FOCONEWS - Jornal Online

Notícias da Geral

Grêmio vence Tucumán fora e se aproxima da vaga na Libertadores
Data: 19/09/2018

Vitória por 2 a 0 sobre o Atlético Tucumán nesta terça (18), na Argentina, deixou a equipe tricolor gaúcha muito perto da semifinal do torneio

O Grêmio deu um passo importantíssimo para chegar à semifinal da Copa Libertadores ao vencer o Atlético Tucumán por 2 a 0, nesta terça-feira (18), no Estádio Monumental José Fierro, em Tucumán, na primeira partida entre ambos pelas quartas de final da competição. No próximo jogo, marcado para o dia 2 de outubro, às 21h45, em Porto Alegre, o time gremista poderá até perder por um gol de diferença e mesmo assim estará classificado para a etapa seguinte do torneio. O jogo O time local aproveitou as características acanhadas do estádio e a empolgação da torcidapara pressionar o Grêmio. Aos 2 minutos, depois de uma confusão na área gremista, o meia Acosta conseguiu finalizar com muito perigo. Para a sorte da equipe brasileira, a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo. Porém, o técnico do Atlético Tucumán teve que gastar uma substituição por contusão logo aos 5 minutos de jogo. O meio-campista Noir sentiu uma lesão ao se esforçar para buscar uma bola na lateral e caiu no gramado com dores na coxa direita. O jogador não teve condições de continuar. Nuñez entrou na vaga do companheiro machucado. Aos 7 minutos, a defesa do Grêmio falhou novamente e a bola sobrou mais uma vez para Acosta, mas o jogador do time argentino chutou alto demais. O Tucumán seguiu sufocando a equipe brasileira nos primeiros minutos do duelo. Aos 13, Ramiro cortou com a mão uma jogada do ataque argentino e cedeu uma falta muito perigosa para o adversário, na entrada da área gremista. Na cobrança, Nuñez bateu colocado e obrigou o goleiro Marcelo Grohe a voar para desviar a bola pela linha de fundo. Aos 22, o meia Alisson arrancou pelo meio, limpou o zagueiro do time argentino e chutou para o gol. Porém, ao bola foi fraca e o veterano goleiro Lucchetti, de 40 anos, fez uma defesa fácil. Minutos depois, o atacante Everton tentou aproveitar um chutão de Cícero, mas apenas raspou na bola e não levou perigo para o gol do Tucumán. Aos 30 minutos, o Tucumán criou outra boa jogada ofensiva. Já dentro da área, o meio-campista Aliendro bateu para o gol, mas Cícero desviou e cedeu escanteio. Apesar de todo o volume de jogo da equipe local, o Grêmio mostrou a força da camisa e confirmou o apelido de time "copeiro". Aos 34 minutos, Alisson aproveitou um toque de cabeça de Cícero e chutou forte para vencer Lucchetti: 1 a 0. O Tucumán não se intimidou e continuou no ataque. Aos 38, Díaz recebeu passe na área e chutou para gol. Mais uma vez, a bola foi desviada pela zaga gremista. Na cobrança de escanteio, Bianchi e Kannemann se desentenderam e o árbitro Wilmar Roldán puniu ambos com o cartão amarelo. Aos 43 minutos, Nuñez fez falta em Alisson e, na sequência do lance, pisou no jogador brasileiro. Pela falta, o argentino recebeu o cartão amarelo. No entanto, o VAR (Árbitro Assistente de Vídeo, na sigla em inglês) avisou o árbitro do pisão. Roldán reviu a jogada no vídeo e expulsou Nuñez. A expulsão deixou a equipe argentina muito nervosa em campo. Antes do apito final da primeira etapa, Díaz fez falta dura e também levou o cartão amarelo. Segundo tempo Com um jogador a menos em campo, o Tucumán voltou para a segunda etapa disposto a manter o ritmo forte sobre os brasileiros. No entanto, o Grêmio demonstrou estar tranquilo e chegou ao segundo gol em um bom contra-ataque com Alisson. O meia chegou à linha de fundo pelo lado direito do ataque e cruzou para Everton tocar para as as redes. Com uma desvantagem de dois gols no placar, a equipe argentina perdeu força e passou a não conseguir mais se infiltrar na zaga gremista. Por outro lado, o time comandado por Renato Gaúcho se limitava a administrar os avanços do adversário e controlar o resultado positivo. Aos 17 minutos, o atacante Luis Rodríguez, conhecido como Pulga, foi derrubado na entrada da área. Ele mesmo cobrou a falta e acertou o canto esquerdo de Grohe, que espalmou para escanteio. O ataque do Tucumán teve outra chance de diminuir o marcador aos 30 minutos e, para tanto, contou com uma falha de Marcelo Grohe. O goleiro saiu mal do gol e quase deu a oportunidade para Acosta, que cabeceou para fora. O Grêmio ainda perdeu uma chance incrível de fazer o terceiro gol e praticamente selar o passaporte para as semifinais da competição. Aos 42, o jovem Pepê arrancou pela direita e deu um ótimo passe para Everton, que corria sozinho pelo meio, mas errou ao tentar tirar do goleiro e jogou para fora. Mas, os brasileiros souberam quebrar o ritmo do confronto, gastaram o tempo e deixaram o gramado com um exelente resultado para a sequência na Libertadores. Já os torcedores do Atlético Tucumán — time que não perdia em casa havia seis meses —, em um belo exemplo de amor à equipe, cantaram e aplaudiram o time mesmo com a derrota sacramentada. Próximo jogo O Grêmio volta a campo no domingo que vem, às 11 horas, para enfrentar o Ceará, em Porto Alegre, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ficha técnica ATLÉTICO TUCUMÁN 0 x 2 GRÊMIO 18/9 – Estádio Monumental José Fierro (Tucumán) Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia); Gols: Alisson, aos 34 minutos do 1º tempo, Everton, aos 9 minutos do 2º tempo; Cartões amarelos: Bianchi, Nuñez, Díaz (Atlético Tucumán); Kannemann, Maicon (Grêmio); Cartão vermelho: Nuñez (Atlético Tucumán) ATLÉTICO TUCUMÁN: Lucchetti; San Román, Bianchi, Cabral e Abero; Aliendro (Matos, aos 28 do 2º), Mercier, Acosta e Noir (Nuñez, aos 6 do 1º); Luis Rodríguez e Leandro Díaz (Barbona, aos 39 do 2º). Técnico: Ricardo Zielinski. GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo, Pedro Geromel, Kanemmann e Bruno Cortez; Maicon (Thaciano, aos 24 do 2º), Cícero, Ramiro, Alisson (Pepê, aos 31 do 2º) e Luan (Douglas, aos 34 do 2º); Everton. Técnico: Renato Gaúcho.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/gremio-vence-tucuman-fora-e-se-aproxima-da-vaga-na-libertadores-18092018

Com receita do Grêmio, Cruzeiro quer vencer o Boca e a Libertadores
Data: 19/09/2018

Raposa poupa titulares no Brasileirão para ter força máxima no torneio continental; duelo marca confronto de dois dos melhores ataques da copa

Atual campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro sabe o que quer fazer na Copa Libertadores para faturar o tricampeonato na competição — clube venceu em 1976 e 1997. De frente para o antigo algoz Boca Juniors, nesta quarta-feira (18), em La Bombonera, o time de Mano Menezes segue uma receita do Grêmio de 2017 para continuar vivo no torneio. Na temporada passada, vivo no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores, o Tricolor Gaúcho poupou seus melhores nomes nas competições nacionals. O técnico Renato Gaúcho encarou muitas críticas pela escolha até que a equipe fautoru o título continental, após vencer a final diante do Lanús. Com foco na Libertadores, a Raposa tem seguido a receita: frequentemente, Mano Menezes se utiliza de times mistos no Campeonato Brasileiro para ter seus titulares na melhor forma possível e chegar com força total no mata-mata continental. Nas oitavas de final, diante do Flamengo, a estratégia funcionou. Logo no jogo de ida, o Cruzeiro visitou o Fla no Maracanã e voltou do Rio de Janeiro com uma vitória por 2 a 0. Na volta, a derrota por 1 a 0 classificou a equipe mineira, que administrou a vantagem feita do primeiro jogo. Agora, os comandados de Mano terão pela frente o gigante Boca Juniors, seis vezes campeão da Libertadores (1977,1978, 2000, 2001, 2003 e 2007). O duelo desta quarta-feira marca o encontro de dois dos melhores ataques da Libertadores de 2018. De um lado, o Boca Juniors, com 14 gols em oito jogos. Carlos Tévez e Ábila, com três gols cada, são os homens-gol do Boca. Além deles, Pavón, com quatro gols e cinco assistências na competição, é um nome para se ficar de olho. O Cruzeiro, por sua vez, é o melhor ataque da competição, com 17 gols. Thiago Neves, com cinco tentos, e Sassá, com quatro, são os goleadores da Raposa na Liberta. O lateral Egídio é quem mais deu passes para gols no torneio, com seis assistências. Experiência recente no mata-mata Para bater o Boca e seguir na busca pelo tricampeonato, o Cruzeiro conta com sua experiência recente em jogos de mata-mata para seguir na competição. Na última edição da Copa do Brasil, a Raposa ficou com o título ao passar por clubes como São Paulo, Palmeiras e Grêmio, e, na final, superar o Flamengo nos pênaltis após empates por 0 a 0, na ida, e 1 a 1, na volta. Foi graças ao título nacional, inclusive, que o Cruzeiro garantiu sua vaga nesta edição da Libertadores. Coincidentemente, o Grêmio passou pela mesma situação para conquistar seu terceiro título na Liberta. Após vencer o Atlético-MG na final da Copa do Brasil de 2016, o elenco de Renato Gaúcho confirmou seu lugar na Libertadores de 2017. Na edição do ano passado, o time chegou com fama de 'cascudo' e, fase a fase, eliminou seus adversários com certa tranquilidade — no mata-mata, o time gaúcho nunca esteve em situação de derrota ou desvantagem — até a final. Na decisão, bateu o Lanús nos dois jogos (1 a 0 e 2 a 1) e coroou a aposta do treinador em poupar os titulares em outras competições. Antigo algoz pela frente Tradicionais clubes na América do Sul, Cruzeiro e Boca Juniors já se enfrentaram outras oportunidades na Libertadores, com vantagem para o Boca. A três primeiras foram válidas pela final da edição de 1977, um ano após a primeira conquista do time mineiro na competição. Após uma vitória por 1 a 0 para cada lado, o confronto teve um terceiro jogo, que terminou empatado por 0 a 0. Nos pênaltis, os argentinos venceram por 5 a 4 e ficaram com o título. Retrospecto negativo: Brasileiros sofrem com Boca Juniors em mata-matas Em 1994, eles voltaram a se encontrar na Libertadores. Ainda na fase inicial da copa, pelo Grupo 2, o Cruzeiro venceu os dois jogos — no Mineirão e em La Bombonera — por 2 a 1. Por fim, o último duelo entre a Raposa e o Boca na competição aconteceu em 2008, nas oitavas de final. Desta vez, foram os argentinos que venceram os dois jogos por 2 a 1, e assim classificaram-se às quartas. Somando todos os confrontos, há plena igualdade: são três vitórias cruzeirenses, três vitórias do 'xeneizes' e um empate. Decepções? Veja 10 atacantes com marcas 'modestas' no Brasileirão Na prática, porém, os triunfos do Cruzeiro correspondem a dois jogos de fase de grupos e um da final de 1977, que terminou com título argentino. Já do outro lado, são duas vitórias em oitavas de final e uma na mesma decisão de quatro décadas atrás, resultando na primeira de seis conquistas do Boca na Libertadores.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/com-receita-do-gremio-cruzeiro-quer-vencer-o-boca-e-a-libertadores-19092018

Com estreia de CR7 na Champions, Juve visita o Valencia pelo Grupo H
Data: 19/09/2018

Velha Senhora terá primeiro desafio contra o tradicional time espanhol fora de casa; United e Young Boys se enfrentam no outro jogo do grupo

O rei da Liga dos Campeões entrará em campo. Nesta quarta-feira, a Juventus enfrenta o Valencia, fora de casa, no Mestalla, e contará com Cristiano Ronaldo, o maior artilheiro da história da competição, para começar com o pé direito nesta edição do maior torneio do Velho Continente. PARA CHEGAR AO TOPO NOVAMENTE Não é segredo para ninguém que o objetivo da Juventus é chegar de novo ao título da Liga dos Campeões. Vice-campeã duas vezes nas últimas quatro temporadas, a Velha Senhora investiu para trazer Cristiano Ronaldo, que é atualmente tricampeão do torneio, para realizar o sonho de levantar novamente a taça mais desejada da Europa. Massimiliano Allegri, treinador da Juve, falou sobre a chegada e o impacto que o jogador causou na equipe bianconera, além de comentar um possível favoritismo ao título desta temporada. — A chegada de Cristiano aumentou a auto-estima do time. Nós temos o melhor jogador do mundo na Juve. É o jogador que vem dividindo a Bola de Ouro com o Messi há 11 anos. Nosso objetivo é sempre estar entre os quatro melhores da Champions. Se somos favoritos nessa temporada? Melhor começar vencendo amanhã e veremos o que iremos construir - disse o técnico em coletiva. PARA SURPREENDER NOVAMENTE O Valencia quer começar a Liga dos Campeões de olho em repetir o feito do início do século. Em 2000/01 e 2001/02, o clube espanhol chegou duas vezes à final da Champions, mas foi derrotado em ambas (para o Real Madrid e para o Bayern de Munique). Marcelino García Toral, treinador do Valencia, afirmou que sua equipe entrará em campo com o objetivo de querer chegar o mais longe possível na Champions, mesmo em um grupo com Manchester United e Juventus. — Nossa mentalidade é jogar todos os jogos para ganhar, não vamos desistir de nada. Sabemos o potencial das equipes que vamos enfrentar, vamos competir e tentar passar desta fase de grupos. Pensamos em ganhar da Juventus e depois vamos pensar no próximo jogo - declarou. Mesmo mostrando uma grande ambição no torneio europeu, o Valencia ainda não venceu nenhuma partida no Campeonato Espanhol. Mas segundo o treinador, isso não está na cabeça dos jogadores para o difícil confronto desta quarta-feira. — São competições diferentes. Vamos jogar com vontade de vencer. O clube, os jogadores e os torcedores se empenharam muito para aproveitar esse momento (de jogar a Liga dos Campeões) e não vamos deixar isso passar. Vamos tentar dar o máximo possível. Estamos esperando para viver a atmosfera de Mestalla, vamos competir do primeiro ao último minuto com o desejo máximo de vencer - finalizou. O QUE DISSERAM OS CAPITÃES ?Depois da saída de Gianluigi Buffon para o PSG, a braçadeira de capitão da Juventus ficou envergada no braço de Giorgio Chiellini. O zagueiro, em coletiva de imprensa, falou sobre a responsabilidade que é usar a faixa de um clube como a Juventus, e sobre o favoritismo ao título da competição — Estou muito orgulhoso de ser capitão na minha 14ª temporada no clube. Eu vivi muitos altos e baixos ao longo dos anos aqui, e agora estamos em um grande momento. Nós sentimos uma evolução como equipe. Todos os anos damos passos em frente. Ainda há um longo caminho a percorrer antes que as pessoas nos chamem de favoritos. O importante é ainda estar na Liga dos Campeões em março - disse Chiellini. Pelo lado dos donos da casa, o meio-campista Dani Parejo falou sobre como será retornar para a disputa da Liga dos Campeões enfrentando logo um dos postulantes ao título dentro do grupo. — É bem verdade que a Juventus tem uma grande equipe, é um dos times favoritos para ganhar a Liga dos Campeões, como ficou claro nos últimos anos, em que jogaram duas finais. Estamos diante de um grande time, mas será um jogo difícil, como será toda Liga dos Campeões. O OUTRO CONFRONTO DO GRUPO... Para apagar a mancha negativa que ficou depois da eliminação em casa para o Sevilla, nas oitavas de finais, na última edição da Liga dos Campeões, o Manchester United viaja até a Suiça para enfrentar o Young Boys. O clube inglês não vem apresentando o futebol que todos esperam e Jose Mourinho, treinador da equipe, vem sendo muito criticado pela imprensa e por certa parte da torcida Red Devil. Mas segundo o técnico português, sua equipe está em evolução. — Estamos melhorando. Encontramos um certo equilíbrio na equipe, especialmente com uma atitude competitiva. Estamos criando muitas chances, estamos mudando a forma como atacamos os adversários e também encontramos uma forma de nos protegermos em algumas situações defensivas específicas - disse Mou em coletiva de imprensa.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/com-estreia-de-cr7-na-champions-juve-visita-o-valencia-pelo-grupo-h-18092018

Campeões de 'A Fazenda' dão dicas de como vencer o reality rural
Data: 19/09/2018

Flávia Viana, Dado Dolabella, DH Silveira e mais vencedores revelam o que pode ajudar os novos peões a ganhar o tão sonhado prêmio

A partir desta terça-feira (18), começa uma nova disputa na décima temporada de A Fazenda. São 16 peões que ficarão confinados por três meses com um único objetivo: levar para casa R$ 2 milhões. Quem já passou pela experiência, enfrentou provas, encarou roças e venceu o reality sabe que a caminhada não é fácil. Ao mesmo tempo, a experiência dos campeões pode ajudar os novos peões que querem chegar à grande final e conquistar o tão sonhado prêmio. Para Dado Dolabella, o primeiro campeão de A Fazenda, o passado do participante pode interferir no resultado do programa. — O prêmio não se conquista só com o jogo em si. Por trás de cada "fazendeiro" existe uma carreira, uma história de vida. Acho que meu jeito, minhas escolhas no jogo e performances em provas ajudaram, mas na real vence quem consegue conquistar uma maior empatia com o público. E isso não começa no jogo. Começou com a família que a pessoa formou, os pais, os avós, os avós dos avós, e por aí vai. Essa corrida que começou lá atrás, traz o DNA que a alma carrega. O ator, que participou do reality em 2009, diz que os novos peões precisam ser verdadeiros, além de transmitir boas energias. — É um jogo da realidade, então seja o mais verdadeiro possível. Real. E bom. O mundo já é cheio de maldades, intrigas, confusões. Quem quer assistir TV, quer sair dessa realidade, quer se divertir, quer sonhar. Se divirta lá dentro. Assim você estará divertindo quem estiver aqui fora! Dado torce para uma reedição com todos os vencedores: "Seria incrível. Estou doido esperando a 'Fazenda dos Campeões'". Grande protagonista e campeã da quarta temporada, Joana Machado foi direta e objetiva ao mandar o recado para os novos participantes. "Desprogramem-se! Sejam vocês, vivam intensamente porque quando sair daí, vocês vão sentir muita saudade." Faça amizades e aliados Durante sua passagem por A Fazenda 3, Daniel Bueno fez amizades que, segundo ele, o ajudaram a alcançar a vitória. O modelo diz que os laços foram tão fortes que o grupo ainda mantém contato. — Lizzi Benites, Nanny People, Sérgio Mallandro estão comigo até hoje. Acompanho eles pelo Instagram e conversamos ainda! Eles foram muito importantes dentro da Fazenda para mim e faço questão de ter eles por perto, pessoas com energia boa e positiva você tem que manter perto. E eles são esse tipo de pessoa. Para Flávia Viana, campeã de A Fazenda – Nova Chance, a convivência com os amigos ajuda a passar o tempo, além de tornar a confinamento mais tranquilo. — Aqui fora a gente tem tantos amigos, tem a família perto, de repente você entra num reality, se sente tão sozinho que ter amigos faz você superar o dia a dia, o ócio, a claustrofobia de não passar o tempo, faz você ficar mais forte por dentro. Mas o que faz você chegar até a final é seu comportamento e a forma como você conduz mesmo o dia a dia. "Fuja" da roça Ao longo dos três meses que passou no programa em 2014, o músico DH Silveira teve a sorte de não ser indicado para nenhuma roça, algo que, segundo ele, foi fundamental para a vitória. — Quando você tem aliados diminui a chance de ir pra roça, diminui sua chance de sair. Quanto menos você for pra roça, melhor. Sua torcida vai se esforçar menos pra votar em você, nem fazer mutirão. No meu caso, minha torcida não precisou votar em mim em nenhuma roça e só se dedicou na final. Jogue até o fim Seguindo a máxima "o jogo só acaba quando termina", Flávia aconselha os peões a não desistirem da disputa caso sintam que algum participante é favorito a ganhar. Para a modelo, tudo pode mudar até o último dia de confinamento. — O reality é dia a dia, uma atitude pode mudar tudo. Mesmo que haja um favorito do público até o meio do jogo, qualquer coisa pode mudar. Então, é pensar que o reality acontece lá dentro através das suas atitudes, vivendo o dia a dia, dando seu máximo nas provas, vivendo intensamente. A gente fica curioso pra saber como eles vão lidar com a convivência, com provas, com festas, a gente quer se divertir. Então, acho que é importante entrar pra viver intensamente e a gente vai sentir aqui fora.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/campeoes-de-a-fazenda-dao-dicas-de-como-vencer-o-reality-rural-18092018

Popozuda relembra dificuldade na Fazenda:
Data: 19/09/2018

Cantora, que participou da quarta edição, em 2011, diz que tem mania de andar nua pela casa. A Fazenda 10 começa nesta terça-feira (18)

A Fazenda 10 começa nesta terça-feira (18) de cara nova, com apresentação de Marcos Mion. Mesmo sem saber quem vai disputar o grande prêmio, fãs e ex-participantes estão ensiosos para acompanhar o reality da RecordTV. Valesca Popozuda entrou na quarta edição, em 2011. Ela foi um dos grandes destaques do jogo, onde surpreendeu exibindo um outro lado da funkeira. — Resolvi entrar na Fazenda para mostrar quem era a Valesca de verdade. Por causa da discriminação, achavam que eu era uma funkeira barraqueira e vulgar. Claro que eu também queria ganhar, mas participei com a vontade de quebrar preconceitos. E consegui. Em entrevista ao R7, a cantora disse que o reality ajudou a fazer uma transição importante na vida artística. — Fez muito bem pessoalmente para mim e para a carreira. Depois do reality, eu saía nas ruas e encontrava senhoras e crianças que torciam por mim. A Fazenda me deu visibilidade para outro público. Amei participar. Valesca relembra como era ficar confinada com outros participantes. Ela diz que, entre as técnicas para aguentar algum climão indesejado, estava um passeio solitário pelo pasto para esfriar a cabeça. — Eu não conhecia nenhum participante até chegar no lugar. Mas, depois, fiz amizades com a Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha), Monique Evans e Thiago Gagliasso. E eu não arrumava confusão, só quando acontecia diretamente comigo. Se tivesse algo me perturbando, dava uma volta pela fazenda. Era uma válvula de escape. Porque, claro, sempre vai ter algum problema quando você está convivendo em grupo. Alguém que não quer lavar a louça, deixa a toalha largada, não faz suas tarefas. Mas é igual quando você está em casa, com a família. A funkeira confessa quais foram as coisas que mais sentiu saudades dentro do reality. — Queria muito ver minha mãe e meu filho, mas eu tentava não pensar nisso. Se você se apega ao que está lá fora, perde o foco do jogo. Além disso, senti bastante falta de ver TV, por causa da novela, e ficar pelada andando pela casa. Quando saí de lá, a primeira coisa que fiz foi tirar toda a roupa no hotel. Que vontade de ficar pelada! (risos) Outro momento memorável que Valesca viveu na Fazenda foi quando beijou Dinei na boca. Ela e o ex-jogador protagonizaram momentos "quentes" durante uma festa na casa. Porém, a cantora diz que isso não passou de uma "ficada". — O beijo no Dinei foi apenas uma brincadeira. Foi um "belisco", como costumo dizer. (risos) Eu tava cachaçada na festa e resolvi beijar, daí rolou. Ele é gente finíssima, sempre nos demos bem. E ninguém ficou apaixonado não. (risos)

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/popozuda-relembra-dificuldade-na-fazenda-vontade-de-ficar-pelada-18092018

Ator de 'Friends' revela que está na cama de um hospital há três meses
Data: 19/09/2018

Matthew Perry, o eterno Chandler da série "Friends", se recupera de uma grave perfuração gastrointestinal e ainda não tem previsão de alta

O ator Matthew Perry, o eterno Chandler da série "Friends" fez uma revelação que deixou os fãs apavorados. Ele está há três meses na cama de um hospiral. Perry, que tem atualmente 49 anos, postou nas redes sociais que está há três meses internado em Los Angeles. O ator, que já teve problemas com álcool e drogas, sofreu um grave problema gastrointestinal e teve de passar por uma cirurgia de emergência. Em 8 de agosto, um agente do ator confirmou que ele tinha passado por uma cirurgia para tratar uma perfuração intestinal grave. O problema ocorre quando surge um buraco na parede da parte do trato gastrointestinal - que inclui o esôfago, estômago, intestino delgado e intestino grosso. Isso pode acontecer por variados motivos e requer cirurgia, devendo ser tratado rapidamente ou pode ser fatal. Desde então Perry vem se recuperando. Ele ainda não tem previsão de alta. Perry pediu aos amigos e familiares que mantenham discrição com relação ao seu estado de saúde.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/ator-de-friends-revela-que-esta-na-cama-de-um-hospital-ha-tres-meses-18092018

MP e Receita investigam empresas criadas para sonegar impostos
Data: 19/09/2018

Investigadores apontam que cerca de R$ 37,6 milhões em impostos teriam deixados de ser pagos

O Ministério Público do Paraná e a Receita Estadual deflagraram nesta terça-feira (16) a Operação Óxido, na qual investiga empresários que teriam criado empresas de fachada com o objetivo de dificultar a cobrança de impostos. De acordo com os investigadores, cerca de R$ 37,6 milhões em impostos teriam deixados de ser pagos. Cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) em residências, empresas e em um escritório de contabilidade localizados nas cidades de Curitiba, Pinhais e Campo Largo e em três endereços da cidade de São Paulo e região metropolitana. Entre os ilícitos apurados estão os de sonegação fiscal, falsidade documental e lavagem de dinheiro. Uma pessoa foi detida durante as operações, mas por ter em casa munição irregular. Segundo o MP, estão sendo investigados empresários que teriam criado “empresas de fachada” cujos débitos tributários o Estado não consegue cobrar, por estarem sendo substituídas constantemente por outras empresas criadas com o mesmo objetivo: dificultar a cobrança dos impostos. “Os empresários, porém, continuam suas atividades comerciais em empresas que funcionam regularmente, sem gerar débitos tributários, que são lançados nas empresas de fachada”, informou por meio de nota o MP do Paraná. Segundo os investigadores, as empresas atuam no ramo de metais e recicláveis.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/mp-e-receita-investigam-empresas-criadas-para-sonegar-impostos-18092018

Dólar sobe e fecha a terça-feira negociado a R$ 4,14
Data: 19/09/2018

Alta de 0,41% da moeda norte-americana foi guiada por movimento de correção e cautela com ambiente externo

O dólar registrou alta ante o real terça-feira (18), com um movimento de correção após o forte recuo da véspera, sem tirar o exterior do foco, onde os EUA anunciaram que vão adotar tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses. No fechamento da sessão, a moeda norte-americana avançava 0,41%, a R$ 4,1422 na venda, depois de terminar a véspera com queda de 1%, a R$ 4,1252. O dólar futuro rondava a estabilidade. "Dada a polarização [das eleições], espero muita abstenção, assim como um resultado apertado... Isso significa que o apoio político do vencedor será muito pequeno, com um terço das pessoas contra ele [devido à ruptura ideológica] e um terço à espera de um alívio econômico que pode não vir como esperado", ponderou o diretor de tesouraria de um banco estrangeiro ao citar os números ainda embolados na disputa eleitoral. Enquanto novos números não vêm, o cenário externo foi monitorado, após os Estados Unidos elevarem as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos da China a partir de 24 de setembro, de 10 por cento. As medidas entretanto, já eram esperadas e, desta forma, as moedas de países emergentes, em sua maioria, se fortaleceram ante o dólar e contiveram uma correção maior por aqui. O Banco Central ofertou e vendeu integralmente 10.900 swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, rolando US$ 5,995 bilhões do total de US$ 9,801 bilhões que vencem em outubro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/dolar-sobe-e-fecha-a-terca-feira-negociado-a-r-414-18092018

Petrobras mantém preço gasolina nas refinarias em R$ 2,2514 pelo sexto dia consecutivo
Data: 19/09/2018

No último dia 14, valor do combustível atingiu sua máxima histórica

A Petrobras anunciou a manutenção do preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias em R$ 2,2514 para esta quarta-feira. Desde o último dia 14, o combustível permanece na máxima histórica após a estatal ter passado a divulgar o preço médio diariamente em seu site, em 19 de fevereiro. Já o preço do diesel permanece em R$ 2,2964, conforme tabela disponível no site da empresa. No último dia 6, a diretoria da companhia anunciou que além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar.

Link Notícia: http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Economia/2018/9/661661/Petrobras-mantem-preco-gasolina-nas-refinarias-em-R-2,2514-pelo-sexto-dia-consecutivo-

Paulistano leva 28 minutos em média de casa até entrar no ônibus
Data: 19/09/2018

Segundo pesquisa da Rede Nossa São Paulo, moradores da capital demoram 10 minutos para chegar no ponto e 18 minutos esperando o coletivo

Os moradores da cidade de São Paulo gastam em média 28 minutos da saída de casa até entrar no ônibus. De acordo com pesquisa do Ibope encomendada pela Rede Nossa São Paulo, os paulistanos levam até 10 minutos de casa até o ponto e mais 18 minutos esperando o ônibus. A pesquisa aponta que 50% dos paulistanos gastam de 5 a 10 minutos no trajeto de casa até o ponto de ônibus, 42% leva menos de cinco minutos e 6% demora mais de 15 minutos de casa até a parada do coletivo. A pesquisa foi realizada entre 15 de agosto e 3 de setembro, entrevistando 800 pessoas na capital paulista. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Para Américo Sampaio, gestor de projetos da Rede Nossa São Paulo, “o ideal é que tenha mais ofertas de pontos de ônibus perto das casas e esses ônibus levem as pessoas para estações de metrôs, grandes avenidas”. O gestor afirma ainda que não tem como comparar essas informações do tempo do trajeto da casa ao ponto de ônibus, porque nos anos anteriores essa pergunta não foi feita. Além disso, 44% dos entrevistados disseram que ficam de 5 a 15 minutos esperando o ônibus e 33% ficam no ponto de 15 minutos a meia-hora. A pesquisa ainda mostra que 11% fica no ponto de ônibus entre meia-hora e 45 minutos, 5% espera menos de 5 minutos. Sampaio diz que o tempo da saída de casa até a entrada no ônibus "é bastante significativo, entendendo que é um tempo de média, ou seja, se for olhar para cada caso, tem uma parcela grande que espera muito mais pelo transporte público". 'Me senti um lixo', diz obesa que ficou travada em catraca de ônibus Para o advogado Maurício Nalin dos Santos Ferro, presidente da comissão de mobilidade urbana da OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo), o tempo de até 10 minuto de casa ao ponto de ônibus não é um excesso, no entanto, “tem possibilidade de diminuir os 18 minutos de espera no ponto”. “A espera do ônibus tem que diminuir principalmente por questão de segurança, já que quanto mais tempo fica no ponto, mais fica exposta a certo risco. Esse tempo pode diminuir com o uso de tecnologia e as pessoas acompanhando os dados dos ônibus em tempo real”, diz o advogado. Leia mais notícias de São Paulo Você tem alguma denúncia? Envie um e-mail para denuncia@r7.com

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/paulistano-leva-28-minutos-em-media-de-casa-ate-entrar-no-onibus-19092018

Saiba quem pode andar graça no transporte público de SP
Data: 19/09/2018

Além de certos estudantes, pessoas com mais de 60 anos, deficientes e alguns profissionais tem direito à gratuidade para se locomover pela cidade

A tarifa para andar de transporte público custa R$ 4,00, mas algumas pessoas não precisam pagar pelo serviço. Saiba quem tem direito à gratuidade e como conseguir esse benefício para ônibus, metrôs e trens. Idosos Os idosos com 60 anos ou mais podem andar de graça pelos coletivos que cruzam São Paulo e têm duas opções para conseguir o benefício. A primeira é fazer um Bilhete Único Especial – Idoso, enviando cópia do RG, da CNH ou do CIE; uma do CPF; um comprovante de residência atual; uma foto 3x4 recente e algum número de telefone para contato. conseguir esse benefício para ônibus, metrôs e trens. Idosos Os idosos com 60 anos ou mais podem andar de graça pelos coletivos que cruzam São Paulo e têm duas opções para conseguir o benefício. A primeira é fazer um Bilhete Único Especial – Idoso, enviando cópia do RG, da CNH ou do CIE; uma do CPF; um comprovante de residência atual; uma foto 3x4 recente e algum número de telefone para contato. Prefeitura suspende emissão de Bilhete Único Anônimo em SP Ou, se não quiser fazer todo esse processo, a pessoa pode simplesmente apresentar um documento com foto que comprove a idade quando for desembarcar do coletivo. Mas sem o Bilhete Único do Idoso, o passageiro não poderá passar a catraca. Pessoas com deficiência Quem também pode usufruir desse benefício são pessoas com deficiência física, auditiva, visual ou mental. Para ter acesso ao Bilhete Único Especial - PCD, o passageiro precisa fazer um cadastro online no site da SPTrans (São Paulo Transportes) e imprimir um relatório médico para ser preenchido por algum médico cadastrado no sistema. Para terminar o pedido, a pessoa precisa apresentar um documento de identificação com foto (original e cópia), o relatório médico preenchido, assim como laudos médicos em um dos postos de atendimento, abertos de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Para quem precisa de acompanhantes, o acesso é liberado no cartão para uma segunda pessoa, logo após a passagem do usuário pela catraca. Gestantes Algumas gestantes também não precisam pagar pelo serviço. Custeado pela Secretaria Municipal da Saúde, o Bilhete Único - Mãe Paulistana pode ser adquirido por grávidas inscritas no Programa de Proteção da Saúde da Gestante e do Recém-Nascido. Para isso, as mulheres precisam estar cadastradas nas UBS (Unidades Básicas de Saúde). Esse bilhete, diferente dos outros, tem validade de 2 anos, após o fim desse prazo, as mulheres precisam de um Bilhete Único Comum. Mas não confunda o Bilhete Único - Gestante com o Mãe Paulistana. O primeiro serve apenas para que as grávidas tenham o direito de desembarcar pela porta da frente e pode ser adiquirido no 5º mês de gestação. Já com segundo, a mulher é isenta de pagar a passagem que é financiada pela Secretaria Municipal da Saúde. Crianças Crianças menores de seis anos de idade também não pagam pelo passeio de transporte público, desde que acompanhadas de responsáveis. Quem também tem isenção são policiais e integrantes das forças armadas, mas desde que estejam fardados. Oficiais de Justiça também, mas precisam mostrar seu crachá funcional. Assim como, carteiros desde que uniformizados e com o cartão funcional de serviço. Professores, por sua vez, não têm isenção, apenas desconto de 50%. Para conseguir o benefício eles precisam dar aulas em instituições públicas ou privadas que estejam cadastradas no Sistema de Bilhete Único Escolar da SPTrans. E precisam morar a mais de 1 km de onde lecionam. Estudantes Uma classe que já é famosa por usar os benefícios de gratuidade ou desconto no transporte público de São Paulo, são os estudantes. Aqueles que estão na rede pública, seja nos ensinos fundamental e médio, cursos técnicos e profissionalizantes, ou na rede privada do ensino superior, mas com auxílio de programas como Prouni, Fies, Bolsa Universidade, Cotas Sociais recebem a gratuidade automática sem precisarem comprovar sua renda. Já os que estão inscritos no ensino superior e tecnólogos públicos e privados podem conseguir o direito de gratuidade, mas precisam comprovar a baixa renda. Assim como os inscritos nos cursos técnicos e profissionalizantes da rede particular que também precisam comprovar a baixa renda. Para comprovar a baixa renda, os estudantes precisam mostrar, junto ao CADÚnico (Cadastro Único), que possuem renda abaixo de 1,5 salário mínimo por pessoa da família e assim conseguir a gratuidade nos transportes públicos. *Estagiário do R7, com supervisão de Ingrid Alfaya

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/saiba-quem-pode-andar-graca-no-transporte-publico-de-sp-19092018

Com 3 ações de erro médico por hora, Brasil vê crescer polêmico mercado de seguros
Data: 19/09/2018

Conselho conta, em 2017, pelo menos 26 mil processos referentes a erro médico tramitando nos tribunais brasileiros; segmento aposta em apólices para proteger profissionais de ações, mas entidades que representam categoria são contra

Casos tão complexos como a acusação contra um médico que realizou vasectomia no paciente em vez de uma cirurgia de fimose ou a imputação de erro no diagnóstico e tratamento de um tumor benigno que acabou se tornando maligno e levou uma mulher à morte têm cada vez mais chegado à Justiça no Brasil. Acusações referentes a erro médico somaram 70 novas ações por dia no país – ou três por hora – em 2017. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foram pelo menos 26 mil processos sobre o assunto no ano passado. O órgão compila dados enviados por tribunais estaduais e federais, além do STJ (Superior Tribunal de Justiça) - onde foram parar os dois casos citados anteriormente. Por inconsistências metodológicas entre as bases, contudo, o número pode ser maior. Também por essa ressalva, o conselho não recomenda a comparação da evolução anual. Mas os números de alguns tribunais dão a dimensão da tendência com o passar dos anos: no STJ, novos casos referentes a erro médico passaram de 466 em 2015 para 589 em 2016 e 542 em 2017. No TJ-SP, o maior do país, os números passaram de 5,6 mil (2015) a 2,9 mil (2016) e, finalmente, 4,6 mil (2017). Para entrevistados de diversos lados do balcão, o volume de ações na Justiça se relaciona com um quadro mais geral de judicialização da saúde. Este é o nome dado à crescente busca, por parte de cidadãos, do judiciário como alternativa para garantia do acesso à saúde, por exemplo por remédios ou tratamentos - o que, por sua vez, esbarra nas limitações orçamentárias do Poder Público ou no planejamento de empresas privadas no ramo. E o fenômeno tem ligação também com outra faceta: a busca pelos chamados seguros de responsabilidade civil profissional. Em linhas gerais, este serviço funciona com o pagamento de apólices por trabalhadores como médicos e veterinários que, em caso de se tornarem réus em ações relacionadas com o exercício de suas ocupações, têm custos como pagamento de honorários de advogados e eventuais indenizações cobertos. Segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), esta categoria vem crescendo nos últimos anos. Em valores reais, os prêmios (prestações pagas pelos contratantes) do RC Profissional passaram de R$ 236 milhões em 2015 para R$ 312 milhões em 2016 e R$ 327 milhões em 2017. O primeiro semestre de 2018 já mostra avanço em relação ao mesmo período de 2017: crescimento de 8%. São 15 empresas atuando no segmento. A Mapfre, uma delas, viu aumento de 10% no número de apólices adquiridas e de 18% em prêmio no acumulado de doze meses (julho de 2017 a junho de 2018 versus julho de 2016 e junho de 2017). As ocupações atendidas estão todas no ramo da saúde: médicos, dentistas, veterinários, fonoaudiólogos, farmacêuticos e enfermeiros. Ambas fontes não dispõem de dados de contratações específicas por médicos. Mas a adesão a este tipo de serviço tem uma barreira peculiar: o Conselho Federal de Medicina (CFM) e representações regionais da categoria recomendam explicitamente a não contratação do seguro. Por que entidades que representam a categoria são contra "Os conselhos pregam que a relação entre médico e paciente deve ser da maior confiança possível, construída na base da generosidade e segurança. Quando o médico já está protegido pelo seguro, a relação começa na defensiva", aponta José Fernando Vinagre, corregedor do CFM. Outro argumento apresentado pela entidade é o de que exemplos internacionais mostrariam que a adesão da classe médica ao seguro contribuiria a um aumento no número de ações - "que muitas vezes se baseiam em pedidos quase sempre emitidos, destemperadamente, por pacientes mal orientados, ou ainda envolvendo interesses financeiros de terceiros", segundo diz um comunicado do CFM. A entidade critica ainda as restrições na cobertura dos seguros e uma relação custo-benefício não compensadora. Segundo o advogado Renato Assis, especialista em Direito da Saúde, o crescimento do mercado de seguros para médicos é reflexo de um cenário preocupante: o de que o Brasil está se aproximando à cultura americana, "a mais litigante do mundo". Em linhas gerais, lá como cá especialidades como obstetras, ginecologistas e cirurgiões são mais vulneráveis a acusações de erro - e, assim, a apólices mais caras. Dependendo da especialidade, os custos mensais para o segurado podem variar de R$ 100 a R$ 1000, considerando uma faixa de cobertura de R$ 500 mil em prêmio. "O percentual de médicos processados nos EUA gira em torno de 9%. No Brasil, já temos cerca de 7% de médicos processados", escreveu Assis por e-mail à BBC News Brasil. "Em relação aos profissionais, é inegável que houve a chamada 'mercantilização' da profissão. Está praticamente extinta a figura do médico familiar, inquestionável como um sacerdote. Hoje temos em regra uma relação mais fria, com atendimentos muitas vezes rápidos e desumanizados por conta da precariedade das condições de atendimento e jornadas de trabalho, aliada à alta quantidade de atendimentos em curto espaço de tempo por conta da atuação dos planos de saúde". A referência aos EUA quando o assunto são seguros para médicos é frequente - já que, naquele país, este é um mercado gigante. Somente em 2017, seguros destinados especificamente a médicos somaram prêmios de mais de US$ 9 bilhões (cerca de R$ 29 bilhões em valores de dezembro de 2017), de acordo com a Associação Nacional dos Comissários de Seguros (Naic, na sigla em inglês). Lá, a contratação do serviço pela categoria é a regra. Há até uma expressão para classificar os médicos que são a exceção e não contratam este tipo de serviço: são aqueles que decidem "go bare", algo como "atuar nu". Segundo a Associação Médica Americana (AMA, na sigla em inglês), pelo menos sete Estados americanos (Colorado, Connecticut, Kansas, Massachusetts, New Jersey, Rhode Island e Wisconsin) exigem a aquisição de algum tipo de seguro para a prática médica. "É extremamente importante observar que, embora muitos Estados não exijam que os médicos obtenham níveis mínimos de seguro de responsabilidade profissional, na prática, os médicos precisam ter um nível mínimo deste serviço para obter benefícios como funcionários de um hospital ou para ter cobertura de planos de seguro de saúde", explicou a entidade por e-mail à BBC News Brasil. Marcio Guerrero, presidente da comissão de Responsabilidade Civil Geral da Federação Nacional de Seguros (FenSeg), aponta que, na prática, um médico recém-formado nos EUA só passa a atender se tiver uma apólice. "Eles sabem que podem ter um problema severo, já que as indenizações por lá são altas e rápidas", aponta Guerrero, "No Brasil, a cultura do seguro não é muito clara, ele não é visto como um investimento. Mas o mercado (de seguros de Responsabilidade Civil) está em expansão, já que o país que tem 452 mil médicos". "Este tipo de seguro protege primeiro a reputação e depois o patrimônio do médico, com o custeio da defesa jurídica. Fora que o seguro assume os trâmites posteriores ao incidente: como quando você bate um carro e nunca mais vai encontrar a outra pessoa envolvida no acidente, porque a seguradora assume." 'Medicina defensiva' Entidades que representam médicos nos EUA, como a AMA, fazem no entanto campanhas por uma reforma que reduza os custos da chamada "medicina defensiva" - que levaria, além da contratação de seguros, a práticas como a indicação, por profissionais de saúde, de exames e tratamentos com o objetivo principal de protegê-los de eventuais acusações futuras. Por outro lado, pesquisadores e representantes da sociedade civil defendem que estes gastos aumentam a proteção ao paciente. É o que aponta também, no Brasil, Fernando Polastro, um dos representantes da Associação Brasileira de Apoio às Vítimas de Erro Médico (Abravem). "A ideia é que as condenações levem a uma melhoria como um todo no sistema de saúde, principalmente no público. Vemos diariamente a multiplicação de casos, mas não punições na mesma medida", diz Polastro, que é publicitário e conta ter formado a associação com amigos após casos de erro médico na família. "Se isto vai passar pelo encarecimento do sistema, que seja feito. O que não pode acontecer é pactuar com este panorama: as pessoas entram andando no hospital e saem mortas de lá." "Dificilmente agimos contra um médico na Justiça comum. Em 90% dos casos, a acusação é contra entidades como clínicas e planos de saúde". O médico Renato Camargos Couto, professor da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (Feluma), está na linha de frente de um esforço científico na busca por dados e soluções voltados à segurança do paciente - e, para ele, isto deve passar por melhorias estruturais, e não pela culpabilização de profissionais em particular. Com outros pesquisadores, Couto publicou neste ano a segunda edição de um anuário sobre o tema. Analisando o histórico de pouco mais de 445 mil pacientes em 13 Estados brasileiros, o grupo concluiu que, considerando complicações graves associadas ao tratamento hospitalar (tecnicamente chamadas de eventos adversos graves), 30% a 36% poderiam ter sido prevenidos com a melhoria na assistência em saúde. Nestes casos graves, também foi observado que os mais vulneráveis eram aqueles nos "extremos de idade": recém-nascidos prematuros e idosos com mais de 65 anos. Os pacientes sofreram, por exemplo, infecções ou hemorragias após o uso de acessórios como cateter, sondas e ventilação mecânica. Medindo os custos As melhorias sugeridas passam pela maior transparência e participação dos pacientes nos procedimentos, melhoria na formação de profissionais da saúde, além de mecanismos de avaliação da gestão organizacional - apenas 5,3% da rede hospitalar brasileira, por exemplo, é avaliada por auditorias externas. "Se você está usando um equipamento de anestesia, precisa de energia ininterrupta. Se a energia falhar, é uma tragédia. Para que isso não aconteça, é preciso engenheiros, gerador, manutenção preventiva... Ou seja, entregar a medicina hoje, principalmente no ambiente hospitalar, é uma operação de guerra: portanto, complexa e sujeita a muitas falhas", aponta Couto. "A imprudência ou a negligência (por parte de um profissional) são ocorrências raríssimas. A maior parte dos problemas são oriundos da organização de um trabalho complexo como esse." "A cultura punitiva (contra profissionais) dificulta a solução dos problemas. Esta pandemia de eventos adversos que o mundo vê hoje não é produzida pelo médico. Casos complexos tornam difícil estabelecer causalidade, como supõe a punição." Couto argumenta que a "medicina defensiva" é mais cara e ineficaz. "Você vê o uso do antibiótico em emergências: ele é muito maior do que o necessário. Na dúvida, os médicos passam, se protegendo de eventuais complicações", exemplifica. Nos EUA, a busca por dados que possam mensurar os custos da chamada medicina defensiva é antiga e repleta de complexidades. Um artigo publicado em 2010 no periódico "Health Affairs", porém, chegou perto números: custaria 2,4% dos gastos totais com saúde no país, ou US$ 55,6 bilhões (em valores de 2008). Esta parcela considera custos com pagamentos de seguros, indenizações, defesa legal e horas perdidas por médicos em trâmites decorrentes de acusações. A legislação brasileira, centrada nos códigos Civil e Penal, além do próprio Código de Ética Médica, indica a imputação do erro médico a um profissional em caso de três situações: imperícia, imprudência e negligência. "De forma resumida: a negligência consiste em não fazer o que deveria ser feito; a imprudência consiste em fazer o que não deveria ser feito; e a imperícia em fazer mal o que deveria ser bem feito", explicou o CFM em nota. Os casos apresentados no início da reportagem tiveram desfechos diferentes no STJ. Em 2017, a Terceira Turma da corte decidiu afastar a culpa de um ortopedista que havia sido condenado no Mato Grosso do Sul por supostamente ter falhado no acompanhamento após uma cirurgia de retirada de um tumor benigno no joelho do paciente - que depois se tornou maligno. No entendimento da instância inferior, o médico havia privado a paciente de um diagnóstico mais eficaz. Mas os ministros do STJ destacaram que a perícia mostrou ter ocorrido uma evolução não esperada e rara da doença, eximindo a culpa do ortopedista. Por outro lado, no ano seguinte, a mesma turma confirmou a condenação de um médico que realizou uma vasectomia em um homem de 20 anos que, na verdade, tinha contratado uma operação de fimose. O erro foi constatado durante a operação, quando o canal esquerdo que desemboca na uretra já havia sido rompido. Os autos do caso mostram que o paciente chegou a ver seu noivado rompido, diante da incerteza sobre a possibilidade de ter filhos. No entendimento dos magistrados, houve negligência do profissional. Além da Justiça, as acusações de irregularidades podem ser avaliadas também na esfera administrativa, como nos conselhos regionais e federal de medicina. De janeiro de 2014 a junho de 2018, o CFM, que só avalia ações em caso de recursos (ou seja, já avaliados em instâncias regionais), julgou 714 ações com acusações de erro médico. Em 2017, foram 148 casos avaliados - 22 levando à absolvição e 99 a algum tipo de punição (27 na forma de advertência confidencial; 35 censura confidencial; 42 censura pública; 11 suspensão por 30 dias; e 12 cassação). BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/com-3-acoes-de-erro-medico-por-hora-brasil-ve-crescer-polemico-mercado-de-seguros-19092018

Bolsonaro tem 28%, Haddad, 19%, Ciro, 11%, e Alckmin, 7%, diz Ibope
Data: 19/09/2018

Instituto Ibope ouviu 2.506 eleitores entre os dias 16 e 18 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (18) para a Presidência da República mostra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) isolado na liderança com 28% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), que saiu de 8% no levantamento anterior e agora aparece com 19%. Com a alta, o petista se isolou na segunda colocação da corrida presidencial, a menos de 20 dias do primeiro turno, marcado para 7 de outubro. Segundo o Ibope, se as eleições fossem hoje, Bolsonaro e Haddad diputariam o cargo de presidente da República no segundo turno. Em terceiro lugar aparece o candidato do PDT, Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, que manteve os 11% registrados na pesquisa da semana passada. Na sequência está o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que passou de 9% para 7%. Em quinto lugar aparece a ex-senadora Marina Silva (Rede), que caiu de 9% para 6% em uma semana. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, Ciro e Alckmin estão tecnicamente empatados em terceiro lugar. O tucano também está empatado com Marina em quarto, dentro da margem de erro. O Ibope ouviu 2.506 pessoas entre os dias 16 e 18 de setembro em 177 municípios brasileiros. A pesquisa foi contratada pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e pela Rede Globo. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-09678/2018. 2º turno A pesquisa também apurou os possíveis cenários para o segundo turno da disputa presidencial. Líder das intenções de voto, Jair Bolsonaro (PSL) empataria dentro da margem de erro com os três adversários mais bem colocados na pesquisa. Bolsonaro x Haddad Bolsonaro: 40% Haddad: 40% Brancos e nulos: 15% Não sabem: 5% Ciro x Bolsonaro Ciro: 40% Bolsonaro: 39% Brancos e nulos: 15% Não sabem: 6% Bolsonaro x Alckmin Alckmin: 38% Bolsonaro: 38% Brancos e nulos: 18% Não sabem: 6% Bolsonaro x Marina Bolsonaro: 41% Marina: 36% Brancos e nulos: 18% Não sabem: 5% Rejeição Isolado agora na segunda posição, Haddad também vê aumentar a sua rejeição entre o eleitorado. O ex-prefeito de São Paulo e Bolsonaro são os postulantes ao Planalto com a maior rejeição entre o eleitorado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/bolsonaro-tem-28-haddad-19-ciro-11-e-alckmin-7-diz-ibope-18092018

'Quem assina o voto útil, assina um atestado de burrice', diz Álvaro Dias
Data: 19/09/2018

Sexto colocado na última pesquisa Ibope, Dias considera que os levantamentos são temerários a mais de três semanas do pleito

O candidato à presidência pelo Podemos, Alvaro Dias, disse nesta terça-feira, 18, que "quem assina o voto útil, assina um atestado de burrice". Sexto colocado na última pesquisa Ibope, com 3% das intenções de voto, Dias considera que os levantamentos são temerários a mais de três semanas do pleito e diz que a eleição será decidida nos últimos dias. O candidato esteve em uma livraria no Centro do Rio no fim da tarde participando do lançamento de um livro de seu vice, Paulo Rabello de Castro. "Elas (pesquisas eleitorais) são temerárias, porque partem de uma base irreal. Mais de 50% dos pesquisados se recusam a responder o questionamento. Esta é uma eleição que será decidida na última semana", avaliou, para depois criticar os que defendem o "voto útil", aquele destinado a candidatos que, segundo as pesquisas, teriam maior chance de ir ao segundo turno. "Há uma campanha em curso que é a estratégia do voto útil, que não é o voto inteligente. A estratégia do voto útil deseduca, é dizer 'não vote no melhor'. É preciso votar no melhor, devemos escolher o melhor. É por isso que existem dois turnos", sustentou Dias. "A estratégia do voto útil, me perdoem, não é inteligente. Quem assina o voto útil assina um atestado de burrice." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/quem-assina-o-voto-util-assina-um-atestado-de-burrice-diz-alvaro-dias-18092018

Após reunião com Centrão, Alckmin decide retomar críticas a Bolsonaro
Data: 19/09/2018

Candidato do PSDB à Presidência também vai reforçar o tom antipetista de sua campanha; ideia é pregar o voto útil para chegar ao 2º turno

A campanha do ex-governador Geraldo Alckmin, candidato à Presidência pelo PSDB nas eleições 2018, decidiu retomar em seu horário eleitoral os ataques ao presidenciável do PSL e líder nas pesquisas de intenção de voto, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada após reunião com aliados do Centrão na tarde desta terça-feira, 18, em São Paulo. Além disso, Alckmin vai reforçar o tom antipetista de sua campanha. A ideia é pregar o voto útil com o argumento de que votar em Bolsonaro significa carimbar o passaporte do PT no 2° turno. A reunião foi convocada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, coordenador político da campanha de Alckmin, e reuniu dirigentes do PR, PSD, PTB, PRB, SD e PSDB no comitê do programa de governo no Jardins, na zona sul da capital paulista. Entre os participantes estavam Valdemar Costa Neto, do PR, Roberto Freire do PPS, Guilherme Mussi, do PP, Silvio Torres, do PSDB, e o marqueteiro Lula Guimarães. No encontro, Alckmin e seus auxiliares apresentaram aos aliados do Centrão as mudanças que serão feitas na estratégia de campanha e tentaram tranquilizar o grupo. Segundo relatos de participantes do encontro, os dirigentes dos partidos da coligação que apoiam Alckmin temem que Bolsonaro possa vencer no 1° turno ou ir para o 2° com Fernando Haddad, candidato do PT. Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo nesta terça-feira, Alckmin tenta impedir uma debandada do Centrão - o tucano está estagnado nas pesquisas de intenção de voto. "Não há hipótese dessa eleição acabar no 1° turno. Esqueça. Essa é a eleição mais pulverizada desde 1989", disse ACM aos jornalistas na saída do encontro. Ainda segundo o prefeito de Salvador, o ataque a Bolsonaro em Juiz de Fora (MG) deixou todos os candidatos em "compasso de análise". "Enquanto um dos candidatos lutava pela vida, não era razoável fazer um determinado tipo de enfrentamento político. Mas não iremos, em 7 de outubro, viver uma eleição entre a prisão e uma facada", disse ACM. "Não podemos deixar de evidenciar as fragilidades da candidatura de Bolsonaro", concluiu. Quando questionado sobre as traições de aliados nos Estados, o prefeito minimizou. "Isso está acontecendo em todos os partidos e não só da nossa coligação". Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/apos-reuniao-com-centrao-alckmin-decide-retomar-criticas-a-bolsonaro-18092018

Qual a probabilidade e o que acontece se uma eleição empatar?
Data: 19/09/2018

Professores de estatística fizeram cálculos para o R7 e concluíram que é mais fácil ganhar na Mega-Sena

A chance de uma eleição terminar empatada é muito baixa. O cenário praticamente improvável, no entanto, está previsto no artigo 110 do Código Eleitoral (lei nº 4.737/65). O resultado da eleição só conta com votos válidos. Os votos nulos e brancos não são contabilizados. Por isso, em caso de empate no primeiro turno entre dois candidatos em um município que pode acontecer um segundo turno, uma nova votação é realizada para decidir qual deles vai assumir o cargo. Nos municípios com menos de 200 mil eleitores e, por essa razão, não pode existir segundo turno, o candidato com mais idade é eleito. Se no segundo turno os dois candidatos tiverem o mesmo número de votos, é eleito o mais idoso. Mas qual a probabilidade de uma eleição terminar empatada? A pedido do R7, o professor da FGV Emap, Moacyr Alvim, fez cálculos para descobrir a probabilidade de uma eleição terminar empatada no primeiro turno e chegou à conclusão de que é mais fácil ganhar na Mega-Sena. “Existe uma chance maior de acertar na Mega-Sena com um bilhete simples (uma chance em 50 milhões)”, explica Alvim. “Mas é mais provável acertar na Mega-Sena com um bilhete com 7 números (uma chance em 7 milhões) do que ocorrer um empate entre três candidatos no primeiro turno”, completa. Alvim também calculou a probabilidade de um empate no segundo turno. “É mais improvável que ocorra um empate no segundo turno do que obter treze caras seguidas em treze lançamentos de uma moeda não viciada.” Julio Trecenti, Presidente do CONRE-3 (Conselho Regional de Estatística da Terceira Região) e professor do Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo, criou um gráfico para o R7 com suposições para conseguir calcular a probabilidade de a eleição presidencial terminar empatada. De acordo com Trecenti, “o gráfico avalia a probabilidade de empate no segundo turno a partir de uma série de suposições. Estamos desconsiderando casos em que o número de votos válidos é impar (já que nesse caso a probabilidade de empate é zero).” Trecenti explica o gráfico: • No eixo X, temos a quantidade de votos válidos, entre 1000 e 147 milhões (que é número de eleitores). É importante notar que o gráfico está em escala logaritmica para possibilitar a visualização. Ou seja, a distância entre 1.000 e 10.000 está igual à distância entre 10.000 e 100.000. Note que não estamos trabalhando a probabilidade de votar branco e nulo, pois estamos considerando apenas os votos válidos. • No eixo Y, temos a probabilidade de empate, considerando que i) os eleitores são independentes e ii) a probabilidade de votar em cada candidato é igual à 50%. Na prática, (ii) significa que estamos calculando a probabilidade máxima de empate, pois estamos assumindo que não existe tendência para nenhum candidato. Essa é uma suposição bem forte, um pouco fora da realidade. Interpretação: Quanto maior a quantidade de votos válidos, menor a probabilidade de empate. Se tivéssemos 105 milhões de votos válidos (como nas eleições de 2014), a probabilidade seria de 0.00779%. Essa probabilidade é mais ou menos a mesma que jogar 14 moedas seguidas e todas saírem "cara". A comparação com a Mega-Sena, nesse cenário, não fica muito contundente pois a probabilidade de ganhar na mega sena é 0.0000019974%, que é bem menor que essa.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/qual-a-probabilidade-e-o-que-acontece-se-uma-eleicao-empatar-19092018

O médico e a namorada acusados de usar ‘aparência e charme’ para drogar e estuprar centenas de mulheres
Data: 19/09/2018

'Todos já ouvimos falar de um lobo em pele de cordeiro', diz o promotor do caso. Milhares de vídeos de possíveis vítimas foram achados

"Todos já ouvimos falar de um lobo em pele de cordeiro." Foi assim que as autoridades da Califórnia descreveram um cirurgião e a namorada acusados ??de dois crimes sexuais - embora os investigadores suspeitem que possa haver "centenas" de vítimas. Grant William Robicheaux, de 38 anos, e Cerissa Laura Riley, de 31 anos, supostamente atacaram duas mulheres que conheceram em um bar e um restaurante em 2016. Em uma coletiva de imprensa, na terça-feira, o promotor do distrito de Orange County, Tony Rackauckas, disse que o casal é suspeito de usar a aparência para atrair os alvos, passando uma falsa sensação de segurança. "Acreditamos que os acusados ??usaram sua boa aparência e charme para diminuir as inibições de suas possíveis presas", disse Rackauckas à KTLA-TV. Os promotores disseram ainda à BBC que "milhares e milhares" de vídeos de possíveis vítimas foram encontrados nos telefones dos suspeitos. Os investigadores estão tentando agora identificar as mulheres que aparecem nas imagens. De acordo com Rackauckas, as mulheres parecem estar drogadas no vídeo. "Há vários vídeos em que as mulheres parecem estar altamente embriagadas, além da capacidade de consentir ou resistir, e mal respondem às investidas sexuais dos acusados." "Com base nessa evidência, acreditamos que pode haver muitas vítimas não identificadas por aí", acrescentou. Trabalho em dupla Robicheaux é um cirurgião ortopédico de Newport Beach, a 72 km ao sul de Los Angeles, nos Estados Unidos. Ele apareceu uma vez no reality show Online Dating Rituals of the American Male, do canal de TV a cabo americano Bravo. Segundo os investigadores, os dois trabalharam "em dupla" para encontrar vítimas em bares, drogá-las ou obrigá-las a beber grandes quantidades de álcool, e então levá-las ao apartamento de Robicheaux para serem abusadas. Duas vítimas identificadas Há dois anos, duas mulheres denunciaram o que aconteceu após se encontrarem com Robicheaux e Riley . A primeira disse que conheceu o casal em um restaurante no dia 10 de abril de 2016 e foi convidada por eles para uma festa em um barco. Uma vez dopada, a mulher de 32 anos teria sido levada para o apartamento de Robicheaux e estuprada. Ela acionou a polícia de Newport Beach no dia seguinte e, após ser submetida a exames, foi identificada a presença de drogas em seu organismo, segundo o promotor. O cirurgião e a namorada são acusados ??de estupro mediante o uso de drogas neste caso. No dia 2 de outubro de 2016, outra mulher disse que acordou no apartamento de Robicheaux após uma noite de bebedeira e gritou por socorro até que os vizinhos ligaram para a polícia. Ela contou que estava bebendo em um bar em Newport Beach com o casal até perder a consciência. Neste caso, o casal é acusado ??de agressão sexual com a intenção de cometer estupro Os investigadores afirmam que encontraram o vídeo em que uma das duas mulheres é atacada. Drogas e armas não registradas Robicheaux e Riley são acusados ??de possuir uma grande quantidade de drogas, incluindo GHB (conhecida como a "droga do estupro"), cogumelos alucinógenos, ecstasy e cocaína. A polícia informou que as substâncias ilegais foram encontradas durante uma busca realizada na casa do cirurgião em janeiro de 2018. Robicheaux é acusado ainda de ter dois fuzis semiautomáticos não registrados, outras quatro armas de fogo e cartucheiras capazes de transportar grandes quantidades de munição, de acordo com um comunicado de imprensa. A polícia de Newport Beach passou o caso para análise do promotor distrital de Orange County em 6 de setembro, e o casal foi preso na casa dele na última quarta-feira. O promotor disse que o Conselho de Medicina do Estado abriu uma investigação sobre Robicheaux, mas não há provas até o momento de que qualquer uma de suas pacientes tenha sido vítima. 'Lobo em pele de cordeiro' As autoridades dizem que o casal teria participado de festivais de música e arte, como o Burning Man, em Nevada e o Splash House Festival. em Palm Springs, na Califórnia. Ambos ??foram libertados após pagarem fiança de US$ 100 mil. "Todos nós já ouvimos falar de um lobo em pele de cordeiro", disse o promotor. "Um lobo pode usar uniforme ou roupas de médico. Ou um lobo pode ser uma mulher bonita." Segundo ele, se forem condenados, Robicheaux e Riley podem receber uma pena de 40 anos e 30 anos de prisão, respectivamente. "As pessoas muitas vezes acham que os estupradores são homens estranhos e assustadores que se escondem entre arbustos e atacam mulheres inocentes", afirmou Rackauckas. "A realidade é que os estupradores vêm em todos os grupos socioeconômicos, de qualquer contexto." O casal deve ser formalmente acusado perante o tribunal no dia 24 de outubro. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/o-medico-e-a-namorada-acusados-de-usar-aparencia-e-charme-para-drogar-e-estuprar-centenas-de-mulheres-19092018

21 de setembro dia mundial da luta  da pessoa portador de deficiência
Data: 17/09/2018

21 de setembro dia mundial da luta da pessoa portador de deficiência

Link Notícia:

Bloqueio de celulares deve atingir mais de 800 mil aparelhos piratas
Data: 17/09/2018

A Anatel estima que 1 milhão de novos aparelhos irregulares entrem a cada mês no mercado brasileiro de telefonia

Mais de 800 mil aparelhos de celular irregulares devem ser bloqueados nos próximos meses no Brasil pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que iniciou neste ano uma operação para tirar do mercado os telefones piratas. Devem escapar do bloqueio, no entanto, os consumidores que tiverem um aparelho irregular e não trocarem de número telefônico. A Anatel já bloqueia desde 2000 os telefones celulares roubados, furtados ou perdidos. Para isso, basta o consumidor fazer o pedido para a operadora. Esse procedimento também é feito desde 2016 pela maioria das secretarias estaduais de segurança pública, a partir do boletim de ocorrência. Em quase 20 anos, mais de 9 milhões de aparelhos foram impedidos de usar a rede nacional de telefonia. Agora, a agência decidiu fechar o cerco contra os chamados "celulares irregulares", que incui os popularmente chamados "ching-lings": aparelhos trazidos ilegalmente de fora do país, em sua maioria fruto de contrabando de mercadorias e vendidos no mercado paralelo. Também estão na mira os aparelhos roubados que foram adulterados para voltar a utilizar a rede nacional de telefonia. Na primeira etapa do programa, feita preliminarmente em Goiás e no Distrito Federal, foram bloqueados 44.027 aparelhos, o que representa 0,35% de todas as linhas habilitadas nos dois Estados. A próxima etapa começa no dia 23 de setembro em outros dez Estados: Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A terceira etapa acontece em 2019 nos 15 Estados restantes. A Anatel não tem uma estimativa de quantos aparelhos devem ser impedidos de acessar a rede nacional, mas estima que 1 milhão de novos aparelhos irregulares acessem as redes das prestadoras todos os meses. Considerando que o Brasil tem 234,7 milhões de linhas móveis atualmente (e o percentual de 0,35% registrado no DF e em GO), o bloqueio deve atingir ao menos 821 mil aparelhos em todo o país. "E esse número ainda vai crescer", afirma Eduardo Tude, presidente da Teleco, empresa de consultoria da área de telecomunicações. À medida que novos aparelhos piratas se conectem à rede, a Anatel afirma que irá derrubá-los. Os celulares irregulares que não alterarem o número telefônico não serão atingidos. Para tirar de circulação um telefone, a Anatel identifica o IMEI do aparelho, que é um número internacional de identificação, a exemplo do número de chassi dos carros. Todo aparelho com IMEI irregular será bloqueado desde que uma nova linha telefônica seja habilitada. Que tipo de celular será bloqueado? O alvo da operação são os aparelhos piratas, aduterados e os modelos não certificados pela Anatel que entram ilegalmente no país. A adulteração ocorre quando se altera o número IMEI de um aparelho roubado. O objetivo é enganar a rede de telefonia para que o aparelho continue utilizando a rede. A Anatel, contudo, diz que vai conseguir identificar esses aparelhos, já que há uma lista internacional com o registro de todos os telefones. Os registros que não estiverem na lista, serão bloqueados. Com relação aos aparelhos piratas e modelos não certificados, o risco é de segurança. Segundo a Anatel, "os celulares não certificados podem ser perigosos para a saúde por apresentaram grande quantidade de chumbo e cádmio, serem fabricados com materiais de baixa qualidade e não passarem por testes de segurança". Ainda segundo a agência, os telefones celulares certificados, incluindo baterias e carregadores, "são submetidos a uma série de testes que avaliam aspectos de segurança". Segundo Tude, os telefones piratas são "inseguros". "Você não sabe se eles atendem aos requisitos mínimos com relação a segurança e irradiação, por exemplo. Existem muitos aparelhos assim no mercado", diz ele. Consumidores são avisados dois meses antes de bloqueio O programa vai funcionar em três etapas. No Distrito Federal e em Goiás, por exemplo, estão na mira da Anatel os aparelhos ilegais que foram habilitados com uma linha telefônica nova após 22 de fevereiro. Durante dois meses e meio, os consumidores receberam uma mensagem da agência informando que o celular é pirata e que seria bloqueado. O cliente tem esse período para fazer a contestação na loja onde comprou o aparelho, devolvê-lo ou então trocar o produto. Os bloqueios começaram em 9 de maio. No Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, as mensagens começam a ser enviadas em 23 de setembro. Já o bloqueio se inicia a partir de 8 de dezembro. Celulares piratas que tenham habilitado o número antes de 23 de setembro não serão bloqueados. Já nos Estados da região Nordeste e nos demais Estados do Norte e Sudeste, a data que vale é 7 de janeiro de 2019, quando as mensagens começarão a ser enviadas para linhas novas habiitadas em aparelhos irregulares. O bloqueio nesses locais se inicia em 24 de março de 2019.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/bloqueio-de-celulares-deve-atingir-mais-de-800-mil-aparelhos-piratas-17092018

Importadores reduzem compras em 30% com disparada do dólar
Data: 17/09/2018

Dólar já subiu mais de 25% no ano e na semana passada atingiu a maior cotação desde o início do Plano Real

A disparada do dólar, que já subiu mais de 25% no ano e na semana passada atingiu a maior cotação desde o início do Plano Real, provocou um corte de pelo menos 30% nas quantidades importadas de alguns dos produtos mais vendidos no Natal. A queda nos volumes de itens típicos dessa época do ano, como alimentos, bebidas e enfeites, especialmente os chineses, ocorre para evitar prejuízos com o possível encalhe. É que, com a alta do dólar, esses artigos devem ficar mais caros em reais para o consumidor. “Calculo que a redução nas quantidades seja de 30% para mais”, diz Rita Campagnoli, presidente do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras (Ceciex). A entidade reúne cerca de 800 empresas de médio porte que importam boa parte dos itens vendidos pelas lojas. A redução nos volumes, diz ela, ocorre principalmente nos produtos de menor valor, porque o risco de encalhe nesse caso é maior. Os consumidores desses itens têm menor poder de compra e são os mais afetados pelo desemprego elevado. O corte nos pedidos é confirmado por Rodrigo Luis, sócio da Winpoint Technology, especializada em importar itens da China. Segundo ele, a redução é da ordem de 25% em relação aos volumes do fim de 2017. “Negociamos para outubro e novembro entre 25 a 35 contêineres com árvores de Natal, brinquedos, tablets e artigos de decoração com luzes de LED.” Sem margem Diante da incerteza política, responsável pela maior parte da alta do câmbio, na opinião dos analistas, os importadores estão preocupados porque não conseguem repassar para os varejistas os aumentos de preços. Também não têm margem para absorver a alta de custos acima do esperado, uma vez que muitas empresas não contavam com o câmbio acima de R$ 4. Por isso, há importadores que optam por perder menos: cancelar pedidos no exterior, abrindo mão de parte do pagamento que foi feito. “Há importadoras que cancelaram linhas de produtos”, diz Rita. Na lacuna deixada pelos concorrentes que cancelaram pedidos de Natal, Gustavo Almeida, diretor comercial da Yangzi Brasil, acredita que vai ganhar mercado. A empresa, que importa 4 mil itens, entre artigos de Natal e utilidades domésticas, decidiu manter os preços dos produtos de Natal e reajustar o de outros importados para compensar o aumento de custo nos itens de fim de ano. O empresário conta que fez três aumentos de preços neste ano que somaram 21% na linha de utilidade domésticas. “Se eu tivesse só a linha de Natal estaria morto. Seria um ano todo jogado fora e dinheiro pessoal colocado na empresa para cobrir o prejuízo.” A Casa Santa Luzia, tradicional revenda de alimentos e bebidas estrangeiros, sentiu a interrupção nas linhas de importados. “Muitas importadoras deixaram de trazer uma série de coisas porque acharam que o preço não seria competitivo”, explica a diretora Ana Maria Lopes. A saída é substituir o importado por um similar nacional, quando há, porque a importação por conta da própria empresa só se justificaria se fosse feita em grandes volumes. “O poder aquisitivo caiu e as pessoas estão comprando menos importados”, diz a diretora da Santa Luzia, voltada para o consumidor de maior renda. Para se ajustar à nova realidade de mercado, a empresa chegou a trocar alguns fornecedores no exterior e reduziu os volumes de itens exclusivos, como panetone italiano. Tradings A freada nas importações de Natal não foi sentida pelas grandes empresas de comércio exterior. Elas normalmente importam carros e bens duráveis de maior valor. Isso acaba mais que compensando o recuo de bens não duráveis. Lilia Miranda, diretora da Abece, associação que reúne as grandes tradings, espera um pequeno aumento, de 5% - menor do que o previsto -, nas importações de fim da ano feitas por essas empresas. Atrasar embarque pode ajudar a reduzir prejuízos Importadoras que mantiveram os volumes de encomendas de final de ano tentam ganhar tempo para reverter as pressões de alta no câmbio. Uma das estratégias tem sido adiar os embarques no exterior, na expectativa de que o dólar dê uma trégua após o resultado das eleições. Ciro Lilla, presidente das importadoras de vinhos Mistral e Vinci, que trazem 3 mil rótulos de 15 países, conta que, quando a cotação do dólar beirou R$ 4, o grupo decidiu atrasar os embarques no exterior. “Atrasamos na expectativa de pegar um dólar menor na hora de nacionalizar o produto.” Com a disparada do câmbio, os importadores foram duplamente penalizados, explica o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro. Isso porque eles têm de desembolsar mais reais para trazer o produto de fora e gastam uma cifra maior para nacionalizá-lo. Nacionalizar a importação significa pagar todos os impostos e as despesas e taxas com frete portuário. A conversão dessas despesas de dólares para reais é feita usando a cotação do câmbio do dia anterior à data do desembarque do produto no porto. Com isso, as despesas de nacionalização, que já são elevadas, acabam sendo maiores ainda quando o dólar sobe. Castro explica que a cifra gasta para nacionalizar um importado é o dobro do valor do produto em dólar, independentemente da taxa de câmbio. “O cenário para os importadores é muito ruim neste ano porque eles perdem sob o aspecto cambial e tributário” disse Castro. Há também importadoras que tentam ganhar tempo de outra maneira: renegociando os prazos de pagamento com os fornecedores no exterior. “Muitos tentaram renegociar principalmente prazos”, conta a presidente do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras, Rita Campagnoli. Para Castro, da AEB, quem consegue renegociar contrato tem sorte. “Pode ser até que para preservar clientes, os fornecedores aceitem alguma coisa, mas isso é uma raridade”, diz. Desconto Na Mistral, onde o volume de vinhos importados está mantido, o presidente da importadora conta que tem conseguido pequenos descontos nas novas compras com alguns países. “Na compra, a gente chora e explica que é uma situação emergencial por conta das eleições.” Neste momento, a empresa decidiu não repassar a alta do câmbio para o preços porque não vê espaço para aumentos. Com isso, tem conseguido ampliar as vendas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/importadores-reduzem-compras-em-30-com-disparada-do-dolar-16092018

Incentivos são ‘gota d’água no oceano de tributos’, diz Anfavea
Data: 17/09/2018

Maior parte da renúncia de R$ 7,2 bi será com um benefício concedido a montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste

O presidente da Afavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Antônio Megale, defende que os incentivos para o setor são apenas uma “gota d’água” no oceano de tributos que incidem sobre a indústria. “Temos problemas de competitividade no País, com uma carga tributária muito alta: chega a 36%, em média, no preço do carro, enquanto nos Estados Unidos é 6%. Esses benefícios são uma gota no oceano”, afirmou. No ano que vem, a maior parte da renúncia de R$ 7,2 bilhões para o setor será com um benefício concedido a montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, que custará R$ 4,68 bilhões. Para Megale, programas de incentivo regional são necessários para dividir a riqueza do País entre os Estados. “A região de Goiana (PE) era absolutamente agrária, voltada à colheita de cana. Hoje, utilizando a mesma mão de obra, tem uma das fábricas mais modernas do mundo. São programas meritórios”, disse. Em relação ao Rota 2030 — programa automotivo que responderá por R$ 2,1 bilhões em renúncia no ano que vem — Megale afirma que ele é necessário para reter a pesquisa e desenvolvimento no Brasil. Ele defende que o Inovar-Auto, que antecedeu o Rota, teve como reflexo a redução do consumo nos carros produzidos no Brasil em 15,1%, por exemplo. “Se o Rota não existisse, a primeira coisa que o País iria sentir era a redução de pesquisa e desenvolvimento. As empresas são multinacionais, poderiam facilmente mudar a pesquisa para outros países”, afirmou. Emprego O diretor da Associação Nacional dos Auditores Fiscais, Mauro Filho, porém, acredita que o Estado está bancando o financiamento de setores lucrativos sem que haja uma contrapartida de emprego e tecnologia. “Peguei o parecer que embasou o Rota 2030 e fui procurar a palavra emprego que justificaria a adoção do programa. Não tinha nenhuma”, disse ele que obteve o parecer por meio da Lei de Acesso a Informação. Ele disse que também não há referência a novas tecnologias. “É uma repaginação. Nem disfarçaram”, criticou. Para a pesquisadora do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Fundação Getulio Vargas) Vilma Pinto, falta ao governo avaliar as políticas relacionadas à concessão de incentivos. “Não existe avaliação dos gastos tributários. Tem uma série de gastos tributários que não se justificam manter e tem outros que podem até ser bons do ponto de vista social, mas que muitas vezes são mal desenhados”, afirmou. “É preciso fazer uma avaliação da política pública para o setor automotivo, considerando a implicação disso para os demais setores, para saber se vale a pena.” Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/incentivos-sao-gota-dagua-no-oceano-de-tributos-diz-anfavea-16092018

Prestes a ter filha, Duda Nagle vira pai em animação:
Data: 17/09/2018

Ator dubla o personagem Doug na série "Fancy Nancy Clancy", novo desenho do Disney Junior, que estreia em outubro

Prestes a ser pai pela primeira vez, Duda Nagle está praticando a paternidade em um desenho animado. O ator dá voz a Doug na animação Fancy Nancy Clancy, adaptação do livro infantil Fancy Nancy, de Jane O'Connor e Robin Preiss Glasser. Na série, Doug é pai da protagonista, Nancy, uma menininha de seis anos que é fascinada por coisas sofisticadas e tem o dom de transformar qualquer coisa simples em algo fabuloso. Ela, por exemplo, não se conforma com a simplicidade e a praticidade do pai, que fala que bege é sua cor favorita. Apesar do gosto refinado, a trama não deixa de abordar os dramas e aventuras de uma menina de seis anos. Apesar de não se identificar da paixão da filha pela sofisticação, Doug ainda é o pai perfeito. Ele está sempre à disposição da família, pronto para brincadeiras e aventuras, recitando poemas para deixar suas filhas felizes e presente em todas os momentos. Para o ator, esse foi um dos pontos que mais o cativou com o personagem. — O Doug é uma inspiração. Espero ser um pai como ele daqui uns seis anos. Ele é um pai bem atual, participativo, emocionalmente solidário. Ele é presente na família e dedicado no trabalho, é um personagem que consegue transitar bem com tudo isso. Ele tem noções de economia doméstica, como cuidar das crianças, as responsabilidades. Encarando o desafio da dublagem pela primeira vez, Duda revela que já tinha uma certa familiaridade com o processo. Pegando emprestado os gravadores da mãe, iPods ou o próprio celular, o ator gravava as falas enquanto ensaiava e analisava a entonação e o texto. — Mas dublagem é diferente, é uma arte. Por mais que eu já trabalhe como ator, esse é um universo bem diferente, tem todo um vocabulário, uma nova forma de encarar o texto. Acostumado com o papel de galã, o ator já foi pai diversas vezes na televisão. Na maior parte delas, não foi planejado. Agora, esperando uma filha com a apresentadora Sabrina Sato, ele encara o papel de Doug como uma experiência nova em relação ao que está vivendo. — Eu já virei pai por acidente em vários trabalhos, depois disso teve um hiato e eu virei padrasto. Agora eu estou vivendo essa experiência na vida real e isso ficou muito mais interessante. Apaixonado por desenhos, o ator conta que está resgatando essa conexão com animações. Depois de ter doado todos os brinquedos de infância, ele não resiste quando encontra algo que o faz lembrar do passado. — Eu gosto de desenho até hoje, eu me lembro que eu virei adolescente muito cedo, doei todos os meus brinquedos, mas eu podia ter guardado pelo menos os favoritos. Hoje em dia, quando eu vejo algo que me lembra minha infância, eu compro. Veja também: Duda Nagle posa com Sabrina Sato e se derrete: "Minha barrigudinha" Além disso, Duda tenta ficar antenado com os lançamentos de filmes e séries, é ligado na edição e nos roteiros do que assiste, se envolve com a história enquanto está dublando e fica imaginando quais os próximos passos da trama. — Eu fico viajando muito na história e eu fico imaginando como a criança vai esperar a próxima cena. A pré-estreia do desenho Fancy Nancy Clancy será no dia 14 de outubro, às 11h, em uma maratona com quatro episódios na Disney Channel e no Disney Junior. A estreia oficial acontece no dia 22 de outubro, na Disney Channel e Disney Junior. *Estagiária do R7, sob supervisão de Thiago Calil

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/prestes-a-ter-filha-duda-nagle-vira-pai-em-animacao-uma-inspiracao-14092018

Débora Pinheiro vence o Canta Comigo com 48,80% dos votos
Data: 17/09/2018

A campeã levou o prêmio de R$ 300 mil para casa e disputou a preferência do público com Gabriel Camilo e Naheda Beydoun na grande final, exibida nesta quarta-feira (12)

Débora Pinheiro é a grande vencedora da primeira temporada do Canta Comigo, exibida nesta quarta-feira (12), na Record TV. O reality show é comandado por Gugu Liberato. Com 48,80% dos votos, a caloura foi a que mais agradou ao público em votação realizada no R7 e ganhou o prêmio de R$ 300 mil. Ela venceu a disputa com Gabriel Camilo, que recebeu 35,07% dos votos, e Naheda Beydoun, terceira colocada com 16,13%. A vencedora conseguiu 96 pontos com a apresentação de Natural Woman nesta quarta (12). Em seguida, interpretou o hit Soul de Verão, de Sandra de Sá. Antes disso, no Canta Comigo, Débora cantou a canção Ain`t No Mountain High Enough, de Marvin Gaye e Tammi Terrell, convenceu os 100 jurados e garantiu a ida para a final.

