 (sábado) – Águia Branca – 16h10 Real Noroeste 0 x 1 Serra Jogo de volta 7/4 (sábado) – Kléber Andrade – 16h10 Serra x Real Noroeste O Serra joga empate e pode até perder por um gol de diferença para para ser campeão. O Real Noroeste precisa ganhar por dois gols de diferença para levantar a taça. Campeonato Maranhense Jogo de ida 5/4 (quinta-feira) – Castelão – 21h45 Moto Club 3 x 0 Imperatriz Jogo de volta 8/4 (domingo) – Frei Epifânio – 18h30 Imperatriz x Moto Club O Moto Club pode até perder por dois gols de diferença para ser campeao. Vitória por três gols de diferença do Imperatriz leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Mato-grossense Jogo de ida 4/4 (quarta-feira) – Municipal de Sinop – 20h45 Sinop 0 x 2 Cuiabá Jogo de volta 8/4 (domingo) – Arena Pantanal – 15h Cuaibá x Sinop O Cuiabá pode até perder por um gol de diferença para ser campeao. Vitória por dois gols de diferença do Sinop leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Paraibano Jogo de ida 5/4 (quinta-feira) – Amigão – 20h30 Campinense 1 x 0 Botafogo Jogo de volta 8/4 (domingo) – Almeidão – 19h Botafogo x Campinense O Campinense joga pelo empate para ser campeao. Vitória por qualquer placar garante o bicampeonato ao Botafogo. Campeonato Sul-Mato-Grossense Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Arthur Marinho – 15h Corumbaense 1 x 0 Operário-MS Jogo de volta 8/4 (domingo) – Morenão – 15h Operário-MS x Corumbaense O Corumbaense joga pelo empate para ser campeao. Vitória por qualquer placar garante o título ao Operário-MS.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/vinte-estaduais-serao-decididos-neste-fim-de-semana-pelo-brasil-06042018

Número de crianças gripadas é quase o dobro do ano passado
Data: 06/04/2018

Temporada da gripe tem início em meados de abril, mas crianças já são afetadas pelo vírus influenza; menores de 5 anos são os mais suscetíveis

O número de crianças gripadas é quase o dobro das atendidas no mesmo período no ano passado, de acordo com dados do Hospital Infantil Sabará, em São Paulo. Mesmo antes do início da temporada de gripe, prevista para meados de abril, os hospitais infantis já registram aumento no atendimento de crianças acometidas pelo vírus influenza. Os pequenos são alvos fáceis para o vírus. A fase mais crítica é nos seis primeiros meses de vida, ou seja, antes da primeira dose da vacina. De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim), estudos apontam que as chances de internação em UTI nesse período são 40% maiores se comparadas às de crianças entre seis e 12 meses. Segundo o Ministério da Saúde, no ano passado, 7% das vítimas por influenza no Brasil eram menores de 5 anos. Em 2018, as crianças dessa faixa etária já são 13% das vítimas. Leia mais: Grávidas devem tomar vacinas para transferir anticorpos ao bebê Leia mais: Aumento de gripe em SP pode ser prenúncio de supervírus dos EUA O infectologista Francisco Ivanildo de Oliveira Junior, gerente do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Hospital Infantil Sabará, explica que o risco de transmissão entre as crianças é maior por uma questão de comportamento. “As crianças colocam coisas na boca e compartilham, e é mais difícil fazer com que elas higienizem as mãos e usem lenço. Além disso, as crianças menores de 5 anos têm maior risco de formas graves da gripe por causa da imaturidade do sistema imunológico”, afirma. Para proteger as crianças, é importante vacinar todos os anos. O infectologista também dá outras dicas: lavar as mãos com frequência e priorizar os ambientes ventilados. “É importante orientar as crianças sobre a etiqueta de tosse: usar lenço descartável, higienizar as mãos, não colocar as mãos na boca, nos olhos e no nariz e tossir no cotovelo se não houver lenço”, destaca Oliveira Junior. As crianças estão entre as principais vítimas do vírus influenza, junto com idosos, gestantes e pessoas com o sistema imunológico enfraquecido. Gripe na escola De acordo com o pediatra, os locais onde existe aglomeração, sejam escolas, shoppings, hospitais, predispõem maior risco de transmissão tanto do vírus Influenza como de outros vírus respiratórios. Ele explica que se a criança apresentar sintomas de gripe, é importante interromper a ida à escola durante o período em que apresentar sintomas respiratórios e avisar a coordenação. Se as crianças gripadas devem ficar em casa, a mesma regra vale para professores e funcionários das escolas. A fisioterapeuta Aline Pierdoná teve uma supresa desagradável quando foi buscar a filha Alice, 5, na escola. Segundo ela, a professora apresentada sintomas da gripe. "No outro dia a Alice já começou a tossir, ficar amoadinha. À noite, começou a ter febre de mais de 38 graus e tosse, corisa, dor de garganta. Mesmo com medicação durante todo o fim de semana, ela precisou ficar alguns dias sem ir para a escola". Influenza faz vítimas no Brasil A época do ano mais crítica da gripe é entre os meses de maio e julho, principalmente nas regiões Sul e Sudeste devido ao clima mais frio do outono e do inverno, segundo o infectologista. De acordo com a otorrinolaringologista Maura Neves, o frio e o clima mais seco favorecem a proliferação do vírus influenza. "Essas condições do clima dificultam a dispersão de agentes infecciosos ao mesmo tempo em que favorecem a aglomeração de pessoas". Desde o início do ano até o dia 31 de março, o Brasil registrou 228 casos de influenza e 28 pessoas morreram em decorrência da gripe, segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde publicado nesta quarta-feira (4). Existem três tipos de vírus influenza: A, B e C. De acordo com o Ministério da Saúde, o tipo C causa infecções respiratórias brandas e não está relacionado com epidemias. O tipo B é o que causa epidemias sazonais em regiões menores como cidades ou estados. Já o tipo A é o mais perigoso, de acordo com o ministério. Além de epidemias sazonais, é o responsável pelas pandemias, que fazem vítimas em diversas regiões do mundo. Eles são divididos em subtipos. Os mais comuns no Brasil, neste ano, são o H3N2 e o H1N1. De acordo com o boletim, o vírus da influenza tipo A H3N2 foi o responsável pelo maior número de mortes. Desde janeiro, foram 57 casos e 10 mortes. O segundo tipo mais letal foi o vírus influenza A H1N1, com 84 casos registrados, oito pessoas morreram. Em outros 37 casos e 4 mortes por influenza A o tipo de vírus não foi identificado. A influenza tipo B também fez vítimas. Foram 50 casos e 6 óbitos registrados. Os números são menores do que os registrados no mesmo período do ano passado. Em 2017, entre janeiro e março, foram confirmados 276 casos de influenza no país, com 48 mortes. Como neste ano, os tipos mais letais foram o H1N1 e o H3N2 com 28 mortes. A influenza tipo B fez 21 vítimas. Campanha de vacinação De acordo com o Ministério da Saúde, o vírus da influenza costuma fazer mais vítimas durante o inverno, principalmente no mês de julho. Por isso, tradicionalmente, a campanha nacional de vacinação começa na segunda quinzena de abril, desta forma, a população fica protegida antes do período mais crítico de disseminação do vírus. Neste ano não vai ser diferente. A data deve ser divulgada nos próximos dias, mas, segundo o ministério, a campanha não deve ser adiada, ao contrário do que tem sido publicado na imprensa. A previsão é 16 de abril. O calendário da campanha é organizado conforme capacidade de produção e entrega das doses. Todos os anos, esta produção começa a ser feita depois da autorização da Organização Mundial da Saúde (OMS), o que normalmente acontece no mês de setembro. Isso porque, todos os anos, é a OMS que avalia quais os tipos de vírus circularam no hemisfério sul. A partir daí a vacina é adaptada para o ano seguinte. A produção das doses leva cerca de seis meses. Depois esse prazo, há um trâmite administrativo e jurídico para aprovação do contrato de compra das vacinas para posterior distribuição aos estados. Esse é o procedimento comum para compras públicas. Quem produz a vacina da influenza no Brasil é o Instituto Butantan. Em nota, o instituto afirmou que a produção começou no dia 29 de setembro e que a entrega deve acontecer dentro do prazo para a realização da campanha.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/saude/numero-de-criancas-gripadas-e-quase-o-dobro-do-ano-passado-06042018

Por 6 a 5, STF autoriza prisão antecipada de Lula no caso ‘tríplex’
Data: 05/04/2018

Supremo rejeitou habeas corpus ao ex-presidente Lula, que pedia para não ser preso após condenação de 12 anos e 1 mês ser confirmada na 2ª instância

Por 6 votos a 5, os ministros do Supremo Tribunal Federal rejeitaram pedido de habeas corpus para impedir a prisão antecipada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do tríplex do Guarujá (SP). A decisão abre caminho para que o petista seja preso após o processo esgotar a etapa da segunda instância. Lula não será preso imediatamente, porque o TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), corte de segundo grau, ainda não concluiu a análise de todos os recursos do ex-presidente. A defesa de Lula tem até a próxima terça-feira (10) para entrar com o último recurso (o chamado “embargo dos embargos de declaração”) contra a decisão da 8ª turma do TRF4, que condenou o petista em janeiro a 12 anos e 1 mês de prisão no caso “tríplex”. Somente após a rejeição dessa nova apelação pelos desembargadores do TRF4 — o que pode acontecer já no dia 11 de abril — é que será considerada esgotada a jurisdição de segunda instância. A partir daí, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região irá enviar um ofício ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal de Curitiba (PR), que condenou Lula em primeira instância e que é responsável por emitir a ordem de prisão. De acordo com o juiz Sérgio Moro (primeira instância) e os desembargadores João Pedro Gebran Neto, Victor Laus e Leandro Paulsen (segunda instância), Lula foi favorecido pela empreiteira OAS com a reserva e reforma de um apartamento tríplex na orla do Guarujá, litoral de São Paulo. Em troca, o ex-presidente teria ajudado a empresa a obter contratos junto a Petrobras. Lula nega ter recebido o apartamento como propina e diz ser vítima de perseguição da Justiça Federal e do Ministério Público Federal, com o objetivo de barrá-lo na disputa presidencial de outubro deste ano. O petista lidera todas as pesquisas de intenção de voto. O caso de Lula trouxe à tona uma antiga polêmica no STF: a execução de pena após condenação em segunda instância. Esse entendimento não era permitido entre 2009 e 2016, quando a corte decidiu, em votação apertada (6 a 5), autorizar a execução provisória de pena. No pedido de habeas corpus derrotado hoje, os advogados de Lula recorriam contra decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que negou habeas corpus no início de março. Recorrendo ao artigo 5º, inciso 57 da Constituição Federal, segundo o qual "ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória", a defesa alegava que a decisão do STJ era ilegal e cometia abuso de poder. O julgamento A ministra Cármen Lúcia, presidente do tribunal, foi a última a votar e desempatou o julgamento no sentido de não conceder o habeas corpus ao ex-presidente. Ela afirmou manter o mesmo entendimento que marcou seus votos desde 2009 como justificativa para o voto. Cármen já havia votado em sessões anteriores pela possibilidade de prisão após julgamento em segunda instância — para ela, o princípio de presunção de inocência não seria ferido. Antes da votação, o advogado de Lula Roberto Batochio, apresentou questão de ordem contra a participação da presidente Cármen Lúcia. Os ministros decidiram em unanimidade que ela deveria proferir o voto. Ela seguiu o voto do relator. Por fim, os ministros votaram o pedido da defesa de Lula para que a liminar que impede sua prisão tenha efeitos até o julgamento das duas ações declaratórias de constitucionalidade que discutem a possibilidade de prisão após confirmação da condenação em 2ª instância. O pedido da defesa foi negado por 8 votos a 2. Como votaram os ministros: 1.Edson Fachin (relator) - A FAVOR DA PRISÃO 2.Gilmar Mendes - CONTRA A PRISÃO 3.Alexandre de Moraes - A FAVOR DA PRISÃO 4.Luís Roberto Barroso - A FAVOR DA PRISÃO 5.Rosa Weber - A FAVOR DA PRISÃO 6.Luiz Fux - A FAVOR DA PRISÃO 7.Dias Toffoli - CONTRA A PRISÃO 8.Ricardo Lewandowski - CONTRA A PRISÃO 9.Marco Aurélio Mello - CONTRA A PRISÃO 10.Celso de Mello - CONTRA A PRISÃO 11.Cármen Lúcia - A FAVOR DA PRISÃO

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/por-6-a-5-stf-autoriza-prisao-antecipada-de-lula-no-caso-triplex-05042018

Lula admite a aliados que está fora das eleições após decisão do STF
Data: 05/04/2018

Depois de voto de ministra Rosa Weber, ex-presidente disse a amigos: "Não iam dar o golpe para me deixarem ser candidato"

Pouco depois do voto decisivo da ministra Rosa Weber o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou, resignado, com um grupo restrito de pessoas que acompanhavam com ele o julgamento de seu pedido de habeas corpus no STF (Supremo Tribunal Federal), que "não iam dar o golpe para me deixarem ser candidato". A frase foi interpretada por dirigentes e lideranças petistas como uma admissão de que está fora da disputa eleitoral, embora o PT publicamente insista em manter o discurso sobre a manutenção da candidatura de Lula à Presidência, mesmo que o ex-presidente vá para a cadeia. "Isso foi para tentar tirar o Lula da eleição, mas podemos registrar a candidatura dele, mesmo preso. Acredito que Lula vai ficar pouco tempo na prisão", afirmou o deputado estadual José Américo Dias (PT). Enquanto isso, petistas começaram a postar nas redes sociais a hashtag #LulaValeALuta. O objetivo é evitar que o desânimo com a derrota no STF contamine a militância e o eleitorado do petista. O abatimento tomou conta das cerca de 500 pessoas que lotavam o salão principal do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC logo depois do voto de Rosa. Antes, a cada intervalo, os apoiadores de Lula dançavam, faziam batucadas ou se manifestavam em defesa do petista. Depois, ficaram em silêncio durante vários minutos, até que a organização tocou nos alto-falantes a música tema das caravanas de Lula. Muitos foram embora. Segundo relatos, o clima também ficou pesado no segundo andar do sindicato, onde o petista passou o dia ao lado de apoiadores. Entre eles, estavam a presidente cassada, Dilma Rousseff, os governadores Wellington Dias (PI), Tião Vianna (AC) e Fernando Pimentel (MG), além do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Conforme pessoas que estavam no segundo andar, o clima descontraído estimulado pelo próprio Lula durante todo o dia foi substituído pela tensão à medida em que Rosa proferia seu intrincado voto. Até então, Lula tentava demonstrar tranquilidade. Posou para fotos, recebeu ex-colegas da direção do sindicato na década de 1970, contou histórias sobre as greves de 1978, 1979 e 1980, elogiou o golaço de Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e demonstrou otimismo ao dizer que o Corinthians vai vencer o Palmeiras por 2 a 0 na final do Campeonato Paulista. O petista passou a maior parte do tempo em uma sala reservada, sem TV, ao lado de Dilma e aliados mais próximos. Ele era informado sobre o andamento do julgamento por assessores. Nos poucos momentos em que esteve na frente do aparelho de TV, não prestou atenção. "Não vou acompanhar isso aí", disse. A direção nacional do PT se reúne na manhã desta quinta-feira (5) para traçar as estratégias daqui para a frente. À tarde, a cúpula do partido em São Paulo também deve se encontrar para definir uma manifestação na cidade. A ideia é denunciar supostas arbitrariedades no processo que condenou Lula e mostrar que o ex-presidente sofreu um julgamento político.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/lula-admite-a-aliados-que-esta-fora-das-eleicoes-apos-decisao-do-stf-05042018

IR: contribuinte fora do Brasil pode enviar declaração depois do prazo?
Data: 05/04/2018

Prazo para entrega do documento termina no dia 30 de abril deste ano. Quem não respeitar a data está sujeito à multa

Os contribuintes que estiverem fora do Brasil durante o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda não têm prorrogação do prazo. Segundo a Receita Federal, "a pessoa física que se encontra no exterior deve apresentar sua declaração até 30 de abril de 2018". — Recomenda-se que o contribuinte apresente sua declaração no prazo legal, no local onde se encontrar, indicando, no campo próprio, seu domicílio fiscal permanente. Como enviar a declaração A entrega da declaração do Imposto de Renda é feito por meio do sistema da Receita Federal. Como o envio acontece online, as pessoas que estão fora do Brasil também precisam respeitar o prazo. Os contribuintes precisam baixar o programa de preenchimento da declaração, disponível no site da Receita Federal. Os contribuintes que não enviarem a declaração dentro do prazo estão sujeitos à multa. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo pode chegar a até 20% do imposto devido.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/ir-contribuinte-fora-do-brasil-pode-enviar-declaracao-depois-do-prazo-05042018

Dupla é presa com quatro vacas dentro de Fiat Uno no interior de SP
Data: 03/04/2018

De acordo com informações da polícia, incidente aconteceu por volta de 1h de domingo (1). No dia seguinte, os dois suspeitos foram liberados

Dois homens foram presos pelo furto de quatro animais em Cruzeiro, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, por volta de 1h do último domingo (1). De acordo com informações da polícia, os supeitos de 36 e 42 anos, foram flagrados transportando dentro de um Fiat Uno quatro vacas. A abordagem ocorreu na rua São Camilo, bairro Vila Brasil. Eles confessaram aos policias que pegaram os animais em uma fazenda no município de Queluz, no Rio de Janeiro. A distância entre Queluz e Cruzeiro é de aproximadamente 30 quilômetros. A dupla já tinha passagem pela polícia por roubo, furto e tráfico. No dia seguinte, no entanto, foram liberados.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/dupla-e-presa-com-quatro-vacas-dentro-de-fiat-uno-no-interior-de-sp-03042018

Percepção sobre qualidade do ensino piora, aponta CNI
Data: 03/04/2018

Segundo a pesquisa, 26% dos entrevistados consideram o ensino no nível médio do país como ruim ou péssimo

Uma pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria), realizada em parceria com o movimento 'Todos Pela Educação', aponta que 26% dos entrevistados consideram o ensino no nível médio do país como ruim ou péssimo. Em 2013, quando levantamento semelhante foi feito, o percentual era de 15%. No nível fundamental, o percentual passou de 18% para 27%. O percentual dos que consideram o ensino médio como ótimo ou bom caiu de 48% para 31% e no ensino fundamental o percentual passou de 50% para 34%. Inep divulga resultado do Encceja do ensino fundamental Segundo a pesquisa, 12% dos brasileiros acreditam que o aluno do ensino médio das escolas públicas está bem preparado para se inserir no mercado profissional e 23% dizem que está despreparado. A pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica foi realizada pelo Ibope Inteligência e ouviu 2 mil pessoas entre 15 e 20 de setembro do ano passado em 126 municípios. De acordo com os dados, aumentou de 61% para 74% o percentual dos que concordam totalmente que um ensino de baixa qualidade é prejudicial para o desenvolvimento do país. A pesquisa aponta também que 81% das pessoas concordam que o problema da educação no país podem ser atribuídos à má utilização das verbas destinadas ao setor. Notas Os entrevistados deram notas para as condições gerais das escolas públicas de ensino fundamental e médio. Entre 10 fatores avaliados, em uma escala de 0 a 10, as notas médias variam de 3,7 a 6,3. Solicitação de isenção na taxa do Enem começa nesta segunda-feira A segurança nas escolas obteve a pior média na avaliação da população sobre as condições gerais das escolas públicas (3,7). O material didático digital, o acesso a computador com internet e as atividades extracurriculares também estão entre os itens com notas mais baixas. Soluções Entre as principais ações apontadas para melhorar o desempenho dos alunos do ensino básico público foram apontadas as seguintes iniciativas: equipar melhor as escolas, ações para estimular a participação dos pais na cobrança por uma boa escola, ações para aumentar a segurança nas escolas e para melhorar o sistema de ensino. Também foram citadas a necessidade de aumentar o salário dos professores e elevar o número de docentes, além de ações para melhorar a formação docente. Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Educação informou que não costuma se posicionar sobre estudo que não seja oficial.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/educacao/percepcao-sobre-qualidade-do-ensino-piora-aponta-cni-03042018

Julgamento de Lula pode manchar imagem do Brasil, diz Mendes
Data: 03/04/2018

Ministro do STF afirmou, porém, que no médio e longo prazos se mostrará que "há um quadro de corrupção que está sendo combatido"

Há um coquetel no Brasil que mistura crise política, aproximação da eleição presidencial e uma surpresa, que é a condenação em segunda instância de um ex-presidente da República, que lidera as pesquisas de intenção de voto. A avaliação foi feita nesta terça-feira (3) pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes, em Lisboa, onde participa do "VI Fórum Jurídico de Lisboa — Reforma do Estado Social no Contexto da Globalização", organizado pelo seu IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público) e pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). O STF retoma na quarta-feira (4), a decisão sobre o pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, por isso, Gilmar Mendes volta nesta terça ao Brasil. Na quinta-feira (5), pretende retornar a Portugal para o encerramento do seminário. "Nós temos um coquetel neste momento: toda a crise política, muito adensada, misturada com as eleições. É um quadro grave que contribui para esta divisão [de opiniões no país]", declarou. "O importante é que nós façamos o nosso job, façamos o nosso trabalho. E passemos por mais essa fase de crise", continuou. Além disso, conforme o ministro, houve o "elemento-surpresa" que é a condenação em segundo grau de um candidato a presidente, mas que lidera as pesquisas. "Isto é um componente mais grave para este coquetel. Tudo isso contribui para essa tensão", avaliou. Questionado por um jornalista português sobre se o julgamento desta quarta mancha a imagem do Brasil no exterior, Gilmar Mendes avaliou que, de que um lado, pode ser negativo. "Sem dúvida nenhuma, há prejuízos para o Brasil pelo menos no curto prazo. A médio e a longo prazo, eu acho que isso é positivo, porque há um quadro de corrupção que está sendo combatido", disse, acrescentando que esta é a avaliação que tem ouvido de colegas portugueses e espanhóis. O Brasil, segundo ele, está fazendo o seu dever de casa e está cumprindo seus compromissos internacionais de combater a corrupção. "Mas, é claro, ter um ex-presidente da República, um asset [ativo] como o Lula, condenado, é muito negativo para o Brasil", avaliou. 'Proteção' Gilmar Mendes fez um alerta sobre a defesa de parte da população em um caso específico, lembrando que ele poderá valer como referência para os próximos. "Há questões na Justiça criminal, por exemplo: se se concede um HC para alguém e limita o poder de juiz, de promotor, de delegado, irrita muitas pessoas, mas a gente está protegendo aquele que está ficando irritado porque o desmando de poder em dado momento vai atingir também aquelas pessoas que antes torciam para a prisão de A, mas depois vem o B, o C", declarou. Para ele, é enganosa a avaliação que circula em algumas correntes de interpretação de que criminosos poderiam se beneficiar, por exemplo, da decisão que a Suprema Corte poderá tomar amanhã. "Fala-se sobre pedófilos, mas na versão de 2009 já se admite a prisão deles. Então está se falando uma coisa que é absurda", afirmou. O ministro também descartou a possibilidade de haver uma enxurrada de pedidos na mesma linha da decisão do STF nesta quarta, usando o caso como um precedente. "Não vai todo mundo recorrer como se fala por aí. Isso faz parte do jogo de desinformação que está aí. Se o Tribunal decidir que se exige um dado procedimento terá também que estabelecer limites", apontou. Gilmar Mendes também comentou que se a Corte Suprema não está indiferente ao que ocorre no mundo, também não pode ter um tipo de autismo institucional em relação ao que se passa fora dos tribunais. "Agora, se ela se curva, deixa de ser Corte Suprema. Então, chame o Ibope para decidir matérias", ironizou.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/julgamento-de-lula-pode-manchar-imagem-do-brasil-diz-mendes-03042018

Tribunal condena blogueiro por publicar fake news sobre Moro
Data: 03/04/2018

Blog atribuiu a Sérgio Moro, falsamente, um suposto vínculo com o PSDB e o envolvimento do juiz em desvios de R$ 500 milhões

Os desembargadores da 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região condenaram o blogueiro Miguel Baia Bargas, editor do blog Limpinho & Cheiroso, por calúnia e difamação contra o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. O magistrado é o responsável pela Lava Jato na primeira instância. De acordo com a denúncia, em 2015, o blog atribuiu a Moro um suposto vínculo com o PSDB e o envolvimento do juiz em desvios de R$ 500 milhões. O título do post era "Paraná: quando Moro trabalhou para o PSDB, ajudou a desviar R$ 500 milhões da prefeitura de Maringá". O blogueiro foi condenado a 10 meses e 10 dias de detenção em regime inicial abertoa, além de 15 dias-multa. A pena privativa de liberdade foi substituída por duas restritivas de direito, conforme trecho da decisão: "Substituiu a pena privativa de liberdade por duas restritivas de direitos, consistentes em prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas e prestação pecuniária no valor de um salário mínimo destinado a entidade pública ou privada com destinação social", diz a decisão, assinada pelo desembargador André Nekatschalow, relator da ação no TRF-3. A informação foi antecipada pelo site jurídico Migalhas e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo. A decisão do TRF-3 foi publicada no dia 23 de março. Nekatschalow entendeu que o texto publicado não retratou a realidade ao ligar Moro ao trabalho de advogado e ao PSDB, nem ao atribuir relações entre o juiz e o doleiro Alberto Youssef em processo penal no qual Moro atua. "É manifesta a ofensa à honra do juiz federal Sérgio Fernando Moro, a configurar a prática de crimes tanto pela referência direta quanto indireta ao magistrado", assinalou o desembargador do TRF-3. "A confiança do cidadão no Poder Judiciário está vinculada à atuação do juiz, cuja conduta deve se pautar pela imparcialidade, independência, integridade pessoal e profissional, sendo absolutamente vedado o exercício de atividade político-partidária", escreveu. Nekatschalow observou que a notícia que atribui a Moro vinculação a partido e a réu da Lava Jato, em que exerce a jurisdição, "claramente ofende sua reputação e, ao imputar-lhe falsamente crimes, patenteia o propósito de ofender sua honra, a caracterizar as práticas de difamação e calúnia". Na ação, Moro disse que "nunca trabalhou para o partido dos tucanos, nunca auxiliou ou advogou para a prefeitura de Maringá e nunca auxiliou em desvio de dinheiro público". Defesa Em nota, o advogado João Vicente Augusto Neves informou que seu cliente "apenas reproduziu uma matéria" de outro site "com pequena modificação do título da matéria, que não lhe alterou a substância, principalmente, pelo fato do texto da matéria ter sido reproduzido fielmente". A defesa disse que o autor original da matéria foi condenado a pena menor, um dos motivos pelos quais estão sendo preparados "os competentes recursos contra a decisão". "A diligência em checar as informações publicadas exigidas do blog Limpinho e Cheiroso, nos termos da decisão, desborda do razoável, resvalando em afronta às garantias constitucionais."

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/tribunal-condena-blogueiro-por-publicar-fake-news-sobre-moro-03042018

Famílias com filho em curso técnico podem ter Bolsa Família maior
Data: 03/04/2018

Projeto prevê reajuste acima da inflação apenas para famílias que tiverem filhos em 2º turno escolar ou capacitação técnica; decisão é da Presidência

Prestes a deixar o governo para concorrer às eleições, o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, tenta emplacar uma nova política de reajuste do Bolsa Família este ano. A proposta, entregue nesta segunda-feira (2) ao presidente Michel Temer, prevê a concessão de aumento acima da inflação apenas para famílias que tiverem filhos em segundo turno escolar ou em programas de capacitação técnica. Com a mudança, o governo teria de desembolsar cerca de R$ 3 bilhões para reajustar o valor do benefício — o triplo do que previa gastar concedendo apenas a inflação. Temer ainda vai analisar as planilhas antes de bater o martelo e baixar o decreto. O ministro Osmar Terra diz que já é dado como certo um reajuste de 2,95%, para repor a inflação de 2017. Ele considera o “aditivo” um incentivo para que as famílias tenham uma porta de saída do programa. “Essas condicionantes mudam mais a realidade familiar do que só controlar a presença escolar”, disse Terra. Hoje, as famílias que recebem Bolsa Família já precisam cumprir regras de assiduidade escolar e manter a carteira de vacinação dos filhos em dia, mas a avaliação de Terra é de que isso é insuficiente para dar condições de saída aos beneficiários. Com a mudança, o reajuste acima da inflação seria condicionado ao cumprimento das novas condicionantes. — A gente não fechou um número, mas seria um valor bem maior (de reajuste). Pode ser 5%, 10%. As aulas em segundo turno escolar e os cursos profissionalizantes seriam oferecidos em convênio com as prefeituras, que teriam prazo de alguns meses para se adaptar e ofertar as vagas. Há também uma opção de prever, como uma das condições, a participação de beneficiários em programas de geração de emprego. Orçamento A decisão do presidente Michel Temer vai depender de espaço no Orçamento, que tem R$ 18,2 bilhões bloqueados atualmente diante de riscos de frustração de receitas. Há também a barreira do teto de gastos — que exige o cancelamento de despesas para dar lugar a novos gastos. Mas Terra acredita que os recursos para viabilizar o reajuste maior no Bolsa Família podem sair da economia esperada com a revisão de benefícios, como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. O governo espera concluir até o fim deste ano o pente-fino nos 1,5 milhão de benefícios que estavam sem avaliação havia mais de dois anos. A economia adicional esperada em 2018 é de R$ 10 bilhões, segundo o ministro. O Orçamento conta hoje com apenas metade dessa poupança, ou seja, há possibilidade de que outros R$ 5 bilhões em despesas hoje programadas acabem sendo liberados para outros gastos — abrindo caminho para o reajuste diferenciado no Bolsa Família. Quem pode participar do Bolsa Família? As famílias que têm renda por pessoa de R$ 85,01 e R$ 170,00 mensais podem participar do programa desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, as famílias devem se inscrever no Cadastro Único. O responsável pela unidade familiar deve incluir o CPF e título de eleitor. Os outros membros da família devem apresentar apenas um documento oficial, como certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, carteira de identidade (RG), carteira de trabalho ou Título de Eleitor. Nem todas as famílias que se cadastrarem vão ingressar no programa. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, a seleção é feita por um sistema informatizado, a partir dos dados que elas informaram no Cadastro Único e das regras do programa. Além de analisar as informações de cada uma das famílias, o Bolsa Família também leva em conta o número de famílias atendidas no município e o limite do orçamento do governo federal. As famílias selecionadas recebem um cartão de saque, o Cartão Bolsa Família, emitido pela Caixa Econômica Federal. O cartão é enviado para a casa delas pelos Correios. Junto com o cartão, a família recebe um panfleto com explicações sobre como ativá-lo, o calendário de saques do Bolsa Família e outras informações. Calendário de pagamento Os pagamentos do Bolsa Família de março começaram no dia 19 de março. As datas são determinadas de acordo com o número final do NIS (Número de Identificação Social) impresso no cartão do Bolsa Família. Os brasileiros que possuem o Bolsa Família têm até três meses a partir da data de disponibilização do benefício para sacarem o valor. Veja as datas de pagamento: Final 1: 16/03 Final 2: 19/03 Final 3: 20/03 Final 4: 21/03 Final 5: 22/03 Final 6: 23/03 Final 7: 26/03 Final 8: 27/03 Final 9: 28/03 Final 0: 29/03

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/familias-com-filho-em-curso-tecnico-podem-ter-bolsa-familia-maior-03042018

Toyota convoca recall do Corolla por falha no air bag do passageiro
Data: 03/04/2018

Peça pode se soltar e provocar lesões físicas graves e até fatais, tanto para o passageiro quanto aos demais ocupantes do veículo

A Toyota convocou nesta terça-feira (3) um recall do Corolla fabricado no ano e 2013 por um defeito no sistema de air bag do passageiro do veículo. Cerca de 53.635 unidades do sedã médio serão impactados por esse recall. O modelo está sujeito à falha por causa da degradação de uma peça chamada deflagrador após longos períodos de exposição a altas temperaturas, grandes variações de temperatura e alta umidade. De acordo com a montadora japonesa, a peça fica mais suscetível a se romper inadequadamente no caso de colisão do veículo, o que pode provocar a dispersão de fragmentos de metal da carcaça junto com a bolsa. Isso pode provocar lesões físicas graves e até fatais, tanto para o passageiro quanto aos demais ocupantes do veículo. Os donos de Corolla fabricados em 2013 precisam entrar em contato com a rede de concessionárias autorizadas Toyota e agendar a troca da peça a partir de quarta-feira, dia 4 de abril.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/garagem-r7/toyota-convoca-recall-do-corolla-por-falha-no-air-bag-do-passageiro-03042018

FCStone eleva 2ª safra de milho do Brasil para 63 mi t; vê recorde em soja
Data: 03/04/2018

O crescimento das exportações brasileiras de soja deve ser favorecido pela quebra de safra na Argentina.

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil deverá produzir 63 milhões de toneladas de milho na segunda safra da temporada 2017/18, projetou nesta terça-feira a INTL FCStone, que elevou levemente sua previsão ante os 62,8 milhões considerados em março. De acordo com a consultoria, a revisão para cima deve-se à perspectiva de uma área plantada maior, estimada agora em 11,74 milhões de hectares, ante 11,69 milhões em março, mas ainda assim aquém dos 12,10 milhões do ano passado, quando a produção atingiu um recorde de 67,35 milhões de toneladas. PUBLICIDADE Os produtores brasileiros semearam menos milho neste ano em razão de preços considerados pouco atrativos em meio à ampla oferta. Considerando-se a primeira safra, atualmente em colheita, o Brasil deve produzir um total de 86,46 milhões de toneladas de milho em 2017/18, abaixo dos 97,84 milhões de 2016/17. Em relação ao balanço de oferta e demanda, as estimativas da INTL FCStone apontam para estoques bastante elevados, com a possibilidade de mudança considerando a quebra de safra na Argentina. "O período atual não é de exportações aquecidas de milho, as quais devem ganhar força no segundo semestre", avaliou a analista da consultoria, Ana Luiza Lodi, em relatório. Por ora, a INTL FCStone prevê embarques na casa de 30 milhões de milho em 2017/18, em linha com o observado no ciclo anterior. None SOJA Com relação à soja, a consultoria prevê agora um recorde de produção de 115,9 milhões de toneladas na safra 2017/18, em reta final de colheita. O volume supera os 112,9 milhões de toneladas previstos em março e também os 114,07 milhões de 2016/17. "Os Estados da região Centro-Oeste e do Matopiba (região compreendida por Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) estão apresentando um resultado excepcional, ultrapassando, inclusive, o alcançado na safra passada", avaliou Ana Luiza. A INTL FCStone apontou que os problemas pontuais registrados no Sul do país não foram capazes de "abalar" o bom resultado verificado em outras regiões. A produtividade média esperada para o Brasil foi aumentada para 3,31 toneladas por hectare. Com a produção estimada em nível recorde, as exportações de soja também foram ajustadas para cima pela consultoria, projetadas em também um recorde de 69,5 milhões de toneladas, versus 67,50 milhões na temporada passada. "O crescimento das exportações brasileiras de soja deve ser favorecido pela quebra de safra na Argentina. Diante desse contexto, os estoques finais da oleaginosa devem ficar abaixo de 1 milhão de toneladas", acrescentou a consultoria.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/fcstone-eleva-2-safra-de-milho-do-brasil-para-63-mi-t-ve-recorde-em-soja-03042018

Governo faz últimos ajustes com TCU para leilão de distribuidoras da Eletrobras
Data: 03/04/2018

O governo está otimista com relação à aprovação do edital pelo TCU em prazo para realização do leilão em 21 de maio.

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal está dialogando com o Tribunal de Contas da União (TCU) para fazer os últimos ajustes antes da publicação do edital do leilão de seis distribuidoras da Eletrobras, afirmaram autoridades nesta terça-feira. Com o leilão das seis distribuidoras, que operam no Norte Nordeste, marcado para 21 de maio, o governo tem pouco mais de um mês para publicar o edital, que deve sair ao menos 15 dias antes do leilão. "O TCU é um elemento que a gente está conversando e estão sendo feitas as últimas acomodações no texto do edital", afirmou o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, a jornalistas em São Paulo. A venda das distribuidoras deverá preceder a privatização da própria Eletrobras, cujo processo está sendo discutido no Congresso Nacional. "No TCU é mais um conjunto de reuniões com os ministros para dar tranquilidade a eles em relação ao processo. Em relação ao mérito dos questionamentos, nós entendemos que temos bons argumentos para apresentar", explicou. O governo está otimista com relação à aprovação do edital pelo TCU em prazo para realização do leilão em 21 de maio. "O Tribunal de Contas é natural, o processo é, por muitas vezes difícil, não sejamos ingênuos, mas a gente está aprendendo a conviver com o TCU, então a gente não espera ganhar um relatório negativo", disse o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Augusto Barroso, no mesmo evento.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/governo-faz-ultimos-ajustes-com-tcu-para-leilao-de-distribuidoras-da-eletrobras-03042018

Anglo paralisa produção de minério de ferro por 90 dias após vazamento
Data: 03/04/2018

suspensão das atividades de transporte de minérios pelo empreendimento Minas-Rio até que seja concluída auditoria ambiental independente no local.

Reuters) - A mineradora Anglo American informou nesta terça-feira que as atividades de produção e escoamento de minério de ferro no sistema Minas-Rio ficarão paralisadas por cerca de 90 dias, após um novo vazamento em um mineroduto em Minas Gerais. A empresa estimou até o momento em 60 milhões de reais o custo total das ações de reparação e recuperação operacionais, econômicas e socioambientais decorrentes dos incidentes com o mineroduto em Santo Antônio do Grama (MG). O montante não considera prejuízos decorrentes da paralisação das exportações, segundo a assessoria de imprensa da Anglo. Considerando que o sistema deveria exportar pelo menos 13 milhões de toneladas ao ano, a empresa deixaria de embarcar em 90 dias pouco mais de 3 milhões de toneladas. A título de comparação, esse volume geralmente representa cerca de 10 por cento das exportações totais do Brasil em um mês. Os embarques do país são dominados pelas vendas da Vale, maior produtora global de minério de ferro. A Anglo afirmou que precisará desses cerca de 90 dias para concluir a inspeção do mineroduto, que está com as operações suspensas por determinação do órgão ambiental federal Ibama após dois vazamentos em menos de um mês. Com as operações paralisadas, a empresa afirmou que vai dar férias coletivas para parte do pessoal que trabalha na mina, usina e planta de filtragem por 30 dias, a se iniciar em 17 de abril. Para o período subsequente, a Anglo afirmou que vai conversar com o sindicato e autoridades "para definir as alternativas que sejam mais adequadas para seus empregados". A Anglo interrompeu suas operações depois que um vazamento foi encontrado em 29 de março no mineroduto que transporta sua produção de minério de ferro de Minas Gerais até o Rio de Janeiro, em ponto 400 metros à frente do anterior. A empresa já havia interrompido suas operações anteriormente, entre 12 e 27 de março, devido ao rompimento do mineroduto em Santo Antônio do Grama, que causou o despejo de 300 toneladas de uma polpa formada por uma mistura de minério de ferro com água em um córrego na região. O minério da Anglo é transportado da mina e da usina de beneficiamento, em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas (MG), até o Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), ao longo do mineroduto de 529 quilômetros, que atravessa 33 municípios mineiros e fluminenses. O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) ajuizou, na segunda-feira, um pedido de tutela de urgência para que a Justiça determine a suspensão das atividades de transporte de minérios pelo empreendimento Minas-Rio até que seja concluída auditoria ambiental independente no local. O MPMG destacou ainda que, em 16 de março, a Justiça deferiu pedido liminar determinando o bloqueio de 10 milhões de reais da mineradora, com o objetivo de garantir a reparação e indenização dos danos sociais e ambientais causados.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/anglo-paralisa-producao-de-minerio-de-ferro-por-90-dias-apos-vazamento-03042018

B2W vai oferecer área sem custo a vendedores do marketplace em centro de distribuição até fim do ano
Data: 03/04/2018

Outro lançamento anunciado para os vendedores no evento desta terça-feira é um sistema de alternância na seleção do vendedor que vai aparecer como melhor opção para o cliente no momento da compra.

SÃO PAULO (Reuters) - A B2W anuncia nesta terça-feira que vai disponibilizar, sem custo até o fim do ano, 105 mil metros quadrados no centro de distribuição de Itapevi (SP) para os vendedores ligados à sua plataforma de marketplace, em mais um passo para aumentar o número de empresas conectadas à sua plataforma e a seu serviço de logística. A medida, inicialmente restrita ao espaço no centro de distribuição de Itapevi, pode ser ampliada para outros locais de estoque da companhia, disse à Reuters o diretor financeiro e de relações com investidores da B2W, Fábio Abrate. "A gente está olhando essa iniciativa como um começo. Temos 11 centros de distribuição espalhados em cinco Estados", disse o executivo, acrescentando que a implantação nos demais locais ainda está em fase de estudo. Sem mencionar os custos normalmente praticados pela empresa, o executivo afirmou que o mercado cobra em média 5 reais por nota fiscal emitida. "Eu tenho capacidade, nessa metragem, de emitir 100 mil pedidos por dia", disse Abrate. O objetivo da empresa é que a representatividade do marketplace no volume dos negócios (GMV) suba dos 35 por cento no ano passado para mais de 50 por cento em 2018 e vem trabalhando junto aos vendedores para alcançar esse número. A empresa aproveitou a realização da terceira edição do seu Seller Day, nesta terça-feira, para fazer o anúncio. O encontro em São Paulo tem a participação de cerca de 1.500 pessoas, entre vendedores, fornecedores e parceiros estratégicos, número que vem crescendo a cada edição. Em 2016, no primeiro evento, foram reunidas cerca de 300 pessoas, passando para 1.000 no ano passado. Em agosto deste ano a empresa vai realizar mais um evento para os vendedores, que terá o foco voltado para a Black Friday, e a expectativa é reunir cerca de 3 mil pessoas. Ao final do ano passado, a B2W tinha quase 10 mil vendedores conectados à sua plataforma de marketplace e, com crescimento de cerca de 2 mil por trimestre, a empresa espera chegar ao final deste ano com aproximadamente 20 mil vendedores conectados à sua base. Os eventos de Seller Day, segundo Abrate, são voltados para os vendedores de porte médio e grande, uma vez que para os pequenos há outros canais de comunicação. "Acaba sendo mais voltado para o médio e para o grande... Esse está crescendo, está começando a encontrar algumas dificuldades e está querendo entender como a B2W pode ajudar a vender mais", disse o executivo, acrescentando que o número de participantes no evento vem crescendo não somente pelo aumento dos vendedores conectados, mas também devido à expansão das empresas já atuantes. "O próprio seller vem amadurecendo na plataforma. Um seller que era pequeno seis meses atrás já pode ser médio agora e grande lá na frente", disse. Além de aproximar o vendedor, a B2W quer ainda aumentar a adesão dessas empresas ao seu serviço de logística, o B2W Entrega. Atualmente, praticamente todas as vendas diretas da B2W são entregues por meio de logística própria e a adesão do marketplace ao B2W Entrega chegou a 50 por cento no final do ano passado, após ser lançado a esse público em março. O aumento da importância do serviço de logística levou a empresa a anunciar, no início de março, a criação em parceria com sua controladora Lojas Americanas de uma companhia que ficará encarregada pela gestão dos ativos de logística das duas empresas. Para atrair mais vendedores ao seu serviço de logística, além do espaço em seu centro de distribuição em Itapevi, a B2W está lançando para os vendedores conectados à sua plataforma e que já usam o B2W Entrega o acesso ao serviço Prime, serviço de assinatura para clientes que dá direito a frete grátis e entregas rápidas, disponível em cerca de 2.500 municípios do país. Outro lançamento anunciado para os vendedores no evento desta terça-feira é um sistema de alternância na seleção do vendedor que vai aparecer como melhor opção para o cliente no momento da compra. O algoritmo considera em uma série de variáveis, como preço, prazo e nível de serviço. No entanto, quando dois vendedores estão em patamares muito próximos, o sistema ainda não tinha uma margem e mantinha sempre o mesmo vendedor à frente. "A novidade em relação ao 'Buy Box' é que ele vai passar a ser randômico. Se dois sellers estão quase em igualdade de condição, pela regra antiga, um seria sempre escolhido. Agora vai ter um desvio e vai alternar se ficar dentro de uma margem", disse o executivo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/b2w-vai-oferecer-area-sem-custo-a-vendedores-do-marketplace-em-centro-de-distribuicao-ate-fim-do-ano-03042018

Juventus e Real Madrid reeditam final da última Liga dos Campeões
Data: 03/04/2018

Um dos grandes líderes da Juve, Chiellini não enxerga partida como revanche da decisão de 2017; técnico do Real, Zidane elogia defesa adversária

Na reedição da final da última temporada, Juventus e Real Madrid se enfrentam nesta terça-feira (3), em Turim, na primeira partida das quartas de final da Liga dos Campeões. É a grande chance da Velha Senhora devolver na mesma moeda à decisão em Cardiff em 2016/17, quando os Merengues fizeram 4 a 1 e ficaram com o seu 12º título da competição. O sentimento de vingança, contudo, deve ficar apenas na torcida da Juventus. Pelo menos foi o que garantiu o experiente zagueiro Giorgio Chiellini, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, na véspera da partida. "Eu não acho que essa partida seja uma vingança. Quando você vai longe nesta competição, mais cedo ou mais tarde você tem que enfrentar o Real Madrid ou o Barcelona, ??que são os melhores times do mundo atualmente. Felizmente também temos boas lembranças contra eles", disse Chiellini. A Juventus tem dois desfalques certos por suspensão. Bentancur e Marchisio brigam pela vaga de Pjanic. Na zaga, a dúvida fica por conta de Barzagli ou Rugani no lugar de Benatia. Além disso, Massimiliano Allegri não sabe se contará com Mandzukic e Alex Sandro, que são dúvidas. O treinador destacou ainda a boa fase de Dybala, que voltou a jogar bem após lesão. "Estou convencido de que a Dybala fará uma ótima partida. Ele jogou alguns jogos recentemente depois de recuperar de lesão e ele está em ótima forma. Alex Sandro e Mandzukic estão bem, podem ser muito úteis até no banco. Veremos." Allegri fez questão de elogiar o Real Madrid, algoz na última temporada e recordista de títulos da Liga dos Campeões. "O Real Madrid ganhou 12 Ligas dos Campeões. É uma equipe extraordinária, mas acho que a Juventus estará no mesmo nível. Enfrentar o melhor é sempre ótimo para quem trabalha no futebol. É a recompensa por alcançar as quartas ou semifinais desta competição", garantiu o treinador. A tendência é que a Juventus entre em campo com Buffon; De Sciglio, Barzagli (Rugani), Chiellini e Asamoah; Khedira, Bentancur (Marchisio) e Matuidi; Dybala, Douglas Costa e Douglas Costa. Real Madrid chega completo Após descansar alguns de seus principais jogadores contra o Las Palmas, no sábado, o Real Madrid chega completo para a encarar a Juventus. O único desfalque é o reserva Nacho, que vai ficar fora por um mês. Com os titulares à disposição, fica uma dúvida na escalação. Zinedine Zidane não adiantou o time que vai a campo contra a Juventus. Quatro jogadores brigam por um lugar na equipe titular, mas Isco e Bale saem na frente na disputa. Zidane falou, em entrevista coletiva, sobre a declaração de Isco, após amistoso contra a Argentina, quando fez três gols na goleada por 6 a 1. O meia espanhol afirmou que não tem continuidade como titular do Real Madrid. "Espero que o jogador não pense assim, porque aqui não é assim. Para mim não há substitutos, tenho 25 jogadores muito bons e vou usar todos eles. Há momentos em que alguns jogam mais. Talvez com a seleção do Isco seja diferente, pois lá tem seis, sete... oito jogos e aqui 60, sendo que jogamos a cada três dias. É meu conceito de treinamento", disse o comandante do Real. O comandante francês, mais uma vez, elogiou o sistema defensivo da Juventus, apesar da saída de Bonucci. Contudo, Zidane alertou o seus jogadores sobre o poderio ofensivo da Velha Senhora, com Dybala, Higuaín e Douglas Costa. "A defesa da Juventus sempre foi muito forte e eles estão confirmando nesta temporada também. Eles são um time completo e nós teremos que ser muito cuidadosos com sua forte defesa, mas também com seus perigosos atacantes. Como eu disse, eles são fortes em todos os setores", afirmou o treinador. "Estamos aqui para jogar um bom jogo, mas certamente a final em Cardiff não tem nada a ver com o jogo de amanhã (terça) e não vamos pensar nisso. É uma história completamente diferente", completou o francês. O Real Madrid deve ir a campo com: Navas, Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Isco (Bale), Benzema e Cristiano Ronaldo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/juventus-e-real-madrid-reeditam-final-da-ultima-liga-dos-campeoes-03042018

No Allianz, Palmeiras busca segunda vitória na Libertadores
Data: 03/04/2018

O time brasileiro vai enfrentar o Alianza Lima e precisa vencer em casa para ficar mais tranquilo na fase de grupos da competição continental

Os assuntos e as polêmicas do primeiro jogo da final do Paulistão nem acabaram e o Palmeiras já tem outro jogo importante nesta terça-feira (03). O time vai enfrentar os peruanos do Alianza Lima, às 21h30, no Allianz Parque. Esta será a segunda partida da fase de grupos da Libertadores. Na estreia da competição, o Palmeiras venceu o Junior Barranquilla por 3 a 0, fora de casa. Como o Boca Juniors e o Alianza Lima empataram em 0 a 0, o time brasileiro é o líder do Grupo 8. O técnico Roger Machado falou sobre a importância de conseguir mais uma vitória, desta vez em casa. "Nossa vitória fora de casa só vai ter validade se vencermos as partidas que teremos em casa. Se não, não adiantou nada vencer na Colômbia", explicou o treinador. Alguns jogadores estão com muito desgaste muscular e podem ficar fora do jogo. São os casos do lateral-esquerdo Victor Luís e do meio-campo Bruno Henrique. Para o lugar dos dois, Roger deve colocar Diogo Barbosa, na lateral, e Moisés, no meio-campo. "É uma sequência pesada de jogos, um desgaste grande. Eu prefiro estar nesta sequência, melhor viver isso do que só treinar. Outros clubes gostariam de estar nesta situação. Lembrando que não é o ideal, o certo seria ter um período um pouco maior para nos prepararmos para os jogos decisivos. Mas não é o caso, temos de entender isso, faz parte do nosso calendário", afirmou Moisés. O treinador Roger Machado fechou para imprensa o último treino do Palmeiras antes do confronto contra o time do Peru e fez mistérios sobre os jogadores que entrarão em campo nesta terça. A provável escalação do Verdão é: Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés, Lucas Lima e Dudu; Willian e Borja. O Palmeiras anunciou que 29 mil ingressos foram vendidos até segunda-feira, fim da tarde.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/no-allianz-palmeiras-busca-segunda-vitoria-na-libertadores-03042018

COMO FAZER BIFE A ROLÊ ( COMIDA CASEIRA )
Data: 03/04/2018

COMO FAZER BIFE A ROLÊ ( COMIDA CASEIRA )

Link Notícia: https://www.youtube.com/embed/9nQaOg9i1cE

Jogador Nº 1 lidera bilheterias no final de semana
Data: 03/04/2018

Filme fez mais de US$ 180 milhões pelo mundo em sua estreia

O filme de aventura Jogador Nº 1 conseguiu pagar a sua produção de US$ 175 milhões em um único final de semana. Segundo o THR e o Box Office Mojo, o longa liderou as bilheterias, acumulando US$ 181.215.000 durante o final de semana. A nova produção de Steven Spielberg fez sucesso especialmente nos EUA, em que escalou até o topo arrecadando US$ 53 milhões, e na China, onde acumulou US$ 61 milhões, o que é fora do comum para um filme gringo. Assim ele se tornou a maior estreia da Warner na China: o recorde anterior era de Batman v. Superman, que havia conquistado US$ 57 milhões na sua estreia.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/jogador-no-1-lidera-bilheterias-no-final-de-semana/

Seis meses após o lançamento, Sombras de Mordor não tem mais microtransações
Data: 03/04/2018

Jogo foi duramente criticado na época do lançamento, o que levou a Warner a recuar

A Warner decidiu remover todas as microtransações de Terra-média: Sombras de Mordor. A decisão vem seis meses depois do lançamento do jogo que foi duramente criticado por tentar extorquir dinheiro dos jogadores. Agora, além de remover todas as compras com dinheiro real do game, a publicadora postou uma longa nota no seu site oficial sobre a remoção. “Embora comprar orcs no mercado oferecesse uma solução imediata e maiores opções ao jogador, sentimos que esta escolha prejudicava seriamente o núcleo do nosso jogo: o sistema Nemesis”, justificou o texto. O texto ainda diz que saber que estes recursos estão à venda “prejudica a imersão e o desafio e construir e defender as suas fortalezas”. Caso você ainda tenha dinheiro digital no jogo, é bom se apressar: os mercados fecham de forma definitiva no dia 17 de julho.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/seis-meses-apos-o-lancamento-sombras-de-mordor-nao-tem-mais-microtransacoes/

Joaquim Barbosa vai se filiar ao PSB, diz presidente do partido
Data: 03/04/2018

Ex-presidente do STF, que comandou julgamento do mensalão, deve assinar ficha de filiação na sexta-feira, mas candidatura à Presidência divide o partido

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa vai se filiar ao partido nesta sexta-feira (7). Com filiação ao PSB, Joaquim Barbosa entra no jogo eleitoral — É provável que se filie ao partido na sexta. Já a candidatura dele à Presidência é outro tema. É importante que ele se filie para depois maturarmos isso, afirmou o dirigente. Marina Silva e Joaquim Barbosa descartam aliança em eleição A tese de lançar o ex-presidente do STF na disputa pelo Palácio do Planalto é defendida com entusiasmo pela bancada do PSB na Câmara, mas sofre resistências de alas dos partidos. Brasil já tem 18 pré-candidatos à Presidência Aliado do governador Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB à Presidência, o vice governador de São Paulo, Márcio França, é um dos que se opõem a ideia.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/joaquim-barbosa-vai-se-filiar-ao-psb-diz-presidente-do-partido-03042018

'Justiça falha quando tarda', diz Dodge sobre habeas corpus de Lula
Data: 03/04/2018

Supremo Tribunal Federal julga nesta quarta-feira o mérito do pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula, que quer evitar sua prisão antecipada

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse nesta terça-feira (3) que o julgamento de um pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Supremo Tribunal Federal na quarta-feira (4) será um dos mais importantes que o STF já fez. A chefe do Ministério Público brasileiro declarou ainda que "uma Justiça que tarda é uma Justiça que falha". Ela participou hoje da abertura da sessão desta terça do Conselho Superior do Ministério Público. — Este é, provavelmente, um dos julgamentos mais importantes da história do Supremo Tribunal Federal exatamente porque ele vem na esteira de uma modificação da Constituição brasileira e do novo código de processo civil na expectativa de garantir resolutividade ao sistema criminal do Brasil. Dodge apontou o que chamou de "exagero" na possibilidade de início da execução da pena apenas após esgotados todos os recursos em todas as instâncias da Justiça, quatro no total. — Este exagero aniquila o sistema de Justiça exatamente porque uma Justiça que tarda é uma Justiça que falha. O plenário do Supremo analisa na quarta-feira um pedido de habeas corpus da defesa de Lula que busca impedir que o ex-presidente seja preso antes de esgotados todos os recursos em todas as instâncias do Judiciário contra a condenação a 12 anos e 1 mês de prisão imposta pelo TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex no Guarujá (SP). Na semana passada, o TRF4 negou os embargos de declaração impetrados pela defesa de Lula contra a condenação. Uma liminar concedida pelo STF determinou que a prisão do petista não poderia ser decretada até a análise do habeas corpus, marcada para quarta-feira. Além do caso específico do ex-presidente, o julgamento do pedido de habeas corpus de Lula também tratará de uma questão que tem gerado divisões no Supremo, a possibilidade de início da execução da pena após a condenação em segunda instância. Lula, que lidera as pesquisas de intenção de voto para a eleição presidencial de outubro, foi condenado por receber o tríplex como propina paga pela empreiteira OAS em troca de contratos na Petrobras, segundo o TRF4 e a 13ª Vara Federal de Curitiba. O petista deve ficar impedido de disputar a eleição por causa da Lei da Ficha Limpa, que torna inelegíveis condenados por órgãos colegiados da Justiça, caso da 8ª Turma do TRF4, que condenou Lula. O ex-presidente, que ainda é réu em outros seis processos, nega ser dono do tríplex, assim como quaisquer irregularidades. Ele afirma ser alvo de perseguição política promovida por setores do Judiciário, do Ministério Público e da Polícia Federal com o objetivo de impedi-lo de ser candidato.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/justica-falha-quando-tarda-diz-dodge-sobre-habeas-corpus-de-lula-03042018

Meirelles se filia ao MDB sem garantia de disputar Presidência
Data: 03/04/2018

Partido quer ministro da Fazenda como "plano B" caso presidente Michel Temer abandone desejo de tentar a reeleição ao Planalto

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, oficializou nesta terça-feira (3) sua filiação ao MDB. Ele entra no partido com o objetivo de tentar viabilizar uma candidatura à Presidência pela sigla, mas terá como adversário o próprio presidente Michel Temer, que já declarou publicamente seu desejo de tentar reeleição para o cargo nas eleições de outubro deste ano. Meirelles negociou sua ida ao MDB diretamente com Temer, que abonou a ficha de filiação do ministro junto com o presidente nacional do partido, senador Romero Jucá (RR). Ele decidiu mudar de legenda após não conseguir apoio para uma candidatura ao Palácio do Planalto pelo PSD, que deve apoiar o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, presidenciável pelo PSDB. Em discurso, Jucá ressaltou o trabalho de Meirelles à frente da Fazenda nos últimos dois anos. Disse que graças à "competência" do ministro e o "comando político" de Temer, o governo conseguiu conduzir o país da melhor forma possível e fazer coisas "inimagináveis", que garantiram a recuperação da economia brasileira, mesmo com "tormentas, ataques e especulações". — Meirelles se coloca à disposição do partido para somar esforços e fazer com que tenhamos condições de ganhar as eleições. Temos muito em jogo nessas eleições de 2018 e é por isso que o MDB tem que ter candidatura. Temos que defender um legado, temos que buscar um caminho que faça com que o que foi alcançado até agora não se perca, afirmou Jucá, que é líder do governo no Senado. No ato de filiação, o ministro optou por não anunciar ainda oficialmente sua saída do cargo, embora o próprio Temer já tenha confirmado que Meirelles deixará o governo nesta semana. O ministro só pretende oficializar a saída da Fazenda nesta quinta-feira (5) a dois dias do fim do prazo de desincompatibilização. Meirelles se filiou ao MDB mesmo sem a certeza de que será o candidato da legenda ao Planalto. O partido quer o ministro como um "plano B", para caso Temer desista de disputar reeleição. Se o presidente concorrer, a legenda defende que Meirelles seja candidato a vice-presidente, formando uma chapa pura emedebista, ou seja, formada por candidatos a presidente e vice da mesma sigla. Enquanto Temer não se decide - ele tem até 15 de agosto para tomar uma decisão oficial -, o MDB quer usar o ministro como um "escudo" político para o presidente. Para isso, a legenda e o próprio Temer fazem questão de investir no discurso de que o ministro da Fazenda poderá, sim, ser o cabeça de chapa. Com isso, tentam evitar que Temer seja alvo único de opositores na vitrine do jogo político. Eleições 2018 obrigam Planalto a trocar comando de 14 ministérios Jingle Na cerimônia, o MDB fez questão de reforçar a união entre Temer e Meirelles. "M de Michel, M de Meirelles, M de MDB", diz o refrão do jingle preparado pelo partido e divulgado nesta terça-feira. Já o slogan, estampado em um grande banner instalado no local da filiação, traz a frase "Nossa União nos Fortalece", acompanhada de uma foto de Meirelles e de Temer. Em todo o processo de negociação, Meirelles foi atropelado pelo MDB, que antecipou o anúncio da filiação dele ao partido e a renúncia do ministro do comando da economia. O ministro queria conduzir o processo, mas acabou refém de Temer e de caciques emedebistas, que, em uma jogada calculada, tornaram praticamente impossível um recuo do ministro da decisão de deixar o governo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/meirelles-se-filia-ao-mdb-sem-garantia-de-disputar-presidencia-03042018

Gabriel Jesus leva ovada dos amigos Fernandinho e Ederson
Data: 03/04/2018

Atacante do Manchester City e da seleção brasileira está completando 21 anos nesta terça e Bernardo, jogador português também se deu mal

Para comemorar os 21 anos completados nesta terça-feira, Gabriel Jesus levou a tradicional ovada. A brincadeira foi comandada pelos colegas brasileiros Fernandinho e Ederson, que pode ser vista em vídeo publicado nas redes sociais do goleiro. O mais curioso é que o português Bernardo Silva, alvo constante das brincadeiras do trio brasileiro, também acabou levando ovadas já no vestiário do clube. Além da brincadeira, Gabriel Jesus recebeu também o carinho da mãe pelas redes sociais. Dona Vera fez uma bonita declaração ao filho e viajou para Manchester para passar a data especial ao lado do atacante.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/gabriel-jesus-leva-ovada-dos-amigos-fernandinho-e-ederson-03042018

Cidade dos EUA pode ser a primeira a retirar estátua de presidente
Data: 03/04/2018

Após diversas cidades retirarem estátuas de pessoas ligadas à opressão racial, Califórnia vai derrubar monumentos por pressões de indígenas

Com pouco mais de 17 mil habitantes, a cidade de Arcata, na Califórnia, é tida como uma das cidades mais libertárias dos Estados Unidos. Foi a primeira a banir a venda de alimentos geneticamente modificados e a ter uma maioria de representantes do Partido Verde no conselho municipal. Agora, pode ser a pioneira em retirar a estátua de um presidente de suas ruas. A réplica de bronze do presidente William McKinley, com 2,60 metros de altura, pode ser retirada da principal praça de Arcata nos próximos meses. A medida foi decidida, principalmente, por ação de lideranças indígenas da região, segundo o jornal Los Angeles Times. McKinley, que foi presidente dos EUA de 1897 até ser assassinado em 1901, quando iniciava seu segundo mandato, nunca pisou na Califórnia, mas é acusado de ter apoiado fortemente a expansão do país para o oeste, por ter assinado uma lei que possibilitou a tomada de terras dos índios e a forte repressão contra eles. A retirada da estátua ainda precisa passar por um processo de licença ambiental, deve levar oito meses e custar 65 mil dólares (cerca de 215 mil reais). As tribos de Arcata prometeram arrecadar o dinheiro para pagar o processo. Monumentos retirados A proposta de retirar a estátua do presidente é só o fato mais recente de uma tendência que vem se estabelecendo nos Estados Unidos, a remoção de monumentos que fazem referências a figuras históricas ligadas à opressão. Desde a manifestação de supremacistas brancos em Charlottesville, na Virgínia, em agosto do ano passado, para protestar contra a remoção de uma estátua do general Robert E. Lee, principal figura militar do Sul escravocata dos EUA na Guerra Civil do século 19, dezenas de monumentos semelhantes foram removidos. De início, os alvos foram as estátuas de figuras ligados à escravidão. Agora, especialmente na Califórnia, mas também em outros estados do Oeste norte-americano, o foco passou a ser contra monumentos que exaltam pessoas que agiram contra os nativos. O governo de San Francisco já anunciou que vai retirar uma estátua que mostra um índio derrotado aos pés de um homem branco. No mês passado, a cidade de San José retirou a estátua de Cristóvão Colombo do prédio da prefeitura. Na cidade de Kalamazoo, em Michigan, uma estátua que representa uma índia ajoelhada diante de um colonizador branco também está com os dias contados. História de opressão Arcata foi fundadada em meados do século 19, no início da expansão para o Oeste norte-americano. O território era dominado pelos índios Wiyot. Centenas de membros da tribo foram massacrados na década de 1860, e seus filhos eram levados para trabalhar nas casas dos brancos. Em 1886, a cidade chegou a aprovar uma lei que previa a expulsão de todos os imigrantes chineses. A estátua do presidente McKinley foi inaugurada em 1906, apenas cinco anos após sua morte. Nos anos 70, as coisas mudaram e a cidade passou a receber hippies e a dar mais espaço para os nativos. Antes mesmo da liberação do cultivo da maconha na Califórnia, muitos fazendeiros da região já a plantava

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/cidade-dos-eua-pode-ser-a-primeira-a-retirar-estatua-de-presidente-03042018

‘Stranger Things’ é acusado de plágio por produtor americano
Data: 03/04/2018

Charlie Kessler afirma que irmãos Duffer se inspiraram no curta-metragem 'Montauk'

Os irmãos Duffer, criadores da série Stranger Things, foram acusados de plagiar uma obra do diretor e produtor americano Charlie Kessler. De acordo com o site americano TMZ, Kessler alega em um processo que o seriado original da Netflix possui semelhanças com o seu curta-metragem Montauk, lançado em 2012. Kessler afirmou à publicação que o filme escrito, produzido e lançado por ele mesmo, tem muitas semelhanças com a série. A trama do curta também envolve experimentos secretos feitos pelo governo. O diretor contou que apresentou a ideia da série em abril de 2014 para os irmãos Duffer, que na época, disseram não. Agora, o americano pede uma quantia em dinheiro e a retirada de todas as ideias da sua criação da produção da Netflix.