Link Notícia: http://entretenimento.r7.com/canta-comigo/debora-pinheiro-vence-o-canta-comigo-com-4880-dos-votos-13092018

Marília Mendonça lamenta morte de cachorra e é criticada na web
Data: 17/09/2018

Cantora contou sobre a perda do bichinho de estimação e seguidores disseram que é “problema de rico”. “Cadê a empatia?”, retrucou

Marília Mendonça está de luto e pediu compreensão dos fãs. A cantora perdeu a cachorrinha de estimação, Alice, nesta quarta-feira (12) e compartilhou o momento nas redes sociais. — Se você me ver no caminho para a cidade, chegando na cidade, me ver mais fechada, tenha compaixão. Eu sou ser humano. Perdi meu animalzinho que amava. Vou melhorar até mais tarde e cumprir com meu trabalho com excelência para vocês. Obrigada. Ela também contou que a cachorra morreu na frente da mãe dela, que está bastante abalada e "manda mensagem de dez em dez minutos chorando". Apesar de pedir compreensão dos fãs, alguns seguidores criticaram a cantora por ter relatado o momento de dor. A artista recebeu mensagens dizendo que ela tem um “problema de rico” e retrucou. — NOJO. Tudo se baseia em dinheiro. "Problemas de rico". Vocês precisam parar com essa ilusão de que dinheiro traz a p**** da felicidade. O fato de trabalhar não me torna uma mutante super-heroína não. Cadê a empatia diante do sofrimento das pessoas? Muito engraçado compartilhar as coisas com uma frase pra lacrar em cima do sofrimento dos outros sem saber o que realmente tá acontecendo.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/marilia-mendonca-lamenta-morte-de-cachorra-e-e-criticada-na-web-13092018

Jair Ventura exalta vitória do Timão e vê semana para 'esvaziar mochila'
Data: 17/09/2018

Treinador comemorou atitude da equipe na vitória sobre o Sport; Para ele, o resultado ajudará a melhorar o astral da equipe em semana cheia

Mais do que os três pontos e a emoção da virada, a vitória por 2 a 1 do Corinthians sobre o Sport trouxe um alívio para a equipe que não vencia há quatro jogos, dois deles com Jair Ventura, que finalmente pôde comemorar desde que chegou ao clube para substituir Osmar Loss. O caminho agora, tende a ficar menos pesado do que vinha sendo, como o próprio treinador detectou em sua chegada. Corinthians bate Sport e volta a vencer no Brasileirão após 4 jogos Após a derrota para o Palmeiras, Ventura chegou a dizer que seu time estava com a 'mochila cheia', em referência à falta de confiança que, para ele, impedia melhores resultados. Diante do triunfo deste domingo, o comandante vê boas possibilidades de mudança, exaltou a atitude dos atletas com o placar adverso e projetou melhora daqui para frente. - Falei da mochila cheia quando cheguei, senti o time um pouco abatido. Essa vitória serve para elevar o alto astral. Vencer em casa é obrigação para um time como o Corinthians, mas as coisas não vinham dessa maneira. Vamos ganhar confiança. O gol dá confiança ao Avelar, que vinha sofrendo algumas críticas. Uma pena o Paulo Roberto ter saído, no outro jogo o Fagner saiu, a lesão do Paulo me atrapalhou um pouquinho, tive que colocar o Gabriel. Mas sem mais uma alteração conseguimos uma virada, que é muito difícil no Brasileiro. Na maioria das vezes que o time faz o primeiro gol sai vencedor. Tem que exaltar a virada e da maneira que foi, sem ser chutão para ver o que acontece. Insistimos pelos corredores e conseguimos a virada. Subimos duas posições na tabela, que é importante também. Sabemos que a chance clara é a Copa do Brasil, mas não podemos abrir mão do Brasileiro. Vamos encarar cada jogo como uma grande final - afirmou Jair em coletiva. O treinador do Timão chamou a atenção para a importância do resultado em casa e explicou o que tentou corrigir na equipe após o intervalo para chegar à vitória. Apesar de estar feliz com o placar, Jair ainda quer corrigir alguns detalhes importantes em sua equipe. - O objetivo de jogar em casa é sempre vencer. Vínhamos de jogos sem vencer. "Meio a zero" estaria de bom tamanho. O Corinthians teve mais posse de bola, criamos muitas chances. Teve chances que não foram no gol, mas foram claras. Conseguimos construir, tomamos um gol, o time não se desesperou. Vimos no intervalo que o Jadson estava sobrecarregado na armação. Entramos com dois meias, passamos a jogar com ele e com o Vital, para ganhar mais volume e ter um jogo de aproximação. Depois das mudanças criamos ainda mais. Pelo volume e pelas chances criadas, não foi uma vitória a qualquer custo. Foi uma vitória controlada, equilibrada. Foi no fim do jogo, mas pelas chances poderia ter sido antes. Me preocupa a quantidade de finalizações, vamos trabalhar isso. É a primeira semana cheia para implementar alguma coisa. Gradativamente vamos trabalhamos. Perdemos na minha estreia, empatamos, e esperamos que fique esse caminho de vitórias - pontuou. No próximo domingo, o Corinthians enfrentar o Internacional, na Arena. Adversário complicado, porém com semana cheia e o apoio da torcida, Jair espera conseguir outro resultado positivo dentro de casa para melhorar sua classificação no Braisleirão. - Semana cheia é bom para esvaziar a mochila, que tinha falado que estava pesado. O Inter é um adversário difícil, temos que saber jogar, e já pensando na Copa do Brasil, que é o grande objetivo. Que a torcida possa comparecer, e que a gente possa vencer nesses jogos em casa - concluiu. Veja outros trechos da coletiva de Jair Ventura após a vitória sobre o Sport: "Jadson é o 10 clássico, que está em extinção. É o 10 da bola parada, do último passe, do passe decisivo. Você a facilidade que ele tem de achar os companheiros, ele tem a qualidade do passe e da finalização. Fez um gol lindo. Claro que não vai conseguir ser decisivo em todos os jogos, mas tem a importância muito grande" "Sabemos da importância de todos os jogos no Brasileiro. Vamos sentar, gosto de trabalhar, escuto todos os setores do clube, vamos ver com nosso departamento médico e filosofia. O Ralf vai te rum descanso obrigatório pelo terceiro amarelo, vamos sentar para ver. Caso algum jogador tenha alguma situação de risco, vamos poupar, sim. Mas hoje, se você me perguntar, vamos com força máxima" "Podemos insistir com o Roger, testar outras opções. Queria colocar o Jonathas, mas o Paulo Roberto sentiu. Tudo é possível, mas temos que pensar pouco a pouco, trabalhar. Todos têm condições de jogar"

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/jair-ventura-exalta-vitoria-do-timao-e-ve-semana-para-esvaziar-mochila-17092018

Palmeiras faz o pior jogo com Felipão, mas traz empate da Bahia
Data: 17/09/2018

Técnico já chegou a dizer que este fundamento era um dos pontos negativos na boa fase do Verdão. Time sentiu falta de Moisés e Deyverson

Nos últimos dez jogos pelo Brasileirão, o Palmeiras venceu sete e empatou três, o último deles no domingo (15), contra o Bahia. A partida na Fonte Nova foi a que o time encontrou mais dificuldades dentro dessa série invicta, mas graças às entradas dos titulares Dudu e Willian e o bom uso da bola parada, conseguiu voltar com um bom resultado a São Paulo (SP). Bahia e Palmeiras não saem de empate ruim para os 2 times A primeira metade do primeiro tempo foi o pior momento do Verdão no jogo. A equipe cometeu erros por desatenção, enquanto o Bahia estava ligadíssimo, marcando com intensidade e com o garoto Ramires, de 18 anos, dando muito trabalho. Por isso, o gol de Gilberto foi justo. Com Jean e Hyoran nas pontas, a equipe não tinha velocidade e as bolas quebradas para o centroavante não davam certo. Muito por conta das ausências de Deyverson, que sabe fazer esta função melhor do que Borja, e Moisés, aquele que se aproveita da segunda bola após a "casquinha". Ainda assim, o colombiano até poderia ter empatado o jogo antes do intervalo, mas cabeceou mal quando ficou livre dentro da área. A situação começou a clarear para o Palmeiras no segundo tempo. O time passou a ficar mais com a bola e pelo menos passou mais tempo no ataque, ainda que sem muitas oportunidades. As mudanças feitas por Paulo Turra, com Dudu e Willian, tornaram o Verdão um pouco mais perigoso. Mesmo que o camisa 7 tenha errado a maioria das jogadas de um contra um que tentou, foi dele o escanteio batido para Felipe Melo empatar. O lance lembrou os escanteios que o atacante cobrava para Mina ou Vitor Hugo: a bola mais viajada para o "ataque" de cabeça, desta vez do camisa 30, que comemorou muito. Com razão, diante da importância do resultado, que não deixou o São Paulo desgarrar - o time do Morumbi segue a três pontos. Bola parada já foi um motivo de preocupação de Luiz Felipe Scolari, que reclamou no último mês do baixo aproveitamento na jogada. Desta vez, foi decisiva. Outro quesito que ainda pode ser evoluído é a forma de jogar com o centroavante. Felipão tem um estilo bem definido de jogo, isto não se discute, mas as jogadas diretas para o atacante funcionam melhor com Deyverson do que com Borja. Talvez com o colombiano seja necessário explorar um pouco mais as diagonais dentro da área, que o fizeram crescer com Roger Machado.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/palmeiras-faz-o-pior-jogo-com-felipao-mas-traz-empate-da-bahia-17092018

Após um mês e meio, Cuca testa jogadas ensaiadas no Santos
Data: 17/09/2018

Técnico ainda não havia tido semana cheia para trabalhar e, após folga do elenco, o santista comandou quatro dias de atividades

Após um mês e meio de Santos, o técnico Cuca começou a colocar em prática as jogadas ensaiadas. O treinador teve a semana passada livre para trabalhar e, depois de dar folga ao elenco, ele utilizou quatro dias para treinar visando o clássico. E no San-São foi possível identificar duas jogadas ensaiadas. Duas que por pouco não resultaram em gol por por passe mais forte que deveria de Gabigol e pela finalização errada de Bambu. Ambas na bola parada. Na primeira tentativa, Dodô ameaçou bater a falta, mas rolou para Victor Ferraz, que tocou rasteiro para Gabriel. O camisa 10, porem, colocou muita força na bola ao lançar pelo alto e dificultou o domínio de Rodrygo. Na segunda, em bola parada na intermediária, Carlos Sánchez, em vez de cruzar para o meio da área, lançou para Bambu por cima da barreira. A intenção era que o zagueiro tocasse de primeira para o meio, mas ele não conseguiu aproveitar e viu a bola sair pela linha de fundo. Apesar do 0 a 0 na Vila Belmiro, Cuca crê que o Alvinegro fez um 'primeiro tempo fantástico' e que merecia a vitória. No segundo o time diminuiu o ritmo e deu mais espaço para o Tricolor trabalhar, mas com sua defesa segura — inclusive, não sofre gols há oito jogos — não teve grandes problemas. - O resultado poderia ter sido vitória principalmente pelo primeiro tempo fantástico, controle, variação. Não teve grande chance, mas rondamos a área e poderíamos ter feito. São Paulo abriu um pouco mais e nos deu a velocidade. No segundo tempo, ninguém agüenta o ritmo frenético, baixou um pouco o ritmo, mas tivemos duas grandes oportunidades. Primeiro com Rodrygo, que passou pertinho, e as chances em um clássico têm que entrar - disse. Para o jogo contra o Cruzeiro, no próximo domingo, às 19h, no Mineirão, pela 26ª rodada do Brasileirão, Cuca terá nova semana livre para trabalhar. O elenco recebeu folga nesta segunda e iniciará a preparação para o jogo na tarde de terça-feira. Será que vem mais jogadas ensaiadas por ai?

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/apos-um-mes-e-meio-cuca-testa-jogadas-ensaiadas-no-santos-17092018

Nome militar nas urnas cresce 39% nas eleições
Data: 17/09/2018

Mais de 500 candidatos — principalmente para Deputado Estadual — usam suas patentes militares na candidatura

Além de Cabo Daciolo e General Mourão, outros 533 candidatos optaram por incluir suas patentes ou graduações militares no nome de urna para as eleições deste ano, sejam das Forças Armadas, das Polícias ou de Bombeiros Militares. O número é mais de 12 vezes maior do que o registrado em 1994, quando 43 postulantes apostaram na militarização de nomes para atrair votos. Em relação a 2014, o aumento total é de 39%. A esmagadora maioria é de deputados estaduais, com 313 postulantes Brasil afora. Levantados pelo jornal O Estado de S. Paulo com base em informações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os números de 2018 também chamam atenção para outro fator: a influência de Jair Bolsonaro. O atual partido do presidenciável, o PSL, é de longe o que tem mais candidatos com graduações e patentes militares nas urnas: 135, contra 37 do segundo colocado, o Patriota, de Cabo Daciolo. Bolsonaro, porém, não é um dos que optam por colocar o cargo no nome político, apesar de as ideias militares serem um mote importante da campanha. "É a onda Bolsonaro, nosso líder maior. Foi o que mais chamou atenção para atrair candidatos militares", afirmou o deputado federal Major Olímpio (PSL-SP), um dos seis militares que concorrem ao Senado. Para o cientista político Eduardo Grin, da FGV-SP, o fenômeno Bolsonaro não é só causa, mas também consequência de outra onda: a conservadora. "Fortalece candidatos associados a essas agendas. E a sociedade acaba entendendo a segurança não como tema de prevenção, mas de punição. É uma construção no imaginário do eleitor." PublicidadeFechar anúncio Candidato pela primeira vez em 2004, quando ainda era capitão, Olímpio vê a segurança como tema central de campanha. E quem mais entende do assunto, diz, são os profissionais da área. Em relação às diferenças de se declarar militar hoje e há 14 anos, o deputado acredita que a maior barreira eram as próprias corporações militares. "Parecia que estava cometendo uma infração grave, quase um crime, dizer que ia para a política." O cientista político Eduardo Frin apontou que há uma tendência grande de associar autoridade, disciplina e ordem como algo contrário à corrupção, tema presente na atual agenda política brasileira. Com isso, cria-se uma ideia de que, se a política não resolve, alguém com "mão firme" pode resolver. É também nessa linha que Jacqueline Muniz, professora do Departamento de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense (UFF), critica a "falsa promessa de que é preciso um chefe de disciplina para pôr ordem na casa". "Confunde-se capacidade de governo e de gestão política da máquina pública com comando militar." Dois partidos de esquerda são os que têm menos militares candidatos em 2018: PSOL e PCB, com um postulante cada. Candidato a deputado federal pelo PCB de Minas, Pedro Henrique Franco, o Cabo Franco, de 30 anos, disse que a reação à sua candidatura foi de resistência por uma boa parcela dos policiais. "Principalmente os que se filiam ao Bolsonaro", afirmou. "Mas existem policiais progressistas." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/nome-militar-nas-urnas-cresce-39-nas-eleicoes-17092018

Conselho Nacional de Segurança Pública vai atuar contra violência
Data: 17/09/2018

Órgão integrado com estados e municípios, previsto pelo Sistema Único de Segurança Pública, será instalado nesta segunda-feira

O presidente Michel Temer instala nesta segunda-feira (17) o Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, no Palácio do Planalto. Integrarão o órgão representantes da União, dos estados, e dos municípios, que vão propor diretrizes para prevenir e conter a violência e a criminalidade. O Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, com atribuições, funcionamento e composição estabelecidos em regulamento, terá a participação de representantes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, além de integrantes da sociedade civil. O conselho está previsto na Lei 13.675, sancionada em junho, que instituiu o Susp (Sistema Único de Segurança Pública) e criou a PNSPDS (Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social). Em agosto, foi assinado o decreto para execução do plano e atuação do conselho. O Ministério da Segurança Pública será o gestor do conselho, ao orientar e acompanhar as atividades dos órgãos integrados ao Susp, além de promover ações como apoiar programas para aparelhar e modernizar os órgãos de segurança, promover a qualificação profissional, coordenar atividades de inteligência na área e desenvolver a doutrina de inteligência policial. Em várias ocasiões, o ministro Raul Jungmann afirmou que o conselho nacional será integrado por agentes e órgãos de segurança pública. Segundo ele, o conjunto de ações contidas no plano dará um “rumo” à política de segurança pública do país.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/conselho-nacional-de-seguranca-publica-vai-atuar-contra-violencia-17092018

Conselho Nacional de Segurança Pública vai atuar contra violência
Data: 17/09/2018

Órgão integrado com estados e municípios, previsto pelo Sistema Único de Segurança Pública, será instalado nesta segunda-feira

O presidente Michel Temer instala nesta segunda-feira (17) o Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, no Palácio do Planalto. Integrarão o órgão representantes da União, dos estados, e dos municípios, que vão propor diretrizes para prevenir e conter a violência e a criminalidade. O Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, com atribuições, funcionamento e composição estabelecidos em regulamento, terá a participação de representantes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, além de integrantes da sociedade civil. O conselho está previsto na Lei 13.675, sancionada em junho, que instituiu o Susp (Sistema Único de Segurança Pública) e criou a PNSPDS (Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social). Em agosto, foi assinado o decreto para execução do plano e atuação do conselho. O Ministério da Segurança Pública será o gestor do conselho, ao orientar e acompanhar as atividades dos órgãos integrados ao Susp, além de promover ações como apoiar programas para aparelhar e modernizar os órgãos de segurança, promover a qualificação profissional, coordenar atividades de inteligência na área e desenvolver a doutrina de inteligência policial. Em várias ocasiões, o ministro Raul Jungmann afirmou que o conselho nacional será integrado por agentes e órgãos de segurança pública. Segundo ele, o conjunto de ações contidas no plano dará um “rumo” à política de segurança pública do país.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/conselho-nacional-de-seguranca-publica-vai-atuar-contra-violencia-17092018

Ministro do TSE suspende inelegibilidade de Garotinho
Data: 17/09/2018

TRE indeferiu por unanimidade a candidatura ao governo do Rio por unanimidade no dia 6 de setembro deste ano

O ministro Geraldo Og Niceas Marques Fernandes, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), concedeu liminar para que o candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo PRP, Anthony Garotinho, 58 anos, faça campanha eleitoral. A medida vale até o julgamento do recurso de Garotinho pelo TSE. Não há data marcada para esse julgamento. A liminar foi concedida na noite de domingo (16). Pela decisão, Garotinho pode “efetuar todos os atos relativos à campanha eleitoral”. A medida inclui a participação no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão e a manutenção do nome na urna eletrônica. Na decisão, de oito páginas, o ministro Og Fernandes ressalta a validade da liminar até o julgamento final no tribunal. Histórico No dia 6 de setembro, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) indeferiu por unanimidade a candidatura de Garotinho ao governo do Rio. A decisão foi motivada pela condenação do ex-governador do Rio, em segunda instância, pelo TJ (Tribunal de Justiça), em um caso de improbidade administrativa, envolvendo desvio de R$ 234 milhões em um programa de saúde. Na decisão, o ministro Og Fernandes afirma que o acórdão do TRE-RJ “desafia recurso ordinário para o Tribunal Superior Eleitoral, que não está sujeito a juízo prévio de admissibilidade”. No caso em análise, o ex-governador já interpôs o recurso contra a decisão - que está em fase de apresentação de contrarrazões. Em nota, divulgada pela assessoria, Garotinho diz que “mais uma decisão da Justiça do Rio contra mim está sendo revista pelo TSE”.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministro-do-tse-suspende-inelegibilidade-de-garotinho-17092018

São Paulo enfrenta trânsito intenso nesta segunda-feira
Data: 17/09/2018

Segundo informações da CET, a cidade apresentava 157 quilômetros de congestionamento às 9h40

A cidade de São Paulo amanheceu com trânsito na manhã desta segunda-feira (17). Segundo informações da CET, às 9h40, a cidade apresentava 157 quilômetros de lentidão. Esse índice indica que 18,1% das vias da cidade monitoradas pela CET estão com tráfego lento, enquanto a média para o horário varia de 7,4% a 13,1%. A tendência, entretanto, é que os números caiam nas próximas horas. As marginais, muito usadas pelos paulistanos, são alguns dos corredores que apresentam as maiores dificuldades. Às 9:40, a Marginal Pinheiros apresentava 37,6 quilômetros de congestionamento, enquanto a Marginal Tietê totalizava 15,3 quilômetros. Metrô Além do trânsito lento, São Paulo também está enfrentando falhas no Metrô na manhã de hoje. Segundo informações do próprio Metrô, um trem que ia para Palmeiras Barra-Funda sofreu uma falha na estação Sé às 8h08. Em seguida, os usuários foram retirados da composição. As demais estações da linha foram prejudicadas. Usuários relataram à Agência Record que a circulação dos trens está interrompida desde o registro do problema, mas a companhia nega e afirma que as linhas 3-Vermelha (onde ocorreu a falha) e 1-Azul estão operando com velocidade reduzida, e não paralisadas. O Metrô informou que às 9h08 o processo de normalização foi iniciado, tanto para a linha 3-Vermelha quanto para a linha 1-Azul. Cerca de 34 minutos depois, às 9h42, a situação foi normalizada — o trem que ocasionou todo o problema demorou mais de meia hora para ser retirado de circulação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/sao-paulo-enfrenta-transito-intenso-nesta-segunda-feira-17092018

Filipinas buscam sobreviventes de deslizamento após tufão
Data: 17/09/2018

Policiais, bombeiros e voluntários correm para retirar pedras, lama e destroços de edifícios desmoronados na tentativa de encontrar sinais de vida

As esperanças de encontrar sobreviventes nos escombros de um enorme deslizamento de terra nas Filipinas diminuíram nesta segunda-feira (17), quando agentes de resgate de uma região montanhosa remota lutavam para alcançar dezenas de pessoas que podem estar soterradas dois dias após a passagem de um tufão intenso. Cerca de 300 policiais, bombeiros e voluntários armados principalmente com ferramentas de mão corriam para retirar pedras, lama, destroços e água de esgoto de edifícios desmoronados na tentativa de encontrar sinais de vida depois da retirada de 12 corpos. O vilarejo de Ucab, na região de Cordillera, foi atingido por um dos 50 deslizamentos de terra resultantes das chuvas fortes provocadas pelo tufão Mangkhut, que se abateu sobre o extremo norte das Filipinas na manhã de sábado e matou ao menos 54 pessoas. Só três pessoas foram resgatadas em Ucab, e 55 estão desaparecidas, seis delas crianças. Muitos dos adultos estavam em um alojamento abandonado próximo de uma capela e da casa de um pastor e sua família. As edificações foram todas esmagadas pela terra e por pedras. "Tenho 99 por cento de certeza de que as pessoas ali estão mortas", disse o prefeito Victorio Palangdan. "Continuaremos até retirarmos todas elas". Os agentes de resgate usavam as próprias mãos para retirar pedaços de telhado, blocos de concreto e tábuas, passando os destroços de mão e mão em uma longa fila até uma pilha localizada a 15 metros de distância. O tufão afetou cerca de cinco milhões de filipinos, 150 mil dos quais estavam em centros de acolhimento quando a tempestade chegou com ventos de 205 quilômetros por hora e rajadas de até 305 quilômetros por hora. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/filipinas-buscam-sobreviventes-de-deslizamento-apos-tufao-17092018

Operação policial combate crimes cibernéticos em seis estados
Data: 17/09/2018

Polícia cumpre 45 mandados em São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia e Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpre nesta segunda-feira (17) 45 mandados de prisão contra acusados de integrar uma quadrilha nacional especializada em crimes cibernéticos e lavagem de dinheiro. Os mandados estão sendo cumpridos em seis estados: São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e Bahia, além do Rio de Janeiro. Os investigados foram denunciados pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), do Ministério Público do Rio de Janeiro, pela prática de crimes patrimoniais, com subtração de valores das contas bancárias por meio de transações fraudulentas, além de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ao todo, 237 pessoas estão envolvidas no esquema fraudulento. Esta é a segunda etapa da Operação Open Doors, cuja primeira fase foi desencadeada em agosto de 2017. Uma das fraudes aplicadas pelo grupo é o envio aleatório de e-mails e mensagens por celular a milhares de pessoas. As mensagens eram identificadas como sendo de instituições bancárias e pediam para que os clientes atualizassem suas senhas clicando em um endereço específico na internet. Ao clicar nesses endereços, as vítimas eram direcionadas a websites com programas capazes de capturar informações de contas e senhas, que permitiam à quadrilha retirar quantias dessas contas de forma fraudulenta. Outro golpe do grupo, que causava prejuízos ainda maiores segundo o Ministério Público (chegando a R$ 500 mil em alguns casos), era a ligação telefônica para potenciais vítimas. Os fraudadores se faziam passar por funcionários de bancos para obter dados pessoais. Entre os alvos estavam inclusive funcionários do setor financeiro de grandes empresas. “Os integrantes da organização adotaram mecanismos para camuflar a origem ilícita do produto de seus crimes econômicos, na figura típica conhecida como lavagem de dinheiro, por meio da utilização de ‘laranjas’ na compra de terrenos, apartamentos e salas comerciais e para a ocultação de patrimônio”, diz nota do MP.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/operacao-policial-combate-crimes-ciberneticos-em-seis-estados-17092018

Educação pública é a arma contra desigualdade no Brasil
Data: 17/09/2018

Um dos desafios do próximo governo será devolver oportunidades aos 73,8 milhões de brasileiros que entraram nas classes C e B entre 2001 e 2015

Devolver oportunidades aos 73,8 milhões de brasileiros que entraram nas classes C e B entre 2001 e 2015 será um dos desafios do próximo governo. A tarefa não é fácil, porque depende da recuperação do mercado de trabalho. De 2014 ao auge da crise, o número de desempregados dobrou — de 6,5 milhões para 13 milhões de pessoas. Nas projeções de economistas, a redução da fila do desemprego vai demorar. A classe C já foi chamada de “nova classe média” nos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela abarca a maioria dos brasileiros: em 2017, 82,8 milhões de pessoas, ou 40% da população, estavam na faixa de renda de R$ 368,31 a R$ 1.008 por pessoa por mês, conforme estudo da LCA Consultores, com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Outros 63,9 milhões de brasileiros estavam na classe B em 2017, faixa com renda de R$ 1.008,01 a R$ 3.566 por pessoa por mês. Pobreza Os programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, foram importantes para diminuir a pobreza, mas, no caso do boom das classes C e B, a geração de vagas no mercado de trabalho, a formalização dos empregos e a política de reajuste do salário mínimo, com ganhos acima da inflação, tiveram papel mais relevante, conforme economistas. Tudo puxado pelo crescimento da economia, do início dos anos 2000 até 2011. Formada como tecnóloga em gestão de recursos humanos, Andrea Aguiar, de 40 anos, perdeu o emprego em 2014, início da recessão. O desemprego até 2016 a levou à depressão. Andrea só deu a volta por cima quando resolveu montar um negócio: vender crepe suíço em feiras e eventos. “Estava numa época muito ruim, pedindo a Deus que me tirasse dali. A pessoa que não tem emprego se sente inútil”, diz. A microempresária chegou a desistir de procurar emprego. “Fazia entrevistas e não conseguia e me achava um lixo.” Com os cursos, antes mesmo de se formar no ensino superior, Andrea viu seu salário saltar de em torno de R$ 1.000 para cerca de R$ 2.000 por mês. Assim, podia gastar mais com lazer, como sair à noite e viajar. Hoje, cortou todos esses gastos, pois investe todo o dinheiro que ganha no empreendimento. Seus receios são semelhantes aos de outros brasileiros. Aos 56 anos, o auxiliar administrativo e vendedor Alexandre dos Santos Pereira tem visto a idade como uma barreira para conseguir um emprego. Ele está desempregado desde setembro, quando deixou uma terceirizada que cuidava da manutenção de ares-condicionados em dois hospitais, em São Gonçalo e Itaboraí, na região metropolitana do Rio. Os hospitais são estaduais e o emprego de Pereira foi atingido pela crise fiscal do governo do Rio. Pereira não está otimista. Em sua visão, é preciso que surjam mais empregos. Lenta recuperação Mas, passada uma das maiores recessões da história, a recuperação da economia tem sido lenta. Após o avanço de 1,0% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2017, a média das projeções de economistas apontam para crescimento de 1,5% neste ano. Como resultado, a taxa de desemprego, hoje em 12,7%, seguirá elevada. Antes da crise, ainda em 2014, quando atingiu a mínima histórica de 6,5%, muitos economistas consideravam que a economia brasileira tinha atingido o “pleno emprego”. Para Cosmo Donato, economista da LCA Consultores, só em 2021 a taxa cairá para 10 0%. Segundo o diretor do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV Social), Marcelo Neri, o bom desempenho do mercado de trabalho foi fundamental para o boom da classe C, já que o trabalho responde por três quartos da renda do País. “O grande símbolo dessa nova classe média foi mais a carteira de trabalho do que o cartão de crédito ou o carro.” Salário mínimo PublicidadeFechar anúncio Embora o boom da classe C seja associado à queda na desigualdade, estudiosos do tema fazem ressalvas. Os números do IBGE mostram queda na desigualdade de renda entre 2001 e 2015 - 2016 e 2017 foram marcados por uma estabilidade. Só que, além de a queda ter sido pouca para o tamanho da disparidade, os estudos que olham para a desigualdade de riqueza, com dados do Imposto de Renda (IR), método usado pelo francês Thomas Piketty, sugerem que não foi bem assim. “Houve queda na desigualdade no mercado de trabalho”, diz Marcelo Medeiros, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), um dos pioneiros nos estudos com dados do IR. “E houve um aumento nos rendimentos de capital entre 2006 e 2012. Uma força jogou a desigualdade para baixo, a outra força jogou para cima. Elas tenderam a se anular.” Além do crescimento do mercado de trabalho, a política de reajuste do salário mínimo acima da inflação contribuiu para o crescimento da classe C. Por um lado, melhorou os salários medianos no mercado de trabalho. Por outro, houve transferência de renda por meio da Previdência, segundo o economista Miguel Foguel, do Ipea. Ele questiona se o salário mínimo é o melhor instrumento para reduzir as desigualdades. Além de atingir as classes no meio da pirâmide de distribuição de renda, o aumento do salário mínimo eleva as despesas públicas. Foguel e outros economistas citam a educação pública como a política mais eficaz contra a desigualdade. “É preciso ter ênfase na igualdade de oportunidades. É uma questão central para o crescimento da produtividade do País”, diz Naércio Menezes, professor do Insper. Falta de recursos A falta de recursos e o orçamento limitado ameaçam a sobrevivência dos programas sociais do governo federal quando os sinais de aumento da pobreza assustam. O próximo presidente vai assumir o País com o desafio de equilibrar as contas públicas sem ignorar o número crescente de brasileiros que a crise deixou mais vulneráveis. Os sinais de que a vida dos brasileiros mais carentes piorou são claros. Mesmo com o início da recuperação da economia, a pobreza extrema aumentou no País em 2017, e atingia 14,8 milhões de pessoas, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE. Os dados foram compilados pela consultoria LCA. Bolsa Família Maior programa de transferência de renda do País, o Bolsa Família chegou a atender 14 milhões de lares em 2013. No fim do primeiro semestre, após altos e baixos, o número de beneficiários estava em 13 milhões. O Ministério do Desenvolvimento Social diz que o programa sofre variações regulares no número de beneficiários. O pernambucano Erivaldo Severino Leite, de 33 anos, tenta voltar a receber o Bolsa Família. Ele, a mulher e os dois filhos fizeram parte do programa até 2015, quando ele ficou desempregado e teve o benefício cortado ao passar a receber o seguro-desemprego. “Pelas regras, eu não poderia receber dois benefícios ao mesmo tempo. Quando a quarta parcela do seguro-desemprego acabou, tive que fazer bicos.” Ainda sem emprego formal, ele viu as contas de luz, água e condomínio se empilharem. A parcela do imóvel em que mora em Jundiaí (SP) está atrasada. “Eu recebia R$ 232 do programa. Aquele recurso ajudava em casa, a gente sabia que podia contar com ele para pagar as contas.” Para a cientista política Celia Kerstenetzky, avaliações de impacto do Bolsa Família apontaram que o programa tem vários pontos positivos, sendo o mais importante a redução da miséria. E o mais surpreendente, diz, é que não gerou efeitos negativos no mercado de trabalho. “Com a recessão e o aumento do desemprego, a demanda por programas sociais aumentou, porque a pobreza e a miséria aumentaram, mas não houve crescimento no número de famílias e de repasse. Que mágica é essa?”. Os dados do governo mostram que, até o fim do primeiro semestre, os repasses para o Bolsa Família chegaram a R$ 2,45 bilhões, uma queda de R$ 35 milhões ante o fim de 2017. Apesar de o número de famílias atendidas ter subido em um ano e meio, o valor desembolsado em junho também foi mais baixo que no fim de 2016. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/educacao-publica-e-a-arma-contra-desigualdade-no-brasil-16092018

Tatá Werneck é detonada e briga com fãs após homenagem a Catra
Data: 11/09/2018

Humorista foi criticada em homenagem por elogiar o fato do funkeiro ser um bom 'pai de família' e acabou discutindo com internautas

Não foram poucos os famosos que homenagearam Mr. Catra, que morreu neste último domingo (9/9) vítima de câncer. Mas uma em especial virou alvo nas redes sociais. Tatá Werneck foi atacada por alguns seguidores, que desaprovaram sua a declaração sobre o cantor. “Catra era fonte inesgotável de amor. Um pai de família, um funkeiro maravilhoso, um homem inteligente, sensível, doce. Que seus filhos sintam-se abraçados e saibam da sorte de terem tido um pai como ele”, escreveu a humorista. Alguns internautas não gostaram e resolveram detonar a humorista. A chamaram de 'hipócrita' por defender um cara que teve mais de 30 filhos e três esposas. Tatá não deixou barato. Partiu para o ataque e respondeu aos críticos à altura. “Um cara que faz um comentário sem noção desses num dia triste não vai ser idolatrado jamais. Catra era um homem responsável com seus filhos. Um homem do bem. Repense sua vida, dá tempo. Beijos e fique com Deus", postou ela.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/tata-werneck-e-detonada-e-briga-com-fas-apos-homenagem-a-catra-11092018

Atriz revela que utiliza maconha em terceira luta contra o câncer
Data: 11/09/2018

Olivia Newton-John, estrela de 'Grease', revelou em programa de TV que luta pela terceira vez contra o câncer e que pretende vencer de novo

A atriz Olivia Newton-John, de 69 anos, revelou que está novamente lutando contra o câncer. É a teceira vez que a estrela de "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" (1978) é vítima da doença desde a década de 1990. A revelação foi durante o programa de TV australiano "Sunday Night". Em entrevista, a atriz disse que os médicos encontraram um tumor nas costas dela no fim de 2017. A estrela passa por tratamento de radioterapia atualmente. "Eu acredito que vou vencer o câncer de novo", afirmou a atriz. A atriz disse ao programa de TV que agora estava usando maconha medicinal e outros remédios naturais. Newton-John sobreviveu ao diagnóstico inicial de câncer de mama em 1992, mas revelou que havia retornado em 2013. "Eu sou um dos milhões nesta luta. Eu não deveria dizer lutar ... nesta jornada", disse ela. Newton-John pediu à Austrália que adote as leis do estado norte-americano em que vive, na Califórnia, e permita o uso medicinal da maconha. Depois de sobreviver ao seu diagnóstico de câncer em 1992, Newton-John tornou-se um ativista proeminente, montando o centro de pesquisa Olivia Newton-John Cancer e Wellness, em Melbourne.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/atriz-revela-que-utiliza-maconha-em-terceira-luta-contra-o-cancer-11092018

Atriz revela que utiliza maconha em terceira luta contra o câncer
Data: 11/09/2018

Olivia Newton-John, estrela de 'Grease', revelou em programa de TV que luta pela terceira vez contra o câncer e que pretende vencer de novo

A atriz Olivia Newton-John, de 69 anos, revelou que está novamente lutando contra o câncer. É a teceira vez que a estrela de "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" (1978) é vítima da doença desde a década de 1990. A revelação foi durante o programa de TV australiano "Sunday Night". Em entrevista, a atriz disse que os médicos encontraram um tumor nas costas dela no fim de 2017. A estrela passa por tratamento de radioterapia atualmente. "Eu acredito que vou vencer o câncer de novo", afirmou a atriz. A atriz disse ao programa de TV que agora estava usando maconha medicinal e outros remédios naturais. Newton-John sobreviveu ao diagnóstico inicial de câncer de mama em 1992, mas revelou que havia retornado em 2013. "Eu sou um dos milhões nesta luta. Eu não deveria dizer lutar ... nesta jornada", disse ela. Newton-John pediu à Austrália que adote as leis do estado norte-americano em que vive, na Califórnia, e permita o uso medicinal da maconha. Depois de sobreviver ao seu diagnóstico de câncer em 1992, Newton-John tornou-se um ativista proeminente, montando o centro de pesquisa Olivia Newton-John Cancer e Wellness, em Melbourne.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/atriz-revela-que-utiliza-maconha-em-terceira-luta-contra-o-cancer-11092018

Atriz revela que utiliza maconha em terceira luta contra o câncer
Data: 11/09/2018

Olivia Newton-John, estrela de 'Grease', revelou em programa de TV que luta pela terceira vez contra o câncer e que pretende vencer de novo

A atriz Olivia Newton-John, de 69 anos, revelou que está novamente lutando contra o câncer. É a teceira vez que a estrela de "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" (1978) é vítima da doença desde a década de 1990. A revelação foi durante o programa de TV australiano "Sunday Night". Em entrevista, a atriz disse que os médicos encontraram um tumor nas costas dela no fim de 2017. A estrela passa por tratamento de radioterapia atualmente. "Eu acredito que vou vencer o câncer de novo", afirmou a atriz. A atriz disse ao programa de TV que agora estava usando maconha medicinal e outros remédios naturais. Newton-John sobreviveu ao diagnóstico inicial de câncer de mama em 1992, mas revelou que havia retornado em 2013. "Eu sou um dos milhões nesta luta. Eu não deveria dizer lutar ... nesta jornada", disse ela. Newton-John pediu à Austrália que adote as leis do estado norte-americano em que vive, na Califórnia, e permita o uso medicinal da maconha. Depois de sobreviver ao seu diagnóstico de câncer em 1992, Newton-John tornou-se um ativista proeminente, montando o centro de pesquisa Olivia Newton-John Cancer e Wellness, em Melbourne.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/atriz-revela-que-utiliza-maconha-em-terceira-luta-contra-o-cancer-11092018

Estudo diz que conteúdo original da Netflix é pior que da HBO e Hulu
Data: 11/09/2018

Estudo realizado pela Streaming Observer levou em conta os rankings de sites como Rotten Tomatoes e Metacritic

A Netflix deve gastar US$ 13 bilhões na produção de conteúdo original em 2018. Segundo a Forbes, a quantia supera o valor que será investido por qualquer estúdio de cinema. Mas mesmo com todo o investimento e o grande volume de séries e filmes feitos pela gigante do streaming, o conteúdo de quase 700 títulos anuais não agrada tanto assim o público. Segundo um levantamento realizado pela Streaming Obsever, a empresa tem uma das piores avaliações do streaming na atualidade. No estudo, a Netflix ocupa a sétima posição na preferência dos telespectadores norte-americanos, à frente apenas da Showtime e USA. No topo do ranking que levou em conta as críticas de usuários de sites como Rotten Tomatoes e Metacritic está a HBO, que é seguida de perto pela Hulu, que gasta "apenas" US$ 2,5 bilhões por ano e lançará 25 produções orignais em 2018. O CEO desta plataforma emergente, Randy Freer, já falou em entrevista que a empresa se importa mais em oferecer qualidade e não quantidade. E ressaltou que o mais relevante é saber como aplicar o dinheiro. Já a Netflix vai em caminho completamente oposto. Cindy Holland, vice-presidente de séries originais da Netflix, mandou um recado recentemente aos críticos da empresa que acreditam que eles produzem sem muitos critérios técnicos e estéticos: "Qualidade e quantidade não são mutuamente exclusivas. Estamos mantendo a qualidade à medida que crescemos, contratando talentos brilhantes". Mesmo com essa má avaliações de usuários, a plataforma não tem do que reclamar. No Emmy, principal prêmio para a indústria da TV, a Netflix soma 117 indicações e já superou a HBO. Ranking (levando em conta avaliação média das produções originais em uma escala de 0 a 100): HBO: 75 Hulu: 74 AMC: 74 Amazon: 72 Starz: 72 FX: 72 Netflix: 70 Showtime: 68 USA: 66

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/helder-maldonado/estudo-diz-que-conteudo-original-da-netflix-e-pior-que-da-hbo-e-hulu-11092018

Vocalista do Cranberries morreu afogada na banheira de hotel
Data: 06/09/2018

Inquérito do Tribunal de Justiça Londrino concluiu que morte foi acidental e que há indícios de consumo excessivo de cigarro e álcool

Dolores O´Riordan, vocalista do The Cranberries, morreu afogada na banheira após ter ingerido grande quantidade de álcool. Relatórios anexados ao inquérito indicam que não houve tentativa de suícidio. As informações são do site do jornal The Guardian. Morta em 15 de janeiro desse ano, a cantora foi encontrada submersa por uma camareira no Hotel Hilton, em Londres, na Inglaterra. Na época, a polícia chegou a fazer os procedimentos de reanimação cardiopulmonar, mas às 9h06 o óbito foi oficialmente declarado. De acordo com a publicação, o inquérito que investiga a causa da morte identificou ainda evidências de consumo excessivo de cigarro e ingestão de Lorazepam, medicamento tranquilizante que ela fazia uso regularmente. Um relatório psiquiátrico feito pelo médico Robert Hirschfield, que conversou com a vocalista em dezembro de 2017, afirma: “Ela estava bem, não bebia, estava um pouco triste no Natal, mas não apresentava pensamentos suicidas”. Outra informação levantada durante as investigações inclui o depoimento do legista Dra. Shirley Radcliffe, que diz: “Não há provas de que isso tenha sido outra coisa senão um acidente. Não há intenção. Parece ser apenas um trágico acidente”. Drama pessoal Dolores O´Riordan foi diagnosticada com transtorno bipolar em 2015, um ano após ser detida por se envolver em um incidente com uma aeromoça durante um voo internacional. À época, ela afirmou que o transtorno era responsável pelo comportamento agressivo. Outro drama pessoal que marcou a vida da cantora foram os abusos sexuais sofridos dos 8 aos 12 anos. Em entrevistas, Dolores chegou a revelar que a violência foi provocada por alguém do convívio familiar. The Cranberries Sucesso nos anos 1990, a banda The Cranberries foi responsável por hits como Linger, Dreams e Zombie. O último álbum com canções inéditas foi lançado em 2012, único trabalho após o retorno do grupo, em 2010. A banda esteve no Brasil por duas vezes em 2010. A primeira no fim de janeiro e a segunda em outubro. Anos antes, em 2007, Doleres veio ao país para dois shows solo, em São Paulo e Porto Alegre. *Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/vocalista-do-cranberries-morreu-afogada-na-banheira-de-hotel-06092018

Filho de Letícia Spiller grava clipe com produção de cinema
Data: 06/09/2018

Integrante da banda Fuze, Pedro Novaes comemora o resultado do trabalho: "Foi uma ótima experiência para todos nós"

O Fuze gravou um clipe com a produtora de Letícia Spiller, mãe de Pedro Novaes, baterista da banda. O vídeo, com produção de cinema, será lançado no dia 13 de setembro nas redes sociais. O grupo carioca de rock é formado por, além de Pedro, seu irmão Diogo Novaes (por parte do ator Marcello Novaes), o primo deles, Felipe Novaes, e o amigo Guilherme Fonseca. O baterista comemora o resultado da parceria com a mãe atriz. — É a primeira vez que a produtora da minha mãe faz um clipe de uma banda. Foi uma ótima experiência para todos nós. O registro especial é do single Corrente. Além da produção da Paisagem Filmes, o vídeo tem roteiro do ator e diretor Paulo Vespúcio. Diogo relembra a superprodução. — Ficou bem cinematrogáfico. É um clipe bem interessante, gravado com uma equipe gigante e um diretor de cinema. Entre as novidades da banda para este ano, estão o recém lançado EP, Autoreflexo, com seis faixas. Pedro diz que o trabalho representa uma nova fase do Fuze. — A gente evoluiu musicalmente e queremos mostrar isso agora. Amadurecemos ouvindo mais artistas diferentes do nosso estilo. Nos atualizamos e isso é muito bom. E nosso som ainda tem tudo que gostamos, sem discriminar gêneros e épocas. O vocalista e guitarrista, Diogo, concorda com o irmão. — É legal que a atmosfera vai mudando com o tempo de banda. Desde o começo do Fuze, temos aprendido com outros estilos. E o pensamento musical, artístico, evolui. Ou seja, hoje a gente pode ouvir algo que fizemos no passado e achar que agora faríamos diferente. Para finalizar a entrevista, o Fuze recomendou para os internautas do R7 CDs que estão entre os preferidos do grupo. Veja: Red Hot Chili Peppers - Blood Sugar Sex Magik (1991) O Rappa - Acústico MTV (2005) Gabriel O Pensador - Quebra-Cabeça (1997) Natiruts - Povo Brasileiro (1999) Joss Stone - Todos! Jonny Lang - Lie to Me (1997) John Mayer - Try! (2005) Foo Fighters - Concrete and Gold (2017) Zeca Baleiro - Por Onde Andará Stephen Fry? (1997) Cássia Eller - Acústico MTV (2001)

Link Notícia: https://diversao.r7.com/filho-de-leticia-spiller-grava-clipe-com-producao-de-cinema-06092018

Kevin Bacon e Kyra Sedgwick completam 30 anos de casament
Data: 06/09/2018

Um dos casais mais longevos de Hollywood celebrou a marca com um vídeo mostrando os dotes musicais

Um dos casais mais duroadouros de Hollywood, Kevin Bacon e Kyra Sedgwick completaram 30 anos juntos nesta quarta-feira (5). Para celebrar a data, os dois utilizaram as redes sociais para mostrar os dotes musicais. Enquanto Kyra toca um ukulele, Bacon solta a voz e empunha um violão. Os dois cantam o hit To Love Somebody, do grupo Bee Gees. "Trinta anos com esta mulher maravilhosa. Ela é a música da minha vida", escreveu o ator de 60 para a mulher de 53. "Trinta anos. Eu amo esta pessoa", escreveu ele em outro post. O ator, que é lembrado por papéis em Footloose, Sobre Meninos e Lobos e O Homem Sem Sombra conheceu Kyra, destaque em Nascido em 4 de Julho, em 1988. À época, os dois faziam parte do elenco do filme Lemon Sky. Eles começaram a namorar e se casaram no mesmo ano. Os dois são pais de Travis Bacon (29), e Sosie Bacon (26).

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/kevin-bacon-e-kyra-sedgwick-completam-30-anos-de-casamento-05092018

ANS suspende venda de 26 planos de saúde após reclamações
Data: 06/09/2018

Agência reguladora tomou medida contra 11 operadoras diante do grande número de queixas dos usuários por falta de cobertura assistencial

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) suspendeu temporariamente nesta quarta-feira (5) a venda de 26 planos de saúde de 11 operadoras. O motivo foi o grande número de reclamações relacionadas à cobertura assistencial. "Juntos, os planos possuem 75,5 mil beneficiários, que ficam protegidos com a medida e com a assistência regular a que têm direito garantida. No entanto, para que os planos voltem a ser comercializados, as operadoras devem comprovar melhorias no atendimento", informou a ANS por meio de nota. Entre 1º de abril e 30 de junho, a agência recebeu 17.171 reclamações de problemas assistenciais. Do total, 94,2% foram procedentes, sendo que quase a totalidade foi resolvida por meio de mediação feita pela ANS. Qualquer usuário que tiver problemas com seu plano de saúde pode abrir uma reclamação na ANS pelo telefone 0800-7019656

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/ans-suspende-venda-de-26-planos-de-saude-apos-reclamacoes-05092018

Três em cada dez internautas compram em sites estrangeiros
Data: 06/09/2018

Brasileiros que sempre buscaram preços menores lá fora deverão ser afetados após nova regra dos Correios para compras no exterior

Três em cada dez consumidores que utilizam a internet compraram em um site internacional nos últimos 12 meses. É o que mostra uma pesquisa da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) e do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), divulgada nesta quarta-feira (5). O valor médio gasto pelos brasileiros em compras online no exterior foi de R$ 140,28. De acordo com o levantamento, entre os que compram em sites estrangeiros, 67% se disseram motivados pelos preços menores do que em lojas nacionais. Quase metade deles também considerou que muitos produtos não seriam encontrados em território nacional. Os itens de vestuário, calçados e acessórios são os mais procurados em sites estrangeiros. Entre as clientes mulheres, representam 60% das compras. Também estão entre as aquisições mais comuns dos brasileiros acessórios de informática e celular, cosméticos e perfumes, além de brinquedos, jogos e outros aparelhos eletrônicos. Se existe praticidade, também existe problema. A entrega demorada incomoda 62% dos consumidores. Também tem a segurança envolvendo o processo de pagamento, que é considerada uma desvantagem por metade dos entrevistados. As preocupações em relação à cobrança de impostos pela Receita Federal ou até a não entrega do produto também são mencionadas na pesquisa. Metade dos consumidores online afirma receber as encomendas fora do prazo. Como a compra foi feita fora do país, não há órgão de defesa do consumidor para recorrer. A principal recomendação é evitar gastar valores altos para minimizar um eventual prejuízo. No entanto, uma nova cobrança estipulada pelos Correios no fim do mês passado vai deixar mais caras as compras em sites estrangeiros. Cada encomenda vinda do exterior estará sujeita a uma taxa de R$ 15.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/tres-em-cada-dez-internautas-compram-em-sites-estrangeiros-05092018

Número de endividados e inadimplentes cresce em agosto
Data: 06/09/2018

Cartão de crédito é responsável por 76,8% das dívidas, seguido de carnês (14,2%), financiamentos de carro (10,4%) e financiamentos de casa (9%)

O percentual de famílias endividadas e inadimplentes cresceu de julho para agosto, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (5) pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). A parcela de famílias com dívidas passou de 59,6% para 60,7%. O número daqueles com contas e dívidas em atraso (inadimplentes) também subiu, ao passar de 23,7% para 23,8% no período. Também foi observado aumento daqueles que dizem não ter condições de pagar dívidas, de 9,4% em julho para 9,8% em agosto. Por outro lado, houve queda nos três indicadores se comparados a agosto de 2017, quando havia 61,2% de endividados, 25,9% de inadimplentes e 10,6% de famílias sem condições de pagar dívidas. O cartão de crédito é responsável por 76,8% das dívidas, seguido de carnês (14,2%), financiamentos de carro (10,4%) e financiamentos de casa (9%). O tempo médio da conta em atraso chegou 64,4 dias.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/numero-de-endividados-e-inadimplentes-cresce-em-agosto-05092018

São Paulo perde para o Atlético-MG e deixa liderança do Brasileirão
Data: 06/09/2018

Gol contra de Régis dá vitória ao Galo, que segue vivo no G6 do Brasileirão; no Beira-Rio, Internacional vence o Flamengo e assume a ponta por saldo de gols

O São Paulo visitou o Atlético-MG nesta quarta-feira (5), no Independência, e saiu de Belo Horizonte com a derrota por 1 a 0 e sem a liderança do Campeonato Brasileiro. Na 23ª rodada do Brasileirão, apenas uma combinação de resultados tiraria o time de Diego Aguirre da ponta da tabela: derrota em Minas Gerais e vitória do Internacional diante do Flamengo. gol da vitória atleticana foi marcado por Régis, do São Paulo, que fez contra no início do jogo. Confira: Corinthians 'demite' técnico Osmar Loss após derrota para o Ceará Com o resultado, o Galo segue em sexto e vai a 38 pontos. O Tricolor continua com 46, mas foi ultrapassado pelo Inter, que venceu o Flamengo por 2 a 1 e é líder pelo saldo de gols. Em casa, o Atlético-MG abriu o placar logo aos oito minutos de jogo. Após cruzamento de Galdezani, Ricardo Oliveira cabeceeou e Sidão fez grande defesa. A bola bateu na trave e Régis tenta cortar, mas mandou contra o próprio gol. Depois do Galo marcar, o São Paulo foi para cima e criou a primeira boa chance aos 25. Rojas fez cruzamento perigoso pela direita e Victor cortou mal. Na sequência, o goleiro atleticano afastou a bola com o pé esquerdo. Aos 34, após saída ruim de Sidão em dividida com Ricardo Oliveira, o camisa 9 do Atlético rolou para a chegada de Tomás Andrade. O meia dominou e, com espaço, chutou mal e mandou para fora. No lance seguinte, Nenê recebeu pela entrada da área e chutou bem, mas Victor fez ótima defesa. Na etapa final, São Paulo pressiona, mas não consegue empate Aos seis da etapa final, reclamação são-paulina: após cobrança de falta e desvio de cabeça de Hudson, a bola bateu no braço de Leonardo Silva e o árbitro Anderson Daronco mandou o jogo seguir. Os jogadores do Tricolor protestaram e pediram pênalti. Sílvio Lancellotti: Dois combates cruciais, e o Inter retira o São Paulo da liderança Reinaldo quase empatou aos 13 minutos. Após boa defesa de Victor em chute de Tréllez, o lateral-esquerdo pegou a sobra na entrada da área e soltou a bomba. A bola passou ao lado do ângulo, mas foi para fora. No minuto seguinte, após cruzamento de Reinaldo, Fábio Santos tentou cortar e quase fez contra. Aos 19, Galdezani teve boa oportunidade pela entrada da área e chutou com força, mas mandou para fora. O Galo perdeu uma chance para ampliar aos 26 minutos. José Welison invadiu a área e chutou na saída de Sidão, que fez boa defesa. No rebote, Leandrinho mandou para longe.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sao-paulo-perde-para-o-atletico-mg-e-deixa-lideranca-do-brasileirao-06092018

Jogadores do São Paulo reclamam de novo da arbitragem no Brasileirão
Data: 06/09/2018

Time reclama de pênalti em lance em que bola bateu na mão de zagueiro Leonardo Silva. Na rodada passada, houve críticas à expulsão de Diego Souza

Com dois tropeços seguidos - empate em casa com o Fluminense e derrota para o Atlético-MG nesta quarta -, o São Paulo perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro. O time tem os mesmos 46 pontos do Internacional, que bateu o Flamengo pela 23ª rodada, mas leva a pior nos critérios de desempate. A vitória mineira veio com um gol contra logo no início do duelo e os são-paulinos reclamaram bastante da arbitragem por não ter marcado um suposto pênalti quando a bola bateu no braço do zagueiro Leonardo Silva dentro da área. "Claramente fomos prejudicados novamente pela arbitragem", reclamou Reinaldo. Na rodada anterior, os jogadores ficaram revoltados com a expulsão de Diego Souza diante do Fluminense. Com um atleta a menos, o São Paulo teve muita dificuldade para empatar com o rival carioca. Desta vez, o time paulista pressionou, principalmente no segundo tempo, mas saiu derrotado. "A sensação é de que fomos prejudicados pela arbitragem. Teve pênalti, ele tinha que dar. Pressionamos, mas a bola não entrou. Foi nítido que merecíamos vencer. Mas valeu pela luta e pelo espírito do time inteiro. Temos de valorizar nossa entrega, foi assim do começo ao fim", comentou Reinaldo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/jogadores-do-sao-paulo-reclamam-de-novo-da-arbitragem-no-brasileirao-06092018

Corinthians 'demite' técnico Osmar Loss após derrota para o Ceará
Data: 06/09/2018

Substituto de Fábio Carille, treinador não conseguiu repetir o sucesso das categorias de base. Loss perdeu metade dos jogos à frente do time principal

Corinthians "demitiu" o técnico Osmar Loss do comando da equipe após a derrota por 2 a 0 para o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Loss fica no clube — deverá voltar para a função de auxliar-técnico — e ainda não se sabe quem assumirá o comando no dérbi contra o Palmeiras, no próximo domingo, na arena do aversário, também pelo Brasileirão. Goleiro marca de falta e Corinthians perde para o Ceará no Brasileirão "A partir do próximo jogo já teremos um novo treinador. Ainda não temos, não tem nada acertado. Isso foi uma decisão agora no vestiário. O Corinthians a partir de amanhã volta a trabalhar com uma mudança e o Osmar volta a ser auxiliar-técnico", disse Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do clube, sem revelar quais os nomes dos possíveis treinadores na mira da diretoria corintiana. A derrota manteve a equipe na faixa intermediária da tabela, com 30 pontos, ainda mais distante do G6, grupo das seis equipes que garantem vaga na próxima edição da Libertadores. Osmar Loss esteve à frente do time alvinegro em 20 jogos — foram dez derrotas, seis vitórias e quatro empates. O técnico assumiu o comando após a saída de Fábio Carille — de quem era auxiliar — bicampeão paulista (2017/18) e campeão brasileiro (2017), que deixou o clube em maio deste ano para dirigir o Al Wehda-ARA. Como comandante das categorias de base do Corinthians, Loss foi extremamente bem-sucedido. Ele conquistando o bicampeonato da Copa São Paulo de Futebol Junior (2015 e 2017) e o Campeonato Brasileiro sub-20 (2014). No entanto, Osmar Loss deverá ser mantido como auxiliar na comissão técnica do clube. Copa Libertadores Uma das grandes decepções para a torcida corintiana na temporada foi a eliminação na Copa Libertadores. O time paulista caiu nas oitavas de final diante do Colo-Colo, do Chile, que tem no elenco dois ex-palmeirenses: o meia Valdívia e o atacante Lucas Barrios, autor do gol na partida de volta do mata-mata, na Arena Corinthians, que terminou empatada em 1 a 1. Copa do Brasil Apesar da fase negativa no Brasileirão e a queda na Libertadores, o Corinthians ainda luta pelo título da Copa do Brasil, torneio que oferece a maior premiação entre as demais competições. O time alvinegro enfrentará o Flamengo em uma das semifinais da competição. O primeiro jogo está marcado para o próximo dia 12, no Maracanã. A volta será disputada no dia 26 de setembro, na Arena Corinthians.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-demite-tecnico-osmar-loss-apos-derrota-para-o-ceara-06092018

PF vê indícios de que Skaf recebeu R$ 5,1 milhões em caixa 2 em 2014
Data: 06/09/2018

Defesa de Skaf afirma que todas as doações para a campanha do candidato foram legítimas e estão registradas na Justiça Eleitoral

Relatório da PF (Polícia Federal) diz que "são robustas as evidências" de que Paulo Skaf, candidato ao governo de São Paulo pelo MDB, recebeu R$ 5.169.160 da Odebrecht entre agosto e outubro de 2014. De acordo com a PF, os valores foram omitidos na prestação de contas à Justiça Eleitoral, o que enquadraria Skaf no crime de "caixa 2", previsto no artigo 350 do Código Eleitoral. A conclusão consta em relatório final do inquérito sobre suposto repasse de R$ 10 milhões da Odebrecht para integrantes do MDB. O documento foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (5) e indica a prática dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia. "São robustas as evidências a demonstrar o encaminhamento de valores pela Odebrecht a Duda Mendonça, no interesse da campanha de Paulo Skaf, com a ciência deste, confirmando a narrativa dos colaboradores Marcelo Odebrecht, Fernando Migliaccio e do próprio Duda Mendonça", escreve o delegado da PF Thiago Machado Delabary, responsável pela investigação. Segundo as declarações de Marcelo Odebrecht, um jantar ocorrido no Palácio do Jaburu serviu para confirmar que, dos R$ 10 milhões que seriam pagos ao MDB, R$ 6 milhões seriam revertidos à campanha eleitoral de Skaf. Em seu acordo de colaboração, Marcelo Odebrecht apresentou cópia de mensagens trocadas via e-mail com Hilberto Silva, responsável pelo Setor de Operações Estruturadas, o "departamento de propinas" da empreiteira, abordando tratativas relacionadas aos pagamentos realizados a "DM" (Duda Mendonça) no interesse de "PS" (Paulo Skaf). À PF, Duda confirmou ter recebido valores da Odebrecht como parte do pagamento dos serviços prestados à candidatura de Skaf ao governo de São Paulo em 2014. O publicitário alegou, porém, que a quantia era de R$ 10 milhões e não R$ 6 milhões como afirmaram os executivos da construtora. Em depoimento, o ex-diretor da empreiteira Fernando Migliaccio disse que os pagamentos a Skaf foram realizados sob o codinome "kibe" ou "tabule". Trocas de mensagens nos sistemas de contabilidade paralela da Odebrecht mostram que executivos da empresa, por meio de doleiros, entregaram o dinheiro em hotéis da cidade de São Paulo entre agosto e outubro de 2014. Dados dos hóspedes que efetuaram check-in nos hotéis obtidos pela PF mostram que Nadja Nara Moraes Villas Boas, Milton Luiz Piazenti Santos, Paulo Rossi, irmão do líder do MDB na Câmara, Baleia Rossi, e Cristina Laert Cotrim Passos receberam valores em espécie em nome de Duda Mendonça. Os nomes dos cinco foram citados pelo publicitário em depoimento como de pessoas que receberam valores provenientes da Odebrecht. "Duda Mendonça referiu ter recebido R$ 10 milhões, dos quais R$ 4 milhões teriam sido revertidos a Paulo Rossi em razão de serviços prestados à campanha de Paulo Skaf. Muito embora as evidências reunidas na investigação não contemplem a integralidade de tais pagamentos, o tanto exposto é suficiente para demonstrar a canalização de valores pela Odebrecht a Duda Mendonça, na forma de contribuição eleitoral oficiosa, em absoluta consonância com o ajuste inicial celebrado no Palácio do Jaburu", escreve o delegado. "Portanto, a conjugação das diversas fontes informativas disponíveis permite concluir que Duda Mendonça recebeu da Odebrecht, no interesse de Paulo Skaf, R$ 5.169.160, computados os valores comprovadamente direcionados a Paulo Rossi." Ouvido pela PF, Skaf negou ter recebido qualquer suporte financeiro extraoficial do grupo, admitindo o recebimento apenas R$ 200 mil como doação oficial da Braskem à sua campanha, em 2014. Os valores teriam sido solicitados a Marcelo Odebrecht sem envolver qualquer hipótese de contrapartida. O emedebista confirmou ter contratado Duda para cuidar do marketing de sua campanha pelo valor de R$ 16 milhões e, por fim disse desconhecer a realização do jantar no Palácio do Jaburu assim como ajustes financeiros que teriam sido feitos naquela ocasião. Defesa "Todas as doações recebidas pela campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo em 2014 estão devidamente registradas na Justiça Eleitoral, que aprovou sua prestação de contas sem qualquer reparo de mérito. A assessoria de Paulo Skaf reitera que ele nunca pediu nem autorizou ninguém a pedir qualquer contribuição de campanha que não as regularmente declaradas." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-ve-indicios-de-que-skaf-recebeu-r-51-milhoes-em-caixa-2-em-2014-06092018

Mais de 200 venezuelanos são transferidos para outros estados
Data: 06/09/2018

Refugiados que aderiram ao programa de interiorização foram transferidos para São Paulo, Brasília e Esteio, no Rio Grande do Sul

Mais de 200 venezuelanos que aderiram ao programa de interiorização partiram de Roraima nesta quarta-feira (5) em rumo a outros estados. Os solicitantes de refúgio saíram de Boa Vista e quatro deles ficaram em Brasília, 75 se estabeleceram em São Paulo e outros 125 foram levados para a cidade de Esteio, no Rio Grande do Sul. Em Brasília, os quatro venezuelanos participam de uma nova modalidade de interiorização: a reunificação familiar. Eles vão reencontrar familiares que moram em Goiás e não ficarão em abrigos. Em São Paulo, os 75 venezuelanos ficarão em quatro abrigos — três deles administrados pela prefeitura e um ligado a uma congregação religiosa. Os 125 transferidos para o Rio Grande do Sul serão acolhidos em um abrigo federal alugado pela ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), com alimentação fornecida pelo Governo Federal. Todos os selecionados que aceitaram participar da interiorização foram vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil — inclusive com CPF e carteira de trabalho. Uma Portaria publicada na segunda-feira (3) autorizou o repasse de recursos do Ministério do Desenvolvimento Social para as cidades Esteio e Canoas, com o objetivo de estruturar uma rede assistencial para acolhida dos venezuelanos. O incremento de R$ 1,2 milhão para Canoas e R$ 534,4 mil para Esteio tem validade de 6 meses. Em setembro, o objetivo do governo é transportar cerca de 400 pessoas por semana. Na terça-feira (4), foram 204 levados a Manaus e Cuiabá. Com o voo de hoje, sobe para 1.507 o total de venezuelanos transportados desde abril. Interiorização A interiorização é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida em outros Estados brasileiros. O programa conta com apoio da ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), da OIM (Agência da ONU para as Migrações), do UNFPA (Fundo de População das Nações Unidas) e do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). Para aderir à interiorização, o ACNUR identifica os venezuelanos interessados em participar e cruza informações com as vagas disponíveis e o perfil dos abrigos participantes. A agência assegura que os indivíduos estejam devidamente documentados e providencia melhoras de infraestrutura nos locais de acolhida. A OIM atua na orientação e informação prévia ao embarque, garantindo que as pessoas possam tomar uma decisão informada e consentida, sempre de forma voluntária, além de realizar o acompanhamento durante todo o transporte. O UNFPA promove diálogos com mulheres e pessoas LGBTI para que se sintam mais fortalecidas neste processo, além de trabalhar diretamente com a rede de proteção de direitos nas cidades destino com o objetivo de fortalecer a capacidade institucional. Já o PNUD trabalha na conscientização do setor privado para a absorção da mão de obra refugiada. Reuniões prévias do governo e da ONU com autoridades locais e coordenação dos abrigos definem detalhes sobre atendimento de saúde, matrícula de crianças em escolas, ensino da Língua Portuguesa e cursos profissionalizantes. *Estagiário do R7 sob supervisão de Plínio Aguiar.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/mais-de-200-venezuelanos-sao-transferidos-para-outros-estados-06092018

Lava Jato investiga ex-chefe de gabinete de Beto Richa
Data: 06/09/2018

MPF do Paraná denunciou 11 investigados por corrupção (ativa e passiva) e lavagem de dinheiro na noite de quarta-feira (5)

A força-tarefa Lava Jato do MPF (Ministério Público Federal) do Paraná denunciou na quarta-feira (5) onze investigados por corrupção (ativa e passiva) e lavagem de dinheiro — entre os quais, Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do ex-governador Beto Richa (PSDB), candidato ao Senado, e o empresário Jorge Theodócio Atherino, apontado como 'operador' de propinas do tucano. O juiz Sérgio Moro recebeu a denúncia e abriu ação penal contra os todos os denunciados. PUBLICIDADE Segundo o MPF, as provas que embasam a acusação "revelaram o pagamento de propinas pela empreiteira Odebrecht para obter favores ilegais relacionados à PPP (Parceria Público Privada) para exploração e duplicação da PR-323, entre os municípios de Francisco Alves e Maringá, durante o ano de 2014, cujo valor era de R$ 7,2 bilhões". Além de Atherino e Roldo, são acusados doleiros e executivos ligados à Odebrecht. De acordo com a denúncia, no fim de janeiro de 2014, executivos da Odebrecht procuraram o então chefe de gabinete do governador Beto Richa, Deonilson Roldo, e solicitaram apoio para afastar eventuais concorrentes interessados na licitação da PPP para exploração e duplicação da PR-323. "Após uma primeira reunião, Roldo voltou a se encontrar com executivos da empreiteira, informando que daria a ajuda ilegal solicitada pela companhia na licitação, mas para isso contava com a ajuda da empresa na campanha do governador daquele ano de 2014", relatou a Procuradoria. "A defesa do ex-governador entende que as alegações do Ministério Público Federal não apresentam qualquer sustentação. O ex-governador sempre pautou suas ações baseado nos princípios legais. A obra de duplicação da rodovia PR-323 nunca aconteceu. Também nenhum recurso público, de origem federal ou estadual, foi aportado na licitação. Não houve também qualquer direcionamento em licitação", afirmou, em nota, a assessoria de Richa. "A Odebrecht continua cooperando com as autoridades e está focada no exercício de suas atividades e na conquista de novos projetos", declarou a empreiteira. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/lava-jato-investiga-ex-chefe-de-gabinete-de-beto-richa-06092018

Condenado em segunda instância, Garotinho mantém campanha
Data: 06/09/2018

Ex-governador, o candidato foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão por formação de quadrilha e pode ser barrado pela Lei da Ficha Limpa

Um dia após ser condenado pelo TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) a quatro anos e seis meses de prisão por formação de quadrilha, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (atualmente no PRP), que concorre ao Executivo estadual, realizou ato de campanha para reafirmar que continua como candidato. Por ter sido condenado por um órgão colegiado, ele pode ser considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Garotinho reuniu líderes de partidos que formam sua coligação (que conta ainda com o PMB, PTC, Patriota e PRB) na sede do PRB, em Benfica, na zona norte do Rio. Após o encontro, ele disse mais uma vez que irá ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar derrubar a decisão do TRF-2. "A decisão tem pelo menos 15 nulidades já detectadas pelos meus advogados. Nós vamos recorrer, e temos absoluta convicção de que na Justiça apropriada, nós vamos reverter o caso", disse Garotinho. Na sequência, ele afirmou que "continuo candidato". "Até porque seria um absurdo, eu que quero tirar essa facção criminosa que está no poder, comandada pelo PMDB (sic), chegar agora e desistir." 'Reunião' PublicidadeFechar anúncio Chamado de "reunião", o ato convocado por Garotinho, na verdade, foi um comício para seus correligionários. Cerca de 200 militantes lotaram o auditório do diretório do PRB. O ex-governador discursou por 55 minutos e, em sua fala, reafirmou ser inocente e disse que está sendo perseguido por adversários políticos. Garotinho afirmou ainda que sabia da sentença do TRF-2 antes mesmo de ela ser proferida. Garotinho havia sido condenado em primeira instância a dois anos e seis meses de prisão, em regime aberto, por formação de quadrilha. O ex-governador recorreu da sentença, que acabou ampliada no julgamento do TRF-2 realizado anteontem. Com a decisão unânime (3 votos a 0), não cabem mais recursos que possam mudar a pena. O TRF-2 informou que vai oficiar o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio e o Ministério Público Eleitoral sobre a situação do ex-governador. Na avaliação de seus advogados, Garotinho não está inelegível porque o pedido de impugnação da candidatura deveria ter sido feito, no máximo, cinco dias após o registro - o que já ocorreu. Desse modo, acrescentam eles, o ex-governador estaria inelegível apenas para eleições futuras. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/condenado-em-segunda-instancia-garotinho-mantem-campanha-06092018

Presidente do STJ critica parecer da ONU sobre candidatura de Lula
Data: 06/09/2018

João Otávio Noronha diz que documento da organização é "absurdo" e que tribunais não vão "se curvar" a ele

O novo presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, afirmou nesta quarta-feira (5) que a Justiça brasileira não está vinculada ao parecer do Comitê de Direitos Humanos da ONU que defendeu a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado e preso no âmbito da Lava Jato. O ministro chamou o comunicado do comitê da Organização das Nações Unidas de "absurdo" e frisou que o STJ e o STF (Supremo Tribunal Federal), "evidentemente", não vão "se curvar" ao documento. "Tenho visto parecer tão absurdo, e esse é mais um", disse Noronha, em um primeiro encontro oficial com jornalistas após sua posse na presidência da Corte. Para o ministro, a ONU emitiu uma opinião em desacordo com a Constituição Federal. "Esse País não é uma colônia, é um País independente, que tem uma Justiça muito bem estruturada", afirmou. "Quem interpreta e julga o brasileiro soberanamente é a Justiça brasileira. Na ONU, você tira o parecer que quer", afirmou. Em sessão finalizada na madrugada do último sábado, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) negou o registro de candidatura de Lula com base na Lei da Ficha Limpa e considerou, por maioria, que o comunicado do comitê da ONU não poderia afastar a inelegibilidade do petista prevista na legislação. A posição diferente foi a do ministro Edson Fachin, que votou para aprovar o registro de Lula, apesar da condenação em segunda instância, e usou o parecer da ONU. Recurso No âmbito criminal, a defesa de Lula dispõe de um recurso no STJ contra a condenação a 12 anos e 1 mês do petista no caso do triplex do Guarujá, que gerou a inelegibilidade. Questionado sobre o tempo de tramitação na Corte, Noronha respondeu que, quando o processo chegar, "não demorará a ser julgado". "Chegando ao STJ, em 30, 40 dias, será julgado". Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/presidente-do-stj-critica-parecer-da-onu-sobre-candidatura-de-lula-06092018

Aeronave de pequeno porte bate durante pouso e fere 6 em MT
Data: 06/09/2018

Avião teria decolado de Belo Horizonte e bateu em um banco de areia na cabeceira de uma pista de terra na cidade de Confresa (MT)

Um avião de pequeno porte bateu em um banco de areia durante o pouso em uma pista de terra nesta quarta-feira (5), em uma fazenda na cidade Confresa, distante 1.160 km de Cuiabá, no Mato Grosso. Um homem foi socorrido em estado grave e outros cinco ocupantes sofreram ferimentos leves. As vítimas com ferimentos leves foram socorridas por uma outra aeronave para um hospital da região. Já o homem em estado grave foi levado, também pela aeronave, para um hospital em Palmas, no Tocantins. O avião um King Air C-90 de prefixo PR-GVJ, havia decolado por volta de 7h da manhã do aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, com destino a fazenda, transportando 5 passageiros e um tripulante. Segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave estava com todos os documentos em situação regular. Equipes do SERIPA VI (Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), vinculado ao CENIPA (Centro Nacional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), foram acionados e devem investigar as causas do acidente.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/cidades/aeronave-de-pequeno-porte-bate-durante-pouso-e-fere-6-em-mt-05092018

Nem da Rocinha é condenado a 66 anos por duplo homicídio
Data: 06/09/2018

Pena corresponde à morte da modelo Luana Rodrigues e sua amiga Andressa de Oliveira em 2011; outro envolvido no crime recebeu pena de 30 anos

Antônio Francisco Bonfim Lopes, conhecido como Nem da Rocinha, foi condenado pelo Conselho de Sentença do III Tribunal do Juri, na noite da última quarta-feira (5), a 66 anos de prisão por homicídio qualificado e ocultação de cadáver da modelo Luana Rodrigues, 20 anos, e sua amiga Andressa de Oliveira, 25 anos, em maio de 2011. Outras três pessoas também foram julgadas pelos crimes contra Luana e Andressa. Thiago Chreu foi condenado a 30 anos e quatro meses de prisão, enquanto Anderson Mendonça e Rodrigo Belo Ferreira foram absolvidos. Na sentença, a juíza Tula Corrêa de Mello destacou o poder que Nem da Rocinha tinha na comunidade e sobre seus comandados, além das diversas formas como o principal acusado impedia o Estado de exercer suas funções de soberania. Nem da Rocinha e os outros citados no crime já cumprem penas por outros crimes em presídios pelo Brasil. Enquanto o ex-chefe de uma das maiores comunidades do Rio de Janeiro se encontra no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia, região norte do país, os outros três julgados estão em reclusão no Complexo de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro. Entenda o caso A modelo Luana e sua amiga Andressa foram mortas na Rocinha em 2011 pelo sumiço de uma carga de drogas do traficante Nem, segundo investigações. De acordo com a Justiça, seus corpos nunca foram encontrados. *Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/nem-da-rocinha-e-condenado-a-66-anos-por-duplo-homicidio-06092018

Sem elenco completo, seleção faz primeiro treino da 'nova era Tite'
Data: 04/09/2018

Já com Neymar, o elenco brasileiro se prepara para enfrentar os Estados Unidos, na sexta-feira (7), e a seleção de El Salvador, na terça-feira (11)

A seleção brasileira chegou aos Estados Unidos nesta segunda-feira (3) para dois amistosos que marcam sua volta aos campos após a eliminação na Copa do Mundo da Rússia pela Bélgica. A primeira partida será nesta sexta-feira (7) contra os donos da casa, em Nova Jersey, e o segundo jogo acontece em Washington na terça-feira (11), contra a seleção de El Salvador. O primeiro treino desta semana que antecedeu esta nova fase da seleção e do técnico Tite, que continua à frente da seleção após a desclassificação da Copa da Rússia, reuniu jogadores experientes que disputaram a Copa há dois meses e outros que foram convocados pela primeira vez - entre eles o goleiro Hugo (Flamengo), os meio-campistas Andreas Pereira (Manchester United) e Lucas Paquetá (Flamengo) e os atacantes Everton (Grêmio) e Richarlison (Everton). Outra novidade da seleção, o zagueiro Dedé (Cruzeiro) é o único dos jogadores que atua no Brasil que falta juntar-se à equipe e deve chegar amanhã. Ficaram de fora do treino desta segunda-feira também o zagueiro Felipe (3), que não chegou a tempo, e Éder Militão, que chega nesta terça-feira (4) após o almoço. Por causa de uma série de lesões, a lista inicial dos convocados por Tite em agosto acabou sendo modificada. Militão, lateral-direito que joga no Porto, ganhou a vaga de Fagner, lateral do Corinthians que teve uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda. O atacante Richarlison entra no lugar de Pedro, jogador do Fluminense que machucou o joelho direito. O volante Renato Augusto, que também havia sido convocado por Tite, pediu para ser cortado, segundo a CBF, mas nenhum outro jogador foi chamado em seu lugar. Os primeiros jogadores a se apresentarem para a comissão técnica, ainda no domingo, foram o goleiro Alisson, os zagueiros Thiago Silva, Fabinho, Marquinhos, Filipe Luís e Alex Sandro, os meios campistas Casemiro e Douglas Costa e os atacantes Roberto Firmino e Richarlison. Na segunda-feira (3) pela manhã desembarcaram Lucas Paquetá, Éverton, Hugo e Mateus Cardoso - sub-20 que deve apenas auxiliar nos treinamentos.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sem-elenco-completo-selecao-faz-primeiro-treino-da-nova-era-tite-04092018

Novatos de Tite comentam sobre primeira oportunidade na seleção
Data: 04/09/2018

Richarlison e Andreas Pereira, que nasceu na Bélgica, sempre sonharam em vestir camisa verde e amarela, e terão dois jogos para mostrar futebol

- Muito feliz pela oportunidade, triste pelo Pedro, um grande amigo meu, mas quero agarrar essa chance. Não quero só vestir a camisa, quero buscar a titularidade. Maravilhoso ser uma cara nova, vestir essa camisa é uma honra. Pressão sempre vai ter. Agora é fazer o que eu sei. Sou quieto, não apareço muito para as câmeras. Só quero jogar futebol - disse o atacante. - Para mim as coisas acontecem muito rápido. Há três anos e meio estava no América-MG e agora estou na Inglaterra. Nem eu esperava que tudo acontecesse tão rápido. Só tenho a agradecer por esse momento, por estar na Seleção. Quero honrar o Espírito Santo, Nova Venécia, está todo mundo torcendo muito por mim - completou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/novatos-de-tite-comentam-sobre-primeira-oportunidade-na-selecao-04092018

Fifa anuncia a tabela do Mundial de Clubes, que ocorrerá em dezembro
Data: 04/09/2018

Sorteio foi realizado nesta terça (4) e definiu os confrontos do torneio; Real Madrid vai enfrentar o vencedor de Chivas (Concacaf) e campeão da Ásia

A Fifa anunciou, na manhã desta terça-feira, em Zurique, a tabela oficial do Mundial de Clubes, que vai ser realizado entre os dias 12 e 22 de dezembro, nos Emirados Árabes. O clube que conquistar a Libertadores vai enfrentar o vencedor do duelo entre o campeão da Champions da África e Team Wellington (Nova Zelândia) ou Al-Ain, campeão dos Emirados Árabes. Veja também: Veja quem tem chance de título, Libertadores e queda no Brasileirão O Real Madrid, atual campeão do torneio, vai estrear na semifinal e vai enfrentar o campeão da Concachampions, o Chivas Guadalajara ou o vencedor da Champions da Ásia (ainda sendo disputada as quartas de final). Enquete: Libertadores: qual time brasileiro tem mais chances de ser campeão? Confira a tabela abaixo: 12/12 • 1ª partida - Al-Ain (Emirados Árabes) x Team Wellington (Nova Zelândia) 15/12 • 2ª partida - Campeão da África x Vencedor do Jogo 1 • 3ª partida - Campeão da Ásia x Chivas Guadalajara (México) 18/12 • Semifinal - Campeão da Taça Libertadores x Vencedor do Jogo 2 19/12 • Semifinal - Real Madrid x Vencedor do Jogo 3 22/12 • Disputa de terceiro lugar • Final

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/fifa-anuncia-a-tabela-do-mundial-de-clubes-que-ocorrera-em-dezembro-04092018

Mercado reduz estimativa de inflação e crescimento da economia
Data: 04/09/2018

BC usa a taxa básica de juros (Selic) para controlar a inflação brasileira. Atualmente a taxa é de 6,5% ao ano

Instituições financeiras consultadas pelo BC (Banco Central) reduziram a estimativa de crescimento da economia e da inflação neste ano. A informação consta do boletim Focus, publicado semanalmente pelo BC, com projeções dessas instituições para os principais indicadores econômicos. A estimativa para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) passou de 4,17% para 4,16%, neste ano. Para 2019, a projeção caiu de 4,12% para 4,11%. Para 2020 e 2021, a estimativa permanece em 4% e 3,92%, respectivamente. Para 2018 e 2019, as estimativas estão abaixo do centro da meta que deve ser perseguida pelo BC neste ano, de 4,5%, com limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. Para 2020, a meta é 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente). Para alcançar a meta de inflação, o BC usa como instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano. De acordo com as instituições financeiras, a Selic deve permanecer em 6,5% ao ano até o final de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano e permanecendo nesse patamar em 2020 e 2021. Quando o Copom (Comitê de Política Monetária) aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom diminui a Selic, a tendência é de que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação. A manutenção da taxa básica de juros, como prevê o mercado financeiro neste ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação. Atividade econômica A projeção para a expansão do PIB (Produto Interno Bruto) — a soma de todos os bens e serviços produzidos no país — foi reduzida de 1,47% para 1,44% neste ano. Para 2019, 2020 e 2021, a estimativa para o crescimento do PIB continua em 2,5%. A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar subiu de R$ 3,75 para R$ 3,80 no final deste ano e permanece em R$ 3,70 no fim de 2019. Para 2020, a estimativa cai para R$ 3,67 e, no final de 2021, se mantém em R$ 3,75.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/mercado-reduz-estimativa-de-inflacao-e-crescimento-da-economia-03092018

Agosto tem maior venda de veículos desde janeiro de 2015
Data: 04/09/2018

Volume corresponde a um crescimento de 14 8% em relação a agosto do ano passado e de 14,3% na comparação com julho

O mercado de veículos novos segue em alta no Brasil e registrou em agosto o maior resultado para? um mês desde janeiro de 2015, segundo balanço da Fenabrave, que compila os emplacamentos anotados pelas concessionárias. É também o melhor desempenho para agosto desde 2014. Foram 248,6 mil unidades vendidas em agosto, em soma que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O volume corresponde a um crescimento de 14 8% em relação a agosto do ano passado e de 14,3% na comparação com julho. As vendas em agosto superaram, inclusive, a expectativa do setor. Em entrevista ao Estadão/ Broadcast na última semana de agosto, o executivo Antonio Megale, que preside a Anfavea, associação que representa as montadoras, havia dito que esperava um mercado de no máximo 230 mil unidades no fechamento do mês. De acordo com ele e outros executivos, a eleição não tem diminuído o fluxo das lojas. O ritmo diário de vendas tem ficado em torno de 10 mil unidades. O setor tem crescido apesar das incertezas em torno da eleição presidencial, que afetam a confiança do consumidor. Boa parte das vendas contempla um esforço do mercado de recuperar as vendas perdidas durante a greve dos caminhoneiros, ocorrida no final de maio. À época, com as estradas bloqueadas, milhares de veículos não foram entregues pelas montadoras às concessionárias. Ao alcançar o maior resultado para um mês desde janeiro de 2015, o mercado apenas retorna a níveis do início da crise econômica. Em agosto de 2014, por exemplo, quando o setor já enfrentava queda, as vendas somaram 272,4 mil unidades. No acumulado do ano, são 1,632 milhão de unidades emplacadas, avanço de 14,9% sobre igual período de 2017. A variação está acima, por enquanto, da previsão da Fenabrave para o ano todo, de crescimento de 10% em relação a 2017. A da Anfavea é de alta de 11,7%. Segmentos Os automóveis e comerciais leves, que representam mais de 90% do setor, registraram 239,2 mil emplacamentos no oitavo mês de 2018 alta de 14% em comparação a igual mês de 2017 e de 14,7% ante julho. O ano acumula 1,574 milhão de unidades vendidas, avanço de 14,1%. Entre os pesados, as vendas de caminhões atingiram 7,4 mil unidades em agosto, alta de 54,3% ante igual mês de 2017 e de 11 3% ante julho. De janeiro a agosto, foram 46,4 mil unidades emplacadas, expansão de 50,7% ante 2017. Os ônibus, por sua vez, tiveram 1,9 mil licenciamentos em agosto, alta de 5,9% ante agosto do ano passado. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/agosto-tem-maior-venda-de-veiculos-desde-janeiro-de-2015-04092018

  Apps de bancos se popularizam e conquistam cada vez mais usuários
Data: 04/09/2018

Aumento da segurança e interfaces que permitem uma navegação fácil fizeram crescer interesse dos clientes bancários pelo 'mobile banking'

Após muitos anos indo ao banco para sacar a aposentadoria, Luiza Santana, de 72 anos, decidiu começar a usar o cartão, a partir de 2010, para saques em caixas eletrônicos e compras no débito. O tempo foi passando, ela ganhou um smartphone de presente da filha e no ano passado acabou convencida a utilizar o aplicativo do banco onde possui conta. "Um dia fui na agência resolver um negócio e a gerente disse que era para eu habilitar meu acesso [ao app]. Pensei que fosse uma coisa muito difícil, mas se você for ver é até mais simples que o caixa eletrônico. [...] Outro dia estava um temporal e eu tinha contas para pagar. Já pensou se precisasse ter que sair de casa?", diz. O comportamento da aposentada se assemelha ao de milhões de brasileiros que nos últimos anos decidiram substituir caixas eletrônicos e até o internet banking (site do banco acessado pelo computador) pelo mobile banking (aplicativo do banco para smartphones). Na App Store (Apple), os aplicativos de seis bancos estão entre os 50 mais baixados nas últimas semanas. Todas as grandes instituições financeiras do país possuem apps para seus clientes. O acesso pode exigir o cadastro de uma senha específica, dependendo de cada banco. A cada segundo, mais de 800 operações são feitas por meio de apps bancários no Brasil: um total de 25,6 bilhões em 2017. Segundo dados da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), o volume de transações feitas pelos aplicativos das instituições financeiras cresceu 70% em 2017, na comparação com o ano anterior. A média foi de 434 transações por conta nos últimos seis meses do ano passado. Seria como se cada pessoa que utiliza o mobile banking fizesse de duas a três transações por dia, como consulta de saldo, transferência, pagamento de contas, entre outras. Para se ter ideia, a contratação de empréstimos pelo celular cresceu 141% no ano passado. Apesar disso, é para transações sem movimentação financeira, como consulta a saldos e extratos, que os brasileiros mais utilizam os apps bancários — 93% do total das operações de mobile banking não envolvem movimentação financeira. Vale a pena ter uma conta digital? O R7 tira as suas dúvidas Nos últimos três anos, a tecnologia avançou o suficiente para conquistar até mesmo clientes desconfiados. A facilidade falou mais alto, explica Luiz Antonio dos Santos, diretor de tecnologia da Montreal, empresa que desenvolve ferramentas para diversos bancos brasileiros. PublicidadeFechar anúncio "Hoje, a segurança e a facilidade do uso desses aplicativos fazem com que eles tenham cada vez mais adeptos. Eu diria que os smartphones mais modernos garantem isso, com reconhecimento facial, impressões digitais...", observa. As estratégias dos bancos para atrair clientes para as plataformas móveis são as mais diversas. O Itaú, por exemplo, criou uma versão 'light' do app, para quem tem pouco espaço no celular. Já os apps do Bradesco e do Santander não consomem dados da franquia móvel. As agências passam a ser locais onde os clientes vão quando realmente precisam. Em 2017, foram fechadas 1.600, de acordo com a Febraban. Ainda assim, são 21,8 mil em todo o país. Por outro lado, o número de agências digitais triplicou no ano passado, chegando a 373. Esse novo modelo de agência inclui ferramentas como chat, telefone e chamada de vídeo para que cliente e funcionários do banco possam interagir. Aumento da bancarização Em um país onde cerca de 70% dos lares possuem acesso à internet, sendo que em 97% deles o smartphone é a principal forma de utilização do serviço, a inclusão daqueles que ainda não estão bancarizados pode ser facilitada pela tecnologia. Com 199 milhões de CPFs ativos, segundo a Receita Federal, o Brasil tem cerca de 140 milhões de clientes bancários, de acordo com dados do Banco Central. "É um movimento irreversível [o aumento do uso dos apps bancários]. Tem iniciativas no exterior até de bancarização de grandes camadas da população por meio de bancos digitais. Na Índia, por exemplo, toda a parte do microcrédito é feita em cima de app", acrescenta o diretor da Montreal. O Banco Central permitiu a abertura de contas online em meados de 2016. A quantidade de contas criadas por meio de apps para smartphone saltou de 591 mil (2016) para 1,6 milhão (2017) e a expectativa do setor bancário é de que esse número continue em alta. O processo de abertura de conta online varia de acordo com a instituição, mas pode levar poucos minutos. Em alguns casos, o interessado precisa fazer um rápido cadastro, enviar fotos dos documentos e da assinatura e uma selfie. O cartão para movimentar a conta é recebido no endereço informado.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/apps-de-bancos-se-popularizam-e-conquistam-cada-vez-mais-usuarios-03092018