Link Notícia: https://veja.abril.com.br/entretenimento/stranger-things-e-acusado-de-plagio-por-produtor-americano/

Eleições 2018 obrigam Planalto a trocar comando de 14 ministérios
Data: 02/04/2018

Novos líderes da Saúde e dos Transportes tomam posse nesta segunda-feira. Chefe do Planejamento também está definido

O Palácio do Planalto será obrigado a fazer pelo menos 14 trocas ministeriais no mês de abril por conta da saída de chefes das pastas que vão disputar as Eleições 2018. As mudanças já começaram e, para esta segunda-feira (2), já está marcada a cerimônia de posse do novo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, e do novo chefe dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro Silveira. O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson Antônio de Souza, também será empossado pelo presidente Michel Temer nesta segunda. A cerimônia está marcada para 10h30. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (MDB-RR) afirma que, pelas contas do governo, o presidente Michel Temer ainda precisa escolher 11 nomes para compor o comando dos ministérios. Até agora, além de Saúde e Transportes, também está definido o novo ministro do Planejamento — este último foi oficializado após a reunião deste domingo (1º) com a escolha de Esteves Colnago, secretário-executivo da pasta, para o lugar de Dyogo Oliveira, que vai para o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Ministérios sem ministro As pastas que ainda precisam de um novo ministro são: Ministério do Trabalho e Previdência Social e Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, que estão com cargos de interinos, Esportes, Turismo, Integração, Desenvolvimento Social, Educação, Ciência e Tecnologia, Minas e Energia, Fazenda e Meio Ambiente. Jucá diz que o presidente Michel Temer ainda está analisando quais nomes vão compor a nova fase de governo e que está "trabalhando com afinco" para acelerar as mudanças. — Outras mudanças o presidente está analisando, discutindo, conversando com os ministros que sairão e, portanto, vai ter a condição de formar ainda essa semana todo o gabinete ministerial. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB-MS), negou neste domingo que a indicação de Esteves tenha sido um "nome do Jucá" e afirmou que a escolha "garante continuidade nos trabalhos do Planejamento". — A pessoa que foi ouvida de forma mais decisiva sobre nome do Planejamento foi o Dyogo. A escolha de Colnago para o Planejamento representa uma vitória do grupo de Dyogo e Jucá em relação a Meirelles, que tentava emplacar o secretário de Acompanhamento Fiscal da Fazenda, Mansueto Almeida, para o cargo. Segundo apurou Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, Oliveira defendeu a permanência de seu secretário-executivo sob o argumento de que a escolha dele dará sentido de continuidade aos trabalhos, já que Conalgo conhece bem o funcionamento da pasta e é funcionário público há mais de 20 anos. Havia a previsão de que Meirelles participasse da reunião deste domingo, mas ele não compareceu. Ministério da Fazenda Segundo Marun e Jucá, o nome do secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, para assumir a pasta ainda não foi definido, pois o ministro Henrique Meirelles "ainda está no cargo". Meirelles não estava na reunião deste domingo (1). — A conversa com o presidente Temer e o ministro Meirelles continua, mas não está ainda no nível de confirmação. O senador, que é presidente do MDB, reiterou que nesta terça-feira (3) Meirelles vai se filiar ao partido e "posteriormente deverá combinar com o presidente a saída do cargo de ministro e a substituição", completou. Jucá negou que haja impasse em relação à substituição de Meirelles. — Não há impasse. O que há são tratativas. Como o ministro Meirelles não saiu ainda, em tese, ele está conversando e esgotando dentro da equipe os caminhos que ele pode propor e o presidente vai ouvir com muita atenção. Marun foi na mesma linha e disse que "Guardia tem grandes chances de vir a ser ministro da Fazenda, mas o presidente ainda não decidiu". Ele destacou que o secretário-executivo "preenche os requisitos para ocupar essa função", mas que ainda não será anunciado antes de Meirelles oficializar sua saída. — Não vamos nomear outro ministro enquanto Meirelles estiver no ministério. De acordo com Marun, a ideia é que a posse da equipe econômica aconteça na quinta ou sexta-feira desta semana. Ele afirmou que "ministro tem que ter trânsito político, mas isso não quer dizer que temos necessidade de colocar políticos à frente de ministérios". Jucá também reforçou o discurso ao dizer que "cargo de ministro é político". O deputado Darcisio Perondi (MDB-RS), que também estava na reunião, afirmou que Temer e Meirelles ainda estão definindo "no extraordinário quadro" da Fazenda entre até três nomes possíveis para uma substituição de Meirelles.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/eleicoes-2018-obrigam-planalto-a-trocar-comando-de-14-ministerios-02042018

O que se sabe sobre a queda da estação espacial Tiangong-1 no Pacífico
Data: 02/04/2018

Especialistas dizem que grande parte da estrutura tenha se desintegrado no caminho de volta ao planeta; astrônomo diz que queda teria sido perto da ilha de Taiti.

A estação espacial chinesa Tiangong-1 praticamente se desintegrou ao reingressar na atmosfera terrestre acima do Pacífico Sul neste domingo, apontam relatos da China e dos Estados Unidos. Seus destroços teriam caído no mar. O reingresso na atmosfera ocorreu por volta das 21h15, no horário de Brasília, disse o Escritório de Engenharia Espacial Tripulada da China. Grande parte da estrutura acabou queimada no caminho de volta ao planeta. A Tiangong-1 foi lançada em 2011 para realizar exercícios de acoplagem em órbita. Parte dos esforços da China para construir uma estação espacial tripulada mais permanente até 2022, a estação estava desocupada desde 2013 e parou de funcionar em março de 2016, ano em que os chineses perderam a comunicação com ela. O que sabemos sobre o que aconteceu? As autoridades espaciais têm dado a indicação bastante vaga "acima do Pacífico Sul" sobre o local da queda. Especialistas dos EUA no Comando de Forças Espaciais Conjuntas disseram ter usado tecnologia de análise de órbita para confirmar a reentrada da Tiangong-1 na atmosfera terrestre. Houve dificuldades, no entanto, para prever exatamente onde sua reentrada ocorreria - e, pouco antes da hora, a agência espacial chinesa sugeriu erroneamente que seria perto de São Paulo, no Brasil. No Twitter, o astrônomo Jonathan McDowell, do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica, postou que a estação, na verdade, parece ter caído a noroeste da ilha de Taiti, na Polinésia Francesa. A Agência Espacial Europeia também havia previsto que ela provavelmente se desintegraria sobre o mar, que cobre grande parte da superfície da Terra. E que as chances de alguém ser atingido por fragmentos eram "10 milhões de vezes menores do que a de ser atingido por um raio, anualmente". Não está claro quantos destroços atingiram intactos a superfície terrestre. Por que o laboratório espacial caiu assim? Idealmente, a Tiangong, que possuía 10 metros de comprimento e pesava oito toneladas, teria sido retirada de órbita de forma planejada. O plano era, como tradicionalmente ocorre, usar seus propulsores para conduzir a estação em direção a uma zona remota sobre o Oceano Antártico. Esta opção parece, no entanto, não ter ficado disponível após a perda das conexões de comando em 2016. Treze agências espaciais, sob a liderança da Agência Espacial Europeia, usaram observações ópticas e de radar para seguir o caminho de Tiangong ao redor do mundo. Curiosidades sobre a estação espacial chinesa - Tiangong significa "Palácio Paradisíaco" - Lançada em 2011 para a prática de manobras de acoplagem - Duas tripulações de astronautas visitaram as cápsulas de Shenzhou, em 2012 e 2013 - Entre elas, estavam as primeiras astronautas chinesas, Liu Yang e Wang Yaping - A China tem plano de construir uma estação especial mais permanente na próxima década - Para isso, os chineses já desenvolveram um foguete de carga pesada, o Long March 5 Este é o maior objeto espacial a cair do céu? Tiangong certamente era considerada de grande porte para objetos de reentrada descontrolados, mas estava longe de ser o maior, historicamente. O astrofísico Jonathan McDowell estima que ele seja apenas o 50º nessa lista. O Skylab da agência espacial norte-americana é um dos exemplos apontados como maiores. Ele tinha quase 80 toneladas em massa quando voltou parcialmente descontrolado em 1979. As peças atingiram a Austrália Ocidental, mas ninguém no solo ficou ferido. Outro caso de objeto de grande porte classificado como de reentrada descontrolada é o do ônibus espacial da Nasa, o Columbia. Sua massa era superior a 100 toneladas quando fez seu trágico retorno da órbita em 2003. No episódio, houve a destruição total da estrutura e toda a tripulação, composta por sete astronautas, acabou morrendo. Ninguém no solo, porém, foi atingido pelos destroços - espalhados pelos estados americanos do Texas e da Louisiana. Laboratório A China lançou um segundo laboratório, o Tiangong-2, que continua operacional. Ele foi visitado por um cargueiro de reabastecimento, Tianzhou-1, no ano passado. Espera-se que a futura estação espacial permanente da China compreenda um grande módulo central e dois módulos auxiliares menores, e que esteja em operação no início da próxima década. Um novo foguete, o Long March 5, foi introduzido recentemente para realizar o trabalho pesado que será necessário para levar o módulo principal a órbita. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/o-que-se-sabe-sobre-a-queda-da-estacao-espacial-tiangong-1-no-pacifico-02042018

Crédito para financiamento de imóveis cai pela metade
Data: 02/04/2018

Queda aconteceu em comparação com pico em 2014, antes da crise econômica, quando esses recursos atingiram patamar recorde

O volume de crédito destinado ao financiamento de imóveis com dinheiro da poupança caiu pela metade no último ano, na comparação com 2014, antes da crise econômica e quando esses recursos atingiram patamar recorde. O montante acumulado para financiar a compra e a construção da casa própria em 2017 foi de R$ 83 bilhões, ante os R$ 168 bilhões de três anos antes, segundo dados do Banco Central, em valores reais, já considerado o IPCA (índice oficial de inflação). Os números de 2017 representam a terceira queda seguida do volume de financiamento. O economista Armando Castelar, coordenador de economia aplicada do Instituto Brasileiro de Economia, da FGV (Fundação Getúlio Vargas), afirma que queda é surpreendente. — Com a queda recente dos juros, seria razoável que começasse a ter uma recuperação do crédito imobiliário em 2017, em relação a 2016. É surpreendente que tenha continuado caindo. O consumidor só deve recuperar aos poucos a disposição para comprar um imóvel, e a tendência, segundo analistas ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo, é que os bancos fiquem menos retraídos para emprestar em 2018 do que estavam no ano passado. Parte importante da explicação para o recuo do crédito imobiliário está na situação da Caixa Econômica, o banco da habitação. Sem capital para cumprir regras internacionais de proteção, o banco estatal reduziu os financiamentos e aumentou os juros. José Carlos Martins, da Cbin (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) afirma que não há ritmo para continuar no ritmo pré-crise. — Ela tem 70% do mercado, mas não tem capital para continuar no ritmo pré-crise. Para Miguel Oliveira, da Anefac (associação de executivos de finanças), as dificuldades pelas quais a Caixa tem passado devem limitar a oferta de juros menores para o consumidor. Segundo a Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), o banco estatal foi ultrapassado pelos concorrentes na concessão de crédito com recursos da poupança. Em nota, a Caixa diz que estuda diminuir a taxa de juros do financiamento. Lenta recuperação O desemprego, ainda em dois dígitos, é apontado como um dos fatores que mais atrapalham a alta do crédito. A desaceleração do financiamento acompanhou a alta do desemprego, que subiu da casa dos 6% para mais de 13%. Nos anos recentes, quem estava empregado tinha receio de embarcar em uma dívida que pode se estender por mais de 30 anos. Quem perdeu o emprego não conseguia mais financiar. O veterinário Erick Almeida, de 32 anos, teve de morar com a mãe por mais tempo. Ele havia começado a pagar um imóvel na planta, até perder o trabalho, em março do ano passado. — Depois de dois meses procurando uma outra vaga, desisti do imóvel. Sabia que quando o edifício ficasse pronto e o financiamento fosse repassado para o banco, não me aceitariam. Também pesou a perda de recursos da caderneta de poupança, que havia ficado menos atrativa para o investidor com a alta dos juros no fim do governo Dilma Rousseff, diz Martins, da Cbic. Para analistas, porém, a tendência é que muitas famílias que não conseguiam contratar um financiamento agora sejam atraídas pelos juros básicos em seu nível mais baixo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/credito-para-financiamento-de-imoveis-cai-pela-metade-02042018

STF julga nesta semana habeas corpus preventivo de Lula
Data: 02/04/2018

Ex-presidente foi condenado em segunda instância a 12 anos e 1 mês de prisão no caso do triplex do Guarujá, litoral de São Paulo

O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) deve julgar na quarta-feira (4) o habeas corpus preventivo com o qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer evitar sua prisão após condenação pela segunda instância da Justiça Federal no caso do tríplex do Guarujá (SP). Os 11 ministros que compõem a Corte devem agora entrar no mérito do pedido de liberdade de Lula, que não foi abordado no julgamento iniciado em 22 de março, quando o ex-presidente ainda tinha um recurso pendente de julgamento no TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), com sede em Porto Alegre. As cinco horas da sessão plenária daquele primeiro dia de julgamento foram dedicadas somente à discussão sobre o cabimento ou não do habeas corpus de Lula, que acabou sendo aceito por sete votos a quatro. Na ocasião, foi concedida, por seis votos a cinco, uma liminar ao ex-presidente para garantir sua liberdade até a análise final do habeas corpus, no dia 4 de abril. Discussão de mérito Ao entrar no mérito, a questão de fundo a ser discutida pelo plenário do Supremo será a possibilidade de execução provisória de pena por condenado em segunda instância, mesmo que ainda existam recursos contra a condenação pendentes de análise em tribunais superiores, como o STJ (Superior Tribunal de Justiça) ou o próprio STF. As expectativas estarão voltadas em grande medida para a ministra Rosa Weber, que é contra a execução provisória de pena, mas que por outro lado tem respeitado, ao longo dos últimos dois anos, o entendimento que prevalece até o momento no STF, de permitir a prisão de condenados mesmo que ainda caibam recursos a instâncias superiores. O voto de Rosa Weber pode ser decisivo diante do impasse que o tema vive hoje na Corte. Cinco ministros defendem e aplicam monocraticamente a tese de que condenados em segunda instância só devem começar a cumprir pena após o trânsito em julgado, quando se encerram todos os recursos possíveis. São eles Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Marco Aurélio Mello, Gilmar Mendes e o decano, Celso de Mello. PublicidadeFechar anúncio Os outros cinco ministros – Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Cármen Lúcia, Alexandre de Moraes e Luiz Fux – têm até agora se posicionado a favor de que o condenado possa ser preso quando se esgotam as apelações em segunda instância. A expectativa é de que mantenham a posição e votem contra o habeas corpus preventivo de Lula. Também pode ser decisiva para Lula a presença ou não de Gilmar Mendes no julgamento. O ministro votou favoravelmente ao ex-presidente na aceitação do habeas corpus, no dia 22, mas por uma questão de agenda pode não estar presente na apreciação do mérito do pedido de liberdade. Recurso negado Após receber o salvo-conduto do STF, Lula teve seu último recurso na segunda instância, um embargo de declaração, negado pelo TRF4. Com isso, o julgamento do habeas corpus no STF tornou-se a última chance para que o ex-presidente consiga garantir o direito de continuar recorrendo em liberdade às instâncias superiores contra sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro, determinada em junho do ano passado pelo juiz Sérgio Moro e confirmada em janeiro deste ano pelo TRF4. Na semana passada, a defesa do ex-presidente disse que pretende protocolar mais um embargo de declaração no TRF4, contra a rejeição do primeiro embargo de declaração — tipo de recurso que prevê esclarecimentos de uma decisão, mas não mudança de sentença judicial. O TRF4 tem negado rapidamente esse tipo de recurso sucessivo, por ser considerado protelatório. A possibilidade de expedição de mandado de prisão por Moro dependeria, então, do encerramento do trâmite do processo no TRF4 e de negativa do STF ao pedido de habeas corpus preventivo no julgamento desta quarta (4).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/stf-julga-nesta-semana-habeas-corpus-preventivo-de-lula-02042018

Homem esfaqueia enfermeira até a morte e é preso assistindo TV
Data: 02/04/2018

De acordo com os policiais, o suspeito confessou o crime e foi preso na noite de domingo (1°). A ocorrência foi registrada no 10º DP de Osasco

Um homem matou a esposa com golpes de faca em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, na noite do último domingo (1°). O suspeito foi preso enquanto assistia televisão e confessou o crime aos policiais. Segundo informações da Record TV, o casal estava em casa, localizada no bairro Helena Maria, por volta de 20h30, jantando, quando começou a discussão — uma vez que o homem, de 30 anos, desconfiava que estava sendo traído. A vítima, a enfermeira Rosimiram da Silva, de 39 anos, confessou que de fato estava tendo relação extraconjugal. Em seguida, o homem a esfaqueou até a morte. Duas horas depois, o homem mandou mensagem para a filha da esposa, que mora em Guaratinguetá, interior de São Paulo, contando o que tinha acontecido. A filha da vítima, então, acionou a polícia até o endereço da mãe. Quando os policiais chegaram ao local, o suspeito estava na sala assistindo televisão. Ele confessou o crime e se entregou. Os vizinhos da casa contaram que as brigas eram quase diárias. O suspeito já foi preso por não pagar pensão alimentícia uma vez, além de queixas contra ele por agressão. A ocorrência foi registrada no 10º distrito policial de Osasco

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/homem-esfaqueia-enfermeira-ate-a-morte-e-e-preso-assistindo-tv-02042018

Mulher tem braço amputado ao ser atropelada por embarcação
Data: 02/04/2018

O modal foi autuado pela Marinha do Brasil e a Capitania dos Portos de São Paulo está investigando o caso

Uma mulher teve o braço amputado ao ser atropelada por uma embarcação na Praia da Enseada, no Guarujá, cidade do litoral de São Paulo, neste domingo, dia 1º. A vítima foi encaminhada para o Hospital Santo Amaro, onde passou por cirurgia, e o seu estado de saúde é estável. De acordo com informações do Grupamento de Bombeiros Marítimo, ela e o marido estavam praticando "stand up paddle" quando uma lancha, que rebocava uma boia estilo banana boat, passou por cima deles. O homem não foi atingido. Identificada como Thais Souza Machado, de 26, moradora de Campinas, a jovem foi socorrida por um jet ski particular que estava próximo ao local e depois encaminhada ao hospital pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O GBMar forneceu os primeiros socorros e trabalhou na tentativa de busca do membro amputado pela embarcação, porém não obteve sucesso. Segundo o órgão, a área é demarcada como saída e entrada de embarcações, porém tem livre acesso aos banhistas. De acordo com a assessoria do Hospital Santo Amaro, a paciente permanece internada e, na manhã desta segunda-feira (2), o seu boletim médico apontou estado de saúde estável. A embarcação foi autuada pela Marinha do Brasil. A Capitania dos Portos de São Paulo está investigando o caso. Até a publicação desta matéria, o órgão não havia se pronunciado sobre o assunto.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/mulher-tem-braco-amputado-ao-ser-atropelada-por-embarcacao-02042018

Mulher tem braço amputado ao ser atropelada por embarcação
Data: 02/04/2018

O modal foi autuado pela Marinha do Brasil e a Capitania dos Portos de São Paulo está investigando o caso

Uma mulher teve o braço amputado ao ser atropelada por uma embarcação na Praia da Enseada, no Guarujá, cidade do litoral de São Paulo, neste domingo, dia 1º. A vítima foi encaminhada para o Hospital Santo Amaro, onde passou por cirurgia, e o seu estado de saúde é estável. De acordo com informações do Grupamento de Bombeiros Marítimo, ela e o marido estavam praticando "stand up paddle" quando uma lancha, que rebocava uma boia estilo banana boat, passou por cima deles. O homem não foi atingido. Identificada como Thais Souza Machado, de 26, moradora de Campinas, a jovem foi socorrida por um jet ski particular que estava próximo ao local e depois encaminhada ao hospital pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O GBMar forneceu os primeiros socorros e trabalhou na tentativa de busca do membro amputado pela embarcação, porém não obteve sucesso. Segundo o órgão, a área é demarcada como saída e entrada de embarcações, porém tem livre acesso aos banhistas. De acordo com a assessoria do Hospital Santo Amaro, a paciente permanece internada e, na manhã desta segunda-feira (2), o seu boletim médico apontou estado de saúde estável. A embarcação foi autuada pela Marinha do Brasil. A Capitania dos Portos de São Paulo está investigando o caso. Até a publicação desta matéria, o órgão não havia se pronunciado sobre o assunto.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/mulher-tem-braco-amputado-ao-ser-atropelada-por-embarcacao-02042018

Palmeiras vence Santos nos pênaltis e vai à final do Campeonato Paulista
Data: 28/03/2018

Peixe bateu Verdão no tempo normal por 2 a 1; nas penalidades, Jailson defendeu cobrança de Diogo Vitor e ajudou equipe a avançar à decisão

Palmeiras e Santos se enfrentaram nesta terça-feira (27), no Pacaembu, pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Paulista. No tempo normal, o Peixe bateu o Verdão por 2 a 1 e levou a partida para os pênaltis. Nas penalidades, o time de Roger Machado venceu por 5 a 3 e chegou à decisão do Paulistão. Pelo Palmeiras, Dudu, Tchê Tchê, Victor Luis, Moisés e Guerra converteram. Pelo lado santista, Gabigol, Jean Mota e Arthur Gomes fizeram os seus. O meia Diogo Vitor parou na defesa de Jailson. O Palmeiras espera o vencedor de Corinthians x São Paulo, nesta quarta, no Itaquerão para saber quem será seu adversário na final, que terá o primeiro jogo neste fim de semana. Já o Santos volta a campo apenas pela Libertadores, na próxima semana. Na quinta-feira, o Peixe visita o Estudiantes, em Buenos Aires, pelo Grupo 6 da competição. O jogo começou com o Palmeiras em cima do Santos. Aos oito minutos de jogo, Keno avançou pela esquerda, levou para a linha de fundo e cruzou rasteiro com perigo, mas a defesa santista cortou. No lance seguinte, o camisa 11 palmeirense fez boa jogada pela intermediária e arriscou o chute, mas mandou para longe do gol. Aos 13 minutos, o Santos acabou com a vantagem criada pelo Palmeiras no jogo de ida. Após cruzamento de Daniel Guedes, Eduardo Sasha apareceu sozinho para cabecear com força e abrir o placar. A comemoração santista, porém, durou pouco. Com 16 minutos de jogo, após corte parcial de Alison, o volante Bruno Henrique pegou a sobra de fora da área e encheu o pé para empatar o jogo. Aos 27, Felipe Melo arriscou chute de fora da área e levou perigo a Vanderlei, mas a bola foi para fora. Sete minutos depois, o volante voltou a assustar com bomba de fora da área, que passou pouco acima do travessão. Após minutos de superioridade palmeirense, o Santos voltou à frente do placar. Aos 39, Gabriel teve boa chance e finalizou de canhota e a bola explodiu em Sasha. Na sobra, Rodrygo dominou e completou no canto de Jailson para marcar o segundo gol do Peixe. Aos 42, em cobrança de falta, Bruno Henrique mandou no ângulo, mas Vanderlei fez grande defesa. Três minutos depois, nova falta para os donos da casa. Victor Luis soltou a bomba, mas o goleiro santista defendeu mais uma vez. Na etapa final, logo aos dois minutos, o Palmeiras assustou. Willian recebeu cruzamento na área e cabeceou com perigo, mas mandou para fora. Nos minutos seguintes, o Verdão seguiu indo para cima do Peixe em busca do empate, mas encontrou pouco espaço na defesa adversária. Aos 24, quase um gol contra. Willian recebeu passe na entrada da área e tentou o giro, mas a zaga cortou e a bola passou perto da trave de Vanderlei. Aos 38, em falta pela esquerda, Dudu cruzou aberto e Vanderlei tirou de soco. Na sequência, Keno pegou a sobra, levou para o meio e chutou de canhota, mas a bola foi para fora. A um minuto do fim do tempo regulamentar, Jean Mota pegou sobra pela meia esquerda e soltou uma bomba, e a bola passou pouco acima do travessão. EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se O Canarinho 'Pistola' é o melhor símbolo do Brasil depois do 7 a 1

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/palmeiras-vence-santos-nos-penaltis-e-vai-a-final-do-campeonato-paulista-27032018

Lula enfrenta julgamento decisivo nesta segunda-feira
Data: 26/03/2018

Independente do resultado de hoje, petista não poderá ser preso até 4 de abril, quando Supremo vai terminar de analisar pedido habeas corpus

O TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre (RS), julga a partir das 13h30 desta segunda-feira (26) o que pode ser o último recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva antes do cumprimento da pena de 12 anos e um mês em regime fechado, no caso do tríplex do Guarujá (SP). O julgamento dos embargos de declaração ocorre em meio à proibição de que se cumpra uma eventual ordem de prisão contra Lula até 4 de abril. A decisão foi do STF (Supremo Tribunal Federal), que não conseguiu terminar o julgamento de um habeas corpus apresentado pela defesa do ex-presidente, na quinta-feira (22), e remarcou a análise do caso para a próxima semana. Juristas consultados pelo R7 dizem que a análise do recurso no TRF4 não tem efeito suspensivo, ou seja, não tem como reverter a condenação do ex-presidente. Os embargos de declaração servem para esclarecer pontos da decisão dos desembargadores e abrem caminho para o recurso seguinte, no STJ (Superior Tribunal de Justiça). Se houver alguma divergência entre os três desembargadores, abre-se a possibilidade de um segundo embargo, o que postergaria um possível cumprimento de pena. No entanto, a turma que analisa o processo de Lula não tem costume de aceitar esse tipo de recurso. Os magistrados que vão analisar o recurso de Lula são os mesmos três que mantiveram a condenação do juiz Sérgio Moro e aumentaram a pena: João Pedro Gebran Neto, Victor Laus e Leandro Paulsen. PublicidadeFechar anúncio O ex-presidente não é ouvido e também não participa da sessão, que costuma ser rápida. STF A súmula 122 do TRF4 diz que "encerrada a jurisdição criminal de segundo grau, deve ter início a execução da pena imposta ao réu, independentemente da eventual interposição de recurso especial [ao STJ] ou extraordinário [ao STF]". Esse entendimento tem respaldo em uma decisão do Supremo que torna facultativo, mas não obrigatório, o cumprimento da pena após condenação em segunda instância. E esse tem sido o motivo da polêmica em torno da questão, que agora chegou ao ex-presidente Lula. O habeas corpus impetrado pelos advogados do petista no STJ (Superior Tribunal de Justiça), no fim de janeiro, — rejeitado e enviado ao STF — não tem relação direta com o processo que tramita no TRF4. Este último poderá ser analisado pelos dois tribunais independente do resultado do habeas corpus. Entretanto, é o habeas corpus preventivo que poderá livrar Lula de um eventual cumprimento antecipado da pena. Se o resultado do julgamento do dia 4 de abril garantir liberdade ao petista até o fim do processo, como pede a defesa, ele aguardará em liberdade até se esgotarem os recursos no próprio STF.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/lula-enfrenta-julgamento-decisivo-nesta-segunda-feira-26032018

Caravana de Lula é atacada com pedras e ovos em Santa Catarina
Data: 26/03/2018

Lula participou de manhã de um ato com membros do partido e agricultores familiares em Nova Erechim

A caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi atacada com pedras e ovos por manifestantes contrários ao petista durante a passagem por São Miguel do Oeste (SC), na tarde deste domingo (25). Lula participou de manhã de um ato com agricultores familiares em Nova Erechim (SC). Durante o evento, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, alertou para a presença de manifestantes contrários ao ex-presidente em São Miguel do Oeste. As pedradas chegaram a trincar os vidros de dois dos três ônibus que integram a caravana, entre eles o veículo em que Lula viajava. Cerca de trinta manifestantes fecharam o trevo de acesso à cidade. Quando a caravana parou, os limpadores de para-brisas dos ônibus foram arrancados, diversos ovos atirados contra os vidros dos veículos e, depois, as pedras. Um dos ovos atingiu o carro da reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. "O que aconteceu foi um atentado criminoso. Poderia ter acontecido uma tragédia. O motorista ficou sem visibilidade", disse o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), líder do PT na Câmara. Alguns metros adiante, policiais militares acompanharam mas não interferiram na manifestação. Outros protestos Os protestos violentos e tentativas de bloquear a passagem da comitiva do petista tem marcado a caravana de Lula pena região Sul, iniciada segunda-feira, em Santana do Livramento (RS). O ex-presidente foi obrigado a alterar o itinerário da viagem, fazer viagens de avião (a previsão inicial era de usar apenas ônibus) e impedido de entrar em Passo Fundo (RS). No sábado à noite, em Chapecó (SC), houve confronto entre manifestantes anti-Lula e militantes petistas que participavam de um ato na praça central da cidade. Integrantes da caravana acusam a participação de grupos de extrema-direita apoiadores do deputado Jair Bolsonaro. Em Florianópolis, Lula ressaltou que os participantes das atividades da caravana são "gente da paz" mas disse que eles devem "retribuir" as agressões sofridas. Em Chapecó, Lula falou em "dar porrada". "Nós não podemos permitir que pessoas sejam espancadas enquanto esperamos que a polícia cumpra seu papel. Se a polícia não pode garantir a segurança da caravana, que nos diga", afirmou Pimenta. Segundo ele, uma ideia é agregar outros dois ônibus com militantes à caravana para contrapor às manifestações contrárias.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/caravana-de-lula-e-atacada-com-pedras-e-ovos-em-santa-catarina-26032018

Operação do Bope deixa um morto na Rocinha nesta segunda (26)
Data: 26/03/2018

Clima volta a ficar tenso na comunidade após morte de oito pessoas no final de semana; ação da PM tem tiroteio intenso e apreensão de um fuzil

Após a morte de oito pessoas no último sábado (24), tiros voltaram a ser registrados na favela da Rocinha, zona sul do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (26). Ao menos uma pessoa morreu, segundo a Polícia Militar, durante confronto. Os agentes também apreenderam munições e um fuzil. Segundo os moradores, o confronto é intenso e ocorre no ponto conhecido como 199. Nesta manhã, agentes do Bope (Batalhão de Operações Especiais) fazem uma operação na comunidade. Na manhã de sábado, oito pessoas foram mortas na Rocinha. A Polícia Militar informou que as vítimas eram suspeitas e foram alvejadas durante confronto com o Batalhão de Choque, porém as circunstancias das mortes ainda são investigadas pela DH (Divisão de Homicídios). Também no sábado, os moradores da Rocinha se despediram de Antonio Ferreira da Silva, de 70 anos, conhecido na comunidade como Marechal. O idoso foi morto na última quarta-feira (21), junto com o policial militar Felipe Santos de Mesquita, de 28 anos. Na ocasião, criminosos atacaram a base da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), de acordo com informações da PM. Guerra do tráfico Desde setembro de 2017, a Rocinha é alvo de operações constantes em razão de uma guerra entre traficantes pelo controle da venda de drogas na comunidade. Segundo o Disque Denúncia, um dos lideres da Rocinha é o traficante Leandro Pereira da Rocha, conhecido como "Bambú", de 28 anos. Ele responde por diversos crimes como, tráfico de drogas, associação para a produção e tráfico, dano qualificado, resistência, homicídio qualificado, roubo majorado e crimes do sistema nacional de armas. Além disso, constam três mandados de prisão contra Leandro. Mais de 100 presos Em pouco mais de seis meses após o reforço na segurança, ao menos 52 pessoas morreram na Rocinha. Segundo o balanço da Polícia Militar, a maior parte das vítimas (48) seriam criminosos. Houve ainda a morte de dois policiais militares, um morador e uma turista espanhola. Foram registrados ainda a prisão de 105 pessoas e apreensão de 22 menores. Entre 18 de setembro e a manhã desta segunda, mais de 110 armas foram apreendidas. Entre elas três submetralhadoras, seis espingardas, 39 fuzis e 65 pistolas, além de 71 granadas e mais de duas toneladas de drogas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/operacao-do-bope-deixa-um-morto-na-rocinha-nesta-segunda-26-26032018

Escolas de SP tiveram 967 casos de assédio ou abuso sexual em 4 anos
Data: 26/03/2018

Levantamento exclusivo sobre violência nas escolas estaduais nos últimos 4 anos trazem dados sobre assédio/abuso sexual, agressão e até armas

As escolas da rede estadual de São Paulo tiveram 967 casos de assédio e/ou abuso sexual registrados entre 2014 e 2017, segundo dados do ROE (Registro de Ocorrências Escolares) obtidos com exclusividade pelo R7, via Lei de Acesso à Informação. O número representa uma média de 20 casos de assédio ou abuso sexual por mês. Essas ocorrências não distinguem casos envolvendo alunos, funcionários e terceiros. Os dados também mostram que no mesmo período foram registrados 50.448 casos de violência nas dependências das escolas estaduais, o equivalente a 34,5 casos por dia. Estes números incluem ameaças, agressões verbais ou físicas, e outros tipos de violência. Outras 2.351 ocorrências foram registradas para a posse ou encontro de armas no ambiente das escolas no mesmo período, sendo consideradas armas brancas ou de fogo. É como se a cada 15 horas uma arma tivesse sido encontrada dentro de uma escola estadual paulista. "O ROE (Registro de Ocorrências Escolares) foi criado em 2010 e permite o apontamento imediato de situações de vulnerabilidade nas escolas, como episódios de bullying, agressões, depredação do patrimônio público", explica a Secretaria Estadual de Educação. O sistema da secretaria é abastecido diariamente pelas mais de 5 mil escolas estaduais do sistema estadual de ensino. Ainda de acordo com a pasta, "os dados norteiam a adoção de políticas educacionais e pedagógicas nas unidades de ensino". Especialistas ouvidos pelo R7 apontam que os números permitem traçar um panorama da violência nas escolas da rede estadual. Alguns, inclusive, ficam espantados com os dados. "É um horror, são números que revelam uma triste realidade", diz Miriam Abramovic, socióloga especialista em estudos de violência escolar. “Em muitos casos, professores e diretores não sabem o que fazer, por isto é preciso um plano eficiente que adote o combate a violência escolar como política pública permanente”, diz Miriam. Assédio e/ou abuso sexual O ano de 2017 foi o com maior número de casos registrados de assédio e/ou abuso sexual nas escolas estaduais paulistas, quando foram registrados 263 casos. Em 2016, por exemplo, foram 201 casos, outros 259 em 2015 e 244 em 2014. Se for considerado o ano letivo, que é de 200 dias, ocorreram nos últimos quatro anos nas escolas estaduais de São Paulo, mais de um caso de assédio e/ou abuso sexual por dia. "Nós tabulamos qualquer ocorrência de conhecimento da direção que tenha cunho sexual, seja entre alunos, com envolvimento de funcionários ou pessoas estranhas", diz a diretora de uma escola que preferiu não se identificar. Os dados detalhados de uma diretoria de ensino da rede estadual na cidade de São Paulo, que gerencia ao menos 12 escolas estaduais, obtidos pela reportagem, registraram 26 casos em 2016. Um deles foi de estupro, os demais de assédio e/ou abuso sexual. Casos como o da jovem Mariana*, atualmente com 15 anos, fazem parte das ocorrências de 2015. Na época ela tinha 12 anos e afirma ter sido estuprada por dois colegas em uma escola estadual na zona sul de São Paulo. Segundo a mãe da adolescente, os garotos tinham 14 anos e arrastaram a menina do corredor para o banheiro masculino, onde teriam cometido o estupro. A mãe ainda afirma que um deles fugiu e o outro garoto foi encaminhado para a Fundação Casa. Apesar do número, nem todos casos de assédio nas escolas são registrados. De acordo com Júlia*, 18 anos, ela foi vítima quando estava no primeiro ano do ensino médio. "Uma menina me segurou pelo braço e tentou forçar um beijo", afirma. A jovem ainda destaca que não levou o caso para a direção da escola por acreditar que não resolveria a situação. "Nunca levei nada pra diretoria, justamente por achar que não adianta. Os gestores parecem que nunca se importam com os alunos", diz Júlia. Ela concluiu o ensino médio no final de 2016. Agressões e ameaças Os casos de agressões registrados no sistema da Secretaria Estadual de Educação somam 50.448 casos nos últimos quatro anos. O ano de 2014 foi o mais violento, com 14.816 ocorrências registradas. Em 2015, 13.510 casos foram registrados, enquanto em 2016 houve registro de 11.531 ocorrências. No ano passado, foram 11.221 casos registrados. Os dados mostram uma queda gradual, mas professores e diretores ouvidos pela reportagem afirmam que, por outro lado, a gravidade dos casos aumentaram. Entre estes casos estão registrados agressões físicas, verbais, ameaças, discriminação, bullying e a ação violenta de grupos e gangues. Os casos de agressões físicas são os mais comuns. Na diretoria de ensino o qual o R7 obteve acesso aos dados, este tipo de violência respondem por 17% das ocorrências registradas em 2017. Um dos casos registrados no sistema é o de Enzo*, de 15 anos. No ano passado ele se envolveu em uma briga na escola em que estudava, na zona leste paulistana. Segundo o jovem, um colega de classe com quem já havia discutido deu um soco e os dois começaram a brigar dentro da sala de aula. "Depois que ele me acertou, começamos a brigar e a professora tentava separar", lembra. Os dois alunos foram parar na direção da escola e receberam advertência. Seus dados passaram a constar no Registro de Ocorrências Escolares como agressão física. Armas nas escolas Outro tipo de ocorrência registrada no ROE são a posse ou encontro de armas ou objetos perigosos nas escolas. Foram 2.351 casos nos últimos quatro anos. "Registramos ali desde uma ameaça com um estilete, até estilingue ou casos mais graves, como armas ou facas", explica a diretora que não quer se identificar. O ano passado foi o com maior número de registros: foram 693 casos de posse de armas. Em 2014 eram 598, 555 ocorrência em 2015, e em 2016, 505 casos foram registrados no ROE. Em outra diretoria de ensino, por exemplo, foram 14 casos de posse ou encontro de armas e/ou outros objetos perigosos em 2016. A maioria deles de armas brancas. Uma escola do interior de São Paulo registrou, em 2015, um destes casos. Uma aluna foi flagrada com uma faca por uma professora e o caso foi registrado no ROE. Mais recentemente, um aluno de 12 anos foi flagrado com um revólver calibre ponto 22 em uma escola estadual. A diretora, além de chamar a polícia, registrou o caso no ROE. Questões disciplinares Dos quatro anos que o R7 teve acesso aos dados de problemas em ambientes escolares da rede estadual, 2015 foi o que mais teve registros em questões disciplinares. Segundo os dados oficiais do Governo de São Paulo, houve 23.103 registros de “episódios de indisciplina recorrente, utilização indevida de aparelhos eletrônicos e saída injustificada de atividade pedagógica/sala de aula”. Em 2014, os dados apontam que houve 28.222 registros de indisciplinas. O ano com menos casos registrados foi 2016, com 17.868. Os dados mais recentes, do ano passado, registram 18.391 ocorrências. No ano com mais indisciplinas registradas, em 2015, Lucas*, atualmente com 20 anos, contribuiu pelo menos duas vezes. A primeira, por causa de uma planta desenhada em um trabalho acadêmico: “falaram que era uma folha de maconha, a professora jogou meu trabalho fora, eu comecei a debater e fui levado para diretoria”. Depois, o estudante novamente foi levado para diretoria porque estava com fone de ouvido pendurado no pescoço durante a aplicação de uma prova. Como o fone estava desconectado do celular, Lucas recusou tirá-lo do pescoço depois das solicitações da professora e diretora. “Eu tinha terminado a prova e fiquei com o fone de ouvido no pescoço. A professora mandou tirar, eu falei que o fone não estava sendo usado. A diretora chegou e também mandou tirar. De novo, falei que não ia tirar porque eu não estava usando e elas estavam fazendo aquilo só para mostrar que eram superiores, e queriam dar ordem. Eu não tirei, e fui levado para diretoria”, lembra. O jovem estudava em uma escola estadual na Lapa, na zona oeste da capital. Durante as ocupações escolares entre 2015 e início de 2016, a escola foi uma das últimas a ser desocupada pelos alunos contra a reestruturação do Governo nas unidades escolares. Neste período de ocupação, Lucas afirma que conversou com um professor e começou a entender sobre “abusos de autoridades e algumas ‘tirações’ que os alunos eram submetidos”. Atualmente, ele trabalha como auxiliar administrativo e afirma que está “procurando algo melhor”. Dados ajudam a combater violência A Secretaria de Educação afirma que os dados do Registro de Ocorrências Escolares servem para direcionar “a adoção de políticas educacionais e pedagógicas nas unidades de ensino”. Segundo a pasta, as informações são utilizadas como fonte de informação para programas que visam reduzir a violência nas escolas e que os dados têm “cunho pedagógico e educacional” para que as escolas trabalhem com as causas dos conflitos, suas origens, e não apenas com os seus sintomas ou manifestações. A Secretaria destaca, entre as ações de combate a violência nas escolas, o programa de mediadores, que cria a figura de um professor ou diretor que atua na mediação de conflitos e atua no diálogo para mitigar problemas de violência. Na Escola Estadual Professo Gabriel Ortiz, por exemplo, uma professora-mediadora que também tem formação em psicologia, desenvolveu um trabalho de formação com jovens do ensino médio para que os alunos possam perceber problemas na sala de aula e discutirem ações para resolve-los. A secretaria diz ainda que todas as escolas da rede possuem programas de mediação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/escolas-de-sp-tiveram-967-casos-de-assedio-ou-abuso-sexual-em-4-anos-26032018

EUA e União Europeia expulsam diplomatas russos
Data: 26/03/2018

Seguindo o Reino Unido, países expulsaram diplomatas russos de seus países após ataque químico a ex-espião russo e sua filha

Os EUA e a União Europeia anunciaram nesta segunda-feira (26) que estão expulsando diplomatas russos e seus países após caso de envenenamento de ex-espião russo na Reino Unido. As informações são da Reuters e da CNN. Estados Unidos O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou nesta segunda-feira a expulsão de 60 russos dos Estados Unidos e o fechamento do consulado da Rússia em Seattle devido a um ataque com uso de agente nervoso no início deste mês no Reino Unido, disseram autoridades graduadas dos EUA. A ordem de expulsão inclui 12 agentes da inteligência russa da missão do país junto à Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, e reflete preocupações de que as atividades da inteligência russa têm sido cada vez mais agressivas, disseram a repórteres autoridades graduadas do governo norte-americano, falando sob condição de anonimato para a Reuters. Ucrânia A Ucrânia vai expulsar 13 diplomatas russos em resposta ao envenenamento de um ex-espião russo na Inglaterra, disse o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, na segunda-feira. A decisão foi tomada "no espírito de solidariedade com nossos parceiros britânicos e aliados transatlânticos e em coordenação com os países da UE", disse Poroshenko em um comunicado. França Uma fonte diplomática francesa também disse a Reuters que o país irá expulsar quatro diplomatas russos, que terão uma semana para deixar a França. No dia 14 de março, o Reino Unido expulsou 23 diplomatas russos de seu parlamento em resposta a ataque químico no sul da Inglaterra que deixou ex-espião, Sergei Skripal e sua filha internados em estado grave.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/eua-e-uniao-europeia-expulsam-diplomatas-russos-26032018

Material utilizado na Europa e nos EUA permite o dobro de durabilidade no Asfalto Novo
Data: 26/03/2018

Banco de dados do asfalto criado durante o programa irá orientar as manutenções nos próximos anos, gerando economia para capital

O monitoramento constante feito por técnicos da Secretaria Municipal de Serviços e Obras, somado ao uso de misturas asfálticas utilizadas na Europa e nos Estados Unidos, permite que a durabilidade do recape feito no programa Asfalto Novo em vias em todas as regiões de São Paulo chegue a oito anos. Em licitações anteriores, a exigência era de quatro anos. O programa Asfalto Novo começou no ano passado e investe R$ 550 milhões para recapear mais de 400 km de ruas e avenidas. Deste total, R$ 310 milhões são do dinheiro arrecadado com multas de trânsito. É a primeira vez que este recurso é investido na melhoria da qualidade do asfalto da cidade. Antes do programa, as intervenções de recape contavam com soluções simples de fresagem em três centímetros de profundidade, seguida da aplicação da massa asfáltica. A ação era finalizada com a drenagem, que pode provocar defeitos como trincas generalizadas e afundamentos. Segundo o secretário municipal de Serviços e Obras, Marcos Penido, hoje as intervenções ocorrem inversamente. “A água é o maior inimigo do pavimento. Antes de iniciar o trabalho da fresagem, da retirada da capa atual que está prejudicada, nós verificamos a qualidade do pavimento, se há necessidade de reparo profundo, se tem algum ponto de fragilidade. Verifica-se a guia e a sarjeta inteira, e a entrada da boca de lobo para checar se há algum ponto de acumulo de água e reparamos antes de iniciar a ação”, disse. A análise prévia, feita em conjunto com a Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais, também permite que haja um planejamento sobre a espessura, os pontos de reparo e a qualidade do material que será utilizado de acordo com a necessidade da via, gerando economia porque não é aplicada uma mesma solução para todas as ruas. Os estudos possibilitaram ainda a utilização de materiais diferenciados dos aplicados em anos anteriores, como revestimentos (capa asfáltica) com mistura asfáltica tipo SMA com polímero e fibra. Essa mistura é amplamente utilizada na Europa, em países como a Alemanha, Suécia e Inglaterra, e apresenta vantagens como alta resistência à deformação permanente e à fadiga, maior vida útil e resistência a derrapagens. Outra novidade é o revestimento de mistura asfáltica tipo “Gap Graded”, criada para se trabalhar com o asfalto-borracha. Pesquisas realizadas nos EUA e no Brasil mostraram que essa mistura promove uma melhoria significativa ao revestimento, evitando problemas de deformação permanente e trincamento, além de proporcionar maior aderência entre o pneu e pavimento. Também estão sendo realizadas avaliações de drenagem em guias, sarjetas, sarjetões e bocas de lobo. A falta de conservação do sistema de drenagem subsuperficial é um dos principais fatores de deterioração precoce dos pavimentos. “Vamos aprimorar o gerenciamento para termos um banco de dados com todas as informações sobre as ações que estão sendo feitas agora para termos um raio-x de todas as ruas da cidade e, no futuro, programar as intervenções. A ideia é ter um trabalho sistemático de operação e manutenção da cidade”, finaliza o secretário.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/material-utilizado-na-europa-e-nos-eua-permite-o-dobro-de-durabilidade-no-asfalto-novo-08032018

Dívida pública sobe 1,53% e chega a R$ 3,582 trilhões em fevereiro
Data: 26/03/2018

Tesouro afirma que aumento da dívida aconteceu por causa da emissão líquida de títulos e à apropriação positiva de juros

A DFP (Dívida Pública Federal) — que inclui o endividamento interno e externo do Brasil — teve aumento de 1,53% e passou de R$ 3,528 trilhões em janeiro para R$ 3,582 trilhões em fevereiro, segundo informou hoje (26), em Brasília, a Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Fazenda. Essa aumento da dívida, de acordo com o Tesouro, ocorreu por conta da emissão líquida de títulos, no valor de R$ 28,51 bilhões, e à apropriação positiva de juros, no valor de R$ 25,55 bilhões. A DPMFi (Dívida Pública Mobiliária Federal interna) — que é a parte da dívida pública que pode ser paga em reais – teve o estoque ampliado em 1,50%, ao passar de R$ 3,405 trilhões para R$ 3,456 trilhões, devido à emissão líquida, no valor de R$ 28,91 bilhões, e pela apropriação positiva de juros, no valor de R$ 22,41 bilhões. O estoque da DPFe (Dívida Pública Federal Externa), captada do mercado internacional, teve aumento de 2,23% sobre o estoque apurado em janeiro, encerrando o mês de fevereiro em R$ 125,59 bilhões (US$ 38,70 bilhões), sendo R$ 112,92 bilhões (US$ 34,80 bilhões) referentes à dívida mobiliária e R$ 12,66 bilhões (US$ 3,90 bilhões), à dívida contratual. De acordo com o PAF (Plano Anual de Financiamento), a dívida pública poderá fechar este ano entre R$ 3,78 trilhões e R$ 3,98 trilhões. Causas da variação do endividamento A variação do endividamento do Tesouro pode ocorrer por meio da oferta de títulos públicos em leilões pela internet (Tesouro Direto) ou pela emissão direta. Além disso, pode ocorrer assinatura de contratos de empréstimo para o Tesouro, tomado de uma instituição ou de um banco de fomento, destinado a financiar o desenvolvimento de uma determinada região. Já a redução do endividamento se dá, por exemplo, pelo resgate de títulos. Em janeiro, os maiores detentores da dívida pública eram os Fundos de Investimento, com 27,35% da dívida. Os Fundos de Previdência ficaram em segundo lugar, com uma participação relativa de 24,43%. O grupo Previdência apresentou variação negativa em seu estoque, passando de R$ 850,54 bilhões para R$ 844,44 bilhões, entre janeiro e fevereiro. Em seguida, estão as instituições financeiras com 21,96%, grupo que elevou o estoque em R$ 34,17 bilhões, chegando a R$ 759,23 bilhões. Os investidores estrangeiros concentraram 12,39% da dívida; o governo, 4,40%; as seguradoras, 3,88%; e outros, 5,59%.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/divida-publica-sobe-153-e-chega-a-r-3582-trilhoes-em-fevereiro-26032018

Confira as startups que oferecem vagas para diferentes áreas
Data: 26/03/2018

Onze empresas têm oportunidades na área da tecnologia da informação, vendas, design e até mesmo para estágios

O empreendedorismo e, em especial, as startups vivem um bom momento. De acordo com a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), existem atualmente 4.200 startups no país. Esse número se reflete também em oportunidades de trabalho e não apenas para quem lida com tecnologia. Uma boa notícia em um país onde 12,7 milhões de pessoas estão desempregadas, de acordo com o IBGE. Confira abaixo as vagas em aberto: Samba Tech: eleita pela FastCompany como uma das companhias mais inovadoras da América Latina, a Samba Tech ajuda pessoas e empresas a se comunicarem melhor por meio dos vídeos. A empresa cuida do processo de ponta a ponta, desde o momento em que o vídeo sai da câmera até ser distribuído para qualquer dispositivo conectado à internet. Está com mais de 10 vagas abertas, em diversas áreas, como Design, Vendas e TI. As oportunidades, que são para São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG), podem ser conferidas no próprio site da empresa, em “Trabalhe Conosco”. Liv Up: Criada em 2016, é uma startup de alimentação saudável que aposta na tecnologia de ultracongelamento e traz para o mercado um mix de refeições. A empresa tem crescido exponencialmente há dois anos e possui vagas para Full-stack Developer, Back-end Developer, Front-end Developer, Estágio full-slack Developer, UI/UX Designer, Estágio Front-end Developer, Estágio em UI/UX, estágio experiência do cliente, estágio eventos e parcerias, estágio em produção de conteúdo visual, finanças, estágio em Analytics (Data Engineering e Business Intelligence). Para se candidatar, acesse o site. BizCapital: Fundada em 2016, a fintech tem como objetivo tornar o crédito mais acessível e atender micro e pequenas empresas que estão fora do radar dos grandes bancos. Possui um sistema único com uma máquina de avaliação, desenvolvida em parceria com a área de Inteligência Artificial da PUC-Rio, que é capaz de analisar e ranquear cada pedido em poucos segundos, graças à integração com mais de mil fontes de variáveis possíveis e disponíveis online. Atualmente, têm vagas para desenvolvedores back-end e front-end, no Rio de Janeiro. Para se candidatar, acesse o site: http://nossotime.bizcap.com.br Konduto: Primeira empresa do mundo a monitorar todo o comportamento de navegação e compra de um usuário em uma loja virtual ou aplicativo mobile e, com uso de filtros de inteligência artificial, calcular em menos de um segundo a probabilidade de fraude em uma transação online. Desde a sua criação, a companhia aumentou o número de funcionários passando de 11 para 30 pessoas. Possui três vagas em aberto para engenheiro de dados, desenvolvedor de front-end e analista de prevenção à fraude. Evnts: Fundada em 2016, é uma plataforma tecnológica de reserva de hotéis para eventos e grupos. Possui quatro vagas abertas para estágio em atendimento, estágio em qualidade, analista de Customer Success (Organizadores) e desenvolvedor Jr Front. Supermercado Now: plataforma de supermercado online que surgiu para facilitar a compra de bens básicos e recorrentes, com comodidade e rapidez. Por meio de shoppers treinados para realizar as compras, a startup oferece um serviço de entrega em até duas horas ou em um horário agendado pelo consumidor e a possibilidade de pagamento via cartão de crédito no próprio site. Nos últimos três meses dobrou o time, contratando para tecnologia, marketing, operações e financeiro. Seguindo seu plano de negócios, pretende abrir mais vagas no segundo semestre e, atualmente, está com vagas em aberto para área de tecnologia. Veester: plataforma de criação, venda e distribuição de produtos personalizados em todo o Brasil. Sua atuação segue o modelo de on demand commerce, onde o próprio vendedor promove campanhas para seus produtos e quando uma venda é realizada, a plataforma gerencia todas as etapas, desde a criação até a entrega do produto. A plataforma possui sellers em todos os continentes e sua área de tecnologia está sendo ampliada, portanto, a startup está com vagas abertas neste setor. Propz: oferece um sistema de inteligência artificial e big data para o varejo e serviços financeiros e é pioneira na aplicação dessas tecnologias que entendem, predizem e reagem ao comportamento de consumo em tempo real e de forma automatizada. Possui vagas abertas para cientista de dados, engenheiro de dados, auxiliar administrativo, analista de BI, consultor de CRM, desenvolvedor Java, analista de sistemas e executivo de contas em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Campinas. Tracksale: Empresa que tem como objetivo melhorar a experiência de compra do consumidor, possui uma solução que utiliza a metodologia Net Promoter Score (NPS) e outros indicadores que medem a experiência do cliente. Oferece vagas para os cargos de Inside Sales, Videomaker e estagiário de inteligência de mercado, na cidade de Belo Horizonte. Para se cadastrar, basta acessar o site: http://jobs.tracksale.co/ Livance: solução de consultório flexível para os profissionais da área, é um coworking dedicado a médicos e profissionais de saúde do Brasil e está reinventando o consultório de forma prática e inteligente. A empresa está com uma vaga em aberto para Desenvolver Full Stack com aptidões para lidar tanto com a parte de front end quanto de back end. Convenia: software na nuvem de Gestão de Pessoas para PMEs, plataforma de automação para o setor de RH que ajuda, de forma automatizada, a gestão das rotinas da área de Recursos Humanos, como processos de admissão, desligamento, férias, benefícios, folha de pagamentos, entre outras, a plataforma é capaz de reduzir tempo, aumentar a eficiência e o engajamento dos funcionários, está com três vagas em aberto: Desenvolvedor(a) Front-end Pleno Vue.js, Desenvolvedor(a) Front-end Júnior e Analista de Mídia Digital Freelancer para São Paulo, capital. Para acessar as vagas, basta acessar o site: https://trampos.co/oportunidades e buscar pela empresa no campus de busca.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/confira-as-startups-que-oferecem-vagas-para-diferentes-areas-26032018

Temer busca nome para substituir Meirelles no Ministério da Fazenda
Data: 26/03/2018

Os mais cotados são Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento, e os secretários do Ministério da Fazenda Eduardo Guardia e Mansueto Almeida