TSE suspende inserções do PT na TV que usam imagem de Lula
Data: 04/09/2018

Magistrado atendeu a pedido de liminar feito pelo Partido Novo, e estipulou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento

O ministro Sergio Banhos, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ordenou a suspensão de propagandas do PT na televisão, que, no entendimento do magistrado, confundem o eleitor ao não explicar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é o candidato do partido. Ele atendeu a pedido de liminar feito pelo Partido Novo, e estipulou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento. A propaganda questionada foi do tipo inserção, peça de 30 segundos veiculada durante a programação das emissoras de TV. Nela, Lula aparece durante os primeiros dez segundos exaltando seu governo. Em seguida, o vice da chapa, Fernando Haddad, surge e diz que quer “trazer o Brasil de Lula de volta”. Banhos aceitou os argumentos do Novo de que a propaganda possui a “clara intenção” de “confundir o eleitor” ao fazê-lo crer que Lula continua na disputa ao Palácio do Planalto, afrontando decisão do TSE, que, na madrugada do último dia 1º, proibiu o ex-presidente de participar de qualquer ato de campanha na condição de candidato. Argumentação “Ao tempo em que a propaganda inicia-se com uma fala de Luiz Inácio Lula da Silva fazendo menção aos seus anos de governo, prossegue com a de Fernando Haddad não explicitando a sua condição de vice, nem sequer na legenda, mas, noutro passo, enaltecendo o governo Lula, prometendo trazer aos cidadãos o “Brasil de Lula de Volta”, sem esclarecer, como deveria, que Luiz Inácio Lula da Silva, por decisão do TSE, não pode ser candidato à Presidência da República”, escreveu o ministro. Trata-se da terceira decisão do TSE suspendendo propagandas do PT que usam a imagem de Lula. As anteriores foram proferidas pelos ministros Luís Felipe Salomão, em relação ao horário eleitoral no rádio, e Carlos Horbach, que decidiu sobre o horário na TV. Ambos também estipularam multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento. As propagandas do PT que foram suspensas foram ao ar nos dias 1º e 2 de setembro. Em sua defesa, o partido alega ter recebido um tempo “exíguo” desde a rejeição da candidatura de Lula até o início da propaganda de rádio e TV para adequar suas peças, que já estavam produzidas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/tse-suspende-insercoes-do-pt-na-tv-que-usam-imagem-de-lula-04092018

Maia: governo tenta acordos para votar MP do subsídio ao diesel
Data: 04/09/2018

Medida precisa ser aprovada até 10 de outubro deste ano ou não haverá base legal para continuar bancando o benefício

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o governo está tentando firmar acordos com a oposição para destravar a pauta e conseguir votar a MP (Medida Provisória) que instituiu o subsídio ao preço do diesel antes que ela deixe de valer. A Casa precisa destravar a pauta votando a matéria sobre o Fundo Soberano, entre outros projetos. Nas últimas sessões, a presença de parlamentares foi baixa, o que dificultou as discussões. "Quórum vai ter, o problema é quanto tempo se sustenta", afirmou Maia ao chegar ao Congresso no período da manhã. A MP precisa ser aprovada até 10 de outubro ou não haverá base legal para continuar bancando o benefício, um dos principais pontos negociados com os caminhoneiros para pôr fim à greve deflagrada em maio. Maia participa neste momento de uma reunião com o reitor da UFRJ Roberto Leher, sobre o incêndio no Museu Nacional. Ele foi acusado por opositores de oportunismo ao agendar o encontro. "Esse é uma reunião com toda a bancada do Rio de Janeiro", enfatizou. O presidente da Câmara disse que há a possibilidade do governo editar ainda nesta terça-feira uma medida provisória sobre o Museu. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/maia-governo-tenta-acordos-para-votar-mp-do-subsidio-ao-diesel-04092018

Ministério Público denuncia Fernando Haddad por corrupção
Data: 04/09/2018

Ex-prefeito de São Paulo e provável candidato do PT à Presidência é apontado como recebedor de propina de R$ 2,6 milhões em 2013

O MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) apresentou na segunda-feira (3) uma denúncia de corrupção contra o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT). De acordo com o promotor Marcelo Mendroni, o petista teria recebido R$ 2,6 milhões de propina da empreiteira UTC para quitar dívidas da campanha municipal de 2012. A promotoria também ofereceu denúncia contra o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto; o doleiro Alberto Youssef; o ex-deputado estadual petista Francisco Carlos de Souza (Chicão); o presidente da UTC, Ricardo Pessoa; e contra o diretor financeiro da UTC, Walmir Pinheiro Santana. Caberá à Justiça decidir se os investigados se tornam réus em um possível processo criminal. De acordo com a denúncia, os valores supostamente repassados a Haddad são oriundos de contratos superfaturados da UTC, que eram enviados a uma conta de caixa 2 da empreiteira. O doleiro distribuía os valores a pessoas físicas e jurídicas que, então, faziam pagamentos a gráficas indicadas pelo ex-parlamentar. O dinheiro teria sido repassado entre maio e junho de 2013 para quitar dívidas contraídas em 2012. Haddad é o principal nome cogitado para substituir Lula na chapa presidencial do PT, uma vez que o ex-presidente está preso e foi impedido pelo Tribunal Superior Eleitoral de concorrer. A legenda tem até o dia 11 deste mês para indicar o substituto. Procurada, a assessoria de Fernando Haddad enviou a seguinte nota: Surpreende que no período eleitoral , uma narrativa do empresário Ricardo Pessoa, da UTC, sem qualquer prova, fundamente três ações propostas pelo Ministério Público de São Paulo, contra o ex-prefeito e candidato a vice-presidente da República, Fernando Haddad. É notório que o empresário já teve sua delação rejeitada em quase uma dezena de casos e que ele conta suas histórias de acordo com seus interesses. Também é de conhecimento público que, na condição de prefeito, Fernando Haddad, contrariou no segundo mês de seu mandato, o principal interesse da UTC de Ricardo Pessoa na cidade: a obra confessadamente superfaturada do túnel da avenida Roberto Marinho. Em relação aos demais citados, a reportagem ainda tenta localizar a defesa deles.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministerio-publico-denuncia-fernando-haddad-por-corrupcao-04092018

Projeto ajuda jovem em situação de vulnerabilidade a prevenir o suicídio
Data: 04/09/2018

Suicídio é a segunda maior causa de morte em jovens brasileiros entre 15 e 29 anos — entre mulheres de 15 a 19 anos, já figura como a principal

A cada dia, 32 pessoas, em média, cometem suicídio no Brasil. Hoje, é a segunda maior causa de morte em jovens entre 15 e 29 anos — entre mulheres de 15 a 19 anos, já é a principal. No mundo, uma morte do tipo acontece a cada 40 segundos. Nessa fase da vida, a adolescência, afirma a psicóloga Eliane Puk, o jovem uma fase de transição para a vida adulta e passa a buscar sua própria identidade. “O adolescente adora um desafio e precisa fazer parte de um grupo para sentir-se integrado. Ele busca seus valores e sua integridade, aumentando sua necessidade de sentir-se aceito”, diz. Cuidar de eventuais problemas psicológicos e psiquiátricos deve ser uma tarefa individual, segundo ela. Eles geralmente são evidenciados por indícios de depressão e de pensamentos suicidas, além de distúrbios alimentares, por exemplo. “O que leva alguém a tentar o suicídio é um sofrimento intenso, um vazio existencial, a perda do sentido da vida. Por isso, não se pode generalizar — cada indivíduo é único e deve ser percebido e acolhido”, afirma. O grupo Força Jovem Universal (FJU) promove uma ação social e espiritual com os jovens que já flertaram com o suicídio como solução. “Podemos mudar esse cenário por meio da conscientização, do atendimento e apoio a esses jovens. A ideia é fazer com que eles entendam que vale a pena viver”, afirma Marcello Brayner, coordenador da FJU. Marrie Rossetto), 19, moradora de Santos (SP), conta que, embora estivesse rodeada de amigos e familiares, não se sentia realizada. “Dos 12 aos 14 anos, eu pensava em suicídio. Ninguém sabia o que acontecia comigo. Eu me cortava escondida. Comecei a sofrer com bulimia [transtorno alimentar] e complexos de inferioridade.” Ela acreditava que pedir ajuda não resolveria a sua situação. “Eu mantinha uma aparência de ‘perfeitinha’, por isso, não pedia ajuda; pensava que se descobrissem o que eu passava iriam me julgar.” Ajudada pelo projeto, Marrie hoje não pensa mais na morte — pelo contrário, quer viver e ajudar quem precisa. O grupo semanalmente realiza visitas e palestras em escolas e faculdades, caminhadas contra o suicídio, atendimentos por meio das redes sociais e presenciais na Universal, campanhas como o “Saiba Dizer Não” e o projeto Help, formado por jovens que, um dia, também tentaram o suicídio que hoje podem ajudar outras pessoas. Caso alguma instituição queira a visita do projeto, basta solicitá-la com o coordenador do FJU mais próxima ou procurar as redes sociais do grupo. O encaminhamento será feito para o Help de sua cidade.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/projeto-ajuda-jovem-em-situacao-de-vulnerabilidade-a-prevenir-o-suicidio-04092018

O que os candidatos à Presidência prometem para Educação e Cultura
Data: 04/09/2018

O R7 reuniu as principais propostas dos candidatos à Presidência para a área de Educação e Cultura

Com a proximidade das eleições presidenciais, o R7 reuniu as principais propostas dos candidatos à Presidência para a área de Educação e Cultura, dois assuntos debatidos com frequência nas campanhas eleitorais. A educação é um dos temas que mais preocupa os brasileiros. O orçamento aprovado em 2018 para o MEC (Ministério da Educação) é de R$ 108 bilhões. Segundo especialistas, o país deveria investir mais na área, principalmente na educação básica. Já o Ministério da Cultura recebeu R$ 152,2 milhões este ano. Desde 2014 a pasta tem visto seu orçamento ser reduzido devido a queda na arrecadação e a grave crise econômica que o país enfrenta. Como Tribunal Superior Eleitoral rejeitou a candidatura de Lula à presidência, o candidato passa a ser o vice da chapa, Fernando Haddad. Veja abaixo as principais propostas dos candidatos em ordem alfabética. Alvaro Dias (Podemos) Educação: A proposta do candidato é incluir até 2022 todos os alunos no ensino integral e capacitar professores. Ele pretende ofertar creches e criar 500 centros de educação para o trabalho. Cultura: Para a cultura, Dias diz que criará um Cartão Cultura que facilitará o acesso da população à área. Cabo Daciolo (Patriota) Educação: Prevê o investimento de 10% do PIB em educação para aumentar o repasse de recursos aos estados e municípios e garantir a melhoria da estrutura da educação básica. No ensino superior, valorização das atuais universidades federais, ampliação dos campi e criação de novas universidades. Também pretende elevar o piso salarial dos trabalhadores da educação. Ciro Gomes (PDT) Educação: O candidato quer aumentar o investimento para universalizar o acesso de estudantes de 4 a 17 anos, eliminar o analfabetismo escolar, melhorar a qualidade do ensino, elevar a média de anos de estudo da população, garantir a permanência e a conclusão na idade adequada, reduzir a evasão, adotar uma base nacional comum curricular, aprimorar a formação e seleção de professores, ampliar a rede de ensino básico e de escolas para alfabetização de jovens e adultos. Entre as propostas, implantar creches de tempo integral para crianças de 0 a 3 anos. Também pretende fortalecer o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e estimular a produção de conhecimento e desenvolvimento tecnológico. Cultura: A Cultura é trata como estratégica nas propostas de governo do candidato e está entre os eixos do Projeto Nacional de Desenvolvimento. Segundo a proposta, a cultura é fundamental para a afirmação da identidade nacional. A oferta de bens e serviços culturais deve ser vista como uma forma de lazer e de inclusão social e por essa razão, deve ampliar o orçamento do Ministério da Cultura para atender a essa demanda. Também propõe a criação de uma política e um marco regulatório para a cultura e as artes no Brasil. Fernando Haddad (PT) Educação: Pretende ampliar a oferta de vagas nas creches e no ensino fundamental de forma a garantir 100% das crianças e adolescentes nas salas de aula, bem como adotar uma política nacional de valorização e qualificação dos professores. Entre as metas, o candidato pretende assegurar que todas as crianças apresentem as habilidades básicas de leitura, escrita e matemática, assim como os conhecimentos necessários no campo das ciências naturais e ciências humanas até os 8 anos ou até o final do 2º ano do Ensino Fundamental. Cultura: O candidato pretende aumentar para 1% do orçamento da União para a pasta e deve fortalecer o papel e ampliar os recursos do Fundo Nacional de Cultura (FNC). Deve consolidar o Sistema Nacional de Cultura, garantindo repasses, fundo a fundo, para estados e municípios, além da desburocratização dos mecanismos de fomento para o setor. Também promete implementar a Lei Cultura Viva e reorganizar políticas setoriais. Geraldo Alckmin (PSDB) Educação: Promete investir mais e priorizar a educação básica para que o país alcance 50 pontos em 8 anos no exame internacional Pisa. Para isso, Alckmin pretende tornar a carreira de professor prestigiada e atrativa para os jovens. Cultura: Reconhece as diversas manifestações da cultura brasileira em seu valor intrínseco, como ferramenta de projeção do Brasil e como parte da política de desenvolvimento econômico. Guilherme Boulos (PSOL) Educação: No primeiro ano de governo, será encaminhada a regulamentação do regime de colaboração entre os entes federados, tendo por base a garantia do direito à educação, o combate às desigualdades e as metas do Plano Nacional de Educação. Implementação do Sistema Nacional de Educação e do Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi). As verbas públicas serão destinadas exclusivamente para escolas públicas. De acordo com o plano de governo, pretende capacitar professores para as aulas de cultura afro e indígena nas salas de aula. Cultura: Entre as propostas, deve instituir programas de fomento à cultura negra e periférica, atuar para o reconhecimento das manifestações negras como Patrimônio Cultural Imaterial. Henrique Meirelles (MDB) Educação: Sugere a criação do Pró-Criança, “oferecendo, nos moldes do Prouni, a todas as famílias atendidas pelo Bolsa Família o direito de optar por colocar seus filhos em creches particulares”. Jair Bolsonaro (PSL) Educação: O programa do candidato critica a “doutrinação” ideológica do ensino e propõe mudanças na base curricular nacional. A avaliação é que o país investe mais recursos na educação superior e menos na educação básica, e que é necessário “inverter a pirâmide” e rever o estímulo ao estudo. João Amoêdo (Novo) Educação: Oferecer ensino básico de qualidade, elevando o Brasil em 50 posições no ranking da avaliação internacional Pisa e universalizando o acesso das crianças às creches. A ideia é priorizar a educação básica na alocação de recursos federais, expandir o acesso ao ensino infantil e creches, melhorar a gestão das escolas, criar o programa de bolsas em escolas particulares para alunos do ensino público e aproximar o ensino profissionalizante das demandas do mercado de trabalho. Cultura: Novas formas de financiamento de cultura, do esporte e da ciência com fundos patrimoniais de doações. João Goulart Filho (PPL) Educação: Fazer uma reforma educacional, destinando 10% do PIB para o ensino, aumentando a oferta de universidades públicas. No ensino básico, aumentar o piso salarial dos professores, ampliar em 50% a oferta de ensino integral e aumentar o total de creches. Cultura: A proposta é reestabelecer o protagonismo do Estado, apoiar e atender as demandas da criação e da produção cultural nacionais, principalmente a distribuição dos bens culturais produzidos no país e a proteção do patrimônio cultural brasileiro. Também criar uma secretaria especial para as culturas digitais, que deverá ser o grande centro da memória cultural nacional. Sugere a revisão de modelos de fomento e financiamento estatal à cultura, restringindo as nocivas práticas de “incentivo” baseadas na entrega de recursos públicos (via renúncia fiscal) a projetos privados, redirecionando ditos recursos às prioridades culturais públicas, anualmente definidas. José Maria Eymael (DC) Educação: Garantir o acesso dos estudantes a equipamentos de informática, internet e banda larga, promover o ensino integral, ampliar oferta de cursos técnicos e profissionalizantes e aumentar o número de vagas nos cursos superiores nas universidades federais. Marina Silva (Rede) Educação: A prioridade é a primeira infância (0 a 6 anos). O compromisso é ampliar a oferta de creches para crianças de 0 a 3 anos dos atuais 30% para 50% em todo o país e a universalização da educação infantil, na faixa etária de 4 a 5 anos, em cumprimento às metas do Plano Nacional de Educação (PNE). Para isso, a União vai atuar em parceria com os estados e municípios. Cultura: De acordo com o plano de governo da candidata, a produção cultural e artística será estimulada e apoiada, com a intensificação dos percursos de circulação de artistas pelo país, o fomento à produção cultural por meio de editais, bolsas e premiações e o estímulo à produção audiovisual. Deve instituir uma política de proteção do patrimônio cultural que abrange o patrimônio natural e o conhecimento científico. Se compromete a oferecer condições de funcionamento a museus, arquivos e bibliotecas; valorizar os registros escritos, sonoros e visuais de tradições orais e da produção contemporânea; e realizar tombamentos, a preservação e revitalização ambiental. Vera Lúcia (PSTU) Educação: ?Defende a estatização de escolas e universidades privadas e investimentos maciços no setor. É contra o projeto Escola sem Partido e “defendemos uma educação que ensine o respeito e a diversidade”.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/o-que-os-candidatos-a-presidencia-prometem-para-educacao-e-cultura-04092018


Data: 04/09/2018

Em entrevista, cantora destacou o comportamento consciente do ex-marido durante a inclusão do nome de Mico Freitas no documento da filha

Kelly Key falou sobre a postura de Latino após a mudança na certidão da filha, Suzanna, que adicionou o sobrenome do empresário Mico Freitas em seu documento. Em entrevista para o canal YouTube "Dedé Galvão", a cantora garantiu que o acordo com o músico foi "amigável". "Ele foi muito consciente. Latino foi muito homem em ter dado umas aspas incríveis, dizendo que Mico a criou como pai, que era justo. Nunca entramos em processo para acerto de pensão, isso não existe em nosso universo. Não houve briga. Ela fez o pedido ao Latino pelos WhatsApp ele levou um tempo até assinar, entender a situação. Eu acho importante, são eles que tem que se falar. Foi tranquilo", contou a musa fitness, reforçando que não houve briga com o ex-marido. 'Ela não tirou ninguém da certidão', esclareceu cantora Mãe também de Jaime Vitor, de 13 anos, e Arthur, que completou 1 ano em janeiro, Kelly relatou também que esse era um desejo antigo da primogênita, que convive com Mico desde que tinha um ano. Segundo a youtuber, Suzanna sempre ficou chateada quando se referiam ao empresário como padrasto. "Eu sabia a repercussão que ia tomar. Ela não tirou ninguém da certidão, o Mico entrou como pai afetivo, com os mesmos direitos que o pai biológico tem. Ficou o nome Suzanna Almeida Rocha Freitas", afirmou. Suzanna nega que retirou nome do pai biológico da certidão Recentemente, a jovem de 17 anos colocou fim nas especulações de que retirou o nome do pai biológico do documento: "O Latino é meu pai de sangue e o Mico é (era padrasto). Está com a minha mãe desde que eu tinha dois aninhos (ele me criou como filha dele até hoje). Nós conseguimos incluir o sobrenome do Mico na minha certidão de nascimento como meu pai também. Ou seja, agora sou 'Freitas'. 'Freitas' é do Mico, meu nome completo é Suzanna Afonso Rocha. E agora é Suzanna Afonso Rocha Freitas. Gente, eu só inclui o do Mico. No caso, os dois são meus pais. Eu não convivo com meu pai de sangue. Ele não está muito presente na minha vida como o meu padrasto está. Eu não sei qual foi a última vez que eu tirei uma foto com o meu pai. Mas isso não quer dizer que nós somos brigados, que nós não nos falamos, não tem nada a ver. A gente se vê muito pouco. A gente acaba tendo uma relação muito distante. Mas não quer dizer que nós temos uma relação ruim. Nós não somos brigados, não temos desavenças, só temos uma relação distante".

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purepeople/latino-e-muito-homem-diz-kelly-key-apos-mudanca-em-certidao-04092018

Kanye West aparece chorando em clipe de Childish Gambino
Data: 04/09/2018

Vídeo de animação do rapper, Feels Like Summer, ainda traz inúmeras referências a cultura negra americana como Beyoncé e Michael Jackson

Para variar, o novo clipe de Childish Gambino já está dando o que falar. Lançado no último domingo (2), o vídeo de animação Feels Like Summer traz referências e personalidades da cultura negra americana. Se no vídeo anterior This Is America, Gambino mostrou uma coreografia polêmica, dessa vez ele mirou no próprio hip hop em uma animação de mais de quatro minutos. No desenho, Galbino passeia tranquilamente pelo bairro, enquanto pode-se notar no caminho Beyoncé, Michael Jackson, Whitney Houston, Will Smith, Jay-Z, entre muitos outros. Uma das cenas que mais chama a atenção é Kanye West chorando, usando o famoso boné com o slogan de Donald Trump, "Make America Great Again" (torne a América grande de novo). Ele é consolado pela ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama. A referência pode ser uma crítica aos diversos elogios que o rapper costuma fazer ao presidente americano. Em abril deste ano, Kanye disse que amava Trump, mas recebeu um puxão de orelha da esposa, Kim Kardashian. Nicki Minaj e Travis Scott aparecem em outro momento inusitado, brincando em um gramado verde. A ideia vem de uma recente briga entre os artistas disputando o primeiro lugar da Billboard. Beyoncé surge vestindo uma camiseta em homenagem ao rapper de Chicago, Fredo Santana, que morreu inesperadamente no início do ano. Feels Like Summer foi dirigido pelo próprio Childish Gambino, Ivan Dixon e Greg Sharp. Já as ilustrações foram feitas por Justin Richburg.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/kanye-west-aparece-chorando-em-clipe-de-childish-gambino-04092018

Pagodeiro do Art Popular recebe alta depois de cair de sacada
Data: 04/09/2018

Evandro Soares estava internado desde quinta-feira (23) depois de quebrar sete ossos e passar por três cirurgias

Uma semana depois de cair de uma sacada de quatro metros, o pagodeiro Evandro Soares, do Art Popular, recebeu alta na segunda-feira (3). O músico quebrou sete ossos, teve uma fratura exposta no pulso e passou por três cirurgias. Agora, o artista se prepara para começar a fisioterapia. Pelo Instagram, Evandro comemorou a alta e agradeceu o carinho e oração dos fãs. — Vencemos mais uma. Úlcera cicatrizada e alta médica. Agora prossigo para um longo período de fisioterapia e cicatrização das três cirurgias no braço esquerdo e a colagem espontânea dos três ossos da bacia e uma costela. As orações, as mensagens de todos têm nos dado muita força. Gratidão eterna. Povo do bem. Já consegui sentar na cama, fiquei de pé e andei alguns passos dolorosos, porém, satisfatórios. Obrigado. O acidente aconteceu na casa do músico, que encostou no parapeito da sacada, que fica no primeiro andar, para ver o cachorro que estava no quintal, quando o guarda-corpo quebrou e ele caiu. Evandro ficou desacordado e foi socorrido cinco horas depois do acidente, quando gritou por socorro e um vizinho ouviu. * Estagiária do R7, sob supervisão de Camila Juliotti

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/pagodeiro-do-art-popular-recebe-alta-depois-de-cair-de-sacada-04092018

PRF apreende 20 fuzis em rodovia na Baixada Fluminense
Data: 04/09/2018

Armas foram localizadas na BR-040, na altura de Caxias, e teriam destino o Complexo da Maré; o condutor do veículo foi preso em flagrante

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu, na manhã desta terça-feira (4), 20 fuzis em um carro que passava pela BR-040, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. As armas teriam como destino as comunidades do Complexo da Maré, em Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro. Os agentes da PRF encontraram o armamento de calibre 5,56 mm no fundo falso da mala do carro, no encosto dos bancos da frente e abaixo do assento do banco de trás do veículo. Cerca de 1.500 capsulas de bala para as armas também foram encontradas no veículo, além de 40 carregadores e um kit para que adapta pistolas para disparo automático. Em nota, a assessoria da PRF afirmou que esta foi a maior apreensão de fuzis de 2018. O condutor vinha de São Paulo e foi preso em flagrante pelos policiais. O suspeito pode ter pena de quatro a oito anos de reclusão, além de multa. A Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivo) conduzirá as investigações. *Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/prf-apreende-20-fuzis-em-rodovia-na-baixada-fluminense-04092018

Modelo negra presa estava a 85 km longe do local do crime, diz defesa
Data: 04/09/2018

Jovem foi condenada a 5 anos de prisão. Família de Bárbara Querino organiza ato unificado com outras famílias de presos com indícios de inocência

A estudante e modelo Bárbara Querino, conhecida como Babiy, 20 anos, foi condenada a cinco anos e quatro meses de prisão pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), no dia 10 de agosto deste ano. Ela é acusada de ter participado, junto com outros quatro rapazes, de um roubo que aconteceu na tarde de 10 de setembro do ano passado no Morumbi, zonal sul de São Paulo. A favor de Bárbara, a defesa apresentou à Justiça imagens e mensagens que mostram que ela estaria na cidade de Guarujá, no litoral paulista, a cerca de 85 km de distância, no mesmo dia e horário do crime. Também há o depoimento de seu irmão que teria confessado ter participado do roubo, mas afirma que ela não estava junto. Ele também foi condenado pelo crime. Contra a modelo, o reconhecimento da vítima. Para o juiz Klaus Marouelli Arroyo, o reconhecimento é o suficiente e os indícios apresentados pela defesa mostram "imprecisão quanto às datas e horários nos quais Bárbara estaria no litoral, acompanhada de terceiros". Desde o dia 16 de janeiro, Bárbara divide a cela com outras detentas no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Franco da Rocha, na Grande São Paulo. A unidade está 33% acima da capacidade — 2.314 mulheres presas para 1.738 vagas. “Ela está muito abalada. Chora todos os dias. Já até emagreceu”, diz Fernanda Querino, mãe da modelo. Primeiro contato com a polícia Segundo uma amiga da acusada, a assistente social Mayara Vieira, de 23 anos, a primeira vez que Bárbara foi levada à delegacia foi por outro possível caso de roubo, em 4 de novembro do ano passado. Ela estava na rua próxima à casa onde mora com um grupo de amigas quando seu irmão, junto com outro rapaz, estacionou na via um veículo de luxo. “Ele disse que tinha roubado o carro e pediu ajuda para um amigo para pegar os pertences”, afirma a amiga da modelo. Mayara era uma das amigas que estava no dia e viu o irmão da modelo chegando. À reportagem, Mayara ainda conta que, em seguida, o irmão de Bárbara e outros dois rapazes teriam ido para uma rua debaixo guardar todos os objetos roubados em um “cativeiro”. Depois disso, policiais militares chegaram no local para verificar a denúncia de roubo ao carro de luxo. Segundo o boletim de ocorrência, os PMs chegaram ao local que o carro roubado estava e, próximo do veículo, estava Bárbara, Mayara e um primo da modelo. De acordo com a assistente social, os policiais questionaram onde estariam os responsáveis pelo carro roubado e teriam dito que se elas indicassem os suspeitos, seriam liberadas. Ainda conforme a assistente social, uma vizinha, com medo de represálias, teria indicado onde os suspeitos estavam. Para a Polícia Civil, os PMs disseram que as indicações foram feitas espontaneamente. Os policiais teriam colocado Bárbara e os demais dentro do carro da polícia e foram até o suposto cativeiro. No local, encontraram o trio. No final da abordagem, todo o grupo foi levado ao 98° DP (Jardim Miriam). Nesta ocorrência, o irmão, o primo da modelo e outros dois rapazes foram indiciados, enquanto ela fora ouvida apenas como “partes”. Na delegacia, Bárbara e os demais teriam ficado ao todo 16 horas dentro do veículo policial “esperando o delegado”, segundo Mayara. A modelo e uma outra amiga foram liberadas e os quatro jovens, detidos. “A Bárbara saiu no dia seguinte e foi direto prestar a prova do Enem”, conta assitente social. O sonho da modelo é ser jornalista. Durante o período na delegacia, segundo a amiga, “o policial tirou foto das meninas, mandou para grupos de WhatsApp e de Facebook”. Ainda de acordo com Mayara, essas fotografias começaram a se espalhar pelas redes sociais e a Bárbara começou a ser apontada por internautas como responsável por outro crime. Procurada pela reportagem, a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) disse que "os supostos fatos citados à reportagem e qualquer denúncia a respeito de eventual irregularidade cometida por policiais devem ser formalizadas às Corregedorias das polícias Civil e Militar". Exposição Nos dias seguintes à essa abordagem e supostas fotografias tiradas por PMs, Mayara afirma que blogs e páginas em redes sociais expuseram fotos da modelo como suposta autora de roubos e estava foragida. A assistente social conta que quando a modelo viu uma notícia sobre sua falsa fuga da delegacia, escreveu para os conhecidos em uma rede social que não tinha envolvimento com o assalto. Dias se passaram e “a sensação era de que tudo tinha voltado ao normal”, relembra Mayara. No entanto, no dia 16 de janeiro deste ano, Bárbara recebeu a ordem de policiais para que fosse até a delegacia prestar um novo depoimento. No DP, ela foi acusada de ter participado de um novo crime. Segundo a polícia, ela teria participado, juntamente com o irmão, um primo e um outro rapaz, de um roubo a outro carro de luxo e objetos de valor de uma família, na tarde de 10 de setembro de 2017. Ela ficou presa preventivamente. De acordo com o processo, duas vítimas do assalto reconheceram a imagem de Bárbara como sendo uma das pessoas que cometeram o crime. Mensagens de WhatsApp e Facebook, fotos e vídeos foram apresentadas pela defesa à Justiça apontando que a modelo estava no Guarujá no dia 10 de setembro, quando aconteceu o crime. A notícia sobre a prisão de Bárbara pegou de surpresa a família da jovem. “É algo que eu não esperava, porque ela não fez nada para ir para a cadeia. Ver a minha filha atrás das grades é pior do que colocar uma faca no meu coração”, diz Fernanda Querino, mãe da modelo. No dia em que recebeu a informação de que sua filha tinha sido levada para o presídio, Fernanda estava no hospital recebendo atendimento médico por causa de uma tendinite. “Pensei que ia morrer”, diz. Já Mayara afirma que os policiais apresentaram à Justiça apenas partes de imagens de câmera de segurança do dia que ela foi detida. A filmagem seria apenas o momento que a Bárbara e os demais estavam próximos ao veículo roubado. “Por que eles não mostraram toda a cena?”, indaga Mayara. Segundo a SSP-SP, "o caso foi investigado e as provas testemunhais e períciais foram anexadas ao inquérito que foi relatado. A análise e a posterior condenação cabe ao Poder Judiciário". Em juízo, os policiais civis que apuraram o caso disseram que participavam de várias investigações parecidas na região e, por isso, não se lembram se tinham as imagens de câmeras de segurança desse caso específico.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/modelo-negra-presa-estava-a-85-km-longe-do-local-do-crime-diz-defesa-04092018

Venezuelanos morrem de frio cruzando cordilheira na Colômbia
Data: 04/09/2018

Após cruzar a fronteira na cidade de Cúcuta (Colômbia), os venezuelanos que vão para a cidade de Bucaramanga enfrentam cerca de 190 km a pé

Pelo menos 17 venezuelanos morreram nos últimos dias ao tentar cruzar a região conhecida como Páramo de Berlín, santuário natural na cordilheira andina, na Colômbia. O local tem dezenas de lagoas e registra temperaturas muito baixas que podem chegar aos 15 graus negativos. Hoje (4), por exemplo, as temperaturas mínimas rondam os 7°C na pequena cidade de Tona, situada na região. Ponto mais alto da estrada que conecta as cidades de Pamplona e Bucaramanga, o Páramo de Berlín está a mais de 3 mil metros de altitude. Diretora do albergue Espíritu Santo, localizado na cidade de Tunja (ponto final da travessia do Páramo), Anny Uribe, diz que muitos venezuelanos têm empreendido a viagem a pé e que os relatos contabilizam ao menos 17 mortos por hipotermia nos últimos dias. Entre as vítimas, nove crianças. “Ficamos sabendo de muitas histórias, inclusive a de uma mãe que estava alimentando seu bebê - ela e a menina morreram de parada respiratória. E, que a gente saiba, morreram nove crianças e oito adultos. É uma história muito forte e o mais triste é que as suas famílias nem devem saber que morreram no caminho", contou Anny. Após cruzar a fronteira na cidade de Cúcuta (Colômbia), os venezuelanos que vão para a cidade de Bucaramanga enfrentam cerca de 190 km a pé, trajeto em que levam cerca de 50 horas e cinco dias caminhando. No início do caminho enfrentam calor extremo, para depois encarar muito frio na cordilheira andina. "Chegou aqui um grupo de 14 pessoas e eles nos contaram que eram 17. Três morreram na travessia. Eles tiveram que enterrar os corpos na beira da estrada. Essas pessoas chegam com feridas nos pés, uma descompensação total de seu organismo, desidratados, desnutridos, com hipotermia, pressão baixa", relata. Cerca de 1 milhão de venezuelanos ingressaram na Colômbia desde o início da crise econômica e política na Venezuela. Cerca de 800 mil já residem no país. Mais de 2,3 milhões de venezuelanos, de uma população estimada em 32 milhões, deixaram o país desde 2014, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). No entanto, há também muitas pessoas que deixaram o país sem que fossem registradas pelas autoridades.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/venezuelanos-morrem-de-frio-cruzando-cordilheira-na-colombia-04092018

PICADINHO DE CARNE COM BATATAS (SEM EDITAR)
Data: 04/09/2018

PICADINHO DE CARNE COM BATATAS (SEM EDITAR)

PICADINHO DE CARNE COM BATATAS (SEM EDITAR)

Link Notícia: https://www.youtube.com/embed/aHzE_LWiNMM

Alta do dólar vai aumentar preço dos alimentos e gerar desemprego
Data: 31/08/2018

Economistas explicam ao R7 que o valor da moeda norte-americana impacta na vida do brasileiro

O dólar comercial atingiu o valor de R$ 4,21 nesta quinta-feira (30). Fechou o dia valendo R$ 4,1463 - a 2ª maior cotação desde a criação do Plano Real, em janeiro de 2016. A alta da moeda norte-americana reflete na vida dos brasileiros e, se continuar aumentando o valor, pode fazer com que a alimentação fique mais cara e até mesmo gerar desemprego em alguns setores da indústria. O professor de economia da FIA Labfin Alexandre Cabral explica ao R7 como o dólar chegou nesse patamar nos últimos meses. “Há uns dois meses, o dólar subia e caía, estava patinando, mas começou a subir sem parar. Temos dois grandes motivos para isso: o cenário local e o externo”, diz. “O segundo turno da eleição ainda é um grande mistério. O resultado da eleição também é uma grande dúvida, porque existe a possibilidade de o presidente ser o terceiro candidato mais votado ser o eleito. Imagina um gringo lendo que o terceiro pode ser eleito e não os dois mais populares? Ele não tem confiança”, completa. Ainda de acordo com Alexandre, o cenário externo também contribui para a alta do dólar. Estados Unidos e Turquia estão em meio a uma crise política e diplomática. Donald Trump anunciou o aumento das taxas sobre a importação de aço e alumínio turcos e isso fez com que a lira, a moeda turca, se desvalorizasse. Alexandre explica ainda que o Banco Central da Turquia está enfrentando problemas internos. “Está acontecendo tudo ao mesmo tempo. O Trump peitar a China, afeta o comércio. Mas a partir do momento em que ele enfrenta a Turquia, o mercado começa a comparar com o Brasil.” Banco Central vende US$ 1,5 bilhão para conter alta do dólar Nesta quinta, o banco central argentino anunciou que aumentou a taxa de juros para 60%, de 45%, e ainda aumentou em cinco pontos percentuais a taxa de compulsório para bancos privados. “Hoje [quinta-feira (30)], está correndo um boato no mercado da Turquia de que duas pessoas do BC de lá vão pedir demissão. Dizem que eles são os mais respeitados de lá”, contextualiza. “para piorar o cenário externo, temos um vizinho chamado Macri [Mauricio, presidente da Argentina], que subiu os juros para tentar controlar o peso argentino.” Mas como isso afeta a vida do brasileiro? O professor de economia da FGV Joelson Sampaio explica que o dólar está mais presente na vida do brasileiro do que muitos imaginam. “Pode pensar na vida das pessoas, na parte de consumo, em itens como a cesta básica, alimentos em geral, alimentos que levam farinha de trigo, como macarrão, pão, entre outros. Os preços são repassados para a população e acaba afetando o preço final”, explica. Alexandre explica ainda que os alimentos ficam mais caros devido ao frete. “O combustível afeta o preço do que as pessoas consomem. E ele fica mais caro porque segue o preço internacional. Isso acaba refletindo no que as pessoas consomem, porque o frete fica mais caro o frete. É isso que encarece os produtos.” Além disso, os alimentos ficam mais caros porque os produtos usados na plantação são importados. “Quando um cara vai comprar um fertilizante, vai repassar esse preço para o consumidor. O setor agro vai sentir bastante. Algumas coisas já estão começando a pingar nos preços finais.” Desemprego Se o dólar continuar em alta até o fim do ano, pode gerar desemprego para os brasileiros. “O setor industrial depende muito do petróleo. O nosso cotidiano tende a ficar mais caro. Algumas empresas não conseguem repassar o valor para a população, porque não são produtos essenciais. Repassa até um certo limite, porque senão não vende, aí demite”, diz Alexandre. Para Joelson, o desemprego é uma possibilidade mais remota. “A alta do dólar provavelmente é passageira. Porém, se ficar nesse nível, pode ter demissões em alguns setores. Temos um pouco de estoque em alguns produtos também. Isso faz demorar um pouco pra chegar o aumento na população. O que gera o dólar alto é a economia não crescer.” Inflação Os dois economistas concordam quanto à inflação. De acordo com eles, a inflação vai aumentar por conta da alta do dólar. No entanto, como está em um patamar baixo, ainda não é motivo de preocupação. “Inflação de alimentos tem um pouco mais de repasse do que os outros setores. Mas podemos dizer que substitui um repasse por outro”, avalia Alexandre. “Afeta inflação, mas como estamos com um nível muito baixo, ainda acaba o ano com uma inflação dentro da meta”, explica Joelson. Energia mais cara O dólar também pode fazer com que a energia pese no bolso do consumidor. “Com o combustível mais caro, a energia elétrica pode ter um aumento de preço também”, avalia Joelson.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/alta-do-dolar-vai-aumentar-preco-dos-alimentos-e-gerar-desemprego-31082018

Desemprego recua, mas atinge 12,9 milhões de brasileiros
Data: 31/08/2018

Em março, havia cerca de 500 mil pessoas a mais sem emprego no País. Salário médio de quem tem serviço é de R$ 2.205, segundo pesquisa do IBGE

O número de brasileiros desempregados recuou, mas ainda atinge 12,9 milhões de brasileiros, de acordo com a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral), divulgada nesta quinta-feira (30), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No primeiro trimestre, o Brasil possuía 13,4 milhões de desempregados. O recorde, no entanto, foi registrado pela Pnad em abril de 2017, quando 14 milhões de brasileiros estavam sem emprego — a pesquisa passou a ser feita em 2012. Com isso, a taxa de desocupação (12,3%) registrada no trimestre de maio a julho de 2018 registrou queda de 0,6 ponto percentual em relação ao trimestre de fevereiro a abril de 2018 (12,9%). Comparado ao mesmo trimestre de 2017 (12,8%), também teve uma queda. Ainda de acordo com os dados, a queda do desemprego está sendo puxada pela geração de postos informais. O estudo mostra que a taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,5% no trimestre encerrado em julho. Isso quer dizer que ainda falta trabalho para 27,6 milhões no país. O número apresentou estabilidade em relação ao timestre de fevereiro a abril de 2018, quando a subutilização foi estimada em 27,5 milhões de pessoas. No mesmo trimestre do ano anterior, porém, havia 26,6 milhões de pessoas subutilizadas, o que representa um adicional de 913 mil pessoas. O número de pessoas subocupadas por insuficiência de horas subiu no trimestre de maio a julho de 2018 e registrou 6,6 milhões de pessoas. Em relação ao mesmo trimestre do ano passado, teve uma alta de 9,3%, o que representa um aumento de 560 mil pessoas subocupadas. Os desalentados, aquelas pessoas que desistiram de procurar emprego, somam 4,818 milhões de pessoas. O número manteve-se estável em relação ao trimestre anterior. Porém, apresentou uma alta de 17,8% em relação ao mesmo trimestre de 2017, quando existia 4 milhões de pessoas desalentadas no Brasil. PublicidadeFechar anúncio Força de trabalho A força de trabalho, que conta com pessoas ocupadas e desocupadas, foi estimada em 104,5 milhões de pessoas no trimestre analisado. Com isso, apresentou uma alta de 383 mil pessoas (0,4%) em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril). O número também cresceu em comparação ao mesmo trimestre de 2017: 0,5% (acréscimo de 525 mil pessoas). O número de pessoas fora da força de trabalho, no trimestre de maio a julho deste ano, foi de 65,5 milhões de pessoas. Já o contingente de pessoas ocupadas foi estimado em 91,7 milhões. Ainda de acordo com os dados divulgados, o número de empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada é de 33 milhões de pessoas. Já a categoria de trabalhadores por conta própria registrou 23,1 milhões de pessoas. Rendimento O rendimento médio real habitual dos brasileiros foi estimado em R$ 2.205 no trimestre de maio a julho de 2018 e manteve estabilidade em ambas as comparações.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/desemprego-recua-mas-atinge-129-milhoes-de-brasileiros-30082018

Economia brasileira cresce no segundo trimestre de 2018
Data: 31/08/2018

Este foi o sexto resultado positivo consecutivo, nesta comparação. Dados foram divulgados na manhã desta sexta pelo IBGE

O PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todas os bens e serviços produzidos pelo Brasil, cresceu 0,2% no segundo trimestre de 2018 em relação ao primeiro do mesmo ano, segundo os dados divulgados na manhã desta sexta-feira (31) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Este foi o sexto resultado positivo do PIB depois de oito variações negativas nesta comparação. O crescimento do PIB foi impulsionado pelo desempenho do setor de serviços, com alta de 0,3%. A agropecuária se manteve estável (0%) e houve queda nos resultados da indústria (-0,6%). O PIB totalizou R$ 1,693 trilhão, com R$ 1,450 trilhão de Valor Adicionado a Preços Básicos e R$ 242,9 bilhões em Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios. Em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, houve crescimento de 1%, sendo o quinto resultado positivo consecutivo nesta comparação. Houve crescimento de 1,2% nos serviços e -0,4% na agropecuária. O PIB acumula alta de 1,1% no acumulado de um ano. Economia em 2017 Em 2017, a economia brasileira cresceu 1%, primeiro resultado positivo depois de dois anos de queda. As duas quedas consecutivas, em 2015 e 2016, foram de 3,5%. Em comparação aos anos anteriores, em 2017 o país teve altas na Agropecuária (13,0%) e nos Serviços (0,3%), e estabilidade na Indústria (0,0%). Isso quer dizer que, apesar de a economia brasileira apresentar recuperação em 2017, ainda não conseguiu repor as perdas do período de crise, uma vez que o PIB tinha recuado 3,5% nos anos anteriores. O PIB da Agropecuária em 2017 apresentou o melhor resultado da série histórica iniciada em 1996.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/economia-brasileira-cresce-no-segundo-trimestre-de-2018-31082018

Palmeiras perde em casa para o Cerro, mas avança na Libertadores
Data: 31/08/2018

Time teve o volante Felipe Melo expulso no início, sofreu um gol bizarro, mas está classificado para as quartas do torneio continental e enfrentará Colo-Colo

O Palmeiras perdeu em casa para o Cerro Porteño-PAR por 1 a 0, nesta quinta-feira (30), em São Paulo, mas ainda assim confirmou a classificação para as quartas de final da Copa Libertadores. Na partida de ida, há 15 dias, em Assunção, o time alviverde havia vencido por 2 a 0. Foi a primeira derrota do time desde que Luiz Felipe Scolari assumiu o comando. A equipe paraguaia sufocou o time palmeirense em pleno Allianz Parque e por pouco não chegou ao segundo gol, que levaria a decisão para a disputa de pênaltis. O Palmeiras teve dois jogadores expulsos. O volante Felipe Melo fez uma falta violenta em Víctor Cáceres no início da partida, foi expulso pelo árbitro argentino Germán Delfino e complicou bastante a estratégia montada por Felipão para a partida. Os jogadores palmeirenses reclamaram muito, mas o árbitro manteve a decisão e o time alviverde teve que atuar com um a menos a partir dos três minutos da primeira etapa. Veja também: Se a diretoria tivesse firmeza demitiria Felipe Melo No fim da partida, o atacante Deyverson, que havia entrado na segunda etapa, recebeu o cartão vermelho por comemorar um cartão amarelo que "cavou" para um jogador do Cerro. Valdívia será adversário nas quartas Na etapa seguinte do torneio continental, o Palmeiras enfrentará o Colo-Colo, que eliminou o Corinthians nas oitavas de final. O time chileno tem dois ex-palmeirenses no elenco: o atacante Lucas Barrios (campeão brasileiro de 2016) e o meia Valdívia, um dos ídolos da torcida alviverde. Chaveamento Além do duelo entre Palmeiras e Colo-Colo, também estão definidos os demais confrontos das quartas de final da Libertadores: Independiente-ARG x River Plate-ARG, Atlético Tucumán-ARG x Grêmio e Boca Juniors x Cruzeiro. O jogo Foi um dos jogos mais tumultuados da temporada. A partida mal começou e Felipe Melo e foi expulso de campo. Aos 3 minutos, o volante entrou de sola de Víctor Cáceres e recebeu o cartão amarelo. No entanto, o árbitro argentino Germán Delfino repensou e decidiu dar o cartão vermelho para o palmeirense. A confusão provocou a paralisação da partida por alguns minutos. Felipe Melo e os companheiros de time reclamaram bastante da decisão da arbitragem. Pouco depois, o atacante Churín trombou com o goleiro Weverton na área e foi advertido com o cartão amarelo. A torcida protestou e pediu a expulsão do jogador da equipe paraguaia. Aos 17 minutos, o time paraguaio assustou o goleiro Weverton, que precisou se esforçar para defender, em dois tempos, um chute de fora da área e bastante perigoso de Escobar. O Palmeiras claramente se perdeu depois do destempero de Felipe Melo no início do jogo. Nos primeiros 20 minutos, o time comandado por Luiz Felipe Scolari não conseguiu criar uma jogada de ataque sequer. A primeira jogada da equipe palmeirense aconteceu somente aos 26 minutos, quando o lateral Diogo Barboza arrancou pelo meio, carregou a bola até a intermediária e passou para Willian, que acompanhava pela esquerda. No entanto, o atacante tentou devolver a bola ao invés de chutar para o gol e perdeu o lance. Mais tarde, foi a vez de Borja disparar pela esquerda e tocar para Willian. Desta vez, o atacante tocou de primeira e obrigou o goleiro Antony Silva a fazer uma grande defesa. Aos 34, o Cerro quase abriu o placar em uma grande jogada pela direita. Ruiz cortou o zagueiro palmeirense e cruzou rasteiro para a marca do pênalti. Víctor Cáceres escorou, mas errou o alvo. PublicidadeFechar anúncio Cinco minutos depois, o Palmeiras chegou com perigo. Dudu recebeu na esquerda, limpou para o meio e bateu, mas a bola foi travada pela defesa da equipe paraguaia. Aos 46, o lateral Mayke caiu no gramado depois de um choque de cabeça com o paraguaio. Os jogadores palmeirenses cobraram o árbitro por não ter parado a partida imediatamente. Foi o desfecho de um primeiro tempo bastante tumultuado. Segundo tempo A volta do intervalo começou ainda mais tumultuada que o primeiro tempo. No primeiro minuto, o jogador Rodrigo Rojas caiu no gramado, aparentemente desacordado, após um choque de cabeça com o colombiano Borja. Os companheiros de time se desesperaram e pediram o atendimento. A ambulância de plantão foi acionada para atender o atleta. A partida ficou paralisada por cerca de cinco minutos. O meio-campista Novick entrou no lugar de Rojas. No reinício, o Palmeiras chegou perto de abrir o placar. Dudu cobrou falta na área, Edu Dracena desviou e o atacante Borja quase pegou a sobra. Mas, aos 12 minutos, o lateral Arzamendia foi à linha de fundo e cruzou. O goleiro Weverton estava mal colocado e aceitou: 1 a 0 para o time paraguaio. O gol sofrido quebrou uma longa invencibilidade da defesa palmeirense, que ainda não havia sido vazada desde a chegada de Felipão — foram nove jogos. Pouco depois do gol, Felipão fez uma mudança na equipe que demonstrava o tamanha da preocupação com a zebra. O treinador tirou Borja e colocou em campo o volante marcador Thiago Santos. Aos 21 minutos, Palau chutou de fora da área e assustou Weverton, que caiu para evitar surpresas. Na sequência, Willian aproveitou uma bola que quicou à sua frente, na entrada da área, e soltou uma bomba para o gol. Antony Silva teve que se esticar para espalmar pela linha de fundo. Aos 29, Ruiz aproveitou uma sobra, bateu para o gol e levou muito perigo para a meta de Weverton. Um minuto depois, o time palmeirense correu outro risco muito grande de levar o segundo gol, quando Ruiz invadiu a área, mas parou na saída de Weverton. Weverton salvou o Palmeiras novamente em mais um grande lance do paraguaio Óscar Ruiz, que invadiu a área e bateu forte, mas o goleiro espalmou. O ataque do Cerro não conseguiu aproveitar o rebote. Veja também: Apesar de Felipe Melo, o Palmeiras prossegue na Libertadores/2018 No fim da partida, mais confusão. Já nos acréscimos, Deyverson sofreu uma falta que provocou o cartão amarelo para o jogador paraguaio. O atacante continuou comemorando o lance, fazendo gestos para a torcida do Palmeiras, e acabou expulso de campo. O jogo terminou somente aos 56 minutos. Próximos jogos O Palmeiras voltará a jogar no próximo fim de semana pelo Campeonato Brasileiro. A equipe alviverde enfrenta a Chapecoense, no domingo, às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó, pela 22ª rodada da competição. O Palmeiras ocupa a quarta posição na tabela do Nacional, com 37 pontos. Ficha Técnica PALMEIRAS 0 x 1 CERRO PORTEÑO 30/8 — Allianz Parque (São Paulo) Árbitro: Germán Delfino (Argentina); Gols: Arzamendia, aos 12 do 2º; Cartões amarelos: Churín, Jorge Rojas, Novic, Escobar, Palau (Cerro Porteño); Edu Dracena (Palmeiras); Cartão vermelho: Felipe Melo, Deyverson (Palmeiras), Marcos Cáceres (Cerro Porteño) PALMEIRAS: Wewerton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barboza; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés (Jean, aos 35 do 2º); Willian (Deyverson, aos 30 do 2º), Dudu e Borja (Thiago Santos, aos 16 do 2º). Técnico: Luiz Felipe Scolari. CERRO PORTEÑO: Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Escobar e Arzamendia; Víctor Cáceres (Nelson Valdez, no intervalo), Palau e Rodrigo Rojas (Novic, aos 6 do 2º), Jorge Rojas (Benitez, aos 21 do 2º) e Óscar Ruíz; Churín. Técnico: Luis Zubeldia.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/palmeiras-perde-em-casa-para-o-cerro-mas-avanca-na-libertadores-31082018

Boca elimina Libertad e pega Cruzeiro na Libertadores
Data: 31/08/2018

Time argentino venceu por 4 a 2, no Defensores Del Chaco, em Assunção, garantiu a classificação para as quartas do torneio continental

Com um gol de Carlitos Tevez, o Boca Juniors venceu o Libertad por 4 a 2 nesta quinta-feira (30), fora de casa, e garantiu vaga para as quartas de final da Libertadores. O time argentino já havia vencido o jogo de ida por 2 a 0 e se classificava com derrota por até um gol de diferença. Na próxima fase, o Boca enfrentará o Cruzeiro, que na quarta-feira despachou o Flamengo. A Conmebol ainda não divulgou as datas das partidas, mas o primeiro duelo acontecerá em Belo Horizonte e a volta será em Buenos Aires. A conquista da classificação contra o time paraguaio veio com um pequeno susto para os argentinos. Empurrado por seus torcedores, o Libertad saiu na frente com um gol de Oscar Cardozo. O atacante aproveitou um vacilo da zaga adversária e mandou para as redes. O Boca, no entanto, virou ainda no primeiro tempo. Pavón deixou tudo igual após receber lançamento e tocar na saída do goleiro. Dois minutos depois, a zaga do Libertad cochilou novamente, Zárate dominou livre e deixou os argentinos em vantagem. Carlitos Tevez entrou no segundo tempo e deixou o dele aos 30 minutos. Ele aproveitou um passe pelo lado esquerdo da área e com um toque deslocou o goleiro. O Boca ainda fez o quarto em cobrança de pênalti de Cardona. Ele deu uma cavadinha, o goleiro caiu para o lado e a bola entrou lentamente no meio do gol. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/boca-elimina-libertad-e-pega-cruzeiro-na-libertadores-31082018

Arboleda é convocado e desfalca o São Paulo em duas partidas
Data: 31/08/2018

Zagueiro equatoriano não terá condições de enfrentar o Atlético-MG, no Independência, e o Bahia, no Morumbi, pela sequência do Brasileiro

O São Paulo terá o desfalque de um de seus principais jogadores nas partidas da 23ª e 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Convocado para defender a seleção equatoriana nos amistosos contra Jamaica e Guatemala, respectivamente, nos dias 7 e 11 de setembro, o zagueiro Arboleda viaja para Illinois, nos Estados Unidos, e não joga contra o Atlético-MG e o Bahia. O anúncio de sua convocação foi feito no início da tarde desta sexta e não surpreendeu os são-paulinos. Desde antes da realização da Copa do Mundo, Arboleda já integrava o selecionado equatoriano e deve participar do novo ciclo, que pretende recolocar o país sul-americano na principal competição de futebol do planeta. — Obrigado Deus por esta nova oportunidade. Obrigado a todos que acreditaram em mim. Vou dar o meu melhor para não decepcioná-los nunca mais. Obrigado, de verdade - escreveu o dono da camisa 5 do São Paulo. Embora perca um de seus pilares do sistema defensivo para o jogo no Independência e depois no Morumbi, o técnico Diego Aguirre não deve ter muitos problemas para escalar o Tricolor nestes confrontos. Isto porque, tanto Anderson Martins como Bruno Alves vivem grande fase no clube do Morumbi e costumam ser elogiados pela comissão técnica. Além da dupla, o elenco ainda conta com Rodrigo Caio, que não joga desde o início de abril por conta de uma lesão no pé esquerdo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/arboleda-e-convocado-e-desfalca-o-sao-paulo-em-duas-partidas-30082018

Geisy Arruda aposta em maiô e exibe marquinha em Miami
Data: 31/08/2018

De férias nos Estados Unidos, apresentadora compartilhou momentos na praia e encantou seguidores

Geisy Arruda continua de férias nos Estados Unidos. Depois de realizar o sonho de conhecer a Disney, seguiu viagem para Miami Beach e segue compartilhando com os seguidores seus momentos de lazer. No Instagram, a influencer e apresentadora postou duas fotos em que aparece tomando sol na praia. Geisy Arruda posa com Pateta na Disney: "Novo crush" Geisy escolheu um maiô cavado, que está em alta na moda, e revelou a marquinha de biquíni. Na legenda, brincou: "A lá milanesa..". Os fãs encheram Geisy de elogios pela boa forma. "Uma das fotos do ano", "Linda", "Maravilhosa", "Que sereia" foram alguns dos elogios postados pelos seguidores.

Link Notícia: https://meuestilo.r7.com/moda/geisy-arruda-aposta-em-maio-e-exibe-marquinha-em-miami-29082018

Vestido usado por Meghan Markle será exposto no Castelo de Windsor
Data: 31/08/2018

Duquesa de Sussex usou um modelo de seda desenhado pela diretora artística da Givenchy, Clare Waight Keller, em casamento com o príncipe Harry

LONDRES (Reuters) - O vestido usado por Meghan Markle no casamento com o príncipe Harry, do Reino Unido, será exposto ainda este ano no Castelo de Windsor, onde foi realizada a glamourosa cerimônia em maio. A ex-atriz norte-americana, agora duquesa de Sussex, usou um elegante vestido de seda desenhado pela diretora artística da Givenchy, Clare Waight Keller, em seu casamento com o neto da rainha Elizabeth. A exposição do vestido, que começa no dia 26 de outubro e vai até janeiro em Windsor, também contará com o véu de cinco metros bordado com elementos da flora dos 53 países da Commonwealth, que Meghan usou no casamento com uma tiara de diamantes e platina emprestada a ela pela rainha, que nunca havia sido exposta publicamente antes. Uma réplica do uniforme da cavalaria usado por Harry no casamento também fará parte da exposição. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://meuestilo.r7.com/moda/vestido-usado-por-meghan-markle-sera-exposto-no-castelo-de-windsor-29082018

Em 308 cidades brasileiras, há mais eleitores do que habitantes
Data: 31/08/2018

Diferenças acontecem pela distinção entre os domicílios eleitoral e civil, o que permite que o eleitor more um uma cidade e vote em outra

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) identificou que em 308 cidades do Brasil o número de eleitores é maior que o de habitantes, considerando a estimativa populacional. Metade dos municípios onde ocorre a inversão está em Minas Gerais, no Rio Grande do Sul e em Goiás e todos são de pequeno porte, segundo levantamento feito pela CNM (Confederação Nacional de Municípios). Em todo o país estão aptos para votar 146,8 milhões de eleitores, o que corresponde a 70,4% da população brasileira, de 208,5 milhões. Os menores colégios eleitorais do país estão em cidades com menos ou pouco mais de mil habitantes. O município com menor número de eleitores é também o menor do país em habitantes: Serra da Saudade (MG), com 941 para 786 habitantes. De acordo com a pesquisa da CNM, a maior diferença entre o eleitorado e a população residente ocorre em Canaã dos Carajás (Pará). A cidade tem 3.805 eleitores a mais que habitantes. Em Severino Melo (RN), Cumaru (PE) e Maetinga (BA), a disparidade entre eleitores e residentes também é maior do que 3,2 mil. Números Em relação aos municípios que têm menos eleitores entre os habitantes, Balbinos (SP) é o primeira do ranking, com 5.532 habitantes e eleitorado de apenas 1.488. Em seguida, a proporção de eleitores em relação ao número de habitantes abaixo de 30% ocorre em cidades do interior do Pará: Água Azul do Norte, São Félix do Xingu e Ulianópolis. As capitais representam os maiores colégios eleitorais. Em números absolutos, São Paulo lidera a lista com 9 milhões de eleitores, o que representa cerca de 6% do total brasileiro. Em seguida, vêm o Rio de Janeiro, com 4,8 milhões de eleitores (3,3,e Brasília, com cerca de 2 milhões de eleitores (1,42%). Análise O levantamento da confederação, baseado nos registros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ressalta que as diferenças ocorrem pela distinção entre os domicílios eleitoral e civil, o que permite que o eleitor more um uma cidade e vote em outra. A concentração de eleitores em locais com maior atividade econômica e migração constante de grupos populacionais, como ciganos e assentados, também contribui para a diferença, segundo a CNM “Morar numa cidade e votar na outra é possível, não é fraude. Não tem má-fé aí. São várias situações. São todos municípios de pequeno porte”, afirmou o presidente da CNM, Glademir Aroldi. Ele disse que há situações em que os jovens saem para estudar em outras cidades, mas mantêm o domicílio eleitoral no município de origem. “Há muitas cidades litorâneas onde a pessoa acaba adquirindo imóvel, mas reside e trabalha em outra, e com o tempo transferiu o título pra lá também”, observou. Queixas Outro motivo apontado por Aroldi é o fato de que o número real de habitantes de algumas cidades pode estar subestimado. O próximo censo do IBGE está previsto para ser feito em 2020, e a estimativa mais recente do instituto foi baseada no censo anterior, de 2010. “Há reclamações de prefeitos de que o censo do IBGE não foi feito [em algumas dessas cidades]. A população pode estar subestimada, muitos municípios alegam isso. O município diminuiu no último censo feito pelo IBGE, mas a população pode não ter diminuído ou ter aumentado alguma coisa”, reagiu Aroldi. Para a CNM, equívocos como esses têm impactos para a população e o município. “Isso traz prejuízos enormes para o município porque os programas e recursos do governo federal são distribuídos de acordo com o número de habitantes”, disse Aroldi.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/em-308-cidades-brasileiras-ha-mais-eleitores-do-que-habitantes-31082018

Liga dos Campeões da Europa tem fase de grupos definida
Data: 30/08/2018

O atual campeão, Real Madrid está no Grupo G ao lado de Roma. Cristiano Ronaldo vai enfrentar o forte Manchester United

Os confrontos da primeira fase do Liga dos Campeões da Europa 2018/19 estão decididos. A UEFA fez o sorteio dos oitos grupos da competição nesta quinta-feira (30), em Mônaco. O ex-jogadores Kaká e Diego Forlan, uruguaio, foram os convidados especiais do sorteio. O atual campeão, Real Madrid está no Grupo G ao lado da Roma. Cristiano Ronaldo e a Juventus enfrentam o grande Manchester United, da Inglaterra, no Grupo F. Veja como as 32 equipes ficaram agrupadas. Grupo A: Atletico de Madri (Espanha), Borussia Dortmund (Alemanha), Mônaco (França) e Brugge (Bélgica) Grupo B: Barcelona (Espanha), Tottenham (Inglaterra), PSV Eindhoven (Holanda) e Internazionale (Itália) Grupo C: Paris Saint-German (França), Napoli (Itália), Liverpool (Inglaterra) e Estrela Vermelha (Sérvia) Grupo D: Lokomotiv Moscou (Rússia), Porto (Portugal), Schalke 04 (Alemanha) e Galatasaray (Turquia) Grupo E: Bayern de Munique (Alemanha), Benfica (Portugal), Ajax (Holanda) e AEK Atenas (Grécia) PublicidadeFechar anúncio Grupo F: Manchester City (Inglaterra), Shakhtar Donetsk (Ucrânia), Lyon (França) e Hoffeinheim (Alemanha) Grupo G: Real Madrid (Espanha), Roma (Itália), CSKA Moscou (Rússia) e Viktoria Pilsen (República Tcheca) Grupo H: Juventus (Itália), Manchester United (Inglaterra), Valencia (Espanha) e Young Boys (Suíça) A primeira rodada da fase de grupos vai ser disputada nos dias 18 e 19 de setembro. Até o fim do ano acontecem todas as partidas da primeira etapa. As oitavas de final da Liga serão realizadas nos dias 12, 13, 19 e 20 de fevereiro (jogos de ida), e 5, 6, 12 e 13 de março (jogos de volta). As quartas de final serão nos dias 9 e 10 de abril (ida) e 16 e 17 de abril (volta). Já as semifinais serão jogadas nos dias 30 de abril e 1 de maio (ida), e 7 e 8 de maio (volta). O estádio Wanda Metropolitano, de Madri, casa do Atlético, vai receber a grande final no dia 1º de junho de 2019.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/liga-dos-campeoes-da-europa-tem-fase-de-grupos-definida-30082018

Andrés critica Conmebol e diz que dará tempo a Loss no Corinthians
Data: 30/08/2018

Presidente do Timão afirma que tenta unir os clubes brasileiros 'há dez anos' e lamenta não enfrentar o Palmeiras nas quartas de final da Libertadores

Após a eliminação do Corinthians para o Colo-Colo (CHI) nas oitavas de final da Libertadores da América, o presidente Andrés Sanchez criticou a Conmebol. Ao ser questionado sobre a polêmica com o Santos, que foi punido por ter escalado o volante Carlos Sánchez de forma irregular contra o Independiente (ARG), o dirigente do Timão tentou desconversar, mas depois afirmou que tenta unir os clubes "há dez anos" e que "jogar na Conmebol não é fácil". - Eu não vou falar, porque eu falei há sete ou oito anos o que devíamos fazer com a Conmebol e fui criticado. Melhor não falar nada, cada um que corra atrás do seu prejuízo - disse Andrés, antes de ser questionado outra vez: - Eu estou tentando unir faz dez anos. A gente não consegue unir pelo Brasileiro, Paulista, imagina na Conmebol. Tem que tocar para frente. O Santos errou, como é que coloca o cara para jogar? O cara do doping aqui hoje foi absurdo. Os jogadores estão revoltados, foi um grande jogo, mas infelizmente perdemos. O cara fala espanhol, vem aqui e os caras querem agarrar pelo pescoço, pelo braço. Jogar na Conmebol não é fácil - disparou o presidente corintiano. - Que representatividade tem a CBF na Conmebol? Nós sabemos que não tem nenhuma, ou alguém foi lá defender o Santos, independente de estar errado ou não? Eu fui o único que votou contra, aí depois me criticam. Acabou Clube dos 13 e me criticam porque acabei com o Clube dos 13 - emendou. Apesar da eliminação, Andrés disse que dará tempo para o técnico Osmar Loss. O Timão está na semifinal da Copa do Brasil e na oitava colocação do Brasileirão. Rivais não perdoam Corinthians após eliminação na Libertadores - Eu só ouço isso, parece o Tite em 2011. Vai cair, vai cair, vai cair… Vocês brigam para não derrubar treinador, mas se eu tirar vocês vão dizer que eu não dei tempo. Isso entristece. O trabalho dele tem sido muito bom, o time está crescendo de produtividade, tivemos que antecipar etapas. Isso leva um tempo - analisou. PublicidadeFechar anúncio Se o Corinthians tivesse passado para as quartas de final da Libertadores, enfrentaria provavelmente o Palmeiras, que venceu o Cerro Porteño (PAR) por 2 a 0 no Paraguai e fará o duelo de ida nesta quinta-feira. Andrés lamentou não ter Dérbi no torneio sul-americano. Flamengo é (muito) zoado após adeus à Libertadores; veja memes - Lógico (que lamento), é o maior clássico, a maior rivalidade do Brasil. Seria um grande jogo, mas infelizmente a gente caiu no meio do caminho. Vamos ver o que vem pela frente - disse Andrés. Antes do confronto com o Colo-Colo, o presidente do Timão havia dito que a prioridade para a temporada era a Copa do Brasil. Ele explicou o motivo após a queda na Liberta. - Quando eu falo de priorizar Copa do Brasil, é porque a Copa do Brasil está mais próxima. Nós queríamos ganhar os três campeonatos, mas é difícil. Agora vamos tentar avançar na Copa do Brasil e pontuar no Brasileiro - afirmou o dirigente.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/andres-critica-conmebol-e-diz-que-dara-tempo-a-loss-no-corinthians-30082018

Santos terá que desembolsar R$ 40 mil para reparar o Pacaembu
Data: 30/08/2018

Confusão na noite de terça-feira (28) marcou a eliminação da equipe da Libertadores após punição da Conmebol pela atuação de Sánchez

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) de São Paulo apresentou no início da noite desta quarta-feira (29) o saldo final dos estragos causados pela torcida do Santos no estádio do Pacaembu, durante o jogo contra o Independiente, na quarta, pela volta das oitavas de final da Copa Libertadores. E o clube paulista terá que desembolsar R$ 40 mil para bancar os reparos nas instalações do estádio. "O custo estimado é de 30 a 40 mil reais. Conforme cláusula de utilização do estádio, o locatário é responsável pelos danos causados ao equipamento", informou a secretaria, em comunicado. "Conforme cláusula de utilização do estádio, o locatário é responsável pelos danos causados ao equipamento." Após avaliação mais completa dos danos causados, a secretaria elevou para 100 o número de cadeiras que foram destruídas pela torcida santista no setor laranja da arquibancada. A estimativa inicial era de 60 cadeiras danificadas. "Foram destruídas cerca de 100 cadeiras, parte dos alambrados foram amassados, os banheiros tiveram as torneiras quebradas, bem como alguns banheiros químicos, que são locados, foram vandalizados. Também foi constatado que parte do gramado sofreu avarias devido aos artefatos jogados antes da partida ser interrompida", explicou a secretaria. Segundo a entidade municipal, as cadeiras foram alvo de dois tipos de danos. Metade foi completamente destruída e precisará ser trocada. A outra metade sofreu menos danos e poderá ser recuperada. "Parte dos alambrados que dividiam as torcidas também foi quebrado, assim como os sifões do banheiro", acrescentou a secretaria. A SEME informou ainda que está marcada para esta quinta-feira uma reunião com representantes do Santos. No encontro, a secretaria vai apresentar o relatório completo com todos os danos causados ao estádio, na noite de terça. Perto do fim do segundo tempo do duelo entre Santos e Independiente, que estava 0 a 0, dois sinalizadores explodiram próximos ao banco de reservas do clube argentino. O incidente levou o árbitro chileno Julio Bascuñan a paralisar o jogo e posteriormente encerrá-lo aos 37 minutos do segundo tempo, diante da dificuldade da Polícia Militar em conter a confusão. Alguns torcedores entraram em conflito com a PM, enquanto outros tentaram invadir o campo do Pacaembu, sendo que alguns deles tiveram êxito na ação, sendo posteriormente imobilizados. Além disso, cadeiras do setor laranja do estádio foram quebradas e arremessadas na direção do gramado. E, como indicou a secretaria, parte dos equipamentos internos do estádio foram depredados. Na última terça-feira, o Santos já havia indicado que assumiria a conta dos danos provocados pela sua torcida. O vice-presidente Orlando Rollo, prometeu pagar os prejuízos que a torcida causou no estádio. "Isso está previsto no contrato", disse, se referindo a dezenas de cadeiras quebradas e divisórias de metal que os torcedores destruíram no Pacaembu. De acordo com relato da Conmebol, o jogo entre Santos e Independiente foi paralisado aos 37 minutos do segundo tempo e suspenso aos 42 pela arbitragem. E o caso será analisado pelo tribunal disciplinar da entidade, o que pode provocar punições ao torcedor. A revolta dos santistas, aliás, tem relação direta com outra decisão da Conmebol. Horas antes do jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, a entidade puniu o clube com o placar desfavorável de 3 a 0 no duelo de ida em função da escalação irregular do uruguaio Carlos Sánchez no confronto disputado em Avellaneda e que havia terminado 0 a 0. E a igualdade sem gols no Pacaembu provocou a eliminação do Santos nas oitavas de final da Libertadores.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/santos-tera-que-desembolsar-r-40-mil-para-reparar-o-pacaembu-30082018

Para venezuelanos em êxodo, Brasil não está em crise econômica
Data: 30/08/2018

Após fugirem da Venezuela, onde a inflação é estimada hoje em 648% ao ano, refugiados sonham com nova vida no país de 13 milhões de desempregados

“Quando meu filho de nove anos entrou no supermercado aqui em Boa Vista e viu as prateleiras cheias, ele disse que se sentia um milionário. Você sabe o que é uma criança de nove anos dizer que se sente milionário? Ele se sentia no céu mesmo”. O depoimento de Jaasiel Herrera Lujano, venezuelano de 30 anos que há quatro meses vive na capital de Roraima, traduz um sentimento comum entre os imigrantes que deixaram a Venezuela e se refugiaram no Estado menos populoso e um dos mais pobres do Brasil: a sensação de alívio e esperança por terem deixado para trás um país onde a inflação é escandalosa (648% ao ano) e o abastecimento está em crise. Os venezuelanos entrevistados pela reportagem do R7 afirmam não enxergar em Boa Vista ou em Pacaraima — na fronteira — os sinais da crise econômica que diminuiu a renda média do trabalhador brasileiro e mantém quase 13 milhões de pessoas na fila do desemprego. Ex-sargento do Exército venezuelano (a Força Armada Nacional Bolivariana), Herrera conta que se tornou um desertor após ficar cinco dias fora de casa para a realização de demonstrações militares e, na volta, encontrou os filhos sem ter o que comer. — Quando eu voltei, meus filhos só tinham manga em casa para comer. Foi aí que eu decidir ir embora do meu país. Após fugir da Venezuela há quatro meses, Herrera trouxe na semana passada para Boa Vista o restante da família — mulher, dois filhos, mãe e outros parentes —, que, segundo ele diz, estavam sofrendo ameaças em seu país. O casal foi encontrado pela primeira vez pela reportagem em frente à sede da Polícia Federal na capital roraimense, com um isopor sobre uma bicicleta, vendendo bolinhos de carne típicos da Venezuela. Ao lado deles, Luis Vallenilla, de 36 anos, ex-funcionário de uma fabricante de vidros em Puerto Ordaz, vende suco de limão e chicha a R$ 1,00. Ele está há cinco meses em Roraima, mas sonha em deixar a cidade e “avançar pelo Brasil”. — Dizem que o Brasil passa por problema de emprego, mas o que nós vivemos não se compara. A Venezuela tem emprego, mas o salário não é suficiente. Os desafios de ser ambulante O trabalho de vendedor ambulante, principalmente com a venda de café, sucos e comidas, mas também de produtos da Venezuela, é a principal fonte de renda dos imigrantes venezuelanos em Roraima. Eles alegam que esse tipo de trabalho rende uma grana imediata, embora muito baixa, mas suficiente para comprar produtos básicos, como pão, leite ou um saco de arroz. “Pouco dinheiro aqui é muito na Venezuela”, diz Ernesto Hernandez, de 44 anos, que mora com sua companheira em uma barraca em frente ao abrigo do Exército no Jardim Floresta, em Boa Vista. O casal e dezenas de outros venezuelanos ficam na rua à espera de uma vaga no abrigo. Enquanto observa uma família também em condição de rua preparando uma panela de arroz e pedaços de peixe frito, em um fogareiro de pedra, Hernandez faz as contas do preço do arroz no Brasil e em seu país. — Quanto custa um saco de arroz? R$ 3,00? Na Venezuela custava 3 milhões de bolívares. É quase um salário mínimo. Aqui no Brasil, pelo menos, dá pra viver com um salário mínimo. Apesar do “alívio” por estarem em país estruturado economicamente, os venezuelanos são muito conscientes dos desafios que eles têm de enfrentar até se estabelecerem no Brasil, porque o desemprego e a falta de trabalho também é um drama diário. O sonho de todos eles é ter um emprego fixo, de carteira assinada, e pagar o aluguel no fim do mês. “Somos todos profissionais aqui. Eu tenho minha carteira de trabalho, mas é difícil conseguir um trabalho fixo. Vocês são 200 milhões de pessoas. Nós somos muito poucos. Não é possível que não haja trabalho pra gente”, desabafa Vallenilla. Para quem está em Boa Vista, é mais seguro trabalhar como ambulante ou limpando vidros no farol. Já quem vive em Pacaraima relata insegurança e perseguições, principalmente após o ataque a um grupo de venezuelanos há quase duas semanas, deflagrado após a agressão a um comerciante local. “Eles correm atrás da gente e tomam nossas coisas”, diz Zuri Torres, de 42 anos, que há dois meses mora debaixo de uma lona junto de outros oito parentes, praticamente escondida na cidade fronteiriça para “fugir das humilhações”, bem perto da linha que divide os dois países. — Queremos ir mais para dentro do Brasil, mas como vamos fazer? Como a gente faz pra comer se não nos deixam trabalhar?