A confirmação da saída de Henrique Meirelles do comando da Fazenda para tentar se viabilizar como candidato nas eleições à Presidência da República oficializa a corrida para quem irá sucedê-lo na liderança da pasta. Três nomes estão na disputa: o atual secretário-executivo da Fazenda, Eduardo Guardia, o secretário de Acompanhamento Fiscal do Ministério, Mansueto Almeida e o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Dos três, Dyogo Oliveira seria o menos cotado. Ele é o nome de confiança do líder do governo no Senado e presidente nacional do MDB, o senador Romero Jucá (RR). Meirelles vai se dedicar à candidatura nos próximos dias Em que pese ter sido o responsável pela estratégia de saques das contas inativas do FGTS no ano passado, celebrada por Temer como uma de suas maiores vitórias, Oliveira não teria agradado o mercado financeiro tanto quanto Mansueto e Guardia, que atualmente integram a linha de frente do Ministério da Fazenda e contariam, inclusive, com o apoio do próprio Henrique Meirelles. Tanto é assim que, na conversa com Temer em que acertou sua saída do governo, Henrique Meirelles teria sugerido ao presidente os nomes de Eduardo Guardia e de Mansueto Almeida. A avaliação do ministro é de que manter a continuidade na equipe é o melhor caminho para evitar turbulências desnecessárias nessa reta final de governo, quando o Planalto espera avançar em projetos importantes da agenda microeconômica, aproveitando uma conjuntura econômica de curto prazo muito favorável. As projeções apontam para um crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) que pode superar as expectativas e chegar a 3,4%, arrecadação em alta, inflação baixa e juros que tendem a cair ainda mais. Meirelles diz que se for candidato só disputará Presidência Confirmação Nesta segunda-feira, 26, o presidente Michel Temer confirmou que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vai deixar o cargo nos próximos dias para tentar se viabilizar como candidato à Presidência da República. "Já era a intenção dele. Acertamos nesses últimos dias", afirmou Temer à Agência Estrado em rápida conversa por telefone. O presidente disse ainda não ter decidido quem substituirá Meirelles. A estratégia do MDB é ter uma opção interna, caso o projeto de reeleição do presidente Michel Temer não decole. Para começar a impulsionar o nome de Meirelles, Temer levou a tiracolo o ministro da Fazenda em um giro pelo Nordeste na semana passada. O anúncio de Temer antecipa o próprio Meirelles, cuja intenção era anunciar sua decisão somente no dia 2 de abril, em Portugal.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/temer-busca-nome-para-substituir-meirelles-no-ministerio-da-fazenda-26032018

Eletrobras abre plano de demissão consensual nesta segunda-feira
Data: 26/03/2018

Trabalhadores que queiram aderir ao plano serão desligados da empresa em oito grupo, no período de 30 de maio a 14 de dezembro deste ano

A Eletrobras lançou nesta segunda-feira (26) o Plano de Demissão Consensual. Os trabalhadores que quiserem se demitir da empresa têm até o dia 27 de abril deste ano para aderirem ao plano. As demissões vão acontecer em oito turmas, de 30 de maio até 14 de dezembro. ?? Para ingressar no plano, os trabalhadores precisam de, no mínimo, 10 anos de vínculo empregatício com a companhia ou anistiados e reintegrados à empresa por meio da Comissão Especial Interministerial de Anistia – Lei nº 8.878/1994 (neste caso não há exigência de tempo mínimo de empresa). A Eletrobras diz que a meta é desligar três mil funcionários em todas as empresas, economizando cerca de R$ 80 milhões ao ano. As demissões acontecem por causa da crescente automação adotada nas empresas Eletrobras, na utilização de um sistema de gestão empresarial unificado nas companhias e também da criação de um Centro de Serviços Compartilhados. Além disso, a redução de quadro de pessoal busca um alinhamento dos custos da Eletrobras às tarifas, evitando prejuízos operacionais no futuro. O plano está sendo implementado nas empresas Eletrobras Cepel, CGTEE, Chesf, Eletronuclear, Eletronorte, Amazonas GT, Eletrosul e Furnas, além da própria holding. Ele foi aprovado pela Sest (Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/eletrobras-abre-plano-de-demissao-consensual-nesta-segunda-feira-26032018

'Carregamos o fantasma do 7 a 1 todos os dias', confessa Tite
Data: 26/03/2018

"É o principal teste emocional e psicológico que já tivemos. Por tudo o que ele representa", disse o treinador sobre jogo diante da Alemanha

Na véspera do jogo entre Brasil e Alemanha, em Berlim, nesta terça-feira (27), o técnico Tite não hesita em admitir que o resultado de 7 a 1 em 2014 continua sendo um "fantasma" e que a partida amistosa é, em seus quase dois anos no comando da seleção, o jogo mais importante até hoje em termos psicológicos. "Ele tem um componente de maturidade importante", disse o treinador, em coletiva de imprensa, nesta segunda-feira. "É importante fazer esse enfrentamento antes da Copa. Carregamos esse fantasminha todos os dias. Ele está todos os dias aqui. Por isso, aqui em Berlim, queremos passar mais uma etapa", afirmou. "Esse é o principal teste emocional e psicológico que já tivemos. Por tudo o que ele representa. Pelo resultado da semifinal de 2014, por ser pela última campeã, traz um componente emocional", afirmou, lembrando que está na casa da Alemanha. "Mentalmente, é muito importante", disse, apontando até para um "constrangimento" em tratar do assunto do 7 a 1 na coletiva de imprensa. "Mas ele é real", disse. O treinador admite que sua perna "continua tremendo", uma frase que o marcou na primeira coletiva ao assumir a seleção em 2016. "Mas mesmo tremendo eu dou passos para frente", disse. Tanto Tite como Daniel Alves, que assume a braçadeira de capitão nesta semana, se recusavam a fazer qualquer tipo de críticas aos resultados da Copa do Mundo de 2014 e ao trabalho do time do então técnico da equipe, Luiz Felipe Scolari. "São etapas", disse o treinador, pedindo "ética". "Cada um tem sua história. Aquele time de 2014 foi campeão em 2013 na Copa das Confederações. É injusto falar da Copa e não falar de 3 a 0 na final contra a Espanha", apontou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/carregamos-o-fantasma-do-7-a-1-todos-os-dias-confessa-tite-26032018

Trinta seleções da Copa jogam amistosos nesta terça-feira (27)
Data: 26/03/2018

Segunda rodada de amistosos começou nesta segunda-feira (26) com Portugal e Uruguai em campo e terá as outras 30 seleções atuando na terça (27)

A segunda rodada de amistosos pré-Copa do Mundo das seleções será completada nesta terça-feira (27) com a presença de 30 seleções participantes do próximo Mundial na Rússia. Na segunda-feira (26), outras duas seleções jogaram amistosos também. Pela manhã, o Uruguai bateu o País de Gales por 1 a 0, com gol de Cavani, e conquistou a Copa China, torneio amistoso que contou também com China e República Tcheca. Já à tarde, Portugal pegou a Holanda. Nesta terça-feira (27), as 30 seleções estarão envolvidas em 19 jogos, sendo 11 deles confrontos diretos entre seleções classificadas para a Copa de 2018. E o principal deles acontecerá em Berlim, onde a Alemanha recebe a seleção brasileira às 15h45 (horário de Brasília), no primeiro encontro após o 7 a 1 de 2014. Outros bons jogos do dia serão Espanha x Argentina, Rússia x França e Inglaterra x Itália. Amistosos pré-Copa desta terça-feira (27): 09h20 - Japão (H) x Ucrânia - Liege-BEL 12h50 - Rússia (Grupo A) x França (Grupo C) - São Petersburgo-RUS 13h00 - Irã (B) x Argélia - Graz-AUT 14h00 - Suíça (E) x Panamá (G) - Lucerna-SUI 15h00 - Espanha (B) x Argentina (D) - Madri-ESP 15h00 - Inglaterra (G) x Itália - Londres-ING 15h00 - Tunísia (G) x Costa Rica (E) - Nice-FRA 15h00 - Senegal (H) x Bósnia e Herzegovina - Le Havre-FRA 15h00 - Grécia x Egito (A) - Zurique-SUI 15h00 - Dinamarca (C) x Chile - Aalborg-DIN 15h30 - Romênia x Suécia (F) - Craiova-ROM 15h45 - Alemanha (F) x Brasil (E) - Berlim-ALE 15h45 - Bélgica (G) x Arábia Saudita (A) - Bruxelas-BEL 15h45 - Polônia (H) x Coreia do Sul (F) - Chorzow-POL 16h00 - Colômbia (H) x Austrália (C) - Londres-ING 16h00 - Nigéria (D) x Sérvia (E) - Londres-ING 16h00 - Marrocos (B) x Uzbequistão - Casablanca-MAR 21h00 - Peru (C) x Islândia (D) - Nova Jersey-EUA 22h00 - México (F) x Croácia (D) - Texas-EUA

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/trinta-selecoes-da-copa-jogam-amistosos-nesta-terca-feira-27-26032018

F1 – Circuito de Abu Dhabi não terá mudanças de traçado em 2018
Data: 26/03/2018

O piloto da Mercedes, Hamilton, expressou sua preocupação depois de ter dificuldades para superar o companheiro de equipe Valtteri Bottas no final da temporada nos Emirados Árabes Unidos.

Abu Dhabi O CEO do Circuito de Yas Marina ignorou o pedido de Lewis Hamilton para fazer alterações no traçado da pista por enquanto, mas insiste que os organizadores por trás da corrida de Fórmula 1 de Abu Dhabi estejam considerando “opções para entregar um evento melhor” no futuro. O piloto da Mercedes, Hamilton, expressou sua preocupação depois de ter dificuldades para superar o companheiro de equipe Valtteri Bottas no final da temporada nos Emirados Árabes Unidos. “Se houver alguma maneira de melhorar esta pista para nos permitir ter essas disputas, você tem essas longas retas onde não pode nem chegar perto o suficiente para utilizá-las”, disse o britânico após a corrida na qual os oito primeiros terminaram na mesma ordem das suas posições de largada. “Se houver alguma maneira de nos permita ficar mais perto nesse terceiro setor, acho que isso vai melhorar o ranking do circuito”. Mas falando durante o lançamento do GP de Abu Dhabi em 2018 na segunda-feira, Al Tareq Al Ameri diz que não há planos para alterar nenhum aspecto da pista por enquanto. “Não há mudanças na pista, mas estamos sempre investigando as opções para entregar um evento melhor”, disse ele. “Se estivermos prontos para melhorar a pista e melhorar os elementos de corrida, confie em mim, vamos trabalhar nisso. Mas anunciaremos assim que tivermos uma solução adequada ao propósito e que atenda ao objetivo”.

Link Notícia: http://www.autoracing.com.br/f1-circuito-de-abu-dhabi-nao-tera-mudancas-de-tracado-em-2018/

O caso Tifanny reacendeu o debate sobre transgêneros no esporte
Data: 26/03/2018

O que é transgênero? LANCE! ouve médicos, atletas, pesquisadores, militantes da causa LGBT sobre o tema, que estará em debate em Tóquio-2020

Sexta-feira, 16 de março de 2018, a ponteira Ellen Braga sobe para a cortada, a bola bate no bloqueio, volta para a rede e cai na quadra do Vôlei Bauru. Do banco de reservas, Tifanny Abreu vê a comemoração das adversárias do Praia Clube, em Uberlândia, que fechavam ali o terceiro set e garantiam a classificação às semifinais da Superliga feminina de vôlei após ganhar os dois confrontos da série melhor de três. Guardem bem essa informação: “do banco de reservas”. Ela terá papel importante ao longo desta reportagem. Em pouco mais de três meses, Tifanny fez o Brasil prestar atenção a um tema até então pouco explorado por aqui: a presença de atletas transgêneros no esporte de alto rendimento. Ela, uma mulher trans com 1,92m de altura e potência notável nos ataques, entrou na esteira de algo que se tornou frequente, especialmente em tempos de redes sociais: a polarização. De um lado, gente se dizendo contra a presença dela na liga feminina, em virtude dos benefícios atléticos herdados de seu gênero anterior. De outro, pessoas relativizando a suposta vantagem e tentando mostrar que ela é tão falível quanto as demais competidoras. Em busca de repostas, o LANCE! foi atrás de especialistas: médicos, atletas, pesquisadores, militantes da causa LGBT, gente que já lida com o assunto em todas as suas vertentes, não apenas esportivas, mas também sociais... A meta não era criticar nem defender a ponteira do Vôlei Bauru, mas trazer à tona o debate de forma mais aprofundada. Afinal de contas, estamos a aproximadamente dois anos da Olimpíada de Tóquio, talvez, a primeira edição dos Jogos com a presença de atletas transgêneros. Uma delas, inclusive, pode ser a própria Tifanny. Mas o que é transgênero, afinal? O termo ainda causa bastante confusão. De acordo com o médico Alexandre Saadeh, professor da PUC-SP e coordenador do Amtigos (Ambulatório Transdisciplinar de Identidade de Gênero e Orientação Sexual) do Hospital das Clínicas de São Paulo, o termo diz respeito à incongruência entre a identidade de gênero – se você se percebe homem, mulher ou algo entre esses polos – e o sexo no qual nasceu. "Ou seja, você se percebe diferente do que o seu corpo mostra," explica. É diferente de homossexualidade (“diz respeito a ter desejo e querer manter atividade sexual com pessoa do mesmo sexo que o seu”) e de pessoas intersexo, antigamente chamadas de hermafroditas. "Intersexualidade diz respeito à conformação anatômica de sua genitália, que não segue os padrões costumeiros de vulva para fêmeas e pênis e escroto para machos. O desenvolvimento embrionário se dá de maneira incomum," comenta Saadeh. Tifanny fez o que no meio costuma se chamar de “transicionar”, ou seja, ela realizou a transição do gênero masculino, com o qual nunca se identificou, para o feminino. Além de se submeter a tratamento hormonal, cujo objetivo principal para mulheres trans é bloquear a produção de testosterona, ela passou por duas cirurgias de redesignação sexual. Gênero e esporte: uma velha discussão Discutir gênero no esporte de alto rendimento é falar de algo tão antigo quanto a própria história das Olimpíadas. As mulheres, vetadas da primeira edição da Era Moderna, em Atenas-1896, passaram a ter participação periférica a partir de 1900, em Paris. Mesmo quando já estavam inseridas no contexto competitivo, sofriam outros tipos de discriminação. Em Berlim-1936, por exemplo, a polonesa Stella Walsh e a americana Helen Stephens, destaques nos 100m rasos do atletismo, conviviam com boatos de que eram homens competindo entre mulheres (basicamente, em função da aparência física atrelada aos bons resultados nas pistas). Walsh, derrotada por Stephens na final, acusou publicamente a rival de estar burlando a regra. Pela primeira vez na história, o COI (Comitê Olímpico Internacional) interveio, examinou a americana e, comprovando a genitália feminina dela, encerrou a disputa. Nos anos 1960, o COI implementou de vez o exame clínico como regra para autorizar a participação das mulheres. Nas chamadas “nude parades”, as atletas eram obrigadas a ficar nuas perante médicos homens que atestavam se, de fato, elas tinham órgãos sexuais femininos. Feito o certificado, eram liberadas a participar das competições. A partir de 1968, no México, o Comitê abandonou o exame físico a passou a adotar o teste cromossômico como critério principal para diferenciar o gênero biológico de atletas. Basicamente, cromossomos XX (mulheres) e XY (homens) distinguiam os atletas. Tal regulamentação valeu ate o fim dos anos 1990, quando se passou a considerar o nível de testosterona para determinar o gênero, parâmetro utilizado até hoje. E é aí onde começa a polêmica do caso Tifanny. O que diz a regra De acordo com a mais recente regulamentação do COI, do fim de 2015, homens trans podem participar dos eventos da entidade sem nenhuma restrição. Há um consenso médico-esportivo de que a mulher que fez a transição para o gênero masculino não possui nenhum tipo de vantagem para competir entre homens cisgêneros (termo utilizado para se referir ao indivíduo que se identifica, em todos os aspectos, com o seu gênero de nascença). Já as mulheres que transicionaram, como Tifanny, precisam se declarar sob o novo gênero (reconhecimento civil) e ter a quantidade de testosterona controlada para poder competir em equipes femininas. O nível permitido é de até 10 nanomol por litro (unidade de medida que indica a quantidade da substância por litro de sangue) nos 12 meses anteriores à competição. Os testes da jogadora de Bauru, por exemplo, costumam apontar 0,2 nanomol/l. A maioria das federações segue a recomendação do COI. A FIVB (Federação Internacional de Vôlei), por exemplo, reuniu-se este ano para discutir o tema e decidiu deixar a cargo das entidades de cada país acatar ou não a norma. No Brasil, a CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) acompanhou o voto do relator, utilizando um jargão político, e liberou a participação de Tifanny na Superliga feminina. Outros esportes também vêm dando abertura à inclusão de transgêneros. A reportagem entrou em contato com a Fifa, e a entidade que rege o futebol disse seguir orientação de um documento de 2011 intitulado “Gender Verification” (“Verificação de Gênero”, na tradução). Em linhas gerais, o atleta precisa solicitar formalmente a autorização. Um corpo médico vai analisar, então, se o gênero indicado pelo solicitante é aplicável, de acordo com histórico clínico, níveis hormonais, tratamentos feitos e resultados atuais. Levam ou não vantagem? Tifanny, atualmente com 33 anos, fez o que se chama de transição tardia – no caso dela, quando tinha 30. O período foi suficiente para, em termos clínicos, completar-se o procedimento. "Em geral, colocamos um tempo de dois anos para que todas as modificações corporais se desenvolvam. Os níveis hormonais do novo gênero são atingidos de forma mais rápida, mas isso não significa que as alterações corporais já estejam desenvolvidas", explica a doutora Karen de Marca Seidel, membro da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia). O principal argumento de quem é contra a presença da ponteira em competições femininas é justamente o seu chamado “benefício pregresso”, ou seja, as características masculinas herdadas do período anterior à mudança de gênero, como desenvolvimento muscular e aptidão cardiorrespiratória. O próprio coordenador da comissão médica da CBV que liberou a atleta para atuar na Superliga acredita que ela não deveria jogar entre as mulheres. A verdade é que ainda faltam estudos, principalmente envolvendo atletas trans de elite. Um dos poucos feitos até hoje reuniu corredores amadores e semiamadores e foi conduzido pela médica pesquisadora do Providence Portland Medical Center, Joanna Harper, que também é consultora do COI. Ela quantificou dados de performance antes e depois das transições de gênero e concluiu que sete dos oito participantes, incluindo ela, tiveram redução na velocidade. Em entrevista ao LANCE!, Joanna diz que é muito difícil colocar sob a mesma ótica esportes que requerem força, como salto em altura e arremesso de peso, e outros em que o tamanho da atleta será uma desvantagem, como ginástica artística. "Cada esporte deve ser livre para fazer suas próprias regras sobre atletas transgêneros. O COI precisa considerar todos os esportes por causa das Olimpíadas, mas esportes individuais podem fazer regras diferentes, tendo em mente que eles precisam considerar todas as mulheres trans e cis. Por exemplo, não seria despropositado para a Superliga feminina colocar uma regra limitando um atleta transgênero por equipe", sugere a pesquisadora, que vê vantagens e desvantagens em jogadoras como Tifanny. "As mulheres trans terão vantagens em estatura e força, mas também desvantagens. Mulheres trans perdem massa muscular e capacidade aeróbica quando fazem a transição, mas sua estrutura esquelética permanece igual. Isso significa que estarão em desvantagem em áreas como agilidade e resistência", analisa a médica americana. "No caso específico da Tifanny, ela ataca muito bem na rede, em parte por causa de suas vantagens, mas vai mal defensivamente, devido às desvantagens" - observa Joanna, que segue em busca de novos dados: "Existem muitas barreiras para mais estudos. Agora tenho dados de desempenho de vários outros atletas, incluindo Tifanny, que costumava ter uma altura de pico de 3,45 metros e, agora, pula 3,13 metros, uma perda de 32 centímetros. Também estou coletando dados de dois atletas durante a transição, um triatleta e um corredor. Espere por mais resultados publicados nos próximos meses", promete. Avanços além do esporte Por mais que ainda não haja consenso em relação ao assunto, o fato de ele ter vindo à tona com tamanha força em 2018 já é um avanço em tanto, especialmente para quem milita há mais tempo na área. É o caso de Amara Moira, primeira travesti doutora pela Unicamp, ativista LGBT e autora do livro “E Se Eu Fosse Puta”. Amara Moira, primeira travesti doutora pela Unicamp - O caso Tifanny, por exemplo, o jeito como a mídia está cobrindo, seria impensável quatro anos atrás. Basta lembrar como foi a cobertura da Edinanci, que nem era uma atleta trans, mas para pensarmos o quanto a mídia sabe ser perversa - lembra-se Amara, referindo-se ao caso da judoca brasileira Edinanci Silva, que se descobriu intersexual aos 19 anos e conviveu a carreira toda sob desconfiança e preconceito por se parecer fisicamente com um homem (ela participou dos Jogos Olímpicos de 1996, em Atenas, na Grécia). Outra conquista recente se deu no STF (Supremo Tribunal Federal), que autorizou aos transgêneros a mudança de nome sem a necessidade de realização de cirurgia de mudança de sexo. Além disso, não é mais preciso recorrer à Justiça em um processo longo que, na maioria das vezes, terminava com decisões desfavoráveis por puro preconceito. A solicitação pode ser feita em cartório. - O Supremo simplificou muito. Antigamente, a pessoa que gostaria de mudar de nome juntava certidões negativas de cartório de protesto, de processo de execução civil, criminal, da Justiça Federal, da Receita, do TRE... Porque precisava demonstrar que era uma pessoa íntegra, não devia nada para a Justiça. Além do laudo psiquiátrico que atestava que era portadora da patologia, uma declaração do psicólogo de que fazia acompanhamento. Mesmo de posse de tudo isso, havia juiz que dizia que não. Muitos processos eram negados - conta a advogada Raquel Rocha, vice-presidente da Comissão da Diversidade Sexual da OAB-SP. Claro que o caso Tifanny ainda é exceção. O próprio tratamento hormonal, procedimento necessário a quem almeja seguir carreira esportiva profissional, custa caro e é quase restrito a clínicas particulares, dado o atendimento precário no sistema público. - A fila de espera no SUS para quem deseja fazer a cirurgia de mudança de gênero é de 20 anos! Já a fila para consulta, para dar início à hormonoterapia, é de aproximadamente seis meses - afirma Renan Lucena, médico generalista pela Faculdade Pernambucana de Saúde, que trabalha e pesquisa sexualidade humana e a inserção da pauta de saúde LGBT no SUS. O que muitos transgêneros acabam fazendo é se medicarem por conta, o que traz sérios riscos à saúde. - Os tratamentos são caros. Sem contar que, além do tratamento em si, também é necessário um acompanhamento laboratorial, de consulta de rotina e avaliação dos efeitos do ponto de vista médico e também multiprofissional - elenca Lucena. Futuro a passos tímidos A carência de atletas trans de elite tem razões históricas, de preconceito e medo da exposição. Porém, casos como o da atleta do Vôlei Bauru podem inspirar uma geração mais jovem que cresce ainda cheia de receios, mas tendo agora alguém em quem se espelhar. Neste ano, por exemplo, pela primeira vez, o JUCA (Jogos Universitários de Comunicação e Artes), uma das competições universitárias mais tradicionais de São Paulo, incluiu em seu regulamento a possibilidade de participação de transgêneros. - Isso é uma demanda que surgiu já para a edição anterior, em 2017, porque a Belas Artes tem um homem trans que joga no time de handebol. Ele estava treinando já, mas para a edição de 2017 não deu tempo de discutir mais a fundo a questão - explica Yuri Zveibil, diretor de esportes da LAACA (Liga Atlética Acadêmica de Comunicação e Artes), organizadora do evento. A Liga é composta por oito atléticas: Anhembi Morumbi, Belas Artes, Cásper Líbero, ECA-USP, Mackenzie, Metodista, PUC-Campinas e PUC-SP. A participação está sujeita à declaração simples do atleta, sem a necessidade de comprovação por meio de testes de testosterona ou algo do tipo. Mesmo assim, ainda é difícil encarar a questão sem ficar com um pé atrás. Thomas Fernandes, por exemplo, estudante de letras e professor de inglês, fez a transição de gênero há quatro anos, quando tinha 20. Atualmente, pratica esportes individuais, como duatlo e triatlo, e joga rúgbi em um time LGBT. Questionado se teria facilidade de ser aceito em um time que não fosse do movimento, ele faz algumas ponderações. - Tenho facilidade de misturar nos ambientes aonde vou. Os homens trans têm essa facilidade. Quando estão no ponto mais avançado da transição, não precisam sair do armário para as pessoas. Acho que não teria tanto problema quanto a isso. Tenho homens gays no meu time que jogam em outros times que não são LGBT. Mas sempre tem uma barreira. No meu caso, teria medo de violência - conta Thomas, que não toma banho junto com os colegas de time no vestiário justamente por conta desse receio. Apesar disso, ele reconhece que falar sobre transexualidade se tornou bem mais acessível recentemente. E acredita em uma evolução do esporte de alto nível para atletas que fazem a transição. - As pessoas trans em épocas anteriores à minha tinham preocupações muito mais emergenciais do que fazer esporte. Hoje em dia, elas têm mais acesso à cidadania, então, há mais atletas jovens. Acho que quando outras questões sociais forem avançando, haverá mais atletas trans de alta performance. Por enquanto, são poucos. Nos vemos em Tóquio! Para a pesquisadora Joanna Harper, é bem provável que o Japão seja palco da inédita participação de um atleta transgênero em Jogos Olímpicos. Ela aposta na levantadora de peso neozelandesa Laurel Hubbard, medalhista de prata no Mundial de 2017. Também acredita em Tifanny (“desde que a equipe tenha a mente aberta o suficiente para aceitá-la”). Mas há outra jogadora de vôlei traçando jornada semelhante à da brasileira. A norte-americana Tia Thompson, que recebeu no ano passado autorização da federação local para participar de competições do circuito feminino. Ela se tornou a primeira atleta feminina abertamente transgênero reconhecida pela entidade. Coincidentemente, ela tem 33 anos, como Tifanny. Tia Thompson Divulgação Confira abaixo a entrevista que a jogadora, que mora em Hauula, no Havaí, concedeu ao LANCE!: Primeiro, fale um pouco sobre sua história. Desde quando você pratica esporte e quando decidiu que gostaria de competir entre as mulheres? Aloha! Comecei a jogar vôlei com 5 anos de idade. Comecei a fazer a transição aos 18 anos, iniciando a terapia hormonal aos 20. Faz mais de 12 anos que faço terapia hormonal. Comecei a competir na divisão feminina há quatro anos, em 2014, e amei essa mudança. Como os homens costumavam vê-la na quadra? Eles achavam que você era gay, algo muito comum entre os atletas trans? Você sofreu de algum tipo de preconceito? Quando eu joguei na divisão masculina, antes de 2014, as equipes contra quem jogava já me viam como uma mulher, não como um homem gay, porque eu já havia feito a transição, com cabelo comprido, seios... Eu já tinha características muito femininas. Todos usavam pronomes femininos quando se dirigiam a mim (ela, dela, etc). Meus companheiros de equipe também me respeitavam como mulher porque eu era capitã da equipe. Se você é um homem e se sente atraído por homens, você é gay. Quando você é uma mulher transgênero e se sente atraída por homens, você é considerada heterossexual. Morando no Havaí, sofri um pouco de preconceito na divisão feminina porque essas pessoas não foram educadas sobre questões de transgêneros. No entanto, acompanhei o protocolo da federação e passei pelas etapas e pelos procedimentos necessários, e acredito que isso ajudou muito a manter o foco nos meus objetivos. E quando foi a primeira vez que você entrou em uma quadra de vôlei como uma mulher trans? Qual foi o sentimento, a reação do público? Poderia falar um pouco sobre esse dia? Meu primeiro torneio oficial como jogadora feminina trans foi em julho de 2014, no maior torneio de vôlei do Havaí. Conseguimos o primeiro lugar nas eliminatórias, mas ficamos em terceiro lugar na classificação geral, perdendo na semifinal. A reação do público foi bem favorável. Na maioria das vezes, todos estavam muito animados comigo, me dando os parabéns pelo esforço da equipe no torneio. Aqui no Havaí, as atletas mulheres trans parecem atletas biológicas do sexo feminino. Não nos parecemos com homens jogando na divisão feminina e acho que isso é um fato importante para sermos aceitos no vôlei feminino. No caso de Tifanny, ela fez a transição de gênero aos 30 anos, razão pela qual muitas pessoas a acusam de se beneficiar de uma história de desenvolvimento masculina. Eu entendo por que as pessoas estão reclamando dela, que iniciou sua transição relativamente tarde. No entanto, se ela seguiu o protocolo adequado e preencheu todos os requisitos para uma atleta trans, deveria poder competir na divisão feminina sem preconceitos. Para mim, comecei a fazer a transição aos 18 anos, mais de 15 anos atrás. Além disso, nunca joguei em uma liga profissional masculina, como a Tifanny. Essa é a diferença entre nós duas. Que diferenças do ponto de vista atlético você notou após a transição? Você poderia me dar um exemplo do que você acha que melhorou ou piorou no seu jogo? Eu sempre fui um indivíduo atlético. Após a transição, não conseguia me mover tão rapidamente e pular tão alto quanto fazia antes da terapia hormonal. Isso realmente fez meu corpo pagar um preço no desempenho na quadra de vôlei. Você joga vôlei indoor e de praia. Mas o seu desejo é estar nos Jogos Olímpicos de 2020 na quadra, certo? Eu jogo principalmente vôlei de quadra. Tentei a praia duas vezes e não consegui me adaptar. Então, sim, meu objetivo é estar com a equipe olímpica feminina dos EUA em Tóquio-2020. Também espero que a Tifanny esteja na equipe do Brasil. Seria incrível competir contra ela.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/o-caso-tifanny-reacendeu-o-debate-sobre-transgeneros-no-esporte-26032018

Chris Pratt vem ao Brasil para divulgar ‘Vingadores: Guerra Infinita’
Data: 26/03/2018

Ator americano, que interpreta o personagem Senhor das Estrelas, chega ao país no começo de abril

O ator Chris Pratt passará pelo Brasil na primeira semana de abril para divulgar o filme Vingadores: Guerra Infinita. Segundo a assessoria de imprensa da Marvel no país, o ator participará de um evento exclusivo para fãs e convidados. Esta é a primeira vez de Pratt no país.

Link Notícia: https://veja.abril.com.br/entretenimento/chris-pratt-vem-ao-brasil-para-divulgar-vingadores-guerra-infinita/

Cleo: ‘Eu fico muito vulnerável nas minhas letras’
Data: 26/03/2018

Sergio Martins entrevista a atriz, filha de Glória Pires, que fala sobre seu álbum de estreia, 'Jungle Kid'

Cleo abandonou o sobrenome da mãe, Glória Pires, na nova fase. Ela lança seu primeiro EP, Jungle Kid. Produzido por Guto Guerra, o álbum é composto por três músicas em inglês e duas em português. “Sempre consegui escrever com mais facilidade em inglês. Fica muito mais musical”, diz ela. “É muito difícil escrever em português, algo que estou trabalhando, mas senti necessidade de trazer músicas na minha língua mãe.” O álbum foi inspirado na infância da agora também cantora. “É um álbum muito autobiográfico”, diz. As letras das músicas que compõem “Jungle Kid” têm um tom de superação, mas Cleo admite: “Eu fico muito vulnerável nas minhas letras”. Marina Lima e Alanis Morissette são algumas de suas influências musicais. “O fato de a letra não ter compromisso com o erudito, como a métrica e a rima, é algo que sinto libertador”, afirma. A entrevista ainda tem uma “palinha” de “Jungle”. “O ‘cabaço’ eu já tirei: cantar ao vivo para as pessoas”, brinca ela.

Link Notícia: https://veja.abril.com.br/entretenimento/cleo-eu-fico-muito-vulneravel-nas-minhas-letras/

Os altos e baixos do Lollapalooza 2018
Data: 26/03/2018

Em sua maior edição, evento conseguiu bater a meta de 300.000 em público

O Lollapalooza 2018 já pode comemorar. Com três dias de duração, um a mais que o habitual de anos anteriores, o festival de música alcançou a meta almejada, levando mais de 300.000 pessoas ao Autódromo de Interlagos, em São Paulo, entre sexta-feira e domingo. O número faz desta a maior edição do evento até então, e coloca o Lolla Brasil entre os mais relevantes de sua casa — o Lollapalooza Chicago dura quatro dias e soma 400.000 em público. Outra boa notícia é que o festival aprendeu com erros do passado. Dramas de mobilidade dentro do Autódromo, com palcos muito distantes, foram resolvidos este ano. Assim como a diminuição de filas para compra de alimentos e bebidas. Entram na categoria problemas os absurdos preços dos ingressos e problemas técnicos e de estrutura dos palcos. Confira a seguir os altos e baixos do Lollapalooza 2018: Altos Lolla Cashless – A pulseira que serve para fazer compras funcionou bem, com vários postos de recarga. Consumir comida e bebida foi uma tarefa fácil, pela quantidade de ambulantes e tendas espalhadas. O preço, contudo, se manteve salgado como sempre, com um copo de cerveja custando 13 reais. Poucas filas – Se organizar direitinho, todo mundo se diverte e pega pouca fila. Depois de muitas edições com filas gigantescas, o Lolla aprendeu a espalhar bem suas tendas e banheiros, e se beneficiou da facilidade da pulseira como forma de pagamento. Posicionamento dos palcos – A distância entre os palcos — e as voltas para chegar de um ao outro — era um antigo problema do Lolla. Este ano, ele foi resolvido com palcos mais próximos um dos outros e shows intercalados. Assim, resolveu-se o problema de vazamento do som e congestionamento de pessoas em trânsito entre uma apresentação e outra. Line-up – Não foi a melhor seleção de bandas e músicos de um Lollapalooza, mas também está longe de ser a pior. Jovens nomes do cenário nacional, como Liniker e Mahmundi, tiveram sua chance, enquanto os figurões foram representados por bandas relativamente atuais, como Imagine Dragons, The Killers e Lana Del Rey, deixando a categoria veteranos sob a responsabilidade de David Byrne, Red Hot Chilli Peppers e Pearl Jam. Baixos Acesso – Encarar o trânsito de São Paulo para chegar ao festival é, ainda, a tarefa mais estressante de todo o processo. Na sexta-feira, somado ao movimento natural da cidade, foi ainda pior. Na saída, o festival se aliou ao Uber para marcar pontos de encontro que facilitariam o escopo. Mesmo assim, uma ida do Autódromo à Avenida Paulista, por exemplo, podia demorar entre 1h30 e 2 horas de um trajeto que leva em torno de 45 minutos de carro. Enquanto não se resolve o problema de trânsito ao redor, a melhor opção para chegar ao Lolla é a estação de trem que fica a 15 minutos de caminhada do Autódromo. Palco Ônix – Segundo espaço mais importante do evento, atrás do palco Budweiser, o Ônix foi um dos mais problemáticos do festival. Foi lá que o show de Liniker e os Caramelows acabou na metade por problemas técnicos. Ali também foi difícil ouvir o que cantava a banda Imagine Dragons, um dos momentos mais frustrantes do Lolla 2018. Confusão de palcos – Colocar Imagine Dragons e Lana Del Rey no palco Ônix foi uma decisão contestável. Ambos os espaços ficaram extremamente lotados do público que se aglomerou para ver os populares artistas. No domingo, por exemplo, Liam Gallagher se apresentava no palco principal com vários espaços vazios na plateia, que preferiu guardar lugar no palco vizinho, esperando por Lana. Preço dos ingressos – apenas uma line-up com Paul McCartney, Rolling Stones, Beyoncé e Adele valeria 800 reais por dia. Sorte Entre os altos e baixos, o Lollapalooza 2018 contou com uma ajudinha dos céus. Os três dias forma embalados por muito sol. Se chovesse, a plateia teria dificuldades em ver alguns palcos, como Ônix e Axe, onde era necessário se equilibrar em um terreno íngreme e revestido por pedregulhos.

Link Notícia: https://veja.abril.com.br/entretenimento/os-altos-e-baixos-do-lollapalooza-2018/

Pelo menos 64 pessoas morrem em incêndio em shopping na Sibéria
Data: 26/03/2018

O fogo destruiu mais de mil metros quadrados do shopping e dezenas de pessoas ainda estão desaparecidas

Ao menos 64 pessoas, incluindo nove crianças, morreram e dezenas continuam desaparecidas após o incêndio de domingo que destruiu um shopping na cidade russa de Kemerovo, na Sibéria ocidental. Os serviços de emergência e os bombeiros continuavam procurando vítimas entre os escombros do centro comercial de 1.500 metros quadrados, cujo teto desabou, informou a imprensa local. "Confirmamos as mortes de 64 pessoas", anunciou o Comitê de Investigação. De acordo com a porta-voz da unidade local do ministério das Situações de Emergência, Borisa Dediujina, pelo menos nove crianças estão entre as vítimas fatais. O governo local, que anunciou três dias de luto, afirmou que encontrou "diversas violações" das normas de segurança no shopping center, incluindo a ausência de sinalização em caso de incêndio e as saídas de emergência fechadas na sala de cinema onde a tragédia teve início. "A questão é saber por quê as portas estavam fechadas", afirmou, indignado o vice-governador da região, Vladímir Chernov. O presidente russo Vladímir Putin expressou "profundas condolências" aos parentes das vítimas, anunciou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov. Um menino de 11 anos e uma jovem de 18 anos que saltaram do terceiro andar para escapar das chamas se encontram em estado grave, informou a ministra da Saúde, Veronika Skvortsova. Outras nove pessoas estão hospitalizadas. "Os feridos se encontram em um estado quase satisfatório, mas muitos perderam parentes no incêndio e alguns seus filhos", declarou a ministra da Saúde. O incêndio teve início no terceiro e último andar do centro comercial, que fica na avenida Lenin, no centro de Kemerovo. Negligência O comitê de investigação russo anunciou a abertura de uma investigação criminal e a detenção de quatro pessoas, incluindo o homem que alugou o local onde o incêndio foi registrado e um diretor da empresa que administra o shopping. Canais de televisão exibiram imagens de nuvens de fumaça no local várias horas depois do início do incêndio, que foi considerado controlado durante a noite. Mas a detecção de novos pontos de fumaça nesta segunda-feira fez com que os bombeiros ativassem as mangueiras. O shopping incluía várias salas de cinema e restaurantes, além de uma sauna, e estava lotado no domingo. O incêndio provocou danos de quase três bilhões de rublos (42,6 milhões de euros). "A causa do incêndio é negligência. A falta de respeito às normas é a causa catastrófica da desgraça que vemos hoje", declarou Anna Kuznetsova, secretária dos Direitos da Infância. "Estes centros comerciais existem em quase todas as regiões. Este drama é um sinal para verificar a segurança de todos, completou. Testemunhas afirmaram que não ouviram alarmes de incêndio. "Não aconteceu nenhum anúncio, as pessoas começaram a correr para a saída. Depois veio o cheiro de queimado e percebemos que não era um exercício", disse uma mulher ao canal Rossia 24. Uma investigação foi aberta por "violação das normas de segurança que resultou na morte por imprudência de pelo menos duas pessoas", anunciou o governo. O incêndio foi um dos mais graves registrados na Rússia na última década. Em 5 de dezembro de 2009, um incêndio provocado por fogos de artifício em uma discoteca em Perm, nos Urais, matou 156 pessoas.

Link Notícia: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/mundo/2018/03/26/interna_mundo,668632/pelo-menos-56-pessoas-morrem-em-incendio-em-shopping-na-siberia.shtml

Inocência de Lula é ‘mais clara que um dia de sol’ diz defesa
Data: 26/03/2018

Advogados do petista dizem que vão aguardar a publicação do acórdão para decidir se recorrem ainda ao TRF4 contra a condenação ou se irão ao STJ e ao STF

Depois que o recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi negado pela Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4 Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, os advogados do petista disseram que avaliam se entrarão com novo recurso e em qual instância – é possível ainda fazer um questionamento no próprio tribunal. “Em tese, o recurso (no TRF4) é cabível. Nós precisaremos avaliar o teor do acórdão que vai ser proferido e aí verificar qual recurso é cabível. Em tese, podem ser novos embargos ou, então, recurso especial (ao Superior Tribunal de Justiça) e recurso extraordinário (ao Supremo Tribunal Federal)”, disse Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula. Questionado sobre se os recursos seriam uma maneira de adiar a prisão de Lula, o advogado José Roberto Batochio, que também defende o petista, disse que essa hipótese é uma “enorme bobagem”.”Os recursos estão previstos na Constituição da República, no Código de Processo Penal e no ordenamento jurídico brasileiro, que foi escrito pelos representantes do povo brasileiro e pela Assembleia Nacional Constituinte. Não há abuso de recurso. Quem fala em abusos de recursos está falando uma enorme bobagem. Não são manobra de protelação”, disse. Quanto ao julgamento do habeas corpus de Lula no STF (marcado para o dia 4) para evitar a sua prisão – agora mais próxima -, a defesa diz confiar na inocência do ex-presidente. “Absolutamente confiante [quanto aos argumentos da defesa] porque o réu é inocente. Simplesmente por isso. O apartamento é no Guarujá ou em São Paulo? É em São Paulo? Então por que o processo foi julgado em Curitiba? Ele recebeu alguma vantagem ilícita consubstanciada [prova] na transferência do apartamento? Então como esse apartamento está em nome da OAS e nunca esteve no nome dele? ‘Ah, mas ele pode ter recebido a posse’… Ele nunca entrou no apartamento e nunca ficou lá. Então a inocência dele é mais clara que um dia de sol ao meio-dia. Não querer reconhecer essa inocência pelo motivo A, B ou C, isso é lá outra coisa”, disse Batochio.

Link Notícia: https://veja.abril.com.br/politica/inocencia-de-lula-e-mais-clara-que-um-dia-de-sol-diz-defesa/

Beto Richa confirma saída do governo e candidatura
Data: 26/03/2018

Tucano irá se descompatibilizar para concorrer ao Senado Federal; a vice Cida Borghetti assume

O governador Beto Richa (PSDB) anunciou oficialmente nesta segunda-feira (26) que deixa o governo no próximo dia 6 de abril para concorrer ao Senado Federal. A decisão do governador foi antecipada pelo blog Veja Paraná no final de fevereiro. O anúncio foi feito no Palácio Iguaçu, após uma reunião com o secretariado. Ao lado da vice-governadora Cida Borghetti (PP), Richa disse que o próximo governador “não pode por a perder tudo que foi construído no Paraná”. Richa evitou falar em apoios mas elogiou a vice: “Deixo o cargo com a plena convicção de que Cida tem mão firme para tocar o governo, ao mesmo tempo com muita ternura e sensibilidade. Nunca tivemos uma rusga ao longo destes anos de mandato.”

Link Notícia: https://veja.abril.com.br/blog/parana/beto-richa-confirma-saida-do-governo-e-candidatura/

Beto Richa confirma saída do governo e candidatura
Data: 26/03/2018

Tucano irá se descompatibilizar para concorrer ao Senado Federal; a vice Cida Borghetti assume

O governador Beto Richa (PSDB) anunciou oficialmente nesta segunda-feira (26) que deixa o governo no próximo dia 6 de abril para concorrer ao Senado Federal. A decisão do governador foi antecipada pelo blog Veja Paraná no final de fevereiro. O anúncio foi feito no Palácio Iguaçu, após uma reunião com o secretariado. Ao lado da vice-governadora Cida Borghetti (PP), Richa disse que o próximo governador “não pode por a perder tudo que foi construído no Paraná”. Richa evitou falar em apoios mas elogiou a vice: “Deixo o cargo com a plena convicção de que Cida tem mão firme para tocar o governo, ao mesmo tempo com muita ternura e sensibilidade. Nunca tivemos uma rusga ao longo destes anos de mandato.”

Link Notícia:

Beto Richa confirma saída do governo e candidatura
Data: 26/03/2018

Tucano irá se descompatibilizar para concorrer ao Senado Federal; a vice Cida Borghetti assume

O governador Beto Richa (PSDB) anunciou oficialmente nesta segunda-feira (26) que deixa o governo no próximo dia 6 de abril para concorrer ao Senado Federal. A decisão do governador foi antecipada pelo blog Veja Paraná no final de fevereiro. O anúncio foi feito no Palácio Iguaçu, após uma reunião com o secretariado. Ao lado da vice-governadora Cida Borghetti (PP), Richa disse que o próximo governador “não pode por a perder tudo que foi construído no Paraná”. Richa evitou falar em apoios mas elogiou a vice: “Deixo o cargo com a plena convicção de que Cida tem mão firme para tocar o governo, ao mesmo tempo com muita ternura e sensibilidade. Nunca tivemos uma rusga ao longo destes anos de mandato.”

Link Notícia: https://veja.abril.com.br/blog/parana/beto-richa-confirma-saida-do-governo-e-candidatura/

PF cumpre mandados em São Paulo e Bahia na 50ª fase da Lava Jato
Data: 23/03/2018

Ação investiga pagamento de propina e lavagem de dinheiro em contratos da Transpetro. Ordens partiram da 13ª Vara Federal e Curitiba

A Polícia Federal iniciou a 50ª fase da operação Lava Jato na manhã desta sexta-feira (23). Denominada operação Sothis II, a ação está relacionada a investigações que apuram pagamento de propina a agentes públicos e lavagem de dinheiro em contratos da Transpetro. Os policiais federais cumprem três mandados de busca e apreensão em Salvador (BA), Campinas (SP) e Paulínia (SP). Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara de Curitiba (PR). A operação é um desdobramento da 47ª fase da Lava Jato. Um dos focos da investigação é a empresa do ramo de engenharia Meta Manutenção e Instalações Industriais Ltda, suspeita de pagar propina de R$ 2.325.00 ao ex-gerente da Transpetro, José Antônio de Jesus. A investigação aponta a existência de transações bancárias a Meta Manutenção e uma empresa vinculada a José Antônio. As transferências foram realizadas entre os anos de 2009 e 2011. Depois das transferências realizadas pela Meta Manutenção, familiares do ex-gerente da Transpetro foram favorecidos por transações bancárias vinculadas a José Antônio. José Antônio está cumprindo prisão preventiva em Curitiba. O pagamento de propina ao ex-gerente foi apontado por executivos da NM Engenharia, em acordos de delação premiada. 47ª fase da Lava Jato A primeira fase da Operação Sothis foi realizada pelos agentes da PF em 21 de novembro do ano passado, quando a corporação cumpriu 14 mandados judiciais nos Estados de Santa Catarina, São Paulo, Bahia e Sergipe. Os mandados eram para prisão temporária (1), condução coercitiva (5) e busca e apreensão (8). A operação investigou o repasse ilegal de verbas para um funcionário da Transpetro, subsidiária da Petrobras. Ex-gerente da estatal, José Antônio de Jesus foi preso em Camaçari, no Recôncavo Baiano, suspeito de receber R$ 7 milhões em propina e de fazer repasses ao PT, segundo informações da PF e do MPF (Ministério Público Federal).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-cumpre-mandados-em-sao-paulo-e-bahia-na-50-fase-da-lava-jato-23032018

PF deflagra operação para investigar licitação da Casa da Moeda
Data: 23/03/2018

Investigação aponta fraude em licitação destinada à compra de equipamentos de fabricação de cédulas de dinheiro

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (23) uma operação que investiga irregularidades em licitação da Casa da Moeda do Brasil. Segundo as investigações, a polícia analisa o possível pagamento de propina para favorecer uma empresa privada durante o processo da licitação para compra de equipamentos usados na fabricação de cédulas de dinheiro, em 2009. Na época, os equipamentos foram comprados por mais de R$ 300 milhões. A polícia está cumprindo seis mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), São José dos Campos (SP), Itajubá (MG) e Brazópolis (MG). A Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda está auxiliando a Polícia Federal no cumprimento dos mandados. Operação Vícios II A operação Vícios II é um desdobramento da Operação Vícios, deflagrada pela PF em julho de 2015. A operação cumpriu 23 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. As investigações focavam em fraudes de contratos referentes à implantação do sistema de controle de produção de bebidas, que compete à Casa da Moeda. A contratação resultou em faturamento no valor de R$ 6 bilhões e envolveu pagamento de propina que chega a R$ 100 milhões para servidores da Receita Federal e da Casa da Moeda.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-deflagra-operacao-para-investigar-licitacao-da-casa-da-moeda-23032018

Ministros do Supremo negam antecipação de votos
Data: 23/03/2018

Lula não pode ser preso até dia 4 de abril, data em que o STF vai julgar o habeas corpus do ex-presidente

Ao conceder a liminar que proíbe a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até que o STF (Supremo Tribunal Federal) analise o mérito do pedido de habeas corpus, ministros da Corte deixaram claro que não estavam antecipando seus votos. O ministro Dias Toffoli disse que votação não significa antecipação. — (Estamos votando) um pedido técnico de maneira precaríssima de que não haja eventual aplicação de prisão automática, enquanto não terminar o julgamento que começou hoje (quinta-feira, 22). Isso não significa uma antecipação. Já o ministro Gilmar Mendes disse que se sentia "confortável" para dar a liminar e negou antecipação de voto. A presidente Cármen Lúcia foi contrária à liminar. — É difícil me imputar simpatia pelo PT. Isso aqui não é antecipação de voto". Luís Roberto Barroso, que na véspera havia protagonizado o bate-boca com Gilmar, foi contrário à decisão. — Não considero irrelevante o fato de se tratar de um ex-presidente da República. Eu acho que ele deve ser tratado como qualquer brasileiro. E não tenho conforto de abrir uma exceção nesse caso a uma jurisprudência em vigor. O fato de Lula ser ex-presidente havia sido citado por seu advogado José Roberto Batochio. — A prisão está marcada para o dia 26 de março, quando será julgado o embargo declaratório. Como vamos justificar prisão de ex-presidente a partir de um desentendimento? O ministro Alexandre de Moraes, que votou pelo julgamento do habeas corpus, foi contrário à liminar. — Dar a liminar é ir contra a própria jurisprudência do STF. Próximos passos: 1. Recurso no TRF-4 O TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre, a segunda instância da Operação Lava Jato, marcou para a próxima segunda-feira (26) a análise do recurso da defesa do ex-presidente Lula contra a condenação a 12 anos e 1 mês no caso do triplex do Guarujá (SP). 2. Segunda instância Mesmo se o embargo de declaração apresentado pelos advogados de Lula for rejeitado por unanimidade pelos desembargadores da 8ª Turma do TRF-4, o petista não poderá ter a prisão decretada. Isso porque o Supremo decidiu nesta quinta que Lula não poderá ser preso até o julgamento de habeas corpus pelo plenário da Corte. 3. Julgamento no Supremo No dia 4 de abril, se o habeas corpus for acolhido, Lula não poderá ser preso mesmo se o TRF4 tiver negado o recurso do petista. Se o habeas corpus for negado, vale decisão do Supremo de 2016 que permite a execução da pena após condenação em segunda instância. 4. Recursos Após o julgamento dos embargos da defesa do ex-presidente Lula no TRF4, o petista ainda pode apresentar um Recurso Especial no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e um Recurso Extraordinário no Supremo Tribunal Federal.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministros-do-supremo-negam-antecipacao-de-votos-23032018

Termina hoje prazo para 438 mil eleitores cadastrar biometria em SP
Data: 23/03/2018

Votantes de Guarulhos, Sorocaba, e mais sete cidades devem registrar a digital sob risco de cancelamento do título de eleitor

No último dia do prazo para o cadastramento obrigatório da biometria, 438,2 mil eleitores de nove cidades paulistas precisam procurar um cartório eleitoral para acertar as contas com a Justiça Eleitoral. Precisam regularizar a biometria os votantes de Guarulhos, Botucatu, Itatinga, Pardinho, Várzea Paulista, Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora e Votorantim. Conforme último balanço divulgado pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), divulgado na manhã desta sexta-feira (23), 24,2% dos eleitores (438.238 eleitores) ainda não regularizaram a situação eleitoral para votar com o uso a digital já nas eleições deste ano. A situação mais preocupante é a da cidade de Guarulhos, segundo maior colégio eleitoral do Estado, onde 27,2% dos 943.032 eleitores ainda não cadastraram a digital. São 256.825 pessoas com situação irregular. O município de Sorocaba também preocupa o TRE. Com 498.590 eleitores, 388.723 (22%) dos residentes na cidade ainda não regularizaram a situação para votar neste ano. Em outras 75 cidades do Estado, o prazo limite para comparecer aos pontos de atendimento vai até o dia 27 de março. Cancelamento do título Quem não realizar o cadastramento da digital dentro do prazo estipulado terá o título de eleitor cancelado, afirma o TRE-SP. O cancelamento impede o eleitor de se inscrever em concursos públicos, obter passaporte ou CPF, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial e obter empréstimos em bancos estatais. De acordo com a assessoria do TRE-SP, os eleitores que perderem o prazo agora, nos dias 23 (hoje) e 27 (terça-feira), terão de fato o título cancelado e não existe nenhuma movimentação que indique o adiamento do prazo. No entanto, a assessoria diz que esses eleitores que tiverem o título cancelado terão até o dia 9 de maio (último dia para transferir e tirar o título de eleitor para votar neste ano) para regularizar a situação. Depois disso, só no fim do ano. Como cadastrar? Em todos os 84 municípios onde o cadastramento é obrigatório para as eleições deste ano, os eleitores podem fazer o cadastramento das digitais em postos de atendimento, cartórios eleitorais e nas unidades do Poupatempo com serviços eleitorais. Para realizar o cadastramento biométrico, é necessário ter em mãos um documento de identificação com foto (RG ou Carteira de Motorista), um comprovante de residência e o título de eleitor, se tiver. A lista com os endereços para efetuar o cadastro da digital pode ser consultada pelo site do TRE-SP.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/termina-hoje-prazo-para-438-mil-eleitores-cadastrar-biometria-em-sp-23032018

Homem faz reféns dentro de supermercado na França
Data: 23/03/2018

Crime acontece na manhã desta sexta-feira (23) na cidade de Trèbes e pelo menos uma pessoa morreu. Homem alega fazer parte do Daesh

Um homem entrou em um supermercado e fez clientes de reféns na cidade de Trèbes, a 100 km de Toulouse, no sul da França, na manhã desta sexta-feira (23). Pelo menos uma pessoa morreu, segundo a agência Reuters. O suspeito, a priori, alegou fazer parte do grupo terrorista Daesh. Segundo a publicação, morto se tratava de um funcionário do supermercado. Um polícial teria sido ferido com tiro no ombro foi levado para um pronto-socorro e passa bem. Este policial fazia parte de um grupo de quatro que fazia exercícios de corrida nas ruas de Trèbes. O grupo foi perseguido e alvejado por um homem em um carro. Este homem teria fugido e entrado no supermercado. O primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, informou que a "situação é séria" e que tudo leva a crer que se trata de um ato terrorista. A Procuradoria de Paris informou que procuradores de combate ao terrorismo estão investigando o incidente, mas não comentou sobre a possível ligação com o Daesh. Uma fonte da polícia havia dito mais cedo que oito pessoas estavam sendo mantidas como reféns no supermercado. De acordo com as primeiras informações, um homem "entrou por volta das 11h15 neste supermercado Super Um e tiros foram ouvidos", disse uma fonte próxima ao caso. O sequestrador está agora sozinho com um policial no supermercado e todos os outros reféns foram soltos, acrescentou à BFM. Uma fonte disse a agência AFP que o homem estaria armado com facas, uma pistola e granadas. A operação segue em andamento nos arredores do supemercado e a polícia pediu que fosse facilitado "o acesso às forças da ordem", com o intuito de garantir a integridade física de cada refém. O ministro do Interior, Gérard Collomb, está a caminho do local.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/homem-faz-refens-dentro-de-supermercado-na-franca-23032018

Homem faz reféns dentro de supermercado na França
Data: 23/03/2018

Crime acontece na manhã desta sexta-feira (23) na cidade de Trèbes e pelo menos uma pessoa morreu. Homem alega fazer parte do Daesh

Um homem entrou em um supermercado e fez clientes de reféns na cidade de Trèbes, a 100 km de Toulouse, no sul da França, na manhã desta sexta-feira (23). Pelo menos uma pessoa morreu, segundo a agência Reuters. O suspeito, a priori, alegou fazer parte do grupo terrorista Daesh. Segundo a publicação, morto se tratava de um funcionário do supermercado. Um polícial teria sido ferido com tiro no ombro foi levado para um pronto-socorro e passa bem. Este policial fazia parte de um grupo de quatro que fazia exercícios de corrida nas ruas de Trèbes. O grupo foi perseguido e alvejado por um homem em um carro. Este homem teria fugido e entrado no supermercado. O primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, informou que a "situação é séria" e que tudo leva a crer que se trata de um ato terrorista. A Procuradoria de Paris informou que procuradores de combate ao terrorismo estão investigando o incidente, mas não comentou sobre a possível ligação com o Daesh. Uma fonte da polícia havia dito mais cedo que oito pessoas estavam sendo mantidas como reféns no supermercado. De acordo com as primeiras informações, um homem "entrou por volta das 11h15 neste supermercado Super Um e tiros foram ouvidos", disse uma fonte próxima ao caso. O sequestrador está agora sozinho com um policial no supermercado e todos os outros reféns foram soltos, acrescentou à BFM. Uma fonte disse a agência AFP que o homem estaria armado com facas, uma pistola e granadas. A operação segue em andamento nos arredores do supemercado e a polícia pediu que fosse facilitado "o acesso às forças da ordem", com o intuito de garantir a integridade física de cada refém. O ministro do Interior, Gérard Collomb, está a caminho do local.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/homem-faz-refens-dentro-de-supermercado-na-franca-23032018

Amigos e artistas lamentam morte do produtor Carlos Eduardo Miranda
Data: 23/03/2018

Miranda, como era mais conhecido, descobriu artistas importantes como Gaby Amarantos e foi jurado de reality shows na TV

O produtor musical Carlos Eduardo Miranda morreu, aos 56 anos, na noite de quinta-feira (22), em São Paulo. O artista gaúcho sofreu um mal súbito em casa. Além de ter ficado famoso por ter ajudado a revelar bandas como Raimundos, Mundo Livre, Skank e Gaby Amarantos, Miranda foi jurado de reality musicais na TV. Nas redes sociais, vários artistas e amigos lamentaram a morte do produtor. Emocionada, Gaby Amarantos escreveu um texto no Instagram — Esse cara me ensinou muito sobre ser artista. Ele sempre acreditou na música do Pará, eu vou lembrar do seu coração amoroso, do seu lado manteiga derretida e do paizão nosso que ele sempre será.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/amigos-e-artistas-lamentam-morte-do-produtor-carlos-eduardo-miranda-23032018

Nesta sexta (23), 27 das 32 seleções da Copa disputam amistosos
Data: 23/03/2018

As 27 seleções estarão envolvidas em 18 jogos, sendo nove deles confrontos diretos entre países que disputarão a próxima Copa do Mundo na Rússia

A menos de três meses para o início da Copa do Mundo, as seleções já começam a entrar na reta final da fase de preparação. Nesta sexta-feira (23), 27 dos 32 países classificados entrarão em campo para a disputa de primeira rodada de amistosos neste mês de março — a outra sera na próxima terça-feira (27). Entre os 18 jogos que envolvem as 27 seleções, nove deles serão confrontos diretos entre países classificados para o Mundial da Rússia. O principal deles será em Dusseldorf, na Alemanha, onde os donos da casa e atuais campeões do mundo enfrentarão a Espanha. A seleção brasileira, do técnico Tite, jogará às 13h (de Brasília) contra a Rússia, em Moscou, no estádio Luzhniki, palco da final da Copa do Mundo. Outros bons jogos desta sexta-feira serão França x Colômbia (em Saint-Denis), Itália x Argentina (em Manchester) e Holanda x Inglaterra (em Amstedã). Vale lembrar que as seleções da Itália e da Holanda não se classificaram para a Copa. No sábado, outras seleções da Copa de 2018 também entrarão em campo: Japão (contra Mali), Coreia do Sul (contra Irlanda do Norte) e Suécia (contra o Chile). Na sexta-feira (22), a Dinamarca venceu o Panamá por 1 a 0. Já a Bélgica será a única seleção classificada para o Mundial da Rússia a não jogar nessa primeira rodada de amistosos. Amistosos pré-Copa desta sexta-feira, 23 de março (horário de Brasília): 8h35 - Uruguai x República Tcheca (Nanning, China) 9h20 - Japão x Mali (Liége, Bélgica) 13h - Rússia x Brasil (Moscou, Rússia) 14h - Noruega x Austrália (Oslo, Noruega) 15h - Senegal x Uzbequistão (Casablanca, Marrocos) 15h - Grécia x Suíça (Thessaloniki, Grécia) 15h15 - Tunísia x Irã (Radés, Tunísia) 16h - Ucrânia x Arábia Saudita (Sevilla, Espanha) 16h30 - Sérvia x Marrocos (Turim, Itália) 16h45 - Alemanha x Espanha (Dusseldorf, Alemanha) 16h45 - Itália x Argentina (Manchester, Inglaterra) 16h45 - Holanda x Inglaterra (Amsterdã, Holanda) 16h45 - Polônia x Nigéria (Wroclaw, Polônia) 16h45 - Portugal x Egito (Zurique, Suíça) 16h45 - Escócia x Costa Rica (Glasgow, Escócia) 17h - França x Colômbia (Saint-Denis, França) 21h30 - Peru x Croácia (Miami, Estados Unidos) 23h - México x Islândia (San Francisco, Estados Unidos)

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/nesta-sexta-23-27-das-32-selecoes-da-copa-disputam-amistosos-23032018

Jovem engenheiro cria negócio para ajudar pessoas do Jardim Pantanal
Data: 23/03/2018

Matheus Cardoso, de 23 anos, é um empreendedor que se dedica a reformar casas populares na zona leste de São Paulo

As ruas alagadas do Jardim Pantanal, bairro às margens do Tietê, marcaram a vida de Matheus Cardoso. O jovem cresceu convivendo com as dificuldades de uma comunidade que cresceu em área de transbordo do rio. Estudou engenharia e transformou a vontade de ajudar seus vizinhos em um negócio social ao criar a Moradigna. A empresa reforma casas de pessoas de baixa renda a um custo baixo. “Minha história é muito parecida com a de outros brasileiros”, diz Cardoso. “Meus pais vieram da Bahia para São Paulo no fim dos anos 1980 em busca de uma vida melhor e foram parar em uma comunidade que estava se formando na época, o Jardim Pantanal, na zona leste de São Paulo. Como tantas outras que surgem na cidade, era uma área inadequada e sem estrutura”. As enchentes faziam parte do calendário do bairro. “Convivíamos por meses com a água nas ruas e dentro das casas. Meu pai ia trabalhar de chinelo, com a calça dobrada e uma garrafa de água nas mãos. Quando chegava em um lugar seco, lavava os pés e colocava o sapato. Na volta para casa a situação se repetia". O bairro também sofria com condições precárias de saneamento. Cardoso conta que a família chegou a perder uma casa tentando construir andares sobre as lajes para fugir das enchentes. “Chegou a um ponto insustentável. Meus pais tiveram de demolir tudo e fomos morar em uma casa bem menor". O pai estudou até o segundo grau e trabalha com logística de obras, o que inspirou o filho, ainda menino, a trabalhar no ramo da construção civil. A mãe completou o ensino fundamental e após o divórcio passou a trabalhar como empregada doméstica para melhorar a renda da família. Estudar era uma necessidade. “Meus pais sempre nos incentivaram a estudar. Era a janela de oportunidade, o caminho para sair do Jardim Pantanal. E isso valeu para mim e para os meus irmãos. Minha irmã mais velha é professora na rede pública e o caçula estuda engenharia aeroespacial na Universidade Federal do ABC". Inspirado na profissão do pai, animado com o bom momento que vivia a construção civil, o jovem Matheus decidiu cursar o técnico em edificações na ETEC Tereza Nunes em Arthur Alvim e o ensino médio na ETEC Aprígio Gonzaga na Penha, ambos na zona leste. “Consegui ingressar em engenharia no Mackenzie com uma bolsa do Prouni, os dois primeiros anos eram período integral, mas no sétimo semestre eu precisei trabalhar e a rotina foi bem pesada”. Matheus saía de casa no Jardim Pantanal às 3h30 da madrugada para conseguir chegar na Vila Olímpia no horário comercial usando transporte público. “Eu saía do trabalho e seguia para a faculdade em Higienópolis e só aí voltava para casa. Muitas vezes, só conseguia ir para a cama depois de uma hora da manhã, praticamente não dormia”. E foi percorrendo a cidade e observando as diferenças que Matheus decidiu que precisava fazer algo pelo Jardim Pantanal. “Eu saía de um lugar de alta vulnerabilidade para trabalhar e estudar em lugares onde o metro quadrado é caríssimo. Só percebi a desigualdade social quando eu me deparei com as diferenças. Por que não transformar o Jardim Pantanal?”. Essa foi a semente para o projeto do Moradigna. Moradigna Ainda cursando a faculdade de engenharia, Matheus participou do projeto de incubadoras do Mackenzie. “Queria usar a minha profissão para ajudar as pessoas e mudar a realidade da minha comunidade”. Nesse processo, descobriu que poderia criar um negócio social. Com o esboço de um projeto desenhado, participou do processo de Aceleração e Capacitação do Yunus Negócios Sociais. “Esses foram os grandes impulsos que recebi, ao mesmo tempo que investia nos meus sonhos, eu precisava trabalhar para ajudar minha mãe". A Moradigna surgiu não como um negócio inovador, a ideia é relativamente simples: reformar casas insalubres, que sofrem com umidade e mofo, com planejamento. “Nossa proposta é a de resolver problemas. Sabemos que uma reforma não planejada tem um custo 40% maior no final. No caso de pessoas de baixa renda, esse número é ainda maior porque são pessoas com instrução menor". O primeiro projeto de reforma foi a própria casa. “Eu precisava começar de alguma forma, mas meu capital inicial era zero. Então, peguei o cartão de crédito da minha irmã sem ela saber, comprei o material necessário e reformei a casa da minha mãe". Passo nada ortodoxo, mas que deu certo. Vizinhos o contrataram para novas obras e o projeto foi ganhando forma de um negócio. “Decidi largar meu emprego na Promon Engenharia para ser um empreendedor social. Não foi fácil! Eu tinha realizado o sonho da minha mãe: me formei e trabalhava com carteira assinada. Ninguém entendeu a minha decisão no início”. Depois do impacto, mão na massa. A Moradigna passou do projeto para a empresa em 2015. Um negócio que realiza reformas em casas na zona leste de São Paulo, Guarulhos e Itaquaquecetuba. A mão de obra contratada é local para fomentar a economia do bairro. Também conta com parceiros como grandes empresas do setor de construção civil, um jeito de conseguir preços mais baixos na compra dos materiais. O custo médio das reformas do Moradigna é de R$ 5 mil, que podem ser parcelados via financeiras. “Começamos com 15 reformas no primeiro ano e hoje já realizamos mais de 400 obras. Eu entendo que a casa de uma pessoa é a sua segunda pele, o local onde deve se sentir bem e é fundamental que viva com dignidade. Consegui reunir em um só lugar meu sonho e meu trabalho".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/jovem-engenheiro-cria-negocio-para-ajudar-pessoas-do-jardim-pantanal-23032018

'Parecia que eu era ladrão': clientes se unem e compram mercadoria de ambulante que seria apreendida
Data: 23/03/2018

Os agentes anunciaram que o ambulante não tinha autorização e dezenas de pessoas se uniram para inibir a ação dos fiscais e policiais.

Policiais militares, guardas civis e fiscais da prefeitura cercam um homem de avental branco que carregava uma caixa de isopor cheia de sucos e salgados em Montes Claros (MG). Os agentes anunciaram que o ambulante estava vendendo produtos sem autorização em uma praça no centro da cidade e que tudo seria apreendido. Inconformadas com a situação, dezenas de pessoas se uniram para inibir a ação dos fiscais e policiais. O grupo passou a segui-los, insistindo para que não punissem o ambulante, aos gritos de "deixem ele trabalhar". A cena foi registrada na tarde da última quarta-feira e viralizou nas redes sociais. Ao ver que os fiscais estavam prestes a carregar toda a mercadoria, um homem de camiseta vermelha os ignora e estende a mão com uma nota de R$ 2. Ele diz que vai comprar uma garrafa de suco, sem se importar com a presença dos policiais. A ação desencadeia uma reação em cadeia nas pessoas ao redor, que também passaram a tirar notas do bolso e entregar para o ambulante. Chorando, Leonardo Ferreira Soares, de 44 anos, juntava as notas amassadas em suas mãos e, em poucos minutos, todo o material que seria apreendido foi distribuído entre as pessoas. "Juntou umas 30 pessoas em volta de mim. Algumas só queriam me ajudar. Teve gente que me deu nota de R$ 10 e nem pegou nada. Eu fiquei chorando de emoção e também passei a distribuir os sucos e salgados para quem não tinha me dado nada", disse Soares em entrevista à BBC Brasil. Um dos vídeos publicados no Facebook sobre o caso já foi compartilhado mais de 125 mil vezes e visto mais de 3 milhões. Uma das imagens que circulam na internet foi feita pela atendente Andreia Aparecida Santos quando voltava do trabalho. "Sempre vejo ele ali com suas vendas. Foi muito triste e revoltante ver uma coisa dessas. Eu só não comprei nada porque estava sem dinheiro, senão teria ajudado também", disse à BBC Brasil. Durante a ação, os guardas municipais tentaram levar não só a caixa de isopor e bandejas cheias de salgados fritos, mas também o carrinho de ferro que o vendedor usa para transportar os produtos. Com uma das pernas quebrada em dois lugares (tíbia e tornozelo), o ambulante diz caminhar uma hora de sua casa até a praça todos os dias. "O que fizeram comigo foi desumano. Parecia que eu era um ladrão. Eu fiquei só chorando. Eu não ia brigar com eles, não sou de briga. O que mais me incomoda é que para tirar o lixo da praça, não aparece ninguém, mas para tirar um trabalhador veio uma multidão", disse Soares. Procurada, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Montes Claros informou por telefone que a operação foi legítima, com a intenção de coibir a venda "desenfreada de produtos irregulares". "A ação foi feita em conjunto com a Polícia Militar, Receita Federal e Estadual. Não teve nada de irregular", disse um assessor. A reportagem perguntou por e-mail à prefeitura qual a frequência e quantidade de produtos apreendidos na região, mas não recebeu nenhuma resposta. Soares conta que vende os produtos há quatro anos no mesmo ponto e que esta foi a primeira vez que tentaram levar as mercadorias. "Todo dia acordo cedo para fritar tudo e distribuir em padarias e pequenos comércios. Por volta das 13h, eu saio de casa com o carrinho lotado. Ando uma hora e meia com pelo menos 60 kg para economizar a passagem de ônibus e eles querem tomar tudo. Por que tratam um trabalhador assim?", disse o vendedor ambulante. Sem gás de cozinha e dívida de R$ 20 mil Desempregado há quatro anos, Leonardo Soares diz que o trabalho como ambulante foi a única alternativa que encontrou para conseguir sustentar ele e a esposa e pagar o aluguel de R$ 350 da casa onde vivem. Ele disse que sua intenção era conseguir pelo menos R$ 100 para comprar o gás de cozinha para sua casa, que tinha acabado. "Eu trabalhava como vendedor na zona sul de São Paulo e me mudei para cá depois que me desentendi com meu irmão. Até tentei montar uma lanchonete em Montes Claros, mas não deu certo e ainda fiquei com uma dívida de quase R$ 20 mil, que não consegui pagar até hoje", conta ele. Soares conta que vende sucos de acerola, laranja, umbu e siriguela, além de pastéis e bolinhos de mandioca recheados de carne, frango e bacalhau. Na casa dele, porém, não é sempre que tem carne. "Eu já comi arroz puro porque não tinha mais nada. Numa situação dessas e ainda queriam apreender até meu carrinho, meu instrumento de trabalho. Minha vontade era apenas trabalhar para poder ter água e luz na minha casa. Se eu tivesse um emprego registrado, seria muito melhor do que ter de passar por isso", afirmou. Soares conta que até mesmo o ex-prefeito comprava seus sucos, comprava e ainda distribuía. Mas afirma que as ameaças dos fiscais municipais são constantes. "Eles sempre dizem que vão pegar minhas mercadorias. Esse é um dos motivos que me fazem pensar se eu volto a trabalhar. Hoje, eu sentei na cama e fiquei chorando porque não sei o que fazer. Tenho medo de voltar lá e passar esse constrangimento de novo", diz Soares. "Eu não trabalho como ambulante por opção. Eu trabalho porque não tenho o que fazer. Com certeza, trocaria por qualquer outro emprego".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/cidades/parecia-que-eu-era-ladrao-clientes-se-unem-e-compram-mercadoria-de-ambulante-que-seria-apreendida-22032018

Mudanças no MEI chegam para melhor
Data: 23/03/2018

Mudanças no MEI chegam para melhor

As recentes mudanças no MEI (Microempreendedor Individual) trouxeram e vão continuar trazendo diversos benefícios, uma vez que as novas regras que foram estabelecidas no ano de 2016 por meio da Lei Complementar entraram em vigor agora com a aprovação do Comitê Gestor do Simples Nacional. Para saber os impactos que isto irá causar nos seus negócios, é preciso analisar cada caso e avaliar pontos, como os exemplos a seguir: 1) Exclusão e inclusão da lista de enquadramento como MEI Foram excluídos da lista do MEI: personal trainer; arquivista de documentos; contador; e técnico contábil. Passaram a ser autorizados como MEI: apicultor; cerqueiro; lLocador de bicicletas; locador de materiais e equipamentos esportivos; locador de motocicletas, sem condutor; locador de videogames; viverista; prestador de serviços de colheita; prestador de serviços de poda; prestador de serviços de preparação de terrenos; prestador de serviços de roçagem, destocamento, lavração, gradagem e sulcamento; e prestador de serviços de semeadura. O grande benefício trazido por esse aumento de atividades que podem ser incluídos no MEI é a formalização da prestação de serviço por todas essas pessoas. Isso porque, em muitos casos, esses prestadores de serviços acabam por trabalhar na informalidade, o que acarretava prejuízo para eles e para quem os estava contratando. Possibilitando a sua formalização como MEI, toda a atividade de prestação de serviços será regulada e formalizada. 2) INCLUSÃO DO TERMO "INDEPENDENTE" EM TODAS AS OCUPAÇÕES Todos devem ser independentes, pois o Comitê Gestor determinou o acréscimo do termo "independente" em todas as ocupações do MEI, o que significa que a ocupação deve ser exercida pelo titular do empreendimento, que não deve estar subordinado ao contratante e nem possuir relação de habitualidade com o mesmo. 3) EXIGÊNCIA DE CERTIFICADO DIGITAL PARA CUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÕES Ainda fora determinado que a microempresa e a empresa de pequeno porte que tiver empregado necessitarão de certificado digital para cumprir com as obrigações da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e Informações à Previdência Social (GFIP) ou do eSocial. 4) AUMENTO DO LIMITE DE FATURAMENTO DO MEI Outra alteração é o aumento do limite do faturamento de R$ 60 mil para R$ 81 mil. Com isso, os empreendedores que faturaram em 2017 entre R$ 60 mil e R$ 72 mil poderão optar pelo pagamento de uma multa sobre o excedente e permanecer enquadrados no mesmo regime tributário. Isso é muito bom para o Microempreendedor, pois ele não se restringirá a continuar prestando serviços, como o limite de faturamento foi aumentado, e ainda terá o incentivo de procurar mais negócios sem o medo de ser desenquadrado da condição de MEI por estourar esse limite. O novo limite traz mais conforto especialmente para os microempreendimentos que têm tendência a crescer. E tal como ocorreu nesta mudança, com a inclusão de 13 novas atividades, a tendência é que com o passar do tempo mais atividades possam ser incluídas e, com isso, o aumento de empresas que se formalizem. Antes os empresários enquadrados no MEI ficavam restritos ao faturamento e até mesmo deixavam de pegar serviço ou postergavam a emissão de nota fiscal para não serem desenquadrados do MEI, e com isso terem a carga tributária majorada. Apenas não vê com bons olhos por parte da Receita Federal, que estima que a entrada de novas empresas na modalidade, com o faturamento majorado para R$ 81 mil acarretará em queda na arrecadação. Isso porque, antes, essas 13 novas atividades não podiam ser MEI, e aqueles que faturavam mais de R$ 60 mil também não. Como o MEI é uma forma de tributação menor, isso não foi tão bem recebido pela Receita Federal por importar na diminuição da arrecadação dos tributos. Porém, aos olhos dos contribuintes, não há que se falar em qualquer perda, mas apenas em ganhos. Artigo de: Andréa Giugliani, da Giugliani Advogados Fonte: Agência Estilo Press Portal Contábeis

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/contabeis/mudancas-no-mei-chegam-para-melhor-23032018

Sem Neymar, Brasil testa sua força em amistoso contra a Rússia
Data: 23/03/2018

Sem o atacante Neymar, a seleção brasileira, do técnico Tite, enfrentará no amistoso desta sexta-feira, às 13 horas (de Brasília) a Rússia, em Moscou

Mostrar que é forte, independentemente de nomes. É isso que Tite espera da seleção brasileira no amistoso desta sexta-feira (23), às 13 horas (de Brasília) contra a Rússia, em Moscou. Na reta final para a Copa do Mundo, o desejo do treinador se explica: o time não terá sua estrela maior, o machucado Neymar. Ausência sentida, mas que abre a oportunidade de os jogadores, sobretudo os mais experientes e que vêm sendo aproveitados com regularidade, assumirem a responsabilidade de conduzir a equipe. Tite fez mudanças. Além de colocar Douglas Costa na vaga de Neymar, barrou Renato Augusto e escalou Willian. Na defesa, optou por Thiago Silva, pois Marquinhos não está bem fisicamente e será preservado para o amistoso de terça-feira contra a Alemanha, em Berlim. Ao mexer na frente, aproveitando Willian — "que está arrebentando" — e Douglas Costa, Tite pretende deixar a seleção mais "aguda", pois são dois jogadores que ele define como "verticais e ofensivos", e também com recursos para superar a defesa do time russo, esteja ela armada em linha de cinco ou de quatro jogadores. "Na fase ofensiva é 4-3-3, sem abrir mão de ter meio-campo forte. O futebol passa pela imposição do meio-campo em sua capacidade criativa, lúdica, é um jogador vai compor essa posição (de ajudar o setor)", disse Tite sobre o esquema tático. Ele quer Paulinho chegando na área, mas também ajudando Casemiro a marcar. Vai colocar Philippe Coutinho mais centralizado, Willian pela direita e Douglas Costa pela esquerda. Tite, aliás, preocupou-se em aliviar o peso sobre o atacante da Juventus. "O Douglas Costa não vai substituir o Neymar, vai ser Douglas Costa. O Neymar é insubstituível." A partida desta sexta (23) vai ser disputada no estádio Luzhniki, provavelmente sob temperatura negativa. O local será palco da decisão do Mundial da Rússia. Tite, que entre os argumentos para defender o amistoso contra a anfitriã, utilizou a importância de os jogadores sentirem o "clima de Copa", admitiu querer mesmo é voltar à arena em 15 de julho. "Quem é que não sonha? Todos da Copa do Mundo sonham estar aqui na final", considera. Mas não quer parecer precipitado. "Temos de fazer o melhor trabalho e ele está no jogo de amanhã (sexta)." A seleção brasileira vai estrear a camisa número dois que utilizará no Mundial, na cor azul. Meias e calções têm a mesma cor. O goleiro Alisson será o capitão, continuando o rodízio no posto idealizado por Tite. Ele será o 15.º jogador a desempenhar este papel em 18 jogos sob o comando do treinador. A camisa número um, amarela, vai ser usada no jogo de terça-feira com os alemães. OLHO NA COPA - O treinador convocou 25 jogadores para os amistosos contra russos e alemães. Quer observar o comportamento emocional e técnico, principalmente dos novatos, mesmo que seja apenas nos treinos e na concentração. Isso visando à elaboração do grupo final que levará ao Mundial. Ainda assim, prefere não usar a palavra teste. "Não vai ter teste. É oportunidade e quem não estiver bem terá seu substituto, mas não premedito nada", afirmou Tite. "É a capacidade de ler o jogo, o que possa ser importante e um atleta que possa contribuir. Não tenho tempo para ver como é um atleta para convocar depois." A convocação final será feita no início de maio. Tite já tem 16 nomes definidos e admite quebrar a cabeça para fechar a relação de 23 atletas, por um motivo principal. "O que mais me pressiona, isso sim me pressiona, é poder olhar todo mundo e ser justo", justificou. "Ser justo porque para o atleta também é um orgulho máximo estar aqui. Fico inquieto, chato, perturbado para avaliar todos e ser humanamente o mais justo possível." Ele reiterou considerar que chegar à seleção é o ápice da carreira de um técnico, e lembrou que muitos profissionais de nível não tiveram essa chance. "Abel e Paulo Autuori, dois campeões do mundo por seus clubes, com trajetórias lindas, não tiveram oportunidade de estarem onde estou. Sou extremamente feliz pela oportunidade."

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sem-neymar-brasil-testa-sua-forca-em-amistoso-contra-a-russia-23032018

Fluminense empata com Flamengo e pega Botafogo na final da Taça Rio
Data: 23/03/2018

Tricolor abriu o placar com Gum, mas viu Everton fazer 1 a 1 na noite desta quinta-feira (22), no Estádio Nilton Santos; decisão acontece no domingo

A final da Taça Rio está definida. O Fluminense contou com a vantagem do empate e ficou no 1 a 1 com o Flamengo, na noite desta quinta-feira (22), no Nilton Santos, para avançar à decisão do segundo turno do Campeonato Carioca. Gum e Everton fizeram os gols do jogo no Engenhão. A decisão entre Botafogo – que passou pelo Vasco na última quarta – e Fluminense acontecerá no domingo, às 16 horas, no Maracanã. O árbitro será Bruno Arleu de Araújo. O campeão já estará em uma das semifinais do Campeonato Carioca; assim como o Flamengo, vencedor da Taça Guanabara. O gol do Fluminense saiu no último minuto do primeiro tempo. Sornoza cobrou escanteio pela esquerda, Diego Alves ficou no meio do caminho e Gum marcou de cabeça. Na volta para o segundo tempo, o Flamengo partiu para cima e, por pouco, não marcou com Vinícius Júnior, Lucas Paquetá e Jonas. De tanto ir para o ataque, deixou espaços na defesa e obrigou Júlio César a fazer grande defesa. O goleiro só não conseguiu se defender o chute de Everton, de fora da área, aos 40 minutos. Logo no lance seguinte, os jogadores das duas equipes se envolveram em confusão devido a uma lesão de Sornoza. O empate daria a classificação ao Tricolor, e o Rubro-Negro tinha pressa para voltar ao jogo. Já nos acréscimos, Diego Alves foi tentar o cabeceio na área, mas de nada adiantou. O Fluminense saiu classificado apesar do empate. FLUMINENSE 1 X 1 FLAMENGO Data-Hora: 22/03/2018 - às 20h (de Brasília) Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ) Árbitro: Maurício Machado Coelho Junior (RJ) Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ) Público/renda: 16.923 pagantes / R$ 548.310,00 Cartões amarelos: Pedro e Júlio César (FLU); Éverton Ribeiro, Jonas e Réver (FLA) Gols: Gum (46'/1ºT - 1x0) e Everton (40'/2ºT - 1x1) FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Jádson, Richard (Douglas, 27'/2ºT), Ayrton Lucas e Sornoza; Marcos Júnior (Pablo Dyego, 12'/2ºT) e Pedro (Marlon, 39'/2ºT). Técnico: Abel Braga. FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Vinicius Júnior, intervalo); Jonas, Diego e Lucas Paquetá; Everton Ribeiro (Cuéllar, 22'/2ºT), Everton e Henrique Dourado (Felipe Vizeu, 32'/2ºT). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/fluminense-empata-com-flamengo-e-pega-botafogo-na-final-da-taca-rio-22032018

Em evento de caridade, Beyoncé deixa filha fazer lance de US$ 19 mil
Data: 23/03/2018

Blue Ivy, Jay-Z e Beyoncé marcaram presença no Wearable Art Gala, evento beneficente criado pela mãe da cantora, Tina Lawson

Sabe quando você é criança e sua mãe fica furiosa quando você quebra alguma coisa da loja e ela tem que pagar? O mesmo não acontece com Blue Ivy, filha de Beyoncé e Jay-Z, que acidentalmente fez um lance de US$ 19 mil em uma obra de arte no Wearable Art Gala. A família mais famosa da música pop marcou presença no evento beneficente criado por Tina Lawson, mãe de Bey. Com o tema “Waco to Wakanda”, a festa promoveu um leilão de obras de arte. De tanto observar as pessoas ao seu redor darem lances, a pequena Blue soube o que fazer ao ver uma peça que gostou. Jay-Z ainda tentou conter a garota, mas foi em vão. Beyoncé também brilhou no Wearable Art Gala. A cantora ganhou o Humanitarian Awards, um prêmio que contempla seu trabalho humanitário. Ao aceitar a honraria, ela sublinhou que mais importante que doar dinheiro, é doar seu tempo para as pessoas, algo que, conforme contou, ela aprendeu com sua mãe.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/em-evento-de-caridade-beyonce-deixa-filha-fazer-lance-de-us-19-mil/

Capitã Marvel será a pessoa mais poderosa da Marvel até hoje, diz roteirista
Data: 23/03/2018

“Estamos muito animados para tê-la em Vingadores 4

mbora Capitã Marvel não vá aparecer em Vingadores: Guerra Infinita, ela terá um papel “importante” para desempenhar na continuação, Vingadores 4, de acordo com o roteirista Christopher Markus. “Estamos muito animados para tê-la em Vingadores 4. O filme solo dela ainda não saiu, então tivemos que nos coordenar com o pessoal daquela produção para inclui-la no nosso filme. Em termos de nível de poder, ninguém que introduzimos no universo Marvel até agora tem tanto poder quanto ela”, contou. Capitã Marvel | Vídeo dos bastidores mostra a heroína em ação “Em termos de personalidade, eu acho que ela é próxima do Capitão América – ela tem um senso do que é certo, e não quer ouvir quando as pessoas a contradizem. Em meio a egos inflados como o de Tony [Homem de Ferro] e pessoas cuja vida pessoal é uma loucura, como Quill [Senhor das Estrelas], alguém com uma visão clara de mundo é bem-vindo”, disse ainda. Com direção de Anna Boden e Ryan Fleck, Capitã Marvel vai voltar no tempo dentro do universo cinematográfico da Marvel, colocando Carol Denvers investigando crimes e conspirações ligadas ao governo nos anos 1990. Capitã Marvel estreará nos cinemas em 8 de março de 2019.

Link Notícia: https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/noticias/2018/03/capita-marvel-sera-a-pessoa-mais-poderosa-da-marvel-ate-hoje-diz-roteirista

É razoável ou causa instabilidade? A polêmica decisão do STF que impede prisão de Lula antes da análise de habeas corpus
Data: 23/03/2018

Plenário do STF votou nesta quinta-feira (22) pela admissibilidade do HC do ex-presidente petista

Depois de passar a tarde desta quinta-feira reunidos, os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram suspender a sessão e adiar a análise do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mas, ao mesmo tempo, decidiram de forma liminar (provisória) impedir a possibilidade de que o petista seja preso até a conclusão do julgamento. Com isso, Lula ganhou tempo: a corte só volta a se reunir no dia 4 de abril, já que não há sessão na semana da Páscoa. O julgamento do habeas corpus pode impedir que o petista seja preso após ser condenado pela segunda instância da Justiça no caso do tríplex do Guarujá, no qual ele é acusado de receber propina da construtora OAS. O próprio STF criou as condições para que o TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre, determinasse a prisão de Lula: em 2016, o Supremo mudou seu entendimento e passou a autorizar a prisão após condenação em segunda instância. Em janeiro, o TRF-4 condenou o petista a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O tribunal de Porto Alegre marcou para a próxima segunda-feira o julgamento dos recursos finais da defesa nessa instância — se forem recusados, conforme esperado, o petista poderia ser preso. Com a decisão desta quinta-feira, porém, mesmo que isso ocorra, ele não poderá ser detido até o julgamento do habeas corpus seja concluído no STF. A BBC Brasil conversou com especialistas em direito constitucional e ex-ministros de tribunais superiores para entender os pontos mais polêmicos da decisão. A decisão é razoável ou causa mais incerteza? Para os juristas ouvidos pela reportagem, a decisão do STF de adiar o julgamento – o que na prática pode impedir que Lula seja preso caso o TRF assim o decida – é razoável, uma vez que o ex-presidente não teria culpa pelo fato de o Supremo não ter conseguido tomar uma decisão antes de concluir sua sessão nesta quinta-feira. "Por motivos alheios à vontade de Lula, o Supremo decidiu suspender a sessão, então não é nada demais conceder a liminar (em seu favor). Os ministros só estão garantindo uma situação (a liberdade do ex-presidente), tendo em vista que a própria corte não conseguiu concluir seu julgamento", diz Marcelo Ribeiro, ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral. "Se o Supremo foi incapaz de julgar, quem tem de sofrer com isso não pode ser o réu", explica Thiago Bottino, professor da FGV Direito Rio. Na opinião do ex-ministro do STJ Gilson Dipp, o STF "chegou à decisão correta, por linhas tortas". "O habeas corpus foi pautado de ontem para hoje, porque havia o julgamento (no TRF-4) pautado para segunda-feira. Ou se concluía hoje, ou tinha de se conceder (a liminar). Nem precisaria (o advogado de Lula) pedir. O STF poderia conceder de ofício (isto é, por iniciativa dos próprios ministros)", diz Dipp. Há precedentes? Durante a sessão, a ministra Rosa Weber disse que "há precedente" no STF para suspender um julgamento de habeas corpus e, com isso, conceder uma liminar favorável ao réu – mas disse não não se lembrar do caso concreto. Em uma pesquisa no portal do STF, a reportagem da BBC Brasil localizou um caso similar, de abril de 2015: uma liminar foi concedida para evitar a prisão de dois réus enquanto o julgamento do habeas corpus estava interrompido por um pedido de vista. Foram localizados também alguns casos nos quais o tribunal interrompeu o julgamento de pedidos de habeas corpus, mas não concedeu liminares. O caso de 2015 diz respeito aos empresários Arthur Augusto Dale e Ricardo Thomé, envolvidos no chamado "escândalo dos precatórios", que estourou no fim dos anos 1990. Em 2014, já condenados pelo STJ, Dale e Thomé, que estavam em liberdade, entraram com um habeas corpus no STF questionando a duração das penas de prisão. A Primeira Turma do Supremo começou a julgar o pedido em outubro de 2014, mas o julgamento foi interrompido por um pedido de vista do ministro Luiz Fux. Então, em abril de 2015, o STJ terminou de julgar todos os recursos de Dale e Thomé, e mandou prender ambos. O relator do habeas corpus no STF, Dias Toffoli, concedeu uma decisão liminar (provisória), determinando que ambos ficassem em liberdade até que o julgamento do pedido fosse concluído pela Primeira Turma. Na decisão, o ministro também interrompeu a contagem do prazo de prescrição. Na época, Dias Toffoli argumentou que o resultado do habeas corpus poderia reduzir a pena de ambos: poderia ocorrer, por exemplo, que eles começassem a cumprir a pena em regime semiaberto ou aberto. Por que a prisão em segunda instância causa tanta polêmica? Em 2016, por 6 votos a 5, os ministros do Supremo decidiram permitir que condenados em segunda instância (ou seja, por um tribunal colegiado) poderiam ir para a prisão – até então, esperava-se até o fim da tramitação de um processo para prender um réu. Desde então, no entanto, o tema tem sido recorrente no debate político. O ministro Gilmar Mendes, que havia votado pela prisão após a condenação em segunda instância, mudou de opinião – neste mês, por exemplo, ele concedeu habeas corpus para quatro réus condenados em segunda instância no âmbito da Operação Catuaba, que apura um suposto esquema de sonegação de impostos. Por sua vez, a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, tem relutado em colocar o assunto em pauta novamente. Ela teme que a retomada da discussão seja vista como casuísmo – o assunto só estaria voltando à pauta por ter implicações em um julgamento de peso, como o do ex-presidente Lula. Para os especialistas ouvidos pela BBC Brasil, o problema é que criou-se um cenário em que cada processo tem um desfecho diferente dependendo de qual ministro o julga. "Hoje é uma loteria. O habeas corpus depende da sorte de cair com um ministro (favorável à libertação)", afirma Eloisa Machado, professora da FGV Direito SP. A decisão causa instabilidade? O julgamento desta quinta-feira referia-se apenas ao caso do ex-presidente Lula. Mas isso também foi alvo de críticas à corte: esperam avaliação dos ministros duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) que uniformizariam o entendimento do tribunal sobre a prisão após segunda instância de forma genérica, sem referência a um caso específico. Houve pressão para que as ADCs, e não o habeas corpus a favor de Lula, fossem pautadas. "O que o país quer é que o Supremo resolva a questão para todos", diz Joaquim Falcão, da FGV Direito Rio. "Mas o Supremo passou a ser um fator de instabilidade nacional. É preciso previsibilidade, mas o que estamos vendo é o contrário." Falcão critica práticas como a falta de clareza na colocação e retirada de pautas de julgamento; manifestações públicas além dos autos; e encontros dos ministros com partes dos processos. "Essas práticas estão se acentuando gravemente. Não estamos falando da judicialização da política, mas de uma partidarização do supremo. Aquilo virou uma arena política, mas a arena política tem que ser o Congresso." Na avaliação de Falcão, tais condutas colocam em dúvida até mesmo a previsão de que o julgamento do habeas corpus de Lula seja retomado no dia 4 de abril – o que poderia não ocorrer, por exemplo, com a ausência de alguns ministros ou pedidos de vista. Conforme mostrou a BBC Brasil em novembro, a corte acumula centenas de pedidos de vista, boa parte ultrapassando os prazos regimentais para devolução. Oscar Vilhena, da FGV Direito SP, também faz críticas ao que classifica como caráter "errático" das decisões da corte. Isso, segundo ele, isso ocorre por dois motivos: "Primeiro, porque há uma quantidade muito grande de decisões monocráticas (ou seja, tomadas por apenas um ministro), e por isso casos semelhantes são julgados de forma diferente". "Segundo, porque mesmo as decisões colegiadas (tomadas por todos os ministros) não são consensuais, mas sim de somatória de votos. Em cortes mais maduras, como na Alemanha ou França, os juízes debatem até chegar a uma conclusão e redigem o voto (com a posição) da maioria. Aqui, cada ministro tem o seu voto e não há consenso nas razões (para cada decisão)", diz. "Por isso, até mesmo um assunto que foi decidido há um ano e meio (em referência à prisão após condenação em segunda instância) nem poderia voltar à pauta."

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/e-razoavel-ou-causa-instabilidade-a-polemica-decisao-do-stf-que-impede-prisao-de-lula-antes-da-analise-de-habeas-corpus-23032018

Adiar decisão de auxílio-moradia custa R$ 135,5 milhões por mês
Data: 23/03/2018

São 30.990 servidores com direito ao benefício e que custam R$ 1,6 bilhão anualmente para os cofres públicos

A decisão do ministro Luiz Fux de adiar a discussão no Supremo Tribunal Federal sobre a concessão de auxílio-moradia a magistrados e procuradores vai representar um custo mensal de R$ 135 milhões para a União. É que, após segurar o tema por quatro anos, Fux aceitou na terça-feira (20) pedido da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) e retirou da pauta do plenário do STF o julgamento de seis ações que discutem a constitucionalidade do benefício. Como resultado da decisão do magistrado, o tema será alvo de uma mesa de diálogo de conciliação, por intermédio da Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal, órgão ligado à AGU (Advocacia-Geral da União). Na prática, o entendimento do ministro mantém em vigor a concessão de auxílio-moradia tanto para juízes federais como para membros do Ministério Público, no tempo em que durarem as negociações. A solução encontrada derruba a expectativa de que o STF pudesse acabar com o benefício, como indicavam os magistrados da Corte, o que motivou protestos de juízes em todo o País. A cada mês, o benefício representará uma despesa de R$ 135.665.852,70 para os cofres públicos. Esse é o valor gasto mensalmente com juízes federais de primeira e segunda instância, ministros de tribunais superiores, do Tribunal de Contas da União e membros do Ministério Público da União e dos Ministérios Públicos dos Estados. No total, eles são 30.990 servidores com direito ao benefício e custam R$ 1,6 bilhão anualmente para o país. Os dados fazem parte de um estudo feito pela Consultoria Legislativa do Senado, no fim do ano passado, a pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O levantamento leva em conta o auxílio-moradia desses agentes, que corresponde a R$ 4.377,73. Os moldes desta conciliação ainda estão sendo formulados pela AGU e não há ainda um prazo para que as negociações comecem. "O tempo de duração dos processos de conciliação depende da complexidade da matéria e das peculiaridades de cada caso. Como o caso está judicializado, será necessária a homologação judicial da conciliação pelo ministro relator no Supremo Tribunal Federal", explicou o órgão por meio de sua assessoria de imprensa. A AMB comemorou a decisão de Fux e defendeu a legitimidade do auxílio-moradia. "Foi uma decisão acertada [do STF] e segue a tendência da solução de conflitos por meio da conciliação. A ajuda de custo para moradia tem previsão legal", disse o presidente da AMB, Jayme de Oliveira, por e-mail.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/adiar-decisao-de-auxilio-moradia-custa-r-1355-milhoes-por-mes-23032018

Projeto polêmico eleva receita das casas lotéricas
Data: 23/03/2018

Proposta aumenta a remuneração dos mais de 84 mil correspondentes bancários que aceitam o pagamento de contas no País

Um projeto de lei que está pronto para ser votado no Senado vem provocando uma disputa entre lotéricas, de um lado, bancos e concessionárias públicas, do outro.No centro da polêmica, estão os boletos bancários. A proposta aumenta a remuneração dos mais de 84 mil correspondentes bancários que aceitam o pagamento de contas no País. Já aprovado pelos deputados, o Projeto de Lei 1 de 2018 prevê que lotéricas e o comércio deverão receber 0,8% de cada conta paga no caixa, com mínimo de R$ 1,06 e máximo de R$ 3,14. Atualmente, a remuneração é variável e negociada entre o comerciante e o banco. Instituições financeiras dizem que, para cada conta recebida, pagam em média de R$ 0,80 a R$ 0,85. Já as lotéricas falam em média de R$ 0,60. Os correspondentes bancários reclamam uma comissão maior por esse serviço. Bancos e concessionárias de serviços públicos dizem que o aumento pode afetar o consumidor e que a medida reduziria o serviço, prejudicando especialmente pequenas cidades. O autor do projeto é o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR). O tucano faz parte da Frente Parlamentar em Defesa dos Lotéricos que tem 207 membros. — Estamos discutindo uma renda mínima para os lotéricos. Sou um homem público e essa é uma pauta importante. Aos bancos e concessionárias de serviços públicos, a nova proposta poderia custar até R$ 12 bilhões por ano. Os valores são estimados com o gasto extra de R$ 4 bilhões para recebimento de contas de concessionárias públicas, R$ 3 bilhões de boletos tradicionais e a despesa extra de R$ 3 bilhões com o transporte de valores. Além de criar uma comissão mínima de R$ 1,06 a cada boleto recebido, o projeto obriga que o transporte de dinheiro do correspondente até o banco seja custeado pelas instituições financeiras. Hoje, é uma responsabilidade dos lotéricos e varejistas — que são vítimas de assaltos e roubos. Dos correspondentes bancários, cerca de 70 mil estão no varejo - como mercados, farmácias e padarias — e outros 13 mil são agentes lotéricos tradicionais. Os lotéricos são os principais defensores da medida e têm feito forte pressão no Congresso. O presidente da Federação Brasileira das Empresas Lotéricas (Febralot), Jodismar Amaro, diz que o setor tentou negociar o aumento dos valores com a Caixa, mas as negociações não avançaram. — O projeto repõe a inflação. O custo de processar um boleto está entre R$ 0,80 e R$ 0,90. É mais do que o que gente recebe. O presidente executivo da entidade que reúne operadoras de telefonia, o Sinditelebrasil, Eduardo Levy, diz que a mudança teria duas consequências. Ele acredita que as empresas de telecomunicação tendem a repassar o custo aos clientes. Já as concessionárias de água e luz poderão ter dificuldade porque os preços ao consumidor são regulados. Outra hipótese citada por Levy é que bancos poderão até encerrar acordos com correspondentes pelo custo de transporte de dinheiro. Nesse caso, há risco de aumento da inadimplência em mais de 2 mil municípios que não têm agência bancária - localidades onde o custo de transporte seria maior. Procuradas, Caixa e Febraban não se pronunciaram sobre o tema.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/projeto-polemico-eleva-receita-das-casas-lotericas-23032018

Polícia Civil de SP abre concurso de delegado com salário de R$ 9.507,77
Data: 23/03/2018

Candidatos podem se inscrever para oportunidade a partir do dia 4 de abril no site da Vunesp

A Polícia Civil do Estado de São Paulo publicou o edital do concurso público para delegados. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (23). Os pré-requisitos para participar do concurso são ter ensino superior completo, estar em dia com o serviço militar, não ter antecedentes criminais, entre outros. Serão preenchidas 250 vagas em todo o Estado. A remuneração inicial é de R$ 9.507,77. Os interessados devem se inscrever a partir do dia 4 de abril no site da Vunesp. A inscrição custa R$ 84,81.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/policia-civil-de-sp-abre-concurso-de-delegado-com-salario-de-r-950777-23032018

Corinthians vence Bragantino e avança às semifinais do Paulistão
Data: 23/03/2018

Alvinegro Paulista consegue vitória por dois gols de diferença, elimina o Braga e, na próxima fase, enfrentará o São Paulo

O Corinthians venceu o Bragantino por 2 a 0 nesta quinta-feira (22), no Itaquerão, pelo jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paulista. Com o resultado, a equipe de Fábio Carille está classificada às semifinais do Estadual, e enfrentará o São Paulo. A outra semifinal será disputada entre Santos e Palmeiras, dono da melhor campanha da competição. Tendo que reverter o resultado do jogo de ida, perdido por 3 a 2, o Corinthians começou melhor no jogo. Aos 16, Clayson recebeu passe na grande área, girou para cima da zaga e chutou de canhota, mas mandou para fora. Aos 28, após cruzamento de Ralf e corte parcial da defesa, a bola ficou limpa para Júnior Dutra, que teve tempo para finalizar, mas isolou. Logo na sequência, aos 29, o Alvinegro do Parque São Jorge abriu o placar. Sidcley recebeu passe de Ralf, invadiu a área e chutou cruzado. Guilherme tentou cortar, mas não conseguiu impedir o gol do lateral-esquerdo corintiano, que balançou as redes pela primeira vez com a camisa do clube. Cinco minutos depois, o Braga quase empatou. Sozinho na área, Matheus Peixoto recebeu cruzamento e cabeceou colocado, mas mandou para fora. Aos 44, o Corinthians ampliou. Rodriguinho fez boa jogada pela direita e rolou para Maycon, que, do meio da rua, ajeitou e encheu o pé para marcar um golaço. Na etapa final, o Timão voltou no mesmo ritmo. Aos 16, Rodriguinho pegou sobra na grande área e chutou rasteiro, mas a defesa bloqueou. Dois minutos depois, Maycon recebeu passe na grande área, furou o chute e, na sobra, bateu firme, mas Alex Alves fez ótima defesa. No lance seguinte, Rodriguinho chutou forte de canhota, mas o goleiro do Bragantino impediu o gol corintiano. Aos 24, Rodriguinho recebeu passe pela entrada da área, girou e chutou de canhota. A bola passou ao lado do ângulo direito de Alex Alves. Quase um golaço. Três minutos depois, a grande oportunidade do time de Marcelo Veiga. Após falta pela meia esquerda, Lázaro recebeu cruzamento na grande área, e, mesmo sozinho, mandou para fora. Aos 36, outra boa chance para o Corinthians: Matheus Vital avançou e chutou pela entrada da área, mas Alex Alves fez outra boa defesa. Aos 40 minutos, mais uma oportunidade corintiana para ampliar. Rodriguinho recebeu passe de Júnior Dutra no meio da área, mas chutou para fora.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/corinthians-vence-bragantino-e-avanca-as-semifinais-do-paulistao-23032018

Após vencer prova do líder, Breno volta ao topo do
Data: 23/03/2018

O ranking foi divulgado pelo site oficial do programa na manhã desta sexta-feira (23).

Depois de conquistar a liderança compartilhada com Wagner, Breno garantiu o primeiro lugar no "queridômetro" do "BBB18". O ranking foi divulgado pelo site oficial do programa na manhã desta sexta-feira (23). Com o goiano no topo da lista, Kaysar e Paula dividem a segunda posição com 4 pontos. Jéssica também subiu e garantiu a medalha de prata. Na lanterna, Ana Clara desceu e ocupa a penúltima colocação ao lado de Viegas. Caruso permanece como o participantes menos querido na casa com 2,9 corações. Confira o ranking completo do "queridômetro": Breno: 4,4 Kaysar e Paula: 4,0 Jéssica: 3,9 Ayrton: 3,8 Gleici e Wagner: 3,7 Ana Clara e Viegas: 3,4 Caruso: 2,9

Link Notícia: https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/bbb18/2018/03/23/apos-vencer-prova-do-lider-breno-volta-ao-topo-do-queridometro.htm

Ovos de Páscoa 2018 | Como Fazer Ovos de Páscoa de Colher Fácil | Cakepedia
Data: 23/03/2018

Ovos de Páscoa 2018 | Como Fazer Ovos de Páscoa de Colher Fácil | Cakepedia

Link Notícia: https://www.youtube.com/embed/l1zyP79IRjs

Mais de 450 mil eleitores têm só até sexta-feira para cadastrar biometria
Data: 19/03/2018

TRE-SP indica que 26,7% dos eleitores de SP com recadastramento obrigatório ainda não realizaram o procedimento

Mais de 450 mil eleitores paulistas, que votam nas cidades de Guarulhos, Botucatu, Itatinga, Pardinho, Várzea Paulista, Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora e Votorantim, têm apenas mais cinco dias para realizar o cadastramento biométrico. O prazo termina na próxima sexta-feira (23). Segundo o último balanço do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), divulgado na sexta-feira (16), 481.443 dos 1.798.543 de eleitores dos nove municípios (26,7%) ainda não regularizaram a situação eleitoral para votar com o uso a digital já nas eleições deste ano. A situação mais preocupante é a da cidade de Guarulhos, segundo maior colégio eleitoral do Estado, onde 29,6% dos 940.403 eleitores ainda não cadastraram a digital. Em outras 75 cidades do Estado, o prazo limite para comparecer aos pontos de atendimento vai até o dia 27 de março. Cancelamento do título Quem não realizar o cadastramento da digital dentro do prazo estipulado corre o risco de ter o título cancelado, afirma o TRE-SP. O cancelamento impede o eleitor de se inscrever em concursos públicos, obter passaporte ou CPF, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial e obter empréstimos em bancos estatais. Como cadastrar? Em todos os 84 municípios onde o cadastramento é obrigatório para as eleições deste ano, os eleitores podem fazer o cadastramento das digitais em postos de atendimento, cartórios eleitorais e nas unidades do Poupatempo com serviços eleitorais. Para realizar o cadastramento biométrico, é necessário ter em mãos um documento de identificação com foto (RG ou Carteira de Motorista), um comprovante de residência e o título de eleitor, se tiver. A lista com os endereços para efetuar o cadastro da digital pode ser consultada pelo site do TRE-SP.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/mais-de-450-mil-eleitores-tem-so-ate-sexta-feira-para-cadastrar-biometria-19032018

Temer libera recursos para intervenção federal no Rio
Data: 19/03/2018

Presidente Michel Temer se reuniu neste domingo (18) em Brasília com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira

O governo federal vai liberar recursos extras para a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, anunciou neste domingo (18) o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira. A quantia ainda não foi definida nem a fonte dos recursos, mas o anúncio deve ser feito até sexta-feira (23). Oliveira se reuniu com o presidente Michel Temer na noite de hoje no Palácio da Alvorada, em Brasília, juntamente com outros ministros. Na saída da reunião, o ministro disse que o governo irá liberar um crédito extraordinário para a intervenção, além de recursos para o Ministério Extrordinário da Segurança Pública. — Ficou encaminhado da seguinte maneira: nós teremos para o Rio de Janeiro um crédito extraordinário, cujos valores ainda estão sendo levantados pelo Ministério da Segurança Pública e pelo interventor. Deveremos ter isso até o final desta semana enviado ao Congresso Nacional. Nesta semana o governo irá definir qual parte do orçamento sofrerá cortes para o investimento em segurança. Em seguida será enviado um projeto de lei ao Congresso. — Teremos recursos para o Ministério da Segurança Pública nas suas atividades e para implementar sua política junto aos Estados e ao sistema de segurança pública. Será feito através de um projeto de lei de crédito especial, que também será enviado até o final da semana. As fontes desse crédito extraordinário ainda não foram completamente definidas. Estaremos nos próximos dias elaborando as fontes dentro do Orçamento que serão remanejadas para atender a essa demanda da área de segurança. Participaram do encontro os ministros Extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann; da Justiça, Torquato Jardim; do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira; da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco; da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha; e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sérgio Etchegoyen.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-libera-recursos-para-intervencao-federal-no-rio-18032018

Bolsa Família: veja calendário de pagamentos do benefício
Data: 19/03/2018

Beneficiários com NIS final 2 podem sacar valor a partir desta segunda-feira (19). Bolsa Família fica disponível para saque por três meses

O pagamento do Bolsa Família para os beneficiários que tiverem o final 2 no NIS (Número de Identificação Social) no cartão do programa podem sacar o valor a partir desta segunda-feira (19) Os brasileiros que possuem o Bolsa Família têm até três meses a partir da data de disponibilização do benefício para sacarem o valor. É possível consultar a data do benefício por meio do site oficial do Bolsa Família. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, 14,1 milhões de famílias vão receber o pagamento em março. Serão trasnferidos R$ 2,5 bilhões. Em março, 190,7 mil novas famílias foram incluídas no programa. Veja o calendário de liberação de pagamento: Final 1: 16/03 Final 2: 19/03 Final 3: 20/03 Final 4: 21/03 Final 5: 22/03 Final 6: 23/03 Final 7: 26/03 Final 8: 27/03 Final 9: 28/03 Final 0: 29/03 Bolsa Família O Bolsa Família é um programa social do governo federal voltado para famílias extremamente pobres, com renda per capita mensal de até R$ 85, e pobres, com renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170. Os participantes recebem o valor mensalmente e, em troca, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/bolsa-familia-veja-calendario-de-pagamentos-do-beneficio-19032018

Depois de Marielle, Cármen Lúcia é pressionada a usar carro oficial
Data: 19/03/2018

Ela costuma andar no seu próprio carro quando não está de serviço, mas vem sendo aconselhada para mudar de hábito após a morte da vereadora

Cármen Lúcia sempre foi uma mulher de hábitos simples e de extremo zelo pelo dinheiro público. Quando se tornou presidente da Suprema Corte foi aconselhada a abandonar a rotina de ir trabalhar dirigindo o próprio carro, mas resiste. Ela faz diariamente o trajeto da casa no Lago Sul ao STF dirigindo o seu Chevrolet Cruze, um sedã médio. Depois de muita insistência de assessores e amigos, passou a usar o carro oficial da Presidência do STF ao sair da Corte para ir a eventos. Quando assumiu a presidência, em setembro de 2016, deixava a equipe de segurança do tribunal em polvorosa porque além de ir dirigindo, dispensava os batedores. Em janeiro do ano passado, em uma viagem para visitar o pai, chamou a atenção de moradores do interior de Minas por desembarcar em avião de carreira, sem seguranças ou assessores e alugar um carro popular para chegar, dirigindo, até a cidade de Espinosa. Depois do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco, seus assessores voltaram à carga para que mude o hábito. Não tem dado certo. Ela sempre agradece a preocupação, mas diz que continuará usando o carro particular quando não estiver trabalhando.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/prisma/coluna-do-fraga/depois-de-marielle-carmen-lucia-e-pressionada-a-usar-carro-oficial-19032018

Feirão Limpa Nome começa nesta segunda-feira em São Paulo
Data: 19/03/2018

Última edição do Feirão auxiliou mais de 1 milhão de consumidores com descontos de até 95%

Os mais de 4 milhões de consumidores inadimplentes da cidade de São Paulo têm nesta semana a oportunidade de negociar suas dívidas com bancos, financeiras e recuperadoras de crédito na 21ª edição do Feirão Limpa Nome do Serasa, que segue até sábado (24), no Vale do Anhangabaú. Atualmente, 60,5 milhões de brasileiros estão com o nome sujo, sendo 14,2 milhões somente no Estado de São Paulo. De acordo com o Serasa, 29% dos inadimplentes então com as dívidas pendentes com bancos e cartões. Na última edição do Feirão, que aconteceu somente online em novembro de 2017, mais de 1 milhão de consumidores que estavam com as contas negativadas negociaram ao menos uma dívida. Na edição passada, os descontos acordados chegaram a até 95% e as dívidas mais renegociadas foram de bancos e financeiras (30,5%), cartões (26,6%) e telefonia e internet (19,4%). Agora os inadimples terão a chance de ficar frente a frente com as empresas para a negociação dos débitos. As empresas Omni, Banco Pan, Recovery, Santander, Porto Seguro Cartões e Caixa Econômica Federal já estão confirmadas no Feirão. Serviço Feirão Limpa Nome Data: de 19 a 24 de março, das 8h às 18h Local: Vale do Anhangabaú, embaixo do viaduto do chá

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/feirao-limpa-nome-comeca-nesta-segunda-feira-em-sao-paulo-19032018

Prévia do PIB registra recuo em janeiro de 2018
Data: 19/03/2018

Atividade econômica brasileira encolheu 0,56% no primeiro mês do ano, segundo o Banco Central

A prévia do PIB (Produto Interno Bruto) começou o ano de 2018 com o pé esquerdo. A economia teve contração de 0,56% em janeiro em comparação com dezembro de 2017. O dado foi divulgado na manhã desta segunda-feira (19) pelo Banco Central. Na comparação entre os meses de janeiro de 2018 e janeiro de 2017, houve aumento de 2,97% na série sem ajustes sazonais. Em relação ao acumulado do ano, o indicador registrou aumento de 2,97%. O IBC-Br é o indicador utilizado para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. Divulgado pelo Banco Central, o indicador é conhecido como "prévia do PIB".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/previa-do-pib-registra-recuo-em-janeiro-de-2018-19032018

Republicanos alertam Trump a não demitir procurador especial
Data: 19/03/2018

As reações republicanas sublinham os riscos para presidente se ele for longe demais para frustrar a investigação federal

Senadores republicanos dos Estados Unidos alertaram o presidente Donald Trump no domingo (18) a não demitir o procurador especial Robert Mueller, e disseram que o presidente precisa deixar que os investigadores federais que analisam uma possível interferência russa na eleição norte-americana façam seu trabalho. O presidente republicano renovou seus ataques tanto ao FBI quanto ao inquérito de Mueller no Twitter desde a demissão do ex-diretor da polícia federal, Andrew McCabe, na sexta-feira (16), dois dias antes de ele estar em condição de se aposentar com direito a uma pensão integral. O senador republicano Jeff Flake, que já criticou Trump duramente, disse que os comentários mais recentes do presidente pareceram visar a demissão de Mueller. O senador Lindsey Graham, também do partido governista, disse que, se Trump demitir Mueller, o gesto marcará "o início do fim de sua Presidência". AshLee Strong, porta-voz do presidente da Câmara dos Deputados, Paul Ryan, disse: "Como o presidente (da Câmara) sempre diz, o senhor Mueller e sua equipe devem ter condições de fazer seu trabalho". Na tentativa de conter a polêmica, Ty Cobb, advogado da Casa Branca, emitiu um comunicado na noite de domingo dizendo que Trump não está cogitando o afastamento do procurador especial. "Em resposta à especulação midiática e a questões relacionadas sendo encaminhadas ao governo, a Casa Branca confirma mais uma vez que o presidente não está cogitando ou debatendo demitir o procurador especial Robert Mueller", disse. As reações republicanas sublinham os riscos para Trump se ele for longe demais para frustrar a investigação federal. "Não sei quais são as intenções quanto a Mueller, mas parecem estar rumando para isso (demiti-lo), e espero que não cheguem a isso, porque não podem. Nós do Congresso não podemos aceitar isso", afirmou Flake no programa "State of the Union" da rede CNN. "Então eu contaria com uma reação contrária considerável nos próximos dias exortando o presidente a não chegar a isso". Em uma série de tuítes publicados no final de semana, Trump acusou a liderança do FBI de mentiras, corrupção e vazamento de informações, e classificou o inquérito sobre a Rússia como uma caça às bruxas com motivação política. "O inquérito Mueller jamais deveria ter sido iniciado, já que não houve conluio e não houve crime", disse Trump no sábado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/republicanos-alertam-trump-a-nao-demitir-procurador-especial-19032018

Vacina contra febre amarela pode ser tomada em todas UBS em SP
Data: 19/03/2018

Para receber a vacina, o usuário deverá comparecer à UBS com documento de identificação e, se possível, o cartão SUS e de vacinas

A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) de São Paulo disponibiliza a vacina contra a febre amarela a partir desta segunda-feira (19) em todas as 466 UBS (Unidade Básica de Saúde). Desde 25 de janeiro, 2,4 milhões de pessoas já foram vacinadas. De acordo com a prefeitura, desde setembro de 2017 até esta quinta-feira (15), 5.837.122 pessoas receberam a dose da vacina contra a febre amarela, o que representa uma cobertura de quase 49,9% da população. "Não há motivo para pânico ou formação de filas de madrugada, pois a dose estará disponível para todos e por um período razoável de tempo", afirma Wilson Pollara, secretário municipal da saúde. Para receber a vacina, o usuário deverá comparecer à UBS com documento de identificação e, se possível, o cartão SUS e de vacinas. O atendimento será realizado levando em conta a capacidade operacional de cada unidade. "Em caso de alguma unidade receber demanda acima do esperado ou da sua capacidade, poderá recorrer sim à distribuição de senha", explica. Cabe lembrar que a chamada dose padrão é aplicada apenas em casos específicos, como viajantes internacionais, crianças entre nove meses e dois anos, pessoas com condições clínicas especiais e gestantes. Nas demais situações, é ministrada a dose fracionada, que tem a mesma eficácia da dose padrão e protege por, ao menos, oito anos. Imunização na capital A campanha de vacinação contra a doença começou no município em setembro do ano passado no distrito Anhanguera, na região norte, e expandida para outros distritos da região após a confirmação da morte de um macaco por febre amarela no Horto Florestal. Nos meses seguintes, a ação preventiva foi expandida para outras regiões da capital, levando-se em consideração a proximidade com áreas de risco de contato com o vírus da febre amarela, como os chamados corredores ecológicos. Até o momento, foram confirmadas 136 epizootias (morte de primatas não-humanos no município pela doença) e oito casos autóctones da doença em moradores de São Paulo. É importante ressaltar que todos estes casos são de febre amarela silvestre; ou seja, adquiridas em regiões de mata. A SMS reforça que a vacina contra a febre amarela não é indicada para crianças menores de nove meses de idade, gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e pacientes com imunodepressão de qualquer natureza, com neoplasia (câncer), com HIV, em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores) e submetidos a transplante de órgãos. Em caso de dúvida, é importante consultar o médico. Mulheres amamentando crianças com até 6 meses de idade e gestantes que são residentes das áreas de risco devem ser vacinadas, após avaliação do médico do pré natal.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/vacina-contra-febre-amarela-pode-ser-tomada-em-todas-ubs-em-sp-19032018

CBF define os cinco confrontos da 4ª fase da Copa do Brasil 2018
Data: 19/03/2018

CBF sorteou na manhã desta segunda-feira (19) os cinco confrontos da 4ª fase da Copa do Brasil, que definem os últimos classificados para as oitavas

A CBF divulgou na manhã desta segunda-feira (19) os cinco confrontos da 4ª fase da Copa do Brasil 2018, que serão realizados no mês de abril. Pelo sorteio, os confrontos ficaram assim: Ponte Preta x Náutico Atlético-PR x São Paulo Avaí x Goiás Internacional x Vitória Ferroviário-CE x Atlético-MG Ainda nesta segunda-feira (19), às 12h, a CBF irá divulgar os mandos de campo, os locais e os horários dos jogos de ida e volta da 4ª fase. Os cinco vencedores desses confrontos passarão para as oitavas de final, que já contam com 11 clubes pré-classificados: Cruzeiro (atual campeão), Grêmio (campeão da Libertadores), Bahia (campeão da Copa Nordeste), Luverdense (campeão da Copa Verde), América-MG (campeão da Série B), além de Corinthians, Santos, Palmeiras, Flamengo, Vasco e Chapecoense (melhores do último Brasileirão). As oitavas de final serão disputadas nos dias 25 de abril e 2, 9, 16 e 23 de maio.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/cbf-define-os-cinco-confrontos-da-4-fase-da-copa-do-brasil-2018-19032018

Jogadores do Brasil chegam à Rússia para amistoso desta sexta-feira
Data: 19/03/2018

Parte do grupo de 25 atletas convocados por Tite para os jogos contra a Rússia e a Alemanha já está em Moscou, palco do primeiro amistoso

Parte do grupo convocado por Tite para os amistosos contra Rússia e Alemanha já está em Moscou, onde o Brasil enfrentará a seleção local, na próxima sexta-feira (23). Dos 25 jogadores listados, cinco chegaram à capital russa nesta segunda-feira (19). O goleiro Alisson (Roma) e os atacantes Willian (Chelsea) e Roberto Firmino (Liverpool) foram os primeiros a se apresentar, ainda no início da manhã. Em seguida, chegaram Anderson Talisca (Besiktas) e Miranda (Inter de Milão). No domingo, já haviam se apresentado o goleiro Ederson, o meia Fernandinho e o atacante Gabriel Jesus (todos do Manchester City), que se juntaram ao goleiro Neto (Valencia), o zagueiro Rodrigo Caio (São Paulo), o lateral-esquerdo Alex Sandro (Juventus), os meio-campistas Renato Augusto (Beijing Guoan), Douglas Costa (Juventus) e o atacante Willian José (Real Sociedad). Treinos Na parte da tarde desta segunda, o técnico Tite comanda a primeira atividade em solo russo. O treino que abre a preparação para o amistoso será realizado no CT do Spartak Moscou. A partida entre Brasil e Rússia será disputada no Estádio Luzhniki, palco que também receberá a final da Copa do Mundo de 2018, às 13 horas (horário de Brasília).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/jogadores-do-brasil-chegam-a-russia-para-amistoso-desta-sexta-feira-19032018

Após fraturas, João Paulo é operado com sucesso; árbitro não é afastado
Data: 19/03/2018

Após fraturas no jogo contra o Vasco, neste domingo (18), meia João Paulo, do Botafogo, é operado com sucesso; árbitro da partida não foi afastado

Primeiro passo dado. O meia João Paulo, do Botafogo, foi operado com sucesso, na noite deste domingo (18) num hospital na Zona Sul do Rio. Ele havia sofrido fraturas na fíbula e na tíbia da perna direita no início do jogo contra o Vasco, durante a tarde. A previsão para o retorno do jogador é de quatro meses, no mínimo. João Paulo foi operado pelos médicos Christiano Cinelli, Salvio Magalhães e Ricardo Bastos, todos do Botafogo. A previsão de alta hospitalar do meio-campista é para terça-feira. ARBITRAGEM ?Apesar das críticas sobre o árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro, por ter aplicado apenas cartão amarelo a Rildo, no lance da dividida que resultou nas fraturas de João Paulo, nada mudou. O Grupo de Gerenciamento de Problema da Comissão de Arbitragem do Rio entendeu que o cartão deveria ser vermelho, mas não cabe punição. Campeonato Carioca: Botafogo 2 x 3 Vasco da Gama Confira a posição da Ferj: "O GGP (Grupo de Gerenciamento de Problema) da Comissão de Arbitragem do Rio ouviu o árbitro Leonardo Cavaleiro e decidiu pelo não afastamento. A COAF-RJ lamenta a lesão do jogador João Paulo, do Botafogo. As alegações do GGP. 1. O lance ocorreu após uma rebatida da defesa do Botafogo em direção ao meio de campo e o árbitro estava se posicionando para observar a próxima jogada e entendeu ser uma falta temerária juntamente com o assistente. 2. O árbitro não percebeu a fratura no momento da falta e, sem saber, no prosseguimento do jogo, a gravidade da lesão do atleta do Botafogo F.R. 3. O árbitro se equivocou em não aplicar o cartão vermelho para o atleta do Vasco da Gama pela forma como atingiu o seu adversário. ?Portanto, o GGP entende pelo não afastamento do árbitro, levando em consideração sua atuação durante os oitenta e oito minutos da partida, que fora disputada de forma leal pelos atletas de ambas as equipes. Nós, da COAF-RJ, lamentamos a fatalidade ocorrida com o atleta do Botafogo F.R, no entanto, entendemos que a fratura do atleta não seja responsabilidade do árbitro."