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/para-venezuelanos-em-exodo-brasil-nao-esta-em-crise-economica-30082018


Data: 30/08/2018

Mais da metade dos alunos de 14 a 17 anos não aprendeu praticamente nada do esperado para séries que estão cursando, segundo Saeb 2017

“O Ensino Médio brasileiro é um desastre”, afirmou o ministro da Educação, Rossieli Soares, ao referir-se sobre o resultado do Sistema de Avaliação de Educação Básica (Saeb) 2017, divulgado nesta quinta-feira (30). Segundo o estudo, 70% dos alunos de 14 a 17 anos não aprendeu praticamente nada do esperado para as séries que estão cursando, tanto em português quanto em matemática. Mesmo no 3° ano do ensino médio, a maior parte dos jovens não sabe identificar a informação principal de uma portagem ou calcular porcentagem, por exemplo. Para melhor o índice, o ministro defende o Novo Ensino Médio. Saeb De acordo com o Saeb, mais de 5,4 milhões de alunos participam da avaliação. O desempenho de português e matemática é usado para compor o Índice de Desempenho da Educação Básica (Ideb), que inclui ainda dados de aprovação e reprovação. “É uma das coisas mais preocupantes que a gente tem no país. Ou o aluno abandona a escola ou fica e não aprende nada”, disse o ministro. O quadro é mais grave no ensino médio, em que 7 em cada grupo de 10 alunos estão nos níveis considerados insuficientes de aprendizagem nas duas disciplinas. "É uma das coisas mais preocupantes que a gente tem no País. Ou o aluno abandona a escola ou fica e não aprende nada", diz o ministro da Educação, Rossieli Soares Silva. O ensino médio é considerado por especialistas como a etapa mais preocupante da educação brasileira pelos altos índices de evasão e por ter um currículo distante dos jovens. Apesar dos resultados serem ruins em todas as etapas, estudantes do fundamental têm desempenho melhor. "Se continuar tudo como está, há possibilidade de, em 2021 e 2023, os alunos do fundamental já terem ultrapassado os médio", afirma o ministro. Os dados do Saeb mostram que, em três Estados, isso já aconteceu. No Ceará e no Amazonas, estudantes do 9º ano já têm nota maior que os do ensino médio em Português. Em Santa Catarina, isso acontece em Matemática. Isso quer dizer que se ambos fizessem a mesma prova, os mais novos se sairiam melhor. O governo Michel Temer enviou ao Congresso por medida provisória - que depois se tornou lei - uma reforma para o ensino médio que flexibiliza o currículo e cria diversos caminhos que podem ser escolhidos pelos jovens, entre eles o ensino técnico. A proposta é polêmica, principalmente pela dificuldade de estrutura e professores para oferecer as diferentes formações. Entre os candidatos à Presidência, há os que defendem a revogação da lei. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a etapa, desenvolvida pelo atual governo, ainda não foi aprovada e também corre risco de ser mudada numa próxima gestão. Fundamental Na etapa de 1º ao 5º, o cenário é um pouco melhor, com 39% dos alunos nos mais baixos níveis de aprendizagem em Português e 33% em Matemática no Saeb. Foi também a média nacional que mais cresceu com relação ao último exame, em 2015. Passou de 208 para 215 (numa escola de 0 a mil) em Português e de 219 para 224 em Matemática. Mesmo sendo o melhor resultado, as crianças de 11 anos no Brasil, em geral, não são capazes de reconhecer o assunto de um poema ou uma tirinha, por exemplo. Cerca de 5,46 milhões de alunos do fundamental e do médio fizeram a prova no ano passado. A previsão é que o ministério divulgue os resultados do Ideb na próxima semana. Pela primeira vez, os dados do Saeb e do Ideb foram divulgados separadamente. O ministério informou que o fatiamento da divulgação tem o objetivo de dar ênfase à discussão sobre aprendizagem. *Com informações da Agência Estado

Link Notícia: https://noticias.r7.com/educacao/ensino-medio-brasileiro-e-um-desastre-diz-ministro-da-educacao-30082018

Propaganda eleitoral no rádio e na TV começa nesta sexta-feira
Data: 30/08/2018

Campanha será veiculada durante 35 dias, 10 a menos do que antes da aprovação da reforma eleitoral

A propaganda eleitoral gratuita começa a ser divulgada no rádio e televisão para todo o país nesta sexta-feira (31). Durante o primeiro turno, o conteúdo político será veiculado até 4 de outubro, três dias antes de os eleitores comparecerem às urnas. No total, serão 35 dias de propaganda — dez a menos que antes da aprovação da Reforma Eleitoral de 2015 (Lei 13.165/2015). Em casos em que haja segundo turno, a veiculação será retomada no dia 12 de outubro, ou seja, na primeira sexta-feira após o primeiro turno. Serão mais 15 dias até o dia 26 de outubro — dois dias antes dos eleitores voltarem às urnas. A definição quanto aos dias de exibição das campanhas leva em conta o cargo em disputa. Os programas dos presidenciáveis irão ao ar às terças-feiras, quintas e aos sábados. No rádio, das 7h às 7h12min30seg e das 12h às 12h12min30seg. Na televisão, das 13h às 13h12min20seg e das 20h30 às 20h42min30seg. Nestes mesmos dias, serão transmitidas as propagandas dos candidatos a deputado federal. Já a publicidade dos que concorrem aos governos estaduais e do Distrito Federal, bem como ao Senado e a deputado estadual e distrital será exibida às segundas-feiras, quartas e sextas. Nos domingos, não haverá propaganda eleitoral. Juntos, os programas dos candidatos à Presidência da República ocuparão dois blocos de 12 minutos e 30 segundos cada, totalizando 25 minutos a cada dia de exibição. Mesmo tempo destinado à propaganda do conjunto de candidatos a deputado federal. Os que concorrem aos cargos de governadores dividirão 18 minutos de campanha no rádio e na TV. Tempo igual ao destinado aos candidatos a deputados estaduais e distritais. Já os que concorrem ao Senado aparecerão em dois blocos de 7 minutos cada. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 28.306 pessoas registraram suas candidaturas. São 13 candidatos presidenciais; 199 concorrentes ao cargo de governador; 353 aspirantes ao Senado; 8.346 candidatos ao cargo de deputado federal; 17.512 a deputado estadual; 963 a deputado distrital e 353 ao Senado – que, este ano, renovará dois terços dos atuais senadores. Ou seja, 54 candidatos serão eleitos. No último dia 23, o TSE apresentou o tempo que caberá a cada candidato ao Palácio do Planalto na campanha de TV e rádio. A divisão do tempo de TV e rádio é feita conforme o tamanho das bancadas na Câmara dos Deputados dos partidos que compõem a coligação de cada candidato. Por este critério, oito das 13 candidaturas homologadas terão direito a menos de 30 segundos por bloco do horário eleitoral. Além da aparição em bloco, os candidatos também fazem jus a divulgar propagandas de 30 segundos ao longo da programação das emissoras de rádio e TV. A quantidade de inserções das peças publicitárias eleitorais obedece ao mesmo critério de divisão do horário eleitoral, ou seja, a representatividade da coligação na Câmara. Veja a ordem de aparição dos candidatos no primeiro dia de veiculação do horário eleitoral, o tempo em cada bloco e o total de inserções ao longo dos 35 dias de campanha em rádio e TV: 1- Marina Silva, coligação Unidos para Transformar o Brasil (Rede e PV): 21 segundos no horário eleitoral e 29 inserções; 2- Cabo Daciolo (Patriota): oito segundos no horário eleitoral e 11 inserções; PublicidadeFechar anúncio 3- Eymael (Democracia Cristã): oito segundos no horário eleitoral e 12 inserções; 4- Henrique Meirelles, coligação Essa é a Solução (MDB e PHS): um minuto e 55 segundos no horário eleitoral e 151 inserções; 5- Ciro Gomes, coligação Brasil Soberano (PDT e Avante): 38 segundos no horário eleitoral e 51 inserções; 6- Guilherme Boulos, coligação Vamos sem Medo de Mudar o Brasil (PSOL e PCB): 13 segundos e 17 inserções; 7- Geraldo Alckmin, coligação Para Unir o Brasil (PRB, PP, PTB, PR, PPS, DEM, PSDB, PSD e Solidariedade): cinco minutos e 32 segundos no horário eleitoral e 434 inserções; 8- Vera Lúcia (PSTU): cinco segundos no horário eleitoral e sete inserções; 9- Lula, coligação O Povo Feliz De Novo (PT, PCdoB e Pros): dois minutos e 23 segundos no horário eleitoral e 189 inserções; 10- João Amoêdo (Partido Novo): cinco segundos e oito inserções diárias; 11- Alvaro Dias, coligação Mudança de Verdade (Pode, PSC, PTC e PRP): 40 segundos no horário eleitoral e 53 inserções; 12- Jair Bolsonaro, coligação Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos (PSL e PRTB): oito segundos no horário eleitoral e 11 inserções e 13- João Goulart Filho (PPL): cinco segundos no horário eleitoral e sete inserções.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/propaganda-eleitoral-no-radio-e-na-tv-comeca-nesta-sexta-feira-30082018

Hungria usa fome como nova tática contra refugiados, dizem ONGs
Data: 30/08/2018

A Hungria tem uma lei polêmica que pune com até um ano de prisão quem ajudar uma pessoa que tenha entrado de forma irregular no país

Fazer os refugiados que esperam uma decisão definitiva sobre sua solicitação de asilo passar fome, com o objetivo de afugentá-los do país, é a nova tática do governo da Hungria, presidido por Viktor Orban, que os defensores dos direitos humanos denunciam como "desumana" e combatem nos tribunais europeus. "É uma prática desumana e absolutamente ilegítima", disse à Agência Efe András Léderer, um dos responsáveis da ONG Hungarian Helsinki Committee (Comitê Húngaro de Helsinque), que já apresentou vários casos ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH). O fato de o TEDH, cuja sede fica em Estrasburgo (França), ter reagido sempre com sentenças "imediatas e provisórias", que obrigam as autoridades húngaras a alimentar os afetados, não parece ter detido a estratégia até o momento. "É completamente escandaloso e absurdo que as pessoas tenham que recorrer aos tribunais para obter um pedaço de pão", disse Lydia Gall, investigadora da ONG Human Rights Watch (HRW), em comunicado. Léderer denunciou, por sua vez, que atualmente há uma afegã que há pelo menos seis dias não recebe comida na "zona de passagem". "Dois irmãos sírios que tinham fugido da guerra em seu país passaram cinco dias sem comer", acrescentou a investigadora da HRW. O Comitê Húngaro de Helsinque tomou conhecimento do que estava acontecendo no último dia 10. Desde então, denunciou ao TEDH a falta de alimentação de oito requerentes de asilo, cuja situação foi revertida em conformidade com as sentenças do tribunal europeu. Léderer explicou à Efe que apenas os advogados com uma autorização especial podem entrar nas zonas de passagem, e uma vez dentro delas, devem se dirigir a um contêiner designado para realizar as entrevistas com os solicitantes. "Ninguém pode verificar assim quais são as condições reais nas zonas de passagem", advertiu o ativista ao admitir que desconhece o número total de afetados. São mais de 120 pessoas que atualmente esperam a conclusão dos trâmites de seus pedidos nas duas zonas de passagem existentes (as de Rözske e Tompa, ambas junto à fronteira com a Sérvia), mas não se descarta a existência de mais casos. PublicidadeFechar anúncio Segundo a ONG, essas práticas começaram após a entrada em vigor em julho de uma nova lei que estabelece a rejeição de um solicitante de asilo quando este entra no território húngaro vindo de um país considerado seguro, como a vizinha Sérvia, por onde chegam a maioria dos imigrantes à Hungria. Mas os requerentes podem recorrer dessa rejeição e é exatamente no período em que devem esperar a sentença definitiva após a apresentação do recurso que eles começam a ser privados de alimentação. Segundo informou o site "Index", a medida, da qual somente estão excluídos os menores de idade e suas mães, foi justificada pelo Escritório de Imigração da Hungria (BMH, na sigla em húngaro) com o argumento de que a legislação vigente "não prevê o fornecimento (de alimentos aos solicitantes de asilo)" depois que tenham obtido uma resposta negativa ao primeiro pedido. No último dia 20, o pastor metodista Gábor Iványi tentou levar pacotes com peixes enlatados, frutas e outros alimentos às zonas de passagem, mas as autoridades negaram seu acesso. "O governo faz os refugiados passarem fome para convencê-los a deixar o país", denunciou o clérigo ao site "168ora.hu". "É um assunto de humanidade. Não é uma tarefa tão difícil dar de comer às pessoas que não têm", opinou Léderer, que, por outro lado, lembrou que até mesmo nas prisões é possível comprar certos alimentos com dinheiro, e que isso "não existe nas zonas de passagem", lamentou. O governo húngaro, liderado pelo nacionalista Viktor Orban, mantém uma política de absoluta rejeição à imigração. Em 18 de julho, a Comissão Europeia abriu um procedimento de infração contra a Hungria por sua polêmica lei que pune com até um ano de prisão quem ajudar uma pessoa que tenha entrado de forma irregular no país. Além disso, a Comissão processou a Hungria no Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) por considerar que sua legislação sobre asilo e retorno não cumpre com as normativas europeias. Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/hungria-usa-fome-como-nova-tatica-contra-refugiados-dizem-ongs-30082018

Dólar atinge R$ 4,21 e pode fechar o dia com recorde histórico
Data: 30/08/2018

Em alta também em outros mercados emergentes, moeda norte-americana disparou em meio às incertezas do cenário político brasileiro

O dólar comercial atingiu o patamar de R$ 4,21 às 12h44 desta quinta-feira (30), caminhando para fechar o dia no maior valor desde a criação do Plano Real — a cotação mais alta foi em janeiro de 2016: R$ 4,1655. Em outras ocasiões, o dólar já havia superado a marca de R$ 4,17, porém, encerrou o dia em valor menor que esse. Portanto, o valor de fechamento do dólar nesta quinta-feira é que será determinante para um eventual novo recorde. Em alta também em outros mercados emergentes, o dólar no Brasil tem outra influência: o cenário eleitoral. A incerteza sobre quem será o próximo presidente tem deixado os investidores mais cautelosos nas últimas semanas. Em algumas casas de câmbio, o dólar turismo era vendido acima de R$ 4,30 na manhã de hoje. Na opinião de analistas, até as eleições, ainda poderá haver mais alta do dólar. O Banco Central anunciou um leilão de swaps cambiais, equivalentes à venda futura de dólares, no valor de US$ 1,5 bilhão. De acordo com a instituição, "as intervenções visam prover liquidez e garantir o bom funcionamento do mercado cambial".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/dolar-atinge-r-421-e-pode-fechar-o-dia-com-recorde-historico-30082018

SP vai rever brecha que permite drible na lei Cidade Limpa
Data: 30/08/2018

Comissão irá discutir no próximo dia 11 de setembro as possíveis alterações e punições para estabelecimentos que burlam a lei com vitrines de vidro e leds

“Nós precisamos combater esses camelôs da paisagem de São Paulo.” A frase é de Regina Monteiro, criadora da lei Cidade Limpa e presidente da CPPU (Comissão de Proteção da Paisagem Urbana), que regulamenta a inserção de elementos na paisagem da capital. Ela se refere aos estabelecimentos que utilizam uma “brecha” para driblar a lei Cidade Limpa: as vitrines de vidro. A reportagem do R7 foi a primeira a expor o problema em março deste ano. De lá para cá, o número de lojas só aumentou. Diversas ruas importantes da capital estão tomadas por vitrines com enormes painéis de LED que exibem peças publicitárias.“Quando a gente faz uma lei, não consegue imaginar todas as mudanças que podem acontecer. No entanto, a lei já prevê que, quando se trata de novas tecnologias, é possível rever as regras e nós iremos rever.” A lei abre uma brecha para propagandas no interior dos imóveis. As empresas chamam este recurso de “vitrine de vidro”, quando uma peça publicitária é exposta dentro de uma estrutura de vidro, mas visível para a população como um outdoor em movimento. “Todo mundo está fazendo isso, parece uma praga”, lamentou Regina, que afirma que, além de burlar a lei, alguns estabelecimentos estão terceirzando os espaços. Segundo a presidente da CPPU, a prefeitura irá endurecer a fiscalização dos estabelecimentos nos próximos meses. A comissão irá se reunir no próximo dia 11 de setembro e discutirá as possíveis alterações e punições. “A lei Cidade Limpa é bem clara e essa 'brecha' está sendo utilizada de má fé." A lei, em vigor desde 1 de janeiro de 2007, ordena a paisagem do município de São Paulo e proíbe a propaganda em outdoors, além de regular o tamanho de letreiros e placas de estabelecimentos comerciais. A multa para quem descumprir é de R$ 10 mil por anúncio irregular com até 4 m². Cada metro quadrado excedente custará aos responsáveis mais R$ 1.000, valor a ser somado aos R$ 10 mil iniciais. Mudança de avaliação Em março, a SMUL (Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento) esclareceu “que a Lei Cidade Limpa foi criada com base em um amplo estudo, que previu debates específicos sobre a poluição visual da cidade”. Portanto, ela não trata de elementos que estão no interior dos estabelecimentos. Ainda segundo a Prefeitura de São Paulo, em 2017 houve aumento de 80% de multas aplicadas em comparação com 2016 — foram 922 multas no ano passado contra 512. No entanto, Regina adimite que com a criação destes "novos" espaços, além do prejuízo com a poluição visual, a prefeitura perde anunciantes nos pontos de publicidade oficiais como, por exemplos, em pontos de ônibus. Questionada sobre o quanto a prefeitura pode ter deixado de arrecadar, Regina afirma que ainda não foi feito esse cálculo.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/sp-vai-rever-brecha-que-permite-drible-na-lei-cidade-limpa-30082018

Banco Central vende US$ 1,5 bilhão para conter alta do dólar
Data: 30/08/2018

Moeda norte-americana caminha em direção de bater o maior valor desde a criação do Plano Real

O Banco Central afirmou nesta quinta-feira (30), ofertou 30.000 contratos de swap cambial, equivalentes à venda futura de dólares, ao preço de US$ 1,5 bilhão. A medida é utilizada para conter a disparada da moeda norte-americana ante o real, já que, quando a oferta de dinheiro é maior, o custo dele cai. Às 12h44, o dólar comercial atingiu o patamar de R$ 4,21, caminhado para fechar o dia no maior valor desde a criação do Plano Real, acima dos R$ 4,16055, registrados em janeiro de 2016. Do total ofertado, a instituição vendeu 13.850 contratos (US$ 692,5 milhões). Este é o primeiro leilão de swap cambial que representa injeção de recursos novos no sistema desde 22 de junho. De acordo com a autoridade monetária, as intervenções visam "prover liquidez e garantir o bom funcionamento do mercado cambial e, portanto, do regime de câmbio flutuante". "O regime de câmbio flutuante é a primeira linha de defesa. Os instrumentos cambiais utilizados pelo BC permitem que o regime de câmbio flutuante possa amortecer os choques da melhor forma", disse o BC na nota. "A intensidade e a frequência das intervenções dependerão da dinâmica e das disfuncionalidades observadas no mercado." A instituição reiterou ainda que "sua atuação no mercado cambial é separada de sua política monetária, não havendo, portanto, relação mecânica entre a política monetária e os choques recentes".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/banco-central-vende-us-15-bilhao-para-conter-alta-do-dolar-30082018

Desemprego recua, mas atinge 12,9 milhões de brasileiros
Data: 30/08/2018

Em março, havia cerca de 500 mil pessoas a mais sem emprego no País. Salário médio de quem tem serviço é de R$ 2.205, segundo pesquisa do IBGE

O número de brasileiros desempregados recuou, mas ainda atinge 12,9 milhões de brasileiros, de acordo com a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral), divulgada nesta quinta-feira (30), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No primeiro trimestre, o Brasil possuía 13,4 milhões de desempregados. O recorde, no entanto, foi registrado pela Pnad em abril de 2017, quando 14 milhões de brasileiros estavam sem emprego — a pesquisa passou a ser feita em 2012. Com isso, a taxa de desocupação (12,3%) registrada no trimestre de maio a julho de 2018 registrou queda de 0,6 ponto percentual em relação ao trimestre de fevereiro a abril de 2018 (12,9%). Comparado ao mesmo trimestre de 2017 (12,8%), também teve uma queda. Ainda de acordo com os dados, a queda do desemprego está sendo puxada pela geração de postos informais. O estudo mostra que a taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,5% no trimestre encerrado em julho. Isso quer dizer que ainda falta trabalho para 27,6 milhões no país. O número apresentou estabilidade em relação ao timestre de fevereiro a abril de 2018, quando a subutilização foi estimada em 27,5 milhões de pessoas. No mesmo trimestre do ano anterior, porém, havia 26,6 milhões de pessoas subutilizadas, o que representa um adicional de 913 mil pessoas. O número de pessoas subocupadas por insuficiência de horas subiu no trimestre de maio a julho de 2018 e registrou 6,6 milhões de pessoas. Em relação ao mesmo trimestre do ano passado, teve uma alta de 9,3%, o que representa um aumento de 560 mil pessoas subocupadas. Os desalentados, aquelas pessoas que desistiram de procurar emprego, somam 4,818 milhões de pessoas. O número manteve-se estável em relação ao trimestre anterior. Porém, apresentou uma alta de 17,8% em relação ao mesmo trimestre de 2017, quando existia 4 milhões de pessoas desalentadas no Brasil. Força de trabalho A força de trabalho, que conta com pessoas ocupadas e desocupadas, foi estimada em 104,5 milhões de pessoas no trimestre analisado. Com isso, apresentou uma alta de 383 mil pessoas (0,4%) em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril). O número também cresceu em comparação ao mesmo trimestre de 2017: 0,5% (acréscimo de 525 mil pessoas). O número de pessoas fora da força de trabalho, no trimestre de maio a julho deste ano, foi de 65,5 milhões de pessoas. Já o contingente de pessoas ocupadas foi estimado em 91,7 milhões. Ainda de acordo com os dados divulgados, o número de empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada é de 33 milhões de pessoas. Já a categoria de trabalhadores por conta própria registrou 23,1 milhões de pessoas. Rendimento O rendimento médio real habitual dos brasileiros foi estimado em R$ 2.205 no trimestre de maio a julho de 2018 e manteve estabilidade em ambas as comparações.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/desemprego-recua-mas-atinge-129-milhoes-de-brasileiros-30082018


Data: 30/08/2018

Especialista em finanças Mauro Calil afirmou que, em se tratando de 'assuntos do coração', o homem precisa ter "atitude" e "ser arrojado"

"Investimento arrojado. Sim, eu poderia continuar solteiro. Não, eu não sentia falta de ter uma namorada. E, é claro, eu planejei muito isso tudo." É com essas palavras que o consultor financeiro Mauro Calil contou, por meio das redes sociais, como tomou coragem para pedir a apresentadora Maria Cândida em namoro, ao vivo, na última segunda-feira (27). O vídeo viralizou na internet, sendo um dos assuntos mais comentados da semana. Calil disse que tudo começou há cerca de três meses, após ter sido convidado para dar uma entrevista na emissora onde Maria Cândida trabalha. Neste dia, ele conta que teria de acordar mais cedo do que de costume mas, por amar a profissão que excerce, não ligou. E nem mesmo imaginou que fosse conhecer o mais novo amor de sua vida. "Acordar de madrugada? Meus seguidores sabem como detesto isso. Mas também sabem como me dedico à causa da Educação Financeira e, por uma entrevista que pode ajudar muitas pessoas, embarquei no carro da emissora para encontrar aquela que meses depois seria minha namorada e, até então, o investimento mais arrojado da minha vida", revelou o especialista. No post, Mauro relembrou que após alguns dias da primeira entrevista encontrou Maria Cândida por acaso em um restaurante próximo ao local onde trabalha. "O mais improvável estava para acontecer. Ela me chamou, simpática como só um ser de luz sabe ser, trocou algumas palavras e, daquele encontro casual, passamos a conversar". Conversa vai, conversa vem, Mauro e Maria passaram a sair com mais frequência. Foram juntos ao cinema, teatro, almoços, jantares. "E quando se tem filhos, eu dois e ela uma, é extremamente necessária a aproximação para sabermos se as crianças também aprovam o namoro", ele contou. "Para usar a linguagem do mundo financeiro, que estou mais acostumado, os fluxos foram positivos, o investimento se mostrava promissor. O que há de arrojado nisto? Bem, não somos mais crianças. Eu 49, ela 47. Aventuras não merecem apresentações a amigos, muito menos a filhos", acrescentou o especialista Mauro Calil. "Mauro, ainda não estamos namorando, você nunca me pediu, dizia ela. Nossa! Pensava eu, precisa disso? Sim. Precisa. E é bom", ele relembrou. Mauro Calil encerrou o post falando sobre aitude e com ela, uma declaração de amor à apresentadora Maria Cândida. "Assim como é bom para uma mulher se arrumar e se maquiar e se sentir linda, é muito bom para um homem ter atitude, se sentir Homem. Nas finanças sou muito conservador. E parece que fui arrojado como nunca no amor que mais quero conservar em toda minha vida".

Link Notícia: https://diversao.r7.com/planejei-tudo-diz-namorado-de-maria-candida-apos-pedido-surpresa-30082018

Saída definitiva de brasileiros do país cresce 265% em seis anos
Data: 28/08/2018

Nesta década, declarações de saída definitiva feitas à Receita Federal quase triplicaram. Fatores econômicos, políticos e culturais são as explicações

Cada vez mais, os brasileiros saem do país com a intenção de não voltar mais. Essa tendência, que aumenta ano após ano, foi registrada pela Receita Federal. Em 2011, o órgão registrou a saída definitiva de 8.170 pessoas. Em 2017, pelo menos 21.701 saídas definitivas foram registradas — um aumento de 265%. O número de pessoas que não têm residência fixa no Brasil pode ser ainda maior, pois a saída definitiva não contabiliza as crianças que se mudaram para outros países com seus pais e outros membros da família que porventura não declarem Imposto de Renda. A saída definitiva é um documento feito pela Receita Federal em que o cidadão declara que não possui mais nenhuma renda no Brasil e que vai fixar residência em outro país. O advogado Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, afirma que a solicitação da saída definitiva não significa que a pessoa deixa de ser brasileira ou automaticamente vá receber a cidadania do país onde vai viver. São procedimentos diferentes. O próprio Toledo pediu a saída definitiva quando foi viver nos Estados Unidos. Segundo o advogado, essa é uma medida para evitar a bitributação, ou seja, a cobrança do Imposto de Renda nos dois países. Para o professor de Relações Internacionais da Uerj, Maurício Santoro, esse desejo cada vez maior de sair do Brasil não pode ser explicado apenas por um fator. Ele cita pelo menos três possibilidades: crise econômica, instabilidade política e medo da violência. “Não é só [a questão da] economia, não é só fato de o país estar vivendo um momento de desemprego alto. É um sentimento mais amplo que isso, de preocupação com o Brasil e de desesperança”, diz o professor. Estimativas são maiores O número de brasileiros que cortam todos os laços com o país é apenas um pequeno percentual dos que deixam o Brasil para viver no exterior. Segundo estimativas feitas pelo Itamaraty, cerca de 3 milhões brasileiros estão vivendo em outros lugares do mundo temporariamente para trabalhar ou estudar. O Itamaraty não é responsável por registrar os brasileiros que estão no exterior, portanto é possível que esse número seja ainda maior, já que não leva em consideração os imigrantes brasileiros em situação irregular. Efeito Trump Para Toledo, esse aumento de brasileiros que desejam viver definitivamente em outros países é uma mudança de perfil. Nos Estados Unidos, país que ainda é o mais procurado pelos brasileiros que desejam viver no exterior, a presidência de Donald Trump teve alguns efeitos. O advogado afirma que agora já não é tão simples para um imigrante conseguir empregos. “Não é muito comum que as pessoas venham hoje para os Estados Unidos procurando emprego, elas vêm querendo empreender”, diz ele, referindo-se às imigrações legais. Já Santoro acredita que para além da economia, outro fator fundamental para que brasileiros escolham viver nos EUA e em Portugal — outro país muito escolhido — é a questão cultural. “Os dois países têm uma cultura parecida com a brasileira, o que facilita a adaptação, além de serem receptivos a imigrantes.” O êxodo científico Segundo uma pesquisa do Datafolha divulgada em maio deste ano, 43% da população adulta deixaria o país, se fosse possível. Entre os jovens de 16 a 24, a vontade de sair do país é um desejo da maioria: 62% têm vontade de ir para outros países. Nesses casos, no entanto, a vontade desses jovens é de estudar nas universidades conceituadas no âmbito internacional. Santoro destaca que esse não é um problema para o país a longo prazo e a circulação de conhecimento é uma tendência da globalização. Contudo, o professor alerta que pode ser preocupante o fato de o Brasil, na maioria dos casos, não ser mais um país atrativo para investidores e pesquisadores.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/saida-definitiva-de-brasileiros-do-pais-cresce-265-em-seis-anos-28082018

Saída definitiva de brasileiros do país cresce 265% em seis anos
Data: 28/08/2018

Nesta década, declarações de saída definitiva feitas à Receita Federal quase triplicaram. Fatores econômicos, políticos e culturais são as explicações

Cada vez mais, os brasileiros saem do país com a intenção de não voltar mais. Essa tendência, que aumenta ano após ano, foi registrada pela Receita Federal. Em 2011, o órgão registrou a saída definitiva de 8.170 pessoas. Em 2017, pelo menos 21.701 saídas definitivas foram registradas — um aumento de 265%. O número de pessoas que não têm residência fixa no Brasil pode ser ainda maior, pois a saída definitiva não contabiliza as crianças que se mudaram para outros países com seus pais e outros membros da família que porventura não declarem Imposto de Renda. A saída definitiva é um documento feito pela Receita Federal em que o cidadão declara que não possui mais nenhuma renda no Brasil e que vai fixar residência em outro país. O advogado Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, afirma que a solicitação da saída definitiva não significa que a pessoa deixa de ser brasileira ou automaticamente vá receber a cidadania do país onde vai viver. São procedimentos diferentes. O próprio Toledo pediu a saída definitiva quando foi viver nos Estados Unidos. Segundo o advogado, essa é uma medida para evitar a bitributação, ou seja, a cobrança do Imposto de Renda nos dois países. Para o professor de Relações Internacionais da Uerj, Maurício Santoro, esse desejo cada vez maior de sair do Brasil não pode ser explicado apenas por um fator. Ele cita pelo menos três possibilidades: crise econômica, instabilidade política e medo da violência. “Não é só [a questão da] economia, não é só fato de o país estar vivendo um momento de desemprego alto. É um sentimento mais amplo que isso, de preocupação com o Brasil e de desesperança”, diz o professor. Estimativas são maiores O número de brasileiros que cortam todos os laços com o país é apenas um pequeno percentual dos que deixam o Brasil para viver no exterior. Segundo estimativas feitas pelo Itamaraty, cerca de 3 milhões brasileiros estão vivendo em outros lugares do mundo temporariamente para trabalhar ou estudar. O Itamaraty não é responsável por registrar os brasileiros que estão no exterior, portanto é possível que esse número seja ainda maior, já que não leva em consideração os imigrantes brasileiros em situação irregular. Efeito Trump Para Toledo, esse aumento de brasileiros que desejam viver definitivamente em outros países é uma mudança de perfil. Nos Estados Unidos, país que ainda é o mais procurado pelos brasileiros que desejam viver no exterior, a presidência de Donald Trump teve alguns efeitos. O advogado afirma que agora já não é tão simples para um imigrante conseguir empregos. “Não é muito comum que as pessoas venham hoje para os Estados Unidos procurando emprego, elas vêm querendo empreender”, diz ele, referindo-se às imigrações legais. Já Santoro acredita que para além da economia, outro fator fundamental para que brasileiros escolham viver nos EUA e em Portugal — outro país muito escolhido — é a questão cultural. “Os dois países têm uma cultura parecida com a brasileira, o que facilita a adaptação, além de serem receptivos a imigrantes.” O êxodo científico Segundo uma pesquisa do Datafolha divulgada em maio deste ano, 43% da população adulta deixaria o país, se fosse possível. Entre os jovens de 16 a 24, a vontade de sair do país é um desejo da maioria: 62% têm vontade de ir para outros países. Nesses casos, no entanto, a vontade desses jovens é de estudar nas universidades conceituadas no âmbito internacional. Santoro destaca que esse não é um problema para o país a longo prazo e a circulação de conhecimento é uma tendência da globalização. Contudo, o professor alerta que pode ser preocupante o fato de o Brasil, na maioria dos casos, não ser mais um país atrativo para investidores e pesquisadores.

Link Notícia:

Saída definitiva de brasileiros do país cresce 265% em seis anos
Data: 28/08/2018

Nesta década, declarações de saída definitiva feitas à Receita Federal quase triplicaram. Fatores econômicos, políticos e culturais são as explicações

Cada vez mais, os brasileiros saem do país com a intenção de não voltar mais. Essa tendência, que aumenta ano após ano, foi registrada pela Receita Federal. Em 2011, o órgão registrou a saída definitiva de 8.170 pessoas. Em 2017, pelo menos 21.701 saídas definitivas foram registradas — um aumento de 265%. O número de pessoas que não têm residência fixa no Brasil pode ser ainda maior, pois a saída definitiva não contabiliza as crianças que se mudaram para outros países com seus pais e outros membros da família que porventura não declarem Imposto de Renda. A saída definitiva é um documento feito pela Receita Federal em que o cidadão declara que não possui mais nenhuma renda no Brasil e que vai fixar residência em outro país. O advogado Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, afirma que a solicitação da saída definitiva não significa que a pessoa deixa de ser brasileira ou automaticamente vá receber a cidadania do país onde vai viver. São procedimentos diferentes. O próprio Toledo pediu a saída definitiva quando foi viver nos Estados Unidos. Segundo o advogado, essa é uma medida para evitar a bitributação, ou seja, a cobrança do Imposto de Renda nos dois países. Para o professor de Relações Internacionais da Uerj, Maurício Santoro, esse desejo cada vez maior de sair do Brasil não pode ser explicado apenas por um fator. Ele cita pelo menos três possibilidades: crise econômica, instabilidade política e medo da violência. “Não é só [a questão da] economia, não é só fato de o país estar vivendo um momento de desemprego alto. É um sentimento mais amplo que isso, de preocupação com o Brasil e de desesperança”, diz o professor. Estimativas são maiores O número de brasileiros que cortam todos os laços com o país é apenas um pequeno percentual dos que deixam o Brasil para viver no exterior. Segundo estimativas feitas pelo Itamaraty, cerca de 3 milhões brasileiros estão vivendo em outros lugares do mundo temporariamente para trabalhar ou estudar. O Itamaraty não é responsável por registrar os brasileiros que estão no exterior, portanto é possível que esse número seja ainda maior, já que não leva em consideração os imigrantes brasileiros em situação irregular. Efeito Trump Para Toledo, esse aumento de brasileiros que desejam viver definitivamente em outros países é uma mudança de perfil. Nos Estados Unidos, país que ainda é o mais procurado pelos brasileiros que desejam viver no exterior, a presidência de Donald Trump teve alguns efeitos. O advogado afirma que agora já não é tão simples para um imigrante conseguir empregos. “Não é muito comum que as pessoas venham hoje para os Estados Unidos procurando emprego, elas vêm querendo empreender”, diz ele, referindo-se às imigrações legais. Já Santoro acredita que para além da economia, outro fator fundamental para que brasileiros escolham viver nos EUA e em Portugal — outro país muito escolhido — é a questão cultural. “Os dois países têm uma cultura parecida com a brasileira, o que facilita a adaptação, além de serem receptivos a imigrantes.” O êxodo científico Segundo uma pesquisa do Datafolha divulgada em maio deste ano, 43% da população adulta deixaria o país, se fosse possível. Entre os jovens de 16 a 24, a vontade de sair do país é um desejo da maioria: 62% têm vontade de ir para outros países. Nesses casos, no entanto, a vontade desses jovens é de estudar nas universidades conceituadas no âmbito internacional. Santoro destaca que esse não é um problema para o país a longo prazo e a circulação de conhecimento é uma tendência da globalização. Contudo, o professor alerta que pode ser preocupante o fato de o Brasil, na maioria dos casos, não ser mais um país atrativo para investidores e pesquisadores.

Link Notícia:

Saída definitiva de brasileiros do país cresce 265% em seis anos
Data: 28/08/2018

Nesta década, declarações de saída definitiva feitas à Receita Federal quase triplicaram. Fatores econômicos, políticos e culturais são as explicações

Cada vez mais, os brasileiros saem do país com a intenção de não voltar mais. Essa tendência, que aumenta ano após ano, foi registrada pela Receita Federal. Em 2011, o órgão registrou a saída definitiva de 8.170 pessoas. Em 2017, pelo menos 21.701 saídas definitivas foram registradas — um aumento de 265%. O número de pessoas que não têm residência fixa no Brasil pode ser ainda maior, pois a saída definitiva não contabiliza as crianças que se mudaram para outros países com seus pais e outros membros da família que porventura não declarem Imposto de Renda. A saída definitiva é um documento feito pela Receita Federal em que o cidadão declara que não possui mais nenhuma renda no Brasil e que vai fixar residência em outro país. O advogado Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, afirma que a solicitação da saída definitiva não significa que a pessoa deixa de ser brasileira ou automaticamente vá receber a cidadania do país onde vai viver. São procedimentos diferentes. O próprio Toledo pediu a saída definitiva quando foi viver nos Estados Unidos. Segundo o advogado, essa é uma medida para evitar a bitributação, ou seja, a cobrança do Imposto de Renda nos dois países. Para o professor de Relações Internacionais da Uerj, Maurício Santoro, esse desejo cada vez maior de sair do Brasil não pode ser explicado apenas por um fator. Ele cita pelo menos três possibilidades: crise econômica, instabilidade política e medo da violência. “Não é só [a questão da] economia, não é só fato de o país estar vivendo um momento de desemprego alto. É um sentimento mais amplo que isso, de preocupação com o Brasil e de desesperança”, diz o professor. Estimativas são maiores O número de brasileiros que cortam todos os laços com o país é apenas um pequeno percentual dos que deixam o Brasil para viver no exterior. Segundo estimativas feitas pelo Itamaraty, cerca de 3 milhões brasileiros estão vivendo em outros lugares do mundo temporariamente para trabalhar ou estudar. O Itamaraty não é responsável por registrar os brasileiros que estão no exterior, portanto é possível que esse número seja ainda maior, já que não leva em consideração os imigrantes brasileiros em situação irregular. Efeito Trump Para Toledo, esse aumento de brasileiros que desejam viver definitivamente em outros países é uma mudança de perfil. Nos Estados Unidos, país que ainda é o mais procurado pelos brasileiros que desejam viver no exterior, a presidência de Donald Trump teve alguns efeitos. O advogado afirma que agora já não é tão simples para um imigrante conseguir empregos. “Não é muito comum que as pessoas venham hoje para os Estados Unidos procurando emprego, elas vêm querendo empreender”, diz ele, referindo-se às imigrações legais. Já Santoro acredita que para além da economia, outro fator fundamental para que brasileiros escolham viver nos EUA e em Portugal — outro país muito escolhido — é a questão cultural. “Os dois países têm uma cultura parecida com a brasileira, o que facilita a adaptação, além de serem receptivos a imigrantes.” O êxodo científico Segundo uma pesquisa do Datafolha divulgada em maio deste ano, 43% da população adulta deixaria o país, se fosse possível. Entre os jovens de 16 a 24, a vontade de sair do país é um desejo da maioria: 62% têm vontade de ir para outros países. Nesses casos, no entanto, a vontade desses jovens é de estudar nas universidades conceituadas no âmbito internacional. Santoro destaca que esse não é um problema para o país a longo prazo e a circulação de conhecimento é uma tendência da globalização. Contudo, o professor alerta que pode ser preocupante o fato de o Brasil, na maioria dos casos, não ser mais um país atrativo para investidores e pesquisadores.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/saida-definitiva-de-brasileiros-do-pais-cresce-265-em-seis-anos-28082018

Saída definitiva de brasileiros do país cresce 265% em seis anos
Data: 28/08/2018

Nesta década, declarações de saída definitiva feitas à Receita Federal quase triplicaram. Fatores econômicos, políticos e culturais são as explicações

Cada vez mais, os brasileiros saem do país com a intenção de não voltar mais. Essa tendência, que aumenta ano após ano, foi registrada pela Receita Federal. Em 2011, o órgão registrou a saída definitiva de 8.170 pessoas. Em 2017, pelo menos 21.701 saídas definitivas foram registradas — um aumento de 265%. O número de pessoas que não têm residência fixa no Brasil pode ser ainda maior, pois a saída definitiva não contabiliza as crianças que se mudaram para outros países com seus pais e outros membros da família que porventura não declarem Imposto de Renda. A saída definitiva é um documento feito pela Receita Federal em que o cidadão declara que não possui mais nenhuma renda no Brasil e que vai fixar residência em outro país. O advogado Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, afirma que a solicitação da saída definitiva não significa que a pessoa deixa de ser brasileira ou automaticamente vá receber a cidadania do país onde vai viver. São procedimentos diferentes. O próprio Toledo pediu a saída definitiva quando foi viver nos Estados Unidos. Segundo o advogado, essa é uma medida para evitar a bitributação, ou seja, a cobrança do Imposto de Renda nos dois países. Para o professor de Relações Internacionais da Uerj, Maurício Santoro, esse desejo cada vez maior de sair do Brasil não pode ser explicado apenas por um fator. Ele cita pelo menos três possibilidades: crise econômica, instabilidade política e medo da violência. “Não é só [a questão da] economia, não é só fato de o país estar vivendo um momento de desemprego alto. É um sentimento mais amplo que isso, de preocupação com o Brasil e de desesperança”, diz o professor. Estimativas são maiores O número de brasileiros que cortam todos os laços com o país é apenas um pequeno percentual dos que deixam o Brasil para viver no exterior. Segundo estimativas feitas pelo Itamaraty, cerca de 3 milhões brasileiros estão vivendo em outros lugares do mundo temporariamente para trabalhar ou estudar. O Itamaraty não é responsável por registrar os brasileiros que estão no exterior, portanto é possível que esse número seja ainda maior, já que não leva em consideração os imigrantes brasileiros em situação irregular. Efeito Trump Para Toledo, esse aumento de brasileiros que desejam viver definitivamente em outros países é uma mudança de perfil. Nos Estados Unidos, país que ainda é o mais procurado pelos brasileiros que desejam viver no exterior, a presidência de Donald Trump teve alguns efeitos. O advogado afirma que agora já não é tão simples para um imigrante conseguir empregos. “Não é muito comum que as pessoas venham hoje para os Estados Unidos procurando emprego, elas vêm querendo empreender”, diz ele, referindo-se às imigrações legais. Já Santoro acredita que para além da economia, outro fator fundamental para que brasileiros escolham viver nos EUA e em Portugal — outro país muito escolhido — é a questão cultural. “Os dois países têm uma cultura parecida com a brasileira, o que facilita a adaptação, além de serem receptivos a imigrantes.” O êxodo científico Segundo uma pesquisa do Datafolha divulgada em maio deste ano, 43% da população adulta deixaria o país, se fosse possível. Entre os jovens de 16 a 24, a vontade de sair do país é um desejo da maioria: 62% têm vontade de ir para outros países. Nesses casos, no entanto, a vontade desses jovens é de estudar nas universidades conceituadas no âmbito internacional. Santoro destaca que esse não é um problema para o país a longo prazo e a circulação de conhecimento é uma tendência da globalização. Contudo, o professor alerta que pode ser preocupante o fato de o Brasil, na maioria dos casos, não ser mais um país atrativo para investidores e pesquisadores.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/saida-definitiva-de-brasileiros-do-pais-cresce-265-em-seis-anos-28082018

Terremoto de 6,2 graus atinge a Indonésia
Data: 28/08/2018

O Serviço Geológico dos Estados Unidos registrou o hipocentro do tremor a 8 quilômetros sob o fundo do mar e a 98 quilômetros da cidade Kupang

Um terremoto de 6,2 graus atingiu o Mar de Timor, ao sul da ilha de Timor, na Indonésia, sem que se tenha anunciado um alerta de tsunami, nesta terça-feira (28). O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês) que registra a atividade sísmica no mundo todo, localizou o hipocentro a 8 quilômetros sob o fundo do mar e a 98 quilômetros ao sudeste de Kupang, a capital da província de Sonda Oriental. Terremotos na Indonésia Pelo menos 557 pessoas morreram e quase 400 mil ficaram desalojadas por conta dos quatro terremotos de magnitudes entre 6,3 e 6,9 que atingiram a ilha de Lombok nos dias 29 de julho e 19 deste mês. A Indonésia fica sobre o chamado "anel de fogo" do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica onde são registrados 7 mil terremotos por ano, a maioria deles de intensidade moderada. Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/terremoto-de-62-graus-atinge-a-indonesia-28082018

Suspeito é morto durante operação da PM no Complexo São Carlos
Data: 28/08/2018

Equipes do Bope e Batalhão de Choque, apoiadas por agentes da UPP, estão nas ruas das comunidades; Tiros são registrados desde às 5h

A Polícia Militar, através de equipes do Comando de Operações Especiais, realiza na manhã desta terça-feira (28) uma operação no complexo de favelas do São Carlos, no Estácio, região central do Rio de Janeiro. Agentes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e do BPChq (Batalhão de Polícia de Choque), com apoio de policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) São Carlos e de um veículo blindado, estão nas ruas das comunidades em busca de suspeitos de envolvimento com o crime organizado, além de armas e drogas. As plataformas OTT-RJ (Onde Tem Tiroteio) e Fogo Cruzado registraram disparos por volta das 5h, no Catumbi, Mineira e Coroa. Nas redes sociais, moradores continuam relatando trocas de tiros. Um suspeito, ainda não identificado, foi baleado durante um confronto com a polícia. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital Municipal Souza Aguiar, também no Centro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Com ele, os agentes encontraram uma pistola, drogas, um artefato explosivo e um rádio comunicador. O caso foi registrado na DH-Capital (Barra da Tijuca). A operação está em andamento. *Estagiária do R7, sob supervisão da Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/suspeito-e-morto-durante-operacao-da-pm-no-complexo-sao-carlos-28082018

Pesquisa do CNJ aponta 80 milhões de processos em tramitação no país
Data: 28/08/2018

Dados fazem parte da pesquisa Justiça em Números, divulgada para orientar o trabalho de juízes e servidores; os números são referentes ao ano de 2017

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) informou nesta segunda-feira (27) que 80 milhões de processos estão em tramitação em todo o país e aguardam uma definição. Os dados fazem parte da pesquisa Justiça em Números, divulgada anualmente para orientar o trabalho de juízes e servidores da Justiça. Os números são referentes ao ano de 2017. A pesquisa também revelou que o ramo da Justiça que mais faz acordos de conciliação é a Trabalhista. Em todo o país, 25% dos casos foram resolvidos por meio de um acordo entre o trabalhador e o empregador. As despesas de todo o Poder Judiciário no ano passado foram R$ 90,8 bilhões, registrando aumento de 4,4% em relação a 2016. Segundo o levantamento, o total de gastos representa 1,4% do PIB (Produto Interno Bruto). As despesas com recursos humanos são responsáveis 90,5% do gasto total. Lava Jato: 25 políticos já tiveram processos arquivados "A despesa média do Poder Judiciário por magistrado foi de aproximadamente R$ 48,5 mil; por servidor, R$ 15,2 mil; por terceirizado foi de R$ 4,1 mil e por estagiário, R$ 828,76", diz o relatório". A pesquisa também mostrou que tempo médio de tramitação de uma sentença no STJ (Superior Tribunal de Justiça) é de 11 meses. No TST (Tribunal Superior do Trabalho), os ministros demoram cerca de 1 ano e dois meses para proferirem uma sentença. Na primeira instância, porta de entrada da ação na Justiça, a sentença demora cerca de 2 anos e seis meses para ser proferida. Na fase de execução, o tempo médio sobe para seis anos e quatro meses.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pesquisa-do-cnj-aponta-80-milhoes-de-processos-em-tramitacao-no-pais-27082018

Pesquisa do CNJ aponta 80 milhões de processos em tramitação no país
Data: 28/08/2018

Dados fazem parte da pesquisa Justiça em Números, divulgada para orientar o trabalho de juízes e servidores; os números são referentes ao ano de 2017

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) informou nesta segunda-feira (27) que 80 milhões de processos estão em tramitação em todo o país e aguardam uma definição. Os dados fazem parte da pesquisa Justiça em Números, divulgada anualmente para orientar o trabalho de juízes e servidores da Justiça. Os números são referentes ao ano de 2017. A pesquisa também revelou que o ramo da Justiça que mais faz acordos de conciliação é a Trabalhista. Em todo o país, 25% dos casos foram resolvidos por meio de um acordo entre o trabalhador e o empregador. As despesas de todo o Poder Judiciário no ano passado foram R$ 90,8 bilhões, registrando aumento de 4,4% em relação a 2016. Segundo o levantamento, o total de gastos representa 1,4% do PIB (Produto Interno Bruto). As despesas com recursos humanos são responsáveis 90,5% do gasto total. Lava Jato: 25 políticos já tiveram processos arquivados "A despesa média do Poder Judiciário por magistrado foi de aproximadamente R$ 48,5 mil; por servidor, R$ 15,2 mil; por terceirizado foi de R$ 4,1 mil e por estagiário, R$ 828,76", diz o relatório". A pesquisa também mostrou que tempo médio de tramitação de uma sentença no STJ (Superior Tribunal de Justiça) é de 11 meses. No TST (Tribunal Superior do Trabalho), os ministros demoram cerca de 1 ano e dois meses para proferirem uma sentença. Na primeira instância, porta de entrada da ação na Justiça, a sentença demora cerca de 2 anos e seis meses para ser proferida. Na fase de execução, o tempo médio sobe para seis anos e quatro meses.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pesquisa-do-cnj-aponta-80-milhoes-de-processos-em-tramitacao-no-pais-27082018

Filho de Edmundo nega que filme seja indireta para o pai
Data: 28/08/2018

Alexandre Mortagua produziu longa sobre crianças que cresceram sem o pai. "Se ele for assistir ao filme e procurar algo falando sobre ele, não vai ter"

Um dado de 2013 do Conselho Nacional de Justiça que diz que 5,5 milhões de crianças não têm o reconhecimento paterno é o pano de fundo para o filme Todos nós 5 milhões, escrito e dirigido por Alexandre Mortagua. Filho de Cristina Mortagua, modelo famosa nos anos 90, e do jogador Edmundo, o cineasta cresceu sem o pai e por diversas vezes sua mãe protagonizou escândalos envolvendo cobrança de pensão e reclamações em programas de TV sobre a ausência do ex-companheiro. Alexandre tem 23 anos, estuda artes visuais e este é o quarto filme que produz. Ele nega o fato de a história do filme ser uma indireta para o pai. — O filme é mais sobre quem preencheu o buraco do que sobre o buraco em si. Sobre as soluções, mulheres que estão criando os filhos sozinhas. Eu não queria que o filme fosse derrotista, no sentido de "é ruim crescer sem o seu pai e ponto". Se o meu pai for assistir ao filme e procurar uma vírgula falando sobre ele, não vai ter. Apesar de negar estar presente no enredo do longa que mistura depoimentos reais com ficção, Alexandre abre a produção com um vídeo de seu parto natural e encerra com a primeira festa de aniversário, onde estavam a mãe e o padrasto. Questionado se vai convidar o jogador Edmundo para o lançamento do filme, Alexandre preferiu não responder. Aliás, o jovem cineasta evita comentar qualquer assunto que envolva o pai. — Acho que a gente perde tanto falando disso, tem tantos assuntos melhores para conversar. Não me incomoda ser chamado de "filho do Edmundo". Isso trouxe vocês [a imprensa] até aqui, é o meu trabalho. Se eu não fosse filho dos meus pais, talvez ninguém estivesse olhando para o meu filme, vou aproveitar. Não sofro não, sofri, mas não sofro mais. Todos nós 5 milhões tem um papel importante na vida de Alexandre. Segundo ele, além de anos de terapia, o filme ajudou a transformar um dos maiores traumas de infância. — Milhões de pessoas passaram pelo o que passei, mas o meu caso foi público, saiu no jornal. Quando conheci meus irmãos tinha uma nota no jornal. Meu maior trauma não era nem a ausência do meu pai, mas uma questão de autoestima. Homossexual assumido, Alexandre comenta um caso traumático da adolescência, quando Cristina Mortagua resolveu "exorcizá-lo" ao saber que o filho tinha um namorado. — Minha mãe usou óleo [para me exorcizar], mas ela não tinha a mínima ideia do que estava fazendo. Ela estava assustada, porque eu tinha fugido de casa pra ir pra casa do meu namorado. Ela estava no meio de uma lavagem cerebral. Mas ela sabe o quanto foi traumatizante e já me pediu desculpas. Isso tem uns 9 anos. Enquanto supera alguns momentos desagradáveis do passado, Alexandre está animado com o primeiro longa, que deve ser finalizado em setembro para participar de festivais nacionais e internacionais ainda neste ano. Aliás, essa não será a estreia do cineasta no exterior. Ele já tem no currículo curtas exibidos na Argentina, Los Angeles, Praga e Budapeste. Por aqui, o foco é a produtora que acabou de abrir e que já rendeu trabalhos até com Manu Gavassi. Além do longa, o cineasta tem um curta para lançar e projetos de outros filmes. Ainda não há previsão da estreia de Todos nós 5 milhões nos cinemas brasileiros.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/filho-de-edmundo-nega-que-filme-seja-indireta-para-o-pai-28082018

Filho de Edmundo nega que filme seja indireta para o pai
Data: 28/08/2018

Alexandre Mortagua produziu longa sobre crianças que cresceram sem o pai. "Se ele for assistir ao filme e procurar algo falando sobre ele, não vai ter"

Um dado de 2013 do Conselho Nacional de Justiça que diz que 5,5 milhões de crianças não têm o reconhecimento paterno é o pano de fundo para o filme Todos nós 5 milhões, escrito e dirigido por Alexandre Mortagua. Filho de Cristina Mortagua, modelo famosa nos anos 90, e do jogador Edmundo, o cineasta cresceu sem o pai e por diversas vezes sua mãe protagonizou escândalos envolvendo cobrança de pensão e reclamações em programas de TV sobre a ausência do ex-companheiro. Alexandre tem 23 anos, estuda artes visuais e este é o quarto filme que produz. Ele nega o fato de a história do filme ser uma indireta para o pai. — O filme é mais sobre quem preencheu o buraco do que sobre o buraco em si. Sobre as soluções, mulheres que estão criando os filhos sozinhas. Eu não queria que o filme fosse derrotista, no sentido de "é ruim crescer sem o seu pai e ponto". Se o meu pai for assistir ao filme e procurar uma vírgula falando sobre ele, não vai ter. Apesar de negar estar presente no enredo do longa que mistura depoimentos reais com ficção, Alexandre abre a produção com um vídeo de seu parto natural e encerra com a primeira festa de aniversário, onde estavam a mãe e o padrasto. Questionado se vai convidar o jogador Edmundo para o lançamento do filme, Alexandre preferiu não responder. Aliás, o jovem cineasta evita comentar qualquer assunto que envolva o pai. — Acho que a gente perde tanto falando disso, tem tantos assuntos melhores para conversar. Não me incomoda ser chamado de "filho do Edmundo". Isso trouxe vocês [a imprensa] até aqui, é o meu trabalho. Se eu não fosse filho dos meus pais, talvez ninguém estivesse olhando para o meu filme, vou aproveitar. Não sofro não, sofri, mas não sofro mais. Todos nós 5 milhões tem um papel importante na vida de Alexandre. Segundo ele, além de anos de terapia, o filme ajudou a transformar um dos maiores traumas de infância. — Milhões de pessoas passaram pelo o que passei, mas o meu caso foi público, saiu no jornal. Quando conheci meus irmãos tinha uma nota no jornal. Meu maior trauma não era nem a ausência do meu pai, mas uma questão de autoestima. Homossexual assumido, Alexandre comenta um caso traumático da adolescência, quando Cristina Mortagua resolveu "exorcizá-lo" ao saber que o filho tinha um namorado. — Minha mãe usou óleo [para me exorcizar], mas ela não tinha a mínima ideia do que estava fazendo. Ela estava assustada, porque eu tinha fugido de casa pra ir pra casa do meu namorado. Ela estava no meio de uma lavagem cerebral. Mas ela sabe o quanto foi traumatizante e já me pediu desculpas. Isso tem uns 9 anos. Enquanto supera alguns momentos desagradáveis do passado, Alexandre está animado com o primeiro longa, que deve ser finalizado em setembro para participar de festivais nacionais e internacionais ainda neste ano. Aliás, essa não será a estreia do cineasta no exterior. Ele já tem no currículo curtas exibidos na Argentina, Los Angeles, Praga e Budapeste. Por aqui, o foco é a produtora que acabou de abrir e que já rendeu trabalhos até com Manu Gavassi. Além do longa, o cineasta tem um curta para lançar e projetos de outros filmes. Ainda não há previsão da estreia de Todos nós 5 milhões nos cinemas brasileiros.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/filho-de-edmundo-nega-que-filme-seja-indireta-para-o-pai-28082018

Tite chama Richarlison para o lugar de Pedro na seleção brasileira
Data: 28/08/2018

Atacante do Everton foi convocado para os amistosos de setembro, nos Estados Unidos. Aos 21 anos, vai ser a primeira vez dele no time principal

A CBF confirmou nesta segunda-feira (27), a convocação do atacante Richarlison, do Everton, para disputar os amistosos contra El Salvador e Estados Unidos, nos dias 7 e 11 de setembro. O centroavante foi chamado para o lugar de Pedro, do Fluminense, que sofreu estiramento no ligamento do joelho direito, na derrota dos cariocas contra o Cruzeiro por 2 a 1, no último sábado. Será a primeira vez que Richarlison vai fazer parte do grupo da seleção brasileira principal. Na equipe sub-20, o atacante fez dez jogos e marcou três gols. Richarlison tem 21 anos e chegou ao Everton nesta emporada, depois de o clube inglês pagar 45 milhões de libras ao Watford. O contrato com o brasileiro é de cinco anos. Ao lado do islandês Sigurdsson, o centroavante é a contratação mais cara da história do clube. Na última rodada do Campeonato Inglês, Richarlison foi expulso e o Everton com o Bournemouth, em 2 a 2. No Brasil, o atacante jogou no América-MG e se destacou no Fluminense, quando fez 69 jogos e 19 gols.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/tite-chama-richarlison-para-o-lugar-de-pedro-na-selecao-brasileira-27082018

Ronaldo compra time da primeira divisão da Espanha, diz rádio
Data: 28/08/2018

Segundo a rádio espanhola SER, o Fenômeno gastou mais de R$ 143 milhões para se tornar o principal acionista do Real Valladolid

Desde que Ronaldo deixou os gramados em 2011, o ex-camisa 9 da seleção brasileira virou empresário. O grande mercado de trabalho dele é o futebol e o marketing esportivo. A novidade da última segunda-feira (27) é que o Fenômeno comprou o Real Valladolid, time da primeira divisão do Campeonato Espanhol. De acordo com a radio espanhola Cadena SER e o jornal AS, Ronaldo gastou cerca de R$ 143 milhões para se tornar o principal acionista do time. As publicações dizem que ele não vai virar o presidente no dia-a-dia do Vallodolid. A presidência continuará com Carlos Suarez, que ocupa do cargo desde 2001. A rádio ainda informou que este dinheiro será usado pelo clube para pagar dívidas que chegam a mais de R$ 110 milhões. A negociação deve ser confirmada em até três semanas. O ex-atacante é um dos embaixadores do Real Madrid, onde jogou de 2002 até 2007. Pelo que tudo indica, a envolvimento do brasileiro com o futebol espanhol vai voltar a ser bem intenso. O brasileiro é um dos poucos jogadores que conseguiram ser ídolos no Real Madrid e no Barcelona, onde atuou em 96 e 97. O Real Valladolid é considerado um clube pequeno na Espanha e vive no sobe-desce na primeira e segunda divisões.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/ronaldo-compra-time-da-primeira-divisao-da-espanha-diz-radio-28082018

Exclusivo: As silenciosas mortes de brasileiros soterrados em armazéns de grãos
Data: 28/08/2018

Levantamento inédito da BBC News Brasil revela que ao menos 106 pessoas morreram em silos agrícolas no país na última década; 'dados são estarrecedores', diz especialista em acidentes de trabalho, que aponta descumprimento de normas de segurança como prin

Os ajudantes Edgar Jardel Fragoso Fernandes, de 30 anos, e João de Oliveira Rosa, de 38, iniciavam o expediente na Cooperativa C. Vale, em São Luiz Gonzaga (RS), quando foram acionados para desentupir um canal de um armazém carregado de soja. Era abril de 2017, quando a colheita da oleaginosa confirmava as previsões de que o Brasil atingiria a maior safra de sua história. Enquanto tentavam desobstruir o duto caminhando sobre os grãos, os dois afundaram nas partículas. Morreram asfixiados em poucos segundos, encobertos por várias toneladas de soja. Acidentes como esse em armazéns agrícolas têm se tornado frequentes conforme o agronegócio brasileiro bate sucessivos recordes — expondo um efeito colateral pouco conhecido da modernização do campo. Um levantamento inédito feito pela BBC News Brasil revela que, desde 2009, ao menos 106 pessoas morreram em silos de grãos no país, a grande maioria por soterramento. Cada vez mais comuns nas paisagens rurais do país, silos são grandes estruturas metálicas usadas para armazenar grãos, evitando que estraguem e permitindo que vendedores ganhem tempo para negociá-los. Foram contabilizados apenas casos noticiados pela imprensa — o que, segundo especialistas, indica que as ocorrências sejam ainda mais numerosas, pois nem todas as mortes são divulgadas. O ano com mais acidentes fatais foi 2017, quando houve 24 mortes, alta de 140% em relação ao ano anterior. Em 2018, houve 13 ocorrências até julho – sinal de que as mortes devem se manter no mesmo patamar de 2017, considerando-se o histórico de distribuição das ocorrências ao longo do ano. Os Estados que tiveram mais casos são os mesmos que lideram o ranking de produção de grãos: Mato Grosso (28), Paraná (20), Rio Grande do Sul (16) e Goiás (9). Houve mortes em 13 Estados distintos, em todas as regiões do país. Sorriso (MT), o município brasileiro com maior valor de produção agrícola — R$ 3,2 bilhões em 2016, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) — foi também o que registrou mais mortes em silos, empatado com a também mato-grossense Canarana, com sete casos cada. Trabalhos mais perigosos no Brasil "Os dados são estarrecedores", diz à BBC News Brasil Idelberto Muniz de Almeida, professor de Medicina do Trabalho da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Botucatu. Segundo ele, o levantamento indica que o trabalho em silos está entre as atividades com mais acidentes fatais no país, depois das profissões sujeitas a mortes no trânsito. Não há estatísticas oficiais precisas sobre mortes em armazéns de grãos no Brasil. Quando trabalhadores sofrem acidentes, cabe ao empregador informar a ocorrência ao Ministério da Previdência Social. No formulário de notificações, porém, não há um código para armazéns agrícolas, englobados pela categoria mais abrangente de "depósitos fixos". Segundo o ministério, o setor de armazenagem – que inclui o trabalho em silos de grãos, mas também em vários outros tipos de armazéns – teve 11,13 mortes a cada 100 mil trabalhadores em 2016, último ano com dados disponíveis. O índice deixa o setor entre os 25% campos econômicos mais mortíferos para trabalhadores no Brasil. Em outro sistema de contagem, o Ministério Público do Trabalho – braço do Ministério Público da União – registrou 14 mortes de trabalhadores por asfixia, estrangulamento ou afogamento causados por cereais e derivados entre 2012 e 2017. O levantamento da BBC News Brasil considera todas as mortes por acidente de trabalho em armazéns de alimentos a granel (não empacotados) que foram noticiadas por veículos jornalísticos. Os casos foram pesquisados por meio de sites de busca, em mídias sociais e no YouTube. Mortes evitáveis O professor Idelberto Almeida afirma que a maioria dos acidentes em silos ocorre quando medidas de prevenção não são adotadas ou não funcionam de forma adequada. "As estratégias para evitar esses acidentes são amplamente conhecidas há pelo menos 15 anos", diz. Segundo o professor, a ocorrência de vários casos em um mesmo Estado ou município indica que "o poder público tem se mostrado impotente" diante do fenômeno. Em geral, soterramentos em silos matam em instantes. O trabalhador é asfixiado ao afundar nos grãos e não consegue subir à superfície, como se fosse sugado por uma areia movediça. Na maioria dos casos, ele é engolido ao caminhar sobre os grãos sem cordas de segurança enquanto tenta movimentar as partículas para desobstruir dutos. Os grãos costumam se aglutinar quando há excesso de umidade, travando o funcionamento do silo. Em outros casos, menos numerosos, o trabalhador é encoberto por uma avalanche de grãos quando paredes do armazém colapsam – pondo em risco até quem está fora da construção – ou quando há grandes deslocamento de partículas dentro da estrutura. Silos podem ainda explodir se tiverem grande quantidade de pó de cereais – material que se transforma em combustível quando em contato com superfícies muito aquecidas ou faíscas. Sobrevivente de acidente em silo Quando é envolto pelos grãos, o trabalhador raramente sobrevive. Por isso, quando Anderson Rodrigo Reis começou a afundar em um monte de soja em um silo em Paranapanema (SP), pensou que não escaparia. "Gritei: 'pelo amor de Deus, me segura que estou indo para baixo e vou morrer, não estou achando o chão, estou afundando, afundando!'", ele conta à BBC News Brasil. Hoje com 40 anos, Reis trabalhava desde 2014 na Cooperativa Agro Industrial Holambra como ajudante geral. Naquele dia, em julho de 2017, entrou no silo para ajudar a carregar um caminhão. Foi quando um colega, diz, prendeu a perna na pilha de grãos ao empurrar a soja para o canal que abastecia o veículo. "Puxei ele, mas senti que a soja estava fofa e era melhor sair. Ajudei ele a tirar a botina e, quando estávamos saindo, afundei de vez." Em alguns segundos, diz o ajudante, os grãos chegaram à cintura. O colega tentava puxá-lo pelos ombros, mas a pressão da soja sobre o corpo impedia que fosse içado. Quando estava só com o pescoço para fora, seu pé tocou a borda de uma estrutura metálica. Foi naquele ponto que o ajudante geral se apoiou por quase cinco horas, até ser resgatado por uma equipe de bombeiros. Ele diz que a pressão da soja o obrigava a respirar "bem devagarinho". "Vai apertando como lata de sardinha; você não sente dor numa parte, sente em tudo." Reis conta que, apesar da gravidade do acidente, a empresa relutou em esvaziar o silo para facilitar o resgate, pois não queria perder dinheiro com o descarte. Mas relata que os bombeiros insistiram e abriram uma fenda na lateral da construção, permitindo que o nível de soja baixasse e ele fosse puxado. O ex-ajudante diz que conhecia os riscos do trabalho em silos e havia sido treinado para a atividade. Ele sabia que, ao caminhar sobre a massa de grãos, trabalhadores deveriam estar presos por cordas a um sistema de ancoragem. Mas afirma que, quando não havia técnicos de segurança no silo, como naquele dia, os supervisores afrouxavam as regras para acelerar os trabalhos. Ele não vestia cinto de segurança quando sofreu o acidente. Desde aquele episódio, Reis nunca mais conseguiu entrar em silos. Ele diz que pediu à empresa para ser transferido a outros setores, mas que, nove meses depois do acidente, foi demitido sem justificativas. Procurada pela BBC News Brasil, a Cooperativa Agro Industrial Holambra não quis comentar o caso. Bombeiro em Sorriso (MT), um dos dois municípios que registraram mais mortes em silos (7), o tenente Gustavo Souza já atendeu quatro casos de soterramentos em armazéns. Em todos eles, não houve sobreviventes. Ele diz que, em alguns casos, o trabalhador cai nos grãos e é soterrado após passar mal com gases tóxicos produzidos por sua fermentação. Há ainda casos em que as mortes são causadas unicamente pela inalação desses gases — como em ocorrências registradas em Poços de Caldas (MG), Cachoeira do Sul (RS) e Tangará da Serra (MT). No acidente em Tangará, em 2011, a vítima foi justamente um bombeiro que tentava resgatar dois trabalhadores que haviam passado mal com gases tóxicos em um silo com soja. O soldado Valmir Bezerra de Jesus desmaiou durante a operação e passou 17 dias internado antes de morrer. Os dois trabalhadores sobreviveram. As normas de segurança em silos incluem o uso de sistemas de ventilação e de detecção de gases tóxicos. Em situações extremas, trabalhadores só devem entrar nas instalações com máscaras de oxigênio. Souza diz que resgatar trabalhadores nessas condições é uma das atividades mais temidas entre seus colegas. "Se a gente não toma cuidado com nossa própria segurança, também vira vítima." Acidentes em traders de grãos O levantamento mostra ainda que acidentes fatais ocorreram tanto em armazéns de cooperativas (normalmente geridas por grupos de produtores rurais) e de fazendas individuais quanto em silos de multinacionais que comercializam grãos, conhecidas no setor como traders. Foram registradas mortes em armazéns das gigantes Cargill (4), Bunge (2) e Amaggi (1). Em nota à BBC News Brasil, a Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), que representa as três multinacionais, diz que os silos de todas as propriedades e empresas ligadas à associação estão sujeitos a um rígido controle de segurança, que inclui a identificação de riscos, medidas preventivas e capacitação profissional. Silos que armazenavam milho e soja predominam entre os locais de acidentes fatais, mas também houve mortes em armazéns de arroz, café, açúcar, ração animal e feijão. Em seis casos, os mortos não eram trabalhadores, e sim parentes que os acompanhavam e jamais poderiam ter entrado nos silos. Em 2017, uma mulher morreu soterrada em Alta Floresta (MT) enquanto levava um prato de comida ao marido, que trabalhava ali. Dois anos antes, um menino de 8 anos foi soterrado quando brincava em um silo na fazenda dos avós, em Três Lagoas (MS). Desde 2015, outros dois meninos de 7 anos morreram soterrados em armazéns em Tangará da Serra (MT) e Marechal Cândido Rondon (PR), e uma menina de 9 anos morreu encoberta pela soja em Cerrito (RS). Os acidentes ocorrem em um momento em que o país amplia a quantidade de armazéns agrícolas para acompanhar o aumento na produção. Entre 2000 e 2016, segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a capacidade de armazenagem de grãos no país cresceu 80%, favorecida em grande medida por linhas de crédito públicas. Apesar do aumento, a companhia diz que a capacidade de armazenamento do Brasil precisaria crescer mais 48% para cobrir toda a produção atual. As recorrentes mortes em silos no Paraná, segundo Estado com mais registros (20), mobilizaram o Ministério Público do Trabalho (MPT) local. No segundo semestre de 2017, o escritório do MPT em Londrina, que atua em 70 municípios, pediu a todas as empresas com silos informações sobre o cumprimento da norma 33 do Ministério do Trabalho, que rege as atividades em ambientes confinados — categoria que inclui o trabalho em armazéns de grãos. A norma contém quase uma centena de orientações para prevenir acidentes nesses espaços, entre as quais proibir o acesso de pessoas não treinadas, testar com frequência os equipamentos de segurança e realizar simulações de salvamento. O procurador do Trabalho Marcelo Adriano da Silva diz à BBC News Brasil que, a partir das informações levantadas, o órgão pedirá às empresas que se adequem à norma ou entrará com uma ação civil pública para cobrá-las na Justiça a seguir as regras. Douglas Nunes Vasconcelos, procurador do Trabalho em Mato Grosso, Estado que lidera o ranking de ocorrências (28), atribui as mortes a falhas na fiscalização por parte do Ministério do Trabalho e Emprego. Ele afirma que os auditores do ministério responsáveis por fiscalizar os silos são insuficientes – e que a carência se agravou com os cortes orçamentários dos últimos anos. Segundo o Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais, o número de profissionais na ativa é o menor dos últimos 20 anos: há hoje 2.305 auditores-fiscais em todo o país, e 1.339 cargos estão vagos. Em Mato Grosso, auditores baseados em Rondonópolis e Cuiabá são responsáveis por fiscalizar uma área tão extensa quanto a Venezuela. O procurador diz ainda que, como o trabalho em silos é sazonal, muitas empresas costumam terceirizar os serviços, recorrendo a trabalhadores temporários e sem treinamento adequado. "Tentamos cobrar as empresas, mas nossa perna é curta", afirma. No escritório do MPT em Sinop (MT), onde ele atua, há dois procuradores. A unidade é responsável pelo norte mato-grossense, região com grande produção agropecuária. Procurado pela BBC News Brasil no dia 1° de agosto, o Ministério do Trabalho não quis indicar um representante para uma entrevista sobre as mortes em silos. O órgão disse em nota que o número de empresas fiscalizadas em setores que utilizam armazéns agrícolas (como comércio atacadista de soja, moagem de trigo e beneficiamento de arroz) passou de 35, em 2016, a 713, em 2017. Em 2018, segundo a pasta, já houve 607 empresas inspecionadas. Questionado sobre as críticas do procurador de Mato Grosso, o ministério disse que há hoje 15 silos e armazéns interditados por condições inadequadas naquele Estado. Afirma, porém, que "muitos dos armazéns (em Mato Grosso) estão localizados em zonas rurais (...), o que dificulta a inspeção in loco". "Devido ao tamanho do Estado, é pensado também em outras formas de intervenção para potencializar as adequações, somando-se às inspeção físicas, tais como reuniões com os empregadores, notificação coletiva e ações fiscais indiretas", afirma. Nos Estados Unidos, país com capacidade de armazenamento de grãos quase quatro vezes superior à brasileira, houve 23 mortes por soterramento em silos em 2017, segundo um estudo da Purdue University. Até os anos 1970 e 1980, a maioria de mortes em silos nos EUA ocorria quando as unidades explodiam. Normas federais de segurança adotadas a partir de 1988 reduziram drasticamente essas ocorrências, mas as mortes anuais por soterramento continuaram na casa dos dois dígitos. Naquele país, silos construídos em fazendas, que concentram boa parte dos acidentes, não são obrigados a seguir as normas federais de segurança – regalia atribuída à influência do lobby agrícola na política americana. Na Argentina, outro país com grande produção de grãos, mortes em armazéns também são frequentes. Em 1985, a explosão de um silo na cidade portuária de Bahía Blanca matou 22 pessoas e gerou comoção nacional. Na China, um dos acidentes mais recentes em silos, ocorrido em 2017 na província de Shandong, causou seis mortes — lá, uma avalanche de grãos encobriu os trabalhadores. rmão de Edgar Jardel Fragoso Fernandes, um dos trabalhadores soterrados no silo da C. Vale em São Luiz Gonzaga (RS), em 2017, o comerciante João Teófilo Fragoso Fernandes diz que o cumprimento de normas de segurança teria evitado as mortes. Um laudo de auditores do trabalho após a ocorrência constatou o descumprimento de 27 regras de segurança na ocasião. Entre as falhas citadas estavam a falta de capacitação dos profissionais, jornadas excessivamente longas e a inadequação dos equipamentos de segurança. Segundo o laudo, o silo não tinha qualquer sistema de ancoragem por cordas que impedisse o afundamento dos trabalhadores na massa de soja – item indispensável para a realização da atividade. O documento diz que a cooperativa "culpou apenas os trabalhadores acidentados pela ocorrência, afirmando que eles não usavam cintos de segurança e não seguiram os procedimentos". Os auditores afirmam, porém, "que não teria como haver a utilização de cintos de segurança sem pontos de ancoragem adequadamente projetados e instalados". A cooperativa teve o silo interditado após o acidente. Filhos traumatizados pela morte Quinze anos mais velho que o irmão, Fernandes diz que o tratava como um filho. "Eu criei esse rapaz. Somos de família humilde – nosso pai era pedreiro, passamos por muita luta e desde cedo aprendemos a trabalhar." Edgar tinha um casal de gêmeos, hoje com 13 anos, e ajudava a criar os outros dois filhos de sua esposa. O irmão diz que os gêmeos estão traumatizados. "Parece que não caiu a ficha, que ainda não entenderam a realidade de que não têm mais o pai. Chega a correr água dos olhos, parece que o menino está hipnotizado." Fernandes conta que o ajudante "era um guri cheio de planos", entre os quais fazer faculdade e prestar concurso para policial. Não foi o primeiro acidente fatal em silos da C. Vale. Em 2011, outro trabalhador morreu soterrado por grãos de soja em uma unidade da cooperativa em Guarapuava (PR). A C. Vale enviou uma nota à BBC News Brasil dizendo que, nos dois casos, os acidentados eram funcionários terceirizados e haviam passado "pelos devidos treinamentos para trabalho em espaços confinados, com o recebimento de todos os equipamentos de proteção individual necessários ao desempenho das atividades". A cooperativa não respondeu, no entanto, por que tantas falhas de segurança foram detectadas no laudo do Ministério do Trabalho. Diz ter atendido "prontamente a todas as solicitações do agente ministerial, não tendo sido instaurado contra si qualquer procedimento disciplinar até o presente momento". A família está processando a C. Vale. Fernandes diz que, mais do que uma indenização, os parentes querem que o episódio seja esclarecido. O comerciante afirma ter ficado indignado com o argumento da cooperativa de que Edgar foi desleixado no momento do acidente – segundo ele, seu irmão nunca reclamava de trabalhar e estava havia várias semanas sem folga. "Meu irmão morreu num domingo às três da tarde. Quantas pessoas estão dispostas a trabalhar num domingo? Isso já diz muito sobre ele." Colaborou Amanda Rossi, da BBC News Brasil em São Paulo. BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/exclusivo-as-silenciosas-mortes-de-brasileiros-soterrados-em-armazens-de-graos-28082018

Novo DVD de Marília Mendonça terá músicas gravadas nos 27 estados
Data: 27/08/2018

Artista fará shows surpresas em todos os estados do País, além do Distrito Federal, para lançamento de novo projeto em vídeo

Marília Mendonça teve uma ideia ousada para a gravação do próximo DVD. A cantora resolveu ignorar o acomodamento de fazer um show em estádio ou casa de espetáculos para rodar os 26 estados do Brasil, além do Distrito Federal, e realizar apresentações surpresas. Cada um do eventos vai disponibilizar uma música para o repertório de 27 faixas previsto para o DVD. Na sexta-feira (24) ela lançou o primeiro clipe desse projeto para a música Ciumeira. A gravação teve como cenário a Praça do Relógio, em Belém, no Pará. Todos os Cantos continuará sendo gravado por todo o País nos próximos meses. Marília já tem dois DVDs gravados: Marília Mendonça – Ao Vivo e Realidade – Ao Vivo em Manaus.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/novo-dvd-de-marilia-mendonca-tera-musicas-gravadas-nos-27-estados-26082018

Atriz Giulia Garcia, de Chiquititas, comemora 15 anos com festança
Data: 27/08/2018

A adolescente que se destacou como a personagem Ana na novela do SBT recebeu colegas de elenco no evento realizado em São Paulo

A atriz Giulia Garcia, que interpretou a personagem Ana na novela Chiquititas, completou 15 anos e comemorou a data com uma festança. A adolescente reuniu familiares e boa parte dos amigos do elenco da novela do SBT em uma festa com o tema As Quatro Estações. Entre os convidados estavam a YouTuber Viih Tube, os integrantes da série Z4, Apollo Costa, Matheus Lustosa e Gabriel Santana (acompanhado de sua namorada Nicole Tulcheski). Além deles, estavam presentes as amigas do elenco de Chiquititas, como Lívia Inhudes, Lorena Tucci, Carol Chamberlain, Cinthia Cruz e Julia Olliver. Giulia optou para o principal momento da noite de deubutante por um luxuoso vestido confeccionado por Israel Valentim, com o modelo tomara que caia, contendo uma saia rodada com muitos bordados e aplicações em strass swarovski, além de uma imponente coroa de brilhantes.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/fotos/atriz-giulia-garcia-de-chiquititas-comemora-15-anos-com-festanca-25082018#!/foto/5

Julian Casablancas chega aos 40 sem cumprir a promessa de salvar o rock
Data: 27/08/2018

Vocalista do Strokes da banda Voidz completa quatro décadas de vida sem ter conseguido cumprir as expectativas que se tinha sobre ele

No início dos anos 2000, os Strokes foram apontados como a banda que iria salvar o já desgastado e antiquado rock'n roll por meio de composições garageiras com ecos dos anos 70 que preenchiam o já clássico álbum de estreia Is This It (2001). Quase 20 anos depois, é possível dizer que isso não só não se concretizou, como o status da banda diminuiu bastante após uma sucessão de shows desastrosos e discos fracos e ignorados que foram lançados após Room On Fire (2003). Hoje, os Strokes ocupam um verbete pequeno na história do gênero e o hype daquele período já provou ser exagerado em todos os sentidos. Mas sabe como é: fazer barulho demais para música de menos é a regra e não a exceção. Hoje, já é possível dizer que Strokes não passou de mais uma banda com um ótimo disco de estreia, mas que não tinha estrutura e capacidade para repetir o sucesso inicial em outros projetos. Não dá para saber se eles usaram todos os recursos que tinham nos dois primeiros álbuns, eram uma farsa ou cansaram mesmo. A questão é que esse problema pode ser colocado bastante na conta de Julian Casablancas, vocalista da banda que completa 40 anos nesta quinta-feira (23). O nada carismático e pouco animado frontman da banda é tudo o que não se espera de um músico apontado como salvador de um estilo. Nos shows, a presença de palco era ofuscada pela voz quase sempre comprometida e o estado de embriaguez contínuo que ele nunca tentou esconder em cima do palco. Quando a banda começou a não ter mais o mesmo respaldo da crítica indie e ele precisou mostrar o seu talento em projetos solos, Julian provou que o raio na vida dele só caiu uma vez no mesmo lugar. Se discos como Angles e Comedown Machine já não eram muito elogiados pelos antigos fãs da banda, quando Julian lançou o projeto The Voidz ficou claro que dali não ia sair mais nada digno das apostas que eram feitas sobre ele no início da década. Com a proposta de ser um trabalho diferente e subversivo, o projeto só soou como algo feito sem inspiração e barulhentamente vazio e sem propósito de existir. Nem mesmo os fãs que ainda acreditavam na recuperação do talento de Julian apoiaram muito o projeto. Oito meses depois, o clipe de QYURRYUS soma apenas 546.987. Qualquer clipe de artista de funk atinge isso em uma hora. Claro que música não se mede só com números, mas um artista que já foi apontado como salvador do rock gerar só esse discreto interesse dos fãs mostra que Julian já não convence mais ninguém. Para ter uma comparação mais justa, basta analisar os números do Arctic Monkeys, também apontada como banda que iria ajudar a manter o estilo vivo e surgiu apenas um ano depois do Strokes (embora tenha estreado em discos somente em 2006). O clipe de Four Out Of Five, lançado em maio, tem 27 milhões de views. Ou seja: se alguém chegou perto de salvar alguma coisa ou manter o rock nas paradas, foram eles. Ou mesmo o Foo Fighters, Queens Of The Stone Age e Linkin Park. Todos mais bem sucedidos em ter uma trajetória consistente e que superasse um álbum clássico, hypado e festejado que, com distanciamento histórico, já pode ser considerado mais um caso clássico de histeria coletiva da imprensa musical.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/helder-maldonado/julian-casablancas-chega-aos-40-sem-cumprir-a-promessa-de-salvar-o-rock-23082018

Ex-Botafogo, Alberto Valentim assume cargo de técnico do Vasco
Data: 27/08/2018

Treinador chega o cargo deixado por Jorginho, demitido neste mês; Cruz-Maltino foi dirigido nos últimos três jogos por Valdir Bigode de forma interina

Depois de três jogos com Valdir Bigode como interino no cargo de treinador, o Vasco acertou neste domingo a contratação de Alberto Valentim como novo técnico. A negociação aconteceu durante esta semana, sendo encabeçada pelo diretor executivo de futebol Alexandre Faria. Valentim assume o posto deixado por Jorginho, demitido no início deste mês após resultados considerados insatisfatórios pela cúpula do Cruz-Maltino. Alberto Valentim foi a quarta opção de nome da diretoria do Vasco para assumir o cargo de treinador. A principal opção foi Abel Braga, único nome de consenso entre todos os envolvidos com o futebol cruz-maltino, mas o treinador recusou a oferta por não assumir trabalhos no meio da temporada. Jair Ventura e Vanderlei Luxemburgo também apareceram como preferências das alas jovem e velha do clube, respectivamente, mas não avançaram. O nome de Alberto Valentim ganhou força e acabou ganhando a concorrência após a decisão de não efetivar Valdir Bigode, que seguirá como auxiliar da comissão permanente do Vasco e sendo um dos ativos para o futuro do clube, que investirá em sua capacitação para que em uma outra oportunidade assuma de vez o cargo de treinador. O fator financeiro influenciou para a sua escolha - ele receberá cerca de R$ 100 mil pelo contrato até o fim de 2019. No Rio de Janeiro, Alberto Valentim já dirigiu o Botafogo nesta temporada. Seu último clube foi o Pyramids FC, do Egito, onde comandou a equipe por três jogos e acabou sendo demitido por não cumprir uma ordem da diretoria na escalação. No Vasco, acredita-se que o técnico pode extrair muito mais do elenco e tirar o Cruz-Maltino da situação complicada que se encontra no Campeonato Brasileiro, única competição em disputa até o término da temporada.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/ex-botafogo-alberto-valentim-assume-cargo-de-tecnico-do-vasco-27082018

Em dia de festa, Vasco derrota a Chapecoense em São Januário
Data: 27/08/2018

Cruzmaltino volta a vencer no Brasileirão após 5 jogos em comemoração dos 20 anos do título do clube da Libertadores; Maxi López se destaca

Maxi López foi o destaque da vitória do Vasco sobre a Chape Divulgação/Twitter/Vasco da Gama No dia da comemoração dos 20 anos da conquista da Conmebol Libertadores de 1998, com elenco da época sendo homenageado, o Vasco derrotou a Chapecoense na noite deste domingo (26), em São Januário, por 3 a 1. Dia importante que pode marcar a virada cruz-maltina no Campeonato Brasileiro, com atuação espetacular de Maxi López - a vitória quebrou o jejum de cinco jogos da equipe carioca sem vencer na competição nacional. Cadê o ânimo? Com vários jogadores no departamento médico, Valdir Bigode repetiu diante da Chapecoense os titulares do Vasco que fizeram um dos melhores jogos do ano na rodada anterior, contra o Atlético-MG. Porém, em casa, o esquema não funcionou, dando espaços aos catarinenses e sem fazer com que o próprio meio de campo criasse. Lampejo argentino Única chance de gol dos 45 minutos iniciais saiu com o Maxi López. O argentino, no acréscimo do primeiro tempo, desviou da entrada da pequena área, com a bola passando muito perto do gol defendido por Jandrei. Primeiro tempo sem muita emoção acaba terminando sem gols. Outro jogo, amigos! O segundo tempo começou parecendo um outro jogo, completamente diferente do que foi visto na etapa inicial. O Vasco acordou e logo aos nove minutos abriu o marcador. Maxi López fez lindo lançamento para Wagner, que dominou e chutou na saída de Jandrei para fazer 1 a 0. Não valeu! Na frente do placar, o Vasco recuou um pouco, dando chances para a Chapecoense chegar. Aos 13 minutos chegou a fazer um gol com Amaral, mas anulado pelo árbitro Igor Junio Benevenuto de Oliveira que marcou falta. Mas aos 33, porém, o gol catarinense acabou valendo com Leandro Pereira, empatando: 1 a 1. Festa completa Em plena evolução com a camisa do Vasco nos últimos jogos, Maxi López fez a melhor partida desde então e foi premiado seguindo a batida do gol pela primeira vez com a camisa cruz-maltina. Aos 39, La Barbie recebeu de Andrey e não desperdiçou, 2 a 1. Ainda deu tempo para Thiao Galhardo, aos 47, fazer o 3 a 1, selar a vitória do Vasco completando a festa no aniversário dos 20 anos da conquista do clube da Libertadores. FICHA TÉCNICA VASCO 3 x 1 CHAPECOENSE Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ) Data/hora: 26/8/2018 - 19h (de Brasília) ??Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG) Renda/público: R$ 178.970,00/8.375 pagantes Cartões amarelos: Raul, Maxi López, Vinícius Araújo (VAS) e Thyere, Bruno Silva (CHA) GOLS: Wagner 9'/2ºT (1-0), Leandro Pereira 33'/2ºT (1-1), Maxi López 39'/2ºT (2-1) e Thiago Galhardo 47'/2ºT (3-1) VASCO: Martin Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Leandro Desábato (Vinícius Araújo intervalo), Raul e Andrey; Wagner (Bruno Cosendey 31'/2ºT) e Yago Pikachu (Thiago Galhardo 41'/2ºT); Maxi López. Técnico: Valdir Bigode. CHAPECOENSE: Jandrei, Eduardo, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Canteros, Amaral (Diego Torres 14'/2ºT), Márcio Araújo e Yann (Vinícius intervalo); Leandro Pereira e Bruno Silva (Osman 28'/2ºT). Técnico: Guto Ferreira.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/em-dia-de-festa-vasco-derrota-a-chapecoense-em-sao-januario-26082018

Inter e Palmeiras ficam no 0 a 0 no Sul e se distanciam do São Paulo
Data: 27/08/2018

Em jogo movimentado, mas sem chances claras de gol, Inter e Palmeiras não abriram o placar no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre

No confronto entre duas das melhores defesas do Brasileirão os ataques não tiveram vez. Assim, Inter e Palmeiras ficaram apenas no 0 a 0 no estádio Beira-Rio neste domingo (26), em Porto Alegre, pela 21ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Inter segue na vice-liderança do Brasileirão com 42 pontos, mas se distanciou do líder São Paulo, que venceu o Ceará no jogo das 11h e foi a 45 pontos. O Palmeiras, com o empate, ganhou uma posição e entrou no G4, mas viu sua distância para o São Paulo aumentar para 8 pontos. O jogo Vindo de cinco vitórias seguidas no Brasileirão e sem sofrer gol, o Inter viu o Palmeiras entrar em campo com um tim misto, mas quem achou que o Colorado teria mais facilidade em campo acabou se enganando. Sem sua zaga titular (Edu Dracena e Antônio Carlos), o lateral esquerdo Diego Barbosa, o volante Bruno Henrique, e os atacantes Dudu, Willian e Borja, o Palmeiras foi superior durante todo o primeiro tempo. O time do técnico Felipão chegou a ter oito finalizações contra nenhum do Inter até os 35 minutos da primeira etapa. Aos 32 minutos, o atacante Deyverson acabou perdendo a principal chance de gol para o Palmeiras, após chutar para fora um chute cruzado do meia Moisés. No segundo tempo, Felipão trocou o lateral Victor Luís por Diogo Barbosa e o panorama da partida mudou também. O Internacional, mais acuado no primeiro tempo, saiu para o jogo e passou a criar mais chances de gol. Principalmente depois dos 15 minutos, quando Odair Hellmann tirou Jonatan Álves e Rossi para colocar Brenner e Camilo, respectivamente. Mas o domínio no Inter não se concretizou em chances reais de gol. Weverton, do Palmeiras, que chegou ao 9º jogo sem sofrer gol, foi um dos destaques da partida, assim como Marcelo Lomba, do Inter, que foi ao 6º jogo sem tomar gol. FICHA TÉCNICA 26/8 – BEIRA-RIO (PORTO ALEGRE-RS) INTERNACIONAL 0 x 0 PALMEIRAS Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ); Cartões amarelos: Rodrigo Moledo e Iago (Internacional); Marcos Rocha, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa (Palmeiras) INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Zeca (D'Alessandro 29 do 2º), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson e Patrick; Nico López, Jonatan Álvez (Brenner 25 do 2º) e Rossi (Camilo 17 do 2º). Técnico: Odair Hellmann PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Victor Luís (Diogo Barbosa, intervalo); Thiago Santos, Jean, Moisés e Lucas Lima (Bruno Henrique 44 do 2º); Hyoran (Willian 31 do 2º) e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/inter-e-palmeiras-ficam-no-0-a-0-no-sul-e-se-distanciam-do-sao-paulo-26082018

Aposentados começam a receber 1ª parcela do 13º da aposentadoria
Data: 27/08/2018

INSS vai depositar 50% do benefício e a segunda parcela será paga em novembro, com o restante do valor

Os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começam a receber a primeira parcela do 13º nesta segunda-feira (27). O INSS informa que os pagamentos devem injetar R$ 20,7 bilhões na economia. Segundo o calendário de pagamentos divulgado pelo INSS, os beneficiários que recebem até um salário mínimo (R$ 954) por mês serão os primeiros a receber a primeira parcela do 13º. Os depósitos serão realizados de acordo com o dígito final da aposentadoria, começando pelo número 1 e terminando no 0. Já os que recebem mais do que um salário terão a primeira parcela paga a partir do dia 3 de setembro deste ano, também de acordo com o número final do benefício. A primeira parcela do 13º corresponde a 50% do valor do benefício. O restante do valor será pago em novembro, junto com a aposentadoria do mês. Os segurados podem consultar qual o valor do 13º deles pelo site Meu INSS ou pelo telefone 135. Não haverá desconto de Imposto de Renda na primeira parcela. O imposto sobre o valor somente pode ser cobrado na segunda parcela, que será paga junto com a remuneração de novembro. O governo antecipa a primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas na folha de agosto desde 2006. Apenas em 2015 que o benefício foi pago em setembro.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/aposentados-comecam-a-receber-1-parcela-do-13-da-aposentadoria-27082018

Aposentado: saiba como usar bem (e o que não fazer) com o 13º salário
Data: 27/08/2018

Confira as dicas da educadora financeira Cíntia Senna para aproveitar melhor a primeira parcela e também o que não fazer com o dinheiro

Os aposentados e pensionistas do INSS recebem nesta segunda-feira (27) a primeira parcela do seu 13º salário. Antes de sair gastando sem pensar, confira as dicas da educadora Cíntia Senna, da escola de educação financeira DSOP. "O ideal seria que o aposentado conseguisse reservar esse valor para realização de objetivos e não apenas canalizar para as compras do mês. Mas infelizmente a maioria não consegue fazer isso por já ter muitas dívidas, prestações, compromisso assumidos", diz. Mesmo que use o dinheiro para quitar dívidas, é preciso analisar quais são esses compromissos, quais são essas dívidas, quais as que têm juros mais altos e o quanto esse dinheiro efetivamente vai ajudar a solucioná-las. Pague dívidas, mas atenção... Antes de sair quitando as dívidas, é preciso avaliar se o 13º vai realmente ajudar a resolver pagando a dívida na totalidade ou só vai enxugar gelo. Como assim? "As vezes o aposentado está em dívida com cartão, com cheque especial, e o que acontece é que o 13º só vai dar conta de pagar uma parcela, e ele vai continuar com a dívida em aberto e sem conseguir resolver. Se o 13º salário só servir para pagar uns poucos juros e a dívida continuar lá, crescendo, é melhor avaliar primeiro a situação financeira, ver o que gerou esse endividamento. Se o dinheiro só servir para pagar uma conta e começar a se endividar novamente, tem algo errado aí", diz. Guarde o dinheiro para o começo do ano Lembre-se de que janeiro é um mês de gastos pesados com impostos como IPTU, IPVA, além das parcelas que começam a cair do Natal, para quem exagerou nas compras. Guarde uma parte do 13º para honrar esses compromissos. Comece uma reserva financeira Se ainda não tem nenhum dinheiro guardado, aproveite para usar o 13º para começar uma reserva financeira. "Use o dinheiro para cuidar de seus objetivos que não sejam apenas pagar contas: pode ser fazer uma viagem, ou até usufruir o período de liquidações comprando algo que precise à vista, sem se endividar". Guarde o dinheiro em uma aplicação de renda fixa, preferencialmente, como uma poupança ou no Tesouro Selic, por exemplo. Se não tem conhecimento, evite aplicar em renda variável, como ações na Bolsa, ou fazer um plano de previdência privada, que só deve ser usado para dinheiro que só vai ser usado no longo prazo (acima de 10 anos). O que NÃO fazer com o 13º salário? Não faça novas dívidas Não use o dinheiro para fazer novas dívidas Não use o dinheiro para dar entrada e e fazer uma nova compra pontual. Ou acabar se comprometendo com algo que vai gerar uma nova fonte de despesas, como um celular novo ou um plano de serviços. Não empreste o dinheiro Evite emprestar o dinheiro para parentes ou para outras pessoas, pois poderá precisar de dinheiro e se endividar novamente. Esse dinheiro deve ser usado, preferencialmente, como uma reserva financeira.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/prisma/o-que-e-que-eu-faco-sophia/aposentado-saiba-como-usar-bem-e-o-que-nao-fazer-com-o-13-salario-27082018

Boleto vencido a partir de R$ 400 pode ser pago em qualquer banco
Data: 27/08/2018

Regra ainda não é aplicada para boletos com valores menores do que R$ 399,99, que deve acontecer até 27 de outubro deste ano

Os boletos bancários vencidos de valores entre R$ 400 e R$ 799,99 poderão ser pagos em qualquer banco a partir deste sábado (25), segundo a Febraban (Federação Brasileira de Bancos). A mudança entraria em vigor no dia 26 de maio deste ano, mas foi adiada para 25 de agosto. Segundo Walter de Faria, diretor adjunto de operações da Febraban, a " mudança nos prazos foi necessária dado o volume elevado de boletos compensados no Brasil anualmente, que soma cerca de 4 bilhões”. A regra já vale desde março deste ano para boletos com valores maiores do que R$ 800. Já os boletos vencidos com valores igual ou acima R$ 100 poderão ser pagos em qualquer banco a partir de 13 outubro. Até 27 de outubro, a regra passa a valer para boletos abaixo desse valor. A partir do dia 10 de novembro, os boletos de cartões de crédito, doações, entre outros, também vão aderir à regra. A nova plataforma de cobrança permite a identificação do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do pagador, o que, de acordo com a Febraban, facilita o rastreamento de pagamentos. Ao quitar o boleto, o próprio sistema verifica as informações. Se os dados do boleto coincidirem com os da plataforma, a operação é validada. Para a Febraban, "além de o consumidor poder pagar o seu boleto vencido em qualquer banco ou correspondente não bancário, a Nova Plataforma permitirá maior transparência em todo o processo, assegurando às empresas melhor gestão dos recebimentos, uma vez que as condições da operação negociadas com os consumidores serão preservadas". O sistema de boleto de pagamento anterior foi criado em 1993 com o início do procedimento de compensação eletrônica. Após 25 anos, a avaliação do setor bancário é que ele precisava ser modernizado. Entre os benefícios da nova plataforma está a permissão para pagamento de boletos após o vencimento em qualquer agência bancária, sem risco de erros nos cálculos de multas e encargos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/boleto-vencido-a-partir-de-r-400-pode-ser-pago-em-qualquer-banco-27082018-1

Único hospital de Pacaraima vira símbolo de descaso em meio à crise
Data: 27/08/2018

Hospital na fronteira do Brasil com a Venezuela sofre com infiltrações e esgoto na cozinha. Funcionários se viram como podem para atender a demanda

Centro cirúrgico parado há quase 30 anos, convertido em sala de parto e maternidade. Cozinha desativada com o esgoto retornando pelo encanamento. Laboratório precário que realiza apenas hemogramas e dependente da doação de insumos da Venezuela. Pagamentos irregulares de salários dos profissionais da limpeza. Essas foram algumas das precariedades encontradas pela reportagem do R7 na última sexta-feira (24) no Hospital Délio Tupinambá, em Pacaraima (Roraima), na fronteira do Brasil com a Venezuela, que está no centro de uma crise social e humanitária pelo intenso fluxo de imigrantes venezuelanos ao Brasil. O único hospital da cidade — que conta também com dois postos de saúde — se tornou um símbolo do descaso das autoridades estaduais e federais com a região, que batem boca publicamente na disputa por milhões de reais, enquanto os profissionais de saúde, a população local e os venezuelanos se viram como podem na desestruturada unidade. A falta de condições colocou em risco a vida do comerciante Raimundo Nonato de Oliveira, de 55 anos, que no último dia 17 foi brutalmente agredido na cabeça durante um assalto a sua residência, aparentemente por quatro venezuelanos. A violência contra Seu Raimundo gerou revolta na cidade afligida pela violência e culminou com o ataque de um grupo de brasileiros aos migrantes em situação de rua, com a expulsão de 1.200 deles para o outro lado da fronteira. Seu Raimundo entrou na unidade com estado de saúde grave, intensa perda de sangue e necessidade urgente de transfusão. No entanto, não havia condições no hospital para estabilizar seu quadro clínico, segundo os profissionais de saúde, que não serão identificados nesta reportagem. A remoção para Boa Vista se tornou urgente, mas a única ambulância do local havia acabado de sair rumo à capital, a 200 km de distância, com um paciente que havia sofrido um infarto. “Não há condição alguma de atender a pacientes graves”, relata um funcionário. A unidade entrou em contato com o posto de saúde avançado do Exército — que fica na fronteira para o atendimento dos venezuelanos recém-chegados — para solicitar a ambulância do local, mas o atendimento foi negado. “Eu saí de Pacaraima com meu carro particular e a médica me acompanhando”, conta Seu Raimundo, entrevistado pela reportagem na cidade seis dias após o ataque. Nesse momento, que precedeu o ataque aos venezuelanos, correu um boato em Pacaraima de que o comerciante havia morrido. Moradores relataram à reportagem que a notícia falsa inflamou um grupo de brasileiros que protestava contra os venezuelanos e a violência na cidade, o que contribuiu para o ataque aos refugiados. Na verdade, havia morrido o primeiro paciente transportado de ambulância, vítima de um infarto e deixado no Hospital Geral de Roraima (HGR). O veículo já estava retornando a Pacaraima quando encontrou seu Raimundo na metade do caminho, concluindo o transporte da vítima até a capital. Sem cozinha, sem cirurgia, sem luz “Este é um hospital de pequeno porte sem estrutura para ser referência. No laboratório, só fazemos hemogramas. Não temos condições de fazer transfusão de sangue. Nosso raio-X só está funcionando porque o hospital de Santa Elena [de Uairén, na Venezuela] nos doou o químico esta semana”, conta uma funcionária. “Precisamos de mais estrutura”. Em uma cidade com 12 mil habitantes (e um número incerto de refugiados), o hospital assiste ao crescimento acelerado do número de atendimentos, que passou de 5.791, em 2016, para 10.368 somente no primeiro semestre deste ano — sendo 6.509 de venezuelanos, ou 63% do total. A precariedade, no entanto, limita a capacidade do serviço. “Nós estamos deixando de internar alguns casos por falta de comida”, conta outra funcionária. Na cozinha da unidade, desativada, é possível notar vazamento de esgoto, infiltrações nos armários e falta de limpeza dos armários (veja em imagens a situação do hospital). O local é usado parcialmente apenas para o preparo de café e lanches. Atualmente, os alimentos são comprados pela direção e as refeições são preparadas na casa de uma funcionária. Almoços e jantares são servidos para a equipe e para quem já está internado, sem espaço para imprevistos. A reportagem presenciou naquele dia o marido de uma mulher venezuelana levando seu almoço poucas horas após ela dar à luz. No centro cirúrgico, apenas uma placa na parede indica para o que deveria ser aquele local, que nunca realizou uma cirurgia desde a fundação do hospital, em 1992, e então foi transformado em sala de partos. Para atendimentos urgentes, a unidade conta com dois kits catástrofe, obtidos recentemente, cada um formado por um desfibrilador, um ventilador, duas bombas de infusão e um monitor cardíaco. Todo atendimento mais complicado precisa ser levado para Boa Vista. Sem mencionar o problema dos apagões, que se tornaram rotina na vida dos roraimenses, já que a energia vem da Venezuela, onde a manutenção é feita cada vez de forma mais precária. Há exatamente duas semanas, uma venezuela vinda de Caracas, em missão empresarial na fronteira, morreu após ter uma parada cardíaca em meio a um apagão, porque os geradores não funcionaram. “Não conseguimos dar o choque nela”, conta um funcionário. Apesar de todos os problemas, todos os pacientes entrevistados pela reportagem elogiam o atendimento, como a venezuelana Graciely Mijares, de 30 anos, mãe da pequenina Yusgrace, a nova brasileirinha que havia acabado de chegar ao mundo. Natural de Ciudad Guayana, a 600 km de distância, ela vive há 2 anos em Pacaraima porque a situação estava “muito difícil” em sua cidade, onde “não se consegue comprar fraldas nem o leite para as crianças”. — O hospital de lá estava todo sujo, fedia, com contaminação. Eu vim para cá e a atenção foi melhor que a de um anjo. Tudo é limpo. Me dá uma dor, e elas vêm e me atendem rápido. Disputa política O serviço de atendimento à saúde em Pacaraima e em toda Roraima está no meio de uma disputa política travada entre Brasília e Boa Vista, em razão da explosão de atendimentos aos venezuelanos. Em todo o Estado, o número de venezuelanos atendidos saltou de 700, em 2014, para 50 mil no ano passado. E somente nos três primeiros meses deste ano, passou de 45 mil, segundo dados da Sesau (Secretaria de Estado da Saúde de Roraima). A governadora Suely Campos (PP), candidata à reeleição em outubro, está em pé de guerra com o Palácio do Planalto para que a União pague R$ 184 milhões ao Estado, como ressarcimento por gastos com venezuelanos nas áreas de saúde, educação e segurança. Desse total, R$ 70 milhões correspondem aos 50 mil venezuelanos atendidos em 2017. Suely também pede a instalação de um hospital de campanha em Boa Vista. Em visita a Pacaraima na última quinta-feira (23), o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, declarou que a União já repassou mais de R$ 180 milhões a Roraima e que R$ 70 milhões ainda estavam disponíveis nos cofres estaduais. — Quando o governo gastar aquilo que lhe foi enviado, alguma coisa em torno de 180 e poucos milhões de reais, evidentemente que estaremos dispostos a atender. Então, primeiro o governo precisa gastar aquilo que está em seus cofres. O ministro também chegou a dizer que a cidade fronteiriça conta com um hospital de campanha do Exército, mas foi desmentido na sequência pelo coronel George Feres Kanaan, que comanda a Operação Acolhida em Pacaraima, de recepção e triagem dos imigrantes. Segundo o Exército brasileiro, um hospital de campanha é uma unidade móvel “grande” e “moderna” com áreas de triagem, enfermaria, emergência, centro cirúrgico de urgência, UTI (Unidades de Terapia Intensiva), seção de radiologia com equipamentos de raio-X e de ultrassonografia, laboratório para exames, farmácia e banco de sangue. Serviços muito além do que o posto avançado, os dois postos de saúde e o hospital Délio Tupinambá podem oferecer à população de Pacaraima. O R7 entrou em contato na sexta-feira, no sábado e no domingo com a Sesau, por telefone, mensagem e recado na secretária eletrônica, mas não recebeu um posicionamento até a publicação desta reportagem. O Exército brasileiro foi contatado neste domingo, a respeito do empréstimo de ambulância para o atendimento ao Seu Raimundo, mas ainda não respondeu.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/unico-hospital-de-pacaraima-vira-simbolo-de-descaso-em-meio-a-crise-27082018

Metade dos candidatos ao Senado tem suplentes ‘mais ricos’ que eles
Data: 27/08/2018

Cientistas políticos ouvidos pelo R7 dizem que escolhas podem ser utilizadas para financiar campanhas e fazer parte de acordo futuro

O Senado Federal vai eleger dois terços de seus integrantes nas eleições deste ano. Dos 351 candidatos em busca de uma cadeira na casa legislativa para os próximos oito anos, 162 (46%) possuem ao menos um suplente com patrimônio superior ao deles. Em um dos casos, verificado no Estado de Rondônia, o primeiro suplente de um candidato ao Senado diz ter mais de R$ 84 milhões em bens, valor 7.300% maior do que os R$ 1,1 milhão cadastrados pelo titular da chapa. O mesmo acontece no Tocantins, onde o suplente de um candidato sem patrimônio possui mais de R$ 407 milhões declarados. Com o fim do financiamento privado e a limitação dos gastos das campanhas, os cientistas políticos ouvidos pelo R7 avaliam que a presença de suplentes endinheirados nas chapas pode impulsionar as candidaturas. Novo teto para campanha barraria 2 de cada 3 senadores eleitos em 2014 “O suplente que tem dinheiro pode usar seus próprios recursos para a campanha da chapa”, avalia o cientista político David Verge Fleischer, do Instituto de Ciência Política da UnB (Universidade de Brasília). Os dois suplentes foram incluídos na disputa eleitoral brasileira pelo Artigo 46 da Constituição Federal, de 1988. Desde então, eles assumem a cadeira do senador eleito sempre que o parlamentar se ausentar do cargo. Anteriormente, era possível que a cadeira de primeiro suplente do Senado fosse preenchida pelo segundo candidato mais votado do mesmo partido do vencedor, como aconteceu com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso nas eleições de 1978. Com 1.272.416 votos, o tucano assumiu a suplência de Franco Montoro, que foi escolhido por mais de 4 milhões de eleitores no pleito. Senadores réus na Lava Jato tentam vaga na Câmara dos Deputados O cientista político Ricardo Ismael, do departamento de ciências sociais da PUC-Rio, se posiciona como um crítico do modelo atual de eleições ao Senado e observa para a possibilidade de nomes que financiaram as campanhas assumirem os mandatos de políticos mais populares. “Se por acaso o senador eleito se afastar [do cargo], ele vai deixar a vaga para o suplente. Isso não é bom, porque, se você tiver um número muito grande de suplentes no Senado, são eles que acabam decidindo as votações”, diz Ismael, que completa: “As pessoas não votaram nos suplentes. Ninguém pensa em votar em um senador pelo suplente dele”. Acordos Dos 54 senadores eleitos em 2010, que tem este como o último ano de seus mandatos, 25% (14) não aparecem no exercício do cargo no início do segundo semestre de 2018. Fleischer afirma que o número de suplentes na atual legislatura é “muito alto” e destaca que muitas vezes os senadores fazem pactos com os suplentes para que eles possam assumir a cadeira da chapa. Candidatos com nomes bizarros vão chamar atenção no horário eleitoral "O mandato é de oito anos e as vezes ocorrem acordos entre os titulares e os suplentes para que o senador pegue um número determinado de licenças ao longo do mandato para permitir que o suplente assuma", revela o professor da UnB. Caso assuma o mandato provisoriamente, os suplentes têm o direito de receber todos os salários e benefícios pagos aos parlamentares eleitos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/metade-dos-candidatos-ao-senado-tem-suplentes-mais-ricos-que-eles-27082018

Em 2017, apenas 2% dos roubos foram esclarecidos pela polícia
Data: 27/08/2018

A maioria dos esclarecimentos é resultado de prisões em flagrante feitas, geralmente, pela Polícia Militar, e não pela Civil em São Paulo

O sargento Alan Mauro Gemelgo chegou às 5h30 ao antigo casarão que abriga a sede da 3.ª Companhia do 11.º Batalhão da Polícia Militar, nos Jardins, na zona oeste de São Paulo. Duas dezenas de policiais se reuniam no lugar para ouvir a preleção diária com as orientações para o patrulhamento. Era dia de Operação Pinçamento, blitze relâmpagos em busca de armas ilegais, drogas e carros roubados. O sargento ia comandar uma delas, na Rua Gabriel Monteiro da Silva. "Faz uns 9 meses, quando o 190 (Centro de Operações da polícia) informou que ladrões haviam baleado um senhor de 70 anos. Eu estava a duas quadras dali e cheguei em 3 minutos", começa a contar o sargento enquanto se prepara para o trabalho. Quando chegou ao local, dois médicos já socorriam a vítima. O PM olhou uma pessoa parada ali e a interpelou: "O que você viu?" O homem disse que os ladrões haviam fugido em um Peugeot e que anotara os números da placa. O sargento avisou a central da PM, que passou a buscar o carro pelos radares da cidade. Ele foi detectado na Vila Prudente, na zona leste. E os bandidos, cercados e presos. "Tenho um grande orgulho disso." Apenas um terço dos boletins de ocorrência é investigado em SP O que é o orgulho do sargento é também a pedra no sapato da maior polícia do País (85 mil PMs e 29 mil policiais civis): mandar para cadeia os autores de roubos, aumentando o índice de esclarecimento desse crime e, assim, conseguir reduzi-los. Em 2017, o Estado contou 32,9% roubos comuns a mais do que em 2001. "O crime de interesse em 2019 será o roubo. É preciso descobrir uma maneira de alocar o efetivo da PM rápido em cima da mancha criminal. Isso envolve uma decisão que afeta todo o Estado", afirmou o professor do Núcleo de Políticas Públicas da USP Leandro Piquet. Dos crimes violentos, além dos homicídios, os sequestros e os latrocínios caíram. Roubos e estupros aumentaram no Estado. Minucioso e concentrado, Gemelgo parou a viatura e dispôs os cones na rua. Acoplou a submetralhadora calibre 9 mm à bandoleira. Ele e os colegas estenderam o bloqueio. Era 11 de julho. Em duas horas, abordaram 35 carros e aplicaram quatro multas, recolhendo dois carros. Nenhuma arma, droga ou veículo roubado foram achados. Para Piquet, é contra o comércio desses veículos e de outros objetos roubados que a polícia e o legislador devem se voltar. Ele defende medidas duras contra os receptadores e o uso de ferramentas digitais que bloqueiem os telefones levados por ladrões - o celular é o principal objeto roubado no Estado (32% do total de ocorrências). "A Polícia Civil deve investigar o padrão desses crimes e dizer quais os nichos e contextos que você pode atuar", afirmou. Piquet lembrou que "a gente venceu os homicídios porque fez duas coisas: ajustes no policiamento ostensivo e na investigação". Investigação Exemplo de como o Estado vive situações distintas para cada crime é a comparação do índice de esclarecimento desses delitos, ou seja, quantos roubos e quantos homicídios têm seus autores identificados pela polícia. Em 2017, a Polícia Civil registrou na capital 151.244 roubos. E só 3.111 foram esclarecidos (2%). E a maioria dos esclarecimentos é resultado de prisões em flagrante feitas, geralmente, pela PM - 2.490 dos casos esclarecidos foram registrados nos distritos policiais que recebem as prisões em flagrante. Para o pesquisador Túlio Kahn, uma forma de aumentar esse índice seria apurar os crimes cometidos por quem foi preso em flagrante convocando, por exemplo, vítimas de outras ocorrências para reconhecer o bandido. "Às vezes, a polícia prende um cidadão, que é responsável por dez roubos, mas não apura." No caso dos homicídios, a situação é diferente. A cidade contou 713 assassinatos em 2017, dos quais 161 foram esclarecidos pelos distritos policiais. Aqui, entram os casos em que o criminoso era conhecido da vítima ou foi pego em flagrante. A autoria de outros 227 homicídios foi estabelecida por meio de investigações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. Assim, o índice de esclarecimento de homicídios foi de 54,4%, acima da média nacional (8%) e perto da média americana (60%). Os analistas ouvidos afirmam que a diferença entre as taxas de esclarecimentos de roubos e homicídios são um fator importante para se explicar por que o primeiro aumentou de 2001 para cá e o segundo caiu. "Qual o problema da Segurança? São as tiranias armadas, formadas tanto na polícia quanto no tráfico, grupos que passam a usar a violência para impor a ordem nos bairros em benefício próprio. O que deve ser priorizado? Em São Paulo, você tem o maior mercado consumidor de drogas do País. Não se acaba com esse mercado, mas você pode evitar que ele seja violento", disse o pesquisador Bruno Paes Manso. Para conter a violência do tráfico, a estratégia da polícia foi a operação saturação. Áreas com muitos homicídios foram ocupadas pela polícia, fazendo com que o tráfico perdesse dinheiro. "Passou a ser mau para os negócios agir com violência", disse Paes Manso. O desafio dos chefes do sargento Gemelgo é dar condições para que a dedicação de policiais como ele consiga tornar o roubo um mau negócio para os bandidos. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/em-2017-apenas-2-dos-roubos-foram-esclarecidos-pela-policia-26082018

Israel lamenta morte de McCain, um 'verdadeiro amigo' do país
Data: 27/08/2018

Presidente do país, Reuven Rivlin expressou suas condolências à família e disse adeus ao 'grande líder, defensor do povo e homem com fortes valores'

Israel lamentou neste domingo (26) a morte do senador republicano John McCain, que foi lembrado como "um verdadeiro amigo de Israel e cujo apoio ao país nunca fraquejou", disse o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, após saber da notícia. "O seu apoio a Israel nunca fraquejou e surgiu da sua crença na democracia e na liberdade. O Estado de Israel cumprimenta John McCain", escreveu o chefe de Governo na sua conta do Twitter, onde mostrou seu "profundo pesar pela morte de um grande patriota americano e amigo". O presidente do país, Reuven Rivlin, expressou suas condolências à família e aos americanos e disse adeus a "um grande líder, defensor do seu povo, um homem com fortes valores e grande amigo de Israel". O senador republicano pelo Arizona durante mais de três décadas e ex-candidato presidencial, que perdeu as eleições em 2008 para Barack Obama, foi um firme defensor de Israel, o qual respaldou durante sua carreira política, como lembrou a ministra de Justiça, Ayelet Shaked. O Ministro de Defesa, Avigdor Lieberman, destacou também que McCain "estava entre os mais incondicionais partidários de Israel" e afirmou que em um dos seus últimos encontros em Washington, este "herói americano" o mostrou uma foto da sua captura como prisioneiro de guerra no Vietnã e lhe disse: "Apesar do terrível sofrimento, nunca duvidei do meu compromisso com os valores de liberdade e justiça". A líder da oposição israelense, Tzipi Livni, destacou o seu compromisso com os valores, o qualificou de homem "honorável e valente" e agradeceu pelo seu apoio ao país. Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/israel-lamenta-morte-de-mccain-um-verdadeiro-amigo-do-pais-26082018

'Calote' de partidos registrado em cartório chega a R$ 3,6 milhões
Data: 27/08/2018

Cobranças vão de gastos com alimentação, transportes, serviços gráficos e produção de vídeos até contas de luz e multas eleitorais

Sete dos 13 partidos que disputam a Presidência somam mais de R$ 3,6 milhões em "calotes" registrados em cartórios do País. O jornal O Estado de S. Paulo teve acesso a 52 protestos ainda em aberto (portanto, sem solução ou pagamento) contra diretórios do PT, PSDB, PSOL, MDB, PSL, PPL e Rede. As cobranças vão de gastos com alimentação, transportes, serviços gráficos e produção de vídeos até contas de luz e multas eleitorais. A maior parte desses registros é contra o diretório estadual do PT em São Paulo. São 27 protestos que vão de R$ 75 a R$ 675 mil. Também estão registrados três protestos contra o PT nacional e um contra a representação municipal do partido na capital paulista. Ao todo, os três diretórios têm R$ 1,8 milhão em débitos protestados por 19 credores. Um deles é o empresário Giovane Favieri, proprietário da Rentalcine, que prestou serviço de produção e distribuição para todo o Estado de fitas com programas do PT para TV e rádio em 2014. Teve um prejuízo de R$ 42 mil, que protestou em junho do ano seguinte. "Uma situação chata, como qualquer dívida que você tem para receber. Cobrei amigavelmente, mas até certo ponto. Aí precisei abrir o protesto. Foi a primeira vez que tive de fazer isso depois de prestar serviço a um partido. Tentei dialogar, mas fiquei sem respostas." Para outros, o prejuízo apontado é ainda maior, como a Fubá Filmes, uma produtora de vídeos em São Paulo. Em outubro de 2016 a empresa registrou três protestos por não receber por serviços prestados ao diretório estadual do partido. Os registros citam mais de meio milhão de reais não pago pelo PT paulista. A gráfica e editora Nucleograf, da capital, registrou, em março de 2015, um prejuízo de R$ 675 mil. Postos de gasolina, empresas de alimentação e a Eletropaulo, que distribui energia no Estado de São Paulo, aparecem como credoras do diretório. Procurados pela reportagem, os diretórios estadual e nacional do PT não responderam sobre os protestos. O escritório municipal do partido afirmou que o débito de R$ 1,2 mil com a Eletropaulo já foi quitado. O protesto, no entanto, continuava em aberto até a conclusão sexta-feira. Multas Contra diretórios do PSDB, estão registrados nove protestos que somam cerca de R$ 1,7 milhão - três contra o escritório estadual e seis contra o municipal. O principal credor é a Fazenda Nacional, que acusa o diretório estadual do partido em São Paulo de não pagar R$ 1,6 milhão em multas provenientes de descumprimento da legislação eleitoral. O Estado obteve a confirmação da cobrança por meio da Lei de Acesso à Informação. O órgão do governo federal cobra ainda R$ 21,6 mil do diretório tucano na capital paulista e é também credor de protestos contra o MDB, o PSOL e o PSL. Também entre os credores do PSDB está a Eletropaulo, que diz não ter recebido o pagamento de R$ 1,1 mil em contas de luz da representação municipal do partido. "O protesto de títulos faz parte de procedimento normal da Eletropaulo, em caso de débito de fatura de energia. No caso específico destes protestos, trata-se de valores pequenos, mas, independentemente da titularidade da conta, a Eletropaulo aplica todas as medidas cabíveis para recuperar os montantes devidos", informou a empresa. O vereador João Jorge, que assumiu a presidência do diretório municipal do PSDB de São Paulo em outubro do ano passado, reconheceu os débitos e disse que vai quitá-los até dezembro. "Estamos colocando a casa em ordem. Quando assumi o posto, a situação era ainda mais crítica. Não recebemos verba do Fundo Partidário, então nos viramos com doações dos militantes. Até o fim deste ano, vamos deixar a casa em ordem e quitar esses débitos", afirmou Jorge. O diretório estadual do PSDB em São Paulo não respondeu. Credores Diretórios do MDB somam pouco mais de R$ 11 mil em protestos registrados - a maior parte deles, R$ 10,8 mil, contra o escritório municipal em São Paulo, que tem como credor a Fazenda Nacional. A assessoria de imprensa do diretório estadual paulista disse que o partido tomou conhecimento de um protesto no valor de R$ 677 feito pelo Município de São Paulo pela reportagem do Estado e que providenciará o pagamento. O MDB nacional não reconhece um protesto feito pelo Tribunal de Justiça do Tocantins no valor de R$ 133,50 e registrado no município de Miracema. A representação municipal não foi localizada pela reportagem. A Rede contesta a cobrança de R$ 2 mil protestados em maio deste ano por uma imobiliária num cartório em Rio Branco, no Acre. De acordo com o porta-voz da sigla no Estado, Júlio Cesar Freitas de Sousa, o partido não tinha conhecimento da cobrança. "A Rede Acre não assumiu nenhuma dívida. Com certeza esse boleto refere-se ao primeiro aluguel de uma sede provisória que alugamos naquele mês. Posso garantir que os aluguéis estão rigorosamente em dia e que esse protesto foi absolutamente indevido." Contra o diretório paulista do PSOL, foram localizados três protestos; um que acusa o não pagamento de uma conta de luz no valor de R$ 333 à Eletropaulo, e dois da Fazenda Nacional referentes a multas eleitorais, que totalizam R$ 44,2 mil. Já o PSL do Rio tem R$ 6,9 mil protestados pela Fazenda Nacional, também referentes ao não pagamento de multas. O PPL nacional tem dois "calotes" em aberto registrados pela Eletropaulo que somam R$ 245 e um no valor de R$ 5 mil indicado por uma rede de hotéis do Distrito Federal. Os partidos não responderam aos questionamentos da reportagem. O levantamento do Estado foi feito com base nos CNPJs dos diretórios nacionais dos partidos que disputam a Presidência e também das representações estaduais e municipais referentes ao domicílio eleitoral dos candidatos. Os dados foram levantados no Instituto de Estudos de Protestos de Título do Brasil. Analista Para o cientista político Mauro Macedo Campos, professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense, a situação dos débitos pendentes prejudica a já desgastada imagem dos partidos. "Num momento em que a imagem dos partidos já está arranhada, esse tipo de problema, estar com o 'nome sujo' na praça, acaba piorando a situação." Ele vê os diretórios municipais e estaduais mais expostos à possibilidade de não conseguirem arcar com seus compromissos. "Só o (diretório) nacional recebe verba do Fundo Partidário, e esses recursos chegam escassos aos Estados e municípios. Um fornecedor que presta serviço a essas estruturas mais enfraquecidas acaba tendo um risco maior de calote", avaliou Campos. "Num protesto comum, como é o caso de partidos políticos, uma consequência imediata é a possibilidade de restrição para obtenção de crédito. Depois, o protestado ainda pode responder a uma ação judicial se o débito permanecer e o credor desejar", disse o tabelião Francisco Eduardo de Vasconcelos Filomeno, responsável substituto pelo 5º Tabelionato de Protesto de Letras e Títulos de São Paulo. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/calote-de-partidos-registrado-em-cartorio-chega-a-r-36-milhoes-27082018

Candidatos declaram gastos de R$ 87 milhões com campanha
Data: 27/08/2018

Maior parte dos gastos está concentrada em publicidade, segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral

Na primeira semana após o início oficial das campanhas, candidatos declararam à Justiça Eleitoral gastos de R$ 87 milhões, principalmente com publicidade. Apesar de parte dos políticos manifestar interesse em usar as redes sociais como forma de convencer o eleitor e reduzir custos, a propaganda em material impresso — panfletos, adesivos e santinhos — consumiu mais recursos — R$ 10 milhões em nove dias. Já o impulsionamento de conteúdo nas redes sociais teve gastos de R$ 381 mil. As informações constam no site do Tribunal Superior Eleitoral, que apresenta neste ano, pela primeira vez, as prestações de contas em um sistema digital dedicado à eleição. A divulgação visa dar transparência ao gasto do dinheiro público — as campanhas terão R$ 1,7 bilhão do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, além de parte da verba do Fundo Partidário.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/candidatos-declaram-gastos-de-r-87-milhoes-com-campanha-27082018

Governo anuncia envio de missão médico-humanitária a Roraima
Data: 27/08/2018

Profissionais de saúde farão mutirão em abrigos ocupados por venezuelanos. Uma das prioridades será a vacinação de imigrantes que chegam ao país

O presidente Michel Temer anunciou neste sábado (25) o envio de uma missão médico-humanitária para Roraima em evento na sede do MEC (Ministério da Educação), em Brasília. Por meio da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, vinculada ao MEC, o governo federal irá mandar ao Estado 36 profissionais de saúde de hospitais universitários. Os profissionais farão um mutirão em nove abrigos - oito em Boa Vista, capital do Estado, e um no município de Pacaraima -, entre os dias 27 de agosto e 1º de setembro. Todos os profissionais participam da missão como voluntários. Em Boa Vista, as ações serão voltadas aos venezuelanos que ocupam abrigos. Já em Pacaraima, o foco será a vacinação dos imigrantes que chegam ao país Durante a cerimônia, Temer voltou a dizer que as fronteiras brasileiras continuarão abertas em Roraima, apesar dos pedidos de parlamentares e da governadora do Estado, Suely Campos (PP), para que o governo bloqueie o fluxo migratório de venezuelanos para o País. Temer disse que fechar as fronteiras em Roraima é algo "incogitável" pelo Palácio do Planalto porque seria um "ato desumano". Além disso, segundo ele contrariaria os compromissos feitos pelo Brasil junto à ONU (Organização das Nações Unidas). "Temos feito o possível para atender a compromissos de natureza internacional", disse. "Vez ou outra há uma sugestão, até pleiteada judicialmente, no sentido de fechar nossas fronteiras. Eu, desde o primeiro momento, disse que é incogitável e inegociável essa matéria. Nós não temos como fechar as fronteiras de nosso país sob pena de praticar um ato desumano em relação aos que vêm procurar abrigo no nosso país. Nossas fronteiras estão abertas, mas, é claro, disciplinadamente", disse. Temer também reafirmou que as medidas tomadas pelo governo visam a garantir atendimento não apenas para os venezuelanos, mas também para os brasileiros que moram nas cidades afetadas. Ele destacou, mais uma vez, que este é um dos maiores fluxos migratórios registrados pelo governo brasileiro. Segundo as estatísticas oficiais, 127 mil venezuelanos já entraram no País, mas 60% deles usaram o Brasil como passagem e seguiram para países vizinhos. O presidente rebateu novamente críticas de que o governo não está pondo recursos federais para contornar o problema na região. "Devo dizer que, de vez em quando, dizem que o governo não colocou um centavo em Roraima, mas preciso dizer que foram liberados mais de R$ 200 milhões por ministérios como Saúde e Educação. Quando repassamos essas verbas, estamos agindo em favor dos refugiados, mas também dos brasileiros", disse. "Foram R$ 187 milhões destinados apenas para a área da saúde", completou. Na quarta-feira, o ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Sérgio Etchegoyen, descartou a possibilidade de o governo federal repassar novos recursos para Roraima, como pleiteia a governadora, Suely Campos, que quer mais R$ 184 milhões para ressarcir o Estado dos gastos com os venezuelanos. Ainda no evento, Temer ressaltou que o governo federal trabalha para desonerar o serviço público de Roraima e assim possibilitar que o atendimento aos brasileiros também prossiga. Ele citou que uma das ações do governo para ajudar na solução do problema tem sido a transferência de pessoas de Roraima para outros Estados do País. A solenidade no MEC contou ainda com a participação do ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, do ministro da Educação, Rossieli Soares, e do presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/governo-anuncia-envio-de-missao-medico-humanitaria-a-roraima-25082018

Ministro da Defesa vê 'carência de investimentos' nas Forças Armadas
Data: 27/08/2018

Luna afirmou neste sábado à bordo do maior navio da esquadra brasileira que acabou de chegar no Rio e foi comprado por R$ 443 milhões

O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, afirmou neste sábado (25) que os recursos disponíveis às Forças Armadas "ainda são insuficientes para cuidar da nossa soberania". A declaração foi dada a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico, maior navio da esquadra brasileira. O equipamento chegou hoje ao Rio de Janeiro, após ser adquirido junto à marinha britânica por 84 milhões de libras (R$ 443 milhões na cotação atual). "(As Forças Armadas) continuam carentes de investimento, se considerar a nossa necessidade. O Brasil é um país como um continente, não há como abrir mão dessa percepção", afirmou Silva e Luna, que é general da reserva do Exército. "Considerando a riqueza, nossa Amazônia Azul (área da costa brasileira equivalente à Amazônia) aqui dentro, que é a nossa principal área de deslocamento da nossa economia, com cabos submarinos, transporte marítimo, (a aquisição do navio) era uma necessidade a ser preenchida", continuou Silva e Luna. Para o ministro, não há como "cuidar da nossa soberania" com o atual orçamento das Forças Armadas. "Os recursos orçamentários ainda são insuficientes para a nossa riqueza, para cuidar da nossa soberania. Esse esforço do governo tem sido feito, mas esse investimento em recursos de defesa e soberania ainda é insuficiente, considerou ele. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministro-da-defesa-ve-carencia-de-investimentos-nas-forcas-armadas-25082018

Luiza Brunet é criticada por comentário preconceituoso na web
Data: 24/08/2018

Resposta, considerada racista pelos fãs, foi dada após a ex-modelo ter o direito à união estável contestado por uma seguidora no Instagram

A ex-modelo Luiza Brunet publicou um comentário, considerado discriminatório pelos fãs, em resposta a Carolyne Steiner, seguidora que teria contestado o argumento de Luiza de que viveu uma união estável com Lirio Parissoto. O pedido de reconhecimento do vínculo entre o casal foi negado pela Justiça em maio. No comentário, a ex-modelo questiona a falta de conhecimento da seguidora sobre a relação que teve com o empresário. — Vadia, vai se informar. Você viveu comigo e com o espancador? Não lembro de você. Você era a faxineira metida hein? Antes que me esqueça: Cuida da tua vidinha. Tudo teria começado quando Carolyne fez um comentário no perfil da ex-modelo sobre a decisão judicial, que negou o pedido de reconhecimento de união estável feito por Luiza, em maio de 2018. — Namoro não gera direito de união estável. Alguns internautas não gostaram nada da resposta publicada por Luiza na rede social. Eles a acusaram de ter sido racista no comentário feito no perfil de Carolyne Steiner. “E aí racista, como pode? Faz textão das duas mulheres ali em cima e ainda vai no perfil de uma negra ofende-la? Hipócrita”, disse uma das seguidoras. Outro perfil usou parte do conteúdo publicado pela própria ex-modelo em que ela critica o posicionamento de Val Marchiori e Luciana Gimenez durante o SperPop, da RedeTV!, de segunda-feira (20). “Sororidade, respeito, representatividade feminina, desde que seja a favor dela, pois se for contrariada ela esquece o discursinho bonito que prega e xinga mulher de escrota, vadia e, embora ser faxineira não seja desonra nenhuma, chamou a @anacsteiner de faxineira em tom pejorativo”, comentou a seguidora. ENTENDA A POLÊMICA Luiza Brunet detonou Val Marchiori e Luciana Gimenez por conta de comentários feitos pelas duas durante o SuperPop, da RedeTV!. Em publicação no Instagram, nesta quarta-feira (22), a ex-modelo criticou o posicionamento da socialite e da apresentadora, com o que considerou ser "um desserviço" à luta pelo fim da violência contra as mulheres. Em texto publicado na rede social, Brunet condenou o conteúdo da entrevista e o fato de a socialite ter questionado a veracidade das denúncias de violência doméstica feitas por Luiza contra o ex-namorado, Lírio Parisssoto, em 2016. — Realmente considero lastimáveis os comentários de ambas [Val Marchiori e Luciana Gimenez]. Pois vivemos em um país com dados estarrecedores no quesito violência contra a mulher. E alertar que, enquanto minha vida pessoal estava sendo exposta e desrespeitada, uma mulher, no mínimo, foi assediada, sofreu violência grave ou pior: foi morta. Vale lembrar que, em 2016, Brunet revelou ter sido vítima de violência durante viagem com o ex-companheiro a Nova York, nos Estados Unidos. Na ocasião, de acordo com Luiza, o então namorado a chutou e quebrou quatro de suas costelas, além de ter dado um soco em seu olho. No ano seguinte, Lirio foi condenado a um ano de prestação de serviços à comunidade por conta das agressões. A assessoria de Luiza Brunet foi procurada pela reportagem, mas até a publicação desta nota não houve retorno. *Estagiário do R7, sob supervisão de Deborah Bresser.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/luiza-brunet-e-criticada-por-comentario-preconceituoso-na-web-23082018

Músico da banda Virgulóides morre após acidente doméstico
Data: 24/08/2018

Marcello Cassettari caiu no banheiro de casa, quebrou as costelas e não resistiu a uma hemorragia interna; família fala em negligência médica

Marcello Cassettari, da banda Virgulóides, morreu na segunda-feira (20). O velório e sepultamento do corpo do músico aconteceu nesta quarta (22) no cemitério de Praia Grande, no litoral sul de São Paulo. Marcello foi vítima de uma hemorragia interna após cair no banheiro de casa e quebrar as costelas. O artista foi levado às pressas para o pronto-socorro do hospital Irmã Dulce de Praia Grande, onde fez um raio-X e exames de sangue. Mesmo com dores, ele foi liberado pelos médicos. A família do músico acusa a equipe que o socorreu de negligência no atendimento. Nos anos 1990, Marcello ficou conhecido quando integrou o grupo Virgulóides (formado por Paulo Jiraya, Henrique Lima e Beto Demoreaux), que fez muito sucesso com a música Bagulho no Bumba. Ele era um dos músicos contratados pela banda e amigo pessoal de Paulo Jiraya. O baterista lamentou a morte precoce de Marcello. Existia uma admiração muito grande entre a gente. Eu conheci o Marcello em 1995 em um grupo de samba onde ele tocava. Fui eu que indiquei ele pra tocar no Virgulóides. Então, fiquei muito chateado com essa situação que aconteceu. Ele não tinha doença, num dia ele estava vivo, no outro, ele não estava mais porque alguém cometeu algum erro. Esse tipo de coisa é inconcebível, é muito triste. Marcello deixa mulher, uma filha e um filho.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/musico-da-banda-virguloides-morre-apos-acidente-domestico-22082018

“Podres de Ricos” gera planos para uma sequência após sucesso
Data: 24/08/2018

Projeto está em fase inicial e ainda não há informações de data para o início das gravações do novo longa-metragem

LOS ANGELES (Reuters) - O estúdio de cinema Warner Bros. está nos estágios iniciais de desenvolvimento de uma sequência para sua inovadora comédia romântica Podres de Ricos, disse nesta quarta-feira (22) uma fonte com conhecimento do assunto. É incerto quando a sequência pode chegar aos cinemas. Nenhum roteiro foi escrito e nenhum acordo foi assinado com os roteiristas do filme, disse a fonte. Jon M. Chu, diretor de Podres de Ricos, planeja comandar a direção do novo filme, confirmou seu assessor. Mas ele está agendado primeiro para dirigir uma adaptação do musical In The Heights, de Lin-Manuel Miranda, que está marcada para lançamento em junho de 2020. A Hollywood Reporter foi a primeira a relatar planos para uma sequência. A publicação relatou que o próximo filme será baseado no segundo livro de uma trilogia do autor Kevin Kwan, China Rich Girlfriend. Podres de Ricos representa um marco, sendo o primeiro filme de um grande estúdio de Hollywood em 25 anos a ter um elenco inteiramente asiático. O filme estrela Constance Wu, Michelle Yeoh, Awkwafina e Henry Golding. Em seu fim de semana de estreia, o filme liderou as bilheterias dos Estados Unidos e do Canadá com 26,5 milhões de dólares em venda de ingressos de sexta-feira a domingo. Vendas chegaram a 44 milhões de dólares até a terça-feira. O filme agora começa a ser exibido em cinemas em todo o mundo. No filme, Wu interpreta uma professora de economia em Nova York que viaja a Cingapura para conhecer a família de seu namorado, descobrindo que ela é uma das mais ricas do país. O elenco possui pessoas de Taiwan, Reino Unido, China, Malásia, Filipinas, Estados Unidos, Austrália e Cingapura. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/podres-de-ricos-gera-planos-para-uma-sequencia-apos-sucesso-23082018

Tensão aumenta, mas Santos alinha defesa; Peres deve ir à Conmebol
Data: 24/08/2018

Peixe tem de apresentar defesa a respeito do caso Sánchez até a tarde desta sexta (24) e o presidente deve comparecer pessoalmente à instituição

A tarde desta sexta-feira (24) será importante para o desfecho do caso envolvendo o volante Carlos Sánchez. O presidente do Santos, José Carlos Peres, deve pessoalmente ir a Luque, no Paraguai, para apresentar a defesa do clube à Conmebol, que abriu investigação para apurar a suposta escalação irregular do jogador em partida contra o Independiente, na última terça-feira, em Avellaneda, na Argentina, pela ida das oitavas de final da Libertadores. O departamento jurídico do Peixe trabalhou em sigilo nos últimos dias para ajustar até os últimos minutos o que será apresentado à entidade. Rodrigo Gama, gerente do Alvinegro, chegou a dizer em várias entrevistas que o clube desconhecia a suspensão imposta ao jogador ainda em 2015, quando atuava pelo River Plate, após partida válida pela semifinal da Copa Sul-Americana. Na Argentina, começaram a circular imagens de um documento redigido pela Conmebol em 2016 e enviado para todas as federações que pertencem ao quadro da entidade a respeito das pendências dos jogadores. Nele, consta a obrigatoriedade de Sánchez em cumprir um jogo de suspensão - foi punido com três por agredir o gandula diante do Huracán (ARG) e teve a pena anistiada em 50%, arredondando para apenas um jogo. Nome de Sánchez consta em lista da entidade Reprodução/Lance Publicamente, a defesa do Santos fala que irá se apoiar no fato de ter consultado o sistema Comet, da Conmebol, e nele constar uma liberação do atleta. O clube vai alegar que agiu de boa fé, confiando no sistema, e que não tinha condições de saber do problema. Porém, uma decisão polêmica envolvendo o Comet aconteceu há alguns dias. Embora tenha vencido os jogos de ida e volta, o Temuco, do Chile, acabou eliminado da Copa Sul-America pelo San Lorenzo por decisão da Comissão Disciplinar da Conmebol. O clube chileno escalou Jonathan Requena de maneira irregular e foi punido com derrota por 3 a 0 no jogo de ida pela entidade. A alegação foi de que Requena já havia sido inscrito pelo Defensa y Justicia nesta edição da competição. O Temuco tentou se defender alegando que usou justamente o sistema Comet para inscrever o atleta e que nele estava tudo legal. Não deu certo...

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/tensao-aumenta-mas-santos-alinha-defesa-peres-deve-ir-a-conmebol-24082018

Atlético-MG e Vasco empatam apesar de jogo movimentado
Data: 24/08/2018

Equipes criaram boas chances no Independência, mas não conseguiram alterar placar na noite desta quinta-feira, pela 20ª rodada do Brasileirão

Atlético-MG e Vasco fizeram um jogo movimentado nest quinta-feira (23), no Independência, em Minas Gerais, pelo Campeonato Brasileiro. Com equilíbrio, em um duelo bem jogado, o 0 a 0 acabou sendo o resultado final. Empate que favoreceu mais ao Cruz-Maltino do que ao Galo, que estão em lados opostos da tabela - vale lembrar que o time carioca está com dois jogos a menos na competição. Pressão do Galo Dentro de seus domínios, o Atlético-MG tirou proveito do apoio das arquibancadas para pressionar o Vasco nos minutos iniciais. Principalmente nas investidas de Ricardo Oliveira, que buscava o jogo e preparava lances para os companheiros na busca para o gol. Pikachu acorda Apagado nos últimos jogos do Vasco, Yago Pikachu voltou a se movimentar bem diante do Atlético-MG. E foi com o meia que a equipe do interino Valdir Bigode teve a primeira chance de gol. Aos 32 minutos da etapa inicial, bateu bem e a bola passou bem perto do gol de Victor. Vasco também acorda Depois de um primeiro tempo sem muita emoção, o cenário do jogo mudou de figura após o intervalo. Esta melhora foi vista principalmente pelo Vasco, que acordou no retorno ao segundo tempo. Logo aos três, a melhor chance de gol até então com Maxi López, em linda finalização, com Victor espalmando a bola que ainda bateu na trave. Aos 12, nova chance de La Barbie, que arriscou de letra e quase abriu o marcador. Galo reage Após a pressão inicial do Vasco no segundo tempo, o Atlético-MG reagiu. Aos 16, Elias tentou e o goleiro Martin Silva fez boa defesa para evitar o gol. Chará tentou aos 24, mas parou em Luiz Gustavo, em uma das suas melhores partidas pelo Cruz-Maltino, evitando o gol. Ricardo Oliveira também tentara na sequência, mas sem sorte para fazer o gol. Emoção até o fim Enganou-se quem pensava que a partida não teria emoção até o apito final. O Vasco se segurava a todo instante, enquanto o Atlético-MG tentava na força final conquistar a vitória. No último lance, aos 48 minutos, o Galo teve a melhor chance com Ricardo Oliveira, mas a trave evitou o gol e salvou o Vasco. Fim de jogo, sem gols, mas uma partida bem jogada. ATLÉTICO-MG 0 X 0 VASCO Estádio: Independência, em Belo Horizonte (MG) Data/hora: 23/8/2018 - 20h (de Brasília) ??Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Jorge Eduardo Bernardi (RS) Renda/público: R$ 381.840,00/22.452 presentes Cartões amarelos: Matheus Galdezani, Leonardo Silva (CAM) e Martin Silva, Lenon, Wagner, Vinícius Araújo (VAS) ATLÉTICO-MG: Victor, Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Matheus Galdezani (Denilson 41'/2ºT), Elias (Tomás Andrade 30'/2ºT), Nathan (Luan 12'/2ºT) e Cazares; Chará e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi. VASCO: Martin Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Leandro Desábato e Andrey; Wagner (Vinícius Araújo 20'/2ºT), Raul e Yago Pikachu (Ricardo Graça 47'/2ºT); Maxi López (Andrés Rios 37'/2ºT). Técnico: Valdir Bigode.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/atletico-mg-e-vasco-empatam-apesar-de-jogo-movimentado-23082018

Felipão já usou 23 dos 28 atletas no Palmeiras; veja os mais utilizados
Data: 24/08/2018

Técnico rodou o elenco durante os seis jogos que fez neste retorno; escalação deve ser de novo bastante mexida diante do Internacional, no domingo (26)

Nos seis jogos à frente do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari tem se caracterizado por usar ao máximo as opções de seu elenco, motivo de crítica em cima do antecessor Roger Machado. Desde que voltou ao clube, o técnico de 69 anos já usou 23 dos 28 jogadores no plantel. Artur foi o último a receber uma chance, no fim da vitória sobre o Botafogo. Os que ainda esperam entrar com o treinador são Fernando Prass, Nico Freire, Pedrão, Vitinho e Guerra, que estava se recuperando de uma cirurgia no pé esquerdo, ocorrida em maio. Weverton é o líder em minutos nesta "era Scolari": 533, contando acréscimos. Completam o top 10 dos que mais jogaram: Mayke (495 minutos), Bruno Henrique (425), Moisés (406), Dudu (359), Lucas Lima (327), Hyoran (324), Diogo Barbosa (314), Thiago Santos (311) e Borja (311). Felipão, basicamente, joga uma vez na semana com o "time A" e na outra com o "time B". A escalação contra o Botafogo, por exemplo, foi mais próxima daquelas que o treinador usou na Copa do Brasil e Libertadores. No Brasileiro, ele vinha escolhendo outros atletas, acompanhados de três ou quatro da equipe dos mata-matas. - Eu pretendo encaixar o Lucas (Lima no time), o Thiago Santos, que é fantástico, nunca vi alguém desarmar tanto quanto ele. Tenho de colocar o Marcos (Rocha) em condição de brigar pela posição com o Mayke. Temos um grupo muito bom e vamos vendo a cada jogo, analisando quem deve entrar - avisou o chefe. O resultado é que agora há mais opções em bom momento, e o Verdão está bem posicionado nas três competições que disputa: a seis pontos do líder no Brasileiro, classificado na Copa do Brasil à semifinal, e com a vantagem contra o Cerro Porteño (PAR) para avançar às quartas da Libertadores. - No Cruzeiro, consegui a tríplice coroa (em 2003, quando ganhou Mineiro, Copa do Brasil e Brasileiro), fazendo como estamos fazendo hoje, sem priorizar competições, usando todo o elenco. Sai um jogador, entra outro e se mantém o nível de atuação. Como o Felipão nos disse, não tem 11 titulares, e sim 28. Temos de buscar todas as competições - citou Edu Dracena. Desde a volta de Felipão, o retrospecto é de cinco vitórias, um empate, nove gols marcados e nenhum sofrido. Acrescentando-se os jogos sob o comando de Paulo Turra, seu auxiliar, e Wesley Carvalho, técnico do sub-20, são oito partidas sem ter a meta vazada, igualando marca obtida em 1965.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/felipao-ja-usou-23-dos-28-atletas-no-palmeiras-veja-os-mais-utilizados-24082018

Acréscimo em aposentadorias terá impacto de R$ 3,5 bi por ano
Data: 24/08/2018

Superior Tribunal de Justiça determinou o acréscimo nos benefícios de quem precisa de auxílio permanente de terceiros

A ampliação do acréscimo de 25% para todos os aposentados que necessitem de auxílio permanente de terceiros terá um custo extra de R$ 3,5 bilhões por ano no Regime Geral de Previdência Social, informou nesta quinta-feira (23) o Ministério da Fazenda. A estimativa é da Secretaria da Previdência, vinculada à pasta, e foi feita a partir de cálculos preliminares. A decisão que estende o benefício foi tomada ontem pela Primeira Seção do STJ (Superior Tribunal de Justiça), por 5 votos a 4. Ainda cabe recurso. "A estimativa preliminar de ônus financeiro referente à decisão do STJ tomou por base as aposentadorias por invalidez que já concedem o adicional de 25%, extrapolando esse número para as demais aposentadorias. A estimativa de ônus de R$ 3,5 bilhões (...) é válida para o primeiro ano de vigência da decisão do STJ, a partir do momento da sua implementação", informou o ministério, em nota. A decisão do STJ deve servir de base para outros processos que estão em tramitação na Justiça Federal em todo o país. Na tarde de hoje, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que aguarda a publicação da decisão para análise do julgamento e, principalmente, para interposição dos recursos cabíveis. Antes da decisão do colegiado, o acréscimo de 25% na aposentadoria era garantido somente para aposentados por invalidez que precisavam pagar um cuidador, por exemplo, conforme está previsto na Lei de Benefícios Previdenciários, norma que específica os benefícios aos quais os segurados têm direito. Conforme o entendimento do STJ, o adicional será pago mesmo nos casos em que o aposentado recebe o teto do INSS, definido em R$ 5.645,80 para 2018.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/acrescimo-em-aposentadorias-tera-impacto-de-r-35-bi-por-ano-23082018

Salário médio no setor de serviços é de R$ 2.048 no Brasil, diz IBGE
Data: 24/08/2018

Serviços de informação possuem os melhores salários, atingindo média de R$ 4.119. Existem cerca de 1,3 mi de empresas ativas no setor

O salário médio dos serviços no Brasil foi de R$ 2.048 em 2016, segundo a Pesquisa Anual de Serviços 2016, divulgada pelo IBGE nesta sexta-feira (24). O maior salário registrado é pago pelas empresas de serviços de informação, com média de R$ 4.119. Já os serviços prestados às famílias são os com menores salários, com média de R$ 1.288. A designer e publicitária Roberta Rampini faz parte do grupo de pessoas que trabalha no setor de serviços e optou por deixar o mercado de carteira assinada para tentar trabalhar por conta própria. Roberta deixou o emprego em uma agência de publicidade há dois meses para seguir esta vontade. Hoje, se organiza para fidelizar os clientes e consolidar o negócio e já sinaliza que a mudança foi positiva em sua vida. "Em ganhos, é melhor [trabalhar por conta própria]. Com metade dos clientes que eu atendia na agência, eu já recebo mais do que ganhava lá", explica. Roberta enfatiza também a flexibilidade do trabalho, já que pode determinar os próprios horários de trabalho, quais os trabalhos que deseja aceitar e trabalhar de casa. Segundo a pesquisa, existem 1,3 milhão de empresas ativas no setor de serviços não financeiros, que empregam 12,3 milhões de pessoas. O setor pagou R$ 327,6 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações. Participação por regiões A região Sudeste do país foi a responsável por mais da metade da receita bruta de serviços, massa salarial, pessoal ocupado e número de empresas. Em segundo lugar aparece a região Sul, seguida das regiões Nordeste, Centro-Oeste e Norte. A Região Sudeste tem mais da metade (57,2%) de todas as empresas de serviços, que responderam R$ 2 em cada R$ 3 da receita bruta gerada. Também são responsáveis por mais da metade das vagas de trabalho (57,6%) e 64% dos salários pagos. O Estado de São Paulo concentrou sozinho 42,1% de toda a receita bruta dos serviços no País, seguido por Rio de Janeiro (13%) e Minas Gerais (7,4%). A pesquisa avalia os seguintes segmentos: serviços prestados a famílias, serviços de informação e comunicação, serviços profissionais, administrativos e complementares, transportes, serviços auxiliares aos transportes e correios, atividades imobiliárias, serviços de manutenção e reparação e outras atividades. Recessão Em 2016, em meio à recessão econômica, o setor de serviços eliminou 410.489 postos de trabalho. Por outro lado, houve abertura líquida de 7,8 mil empresas, recuperando parte da perda registrada no ano anterior, quando foram fechados 17,8 mil estabelecimentos. A receita bruta nominal das empresas de serviços cresceu 2,91% em relação a 2015. Entre os sete segmentos analisados pela pesquisa, as empresas de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio foram responsáveis pela maior parcela da receita operacional líquida (28,3%), seguidas por serviços profissionais, administrativos e complementares (27,8%) e serviços de informação e comunicação (22,5%). Grande parte da mão de obra ficou concentrada no segmento de serviços profissionais, administrativos e complementares (39,9%) seguido por serviços prestados às famílias (22,6%) e transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (20 4%). Cada empresa tinha, em média, nove trabalhadores ocupados.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/salario-medio-no-setor-de-servicos-e-de-r-2048-no-brasil-diz-ibge-24082018

PIS/Pasep tem R$ 17 bilhões para saque até setembro
Data: 24/08/2018

Saques começaram nesta semana e cerca de 1,3 milhão de trabalhadores já resgataram R$ 1,2 bilhão

Cerca de 23 milhões de pessoas têm direito a sacar R$ 17,3 bilhões do fundo do PIS/Pasep até o dia 28 de setembro, segundo o Ministério do Trabalho. Desde o fim do ano passado, quando o governo ampliou a liberação desses recursos como forma de impulsionar a economia, quase 5 milhões de cotistas já sacaram R$ 6,6 bilhões. Desde a última terça-feira (14), todos os cotistas com menos de 60 anos que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988 podem sacar o dinheiro. Só nesta semana, quando tiveram início os saques sem limite de idade, 1,3 milhão de trabalhadores resgataram R$ 1,2 bilhão. Somados os demais trabalhadores com mais de 60 anos, a ação tem potencial de injetar R$ 39,3 bilhões na economia e poderia reforçar o PIB (Produto Interno Bruto) em até 0,55 ponto porcentual, segundo o Ministério do Planejamento. Estimativa do governo indica que, na média, cada conta do PIS/Pasep registra valor médio de R$ 1.000. Trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica Federal. Já os servidores públicos precisam se dirigir ao Banco do Brasil. Os dois bancos já oferecem pela internet uma plataforma para verificar se o trabalhador tem recursos a receber. Os fundos do PIS e do Pasep funcionaram de 1971 a 1988 e davam direito ao trabalhador de receber o rendimento das cotas e sacar o dinheiro em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos. A partir de outubro de 1988, após a promulgação da Constituição, a arrecadação do PIS/Pasep passou para o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), que paga o seguro-desemprego e abono salarial e para o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que faz empréstimos a empresas. Em meio à mudança, muitos que tinham direito ao dinheiro não sacaram os recursos. Por isso, o governo tem ampliado o limite de idade e estipulado calendários para incentivar os saques e injetar dinheiro na economia. Até o dia 28 de setembro será possível sacar os recursos sem exigência de idade. Após essa data, o benefício volta a ser concedido exclusivamente para o público habitual, formado por cotistas maiores de 60 anos aposentados, pessoas em situação de invalidez (inclusive seus dependentes), pessoas acometidas por enfermidades específicas, participantes do Programa de BPC (Benefício de Prestação Continuada) e herdeiros de cotistas falecidos. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/pispasep-tem-r-17-bilhoes-para-saque-ate-setembro-23082018

Refugiados desconhecem programa que leva de Roraima a outro Estado
Data: 24/08/2018

Mesmo dispostos a deixar Roraima, venezuelanos não sabem o que é o plano de interiorização, que já tirou 820 migrantes do Estado

Com a carteira de trabalho em branco nas mãos, os venezuelanos Luis Vallenilla e Jaasiel Herrera lamentam a falta de oportunidades em Boa Vista, capital de Roraima, para onde se mudaram após fugirem da crise econômica de seu país. Mesmo dispostos a deixar o Estado e tentar uma chance em outra parte do Brasil, os dois não conhecem o plano de interiorização do governo federal, que busca desafogar a crise provocada pelo fluxo de refugiados na pequena e pobre Roraima. “Eu já ouvir falar ‘de leve’”, diz Herrera, sem conseguir explicar do que se trata o programa. Desde fevereiro, quando anunciou o programa, o governo federal transferiu 820 venezuelanos de Roraima para São Paulo, Manaus, Cuiabá, Rio de Janeiro e Brasília. O Estado fronteiriço com a Venezuela, no entanto, calcula em 50 mil o número de refugiados em seus 13 municípios. A falta de emprego e de condições dignas para viver são o principal problema enfrentado pelos migrantes no Estado. A operação Acolhida, do Exército, possui 4.400 vagas em abrigos na capital Boa Vista. Os demais refugiados dividem todo tipo de residência na cidade, com familiares ou desconhecidos, enquanto uma outra parte vive nas ruas. Conversando com um grupo de venezuelanos que oferece serviços em frente à praça Simón Bolívar, apenas um deles conhecia a interiorização. Jesus Oitia, de 31 anos, ajudante de pedreiro, passou dois meses no abrigo Santa Teresa com a promessa e a expectativa de ser levado para outro Estado. — A gente perguntava pro pessoal da ONU (Organização das Nações Unidas) quando seria a viagem, mas eles diziam que esperavam uma resposta do governo. Oitia se cansou de esperar e deixou o abrigo. Ajudante de pedreiro e também com a carteira de trabalho em mãos, ele continua tentando sobreviver dos bicos que mal aparecem. Há três meses ele vive com o irmão e um primo em um quarto numa pensão. Paga R$ 10 por dia pela habitação, bancada com seu trabalho ou “pedindo”, quando o dinheiro não vem. — Estou no Brasil há 6 meses e 23 dias, mas só consegui trabalho por 15 dias. Se conseguir trabalho estável, eu fico. Se não, vou tentar uma passagem pra São Paulo. O que o governo diz? Em visita a Roraima nesta quinta-feira (23), o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que a interiorização está dependendo de “negociação” e “cooperação” dos demais Estados. — A interiorização implica em compartilhamento entre governo federal e governos estaduais. O governo federal não tem como impor a um determinado Estado que ele assuma um determinado número de imigrantes. Isso é uma negociação. No início da semana, uma comitiva de Brasília formada por 11 ministérios visitou a região e prometeu que mais mil refugiados serão “interiorizados” até o final de agosto.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/refugiados-desconhecem-programa-que-leva-de-roraima-a-outro-estado-24082018

Saúde libera verba para combater surto de sarampo em Pacaraima
Data: 24/08/2018

De acordo com o Diário Oficial da União publicado nesta sexta-feira (24), ministério vai transferir o valor de R$ 102.836,25

O ministério da Saúde autorizou o repasse de recursos para ações de combate ao sarampo em Pacaraima (RR). De acordo com o Diário Oficial da União publicado nesta sexta-feira (24), o ministério vai transferir o valor de R$ 102.836,25, em parcela única, para o Fundo Municipal de Saúde. O dinheiro vai ser destinado para o Grupo de Vigilância em Saúde com a finalidade de implementar “ações de vigilância epidemiológica, laboratorial, imunizações e educação em saúde em resposta ao surto de sarampo no Município.” O repasse de verba acontece de maneira regular e automática. Ainda de acordo com o DOU, a medida foi feita para dar “assistência emergencial para acolhimento a pessoas em situação de vulnerabilidade decorrente de fluxo migratório provocado por crise humanitária, e a intensificação do fluxo migratório no Município de Pacaraima, Estado de Roraima, na fronteira entre o Brasil e a Venezuela.” Os últimos casos de sarampo registrados no Brasil foram no ano de 2015 e em 2016 o país recebeu o certificado de eliminação de circulação do vírus do sarampo pela OMS. Porém, o ministério da Saúde afirma que no “período de 6 de fevereiro a 6 de agosto de 2018, no Município Pacaraima (RR), foram notificados 55 casos suspeitos de sarampo, sendo 48 casos confirmados, um está em investigação e seis descartados.”

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/saude-libera-verba-para-combater-surto-de-sarampo-em-pacaraima-24082018

Brasil bate recorde no número de inadimplentes em julho, diz SPC
Data: 20/08/2018

País tem 63,4 milhões de pessoas com contas atrasadas, contingente que equivale à população da Itália

O Brasil nunca teve tantos inadimplentes. Em julho, o total de brasileiros com dívidas em atraso chegou a 63,4 milhões, segundo o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), contingente quase equivalente à população da Itália. O número assusta, porque a série histórica mostrava uma melhora na inadimplência de março a setembro de 2017, diz Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil. No entanto, a reversão das expectativas da economia afetou essa trajetória. Os mais pobres ainda são os que mais devem, mas é entre as famílias de maior renda que a inadimplência tem resistido, indica a mais recente pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Enquanto o porcentual de famílias de menor renda com dívidas pendentes caiu de 29%, em julho de 2017, para 26,7%, agora, no grupo com renda superior a dez salários mínimos, o índice de inadimplentes alcançou 10,8%, ante 10,6% do mesmo mês do ano passado. A paulistana Júlia H.P., que pediu para não revelar o sobrenome, espelha essa classe mais alta que está com contas atrasadas. Autônoma, recebia cerca de R$ 15 mil na empresa em que trabalhava, mas perdeu o emprego quando engravidou. A situação piorou quando Júlia foi abandonada, durante a gestação, pelo pai de seu filho. "Foram cinco meses sem trabalho e sem licença-maternidade. Como tinha acesso fácil a crédito, usei tudo. Fiquei devendo condomínio, internet, cheque especial, empréstimo bancário, carta de crédito… tudo." De volta ao mercado de trabalho, ela tenta agora se reestruturar apesar do salário mais baixo. Refinanciou o carro e fez novo empréstimo no banco para pagar as contas mais urgentes. "Minha dívida no cheque especial ainda é surreal." A economista-chefe do SPC Brasil, explica que, em geral, o comportamento dos endividados não muda conforme a renda. "As classes altas têm mais margem de manobra, mas, em grande parte das vezes, quanto mais a pessoa ganha, mais gasta." Economista da CNC, Marianne Hanson lembra que as famílias de maior renda têm acesso a crédito de melhor qualidade, com juro menor e prazo maior. Para os especialistas, no entanto, a crise não ensinou muito aos brasileiros em termos de controle de gastos ou consumo consciente. "A gente achou que a crise promoveria mudanças de comportamento, mas isso só ocorreu no curto prazo. No longo prazo, mais estratégico, nada mudou", lamenta Marcela, do SPC Brasil.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/brasil-bate-recorde-no-numero-de-inadimplentes-em-julho-diz-spc-20082018

Demissão negociada avança após a reforma trabalhista
Data: 20/08/2018

Empresas e funcionários podem fechar acordo no momento do desligamento da empresa. A flexibilidade da jornada de trabalho também cresce

Demissão negociada e jornada flexível são algumas das novidades trazidas pela Reforma Trabalhista. De acordo com os números do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho, de novembro do ano passado — quando passaram a valer as novas regras — até o mês de junho deste ano, foram registrados 80.710 desligamentos consensuais (veja o quadro abaixo). Reforma trabalhista só deve valer para ação posterior, decidem juízes Esse ainda é um número baixo, representa 1% do total de demissões, mas a tendência é aumentar. A demissão negociada ou consensual não existia na antiga CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e abre uma terceira via de dispensa de um funcionário. Até então, o empregado podia pedir demissão e não recebia o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), nem multa. No caso de demissão, o empregador deve pagar todos os encargos para o funcionário desligado. Os polêmicos memes sobre a lei trabalhista que levou tribunal a pedir desculpas em Mato Grosso A demissão negociada funciona como um divórcio consensual, onde as duas partes — empresa e trabalhador — podem decidir juntos encerrar o contrato de trabalho. “É uma alternativa para o empregado, que pode receber parte do seu FGTS. Para a empresa é vantajoso porque tem uma redução dos custos”, explica Clemente Ganz Lúcio, Diretor Técnico do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). “Vale reforçar que se a empresa decidir demitir o funcionário, ela terá de cumprir a lei e pagar todos encargos”. Na demissão negociada, o trabalhador que pede demissão abre mão do seguro-desemprego, acessa 80% do valor depositado no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e recebe metade da multa de 40% sobre o saldo do fundo. Se houver aviso prévio, recebe metade do valor. Reforma trabalhista e seu emprego: saiba o que muda Para o advogado trabalhista Gilberto Bento Jr., neste momento de crise econômica, essa alternativa tem facilitado a vida de algumas empresas. “O que percebo é que muitas companhias que estão atravessando dificuldades para pagar o valor integral da demissão estão conseguindo negociar mais os valores ou pagando em várias vezes”, diz. “O que tem facilitado muito o processo todo, um trabalhador que entra com uma ação, não sabe exatamente quando receberá o valor, com a possibilidade de negociação, ele tem essa data certa”. Nesse ponto, o diretor do Dieese faz um alerta: “Esse pode ser mais um instrumento nas mãos das empresas, principalmente sem a assistência de sindicato, existe o risco de impor regras ou condições no momento da demissão”. Jornada Flexível Pela nova CLT é possível que o trabalhador cumpra as 44 horas semanais de forma mais flexível. “O empregado e a empresa podem chegar a um acordo sobre como o funcionário deve cumprir essas horas, pode ser homeoffice ou concentrar mais horas em determinados dias da semana para ter a sexta livre, mas é preciso que esteja no contrato de trabalho e o funcionário esteja de acordo”, explica o advogado Gilberto Bento. “Na verdade, o que temos na prática é um número de pessoas que se declara trabalhando menos do que gostaria, temos um contingente de trabalhadores subutilizados”, diz Lúcio. “O impacto é pequeno ainda, creio que a maior mudança da Reforma virá com a terceirização”. As mudanças trazidas pelas novas tecnologias também devem refletir nas relações de trabalho. “A tendência é que surjam novas formas de contração, um exemplo são os aplicativos de transporte, no qual o empregador é invisível, está na nuvem. O trabalho flexível é apenas mais uma das novidades que estão surgindo e todos nós ainda estamos tateando para saber para onde seguir”, avalia Lúcio.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/demissao-negociada-avanca-apos-a-reforma-trabalhista-20082018

Monitor da economia brasileira aponta alta de 3,3% em junho
Data: 20/08/2018

PIB totalizou aproximadamente R$ 3,467 trilhões em valores correntes de janeiro a junho. Dados foram divulgados pela FGV nesta segunda-feira (20)

O PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro avançou 3,3% em junho ante maio, estima o Ibre/FGV (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas), por meio do Monitor do PIB. Na comparação com junho do ano passado, a atividade econômica teve elevação de 2,4% no mês de junho deste ano. No segundo trimestre, o PIB cresceu 0,3% ante o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017 a atividade econômica avançou 1,2% no segundo trimestre deste ano. "O crescimento positivo de 0,3% do PIB no segundo trimestre indica que, a despeito dos impactos negativos que a greve dos caminhoneiros ocasionou na economia em maio, estes efeitos foram em grande parte, revertidos em junho. Mesmo com o trimestre tendo sido encerrado com retrações em segmentos chaves como indústria, formação bruta de capital fixo e exportação, houve crescimento da agropecuária, serviços e consumo das famílias, fazendo com que a economia continue na sua trajetória de lenta retomada", avaliou Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV, em nota oficial. O indicador antecipa a tendência do principal índice da economia a partir das mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), responsável pelo cálculo oficial das Contas Nacionais. O PIB Agropecuário aumentou 0,8% no segundo trimestre, em relação ao mesmo trimestre de 2017, mesma magnitude de crescimento da Indústria no período, também 0,8%. Já os Serviços avançaram 1,3%. Na comparação entre o segundo trimestre de 2018 e o segundo trimestre de 2017, o Consumo das Famílias apresentou crescimento de 1,8%, enquanto a FBCF (Formação Bruta de Capital Fixo) aumentou 4,1%. A taxa de investimento (FBCF/PIB), a preços constantes, foi de 18% no segundo trimestre. As exportações encolheram 2,9% no segundo trimestre de 2018 ante o mesmo período do ano anterior, enquanto as importações cresceram 6,5%. Em termos monetários, o PIB totalizou aproximadamente R$ 3,467 trilhões em valores correntes de janeiro a junho. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/monitor-da-economia-brasileira-aponta-alta-de-33-em-junho-20082018

Deivison Kellrs, vocalista da banda Torpedo, morre aos 30 anos
Data: 20/08/2018

Cantor do grupo brega pernambucano lutava contra um câncer de fígado, doença que o afastou dos palcos nos últimos meses

Morreu na tarde de domingo (19) Deivison Kellrs, vocalista da banda Torpedo. O cantor do grupo brega pernambucano tinha 30 anos e estava internado desde o dia 4 de agosto para tratar um câncer de fígado descoberto em 2017. O velório corre desde a madrugada desta segunda (20) na Câmara de Vereadores do Recife. Segundo assessoria do cantor, a cerimônia é aberta ao público até às 12h e depois reservada para a família até às 14h. O enterro acontece no Cemitério Santo Amaro, às 15h. Deivison era vocalista da Torpedo desde 2012, onde registrou sucessos como Fase Ruim, Ausência e Diz Na Minha Cara. Após receber o diagnóstico da doença no ano passado, bregueiros de Pernambuco realizaram diversos eventos para levantar fundos em prol do pagamento do tratamento do cantor. Os quase 600 mil fãs que ele somava nas redes sociais também se mobilizaram nos últimos meses e mandaram mensagens positivas para o cantor, que ficou bastante debilitado fisicamente por conta do câncer e precisou se locomover em cadeira de rodas nos últimos meses de vida. Ao lado das bandas Favorita e Musa, e cantoras como Michelle Melo, a Torpedo era apontada como uma das principais forças de renovação do brega romântico no Nordeste.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/deivison-kellrs-vocalista-da-banda-torpedo-morre-aos-30-anos-20082018

Luciana Gimenez desabafa sobre envelhecer: “Muito ruim”
Data: 20/08/2018

Apresentadora conversou com os seguidores nas redes sociais, neste domingo (19), e falou o quem pensa das consequências do envelhecimento

Luciana Gimenez falou o que pensa sobre envelhecer. Com 48 anos, a apresentadora desabafou nas redes sociais: “Acho muito ruim”. Neste domingo (19), Luciana conversou com os seguidores e foi categórica ao comentar o que pensa. — Não adianta falar que é muito legal. O que é legal? É ruim. Gimenez, que estava com a face vermelha por conta de um procedimento estético, ressaltou que a insatisfação com os efeitos do envelhecimento não é exclusividade dela. — O meu filho tem 19 e hoje ele falou que queria ter parado nos 16. Então, estamos todos envelhecendo. Seja eu, você, seu filho. É um fato. Mas, que é ruim é ruim. Cada um acha o que quer. Eu acho muito ruim. Desculpa. Não é só questão de beleza, é questão de doer as coisas. A apresentadora conversa frequentemente com os seguidores. Sem papas na língua, Gimenez já falou de tudo um pouco e parece não ter medo de mostrar detalhes da vida quando está longe dos holofotes.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/luciana-gimenez-desabafa-sobre-envelhecer-muito-ruim-20082018

Concursos públicos têm mais de 6.000 oportunidades. Veja as vagas
Data: 20/08/2018

Processos seletivos para diferentes níveis de escolaridade oferecem posições com salário que chegam a superar os R$ 9.000

Os concursos públicos oferecem chances de se recolocar no mercado de trabalho de maneira formal e com boas condições de trabalho. O R7 selecionou cerca de 6.000 vagas disponíveis em todo o país. Um dos destaques é o concurso para a Prefeitura de Maricá (RJ), que promete salários de mais de R$ 9.000. Polícia Militar (SP) Vagas: 270 Escolaridade: Médio Salários: até R$ 3.100,00 Valor das inscrições: até R$ 130,00 Prazo para inscrição: até 24/09/2018 Mais informações Ministério Público de São Paulo (SP) Vagas: 60 Escolaridade: Superior Salários: até R$ 4.500,00 Valor das inscrições: até R$ 120,00 Prazo para inscrição: até 22/08/2018 Mais informações Prefeitura de Campo Limpo Paulista (SP) Vagas: 129 Escolaridade: Superior Salários: até R$ 3.465,00 Valor das inscrições: não informado Prazo para inscrição: até 30/08/2018 Mais informações Prefeitura de São José do Rio Preto (SP) Vagas: 525 Escolaridade: Superior Salários: até R$ 5.260,00 Valor das inscrições: até R$ 75,00 Prazo para inscrição: até 30/08/2018 Mais informações Prefeitura de Maricá (RJ) Vagas: 525 Escolaridade: todos os níveis Salários: até R$ 9.185,00 Valor das inscrições: até R$ 140,00 Prazo para inscrição: até 27/08/2018 Mais informações Secretaria de Estado da Administração (AP) Vagas: 525 Escolaridade: Médio e Superior Salários: até R$ 6.830,76 Valor das inscrições: até R$ 100,00 Prazo para inscrição: até 14/09/2018 Mais informações Universidade Federal do Amazonas Vagas: 525 Escolaridade: Médio, Técnico e Superior Salários: até R$ 4.180,76 Valor das inscrições: até R$ 91,00 Prazo para inscrição: até 21/08/2018 Mais informações Prefeitura de Salvador (BA) Vagas: 293 Escolaridade: Superior Salários: até R$ 10.768,13 Valor das inscrições: até R$ 50,00 Prazo para inscrição: até 19/08/2018 Mais informações Secretaria da Educação (CE) Vagas: 2.500 Escolaridade: Superior Salários: até R$ 3.588,27 Valor das inscrições: até R$ 90,00 Prazo para inscrição: até 06/09/2018 Mais informações Companhia de Desenvolvimento Habitacional (DF) Vagas: 2.500 Escolaridade: Médio e Superior Salários: até R$ 4.995,45 Valor das inscrições: até R$ 41,50 Prazo para inscrição: até 16/10/2018 Mais informações Prefeitura de Maracaju (MS) Vagas: 390 Escolaridade: todos os níveis Salários: até R$ 7.623,90 Valor das inscrições: até R$ 160,00 Prazo para inscrição: até 27/09/2018 Mais informações Corpo de Bombeiros Militar (MG) Vagas: 500 Escolaridade: Técnico Salários: não informado Valor das inscrições: não informado Prazo para inscrição: até 27/11/2018 Mais informações Prefeitura de Conceição do Pará (MG) Vagas: 390 Escolaridade: todos os níveis Salários: até R$ 8.151,53 Valor das inscrições: até R$ 100,00 Prazo para inscrição: até 26/09/2018 Mais informações Prefeitura de Recife (PE) Vagas: 214 Escolaridade: Técnico e Superior Salários: até R$ 5.250,30 Valor das inscrições: não informado Prazo para inscrição: até 20/08/2018 Mais informações Prefeitura de Cujubim (RO) Vagas: 63 Escolaridade: todos os níveis Salários: até R$ 5.000,00 Valor das inscrições: até R$ 80,00 Prazo para inscrição: até 26/08/2018 Mais informações Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SC) Vagas: 40 Escolaridade: todos os níveis Salários: até R$ 4.209,88 Valor das inscrições: até R$ 100,00 Prazo para inscrição: até 20/09/2018 Mais informações *Estagiário do R7 sob supervisão de Paulo Lima.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/concursos-publicos-tem-mais-de-6000-oportunidades-veja-as-vagas-20082018

Irmãs Kardashian posam de lingerie para campanha e causam furor
Data: 20/08/2018

Kim, Kylie, Khloé, Kourtney e Kendall foram as estrelas da nova coleção de roupas íntimas de uma marca, e clique fez sucesso no Instagram

As irmãs Kardashian posaram de lingerie para a campanha da nova coleção de roupas íntimas da Calvin Klein, que defende a 'família acima de tudo'. Kim, Kylie, Khloé, Kourtney e Kendall foram fotografadas por Marcus Hide e 'quebraram' a internet com uma foto do trabalho. A mulher de Kanye West usou o Instagram para compartilhar o clique, que, em apenas um dia, conquistou mais de 3,7 milhões de 'curtidas'. A família Kardashian é a mais popular das redes sociais. Juntas, as irmãs somam mais de 467,8 milhões de seguidores só no Instagram.