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/apos-fraturas-joao-paulo-e-operado-com-sucesso-arbitro-nao-e-afastado-19032018

Morte de vereadora do Rio 'muito infelizmente reflete as estatísticas', diz diretor da ONU
Data: 15/03/2018

'No Brasil, um jovem afrodescendente é morto a cada 21 minutos', segundo o diretor do Centro de Informações da entidade no país

A morte da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL-RJ), alvejada na noite desta quarta-feira após sair de um debate com mulheres negras no centro do Rio de Janeiro, é "definitivamente chocante", mas infelizmente não chega a surpreender quem acompanha as estatísticas de violência do Estado. Quem afirma é o italiano Maurizio Giuliano, diretor do Centro de Informações da Organização das Nações Unidas para o Brasil, com sede no Rio de Janeiro. "No Brasil, um jovem afrodescendente é morto a cada 21 minutos", disse Giuliano em entrevista à BBC Brasil, por telefone, na noite desta terça. "Apesar de chocante, e certamente chocar os seguidores de Marielle, muito infelizmente isso reflete as estatísticas." A morte a tiros da quinta vereadora mais votada do Rio de Janeiro, eleita em 2016 com 46.502 votos, gerou uma onda de comentários e condolências que incluiu esferas federais, estaduais e municipais. Em nota oficial, o Palácio do Planalto afirmou que acompanhará toda a apuração e que "o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, falou com o interventor federal no Estado, general Walter Braga Netto, e colocou a Polícia Federal à disposição para auxiliar em toda investigação". Já a Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que "determinou à Divisão de Homicídios ampla investigação sobre os assassinatos da vereadora Marielle Franco e de Anderson Pedro Gomes (motorista da vereadora), além da tentativa de homicídio da assessora que a acompanhava". A Prefeitura do Rio de Janeiro decretou luto de três dias. "A honradez, bravura e espírito público dessa atuante vereadora serão sempre um exemplo", escreveu o prefeito da cidade, Marcelo Crivella, pelo Twitter. "Não vamos deixar que sua trajetória seja esquecida, não permitiremos que esse crime fique impune." O PSOL, por sua vez, disse que "uma mulher, negra, mãe e defensora da igualdade, nascida e criada na Maré, foi tombada" e pediu "imediata apuração dos fatos" diante de "tamanha brutalidade". Violência contra negros e negras Informações preliminares da Polícia Militar do Rio apontam que Marielle teria sido atingida por pelo menos quatro tiros na cabeça. A principal linha de investigação é a hipótese de execução. "Acreditamos que as autoridades brasileiras vão trazer à luz o que aconteceu e por quê. Mas, de forma ampla, em todo o mundo, nós estamos preocupados com os desafios e riscos que defensores dos direitos humanos enfrentam", disse o diretor da ONU à BBC Brasil. Giuliano é o representante oficial no Brasil do secretário-geral da ONU, António Guterres, por quem foi nomeado em abril do ano passado. Antes do Rio de Janeiro, o italiano passou por escritórios humanitários das Nações Unidas em países como Afeganistão, Paquistão, República Democrática do Congo, Sudão e Timor Leste. À BBC Brasil, o diretor lembrou que, com ou sem intervenção federal no Rio, a "violência no Rio de Janeiro infelizmente não é algo novo". "Seja antes ou durante o comando da segurança no Rio pelas Forças Armadas, os níveis de violência na cidade e especialmente nas favelas são extremamente altos. E as pessoas afrodescendentes são quem vive o pior disso", avaliou. Segundo o Atlas da Violência 2017, divulgado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 71 a cada 100 vítimas de homicídios no Brasil são negras. Mulheres como Marielle Franco vêm ganhando protagonismo neste triste cenário: os assassinatos de mulheres negras cresceram 22%, entre 2005 e 2015, ao mesmo tempo em que a mortalidade de não-negras (brancas, amarelas e indígenas) caiu 7,4%. Críticas à violência nas favelas Marielle Franco cresceu no Complexo da Maré e morava na Tijuca, na Zona Norte do Rio. Formada em Sociologia pela PUC-Rio e mestre em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF), ela tinha como principal bandeira a defesa aos direitos humanos, com atenção especial a moradores de favelas, mulheres e afrodescendentes. Em 15 meses na Câmara de Vereadores, ela apresentou 16 projetos de lei. Dois deles foram aprovados como leis concretas: um sobre a regulação de mototáxis, importante meio de transporte em favelas, e outro sobre contratos da prefeitura com organizações sociais de saúde, alvos frequentes de investigações sobre corrupção. No final de fevereiro, Marielle se tornou relatora de uma comissão de vereadores que acompanha o trabalho de militares na intervenção federal na área de segurança do Rio. No último dia 10, ela criticou publicamente uma série de operações policiais na favela de Acari, região com altos índices de violência na cidade. "Precisamos gritar para que todos saibam o está acontecendo em Acari nesse momento. O 41° Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro está aterrorizando e violentando moradores de Acari. Nessa semana, dois jovens foram mortos e jogados em um valão. Hoje a polícia andou pelas ruas ameaçando os moradores. Acontece desde sempre e com a intervenção ficou ainda pior", escreveu a vereadora nas redes sociais. Marielle também era presidente da Comissão de Defesa da Mulher na Câmara carioca. Ela tinha 39 anos e deixa uma filha. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/morte-de-vereadora-do-rio-muito-infelizmente-reflete-as-estatisticas-diz-diretor-da-onu-15032018

PMs presos por extorquir traficantes em SP são investigados por chacina
Data: 15/03/2018

Polícia Civil de Taubaté (interior paulista) apura o envolvimento dos policiais no crime que matou três jovens em fevereiro do ano passado

Policiais militares presos na manhã desta quarta-feira (14), na região do Vale do Paraíba, são investigados pela Polícia Civil de Taubaté (130 km da cidade de São Paulo) de serem responsáveis pela chacina que vitimou três rapazes de 21, 24 e 25 anos, em fevereiro do ano passado. A operação em conjunto da Corregedoria da PM, Comando de Policiamento do Interior e Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) prendeu 20 policiais militares acusados de extorquir traficantes na região e outros quatro civis. No entanto, "alguns dos policiais militares" são investigados pelos homicídios dos jovens, conforme informa a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo). Em nota, a pasta afirma que os policiais presos serão encaminhados para o Presídio Militar Romão Gomes e devem passar pela audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (15), no TJM-SP (Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo), no centro da capital. Segundo o MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo), as investigações contra os policiais começaram a partir da chacina do Parque Mauá, em Taubaté, e juntou "elementos suficientes que indicavam a existência de organização criminosa". Dos PMs presos, 19 estavam com mandados de prisão e um foi preso em flagrante por porte ilegal de armas e drogas. De acordo com a SSP-SP, a operação apreendeu 12 armas, 731 munições, nove simulacros, 41 celulares e drogas que foram encaminhadas para perícia em mandados cumpridos nas cidades de Taubaté, Pindamonhangaba, Guaratinguetá e Registro. A pasta ainda disse que "não compactua com desvios de conduta e todas as denúncias são rigorosamente investigadas pelas respectivas Corregedorias". "Após minuciosa apuração, se comprovada as irregularidades apontadas, os responsáveis podem ser penalizados na esfera civil e criminal", finalizou a nota.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/pms-presos-por-extorquir-traficantes-em-sp-sao-investigados-por-chacina-15032018

Filho de Tim Maia sofre para trabalhar:
Data: 15/03/2018

Ator Carmelo Maia relembrou histórias emocionantes do pai e desabafou sobre o "peso" de levar o sobrenome do cantor famoso

Nesta quinta-feira (15), o Brasil relembra 20 anos da morte de Tim Maia. Um dos maiores cantores do Brasil, ele marcou para sempre a música popular brasileira. Amado por seu vozeirão e muitas vezes odiado por seu gênio mordaz, o compositor ainda continua sendo venerado como um artista sem comparações. Hoje, quem leva à frente o nome do cantor é o herdeiro, Carmelo Maia, de 43 anos. Dono do espólio de Tim, ele já autorizou o relançamento de discos históricos, livro, filme, musical e ainda tem vários projetos para o futuro. Entre os planos de Carmelo, estão liberar músicas inéditas, a vontade de fazer um festival temático, uma exposição com seu acervo e até um trio elétrico de Carnaval. — Quero lançar algumas coisas até o final do ano. Minha cabeça fervilha de ideias! Não deu tempo de fazer algo agora na data de morte, mas tudo está valendo até o final do ano. Aliás, como cantava Tim: "Vale tudo!" (risos) Carmelo nasceu durante a fase polêmica do envolvimento de Tim com a Cultura Racional, na metade dos anos 70. Já o cantor Leo Maia (nome artístico de Marcio Leonardo Gomes da Silva), é filho de um outro relacionamento da mãe, Geisa Maia. No momento, os meio-irmãos não se falam por problemas pessoais. Apesar de ter sido criado por uma tia e pela avó paterna, Carmelo relembra carinhosamente que o "doidão" Tim era bem diferente quando estava em família. — Meu pai jamais permitiu que eu bebesse uma lata de cerveja na frente dele e nunca usou qualquer tipo de droga ao meu lado. Era muito carinhoso e me amou da maneira dele. Assim como o pai, Carmelo também tem paixão pela carreira artística. Porém, ele quer subir aos palcos somente como ator. Atualmente, ele faz parte do elenco da peça Os Figurantes no Rio. Mas o artista desabafa que, muitas vezes, ser filho de famoso é difícil até para arrumar trabalho no meio. — Ainda bem que eu não canto nada. Já levo o peso do Tim nas costas, que é um fardo grande! Muitos pensam que as portas vão se abrir por causa dele, mas não é bem assim. O nome do cantor assusta quando procuro emprego como ator, pois criam expectativas diferentes da realidade. É horrível! Carmelo também reclama das dívidas que contraiu ao assumir o espólio de Tim, quando o artista morreu em 1998. O rapaz até estudou Direito para poder se organizar melhor na tarefa "corriqueira" de fechar acordos na justiça e brigar pelos direitos do pai. E ele também faz jogo duro com empresas que usam o cantor para lucrar sem sua permissão. — Herdei quase três milhões em dívidas devido a sanguessugas que se diziam amigos dele e também por irresponsabilidades do próprio Tim, que não sabia adminstrar seus bens. Ganhei o ônus e o bônus. Porém, como meu pai falava: "Sem tem juros, pago quando quiser!" (risos) Veja abaixo a entrevista completa com Carmelo Maia, onde ele fala sobre a herança do pai, o relacionamento familiar e os projetos para o futuro. R7 — Tim Maia faz muita falta hoje em dia? Carmelo Maia — Não temos mais artistas do calibre do Tim, tirando a geração dele. Estamos falando de um gênio, autodidata, multiinstrumentista, cantor e compositor. É o Tim Maia que cantava de baião nordestino ao funk negro. R7 — Então, além da perda de Tim, a "culpa" pela falta de qualidade musical é da atual geração? Carmelo Maia — Fazer sucesso antigamente era muito difícil, sendo que hoje quase tudo é artificial. É a mesma coisa que comer comida congelada. Por exemplo, Pelé e Garrincha jogavam em uma época que a bola era costurada com 32 gomos, pesada e não era completamente redonda. Hoje, temos bola feita pela NASA e o pro tools [aplicativos de áudio] para melhorar a voz! R7 — O Tim Maia criou um novo tipo de MPB? Carmelo Maia — Ele foi um garoto precoce que, aos 16 anos, fugiu para os EUA, bebeu na fonte do soul e foi deportado. Quando ele chegou no Brasil, trouxe consigo toda a bagagem da Motown [importante gravadora dos EUA especializada em música negra] contribuindo de forma valiosíssima com uma receita musical perfeita de Chuck Berry, Little Richard, Sam Cooke, entre outros. Assim, ele foi influenciando a nossa música brasileira e criando quase um gênero novo. "Muitos pensam que as portas vão se abrir por causa dele, mas não é assim" Carmelo Maia R7 — E ele foi desafiador ao gravar independentemente. Carmelo Maia — Além da parte musical, o Tim foi pioneiro em ter sua própria gravadora e editora (Seroma/Vitória Régia Discos). E naquela época ninguém havia tido essa visão. Por isso, eu falo: Tim Maia é para ser estudado por capítulos. Era um cara intenso, com várias personalidades dentro de uma pessoa só! R7 — Apesar do sucesso do Tim, depois da morte dele houve um redescobrimento. Você acha que o brasileiro tem esse mal de só dar valor para nossos ídolos quando eles morrem? Carmelo Maia — Meu professor de literatura dizia: “Seu pai é um anti-herói e ele será reconhecido tardiamente". Infelizmente, o Brasil padece deste mal. Já nos EUA e Europa, a cultura anda ao lado. Quando meu pai completou 70 anos, a data foi comemorada mundialmente, 24h sem parar. O reconhecimento e o valor dado a ele pelos gringos é impactante e, ao mesmo tempo, frustrante. Ele é nosso! R7 — Você é detentor da obra do Tim. Você vai lançar algo para relembrar os 20 anos sem ele? Carmelo Maia — Quero lançar algumas coisas inéditas, mas não deu tempo do projeto ficar pronto para a data. Mas até o final do ano estará valendo. Aliás, como meu pai cantava: "Vale tudo!" [risos] R7 — Depois do filme sobre o Tim, você gostaria de lançar um documentário? Carmelo Maia — Tenho contrato com a RT Features, mas acredito que isso não sairá tão cedo. R7 — E com o acervo que você tem, daria para fazer uma bela exposição sobre o Tim? Carmelo Maia — Sim. Tenho bastante coisa, como roupas de shows, objetos, instrumentos, entre outros. Pensei numa mostra itinerante, mas tudo neste País é muito difícil. A cultura, os incentivos... tudo está sucateado. R7 — Muito se fala da fase da Cultura Racional do Tim. Você já lançou isso em CD, mas os vinis ainda são raros e disputados a preços de ouro. Existe um plano de relançar os dois LPs? Carmelo Maia — São meus discos preferidos e, inclusive, nasci dentro da fase Racional. Meu nome foi sugerido pelo Manoel Jacinto, o mentor do Universo em Desencanto. Minha cabeça fervilha, tenho milhões de projetos, mas sou um só... porém, ainda quero fazer uma edição especial em vinil dos discos Racional. R7 — Qual é a música do Tim Maia que você mais curte? Carmelo Maia — Sou suspeito para falar disso. E depende do momento da minha vida. Essa tal Felicidade é uma autobiografia. Falta só colocar um holograma dele sentado na sala do apartamento e tocar essa música de fundo para eu chorar. Ele era um homem que odiava a solidão. Agora, neste momento, estou ouvindo Nobody Can Live Forever. Ninguém pode viver para sempre! R7 — Você herdou o patrimônio de um artista famoso que também colecionava processos. Como você administra isso? Carmelo Maia — Herdei quase três milhões em dívidas, também por irresponsabilidade dele. Mas sou Tim Maia do Brasil! Se tem juros, pago quando quiser. [risos] Ganhei o ônus e o bônus nessa empreitada. Nem tudo são flores como várias pessoas pensam, pois existem muitos cravos e espinhos. "Fazer sucesso antigamente era muito difícil, mas hoje quase tudo é artificial" Carmelo Maia R7 — Mas você ainda tem dívidas? Carmelo Maia — Sim, continuo pagando. E, pense, hoje ele não existe para fazer shows, o que lhe rendia muita grana. O Tim chegava a ficar três anos sem fazer espetáculos. Daí, quando começava a diminuir sua saúde financeira ou ele queria executar um projeto audacioso e independente, ele retornava aos palcos. Isso facilitava muito. Agora, para mim, é mais difícil. Atualmente, são mais de 400 processos. R7 — Mas de onde vem a maioria dos processos? Carmelo Maia — Tem de tudo um pouco... desde reclamações trabalhistas de músicos pedindo indenizações estratosféricas a autores que alegavam nunca ter recebido pagamentos. A maioria dessas pessoas são sugadores de saúde financeira e muitos processos passaram a surgir após a morte dele. Por que não processaram ele em vida? Ninguém responde! Realmente existia uma irresponsabilidade por parte dele, não nego e pago um preço muito alto. R7 — E, claro, imagino que o Tim não sabia nada de administração e economia. Carmelo Maia — Ele não delegava nada a ninguém! Tudo era colocado na conta dele, mas nem sempre era dele. Meu pai pagava, mas não emitia recibos e, nessa brecha, muitos se aproveitaram. Era desorganizado, porém nunca foi desonesto. Fato é que ele queria cantar, compor, cobrar e ainda administrar. Então, ele foi passado para trás por muitos que entraram em sua casa e chamavam de “amigo”. Por causa disso, ele passou a desconfiar até da sombra. Segundo o próprio Tim, na década de 90, ele dava o dinheiro do condomínio para sua ex-mulher, mas ela jamais pagou nada! Isso porque ela ainda engravidou de um sobrinho dele. Ele desabafava dia e noite sobre o assunto. Agora, por exemplo, o Tinho Martins, chefe da Banda Vitória Régia, trabalhou por mais de 20 anos e jamais entrou com uma ação. "Meu pai nunca usou qualquer tipo de droga ao meu lado" Carmelo Maia R7 — Você até estudou Direito para poder administrar essa bagunça? Carmelo Maia — Sim. E, somente em agosto do ano passado, eu entrei com 11 processos contra a Renner, Cavalera, Reserva, Corinthians e outras empresas que utilizaram indevidamente sua imagem para exploração comercial sem minha autorização. R7 — Apesar da fama de maluco, parece que o Tim era muito carinhoso e até careta com sua educação. Carmelo Maia — Meu pai jamais permitiu que eu bebesse uma lata de cerveja na frente dele e nunca usou qualquer tipo de droga ao meu lado. Toda vez que tinha necessidade de fumar "um", existia uma “senha”. Generosamente, ele pedia para dar uma voltinha na praia, ver as cocotinhas ou descer pra comer no restaurante do hotel onde ele morou. O Tim me amou da maneira dele. Chegava às quatro da manhã para ver o filho, a mãe e as irmãs. E ainda fazia questão de implicar por ciúmes com a mais nova, o "Tim Maia de Saia", Anna Maria Maia. Ele levava dois cachorros e chamava-os pelo nome das irmãs Anna e Isolda. As duas só faltavam furar o olho dele. [risos] "Ele dava o dinheiro do condomínio para sua ex-mulher, mas ela jamais pagou nada! E ainda engravidou de um sobrinho dele" Carmelo Maia R7 — O Tim sempre foi um cara muito divertido, com frases certeiras e histórias fantásticas. Tem algum fato que te marcou? Carmelo Maia — Quando fiquei responsável por levar ele para casa, após um dos shows memoráveis no Canecão [Rio]. No caminho para Barra, ele resolveu passar na nossa casa na Lagoa. Daí, ele pegou seu Doberman, enfiou dentro de uma Fiat Uno com cinco pessoas. Chegamos em casa, deixamos ele, pois tinha show no dia seguinte. Quando percebeu que estávamos indo embora, Tim gritou: “Pega, Comanche!” Só que o cachorrão era adestrado e saiu correndo, quase mordendo na bunda do meu professor. Sorte nossa que o elevador ainda estava parado no andar. [risos] R7 — Como ator, você sofre sendo filho de um cara famoso? Carmelo Maia — É um saco, pois acabo me cobrando muito! Graças a Deus não canto nem tenho voz para isso. Meu pai tinha uma frustração, pois queria ser cineasta, uma espécie de Spielberg. E, ao ver no filho o desejo de fazer teatro, cinema e TV, investiu nas melhores escolas de formação para mim. Levo o peso do Sebastião nas costas, que é já um fardo grande! E muitos pensam que as portas vão se abrir por eu ser filho do Tim Maia... mas não é bem assim. Uma vez fui chamado para fazer participação numa novela, mas o produtor de elenco mudou seu procedimento comigo quando soube do meu parentesco. Ele não queria me contratar, pois achava que o cachê seria pouco para mim. Implorei tanto com argumentos plausíveis que ele acabou aceitando. Ser filho é um detalhe... só peço gentilmente a oportunidade para fazer testes e ser convidado. Mas o nome dele assusta, pois criam expectativas. É horrível! R7 — Quais são seus planos como ator para o futuro? Carmelo Maia — Posso trocar planos por sonhos? Gostaria muito poder trabalhar com Matheus Natchergaele... emendar um trabalho atrás do outro. E não importa o canal de veiculação que eu faça, cinema teatro ou TV, porque amo interpretar. Só quero ser ator e seguir minha vida em paz.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/filho-de-tim-maia-sofre-para-trabalhar-o-nome-do-pai-assusta-15032018

JOVEM MORRE APÓS SOFRER CHOQUE ELÉTRICO EM CELULAR LIGADO NA TOMADA, VIZINHO A CONCEIÇÃO (PB)
Data: 15/03/2018

O jovem deu entrada no hospital pouco tempo após a descarga elétrica.

O jovem como Valcley Bezerra de Melo, de 22 anos morreu, vítima de uma descarga elétrica, no final da manhã desta terça-feira (13). A vítima residia no Distrito de São Félix em Mauriti-CE. De acordo com informações de moradores de Mauriti, depois que chegou do trabalho, o jovem foi colocar seu aparelho de celular na tomada para recarrega-lo, quando sofreu a descarga elétrica. A vítima ainda foi socorrida por familiares para o hospital local, mas morreu, antes mesmo de dar entrada na unidade hospitalar. O jovem deu entrada no hospital pouco tempo após a descarga elétrica. Os familiares contaram que Valcley Bezerra tinha recebido um choque, mas as causas da morte ainda serão confirmadas.

Link Notícia: http://blognoticiasemdestaque.blogspot.com.br/2018/03/jovem-morre-apos-sofrer-choque-eletrico.html

MINISTROS COMEÇAM A DEIXAR GOVERNO NA PRÓXIMA SEMANA
Data: 15/03/2018

O ministro disse ao blog que terá de sair antes do prazo final de desincompatibilização

Na próxima semana, alguns ministros já começam a deixar o governo para disputar as eleições deste ano. Um deles é Ricardo Barros, da cobiçada pasta da Saúde. Seu partido, PP, quer fazer o sucessor, mesmo neste momento sinalizando apoio à candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à Presidência da República. O ministro disse ao blog que terá de sair antes do prazo final de desincompatibilização, dia 7 de abril, porque será indicado para presidir a Comissão de Orçamento. Para isso, precisa reassumir seu mandato na Câmara na semana que vem. Barros afirmou que ainda não há uma definição sobre o nome que irá sucedê-lo, mas confirmou que seu partido quer manter o comando do Ministério da Saúde. Inicialmente, o Palácio do Planalto havia avisado seus aliados que, para manter o controle sobre os atuais ministérios, eles teriam de garantir apoio ao candidato do governo à Presidência. Neste momento, Rodrigo Maia não conta com este aval do Planalto. Mesmo assim, Barros disse que seu partido, como parte da base aliada do emedebista, quer seguir à frente da pasta. Apesar da resistência do Planalto, os aliados que ensaiam embarcar em outras candidaturas, que não contam com o aval de Temer, acreditam que vão conseguir manter o controle dos atuais ministérios porque o governo precisa dos votos da base aliada para aprovar projetos no Congresso Nacional. E, neste momento, o presidente passa por mais um momento de desgaste e não teria como ficar sem o apoio no Legislativo. Até o início de abril, até 11 ministros podem deixar seus cargos para disputar a eleição. Já começou, inclusive, uma disputa dentro da base aliada por algumas pastas. O Ministério de Minas e Energia, por exemplo, é uma delas. Comandado atualmente por Fernando Coelho, deputado que era do PSB e pode migrar para o MDB, o ministério é reivindicado pelos senadores emedebistas. Eles controlavam, durante o governo Dilma Rousseff, a área e, com a reforma, querem voltar a controlar a pasta. Só que Fernando Coelho, por causa de disputas regionais, pode acabar não se filiando ao MDB e migrar para o DEM, acirrando a disputa dentro da base pela área. Outra área cobiçada pelo MDB é o Ministério da Fazenda, hoje sob comando de Henrique Meirelles (PSD). Nos últimos dias, o ministro intensificou uma agenda de exposição pública na busca de melhorar sua posição nas pesquisas de intenção de voto e, assim, tentar viabilizar sua candidatura a presidente da República. Se sair, Meirelles quer que seu sucessor saia de sua equipe e já levou ao presidente Michel Temer os nomes de dois de seus secretários: Eduardo Guardia (secretário-executivo) e Mansueto de Almeida (Acompanhamento Econômico). Meirelles, porém, enfrenta dificuldades partidárias. Seu atual partido, PSD, já sinalizou que fará aliança com o candidato tucano a presidente, Geraldo Alckmin. Restaria ao ministro da Fazenda mudar de partindo, filiando-se ao MDB, mas sem garantias de que seria o candidato do partido.

Link Notícia: http://blognoticiasemdestaque.blogspot.com.br/2018/03/ministros-comecam-deixar-governo-na.html

Ameaças aterrorizam quem denuncia violência policial em Acari
Data: 15/03/2018

Parte das denúncias veio da vereadora Marielle Franco, morta nesta quarta. Moradores dizem que violência do 41º Batalhão aumentou com intervenção

Desde que o governo federal anunciou a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro, há um mês, as incursões do 41º Batalhão da Polícia Militar, considerado o mais letal do estado, tornaram-se mais constantes e violentas, segundo ativistas e moradores de Acari, na região norte do Rio. As mesmas vozes contam que quem ousa denunciar a truculência dos policiais passa a sofrer ameaças. Uma das pessoas que denunciou a violência da PM em Acari foi a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada a tiros nesta quarta-feira (14), no Estácio, região central, embora ela não tinha sido ameaçada, segundo os seus companheiros do PSOL. “Precisamos gritar para que todos saibam o está acontecendo em Acari nesse momento. O 41° Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro está aterrorizando e violentando moradores de Acari”, escreveu a vereadora em postagem no último domingo (10). No dia seguinte, um domingo, a Ponte esteve na comunidade, localizada a 25 quilômetros do centro da capital. A viagem de metrô com uma baldeação dura mais de uma hora. Ao chegar, uma passarela de pedestres está bloqueada. Bem embaixo, um carro das Forças Armadas e quatro oficiais fazem guarda. No último domingo (11), a famosa feira de Acari acontecia. Um dia típico de verão, e o calor de 36 graus, abafado, era o prenúncio da chuva que cairia à tarde. Tudo em uma aparente normalidade. No sábado, porém, os moradores viveram momentos de terror que, segundo eles, antes eram exceção e agora têm virado regra. A comunidade foi despertada por volta das 6h com muitos tiros e a chegada de três caveirões, veículos blindados usados pela PM em incursões nas favelas. “Era muito tiro, muito tiro mesmo. Eles estavam quebrando portões, entrando em casas sem mandado, fotografaram moradores e identidades, em alguns lugares quebraram móveis. Eles andavam pelas ruas da comunidade, e isso eu posso falar com propriedade porque aconteceu na minha rua, gritando que só iriam embora quando matassem três, quatro, por aí”, relata Buba Aguiar, moradora e integrante do coletivo Fala Akari. Para Buba, depois do anúncio da intervenção, a sensação é que as operações da PM aumentaram em número e violência. “Os policiais estão se sentindo muito mais a vontade. Sempre se sentiram, mas agora estão muito mais para fazer o que estão fazendo. É sábado, domingo, não tem dia nem hora”, desabafa. O ato de fotografar rosto e identidades de moradores com o celular foi vista no final de fevereiro, em operação dos militares na Vila Kennedy, Vila Aliança e Coreia. Quem coordenou a operação foi o Comando Militar do Leste, justamente de onde veio o interventor General Walter Braga de Souza Netto, que, com a intervenção, passou a comandar a pasta da segurança pública do estado carioca. “A gente não aguenta mais a atuação desse batalhão [41º BPM, de Irajá, que atua na região]. A situação de Acari está insuportável, mas a gente fica com um questionamento que é o seguinte: a gente vai pedir o fim desse batalhão? Se os policiais vão ser redistribuídos e vão acabar com a vida das pessoas em outros locais?”, pondera. De acordo com o aplicativo Fogo Cruzado, que mapeia tiroteios no RJ de forma colaborativa, em 7 dias, foram registrados 5 tiroteios em Acari. Eram desse batalhão os 4 policiais militares acusados de participar da chacina em Costa Barros, quando mais de 100 tiros foram disparados e 5 jovens foram mortos. E eram do mesmo 41º os participantes de uma operação da PM que resultou na morte da estudante Maria Eduarda Alves da Conceição, de 13 anos, dentro da escola, em março do ano passado. Amedrontados, moradores desabafam apenas com a condição de anonimato. Muitos relatam que têm vivido sobressaltados e, a qualquer barulho de caminhão, já imaginam que é o caveirão chegando. “A gente não sabe o que vai acontecer daqui meia hora. Sinto que aumentaram, sim [as incursões da PM após o anúncio da intervenção federal]. Quase todos os dias acontece e são horários que tem criança indo pra escola, pra creche, trabalhador saindo para trabalhar. A gente não tem mais expectativa de vida”, desabafa um morador. À Ponte, Buba Aguiar relatou que, na semana anterior, havia sido ameaçada por dois policiais militares enquanto bebia num bar em Vista Alegre, também na zona norte. Segundo ela, o PM que estava no banco do carona a chamou pelo nome, perguntou o que ela fazia ali e disse: “Toma cuidado, hem, porque Vista Alegre é bem perigoso, às vezes saem uns tiroteios aqui”. “Isso é uma ameaça?”, perguntou Buba, segundo o seu relato. “Não, imagina, só estou te avisando porque a pista tá salgada, como vocês dizem”, teria respondido o policial. Jovens mortos Muito próximo de uma das entradas da comunidade, um grupo de fiéis saía da missa. No muro amarelo, em letras vermelhas, o nome da igreja: Nossa Senhora de Nazaré e Santos Martires Ugandenses. Conta a história do catolicismo, que no final do século XIX, 45 homens negros foram mortos pelo rei Mwanga II por serem cristãos. As mortes aconteceram com requintes de crueldade, tendo alguns deles sido queimados vivos. Quase que como uma macabra analogia, não muito longe da igreja que presta homenagem aos santos africanos, na segunda-feira da semana anterior (5), dois moradores da comunidade foram mortos, segundo testemunhas, por policiais do 41º Batalhão. “Reginaldo e Eduardo, jovens, negros, lindos e cheio de vidas. Um deles muito amigo meu e com quem eu tinha passado parte da tarde do domingo. Eles estavam saindo para trabalhar. Os corpos foram deixados perto do rio Acari”, relata, sem conter as lágrimas, Buba. “Não é guerra às drogas. É guerra aos negros pobres. Negros e pobres. Porque o negro não é pobre pelo fato de simplesmente ser pobre. Ele é pobre pelo fato de ser negro”, pontua. De acordo com os dados mais recentes do ISP (Instituto da Segurança Pública), de 2016, os 463 mortos em decorrência de intervenção policial têm majoritariamente esse perfil: 96,54% são homens, 62,2% têm entre 17 e 24 anos e 75% são negros ou pardos. Outro lado A Ponte procurou, por e-mail, a Polícia Militar do Rio de Janeiro para comentar a atuação do 41º Batalhão da PM, mas até o momento não se pronunciou.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/ameacas-aterrorizam-quem-denuncia-violencia-policial-em-acari-15032018

Jardim: pressão para que STF paute prisão em 2ª instância é legítima
Data: 15/03/2018

Ministro da Justiça ainda disse, nesta quinta-feira (15), que sociedade tem dúvidas sobre o entendimento da decisão

Torquato Jardim, ministro da Justiça, disse que acha “legítima” a pressão que aliados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazem para que o STF (Supremo Tribunal Federal) revise o entendimento que determina a prisão após a condenação em segunda instância. — O diálogo político faz parte da democracia, você faz a cobrança que quiser sobre o tema que quiser. A declaração foi feita em uma coletiva de imprensa, após o ministro participar do Fórum Econômico Mundial, nesta quarta-feira (15), em São Paulo. Ainda para o ministro, que já se mostrou a favor da condenação após decisão em segundo grau, a sociedade tem dúvidas sobre o tema. — Há uma perplexidade intelectual e uma dúvida política natural na sociedade brasileira para saber se esse 6 a 5 continua ou muda. Defesa de Lula pede que Fachin leve habeas corpus para julgamento Cármen Lúcia Na quarta-feira (14), 26 deputados federais de 12 partidos de oposição se reuniram com a ministra Cármen Lúcia. A comitiva entregou à presidente do STF um documento pedindo a inclusão em pauta de julgamento pelo plenário do habeas corpus de Lula. No entanto, Cármen Lúcia já adiantou que não colocará em pauta as ações que discutem a execução provisória de pena após condenação confirmada em segundo instância. Ela também disse aos deputados que o julgamento do HC independe de inclusão em pauta. Mais cedo, a ministra tinha recebido o advogado Sepúlveda Pertence, da defesa de Lula. A reunião também foi sobre o HC do ex-presidente.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/jardim-pressao-para-que-stf-paute-prisao-em-2-instancia-e-legitima-15032018

Pis/Pasep : trabalhadores nascidos em maio e junho podem sacar
Data: 15/03/2018

É possível sacar benefício em agência da Caixa ou optar pelo crédito automático em conta no caso dos correntistas

Os trabalhadores nascidos em maio e junho poderão receber o dinheiro do abono salarial do PIS/ Pasep a partir desta quinta-feira (15). No caso do PIS, os clientes que possuem o Cartão Cidadão podem realizar os saques poderão ser feitos em caixas eletrônicos da Caixa, Correspondentes Caixa Aqui e Lotéricas Quem não tem o cartão precisa procurar uma agência da Caixa e apresentar um documento oficial com foto. Os trabalhadores que possuem conta individual da Caixa podem ter o benefício depositado diretamente na conta. Segundo o Banco do Brasil, "todo participante do Pasep cadastrado até 04.10.1988 e cuja conta apresente saldo no início de cada exercício (30.06 de cada ano) tem direito ao saque dos rendimentos de sua conta individual". Caso o trabalhador não efetue o saque, os rendimentos são incorporados ao saldo da conta e atualizados monetariamente para posterior saque. Quem pode sacar Os trabalhadores cadastrados no fundo entre 1971 e 4 de outubro de 1988 que ainda não sacou o saldo total de cotas pode realizar os saques. Por causa da MP, homens e mulheres a partir de 60 anos têm direito ao benefício. Os cotistas podem consultar se há saldo disponível por meio dos sites da Caixa e do Banco do Brasil.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/pispasep-trabalhadores-nascidos-em-maio-e-junho-podem-sacar-15032018

Consumo de importados cresce 17% após 3 anos de queda, diz CNI
Data: 15/03/2018

A cada 100 produtos vendidos no Brasil no ano passado, 17 eram importados. Aumento das importações mostra valorização do real diante do dólar

Depois de três anos de queda, o consumo de produtos importados cresceu em 2017 no Brasil. De acordo com dados divulgados hoje (15) no estudo Coeficientes de Abertura Comercial, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), de cada 100 produtos vendidos no Brasil no ano passado, 17 eram importados. Em 2013, 18,2% dos produtos vendidos no mercado interno eram estrangeiros. Desde então, esse percentual caiu, chegando a 16,4% em 2016. Em 2017, subiu para 17%. Os importados também voltaram a ganhar participação no total de insumos utilizados pela indústria. Em 2013, a participação desses produtos era de 26,1%. Em 2014 começou a cair, chegando a 22,5% em 2016. Em 2017, foi de 23,5%. Além do aumento de importados, a participação dos produtos exportados manteve-se praticamente constante, interrompendo uma sequência de altas que vinha desde 2015. O coeficiente de exportação da indústria de transformação passou de 15,7% em 2016 para 15,6% em 2017. O coeficiente mede a importância das vendas externas para o setor. Em 2017, a indústria de transformação registrou aumento de 3,6% do volume produzido, acompanhado de crescimento menor do volume exportado (2,3%). Com isso, o coeficiente recuou 0,1 ponto percentual, o que corresponde a uma redução de 1,2%. CNI sugere que Brasil reaja a plano dos EUA de sobretaxar aço importado Real é valorizado diante do dólar O aumento da participação dos importados no mercado nacional e a perda da importância das exportações na produção da indústria decorrem "da recuperação do consumo interno e da valorização do real diante do dólar", diz a economista da CNI, Samantha Cunha, em nota divulgada pela confederação. Segundo a CNI, o crescimento da demanda repercute nas importações e na produção para o mercado doméstico, aumentando sua importância relativa para a indústria. A apreciação do real estimula as importações e desestimula as exportações. Entre 2015 e 2017, o real valorizou 13,4% frente à cesta de moeda de seus principais parceiros comerciais. O estudo, disponível no site da CNI, apresenta os resultados de quatro coeficientes: o de exportação, que mede a participação das vendas externas no valor da produção da indústria de transformação; o de penetração de importações, que acompanha a participação dos produtos importados no consumo brasileiro; o de insumos industriais importados, que aponta a participação dos insumos industriais importados no total de insumos industriais adquiridos pela indústria de transformação; e o de exportações líquidas, que mostra a diferença entre as receitas obtidas com as exportações e as despesas com a importação de insumos industriais, ambas medidas em relação ao valor da produção.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/consumo-de-importados-cresce-17-apos-3-anos-de-queda-diz-cni-15032018

Marun diz que vai sair de ministério para pedir impeachment de Barroso
Data: 15/03/2018

Já o Ministro da Justiça, Torquato Jardim, rebateu o colega de esplanada, disse que as críticas se restringem a Marun e que a palavra final é do Supremo

O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, disse nesta quinta-feira (15) que apresentará na próxima sessão conjunta do Congresso Nacional o pedido de impeachment do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso. “Entendo que esse surto absolutista na mente do ministro Barroso tem de ser detido”, disse Marun ao deixar a EBC (Empresa Brasil de Comunicação), onde participou do programa Por Dentro do Governo, da TV NBR. De acordo com Marun, “há elementos suficientes” para justificar o pedido. — Ainda não está redigido porque não se redige uma peça de impeachment em uma tarde. Mas minha expectativa é de que na próxima sessão do Congresso eu me licencie [do cargo de ministro da Secretaria de Governo] e vá, na condição de deputado, entregar ao Eunício Oliveira [presidente do Senado e do Congresso] o meu pedido. Durante o programa, Marun fez críticas a Barroso, tanto por ter quebrado o sigilo bancário do presidente Michel Temer, quanto por ter decidido restabelecer apenas em parte o decreto de indulto natalino editado no ano passado, deixando sem o benefício pessoas condenadas por corrupção. — Barroso quebra, agride e desrespeita a Constituição. Ministros não estão no STF para quebrar a Constituição. Eles não legislam. Essa síndrome de Luís XIV, aquele que declarou "L'État, c'est moi" ("o Estado sou eu", em francês), tem de ser detida. Não estamos constrangendo o Barroso. Estou atuando no sentido de deter esse espírito absolutista. Segundo Marun, a ex-presidente Dilma Rousseff também usava desse expediente. Essa diferença de trato entre o decreto de Temer e o de Dilma mostra, segundo Marun, “a parcialidade e a atividade político-partidária” do ministro do STF. Marun disse ainda que o indulto natalino existe desde a época do Império. — O primeiro foi concedido por D. Pedro II. É permitido ao chefe da nação conceder o indulto a condenados que não sejam por crime violento. Hoje, os presídios são universidades do crime. Em um primeiro momento, o condenado se associa a uma organização criminosa para, em um segundo momento, virar assassino. Perguntado sobre como recebeu as críticas da Ajufe (Associação dos Juízes Federais) e de alguns parlamentares, de que esse pedido de impeachment teria por trás uma tentativa de intimidação e represália ao Poder Judiciário, Marun estendeu suas críticas à entidade representativa dos juízes, “por não se posicionar” quando um ministro do STF desrespeita a Constituição e a independência dos poderes. — Até a imprensa tenta me desqualificar. Mas ninguém diz que estou errado. Marun afirmou que tem recebido o apoio de “parlamentares e populares”, após ter anunciado a decisão de pedir o impeachment de Barroso. A uma pergunta, se estaria recebendo o apoio de alguém do primeiro escalão do governo, o ministro disse que é dele “e não do governo” a decisão de fazer o pedido. Jardim minimiza críticas de Marun Torquato Jardim, ministro da Justiça, em declarações hoje em São Paulo, minimizou a decisão de Marun de pedir o impeachment do ministro Barroso do STF. — O diálogo do Supremo Tribunal Federal com o Poder Executivo é histórico, vem de muito tempo. Não é a primeira vez que há diferentes perspectivas, diferentes opiniões. Faz parte do debate constitucional da independência e harmonia dos poderes. Agora, o Supremo leva vantagem, porque pela Constituição, ele tem a última palavra. Jardim também quis deixar claro que a opinião é exclusiva de Marun e não envolve ninguém mais do governo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/marun-diz-que-vai-sair-de-ministerio-para-pedir-impeachment-de-barroso-15032018

Reino Unido expulsa 23 diplomatas russos após ataque a ex-agente
Data: 14/03/2018

Diplomatas foram identificados como oficiais de inteligência não declarados. Theresa May diz que Rússia é responsável por atentado contra ex-espião

O Reino Unido irá expulsar 23 diplomatas russos identificados como oficiais de inteligência não declarados. A medida é tomada como parte da resposta ao envenenamento de um ex-agente duplo russo no sul da Inglaterra. Em pronunciamento oficial, a primeira ministra Theresa May afirmou que o Reino Unido considera a Rússia culpada pela tentativa de assassinato de Sergei Skripal. O ex-agente russo colaborou, no passado, com o serviço de inteligência britânico e foi condenado na Rússia por traição. May estabeleceu o prazo de uma semana para que os diplomatas saiam do território britânico. Será a maior explusão de membros do corpo diplomático do país nos últimos 30 anos. O Reino Unido ainda tomará outras medidas contra a Rússia. "Nós iremos congelar bens estatais russos onde quer que haja evidência de que eles podem ser usados para ameaçar a vida ou propriedade de cidadãos ou residentes do Reino Unido", disse a primeira-ministra. May também anunciou que a família real britânica não participará da Copa do Mundo na Rússia. No início da semana, o ministro das Relações Exteriores, Boris Johnson, chegou a ameaçar um boicote completo do Reino Unido à Copa do Mundo, o que impediria a participação da equipe da Inglaterra no torneio. Ex-agente envenenado Skripal, um ex-coronel que trabalhava para o serviço de inteligência militar russo condenado por traição em Moscou, foi encontrado caído inconsciente em um banco fora de um shopping center na cidade inglesa de Salisbury, no dia 4 de março. Ele estava ao lado da filha Yulia. Ambos seguem hospitalizados. Durante as investigações, a polícia britânica identificou o agente nervoso utilizado para envenenar pai e filha como pertencendo ao grupo Novichok, um conjunto de substâncias neurotóxicas desenvolvidas pela Rússia.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/reino-unido-expulsa-23-diplomatas-russos-apos-ataque-a-ex-agente-14032018

Brasil discute retaliação aos EUA após sobretaxa de aço e alumínio
Data: 14/03/2018

Governo brasileiro discute lista de itens que podem ser levados a uma negociação de país a país com os Estados Unidos nessa questão

O governo brasileiro discute, de forma preliminar, uma retaliação ao governo norte-americano sobre a decisão de os Estados Unidos aplicarem tarifas para importação de aço e alumínio. O governo de Donald Trump apresentou cinco exigências aos países que querem ser isentos das taxas para tais exportações. Para conseguir a isenção, a área técnica do governo de Michel Temer discute uma lista de itens que podem ser eventualmente levados a uma negociação de país a país com os Estados Unidos nessa questão. Entre eles, está a elevação das tarifas de importação do etanol de milho produzido lá, o adiamento da sanção do acordo de céus abertos e a parceria entre Embraer e Boeing. De acordo com uma fonte, “tudo” está em discussão. Porém, não existe decisão alguma sobre como esses itens serão usados na negociação, nem se serão de fato levados à mesa. Até porque, concretamente, ainda não começou a negociação entre os governos de Brasil e EUA sobre o tema. A estratégia brasileira é, primeiro, esperar os resultados dos entendimentos entre as empresas americanas que serão prejudicadas com a aplicação da sobretaxa ao aço importado e a administração de Donald Trump. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo publicada nesta terça-feira (13), o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, disse que o Brasil vai dar apoio a essas empresas. A negociação governo a governo é uma outra frente, que ainda não foi aberta. Nela, o ponto forte será a tese de que as indústrias siderúrgicas brasileira e americana são complementares. Por fim, o governo também passaria a monitorar o volume das exportações de aço para o mercado americano. Com base nisso, existe a possibilidade de que cotas sejam estabelecidas para cada exportador. O que passar desse volume seria sobretaxado. Governo brasileiro preocupado O MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços) tomou conhecimento da sobretaxa ao aço e alumínio “com grande preocupação”. Em nota divulgada à imprensa, o MDIC declarou que “as medidas causarão graves prejuízos às exportações brasileiras e terão significativo impacto negativo nos fluxos bilaterais de Comércio.” Com isso, os Estados Unidos seriam “amplamente” favorecidos nas relações comerciais. (Confira a nota do MDIC ao final da matéria) Reação dos governos mundiais à sobretaxa do aço e alumínio O detalhamento com as cinco exigências para a isenção já foi apresentado a diplomatas japoneses, europeus e coreanos. Na avaliação de alguns negociadores, os critérios, no entanto, são mais políticos do que comerciais. E não ficou claro como os EUA vão controlar o cumprimento dessas exigências. A mais polêmica estabelece que os governos que querem evitar a taxação do aço precisam apoiar as disputas lideradas pelos Estados Unidos nos tribunais da OMC (Organização Mundial do Comércio). A exigência deve criar uma saia-justa para várias chancelarias que, nos últimos meses, ensaiaram levar o governo americano a julgamento na entidade. Também seria uma medida complicada para países que, por motivos comerciais, não têm interesse de atacar o governo chinês. Trump também quer que os governos sejam “parceiros” dos EUA em termos de segurança, condicionando aspectos comerciais a uma aliança no setor de Defesa. Não ficou claro para os negociadores o que isso significaria de fato. Uma das críticas é de que as exigências, além de políticas, são amplas e subjetivas. Mas os critérios estabelecidos pelo governo Trump também envolvem aspectos comerciais. Os americanos pedem um compromisso dos governos em um esforço mundial contra a produção em excesso no setor siderúrgico. Eles também querem garantias de que os países vão lutar contra o desvio de aço subsidiado de países de origem. A suspeita dos EUA é de que, embora oficialmente a China diga que exporta apenas 2% do aço ao mercado americano, um volume muito maior seja primeiro vendido a outros países e, dali reexportado para o território americano. Crítica Mesmo após o detalhamento, os diplomatas europeus insistem que os critérios não estão claros e que não é possível saber o peso de cada argumento, nem quem os monitoraria. No fim de semana, a comissária de Comércio da União Europeia, Cecilia Malmstrom, se reuniu com o representante de Comércio da Casa Branca, Robert Lighthizer. Ao sair do encontro, ela disse que Lighthizer não apresentou esclarecimentos suficientes. Longe da troca pública de acusações entre os governos, diplomatas de ambos os lados estão mantendo contatos nos bastidores para organizar um novo encontro ainda nesta semana. Desta vez, a reunião envolveria apenas os técnicos. Confira, na íntegra, a nota do MDIC “O governo brasileiro tomou conhecimento, hoje, com grande preocupação, da decisão do governo dos Estados Unidos, de aplicar sobretaxa de 25% às importações de aço e de 10% às importações de alumínio, sob alegada justificativa de segurança. As medidas causarão graves prejuízos às exportações brasileiras e terão significativo impacto negativo nos fluxos bilaterais de Comércio, amplamente favoráveis aos Estados Unidos nos últimos 10 anos, e nas relações comerciais e de investimentos entre os dois países. Desde o início das investigações do Departamento de Comércio dos EUA, no primeiro semestre de 2017, o governo brasileiro, em coordenação com o setor siderúrgico nacional, buscou, em sucessivas gestões, evitar a aplicação das medidas às exportações brasileiras, esclarecendo ao governo americano e a outros atores relevantes naquele país que os produtos do Brasil não causam ameaça aos interesses comerciais ou de segurança dos EUA. Ao contrário, as indústrias de ambos os países são integradas e se complementam. Cerca de 80% das exportações brasileiras de aço são de produtos semiacabados, utilizados como insumo pela indústria siderúrgica norte-americana. Ao mesmo tempo, o Brasil é o maior importador de carvão siderúrgico dos Estados Unidos (cerca de US$ 1 bilhão, em 2017), principalmente destinado à produção brasileira de aço exportado àquele país. As medidas norte-americanas minarão os esforços em curso no Foro Global do Aço, do qual os EUA fazem parte, com vistas a uma solução para a questão do excesso de capacidade no setor siderúrgico, verdadeira raiz dos problemas enfrentados pelo setor. As medidas restritivas às importações de aço e alumínio são incompatíveis com as obrigações dos EUA ao amparo da Organização Mundial de Comércio, e não se justificam, tampouco, pelas exceções de segurança do GATT 1994. Ao mesmo tempo em que manifesta preferência pela via do diálogo e da parceria, o Brasil reafirma que recorrerá a todas as ações necessárias, nos âmbitos bilateral e multilateral, para preservar seus direitos e interesses. Ministros Aloysio Nunes e Marcos Jorge”

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/brasil-discute-retaliacao-aos-eua-apos-sobretaxa-de-aco-e-aluminio-14032018

Paulo Skaf assume pré-candidatura ao governo de São Paulo
Data: 14/03/2018

Presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo vai concorrer ao cargo pelo MDB, partido de Michel Temer

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, assumiu sua pré-candidatura ao governo de São Paulo pelo MDB. Ao conversar com jornalistas na abertura do Fórum Econômico Mundial sobre América Latina, que ocorre nesta quarta-feira (14) na capital paulista, ele disse que é apoiado pelo partido para se lançar mais uma vez na disputa. Skaf destacou que sua pré-candidatura tem aval do MDB nacional, comandado pelo presidente Michel Temer. "Não sou eu que estou me colocando como pré-candidato, o MDB me coloca como pré-candidato ao governo de São Paulo nas eleições de 2018", declarou. Tucanos Skaf descartou abrir mão de uma candidatura para se aliar ao PSDB. O empresário disse que a única condição para uma aliança é oferecer a vaga de vice ou as candidaturas ao Senado para a legenda tucana. "Se o PSDB tiver intenção de uma coligação, nós estamos de braços abertos (nessas condições)", disse. Assim como no Estado, o presidente da Fiesp disse que o partido tem como prioridade lançar um candidato à Presidência da República, mas evitou declarar apoio ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que considera uma filiação no partido de Temer. "Não vamos fulanizar agora", disse Skaf. Doria O pré-candidato dirigiu críticas ao prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), que vai disputar as prévias tucanas para a sucessão estadual. "O eleitor paulistano deu um voto de confiança, o elegeu prefeito de São Paulo", disse. "Certamente a reação e a decepção do eleitor paulistano estão manifestadas nas redes sociais", finalizou.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/paulo-skaf-assume-pre-candidatura-ao-governo-de-sao-paulo-14032018

Convocado por Tite, Talisca pode se transferir para o Manchester United
Data: 14/03/2018

Segundo jornal português, brasileiro que faz sucesso no Besiktas-TUR pode ser negociado pelo Benfica, clube que detém seus direitos econômicos

O meia Anderson Talista, convocado pelo técnico Tite para os amistosos da seleção brasileira contra Rússia e Alemanha, poderá atuar no Manchester United. De acordo com o site do jornal português "A Bola", a negociação para a transferência do jogador — emprestado pelo Benfica-POR ao Besiktas-TUR, onde tem feito sucesso, por duas temporadas — pode chegar a 40 milhões de euros (aproximadamente R$ 161 milhões). O valor é praticamente o dobro da cláusula de opção de compra do clube turco, que precisa depositar 21 milhões de euros nos cofres benfiquenses para ter o atleta em definitivo (somando os quatro milhões de euros já pagos pelo empréstimo). Dificilmente o Besiktas terá os recursos para a aquisição de Talisca, de 24 anos, que começou a carreira no Bahia e, em 2014, foi negociado com o futebol português. Talista também teve passagens pelas seleções sub-20, sub-21 e sub-23 do Brasil desde 2013.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/convocado-por-tite-talisca-pode-se-transferir-para-o-manchester-united-14032018

Corinthians enfrenta Deportivo Lara em Itaquera pela Libertadores
Data: 14/03/2018

O Corinthians enfrenta o Deportivo Lara nesta quarta-feira (14), às 21h45, no Itaquerão, em seu primeiro jogo em casa pela Copa Libertadores 2018

O Corinthians enfrenta o Deportivo Lara nesta quarta-feira (14), às 21h45, no Itaquerão, ciente de que precisará ter paciência para superar o adversário, que promete mais uma vez surpreender. Em sua estreia na Copa Libertadores, a equipe venezuelana derrotou o Independiente por 1 a 0, em casa. Com uma estrutura superior e tradição na competição continental bem superior ao adversário, o Corinthians não se esquiva da responsabilidade de se impor no jogo desta noite. "Jogando em casa e diante da nossa torcida, é uma obrigação vencermos. Buscamos um ponto fora de casa (contra o Millonarios) e agora precisamos somar três pontos em casa", destacou o zagueiro Henrique. Entretanto, para superar os venezuelanos, será preciso ter a paciência que tem faltado ao time de Fábio Carille quando enfrenta retranca. "Não sei explicar o motivo, talvez a gente precise de mais espaço para jogar e quando enfrentamos equipes que jogam de igual para igual, isso acontece mais", explicou Rodriguinho. O Deportivo Lara pode ser desconhecido de muitos torcedores - é um clube fundado apenas em 2009 -, mas os atletas corintianos garantem saber bem o que vão enfrentar. "É um time rápido, de qualidade, com jogadores experientes e já sabemos os pontos fortes deles", garantiu Henrique. Henrique: "Nossa obrigação é vencer" Um fato curioso é que a equipe venezuelana treinou na segunda-feira, no CT da base do Corinthians, ao lado de onde treina a equipe profissional. Em relação ao time, o desfalque é o meia Jadson, que se recupera de dores na coxa direita. Em seu lugar, Emerson Sheik será o titular. Mais uma vez, o Corinthians vai atuar sem centroavante. No Deportivo Lara, o técnico Leo González demonstra conhecimento da força e das virtudes do adversário brasileiro. "É uma equipe que triangula muito, não tem um atacante na área, mas ataca com muita gente. Tem ótimos jogadores que jogam rápido pelos lados e possuem um lateral de Seleção, que é o Fagner", analisou o treinador.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-enfrenta-deportivo-lara-em-itaquera-pela-libertadores-14032018

São Paulo assina contrato com Régis, que estava no São Bento
Data: 14/03/2018

O jogador é o sétimo reforço são-paulino no ano, fica até abril de 2019 e pode jogar nas duas laterais, já que é ambidestro

O lateral-direito Régis será o novo reforço do São Paulo. O atleta que estava na São Bento acertou vínculo até abril de 2019 e assinará o contrato na quinta (15), após a delegação tricolor voltar de Maceió, onde enfrenta o CRB nesta quarta-feira, às 19h30, pela Copa do Brasil. O jogador já passou por exames no novo clube e é esperado para o treino de sexta-feira. Régis será a o sétimo reforço do clube tricolor para a temporada. Chega depois de Jean, Anderson Martins, Diego Souza, Nenê, Tréllez e Valdívia. O reforço estava no São Bento desde 2016 e, neste ano, deu assistência para Anderson Cavalo abrir o placar do time de Sorocaba diante do São Paulo na primeira rodada do Paulista, em que a equipe então comandada por Dorival Junior acabou derrotada por 2 a 0. Ambidestro, o atleta de 28 anos será opção para o técnico Diego Aguirre para as duas laterais e também no meio do campo, com característica mais ofensiva. Pela direita, chega na equipe tricolor para disputar vaga com Militão, zagueiro de origem, mas que conquistou confiança para atuar na direita improvisado.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sao-paulo-assina-contrato-com-regis-que-estava-no-sao-bento-14032018