Link Notícia: https://meuestilo.r7.com/moda/irmas-kardashian-posam-de-lingerie-para-campanha-e-causam-furor-20082018

Roraima pede ao STF a suspensão da entrada de venezuelanos
Data: 20/08/2018

Ação foi protocolada na manhã desta segunda (20), um dia após os conflitos entre brasileiros e venezuelanos registrados em Pacaraima (RR)

O governo de Roraima voltou a pedir ao STF (Supremo Tribunal Federal) a suspensão temporária de entrada de imigrantes em território brasileiro para tentar conter o perigo de conflitos e o “eventual derramamento de sangue entre brasileiros e venezuelanos”. A ação foi protocolada na manhã de hoje (20), pela Procuradoria-Geral estadual, um dia após os conflitos entre brasileiros e venezuelanos registrados em Pacaraima (RR) motivarem cerca de 1,2 mil estrangeiros a deixar o Brasil às pressas, segundo o Exército. Na ação cautelar, o governo estadual sugere o estabelecimento de uma “cota para refugiados”. A medida condicionaria o ingresso em território brasileiro à execução de um plano de interiorização dos imigrantes, a ser coordenado pelo governo federal. Temer envia técnicos de sete ministérios a Roraima Além da cota, o governo estadual também cobra que as autoridades federais estabeleçam barreiras sanitárias na fronteira. A proposta é exigir dos imigrantes a apresentação dos atestados de vacinas obrigatórias a fim de impedir a propagação de doenças sob controle ou já erradicadas no Brasil, como o sarampo. O pedido reforça a Ação Civil Originária (ACO) 3121, que já pedia o fechamento da fronteira entre Roraima e a Venezuela. No último dia 6, a ministra Rosa Weber, relatora da ação no STF, indeferiu o pedido. Em sua sentença, a ministra apontou que, além de ausência dos pressupostos legais para emissão de liminar, o pedido do governo de Roraima contraria “os fundamentos da Constituição Federal, às leis brasileiras e aos tratados ratificados pelo Brasil”. Após o conflito do último fim de semana, o governo federal decidiu enviar para Roraima mais 120 agentes da Força Nacional de Segurança Pública para reforçar a vigilância. Segundo o Ministério da Segurança Pública, 60 agentes já embarcaram em Brasília, esta manhã, com destino à Boa Vista, de onde partirão para Pacaraima, na fronteira com a Venezuela. Desde o ano passado, 31 agentes da Força Nacional atuam na cidade em apoio à Polícia Federal. Justiça de Roraima suspende entrada de venezuelanos no Brasil Além dos agentes da Força Nacional, o governo federal promete enviar, no próximo domingo (26), 36 voluntários da área da saúde para atendimento aos imigrantes venezuelanos, em parceria com hospitais universitários. Em nota, a Presidência da República disse que governo federal “está comprometido com a proteção da integridade de brasileiros e venezuelanos”, e que o Itamaraty está em contato com as autoridades venezuelanas. O estopim da mais recente crise ocorreu no sábado (18), quando moradores da cidade atacaram barracas dos imigrantes venezuelanos, ateando fogo aos pertences dos imigrantes. De acordo com as autoridades locais, não há registro de feridos entre os venezuelanos Os ataques aconteceram depois que um comerciante local foi assaltado e espancado. Há suspeita de que o assalto tenha sido praticado por um grupo de venezuelanos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/roraima-pede-ao-stf-a-suspensao-da-entrada-de-venezuelanos-20082018

Promotoras e procuradoras repudiam cotas femininas no MP
Data: 20/08/2018

Abaixo-assinado conta com 103 adesões e será levado ao Conselho Nacional do Ministério Público, órgão que fiscaliza a instituição

Mais de 100 promotoras e procuradoras de Justiça, e também procuradoras da República, lançaram manifesto contra o sistema de cotas femininas no Ministério Público em todo o País. O abaixo assinado conta já com 103 adesões e será levado ao Conselho Nacional do Ministério Público, órgão que fiscaliza a instituição. "Nós, mulheres, manifestamos o nosso profundo constrangimento ante a possibilidade de que venham a ser criadas cotas que garantam qualquer privilégio para nós dentro do Ministério Público", diz o documento. Em março, a Comissão de Planejamento Estratégico do Conselho anunciou o lançamento de um projeto com o objetivo de "analisar a desigualdade nas relações de poder entre homens e mulheres dentro do Ministério Público". Nas últimas semanas, dezenas de promotoras e procuradoras de Justiça têm manifestado repúdio ao sistema de cotas. "O Ministério Público é um órgão no qual jamais se cogitou qualquer tipo de discriminação contra as pessoas do sexo feminino, sendo que todos os cargos e participações em eventos públicos sempre foram garantidos para as mulheres que demonstraram competência suficiente para se sobressair na profissão", afirmam as promotores e procuradoras no documento divulgado nesta segunda-feira (20). "A simples cogitação de que seja necessária a criação dessas cotas discriminatórias já representa para nós uma vergonha indisfarçável, como se não tivéssemos as mesmas condições mentais dos demais colegas para alcançar cargos de poder do nosso interesse." Elas requerem ao Conselho Nacional do Ministério Público que "não aprove esse tipo de cota, eminentemente discriminatória e com potencial criador de rótulos, que ao contrário de nos beneficiar, só representará um grave retrocesso na nossa história profissional, que sempre foi e deverá ser pautada pelo mérito". Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/promotoras-e-procuradoras-repudiam-cotas-femininas-no-mp-20082018

União bancou R$ 602 mi em dívidas dos governos regionais em julho
Data: 20/08/2018

Maior parte do valor se refere a débitos de Minas Gerais, que somaram R$ 417,27 milhões no mês passado

A União bancou R$ 602,42 milhões em dívidas garantidas dos governos regionais em julho, de acordo com relatório divulgado nesta segunda-feira (20) pelo Tesouro Nacional. A maior parte se refere a débitos de Minas Gerais, que somaram R$ 417,27 milhões no mês passado. Em julho, o Tesouro honrou ainda R$ 124,13 milhões em dívidas do Estado do Rio de Janeiro, R$ 55,49 milhões em débitos do Piauí e R$ 5,53 milhões em dívidas de Roraima. De janeiro a julho, a União assumiu o pagamento de R$ 2,496 bilhões em dívidas não honradas por governos estaduais e municipais. O Rio de Janeiro — que aderiu ao Regime de Recuperação Fiscal dos Estados — teve R$ 1,985 bilhão em dívidas pagas pelo Tesouro nos primeiros sete meses do ano. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/uniao-bancou-r-602-mi-em-dividas-dos-governos-regionais-em-julho-20082018

Governo reúne ministros em busca de alternativas para venezuelanos
Data: 20/08/2018

Presidente e os ministros definiram medidas emergenciais para a região de Roraima em reunião no último domingo

O presidente Michel Temer promove nesta segunda-feira (20), a partir das 15h, no Palácio do Planalto, mais uma etapa de reuniões no esforço de buscar soluções para a crise envolvendo os imigrantes venezuelanos em Roraima. Foram chamados sete ministros. Raul Jungmann, da Segurança Pública, viaja nesta quinta para a Colômbia, onde vai discutir segurança nas fronteiras. No último domingo (19), outra reunião foi convocada por Temer, no Palácio da Alvorada. Durante cinco horas,o presidente e ministros discutiram a situação em Roraima, depois dos confrontos entre brasileiros e venezuelanos no município de Pacaraima. Para a reunião de hoje são esperados os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Joaquim Silva e Luna (Defesa), Moreira Franco (Minas e Energia), Edson Duarte (Meio Ambiente), Gustavo Rocha (Direitos Humanos), Sergio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional), e Grace Maria Fernandes Mendonça (Advocacia-Geral da União). Também são aguardados o líder do governo no Senado, senador Romero Jucá (MDB-RR), os secretários executivos do Ministério da Justiça, Gilson Libório de Oliveira Mendes, e da Segurança Pública, Luís Carlos Cazetta, o diretor de Saneamento da Caixa, Antônio Gil da Silveira, e os presidentes do Ibama, Suely Araújo, da Funai, Wallace Moreira Bastos, e da Eletrobrás, Wilson Ferreira Junior. Medidas Na reunião de domingo, Temer e os ministros definiram medidas emergenciais para a região de Roraima, onde está uma grande concentração de imigrantes venezuelanos. De forma imediata, serão enviados 120 homens para a Força Nacional e 36 voluntários da área da saúde, que atuarão em parceria com hospitais universitários. Os homens irão para Roraima em duas etapas: inicialmente, 60 e depois mais 60, ainda sem data definida, o que totaliza 151 homens da Força Nacional em Pacaraima, com os 31 que já se encontram no estado. Paralelamente será realizado o ordenamento da fronteira, com controle e triagem adequados, e com a ampliação da presença da União nas áreas social e de segurança. Há ainda a previsão de construir dez abrigos para os imigrantes. Segundo as autoridades, dois estão em fase de conclusão. Também haverá um esforço para encaminhar os imigrantes para outras regiões do país – a chamada interiorização. Outra medida é a manutenção de um abrigo de transição, entre Boa Vista e Pacaraima, para atendimento humanitário dos migrantes que aguardam o processo de interiorização, de forma a reduzir o número de pessoas nas ruas. Serão intensificadas as negociações para o início das obras do “linhão”, que permitirá a integração do estado de Roraima com o sistema elétrico nacional. Estopim O estopim da crise em Roraima ocorreu há dois dias, no sábado (18), em Pacaraima, em Roraima. Moradores da cidade atacaram barracas dos imigrantes venezuelanos, inclusive ateando fogo, depois que um comerciante local foi assaltado e espancado. De acordo com as autoridades locais, não há registro de feridos entre os venezuelanos. Há suspeita de que o assalto tenha sido praticado por um grupo de venezuelanos. Depois do episódio, o Exército confirmou que 1,2 mil venezuelanos cruzaram de volta a fronteira do país com o Brasil. Em nota, a Presidência da República disse que governo federal “está comprometido com a proteção da integridade de brasileiros e venezuelanos”, e que o Itamaraty está em contato com as autoridades venezuelanas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/governo-reune-ministros-em-busca-de-alternativas-para-venezuelanos-20082018

São Paulo comemora departamento médico vazio pela 1ª vez desde 2014
Data: 20/08/2018

Tricolor não teve desfalques por lesão contra a Chape, algo que não acontecia desde maio de 2014. Diego Aguirre diz que preparador físico é um 'fenômeno'

A liderança do Campeonato Brasileiro não é o único motivo de comemoração no São Paulo. Na vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense, que valeu o título simbólico do primeiro turno, o time não teve nenhum desfalque por lesão, algo que não acontecia desde 2014. Confira a seleção do primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2018 Os jogos contra Grêmio (1 a 0), Atlético-PR (2 a 2) e Atlético-MG (2 a 1), nos dias 24, 28 e 31 de maio de 2014, foram os últimos em que não houve nenhuma baixa por questões clínicas. De lá para cá, isso só havia voltado a acontecer em um amistoso contra o Orlando City (0 a 0), durante a pausa para a Copa do Mundo do mesmo ano. Após a partida de domingo, Diego Aguirre valorizou seu preparador físico, Fernando Piñatares, ao ser questionado sobre o DM vazio: — É uma coisa boa falar bem da nossa preparação, quando falo isso é de toda a comissão. Temos um preparador físico que é um fenômeno. O São Paulo não tem um jogador no DM. Valorizo muito o trabalho que é feito no dia a dia na prevenção das lesões. Destaco o Fernando (Piñatares), preparador físico. É um fenômeno e mantém os jogadores em alto ritmo e também cuida da saúde deles - disse o técnico. Além de Piñatares, o São Paulo tem mais dois preparadores físicos (Pedro Campos e Henrique Martins) e dois fisiologistas (Marco Aurélio Melo e Renan Dias), além do coordenador científico Altamiro Bottino, responsável principal por fazer a tecnologia ser usada a serviço desses profissionais. Foi com a ajuda deles que Aguirre montou duas equipes diferentes para os jogos contra Colón, pela Sul-Americana, e Chape, pelo Brasileiro. O último jogador a deixar o departamento médico foi Rodrigo Caio, que está recuperado de cirurgia no pé e ficou no banco diante da Chape. Para o jogo contra o Paraná, às 19h30 de quarta, também não há desfalques por suspensões.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/sao-paulo-comemora-departamento-medico-vazio-pela-1-vez-desde-2014-20082018

Felipão lamenta posição na tabela: 'A gente ganha e não sai de sexto'
Data: 20/08/2018

Técnico lembrou do desempenho dos outros times em seus compromissos para explicar. Equipe tem vantagem de sete pontos sobre o Corinthians

O bom resultado obtido em Salvador, neste domingo, não deixou o técnico Luiz Felipe Scolari totalmente satisfeito com o Palmeiras. Após os 3 a 0 no Vitória, pelo Campeonato Brasileiro, o treinador lamentou em entrevista coletiva que o placar não foi suficiente para fazer o time ganhar posições, pois outros adversários diretos também conseguiram ganhar. "A gente ganha, ganha e ganha e não sai do sexto lugar. Os outros também estão ganhando. É uma competição muito igual, e os demais também estão bem. Vamos tentar fazer o possível para nos mantermos na parte de cima", afirmou o treinador. A equipe alviverde chegou aos 33 pontos e continua três atrás do quarto colocado, o Grêmio, porém abriu uma vantagem para quem está logo atrás. O sétimo lugar é do Corinthians, com 26 pontos. O treinador afirmou que não vai priorizar nenhuma competição neste segundo semestre, mesmo com o Campeonato Brasileiro em situação bastante equilibrada. "Vamos tentar disputar também as outras competições. Em alguns determinados jogos os atletas serão poupados, porque preciso rodar a equipe. Tenho dados que dão condição de fazer isso", disse. Mesmo com sete jogos sem tomar gol, Felipão afirmou ser necessário ter o equilíbrio para em caso de tropeço no futuro, não se desanimar. "Ficamos satisfeitos com as vitórias, mas também vamos ter dificuldades. Agora está tudo bem, mas vamos enfrentar dificuldades em jogos futuros e precisamos do mesmo ambiente. Retornar ao Palmeiras, um clube que eu adoro, que eu amo e vivi muito na minha vida foi ótimo", comentou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/felipao-lamenta-posicao-na-tabela-a-gente-ganha-e-nao-sai-de-sexto-20082018

Por desgaste, Cuca pode voltar a poupar alguns titulares na Liberta
Data: 20/08/2018

Após boas atuações de González e Bryan Ruiz, técnico mostrou dúvidas para o time contra o Independiente; Alison já mostrou desgaste e pode ser poupado

Por conta do desgaste, Rodrygo jogou apenas 17 minutos na goleada por 3 a 0, contra o Sport, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro. E o técnico Cuca deve voltar a poupar alguns titulares para o duelo com o Independiente, na terça-feira (21), às 21h45, pela Copa Libertadores. Alison, por exemplo, pode ser sacado. Com 33 jogos na temporada, o meia já demonstrou cansaço e havia caído de rendimento no time. Diego Pituca e Renato são opções para a função. E com o bom rendimento de Derlis González e Bryan Ruiz no último sábado (18), Cuca se mostrou com dúvidas sobre o encaixe do time para enfrentar os argentinos. - Muitas (dúvidas). Não se trata de um jogador, não. Vamos estudar o adversário. Vamos com força, independente de quem vá jogar, fazer o nosso melhor - disse. Um provável Santos é: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Renato (Alison), Carlos Sánchez e Pituca (Bryan Ruiz); Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/por-desgaste-cuca-pode-voltar-a-poupar-alguns-titulares-na-liberta-20082018

Itália não autoriza desembarque de navio com 177 migrantes
Data: 20/08/2018

Os migrantes a bordo do Diciotti tentavam cruzar o Mediterrâneo em uma embarcação clandestina. O governo de Malta não interveio

O governo da Itália deu nesta segunda-feira (20) permissão para um navio da Guarda Costeira atracar no porto de Catânia, na Sicília, com 177 migrantes forçados a bordo. As pessoas, no entanto, não poderão desembarcar, por determinação do ministro do Interior Matteo Salvini, que exige sua redistribuição entre todos os Estados-membros da União Europeia. Os migrantes e deslocados externos a bordo do navio Diciotti tentavam cruzar o Mediterrâneo em uma embarcação clandestina e chegaram a entrar na área de socorro de Malta, que decidiu não intervir. Na sequência, o barco se aproximou da costa da Itália, cuja Guarda Costeira entrou em ação, em 16 de agosto. Segundo oito pessoas já transferidas para hospitais na Itália para tratamentos médicos, um navio maltês chegou a escoltar o barco em direção a Lampedusa, mas inverteu a rota e retornou a Malta após a entrada em águas italianas. "O navio poderá desembarcar na Itália, basta que os 177 migrantes sejam divididos, no espírito da solidariedade europeia, que é formada por 27 países", afirmou Salvini, que ameaçou enviar essas pessoas à Líbia, o que violaria normas internacionais, caso não haja acordo na União Europeia para acolher os migrantes. "Estamos trabalhando para encontrar uma solução o mais rapidamente possível", garantiu o porta-voz da Comissão Europeia para Migração, Tove Ernst. Desde o início de 2018, 19.358 migrantes forçados desembarcaram em portos da Itália, o que representa uma queda de 80% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são do Ministério do Interior.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/italia-nao-autoriza-desembarque-de-navio-com-177-migrantes-20082018

Arthur Aguiar desabafa após críticas por doar cachorro:
Data: 17/08/2018

Ator e cantor escreveu texto no Instagram, na noite de quinta-feira (16), após ele e Mayra Cardi abrirem mão de cão por conta de piso da casa

Mayra Cardi e Arthur Aguiar estão recebendo críticas nas redes sociais por terem doado o cachorro que compraram no começo do ano. Segundo os dois, o golden retriever Pipoca não se adaptou ao piso da casa onde moram e, por isso, eles tiveram que abrir mão do animal. No entanto, a notício não foi bem aceita entre os fãs, que alertaram o casal sobre cachorros não serem brinquedos. Arthur Aguiar, no entanto, discordou da polêmica e fez um longo texto de desabafo no Instagram, explicando sobre os problemas de saúde que ele poderia desenvolver caso continuasse a viver naquele ambiente. "Eu ganhei o Pipoca da Mayra logo no início do nosso relacionamento, sempre amei cachorro e sempre quis ter um Golden. Ele chegou bem pequenininho e era uma delícia. A gente brincava pra caramba, corria pela casa, ele fazia as bobagens dele, a gente passeava na praia, enfim, era muito gostoso. Logo no início, contratamos um amigo meu que é adestrador e de cara ele falou que talvez pudéssimos ter problema mais pra frente por conta do piso da nossa casa que é de porcelanato. Que essa raça, especificamente, tem tendência a ter problema de displasia coxo-femural", ponderou o ator. Mayra Cardi é criticada por doar cão que não se adaptou ao piso da casa "Como ele ainda era pequeno e isso não era uma certeza absoluta, era uma coisa que ele poderia ter ou não, a gente achou que tudo bem. Que não fosse ter nenhum tipo de problema. Só que ele foi crescendo e foi começando a ter dificuldade de ficar em pé e começou a mancar. Quando eu o vi assim, eu achei que tivesse se machucado, batido em alguma coisa, mas não. Íamos fazer uma viagem pra Itália e, como não tínhamos ninguém que pudesse ficar com o Pipoca, eu comecei a procurar algum lugar legal que eu pudesse deixar ele e que eu tivesse certeza que seria bem cuidado. Foi aí que achei um lugar maravilhoso, que é um hotel e centro de reabilitação de animasi perto da minha casa e que cuidou dele maravilhosamente bem!", relembrou Arthur, que continuou. "Quando voltei de viagem, a dona do hotel, que também é veterinária, me chamou e disse que tinha tomado a liberdade de examinar o Pipoca e disse que ele estava com displasia, que precisaria fazer fisioterapia e que se ele continuasse no piso da nossa casa ele iria acabar tendo um problema muito maior. Iria poder ficar sem andar e acabar tendo que operar pra consertar o dano que o piso estava fazendo nele. No início tentei entender se caso ele fizesse a fisioterapia e fizesse algum tipo de esforço muscular, se isso resolveria, uma vez que seria inviável eu trocar o piso de uma casa que nem é minha, já que moramos de aluguel, e muito menos mudar de casa, sendo que temos um contrato e teríamos que pagar multa pra sair", escreveu Arthur, tentando amenizar o fato de não terem como mudar a parte estrutural do imóvel. "Ela me garantiu que se ele continuasse morando na nossa casa, com esse piso, não teria muito o que fazer, ia acabar acentuando cada vez mais o problema dele. Confesso que num primeiro momento relutei muito. Sem querer eu fui egoísta. Amava, amo, o Pipoca e não queria abrir mão dele. Só que os dias foram passando e fui vendo o quanto estava sofrido pra ele estar ali. Ele passava horas deitado, pra levantar era uma dificuldade e mancava muito. Foi quando percebi que estava sendo muito egoísta. Só estava pesando em mim. No quanto eu amava e queria ter um cachorro", comentou ele sobre o animal, que tinha até mesmo um perfil nas redes sociais. "Tomei umas decisões difíeis que foi procurar alguém de confiança que amasse cachorro pra que pudesse ficar com ele e fazer com que ele fosse feliz e saudável!! Demirei um pouco pra achar, mas acabei achando uma pessoa apaixonada por cachorro, que morava numa casa super legal, com quintal e mais 2 cachorros. Antes de ele ir pra sua nova dona, levei ele novamente pra esse centro de reabilitação, onde ele se recuperou e voltou até a correr, coisa que ele não conseguia mais fazer. Quando fui lá buscá-lo, ao mesmo tempo que eu fiquei muito feliz de vê-lo brincando e se divertindo como há muito tempo não via, inclusive até postei nos meus stories esse dia, fiquei triste em perceber que estava na hora de ele ir. Que eu precisaria abrir mão dele pro bem dele!", garantiu. "Pra mim, foi muito difícil e até por isso que nunca vim até aqui falar sobre isso. Porque é uma ferida que não cicatrizou ainda. Só que, como disse lá em cima, hoje vivemos numa época que não temos mais direito de nada. Nem de guardar pra gente as nossas dores. Tudo tem que ser falado e justificado, porque está cheio de gente que sabe tudo com um monte de verdade absoluta. Maldade não é você pensar no que é melhor pro seu cachorro ou pra pessoa que você ama, mesmo que isso não seja o melhor pra você. Maldade é você só pensar em você e dane-se se isso vai ser bom ou não pro seu cachorro ou pra pessoa que você ama! Eu tenho orgulho de ter conseguido pensar somente no que era melhor pra ele. E hoje eu sei que ele está superfeliz onde ele está e está sendo super bem tratado. É isso que importa. A felicidade e saúde dele!!", manifestou o ator, tentando deixar claro que pensou, antes, na saúde de Pipoca. "Pra todas essas pessoas que vieram até o meu Instagram e no da Mayra pra falar um monte de coisa que não fazem a menor ideia, melhorem! Procurem saber antes de falar. Procurem entender antes de vir afirmando coisas que vocês nem sabem! Eu desejo que vocês possam mudar e se transformar em pessoas melhores. Enfim, é a única e verdadeira história sobre o Pipoca. Obrigado e desculpa o texto grande", concluiu.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/arthur-aguiar-desabafa-apos-criticas-por-doar-cachorro-epoca-chata-17082018

Emma Thompson quer papéis para mulheres mais velhas em filmes
Data: 17/08/2018

Em pré-estreia do filme The Children Act, Thompson disse ter sido atraída pelo papel de uma mulher que ganhou poder em um “bastião masculino”

A atriz britânica vencedora do Oscar Emma Thompson, que agora estrela aos 59 anos como uma juíza do Tribunal de Família no drama The Children Act, disse nesta quinta-feira que mulheres mais velhas ainda precisam de mais oportunidades em filmes. Conhecida por dramas de época como Retorno a Howard's End e Razão e Sensibilidade, Thompson interpreta uma juíza que luta com uma decisão legal enquanto precisa lidar com problemas em seu casamento. No evento de pré-estreia do filme, Thompson disse ter sido atraída pelo papel de uma mulher que ganhou poder em um “bastião muito masculino”. "Eu nunca vi uma história sobre uma juíza, e eu acho que nosso mundo patriarcal, quando você escuta a palavra juiz, você automaticamente pensa ‘é um homem’", disse Thompson. Ela também disse que a falta de bons papéis para mulheres mais velhas em filmes continua sendo um problema. "Homens não têm qualquer problema com isto", disse Thompson. "É algo que ainda não mudou corretamente". "Nós estamos vendo alguns novos papéis realmente bons e interessantes, então é preciso ter esperança", acrescentou. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/emma-thompson-quer-papeis-para-mulheres-mais-velhas-em-filmes-17082018

Vinte anos após tiro, filha caçula evita passado de Gerson Brenner
Data: 17/08/2018

Amigos, médicos e familiares relatam a intensa luta do ator pela vida; homem que foi preso e condenado pelo crime, em 1998, ainda jura inocência

Há exatos 20 anos, um tiro no topo da testa numa tentativa de assalto interrompeu a carreira profissional do ator Gerson Brenner. Ele foi vítima de uma emboscada criminosa enquanto viajava de São Paulo ao Rio de Janeiro para gravar o último capítulo da novela Corpo Dourado, da TV Globo. Brenner teria reagido ao ser atacado por assaltantes enquanto trocava o pneu do carro. A bala entrou na cabeça, atravessou o cérebro e parou na nuca, onde fragmentos do projétil permanecem alojados até hoje. Foram quase três meses de internação. Nesse período, Gerson ficou uma semana em coma induzido e mais 15 dias em estado vigil, em que o paciente permanece inconsciente, porém, reagindo a certos estímulos. Houve também duas grandes cirurgias de risco e uma comoção que parou o Brasil. Carreira interrompida e luta pela vida Brenner estava em plena ascensão profissional. Antes de ir para a televisão, se destacou como modelo fora do Brasil, chegando a desfilar para o estilista francês Jean Paul Gaultier. Na telinha, já havia protagonizado novelas de sucesso. Na última, deu vida ao personagem Jorginho, um fazendeiro bronco e bonachão, que fazia par romântico com a atriz Danielle Winits. Mas foi em A Rainha da Sucata (1990), interpretando um dos "filhinhas" de Dona Armênia, personagem de Aracy Balabanian, que o ator conquistou o carinho e reconhecimento do público. Vinte anos depois, Brenner ainda luta para se movimentar, falar e superar momentos críticos, como uma série de 12 convulsões quase fatais que teve em 2007. Nos dois últimos anos, foram incontáveis as internações por pneumonia. Uma delas o deixou hospitalizado 67 dias e, mais uma vez, perto da morte. O drama do dia 17 de agosto de 1998 promoveu ainda uma série de polêmicas familiares envolvendo a Justiça, troca de acusações e disputa pela guarda de Brenner. Sobrevivendo ao tiro A chegada de Gerson Brenner ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo, após um primeiro atendimento na Santa Casa de Misericórdia de Jacareí, movimentou a equipe do neurocirurgião Jorge Pagura em 1998. O estado do ator era extremamente crítico, comentou o médico. Controlar a pressão intracraniana de Brenner foi o principal desafio dos especialistas. “As chances de ele sobreviver eram de não mais que 5%, sendo bem otimista”, lembra Pagura. Brenner passou por duas cirurgias. “Quando a gente fez a segunda, ele já estava com a pressão de perfusão do cérebro no limite mínimo, ou seja, já não tinha mais regulação cerebral. Ou a gente agia rápido ou iríamos perdê-lo. Então resolvemos operá-lo para tirar toda a parte de tecido necrosado que estava fazendo pressão. A operação foi salvadora”, contou o médico. O neurocirurgião destacou que a reabilitação física e neurológica de Gerson nos primeiros anos após o acidente pode ser considerada surpreendente. “Não acreditávamos nem mesmo em sobrevida.” Segundo o especialista, as condições físicas e cardiológicas do ator também foram de extrema importância para ele suportar uma hipotermia induzida feita para diminuir os riscos de lesões neurológicas. E concluiu: “De um a dez, nove era a chance de ele não ter sobrevivido. E sobrevivendo, de um a dez, nove era a chance de ele ter um estado vegetativo persistente. Saiu de todas as estatísticas”. Uma nova vida Ao passo que Gerson Brenner ia se recuperando do trauma, uma grande polêmica veio à tona. O casamento de cinco anos do ator com a dançarina Denize Taccto chegava ao fim. Juntos, eles tiveram uma filha, Vitória, nascida logo após o assalto sofrido pelo pai. Na ocasião, Denize foi acusada pelos familiares dele de abandonar o marido. O caso ganhou destaque na imprensa. "É muito triste porque a inverdade marca as pessoas. Ela carimba o caráter dela e uma realidade que não existe. Na verdade o que aconteceu foi uma decisão judicial que eu cumpri. Não existiu abandono. O juiz disse que eu cuidaria da Vitória, que era recém-nascida e que necessitava dos meus cuidados, e o Gerson ficaria com os familiares, porque precisaria de cuidados específicos. Por fim, eu acatei a decisão judicial", afirmou Denize. À época, uma revista especializada em noticiar a vida de famosos publicou uma reportagem afirmando ainda que a dançarina manteve um relacionamento às escuras com um outro homem quando ainda estava com Brenner. A informação foi sustentada após o surgimento de um vídeo feito por um cinegrafista amador que mostrava Denize beijando um rapaz. A gravação, vista pela família do ator, deu início a uma série de acusações. "Não acredito que ela foi capaz de fazer isso com meu irmão. Entendo que ela é uma mulher jovem e precisa de carinho e atenção, mas deveria ter saído dessa história com mais dignidade e, principalmente, respeitado meu irmão", comentou a irmã de Gerson Brenner, Cristina, à revista. A disputa pela guarda do ator também se estendeu entre os familiares, causando discussões, discordâncias e conflitos entre os envolvidos, até que ficou decidido que o pai de Gerson, Arnaldo Santos, ficasse como responsável por tudo o que diz respeito ao filho. Em 2013, outro conflito. A família do ator não autorizou que Brenner participasse da festa de 15 anos da filha Vitória. Denize, mãe da jovem, queria que o ator, já vivendo em cadeira de rodas, dançasse uma valsa com a menina. Brenner foi impedido de ir por ordens médicas. Quadro atual Anna Karla Smith, neurologista e médica do sono que acompanha Gerson Brenner há três anos, concordou com a afirmação do neurologista Jorge Pagura sobre o ator estar fora das estatísticas. Ela disse que a vontade de Brenner em permanecer vivo é excepcionalmente forte perto do que já presenciou nos últimos tempos. “De situações reais de escapar da morte, que eu me lembre, pelo menos umas três, quatro vezes. Foram quadros de frequência cardíaca baixíssima, de a gente pensar que o corpo dele não iria aguentar”, diz. “Cada vez que um familiar perdia a esperança, ele voltava. Há uma força interior muito grande.” Para a neurologista, não há expectativa de grandes melhoras. O que existe são os cuidados paliativos feitos para melhorar a qualidade de vida do ator. Neste momento, o que preocupa os familiares é a falta de força na musculatura. A deglutição (ato de engolir), por exemplo, é uma delas. O número de internações de Gerson nos dois últimos anos aumentou de forma relevante. Em dezembro de 2017, o ator precisou ser levado às pressas ao hospital porque teve uma broncoaspiração. Ele aspirou uma secreção, que além de causar pneumonia, obstrui as vias aéreas. A volta do amor Para amigos e familiares não há dúvida de que a qualidade de vida atual de Gerson Brenner é a melhor possível graças aos cuidados imprescindíveis da atual mulher, a psicóloga Marta Mendonça. Eles se conheceram dois anos após o acidente, na AACD (Associação de Apoio a Criança e Deficiente), época em que o ator frequentava o espaço e era atendido por ela. “Era muito visível o jeito apaixonado que eles se olhavam”, entregou a filha mais velha de Gerson, a atriz Anna Haas. Marta contou que sofreu muito preconceito no início da relação, mas manteve a ética profissional e passou o caso dele para outro colega no momento em que sentiu que estava interessada pelo ator. Para os mais próximos, Marta é uma espécie de anjo da guarda. Além de ser capacitada para cuidar do marido, é quem está à frente de tudo. “Se eu começar a pensar em tudo o que eu passei... passei por tantos preconceitos, que o que eu vivo hoje com o Gerson é o mais leve. Tive que optar entre ele e minha família. E eu fiz. Os cuidados e as limitações que ele tem para mim é o de menos”, disse ela. Querido por todos Brenner foi alçado ao sucesso em A Rainha da Sucata, novela de Silvio de Abreu, exibida pela TV Globo, em 1990. Na trama, ele interpretou um das “filhinhas” de Dona Armênia, papel de Aracy Balabanian, que divertidamente cuidava dos rebentos como se ainda fossem bebês. “Ele sempre foi um menino muito simples, muito querido e encantador. Fizemos teste juntos para a novela e, dali em diante, ficamos superamigos. Ele me assumiu inteiramente e eu a ele”, disse a atriz, que rapidamente emendou uma informação até então desconhecida por muitos. “Vários colegas não querem se meter, mas eu sou uma pessoa que quero. Falo com a Marta todos os dias. Quero saber como ele está e se está precisando de alguma coisa. Sempre que posso falo o nome dele, porque quero mantê-lo vivo, seja como for.” Marcello Novaes e Jandir Ferrari, os dois outros “filhinhas” de Aracy na novela, da mesma forma, recordaram Gerson Brenner. “Ele sempre foi uma pessoa forte, não só fisicamente, mas também mentalmente. Era brincalhão, generoso”, relembrou Novaes. “O Gerson sempre pensou grande, do tamanho dele. Ele almejava uma carreira sólida, tinha muitos sonhos”, acrescentou o ator. “Recebi um telefonema, foi desesperador. Um horror, porque ninguém espera por uma violência tão grande”, lamentou Ferrari. O sucesso de público do quarteto foi tão grande que, pela primeira vez na história da dramaturgia brasileira, os mesmos personagens retornaram à TV dois anos depois, só que em outra novela, desta vez, em Deus Nos Acuda. “A gente jogava bola juntos. Gerson era uma pessoa sempre muito alegre quando chegava nos lugares”, recordou o ator Raymundo de Souza, companheiro inseparável de Brenner. “O Gerson era muito bonito, vaidoso demais. Ele chamava atenção por onde passava com aquela altura, aquela voz. Como homem era também muito dócil”, recordou a ex-mulher Denize Taccto. “Eu gosto muito de fazer ele rir, eu o provoco muito. Nesses 20 anos eu fui muitas vezes visitá-lo”, disse o amigo e ator Alberto Baruque. “Um dia ele pediu pelo amor de Deus para eu ir até a casa dele. Ele queria que seus pais me conhecessem. Ele cuidava tanto de mim no estúdio que eu praticamente nem precisava andar, ele me carregava [risos]", reviveu a atriz Aracy Balabanian. “O Gerson era uma pessoa com um coração enorme”, contou Jandir Ferrari. “Ele é um guerreiro”, complementou Marcello Novaes. O ator e o pai

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/vinte-anos-apos-tiro-filha-cacula-evita-passado-de-gerson-brenner-17082018

Com Neymar e seis estreantes, Tite convoca seleção para amistosos
Data: 17/08/2018

Tite fez a primeira convocação após a Copa do Mundo de 2018 para amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, em setembro

O técnico fez na manhã desta sexta-feira (17), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, a primeira convocação após a Copa do Mundo de 2018 para os amistosos da seleção brasileira contra Estados Unidos, no dia 7 de setembro, em Nova Jersey-EUA, e El Salvador, no dia 11, em Washington-EUA. Entre os 24 convocados, seis são estreantes em convocações da seleção brasileira: o goleiro Hugo (sub-20, do Flamengo), o zagueiro Felipe (Porto), os meias Andreas Pereira (Manchester United), e Lucas Paquetá (Flamengo) e os atacantes Éverton (Grêmio) e Pedro (Fluminense). Dos jogadores que estiveram na última Copa do Mundo, 13 voltaram a ser chamado por Tite: Alisson, Fágner, Filipe Luís, Marquinhos, Thiago Silva, Casemiro, Fred, Philippe Coutinho, Renato Augusto, Douglas Costa, Roberto Firmino, Neymar e Willian. O goleiro Ederson, que seria convocado, pediu liberação para a CBF alegando motivos pessoas e acabou sendo atendido pela comissão técnica da seleção. Tite, que renovou contrato com a seleção brasileira até a Copa de 2022, começa agora um novo trabalho visando a Copa América de 2019, que será realizada no Brasil entre 7 e 30 de junho. Até o fim do ano, Tite fará ainda mais duas convocações para a seleção brasileira, nos dias 21 de setembro e 26 de outubro. Para essa convocação, a comissão técnica decidiu poupar jogadores dos clubes que estão na semifinal da Copa do Brasil, convocando apenas um de cada clube. Assim, foram chamados Dedé (Cruzeiro), Fágner (Corinthians) e Lucas Paquetá (Flamengo), que devem perder o jogo de ida da semifinal no dia 12 de setembro, um após dia o amistoso contra El Salvador. Confira a lista dos convocados de Tite para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, em setembro: Goleiros Alisson (Liverpool-ING) Hugo (Flamengo) Neto (Valencia-ESP) Laterais Alex Sandro (Juventus-ITA) Fabinho (Liverpool-ING) Fágner (Corinthians) Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP) Zagueiros Dedé (Cruzeiro) Marquinhos (PSG-FRA) Thiago Silva (PSG-FRA) Felipe (Porto-POR) Meias Arthur (Barcelona-ESP) Casemiro (Real Madrid-ESP) Fred (Manchester United-ING) Andreas Pereira (Manchester United-ING) Renato Augusto (Beijing Guoan-CHN) Lucas Paquetá (Flamengo) Philippe Coutinho (Barcelona-ESP) Atacantes Douglas Costa (Juventus-ITA) Éverton (Grêmio) Roberto Firmino (Liverpool-ING) Neymar (PSG-FRA) Pedro (Fluminense)? Willian (Chelsea-ING)

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/com-neymar-e-seis-estreantes-tite-convoca-selecao-para-amistosos-17082018

Veteranos e estreantes comentam convocação e festejam ida à seleção
Data: 17/08/2018

Após seguidas lesões, Dedé comemora boa fase; com dupla nacionalidade, Andreas Pereira deixa claro opção pelo Brasil. Veja as reações dos atletas

Veteranos ou estreantes comemoraram suas convocações na primeira lista do técnico Tite após a disputa da Copa do Mundo da Rússia. Alçado à condição de titular da seleção brasileira no último Mundial, o lateral direito Fagner mostrou motivação de um novato em mensagem postada em sua conta no Instagram. Uma das novidades na equipe, o volante Arthur, do Barcelona, postou uma mensagem no mesmo tom. O jogador, que recentemente deixou o Grêmio, já havia sido convocado por Tite, mas ficou fora da Copa do Mundo, na lista de suplentes. O jogador afirmou que está com um "orgulho imenso por esse momento". O atacante Pedro, estreante na seleção brasileira, se pronunciou através do Instagram do Fluminense. "Feliz por ter mais uma oportunidade de ajudar a equipe. Esse gol não é só meu, mas de todo o time. Foi um jogo difícil. Sempre sonhei com essa chance e agora estou tendo uma boa sequência. Só tenho que agradecer a Deus", afirmou o artilheiro do Brasileirão, com dez gols. O volante Fred, que integrou a seleção brasileira na última Copa do Mundo, expressou felicidade, após se machucar durante o último mundial. "É sempre uma honra servir meu país. Muito feliz por mais uma convocação", disse o jogador do Manchester United. O meia-atacante Andreas Pereira, que também possui nacionalidade belga, mostrou estar decidido a defender o Brasil. "Uma honra que não consigo medir, uma alegria que explode o coração, um sonho que se realiza hoje", comentou. Integrante da lista de suplentes para a Copa do Mundo, o zagueiro Dedé, do Cruzeiro, comemorou o bom retorno aos gramados após uma sucessão de lesões que o deixou por um longo tempo fora do futebol. "Nem nos meus melhores sonhos eu imaginaria profissionalmente está vivendo um momento tão lindo como o de hoje, estou feliz demais e está difícil traduzir o que estou sentindo, a emoção está muito forte", escreveu.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/veteranos-e-estreantes-comentam-convocacao-e-festejam-ida-a-selecao-17082018

Clubes brasileiros festejam seus convocados para seleção de Tite
Data: 17/08/2018

Flamengo, Fluminense, Corinthians, Cruzeiro e Grêmio têm atletas chamados por Tite e desfalcam clubes que disputam semifinais da Copa do Brasil

Os clubes brasileiros, apesar de ficarem desfalcados para as semifinais da Copa do Brasil, festejaram seus convocados pelo técnico Tite para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador. O Corinthians, que enfrenta o Flamengo na semifinal da competição, teve chamado o lateral-direito Fagner, que disputou a Copa do Mundo. Pelo critério de Tite, de convocar apenas um jogador por clube, Cássio, que tembém foi à Copa, ficou fora da lista. O Grêmio, eliminado pelo Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil, festejou a convocação do atacante Everton Cebolinha. Atleta negociado pelo clube com o Barcelona, o volante Arthur, também apareceu na lista. O Flamengo, outro time envolvido nas semifinais da Copa do Brasil, comemorou dois atletas na lista de Tite. O goleiro Hugo, do sub-20, irá treinar com a seleção. Já Lucas Paquetá recebeu sua primeira convocação à seleção adulta. O Cruzeiro foi outro clube brasileiro contemplado na lista de Tite. O zagueiro Dedé retorna à seleção. O jogador esteve na lista de suplentes para a Copa do Mundo. Ele disputaria o Mundial caso algum atleta tivesse se machucado até a estreia na Rússia. Já o Fluminense publicou um vídeo emocionante, em que o elenco do clube comemora muito a convocação do atacante Pedro, artilheiro do Brasileirão, com dez gols.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/clubes-brasileiros-festejam-seus-convocados-para-selecao-de-tite-17082018

Clubes brasileiros festejam seus convocados para seleção de Tite
Data: 17/08/2018

Flamengo, Fluminense, Corinthians, Cruzeiro e Grêmio têm atletas chamados por Tite e desfalcam clubes que disputam semifinais da Copa do Brasil

Os clubes brasileiros, apesar de ficarem desfalcados para as semifinais da Copa do Brasil, festejaram seus convocados pelo técnico Tite para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador. O Corinthians, que enfrenta o Flamengo na semifinal da competição, teve chamado o lateral-direito Fagner, que disputou a Copa do Mundo. Pelo critério de Tite, de convocar apenas um jogador por clube, Cássio, que tembém foi à Copa, ficou fora da lista. O Grêmio, eliminado pelo Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil, festejou a convocação do atacante Everton Cebolinha. Atleta negociado pelo clube com o Barcelona, o volante Arthur, também apareceu na lista. O Flamengo, outro time envolvido nas semifinais da Copa do Brasil, comemorou dois atletas na lista de Tite. O goleiro Hugo, do sub-20, irá treinar com a seleção. Já Lucas Paquetá recebeu sua primeira convocação à seleção adulta. O Cruzeiro foi outro clube brasileiro contemplado na lista de Tite. O zagueiro Dedé retorna à seleção. O jogador esteve na lista de suplentes para a Copa do Mundo. Ele disputaria o Mundial caso algum atleta tivesse se machucado até a estreia na Rússia. Já o Fluminense publicou um vídeo emocionante, em que o elenco do clube comemora muito a convocação do atacante Pedro, artilheiro do Brasileirão, com dez gols.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/clubes-brasileiros-festejam-seus-convocados-para-selecao-de-tite-17082018

Quase 5 milhões perderam a esperança de achar trabalho
Data: 17/08/2018

País ganhou 838 mil desalentados em apenas 1 ano, diz IBGE. Mais de 3 milhões de pessoas estão buscando emprego há mais de dois anos

O Brasil tem 4,8 milhões de desempregados que perderam a esperança e desistiram de procurar trabalho. O número (chamado de taxa de desalento) é um recorde no país desde que esse tipo de levantamento começou a ser feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2012. O número de brasileiros desalentados aumentou em 838 mil no período de um ano (21% a mais). Só no 2º trimestre de 2018, 202 mil pessoas entraram nessa situação, segundo a PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada nesta quinta-feira (16) pelo IBGE. São Paulo tem 467 mil pessoas nessa situação, enquanto que no Rio de Janeiro há 101 mil desalentados. Embora a desocupação esteja menor em relação a um ano atrás, a geração de vagas não acompanhou o avanço da população com idade de trabalhar. Por isso, segundo o IBGE, a taxa de desemprego deixou de aumentar porque cresceu também o desalento. "A probabilidade de uma pessoa desistir de procurar emprego está muito relacionada ao tempo que ela ficou procurando emprego. E algumas nem para a fila do desemprego vão", diz Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE. Azeredo lembra que a dificuldade de outros integrantes da família de conseguir uma vaga ou notícias na mídia sobre o desemprego elevado já influenciam a percepção das pessoas sobre a dificuldade de encontrar um trabalho. Muito tempo na fila O levantamento do IBGE mostra outro recorde: o número de pessoas que há mais de dois anos estão procurando emprego. Desde o início da crise, em 2014, o número de pessoas procurando trabalho há mais de dois anos aumentou 162%, para o montante recorde de 3,162 milhões de desempregados. O resultado é recorde tanto em volume de pessoas atrás de uma vaga há tanto tempo, quanto em proporção de pessoas em relação à população desempregada, que atualmente soma 12,966 milhões de indivíduos. Em relação ao segundo trimestre de 2017, aumentou em 8,1% o contingente de desempregados há mais de dois anos. Outros 1,857 milhão de trabalhadores procuram emprego há mais de um ano, mas há menos de dois anos. O grosso dos desempregados, 6,079 milhões, está em busca de uma vaga há pelo menos um mês, mas há menos de um ano. Na faixa dos que tentam encontrar um trabalho há menos de um mês estão 1,869 milhão de pessoas. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/quase-5-milhoes-perderam-a-esperanca-de-achar-trabalho-16082018

Preço do dólar aumenta e chega a R$ 3,95 na manhã desta sexta
Data: 17/08/2018

Moeda têm apresentados variações constantes nos preços. Mercado abre às 9h e fecha às 17h

O dólar comercial chegou a R$ 3,95 por volta das 9h15 desta sexta-feira (17). Já o dólar turismo, comprado pelos brasileiros que vão viajar para o exterior, chegou a R$ 4,17 na mesma hora. O aumento do preço aconteceu nos primeiros minutos depois da abertura do mercado, que acontece às 9h. O preço do dólar é fechado às 17h. O dólar comercial, considerado pelas bolsas de valores, é utilizado pelo mercado financeiro para as transações de comércio exterior e movimentações financeiras. Quando um brasileiro vai viajar, por exemplo, é preciso comprar o dólar turismo. Este costuma ser mais alguns centavos mais caro do que o comercial, impactando no bolso dos turistas. O dólar turismo é utilizado para emissão de passagens, transações de turismo e débitos em dólar no cartão de crédito. Nesta semana, a moeda vem registrando altas. Na terça-feira (14), o dólar fechou em R$ 3,87, na quarta-feira (15) o valor foi de R$ 3,91. Na quinta-feira (16), a moeda fechou em R$ 3,90.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/preco-do-dolar-aumenta-e-chega-a-r-395-na-manha-desta-sexta-17082018

Banco Inter confirma vazamento de dados de clientes
Data: 17/08/2018

Em nota, instituição disse que a "exposição dos dados foi de baixo impacto" e que os correntistas mais afetados foram notificados

O Banco Inter confirmou na quinta-feira (16), pela primeira vez, que dados de seus clientes foram vazados na internet. Em nota enviada aos correntistas, o banco disse que a "exposição dos dados foi de baixo impacto" e que os clientes mais gravemente afetados foram notificados. Segundo apurou o Estado, o vazamento está sendo avaliado pela Justiça de Brasília, em um caso que corre em sigilo, e também é motivo de um processo na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), pois o Inter tem capital aberto desde abril. Na nota, o banco disse que, em maio, identificou um incidente de segurança em seu sistema, frisando que "alguns dados foram acessados e divulgados". A instituição disse, porém que as investigações não constataram um ataque cibernético externo que comprometesse a segurança dos dados dos correntistas. "Acreditamos que a pessoa autorizada a atuar em nossos sistemas tenha quebrado seu dever de sigilo (...) e, após tentativa frustrada de nos extorquir, divulgou, sem autorização, algumas informações à pequena parcela de nossos clientes à época", diz a nota. O banco informou, ainda, que contratou empresas especializadas para avaliar os danos, garantindo que estes foram "quase todos de baixo impacto, sendo que clientes mais sensíveis foram contatados". Ao Estado, o Inter disse que não vai se pronunciar além das informações enviadas aos correntistas. Esta foi a primeira vez que o banco digital assumiu o vazamento. Inicialmente, o Inter alegou aos acionistas que eram "falsas" as notícias publicadas a respeito. Em paralelo, o caso foi investigado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios que avaliava possíveis danos aos clientes. No dia 30 de julho, o Ministério Público divulgou que dados pessoais de 13 mil clientes, como nome completo, CPF, CNPJ e dados bancários eram vendidos na internet. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/banco-inter-confirma-vazamento-de-dados-de-clientes-17082018

Zika diminui, mas só 1/3 das crianças têm assistência completa
Data: 17/08/2018

Houve 61% de redução no nº de casos, mas há mais de 3 mil crianças com microcefalia no Brasil e apenas 856 recebem tratamento completo no SUS

Neste ano, houve redução de 61% dos casos de zika no país em relação ao ano passado – são 5.941 casos prováveis para 15.214 em 2017. No entanto, apenas um terço das crianças com microcefalia associada à doença recebem assistência médica completa pela rede pública. Atualmente, há 3.194 crianças com microcefalia associada à zika no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. Entre elas, 856 recebem os três serviços disponíveis pelo SUS: puericultura, estimulação precoce e atenção especializada, de acordo com o Monitoramento integrado de alterações no crescimento e desenvolvimento relacionadas à infecção pelo vírus Zika e outras etiologias infecciosas do Ministério da Saúde. Ainda segundo o monitoramento, 62,2% das crianças estão recebendo cuidados em puericultura, 36,4% estimulação precoce e 64,9% serviço de atenção especializada. “Quase dois terços dessas crianças não estão recebendo tratamento adequado. Há dificuldade para o acesso a medicamentos e muita burocracia para obtenção de transporte e de benefícios de prestação continuada. E, quanto mais as crianças são adequadamente estimuladas, melhor respondem”, afirma o pesquisador Gustavo da Matta, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), e coordenador da Rede Zika Ciências Sociais. Contatado pelo R7, o Ministério da Saúde afirmou, por meio de nota, que os dados são enviados pelo gestor local. "Essas informações são monitoradas regularmente junto às Secretarias Estaduais de Saúde. No entanto, é importante destacar que esses dados informados podem não identificar, exatamente, o quantitativo real de atendimento visto que, em alguns casos, os municípios não informam corretamente aos Estados e estes não conseguem manter a informação atualizada junto ao Ministério da Saúde". Para dar assistência às crianças, o Ministério ainda informou que a pasta tem ofertado "não só assessoria técnica, mas também recursos financeiros". "O Ministério da Saúde repassou R$ 11,8 milhões aos Estados e municípios, com o objetivo de fortalecer os serviços de avaliação, diagnóstico e acompanhamento dos casos confirmados e em investigação neste momento. Foram destinados cerca de R$ 2,2 mil de recursos para cada criança investigada". A maioria dos casos notificados de microcefalia no Brasil concentra-se na região Nordeste (59,7%). Em seguida estão o Sudeste (24,5%) e o Centro-Oeste (7,3%). Os cinco Estados com maior número de casos notificados são Pernambuco (16,7%), Bahia (16,1%), São Paulo (9,4%), Paraíba (7,1%) e Rio de Janeiro (7,1%), segundo o monitoramento. Para Joana Passos, mãe de uma criança com microcefalia e fundadora-presidente da Abraço a Microcefalia, em Salvador, na Bahia, a burocracia e a falta de continuidade dos tratamentos são as principais dificuldades enfrentadas pelas famílias que têm que lidar com a doença. Leia também: Estudo genético aponta que zika veio para o Brasil do Haiti Criada em 2016 após o surto da zika no país em 2015, que afetou principalmente o Nordeste, a Abraço a Microcefalia atende a 240 crianças. Por meio de doções e parcerias, a associação oferece tratamentos, como fisioterapia e terapia ocupacional, e acessórios essenciais, como órteses para crianças que têm, em sua maioria, entre 1 ano e meio e 2 anos. “Como é algo novo e a demanda é muito grande, muitas famílias não conseguem tratamento pelo SUS. Enfrentam muitas dificuldades na rede pública, além de filas de espera. Enquanto isso, temos que correr contra o tempo e fazer a gente mesmo”, explica. Joana afirma que seria necessário um centro especializado que concentrasse em um único lugar equipe multidisciplinar capacitada para tratar casos de microcefalia. “Ficamos andando de cima para baixo o dia inteiro com nossos filhos. Cada lugar oferece um atendimento diferente”, conta. A União de Mães de Anjo, em Recife, Pernambuco, Estado mais afetado pela zika, enfrenta experiência similar. “É muito comum a criança fazer um tratamento de 20 minutos em uma instituição e 20 minutos em outra, recebendo estimulações desordenadas. O pouco que a criança ganha, acaba perdendo”, afirma Germana Soares, presidente da associação, que tem 409 famílias cadastradas. Vanessa Pereira, uma das sete administradoras da Amam Anjos de Minas, em Belo Horizonte, Minas Gerais, também formada por mães de filhos com microcefalia em decorrência da zika, afirma que as crianças mais prejudicadas são as que moram em cidades do interior, onde o tratamento não tem alcance. Segundo ela, a demanda é maior que a oferta tanto para exames e cirurgias quanto para conseguir vaga em terapias avançadas, como hidroterapia e equoterapia. Uma nova epidemia de zika é esperada A incidência da zika está diminuindo no país, embora haja 2.435 casos confirmados, sendo 338 deles em gestantes, segundo o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, de 7 de agosto. Este ano, foram registradas 2 mortes, uma em Alagoas e outro na Paraíba. O Sudeste apresenta o maior número de casos prováveis: 2.251. Já o Nordeste notificou 1.490, o Centro-Oeste, 1.398, a Norte, 769, e a Sul, 33. Estima-se que uma nova epidemia de zika ocorra no país em dois ou três anos, segundo o pesquisador. “O zika é um vírus novo no Brasil. Começou a circular em 2013. Então, não temos histórico de acompanhamento como a dengue, monitorada há mais de 30 anos, que é cíclica e sabemos que a cada 3 anos teremos um surto. Mas estudos epidemiológicos apontam a possibilidade de uma nova epidemia de zika em dois ou três anos, por volta de 2020, seguindo um pouco o modelo da dengue. Mas não sabemos qual será sua extensão”, afirma. Para o pesquisador, o desenvolvimento de um diagnóstico capaz de mostrar se uma pessoa já teve a doença – atualmente o diagnóstico só é possível na fase aguda da zika –, que a Fiocruz está desenvolvendo, será fundamental para avançar no conhecimento da doença. “Será que vamos ter novos casos de microcefalia? Quais outras regiões, além do Nordeste, serão atingidas? Para responder a questões como essas, primeiramente é preciso ter um bom teste diagnóstico. Ainda não sabemos se uma pessoa que teve a doença poderá contraí-la novamente”, afirma. Saiba mais: USP recruta voluntários para teste com primeira vacina contra a zika Matta ressalta que a zika apresenta um componente que a distingue da dengue e da chikungunya, e que agrava sua proliferação, que é a transmissão via sexual. “É importante incluirmos a zika como DST. Mulheres em idade fértil ou grávidas devem usar preservativo porque já foi comprovada que a doença é transmitida pelo sêmen. Inclusive outras pesquisas estão sendo feitas para identificar o vírus em outras secreções, como saliva, ainda sem comprovação”, diz. O pesquisador ressalta que o controle da zika, assim como de outras doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti, pode ser alcançado por meio de melhorias na infraestrutura. “O problema dessas doenças é que há uma presença importante do vetor no Brasil devido à ausência de saneamento, presença da pobreza e falta de planejamento urbano. Políticas de controle do vetor e políticas estruturais, que permitem uma vida mais adequada à população, irão evitar não só a zika, dengue e chikungunya, mas também outras doenças derivadas das péssimas condições de vida no país”, afirma. Parte das verbas destinadas à pesquisa da zika no Brasil acaba sendo indiretamente utilizada para assistência às crianças com microcefalia. “Os recursos de pesquisas disponibilizados para a zika viabilizam, por exemplo, a contração de fisioterapeutas, neuropediatras, porque ao mesmo tempo que eles fazem pesquisa prestam assistência a essas famílias. Então, é possível encorpar essas equipes. No momento, temos recursos de pesquisa que vão até março do ano que vem, apenas. Quando esses recursos se extinguirem, haverá muita dificuldade de dar sustentabilidade a essas equipes”, afirma.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/saude/zika-diminui-mas-so-13-das-criancas-tem-assistencia-completa-17082018

Porto do Pó: Gegê tentou criar 'taxa' de exportação. E morreu por isso
Data: 17/08/2018

Nome forte do PCC morreu no início do ano e causou uma guerra interna na maior facção do país. Atuação no porto de Santos foi um dos motivos

Apesar da distância de mais de 3.000 km, os acontecimentos no porto de Santos tiveram consequências drásticas em Aquiraz, cidade próxima de Fortaleza, no Ceará. Era lá que Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, vivia. Gegê do Mangue foi executado em 18 de fevereiro deste ano, junto com seu braço direito, Fabiano Alves de Souza, o Paca. Os dois foram mortos após serem levados de helicóptero para um clarão de mata dentro de uma reserva indígena em Aquiraz. As mortes escancararam disputas internas do PCC. Dias após a execução, um bilhete resgatado na penitenciária de Presidente Venceslau 2, a 600 km de São Paulo, deixava claro o que havia acontecido: os dois foram mortos porque estariam roubando dinheiro da facção. A polícia trabalha com a informação de que Gegê teria tentado implantar a cobrança de uma “taxa extra” de todos os embarcadores de cocaína que atuavam no Porto de Santos. No entanto, um nome forte próximo ao PCC que usava a rota não concordou: Gilberto Aparecido dos Santos, conhecido como Fuminho. Fuminho é procurado pela polícia há anos. Mora na Bolívia e tem conexões diretas com grandes produtores de cocaína da região. Para completar sua rota, usa o porto para distribuir a droga. O traficante não concordou com a “taxa” criada por Gegê. Com a informação de que ele não pagaria os valores, comparsas de Gegê confiscaram cargas de Fuminho, criando um prejuízo milionário para um traficante que, até então, operava abaixo do radar da polícia. Fuminho acionou Wagner Ferreira da Silva, conhecido como Wagninho ou Cabelo Duro, seu homem de confiança nas operações da Baixada Santista. Ele ficou encarregado de colocar o plano de execução de Gegê e Paca em prática. Montou a equipe, providenciou o helicóptero e o piloto que transportaria os dois. Fuminho e Cabelo Duro são citados no bilhete interceptado em Presidente Venceslau: “Ontem fomos chamados em uma ideia, aonde [sic] nosso Cabelo Duro ficou ciente que o Fuminho mandou matar o GG e o Paca”. Após a execução, o PCC teria ordenado uma retaliação contra Fuminho. A primeira registrada foi a morte de Cabelo Duro, fuzilado no Tatuapé na frente de um hotel. A polícia acredita que mais de 10 pessoas ligadas a Fuminho nas operações do porto teriam sido mortas no revide. Segundo as investigações, a vingança só cessou após o PCC descobrir que Fuminho estava dizendo a verdade: Gegê e Paca estariam mesmo desviando quantias milionárias que deveriam ter ido para o caixa da facção. Mas o problema para Fuminho não surgiu apenas pela retaliação. Ao matar a maior liderança em liberdade da facção em uma ação cinematográfica, Fuminho não só saiu do radar como exibiu sua tática mais importante: o uso de helicópteros pela facção. O helicóptero usado na execução de Gegê e Paca puxou um novo fio de investigação para a Polícia Federal. A altitude em que a aeronave voava indicava que a operação de cocaína no Porto de Santos tinha aprimorado as rotas de transporte de cocaína. Felipe Ramos Morais foi o homem escolhido para pilotar a aeronave que levou Gegê e Paca para uma emboscada. A polícia descobriu que ele tinha um hangar alugado no Guarujá, litoral de São Paulo. A investigação indicou que o helicóptero era usado para fazer o transporte da droga entre a Grande São Paulo e a Baixada Santista, evitando abordagens policiais, comuns no transporte de droga por terra. Em abril, outro helicóptero usado pelo PCC para transportar drogas foi apreendido em um hangar no Arujá, região metropolitana de São Paulo. Três pessoas foram presas. Entre elas, o piloto Rogério Almeida Antunes, preso em 2013 no Espírito Santo, em um helicóptero da família do senador Zezé Perrela (PSDB-MG) com 400 quilos de cocaína. Na época, a Polícia Federal apurou que a droga havia sido trazida do Paraguai e deveria ser embarcada no porto de Vitória, no Espírito Santo, com destino a Europa. A polícia acredita que o helicóptero apreendido no Arujá estava em nome de um laranja. Os verdadeiros donos, uma empresa baseada em Alphaville, estão sendo investigados por lavagem de dinheiro e tráfico. Durante a Operação Brabo, um Mercedes-Benz C-180 foi apreendido com o sérvio Bozidar Kapetanovic, o Judô, ligado ao Clã Saric. Coincidentemente, o veículo estava no nome de outra empresa dos mesmos sócios do helicóptero: uma loja de carros de luxo. *Colaborou Diego Costa, da RecordTV

Link Notícia: https://noticias.r7.com/porto-do-po-gege-tentou-criar-taxa-de-exportacao-e-morreu-por-isso-17082018

Após madrugada de operação, escolas no Alemão cancelam aulas
Data: 17/08/2018

235 militares das Forças Armadas e 70 policiais civis estiveram nas comunidades do Complexo para verificar denúncias de tráfico de drogas

Agentes das Forças Armadas e da Polícia Civil iniciaram, na noite de quinta-feira (16), uma operação no Complexo do Alemão, na zona norte Rio de Janeiro. A ação durou toda a madrugada desta sexta (17). Segundo o Comando Conjunto, as ações tinham como objetivo verificar denúncias de tráfico de drogas e outros crimes. Foram empregados 235 militares e 70 policiais civis, com apoio de veículos blindados e aeronaves. Por volta das 2h10, na chegada dos agentes, a plataforma OTT-RJ (Onde Tem Tiroteio) registrou tiros nas localidades Canitar e Grota. Apesar do fim da operação, algumas escolas do Complexo estão comunicando aos moradores que não haverá aula na manhã de hoje. "Sabe quando você acha que tá sonhando? Mas não, tem um helicóptero mesmo sobrevoando a região. As fotos do local, com os militares e tanques (TANQUES!!!!!) são de causar aflição. Tipo guerra mesmo. Que Deus abençoe os moradores do Complexo do Alemão", escreveu um internauta. O Coronel Carlos Cinelli, do CML (Comando Militar do Leste), informou que não será emitido balanço da operação. *Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/apos-madrugada-de-operacao-escolas-no-alemao-cancelam-aulas-17082018

Jornais dos EUA se unem contra Trump por ataques à imprensa
Data: 17/08/2018

Cada jornal publicou um editorial em defesa da liberdade da imprensa nos Estados Unidos. Trump tem frequentemente criticado jornalistas

Centenas de jornais dos Estados Unidos dedicaram espaço em suas edições desta quinta-feira (16) para publicar uma defesa coordenada à liberdade de imprensa e uma crítica ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por dizer que algumas organizações da mídia são inimigas do povo norte-americano. O The Boston Globe e o The New York Times participaram da campanha que incluiu 350 outros jornais de todos os tamanhos, incluindo alguns em Estados onde Trump venceu na eleição presidencial de 2016. Cada jornal publicou um editorial, que normalmente é um artigo não assinado que reflete a opinião do conselho editorial da publicação sobre um assunto específico e que é separado das notícias e de outras seções do jornal. O editorial do The Globe acusou Trump de conduzir uma "constante agressão à imprensa livre". "A grandeza da América depende do papel da imprensa livre de falar a verdade aos poderosos", disse o The Globe em seu editorial. "Rotular a imprensa como 'inimiga do povo' é tão antiamericano como perigoso para o pacto cívico que temos compartilhado por mais de dois séculos". Trump tem frequentemente criticado jornalistas e descrito reportagens que contradizem sua opinião ou posicionamentos políticos como notícias falsas. Em fevereiro de 2017, Trump escreveu em publicação no Twitter que "A mídia de fake news (os fracassados @nytimes, @NBCNews, @ABC, @CBS, @CNN) não é minha inimiga, é a inimiga do povo norte-americano". Um representante da Casa Branca não pôde ser encontrado de imediato para comentar os editoriais. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/jornais-dos-eua-se-unem-contra-trump-por-ataques-a-imprensa-16082018

Direitos não prejudicam desenvolvimento, diz Cármen Lúcia
Data: 17/08/2018

Ministra do STF também voltou a elogiar as leis criadas no país, entre elas a Ficha Limpa e a Maria da Penha

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse nesta sexta-feira (17) que os direitos previstos na Constituição não prejudicam o desenvolvimento econômico, e que há garantia de princípios, como o da livre iniciativa, capazes de garantir o trabalho e a dignidade de todos. “Ainda na preparação dos trabalhos da Assembleia Constituinte, era criticado o que viria a ser promulgado como Constituição Brasileira em 1988, sob o argumento de que haveria direitos em excesso e a economia brasileira não suportaria tantos direitos”, lembrou a ministra. “Da minha parte, em primeiro lugar, não tenho esse tipo de visão”, afirmou em seguida. A afirmativa foi feita durante a abertura do Seminário Direito e Desenvolvimento, organizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), em Brasília. Ao mencionar o julgamento de ações sobre terceirização de serviços por empresas, iniciado ontem (16) no STF, a ministra Cármen Lúcia afirmou que "o direito no Brasil não impede, e que, pelo contrário, a Constituição assegura condições de um modelo econômico que garanta a livre iniciativa, que é um princípio basilar adotado pelo constituinte”. “Sem deixar de considerar que o Artigo 1º tem como um dos seus fundamentos a dignidade da pessoa humana”, acrescentou. Cármen Lúcia reconheceu que a Constituição e as lei brasileiras podem ter falhas, mas lembrou que há espaço para aperfeiçoamento por meio da interpretação da Justiça e de emendas pelo Legislativo. E voltou a elogiar as leis criadas no país, entre elas a Ficha Limpa e a Maria da Penha. “As críticas feitas as leis brasileiras são feitas a quem não as quer cumprir", disse.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/direitos-nao-prejudicam-desenvolvimento-diz-carmen-lucia-17082018

Comitê da ONU diz que Lula deveria disputar eleição e participar de debates mesmo na prisão
Data: 17/08/2018

ONU pediu que o Estado Brasileiro "tome todas as medidas necessárias para permitir que o autor (Lula) desfrute e exercite seus direitos políticos"

O Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) acolheu pedido da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva e pediu que o Brasil garanta os direitos políticos do ex-presidente que, mesmo preso, teve candidatura à Presidência nas eleições de outubro registrada junto à Justiça Eleitoral. A ONU solicitou que o Estado Brasileiro "tome todas as medidas necessárias para permitir que o autor (Lula) desfrute e exercite seus direitos políticos da prisão como candidato nas eleições presidenciais de 2018, incluindo acesso apropriado à imprensa e a integrantes de seu partido político". Segundo a decisão, também foi solicitado que Lula não seja impedido de "concorrer as eleições presidenciais de 2018 até que todos os recursos pendentes de revisão contra sua condenação sejam completados em um procedimento justo e que a condenação seja final". Mas o que isso significa na prática? "Este pedido não significa que o Comitê tenha encontrado uma violação (contra Lula) ainda - é uma medida urgente para preservar o direito de Lula, enquanto se aguarda a consideração do caso sobre o mérito, que acontecerá no próximo ano", informou à BBC News Brasil o Comitê de Direitos Humanos da ONU. O Comitê esclareceu ainda que o nome técnico da decisão é "medidas provisórias" e está relacionada à queixa apresentada pela defesa de Lula junto à entidade. Por fim, o Comitê disse que "pediu ao Brasil que tome todas as medidas necessárias para garantir que Lula possa desfrutar e exercer seus direitos políticos enquanto estiver na prisão, como candidato nas eleições presidenciais de 2018". Para a defesa do ex-presidente, a decisão assegura a Lula o direito de disputar as eleições até o fim, mesmo tendo sido condenado em primeira e segunda instâncias a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro - condição que o coloca como impedido de concorrer, de acordo com a Lei da Ficha Limpa. Vai poder também dar entrevistas e receber correligionários. "Diante dessa nova decisão, nenhum órgão do Estado Brasileiro poderá apresentar qualquer obstáculo para que o ex-presidente Lula possa concorrer nas eleições presidenciais de 2018 até a existência de decisão transitada em julgado em um processo justo, assim como será necessário franquear a ele acesso irrestrito à imprensa e aos membros de coligação política durante a campanha", informou, por meio de nota, os advogados Valeska Teixeira Zanin Martins e Cristiano Zanin Martins. No entanto, mesmo os signatários da convenção de direitos humanos da ONU não são legalmente obrigados a seguir uma recomendação do Comitê de Direitos Humanos, ainda que isso possa gerar desgaste junto à comunidade internacional. Segundo a defesa de Lula, o Comitê de Direitos Humanos da ONU acolheu pedido liminar da defesa do ex-presidente apresentado em 25 de julho deste ano. A defesa de Lula tem acionado a ONU e informado o Comitê de Direitos Humanos sobre os desdobramentos das decisões contra o ex-presidente desde de 2016, quando os advogados de Lula decidiram recorrer à entidade contra o juiz Sérgio Moro, acusando-o de violar direitos. A decisão desta sexta, segundo a defesa, levou em conta pedido no qual argumentou-se que o artigo 25 do Pacto de Direitos Civis da ONU foi violado e que há risco de danos irreparáveis a Lula na tentativa de impedi-lo de concorrer nas eleições presidenciais ou de negar-lhe acesso irrestrito à imprensa ou a membros de sua coligação política durante a campanha.Os advogados de Lula afirmam ainda que, por meio do Decreto nº 6.949/2009 o Brasil "reconhece a jurisdição do Comitê de Direitos Humanos da ONU e a obrigatoriedade de suas decisões". BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/comite-da-onu-diz-que-lula-deveria-disputar-eleicao-e-participar-de-debates-mesmo-na-prisao-17082018

Barroso pode impedir candidatura de Lula a qualquer momento
Data: 17/08/2018

Processo do ex-presidente foi distribuído ao ministro por sorteio. Barroso tem até o dia 17 de setembro deste ano para decidir situação do petista

A candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi publicada nesta sexta-feira (17) no Diário da Justiça Eletrônico e o ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) será o responsável por decidir se o petista poderá ou não concorrer à Presidência da República. A partir de agora, o TSE tem até o dia 17 de setembro para julgar os registros de candidatura. Isso significa que Barroso pode impedir que Lula concorra às eleições a qualquer momento até esta data. Alguns integrantes do tribunal defendem que o caso de Lula seja solucionado rapidamente. Na quinta-feira (16), um dia depois do final do prazo de registro de candidaturas no TSE, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu a rejeição da candidatura de Lula. O processo havia sido distribuído por sorteio para Barroso, mas o PT questionou a Corte Eleitoral sobre os critérios de definição da relatoria. O partido alega que o ministro Admar Gonzaga já é o relator de outros processos que pretendem barrar as pretensões eleitorais do ex-presidente. Como houve o questionamento do PT, Barroso encaminhou a situação para a presidente do TSE, a ministra Rosa Weber, que decidiu que Barroso continuará com o processo de Lula. Defesa de Lula A defesa do ex-presidente afirma que o Comitê de Direitos Humanos da ONU acolheu a liminar para que Lula possa participar da corrida eleitoral deste ano. Leia a nota completa enviada pela defesa: "Na data de hoje (17/08/2018) o Comitê de Direitos Humanos da ONU acolheu pedido liminar que formulamos na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 25/07/2018, juntamente com Geoffrey Robertson QC, e determinou ao Estado Brasileiro que “tome todas as medidas necessárias para que para permitir que o autor [Lula] desfrute e exercite seus direitos políticos da prisão como candidato nas eleições presidenciais de 2018, incluindo acesso apropriado à imprensa e a membros de seu partido politico” e, também, para “não impedir que o autor [Lula] concorra nas eleições presidenciais de 2018 até que todos os recursos pendentes de revisão contra sua condenação sejam completados em um procedimento justo e que a condenação seja final” (tradução livre). A decisão reconhece a existência de violação ao art. 25 do Pacto de Direitos Civis da ONU e a ocorrência de danos irreparáveis a Lula na tentativa de impedi-lo de concorrer nas eleições presidenciais ou de negar-lhe acesso irrestrito à imprensa ou a membros de sua coligação política durante a campanha. Por meio do Decreto Legislativo nº 311/2009 o Brasil incorporou ao ordenamento jurídico pátrio o Protocolo Facultativo que reconhece a jurisdição do Comitê de Direitos Humanos da ONU e a obrigatoriedade de suas decisões. Diante dessa nova decisão, nenhum órgão do Estado Brasileiro poderá apresentar qualquer obstáculo para que o ex-Presidente Lula possa concorrer nas eleições presidenciais de 2018 até a existência de decisão transitada em julgado em um processo justo, assim como será necessário franquear a ele acesso irrestrito à imprensa e aos membros de sua coligação política durante a campanha.".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/barroso-pode-impedir-candidatura-de-lula-a-qualquer-momento-17082018

dia dos pais
Data: 15/08/2018

dia dos pais

Link Notícia:

Filha de Kelly Key e Latino é registrada com nome do padrasto
Data: 15/08/2018

Suzanna Freitas, de 17 anos, agora tem Mico Freitas na certidão de nascimento; cantora comemorou a notícia

A filha mais velha de Kelly Key, Suzanna, foi registrada pelo marido da cantora, Mico Freitas, e agora também é oficialmente filha do empresário. A jovem de 17 anos é fruto do relacionamento de Kelly com o cantor Latino. A empresária da cantora explicou que o registro foi feito por meio do novo modelo de certidão de nascimento, que permite a inclusão do nome do padrastro no documento. Agora, Suzanna tem no registro os nomes de Latino e de Mico. Nas redes sociais, Kelly comemorou a novidade. — Mico não é mais só padrasto da Suzanna, ele é mais que isso. Sim, o Mico é oficialmente o pai da Suzanna agora. Tivemos essa boa notícia enquanto estávamos em Portugal, nós já tínhamos entrado com este pedido e foi super bem aceito. Então, Suzanna hoje é Freitas oficialmente, vocês já podem usar a palavra "pai" quando se referem ao Mico na vida de Suzanna, já é oficial. Vale lembrar que a jovem passou o último Dia dos Pais ao lado de Mico e, após receber mensagens de seguidores questionando a ausência de Latino, ela disse que o pai estava viajando.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/filha-de-kelly-key-e-latino-e-registrada-com-nome-do-padrasto-14082018

Demi Lovato pode ter tomado mesma droga que matou Prince
Data: 15/08/2018

Site ainda relata que o traficante fugiu da casa da estrela quando notou que ela estava na cama, respirando com dificuldades

O motivo e as causas sobre a overdose de Demi Lovato continuam dando o que falar. Segundo o TMZ, a overdose da cantora pode ter sido causada pelo mesmo opioide que causou a morte de Prince, em 2016. A publicação americana revela que, na noite do incidente, Demi participou de algumas festas em Hollywood. Depois, ela recebeu um traficante em sua casa, que levou oxicodona possivelmente misturada com com fentanil. Um dos problemas daquele momento, relatam as fontes do TMZ, é que o tal traficante tinha o hábito de comprar drogas "misturadas" do México. Dessa forma, a oxicodona da cantora poderia estar misturada com fentanil, um analgésico potente. E, para quem não lembra, fentanil é o opiaceo que causou a morte de Prince e do rapper Lil Peep. O site ainda relata que o traficante fugiu da casa quando notou que a estrela estava na cama, respirando com dificuldades. Atualmente, Demi Lovato está internada em uma clínica de reabilitação.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/demi-lovato-pode-ter-tomado-mesma-droga-que-matou-prince-14082018

Gretchen revela que sofreu violência de ex-companheiro famoso
Data: 15/08/2018

Em entrevista a Fábio Porchat, cantora afirmou que conseguiu "fugir" graças a repercussão negativa que a história poderia trazer ao suposto agressor

Gretchen revelou que foi vítima de violência doméstica. Em entrevista ao Programa do Porchat, nesta terça-feira (14), a cantora afirmou que o nome do ex-companheiro famoso será relevado no filme que contará a história dela. Em conversa com o apresentador, a cantora disse que não denunciou na época porque as leis não favoreciam a vítima e que conseguiu “fugir” graças a repercussão negativa que a história poderia trazer ao suposto agressor. — A gente não tinha essa coisa de Maria da Penha. A gente não tinha como denunciar. Eu fugi. Eu consegui fugir. Consegui fugir porque era uma pessoa conhecida. Então, se ele viesse atrás de mim, cairia na imprensa e a coisa ficaria pior. Questionada sobre os impactos de citar o nome do famoso no filme, a cantora ressaltou a necessidade de fazer isso e que “ele sabe”. — Lógico. Tem que dizer. Não tem que provar. Tem a minha palavra. E eu sei contar bem direitinho o que aconteceu. Ele sabe. Ele não está mais aqui no Brasil. Na sequência, ela falou da importância da luta contra a violência doméstica. — Nós somos formadores de opinião. Todos os artistas são formadores de opinião. Nós temos que realmente lutar contra o feminicídio. A gente tem que lutar contra a violência contra a mulher. A história de Gretchen será contada no cinema. Com direção de Antonia Fontenelle, o longa ainda está em fase de captação de recursos e definição de elenco. Por enquanto, não há previsão de estreia.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/gretchen-revela-que-sofreu-violencia-de-ex-companheiro-famoso-15082018

Milionária, Copa do Brasil define semifinalistas nesta quarta
Data: 15/08/2018

Na volta das quartas de final, torneio — que oferece premiação maior que a Libertadores — terá: Fla x Grêmio, Chape x Corinthians e Cruzeiro x Santos

A rodada desta quarta-feira (15) da Copa do Brasil definirá três semifinalistas do segundo campeonato do país em relevância — e que paga valores maiores em prêmios que a Copa Libertadores, objeto de desejo dos principais clubes do Brasil. Os jogos da volta das quartas de final desta noite serão os seguintes: Cruzeiro x Santos (Mineirão, às 19h30), Flamengo x Grêmio (Maracanã, às 21h45) e Chapecoense x Corinthians (Arena Condá, às 21h45). Na quinta, a rodada será completada com o duelo entre Palmeiras e Bahia (Pacaembu, às 19h15). A Copa do Brasil deverá render ao campeão cerca cerca de R$ 68,7 milhões em dinheiro, somadas as premiações pagas nas etapas anteriores. O valor é quase o dobro dos R$ 35 milhões oferecidos pela Conmebol ao vencedor da maior competição sul-americana. Campeão da edição passada, o Grêmio faturou R$ 25 milhões. Em relação ao Campeonato Brasileiro, a diferença é ainda mais acentuada: o Corinthians, campeão de 2017, recebeu da CBF, organizadora das duas competições (Copa do Brasil e Brasileirão) R$18 milhões pela conquista. A entidade decidiu valorizar o torneio que teve início em 1989. Dos oito clubes envolvidos nesta fase da Copa do Brasil, seis também disputam as etapas eliminatórias da Libertadores (Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro, Santos e Corinthians). Apenas Chape e Bahia (que está nas oitavas de final da Copa Sul-Americana) estão fora. Chape x Corinthians Embalada pela vitória sobre o time corintiano no domingo passado pelo Campeonato Brasileiro, em Santa Catarina, a Chapecoense tentará reverter, novamente na Arena Condá, a desvantagem após a derrota por 1 a 0, em São Paulo, no duelo de ida entre os adversários na Copa do Brasil. O técnico Guto Ferreira está confiante, apesar de não poder contar com alguns dos reforços contratados recentemente por problemas com documentação — como o argentino Diego Torres, autor de um dos gols contra o Corinthians, e o paraguaio Edgardo Orzusa — ou por já terem atuado no torneio em outros clubes (como Leandro Pereira, que vestiu a camisa do Sport nas fases iniciais do torneio). "Temos que trabalhar muito e, se trabalhar bem, a gente pode conseguir. O que fica lá na frente é a história. Daqui a vários anos, o que vai ficar é o jogo que vencemos o Corinthians pela primeira vez no Brasileiro, com gol no último minuto, como a vitória sobre o River aqui, que a torcida encheu o estádio, que por detalhes não levamos aos pênaltis. Histórias lindas que são contadas em Chapecó. Por que não mais uma? Tudo pode acontecer", profetizou o treinador em entrevista coletiva. Guto deverá escalar o seguinte time para enfrentar o Corinthians: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Amaral, Bruno Silva e Yann Rolim; Canteros (Wellington Paulista) e Osman. No Corinthians, o atacante Clayson é a única dúvida do técnico Osmar Loss para o confronto com o time alviverde catarinense. O jogador — que se envolveu em mais uma polêmica ao jogar água em torcedores da Chape na Arena Condá — sentiu um desconforto muscular na coxa esquerda no treino desta terça. O time alvinegro deverá entrar em campo com esta formação: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel e Douglas; Pedrinho, Romero, Jadson e Clayson (Mateus Vital). Cruzeiro x Santos O time cruzeirense saiu na frente do Santos na luta por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. Na Vila Belmiro, a equipe celeste venceu por 1 a 0 e terá a vantagem do empate na partida desta quarta, em Belo Horizonte. O técnico Mano Menezes deverá ter força máxima para o confronto. Assim, o Cruzeiro poderá ter os seguintes jogadores para iniciar a partida: Fábio; Edílson, Léo, Dedé e Egídio; Lucas Silva, Henrique, Robinho e Thiago Neves; Arrascaeta e Barcos. No Santos, o técnico Cuca tentará reverter a má fase da equipe na temporada. O time ocupa a zona de rebaixamento do Brasileirão e terá pela frente um adversário que já o eliminou em outras duas edições da Copa do Brasil (2000 e 2014, ambas na fase semifinal). Provavelmente, os 11 titulares santistas escolhidos por Cuca para o confronto com o Cruzeiro serão: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Dodô; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Rodrygo, Bruno Henrique e Gabigol. A diretoria do Santos anunciou, nesta terça, a ida do meio-campista argentino Emiliano Vecchio para o Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos. O zagueiro David Braz também deixou o clube após a chegada de Cuca. Flamengo x Grêmio O empate em 1 a 1 na partida de ida, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, há duas semanas, deixou a luta pela vaga nas semifinais da Copa do Brasil em aberto. No Flamengo — abalado pela perda da liderança no Brasileirão e a derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro, no Maracanã, pela Libertadores —, o técnico Maurício Barbieri reclamou do desgaste dos atletas devido ao excesso de jogos na temporada. "O calendário tem que se revisto, readequado, que não favorece os clubes, os torcedores. O calendário é feito de forma equivocada, vamos dizer assim", lamentou o treinador flamenguista em entrevista coletiva, nesta terça. Barbieri não definiu a equipe que entrará em campo, mas adiantou que o fator desgaste do elenco será levado em conta. É possível que a escolha do treinador para iniciar o jogo seja a seguinte: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Vitinho; Henrique Dourado (Uribe). No Grêmio, o atacante Luan pregou atenção com o setor de meio-campo do time rubro-negro no embate. "O ponto forte do Flamengo sem dúvida é o meio de campo, tem jogadores de qualidade, o Paquetá, o Diego, o Éverton. Se a gente der bobeira, podem decidir uma partida a qualquer momento", frisou o jogador gremista em entrevista coletiva na chegada da delegação ao hotel, no Rio de Janeiro. O técnico Renato Gaúcho fez mistério sobre a escalação gremista, mas uma formação provável é a seguinte: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Jaílson (Cícero), Ramiro, Luan e Everton; André.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/milionaria-copa-do-brasil-define-semifinalistas-nesta-quarta-15082018

Cruzeiro defende vantagem contra Santos em crise para ir à semifinal
Data: 15/08/2018

No Mineirão, equipe do técnico Cuca tem de vencer por dois gols para avançar para a semifinal da Copa do Brasil ou um para decidir nos pênaltis

Em momentos diferentes na temporada, Cruzeiro e Santos vão duelar pela segunda vez na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 19h30, em disputa por vaga nas semifinais da competição. Na reestreia de Cuca pelo clube paulista e na primeira vez em que o VAR foi usado em competições da CBF, a equipe de Mano Menezes venceu por 1 a 0, fora de casa, e pode até empatar no Mineirão, em Belo Horizonte, para garantir a vaga. Uma derrota por um gol de diferença leva a decisão para a disputa de pênaltis. O Cruzeiro vive fase tranquila, conquistada graças ao triunfo sobre o Santos e à vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo, na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, no Maracanã, no Rio de Janeiro, há uma semana. As classificações encaminhadas em torneios de mata-mata amenizaram a pressão sobre o técnico Mano Menezes, criticado por maus resultados no Brasileirão. Na competição nacional, o Cruzeiro está em oitavo lugar, com 25 pontos, 13 a menos do que o São Paulo, o líder do torneio. A equipe mineira não vence no Brasileirão há quatro partidas, das quais perdeu três e poupou jogadores titulares em todas. Na derrota por 1 a 0 para o Flamengo, no domingo, no Maracanã, só Léo e Henrique iniciaram o jogo, enquanto Robinho, Arrascaeta e Thiago Neves entraram no segundo tempo. Do time considerado titular, o único desfalque contra o Santos será Lucas Romero, lesionado. O argentino, volante de origem, costuma ser escalado por Mano Menezes na lateral direita. Desta forma, Edílson deve iniciar a partida, já que Ezequiel foi escolhido para enfrentar o Flamengo. Em contraste, o Santos não vence uma partida sequer desde antes da parada das competições de clubes para a disputa da Copa do Mundo, realizada entre 14 de junho e 15 de julho. Durante esse período, perdeu para o Monterrey e empatou com o Querétaro, em amistosos disputados no México. Em seguida, foram cinco empates e dois reveses em duelos pelo Brasileirão, e a derrota para o Cruzeiro na Copa do Brasil. O último insucesso dessa sequência foi contra o Atlético Mineiro, por 3 a 1, pela 18ª rodada do Brasileirão, resultado responsável pelo retorno do Santos à zona de rebaixamento. A equipe do técnico Cuca, contratado há duas semanas e à frente do time nas últimas quatro partidas, soma apenas 18 pontos na competição. A delegação que viajou a Belo Horizonte nem voltou da capital mineira depois do jogo de domingo e treinou no CT do América-MG na segunda e na terça-feira. As exceções foram o meia costa-riquenho Bryan Ruiz e o atacante paraguaio Derlis González, que voltaram a Santos porque não estão inscritos na Copa do Brasil, assim como o volante uruguaio Carlos Sánchez, que se recupera de dores musculares. A tendência é que a mesma equipe escalada no duelo contra o Atlético-MG seja repetida. FICHA TÉCNICA: CRUZEIRO x SANTOS HORÁRIO: 19h30 (horário de Brasília). LOCAL: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG) ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques (PR) CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Léo, Dedé e Egídio; Lucas Silva, Henrique, Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta; Barcos. Técnico: Mano Menezes SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Dodô; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique. Técnico: Cuca

Link Notícia: https://esportes.r7.com/cruzeiro-defende-vantagem-contra-santos-em-crise-para-ir-a-semifinal-15082018

Santos libera e Vecchio viaja para assinar com o Shabab Al Ahli
Data: 15/08/2018

Clubes chegaram a um denominador comum e devem fechar em 2 milhões de euros (R$ 8,7 mi) com opção de compra

O Santos acertou a negociação com o Shabab Al Ahli, do Emirados Árabes e Vecchio viajou na noite desta terça-feira (14) para fazer exames e assinar o contrato de empréstimo por uma temporada. A informação foi inicialmente publicada pela Gazeta Esportiva. Os clubes chegaram a um denominador comum e devem fechar em 2 milhões de euros (R$ 8,7 mi) com opção de compra. O contrato do argentino foi renovado até 2020. O salário será pago pelos árabes. Essa condição deu força para concretizar o negócio. O Al Jazira também havia sinalizado interesse pelo meia. Vecchio teve sequência como titular com o técnico Jair Ventura, mas perdeu espaço após a chegada de Cuca. O argentino tem 17 jogos na temporada e apenas um gol marcado.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/santos-libera-e-vecchio-viaja-para-assinar-com-o-shabab-al-ahli-15082018

FGTS vai liberar R$ 6,23 bi para trabalhadores a partir de hoje
Data: 15/08/2018

Na média, o bônus representa R$ 38 para cada uma da 258 milhões de contas; todos terão o recurso extra até o dia 31 de agosto

O governo federal anunciou nesta terça-feira (14) um rendimento extra de R$ 6,23 bilhões para trabalhadores com conta no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Na média, o bônus representa R$ 38 para cada uma da 258 milhões de contas. O dinheiro começa a ser depositado nesta terça-feira e todas as contas terão o recurso extra até o dia 31 de agosto. Devem ser beneficiadas 90,7 milhões de pessoas. A remuneração extra é resultado da partilha do lucro do Fundo no ano passado. Segundo os gestores do FGTS, o resultado somou R$ 12,46 bilhões, sendo que R$ 6,23 bilhões serão divididos com os próprios trabalhadores. Esse é o segundo ano em que metade do lucro do FGTS é distribuído entre os trabalhadores e que o rendimento total fica acima da inflação. O FGTS investe em diversas operações financeiras, como títulos públicos, financiamento de projetos de infraestrutura e no Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS), entre outras. Se levar em conta a atualização mensal já paga durante os meses do ano passado, as contas do Fundo tiveram remuneração total de 5,59% no acumulado de 2017. O porcentual, destaca a Caixa, foi praticamente o dobro da inflação oficial do período, de 2,95%. Cotistas poderão consultar o valor recebido a partir de 31 de agosto no site da Caixa ou através do aplicativo para telefones celulares.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/fgts-vai-liberar-r-623-bi-para-trabalhadores-a-partir-de-hoje-14082018

Bens de luxo de traficantes vão a leilão com valor abaixo do mercado
Data: 15/08/2018

Presos em duas operações da Polícia Federal ostentavam vida de luxo; objetos serão leiloados no dia 16 de agosto

Nesta quinta-feira (16), a partir das 10 horas, ocorre o leilão de artigos de luxo do traficante Luiz Carlos da Rocha, o Cabeça Branca, de Wilson Roncaratti, apontado como o braço direito de Rocha, e de familiares dos dois. Cabeça Branca, considerado até então pela PF (Polícia Federal) o traficante mais procurado da América do Sul, foi preso em julho do ano passado após passar quase 30 anos foragido. Ele era dono de um patrimônio estimado em pelo menos US$ 100 milhões O traficante era responsável pelo embarque mensal de pelo menos três toneladas puras de cocaína para a Europa Ele fez várias cirurgias para não ser reconhecido No ano passado, já houve um leilão com os itens (com 20% de desconto), mas poucos foram vendidos. Agora a Justiça permitiu o parcelamento em até dez vezes dos objetos arrematados. Mesmo assim, caso algum objeto não seja vendido, está marcado um novo certame para o dia 23 de agosto, com valor bem menor Quem tiver interesse em comprar alguns dos artigos, deve entrar no site do leiloeiro. Um dos itens leiloados é um vinho Château Petrus, 2011, um dos vinhos mais exclusivos e caros da região de Bordeaux, na França. A produção média é de apenas 30 mil garrafas a cada safra. O preço inicial é de R$ 13.822,20 Para quem quiser um vinho um pouco mais barato, outra opção é o português Barca Velha, de 2004. O lance inicial é de R$ 2.534,55 Já quem gosta de bolsas, também poderá fazer um lance. Uma bolsa da Louis Vuitton está à venda por R$ 7 mil Também atribuído aos dois traficantes está um Ford Focus Titanium, ano 2014/2015. O lance mínimo é de R$ 60 mil. Os interessados podem vistoriar o carro no depósito da PF de Londrina, no Paraná Além dos artigos dos presos na Operação Spectrum, também estão sendo leiloados objetos de luxo de traficantes detidos na Operação Enigma, deflagrada em novembro do ano passado. O primeiro leilão será no dia 24 de agosto, a partir das 10h. Já o segundo, está marcado para o dia 30 de agosto. O lance inicial da BMW X6 M, 2015/2016, com aproximadamente 14 mil quilômetros, é de R$ 468 mil

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/fotos/bens-de-luxo-de-traficantes-vao-a-leilao-com-valor-abaixo-do-mercado-14082018#!/foto/11

Receita paga terceiro lote da restituição do IR hoje
Data: 15/08/2018

Contribuintes podem conferir se foram contemplados acessando o site da Receita Federal. É preciso informar CPF e data de nascimento

A Receita Federal vai liberar o terceiro lote do Imposto de Renda 2018 para os contribuintes nesta quarta-feira (15). O crédito em conta será efetuado para 2.852.737 contribuintes, liberando cerca de R$ 3,6 bilhões Para consultar se a pessoa está neste lote, basta acessar o site da Receita Federal e inserir o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e a data de nascimento. O contribuinte que tiver créditos a receber pode sacar o dinheiro em até um ano. Caso o prazo acabe, ele deve fazer o requerimento pela internet, por meio do Formulário Eletrônico — Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF. Se a restituição não for creditada, o contribuinte pode entrar em contato pessoalmente, em qualquer agência do Banco do Brasil, ou pelos números 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. Na consulta pela internet, o serviço e-CAC, é possível ainda ver o extrato da declaração para saber se existem inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Em caso positivo, o contribuinte pode avaliar os erros e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/receita-paga-terceiro-lote-da-restituicao-do-ir-hoje-15082018

Réu, ex-procurador passa em 1ª fase de concurso para juiz em SP
Data: 15/08/2018

Marcello Miller é acusado de favorecer os executivos da J&F em delação premiada enquanto era procurador-geral da República

O ex-procurador Marcello Miller foi aprovado na primeira fase de uma prova para juiz substituto do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), em São Paulo. A lista de aprovados foi divulgada na terça-feira (14). Segundo o edital do concurso, os aprovados nesta etapa da prova deverão fazer a segunda fase nos dias 12, 13 e 14 de outubro deste ano. Miller foi aprovado para a segunda etapa com nota 7,6. Só então serão divulgados os nomes dos candidatos que vão ocupar as 107 vagas disponíveis Réu Em junho deste ano, Miller se tornou réu por favorecer interesses da J&F no acordo de delação premiada com os executivos enquanto era Procurador-Geral da República. A denúncia havia sido representada pelo Ministério Público Federal. As investigações foram abertas em setembro de 2017 depois da descoberta de um áudio de uma conversa de Joesley Batista dando indicativo de que Miller teria atuado para os executivos do grupo empresarial antes mesmo de se exonerar do MPF. O áudio foi entregue às autoridades pelos próprios delatores, quando fizeram uma complementação dos termos de colaboração.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/reu-ex-procurador-passa-em-1-fase-de-concurso-para-juiz-em-sp-15082018

Temer, Eunício e Maia vão à posse do presidente do Paraguai
Data: 15/08/2018

Desembarque da comitiva na Base Aérea está previsto para as 15h35 desta quarta-feira (15)

O presidente Michel Temer e os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participam nesta quarta-feira (15) da posse do novo presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, em Assunção. Abdo assume para um mandato de cinco anos em substituição a Horário Cartes, que deixa o poder com baixa popularidade e desgastado. A previsão é que Temer e comitiva permaneçam no Paraguai até o início da tarde, quando voltam a Brasília. O desembarque na Base Aérea está previsto para as 15h35. O Brasil é o principal parceiro comercial do Paraguai. Em 2017, o intercâmbio comercial foi de US$ 3,78 bilhões. Nos primeiros sete meses de 2018, a corrente de comércio alcançou US$ 2,2 bilhões, o que representa alta de 5,7% em relação ao mesmo período de 2017. O Brasil mantém ainda o segundo maior estoque de investimentos diretos no Paraguai, estimado em US$ 697 milhões. Em junho, Mario Abdo Benítez veio ao Brasil, primeiro país visitado por ele, logo depois da eleição. De acordo com diplomatas, é um reconhecimento da importância dos laços de coordenação bilateral que unem as duas nações. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, Brasil e Paraguai compartilham valores democráticos e estão engajados na integração regional. Em nota, o Itamaraty diz que "o governo brasileiro reitera a disposição em trabalhar com o novo governo paraguaio em favor do fortalecimento da histórica parceria entre os países, tanto no plano bilateral quanto no âmbito do Mercosul [bloco que reúne Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai - a Venezuela está momentaneamente suspensa]".