Indústria paulista cria 2 mil postos de trabalho em fevereiro
Data: 14/03/2018

Dados da Fiesp mostram que dentre os 22 setores acompanhados, 10 ficaram positivos no mês de fevereiro. Três ficaram estáveis e nove, negativos

A indústria paulista criou 2 mil postos de trabalho em fevereiro, na série sem ajuste sazonal, 0,10% a mais do que em janeiro. Esse foi o melhor resultado para o mês desde 2014, quando haviam sido criadas 7,5 mil novas vagas. Em janeiro do ano passado, houve corte de 3 mil vagas. Segundo os dados do Nível de Emprego do Estado de São Paulo, divulgados nesta quarta-feira (14) pela Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), no acumulado do ano as vagas novas totalizam 12,5 mil, um aumento de 0,59%. Na série com ajuste sazonal, o índice ficou estável (-0,03%) no mês. "Esperamos aceleração desse saldo para os próximos meses estimulada pelo aumento da confiança empresarial e do consumo", disse o segundo vice-presidente da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho. Os dados mostram que, entre os 22 setores acompanhados, 10 ficaram positivos no mês de fevereiro; três, estáveis; e nove, negativos. Entre os positivos, os destaques são coque, derivado do petróleo e biocombustíveis, com geração de 1.030 postos de trabalho, seguido por confecção de artigos do vestuário e acessórios (1.019). Os negativos são produtos de borracha e de material plástico (-1.408) e produtos diversos (-622). Segundo a apuração mensal, a variação no mês ficou positiva no interior paulista (0,27%). Já na Grande São Paulo, houve queda (-0,35%). Entre as 36 diretorias regionais, houve variação nos resultados. Nas 21 que apresentaram alta, destacam-se Franca (2,80%), onde o resultado foi influenciado pelo setor de artefatos de couro e calçados (5,13%) e coque, petróleo e biocombustíveis (2,27%); Mogi das Cruzes (2,03%), cujo desempenho foi impulsionado por produtos de minerais não metálicos (1,62%) e máquinas e equipamentos (1,72%) e Araraquara (1,35%), em que o aumento foi puxado por produtos alimentícios (1,26%) e produtos de borracha e plástico (3,10%). Entre as 10 que registraram queda destacam-se Matão (-2,65%), com a influência de produtos alimentícios (-3,99%) e máquinas e equipamentos (- 2,74%); Jaú (-2%), puxada por artefato de couro e calçados (-10,10%) e coque, petróleo e biocombustíveis (-0,34%); e Santos (-1,53%), sob o impacto de produtos alimentícios (-2,56%), impressão e reprodução de gravações (-3,27%).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/industria-paulista-cria-2-mil-postos-de-trabalho-em-fevereiro-14032018

8 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES
Data: 13/03/2018

8 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES

Link Notícia:

Avião carregando 71 pessoas cai no Nepal; 17 foram resgatadas
Data: 12/03/2018

Acidente deixou ao menos 50 mortos, de acordo com porta-voz do Exército. Aeronave vinha da capital de Bangladesh

Um avião de Bangladesh carregando 67 passageiros e quatro tripulantes caiu nesta segunda-feira (12) enquanto aterrissava em aeroporto na capital do Nepal, Kathmandu, informou uma autoridade do aeroporto, acrescentando que 17 pessoas haviam sido resgatadas. O estado das outras pessoas que estavam a bordo do avião que saiu da capital de Bangladesh, Daca, operado pela companhia US-Bangla Airlines, não está claro, disse o porta-voz do aeroporto, Birendra Prasad Shrestha. "Estamos tentando controlar o fogo. Detalhes são aguardados", disse, acrescentando que o aeroporto havia sido fechado e todos os outros voos redirecionados. De acordo com porta-voz do exército, o acidente deixou ao menos 50 mortos. A região montanhosa do Nepal é conhecida por acidente aéreos. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/aviao-carregando-71-pessoas-cai-no-nepal-17-foram-resgatadas-12032018

Temer discute reação à sobretaxa ao aço e reúne-se com aliados
Data: 12/03/2018

Taxas impostas pelo governo norte-americano de Donald Trump às importações de aço são de 25%

O presidente Michel Temer recebe às 10h desta segunda-feira (12), no Palácio do Planalto, os ministros das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, e o interino da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima. No encontro, eles devem bater o martelo sobre a reação brasileira às sobretaxas impostas pelo governo norte-americano de Donald Trump às importações de aço (25%) e de alumínio (10%). A estratégia do governo, como disse Marcos Jorge ao Broadcast semana passada, é apresentar recursos em dois órgãos dos Estados Unidos contra a decisão de Trump. Ele afirmou ver chances de o Brasil não ser atingido pela medida. "Queremos que o Brasil seja excluído assim como o Canadá e o México", disse. Os recursos serão levados ao Departamento de Comércio norte-americano e ao Escritório de Representação Comercial dos EUA. Na parte da tarde, Temer participa da cerimônia de assinatura do termo de adesão ao Programa Internet para Todos e de liberação de recursos para municípios. O evento está marcado para as 15h. Depois, às 17h, o presidente recebe o diretor-geral da OMC (Organização Mundial do Comércio), Roberto Azevedo. Às 18h, Temer tem reunião no Planalto com vice-líderes da base aliada no Congresso Nacional.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-discute-reacao-a-sobretaxa-ao-aco-e-reune-se-com-aliados-12032018

Confusão em baile funk deixa quase 80 feridos no Rio de Janeiro
Data: 12/03/2018

Confusão em baile funk deixa quase 80 feridos no Rio de Janeiro

Quase 80 pessoas ficaram feridas na madrugada deste domingo (11) durante uma confusão em um baile funk na comunidade de Vila Cruzeiro, na Penha, zona norte do Rio. Segundo um comunicado no perfil do baile em uma rede social, a confusão teve início quando uma frequentadora encostou num fio desencapado de uma das 16 equipes de som que participavam da festa. A descarga elétrica teria atingido várias pessoas que estavam no local, dando início ao pânico e correria. Em outra versão, um disparo de arma de fogo teria assustado os frequentadores e provocado a confusão. A direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas informou que 76 pessoas foram atendidas na unidade a partir das 3h da manhã deste domingo, todas feridas durante a confusão no evento. Até a tarde deste domingo, quatro pacientes permaneciam internados, mas apresentavam quadro de saúde estável. Os comandos do 16º Batalhão da Polícia Militar, de Olaria, e da Unidade de Polícia Pacificadora da Vila Cruzeiro declararam que as unidades não foram acionadas para intervir no incidente. De acordo com a polícia, não houve operação ou ação policial no local na madrugada deste domingo. Pela manhã, o batalhão foi informado sobre um tumulto nas proximidades de uma estação do BRT na Avenida Brás de Pina, na Penha. A Polícia Civil informou que nenhuma das vítimas procurou a delegacia da área para registrar qualquer ocorrência.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/ric-mais/confusao-em-baile-funk-deixa-quase-80-feridos-no-rio-de-janeiro-11032018

MP libera R$ 190 milhões para apoio a venezuelanos refugiados no Brasil
Data: 12/03/2018

Recurso será aplicado em ações de assistência emergencial e acolhimento humanitário de pessoas vindas da Venezuela ao País

O presidente Michel Temer editou a Medida Provisória 823/2018 que abre R$ 190 milhões de crédito extraordinário em favor do Ministério da Defesa. O recurso será aplicado em ações de assistência emergencial e acolhimento humanitário de pessoas vindas da Venezuela ao País — a grande maioria refugiada no Estado de Roraima. De acordo com a MP, publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta segunda-feira (12), a abertura do recurso foi possível por causa de anulação parcial da dotação orçamentária do Ministério do Trabalho voltada para gastos com seguro-desemprego.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/mp-libera-r-190-milhoes-para-apoio-a-venezuelanos-refugiados-no-brasil-12032018

Dono da JBS é vaiado em churrascaria de São Paulo
Data: 12/03/2018

Churrascaria e Polícia Militar confirmam confusão com empresário; defesa, no entanto, nega e diz que o irmão Wesley pode ter sido confundido com ele

Um homem que, segundo informações da PM, é o empresário Joesley Batista, dono da JBS, foi recebido com vaias neste domingo (11) em uma churrascaria no Itaim Bibi, zona oeste de São Paulo (vídeos abaixo). Após a confusão, o advogado que defende o empresário afirmou que ele não estava no local e que o alvo das vaias pode ter sido seu irmão, Wesley Batista, também dono da JBS. Segundo um funcionário do estabelecimento, a confusão teria acontecido no horário de almoço (entre 12h e 18h). De acordo com o advogado André Callegari, Joesley não foi ao restaurante. A reportagem só conseguiu contato com a defesa por volta das 19h50. “Quem estava no restaurante era o irmão dele, o Wesley. O Joesley não saiu de casa. Já vimos [o vídeo] e não é ele, quanto ao Wesley eu não tenho certeza, porque o vídeo é muito ruim, mas tenho certeza que não é ele [Joesley]”, afirma Callegari. Joesley deixou a carceragem da Polícia Federal, também na zona oeste, durante a noite da última sexta-feira (9). Ele estava preso desde setembro do ano passado, e teve a liberação após decisão da 12ª Vara Criminal da Justiça Federal no Distrito Federal. De acordo com apuração da Record TV, a Polícia Militar foi acionada às 17h13 para atender a ocorrência na churrascaria. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Polícia Militar, no entanto, não dá detalhes sobre o caso.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/dono-da-jbs-e-vaiado-em-churrascaria-de-sao-paulo-12032018

Trabalhadores dos Correios entram em greve hoje em todo país
Data: 12/03/2018

Paralisação começa a partir das 22h. Na segunda (12), TST julga o pagamento do plano de saúde de parentes dos servidores

Os trabalhadores dos Correios de todo o país entrarão em greve, por tempo indeterminado, a partir das 22 horas de domingo (11), de acordo com a FENTECT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares). O principal motivo da paralisação é que na segunda-feira (12), o TST (Tribunal Superior do Trabalho) vai julgar o pagamento do plano de saúde dos funcionários da estatal. Os Correios querem alterar a fórmula de custeio do convênio dos 106 mil servidores ativos, 30 mil inativos e seus dependentes. Atualmente, não há pagamento de mensalidade e a coparticipação do beneficiário é de 7% do valor das consultas. Porém, a estatal quer bancar 100% do plano dos servidores e retirar pais, filhos e cônjuges do convênio. De acordo com a empresa, os gastos com o benefício cairiam de R$ 1,8 bilhão por ano para R$ 700 milhões. Ao todo, 390 mil pessoas são beneficiadas com o plano de saúde pago pela estatal. No começo do ano, em umas das negociações entre servidores e a empresa, o ministro do TST, Manoel Pereira, propôs que os Correios cobrissem 75% dos custos com o plano, e os funcionários, os outros 25%, além de retirar pais e mães da lista de dependentes. O sindicato não aceitou a oferta. Os Correios, em nota, disseram que aguardam a decisão do tribunal para tomar as medidas necessárias após terem tentado exaustivamente um acordo com os representantes. A empresa alega que não consegue mais sustentar as condições do plano de saúde. Justiça suspende cobrança extra dos Correios no Rio de Janeiro Contra a privatização Para a FENTECT, os trabalhadores dos Correios serão prejudicados se precisarem custear o plano de saúde de parentes diretos. Segundo a categoria, o salário médio dos Correios é de R$ 1.600,00, o mais baixo das estatais. Os funcionários também discordam da posição dos Correios de que é o plano de saúde um dos principais motivos do rombo nas contas da empresa. Conforme a federação, o convênio representa de 8% a 9% da receita da estatal. Para Suzy Cristiny da Costa, da diretoria da FENTECT, a direção dos Correios promove uma ideia de crise na estatal para que se justifique uma possível privatização no futuro. — Nós últimos anos os Correios foram sucateados para chegar neste ponto e alegarem que a única solução é privatizar. Além do plano de saúde, os trabalhadores não concordam com outras decisões da empresa como as alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários, a terceirização na área de tratamento e a suspensão de férias. Eles também pedem a contratação de novos funcionários por concurso público, mais segurança e fim dos planos de demissão. Outro lado Em nota, a estatal disse que a greve agrava ainda mais a situação delicada que os Correios estão passando. "A greve é um direito do trabalhador. No entanto, um movimento dessa natureza, neste momento, serve apenas para agravar ainda mais a situação delicada pela qual passam os Correios e afeta não apenas a empresa, mas também os próprios empregados. Esclarecemos à sociedade que o plano de saúde, principal pauta da paralisação anunciada para a próxima segunda-feira (12) pelos trabalhadores, foi discutido exaustivamente com as representações dos trabalhadores, tanto no âmbito administrativo quanto em mediação pelo Tribunal Superior do Trabalho. Após diversas tentativas de acordo sem sucesso, a forma de custeio do plano de saúde dos Correios segue, agora, para julgamento pelo TST. A empresa aguarda uma decisão conclusiva por parte daquele tribunal para tomar as medidas necessárias, mas ressalta que já não consegue sustentar as condições do plano, concedidas no auge do monopólio, quando os Correios tinham capacidade financeira para arcar com esses custos".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/trabalhadores-dos-correios-entram-em-greve-hoje-em-todo-pais-11032018

Tite convoca seleção brasileira para amistosos contra Rússia e Alemanha
Data: 12/03/2018

Sem Neymar, treinador anunciará a lista de convocados às 11h, na sede da CBF, a última antes da lista final para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia

O técnico Tite irá convocacar a seleção brasileira para os amistosos contra Rússia, no próximo dia 23, e Alemanha, no dia 26 de março. Sem poder contar com o atacante Neymar, lesionado, Tite fará a última convocação antes de divulgar a lista final dos jogadores para a Copa do Mundo da Rússia 2018. O anúncio dos convocados para os amistoso de março será na sede da CBF, no Rio de Janeiro, às 11h. Após a convocação, Tite concederá uma entrevista coletiva. Ao site da CBF, o coordenador de seleções, Edu Gaspar, falou sobre o adiamento da convocação e o problema com os jogadores lesionados: "Temos uma situação diferente de outras convocações. São pelo menos cinco jogadores que necessitam de uma observação médica e física mais elaborada, para que possamos convocar embasados e com as informações necessárias". Além de Neymar, outros jogadores que tiveram lesões recentemente foram os zagueiros Marquinhos e Miranda, o volante Fernandinho, o lateral-esquerdo Marcelo, e o atacante Gabriel Jesus.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/tite-convoca-selecao-brasileira-para-amistosos-contra-russia-e-alemanha-12032018

No São Paulo, Aguirre terá desgaste e desconfiança como desafios
Data: 12/03/2018

Treinador uruguaio será apresentado nesta segunda-feira (12) com a missão de recuperar uma equipe cheia de problemas e vinda de temporada ruim

Anunciado como novo técnico do São Paulo, Diego Aguirre será apresentado nesta segunda-feira (12) com o desafio de superar superar a desconfiança em relação à equipe após o início de temporada ruim, além de recuperar um time desgastado e com departamento médico cheio. Além disso, o uruguaio precisa preparar o elenco para jogos decisivos da Copa do Brasil e das quartas de final do Campeonato Paulista. A tarefa é árdua, mas a diretoria está confiante de que Aguirre dará conta do recado. Ele ficará no Morumbi pelo menos até dezembro. O contrato curto é uma estratégia do clube para se defender do risco já especulado de que Aguirre pode assumir o comando da seleção uruguaia após a Copa do Mundo. Se isso acontecer, ele será o terceiro estrangeiro a deixar o São Paulo para dirigir um time nacional recentemente. Foi assim com Juan Carlos Osorio, que deixou o Morumbi em 2015 para comandar o México; e Edgardo Bauza, um ano depois, que trocou o time tricolor pela seleção de seu país, argentina. Aguirre assume um time que não despertava grandes esperanças no torcedor. No domingo, diante de poucos torcedores, o time levou um susto, mas conseguiu virar sobre o Red Bull por 3 a 1, com gols de Nininho (contra), Arboleda e Marcos Guilherme. Após perder Hernanes e Lucas Pratto, peças fundamentais da reação no Bcampeonato rasileiro de 2017, o São Paulo não conseguiu se acertar. Os principais reforços, Nenê e Diego Souza, ainda não conseguiram mostrar seus potenciais. Assim, a torcida que ficou marcada no ano passado pelo apoio incondicional, perdeu a paciência. Contra o Red Bull, cerca de 200 torcedores participaram de uma "marcha fúnebre" em frente ao estádio do Morumbi para protestar contra a situação: time ruim, derrotas, mudanças de técnico e diretoria. O novo comandante são-paulino terá que colocar as mãos em tudo isso para dar cara nova ao São Paulo. O pedido da diretoria é que o time volte a ter um padrão de jogo, que a oscilação dê lugar à estabilidade, com segurança defensiva sem abrir mão de propor o jogo. "Aguirre é um técnico atualizado, com grandes trabalhos e referências para o que queremos no São Paulo. Confiamos que ele tem o perfil e a metodologia de trabalho que se encaixam com o clube", destacou Raí, executivo de futebol do clube. O desgaste do elenco também já é uma preocupação para a nova comissão técnica. Contra o Red Bull, o time não teve seis titulares: Jucilei, Sidão e Reinaldo por lesão; e Cueva, Militão e Hudson (que vem sendo escalado no lugar de Jucilei), por opção. Edimar, reserva de Reinaldo, também está no Reffis. Depois do jogo, o técnico interino, André Jardine, revelou que o São Paulo entrou em campo já com sugestões de Aguirre. "Foi um pedido especial dele para poupar alguns jogadores com desgaste maior. Ele também pediu para ver o Diego Souza e o Caíque. No mais, na verdade, concordou com a maneira que estávamos pensando. O grupo tem a consciência de que precisava reagir e mostramos que somos capazes disso", contou o interino. A sequência agora é decisiva. Na quarta, o time jogará em Maceió na partida de volta da 3.ª fase da Copa do Brasil contra o CRB — defende vantagem de dois gols do jogo no Morumbi. No domingo, enfrenta o São Caetano, de Pintado, ex-auxiliar no clube, no primeiro jogo das quartas do Estadual.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/no-sao-paulo-aguirre-tera-desgaste-e-desconfianca-como-desafios-12032018

Carille prega atenção no Corinthians e elogia Bragantino: 'Time chato'
Data: 12/03/2018

Técnico avalia que adversário corintiano nas quartas do Paulistão é uma equipe de muita marcação e vai requerer atenção para avançar no Estadual

O técnico Fabio Carille prevê um confronto difícil diante do Bragantino nas quartas de final do Campeonato Paulista. Com 23 pontos, o Corinthians terminou a fase classificatória na ponta do Grupo 1 e vai enfrentar o time de Bragança, vice-líder, com 17. A decisão da vaga será na Arena Corinthians. "Agora é jogo de muita entrega. Passando o jogo da Libertadores, teremos jogo de detalhes. O Bragantino é time chato, que marca demais, seu técnico tem essa característica e a gente tem que estar atento e concentrado para fazer dois grandes jogos para passar para a semifinal", avaliou o treinador em entrevista coletiva após a vitória sobre o Botafogo, em Ribeirão Pretom neste domingo (11). Com a segunda melhor campanha, o Corinthians também viveu um período de altos e baixos no torneio. O técnico Fábio Carille parece ter resolvido a principal questão do início da temporada — o dono da camisa nove — de uma maneira pragmática. Como nenhum dos escolhidos conseguiu se firmar, o treinador simplesmente aboliu a figura da referência na área. Nos últimos jogos, o time apostou na movimentação dos meias Jadson e Rodriguinho e na versatilidade de Romero como armas ofensivas. Vem dando certo. A Federação Paulista definirá nesta terça-feira (13), em congresso técnico com dirigentes dos oito finalistas, as datas, os horários e os locais das quartas de final do Campeonato Paulista. Já é certo que os duelos serão realizados no próximo fim de semana (partidas de ida) e também no meio da semana seguinte (volta). Os times de melhor campanha decidirão em casa.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/carille-prega-atencao-no-corinthians-e-elogia-bragantino-time-chato-12032018

Economistas no Focus passam a ver corte de 0,25 p.p. na Selic na próxima semana, a 6,5%
Data: 12/03/2018

Os especialistas consultados passaram a ver ainda crescimento do Produto Interno Bruto (PIB)

SÃO PAULO (Reuters) - Economistas de instituições financeiras passaram a ver novo corte de 0,25 ponto percentual na taxa básica de juros na reunião do Banco Central na próxima semana, diante da persistente fraqueza da inflação, de acordo com a pesquisa Focus do BC divulgada nesta segunda-feira. A expectativa agora é de que a Selic seja reduzida dos atuais 6,75 por cento para a nova mínima histórica de 6,5 por cento no encontro dos dias 20 e 21 de março do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC. Para 2019, as projeções continuaram em 8 por cento. A inflação baixa ratifica essa expectativa, depois que o IPCA atingiu o menor nível em 18 anos para fevereiro a 0,32 por cento. Nos 12 meses até fevereiro, o IPCA acumulou avanço de 2,84 por cento, menor leitura para o período desde 1999. As apostas de novo corte este mês já haviam aumentado no mercado de juros futuros e se consolidaram após o presidente do BC, Ilan Goldfajn, reconhecer que a inflação lenta vem surpreendendo até a autoridade monetária. Para o Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, a Selic também deve ser reduzida em 0,25 ponto na próxima semana, mantendo a visão anterior. Entretanto, o grupo vê aumento na mesma proporção em dezembro, preservando a projeção de que ela ficará em 6,75 por cento ao fim de 2018. Para 2019, o Top-15 ainda aumentou a conta para a Selic a 9 por cento, sobre 8 por cento antes. No Focus, a expectativa para a inflação medida pelo IPCA neste ano foi reduzida pela sexta semana seguida, a 3,67 por cento, 0,03 ponto percentual a menos do que na semana anterior. Para o ano que vem a conta caiu a 4,20 por cento, de 4,24 por cento. Os especialistas consultados passaram a ver ainda crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano de 2,87 por cento, sobre 2,90 por cento antes. Em 2019, a expansão aceleraria a 3 por cento, sem alteração.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/economistas-no-focus-passam-a-ver-corte-de-025-pp-na-selic-na-proxima-semana-a-65-12032018

Foi bom começar 2018 com inflação abaixo da meta, diz Ilan
Data: 12/03/2018

o que a inflação caminha em direção à meta, dizendo que pode segurar a inflação mais baixa por mais tempo.

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta segunda-feira que foi bom começar este ano com a inflação abaixo da meta, e não o contrário, porque a política monetária teria de reagir. Ilan, durante evento em São Paulo, disse também que a economia brasileira ainda está em processo de recuperação, apesar de ter repetido que de maneira consistente, e chamou como "cenário do bem" o que a inflação caminha em direção à meta, dizendo que pode segurar a inflação mais baixa por mais tempo. None (Reportagem de Taís Haupt) Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/foi-bom-comecar-2018-com-inflacao-abaixo-da-meta-diz-ilan-12032018

Petrobras eleva preços de diesel e gasolina nas refinarias a partir de terça-feira
Data: 12/03/2018

Com os reajustes, a cotação do diesel, combustível mais consumido no país, irá a 1,7583 real por litro

A Petrobras elevará os preços do diesel em 1,6 por cento e os da gasolina em 1,7 por cento nas refinarias a partir de terça-feira, de acordo com comunicado no site da estatal. Com os reajustes, a cotação do diesel, combustível mais consumido no país, irá a 1,7583 real por litro, enquanto a da gasolina subirá para 1,5608 real por litro.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/petrobras-eleva-precos-de-diesel-e-gasolina-nas-refinarias-a-partir-de-terca-feira-12032018

Telefônica Brasil anuncia investimentos totais de R$26,5 bi no triênio 2018-2020
Data: 12/03/2018

O montante não inclui eventuais investimentos em licenças.

A Telefônica Brasil anunciou nesta segunda-feira que fará investimento estimado de 24 bilhões de reais no triênio 2018-2020, com foco principal na expansão e qualidade das redes móvel e fixa. A empresa, que opera sob a marca Vivo, também anunciou investimento adicional estimado de 2,5 bilhões de reais na expansão da rede de fibra óptica no período, disse em fato relevante. O montante não inclui eventuais investimentos em licenças. None (Por Raquel Stenzel) Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/telefonica-brasil-anuncia-investimentos-totais-de-r265-bi-no-trienio-2018-2020-12032018

Em menos de um mês, ‘Pantera Negra’ bate US$ 1 bi em bilheteria
Data: 12/03/2018

Apenas nos EUA, o longa-metragem da Marvel somou US$ 521 milhões e, como segue fechando a semana em primeiro lugar, o número deve aumentar

Segundo informações da revista Variety, Pantera Negra, novo filme da Marvel, atingiu US$ 1 bi em bilheterias. Este é um marco raro no cinema, alcançado apenas por 33 longas. Apenas nos EUA, o filme teve um lucro de US$ 521 milhões. O número deve aumentar, já que Pantera Negra continua em cartaz e continua fechando as semanas como o longa mais visto. De acordo com a Variety, o filme pode ainda superar Cavaleiro das Trevas e se tornar o segundo filme de herói mais rentável em seu lançamento. O topo ainda é de Vingadores, de 2012.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/em-menos-de-um-mes-pantera-negra-bate-us-1-bi-em-bilheteria/

Faustão se revolta e diz que não canta mais tema de fim de ano da Globo
Data: 12/03/2018

O apresentador criticou a política do Brasil e chamou o poder público de "incompetente e corrupto"; "não é novo dia p* nenhuma. Não tenho cara de pau para cantar isso", disse ele

Fausto Silva tirou a primeira parte de seu “Domingão” para criticar a política no Brasil. O apresentador aproveitou a presença do DJ Marlboro no “Ding Dong”, que tocou o “Rap da Felicidade”, para soltar os cachorros sobre a situação do país. “Sou carioca e fiquei emocionadíssima de tocar essa música hoje aqui. Estamos vivendo no Rio uma situação inacreditável de intervenção no Rio, a faixa de gaza no Brasil, e se a gente não resolver…”, começou Fernanda Torres, uma das convidadas do quadro, quando foi interrompida por Faustão. “Isso já está acontecendo em outros lugares do Brasil, não é exclusividade do Rio de Janeiro. Realmente a situação é pior lá, mas como o poder público é incompetente e corrupto, ele não passa ao público, não sabe comunicar, nem mesmo essa reforma da Previdência, que é necessária, eles são tão imbecis que não sabem comunicar”, desabafou. “Nesse caso fica passando que é só no Rio, não é não. Vai no interior de São Paulo, em Fortaleza, no Nordeste, a situação é geral. O país está ao Deus dará há muito tempo. Por isso tem que ter essa consciência. Essa música é de 1995, desde essa época todo mundo clamando felicidade”, continuou Faustão. Sobrou até para o tema de fim de ano da Globo, novamente. “Por isso eu encho o saco de falar, eu não canto mais essa p* de “hoje é um novo dia…”. Aqui na Globo eu não canto mais, não é novo dia p* nenhuma. O dia que tiver, eu volto aqui. Não tenho cara de pau para cantar isso.” Ele encerrou o assunto criticando os governantes. “Hoje é o grito do desespero, de uma sociedade que não conta com poder público. O Brasil é o único lugar que o governo não faz nada por você, ele rouba você. Tem que mudar.”

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/faustao-se-revolta-e-diz-que-nao-canta-mais-tema-de-fim-de-ano-da-globo/

Crossover de ‘Supernatural’ e ‘Scooby Doo’ ganha primeiro trailer
Data: 12/03/2018

No vídeo vemos Sam e Dean Winchester sendo sugados por uma televisão e se tornando personagens da animação

Nesta sexta-feira (9), o canal norte-americano CW divulgou o primeiro trailer do crossover entre Supernatural e Scooby Doo. No vídeo vemos Sam e Dean Winchester sendo sugados por uma televisão e se tornando personagens da animação. Ainda não sabemos detalhes do plot deste episódio. Em imagens divulgadas anteriormente, vemos a Mistério S.A., os irmãos Winchester e o anjo Castiel correndo de alguma coisa. E sabemos que Dean flertará com Daphne a todo tempo. Nos Estados Unidos, o crossover será exibido no dia 29 de março. No Brasil, o episódio será exibido no dia 10 de abril, no canal por assinatura Warner Channel.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/crossover-de-supernatural-e-scooby-doo-ganha-primeiro-trailer/

PSOL oficializa Guilherme Boulos como pré-candidato à Presidência
Data: 12/03/2018

O pré-candidato afirmou que defenderá uma plataforma de governo que beneficie a maioria da população.

O líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) Guilherme Boulos, 35, foi escolhido neste sábado (10) como pré-candidato do PSOL à Presidência da República. Boulos -que se filiou ao partido na segunda (5)- obteve 69% dos votos dos 126 representantes da Conferência Nacional Eleitoral da sigla. O pré-candidato afirmou que defenderá uma plataforma de governo que beneficie a maioria da população. O restante dos votos dos integrantes do partido foi distribuído entre Plínio de Arruda Sampaio Jr. (21%), conhecido como Plininho, Hamilton Assis (6%) e abstenções (4%). Nildo Ouriques e a indígena Sônia Guajajara, que inicialmente se inscreveram para o processo de escolha, se retiraram da disputa. Guajajara foi escolhida vice na chapa de Boulos. O processo de escolha de Boulos foi questionado pelos demais candidatos à vaga no PSOL. Tanto Plininho quanto Hamilton defenderam a realização de prévias, mas em conferência em dezembro os representantes do partido optaram pela realização de uma conferência nacional para definir o candidato. Após a escolha, Plininho manteve as críticas à candidatura de Boulos. Na quinta (7) o economista realizou um ato contra a candidatura de Boulos com o mote “Fora Lula do PSOL”. O integrante do partido, filho de Plínio de Arruda Sampaio (1930 – 2014) -presidenciável do PSOL em 2010- falou que o processo foi de cartas marcadas e que a escolha estava sendo enfiada goela abaixo. “A candidatura de Boulos nasce com um déficit de legitimidade”, declarou. Vice de Plínio em 2010, Hamilton afirmou que o processo afetou a democracia interna do partido e que não aprofundou a discussão sobre o programa da campanha, o que espera que Boulos faça em conjunto com a militância da sigla. Em conversa com jornalistas, o presidente do partido, Juliano Medeiros, disse que os outros pré-candidatos tiveram espaço durante a conferência para apresentar divergências e que agora o partido se uniria em torno da candidatura de Boulos. “PSOL marcha unido a partir de amanhã em defesa dessa chapa. Essa é a chapa de todo o PSOL”, afirmou. Plininho, porém, reluta em seguir a orientação do partido. “Tenho muita dificuldade de ser Boulos, porque para ser Boulos precisaria que ele tivesse passado pelas instâncias reais do partido. O Boulos é um ser estranho ao partido”, declarou, afirmando que continuará “contra o lulismo, com Lula ou com Boulos”. Questionado sobre a declaração de apoio que recebeu do ex-presidente Lula, Boulos voltou a declarar que o partido defende a candidatura do petista por entender que a condenação do ex-presidente foi injusta e sem provas. “Achamos que defender o direito de Lula ser candidato e denunciar uma situação em que o Judiciário toma o papel de partido político e condena por casuísmo para tirar alguém do processo eleitoral, isso é uma coisa e tem ampla unidade, que deve ser não só da esquerda, mas de todos que defendem a democracia no país”. PROPOSTAS Boulos afirmou que sua plataforma de campanha colocará o dedo na ferida. O pré-candidato diz apostar na participação popular e na construção de alianças com movimentos sociais para chegar ao segundo turno. Reformas tributária e agrária, além de um plebiscito para revogar as medidas aprovadas por Michel Temer (MDB) foram algumas das propostas apresentadas no lançamento da pré-candidatura, marcada por críticas ao presidente do país. “Sequer a ditadura militar em 21 anos mexeu na CLT. O governo Temer em dois anos praticamente revogou a legislação trabalhista. A emenda 95, que congela investimentos por 20 anos, não tem precedentes em nenhum país do mundo. Nem Margaret Thatcher, Augusto Pinochet, no Chile, Carlos Menem, na Argentina, ou Fujimori no Perú, ninguém ousou algo tão grave e brutal contra um povo, como foi feito com essa emenda constitucional”, declarou. Boulos, que antes de se filiar ao PSOL defendeu candidato único da esquerda, disse que a fragmentação de candidatos não exclui a união em torno de pautas comuns. Sobre Jair Bolsonaro -presidenciável pelo PSL, Boulos disse não considerá-lo um concorrente e chamou o parlamentar de bandido e mentiroso, afirmando que Bolsonaro propaga o discurso do ódio, com práticas racistas e apologia ao estupro. Em relação ao financiamento de campanha, Boulos disse o partido buscará o fundo público e lançará ações de captação de recursos pela internet. Além da Presidência, o PSOL espera ampliar a bancada no Congresso Nacional para viabilizar propostas. Boulos diz, porém, que grandes mudanças só serão possíveis com a mobilização social, por isso afirma que fará “o governo dos 99%”.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/psol-oficializa-guilherme-boulos-como-pre-candidato-a-presidencia/

Jair Bolsonaro se filia ao PSL para disputar o Planalto
Data: 12/03/2018

Parlamentar defendeu uma agenda econômica liberal, de privatização das estatais e redução de impostos, e conservadora nos costumes, com críticas ao casamento gay

deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) se filiou nesta quarta-feira (7) ao PSL, sigla pela qual pretende disputar a Presidência. O parlamentar aparece em segundo lugar nas pesquisas do Datafolha, com 16% a 18%, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sem o petista, o deputado sobe para primeiro, com 19%. Em seu discurso, o parlamentar defendeu uma agenda econômica liberal, de privatização das estatais e redução de impostos, e conservadora nos costumes, com críticas ao casamento gay e à decisão do STF que permite que transexuais mudem o registro civil sem cirurgia. “Um pai e uma mãe preferem chegar em casa e encontrar o filho de braço quebrado por ter jogado futebol, ao invés de brincando de boneca por influência da escola”, afirmou, depois de afirmar não ter “nada contra homossexuais”. Bolsonaro voltou a defender que o Ministério da Defesa seja ocupado por um general e a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, além de criticar o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, a quem chamou pejorativamente de “desarmamentista”. O pré-candidato disse que terá “15 vagas” em seu ministério e que apresentará os nomes no início da campanha eleitoral. “É gente capacitada que nós temos que ter aí, com civis e com militares.” Ele também afirmou “não conhecer economia”. “É uma virtude reconhecer o que você não sabe, melhor reconhecer do que fazer errado.” Segundo o presidente nacional do PSL, o deputado Luciano Bivar (PE), além de Bolsonaro, devem se filiar ao partido ao menos outros sete parlamentares. Caso isso se confirme, a bancada saltará de 3 para 11 deputados na janela partidária, que se inicia nesta quinta (8) e vai até 7 de abril. Bolsonaro chegou ao evento acompanhado pelos filhos Flávio (RJ) e Eduardo (SP), deputados estadual e federal, respectivamente. Ovacionado na entrada, foi recebido com gritos de “eu quero Bolsonaro presidente do Brasil”. Rostos conhecidos da militância direitista se juntaram ao ato. Pulularam gravatas com o adesivo “melhor Jair se acostumando”, coros de “mito!” e “glória a Deus!”. A rede de wi-fi foi batizada de “Bolsonaro Presidente”. “Ex-feminista e boa cristã”, Sara Winter era uma delas. Hoje no PSC, vai se filiar ao PSL. “Foi Bolsonaro quem fez minha iniciação política”, conta. “Ele é o que chamo de ‘sunny people’, pessoa ensolarada, sabe? Ri o tempo todo”. Outra que ria o tempo todo na reunião que sacramentou o “casamento” entre Bolsonaro e PSL era Carla Zambelli -idealizadora do Nas Ruas, movimento pró-impeachment de Dilma Rousseff-, que concorrerá à Câmara.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/jair-bolsonaro-se-filia-ao-psl-para-disputar-o-planalto/

Jair Bolsonaro se filia ao PSL para disputar o Planalto
Data: 12/03/2018

Parlamentar defendeu uma agenda econômica liberal, de privatização das estatais e redução de impostos, e conservadora nos costumes, com críticas ao casamento gay

deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) se filiou nesta quarta-feira (7) ao PSL, sigla pela qual pretende disputar a Presidência. O parlamentar aparece em segundo lugar nas pesquisas do Datafolha, com 16% a 18%, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sem o petista, o deputado sobe para primeiro, com 19%. Em seu discurso, o parlamentar defendeu uma agenda econômica liberal, de privatização das estatais e redução de impostos, e conservadora nos costumes, com críticas ao casamento gay e à decisão do STF que permite que transexuais mudem o registro civil sem cirurgia. “Um pai e uma mãe preferem chegar em casa e encontrar o filho de braço quebrado por ter jogado futebol, ao invés de brincando de boneca por influência da escola”, afirmou, depois de afirmar não ter “nada contra homossexuais”. Bolsonaro voltou a defender que o Ministério da Defesa seja ocupado por um general e a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, além de criticar o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, a quem chamou pejorativamente de “desarmamentista”. O pré-candidato disse que terá “15 vagas” em seu ministério e que apresentará os nomes no início da campanha eleitoral. “É gente capacitada que nós temos que ter aí, com civis e com militares.” Ele também afirmou “não conhecer economia”. “É uma virtude reconhecer o que você não sabe, melhor reconhecer do que fazer errado.” Segundo o presidente nacional do PSL, o deputado Luciano Bivar (PE), além de Bolsonaro, devem se filiar ao partido ao menos outros sete parlamentares. Caso isso se confirme, a bancada saltará de 3 para 11 deputados na janela partidária, que se inicia nesta quinta (8) e vai até 7 de abril. Bolsonaro chegou ao evento acompanhado pelos filhos Flávio (RJ) e Eduardo (SP), deputados estadual e federal, respectivamente. Ovacionado na entrada, foi recebido com gritos de “eu quero Bolsonaro presidente do Brasil”. Rostos conhecidos da militância direitista se juntaram ao ato. Pulularam gravatas com o adesivo “melhor Jair se acostumando”, coros de “mito!” e “glória a Deus!”. A rede de wi-fi foi batizada de “Bolsonaro Presidente”. “Ex-feminista e boa cristã”, Sara Winter era uma delas. Hoje no PSC, vai se filiar ao PSL. “Foi Bolsonaro quem fez minha iniciação política”, conta. “Ele é o que chamo de ‘sunny people’, pessoa ensolarada, sabe? Ri o tempo todo”. Outra que ria o tempo todo na reunião que sacramentou o “casamento” entre Bolsonaro e PSL era Carla Zambelli -idealizadora do Nas Ruas, movimento pró-impeachment de Dilma Rousseff-, que concorrerá à Câmara.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/jair-bolsonaro-se-filia-ao-psl-para-disputar-o-planalto/

O Facebook está espionando você. Aprenda como limitar isso
Data: 12/03/2018

Saiba como definir a quantidade de informações que o Facebook e os anunciantes estão coletando sobre você

Você já deve ter ouvido teorias da conspiração que dizem que o Facebook consegue ouvir o que você fala por meio do microfone do seu telefone celular. Essa seria a justificativa para os inúmeros anúncios que aparecem em seu feed justamente após comentar sobre um determinado produto. A verdade é que a rede social criada por Mark Zuckerberg realmente está espionando você, mas não pelo microfone. Umas da maneiras de "espionagem" do Facebook é pelo seu histórico de compras utilizando o cartão fidelidade de alguma loja. Segundo The Wall Street Journal, se você usa um cartão fidelidade em uma loja física, seu histórico de compras pode ser utilizado pelo Facebook para segmentar os anúncios que devem aparecer no seu feed da rede social. Isso porque as lojas vendem seus dados para empresas responsáveis por catalogar as informações. Posteriormente, essas empresas vendem as informações para uma marca. Com isso, a marca sabe como direcionar a publicidade na plataforma para que ela chegue exatamente no público-alvoO seu histórico de localização e as curtidas nas redes sociais também são utilizados para que a rede social saiba o que mostrar para você. Por meio da sua localização, o Facebook consegue até verificar quais lojas que te interessam estão nas redondezas e, com isso, fazer com que um anúncio de uma delas apareça no seu feed. Mas há uma maneira de limitar isso! Primeiro, você deve ir nas Configurações do seu Facebook Em seguida, selecione Configurações da Conta. O próximo passo é clicar em Anúncios. E em Configurações de Anúncio. Tá quase lá! Agora você deve clicar em Anúncios baseados no meu uso de sites e aplicativos. Por último, é só desativar essa opção. Os usuários do Iphone também podem mudar as configurações do telefone para ficarem mais protegidos. O primeiro passo é ir em Ajustes. Depois selecione Privacidade. Em seguida, Publicidade. Agora é só selecionar a opção Limitar Publicidade Rastreada.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/fotos/o-facebook-esta-espionando-voce-aprenda-como-limitar-isso-11032018#!/foto/1

O Facebook está espionando você. Aprenda como limitar isso
Data: 12/03/2018

Saiba como definir a quantidade de informações que o Facebook e os anunciantes estão coletando sobre você

Você já deve ter ouvido teorias da conspiração que dizem que o Facebook consegue ouvir o que você fala por meio do microfone do seu telefone celular. Essa seria a justificativa para os inúmeros anúncios que aparecem em seu feed justamente após comentar sobre um determinado produto. A verdade é que a rede social criada por Mark Zuckerberg realmente está espionando você, mas não pelo microfone. Umas da maneiras de "espionagem" do Facebook é pelo seu histórico de compras utilizando o cartão fidelidade de alguma loja. Segundo The Wall Street Journal, se você usa um cartão fidelidade em uma loja física, seu histórico de compras pode ser utilizado pelo Facebook para segmentar os anúncios que devem aparecer no seu feed da rede social. Isso porque as lojas vendem seus dados para empresas responsáveis por catalogar as informações. Posteriormente, essas empresas vendem as informações para uma marca. Com isso, a marca sabe como direcionar a publicidade na plataforma para que ela chegue exatamente no público-alvoO seu histórico de localização e as curtidas nas redes sociais também são utilizados para que a rede social saiba o que mostrar para você. Por meio da sua localização, o Facebook consegue até verificar quais lojas que te interessam estão nas redondezas e, com isso, fazer com que um anúncio de uma delas apareça no seu feed. Mas há uma maneira de limitar isso! Primeiro, você deve ir nas Configurações do seu Facebook Em seguida, selecione Configurações da Conta. O próximo passo é clicar em Anúncios. E em Configurações de Anúncio. Tá quase lá! Agora você deve clicar em Anúncios baseados no meu uso de sites e aplicativos. Por último, é só desativar essa opção. Os usuários do Iphone também podem mudar as configurações do telefone para ficarem mais protegidos. O primeiro passo é ir em Ajustes. Depois selecione Privacidade. Em seguida, Publicidade. Agora é só selecionar a opção Limitar Publicidade Rastreada.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/fotos/o-facebook-esta-espionando-voce-aprenda-como-limitar-isso-11032018#!/foto/1

OVO DE PÁSCOA DE LEITE NINHO NO POTE TRUFADO
Data: 12/03/2018

DE COLHER - Culinária em Casa

Link Notícia: https://www.youtube.com/embed/tEaJV6B1dg8

Previdência: Brasileiro se aposenta mais cedo com medo de mudança
Data: 06/03/2018

De acordo com Secretaria de Previdência, aposentados por tempo de contribuição em 2017 eram mais jovens do que quem se aposentou em 2016

Brasileiros que se aposentaram por tempo de contribuição em 2017 eram mais jovens do que quem solicitou o benefício em 2016, segundo dados da Secretaria de Previdência. Entre as mulheres, a idade média na concessão da aposentadoria caiu de 53,25 para 52,8 anos. Entre os homens, essa idade passou de 55,82 para 55,57 anos. Os resultados interromperam uma tendência longa, embora gradual, de aumentos na idade média de concessão das aposentadorias. A última vez em que houve queda foi em 2008, entre homens, e em 2005, entre mulheres. Do total de 1,4 milhão de aposentadorias concedidas no ano passado, 470 mil foram por tempo de contribuição. A aposentadoria precoce onera as contas públicas porque a expectativa de vida dos brasileiros é maior do que no passado, ou seja, o beneficiário tende a ficar mais tempo recebendo os valores do INSS. Segundo o IBGE, uma mulher aos 53 anos tende a viver outros 30. Já a expectativa de sobrevida de um homem de 55 anos é de mais 24 anos. A idade média de aposentadoria no Brasil é menor do que entre os países-membros da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que é superior a 64 anos no caso de homens. Em 2017, o rombo no INSS atingiu o recorde de R$ 182,45 bilhões. Segundo o secretário de Previdência, Marcelo Caetano, o problema não é apenas o recuo da idade mínima, mas o fato de que ela tem se mantido no mesmo patamar na última década. Isso indica que os trabalhadores não estão mais postergando o pedido de aposentadoria como esperava o governo com regras como o fator previdenciário (que reduz o valor do benefício quanto mais novo é o segurado) ou a fórmula 85/95 (que concede 100% do salário de contribuição a quem espera uma soma de idade e tempo de serviço). "Isso reforça a necessidade de se ter idade mínima de aposentadoria no Brasil", diz Caetano. A reforma da Previdência foi engavetada pelo presidente Michel Temer por falta de apoio suficiente no Congresso e por causa da intervenção federal na segurança do Rio - medida que impede alterações na Constituição. A proposta previa idades mínimas iniciais de 53 anos para mulheres e 55 anos para homens, com aumento gradual ao longo de duas décadas até chegar a 62 anos para mulheres e 65 para homens. Hoje, quem se aposenta por tempo de contribuição não precisa cumprir nenhuma idade mínima. A discussão da reforma ao longo de 2017 e o medo de mudanças podem ter levado muitas pessoas a uma corrida para solicitar a aposentadoria, reduzindo a idade média da concessão do benefício avalia o economista Pedro Nery, consultor legislativo do Senado e especialista em Previdência. "Quem já tinha preenchido os requisitos não seria afetado pela reforma e poderia esperar até conseguir uma aposentadoria mais vantajosa, mas o desconhecimento tende a provocar o movimento de antecipação", afirma o técnico.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/previdencia-brasileiro-se-aposenta-mais-cedo-com-medo-de-mudanca-06032018

Febre amarela: vírus do macaco morto do Zoo era 'importado'
Data: 06/03/2018

Exame de sequenciamento genético revelou que vírus não era da região, mas sim da cidade de Piracaia; dado indica que ele fazia parte de tráfico de animais

Um exame de sequenciamento genético do vírus do macaco morto por febre amarela nos arredores do Zoológico de São Paulo, em 23 de janeiro, revelou que o tipo que o infectou não é o mesmo que ocorre na região. O tipo de vírus é frequente na região da cidade de Piracaia, a 90 km da capital paulista. Segundo o pesquisador Renato Souza, do Instituto Adolfo Lutz, que participou do estudo, esse dado indica que houve participação humana na transmissão da doença. “Alguém deve ter levado o macaco infectado para lá.” Ele afirma que provavelmente o macaco fazia parte do tráfico ilegal de animais. De acordo com Regiane de Paula, do CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica),três dias depois da morte do macaco, a polícia federal apreendeu 100 saguis chegando a São Paulo. Ela informa que todos estão no Centro de Recuperação de Primatas do Parque Ecológico Tietê, na zona leste. A morte do macaco nos arredores do Zoológico de São Paulo provocou, na época, não apenas o fechamento preventivo da instituição mas também de todo Parque Estadual Fontes do Ipiranga, do Jardim Botâncio e do Cientec (Parque de Ciência e Tecnologia da USP). Os 165 primatas do zoológico também foram transferidos para áreas protegidas dentro da instituição para prevenir a transmissão da doença. O pesquisador afirma que o macaco morto nos arredores do zoológico “fugia à explicação”. “É uma área relativamente isolada”, diz. Segundo ele, o material genético do vírus, para chegar à diversidade observada atualmente, começou a circular há pelo menos cinco anos. “Ele deve estar circulando desde 2013 e a tendência é continuar sua expansão.” Ele diz que isso fortalece a importância da vacinação como instrumento de proteção. “Fenômenos parecidos com este do zoológico já foram observados entre São Paulo e Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. O que separa o ciclo silvestre do ciclo urbano, que é a chamada zona de emergência, só pode ser evitada com a vacinação.” De acordo com o pesquisador, o Instituto Adolfo Lutz conta com amostra de cerca de 2.500 primatas atualmente.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/saude/febre-amarela-virus-do-macaco-morto-do-zoo-era-importado-06032018

Preço médio do m² construído cai e imóvel padrão sai por R$ 490 mil
Data: 06/03/2018

Valor dos imóveis residenciais acumula queda real de 3,48% no acumulado dos últimos 12 meses, diz FipeZap

O preço médio do metro quadrado construído no Brasil caiu 0,05% em fevereiro, revelou nesta terça-feira (6) o índice FipeZap, que acompanha o preço de venda de casa próprias em 20 cidades do País. Com a queda, o valor da metragem chegou a R$ 7.549. O dado nos permite afirmar que o interessado em adquirir um imóvel padrão, de 65m², no Brasil deve estar disposto a desembolar cerca de R$ 490 mil. Se descontada a inflação, a variação do índice aponta para uma queda real no preço do metro quadrado construído, já que os economistas consultados semanalmente pelo BC (Banco Central) apostam que a inflação de fevereiro será de 0,33% (dado ainda não divulgado). No acumulado dos últimos 12 meses encerrados em fevereiro, o levantamento mostra uma queda de 0,72% no preço médio dos imóveis residenciais. Com o resultado, o valor de venda de imóveis residenciais nas cidades consultadas pelo índice acumula queda real de 3,48% no período. Cidades O índice aponta ainda para um comportamento divergente entre os 20 municípios pesquisados ao longo do mês de fevereiro, com diferença de quase um ponto percentual entre as variações observadas em Belo Horizonte (-0,41%) e São Caetano do Sul (+0,56%). Entre as cidades analisadas pelo FipeZap, o Rio de Janeiro se manteve com a cidade dona do metro quadrado mais caro do País: R$ 9.686. A capital fluminense é seguida na lista por São Paulo (R$ 8.703) e Distrito Federal (R$ 7.814). Por outro lado, os municípios responsáveis pelos metros quadrados construídos mais baratos entre os pesquisados Contagem (R$ 3.510), localizada na região metropolitana de Belo Horizonte e Goiânia (R$ 4.113). Em ambas as localidades é possível adquirir um apartamento padrão por menos de R$ 300 mil. Individualmente, oito das 20 cidades pesquisadas apresentaram queda nominal no preço médio do metro quadrado na passagem de janeiro para fevereiro. Veja o preço médio do metro quadrado nas 20 cidades pesquisadas: Rio de Janeiro — R$ 9.686 São Paulo — R$ 8.703 Distrito Federal — R$ 7.814 Média (20 cidades) — R$ 7.549 Niteroi — R$ 7.258 Florianópolis — R$ 6.870 Belo Horizonte — R$ 6.395 São Caetano do Sul — R$ 5.985 Recife — R$ 5.913 Fortaleza — R$ 5.872 Curitiba — R$ 5.756 Vitória — R$ 5.736 Porto Alegre — R$ 5.662 Campinas — R$ 5.585 Santo André — R$ 5.285 Santos — R$ 5.273 São Bernardo do Campo — R$ 4.915 Salvador — R$ 4.897 Vila Velha — R$ 4.674 Goiânia — R$ 4.113 Contagem — R$ 3.510

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/preco-medio-do-m-construido-cai-e-imovel-padrao-sai-por-r-490-mil-06032018


Data: 06/03/2018

Polícia Federal prendeu hoje 11 pessoas envolvidas em esquema que fraudava testes em laboratório para vender ao exterior carne com salmonella

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou nesta segunda-feira (5) que "não há nenhum risco" para a saúde o consumo de carne de aves no Brasil. Operação da Polícia Federal realizada hoje, com apoio do ministério, prendeu 11 pessoas suspeitas de participarem de um esquema que fraudava testes laboratoriais de produtos vendidos ao exterior. O principal alvo da PF é a BRF, empresa que controla as marcas Sadia e Perdigão. "Não há nenhum risco no consumo de carnes de aves das empresas citadas ou não", declarou o ministro em vídeo postado em suas redes sociais. — A salmonella desaparece quando a carne é cozida ou frita. A presença da bactéria "salmonella" em produtos de origem animal não impede que carnes sejam vendidas no Brasil. Segundo o Ministério da Agricultura, a prevalência da bactéria por aqui chega a 20% — ou seja, a cada 100 amostras de produtos, espera-se que a salmonella esteja presente em 20 delas. Há países, no entanto, em que o controle é mais rígido e que a tolerância é zero. De acordo com as investigações, a BRF fraudava testes de laboratório e eviava ao Ministério da Agricultura exames que não indicavam contaminação, o que autorizava a venda do produto aos países com restrições de compra. A "salmonella spp", encontrada nas amostras, não causa danos à saúde se for preparada a altas temperaturas, como cozimento ou fritura. É o que afirma o ministro. Ainda segundo o ministro, a investigação "é sobre exportação para alguns países" que possuem regras distintas em relação à salmonela. — Queremos que as coisas sejam feitas de forma correta e transparente. Outro lado Em nota divulgada à imprensa, a BRF diz que as investigações não mostram que as carnes vendidas pela empresa possam causar danos à saúde. A empresa afirma que "segue normas e regulamentos brasileiros e internacionais". Leia o texto: "Comunicado Geral sobre a Operação Trapaça A empresa está mobilizada para prestar todos os esclarecimentos à sociedade. A BRF segue normas e regulamentos brasileiros e internacionais referentes à produção e comercialização de seus produtos. Há mais de 80 anos demonstra seus compromissos com a qualidade e segurança alimentar, que estão presentes em todas as suas operações no Brasil e no mundo. A BRF possui importantes certificações internacionais de qualidade. É a única empresa brasileira a participar do GFSI (Global Food Safety Initiative). Com base nos documentos disponíveis, a BRF entende que nenhuma das frentes de investigação da Polícia Federal diz respeito a algo que possa causar dano à saúde pública. A Companhia reitera que permanece inteiramente à disposição das autoridades, mantendo total transparência na interlocução com seus clientes, consumidores, acionistas e o mercado em geral. Sobre as denúncias até então divulgadas, a empresa esclarece o seguinte. 1) Sobre a Salmonella Pullorum em Carambeí • Existem cerca de 2.600 tipos de salmonela. A Salmonella Pullorum é essencialmente de aves e não causa nenhum dano à saúde humana. • A BRF segue todos os monitoramentos estabelecidos pelo PNSA (Plano Nacional de Sanidade Avícola) e Instrução Normativa nº 20. Estão inclusos o monitoramento e a pesquisa de S.Pullorum. • No lote de 46 mil pintos citado na acusação foram realizadas análises microbiológicas que não identificaram presença da bactéria S.Pullorum. Porém, ela foi identificada em matrizes e lotes de frango de corte no mesmo período em Carambeí. • Os resultados dessas análises foram devidamente notificados ao Serviço Veterinário Estadual e ao Serviço de Inspeção Federal, como determina a legislação. O ofício nº 016/16/Matrizes foi encaminhado no dia 18 de abril de 2016 ao Serviço Estadual. Outros 28 ofícios relacionados ao assunto foram encaminhados ao Serviço Federal. 2) Sobre o uso do composto Premix • O Premix é um composto de vitaminas, minerais e aditivos para rações animais. É utilizado no mundo inteiro. Tem como finalidade complementar os níveis nutricionais da ração. • Os processos de produção do Premix seguem normas técnicas nacionais e internacionais. Pela rastreabilidade do produto é possível identificar tudo o que foi incluído no Premix, suas concentrações, origem e destino. Para cada fase da vida do animal, existe uma composição diferente de Premix. • As fábricas da BRF que produzem o Premix são registradas e certificadas pelo MAPA conforme as Instruções Normativas IN04 e IN14. As fábricas passam por fiscalização constantemente. As informações são auditáveis por clientes, MAPA e outros órgãos fiscalizadores. • A última auditoria do MAPA na BRF ocorreu em outubro de 2017, e todos os parâmetros estavam devidamente dentro das normas. • Os e-mails revelados pela investigação em curso são de três anos atrás. O teor das mensagens está sendo investigado pela empresa. 3) Sobre as acusações da ex-funcionária Adriana Marques Carvalho • Tratam-se de denúncias de uma profissional que foi desligada em julho de 2014 e ingressou com ação trabalhista contra a empresa. • As acusações da ex-funcionária foram tomadas com seriedade pela companhia, e medidas técnicas e administrativas foram implementadas para aprimorar seus procedimentos internos. Cabe ressaltar que esse aprimoramento é um processo contínuo dentro da governança da BRF. Entre essas medidas, umas das principais foi desvincular a hierarquia das unidades produtoras sobre os laboratórios, que passaram a responder diretamente à estrutura global de Qualidade".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/nao-ha-risco-a-saude-o-consumo-de-carne-diz-ministro-da-agricultura-05032018

A noite em que o R7 caiu no 'pancadão' do Grajaú, em São Paulo
Data: 06/03/2018

A reportagem esteve no baile funk da 'Favela da ZR' (zona sul da capital), interrompido com violência pela Polícia Militar numa noite de sexta

As ruas que costumam receber milhares de jovens nas noites de sextas-feiras e sábados, no bairro conhecido como Favela da ZR, região do Grajaú (zona sul de São Paulo), foram tomadas pela violência de policiais militares da Força Tática do 50° BPM/M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitana), na última sexta-feira (2). O R7 foi ao baile funk para conversar com moradores, comerciantes e com jovens que participam da festa para saber o que o evento — que tem se tornado um dos mais frequentados pela juventude da região — representa para quem vive no local. A repressão policial, no entanto, impediu que as entrevistas fossem realizadas. Pelo menos três ruas da favela tiveram vítimas de golpes de cassetete, spray de pimenta e outros tipos de violência praticados pelos policiais militares. Centenas de jovens conseguiram correr e escapar, mas quem se recusou ou não conseguiu fugir apanhou. A ação contou com cerca de 10 policiais em três carros da Polícia Militar. A reportagem conseguiu identificar dois veículos e enviou o registro para a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) e para a assessoria de comunicação da polícia. A violência dos PMs não foi exclusivamente contra os jovens que participavam do pancadão. O dono de um dos bares da rua também foi vítima de agressão. O homem, que preferiu não falar com o R7, foi jogado por um PM para dentro do estabelecimento com a seguinte ordem: “Fecha essa b... logo, c...”. O sócio do comerciante, que foi agredido, tem 51 anos e mora na favela há mais de duas décadas. Ele disse estar acostumado com esse tipo de situação. Para ele, os policiais são “folgados e abusam demais”, mas os participantes do baile funk “não respeitam e, às vezes, passam dos limites”. A reportagem usou o estabelecimento como refúgio para escapar dos golpes indiscriminados dos policiais militares contra quem estivesse na rua. No entanto, um PM ainda tentou impedir o uso do comércio como abrigo durante a segunda ação da Força Tática na favela: "'Rapa' fora daí, meu. Vai, c...", gritou o PM. A Polícia Militar esteve na favela duas vezes. Na primeira, entre 1h e 1h30, realizou buscas de placas de veículos que estavam no local e abordagens pessoais, sem nenhum registro de violência física. A ação repressiva aconteceu na segunda ida, entre 2h10 e 4h30. Veículos que estavam no local, alguns vendendo bebidas e outros tocando músicas, foram danificados na ação. “Isso não acontece sempre, não. É só quando mudam os policiais e eles querem mostrar serviço”, disse um estudante de 16 anos que participava do pancadão. Violência policial repetida O R7 já havia noticiado uma agressão da Polícia Militar dentro da Favela da ZR durante a manhã de 21 de janeiro deste ano. Na ocasião, a agressão de pelo menos quatro policiais militares contra um homem foi registrada em um vídeo feito por morador. O vídeo registra um PM jogando um objeto, aparentemente um capacete, dentro do córrego de onde a vítima foi retirada antes das agressões. Sobre esta ocorrência, à época, a SSP-SP disse que a Polícia Militar instaurou procedimento para apurar a conduta dos policiais militares envolvidos na ação, com base nas imagens enviadas pela reportagem. Sem retorno da polícia Sobre os fatos da última sexta-feira, o R7 pediu o posicionamento da SSP-SP, além de ter questionado sobre o motivo das agressões e se houve algum preso e materiais apreendidos na ação. O pedido foi feito por e-mail, às 15h18 desta segunda-feira (5), e até, a publicação desta reportagem, não houve retorno. Os questionamentos também foram feitos à assessoria de comunicação da Polícia Militar menos de uma hora e meia depois, às 16h43. O R7 também perguntou se o procedimento adotado na Favela da ZR, presenciado pela reportagem, é o padrão para terminar bailes funks. A assessoria não respondeu. Assim que a SSP-SP e a PM responderam, o posicionamento será acrescentado nesta reportagem.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/a-noite-em-que-o-r7-caiu-no-pancadao-do-grajau-em-sao-paulo-06032018

Sete suspeitos de integrar milícia são presos na Baixada Fluminense
Data: 06/03/2018

Com eles, foram apreendidos fuzis, pistolas, uma granada, munições, mais de R$ 3 mil, 10 celulares, além de dois carros roubados que foram recuperados

Agentes da Corregedoria Interna da Polícia Militar prenderam, nesta segunda-feira (5), sete suspeitos de integrar uma milícia que atua em Campo Grande e em Santa Cruz, na zona oeste do Rio, e na Baixada Fluminense. Segundo a PM, um dos suspeitos se identificou como fuzileiro naval. As prisões ocorreram em um galpão de uma empresa de gás localizado na estrada Gonçalves Dias, no bairro da Posse, em Nova Iguaçu. Com eles, foram apreendidos dois fuzis, sete pistolas, uma granada, munições, mais de R$ 3 mil, dez celulares, cadernos de anotações com a contabilidade da milícia, além de dois carros roubados que foram recuperados.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/sete-suspeitos-de-integrar-milicia-sao-presos-na-baixada-fluminense-05032018

Assaltantes fortemente armados explodem carro-forte na BR-040
Data: 06/03/2018

Armados com fuzis, os criminosos ainda explodiram uma granada para parar o veículo

Enquanto seguia pela BR-040, um carro-forte foi surpreendido por criminosos fortemente armados na tarde desta segunda-feira (5). O veículo, que se deslocava no sentido Paracatu/MG e Cristalina/GO, foi atingido por disparos de fuzil vindos de uma Toyota Hilux SW4, no momento em que passava por uma parte íngreme da rodovia, na km 142. Os assaltantes, encapuzados, ainda explodiram uma granada para parar o carro-forte, que ficou completamente danificado. Realizando o transporte de valores, haviam quatro funcionários, que passam bem, apenas o motorista foi ferido levemente no rosto por estilhaços de vidro. Durante a ação, os vigilantes foram rendidos e tiveram duas carabinas .12, quatro revólveres e coletes à prova de balas levados pelos criminosos. Além das armas, os assaltantes também levaram três malotes de dinheiro, de valor ainda não conhecido, porém, os vigilantes disseram que não se tratava de um grande valor. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), além da Toyota, uma Renault Duster deu apoio aos criminosos, fechando a rodovia para que nenhum veículo interrompesse a ação. Após o crime, os homens abandonaram a Toyota no km 149, depois da Base da Via 040 e fugiram na Duster. A SW4, com placas de Cristalina/GO, tem ocorrência de roubo/furto na mesma cidade na data do último sábado (3). A placa estava com caracteres alterados e pintados. A Delegacia de Polícia Civil de Cristalina/GO investiga o caso. Até às 20h, ninguém havia sido preso.

Link Notícia: http://www.jornaldebrasilia.com.br/cidades/assaltantes-fortemente-armados-explodem-carro-forte-na-br-040/

Skatista é morto por segurança de posto de gasolina
Data: 06/03/2018

O jovem estava separando a briga entre o segurança e um amigo, quando o homem sacou uma arma e matou o garoto

Um jovem skatista foi morto com dois tiros por um segurança de um posto de gasolina, na avenida Regente Feijó, na Vila Formosa, zona leste de São Paulo, no noite do sábado passado (3). Segundo Gabriel Frizarim, amigo da vítima, Marcos Tonioli Suco, 17, os dois estavam andando de skate com outros amigos no posto de gasolina. Até que o segurança, Francisco Paulo, que estaria embriagado durante o serviço, foi reclamar com os jovens e mandou eles irem embora do local. Um dos amigos foi discutir com o segurança e Tonioli tentou parar a discussão. Nesse momento, o segurança sacou um revólver e disparou dois tiros nas costas de Tonioli. De acordo com Frizarim, o jovem Tonioli foi socorrido por policias que chegaram ao posto pouco tempo depois dos tiros. Os oficiais levaram o garoto para o pronto socorro do Hospital da Vila Alpina, mas ele não resistiu e morreu. O suspeito fugiu e até o momento não foi localizado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/skatista-e-morto-por-seguranca-de-posto-de-gasolina-05032018

Intervenção no Rio de Janeiro faz Alckmin reforçar tema da segurança
Data: 06/03/2018

Governador de São Paulo escolheu o tema para a campanha eleitoral de 2018 rumo ao Palácio do Planalto

A intervenção anunciada pelo presidente Michel Temer na segurança do Rio levou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), a eleger o tema como foco de sua campanha ao Planalto. A medida antecipou um discurso que já estava pronto para a eleição - que tentará convencer o eleitor de que o tucano é o presidenciável mais experiente na área e possui dados relevantes a mostrar. A decisão de Temer também precipitou a produção de uma propaganda institucional do governo do Estado, que passou a ser veiculada no Sábado. "Eu vou puxar o debate da segurança pública. Esse é o problema no Brasil do Oiapoque ao Chuí. O combate ao crime é permanente", disse nesta segunda-feira (5) o tucano em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, durante palestra para empresários e políticos. O governador voltou a defender a criação de uma agência de inteligência para combater o tráfico de armas e de drogas nas fronteiras. Com este discurso, Alckmin procura disputar com Temer e o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), também pré-candidato, pelo protagonismo no tema da segurança pública. Apesar de o Estado reunir bons resultados nas estatísticas de crimes violentos - como a redução da taxa de homicídios em São Paulo à menor do País -, os números dos chamados crimes contra o patrimônio se mantêm numa taxa elevada e os salários dos policiais militares estão entre os mais baixos do país (mais informações nesta página), o que revela uma realidade menos positiva do que a que o governo procura veicular. Desde o ano passado, o tucano carrega com ele um quadro que compara as médias paulista e nacional referentes à taxa de assassinatos. Segundo a gestão Alckmin, ambas estavam na casa de 30 casos para cada grupo de 100 mil habitantes em 2003. Hoje, pelos dados do governo, o Estado registra 7,5 homicídios para cada 100 mil pessoas, enquanto o restante do País mantém o nível de 15 anos atrás. O entorno do governador paulista justifica a campanha na TV e no rádio como uma necessidade para "tranquilizar" a população do Estado sobre a realidade "diferente do Rio". A bandeira é vista ainda como uma boa estratégia para projetar o nome do governador paulista no Nordeste, onde a escalada da violência transformou Sergipe, Rio Grande do Norte e Alagoas nos Estados mais perigosos do País, com taxas de homicídios entre 55 e 64 para cada 100 mil habitantes. Diante da crise financeira pela qual passam praticamente todos os Estados e o governo federal, Alckmin estuda ampliar o poder dado hoje aos guardas municipais, responsáveis pela segurança do patrimônio das prefeituras, como parques e escolas. De acordo com o tucano, não só o governo federal deve ampliar sua participação na definição de políticas de segurança, mas também os municípios. Alckmin não usa o termo "polícia municipal", mas admite, caso eleito, dar poderes de polícia aos guardas - que podem fazer prisões em flagrante mas estão impedidos de participar de ações de patrulhamento ou investigação. O tema, porém, vai exigir um debate constitucional. Prévias Na terça-feira passada, Alckmin pediu o registro para as prévias do partido sobre o candidato a presidente, que não deve ocorrer com a desistência do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, da disputa interna.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/intervencao-no-rio-de-janeiro-faz-alckmin-reforcar-tema-da-seguranca-06032018

Assalto na pista de Viracopos rende US$ 5 milhões para ladrões, diz PF
Data: 06/03/2018

O órgão disse que carga foi carregada no aeroporto de Guarulhos, passou com escala em Campinas, e tinha como destino Zurique, na Suíça

A Polícia Federal informou que a quantia roubada na noite do último domingo (4) no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, interior de São Paulo, foi de US$ 5 milhões — cerca de R$ 16 milhões. De acordo com a nota, a carga foi carregada no aeroporto de Guarulhos, passou com escala em Viracopos, e tinha como destino Zurique, na Suíça. O texto diz ainda que a PF instaurou inquérito policial para investigar o roubo e várias oitivas estão em andamento.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/assalto-na-pista-de-viracopos-rende-us-5-milhoes-para-ladroes-diz-pf-05032018

Exame sugere fator humano em infecção de macaco por febre amarela em SP
Data: 06/03/2018

Febre amarela deixou de ser surto e veio para ficar, diz governo de SP

Uma análise genética do vírus que infectou o macaco do Zoológico de São Paulo por febre amarela sugere participação do homem na transmissão da doença. A constatação foi apresentada durante seminário nesta segunda-feira (5) sobre a doença organizado pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB) com autoridades e especialistas de São Paulo. A morte do animal, no fim de janeiro, levou ao fechamento do zoológico. Segundo Renato Souza, pesquisador do Instituto Adolfo Lutz, exame genético mostrou que o vírus que infectou o animal é mais parecido com os detectados na cidade de Piracaia, a 90 km da capital paulista, do que com os de outras cidades que fazem divisa com a cidade de São Paulo, como, por exemplo, Mairiporã. Segundo ele, o achado é um forte indício do fator humano no ciclo de transmissão. Nesse sentido, diz, há duas hipóteses para explicar o que aconteceu: 1) um animal doente foi levado por alguém para o zoológico; 2) uma pessoa infectada pelo vírus, mas assintomática, visitou o local, foi picada por um mosquito silvestre, e esse inseto infectou o bicho. Souza avalia que a segunda hipótese é a mais provável. O animal encontrado morto no fim de janeiro foi o único que morreu pela doença nos limites do zoológico. Era um animal de vida livre, não fazia parte do plantel da instituição.

Link Notícia: https://br.yahoo.com/noticias/2-exame-sugere-fator-humano-192700411.html

Saneago pode ter que restituir valores cobrados durante crise hídrica de 2017
Data: 06/03/2018

Ministério Público considera pagamentos como indevidos e classifica cobrança como prática indevida

A Saneago pode ter que restituir os valores cobrados de seus consumidores abastecidos pela Bacia do Meia Ponte, durante a crise hídrica do ano passado. A empresa foi acionada pela promotora de Justiça Maria Cristina de Miranda, que considerou indevidos o pagamentos e classificou a cobrança como abusiva. Para a promotora, a Saneago cobrou valores acima do que foi efetivamente consumido pelos usuários dos serviços públicos de água e esgoto e violou o direito à informação dos consumidores. Muitos cidadãos procuraram o Ministério Público de Goiás (MP-GO) relatando elevações nos valores das contas de água, mesmo quando a quantidade usada não passava por aumento. Conforme o MP, a Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) constatou que, durante a crise hídrica de 2017, no canal de acesso ao poço de sucção, o nível estava muito abaixo do recomendado. Por esse motivo, a sucção aconteceu de forma mais rápida que o volume de água disponível, facilitando a entrada de ar na bomba, o que ocasionou contas altas aos consumidores, mesmo na ausência ou falha de fornecimento. No processo, a promotora solicita a restituição em dobro e corrigida dos valores cobrados. Além do reembolso, a promotora requereu a condenação da Saneago pelos danos morais coletivos causados, no valor de R$ 100 mil e a inserção de publicidade em suas contas, informando o procedimento para revisão da conta e possíveis falhas de fornecimento de água. O MP constatou que no segundo semestre de 2017 além das taxas abusivas, os consumidores passaram por momentos recorrentes de falta d’água. A Saneago informou, por meio de nota, que só vai se pronunciar depois que for notificada oficialmente.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/saneago-pode-ter-que-restituir-valores-cobrados-durante-crise-hidrica-de-2017/

Kremlin diz que irá cooperar em investigação sobre ex-agente
Data: 06/03/2018

Sobre a especulação da mídia britânica de que a Rússia teria envenenado Skripal, o porta-voz do Kremlin respondeu que "não demorou muito"

O Kremlin disse nesta terça-feira estar pronto para cooperar se o Reino Unido pedir ajuda para investigar um incidente envolvendo um ex-agente duplo russo que foi hospitalizado após ser exposto a uma substância desconhecida. Sergei Skripal, ex-coronel do Departamento Central de Inteligência russo, está internado em estado grave, após ter sido exposto a uma substância ainda não identificada no sul da Inglaterra. "Ninguém nos abordou com um pedido", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres, quando questionado se autoridades britânicas haviam buscado ajuda. "Moscou está sempre aberto a cooperar". Quando questionado sobre a especulação da mídia britânica de que a Rússia teria envenenado Skripal, Peskov respondeu: "Não demorou muito". Chamando o incidente de "uma situação trágica", ele disse que o Kremlin não tinha informações sobre o que aconteceu. "Nós não temos informações sobre qual poderia ser a razão, o que essa pessoa estava fazendo e ao que isso pode estar ligado", disse Peskov. Ele disse não saber se Skripal ainda era formalmente um cidadão russo. Skripal foi condenado na Rússia por trair agentes para a inteligência britânica antes de ser posteriormente trocado como parte de uma permuta de espiões ao estilo da Guerra Fria em 2010, em Viena. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/kremlin-diz-que-ira-cooperar-em-investigacao-sobre-ex-agente-06032018

Lei que prevê multa de R$ 3 mil por assédio na rua divide mulheres e autoridades na França
Data: 06/03/2018

Projeto de lei está sendo finalizado, mas provoca controvérsias: associações feministas e até mesmo a polícia se dizem céticas em relação à sua aplicação

Em meio a campanhas globais e em Hollywood que denunciam violências sexuais sofridas pelas mulheres, a França quer punir o assédio nas ruas com multas de até R$ 3 mil. O projeto de lei está sendo finalizado, mas já provoca controvérsias: associações feministas e até mesmo a polícia se dizem céticas em relação à sua aplicação. O assédio nas ruas foi batizado de "ultraje sexista e sexual" no texto que deve ser apresentado em um conselho de ministros no final deste mês. Sua definição, porém, "é algo muito complicado" e subjetivo, reconhece a ministra da Igualdade entre Mulheres e Homens, Marlène Schiappa. Afinal, qual o limite entre a simples paquera e o assédio no espaço público? Um grupo de parlamentares, que ouviu associações e especialistas, entregou ao governo na semana passada um estudo sobre essa questão. Sem listar precisamente os atos considerados como "ultrajes sexistas e sexuais", a futura lei irá punir "comentários e comportamentos que afetam a dignidade da pessoa" em razão do caráter "degradante ou humilhante" ou que criem situações "intimidantes, hostis ou ofensivas". Na prática, são palavras e gestos obscenos ou sugestivos, olhares insistentes, o fato de seguir alguém pelas ruas ou no metrô e até mesmo assobios, exemplifica a ministra. A multa será de 90 euros (R$ 360) se o pagamento for feito imediatamente. O valor de R$ 3 mil será cobrado se houver fatores agravantes. Flagrante policial O problema é que, para a multa ser aplicada, é preciso que haja um flagrante policial. O governo francês optou por esse sistema para evitar a necessidade de a vítima prestar queixa na delegacia, como ocorre na Bélgica, onde a medida para punir o assédio na rua não teve resultados. "Já é difícil as mulheres prestarem queixa por estupro. No caso do assédio na rua, mesmo eu, como mulher, não perderia tempo com uma queixa contra alguém que não vai ser localizado", diz Schiappa, ressaltando que para que a lei funcione "é preciso que haja multas em flagrante delito". O ministro do Interior, Gérard Collomb, assegura que isso será cumprido pela nova "polícia de segurança do cotidiano", lançada em fevereiro e que terá 10 mil policiais até 2022. As forças de segurança, no entanto, não se mostram tão confiantes em relação à futura lei. "Quem assedia não é inconsciente a ponto de insultar uma mulher na frente de um policial", diz Patrice Ribeiro, do sindicato policial Synergie-Officiers. Algumas associações, como a Ouse o Feminismo, temem que atos de agressão ou de assédio sexual percam a qualificação jurídica de delito e sejam punidos de maneira mais branda, com simples multas. "Há grandes incertezas em relação à aplicação dessa lei e aos meios que serão utilizados para isso. Para dar segurança às mulheres é preciso fazer bem mais do que uma inovação legislativa", diz Raphaëlle Rémy-Leleu, porta-voz do grupo. Segundo a ativista, já existe um arsenal jurídico na França em relação ao assédio sexista e sexual, inclusive no trabalho. Na grande maioria dos casos, diz ela, os agressores ficam impunes devido à dificuldade das vítimas para provar os fatos. "Mesmo nos casos de assédio pela internet, onde dispomos de provas escritas, não conseguimos prestar queixa nem fazer com que os agressores sejam punidos", afirma. Em um manifesto contra a penalização do assédio na rua, um grupo de professores universitários e pesquisadores franceses afirma que a lei visaria homens desfavorecidos, que passam mais tempo na rua, e também não ocidentais, indicando que poderia haver racismo. Para a ministra da Igualdade entre Mulheres e Homens, quando alguém for multado por ultraje sexista ou sexual, isso servirá de exemplo e terá um valor "pedagógico". "Isso faz parte do combate cultural que estamos fazendo e deve levar as pessoas a se interrogar sobre seus comportamentos e a redefinir os limites de tolerância da sociedade", afirma Schiappa. Caso Weinstein O presidente francês, Emmanuel Macron, havia prometido na campanha eleitoral que a igualdade de gêneros seria uma das grandes causas de seu mandato. Assim como ocorreu em outras partes do mundo, o tema ganhou mais destaque na França após o escândalo envolvendo o produtor americano Harvey Weinstein, acusado de dezenas de agressões sexuais. As consultas para o texto que visa punir o assédio na rua foram lançadas pelo governo antes da polêmica causada pelo manifesto assinado por 100 artistas, intelectuais e acadêmicas francesas - entre elas a atriz Catherine Deneuve - defendendo "a liberdade de importunar, indispensável à liberdade sexual." Na carta, elas denunciavam o que chamam de novo "puritanismo" que teria surgido no mundo após o caso Weinstein. "Estupro é crime, mas tentar seduzir alguém, mesmo de forma insistente ou desajeitada, não é - tampouco o cavalheirismo é uma agressão machista." Na França, a exemplo do Brasil, os movimentos feministas estão em alta. A liberação da palavra das mulheres, inicialmente nas redes sociais, com campanhas como "#balancetonporc", algo como "dedure teu porco", resultou em um aumento de 31% nas queixas de crimes sexuais na França no último trimestre de 2017. Várias personalidades, inclusive um ministro, são investigados por supostos estupros no país. Segundo Schiappa, o projeto de lei contra as violências sexuais e sexistas deverá ser votado pelo parlamento até junho. Além do assédio na rua, ele prevê medidas como a ampliação do prazo de prescrição de crimes de estupro sofridos por menores e a fixação de uma idade mínima para que uma relação sexual possa ser considerada consentida. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/lei-que-preve-multa-de-r-3-mil-por-assedio-na-rua-divide-mulheres-e-autoridades-na-franca-06032018

Governo da Irlanda oferece bolsas para graduação e pós em qualquer área
Data: 06/03/2018

A iniciativa oferece 60 bolsas de 10 mil euros (R$ 39,8 mil) para bancar um ano de estadia na Irlanda, além de isentar os selecionados do pagamento de taxas de matrícula e mensalidade das faculdades

O governo da Irlanda está promovendo um programa que disponibiliza bolsas de estudos para estrangeiros interessados em completar graduação, mestrado e doutorado em universidades do país. A iniciativa oferece 60 bolsas de 10 mil euros (R$ 39,8 mil) para bancar um ano de estadia na Irlanda, além de isentar os selecionados do pagamento de taxas de matrícula e mensalidade das faculdades. A oportunidade contempla pessoas que queiram cursar o último ano da graduação em instituições irlandesas, assim como profissionais interessados em cursar um programa de mestrado de um ano. Também é oferecido financiamento para um ano de pesquisas de um programa de mestrado ou de doutorado que tenha duração mais longa. Para aplicar para a bolsa, o candidato precisa antes ter completado o processo de candidatura e ter sido aceito em uma universidade irlandesa. Não há limitação quanto à área do conhecimento do curso. Para se inscrever, basta enviar um formulário preenchido e uma série de documentos por e-mail para GOI-IES2018@hea.ie até 23 de março. As aulas deverão ter início entre setembro e outubro de 2018.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/governo-da-irlanda-oferece-bolsas-para-graduacao-e-pos-em-qualquer-area/

Kim Jong-un e seu pai usaram passaportes brasileiros para obter vistos ocidentais
Data: 06/03/2018

Ditador norte-coreano e seu pai, hoje falecido, obtiveram de maneira fraudulenta os documentos para requisitar vistos para visitar países ocidentais nos anos 1990

O ditador norte-coreano, Kim Jong-un, e seu pai, hoje falecido, Kim Jong-il, obtiveram de maneira fraudulenta passaportes brasileiros para requisitar vistos para visitar países ocidentais nos anos 1990, afirmaram à agência de notícias Reuters cinco fontes de segurança europeias. A Embaixada da Coreia do Norte no Brasil não quis comentar. O Itamaraty afirmou que está investigando o caso. Uma fonte brasileira que falou sob condição de anonimato afirmou que os dois passaportes em questão são documentos legítimos que haviam sido enviados em branco para serem emitidos por consulados. Os passaportes foram emitidos nos nomes de Josef Pwag e Ijong Tchoi e usados para requisitar vistos em pelo menos dois países ocidentais. Não está claro se os vistos foram emitidos. Os passaportes podem ter sido usados em viagens para o Brasil, o Japão e Hong Kong, afirmaram fontes de segurança. Ambos possuem um selo que diz “Embaixada do Brasil em Praga” com uma data de emissão de 26 de fevereiro de 1996.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/kim-jong-un-e-seu-pai-usaram-passaportes-brasileiros-para-obter-vistos-ocidentais/

A 100 dias da Copa, Tite sofre por ter meio time com problemas físicos
Data: 06/03/2018

Neymar, Marquinhos e Fernandinho estão fora por lesão, enquanto Marcelo e Gabriel Jesus ainda se recuperam de lesões recententes

A cem dias do início da Copa do Mundo na Rússia, o técnico Tite precisa lidar com um fantasma que neste início de ano está assombrando a seleção brasileira: o das lesões. Mais do que conviver com a incerteza sobre as reais condições em que Neymar estará no torneio, o técnico se vê às voltas com meio time titular sofrendo com lesões musculares ou de joelho. Além disso, os principais jogadores ainda devem ter uma exaustiva reta final de temporada europeia. Operado sábado de uma fratura no quinto metatarso do pé direito, Neymar só deve voltar aos gramados em maio. Mas, se a seleção entrasse em campo hoje, Tite teria ainda mais problemas a resolver, já que precisaria escalar sua dupla de zaga, seu lateral-esquerdo, um de seus possíveis volantes e o atacante mais agudo do time sem o melhor ritmo de jogo. O grande número de lesões fez com que o técnico adiasse em dez dias a convocação para os dois últimos amistosos antes de chamar a seleção para a Copa, diante de Rússia e Alemanha, no fim do mês. A lista será divulgada na próxima semana, e Tite resolveu aproveitar esse tempo para acompanhar in loco a situação de alguns jogadores. Ele está na Europa junto com o auxiliar Sylvinho desde sábado, e nesta terça-feira estará no Parque dos Príncipes para assistir ao jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões entre Paris Saint-Germain e Real Madrid - os espanhóis venceram o jogo de ida por 3 a 1. Em Paris, Tite poderá ver como estão de fato o zagueiro Marquinhos e o lateral-esquerdo Marcelo. Os dois, titulares da seleção brasileira e que já ostentaram inclusive a braçadeira de capitão, ficaram fora dos últimos jogos do PSG e do Real Madrid devido a lesões musculares. Eles foram relacionados para o duelo e deverão iniciar a partida. Casemiro, Daniel Alves e Thiago Silva - que deve ficar no banco do time francês - também serão observados pela comissão técnica do Brasil. No domingo (4), a dupla da comissão técnica da seleção esteve em Manchester, na Inglaterra, acompanhando o confronto entre Manchester City e Chelsea. Tite viu as atuações de Willian, o provável substituto de Neymar, de Danilo e Ederson, mas teve pouco tempo para observar o atacante Gabriel Jesus, seu titular no ataque. O jogador, que ficou dois meses afastado dos campos devido a uma lesão no joelho esquerdo sofrida no fim do ano passado, entrou apenas nos minutos finais da partida. Na semana passada, diante do Arsenal, Gabriel Jesus jogou apenas por 31 minutos. O treinador também não pôde observar no domingo o volante Fernandinho - a quem considera opção para o lugar de Casemiro ou mesmo de Renato Augusto -, que se recupera de lesão na coxa esquerda sofrida há nove dias e só deve ter condições de jogo às vésperas da apresentação para os amistosos. Companheiro de Marquinhos na seleção, o zagueiro Miranda, da Inter de Milão, também ficou fora das últimas partidas do Campeonato Italiano. Com uma contusão no adutor da coxa esquerda, ele ficou duas semanas sem jogar no mês passado. Agora, voltou a ser relacionado. Outro jogador que preocupa a comissão técnica da seleção é Paulinho. O volante do Barcelona não vem de lesão, mas está há mais de um ano jogando sem tirar férias. Ele se transferiu do Guangzhou Evergrande, da China, para a Espanha em agosto do ano passado e desde então vem atuando regularmente pela equipe catalã. O temor é pelo desgaste físico, que deve se acentuar com a reta final da temporada europeia. Apesar do receio com as lesões a 100 dias do início da Copa do Mundo, o técnico Tite procura colocar esse fantasma em perspectiva, como disse na entrevista que concedeu ao Estado recentemente. "Todos os atletas que são convocados ficam entre clube e seleção. "Não posso me machucar porque tem a seleção, e é o Mundial". Eles vão trabalhar isso conforme a maturidade deles. A minha orientação é jogar de forma competitiva, tal qual se faz sempre", disse o treinador. "Jogar em alto nível até a final (da Liga dos Campeões, em 26 de maio) te dá ritmo de competição, mas te desgasta física e mentalmente. Em contrapartida você pode não ter um desgaste físico, mas você não está em ritmo de competição", continuou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/a-100-dias-da-copa-tite-sofre-por-ter-meio-time-com-problemas-fisicos-06032018

Reservas do Palmeiras perdem para São Caetano no Paulistão 2018
Data: 06/03/2018

Verdão foi derrotado por 1 a 0, no Allianz Parque, e acumulou a quarta partida sem vitória no estadual; próxima partida é o clássico contra o São Paulo

Com um time reserva, o Palmeiras foi surpreendido nesta segunda-feira (5), no encerramento da 10ª rodada do Campeonato Paulista. A equipe perdeu por 1 a 0 para o São Caetano, em pleno Allianz Parque. Chiquinho marcou o gol da vitória dos visitantes. Classificação e jogos Apesar de classificado à próxima fase, este é o quarto jogo do Palmeiras sem vencer no Paulistão. O Verdão tem 20 pontos, na liderança isolada no Grupo C. O São Caetano alcançou os 13 pontos, na vice-liderança do Grupo B. O próximo compromisso do Palmeiras é no clássico contra o São Paulo, no Allianz Parque. Também na quinta-feira (8), o São Caetano recebe o Botafogo, no Anacleto Campanella. O time do ABC chegou ao gol logo aos 6 minutos. Alex Reinaldo cruzou na área, o lateral Fabiano se atrapalhou com a jogada aérea e a bola sobrou para Chiquinho chutar cruzado. A comemoração silenciou momentaneamente os quase 23 mil palmeirenses. A equipe do técnico Roger Machado ainda que pressionou o adversário, mas não converteu as chances em gol. O time ficou mais ofensivo com a estreia do atacante Papagaio, das categorias de base da equipe. Ainda assim, de nada adiantou. Nos minutos finais, Gustavo Scarpa cobrou falta que passou do lado da trave. A equipe acumulou a segunda derrota consecutiva, a quarta partida sem vitória. PALMEIRAS 0 X 1 SÃO CAETANO PALMEIRAS - Fernando Prass; Fabiano, Luan, Juninho e Michel Bastos; Thiago Santos, Bruno Henrique e Tchê Tchê (Willian); Gustavo Scarpa, Guerra (Papagaio) e Keno. Técnico: Roger Machado. SÃO CAETANO - Helton Leite (Paes); Alex, Sandoval, Max e Bruno Recife; Ferreira, Vinicius Kiss e Diego Rosa; Niltinho (Carlão), Chiquinho e Ermínio (Esley). Técnico: Pintado. GOL - Chiquinho, aos seis minutos do primeiro tempo. ÁRBITRO - Vinícius Furlan. CARTÕES AMARELOS - Esley, Moisés, Paes, Alex, Scarpa RENDA - R$ 1.176.356. PÚBLICO - 22.597 torcedores. LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo. EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se O desempenho dos brasileiros na rodada do futebol mundial

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/reservas-do-palmeiras-perdem-para-sao-caetano-no-paulistao-2018-05032018

São Paulo não vai ter Reinaldo no clássico contra Palmeiras
Data: 06/03/2018

O lateral-esquerdo sofreu um estiramento no músculo adutor da coxa esquerda no jogo contra o Linense, no domingo, pelo Campeonato Paulista

O lateral-esquerdo Reinaldo deve desfalcar o São Paulo no clássico com o Palmeiras, na próxima quinta-feira (08), pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. Os times se enfrentarão às 20h30, no Allianz Parque. Autor do primeiro gol tricolor na vitória por 2 a 1 sobre o Linense no último domingo, ele passou por exames nesta segunda que detectaram um estiramento no músculo adutor da coxa esquerda. O jogador já iniciou a recuperação com fisioterapeutas do clube. O clube não estabelece uma data para retorno do lateral, apesar de considerar como "pequeno" o grau da lesão. Depois do clássico, o time tem pela frente o Red Bull Brasil, no domingo, em casa. Sem Reinaldo, a principal opção do técnico Dorival Junior é Edimar, que o substituiu no intervalo do jogo em Lins. Júnior Tavares também é opção. Reinaldo esteve em campo em nove partidas na temporada até aqui, e se firmou como titular da lateral-esquerda tricolor. Ele retornou para o clube em 2018, depois de duas temporadas emprestado para a Ponte Preta (em 2016) e Chapecoense (2017).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/times/sao-paulo/sao-paulo-nao-vai-ter-reinaldo-no-classico-contra-palmeiras-05032018

Tricolor escuta Lugano e promete reforma gigante no CT
Data: 06/03/2018

Tricolor quer concluir transformação do CT ainda nesta temporada

Vestiários, Reffis, academia de musculação, sala de imprensa… O CT da Barra Funda passará por uma profunda reforma nos próximos meses, a fim de modernizar o centro de treinamento do elenco profissional do São Paulo. As mudanças já foram encomendadas a um escritório de arquitetura, que estuda como utilizar da melhor maneira o terreno de 44.472 m² na zona oeste da cidade. A revelação sobre a intenção de transformar o CT da Barra Funda foi feita por Raí, diretor-executivo de futebol do Tricolor, aos membros do Conselho Deliberativo em reunião na semana passada. A reforma é uma antiga reivindicação de Diego Lugano, contratado em 30 de janeiro como superintendente de relações institucionais do Tricolor. Durante toda a temporada passada, ainda como atleta, o uruguaio bateu na tecla de que o CT da Barra Funda estava defasado e havia ficado atrás, por exemplo, dos centros de treinamento de Corinthians e Palmeiras. O vestiário dos atletas é atualmente o principal problema da Barra Funda. A sala de musculação e o Reffis, que já foi muito utilizado para atrair jogadores machucados, também precisam de mudanças consideráveis, porque se tornaram pequenos demais. Nenhum dos dois espaços comporta o elenco inteiro simultaneamente. O Tricolor também conta com dois de seus parceiros para economizar nas obras: a MRV construtora e a Joli, empresa de materiais de construção. Vale lembrar que em dezembro do ano passado, o São Paulo viu a Câmara dos Vereadores da cidade aprovar em segunda votação a extensão da concessão do CT por mais 20 anos, prorrogáveis por outros 20 – o vínculo anterior terminaria em junho de 2022.

Link Notícia: https://esportes.yahoo.com/noticias/sao-paulo-planeja-reforma-gigante-no-ct-da-barra-funda-042352524.html

Tarifa da Cemig pode subir 25,8% em revisão tarifária, aponta Aneel
Data: 06/03/2018

A audiência pública sobre a proposta de revisão tarifária

SÃO PAULO (Reuters) - A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira realização de audiência pública sobre o processo de revisão das tarifas da Cemig-D, braço de distribuição da Cemig, com proposta preliminar que elevaria em média em 25,8 por cento as contas dos clientes da companhia. A audiência pública sobre a proposta de revisão tarifária ficará aberta para contribuições entre 7 de março e 21 de abril.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/tarifa-da-cemig-pode-subir-258-em-revisao-tarifaria-aponta-aneel-06032018

Governo autoriza Statoil a exercer atividade de exportação de petróleo
Data: 06/03/2018

Os parceiros da Statoil em Carcará incluem a Exxon Mobil e a Galp, de Portugal.

O governo federal deu aval para que a norueguesa Statoil exerça a atividade de exportação de petróleo, de acordo com autorização publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira. A autorização ocorre em um momento em que a petroleira se prepara para perfurar poços na importante descoberta de Carcará. Recentemente, um representante da companhia disse que a meta é iniciar a produção no local, que pode conter mais de 2 bilhões de barris de óleo equivalente, entre 2023 e 2024. Os parceiros da Statoil em Carcará incluem a Exxon Mobil e a Galp, de Portugal.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/governo-autoriza-statoil-a-exercer-atividade-de-exportacao-de-petroleo-06032018

Produção da indústria cai em janeiro após 4 meses de crescimento
Data: 06/03/2018

De acordo com o IBGE, produção industrial caiu 2,4% e foi o pior resultado desde fevereiro de 2016

A produção industrial no Brasil caiu 2,4% em janeiro deste ano frente a dezembro do ano passado, após quatro meses de resultados positivos seguidos, que acumularam ganho de 4,3%. De acordo com dados divulgados nesta terça-feira (6) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), este foi o pior resultado desde fevereiro de 2016, quando teve um recuo de 2,5%. Ainda de acordo com o IBGE, a queda na produção foi generalizada entre as quatro grandes categorias da indústria brasileira. No entanto, a principal influência negativa foi em decorrência da produção de veículos automotores, que caiu 7,6% de dezembro para janeiro. Outras áreas contribuíram para a queda da produção industrial: metalurgia (-4,1%), produtos de borracha e de material plástico (-5,4%), produtos alimentícios (-1,1%), perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (-2,4%), outros equipamentos de transporte (-12,1%), produtos de metal (-4,9%), produtos diversos (-11,2%), celulose, papel e produtos de papel (-3,3%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,6%).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/producao-da-industria-cai-em-janeiro-apos-4-meses-de-crescimento-06032018

‘A Forma da Água’ leva estatueta de melhor filme no Oscar 2018; veja vencedores
Data: 06/03/2018

A cerimônia foi realizada no Dolby Theatre, em Los Angeles, com apresentação do comediante Jimmy Kimmel.

Em sua primeira edição após a onda das acusações de assédio em Hollywood, o Oscar teve cerimônia de sua 90ª edição marcada por acenos às campanhas “MeToo” e “Time’s Up”, contra abusos sexuais e pró-representatividade. Já nas premiações, foi uma noite de poucas surpresas. “A Forma da Água”, trama sobre uma faxineira muda que se afeiçoa a um monstro aquático, acabou se provando o grande vencedor, como esperado, levando quatro prêmios: melhor filme, direção, trilha sonora e direção de arte. Ao subir no palco, o diretor mexicano Guillermo del Toro lembrou que é um imigrante no país e citou a trupe de personagens fora do padrão de seu filme. A cerimônia ocorreu nesse domingo (4), em Los Angeles. Nas categorias de atuação, os mais cotados levaram as estatuetas. Gary Oldman venceu seu primeiro Oscar por sua performance, sob pesada maquiagem, de Churchill em “O Destino de uma Nação”. Frances McDormand faturou seu segundo Oscar por viver a mãe enlutada e vingativa de “Três Anúncios para um Crime”. O filme também rendeu a Sam Rockwell o prêmio de ator coadjuvante por seu policial racista que se redime. McDormand aproveitou o palco para pedir que todas as mulheres indicadas ficassem de pé: “Vamos lutar para sermos roteiristas da inclusão.” Como atriz coadjuvante também venceu a favorita, Allison Janney, que faz a mãe megera da patinadora Tonya em “Eu, Tonya”. “Me Chame pelo Seu Nome”, coproduzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira, levou a estatueta de roteiro adaptado, fazendo o roteirista James Ivory, 89, se tornar o vencedor do Oscar mais velho da história. Já “Corra!” ficou com melhor roteiro original. Também não foram surpreendentes as categorias técnicas. A Forma da Água, que recria o início dos anos 1960, ganhou em direção de arte. “O Destino de uma Nação” levou em maquiagem. Já “Trama Fantasma”, ambientado no universo da alta-costura, foi reconhecido por figurino. Produção da gigante Pixar, “Viva: A Vida É Uma Festa” levou como melhor animação, tirando a estatueta do brasileiro Carlos Saldanha e seu “O Touro Ferdinando”. Em seu discurso, o diretor Lee Unkrich fez uma ode ao México, onde a trama se passa, e afirmou que dedicava ao prêmio às crianças falantes de todos idiomas que enfim podiam se ver representadas. “Viva” também ganhou o prêmio de melhor canção. O Chile levou o Oscar de filme estrangeiro com “Uma Mulher Fantástica”, de Sebastián Lelio, história sobre uma transexual (Daniela Vega) que se bate com a família do namorado morto. Na categoria de documentário, “Ícaro”, de Bryan Fogel, desbancou Agnès Varda, 89, e “Visages Villages”. O vencedor escava bastidores do doping no mundo esportivo. O filme de guerra Dunkirk faturou três estatuetas: edição de som, mixagem de som e montagem, coroando o empenho do diretor Christopher Nolan em criar experiência que ele quis ver vivida no cinema, e não no streaming. Já a ficção “Blade Runner: 2049” levou dois prêmios: direção de fotografia e efeitos visuais, por sua recriação de uma Los Angeles futurista. Num dos momentos mais emblemáticos, as atrizes Ashley Judd, Salma Hayek e Annabella Sciorra (as três assediadas pelo produtor Harvey Weinstein) subiram ao palco para apresentar um vídeo em que pessoas de várias minorias falaram sobre representatividade nos filmes. “Saudamos os espíritos que não permitiram que seu gênero, raça ou etnia os impedisse de contar suas histórias”, disse Hayek. Vários dos apresentadores das categorias eram membros de alguma minoria: mulheres, negros, indígenas, transexuais… Mesmo o apresentador Jimmy Kimmel foi contido ao fazer as piadas. Mas alfinetou Weinstein logo em seu monólogo inicial, mencionando a expulsão dele da Academia. “Merecia mais”, afirmou. Ainda sobre assédios sexuais, Kimmel disse que a estatueta do Oscar era o “homem mais respeitado em Hollywood, pois tem as mãos onde se pode ver e não possui pênis”. O apresentador também alfinetou Donald Trump, ao dizer que o presidente aprovaria três quartos do filme de temática racial “Corra!”, ou seja, tudo exceto a parte da morte dos personagens brancos. Kimmel também brincou com a gafe do ano passado e chamou Warren Beatty e Faye Dunaway para apresentar o prêmio principal novamente. VEJA OS INDICADOS E OS VENCEDORES (em negrito) Melhor filme “Corra!” “O Destino de uma Nação” “Dunkirk” “Me Chame pelo Seu Nome” “A Forma na Água” “Lady Bird – É Hora de Voar” “Trama Fantasma” “The Post – A Guerra Secreta” “Três Anúncios para um Crime” Melhor diretor Christopher Nolan (“Dunkirk”) Guillermo del Toro (“A Forma da Água”) Jordan Peele (“Corra!”) Paul Thomas Anderson (“Trama Fantasma”) Greta Gerwig (“Lady Bird – É Hora de Voar”) Melhor ator Daniel Day-Lewis (“Trama Fantasma”) Daniel Kaluuya (“Corra!”) Denzel Washington (“Roman J. Israel, Esq.”) Gary Oldman (“O Destino de uma Nação”) Timothée Chalamet (“Me Chame pelo Seu Nome”) Melhor atriz Frances McDormand (“Três Anúncios para um Crime”) Margot Robbie (“Eu, Tonya”) Meryl Streep (“The Post: A Guerra Secreta”) Saoirse Ronan (“Lady Bird – É Hora de Voar”) Sally Hawkins (“A Forma da Água”) Melhor roteiro original “Corra!” “Doentes de Amor” “A Forma da Água” “Lady Bird – É Hora de Voar” “Três Anúncios para um Crime” Melhor roteiro adaptado “Me Chame pelo Seu Nome” “O Artista do Desastre” “A Grande Jogada” “Logan” “Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi” Melhor ator coadjuvante Sam Rockwell (“Três Anúncios para um Crime”) Willem Dafoe (“Projeto Flórida”) Woody Harrelson (“Três Anúncios para um Crime”) Richard Jenkins (“A Forma da Água”) Christopher Plummer (“Todo o Dinheiro do Mundo”) Melhor atriz coadjuvante Mary J. Blige “Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi”) Allison Janney (“Eu, Tonya”) Lesley Manville (“Trama Fantasma”) Laurie Metcalf (“Lady Bird – É Hora de Voar”) Octavia Spencer (“A Forma da Água”) Melhor fotografia “Blade Runner 2049” “O Destino de uma Nação” “Dunkirk” “Mudbound: Lágrima sobre o Mississippi” “A Forma da Água” Melhor direção de arte A Bela e a Ferra “Blade Runner 2049” “Dunkirk” “O Destino de uma Nação” “A Forma da Água” Melhor figurino “A Bela e a Fera” “O Destino de uma Nação” “Trama Fantasma” “Victoria & Abdul” “A Forma da Água” Melhor montagem “Dunkirk” “Em Ritmo de Fuga” “Eu, Tonya” “A Forma da Água” “Três Anúncios para um Crime” Melhor trilha sonora Hans Zimmer, de “Dunkirk” Alexandre Desplat, de “A Forma da Água” John Williams, de “Star Wars: Os Últimos Jedi” Jonny Greenwood, de “Trama Fantasma” Carter Burwell, de “Três Anúncios para um Crime” Melhor canção “Mighty River”, de “Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi” “Remember Me”, de “Viva – A Vida É uma Festa” “Stand Up for Something”, de “Marshall” “The Mystery of Love”, de “Me Chame pelo Seu Nome” “This is Me”, de “O Rei do Show” Melhor animação “O Poderoso Chefinho” “Com Amor, Van Gogh” “O Touro Ferdinando” “The Breadwinner” “Viva – A Vida É uma Festa” Melhor filme estrangeiro “Corpo e Alma”, de Ildikó Enyedi (Hungria) “Sem amor”, de Andrey Zvyagintsev (Rússia) “O Insulto”, de Ziad Doueiri (Líbano) “Uma Mulher Fantástica”, de Sebastián Lelio (Chile) “The Square – A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund (Suécia) Melhor mixagem de som “Em Ritmo de Fuga” “Blade Runner 2049” “Dunkirk” “A Forma da Água” “Star Wars: Os Últimos Jedi” Melhor edição de som “Em Ritmo de Fuga” “Blade Runner 2049” “Dunkirk” “A Forma da Água” “Star Wars: Os Últimos Jedi” Melhores efeitos visuais “Blade Runner 2049” “Guardiões da Galáxia – Vol. 2” “Kong – A Ilha da Caveira” “Planeta dos Macacos – A Guerra” “Star Wars: Os Últimos Jedi” Melhor maquiagem “O Destino de uma Nação” “Extraordinário” “Victoria & Abdul” Melhor documentário “Abacus: Small Enough to Jail” “Ícaro” “Last Man in Aleppo” “Strong Island” “Visages, Villages” Melhor curta-metragem “DeKalb Elementary” “My Nephew Emmett” “The Silent Child” “The Eleven O’Clock” “Waty Wote/All of Us” Melhor curta de animação “Dear Basketball” “Lou” “Negative Space” “Garden Party” “Revolting Rhymes” Melhor curta documentário “Heroin(e)” “Edith + Eddie” “Heaven is a Traffic Jam on the 405” “Knife Skills” “Traffic Stop”

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/a-forma-da-agua-leva-estatueta-de-melhor-filme-no-oscar-2018-veja-vencedores/

Netflix divulga teaser com Robin Wright da temporada final de ‘House Of Cards’
Data: 06/03/2018

A última temporada da série política será focada em Claire Underwood após a demissão de Kevin Spacey. Os episódios ainda não têm data de estreia

Durante a transmissão do Oscar na noite deste domingo (4), a Netflix pegou todo mundo de surpresa e lançou um teaser da última temporada de House Of Cards. O vídeo, de 30 segundos, faz um passeio pela Casa Branca, até chegar no Salão Oval, onde Claire Underwood (Robin Wright) nos diz que “está apenas começando”. Devido à demissão de Kevin Spacey da Netflix após as acusações de assédio contra ele, os últimos episódios da série política serão focados em Claire e não em Frank, como aconteceu nas temporadas anteriores. A plataforma de streaming, entretanto, não comentou o que acontecerá com o presidente Underwood neste novo plot. A última temporada de House Of Cards ainda não tem data de estreia.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/netflix-divulga-teaser-com-robin-wright-da-temporada-final-de-house-of-cards/

Emoji – O Filme vence o Framboesa de Ouro de pior filme de 2017
Data: 06/03/2018

Filme foi o mais "premiado" da noite, levando quatro troféus

Na véspera do Oscar, sempre são escolhidos os vencedores do Framboesa de Ouro, filmes considerados os piores do ano passado. Em um páreo duro, a animação Emoji – O Filme foi considerado o Pior Filme do Ano. O filme levou outros três prêmios: Pior Parceria em Tela, Pior Diretor e Pior Roteiro. Entre os demais “premiados” estão Tom Cruise e Kim Basinger que levaram os prêmios de Pior Ator por A Múmia e Pior Atriz Coadjuvante por Cinquenta Tons Mais Escuros. A premiação dos piores do ano foi até uma “surpresa”: muita gente esperava que os outros filmes mais indicados – Transformers: O Últimos Cavaleiro e Cinquenta Tons Mais Escuros – fossem fazer um limpa. No fim das contas, o filme de romance erótico levou só mais um prêmio (Pior Imitação, Remake ou Sequência) e a franquia dos robozões de Michael Bay escapou incólume.

Link Notícia: https://www.emaisgoias.com.br/emoji-o-filme-vence-o-framboesa-de-ouro-de-pior-filme-de-2017/

Brasil cresce 1% em 2017 após dois anos de queda
Data: 01/03/2018

Resultado do PIB, divulgado nesta quinta-feira (1º), mostra que o país caminha para uma recuperação na economia

O resultado do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro de 2017 saiu nesta quinta-feira (1º) e mostrou que o país sinaliza uma recuperação na economia. De acordo com dados consolidados, divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatítica), o Brasil cresceu 1% em 2017, depois de dois anos seguidos de queda. O valor do PIB, que representa a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, foi de R$ 6,6 trilhões em 2017. As duas quedas consecutivas, em 2015 e 2016, foram de 3,5%. Em comparação aos anos anteriores, em 2017 o país teve altas na Agropecuária (13,0%) e nos Serviços (0,3%), e estabilidade na Indústria (0,0%). Isso quer dizer que, apesar de a economia brasileira apresentar recuperação em 2017, ainda não conseguiu repor as perdas do período de crise, uma vez que o PIB tinha recuado 3,5% nos anos anteriores. O PIB da Agropecuária em 2017 apresentou o melhor resultado da série histórica iniciada em 1996. O PIB por pessoa variou 0,2% em termos reais e alcançou R$ 31.587 no ano passado. A taxa de investimento no ano passado foi de 15,6% do PIB, abaixo do observado no ano anterior (16,1%). No quarto trimestre de 2017, o PIB teve alta de 0,1% em relação ao terceiro trimestre. Com isso, o país apresentou o quarto resultado positivo consecutivo nessa comparação. A Indústria e os Serviços cresceram, respectivamente, 0,5% e 0,2%. Já a Agropecuária ficou estável (0,0%). Em comparação ao quarto trimestre de 2016, o PIB cresceu 2,1% no último trimestre de 2017, o segundo resultado positivo seguido, após um trimestre de estabilidade e 11 trimestres de queda. Os setores que apresentaram crescimento foram: Agropecuária (6,1%), Indústria (2,7%) e Serviços (1,7%). Em 2017, a alta na Agropecuária aconteceu devido ao desempenho da agricultura. O destaque vai para as lavouras do milho (55,2%) e da soja (19,4%). A Indústria teve destaque na atividade Indústrias Extrativas (4,3%). A Construção, por sua vez, apresentou queda de 5,0%. Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e Indústria de transformação avançaram, respectivamente, 0,9% e 1,7%.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/brasil-cresce-1-em-2017-apos-dois-anos-de-queda-01032018

Imposto de Renda 2018: entrega da declaração começa hoje
Data: 01/03/2018

Pessoas que receberam mais de R$ 28.559,70 bruto ao longo do ano de 2017 devem prestas contas à Receita Federal até 30 de abril

A entrega da declaração do Imposto de Renda 2018 começa nesta quinta-feira (1º). Os contribuintes vão ter até dia 30 de abril para acertarem as contas com a Receita Federal. Aqueles que não respeitarem o prazo estão sujeitos ao pagamento de multa de 1% por mês de atraso. O valor mínimo de cobrança é de R$ 165,74 e, o máximo, pode chegar a 20% do imposto devido. Neste ano, os trabalhadores que tiveram ganho bruto superior a R$ 28.559,70 devem declarar o Imposto de Renda. Quem tiver rendimento inferior a este é isento. Os trabalhadores de atividades rurais têm um valor mínimo diferente e precisam declarar o imposto quando os ganhos forem superiores a R$ 142.798,50. Como declarar O primeiro passo é baixar o programa de preenchimento do Imposto de Renda, disponibilizado pela Receita Federal. Também é possível preencher a declaração por meio do aplicativo "Meu Imposto de Renda", que pode ser baixado em aparelhos com sistema operacional iOS e Android. O aplicativo está disponível a partir do primeiro dia de entrega da declaração (1). Os contribuintes devem preencher a declaração com informações pessoais e dados do rendimento ao longo do ano. Para isso, é necessário ter documentos em mãos, como informe de rendimento salarial, CPF próprio e dos dependentes e recibo de pagamento de convênio médico, por exemplo. Novidades na declaração de 2018 A Receita Federal anunciou algumas mudanças na declaração do Imposto de Renda 2018. A partir de agora, os contribuintes precisam, obrigatoriamente, apresentar o CPF dos dependentes a partir dos 8 anos completados até 31/12/2017. Também é necessários fazer a declaração de bens com campos para informações complementares, como números e registros, localização e número do Renavam (Registro Nacional de Veículo). A partir deste ano o contribuinte poderá imprimir o Darf (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) e realizar o pagamento de todas as cotas do imposto, inclusive as que estão em atraso.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/imposto-de-renda-2018-entrega-da-declaracao-comeca-hoje-01032018

IR 2018: Quem deve declarar?
Data: 01/03/2018

Ter recebido rendimentos tributáveis como salário ou aposentadoria acima de R$ 28.559,70 em 2017 é o principal motivo, mas há outros

Está obrigado a declarar quem, até 31/12/2017: 1) Recebeu rendimentos tributáveis (como salário, aposentadoria, pensão, por exemplo), acima de R$ 28.559,70, mesmo valor do ano passado; 2) Recebeu rendimentos isentos (como indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança) ou tributado na fonte (como rendimento de aplicações financeiras) acima de R$ 40 mil; 3) Teve receita bruta acima de R$ 142.798,50, no caso de atividade rural; 4) Tinha bens (como casa ou carro) acima de R$ 300 mil; 5) Teve ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto; 6) Comprou ou vendeu ações na Bolsa; 7) Passou à condição de residente no Brasil. O prazo de entrega começa nesta quinta-feira (1º) e vai até o dia 30 de abril. A multa para quem não entrega a declaração no prazo vai de R$ 165,74 até 20% do imposto devido. Se ainda tiver mais dúvidas sobre Imposto de Renda, economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso, envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com

Link Notícia: https://noticias.r7.com/prisma/o-que-e-que-eu-faco-sophia/ir-2018-quem-deve-declarar-01032018

 IPVA, IPTU e IR: como se preparar financeiramente para esses impostos?
Data: 01/03/2018

temos na vida apenas duas certezas: a morte e os impostos.

Há um ditado popular muito conhecido pelos brasileiros que diz que temos na vida apenas duas certezas: a morte e os impostos. Ano após ano os tributos continuam sendo cobrados e não tem escapatória, uma hora ou outra você precisará enfrentá-los. Por isso, já que não dá para se livrar dessa obrigatoriedade, o melhor a fazer é se preparar financeiramente e o quanto antes possível. Após consultar alguns especialistas, o Yahoo Finanças separou quatro dicas essenciais que vão te ajudar nessa tarefa. Seguindo esses quatro passos, será muito mais simples de arcar com o IPVA, IPTU e o imposto de renda e evitará com que eles pesem no seu bolso no começo do ano. Organização O primeiro passo é organizar todos os impostos que se tem a pagar, inclusive outras contas que sejam constantes. Segundo Masimo Della Justina, economista e professor de Ciências Econômicas da PUCPR, é preciso que o brasileiro considere IPTU, IPVA e, no caso de algumas famílias, até gastos escolares de início de ano como custos fixos e não variáveis. Em relação à declaração do imposto de renda, ser desorganizado só aumenta as probabilidades do contribuinte cair na malha fina. “Guarde todos os comprovantes durante o ano para que não haja erro ou falta de informações”, aconselha o especialista. Orçamento Após colocar tudo em ordem, analise seu orçamento anual total. Coloque no papel quanto entrará de dinheiro, os gastos fixos que você terá o ano inteiro e as possíveis despesas de emergência. Analisar antecipadamente o valor que vai ser pago em tributos ajuda a saber se haverá dinheiro suficiente para pagar tudo à vista ou precisará parcelar. Ou, ainda mais, se haverá a necessidade de cortar gastos. Para Masimo, utilizar o 13º salário para quitar impostos e até mesmo pendências no crediário em lojas faz sentido. “A pessoa pode até utilizar dos descontos dos tributos ou barganhar no caso das compras. Assim, começará o ano aliviado e ganhará satisfação psicológica.” Planejamento Com o conhecimento do orçamento total, o indivíduo já pode fazer um planejamento financeiro. Se os gastos não tiverem sido altos e sobrará dinheiro, ótimo. Caso contrário, guardar um valor mensal para quitar em parcela única o IPTU e o IPVA pode ser a saída. Não deu para fazer isso o ano inteiro? Sem desespero! José Carlos de Souza Santos, especialista em finanças pessoais e professor da Faculdade de Economia (FEA) na USP, recomenda economizar nas festas de Natal e Revéillon. “Melhor poupar um pouco no fim de ano e pagar as contas do ano seguinte do que ficar em dívida.” Disciplina Para que tudo isso funcione da melhor maneira possível, José Carlos garante que é preciso, acima de tudo, ter disciplina – ainda mais nos casos em que o dinheiro que sai é superior ao que entra. Um caixa de investimento pode ajudar a não passar sufoco com os impostos. Por isso, tente separar um pouco do seu salário todo mês e aplique, seja em uma caderneta de poupança ou ação na bolsa de valores. Assim, segundo o economista, a chance de você não ter dinheiro para pagar as contas diminui – e ainda pode sobrar uma grana no fim do ano. “Use os juros sempre a seu favor.”