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-eunicio-e-maia-vao-a-posse-do-presidente-do-paraguai-15082018

Termina hoje prazo para registro de candidaturas à Presidência
Data: 15/08/2018

Candidatos têm até as 19h para realizar registro. Campanha eleitoral começa na quinta-feira (15)

Os partidos e coligações políticas têm até as 19h desta quarta-feira (15) para apresentar os pedidos de registro das candidaturas. Dos 13 candidatos que tiveram os nomes aprovados em convenções partidárias, cinco não apresentaram as solicitações de registro. Ainda não apresentaram os pedidos: Marina Silva (Rede), Henrique Meirelles (MDB), João Vicente Goulart (PPL), José Maria Eymael (DC) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Até o começo da manhã desta quarta-feira oito candidatos se registraram: Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo) e Vera Lúcia (PSTU). No total, foram confirmadas nas convenções 14 candidaturas. Porém, há um impasse em torno do nome de Manuela D'Ávila (PCdoB), que indicou a disposição de sair como vice em uma eventual chapa liderada pelo PT. É aguardado para a tarde desta quarta o registro da candidatura do ex-presidente Lula. Porém, como ele está preso em Curitiba, há dúvidas se deve ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que o tornaria inelegível. Propaganda Nesta quinta-feira (16), começa a propaganda eleitoral em comício, carreata, distribuição de material impresso e propaganda na internet, desde que não paga, como sites próprios. Pela legislação, o uso de auto-falantes e equipamentos de som só pode ocorrer das 8h às 20h. No rádio e na TV, a propaganda só começa dia 31 de agosto, após a elaboração de plano de mídia por parte dos partidos, da Justiça Eleitoral e das emissoras de TV.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/termina-hoje-prazo-para-registro-de-candidaturas-a-presidencia-15082018

Lei de proteção de dados fica sem órgão regulador
Data: 15/08/2018

Um dos principais vetos de Temer foi o artigo que criaria a Agência Nacional de Proteção de Dados, que ficaria responsável por fiscalizar e punir infrações

O presidente Michel Temer sancionou nessa terça-feira (14) a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Discutida nos últimos oito anos, a nova lei regulamenta como os dados pessoais de brasileiros poderão ser usados por empresas e órgãos do governo. Temer, no entanto, vetou a criação de um órgão fiscalizador para a área. O texto concede prazo de 18 meses para adequação às regras, que passarão a valer em fevereiro de 2020. Com a nova lei, as empresas terão de ser mais transparentes sobre como utilizam os dados de cidadãos brasileiros. A partir de agora, o usuário poderá saber quais dados pessoais - nome, e-mail, CPF, idade e estado civil - são coletados e usados por empresas e pelo governo. As novas regras também abrangem informações de áreas específicas, como dados de saúde e de atividades em redes sociais. Temer, porém, modificou parte do texto aprovado pelo Congresso. Entre os principais vetos estão os artigos que criariam a ANPD (Agência Nacional de Proteção de Dados), que ficaria responsável por fiscalizar e punir eventuais infrações. Segundo o presidente, a criação da ANPD teria um "vício constitucional" porque o Legislativo não pode criar órgãos que gerem despesas para o Executivo. Especialistas, no entanto, defendem que o órgão é indispensável para a aplicação das regras. Segundo Carlos Affonso de Souza, diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS-Rio), a lei perde força sem a agência reguladora. "A ANPD teria o papel importante de centralizar a aplicação, evitar a pulverização de fiscalização e propor orientações de interpretação." Para acalmar os ânimos, na terça, Temer prometeu criar a instituição, por meio de um projeto de lei enviado pelo governo, mas sem determinar datas. Nos bastidores, o presidente da Câmara Rodrigo Maia, garantiu a políticos e membros da sociedade civil que irá aprovar a criação da ANPD até o fim do ano, caso o Planalto envie a proposta para a Casa Legislativa nos próximos meses. Outro item vetado pelo presidente se refere às sanções que poderão ser impostas a infratores. Haverá multas, mas Temer barrou a possibilidade de suspensão parcial ou total das atividades de empresas que tenham infringido a lei. "É possível que seja mais vantajoso para uma empresa pagar a multa do que cumprir as regras", diz o pesquisador Rafael Zanatta, do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). Avanço Apesar dos vetos, a nova lei foi comemorada. Especialistas ouvidos pelo Estado consideram a legislação um marco para a proteção da privacidade. "O brasileiro vai retomar o controle perdido sobre dados que identificam quem ele é, o que ele faz e como ele vive", afirma Souza, do ITS-Rio. A novidade também agradou empresas. Fábio Rua, diretor de relações governamentais da América Latina da IBM, diz que a lei é um marco para toda a indústria. "A lei nos traz um arcabouço que permite a manutenção de modelos de negócios, trazendo segurança jurídica", diz. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/lei-de-protecao-de-dados-fica-sem-orgao-regulador-15082018

STJ permite que deputado deixe prisão e registre candidatura
Data: 15/08/2018

João Rodrigues cumpria pena de 5 anos e 3 meses em regime semiaberto, condenado por crimes contra a lei de licitações

Uma liminar do STJ (Superior Tribunal de Justiça), concedida pelo ministro Rogerio Schietti Cruz, permite que o deputado federal João Rodrigues (PSD-SC), condenado por crimes contra a lei de licitações e cumprindo pena de 5 anos e 3 meses em regime semiaberto, seja posto em liberdade e registre, nesta quarta-feira (15), a candidatura à reeleição à Câmara dos Deputados — no último dia em que o Tribunal Superior Eleitoral permite o registro de candidaturas. Condenado em primeira e em segunda instância, o deputado alegou que os crimes prescreveram, embora o STF (Supremo Tribunal Federal) não tenha reconhecido a situação. A defesa, citando este ponto, destacou a intenção de concorrer ao cargo como um fator que gera urgência para o STJ analisar o pedido de liberdade. Disse que a demora estaria afastando o deputado "do processo democrático de concorrer a cargo público, sob o crivo da escolha popular, segundo direito que lhe fora outorgado por seu Partido Político". O ministro do STJ reconheceu como "plausível" o direito do réu, pela possibilidade de prescrição. "Antevejo, ainda que em exame precário e sujeito a revisão pelo órgão colegiado competente, haver ocorrido a prescrição da pretensão punitiva intercorrente (entre o acórdão condenatório, em 17/12/2009, e a presente data), principalmente porque a condenação impingida ao paciente ainda não transitou em julgado". "Considerando os danos à liberdade de ir e vir do paciente e ante o iminente e irreversível risco de gravame de natureza política ao paciente - uma vez que o prazo para a registro no cargo de deputado federal encerra-se amanhã, dia 15/8/2018 - reconsidero a decisão de fls. 2.409-2.411 e defiro a liminar para suspender os efeitos do acórdão condenatório, até o julgamento de mérito deste mandamus (pedido de liberdade)", concluiu Schietti, ao liberar o deputado para que se candidate. João Rodrigues foi condenado por crimes de dispensa irregular de licitação e fraude a licitação. Recebeu uma pena de três anos, um mês e 15 dias de detenção e outra de dois anos, um mês e 15 dias de detenção, em regime semiaberto, além de multa. Os crimes teriam sido cometidos quando ele era prefeito de Pinhalzinho (SC). A condenação foi confirmada pelo TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). A decisão liminar abre o caminho para João Rodrigues registrar a candidatura, mas não garante que ele terá condição de elegibilidade. Primeiro, porque a prescrição ainda não foi decretada no processo. O ministro do STJ apenas reconheceu que é possível, no julgamento final, que isso seja reconhecido. A definição poderá vir ou no TRF4, onde há um pedido da defesa pendente de análise, ou no julgamento de mérito do habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça, o que vier antes. A confirmação da candidatura dependerá da forma como o Tribunal Superior Eleitoral enxergar a situação. O recurso especial da defesa (que seria da competência do STJ) foi remetido ao STF em razão do cargo de deputado federal ocupado pelo réu, mas a Corte não conheceu do recurso por entender que exigia reanálise de provas e decretou o cumprimento da pena em regime semiaberto em fevereiro. Os embargos de declaração da defesa (um tipo de recurso) foram rejeitados no último dia 7 em sessão da Primeira Turma. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/stj-permite-que-deputado-deixe-prisao-e-registre-candidatura-15082018

EUA alertam sobre mais ações contra Turquia
Data: 15/08/2018

Relações entre Turquia e Estados Unidos ficaram prejudicadas pela detenção de pastor, assim como por interesses divergentes sobre a SíriaRelações entre Turquia e Estados Unidos ficaram prejudicadas pela detenção de pastor, assim como por interesses diverg

Os Estados Unidos estão alertando que mais pressões econômicas podem estar reservadas para a Turquia se o país se recusar a libertar um pastor norte-americano preso, disse uma autoridade da Casa Branca nesta terça-feira, em uma disputa que prejudica as relações entre os dois aliados da Otan. A dura mensagem ocorre um dia depois que o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton, se encontrou em particular com o embaixador turco Serdar Kilic sobre o caso do pastor evangélico Andrew Brunson. Bolton avisou-o de que os Estados Unidos não dariam qualquer apoio, afirmou uma importante autoridade dos EUA. O funcionário da Casa Branca, falando à Reuters sob condição de anonimato, disse que "nada progrediu" até o momento no caso de Brunson. “O governo vai ficar extremamente firme nisso. O presidente está 100 por cento empenhado em levar o pastor Brunson para casa e, se não virmos ações nos próximos dias ou uma semana, poderemos tomar novas medidas", declarou. Outras medidas provavelmente tomariam a forma de sanções econômicas, disse o funcionário, que acrescentou: "A pressão vai continuar se não virmos resultados". As relações entre Turquia e Estados Unidos ficaram prejudicadas pela detenção de Brunson, assim como por interesses divergentes sobre a Síria. Trump dobrou as tarifas sobre as importações de aço e alumínio da Turquia na semana passada, contribuindo para uma queda na lira. Os EUA também estão considerando uma multa contra a estatal Halkbank, da Turquia, por supostamente ajudar o Irã a escapar das sanções dos Estados Unidos. Brunson é acusado de apoiar uma tentativa de golpe contra o presidente turco, Tayyip Erdogan, há dois anos, o que ele nega. Brunson apelou novamente a um tribunal turco para libertá-lo da prisão domiciliar e suspender sua proibição de viagens, disse seu advogado à Reuters nesta terça-feira.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/eua-alertam-sobre-mais-acoes-contra-turquia-14082018

Sete comunidades do Rio e de Niteroi são alvo de operações da PM
Data: 15/08/2018

Agentes estão nos Morros do Chapéu Mangueira, Babilônia e Serrinha, na capital, e Viradouro, Souza Soares, Garganta e Cavalão, em Niteroi

Pelo menos sete comunidades da capital e da região metropolitana do Rio de Janeiro são alvo de operações da Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (15). Babilônia e Chapéu Mangueira Nos Morros da Babilônia e do Chapéu Mangueira, no bairro Leme, na zona sul do Rio, os 50 agentes do GIT (Grupamento de Intervenções Táticas) chegaram antes de amanhecer, por volta das 6h. A operação, coordenada pelo CPP (Comando de Polícia Pacificadora), tem como objetivo localizar esconderijos de armas e drogas. Até o momento não foram registrados tiroteios. As comunidades, que são vizinhas, contam com uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) conjunta desde 2009. Serrinha No Morro da Serrinha, em Madureira, na zona norte da capital, agentes do 9º BPM (Rocha Miranda) fazem uma operação de combate ao tráfico de drogas. No momento em que os policiais chegaram na comunidade, por volta das 4h25, as equipes foram atacadas a tiros. Não há registro de feridos. Drogas ainda não contabilizadas foram apreendidas. Niterói Em Niterói, na região metropolitana do Rio, a PM está nas comunidades Cavalão, Garganta, Viradouro e Souza Soares. Homens BPChq (Batalhão de Polícia de Choque), Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e BAC (batalhão de Ações com cães) participam das quatro operações. Na incursão das equipes do BPChq na comunidade do Chiqueirinho, no Complexo do Viradouro, os policiais flagraram um carro em fuga. Os passageiros fizeram disparos contra os militares. Os policiais reagiram e o resultado foi um homem - identificado pela polícia apenas como suspeito - morto. A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal Carlos Tortelly, mas não resistiu. Com ele, uma pistola e drogas foram apreendidas. *Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/sete-comunidades-do-rio-e-de-niteroi-sao-alvo-de-operacoes-da-pm-15082018

Polícia Federal realiza operação contra sonegação fiscal em SP
Data: 15/08/2018

Agentes cumprem seis mandados de busca e apreensão e cinco de prisão em Campinas e São Paulo. Até o momento, quatro foram presos

A PF (Polícia Federal) deflagrou nesta quarta-feira (15) a segunda fase da Operação Rosa dos Ventos que apura crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo sonegação fiscal em distribuidoras de combustível na região de Campinas, no interior de São Paulo. Agentes cumprem seis mandados de busca e apreensão e cinco de prisão em Campinas e São Paulo. Até o momento, quatro pessoas foram presas e uma não se encontrava no local de residência e está sendo procurada. Todos os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Campinas. O principal alvo da investigação é um auditor fiscal que teria recebido até viagem para a Disney com a família. Esta fase da investigação teve início com a análise do material apreendido na primeira fase, quando policiais federais encontraram indícios de que os investigados teriam um esquema envolvendo corrupção de um agente público, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, que incialmente não haviam sido detectados. A primeira fase da operação Rosa dos Ventos foi deflagrada há um ano, em 15/08/2017, após fiscalização da Receita Federal do Brasil constatar sonegação fiscal em uma distribuidora de combustíveis de Paulínia, município do interior paulista. Foram investigados, naquele inquérito policial, crimes contra a ordem tributária, lavagem de dinheiro e falsificação de títulos públicos. Levantamentos feitos na investigação apontaram um prejuízo de R$ 5 bilhões em impostos sonegados e multas que deixaram de ser pagas pelos investigados e suas empresas, conforme créditos tributários constituídos definitivamente em tributos federais e estaduais. Os investigados responderão pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e crimes contra a ordem tributária, penas de 2 a 12 anos de prisão e multa. *Com informações da Agência Estado

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/policia-federal-realiza-operacao-contra-sonegacao-fiscal-em-sp-15082018

PF cumpre mandados de prisão em desdobramento da Lava Jato no Rio
Data: 10/08/2018

Um empresário foi preso em Botafogo; investigações partiram de delação premiada do ex-subsecretário de transportes do Estado

A Polícia Federal cumpre, nesta sexta-feira (10), novos mandados de prisão expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, em mais um desdobramento da Operação Lava-Jato no Estado. Um empresário, ligado a distribuidora de títulos e valores imobiliários AdValor, foi preso em casa no bairro de Botafogo, zona sul da cidade. A investigação tem como base a delação premiada do ex-subsecretário de Transportes do Estado do Rio, Luiz Carlos Velloso, que teve o acordo homologado pelo ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), no ano passado. Segundo Velloso, o empresário detido usava uma conta da corretora para desviar dinheiro de propina paga por empreiteiras em favor de um ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) e de um deputado federal pelo Rio de Janeiro. O dinheiro seria usado em uma campanha política. A ação da PF está em andamento e a expectativa é que mais mandados de prisãos sejam cumpridos nesta manhã. Procurada pelo R7, a AdValor se recusou a comentar a acusação. *Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/pf-cumpre-mandados-de-prisao-em-desdobramento-da-lava-jato-no-rio-10082018

Polícia confirma quatro mortos em tiroteio no Canadá
Data: 10/08/2018

Moradores da região foram aconselhados a não saírem de suas casas enquanto a polícia local 'investiga um incidente em andamento'

A polícia confirmou quatro mortos em um tiroteio na área de Brookside Drive, na cidade Fredericton, Canadá, na manhã desta sexta-feira (10). As informações são do jornal CBC. Moradores da região foram aconselhados a não saírem de suas casas enquanto a polícia local "investiga um incidente em andamento". Nathalie Sturgeon, jornalista da CBC, publicou em sua conta no Twitter uma foto do local do incidente. "Mais informações estarão disponíveis quando pudermos", disse um post no Twitter à polícia de Fredericton. Polícia pediu para que as pessoas mantenham suas portas trancadas por segurança. Bombeiros e paramédicos já chegaram ao local *Estagiária do R7 sob supervisão de Odair Braz Junior

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/policia-confirma-quatro-mortos-em-tiroteio-no-canada-10082018

Ministério Público deve seguir STF e incluir reajuste de 16,38%
Data: 10/08/2018

Conselho do MPF vai discutir aumento nesta quinta-feira. Impacto do reajuste nas contas públicas deve ser de R$ 4 bilhões

O Conselho Superior do Ministério Público Federal discute nesta quinta-feira a proposta orçamentária para 2019. Os conselheiros devem discutir, entre outros temas, reajuste de subsídios de 16,38% acompanhando o porcentual apresentado pelos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). O impacto anual estimado do reajuste é de pouco mais de R$ 200 milhões no MPU (Ministério Público da União), de acordo com José Robalinho Cavalcanti, presidente da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República). Integram o MPU, além do Ministério Público Federal, o Ministério Público do Trabalho, o Ministério Público Militar e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. "O número é mais do que batido, verificado e peneirado. Não é um número de estimativa, é um número real e efetivo. E será bancado com remanejamentos, não aumentará em um único tostão o orçamento, com exceção da inflação", disse Robalinho, em entrevista à reportagem. No ano passado, o Conselho Superior do MPF decidiu incluir o reajuste antes de o Supremo se manifestar sobre o tema. Depois de a Suprema Corte decidir, na ocasião, pela não inclusão do reajuste, o Conselho teve de fazer uma nova reunião para retirar da proposta. Atualmente, o salário bruto dos membros do Ministério Público Federal varia de R$ 28 mil a R$ 33,7 mil, segundo a ANPR. O valor máximo corresponde à remuneração bruta do procurador-geral da República, que é igual à dos ministros do STF, considerado o teto do funcionalismo público. O último reajuste para a categoria foi em janeiro de 2015, quando a então presidente Dilma Rousseff (PT) sancionou duas leis que aumentaram de R$ 29.462,25 para R$ 33.763,00 os salários dos ministros do Supremo e do procurador-geral da República. O aumento foi de 14,6% à época. Presidente da Anamatra diz que reajuste do STF é “questão de justiça” O presidente da associação destaca que a emenda constitucional 95, que em 2016 estabeleceu um "teto de gastos" ao orçamento federal, obrigou a administração pública a repensar suas despesas. "Mais um exemplo do que não vamos fazer: temos uma lei que previa que a partir de 2014 seriam liberadas 100 vagas de procuradores da República por ano até 2020. Nunca ocupamos essas vagas nem vamos ocupar. Temos que ter a consciência de que esse momento de expansão acabou. Temos que dar conta do nosso serviço com quem a gente tem. Isso não mudou por causa do reajuste, mas não temos como expandir", disse. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministerio-publico-deve-seguir-stf-e-incluir-reajuste-de-1638-10082018

Título digital pode substituir documento impresso nas eleições
Data: 10/08/2018

TSE decidiu que votação deste ano acontecer das 8h às 17h em todas as unidades da Federação, obedecendo aos fusos horários locais

Faltando apenas dois meses para o primeiro turno das eleições de 2018, o Plenário do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta quinta-feira (9) manter os horários de votação adotado nas últimas eleições gerais realizadas no país, das 8h às 17h, obedecendo aos fusos horários locais em todas as unidades da Federação. Neste ano, os eleitores contam com uma novidade para a votação: o e-título, aplicativo desenvolvido pela Justiça Eleitoral. O título digital pode substituir o tradicional título de eleitor impresso no dia da votação. A versão eletrônica do título pode ser usada por aqueles que perderam o documento impresso. Com isso, os eleitores não precisam da segunda via do título de eleitor, evitando filas. Para ter acesso ao e-título, basta baixar o aplicativo, que pode ser adquirido gratuitamente por quem tem smartphones Android ou iOS. Todo eleitor pode utilizar o aplicativo, desde que não tenha pendências com a Justiça Eleitoral. Se o eleitor fez o recadastramento biométrico, o título digital conta com uma foto de identificação.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/titulo-digital-pode-substituir-documento-impresso-nas-eleicoes-10082018

Quase metade das crianças brasileiras serão obesas em 2022
Data: 10/08/2018

Segundo Ministério da Saúde, problema vai afetar 46% dos meninos e 38% das meninas; nutricionista culpa consumo de alimentos ultraprocessados

Uma projeção feita pelo Ministério da Saúde aponta que no ano de 2022, o número de crianças obesas no Brasil deve ser o dobro do que o registrado em 2013. Se os índices continuarem crescendo na mesma proporção, em 2022 o país terá 46,5% dos meninos entre 5 e 9 anos sofrendo com a obesidade infantil. Para as meninas, a projeção é menor, mas ainda chama a atenção: 38,2% das garotas entre 5 e 9 anos devem ser obesas em 2022. Os índices representam mais que o dobro do registrado há cinco anos, quando o número de meninos obesos era de 22,3% e o de meninas, 16,5%. A meta do Ministério da Saúde é reduzir e voltar ao patamar de 1998, um índice de 16,8% para os meninos e 5% para as meninas. Um desafio que também envolve a família e a escola. De acordo com a nutricionista Mariana Contiero San Martini, do Departamento de Pediatria da Unicamp, os altos índices de obesidade infantil envolvem uma série de fatores. Um deles é a dificuldade dos pais em conciliar trabalho e educação dos filhos. “Eles precisam trabalhar fora, não têm tempo para cuidar e, muitas vezes, para se redimir, acabam comprando alimentos ultraprocessados que têm excesso de gordura, sal e açúcar”, explica a nutricionista. Alimentos ultraprocessados são aqueles que passam por muitas técnicas, ou processos, que aumentam a durabilidade e diminuem o valor nutricional. Eles normalmente são saborosos e conquistam o paladar das crianças, mesmo sendo danosos à saúde – além do excesso de calorias, sal e açúcar, são pobres em vitaminas e sais minerais. Entre os alimentos ultraprocessados normalmente consumidos por crianças estão os salgadinhos, iogurtes industrializados, biscoitos recheados, sorvetes, refrescos em pó, achocolatados e refrigerantes. Junto com o consumo deste tipo de alimento, está a falta de atividade física. “As crianças comem estas coisas e depois passam horas sentadas em frente à TV, ao computador ou com o celular, elas não se exercitam com frequência”, alerta Mariana. Meninas são mais vulneráveis a transtornos alimentares Embora o número de meninas obesas seja menor do que o número de meninos, a nutricionista alerta que elas são mais vulneráveis aos transtornos alimentares como bulimia e anorexia. Isso acontece porque as meninas se preocupam mais com imagem corporal, com peso e são mais propensas a pular refeições e deixar de comer alguns alimentos para reduzir medidas. Em alguns casos, os pais nem percebem que algo está errado. “Como não conseguem acompanhar de perto a educação dos filhos, os pais não conseguem ver como eles estão se alimentando, se estão comendo o suficiente. A filha pode estar provocando vômito depois das refeições e eles nem percebem”, diz. Para evitar o problema, a sugestão da especialista é o diálogo frequente com os filhos e com as pessoas que convivem com eles. “Os pais devem estar sempre com contato direto com os profissionais da escola e observar quem são os amigos, onde a criança vai, como se comporta”, explica. Como evitar a obesidade infantil Combater a obesidade infantil exige uma mudança total de hábitos que deve começar em casa. A nutricionista explica que é preciso que exista diálogo frequente. “Uma conversa aberta com instruções sobre hábitos alimentares e a qualidade dos alimentos”. Outra dica é estar na cozinha com mais frequência e trazer os filhos. “As famílias estão apenas comprando produtos prontos, não compartilham receitas, não se permitem cozinhar, nem mesmo as receitas mais simples”, destaca. A especialista explica que mesmo as crianças menores podem participar do processo, seja lavando alguma hortaliça ou fazendo alguma outra atividade simples, desta forma o ato de cozinhar acaba se transformando em um momento de interação familiar. “O importante é dar preferência para produtos in natura, minimamente processados, para dar à criança a possibilidade de contato com legumes, frutas e alimentos ricas em fibra”, diz. As atividades físicas também precisam ser rotina. Se os dias estão corridos, os pais precisam aproveitar o fim de semana para praticar exercícios e criar este hábito nas crianças – levar a um parque, andar de bicicleta, fazer caminhadas. A escola também pode contribuir. Uma das possibilidades é criar uma disciplina sobre nutrição para ensinar os primeiros passos em direção a um a alimentação equilibrada. Os professores podem desenvolver atividades culinárias, de elaboração de hortas, passeios e caminhadas ao ar livre em bosques e parques. As cantinas também devem oferecer um cardápio saudável. “A escola deve estar de acordo com os alimentos oferecidos aos estudantes”, diz Mariana. Índice de obesidade é menor entre adolescentes Se na infância o número de obesos é alto, ele diminui consideravelmente na adolescência. A projeção do Ministério da Saúde é que em 2022, 13,8% dos meninos entre 10 e 19 anos sejam obesos. Entre as meninas da mesma faixa etária, o número deve ser de 7,8%. Neste caso, a meta também é reduzir e igualar aos índices de 1998, quando a taxa de obesidade entre as meninas era de 2,7% e dos meninos de 3%. A nutricionista Mariana San Martini explica que a diferença entre os índices de crianças e adolescentes acontece por causa da mudança no senso crítico. Na adolescência, surge a preocupação com a aparência por isso, os jovens tendem a se preocupar mais com o que que vão comer. “Existe um cuidado em ingerir alimentos mais saudáveis e menos calóricos porque eles começam, nessa fase, a se preocupar mais com a aparência, começam a se comparar com os amigos. Os meninos querem ficar mais musculosos, as meninas mais magras”, explica Mariana. Mesmo assim, a especialista alerta que existe a tendência que parte das crianças e adolescentes obesos se tornem adultos obesos ou com sobrepeso, levando para a idade adulta todas as doenças que o excesso de peso pode acarretar. “Antigamente não se via crianças ou adolescentes com triglicérides ou colesterol aumentados, hoje em dia isso acontece e pode levar a uma série de problemas cardíacos e vasculares”, diz. A projeção do Ministério da Saúde para os adultos brasileiros é que 24,8% sejam obesos em 2022.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/saude/quase-metade-das-criancas-brasileiras-serao-obesas-em-2022-10082018

Mulher pula de carro em movimento após estupro na zona leste de SP
Data: 10/08/2018

Vítima sofreu um sequestro-relâmpago quando chegava do trabalho, foi estuprada e após ser ameaçada de morte, decidiu pular do veículo

Uma mulher de 30 anos foi vítima de um sequestro-relâmpago seguido de estupro na Vila Marieta, zona leste de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (9). A vítima pulou do carro em movimento para fugir do criminoso. Segundo informações do Boletim de Ocorrência, a vítima estava chegando ao local de trabalho, por volta das 05h15, quando foi abordada por um homem, armado. O suspeito assumiu a direção do veículo e percorreu por algumas ruas da região. Momentos depois, o homem parou o carro e obrigou a vítima a tirar a roupa. Ela foi estuprada. Após o abuso, o homem chegou a dizer quer iria sacar o dinheiro de sua conta e depois a mataria. Quando passavam por uma rua a cerca de 1km do local onde foi abordada, a vítima pulou do carro em movimento e pediu ajuda. O carro da mulher foi abandonado 800 metros à frente, após ter batido em um outro veículo estacionado. A mulher teve ferimentos nas mãos, nos braços e no quadril e foi socorrida para o Hospital Ermelino Matarazzo. Cerca de 52 reais foram levados e o veículo foi recuperado e periciado. O caso foi registrado no 24° Distrito Policial Ponte Rasa como roubo e estupro consumado. O suspeito permanece foragido até o momento.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/mulher-pula-de-carro-em-movimento-apos-estupro-na-zona-leste-de-sp-09082018

Presidenciáveis criticam aumento do salário dos ministros do STF
Data: 10/08/2018

Críticas foram feitas antes do primeiro debate entre os candidatos à Presidência na noite desta quinta-feira (9), em São Paulo

Os candidatos à Presidência da República criticaram o aumento do salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Tribunal) ao chegarem para o primeiro debate entre os presidenciáveis do ano. Alvaro Dias, do Podemos, foi o segundo candidato a chegar e disse que "um reajuste nessa hora é descabível". Bolsonaro, do PSL, que foi o primeiro a estar no espaço do debate, não comentou sobre o assunto. O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, classificou o aumento como uma pachorra. "Juiz, desembargador, magistrado, aquele que quer manter privilégios não vota em mim", complementou. Geraldo Alckmin, do PSDB, disse que não é o momento para o reajuste. "Momento não é de expansão, ? de contenção". Para Marina Silva, não é justo que apenas o povo brasileiro tenha que fazer sacrifícios. "Não é justo que a sociedade brasileira tenha que pagar pelo aumento de alguns". Henrique Meirelles (MDB) destacou que o "orçamento da União não tem como comportar o aumento". Cabo Daciolo (Patriota) e Ciro Gomes (PDT) não comentaram o assunto.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/presidenciaveis-criticam-aumento-do-salario-dos-ministros-do-stf-09082018

Emprego e reformas dominam primeiro debate presidencial
Data: 10/08/2018

Oito dos treze candidatos à Presidência da República participaram nesta quinta-feira, em São Paulo, do primeiro debate eleitoral de 2018

O primeiro debate da eleição presidencial foi marcado por propostas dos candidatos para a economia, com destaque para a retomada do emprego e as reformas trabalhista, tributária e previdenciária. O encontro realizado na noite desta quinta-feira (9) na TV Bandeirantes, em São Paulo, contou com a participação de 8 dos 13 concorrentes ao Planalto: Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede). Preso desde 7 de abril após condenação na operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT, não foi autorizado pela Justiça a participar do debate. Desemprego O assunto mais discutido entre os presidenciáveis foram propostas para os 13 milhões de desempregados do país. Alckmin focou na redução de despesas e simplificação de impostos para movimentar a economia, com destaque para abertura econômica e acordos comerciais internacionais. — Coloquei uma agenda comercial com modelo de compettividade. Vamos modificar de cinco tributos para um de valor agregado. O tucano também defendeu maior número de bancos para aumentar a competitividade no mercado financeiro, elogiou o recém-aprovado cadastro positivo (que promete juros mais baixos a consumidores considerados 'bons pagadores') e prometeu ampliar as formas de crédito. Ciro Gomes prometeu "gerar 2 milhões de empregos no primeiro ano de governo". O pedetista defendeu mais de uma vez um plano para ajudar os 63 milhões de brasileiros endividados a limpar o nome na praça e resgatar a capacidade de consumo. — Queremos consertar os motores da economia. Vou ajudar o brasileiro a pagar suas dívidas. (...) A dívida é grande de fato, mas repare que a média é de R$ 1.400 por pessoa. Será que não dá para ajudar essas pessoas, com financiamentos e mais prazo? Ciro prometeu ainda reduzir a taxa de juros para "desfazer o cartel dos bancos" e propôs "destravar" as mais de 7.000 obras públicas paradas e incentivar o comércio exterior, com foco na área industrial e agrícola. Meirelles destacou sua carreira na iniciativa privada e órgãos públicos, como a presidência do Banco Central entre 2003 e 2010 (gestão Lula) e o Ministério da Fazenda entre 2016 e 2018 (gestão Michel Temer). O emedebista afirmou que ajudou a criar 10 milhões de empregos quando esteve no BC e disse que "se cria emprego com a política econômica correta". — A confiança aumenta, o Brasil recebe investimentos e o emprego cresce. Para Marina Silva, emprego depende de "credibilidade" para atrair investimentos. Para isso, diz, é preciso ter "mudança profunda no país, e quem provocou isso não vai resolver o problema". Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil precisa fazer comércio "sem viés ideológico", além de alterar leis "que desestimulam a criação de empresas". — Menos direitos e emprego ou todos os direitos e sem emprego? Para Alvaro Dias, é necessário "desaparelhar" o Estado brasileiro. — Se isso não ocorrer, o Brasil não vai alcançar índices de crescimento econômico. Primeiro bloco é marcado por confronto direto entre candidatos Segundo bloco: rombo nas contas públicas e reformas Terceiro bloco: candidatos debatem corrupção, educação e dívidas Reforma trabalhista A reforma trabalhista também concentrou as discussões dos candidatos. Ciro e Alckmin duelaram pelo menos duas vezes sobre o tema. Enquanto o pedetista propôs uma nova legislação, o tucano defendeu as mudanças trabalhistas em vigor. — A reforma trabalhista foi um avanço. Nós tínhamos uma legislação do século passado, autárquica, e passamos a ter uma relação moderna. O que nós tínhamos era um grande cartório, com 17 mil sindicatos no Brasil. O que era muito estranho é que 11,5 mil sindicatos eram de trabalhadores e mais de 5 mil patronais. Um verdadeiro cartório mantido por imposto sindical. Vamos sim prestigiar sindicatos que representam trabalhadores. "Nossa discordância é absoluta", rebateu Ciro, chamando a reforma de "aberração" e dizendo ser preciso "corrigir as imperfeições" da lei atual. — Essa reforma produziu muito medo do futuro. Essa selvageria nunca fez país nenhum prosperar. (...) A gente tem que fazer uma reforma que proteja o trabalhador, que proteja o lado mais fraco. Teto de gastos Boulos também afirmou que irá revogar a reforma trabalhista, com proteção do trabalhador, mas concentrou suas críticas à lei que impõe teto de gastos e a reformas no sistema tributário, com cobrança maior de impostos da população mais rica. — Nenhum país saiu da crise sem investimento público. Para isso vai ter que mexer nos privilégios dos mais ricos. Vamos ter que fazer uma reforma tributária. No Brasil, quem tem mais, paga menos. Vamos acabar com essa esculhambação que representam os privilégios em nosso país. A candidata Marina Silva também lamentou o congelamento de recursos públicos para saúde e educação imposto pelo teto de gastos. — Queremos sim resolver o problema do déficit fiscal, mas não vamos fazer isso em prejuízo da saúde e da educação. Henrique Meirelles rebateu a fala da adversária e disse que a dívida pública cresce “em virtude de um déficit de despesas obrigatórias, estabelecidas pela Constituição”, o que resulta em alta de juros, inflação e desemprego. Taxação de ricos Guilherme Boulos subiu o tom de confronto quando se dirigiu a Henrique Meirelles chamando-o de "candidato dos banqueiros" e de "raposa cuidando do galinheiro", caso chegue à Presidência. "O senhor é o candidato dos bancos. Nossa candidatura representa o trabalhador. O senhor acha justo o lucro estratosférico dos bancos e o salário mínimo ficar estagnado?", perguntou o candidato do PSOL. "Eu sou o candidato do emprego, da renda e do crescimento econômico", rebateu Meirelles. — No momento em que fui convidado pra assumir Banco Central pelo então presidente eleito Lula [em 2002], o Brasil enfrentava uma crise enorme e juros na estratosfera. Durante meu período no Banco Central, os juros caíram sistematicamente. Eles ainda ficaram muito altos, mas caíram mais agora [no governo Temer]. Eu já apresentei ao Congresso projetos visando diminuir o spread bancário [lucro dos bancos com juros].

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/emprego-e-reformas-dominam-primeiro-debate-presidencial-10082018

Simone e Simaria choram em show de retorno e anunciam DVD
Data: 10/08/2018

Apresentação que marcou o retorno da dupla aos palcos foi gravada. Simaria agradeceu o apoio do público

Simone e Simaria se apresentaram juntas novamente após quatro meses. O show que marcou o retorno de Simaria aos palcos aconteceu nesta quinta-feira (9) no Espaço das Américas, em São Paulo. A cantora estava afastada desde abril em tratamento de uma tuberculose ganglionar. Na abertura da apresentação, que começou pouco depois da uma hora da manhã, as irmãs cantaram o novo single, 1 em um milhão. Simaria entrou primeiro no palco, para delírio do público que a aguardava. Com a entrada de Simaria, elas deram um abraço apertado e se emocionaram. Com o fim da música Loka e aos gritos de "Simone e Simaria", as cantoras caíram no choro juntas. Simaria chegou a se ajoelhar diante da irmã. Ainda emocionada, a sertaneja agradeceu a Deus por estar recuperada e também pelo carinho dos fãs. — Obrigada a Deus pela oportunidade de estar aqui, de estar viva, obrigada Senhor por ter me sustentado até aqui Obrigada Simone por ter segurado a barra sozinha. Tenho orgulho da Simone e da minha equipe toda que ficou na estrada ajudando ela e de vocês que não se esqueceram de mim, uma só noite, que oraram por mim, torceram pela minha recuperação, muito obrigada fãs por todo amor. A dupla surpreendeu os fãs mais uma vez ao anunciar que o show estava sendo gravado e viraria um DVD. — É pra gente guardar de memória. Esse dia tão especial a gente não poderia deixar de gravar, não é verdade? O show seguiu animado e sem pausas. Simaria estava sorridente e matou a saudade do palco: brincou, pulou e interagiu com o público o todo tempo. Os fãs retribuíram e encheram a cantora de carinho. Para o retorno, as irmãs escolherem um look total branco. Simaria estava de macaquinho branco bordado e bota. Simone, por sua vez, optou por um vestido longo. Ao longo da noite, elas mudaram de visual. Em abril deste ano, Simaria anunciou que iria se afastar dos shows e compromissos para se recuperar da doença nos gânglios. Nesse período, Simone cumpriu com a agenda e se apresentou sozinha ao redor do País. Apesar de ter retomado a rotina, Simaria ainda segue em tratamento.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/musica/simone-e-simaria-choram-em-show-de-retorno-e-anunciam-dvd-10082018

Nasce Joaquim, primeiro filho de Dudu Azevedo
Data: 10/08/2018

Criança nasceu na manhã desta quinta-feira (9), no Rio de Janeiro, e é fruto do relacionamento de ator com Fernanda Mader

O ator Dudu Azevedo é papai pela primeira vez. Joaquim nasceu na manhã desta quinta-feira (9) no Rio de Janeiro. O bebê é fruto do relacionamento do ator com a médica Fernanda Mader. O menino nasceu de cesárea pesando 3,2 kg. O ator esteve ao lado da mulher durante o parto e comentou a felicidade ao ser pai. — É a coisa mais maravilhosa do mundo. O coração explode de amor e felicidade. No ar na novela bíblica Jesus, da Record TV, da qual é o protagonista principal, o ator compartilhou recentemente nas redes sociais os detalhes do quarto de Joaquim, além dos registros que fez de Fernanda na reta final da gravidez. Pelos Stories, ele mostrou os cachorros no quarto do filho horas antes do parto. “E guarda costas já estão esperando”, brincou na rede social. * Estagiária do R7, sob supervisão de Aurora Aguiar

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/nasce-joaquim-primeiro-filho-de-dudu-azevedo-09082018

Elenco de série pede aumento e filmagens podem ser adiadas
Data: 10/08/2018

Início das gravações da 3ª temporada pode atrasar após atores de "13 Reasons Why" pedirem reajuste salarial à Netflix

Assim como aconteceu recentemente com The Big Bang Theory e Stranger Things, o elenco de 13 Reasons Why também está atrás de um aumento. O Deadline afirma que os oito atores principais - Dylan Minnette, Brandon Flynn, Alisha Boe, Justin Prentice, Christian Navarro, Miles Heizer, Devin Druid e Ross Butler - estão renegociando seus salários. Com uma terceira temporada confirmada, é difícil negar que a série da Netflix é um sucesso. De acordo com a site americano, a produção de 13 Reasons Why está empenhada em chegar a um acordo com o elenco antes das mesas de leitura começarem. Caso as estrelas não concordem com os valores propostos, as filmagens da terceira temporada terão que ser adiadas. Porém, a publicação diz que os produtores estão otimistas de que tudo dará certo. Agora, é esperar pra ver. E, se você ficou curioso para saber quanto essa galera recebe, olha só: na matéria é dito que Dylan Minnette, o Clay, gostaria de subir seu salário de 80 mil dólares para 200 mil dólares por episódio. Enquanto isso, Brandon, Alisha e companhia, que recebem entre 20 e 60 mil dólares, estariam negociando um aumento para 150 mil dólares. A terceira temporada ainda não tem data para chegar à Netflix.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/purebreak/elenco-de-serie-pede-aumento-e-filmagens-podem-ser-adiadas-09082018

Palmeiras vence Cerro Porteño com dois gols de Borja na Libertadores
Data: 10/08/2018

Time alviverde ganhou por 2 a 0, em Assunção, com dois gols do atacante colombiano. Triunfo deixa Palmeiras perto da vaga nas quartas do torneio

O atacante Borja foi o grande nome do Palmeiras na grande vitória por 2 a 0 sobre o Cerro Porteño, nesta quinta-feira (9), no estádio General Pablo Dias, conhecido como La Nuova Olla, em Assunção, na primeira partida entre os times pelas oitavas de final da Copa Libetadores. O colombiano fez os dois gols da equipe e garantiu um resultado que praticamente encaminha a vaga do time alviverde para a próxima etapa da principal competição continental. O jogo da volta entre Palmeiras e Cerro Porteño será realizado no dia 30 de agosto, às 21h45, no Allianz Parque, em São Paulo. A equipe palmeirense pode até perder por um gol de diferença e mesmo assim estará classificada. O jogo A partida mal começou e o árbiro argentino Fernando Rapallini já mostrou o primeiro cartão amarelo. Com apenas 1 minuto, o meia palmeirense Moisés foi advertido depois de uma dividida com o paraguaio Cáceres. O Cerro Porteño tentou pressionar a equipe brasileira nos primeiros minutos, mas sem levar perigo para o gol de Weverton, novo titular na gestão Luiz Felipe Scolari. Já o Palmeiras procurava suportar o ímpeto inicial dos donos da casa e encaixar um contra-ataque com Borja à frente. A primeira jogada trabalhada pelo time alviverde no ataque ocorreu somente aos 10 minutos, quando a equipe trocou passes no meio de campo e Dudu lançou na área. Porém, a bola foi direto para as mãos do goleiro Antony Silva. Aos 13 minutos, Dudu dominou no meio e passou para Moisés. O meia ainda tinha espaço para avançar, mas preferiu arriscar de longe e chutou muito mal. O Palmeiras teve uma boa descida ofensiva aos 20 minutos, quando Dudu partiu em velocidade pela esquerda.O atacante cruzou, mas a zaga do time paraguaio conseguiu interceptar e cedeu o escanteio para os brasileiros. Na cobrança, a defesa afastou o perigo de vez. A primeira jogada de perigo do Cerro aconteceu aos 28 minutos. Rodrigo Rojas aproveitou um cruzamento da direita, matou no peito e bateu forte para o gol. Para a sorte do time alviverde, a bola subiu demais. Aos 30, foi a vez do Palmeiras conseguir o primeiro arremate em direção ao gol adversário. Dudu pegou o rebote de uma dividida na entrada da área e chutou de primeira. mas, o goleiro Antony da Silva agarrou com segurança. O jogo foi muito truncado primeira etapa, fraco tecnicamente e sem lances emocionantes. Segundo tempo Na volta do intervalo, o Palmeiras abriu o placar em uma cobrança de falta da esquerda logo no primeiro minuto. A bola foi alçada por Dudu, a zaga paraguaia desviou e o centroavante Borja completou para o gol: 1 a 0. Aos 4 minutos, o Cerro teve uma falta na intermediária, mas a bola parou nas mãos do goleiro Weverton, que não teve dificuldades para defender. O Cerro Porteño sentiu o gol. A equipe paraguaia passou a tentar cavar algumas faltas e também ficou mais violenta nos minutos seguintes ao gol palmeirense. Aos 8, Palau recebeu cartão amarelo por uma entrada dura em Dudu. Logo depois, Os jogadores do Cerro pediram pênalti em um suposto toque de mão do palmeirense Mayke dentro da área, mas o árbitro estava muito próximo do lance e mandou a jogada prosseguir. O duelo voltou a ficar muito truncado, cheio de disputas entre as duas intermediárias. A equipe da casa não conseguia pressionar o Palmeiras. Já o time brasileiro tratava de "cozinhar" o adversário para administrar a vantagem. Mas o Palmeiras chegou ao segundo gol, aos 25 minutos, em uma arrancada que começou com Diogo Barbosa. O lateral entrou na área, bateu forte, o goleiro defendeu, mas Moisés ficou com o rebote e deu um grande passe para Borja. O centroavante tocou na saída de Antony da Silva. O Cerro levou perigo em uma bola lançada na área do Palmeiras, aos 30 minutos. Óscar Ruiz chutou forte de perna esquerda, mas a bola subiu muito. Aos 35, a bola foi jogada novamente na área palmeirense. Edu Dracena falhou, o lance sobrou para Benítez, que tentou o chute. Mas o zagueiro Antônio Carlos chegou rasgando e afastou o perigo. O time paraguaio ainda tentou sufocar o Palmeiras para chegar ao primeiro gol e, quem sabe, buscar o empate. No entanto, a equipe alviverde administrou bem o jogo até o apito final. Ficha técnica CERRO PORTEÑO 0 x 2 PALMEIRAS 9/8 – Estádio General Pablo Dias (Assunção) Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina); Gols: Borja, a 1 minuto e aos 25 do 2º tempo; Cartões Amarelos: Moisés, Dudu (Palmeiras); Rodrigo Rojas, Palau, Churín (Cerro Porteño). CERRO PORTEÑO: Antony Silva, Raúl Cáceres, M. Cáceres (Arzamendia, aos 39 do 2º), Juan Escobar e Marcos Acosta; Marcelo Palau, Rodrigo Rojas (Valdez, aos 29 do 2º), Hernán Novick, Jorge Rojas (Jorge Benítez, aos 9 do 2º), Óscar Ruiz; Diego Churín. Técnico: Luis Zubeldía. PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés (Thiago Santos, aos 40 do 2º); Hyoran (Jean, aos 31 do 2º), Borja (Deyverson, aos 38 do 2º) e Dudu. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/palmeiras-vence-cerro-porteno-com-dois-gols-de-borja-na-libertadores-09082018

Everton Felipe diz que queria jogar no São Paulo desde os 13 anos
Data: 10/08/2018

Meia conta que foi sondado pelo clube no início da carreira e que sempre teve vontade de vestir camisa tricolor. Dirigente dá detalhes da negociação

Everton Felipe recebeu a camisa 18 do São Paulo das mãos de Raí no início da tarde desta quinta-feira. Assim como havia feito na quarta-feira, em entrevista à TV oficial do clube, o jovem de 21 anos disse que o ídolo e diretor de futebol do Tricolor teve participação importante na sua decisão de deixar o Sport para jogar no atual líder do Brasileirão. Mas o desejo de usar essa camisa, segundo ele, vem desde a infância. - A sondagem do São Paulo vem desde os meus 13 anos, tinha muita vontade de jogar aqui, sempre tive aquela vontade dentro de mim. Quando o Raí ligou para falar com meu empresário, foi uma felicidade muito grande. A partir desse momento, queria o São Paulo. Tive propostas melhores para o clube e para mim, mas preferi o São Paulo - disse ele, que também estava na mira do Flamengo. - Ele citou a importância da minha ligação para ele. Mas não sei se ele sabe que essa ligação foi importante para a gente também. Na voz a gente sente a vontade de vir. A personalidade dele nos deu ainda mais segurança. Quando sentimos a postura dele, a maneira como se colocava, com 21 anos, ficamos ainda mais seguros em tê-lo no nosso projeto. Quando a gente liga e fala alguma coisa, a gente fala de um projeto. O Bruno Peres citou isso aqui também - agradeceu Raí. Número 18 O número 18 escolhido por Everton Feliz faz referência a 2018, o ano de sua chegada no São Paulo. Segundo o clube, ele fez essa opção já pensando em uma passagem longa. Alexandre Pássaro, gerente executivo do clube e um dos principais responsáveis pela negociação, explicou como o contrato de empréstimo até o fim de 2019 pode se transformar em vínculo definitivo até o fim de 2022. - A negociação do Everton tem um modelo diferente. É um empréstimo até o fim de 2019, mas com uma obrigação de compra baseada em algumas performances esportivas que a gente imagina que devem se concluir ao longo deste ano. É uma negociação extensa, com concorrência, mas durante toda a negociação a gente sempre esteve muito confiante devido ao desejo do Everton de vestir a camisa do São Paulo, que foi externado para a gente desde o primeiro dia - explicou o dirigente. Além de pagar R$ 3 milhões ao Sport agora e de pré-acordar o pagamento de mais R$ 3 milhões em janeiro, quando a obrigação de compra deve ser executada, o São Paulo repassou o empréstimo de Morato ao clube pernambucano até o fim do ano, mas mantendo a opção de comprá-lo e tê-lo de volta a partir de 2019. - Vimos na questão do Morato uma oportunidade também para o São Paulo. O Morato não é um jogador do São Paulo, ainda é vinculado ao Ituano. Fizemos um acordo em que a gente reempresta o Morato para o Sport e continuamos com opção de compra do Morato - concluiu Alexandre Pássaro. - Quando a pessoa sabe que o Raí está fazendo uma ligação para você as coisas mudam. Quando eu fiquei sabendo que ele ligou para o meu empresário, disse que eu queria ir para o São Paulo. Primeiro porque a ligação dele é muito importante para mim. Também porque o São Paulo já tinha tentado me contratar quando eu era pequeno, com o Jardine. E também tem o Diego Souza. Ele falou muitas vezes comigo, falou do elenco. Ontem eu vi que é um elenco muito bom. Eu estava um pouco tímido, mas eles me receberam muito bem - concluiu Everton Felipe. Everton Felipe tem chance de estrear contra o próprio Sport, às 16h de domingo, na Ilha do Retiro. Para isso, precisa estar no BID até sexta-feira. São Paulo e Sport estão trocando documentos para que tanto ele quanto Morato estejam disponíveis para o fim de semana, mas ainda não há certeza quanto a isso.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/everton-felipe-diz-que-queria-jogar-no-sao-paulo-desde-os-13-anos-09082018

Vasco vence, luta até o fim, mas cai para a LDU na Sul-Americana
Data: 10/08/2018

Time carioca vence por 1 a 0, mas por ter perdido o jogo de ida por 3 a 1, acabou eliminado. Torcedores pediram a demissão do técnico Jorginho

Mais de 18 mil torcedores foram até São Januário na noite desta quinta-feira (9) para incentivar o Vasco na busca da classificação para a próxima fase da Conmebol Sul-Americana. A missão era complicada, o time acabou vencendo a LDU, do Equador, por 1 a 0, mas o resultado não foi o suficiente, acabando por eliminar o Cruz-Maltino da competição logo na segunda fase. A luta até os 50 minutos do segundo tempo não foi do tamanho necessário. Sobrou para o técnico Jorginho, que viu no fim a torcida pedindo a sua saída do clube. CONTRA O TEMPO Por ter perdido o jogo de ida no Equador por 3 a 1, o Vasco, para avançar no tempo normal na Sul-Americana precisava vencer por 2 a 0 ou três gols de diferença. Por conta disto, correu contra o tempo desde o apito inicial, buscando a bola nas tentativas pelos gols. TRAVE SALVA! Apesar de tentar exaustivamente, o Vasco não conseguia acertar a finalização. A LDU, por sua vez, trabalhava nos erros cruz-maltinos para ampliar a vantagem no placar agregado. Aos 27 minutos do primeiro tempo, Anderson Julio carimbou a trave direita após lançamento de Anangonó. Por pouco o gol não sai. VASCAÍNOS EMPURRAM Com os minutos passando, a dificuldade aumentava e os vascaínos nas arquibancadas empurravam cada vez mais os jogadores em campo. A animação contagiou pouco antes do intervalo, quando Gabbarini fez grande defesa em chute de Giovanni Augusto. No rebote, Andrés Rios desperdiçou e mandou para fora. PARA DAR ESPERANÇA A primeira parte do segundo tempo foi marcada por uma recuada tanto do Vasco quanto da LDU – a impressão que deu foi que as conversas nos vestiários durante o intervalo não foi tão enérgica quanto se necessitava. Na parte final do jogo, aos 41 minutos, Thiago Galhardo abriu o placar para dar uma esperança nos minutos finais. Vasco 1 a 0. NÃO FOI DESSA VEZ Nos nove minutos restantes após abrir o placar (o árbitro deu cinco de acréscimo), o Vasco foi para o tudo ou nada. Mas em campo os jogadores, já jogando mais na raça do que na técnica, não conseguiram evitar a queda do Vasco na competição. Até o fim do ano, o Cruz-Maltino focará as atenções apenas no Brasileiro na busca de dias melhores no clube. FICHA TÉCNICA VASCO 1 X 0 LDU (EQU) Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ) Data/hora: 9/8/2018 - 19h30 (de Brasília) Árbitro: Mario Diaz de Vivar (PAR) Auxiliares: Juan Zorrilla (PAR) e Roberto Cañete (PAR) Renda/público: R$ 452.675,00/18.517 pagantes Cartões amarelos: Breno, Luiz Gustavo, Yago Pikachu (VAS) e Gabbarini, Guerrero, Intriago, Orejuela (LDU) GOL: Thiago Galhardo 41'/2ºT (1-0) VASCO: Martin Silva, Luiz Gustavo, Breno (Ricardo Graça intervalo), Henríquez (Raul 30'/1ºT) e Ramon; Leandro Desábato (Caio Monteiro 24'/2ºT) e Andrey; Yago Pikachu, Giovanni Augusto e Thiago Galhardo; Andrés Rios. Técnico: Jorginho. LDU: Gabbarini, Quintero, Guerra, Salaberry e Chalá; Orejuela e Vega; Anderson Julio, Johan Julio (Intriago 6'/2ºT) e Guerrero (Rodríguez 34'/2ºT); Anangonó (Pellerano 45'/2ºT). Técnico: Pablo Repetto.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/vasco-vence-luta-ate-o-fim-mas-cai-para-a-ldu-na-sul-americana-09082018

Consumidor pode entrar na Justiça contra alta na tarifa de luz
Data: 10/08/2018

Aneel abriu audiência pública esta semana para decidir sobre revisão de orçamento do setor elétrico. Na prática, medida provocará aumento da conta

Uma proposta da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) de aumentar um encargo nas tarifas de eletricidade para cobrir custos de operação de distribuidoras da Eletrobras, em meio ao atraso nos planos de privatização das empresas, pode ser alvo de questionamentos judiciais por consumidores, alertam advogados especializados no setor elétrico. A agência reguladora aprovou na terça-feira (7) uma audiência pública para discutir uma alta de R$ 1,4 bilhão na arrecadação do setor elétrico em 2018. Desse valor, cerca de R$ 760 milhões devem-se à necessidade de bancar até o fim do ano as despesas de distribuidoras da Eletrobras, que são fortemente deficitárias e operam no Norte e Nordeste. Essas empresas decidiram não renovar seus contratos de concessão, que expiraram em 2015, e desde então têm operado em regime precário, com custos cobertos por empréstimos de um fundo do setor elétrico, a Reserva Global de Reversão (RGR). O problema é que a RGR deveria bancar essas empresas apenas até junho. Com o atraso na venda de cinco das seis distribuidoras, a conta não terá sobras que estavam programadas para pagar outras despesas com subsídios. Isso exigirá arrecadação maior por outro fundo setorial, a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), abastecida por encargo cobrado na conta de luz. "A tarifa já chegou em um limite em que qualquer aumento no valor é pauta de discussão. Existem várias discussões no mercado que no final do dia são devido ao tamanho da tarifa de energia. Talvez em outro momento essas decisões não fossem tão polêmicas, mas hoje sim, porque está caro", disse o especialista em energia do escritório ASBZ Advogados, Rafael Janiques. Ele lembrou que há diversas ações de sucesso nesse sentido, em que grandes indústrias ou associações empresariais têm conseguido nos últimos anos evitar o pagamento de uma parte do encargo que abastece a CDE, que consideram controversa. A CDE é usada principalmente para beneficiar diversos tipos de consumidores com descontos na conta de luz, como a população de baixa renda, por meio do programa Tarifa Social. Os maiores gastos, no entanto, são com descontos para empresas de vários ramos, como operadores de serviços públicos de água e esgoto, cooperativas rurais e agricultores. O segundo maior pedaço da CDE custeia as termelétrica da região Norte, chamada de região "isolada", que não está interligada ao sistema nacional de energia e onde estão as distribuidoras da Eletrobras que serão privatizadas. "Em tese, a Aneel tem essa competência de aumentar o encargo para equilibrar a conta... mas sabemos que essas distribuidoras foram dilapidadas, elas chegaram à situação em que chegaram por excessos e má gestão. Então tem, sim, espaço para questionamento jurídico. Os consumidores, todos eles, têm que pagar esse custo?", pergunta Janiques. As distribuidoras da Eletrobras já receberam R$ 4,4 bilhões em empréstimos da RGR. A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), que gerencia as contas, alertou a Aneel em junho que faltariam recursos para bancar as empresas até o final de 2018. Histórico de ações PublicidadeFechar anúncio As ações movidas mais recentemente contra a CDE questionam a disparada do encargo, que custeia subsídios, após o governo ter ampliado por meio de decretos nos últimos anos o número de iniciativas e programas bancados pela conta, lembrou o advogado do escritório Demarest para energia, Pedro Dante. Embora os empréstimos às distribuidoras saiam oficialmente da RGR, a Aneel propõe aumentar o encargo que abastece a CDE porque contava com uma sobra de fundos da primeira conta que não vai mais se concretizar. Dante diz que as ações contra a CDE são um precedente para que consumidores insatisfeitos possam questionar na Justiça se a Aneel poderia aumentar o encargo para custear a operação das distribuidoras. "A discussão sobre a CDE já está muito judicializada, há consumidores processando a União faz tempo... aconteceu no passado e a tendência é que aconteça de novo. O consumidor pode entrar com uma ação em que ele questione e peça a suspensão desse repasse", afirma. As primeiras liminares judiciais para reduzir custos com o encargo foram abertas pela Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia (Abrace), que tem entre os membros grandes empresas como Alcoa e Braskem, por exemplo. O presidente da entidade, Edvaldo Santana, que já foi diretor da Aneel, chegou a comentar em seu perfil no Facebook na quarta-feira que a proposta de aumentar encargos devido ao atraso nas privatizações poderia ser ilegal. "A CDE pode ser utilizada, em lugar da RGR e sem autorização do Congresso, para tapar os rombos das distribuidoras do grupo Eletrobras? Acho que não... se eu estiver certo, é ilegal a proposta da Aneel de repassar para os consumidores mais uma continha", escreveu. A Eletrobras só conseguiu privatizar até o momento a Cepisa, do Piauí, adquirida pela Equatorial Energia. As vendas de empresas do Acre, Alagoas, Amazonas, Roraima e Rondônia dependem da aprovação de um projeto de lei em tramitação no Senado, mas o texto enfrenta resistência até por parte de senadores do MDB, partido do presidente Temer. O leilão das distribuidoras está previsto para 30 de agosto, mas especialistas avaliam que é grande a chance de fracasso ou mesmo adiamento se o projeto não tiver sido aprovado até lá, uma vez que a matéria legislativa solucionaria passivos das empresas com fundos setoriais. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/consumidor-pode-entrar-na-justica-contra-alta-na-tarifa-de-luz-09082018

Dia dos Pais é perigoso para o bolso; veja 7 dicas para não se enrolar
Data: 10/08/2018

Segundo pesquisa, 22% das pessoas que foram às compras nesta data em 2017 ficaram com o nome sujo por causa do presente dos pais

O Dia dos Pais já é neste domingo (12) e muitos filhos continuam a não se planejar para a compra do presente. Com isso, acabam fazendo compras de última hora com dinheiro que não têm. O resultado? Segundo pesquisa do SPC Brasil e da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas), 22% das pessoas que foram às compras nesta data em 2017 ficaram com o nome sujo por causa do presente do Dia dos Pais. O principal motivo é o descontrole financeiro, afirma Flávio Borges, superintendente de finanças do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). Segundo ele, agosto é um mês em que as pessoas normalmente conseguiram recuperar o crédito, e, se não mudarem os hábitos, acabam se descontrolando novamente até chegarem quebradas em no começo do próximo ano, por conta dos gastos feitos a partir do segundo semestre, e depois com Natal, impostos, material escolar e férias. "A bomba estoura em janeiro", diz. "Nesta hora é preciso ter autocontrole para conter os gastos e usar a criatividade para surpreender o pai e não deixar a data passar em branco. O consumidor deve presentear, sim. Porém, é importante respeitar o tamanho do próprio bolso, planejar os gastos e fazer muita pesquisa de preço, dando prioridade ao pagamento à vista. Para quem está inadimplente, mesmo que os valores dos presentes possam parecer inofensivos, todo o esforço deve ser direcionado para o pagamento das dívidas", orienta a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti. Veja, a seguir, dicas para não comprometer o bolso no Dia dos Pais. "Mesmo que essas dicas não sirvam para esse ano, elas são um guia para qualquer data especial", afirma Borges. 1-Controle suas contas A dica número 1 é ter controle, não fazer uma nova dívida ou nova parcela sem analisar o impacto disso no orçamento familiar. 2-Não se endivide Não se endivide para comprar o presente. "Entrar no cheque especial ou parcelar a perder de vista no cartão de crédito nem pensar", diz Borges. "Por mais que os bancos estejam obrigados a oferecer alternativas para quem está endividado nessas linhas, ainda assim os juros são elevados. Cheque especial é para uma despesa de emergência, jamais para comprar presente", ensina o executivo. 3-Divida a conta Fazer uma vaquinha para dividir o presente entre os irmãos faz todo o sentido, afirma Borges. "Assim é possível até mesmo dar um presente melhor sem pesar no bolso de ninguém", diz. 4-Use a criatividade Use a criatividade para escolher o presente ou até mesmo fazer um presente especial e artesanal para seu pai, caso tenha habilidades. Segundo a pesquisa da CNDL/SPC Brasil, os brasileiros pretendem gastar, em média R$ 150 para presentear os pais." "Mas não precisa chegar a esse montante, a pessoa pode agradar ao pai gastando menos dinheiro", diz Borges 5-Não deixe para a última hora Não deixar para a última hora a compra do presente é outra dica para economizar. "Dia dos Pais tem todo ano, é possível economizar um pouco por mês para esse objetivo ou até mesmo aproveitar uma oportunidade e comprar algo mais em conta antes da data", diz Borges. 6-Pesquise os preços Antes de comprar, pesquise preços. As diferenças de preços entre uma loja e outra podem ser bastante significativas, especialmente no caso de compras em lojas físicas e pela internet. 7- Aproveite as promoções Agosto é um mês em que muitas lojas entram em promoção, então aproveite as ofertas para pagar mais barato. Mas essa vantagem pode desaparecer perto da data, prejudicando quem tem o hábito de deixar as compras para a última hora. Se ainda tiver mais dúvidas sobre economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso, envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com

Link Notícia: https://noticias.r7.com/prisma/o-que-e-que-eu-faco-sophia/dia-dos-pais-e-perigoso-para-o-bolso-veja-7-dicas-para-nao-se-enrolar-10082018

Decreto facilita bloqueio de benefício para idosos e deficientes
Data: 10/08/2018

Texto facilita o bloqueio do Benefício de Prestação Continuada caso seja constatado que há irregularidades

O presidente Michel Temer e o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, editaram decreto que torna mais rápido e fácil suspender o BPC (Benefício de Prestação Continuada) em caso de irregularidades. O benefício, no valor de um salário mínimo mensal, é concedido pelo INSS a pessoas com deficiência e idosos com 65 anos ou mais que comprovem não ter meios nem familiares que possam prover sua manutenção. Pela nova regulamentação, a suspensão do BPC poderá ser efetuada mesmo que o INSS não consiga notificar o beneficiário da suposta irregularidade. Quando souber do bloqueio, o beneficiário poderá se dirigir ao INSS para entender a situação e pedir o desbloqueio. A partir daí, terá 10 dias para se justificar. Depois disso, o INSS terá 30 dias, prorrogáveis por mais 30, para analisar a defesa e decidir se restabelece ou não o benefício. Na regra anterior, o caminho até a suspensão do benefício era mais longo e isso só ocorreria depois das várias tentativas e formas de notificação. Depois de avisado por correio, o beneficiário teria 10 dias para a defesa. Caso a notificação não se confirmasse por via postal, era preciso fazê-la por edital em jornal de grande circulação. Nesse caso, o beneficiário ganharia 15 dias para a defesa. O beneficiário também poderia recorrer a um conselho ligado ao INSS, possibilidade que foi mantida no novo decreto. O decreto desta quinta-feira, 9, traz outras mudanças no regulamento do BPC e cria exigências para a concessão e manutenção do benefício, como inscrição e atualização no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Também lista os casos passíveis de suspensão e de cancelamento definitivo do benefício. Irregularidades Dados do governo mostram que, de 1996 a 2017, a quantidade de beneficiários do BPC aumentou de 346 mil para 4,5 milhões. No mesmo período, os gastos com a concessão subiram de R$ 172 milhões para R$ 50 bilhões. O pente-fino que o governo tem feito em benefícios do INSS identificou inconsistências nos pagamentos do BPC em 2017, tanto por fragilidades cadastrais quanto na operação, que geraram potencial prejuízo de R$ 464,5 milhões por mês aos cofres públicos. Isso corresponde a mais de R$ 5,5 bilhões por ano. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/decreto-facilita-bloqueio-de-beneficio-para-idosos-e-deficientes-09082018

Juíza suspende atividades de diretores e engenheiros da Dersa
Data: 10/08/2018

Maria Isabel do Prado, da 5.ª Vara Federal, colocou os quatro investigados da Lava Jato para fora da empresa

Em decisão no âmbito da Operação Pedra no Caminho, a juíza Maria Isabel do Prado, da 5.ª Vara Federal, em São Paulo, suspendeu as atividades públicas de dois diretores e de dois engenheiros da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A). Os quatro investigados ligados à estatal paulista e outros 10 são acusados pela força-tarefa da Operação Lava Jato, em São Paulo, pelos crimes de fraude à licitação, falsidade ideológica e organização criminosa. Em nota, a Dersa informou que somente um dos engenheiros "continua exercendo sua função, pois até este momento a companhia não foi notificada sobre a referida decisão judicial". Segundo a estatal paulista, os outros "já haviam deixado a empresa". O documento subscrito pela magistrada é de 2 de agosto e atinge os diretores da Dersa Benjamim Venancio de Melo Júnior (financeiro) Silvia Cristina Aranega Menezes (Jurídica), os engenheiros fiscais da estatal paulista Carlos Prado Andrade e Hélio Roberto Correa e outros quatro investigados ligados a empreiteiras. A decisão acolhe pedido do Ministério Público Federal. "Como garantia da ordem pública e da ordem econômica, como forma menos gravosa indispensável para, senão impedir, ao menos reduzir os riscos de reiteração criminosa contra a sociedade e a economia, determino em face de todos os denunciados acima a suspensão das atividades públicas (daqueles que atuam/atuavam na empresa Dersa), bem como das atividades de natureza econômica (daqueles que atuam em empresa particular executora de contratos com recursos públicos), nos termos do artigo. 319, VI, do CPP, devendo o denunciado se afastar de tais empresas, sob pena de conversão de tal medida em outra mais gravosa", determinou a juíza. A denúncia foi protocolada pela força-tarefa da Lava Jato em 27 de julho. Os procuradores acusam o grupo de integrarem uma organização criminosa para fraudar licitações dos lotes 1, 2 e 3 do trecho norte do Rodoanel. O Rodoanel Mario Covas é um empreendimento viário de grande porte que interliga todas as estradas que chegam a São Paulo. O objetivo principal da obra, em construção desde 1998, é evitar o fluxo de caminhões pesados que não se destinam à capital pelas vias urbanas da cidade. A obra conta com aporte de recursos federais por meio do convênio 04/99, firmado entre o DNIT, a Dersa, o Estado de São Paulo e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Segundo a denúncia, os aditivos se baseavam na "presença inesperada" dos matacões que precisavam ser removidos. Contudo, desde o projeto básico do Rodoanel, já se sabia que o trecho norte passaria pela rochosa Serra da Cantareira e que tal questão geológica era prevista. O projeto básico se lastreava em pesquisas realizadas pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo (USP), que há 60 anos estuda a região do empreendimento. A remoção dos matacões, portanto, já era um custo que compunha os preços previstos para cada lote. Os acréscimos indevidos geraram impacto financeiro calculado pelo Ministério Público Federal em torno de R$ 480 milhões, que correspondem ao superfaturamento por meio da manipulação proposital de quantitativos nos contratos. Na denúncia, a Procuradoria da República requereu que este valor seja o mínimo para reparação. O Tribunal de Contas da União apontou que somente os aditivos contratuais geraram um prejuízo de R$ 235 milhões aos cofres públicos. Nota da Dersa "A DERSA - Desenvolvimento Rodoviário S/A informa que dos quatro citados pela reportagem Hélio Roberto Correa continua exercendo sua função, pois até este momento a Companhia não foi notificada sobre a referida decisão judicial. Os demais citados já haviam deixado a Empresa. Ao lado do Governo do Estado, a DERSA é a maior interessada na elucidação do caso. Havendo qualquer eventual prejuízo ao erário público, o Estado adotará as medidas cabíveis, como já agiu em outras ocasiões." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/juiza-suspende-atividades-de-diretores-e-engenheiros-da-dersa-10082018

Juíza suspende atividades de diretores e engenheiros da Dersa
Data: 10/08/2018

Maria Isabel do Prado, da 5.ª Vara Federal, colocou os quatro investigados da Lava Jato para fora da empresa

Em decisão no âmbito da Operação Pedra no Caminho, a juíza Maria Isabel do Prado, da 5.ª Vara Federal, em São Paulo, suspendeu as atividades públicas de dois diretores e de dois engenheiros da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A). Os quatro investigados ligados à estatal paulista e outros 10 são acusados pela força-tarefa da Operação Lava Jato, em São Paulo, pelos crimes de fraude à licitação, falsidade ideológica e organização criminosa. Em nota, a Dersa informou que somente um dos engenheiros "continua exercendo sua função, pois até este momento a companhia não foi notificada sobre a referida decisão judicial". Segundo a estatal paulista, os outros "já haviam deixado a empresa". O documento subscrito pela magistrada é de 2 de agosto e atinge os diretores da Dersa Benjamim Venancio de Melo Júnior (financeiro) Silvia Cristina Aranega Menezes (Jurídica), os engenheiros fiscais da estatal paulista Carlos Prado Andrade e Hélio Roberto Correa e outros quatro investigados ligados a empreiteiras. A decisão acolhe pedido do Ministério Público Federal. "Como garantia da ordem pública e da ordem econômica, como forma menos gravosa indispensável para, senão impedir, ao menos reduzir os riscos de reiteração criminosa contra a sociedade e a economia, determino em face de todos os denunciados acima a suspensão das atividades públicas (daqueles que atuam/atuavam na empresa Dersa), bem como das atividades de natureza econômica (daqueles que atuam em empresa particular executora de contratos com recursos públicos), nos termos do artigo. 319, VI, do CPP, devendo o denunciado se afastar de tais empresas, sob pena de conversão de tal medida em outra mais gravosa", determinou a juíza. A denúncia foi protocolada pela força-tarefa da Lava Jato em 27 de julho. Os procuradores acusam o grupo de integrarem uma organização criminosa para fraudar licitações dos lotes 1, 2 e 3 do trecho norte do Rodoanel. O Rodoanel Mario Covas é um empreendimento viário de grande porte que interliga todas as estradas que chegam a São Paulo. O objetivo principal da obra, em construção desde 1998, é evitar o fluxo de caminhões pesados que não se destinam à capital pelas vias urbanas da cidade. A obra conta com aporte de recursos federais por meio do convênio 04/99, firmado entre o DNIT, a Dersa, o Estado de São Paulo e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Segundo a denúncia, os aditivos se baseavam na "presença inesperada" dos matacões que precisavam ser removidos. Contudo, desde o projeto básico do Rodoanel, já se sabia que o trecho norte passaria pela rochosa Serra da Cantareira e que tal questão geológica era prevista. O projeto básico se lastreava em pesquisas realizadas pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo (USP), que há 60 anos estuda a região do empreendimento. A remoção dos matacões, portanto, já era um custo que compunha os preços previstos para cada lote. Os acréscimos indevidos geraram impacto financeiro calculado pelo Ministério Público Federal em torno de R$ 480 milhões, que correspondem ao superfaturamento por meio da manipulação proposital de quantitativos nos contratos. Na denúncia, a Procuradoria da República requereu que este valor seja o mínimo para reparação. O Tribunal de Contas da União apontou que somente os aditivos contratuais geraram um prejuízo de R$ 235 milhões aos cofres públicos. Nota da Dersa "A DERSA - Desenvolvimento Rodoviário S/A informa que dos quatro citados pela reportagem Hélio Roberto Correa continua exercendo sua função, pois até este momento a Companhia não foi notificada sobre a referida decisão judicial. Os demais citados já haviam deixado a Empresa. Ao lado do Governo do Estado, a DERSA é a maior interessada na elucidação do caso. Havendo qualquer eventual prejuízo ao erário público, o Estado adotará as medidas cabíveis, como já agiu em outras ocasiões." Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/juiza-suspende-atividades-de-diretores-e-engenheiros-da-dersa-10082018

Ataques aéreos no Iêmen deixam 43 mortos, incluindo crianças
Data: 09/08/2018

Comitê afirmou que bombardeios atingiram um ônibus escolar, deixando 61 feridos. Não se sabe quantas crianças morreram

Ataques aéreos da coalizão liderada pela Arábia Saudita mataram dezenas de pessoas, incluindo crianças, na província de Saada, no Iêmen, nesta quinta-feira (9). As informações são de fontes médicas iemenitas e do CICV (Comitê Internacional da Cruz Vermelha). O CICV disse que um ataque atingiu um ônibus escolar no mercado de Dahyan, no norte de Saada, e acrescentou que os hospitais locais receberam dezenas de mortos e feridos. Um vídeo publicado na internet mostrou o momento em que um jovem ferido, ainda usando sua mochila azul, foi resgatado de um carro e levado para um quarto de hospital. A equipe médica foi vista tratando feridos, enquanto o menino chorava e outro garoto ferido se deitou ao lado dele. De acordo com a agência Reuters, ainda não ficou claro quantas crianças foram mortas e quantos ataques aéreos foram realizados na área. Abdul-Ghani Nayeb, chefe de um departamento de saúde em Saada, disse à agência que o número de mortos subiu para 43, com 61 feridos. A aliança apoiada pelo Ocidente, que luta contra o grupo Houthi, no Iêmen, acusou os insurgentes de usar crianças como escudos humanos e disse que os ataques aéreos contra mísseis usados ??no ataque à cidade industrial de Jizan, no sul da Arábia Saudita, mataram um civil iemenita, de acordo com um comunicado da agência de notícias estatal SPA. A guerra A Arábia Saudita e aliados sunitas lutam há mais de três anos no Iêmen contra os houthis, que controlam grande parte do norte do Iêmen, incluindo a capital Sanaa, e levaram um governo apoiado pelos sauditas para o exílio em 2014. *Estagiária do R7 sob supervisão de Raphael Hakime

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/ataques-aereos-no-iemen-deixam-43-mortos-incluindo-criancas-09082018

Teoria da conspiração acusa Tom Hanks de ser pedófilo
Data: 08/08/2018

Conhecido como QAnon, organização de anônimos das redes sociais propagam notícias não confirmadas sobre Hollywood na rede social 4Chan

Tom Hanks é uma das grandes estrelas de Hollywood que nunca teve seu nome envolvido em grandes polêmicas. Mas isso mudou desde que um grupo de anônimos nas redes sociais tem acusado o ator de estar envolvido com uma rede mundial de pedofilia. Conhecido como QAnon, o grupo surgiu na rede social 4Chan e se espalhou pelo Reedit, Instagram, Facebook e Twitter. O perfil dos usuários é declaradamente conservador e pró-Trump. Entre outras ações, já esteve envolvido no caso do Pizzagate, que acusa políticos democratas de traficar crianças a partir de uma pizzaria de Washington D.C. Assim como qualquer teoria da conspiração de internet, tem espectro amplo e ataca várias militâncias e figuras das quais discorda política e ideologicamente. No entanto, até agora, as acusações não foram confirmadas e continuam apenas sendo tratadas como boatos. No caso das estrelas do cinema, o QAnon utilizou principalmente canais e perfis populares para propagar notícias não comprovadas sobre o envolvimento de nomes como o de Hanks com pedofilia. No fim de julho, uma busca pelo nome dos dois na platafoma de vídeos resultava em diversos links sobre o tema. Sarah Ruth Ashcroft, que tem 45 mil seguidores no Twitter e é uma das mais famosas propagadoras das teorias do QAnon, reforçou as acusações dizendo ter sido violada pelo astro de O Resgate do Soldado Ryan quando tinha apenas 13 anos. Mesmo sem ter como provar o que disse, o post gerou inúmeros vídeos que tratavam do assunto. Para sanar a propagação de uma informação que mancha diretamente a imagem de uma figura pública, porém sem provas, o YouTube filtrou os resultados pelo nome do ator e os vídeos com esse teor não aparecem mais em primeiro plano nas buscas. Mas basta digitar por Tom Hanks + pedofilia e alguns resultados são encontrados facilmente. Já Steven Spielberg, conhecido por trabalhar com atores mirins em filmes durante toda a carreira, é apontado como abusador por perfis famosos entre apoiadores do QAnon. O mais popular é Isaac Kappy, um ator coadjuvante de filmes como Thor que resolveu usar as redes sociais para fazer esse tipo de denúncia. O caso ficou tão grande nos Estados Unidos que até mesmo a Casa Branca se posicionou sobre o assunto e garantiu que, apesar do QAnon ser pró-Trump, eles rejeitam esse tipo de movimento. "O presidente condena e denuncia qualquer grupo que incite a violência contra outro indivíduo e certamente não apoia grupos que promovam esse tipo de comportamento", diz comunicado emitido pela secretária Sarah Sanders no início de agosto. Até o momento, nem estúdios e nem representantes dos atores citados se manifestaram.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/cinema/teoria-da-conspiracao-acusa-tom-hanks-de-ser-pedofilo-08082018

Ariana Grande é acusada de trair o ex e rebate seguidor
Data: 08/08/2018

A cantora assumiu namoro com o humorista Pete Davidson um mês após o fim do relacionamento com o rapper Mac Miller