Link Notícia: https://br.yahoo.com/financas/noticias/ipva-iptu-e-ir-como-se-preparar-financeiramente-para-esses-impostos-201520064.html

PF deflagra operação contra fraude e lavagem de dinheiro em SP e MG
Data: 01/03/2018

Operação Descarte cumpre 15 mandados de busca e apreensão em residências e empresas em cinco cidades brasileiras

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagram a Operação Descarte na manhã desta quinta-feira (1). A ação visa desarticular um esquema criminoso de lavagem de dinheiro por meio do controle de uma rede de empresas de fachada. A PF cumpre 15 mandados de busca e apreensão em São Paulo e Minas Gerais. São nove mandados em São Paulo (SP), um em Santos (SP), um em Paulínia (SP), dois em Belo Horizonte (MG) e dois em Lamin (MG). As empresas participantes do esquema simulavam a venda de mercadorias ao cliente do "serviço" de lavagem, que então pagava por produtos inexistentes via transferências bancárias ou boletos (para dar aparência de legalidade à aquisição). O valor obtido pelas vendas eram transferidas para outras empresas de fachada e o dinheiro era encaminhado para o exterior ou para pessoas ligadas ao cliente inicial. Segundo a PF, a investigação revelou também que empresa concessionária de serviços públicos de limpeza no município de São Paulo, a maior cliente identificada, se valeu dos serviços ilícitos dessa rede profissionalizada de lavagem de dinheiro, tendo simulado a aquisição de detergentes, sacos de lixo, uniformes etc., entre os anos de 2012 e 2017. Em nota, explicam que "foram repassados mais de R$120 milhões para terceiros ainda não identificados. Uma das células do esquema criminoso remeteu ilegalmente parte dos valores para o exterior, em favor de funcionário público argentino e em conluio com operadores financeiros que vieram a ser presos posteriormente no âmbito da Operação Lava Jato. Além disso, o grupo adquiriu vários veículos de alto luxo, como Ferrari, Masserati e BMW, todos registrados em nome de interpostas pessoas ("laranjas")". Além do crime de lavagem de dinheiro, a PF e a Receita investigam evasão de divisas, sonegação tributária e associação criminosa. Prejuízo aos cofres públicos O prejuízo aos cofres públicos pelo não recolhimento dos tributos devidos pode chegar a centenas de milhões de reais. Auditores-Fiscais da Receita Federal já fiscalizaram empresas do grupo e seus clientes, já tendo constituído mais de R$ 200 milhões em créditos tributários. A organização como um todo emitiu mais de R$ 900 milhões em notas fiscais com indícios de fraude. A Operação Descarte teve origem em duas fiscalizações iniciadas separadamente no âmbito da Operação Lava-Jato, mas em que, ao longo dos trabalhos, os auditores-fiscais envolvidos verificaram que se tratavam de pontas diferentes do mesmo esquema. A primeira fiscalização foi realizada em empresa que havia feito pagamentos a duas organizações controladas por doleiro envolvido na Operação Lava Jato. O auditor-fiscal responsável verificou que a empresa em questão era controlada de fato por outra pessoa. O controlador real utilizou a empresa para adquirir diversos carros e bens de luxo. Essa empresa tinha movimentação financeira milionária e era de titularidade de um laranja que recebia R$ 2 mil por mês. A segunda fiscalização foi efetuada em empresas que realizam serviços de limpeza pública em municípios. Elas teriam se utilizado de empresa controlada por operador envolvido na Operação Lava Jato. No curso dos trabalhos, os auditores-fiscais identificaram outras práticas ilícitas: as empresas compraram mercadorias de várias outras empresas com indícios de inexistência real, no valor total de R$ 197 milhões entre 2012 e 2016. Combinando os esforços das duas fiscalizações, os auditores-fiscais confirmaram que várias das empresas investigadas faziam parte de uma rede de controle comum. Em regra, as empresas participantes da fraude supostamente vendiam uma mercadoria ao cliente do esquema, que pagava via transferência bancária ou boleto para dar aparência de legalidade à aquisição. Os valores recebidos eram transferidos para diversas outras empresas, que remetiam o dinheiro para o exterior ou faziam transferências para pessoas ligadas ao cliente do esquema. Assim, o cliente poderia reduzir os tributos a pagar utilizando-se de despesa ou custo fictício. A operação também tem como objetivo encontrar elementos a respeito do patrimônio em nome de interpostas pessoas dos organizadores do esquema, bem como verificar se parte desses valores eram destinados a agentes públicos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/pf-deflagra-operacao-contra-fraude-e-lavagem-de-dinheiro-em-sp-e-mg-01032018

Rio já tem 47 mortes confirmadas por febre amarela
Data: 01/03/2018

Secretaria de Saúde confirmou 103 casos da doença em 21 cidades do Estado; Angra dos Reis registrou o maior número de mortes

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro confirmou nesta quarta-feira (28), novas mortes por febre amarela no estado. O Rio já soma 47 mortes e 103 casos confirmados da doença, em 21 municípios de várias regiões. O maior número de mortes foi registrado em Angra dos Reis, que soma 11, de um total de 21 casos. Em Teresópolis e Valença, foram seis mortes em cada município. Em Nova Friburgo e Cantagalo, foram três mortes (cada). Quatro municípios registraram duas mortes: Rio das Flores, Sumidouro, Engenheiro Paulo de Frontin e Trajano de Moraes. Também tiveram mortes as cidades de Miguel Pereira, Duas Barras, Vassouras, Paraíba do Sul, Carmo, Maricá, Mangaratiba, Piraí, Cachoeiras de Macacu e Rio Claro. Em dois lugares houve casos registrados, mas não mortes: Petrópolis e Paty do Alferes. Matança de macacos é tema de audiência pública na Alerj A Secretaria de Saúde ainda confirmou mortes de macacos com febre amarela nos municípios de Niterói, Barra Mansa, Angra, Valença, Miguel Pereira, Volta Redonda, Duas Barras, Paraty, Engenheiro Paulo de Frontin, Araruama e Seropédica. A Secretaria ressalta que os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela. A doença é transmitida por meio da picada de mosquitos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/rio-ja-tem-47-mortes-confirmadas-por-febre-amarela-01032018

Polícia mata sete suspeitos de roubar caixas eletrônicos em SP
Data: 01/03/2018

Crime aconteceu em Valinhos, interior de São Paulo, por volta das 21h30 de quarta-feira (28). Segundo a PM, um suspeito conseguiu fugir

Sete suspeitos morreram após uma troca de tiros com a Polícia Militar, às 21h35, desta quarta-feira (28), na Estrada Municipal Dona Isabel Grafoso Ferrão, s/n, altura da Fazenda Santa Margharida, em Valinhos, interior de São Paulo. Quatro dos setes mortos já foram identificados pela Polícia Militar. São eles: Bruno Alves de Souza, Marcos Paulo Correia de Melo, Davirlan Tenório dos Santos e Ronaldo Antunes, todos possuem passagem pela Polícia. Policiais militares do Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) foram informados que no local havia uma quadrilha especializada em roubo a caixa eletrônicos na região. As viaturas foram até local e encontraram dois veículos, um com quatro integrantes e outro com três. A PM informou, em nota, que os policiais deram ordem de parada, mas os suspeitos não respeitaram e tentaram fugir. Houve troca de tiros e com o primeiro carro, quatro pessoas foram baleadas e mortas. O segundo veículo com três integrantes também tentou fugir, mas foram cercados. Os três ocupantes foram baleados e morreram no local. Com os suspeitos os policiais apreenderam diversos explosivos e armas, metralhadoras, pistolas, espingardas, colete balístico e bananas de dinamite. O Gate foi acionado e preserva o local. Nenhum policial foi ferido na ação. O DP da área é o 4º. Leia a nota da PM na íntegra: "A Polícia Militar informa que, por volta de 21H30 horas de quarta-feira (28), atendeu ocorrência de um grupo em atitude suspeita que poderia estar relacionado a roubos a bancos. A quadrilha, que estava armada e em dois carros, foi encontrada na Estrada Municipal Dona Isabel Fragoso Ferrão, em Valinhos, interior paulista. Os criminosos não atenderam a ordem de parada e atiraram contra os policiais, que revidaram. Um dos veículos seguiu em fuga até nova troca de tiros. Sete suspeitos foram atingidos e não resistiram. Um conseguiu fugir. A polícia apreendeu fuzis, metralhadoras, pistolas, colete balístico e explosivos. O Gate foi acionado para o local e o caso encaminhado ao plantão do 4º DP de Campinas, onde o boletim de ocorrência está sendo registrado".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/policia-mata-sete-suspeitos-de-roubar-caixas-eletronicos-em-sp-01032018

Descarrilamento remete a falhas que vão desde as cotidianas a escândalos milionários
Data: 01/03/2018

O descarrilamento do trem ontem na Estação Arniqueiras, em Águas Claras

O metrô da capital apresentou uma falha a cada sete dias só neste ano, totalizando oito irregularidades no funcionamento. O descarrilamento do trem ontem na Estação Arniqueiras, em Águas Claras, evidenciou as diversas deficiências técnicas e mecânicas: defeitos que acontecem no dia a dia, bem como escândalos milionários envolvendo a antiga empresa de manutenção. Apesar dos transtornos, a Companhia do Metropolitano do DF ainda não calculou os prejuízos nem soube responder quando será feita a retirada total dos carros do trem que saiu dos trilhos. A principal suspeita é de que a uma falha nos freios foi a responsável pelo incidente, ocorrido por volta das 9h. O mesmo veículo havia sido recolhido para manutenção no dia anterior, segundo o Sindicato dos Metroviários. De acordo com o diretor de Operações e Manutenção, Carlos Alexandre da Cunha, o trem – de número 8 – apresentou a falha e, por prudência, o piloto solicitou que os passageiros evacuassem na estação Águas Claras. “Não havia nenhum usuário no momento em que o trem descarrilou. O motorista o esvaziou e estava fazendo uma manobra para voltar ao pátio de manutenção. Nesse ato é que ocorreu o descarrilamento”, explica. Ontem, profissionais de engenharia trabalhavam para adiantar o processo de retirada do trem. Por volta das 14h, um vagão foi removido. “Estava mais fácil, porque estava no trilho e não descarrilou. Os outros três serão içados com a ajuda de um ou dois guindastes. Então as equipes estão trabalhando para desconectar a parte elétrica”, diz. A partir das 16h, os passageiros conseguiam chegar até a Estação Arniqueiras e 11 ônibus foram disponibilizados para fazer o transbordo de todos os usuários até a Estação Águas Claras – o que não evitou os transtornos. As faixas exclusivas da Estrada Parque Taguatinga (EPTG), da Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), da W3 Sul e Norte e do Setor Policial Sul ficaram liberadas até as 23h59. Falha prevista O incidente poderia ter sido evitado. É o que diz a diretora de comunicação do Sindicato dos Metroviários (SindMetrô), Renata Campos. “A gente bate na tecla de que os trens não passam por manutenção adequada. Terça-feira o mesmo trem foi recolhido por conta do freio. Quando não tem reparo, a gente pode prever que uma situação como essa pode acontecer a qualquer momento, e com mais consequências”, dispara. O sindicato não possui dados de quantas falhas o metrô apresentou no ano passado, mas garante que são corriqueiras. “Tem todos os dias. Só não é divulgado. Nosso equipamento é antigo, e o sucateamento acontece porque é inevitável. É impossível manter uma frota nova, sendo que a própria empresa adquire peças usadas”, critica. “Não adianta o governo querer ampliar antes de se preocupar com o que já tem. Tem que pensar muito, porque não é só aumentar, é pensar em segurança”, completa. Cerca de 160 mil pessoas passam diariamente pelas 24 estações. No entanto, a população que pega o transporte em Águas Claras foi a principal afetada. Quem chegou a uma das estações à tarde deu de cara com uma placa informando quais estavam com o funcionamento normalizado. Passageiro dá seus pulos A solução, para alguns passageiros, foi pegar ônibus ou dividir a conta de aplicativos de transporte com outros na mesma situação. O comerciante Messias Mares de Jesus, 36 anos, precisava chegar em Ceilândia, mas estava na estação Arniqueiras. Pelo menos estava de bicicleta. “Não sabia que tinha estragado. Se eu soubesse não teria almoçado, porque pedalar de barriga cheia é mais difícil. Mas é o jeito. Não consigo entrar de bicicleta no ônibus”, relata. O estudante Marcus Vinícius Soares, 23 anos, estava na estação Águas Claras e precisava retornar à Asa Sul, onde mora. “Uso metrô diariamente. Vai ser difícil voltar para casa, porque em Águas Claras não tem tantas opções de ônibus. Fui pego de surpresa”, lamenta. Já Maria de Jesus, Ricardo Aguiar, Gil Macedo e Lucilene Vieira não se conheciam, mas na hora do aperto resolveram dividir a conta do transporte particular até o Guará. “Ficou R$ 8 para cada. De lá vamos ter que pagar outra passagem até a estação Central e, de lá, pegar mais ônibus para chegar ao serviço”, critica a autônoma Lucilene Vieira. A estimativa da mulher é de que só ontem ela gastaria pelo menos R$ 20. “Quem vai pagar? Eu”, completa. A reclamação da autônoma é ainda em relação aos problemas que os usuários do metrô enfrentam diariamente. “Se pudesse dar nota para o metrô, eu daria sete, porque para algo ele serve. Mas é um trem lotado, que muitas vezes tem confusão, bagunça, demoram a resolver o problema, sujeira”, exemplifica. “O problema é que a população fica calada. Eles veem a placa e saem calados, sem reclamar com um funcionário. Melhor fechar todas”, acrescenta. Cartel Em dezembro passado, o Ministério Público do Distrito Federal moveu uma ação civil pública contra a empresa que prestava serviços de manutenção do sistema metroviário da capital. O argumento da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público (Prodep) era de que a Siemens formou um cartel para fraudar a licitação para a contratação dos serviços, segundo investigação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Na época, o Ministério Público requereu um valor de quase R$ 240 milhões pelo atos ilícitos. Do montante, R$ 119 milhões foram por danos materiais – valor equivalente a 25% do total recebido pela Siemens ao longo dos seis anos de participação no Contrato nº 16/2007. O restante foi requerido para danos morais coletivos.

Link Notícia: http://www.jornaldebrasilia.com.br/cidades/descarrilamento-remete-falhas-que-vao-desde-cotidianas-escandalos-milionarios/

PF apreende 355 kg de droga em aeroporto em menos de 60 dias
Data: 01/03/2018

Na tarde de quarta (28) e madrugada de hoje (1°), quatro pessoas foram presas por tráfico de entorpecentes no Aeroporto Internacional de Guarulhos

A Polícia Federal prendeu cinco pessoas entre a tarde de quarta-feira (28) e a madrugada desta quinta-feira (1°), no Aeroporto Internacional de São Paulo. Destas, quatro por posse de drogas e um desembarcando com 52 aparelhos celulares não declarados. Somente em janeiro e fevereiro, o órgão apreendeu 355 kg de drogas somente com passageiros no aeroporto. Na tarde de ontem (28), um brasileiro desembarcou de voo procedente de Orlando, nos Estados unidos, e, ao passar pelo canal de inspeção “nada a declarar”, foi selecionado por servidores da Receita Federal para inspeção das bagagens e busca pessoal. Com o passageiro foram encontrados seis celulares novos e, ocultos dentro de uma CPU de computador, havia mais 46 aparelhos. Os policiais federais foram acionados e o suspeito, de 37 anos, foi preso pela tentativa de iludir o pagamento dos impostos devidos sobre os produtos que ocultava. O valor estimado dos produtos apreendidos é de 35 mil dólares. No final da noite, agentes abordaram duas passageiras, brasileiras de 32 e 25 anos, que aguardavam na sala de embarque para voo com destino a Frankfurt, na Alemanha. Nas bagagens foi detectada a existência de material suspeito. Dentro de fundos falsos encontrados nas malas das passageiras havia, somados os volumes, quase 16 Kg de cocaína. As mulheres, que confessaram saber o que transportavam, foram presos. Já na madrugada de hoje (1°), foram realizadas outras duas prisões por tráfico internacional de drogas. Com um homem, nacional da Palestina e 23 anos, policiais encontraram seis volumes contendo cocaína. A droga estava oculta nos puxadores das malas. O total apreendido somou mais de um quilo. O destino da droga era a cidade de Beirute, no Líbano. Uma passageira, que desembarcou de voo procedente da cidade de Casablanca, no Marrocos, foi abordada por servidores da Receita Federal que localizaram um volume contendo um pó suspeito nas estruturas de sua mala. Os policiais federais foram acionados e a suspeita, uma brasileira de 27 anos, foi presa após os peritos identificarem o pó como anfetamina, cujo volume total superou dois kg. A PF no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, registra um volume apreendido de 355 Kg de drogas nos dois primeiros meses do ano somente com passageiros, sendo que 43 % deste volume foi apreendido com pessoas do sexo feminino. Em 2017, nesse mesmo período, o volume apreendido com passageiros totalizou 152 Kg. Os presos serão encaminhados aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/fotos/pf-apreende-355-kg-de-droga-em-aeroporto-em-menos-de-60-dias-01032018#!

Os Piratas do Amazônia: os ribeirinhos
Data: 01/03/2018

Exclusivo! Câmera Record revela detalhes inéditos sobre o caso e investiga como agem as quadrilhas que impõem medo aos ribeirinhos

O último episódio da websérie Os Piratas da Amazônia revela as principais vítimas dos piratas da Amazônia: os moradores de comunidades ribeirinhas. Famílias destruídas pela violência dos criminosos. E que, na ausência do Estado, precisam se defender por conta própria. Só no Pará, foram 104 ataques de piratas em 2017, segundo a polícia. Já o número de assaltos nos trechos Manaus-Belém e Manaus-Porto Velho quadruplicou de 50, em 2015, para mais de 200, em 2016, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários do Amazonas. A Sintraqua estima que, por ano, o prejuízo com os roubos seja superior a R$ 100 milhões. Mas os mais afetados são os ribeirinhos, assustados com o terror imposto pelos piratas, que sequestram e matam inocentes. Em depoimento emocionado, viúva destaca o grau de violência usado na morte do marido. "Nem cachorro você mata como mataram o meu marido". E mais: você vai saber como um homem se defende dos piratas: "Eu peguei a espingarda, fiz a pontaria e atirei". É imperdível! É exclusivo! E você só vê aqui, no Câmera Record, nesta quinta, logo depois do Jornal da Record "Os Piratas da Amazônia".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/os-piratas-do-amazonia-os-ribeirinhos-01032018

Frio intenso já causou 48 mortes na Europa; veja fotos da nevasca
Data: 01/03/2018

Neve, gelo e frio intenso deixaram mortos em pelo menos dez países. Na Escócia, mais de mil veículos ficaram presos em estrada por horas

A onda de frio intenso que atinge a Europa no final do inverno no Hemisfério Norte já deixou um rastro de 48 mortos em 10 países, de acordo com a rede de notícias alemã Deutsche Welle. As nevascas e temperaturas muio abaixo do normal para esta época do ano foram provocadas por um sistema climático vindo da Sibéria que está sendo chamado de Besta do Leste. Ainda de acordo com o levantamento da Deutsche Welle, 21 pessoas morreram na Polônia, 6 na República Tcheca, 5 na Lituânia, 4 na França e outras 4 na Eslováquia. Na Itália, Sérvia e na Romênia, foram registradas duas mortes em cada país, além de uma vítima na Eslovênia e outra na Holanda. Na foto, uma mulher tenta liberar carros soterrados por vários centímetros de neve na cidade de Saint-Chaffrey, nos alpes franceses. Na Escócia, mais de mil automóveis ficaram presos na neve e no gelo em uma estrada que liga a capital Glasgow a Falkirk. Os motoristas tiveram de dormir dentro dos carros, em temperaturas de vários graus abaixo de zero. Na manhã desta quinta-feira (1), 300 carros ainda estavam presos na estrada. A Irlanda está em estado de alerta vermelho por conta do clima. A chegada da tempestade Emma, prevista para esta quarta-feira, irá somar mais neve e vento ao frio extremo que já atingia o país por conta do sistema climático siberiano conhecido como Besta do Leste. A Inglaterra também se prepara para o encontro entre a frente fria siberiana chamada Besta do Leste com a tempestade Emma, que deve piorar as condições do clima na região sul do país. Na Suíça, muitos voos foram cancelados e aeroportos seguem fechados ou com operações restritas por conta da grande quantidade de neve acumulada nas pistas e do vento forte.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/fotos/frio-intenso-ja-causou-48-mortes-na-europa-veja-fotos-da-nevasca-01032018#!/foto/6

EUA cogitam sanções contra empresas de petróleo da Venezuela
Data: 01/03/2018

Para aumentar pressão contra Maduro, candidato a reeleição, algumas medidas podem ser adotadas antes da eleição de abril

O governo dos Estados Unidos cogita impor sanções contra uma empresa de serviços petrolíferos da Venezuela comandada pelos militares para aumentar a pressão sobre o presidente Nicolás Maduro, disse uma autoridade dos EUA na quarta-feira (28). Washington também pensa em restringir a cobertura de segurança para carregamentos de petróleo venezuelano. Como Maduro concorrerá a um novo mandato nas eleições em abril, rejeitadas por Washington e seus aliados por considerarem o processo uma fraude, os EUA estão estudando sanções que mirariam o crucial setor petrolífero para além do que já foi feito, disse a autoridade à Reuters. Algumas medidas podem ser adotadas antes da votação e outras podem ser impostas posteriormente. Proibição de petróleo venezuelano nos EUA O funcionário, que está a par das deliberações internas de Washington sobre a política para a Venezuela e falou sob condição de anonimato, não descartou uma futura proibição total a carregamentos de petróleo venezuelano para os EUA, o que representaria uma das sanções mais duras ligadas à commodity. "Acho (que causaria) um choque bem forte no mercado de petróleo no curto prazo", afirmou a autoridade. O funcionário enfatizou que nenhuma decisão foi tomada e que qualquer ação norte-americana levará em consideração o dano em potencial aos venezuelanos comuns, já sofrendo com uma escassez de alimentos e hiperinflação, e aos vizinhos do país, além do impacto para a indústria petrolífera dos EUA e os consumidores norte-americanos. Venezuela é 4a fornecedora de petróleo para os EUA A Venezuela foi a quarta maior fornecedora de petróleo aos EUA em 2017, de acordo com a Agência de Informações sobre Energia, mas no ano passado suas vendas de petróleo para os EUA foram as mais baixas desde 1991, segundo dados de fluxo comercial da Thomson Reuters. "Sanções ao petróleo não são adotadas levianamente", disse a autoridade. "Esta seria uma escalada bem forte na política dos EUA, seja uma sanção completa ao petróleo ou a adoção de medidas graduais diferentes." O governo dos EUA também estuda sanções contra outras figuras políticas e militares de alto escalão da Venezuela, como Diosdado Cabello, o número dois do governista Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), segundo a autoridade. Especialistas afirmam que sanções individuais têm tido pouco ou nenhum efeito sobre as políticas de governo da Venezuela. O próprio Maduro, sancionado no ano passado, desdenha constantemente da desaprovação de Washington e culpa o "império" norte-americano pelos problemas econômicos de sua nação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/eua-cogitam-sancoes-contra-empresas-de-petroleo-da-venezuela-01032018

Putin apresenta armamento nuclear que 'inutiliza' escudo antimísseis
Data: 01/03/2018

Presidente surpreendeu ao falar longamente da capacidade armamentista russa e de tensões leste-oeste, num discurso que se esperava ser voltado à eleição presidencial que acontece este mês.

A Rússia desenvolveu armas nucleares que podem evitar sistemas antimísseis e planeja reforçar seu arsenal com mísseis intercontinentais capazes de atingir qualquer ponto do globo, afirmou nesta quinta-feira (1º) o presidente Vladimir Putin em seu discurso anual sobre o estado da Nação. Ele também advertiu que Moscou consideraria qualquer ataque nuclear, de qualquer tamanho, contra ele ou seus aliados, um ataque à Rússia que levaria a uma resposta imediata. Falando no salão de exposições de Manege, em Moscou, Putin apresentou os objetivos da Rússia para os próximos seis anos, com a ajuda de infográficos e vídeos animados. Ele se concentrou no desenvolvimento da economia, infra-estrutura, saúde e educação na Rússia. A menos de 3 semanas da eleição presidencial, em que pretende garantir novo mandato, a expectativa era de que seu discurso seguisse uma linha de campanha, em vez de fazer o tradicional panorama governamental que acontece todos os anos. Mas, numa guinada inesperada, o presidente dedicou quase trinta minutos de sua fala de duas horas para discutir - e exibir em uma série de vídeos - as novas capacidades de mísseis nucleares da Rússia. "Ninguém no mundo tem algo igual, por enquanto. É algo fantástico!", afirmou o líder russo. Redução da pobreza Além da fala sobre armas, Putin prometeu nesta quinta melhorar o nível de vida dos russos e reduzir à metade o nível de pobreza "inadmissível" durante o mandato de seis anos que provavelmente receberá nas eleições de 18 de março. O presidente destacou a importância no investimento em infraestruturas e saúde para evitar que o país fique atrasado, o que no seu entender seria o "principal inimigo". "Os próximos anos serão decisivos para a vida do país", afirmou o presidente, que considera "essencial o desenvolvimento do bem-estar". "Temos que resolver uma das tarefas chave da próxima década: garantir um crescimento seguro, a longo prazo uma renda real aos cidadãos e reduzir a taxa de pobreza no mínimo à metade em seis anos", declarou Putin. O número de pobres no país caiu, segundo Putin, de 42 milhões no ano 2000 a quase 20 milhões atualmente. A tendência de queda desacelerou em seu último mandato (2012-2018) em consequência da recessão econômica. "O atraso, este é o nosso inimigo", disse Putin, que enfatizou a importância dos avanços tecnológicos para que a Rússia, com um "potencial colossal", não fique de fora da "revolução tecnológica". Putin está há mais de 18 anos no comando da Rússia, como presidente ou primeiro-ministro. Agora é candidato a um quarto mandato de seis anos nas eleições presidenciais de 18 de março, que provavelmente vencerá ante a falta de uma oposição forte.

Link Notícia: https://g1.globo.com/mundo/noticia/putin-apresenta-armamento-nuclear-que-inutiliza-escudo-antimisseis.ghtml

Confidente de Trump, diretora de comunicação da Casa Branca renuncia
Data: 01/03/2018

Hope Hicks disse a comissão do caso russo que 'contava mentirinhas pelo presidente'

WASHINGTON - A diretora de comunicação da Casa Branca, Hope Hicks, anunciou sua renúncia ao cargo, apenas um dia após dar um controverso depoimento à Comissão de Inteligência da Câmara, que investiga se houve conluios entre a campanha de Donald Trump e a Rússia. Aos 29 anos, ela é considerada uma das pessoas com melhor interlocução com o presidente na Casa Branca. O anúncio da saída foi dado pela porta-voz Sarah Huckabee Sanders a jornalistas após o "New York Times" adiantar a notícia. Ela divulgou uma nota na qual Trump lamenta a saída da diretora. "Hope é acima da média e fez um grande trabalho nos últimos três anos", disse Trump em comunicado. "Ela é esperta e prevenida, uma grande pessoa. Sentirei falta de tê-la ao meu lado, mas quando ela me abordou sobre buscar outras oportunidades, totalmente compreendi. Tenho certeza que trabalharemos juntos de novo no futuro." De acordo com fontes da Casa Branca ouvidas pelo "NYT", Hicks já vinha considerando deixar o cargo há meses. Ela teria dito a colegas que já havia alcançado o que buscava "com um emprego que fez dela uma das pessoas mais poderosas em Washington". Hicks compareceu nesta terça-feira a uma audiência de oito horas a portas fechadas no Congresso sobre a ingerência russa nas eleições, mas se negou a responder a várias perguntas. Ela se limitou a responder às perguntas aprovadas anteriormente, de acordo com os membros da comissão, assim como fizeram outros conselheiros do círculo de Trump que compareceram, como o ex-estrategista-chefe da Casa Branca Steve Bannon. No entanto, Hicks deixou escapar que o trabalho "ocasionalmente requeria dela que contasse mentirinhas", relataram congressistas que estavam na audiência. Após consultar seus advogados, segundo o "New York Times", ela insistiu que jamais mentiu sobre assuntos que envolvem a interferência russa na eleição, ciente de um possível perjúrio. — Quando perguntada especificamente se foi instruída a mentir pelo presidente, ou pelo então candidato (presidencial), sobre a Rússia, a pergunta foi não — esclareceu o deputado republicano Tom Rooney. A comissão já realizou várias audiências sobre a possível interferência russa nas eleições e os vínculos entre a campanha de Trump e Moscou, mas não conseguiu grandes avanços devido à disputa entre os republicanos leais ao presidente e os democratas que pressionam a Casa Branca. Ex-modelo, Hicks se tornou diretora de comunicação do governo aos 28 anos, após se juntar à campanha presidencial de 2016 mesmo sem experiência política. Antes de trabalhar na campanha, já estava presente nos negócios da família do presidente americano como assessora da marca de sua filha mais velha, Ivanka Trump. PUBLICIDADE Ela acabou se tornando um dos funcionários de alto escalão na Casa Branca de Trump que mais duraram no cargo — os principais cargos internos tiveram demissões e renúncias. Relatos na imprensa dão conta de que o presidente costuma confiar em Hicks tanto quanto em assessores membros de sua família, como a filha Ivanka e o genro Jared Kushner. Hicks é namorada do ex-assessor da Casa Branca Rob Porter, que acabou demitido recentemente após a revelação de denúncias de agressões dele contra duas ex-mulheres que haviam sido abafadas pelo governo.

Link Notícia: https://oglobo.globo.com/mundo/confidente-de-trump-diretora-de-comunicacao-da-casa-branca-renuncia-22443129

Corinthians estreia na Libertadores com empate contra Millonarios
Data: 01/03/2018

No El Campín, jogo teve boas oportunidades para colombianos e comandados de Fábio Carille, mas terminou sem gols

Corinthians e Millonarios se enfrentaram nesta quarta-feira (28), em Bogotá, pela 1ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores de 2018. Apesar do jogo movimentado, com boas chances para os dois lados, a partida terminou empatada por 0 a 0 e o time de Fábio Carille volta ao Brasil com um ponto conquistado. Pela outra partida do Grupo 7, o Deportivo Lara recebe o Independiente nesta quinta-feira, em jogo que pode definir o líder da chave na 1ª rodada. Na próxima rodada, no dia 14 de março, o Corinthians recebe o Deportivo Lara, no Itaquerão. O Millonarios, por sua vez, visita o Independiente, em Buenos Aires, no dia 15. A primeira etapa foi marcada pela superioridade do Millonarios, que abusaram dos cruzamentos e assustaram a defesa corintiana em diversas ocasiões. Os donos da casa, porém, pecaram nas finalizações. O time de Fábio Carille chegou com perigo pela primeira vez aos 30 minutos, quando Romero recebeu na área e chutou fraco para a defesa de Fariñez. Aos 42, o lance mais perigoso dos primeiros 45 minutos. De Los Santos recebeu cruzamento e desviou para a pequena área, mas Cássio afastou. Na sequência, após bola alçada por Silva, Del Valle surgiu sozinho, mas cabeceou para fora. Após susto, Corinthians melhora no segundo tempo Ao início da etapa final, o Corinthians quase viu o primeiro gol dos colombianos. Huérfano recebeu passe na cara do gol e tentou buscar o ângulo. No entanto, chutou para fora. Depois da chance perdida pelos adversários, os alvinegros melhoraram no jogo. Aos 17 minutos, a grande oportunidade do jogo: após cruzamento de Jadson e bate e rebate na área do Millonarios, Henrique pegou a sobra, girou e encheu o pé, mas a bola explodiu no travessão. Em contra-ataque corintiano, aos 28, Jadson passou pela zaga, levou a bola para o meio e chutou colocado, e a bola foi para fora. Aos 46, Jadson quase marcou. Livre na grande área, o camisa 10 recebeu cruzamento e chutou cruzado, mas Fariñez espalmou para fora e fez ótima defesa. O lance foi anulado por impedimento. No minuto final, mais um lance perigoso, mas desta vez para os donos da casa. De fora da área, Carrillo chutou cruzado, com força, e a bola passou ao lado do gol de Cássio. Sem Rodriguinho, Carille usou Matheus Vital Com Rodriguinho suspenso por expulsão contra o Racing na Sul-Americana de 2017, Matheus Vital substituiu o meia titular. O ex-vascaíno apareceu pouco na construção de jogadas do time de Carille, mas não comprometeu. Foi a terceira partida do jovem atleta com a camisa alvinegra. O goleiro Cássio e os volantes Renê Júnior e Gabriel foram os jogadores corintianos a levarem o cartão amarelo na partida. Cadavid, Duque e Domínguez, pelo lado dos colombianos, foram os amarelados. MILLONARIOS 0 X 0 CORINTHIANS MILLONARIOS - Fariñez; Banguero, De los Santos, Cadavid e Palacios; Domínguez, Duque e Silva (Carrilo); Huérfanos (Montoya), Quiñones (Ovelar) e Del Valle. Técnico: Miguel Ángel Russo. CORINTHIANS - Cassio; Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon; Gabriel, Renê Júnior, Jadson, Clayson (Júnior Dutra), Mateus Vital (Sheik) e Romero (Lucca). Técnico: Fábio Carille. ÁRBITRO - Roddy Zambrano (EQU). CARTÕES AMARELOS - Renê Junior, Domínguez, Gabriel, Cadavid, Cássio e Duque. RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio El Campín, em Bogotá (COL).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-estreia-na-libertadores-com-empate-contra-millonarios-01032018

Flamengo e River Plate empatam na estreia da Copa Libertadores 2018
Data: 01/03/2018

Henrique Dourado e Everton deixaram Rubro-Negro na frente duas vezes, mas Rodrigo Mora e Mayada garantiram 2 a 2 no Engenhão sem torcida

Dois dos principais times do continente, Flamengo e River Plate estrearam nesta quarta-feira (28), na Copa Libertadores. O jogo sem torcida no Nilton Santos, o Engenhão, tirou um pouco do charme do confronto. Depois de um primeiro tempo ruim, as duas equipes empataram por 2 a 2. Ainda pelo Grupo 4, o Santa Fé-COL pega o Emelec-EQU, em Medellín, nessa quinta. O primeiro tempo só não foi mais assustador que o sorriso de De La Cruz após dividida com Jonas. O uruguaio do River Plate perdeu um dente após dividida com o volante. No mais, Diego Alves e Armani pouco trabalharam. O gol mesmo saiu só aos 8 minutos do segundo tempo, e de pênalti. Henrique Dourado, claro, cobrou com perfeição e abriu o placar. Mas dois minutos depois, foi a vez do River marcar, com Rodrigo Mora, de cabeça. A defesa rubro-negra reclamou de impedimento. Com o mando de campo, o Flamengo de Carpegiani partiu para cima dos argentinos. A pressão deu certo e Everton marcou aos 21 minutos, após boa jogada de Lucas Paquetá. Já nos minutos finais, o River mostrou o quanto sabe jogar a Libertadores. Mayada chutou de longe, no canto de Diego Alves e empatou a partida. Já pela segunda rodada, o Flamengo pega o Emelec em 14 de março, no Equador. O próximo compromisso do River é só em 5 de abril, contra o Santa Fé, da Colômbia, em Buenos Aires. FLAMENGO 2 x 2 RIVER PLATE FLAMENGO - Diego Alves; Pará (Rodinei), Réver, Juan e Renê; Jonas (Romulo), Lucas Paquetá, Diego e Everton Ribeiro; Everton (Willian Arão) e Henrique Dourado. Técnico: Paulo César Carpegiani. RIVER PLATE - Franco Armani; Montiel, Maidana, Martínez e Saracchi; Ponzio, Zuculini (Mayada) e Enzo Pérez (Scocco), De la Cruz (Quintero); Mora e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Gallardo. GOLS - Henrique Dourado (pênalti), aos 8, Mora, aos 10, Everton, aos 21, e Mayada, aos 41 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Maidana, Martínez, Diego, Zuculini, Henrique Dourado, Everton, Réver. ÁRBITRO - Michel Espinoza (Fifa/Peru). RENDA E PÚBLICO - Não houve. LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/flamengo-e-river-plate-empatam-na-estreia-da-copa-libertadores-2018-01032018

Neymar chega ao Brasil e passará por cirurgia no sábado, em BH
Data: 01/03/2018

"Ainda não temos o horário certo, mas será no sábado, em Belo Horizonte"

Neymar desembarcou na manhã desta quinta-feira (1) no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, junto com o médico da seleção brasileira Rodrigo Lasmar e do cirurgião Gérard Saillant, representante do Paris Saint-Germain. O jogador será operado no sábado, em Belo Horizonte, para corrigir uma fratura no pé direito. "Ainda não temos o horário certo, mas será no sábado, em Belo Horizonte", disse Lasmar em entrevista à TV Globo. "O importante agora é ele recuperar da viagem, que foi bastante cansativa. Essa questão da logística será acordada, mas ele chegará em BH na véspera da cirurgia", complementou. Lasmar evitou dar um prognóstico específico sobre o tempo de recuperação do atleta. Mas a expectativa é que fique fora dos gramados entre dois e três meses. "Isso depende da individualidade do jogador. Depois da cirurgia, vamos acompanhar o passo a passo", informou o médico da seleção brasileira. Neymar colocará um pino para corrigir a fratura no quinto metatarso do pé direito. Ele se machucou na vitória sobre o Olympique de Marselha, domingo, pelo Campeonato Francês. Os exames iniciais não haviam apontado a fratura. Certo é que ele não entrará em campo no duelo de volta das oitavas de final contra o Real Madrid, dia 6 de março, na França, pela Liga dos Campeões. A expectativa é que o craque brasileiro volte aos gramados apenas em maio, um mês antes da Copa do Mundo. Assim, ele participaria apenas nas rodadas finais do Campeonato Francês. Ele também poderia estar disponível para as semifinais da Liga dos Campeões, caso o Paris Saint-Germain avance na competição. O jogador também ficará de fora dos amistosos da seleção brasileira contra Alemanha e Rússia, nos dias 23 e 27 de março, respectivamente. O técnico Tite adiou a convocação que aconteceria nesta sexta-feira para o dia 12.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/neymar-chega-ao-brasil-e-passara-por-cirurgia-no-sabado-em-bh-01032018

Em boa fase, Santos encara altitude de Cuzco em estreia na Libertadores
Data: 01/03/2018

O Santos entra em campo nesta quinta-feira (1) para encarar o Real Garcilaso, às 19h15 (horário de Brasília), em Cuzco, pela Copa Libertadores

O Santos entra em campo, nesta quinta-feira (1), no seu melhor momento neste início de temporada. Embalado por uma sequência de três vitórias no Campeonato Paulista e pela grande fase do seu artilheiro, o time encara o Real Garcilaso, às 19h15 (horário de Brasília), em Cuzco, para a sua estreia na fase de grupos da Copa Libertadores. Após um começo irregular do Santos em 2018, o técnico Jair Ventura conseguiu encontrar seu time-base, mesmo sem poder contar desde a primeira rodada do Paulistão com o atacante Bruno Henrique, ainda em recuperação de lesões no olho, e levou a equipe a emplacar três triunfos em sequência, um deles em clássico contra o São Paulo. Essa série foi embalada pela grande fase de Gabriel Barbosa, o Gabigol. O atacante marcou quatro gols nos quatro jogos que disputou desde que voltou ao Santos, cedido por empréstimo pela Inter de Milão. Mas acabou se tornando problema de última hora por causa de dores provocadas por uma pancada recebida no jogo de domingo com o Santo André. Não deve ser, no entanto, problema para a estreia santista na Libertadores. Se o ataque já conta com um artilheiro, o sistema defensivo também não vem mais trazendo preocupações a Jair, tanto que o time não foi vazado nesta última sequência de vitórias. E ele ainda terá retornos importantes ao time, do volante Renato e do atacante Copete, que não enfrentaram o Santo André no fim de semana. O cenário santista, portanto, é bom, mas os jogadores sabem que ainda precisam fazer muito mais para que seja possível afastar de vez a desconfiança do começo do ano, quando o time sofria com a saída de vários nomes de peso. "Ainda temos que melhorar muita coisa. Vamos trabalhar para conseguir nossos objetivos", disse David Braz. Ainda que seja apenas a estreia, o jogo com o Real Garcilaso é importante para o Santos por ser contra o único participante do Grupo 6 que nunca foi campeão da Libertadores - o uruguaio Nacional e o argentino Estudiantes completam a chave. Por isso, os duelos com o time peruano podem ser um fator desequilibrador no momento de definição dos classificados às oitavas de final. Os efeitos da altitude de cerca de 3.400 metros de Cuzco são a maior preocupação do Santos, com a comissão técnica optando por nem realizar treinos no local do jogo. O time, aliás, tem má lembrança da sua última passagem pela cidade, em 2003, quando foi eliminado pelo Cienciano nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Naquela oportunidade, o time peruano tinha o argentino Óscar Ibáñez como seu goleiro - hoje, ele é o técnico do Real Garcilaso. Em razão da altitude, as finalizações de fora da área preocupam o Santos para o duelo desta quinta-feira. "Sabemos que o chute de fora da área parece que está na entrada da área por causa da força da altitude. São detalhes que estão no nosso conhecimento. Temos que superar tudo isso em busca de uma vitória na estreia", avisou Jair. O time peruano se classificou à Libertadores ao ser vice-campeão peruano em 2017. Mas o time não faz boa campanha neste ano, com apenas quatro pontos somados nas quatro rodadas iniciais, o que inclui a derrota para o Academia Cantolao no seu compromisso anterior. Mas o Real Garcilaso espera superar a fase irregular com uma vitória sobre um rival de peso. "Vamos enfrentar um campeão da Libertadores. Temos que jogar bem porque temos a altitude conosco", disse o meio-campista Jhonny Vidales, revelando que os efeitos do ar rarefeito serão explorados pelo Real Garcilaso, que está de volta à Libertadores após quatro anos sem disputá-la.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/em-boa-fase-santos-encara-altitude-de-cuzco-em-estreia-na-libertadores-01032018

Agropecuária foi responsável por crescimento da economia em 2017
Data: 01/03/2018

Com safra recorde no campo, setor registrou melhor resultado desde 1996, quando IBGE começou a série histórica

A agropecuária cresceu 13% em 2017 e puxou para o terreno positivo os números do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. O setor registrou o melhor resultado desde 1996, quando o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) iniciou a série histórica. Os dados do PIB divulgados nesta quinta-feira (1º) mostram que a economia do país cresceu 1% no ano passado. A supersafra do ano passado foi decisiva para a a economia brasileira, segundo o economista Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV (Fundação Getulio Vargas). — Houve uma safra muito boa de grãos e grande parte das nossas exportações tem a ver com exportações do setor agrícola. [...] Todo mundo estava achando há pouco tempo que a safra de 2018 não seria tão boa. Isso poderia mostrar o PIB da agropecuária decrescendo. Mas isso passou e a safra deverá ser tão boa ou melhor do que no ano anterior, que já foi um recorde. A colheita recorde no campo também ajudou internamente, porque baixou o preço dos alimentos, que pressionam a inflação, especialmente para os mais pobres. Gastando menos com alimentação, as famílias puderam retomar o consumo, ainda que de modo lento. O consumo das famílias cresceu 1% em 2017. O economista Claudio Considera acrescenta que esse movimento é fundamental para a retomada econômica. "Em torno de 60% do PIB vêm consumo das famílias", observa. Consumo das famílias O consumo das famílias cresceu 1% em 2017. O economista Claudio Considera acrescenta que esse movimento é fundamental para a retomada econômica. "Em torno de 60% do PIB vêm consumo das famílias", observa. Já o professor de economia da PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e do Ibmec-RJ Mauro Rochlin diz que além da redução da inflação, outros fatores contribuíram para que os brasileiros retomassem o consumo no ano passado. — Tivemos a liberação das contas inativas do FGTS, aumento da massa salarial e uma melhora no crédito, com redução dos juros.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/agropecuaria-foi-responsavel-por-crescimento-da-economia-em-2017-01032018

Aposentados que perderam prova de vida devem ir à agência do INSS
Data: 01/03/2018

Beneficiários devem solicitar a reativação dos pagamentos, recebendo também os valores retroativos do período que não recebeu

Os brasileiros que não realizaram a prova de vida do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) até quarta-feira (28) vão começar a ser bloqueados. Segundo o INSS, é preciso ir até uma agência da instituição para regularizar a situação. Os aposentados e pensionistas devem pedir a reativação do pagamento e solicitar os valores suspensos. A lista de agências está disponível no site do INSS. As agências bancárias determinam qual a data da prova de vida de acordo com o que é mais benéfico para o funcionamento da instituição. O prazo de 28 de fevereiro convocava os brasileiros que não realizaram a prova de vida há mais de um ano. A comprovação continua acontecendo normalmente para os aposentados e pensionistas que estão respeitando as datas dos bancos. Algumas agências bancárias optam pela data do aniversário do beneficiário, outras utilizam a data de aniversário do benefício, e ainda há aquelas que convocam o beneficiário um mês antes do vencimento da última Comprovação de Vida realizada. Caso o beneficiário perca o prazo da prova de vida, ele tem até dois meses a partir da data do último aviso do INSS. É preciso ir até a agência bancária em que recebe o pagamento e realizar a prova. Depois disso, precisa recorrer à agência do INSS. O que é a prova de vida? A prova de vida é uma comprovação anual que garante que o beneficiário continue recebendo a aposentadoria. Ela é necessária para todos os brasileiros que recebem por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. O procedimento padrão exige que o beneficiário compareça na agência bancária em que recebe a aposentadoria e mostre um documento original com foto. Algumas instituições também podem pedir a confirmação por meio do cadastro biométrico. Em 2017, 112.729 mil benefícios foram suspensos por causa da ausência da prova de vida, gerando economia de R$ 1,2 bilhão. O presidente Michel Temer foi um dos beneficiários que perdeu a prova de vida e, por isso, teve a aposentadoria suspensa temporariamente. Temer é aposentado como procurador do Estado de São Paulo e recebe R$ 20 mil mensais. Ele já regularizou a situação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/aposentados-que-perderam-prova-de-vida-devem-ir-a-agencia-do-inss-01032018

Os negócios criados pelo wellness, nova moda que agita o mercado da alimentação
Data: 01/03/2018

Busca pelo termo "wellness" (bem-estar, em português) no Instagram revela um número impressionante de 15.315.754 posts

A indústria da perda de peso tem uma nova estrela: o "wellness". Uma busca do termo, que significa "bem-estar" em português, no Instagram revela um número impressionante de 15.315.754 posts. O mercado do wellness está explodindo, mas há alguma ciência por trás dele? A verdade é que conceito inclui uma variedade de coisas, desde comer mais legumes e verduras até, no outro extremo, excluir certos grupos de alimentos e adotar um estilo de vida completamente diferente. Muitas pessoas na indústria não gostam de reduzir wellness a uma dieta, mas Louise Foxcroft, uma historiadora e escritora do livro Uma História da Dieta de Mais de 2000 anos, discorda. "Há diversas dietas para o público em geral, e o wellness é mais uma maneira holística de encarar um estilo de vida saudável. Quer eles digam que isso é uma dieta ou não, é uma dieta sim. É um regime para se viver e a ideia é que você seja magro, porque ser saudável é visto como ser magro, então não há como fugir disso." Oportunidades de negócios Não faltam empresas desenvolvendo produtos para atender à moda. Rebekah Hall, fundadora e CEO da empresa de bebidas Botanic Lab, trabalhou no setor bancário por dez anos antes de lançar sua própria empresa para capitalizar no então novo mercado. O Refuel, por exemplo, é um produto da empresa que consiste em um líquido preto que, de acordo com o rótulo, "é uma mistura hipertônica com doses medicinais de carvão, um pouco de erva bruta da cana-de-açúcar e um toque cítrico de yuzu cru". Será que as pessoas estão consumindo bebidas como essas porque parece uma maneira mais fácil de ser saudável do que sair de casa e fazer exercícios? "Todo mundo quer uma solução rápida. E se você pode dar a alguém algo que deixe de lado o trabalho e a confusão, isso é ótimo, e é parte do que fazemos", diz Hall. "Mas as bebidas também têm uma função real, são usadas por vários times de esportes no Reino Unido, como equipes de futebol da Premier Ligue que querem ajudar a energizar o corpo (dos atletas) depois do exercício, mas não necessariamente querem açúcar refinado e ingredientes processados." Mas o que acontecerá quando as pessoas se cansarem do wellness e começarem a seguir novas modas de saúde e fitness? "Há modas dentro do wellness", diz Hall. "Há um novo superalimento toda semana, mas eu acho que wellness, como um termo guarda-chuva, não irá embora. As pessoas querem longevidade, 'qual é o elixir da vida, como eu consigo viver mais tempo?', e a busca disso está dirigindo as escolhas que fazemos em termos de estilo de vida, bebida e comida." Um mercado diverso Em uma visita à Stylish Live, uma mostra de estilo de vida em Londres com 200 bancas, dezenas de palestrantes e cerca de 20 mil visitantes, mostra a impressionante variedade de escolhas para pessoas interessadas em produtos da onda wellness. Uma das participantes, a LA Brewery, fundada por Louise Avery, produz a bebida kombucha, que rapidamente está se tornando uma favorita nos círculos wellness. "A kombucha originalmente era bebida há 2000 anos na China, era uma tônica saudável. E eu desenvolvi uma kombucha que vendo como se fosse um refrigerante", diz ela. "No processo de fermentação temos que usar apenas ingredientes muito simples, como chá, açúcar, que é fermentado no processo, e eu então acrescento frutas frescas. No fim você tem essa bebida amarga, deliciosa e gasosa que é saudável, não há nada (ruim) ali, faz bem para você." Outras empresas alcançam o sucesso ao excluir certos ingredientes dos seus produtos. Jamie Keeble trabalha para a Heck Sausages, que vende frango e linguiças de porco sem glúten. Muitos dos seus clientes são celíacos, ou seja, sofrem de uma doença autoimune causada por uma reação ao glúten, mas outros, como o próprio Keeble, apenas escolheu cortá-la da dieta. "Eu não sou intolerante ao glúten, mas prefiro não ingeri-lo porque faz me sentir um pouco diferente. Todo mundo tem essa ideia de que o glúten é maligno, então naturalmente acha que é algo que deve ser evitado", diz ele. 'Clean eating' O wellness também é frequentemente associado a outro termo da moda, o clean eating (alimentação limpa), ideia de que você deve consumir alimentos que são minimamente processados. O que parece muito sensato - até que se torna obsessivo. Esse conceito e sua associação com a saúde tem seus críticos. A escritora e artista Daniella Isaacs tem feito uma apresentação polêmica em Londres, chamada "Hear me Raw", sobre sua experência com o regime do clean eating. Issacs foi uma grande fã dessa moda e foi atraída a ela porque deu "controle, estrutura e rotina" à sua vida, o que a levou a cortar glúten, leite, açúcar e carne de sua dieta. Mas ela acabou mudando de rumo, e hoje escreve sobre suas experiências. "É claro que há coisas maravilhosas no wellness. Mas quando ele se torna uma indústria dirigida pelo consumismo, não consegue nos dar as respostas que procuramos, as que verdadeiramente dão a você uma vida saudável." BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/os-negocios-criados-pelo-wellness-nova-moda-que-agita-o-mercado-da-alimentacao-01032018

Por que a recuperação da economia não impulsiona os pré-candidatos do governo à Presidência?
Data: 01/03/2018

PIB cresceu 1% depois de dois anos de queda. Número foi divulgado na manhã desta quinta-feira (1) pelo IBGE

Depois de dois anos em queda, o Produto Interno Bruto (PIB) voltou a crescer no ano passado, com alta de 1%, conforme os dados divulgados nesta quinta-feira pelo IBGE. Quando vai bem, a economia costuma ser aliada do governo nas urnas e nas pesquisas de popularidade. No entanto, os dados que mostram que a atividade está em recuperação no Brasil não têm praticamente surtido efeito sobre a rejeição recorde do presidente Michel Temer, apontada pelas pesquisas, ou sido suficientes para melhorar sua posição - ou daqueles ligados à sua administração - nas sondagens de intenção de voto. Tanto Temer quanto seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), não têm mais do que 2% da preferência do eleitorado, de acordo com o último levantamento do instituto Datafolha, divulgado em 31 de janeiro. Para economistas e cientistas políticos ouvidos pela BBC Brasil, o quadro se explica por um conjunto de razões, que vão desde o fato de Temer não ter sido eleito diretamente, passando pelas denúncias de corrupção envolvendo seu partido e levando em conta até a composição do crescimento em 2017, muito concentrado no agronegócio, e o nível ainda alto de desemprego. A economia está melhor — mas para quem? Grosso modo, metade do crescimento da economia do ano passado veio da agropecuária, pontua Fernando Sampaio, sócio-diretor da LCA Consultores — ou seja, praticamente 0,5 ponto percentual do crescimento de 1% veio do setor. O agro responde por apenas 5% do PIB, diz Sampaio. Se contabilizada toda a cadeia - desde a logística de escoamento da produção até seu beneficiamento pela indústria alimentícia —, o peso sobe para 15%. Conforme os dados do IBGE, esse componente do PIB cresceu 13% no ano passado, o maior percentual desde o início da série histórica, que começa em 1998. Isso significa que parte importante do impacto positivo da "riqueza" gerada pela economia no período - criação de emprego, aumento de consumo — ficou mais concentrado no interior do que nas grandes capitais, por exemplo, onde a maioria da população vive. "Foi um ano de recuperação bastante assimétrica", ele pondera. O fator-chave para explicar a "sensação de crise" que ainda predomina para milhões de brasileiros, contudo, é o mercado de trabalho, acrescenta Marcel Balassiano, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Apesar de a taxa de desemprego ter recuado gradativamente entre março, quando atingiu 13,7%, e dezembro, quando chegou a 11,8%, seu nível continua elevado. Foram, em média, 12,3 milhões de desempregados, 12,7% da força de trabalho, conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua referente a 2017. Em janeiro, conforme divulgado ontem pelo IBGE, a taxa cresceu para 12,2% - segundo economistas, o início do ano é um período em que tradicionalmente há uma procura maior por trabalho e, por isso, o desemprego geralmente aumenta. "A taxa de desemprego é a variável econômica que mais impacta na vida da população, mais até que a inflação", ressalta Balassiano. A economia chegou a gerar emprego no ano passado - vagas precárias, entretanto. Foram 263 mil novos postos, ainda de acordo com a Pnad Contínua, em meio a uma média de 90,6 milhões de brasileiros empregados. Desse total, apenas 34,2 milhões tinham carteira assinada, 950 mil menos do que em 2016. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), uma outra pesquisa que acompanha o mercado de trabalho (e contabiliza apenas as contratações e demissões com carteira assinada), mostra quadro semelhante. Em 2017, foram fechados 20,3 mil postos, o terceiro ano consecutivo de saldo negativo. No biênio 2015-2016, o país cortou 3 milhões de empregos formais. "As pessoas se esquecem do tamanho do tombo", pontua Christopher Garman, diretor para América Latina da consultoria Eurasia Group. Quem está empregado, por sua vez, tem visto a renda aumentar, mas essa alta se deve muito mais à queda da inflação, que eleva o poder de compra, do que de fato a reajustes maiores nos salários - mais um fator que tem impacto sobre a "sensação térmica" do brasileiro em relação à economia. Em 2017, a inflação acumulada em 12 meses recuou de 5,35% para 2,95% entre janeiro e dezembro. Quem teve correção do salário pelo IPCA no início do ano, por exemplo, viu os rendimentos crescerem cerca de 5%, enquanto, no decorrer do ano, o aumento dos preços foi perdendo ritmo, aumentando em menor velocidade. Voto econômico x voto ideológico "Quão boa tem que estar a situação para as pessoas reconhecerem que ela está boa de fato?", pondera o cientista político Adriano Codato, professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR). No ano passado, ele lembra, o salário mínimo - com "valor simbólico importante" - teve a menor correção em 24 anos, passando de R$ 937 para R$ 954, a conta de luz aumentou, com reajuste no valor das bandeiras tarifárias, e a gasolina ficou mais cara. "A melhora da economia ainda não aparece na ponta. Os indicadores macroeconômicos não necessariamente se refletem na vida das pessoas." A correlação entre economia e preferências eleitorais é observada na grande maioria dos países, diz Codato, em maior ou menor grau. No Brasil, um país de renda média, muito desigual e com parcela significativa da população vulnerável, a maioria escolhe seus candidatos em função do momento em que vive, da percepção que tem do governo, ele afirma, referindo-se ao que a ciência política batizou de teoria do voto econômico. O chamado voto ideológico, acrescenta ele, que é coordenador do Observatório de Elites Políticas e Sociais do Brasil, fica restrito ao topo da pirâmide - funcionários públicos e classes mais altas - e aos jovens. "São votos de extremos em vários graus." Nas eleições presidenciais de 1998, exemplifica Codato, o PSDB venceu com folga no Nordeste e reelegeu Fernando Henrique Cardoso, que ainda colhia os frutos da implementação do Plano Real e de programas assistenciais. Quatro anos depois, contudo, após uma crise forte em 2002, o Nordeste votou no PT e elegeu Lula pela primeira vez. Eleitores irritados Além da recuperação lenta, o país atravessa em 2018 um momento histórico particular, diz Fiona Mackie, diretora regional para a América Latina da consultoria Economist Intelligence Unit (EIU). "O Brasil vive um verdadeiro terremoto político", ilustra a cientista política, para justificar por que a "regra" de que o pragmatismo costuma prevalecer entre os eleitores quando a economia vai bem - levando-os a optar por candidatos governistas ou de centro - pode não funcionar neste ano. A mistura de recessão com a multiplicação dos casos de corrupção que se tornaram públicos nos últimos anos despertaram nos brasileiros revolta contra a classe política. "Existe um grau de desencanto profundo com o establishment político", ressalta Garman, da Eurasia. Para ele, a situação é exacerbada por um outro fator: a frustração de uma nova classe média - forjada na primeira década dos anos 2000 - que não viu suas demandas por serviços públicos de melhor qualidade serem atendidas e que assistiu à recessão diminuir seu padrão de vida. "O que o eleitor quer não é a manutenção do status quo e nem a agenda econômica desse governo", diz o cientista político. "Temer é mal visto de forma geral, não é carismático, não foi eleito diretamente, assumiu com índice de aprovação já muito baixo. Há uma relação bem fundamentada (entre economia e eleições), mas essa recuperação não deve favorecer um candidato governista", reforça. Sinais melhores Ainda assim, os números do PIB referentes ao último trimestre do ano passado trazem sinais melhores. Ajudado pela queda da inflação e dos juros, o consumo das famílias ganhou fôlego e avançou 2,6% sobre o quatro trimestre de 2017 e 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior — se firmando como potencial indutor do crescimento em 2018. A indústria teve seu melhor desempenho no ano, com alta de 0,5% em relação aos três meses imediatamente anteriores e de 2,7% sobre o mesmo período do ano passado, e os investimentos esboçaram reação - cresceram 2% na comparação com o terceiro trimestre e 3,8% sobre outubro-dezembro de 2016. O retrato da economia no fim do ano passado, diz Balassiano, do Ibre-FGV, reflete a composição da reação que se espera para este ano. Com um crescimento mais disseminado, a estimativa da instituição aponta crescimento de 2,9% para o PIB de 2018. "A perspectiva para este ano é de desafogo", diz Sampaio, da LCA, que projeta alta de 2,8% para o produto. Entre os fatores que favorecerão a economia nos próximos meses estão a inflação ainda comportada, os juros baixos - que devem cada vez mais aparecer nas taxas cobradas à pessoa física e estimular o consumo - e a perspectiva de que o governo possa investir um pouco mais, ajudado pelas surpresas positivas com a arrecadação. O desemprego, entretanto, que em geral reage de forma defasada ao crescimento, deve se manter alto. Depois de atingir 12,2% em janeiro, a taxa recuaria apenas para 10,9% no fim de 2018 e para 10,1% no fim de 2019, conforme as estimativas do Ibre-FGV. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/por-que-a-recuperacao-da-economia-nao-impulsiona-os-pre-candidatos-do-governo-a-presidencia-01032018

Porchat quer Fábio Jr., Leonardo e Emílio Surita em seu sofá
Data: 01/03/2018

Apresentador adiantou as novidades da terceira temporada do Programa do Porchat, que estreia na próxima segunda-feira (5)

Mais de 500 entrevistados já passaram pelo sofá do Programa do Porchat ao longo das 243 gravações em quase dois anos no ar. Fábio Porchat quer mais e sonha com alguns nomes para a terceira temporada, que estreia na próxima segunda-feira (5) na Record TV. — Quero muito entrevistar Fábio Jr., Leonardo, Emílio [Surita]... acho que todo mundo quer entrevistar o Silvio Santos. Queria poder entrevistar o Faustão, seria maravilhoso. Enquanto os convidados dos sonhos não vêm, o apresentador adianta os nomes confirmados para os próximos programas. — Felipe Massa e Cacá Bueno, além da entrevista, vamos fazer uma corrida de carrinho de mão com eles. Maitê Proença, Jojo Todynho, José Junior (do AfroReggae), Rodrigo Pimentel, que inspirou o Capitão Nascimento, do Tropa de Elite. Há um ano e meio no ar, Porchat comemora o fato de os entrevistados estarem mais abertos para participar da atração. — Uma coisa que sinto é a receptividade dos convidados, eles estão muito mais afim de vir, de estar aqui, de fazer brincadeiras. Acho que, no início, tem muito mais desconfiança. Depois de um ano e meio fazendo o programa, funcionando e as pessoas vendo, agora as pessoas já chegam perguntando: "O que você vai aprontar pra mim?". Elas já querem participar, fazer brincadeira, já estão mais pré-dispostas a fazer as palhaçadas que a gente faz. Porchat adianta, inclusive, uma das brincadeiras que está prevista para ir ao ar é com Maitê Proença. — Ela deu uma entrevista recentemente falando que limpou privada na Índia e isso mudou a vida dela. Então, a gente fez uma brincadeira com ela, da guerra dos tronos, e colocou umas privadas, produtos de limpeza... é uma bobagem, mas uma bobagem divertida que todo mundo, inclusive ela, entra na brincadeira. Quadros de sucesso O humorista também ressalta que Emergente como a Gente, Teste Vocacional e o quadro em que ele visita a casa de alguns telespectadores para conferir se eles estão vendo o programa continuam. Além disso, a banda Pedra Letícia e o humorista Paulo Vieira seguem na atração. Segundo Porchat, em time que está ganhando não se mexe. — De um modo geral a gente continua fazendo o programa do jeito que ele é, porque está muito no trilho. As coisas estão funcionando, estão dando certo, de público, de crítica... então, o programa continua nessa linha de ter jogos, brincadeira, monólogo inicial. Porchat também fez uma autoavalição sobre esse período como apresentador. — Eu sinto, olhando a primeira entrevista que fiz lá com a Sasha, que estou entendendo como a coisa funciona. Já vejo uma evolução e fico feliz com isso. Política em pauta Em ano de eleição presidencial, o comediante também pretende trazer os candidatos para serem sabatinados no programa, respeitando a lei eleitoral. Além disso, Porchat vai fazer piada da situação ao sugerir a candidatura de alguns famosos. — Inspirado na candidatura do Luciano Huck e do Dr. Rey, a gente vai lançar duas candidaturas de pessoas famosas, por exemplo, Anitta e Mr. Catra, quem seria o melhor presidente? Os comediantes vão defendê-los e a plateia é quem vai decidir. Vamos brincar com a coisa política, mesmo não entrando no viés político. Disputa com a concorrência Porchat diz que faz questão de acompanhar os programas de Danilo Gentili e Pedro Bial e acha importante que outros talk shows estejam no ar na televisão brasileira. Para ele, isso instiga a todos produzirem algo melhor. O apresentador fala de sua preocupação com os números de audiência. — Quero ganhar, claro. Quero dar muita audiência, quero ir muito bem, não quero ir mal. Ah, o programa deu três pontos, que m.... Ah, deu seis, que ótimo. Tenho certeza que o Danilo e o Bial também querem ganhar. Mas está tão maleável isso, a audiência depende de tanta coisa. Se chover em São Paulo dá mais audiência, sabe assim? Às vezes você faz um programa que você acha maravilhoso, vai mal. Você acha mais ou menos, vai bem.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/porchat-quer-fabio-jr-leonardo-e-emilio-surita-em-seu-sofa-01032018

Nick Jonas é primeira atração internacional confirmada no Villa Mix Goiânia
Data: 01/03/2018

O cantor se apresentará no dia 30 de junho, primeiro dia de festival. Outras atrações internacionais deverão ser anunciadas pela produção do evento

No ano passado o Villa Mix trouxe a Goiânia Demi Lovato e Maluma. Para 2018, o festival terá show do cantor N