Ariana Grande foi acusada por um seguidor de ter traído o ex-namorado Mac Miller. Segundo a fã, o fato de ela ter emendado um namoro com o humorista Pete Davidson apenas um mês após terminar com o rapper seria um indício da infidelidade. "Ari traiu Mac", escreveu a mulher. Ariana rebateu e pediu para que ela se retirasse do perfil. "Não traí, mas saia aqui. Você podia encher o saco de outra pessoa? Você é chata...". Apesar do fim do relacionamento com Mac, Ariana já fez post falando com carinho sobre ele apenas duas semanas após o término. "Oi! Este é um dos meus melhores amigos e pessoas favoritas em todo o mundo, Malcolm McCormick. Eu o respeito e adoro infinitamente e sou grata por tê-lo em minha vida de qualquer forma, em todos os momentos - independentemente de como seja nosso relacionamento ou o que o universo reserva para cada um de nós! O amor incondicional não é egoísta. Quer o melhor para a outra pessoa mesmo que naquele momento não seja você. Não posso esperar para apoiá-lo para sempre. Estou tão orgulhosa de você!". O namoro dos dois durou um ano e oito meses. Após assumir com o humorista Pete Davidson, os dois ficaram noivos em seguida.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/ariana-grande-e-acusada-de-trair-o-ex-e-rebate-seguidor-08082018

Single póstumo de Avicci terá vocais de Chris Martin, do Coldplay
Data: 08/08/2018

O DJ sueco deixou mais de 200 faixas prontas antes de ser encontrado morto enquanto estava de férias no Omã, em abril deste ano

Ainda este ano deve ser lançado o primeiro single póstumo de Avicci. Segundo um porta-voz do DJ sueco, ele teria deixado aproximadamente 200 faixas prontas antes de ser encontrado morto em um quarto de hotel de Omã, em abril deste ano. Intitulada Heaven, a música terá vocais de Chris Martin, líder do Coldplay. Em maio, Heaven foi tocada por Nicky Romero no festival holandês Kingsland — há ainda outra demo dela, com a voz de Simon Aldred, do Cherry Ghost. O DJ Carl Falk, que está se responsabilizando pelo material, já anunciou também que um disco com músicas inéditas pode estar a caminho. No Instagram, ele comenta o processo do trabalho. "Ontem foi um dia estranho e emocional de muitos jeitos ao tentar finalizar essas músicas. Não é a mesma coisa produzir sem você ao meu lado. Sinto falta de você olhando por cima do meu ombro duvidando de cada coisa e detalhe na canção", escreveu. O DJ e produtor Avicii usou um pedaço de vidro de uma garrafa para tirar a própria vida. Segundo fontes ouvidas pelo site norte-americano TMZ, o DJ, que estava em um complexo hoteleiro em Mascate, capital de Omã, quebrou uma garrafa de vinho para se cortar no dia 20 de abril.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/single-postumo-de-avicci-tera-vocais-de-chris-martin-do-coldplay-08082018

Moradia e transporte puxam a inflação oficial em julho, diz IBGE
Data: 08/08/2018

Ônibus urbano e conta de luz foram os vilões do mês. Porém, índice recuou em relação a junho, quando preços dispararam com greve dos caminhoneiros

A inflação oficial acelerou em julho em comparação com o mesmo mês do ano anterior, segundo os dados divulgados nesta quarta-feira (8) pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), do IBGE (Instituto Brasil de Geografia e Estatística). O índice de julho ficou em 0,33%, depois de marcar 0,24% no mesmo mês do ano anterior. Os itens de habitação (1,54%) e transportes (0,49%) foram os principais vilões do resultado do mês. Essas categorias incluem preços de condomínio, energia elétrica, combustíveis e passagem de ônibus urbano, por exemplo. Entre os itens de moradia, a principal vilã foi a energia elétrica, que subiu 5,33% para o consumidor. Já no grupo transportes, o ônibus urbano aumentou, em média, 1,46%, refletindo os reajustes da tarifa no Rio de Janeiro (RJ) e em Rio Branco (AC). Por outro lado, uma notícia boa: os combustíveis ficaram mais em conta. O preço da gasolina recuou 1% e o do etanol, 5,48% — ambos tinham registrado altas expressivas em junho. Considerando os alimentos, há boas notícias para os consumidores. A cebola, a batata-inglesa, o tomate, as frutas e as carnes tiveram reduções de preços, pesando menos no bolso. Já o leite longa vida e o pão francês foram mais impactados pela inflação e ficaram mais caros. Na comparação mensal, a inflação perdeu ritmo, registrando 0,33% contra os 1,26% de junho, quando os preços de produtos e serviços foram fortemente impactados pela greve dos caminhoneiros. As roupas (queda de 0,6%), alimentação e bebidas (recuo de 0,12%) e educação (redução de 0,08%) tiveram deflação no período. Inflação no ano e acumulada De janeiro a julho, a inflação também acelerou, registrando 2,94%, contra 1,43% registrados de janeiro a julho de 2017. A inflação acumulada em 12 meses, ou seja, de agosto de 2017 a julho de 2018, ficou em 4,48%, enquanto o percentual para o mesmo período era de 4,39%. Inflação por regiões Os Estados de São Paulo (0,63%), Rio de Janeiro (0,59%) e Brasília (0,58%) são os que sofrem mais o impacto da inflação. Das 16 regiões pesquisadas, seis registraram deflação, sendo eles Goiânia (-0,05%), Aracaju (-0,06%), Recife (-0,07%), Fortaleza (-0,09%), São Luís (-0,28%) e Campo Grande (-0,37%). Belém registrou inflação zero no período analisado. O IPCA é um índice calculado pelo IBGE desde 1980 e considera as famílias com rendimento entre um (R$ 954) e 40 (R$ 38.160) salários mínimos. Os preços desta divulgação foram coletados entre 28 de junho e 27 de julho deste ano.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/moradia-e-transporte-puxam-a-inflacao-oficial-em-julho-diz-ibge-08082018

Trabalhadores podem receber hoje PIS/Pasep com correção
Data: 08/08/2018

Benefício pode ser sacado de acordo com o mês de nascimento do trabalhador no caso do PIS e com o número final do benefício no Pasep

A Caixa Econômica Federal inicia nesta quarta-feira (8) nova fase de pagamento das cotas do PIS para todas as idades. O saque do benefício ficou bloqueado entre os dias 30 de junho e 7 de agosto, para que fosse aplicada a correção aos valores, que foram reajustados em 8,9741%. As datas de início de pagamento são determinadas de acordo com o número final do benefício do Pasep. No caso do PIS, os valores são liberados dependendo do mês de nascimento do trabalhador. Os nascidos em julho recebem a partir de ?26 de junho de 2018 e os aniversariantes do mês de junho terão os créditos liberados no dia 14 de março de 2019. ??É possível consultar o calendário completo nos sites da Caixa e do Banco do Brasil. Mais de 20 milhões de brasileiros tem direito ao saque.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/trabalhadores-podem-receber-hoje-pispasep-com-correcao-08082018

Saiba agora se você está no 3º lote de restituição do Imposto de Renda
Data: 08/08/2018

Crédito bancário de R$ 3,6 bilhões será realizado diretamente na conta dos contribuintes em 15 de agosto

A Receita Federal liberou, às 9h desta quarta-feira (8), a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda 2018. CLIQUE AQUI PARA SABER SE VOCÊ TEM GRANA A RECEBER Também é possível consultar se você teve a restituição liberada ligando para o telefone 146. O lote de restituição do IRPF 2018 conta também com restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017. De acordo com a Receita, o crédito bancário para 2.852.737 contribuintes será realizado em 15 de agosto, totalizando R$ 3,6 bilhões. Saiba como usar o dinheiro da restituição do Imposto de Renda Na consulta pela internet, o serviço e-CAC, é possível ainda ver o extrato da declaração para saber se tem inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Em caso positivo, o contribuinte pode avaliar os erros e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora. A Receita ainda disponibiliza aplicativo para smartphones e tablets para facilitar a consulta às declarações do Imposto de Renda e situação cadastral no CPF. A restituição fica disponível no banco pelo período de um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate dentro desse prazo, deve requerer por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF. Caso a restituição não seja creditada, o contribuinte poderá entrar em contato pessoalmente com qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/saiba-agora-se-voce-esta-no-3-lote-de-restituicao-do-imposto-de-renda-08082018

Guerrero não é relacionado contra o Cruzeiro e saída fica iminente
Data: 08/08/2018

Peruano encerra seu contrato com o Flamengo na próxima sexta-feira (10); Diretoria ainda busca renovação, mas pedida do jogador segue alta

O casamento entre Flamengo e o atacante Paolo Guerrero parece estar chegando ao fim. Para a partida de logo mais, contra o Cruzeiro, pelas oitavas de final da Libertadores da América, o Rubro-Negro não inscreveu o atleta, o que aumentam os rumores de saída definitiva do atacante. Flamengo e Cruzeiro se enfrentam pelas oitavas da Libertadores Em tese, o último jogo que o peruano pode disputar pela equipe carioca seria este com o Cruzeiro, visto que o vínculo do centroavante com o Flamengo vai só até a próxima sexta-feira (10). No entanto, em entrevistas, Ricardo Lomba, vice de futebol, e Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Fla, a equipe ainda conversa com o jogador sobre uma possível renovação. Contundo, a insistência da diretoria do Flamengo em tentar a renovação com o atleta é improvável. Guerrero pediu a renovação por três temporadas e manutenção do salário, enquanto o clube da Gávea trabalha com valores menores e um vínculo de menor duração. Na última semana, Guerrero realizou exames de imagem que constataram uma lesão na coxa esquerda. Se tivesse entrado em campo na partida contra o Grêmio, no último sábado, chegaria a sete jogos pelo Flamengo no Campeonato, não podendo defender outra equipe da Série A em 2018. Na última terça-feira, o jogador não participou da atividade no Ninho do Urubu.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/guerrero-nao-e-relacionado-contra-o-cruzeiro-e-saida-fica-iminente-08082018

De volta à Libertadores, Borja será a aposta de Felipão no Palmeiras
Data: 08/08/2018

Presença do colombiano, que jogou a Copa do Mundo, no Palmeiras aumenta confiança do treinador gaúcho em repetir feitos com Jardel e Oséas

O torcedor do Palmeiras terá outro retorno aguardado nesta quinta-feira (9) além de apenas ver em campo o time pela Copa Libertadores. Depois de quase três meses, o atacante Miguel Borja voltará a jogar pela equipe na competição e ser titular contra o Cerro Porteño, no Paraguai. A expectativa é de vê-lo mesclar o bom rendimento do primeiro semestre com a experiência de ter disputado uma Copa do Mundo. O técnico Luiz Felipe Scolari vai apostar em Borja como centroavante. O treinador sempre gostou de ter nos seus times jogadores com presença de área, característica importante nos dois títulos da Libertadores que conquistou na carreira. Com o Grêmio, em 1995, tinha Jardel. No Palmeiras de 1999, apostava em Oséas. A presença dele no mata-mata da Libertadores representa uma grande força para o Palmeiras. Com Willian machucado e Deyverson em má fase, o colombiano carrega a expectativa de comandar o ataque da equipe e manter o ótimo retrospecto do torneio neste ano, com seis gols em seis jogos. O camisa 9 viveu um começo de ano muito positivo no Palmeiras, com 15 gols em 24 jogos. A participação na Rússia, somada a uma cirurgia no joelho direito, afastaram o atacante dos compromissos e fizeram o time sentir falta dele. Desde a volta do calendário, com o fim da Copa do Mundo, foram seis partidas e nenhum gol marcado por atacantes. O Palmeiras cuidou do tratamento do joelho de Borja para o retorno não ser precipitado. O atacante recuperou a forma física nos treinos e viajou para Belo Horizonte, onde foi titular contra o América-MG, no último domingo, apenas para ganhar ritmo. Foram 67 minutos em campo no Independência. Borja sempre creditou o bom momento vivido em 2018 à participação do ex-técnico Roger Machado. O colombiano conta que o treinador buscou lhe dar mais atenção, transmitir mais confiança, fazer orientações individualizadas e tirar a pressão para que correspondesse. Agora com Felipão, o atacante quer ter o mesmo prestígio. Os dois conversaram bastante durante o voo para Belo Horizonte, na sexta-feira. O técnico viajava para estrear no cargo. Já o atacante voltava a se juntar à equipe palmeirense. No treino desta terça-feira Borja mostrou estar motivado para a disputa das oitavas de final. Foi um dos primeiros a entrar no gramado e demonstrou bom humor nas brincadeiras durante o aquecimento.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/de-volta-a-libertadores-borja-sera-a-aposta-de-felipao-no-palmeiras-08082018

Bahia encara a pressão do Cerro para continuar na Sul-Americana
Data: 08/08/2018

Tricolor venceu o duelo de ida contra os uruguaios por 2 a 0 e agora precisa de um simples empate para continuar vivo no torneio continental

A noite de quarta-feira (8) promete muita emoção no Uruguai. Após perder o duelo de ida por 2 a 0, o Cerro terá a dura missão de golear o Bahia e avançar na Copa Sul-Americana. Enquanto isso, o Esquadrão de Aço precisa suportar a pressão do rival para manter vivo o sonho de chegar longe no torneio continental. Na semana passada, o Cerro chegou a Salvador ostentando uma grande invencibilidade. Porém, diante da pressão Tricolor no segundo tempo, a equipe não segurou a pressão e foi derrotado. Agora, a ideia é que dentro de casa, a torcida empurre o Cerro e leve o time em direção da classificação. Sem nenhum desfalque, o técnico Fernando Correa vai manter a mesma equipe. No lado baiano o clima é de muita expectativa. Sem descanso por conta da maratona de jogos, Enderson Moreira vai com força máxima e promete uma equipe inteligente dentro de campo. Quem endossa o discurso do comandante é o capitão Tiago, que não quer o Esquadrão de Aço caindo na catimba uruguaia e perdendo a cabeça. Cerro e Bahia se enfrentam nesta quarta-feira, a partir das 21h45 (Horário de Brasília). Prováveis Escalações: Cerro: Jonathan Irrazabal; Christian Núñez, Juan Izquierdo, Torres e Leandro Zazpe; Leandro Paiva, Lucas Tamareo, Aníbal Hernández e Felipe Klein; Franco López e Nicolás González. Técnico: Fernando Correa. Bahia: Anderson; Leo, Tiago, Lucas Fonseca e Nilton; Gregore, Elton, Vinicius, Zé Rafael e Edigar Junio; Junior Brumado. Técnico: Enderson Moreira.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/futebol/bahia-encara-a-pressao-do-cerro-para-continuar-na-sul-americana-08082018

Câmara aprova duas MPs negociadas com caminhoneiros
Data: 08/08/2018

Medidas foram assinadas pelo presidente Michel Temer no final de maio para que a paralisação nacional fosse encerrada

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (7) duas medidas provisórias relacionadas ao acordo do governo federal que encerrou a paralisação nacional de 11 dias dos caminhoneiros em maio passado. Elas fazem parte de um conjunto de três MPs assinadas pelo presidente Michel Temer no final de maio, na tentativa de atender a algumas demandas dos caminhoneiros. A Medida Provisória (MP) 831/2018, a primeira a ser aprovada nesta terça-feira, determina à Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) o percentual mínimo de 30% na contratação de frete de transportadores autônomos. Já a MP 833/2018 garante isenção de pedágio para o terceiro eixo suspenso. As duas propostas seguem para votação no Senado. A terceira medida provisória enviada pelo governo dentro do acordo com o movimento dos caminhoneiros foi votada em julho passado, antes do recesso parlamentar. A MP 832, que determina a divulgação de uma tabela mínima para cobrança do preço do frete pelos caminhoneiros, instituiu a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas e estabeleceu a proibição de o transportador fechar qualquer acordo de frete em valores inferiores aos pisos mínimos. A tabela terá validade em território nacional e deverá refletir os custos operacionais totais do transporte, com prioridade para os custos do óleo diesel e dos pedágios. Contratação da Conab Prevendo a dispensa de licitação para a contratação de serviço de transporte de grãos com cooperativas e associações de transportadores autônomos, o texto original da MP 831 enviada pelo governo, de acordo com a Agência Câmara, estabelecia a contratação pela Conab de um máximo de 30% dos serviços de transporte com essa reserva de mercado. No entanto, durante a tramitação da proposta legislativa, um acordo entre a categoria e a Casa Civil da Presidência da República mudou para contratação mínima de 30%. A previsão do texto aprovado é que o preço contratado pela Conab tenha referência nas tabelas da estatal, que também fica liberada para contratação em caso de oferta insuficiente do transporte autônomo. Isenção de pedágio A MP 833/2018 que trata da isenção de pedágio para eixo suspenso de caminhão vazio prevê validade para todo o território nacional (incluindo rodovias federais, estaduais, distritas e municipais) atendendo a uma das principais reivindicações do movimento dos caminhoneiros. A medida provisória reproduz trechos do Decreto 8.433/2015 do governo federal que trata do tema. O texto aprovado pela Câmara também prevê punição de multa para o caminhoneiro que circular com os eixos indevidamente suspensos, carregando carga com sobrepeso por eixo. Os deputados aprovaram proposta do senador Agripino Maia (DEM-RN) para que a isenção aos caminhoneiros seja compensada com aumento de pedágio para outros usuários somente após esgotadas outras possibilidades de equilíbrio contratual da concessionária. * Com informações da Agência Câmara

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/camara-aprova-duas-mps-negociadas-com-caminhoneiros-08082018

Viatura da PM cai em brejo durante perseguição a suspeitos de assalto em Linhares
Data: 08/08/2018

Dois soldados tiveram ferimentos leves e um dos detidos também ficou

Dois policiais militares ficaram feridos após uma viatura cair dentro de uma área de brejo no início da tarde desta quarta-feira (8), na localidade de Lagoa Nova, em Linhares, Norte do Espírito Santo. Segundo a polícia, após dois indivíduos assaltarem um estabelecimento comercial em Rio bananal, foi montado um cerco tático para capturá-los. No trevo de Linhares, que dá acesso à Rio Bananal e Colatina, uma equipe da PM se deparou com uma motocicleta com as características suspeitas e dois indivíduos que estavam no veículo foram abordados e detidos. Ainda de acordo com a polícia, em seguida, os militares receberam a nova informação de que suspeitos em uma segunda motocicleta teriam dado cobertura para o assalto. Questionados, os detidos informaram o local onde os outros suspeitos estariam. No entanto, ao se deslocar para o local, a equipe se envolveu no acidente ao tentar evitar uma colisão com um veículo que seguia no sentido contrário em uma curva acentuada. Dois soldados tiveram ferimentos leves e um dos detidos, que também ficou ferido, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado a um hospital de Linhares, onde permanece sob escolta. O segundo suspeito foi encaminhado à Delegacia Regional.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/cidades/folha-vitoria/viatura-da-pm-cai-em-brejo-durante-perseguicao-a-suspeitos-de-assalto-em-linhares-08082018

Bachelet é indicada chefe de direitos humanos da ONU, dizem diplomatas
Data: 08/08/2018

Ex-presidente do Chile foi escolhida pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, e terá seu nome submetido à Assembleia Geral

O secretário-geral da ONU, António Guterres, escolheu a ex-presidente do Chile Michelle Bachelet para ser a nova chefe de direitos humanos da organização, disseram diplomatas nesta quarta-feira (8). A indicação de Bachelet agora precisa ser aprovada pela Assembleia Geral da ONU, composta por 193 membros. Ela substituiria Zeid Ra'ad al-Hussein, da Jordânia, que vai deixar o cargo no final do mês após mandato de 4 anos em Genebra. A vice-secretária-geral da ONU, Amina Mohammed, informou a decisão a um grupo de embaixadores na terça-feira, disseram diplomatas, falando sob condição de anonimato. Vítima de tortura Bachelet, vítima de tortura durante a ditadura de Augusto Pinochet, presidiu o Chile duas vezes desde a retomada da democracia no país em 1990. A ex-pediatra foi presidente do Chile pela primeira vez de 2006 a 2010. Seu estilo amável, políticas de bem-estar social e crescimento econômico estável em um dos países mais desenvolvidos da região a tornou uma líder popular. Depois, Bachelet liderou a ONU Mulher, que promove a igualdade de gênero e o empoderamento feminino, entre 2010 e 2013, antes de voltar ao Chile onde foi presidente novamente de 2014 a 2018. Copyright Thomson Reuters 2018

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/bachelet-e-indicada-chefe-de-direitos-humanos-da-onu-dizem-diplomatas-08082018

Suspeito de tráfico é detido em Guarapari
Data: 08/08/2018

A abordagem ocorreu no bairro Perocão durante patrulhamento de rotina da Polícia Militar na região.

A Polícia Militar, durante o patrulhamento no bairro Perocão, na noite dessa terça-feira (07), abordou dois homens em atitude suspeita. Durante a abordagem, duas buchas de maconha foram encontradas com um deles, que alegou ser usuário e que teria ido ao local comprar drogas. O militares realizaram buscas nas proximidades e encontraram um chapéu contendo com oito pedras de crack, 23 buchas de maconha, nove papelotes de cocaína e R$ 30,50 em espécie, que seriam de Jefferson Luiz de Oliveira Helmer, de 40 anos. O suspeito e todo material apreendido foram entregues na 5ª Delegacia Regional de Guarapari. * Com informações do 10º Batalhão da Polícia Militar.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/cidades/folha-vitoria/suspeito-de-trafico-e-detido-em-guarapari-08082018

Toffoli é eleito presidente do STF. Posse será em 13 de setembro
Data: 08/08/2018

Votação confirmou o esperado e, com os 10 votos a favor de Toffoli, elegeu o seguinte na ordem de entrada no tribunal, mantendo o tradicional rodízio

O STF (Supremo Tribunal Federal) escolheu na tarde desta quarta-feira (8) o sucessor de Carmen Lúcia na presidência da mais alta corte brasileira. Dia Toffoli foi eleito por unanimidade de seus colegas, da mesma forma que Luiz Fux foi escolhido como vice. A posse foi marcada para 13 de setembro, às 17h. O mandato de Toffoli vai até 2020, quando ocorre nova eleição. Como de costume, o designado é o seguinte na ordem de entrada de ministros na casa, seguindo o rodízio estabelecido. Com o sistema de rotatividade entre os mandatários, a eleição não passa de um rito simbólico. Dias Toffoli José Antonio Dias Toffoli tomou posse como ministro do STF em 23 de outubro de 2009. Ele foi indicado à vaga pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em substituição ao ministro Carlos Alberto Menezes Direito, que morreu no mesmo ano. Antes de ser ministro foi Advogado-Geral da União, também indicado por Lula e advogado do PT.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/prisma/coluna-do-fraga/toffoli-e-eleito-presidente-do-stf-posse-sera-em-13-de-setembro-08082018

Fachin aceita desistência de Lula sobre pedido de liberdade
Data: 08/08/2018

Defesa do ex-presidente desistiu de ação na segunda-feira como estratégia eleitoral, para evitar que sua elegibilidade seja analisada no STF antes do TSE

O ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), homologou (aceitou) nesta quarta-feira (8) a desistência da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) do processo que discutiria o pedido de liberdade e, possivelmente, a condição de Lula para disputar a presidência da República este ano. Preso e condenado em 2ª instância pela Lava Jato, Lula foi lançado no sábado (4) como candidato do PT ao Planalto. O movimento de desistência da defesa de Lula foi feito na segunda-feira (6), após sinalizações de ministros da Corte de que era importante dar celeridade ao caso. Com a desistência, os advogados colocam em prática a estratégia de evitar que a Suprema Corte discuta a questão sobre a inelegibilidade de Lula antes do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), onde o registro de candidatura é feito. Por ter sido condenado em segunda instância por três juízes (órgão colegiado), Lula pode ficar fora da disputa por causa da Lei da Ficha Limpa. Essa decisão, no entanto, depende de análise do TSE, seguido de recurso ao STF. Caso o Supremo avaliasse a questão antes do tribunal eleitoral, a defesa do ex-presidente não teria outra instância para recorrer. Na petição ao STF, a defesa de Lula afirma que nunca procurou, neste processo, debater o aspecto eleitoral, mas apenas a execução da pena do petista. Entenda os pedidos de liberdade de Lula ao Supremo Imbróglio O processo em questão foi apresentado no início de junho para que a Corte suspendesse os efeitos da condenação de Lula no caso do triplex no Guarujá. O imbróglio jurídico começou no mesmo mês quando o TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região, corte de apelação da Lava Jato) negou ao petista a possibilidade de recorrer ao STF, não admitindo o chamado recurso extraordinário. Diante disso, Fachin, no mesmo dia, barrou a petição do ex-presidente para suspender os efeitos de sua condenação, que estava previsto originalmente para ser julgado pela Segunda Turma. Contra essa decisão, a defesa de Lula entrou com recurso (agravo). Foi esse pedido, para que a Corte julgue os pedidos de suspensão da condenação, que Fachin enviou ao plenário, retirando o caso da Segunda Turma. O ministro, relator da Lava Jato, justificou o envio ao colegiado dos 11 ministros em função de o processo tratar, além de outras questões, sobre as pretensões eleitorais de Lula. Na petição inicial, a defesa de Lula fala que o ex-presidente tem sérios riscos de ficar de fora da corrida ao Planalto e ter seus "direitos políticos indevidamente cerceados, o que, em vista do processo eleitoral em curso, mostra-se gravíssimo e irreversível". Fachin já havia liberado o recurso para ser julgado pelo plenário quando a defesa do ex-presidente entrou com novo recurso, desta vez contra o envio do caso ao plenário. Segundo a defesa, os advogados não teriam pedido que a questão eleitoral fosse discutida pelo STF. Com isso, o ministro pediu esclarecimentos aos defensores do petista antes do final do recesso. Foi essa resposta que chegou nesta segunda à Suprema Corte, dentro do pedido de desistência, homologado por Fachin nesta quarta. A estratégia do PT é registrar no último dia do prazo, 15 de agosto, o pedido de candidatura de Lula no Tribunal Superior Eleitoral. Assim, a questão eleitoral teria de ser respondido pela Corte Eleitoral e somente depois um recurso poderia ser apresentado ao Supremo, após provável negativa do TSE. O petista foi condenado, em segunda instância, por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá e está preso desde abril na Superintendência da PF de Curitiba (PR). A pena foi ampliada para 12 anos e 1 mês pelo TRF4. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/fachin-aceita-desistencia-de-lula-sobre-pedido-de-liberdade-08082018

Câmara adia decisão sobre perda de mandato de Maluf
Data: 08/08/2018

Deputado federal ainda com mandato, Paulo Maluf está em prisão domiciliar após condenação por desvios em obras quando foi prefeito de São Paulo

A Mesa Diretora da Câmara decidiu adiar para semana que vem a decisão sobre a situação do deputado afastado Paulo Maluf (PP-SP). Atualmente, o parlamentar cumpre prisão domiciliar em São Paulo por ter sido condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) pelo crime de lavagem de dinheiro. Após reunião na manhã desta quarta-feira (8) na residência oficial da presidência da Câmara, o corregedor da Casa, deputado Evando Gussi (PV-SP), informou que houve um pedido de vista coletivo da Mesa Diretora que voltará a se reunir na próxima terça-feira (14). “A intenção da Câmara dos Deputados é decidir isso o mais rápido possível. É um consenso com todos os membros da Mesa. A grande questão é que o caso tem uma complexidade jurídica assustadora”, disse Gussi. Maluf cumpre pena de 7 anos e 9 meses de reclusão em casa, em São Paulo, após condenação por desvios em obras quando foi prefeito da capital paulista. Ele chegou a ser preso por três meses em regime fechado, em Brasília, mas teve o direito a regime domiciliar concedido pelo plenário do STF em maio. No mês de maio, o parlamentar afastado foi novamente condenado, por unanimidade, pela Primeira Turma STF por falsidade ideológica com fins eleitorais devido a fraudes na prestação de contas de sua campanha eleitoral de 2010. A pena é de 2 anos e 9 meses de prisão em regime semiaberto, convertido para domiciliar.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/camara-adia-decisao-sobre-perda-de-mandato-de-maluf-08082018

PF vai limitar segurança de candidatos à Presidência
Data: 08/08/2018

Membros da Polícia Federal já entraram em contato com candidatos para informar sobre o funcionamento do esquema de segurança

Responsável pelo esquema de proteção dos candidatos à Presidência da República ao longo da campanha, a PF (Polícia Federal) pretende limitar, neste ano, a segurança para representantes de partidos nanicos — com menos de cinco parlamentares na Câmara dos Deputados. Nem todos terão policiais à disposição 24 horas por dia. A PF já entrou em contato com candidatos para informar sobre o funcionamento do esquema de segurança. Uma fonte da corporação informou que será usada a métrica da legislação eleitoral para convite de debates em emissoras de televisão - candidatos cujos partidos contam com cinco ou mais parlamentares no Congresso terão "segurança dedicada", ou seja, 24 horas e durante toda a campanha. Os presidenciáveis sem essa representação mínima também terão segurança, mas apenas em ocasiões específicas previamente informadas à PF. No caso de Marina Silva (Rede), no entanto, será levada em consideração sua posição nas pesquisas de intenção de votos, o que a coloca em situação diferente dos nanicos. Para a PF, o número maior de candidatos ao Palácio do Planalto e a disseminação de "eventos espontâneos" — como a recepção a políticos em aeroportos — são os maiores desafios na garantia da segurança dos presidenciáveis nesta campanha. A atuação da PF na segurança dos candidatos é prevista em lei e tem como objetivo viabilizar o exercício democrático da escolha do novo chefe do executivo nacional. Todo o custeio e organização das viagens para os policiais envolvidos na segurança, inclusive os gastos com reservas de hotel, é bancado pela própria corporação. Ainda não há estimativa dos gastos. Inicialmente, cada candidato terá uma equipe com 20 policiais - o número pode ser maior dependendo do local ou risco do evento. O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, já estava sendo acompanhado por agentes, ontem, ao chegar à Câmara. A campanha de Guilherme Boulos (PSOL) disse à reportagem que ainda não decidiu se vai pedir a proteção pessoal da PF. O ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) disse à reportagem que ainda está pensando se utilizará os serviços da PF. O PDT avalia a situação do presidenciável Ciro Gomes. A assessoria de Marina afirmou que vai acertar com a PF como será o esquema. A assessoria de Alvaro Dias (Podemos) confirmou que o candidato terá proteção pessoal. Já a campanha do PT informou que não foi comunicada oficialmente pela PF e não tem posição definida. A reportagem não obteve resposta de Geraldo Alckmin (PSDB). Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/pf-vai-limitar-seguranca-de-candidatos-a-presidencia-08082018

Palmeiras perde pênalti e empata com Bahia na Copa do Brasil
Data: 03/08/2018

Time alviverde apenas empatou em 0 a 0, nesta quinta (2), em Salvador. Em lance que originou pênalti perdido, árbitro consultou VAR para retirar cartão

Bahia e Palmeiras empataram em 0 a 0, nesta quinta-feira (2), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela primeira partida entre as equipes pelas quartas de final da Copa do Brasil. O jogo foi marcado pelo nervosismo, especialmente no segundo tempo. O time alviverde perdeu uma cobrança de pênalti, feita por Bruno Henrique, no lance que teve a primeira decisão revista com o uso do VAR no Brasil. O jogo da volta entre as duas equipes está marcado para o dia 16 de agosto, às 19h15, no Allianz Parque, em São Paulo. Antes, o Palmeiras tem compromissos pelo Brasileirão e Copa Libertadores. No próximo domingo, o time alviverde joga contra o América-MG, em Belo Horizonte, pelo Nacional. Na quinta da semana que vem, a equipe brasileira enfrenta o Cerro Porteño, no Paraguai, pelas oitavas de final da Libertadores. Já o Bahia enfrenta o Fluminense, também no domingo, pela 17ª rodada do Brasileirão, no Maracanã. Depois, na quarta-feira que vem, os baianos jogam contra o Cerro, no Uruguai, no duelo da volta pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Em Salvador, o Bahia venceu por 2 a 0. O jogo O Palmeiras, que tinha o auxiliar Paulo Turra comandando a equipe no banco de reservas — Felipão deve estrear na partida contra o América Mineiro, no domingo que vem —, quase abriu o placar no primeiro minuto. Moisés iria passar para Deyverson, que estava impedido, mas a bola bateu na zaga e sobrou para Dudu. O atacante palmeirense corria livre pela esquerda, chutou forte e rasteiro, mas o goleiro Anderson defendeu. O time alviverde seguiu pressionando o Bahia em seu campo nos primeiros minutos da partida. Aos 6, Moisés lançou na área pela esquerda e Deyverson dividiu com o goleiro do time baiano, que conseguiu afastar o perigo. Menos de um minuto depois, Dudu desceu em velocidade pela esquerda e bateu firme para o gol, mas Anderdon fez boa defesa. O Bahia só conseguiu uma jogada de ataque quase aos 8 minutos, quando Edigar Junio chegou à linha de fundo e cruzou, mas foi bloqueado pela zaga palmeirense. Aos 14 minutos, Deyverson, muito questionado por grande parte da torcida, mas prestigiado pela nova gestão de Luiz Felipe Scolari, quase marcou um golaço. Livre de marcação na área, o atacante deu uma bicicleta ao receber um cruzamento de Dudu. A bola passou muito perto da trave direita de Anderson. No lance seguinte, o Bahia levou perigo com uma bola alçada na área do Palmeiras. O goleiro Wewerton teve que sair de soco para afastar o perigo. Aos 18 minutos, Zé Rafael sofreu falta praticamente no bico direito da área adversária. Ele mesmo bateu e a bola passou raspando a trave superior de Wewerton. O Palmeiras quase marcou aos 20 minutos, depois de uma confusão na área do Bahia, Felipe Melo e Antônio Carlos, que estavam na área para aproveitar a cobrança de um escanteio, tentaram aproveitar o rebote do goleiro. Mas Anderson conseguiu tirar a bola dos palmeirenses. Aos 25 minutos, o lateral-direito Marcos Rocha chegou até a linha de fundo e cruzou para Deyverson. O atacante chutou prensado e a bola saiu em escanteio para a equipe paulista. O Bahia perdeu a melhor oportunidade de inaugurar o marcador na partida até ali aos 28 minutos. Moisés perdeu a bola no ataque, Zé Rafael dominou e disparou em altíssima velocidade. O meia passou para Gilberto, que estava completamente livre e acompanhava a jogada, mas o atacante chutou torto e perdeu o gol. A equipe da casa conseguiu ganhar as ações no meio de campo, mas procurava as bolas aéreas para tentar vencer a zaga do Palmeiras, enquanto o time paulista usava a velocidade para surpreender os adversários. Nos últimos 10 minutos do primeiro tempo, o Bahia envolveu o Palmeiras e criou alguns bons lances. Aos 43, o meio-campista Vinícius bateu falta, mas Wewerton fez boa defesa. O zagueiro Edu Dracena ainda usou a cabeça para salvar o time alviverde de sofrer o gol aos 46 minutos. Segundo tempo Na volta do intervalo, o Bahia levou perigo logo aos 50 segundos de jogo. Mena cruzou da esquerda e Gilberto cabeceou sozinho, mas errou o alvo. Aos 5 minutos, Edigard Junio recebeu na entrada da área, levou o lance para o lado direito, girou e chutou forte. A bola passou perto da trave superior de Wewerton, que apenas acompanhou o lance. Dois minutos depois, o atacante palmeirense Willian sentiu uma contusão muscular — ocorrida em um lance já no segundo tempo — e pediu para ser substituído. O jovem Arthur entrou no time paulista. Aos 9 minutos, o zagueiro Gregore quase fez um gol contra. Depois de batida de falta da intermediária, feita por Diogo Barbosa, a bola viajou até a segunda trave. O jogador do Bahia, na intenção de desviar para escanteio, cabeceou para o gol e obrigou Anderson a se esticar para evitar o prejuízo. Pouco depois, o Bahia desceu em um contra-ataque muito rápido, puxado por Edigar Junio. O atacante passou para Vinícius, que foi derrubado por Felipe Melo a um passo da grande área. Os jogadores do time tricolor baiano pediram pênalti, mas o árbitro Anderson Daronco estava muito seguro da marcação. Na cobrança, Gilberto chutou forte, mas a bola explodiu na barreira. Aos 15 minutos, a defesa palmeirense fez uma lambança que quase resultou no primeiro gol do Bahia. O atacante baiano Edigar Junio chutou cruzado da direita, Wewerton foi mal no lance e deu rebote. Porém, Antônio Carlos se atrapalhou e, ao invés de deixar o goleiro recuperar a bola, tentou tirar da área e por pouco não entregou para o adversário. Na sequência da jogada, Elton dominou do lado esquerdo do ataque e bateu com muito perigo. Wewerton fez grande defesa, mas deu novo rebote. Desta vez, a defesa do Palmeiras bloqueou bem e afastou o perigo. O Palmeiras tentava surpreender no contra-ataque e, aos 24 minutos, Arthur foi derrubado dentro da área por Gregore, que foi expulso de campo. A jogada começou com Dudu, que encontou Arthur entrando livre na área e tocou. O meia palmeirense foi empurrado pelo atleta do Bahia. No entanto, Daronco ouviu a equipe do VAR da CBF e, após mais de três minutos, retirou o cartão vermelho de Gregore e aplicou o amarelo. Do início da jogada até a cobrança do pênalti se passaram mais de cinco minutos. O volante Bruno Henrique — que marcou quatro gols nas últimas três partidas — soltou uma bomba, mas a bola explodiu na trave superior do goleiro Anderson. Aos 44 minutos, o atacante Deyverson deu uma cotovelada no chileno Mena em uma jogada na lateral do gramado. O atleta do Bahia sofreu um corte no supercílio e o palmeirense foi expulso pelo árbitro Anderson Daronco. O jogo ficou mais nervoso e tumultuado nos minutos seguintes. Devido às paradas para a consulta ao VAR e a expulsão de Deyverson, Daronco deu 9 minutos de acréscimos no segundo tempo. Porém, as equipes não conseguiam mais criar jogadas ofensivas. No fim, o empate sem gols prevaleceu em uma partida muito disputada e deixou a decisão da vaga às semifinais da Copa do Brasil para São Paulo. Ficha Técnica BAHIA 0 x 0 PALMEIRAS 2/8 – Arena Fonte Nova (Salvador) Árbitro: Anderson Daronco (Fifa); Público: 27.296 pessoas (27.014 pagantes); Cartões Amarelos: Diogo Barbosa, Felipe Melo (Palmeiras); Zé Rafael, Bruno, Tiago, Gregore (Bahia); Cartão Vermelho: Deyverson (Palmeiras). PALMEIRAS: Wewerton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barboza; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés (Gustavo Scarpa, aos 18 do 2º); Willian (Arthur, aos 7 do 2º), Deyverson e Dudu (Thiago Santos, aos 37 do 2º). Técnico: Paulo Turra. BAHIA: Anderson; Bruno, Tiago, Lucas Fonseca e Mena; Gregore, Elton, Vinícius, Edigar Junio (Marco Antônio, aos 35 do 2º) e Zé Rafael (Élber, aos 49 do 2º); Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/palmeiras-perde-penalti-e-empata-com-bahia-na-copa-do-brasil-02082018

Árbitro expulsa jogador no Bahia x Palmeiras, mas volta atrás com VAR
Data: 03/08/2018

Anderson Daronco inicialmente havia expulsado Gregore. Depois de quase cinco minutos de revisão com auxílio da tecnologia, aplicou cartão amarelo

O VAR entrou em campo nesta quinta-feira (2) em um campeonato nacional. Os torcedores na Arena Fonte Nova puderam ver o assistente de árbitro de vídeo no lance do pênalti do Palmeiras, contra o Bahia, pelas quartas de final da Copa do Brasil. A partida terminou com o placar zerado. Aos 24 minutos do segundo tempo, Gregore derrubou Arthur na grande área. O árbitro Anderson Daronco apitou o pênalti e inicialmente expulsou o jogador do Bahia. Depois de quase cinco minutos de revisão na tela à beira do campo, Daronco retirou o cartão vermelho e aplicou o amarelo. Na cobrança, Bruno Henrique acertou o travessão. A tecnologia foi adotada para esta fase da Copa do Brasil e foi largamente utlizada nas partidas da última quarta-feira entre Corinthians x Chapecoense, Grêmio x Botafogo e Santos x Cruzeiro. Essa, no entanto, foi a primeira vez que a partida foi paralisada para tanto. O modelo de auxílio ao árbitro pela tecnologia no Brasil é similar ao utilizado na última Copa do Mundo. O funcionamento obedece os mesmos critérios de confirmação do gol, validação de pênalti, situações de cartão vermelho e identificação de jogadores. A principal diferença está no local em que os profissionais de arbitragem atuam. Na Copa do Brasil, os assistentes estão no estádio, enquanto na Copa do Mundo ficavam em uma mesma sala em Moscou. Segundo as contas da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), a utilização da tecnologia custa cerca de R$ 50 mil para a entidade. São de 14 a 16 câmeras espalhadas por cada estádio, com uma opção mais barata para a precisão do impedimento dos jogadores. O VAR também está previsto para o Campeonato Brasileiro mas, de acordo com Sérgio Corrêa, coordenador do VAR no país, não será para esta edição.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/arbitro-expulsa-jogador-no-bahia-x-palmeiras-mas-volta-atras-com-var-02082018

São Paulo desperdiça chances e perde para Colón na Sul-Americana
Data: 03/08/2018

Tricolor criou inúmeras oportunidades apesar da retranca do time argentino, que marcou com desvio de Hudson. Jogo de acontece na quinta-feira (16)

Na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro, o São Paulo se dividiu na noite desta quinta-feira (2) com a Copa Sul-Americana. O Tricolor até que mostrou bom futebol, mas foi castigado pela retranca do Colón e perdeu por 1 a 0, pela segunda fase da competição continental. A partida de volta acontece daqui duas quintas-feiras, em Santa Fé, na Argentina. O próximo compromisso do Tricolor, no entanto, será contra o Vasco, no domingo, no Morumbi, pela 17ª rodada do Brasileirão. As duas equipes venceram o primeiro tempo de 16ºC no gelado Morumbi na base da correria. Os primeiros 45 minutos foram alucinantes, principalmente, para os donos da casa. As principais chances de gol apareceram nos pés de Rojas e Bruno Peres. Do outro lado, os argentinos se posicionavam em retranca e saíram em contra-ataque. Alan Ruiz e Fritzler chegaram a assustar o goleiro Jean, que substituiu Sidão para a competição continental. O castigo para quem não conseguiu o gol saiu aos 34 minutos do segundo tempo. Em uma bola que parecia despretensiosa, Fritzler contou com desvio em Hudson para vencer o goleiro Jean. Os argentinos fizeram a festa fora de casa e logo passaram a irritar os são-paulinos. Já sem a tranquilidade necessária para alcançar o empate, Diego Souza entrou em confusão e chegou a chutar um adversário no meio-campo. O jovem Brenner foi expulso nos minutos finais após um empurrão em Emmanuel Oliveira. SÃO PAULO 0 X 1 COLÓN-ARG Local: Morumbi, São Paulo (SP) Data-Hora: 2/8/2018 - 19h30 ??Árbitro: Leodan González (URU) Assistentes: Miguel Nevas e Carlos Barreiro (ambos do URU) Público/renda: 35.666 pessoas/R$ 828.553,00 Cartões amarelos: Hudson, Ortiz, Diego Souza e Javier Correa Cartões vermelhos: Brenner Gols: Fritzler, aos 34'2ºT (0-1) SÃO PAULO: Jean; Bruno Peres (Shaylon, aos 17'2ºT), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo (Carneiro, aos 23'2ºT); Hudson, Militão e Nenê; Rojas (Brenner, aos 42'2ºT)), Everton e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre. COLÓN-ARG: Burián; Gustavo Toledo, Godoy, Guillermo Ortiz e Emanuel Oliveira; Bernardi, Fritzler, Escobar, Heredia (Sandoval, 47'2ºT) e Estigarribia; Alan Ruiz (Bernardi, aos 26'2ºT) e Javier Correa (Bastía, aos 40'2ºT). Técnico: Eduardo Dominguez.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sao-paulo-desperdica-chances-e-perde-para-colon-na-sul-americana-02082018

Inflação da classe C acelera em julho, diz FGV
Data: 03/08/2018

Índice mede o impacto da inflação para as famílias que recebem renda de um (R$ 954) a dois e meio (R$ 2.385) salários mínimos

A inflação da classe C acelerou em julho, segundo os dados o IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor — Classe 1) divulgados na manhã desta sexta-feira (3) pela FGV (Fundação Getulio Vargas). O índice mede o impacto da inflação para as famílias de baixa renda, que recebem de um (R$ 954) a dois e meio (R$ 2.385) salários mínimos por mês. Em julho, o indicador registrou aceleração de 0,25%, resultado menor do que o registrado no mês anterior (1,52%). De janeiro a julho deste ano, o indicador acumula alta de 3,29%. Os preços dos alimentos caíram bastante de um mês para outro, registrando variação de 2,31% para -0,45%. Em seguida aparecem a habitação (2,36% para 1,40%), transportes (0,73% para -0,05%) e vestuário (0,27% para -0,64%). Os itens que tiveram aceleração da inflação são comunicação (0,15% para 0,29%) e saúde e cuidados pessoais (0,15% para 0,20%).

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/inflacao-da-classe-c-acelera-em-julho-diz-fgv-03082018

ANTT está trabalhando em nova tabela de frete mínimo
Data: 03/08/2018

Tabelamento do frete foi uma das medidas tomadas pelo governo para colocar fim na greve que tomou o país em maio

Ponto de polêmica entre caminhoneiros e empresas e com sua legalidade em discussão na Justiça, a tabela com valores mínimos do frete rodoviário caminha para ganhar uma nova versão. Termina nesta sexta-feira (3) o prazo aberto pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para receber propostas da sociedade sobre o assunto. Atualmente, existe uma tabela de frete que, no entendimento do governo, está em vigor. Algumas entidades empresariais sustentam que não. No entanto, ainda não há palavra final sobre isso. Todas as decisões da Justiça sobre o tabelamento estão bloqueadas por decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux, que só pretende retomar a discussão sobre o assunto no próximo dia 27, com a realização de uma audiência pública. Paralelamente, a ANTT trabalha nessa nova versão da tabela. O tabelamento dos fretes rodoviários foi uma das medidas do pacote que o governo negociou com os caminhoneiros para pôr fim à paralisação da categoria que durou 11 dias, no fim de maio, e provocou uma crise de abastecimento no País. "Há represamento e produtos que já deveriam ter sido despachados ainda estão armazenados", disse a assessora técnica em Logística da CNA (Confederação Nacional da Agricultura), Elisângela Lopes. Radicalmente contrária ao tabelamento, a entidade não deve apresentar nenhuma proposta à ANTT. Igualmente contrária à tabela do frete, a Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais) pretende encaminhar um documento detalhado à ANTT. "Vamos reforçar que o tabelamento não interessa à indústria de soja", informou o presidente da associação, André Nassar. Se, ainda assim, a opção do governo for pela fixação de preços, a indústria pede cautela para que ele não atrapalhe a competição. Os preços mínimos, defende a entidade, devem ser calculados com base nos itens efetivamente desembolsados na prestação do serviço. E, em vez de ser organizada em quilômetros por eixo, a tabela deve ser fixada com base no custo por tonelada, que é a referência usual no mercado. "Não é só que a tabela é ruim para a economia e inconstitucional; ela é inaplicável", afirmou o gerente de Relacionamento com o Poder Executivo da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Pablo Cesário. Esse é o teor do documento enviado pela entidade à ANTT. Ele explica que, por exemplo, a tabela considera transporte em caminhões de três eixos, quando o usual são veículos de maior porte. Tal como a Abiove, a CNI vai defender que, se for instituído, o preço mínimo deve deixar de fora itens como custo de capital e depreciação do caminhão, que não são diretamente atrelados ao serviço. "Tem de ser o mínimo mesmo, do contrário é uma tabela de preços", explicou. Relatório Pelo rito da ANTT, as sugestões recebidas até hoje serão consolidadas num relatório, que posteriormente será analisado pela diretoria da agência reguladora, antes da adoção de uma eventual nova norma. É um processo que normalmente demora alguns meses. Mas a área técnica informa que essas sugestões também servirão de subsídio à discussão que ocorre no STF. Relator de três ações de inconstitucionalidade movidas contra o tabelamento, o ministro Luiz Fux quer fazer uma discussão ampla com especialistas no dia 27 antes de tomar uma decisão. É bem possível que a decisão da Justiça saia antes da conclusão dos trabalhos da ANTT em torno da nova tabela de frete. O prazo dado por Fux, porém, é considerado longo demais pelas empresas do agronegócio, que dizem enfrentar um nível inédito de insegurança jurídica e paralisia nos negócios. Há ainda impacto sobre os preços. O Ipea estima que os alimentos aumentarão 3,93% este ano, respondendo por 0,62 ponto porcentual na inflação do ano, estimada em 4,20%. Numa tentativa de acelerar a discussão na Justiça, a Abiove e a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) ingressaram no STF com um mandado de segurança com pedido de liminar, para que ao menos as instâncias inferiores da Justiça sejam liberadas para tomar decisões sobre o tabelamento. Protocolado durante o recesso parlamentar, esse pedido está com o ministro Alexandre de Moraes, que poderá ou não tomar uma decisão antes do dia 27. Além de discutir a constitucionalidade do tabelamento, as empresas usuárias de transporte questionam se a atual tabela do frete está mesmo em vigor ou se foi revogada acidentalmente pelo governo. Outro ponto de discussão é que a tabela foi editada sem ser previamente discutida com a sociedade. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/antt-esta-trabalhando-em-nova-tabela-de-frete-minimo-03082018

Cortes do governo vão afetar mais de 198 mil alunos e pesquisadores
Data: 03/08/2018

Órgão vinculado ao Ministério da Educação pede “ação urgente” da pasta para preservar os recursos destinados ao setor

A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) afirmou nesta quinta-feira (2) que o Orçamento de 2019 resultará em "corte significativo" nos repasses feitos ao órgão ao longo do próximo ano. Com isso, o órgão vinculado ao Ministério da Educação diz que os recursos apresentados na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) vão ocasionar a suspensão do pagamento de todos os bolsistas de mestrado, doutorado e pós-doutorado a partir de agosto do ano que vem. A medida tende a afetar mais de 93 mil alunos e pesquisadores, prevê a Capes. Além disso, o órgão lamenta que o orçamento previsto deve também interromper programas de fomento à pós-graduação no Brasil. O órgão ainda destaca a possibilidade de suspensão dos pagamentos de 105 mil bolsistas e a interrupção de programas que ofertam mais de 700 cursos em 600 cidades do país. "Um corte orçamentário de tamanha magnitude certamente será uma grande perda para as relações diplomáticas brasileiras no campo da educação superior e poderá prejudicar a imagem do Brasil no exterior", finaliza a Capes, que pede uma ação urgente do Ministério da Educação para preservar os recursos destinados ao setor.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/cortes-do-governo-vao-afetar-mais-de-198-mil-alunos-e-pesquisadores-02082018

Luciana Gimenez faz declaração a ex-marido:
Data: 03/08/2018

Apresentadora usou as redes sociais para homenagear o aniversariante Marcelo de Carvalho, com quem foi casada durante 12 anos

Luciana Gimenez mostrou mais uma vez a boa relação com Marcelo de Carvalho. A apresentadora usou as redes sociais, nesta quarta-feira (1), para desejar feliz aniversário ao ex-marido. No Instagram, Luciana foi econômica nas palavras e mostrou que, embora o casamento tenha chegado ao fim, ainda há espaço para brincadeiras e amizade. — Feliz aniversário, gordo. Amigos para sempre. Separados desde abril de 2018, Gimenez sempre fez questão de deixar claro que mantém uma relação amistosa com o pai do filho caçula, Lorenzo Gabriel, de 7 anos. O relacionamento entre a apresentadora e o vice-presidente da RedeTV! durou 12 anos. Dias após a confirmação do fim do casamento, Marcelo de Carvalho passou a circular publicamente com a namorada, a socialite Simone Abdelnour. Luciana, por sua vez, ainda não foi vista se relacionando com ninguém e segue curtindo a vida de solteira.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/tv-e-entretenimento/luciana-gimenez-faz-declaracao-a-ex-marido-amigos-para-sempre-01082018

Ex-parceira de Ximbinha é dispensada em reality musical
Data: 03/08/2018

Michele Andrade, de 25 anos, que chegou a cantar com o ex de Joelma na X-Calypso, não conseguiu se classificar nas audições às cegas no "The Voice"

Ex-parceira de Ximbinha na banda X-Calypso, a pernambucana Michele Andrade, de 25 anos, participou nesta terça-feira das audições às cegas do "The voice Brasil", da Globo. Apesar de ser profissional, e de até ser sido contratada por Ximbinha para substituir Joelma, Michele não conseguiu se classificar no reality musical da Globo. Nenhuma das quatro cadeiras dos jurados Lulu Santos, Ivete Sangalo, Michel Teló e Carlinhos Brown viraram para ela, que canta há 10 anos. Michele foi a quarta vocalista a substituir Joelma após a saída da cantora da banda Calypso, em 2015. Ela deixou a banda de surpresa em outubro de 2017 após ficar poucos meses e saiu brigada com Ximbinha. Após se apresentar no "The Voice", Michele usou as redes sociais para agradecer o carinho do público. "Estou muito feliz por essa conquista, de ter chegado ao palco do The Voice Brasil, pois são milhões de pessoas na tentativa, e eu estive ali, entre os selecionados pra se apresentar. Na vida temos que saber ganhar e perder, e nessa, com certeza, eu ganhei!, escreveu cantora.

Link Notícia: https://diversao.r7.com/prisma/keila-jimenez/ex-parceira-de-ximbinha-e-dispensada-em-reality-musical-01082018

A homenagem e o alerta feitos por Lady Gaga após 'Zombie Boy' ser encontrado morto no Canadá
Data: 03/08/2018

Cantora usou Twitter para lamentar morte de modelo que participou do clip de 'Born This Way' e para ressaltar importância de pessoas que sofrem de depressão pedirem ajuda a amigos e familiares.

A cantora Lady Gaga homenageou o modelo Rick Genest, que foi encontrado morto na quinta-feira, aos 32 anos, e usou seu perfil oficial no Twitter para ressaltar a importância de pessoas que sofrem de depressão pedirem ajuda. Genest era conhecido como Zombie Boy, devido a tatuagens de ossos e órgãos que tinha espalhadas pelo corpo, incluindo uma que mostrava traços de caveira em seu rosto. Ele foi encontrado morto em sua casa, em Montreal, no Canadá, e vários jornais disseram que ele cometeu suicídio. O modelo fez uma participação no vídeo da música Born This Way, de Gaga, em 2011, e a cantora postou no Twitter que a perda era "mais do que devastadora". No clip da música Born This Way Lady Gaga aparece com uma pintura no rosto semelhante às tatuagens de Rick "O suicídio do amigo Rick Genest, Zombie Boy, é mais do que devastador. Nós temos que nos esforçar mais para mudar a cultura, trazer a saúde mental para o primeiro plano e apagar o estigma de que não podemos falar sobre isso", escreveu a cantora. A cantora também postou que "se você está sofrendo, converse com alguém, e se você conhece alguém que está nessa situação também ofereça apoio". Genest desfilou para o estilista francês Thierry Mugler, apareceu na revista Vogue Japan e já foi "o rosto" da grife de Jay-Z Rock-A-Wear. Seu corpo foi encontrado seis dias antes de completar 33 anos. A empresa que agenciava o modelo postou no Facebook que eles estavam "chocados e aflitos" com sua morte. "Ricky era amado por todos aqueles que tiveram a chance de encontrá-lo e conhecê-lo", dizia o post. "Recebemos essa notícia lamentável no início da tarde e membros da equipe vieram apoiar a família e os parentes dele neste momento difícil. Queremos demonstrar nossas mais profundas condolências ... Obrigado zb (Zombie Boy) por esses belos momentos em sua companhia e por seu sorriso radiante." BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://diversao.r7.com/pop/a-homenagem-e-o-alerta-feitos-por-lady-gaga-apos-zombie-boy-ser-encontrado-morto-no-canada-03082018

Temer decreta necessidade de boas condições de trabalho a domésticos
Data: 03/08/2018

Texto foi aprovado pelo Congresso Nacional e publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (3)

O presidente Michel Temer (MDB) sancionou um decreto que determina que os trabalhadores domésticos devem prestar os serviços em um ambiente em boas condições dentro das edificações urbanas da cidade. A decisão foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) na manhã desta sexta-feira (3). O texto da lei 13.699/2018 diz que o objetivo é "garantia de condições condignas de acessibilidade, utilização e conforto nas dependências internas das edificações urbanas, inclusive nas destinadas à moradia e ao serviço dos trabalhadores domésticos, observados requisitos mínimos de dimensionamento, ventilação, iluminação, ergonomia, privacidade e qualidade dos materiais empregados". O decreto foi aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Temer. Dados de 2017 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) mostram que a população de empregados domésticos no Brasil é de 7 milhões de pessoas.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-decreta-necessidade-de-boas-condicoes-de-trabalho-a-domesticos-03082018

Temer cancela indicação de Davidson Tolentino para ANS
Data: 03/08/2018

Publicação no diário oficial indica a desistência da presidência para indicar Tolentino ao cargo, conforme havia feito em abril

O presidente Michel Temer pediu ao Senado Federal para retirar de tramitação a mensagem que indicou Davidson Tolentino de Almeida para exercer o cargo de diretor da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), vinculada ao Ministério da Saúde. A informação consta de mensagem publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (3). Temer havia submetido a indicação de Davidson Tolentino à apreciação dos senadores em abril. A publicação de Diário Oficial não explica por que o Planalto desistiu de Tolentino para o cargo. No entanto, conforme a Coluna do Estadão informa na edição desta sexta-feira, Tolentino é ligado ao PP e foi ele mesmo que pediu para ser substituído. O presidente da sigla, Ciro Nogueira, disse à Coluna que vai apresentar outro nome ao governo. Atualmente, Davidson Tolentino é diretor do Departamento de Logística em Saúde da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, pasta comandada pelo PP. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/temer-cancela-indicacao-de-davidson-tolentino-para-ans-03082018

Mulheres que fizeram aborto relatam medo e desespero
Data: 03/08/2018

Mulheres pobres costumam recorrer a métodos perigosos em casa ou em clínicas de baixa qualidade, e são mais atingidas pela criminalização da prática

Em um país marcado por abismos socioeconômicos, uma questão polêmica de saúde pública, como o aborto, acaba revelando privilégios. No Brasil, onde a interrupção da gravidez só é permitida em casos específicos, abortos seguros são prerrogativa de mulheres ricas que podem arcar com preços cobrados por médicos ou clínicas ilegais espalhadas pelo país. As mulheres pobres, em geral, recorrem a métodos perigosos em casa ou em clínicas de péssima qualidade. Muitas delas morrem devido a hemorragias graves causadas por procedimentos mal feitos. Também são elas as mais atingidas pela criminalização da prática. De acordo com a publicação 20 anos de Pesquisa Sobre Aborto do Brasil, do Ministério da Saúde, a criminalização do aborto atinge especialmente mulheres jovens, desempregadas ou em situação informal, negras, com baixa escolaridade, solteiras e moradoras de áreas periféricas. Levantamento conduzido pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro no ano passado, mostrava que ao menos 42 mulheres que fizeram aborto no estado, entre 2005 e 2017, foram processadas e respondiam a processo criminal. A maioria delas era negra, pobre, tinha entre 22 e 25 anos e já era mãe. Entre 2006 e 2015, o Ministério da Saúde contabilizou 770 óbitos de mulheres por complicações após procedimentos de aborto. De acordo com a pasta, o aborto é a quarta causa de mortalidade materna no país. Especialistas acreditam que esses números sejam ainda maiores. De acordo com o Código Penal, o aborto é crime no Brasil, com pena de um a três anos, salvo em situações em que há risco de vida para a mulher ou para o bebê, em casos de estupro e de anencefalia do feto. A partir de hoje (3), a questão da criminalização do aborto estará em debate durante audiências públicas no Supremo Tribunal Federal (STF). A Agência Brasil entrevistou duas mulheres de diferentes perfis que optaram pela interrupção de uma gravidez indesejada. Sob a promessa de anonimato, elas relataram à reportagem suas histórias de vida e o motivo que as levaram a decidir pelo aborto. Medo, desconhecimento, falhas na educação sexual, desespero e, muitas vezes, desamparo. As situações e condições a que as duas mulheres foram submetidas são bem distintas. Em comum, apenas o entendimento da necessidade de uma política integral de atendimento à mulher que evite mortes desnecessárias. Desencanto com o amor "Neste mês de agosto, está fazendo um ano que eu fiz esse procedimento. Eu tinha 31 anos, na época. Eu me relacionei com um rapaz que conheci através da internet. Eu já o conhecia, na verdade. Ele é escritor e eu o seguia [nas redes sociais], era muito fã dele." Foram com essas palavras que Lara* iniciou seu relato sobre a decisão de fazer um aborto. Quando concedeu a entrevista, ela estava a mais de 2 mil km de sua casa, localizada no interior de Alagoas, e cuidava, a pedido de um amigo, de uma mulher que havia acabado de interromper uma gravidez, em outra região do Brasil. Segundo ela, foram os constantes pedidos por dinheiro emprestado, sob alegação de dificuldades financeiras, que provocaram nela o desencantamento que se instalou de forma definitiva. Os apelos não eram feitos exclusivamente a ela, que descobriu que o rapaz tinha o mesmo histórico com outras mulheres. "As circunstâncias foram essas, decorrentes de um relacionamento que existiu para mim, em que eu me apaixonei, mas o cara só se aproximou para tirar coisas de mim. Quando eu entendi isso, eu fiquei deprimidíssima e, logo depois, eu descobri a gravidez", afirmou. Para ela, um componente que contribuiu para que engravidasse foram as falhas em sua educação sexual, comuns a muitas brasileiras. "Eu estudei em escola particular, no interior do Alagoas, onde as cabeças são bem fechadas. A minha família não é religiosa, mas alguns temas, simplesmente, não eram tratados. Eu não fui educada para conhecer meu corpo, para frequentar médico", disse. "Então, com uns dois meses, eu tinha uns sangramentos que eu achava que eram menstruação, mas não eram", acrescentou, suspirando. Decepcionada com um afeto que não encontrava reciprocidade, Lara procurou focar na solução, da forma mais objetiva possível, já que não pretendia ter filhos de um homem com comportamentos que condenava. "Eu decidi no ato, imediatamente. Só que eu não sabia como fazer. Sabe aquela coisa sobre a qual ninguém fala, que ninguém sabe onde conseguir, com quem falar? Fiquei totalmente desesperada", declarou. Determinada, Lara encontrou no próprio círculo social uma mulher que informou um local onde o aborto poderia ser feito. "Essa pessoa, uma grande amiga, me indicou três possibilidades: uma clínica em Salvador, que seria a mais cara, a compra de medicamento pela internet, que chegaria no endereço para fazer auto-aplicação, ou uma moça, na capital [Maceió], que fazia na casa dela", contou. Lara conta que, primeiramente, comprou o medicamento pela internet, mas a caixa veio vazia. Desesperada, tentou ir a clínica em Salvador, mas não tinha todo o dinheiro necessário. Foi então que ela resolveu recorrer à opção mais barata: uma moça que fazia abortos na própria casa, em Maceió, e cobrava R$ 2 mil. Ela resolveu seguir no plano B sozinha, percorrendo, de carro, o caminho de sua cidade até Maceió. "Eu tinha muito, muito, muito medo. Eu sabia que eu ia à casa de uma mulher, mas não sabia o que ela ia fazer comigo. Então, a gente tem, primeiro, o medo de morrer. Segundo, o medo de não morrer e ir para um hospital e, de repente, ser presa ou ser submetida a algum tipo de violência e constrangimento." Ela conta que tremia muito antes de chegar à casa, localizada em um bairro bem humilde da capital alagoana. “Era uma rua bem estreitinha, os vizinhos na porta e eu pensando comigo: 'Todo mundo sabe o que eu vim fazer aqui.' Cheguei lá e já comecei a chorar. Ela conversou muito comigo. Ela já era uma senhora. E, pronto, aplicou o remédio na parede do útero, me dando algumas unidades para colocar debaixo da língua. Aí, eu fui pra casa." Sem o efeito esperado, Lara teve que retornar ao local, uma semana depois. "Da segunda vez, não fez efeito. Eu fiquei desesperada. Tentamos a terceira vez e eu com medo de tanto remédio no meu organismo, sem saber o que estava acontecendo, muito assustada. Na terceira vez, ela me deu uma dose maior para ingerir, duas horas depois, quando eu estivesse em casa.” A partir disso, Lara teve contrações que duraram nove horas e, hoje, define o sentimento associado à experiência como alívio. "Eu estava me sentindo duplamente lesada por esse cara. Eu tive um prejuízo financeiro de mais de R$ 15 mil e um prejuízo emocional que não tem preço", declara. Ambiente de elite Jasmin*, 68 anos, foi criada em bairros nobres do Rio de Janeiro. Casada pela primeira vez aos 18 anos, já grávida de seu primogênito, ela disse que suas escolhas estavam limitadas, por valores morais impostos pela família. "Não quis fazer aborto e minha solução era ou ser mãe solteira, o que, para minha família, era pesado demais admitir na época, ou o casamento. Como era um namorado, uma pessoa com quem tinha um relacionamento, o casamento foi uma consequência natural, e ele queria ter o filho também. Um ano e três meses depois, eu tive outro", revelou. Aos 22 anos, Jasmin recorreu a uma clínica clandestina de aborto, para interromper a gestação de seu terceiro filho. "Eu tive duas filhas. No meu segundo casamento, a relação já estava ruim e eu engravidei pela terceira vez. Nem meu marido, nem eu queríamos [ter a criança]. Eu achava que não tinha muito sentido ter [um bebê] quando tudo estava ruim", contou. "A opção foi fazer aborto num clima de segurança, num ambiente que atende à elite. Agora, para mim, foi uma experiência muito traumática. Eu me arrependi depois, mas é uma questão de foro íntimo." Segundo ela, que foi acompanhada de uma amiga ao endereço, também em um bairro nobre da cidade, próximo à sua residência, o procedimento era considerado normal entre as pessoas de sua faixa etária. "Foi um homem [quem fez o aborto]. Como era muito caro, ele me tratou muito bem", destacou. "Quase todo mundo da minha geração fez algum aborto." De acordo com a Pesquisa Nacional do Aborto, realizada em 2016 pela Anis Instituto de Bioética, uma em cada cinco mulheres já decidiram interromper uma gravidez não desejada. Ela reconhece que foi uma mulher privilegiada por conseguir se dirigir a uma clínica que, além de preservar sua identidade, ofereceu um atendimento de qualidade. Jasmin defende que as políticas de saúde da mulher no Brasil sejam aprimoradas, a fim de que esse público não fique tão suscetível. "Hoje em dia, [a mulher] acaba tendo que fazer um aborto em que são usados métodos medievais. Muitas vezes, as meninas morrem e são muito maltratadas quando chegam lá [ao hospital]", afirma. *O nome das entrevistadas é fictício

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/mulheres-que-fizeram-aborto-relatam-medo-e-desespero-03082018

Ministros discutem hoje possíveis cortes de bolsas da Capes
Data: 03/08/2018

Coordenação diz que, se os cortes previstos forem mantidos, haverá a suspensão das bolsas a partir de agosto de 2019

Os ministrosdo Planejamento, Esteves Colnago, e da Educação, Rossieli Soares, devem se reunir nesta sexta-feira (3), às 15h, no Ministério do Planejamento, para buscar alternativas às mudanças no orçamento do Conselho Superior da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) previsto para 2019. A medida, de acordo com a Capes, põe em risco o desenvolvimento de pesquisas científicas em curso em distintas áreas. Segundo a coordenação, se os cortes previstos forem mantidos, haverá a suspensão das bolsas de pós-graduação e de programas de formação de professores, a partir de agosto de 2019. Pelos cálculos da Capes, a iniciativa deve prejudicar 93 mil estudantes dos cursos de pós-graduação e ainda 105 mil que deixariam de receber as bolsas de estudo de três programas — Iniciação à Docência, a Residência Pedagógica e a Formação de Professores da Educação Básica. A Capes informou ainda que há ameaças ao funcionamento da Universidade Aberta do Brasil, afetando a formação de mais de 245 mil professores da rede pública, em 600 municípios. Nota Em nota, os dois ministérios (Planejamento e Educação) informaram que o valor global do orçamento é definido pelo pela pasta do Planejamento, mas cada ministério decide como distribuir os recursos internamente. Há uma brecha para alterações, de acordo com a nota, porque o Projeto de Lei Orçamentária pode mudar até o dia 31 de agosto — prazo máximo para a proposta ser enviada para votação no Congresso. Orçamento O Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2019 ainda não foi divulgado oficialmente pelo governo federal. No Orçamento deste ano, o valor destinado ao MEC (Ministério da Educação) é R$ 23,6 bilhões. Para o próximo ano, a previsão é que o MEC fique com R$ 20,8 bilhões no Orçamento da União – um corte de 12%, que foi repassado proporcionalmente à Capes. A redução orçamentária é resultado da decisão de limitar a despesa pública instituída pela Lei do Teto de Gastos.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/ministros-discutem-hoje-possiveis-cortes-de-bolsas-da-capes-03082018

Presidente do STF determina que o senador Ivo Cassol seja preso
Data: 03/08/2018

Ministra Cármen Lúcia também pediu para que o Senado Federal declare a perda do mandato de Cassol

A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, decidiu enviar ofício ao Senado Federal pedindo para que a Casa declare a perda do mandato do senador licenciado Ivo Narciso Cassol (PP-RO). A ministra também determinou o início de cumprimento da pena do parlamentar, condenado por fraude em licitações quando era prefeito de Rolim de Moura (RO), entre 1998 e 2002. Quando foi condenado, em 2013, por maioria, determinou-se que a decisão sobre a perda de mandato de Cassol compete à Casa Legislativa. O parlamentar foi sentenciado a 4 anos, 8 meses e 26 dias de reclusão e a multa no valor de R$ 201.817,05 em agosto de 2013. Em 2017, a sentença de Cassol foi reduzida para 4 anos, o que permitiu a substituição da pena privativa de liberdade pela restritiva de direitos com prestação de serviços à comunidade. "Enquanto durarem os efeitos da condenação, nos termos expressos no voto unânime do Plenário deste Supremo Tribunal Federal quanto ao ponto, ficam suspensos os direitos políticos dos condenados", afirma Cármen na decisão, assinada em 19 de julho e divulgada nesta quinta-feira (2). Na mesma ação, também foram condenados ainda os réus Salomão da Silveira e Erodi Matt, respectivamente presidente e vice-presidente da comissão municipal de licitações à época. Na decisão, a ministra determina o início de cumprimento de pena de todos os condenados. "Expeçam-se guias de execução penal quanto aos condenados Erodi Antônio Matt e Salomão da Silveira, a ser cumprida perante a Vara de Execução Penal da Comarca de Rolim Moura/RO, a quem delego a competência para a imediata determinação das providências Cabíveis", diz a ministra. Execução Em manifestação enviada à Corte em janeiro deste ano, a PGR (Procuradoria-Geral da República) já havia requerido a execução imediata das penas dos réus. À época, Raquel Dodge solicitou que fosse determinado o acompanhamento da pena do parlamentar ao juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal. Também requereu que a prestação dos serviços fosse realizada em favor do Serviço de Atendimento a Usuários de Substâncias Químicas do Tribunal de Justiça do DF e Territórios por sete horas semanais. Aos demais réus, que fosse delegado o acompanhamento da execução ao juízo da Vara de Execuções Penais de Rolim de Moura, que deverá decidir sobre a designação da entidade beneficiária. Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/presidente-do-stf-determina-que-o-senador-ivo-cassol-seja-preso-02082018

Onda de calor pode elevar temperatura a 48ºC na Europa e quebrar recorde
Data: 03/08/2018

Meteorologistas acreditam que, neste fim de semana, há 30% de chances de Portugal e Espanha quebrarem recorde histórico de calor que já dura 41 anos

Enquanto a Europa sofre outra onda de calor, meteorologistas dizem que o recorde de maior temperatura da história do continente pode ser batido nos próximos dias. O recorde europeu é de 48º C, registrado em julho de 1977 em Atenas. No Brasil, a maior temperatura já registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foi 44,7°C, na cidade de Bom Jesus (PI), em 21 de novembro de 2005. As temperaturas estão subindo na Espanha e Portugal ajudadas por uma onda de ar quente vinda da África. Meteorologistas dizem que se o calor continuar aumentando, provavelmente recordes nacionais de temperaturas devem ser quebrados neste fim de semana - o atual dia mais quente da história da Europa, há 41 anos, também pode perder o posto. O serviço de análise climática da Espanha, por exemplo, colocou o país em alerta até o próximo domingo, dizendo que o calor está "especialmente intenso e duradouro." O Meteoalarm, grupo europeu de alerta meteorológico, já emitiu um alerta vermelho para grande parte do sul de Portugal e para a província de Badajoz, na Espanha. Esse nível de alerta considera o clima perigoso e com potenciais riscos à vida. O meteorologista da BBC, Nick Miller, afirma que a recente onda pode bater recordes de calor e é "potencialmente perigosa". Segundo ele, as temperaturas na península ibérica podem ser maiores que as registradas nos últimos 40 anos. O recorde português é de 47,4ºC, em 2013. Na Espanha, a maior temperatura já registrada foi de 47,3ºC, em julho do ano passado. "Sexta e sábado provavelmente serão os dias mais quentes (da onda de calor), e devem quebrar recordes de temperatura nacionais", escreveu o Mateogroup. Segundo os meteorologistas, as temperaturas vão subir de 45º nesta quinta para 47ºC no fim de semana. O grupo disse que há 40% de chances do recorde de Atenas ser igualado neste fim de semana - e 30% de ser batido. O Ipma, serviço português de meteorologia, afirma que o período de "excepcional calor" é comparável ao de 2003, quando houve alguns recordes. Mesmo as temperaturas mais baixas, que vão ocorrer durante a noite, devem ficar entre 25 e 30ºC. O forte calor da península ibérica vem se repetindo em outros pontos da Europa. Por causa do calor, o ponto mais alto da Suécia, uma geleira na montanha Kebnekaise, está derretendo vários centímetros por dia. Os cientistas que monitoram o fenômeno dizem que a geleira perderá seu título de pico do país para outro local. O serviço de administração de estradas da Noruega pediu para os motoristas tomarem cuidado com renas e ovelhas que porventura se abriguem do calor em túneis. Tore Lysberg, do governo, afirmou à agência de notícias AFP que "os animais se protegem em lugares mais frios; tanto renas quanto ovelhas se abrigam em túneis e áreas com sombras". No país, a temperatura chegou a 31,2ºC na quarta-feira. Na Grécia, incêndios florestais mataram ao menos 90 pessoas. Na Suécia, também foram registrados dezenas de focos de fogo. Embora os incêndios florestais sejam um problema recorrente na Europa, o calor e o tempo seco por um período prolongado podem provocar maior incidência de casos. Pesquisadores afirmam que as mudanças climáticas tornaram a onda de calor duas vezes mais longa do que deveria ser. Por outro lado, o longo e quente verão pressionou as cervejarias alemãs, que venderam tanta cerveja a ponto de causar escassez de garrafas, recuperando o recorde negativo de vendas no ano passado. Já no Estado alemão da Saxônia-Anhalt, os níveis extremamente baixos de água no rio Elba levaram à descoberta de granadas e munições perdidas da Segunda Guerra Mundial, segundo a polícia local. A corporação chegou a alertar os moradores que procurar explosivos no leito do rio é "perigoso e proibido". BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Link Notícia: https://noticias.r7.com/internacional/onda-de-calor-pode-elevar-temperatura-a-48c-na-europa-e-quebrar-recorde-02082018

Corpo encontrado durante operação não é de PM desaparecida
Data: 03/08/2018

Juliane dos Santos Duarte despareceu após ser abordada por homens encapuzados em um bar de Paraisópolis, segundo informações iniciais

O corpo encontrado durante uma operação da Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (3) em Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, não é o da PM Juliana Duarte, desaparecida desde quinta-feira (2). A informação foi confirmada à repórter da RecordTV Marcela Varasquim pelos técnicos da Polícia Científica, que estão no local das buscas. "O corpo trata-se de uma pessoa do sexo masculino, aparentemente de 40 anos de idade", informou o sargento do Corpo de Bombeiros Henrique. Segundo a corporação, o corpo foi encontrado em uma cova rasa e estava em decomposição. Juliane dos Santos Duarte, de 27 anos, foi vista pela última vez na rua Melchior Gloria, na Vila Andrade. Uma secretária de 41 anos compareceu ao DP informando que a policial participava de um churrasco em sua casa quando por volta da meia-noite foi para a casa de vizinhos. Às 6h da manhã, uma vizinha chegou desesperada e informou que a PM teria sido baleada por indivíduos desconhecidos, segundo o boletim registrado no 89º Distrito Policial (Portal do Morumbi). Os disparos teriam sido feitos durante uma briga em um bar, logo após Juliane se identificar como policial militar e reclamar do sumiço de um aparelho celular da mesa em que estava. A policial atuava na 2ª Companhia do 3º Batalhão Metropolitano, responsável pelo patrulhamento em parte do Jabaquara, na zona sul. Em entrevista à RecordTV, a mãe da PM, dona Cleusa, informou que o celular de sua filha não está desligado. "Hoje mesmo eu liguei e chamou", disse. "Meu coração está muito pequenininho, mas eu tenho a esperança de quem está com ela não fez nenhum mal para com ela". Em nota, a SSP (Secretaria da Segurança Pública) informou que a PM "de imediato determinou operações em Paraisópolis e arredores com objetivo de localizar a vítima". "Equipes do 89º DP também estão no local", acrescentou. Mais tarde, a pasta confirmou que o corpo trata-se de um homem.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/sao-paulo/corpo-encontrado-durante-operacao-nao-e-de-pm-desaparecida-03082018

Estudante da UFRJ é baleado durante sequestro na Penha
Data: 03/08/2018

Universitário foi ferido durante troca de tiros entre policiais e suspeitos; vítima está internada em estado grave e corre risco de perder o braço

Um estudante da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) foi baleado durante um sequestro na madrugada desta sexta-feira (3). No caminho para casa, ele foi parado por dois homens armados no bairro de Vicente de Carvalho, na zona norte do Rio de Janeiro. Os suspeitos entraram no carro do estudante e seguiram em fuga pela pista do BRT até a Penha, também na zona norte. A movimentação acabou chamando a atenção da polícia, que montou um cerco na avenida Brás de Pina, na Penha. Durante a ação, houve uma troca de tiros que acabou ferindo o universitário e um dos sequestradores. Os dois foram socorridos e encaminhados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, no mesmo bairro. Segundo a direção médica da unidade, o estudante está internado em estado grave e corre o risco de perder o braço. A ocorrência foi encaminhada para registro na Central de Garantias Norte. *Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/estudante-da-ufrj-e-baleado-durante-sequestro-na-penha-03082018

Litro do leite ficou R$ 1,45 mais caro desde o começo do ano
Data: 01/08/2018

Greve dos caminhoneiros e período com poucas chuvas justificam disparada no valor do produto, afirmam especialistas

O preço médio pago pelo litro do leite subiu 67% desde o início do ano e azedou em R$ 1,45 o bolso dos brasileiros que compraram recentemente o produto nos supermercados. De acordo com dados revelados semanalmente pela Fundação Procon, o litro do leite custava R$ 2,16 na primeira semana de 2018 em São Paulo. Hoje, a mesma quantidade do produto sai por, em média, R$ 3,61 nas prateleiras da capital paulista. Preço da gasolina saltou quase 30% em um ano O fenômeno da alta do preço do leite no ano não foi restrito aos consumidores e a São Paulo. A última divulgação da prévia da inflação oficial, medida pelo IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), aponta para uma valorização de 35,68% no valor do leite longa vida no Brasil. Ao longo do período de sete meses, o valor do líquido aos produtores saltou 47,7% e aparece vendido por R$ 1,47, maior patamar desde setembro de 2016, segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada). O coordenador do IPC (Índice de Preços ao Consumidor), do Ibre/FGV (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas), André Braz, explica que a alta do preço do leite está diretamente ligada ao período sem chuvas, à valorização do dólar e à greve dos caminhoneiros. Consumidor sente no bolso impacto da greve dos caminhoneiros “Neste período do ano, as condições de pastagens ficam ruins, porque chove pouco e se tem uma queda no volume de captação do leite, o que é natural. Além disso, a gente teve uma desvalorização cambial, que encareceu muito o preço das rações para trato animal, ricas em milho e soja, grãos com preços cotados no mercado internacional”, analisa Braz. A analista de mercado do leite do Cepea Juliana Cristina dos Santos comenta que a falta de chuvas durante a entressafra limitou a produção e puxou os preços para cima. “A oferta do leite no mercado está limitada desde o mês de fevereiro, o que justifica a valorização do produto“, afirma ela, que também relaciona a alta à greve dos caminhoneiros e uma tentativa dos produtores de "normalizar a atividade com a reposição dos estoques". Ao comentar especificamente sobre o impacto da greve na disparada do preço do leite, Braz recorda que a paralisação dos caminhoneiros causou prejuízo aos produtores da bebida, que precisaram jogar fora milhares de litros de leite e agora repassaram os custos aos consumidores. Alternativas Para conter o preço dos alimentos que ficam caros repentinamente, o pesquisador da FGV orienta que a população faça um “exercício da renúncia parcial” para limitar o aumento dos preços do leite. “Se reduzir a quantidade consumida, isso já ajuda a limitar o aumento do preço, porque se a oferta do produto é menor, mas a demanda também é, você não sustenta o aumento de preços”. “É uma arma que nós temos, mas que é pouco utilizada”, lamenta Braz, que destaca a redução de consumo do leite como válida para o caso de adultos e não recomenda o corte para crianças e idosos, devido às alimentações menos complexas em outras fontes de proteína. Braz ainda menciona que os consumidores podem substituir o leite neste momento de alta por outros produtos similares, como os fabricados com soja, que, segundo ele, “não têm preços muito competitivos”. Próximos meses A valorização do leite nos supermercados deve estar com os dias contados. Para Juliana, as “altas expressivas” já tendem a ser interrompidas ao longo deste mês. “A gente prevê que para agosto devemos ter uma pequena alta ou uma estabilidade nos preços”. Em um olhar mais prolongado, Braz afirma que a entrada da primavera vai trazer de volta as chuvas a ocasionar uma desaceleração dos preços. “Não estou bem certo de que vai ser devolvida toda a alta acumulada ao longo do primeiro semestre, mas há uma boa chance de isso acontecer logo a partir do final de agosto”, avalia o pesquisador.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/litro-do-leite-ficou-r-145-mais-caro-desde-o-comeco-do-ano-01082018

Imóveis de até R$ 1,5 milhão poderão ser financiados via FGTS
Data: 01/08/2018

Governo ampliou valor máximo de imóveis que poderão ser financiados com recursos do Sistema Financeiro de Habitação

O CMN (Conselho Monetário Nacional) ampliou para R$ 1,5 milhão o valor máximo de um imóvel que pode ser financiado com recursos do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço), por meio do SFH (Sistema Financeiro de Habitação). A informação foi confirmada nesta terça-feira (31) pelo Banco Central. A medida entra em vigor em janeiro de 2019 e vale por seis anos. "É mantido nesse sistema (SFH) o limite de valor de avaliação do imóvel financiado, que é uniformizado para todas as unidades federativas e ampliado para R$ 1,5 milhão, tornando permanente a bem sucedida elevação temporária realizada em 2017", indica a ata da reunião do conselho, publicada na tarde de hoje. Formado pelos ministros da Fazenda e do Planejamento, além do presidente do Banco Central, o CMN vem alterando o valor máximo dos imóveis para financiamento como forma de estimular o mercado imobiliário e impulsionar a economia. Antes da atual mudança, o limite era de R$ 950 mil em MInas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal, e R$ 800 mil nos demais Estados. Esta é a terceira vez em menos de dois anos que o conselho eleva o valor dos imóveis que podem ser financiados com recursos do FGTS. Em novembro de 2016, o CMN elevou o teto de R$ 750 mil para R$ 950 mil em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal, e de R$ 650 mil para R$ 800 mil no restante do país. Entre fevereiro e dezembro de 2017, o limite subiu para R$ 1,5 milhão em todas as regiões do país, retornando no início do ano para os limites anteriores. Empréstimos tomados junto ao Sistema Financeiro de Habitação cobram juros de no máximo 12% ao ano. Recursos da poupança e injeção de R$ 80 bilhões na economia O CMN alterou também as regras de utilização dos recursos aplicados em poupança e que fazem parte do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo). De acordo com o Banco Central, 65% desses recursos continuam sendo aplicados em operações de financiamento imobiliário — seja compra de imóvel novo ou usado, construção, reforma, ampliação e aquisição de terreno. Cai, no entanto a obrigatoriedade de que 80% desses recursos tenham que obrigatoriamente ter como destino o SFH, onde o volume de empréstimos privilegia imóveis de maior valor. Sem essa obrigatoriedade, o Banco Central prevê "incentivar a contratação de financiamentos de imóveis de menor valor". A expectativa do conselho é injetar R$ 80 bilhões extras na economia com as medidas. "Esse conjunto de ajustes irá injetar cerca de R$ 80 bilhões ao direcionamento de crédito imobiliário, ao substituir modalidades de operações atualmente permitidas no direcionamento pela contratação de novas operações de financiamento imobiliário. Tal efeito será gradual, com início em janeiro de 2019, e ao longo dos próximos seis anos, respeitando, em alguns casos, o prazo de vencimento das operações já contratadas", diz o BC em nota.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/brasil/imoveis-de-ate-r-15-milhao-poderao-ser-financiados-via-fgts-31072018

Governo publica MP que renova subsídio ao diesel até fim do ano
Data: 01/08/2018

Decreto regulamenta o subsídio ao diesel de agosto a dezembro, e assegurando o desconto de R$ 0,46 no preço do combustível

O presidente Michel Temer editou a Medida Provisória 847/2018, que permite a manutenção até 31 de dezembro de 2018 do desconto no litro do óleo