FOCONEWS - Jornal Online

Notícias da Esportes

Corinthians bate Independiente e é líder do Grupo 7 da Libertadores
Data: 19/04/2018

Equipe de Fábio Carille se segurou em Avellaneda, no Estádio Libertadores da América; próximo do fim da partida, time chegou ao gol com Jadson

O Corinthians visitou o Independiente-ARG, em Avellaneda, nesta quarta-feira (18), pela 3ª rodada da fase de grupos da Libertadores, e saiu de campo com uma valiosa vitória por 1 a 0. Com o resultado, o Alvinegro Paulista chega a sete pontos e reassume a liderança do Grupo 7 da competição. Atrás do Timão está o Millonarios-COL, com quatro pontos e saldo de três gols. A equipe argentina também tem quatro pontos, mas ocupa a terceira colocação da chave. Argentinos têm a bola, mas Corinthians mostra eficiência O jogo começou com uma ilustração do que seriam os 90 minutos: os donos da casa procurando oportunidades para marcar, e os corintianos se defendendo bem e saindo para os contra-ataques. Aos dois minutos, após cruzamento fechado, Cássio fez boa defesa. Aos 12, Maycon foi acionado pela entrada da área, cortou para a esquerda e chutou cruzado, mas o goleiro Campaña defendeu. Seis minutos depois, Romero recebeu passe por trás de Balbuena e chutou cruzado, mas mandou para fora. Com 26 minutos de jogo, Clayson recebeu enfiada de Rodriguinho, arrancou pela esquerda, cortou para o meio e bateu colocado, mas a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo, levando perigo ao gol adversário. Aos 28, Verón avançou pela direita e finalizou sem força, mas a bola desviou na defesa e quase surpreendeu Cássio, que defendeu com os pés. Teste o seu conhecimento sobre a Libertadores da América Jadson teve falta próxima da área para bater, aos 33 minutos. O meia tentou o chute colocado, e a bola passou pouco acima do gol. No minuto seguinte, em contra-ataque corintiano, Romero recebeu enfiada pela direita e, com espaço, invadiu a área e chutou de chapa, mas a finalização saiu fraca e Campaña defendeu em dois tempos. O paraguaio perdeu boa chance para abrir o placar. A um minuto do fim do primeiro tempo, Domingo tabelou pela entrada da área e chutou colocado, mas mandou para fora. A bola passou perto. Logo no início da etapa final, Clayson fez boa jogada, deixou a marcação para trás e, ao invés de finalizar, tentou novo drible e perdeu a bola e uma boa chance para marcar. Aos 23 minutos, após cruzamento pela direita e corte parcial da zaga, Meza dominou na grande área e chutou com força, mas a defesa bloqueou. Dois minutos depois, Domingo arriscou chute de fora da área e Cássio defendeu em dois tempos. Após se segurar bem durante toda a partida, o Corinthians chegou ao gol aos 35 minutos. Mateus Vital recebeu pela meia esquerda e fez cruzamento fechado. Jadson apareceu bem entre a zaga e desviou de cabeça para vencer Campaña, que ainda espalmou a bola mas não evitou que a bola entrasse em sua meta. Aos 41, o Rey de Copas teve um gol mal anulado. Após cruzamento e corte da defesa corintiana, Meza chutou e Romero, em posição legal, completou para o gol, mas o bandeirinha marcou o impedimento. No último minuto, após boa troca de passes, Fernández chutou firme pela entrada da área, mas Cássio defendeu de soco.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-bate-independiente-e-e-lider-do-grupo-7-da-libertadores-19042018

Flamengo se complica e cede empate no Maracanã sem torcida
Data: 19/04/2018

Rubro-Negro saiu na frente com gol de Henrique Dourado, mas viu Santa Fe empatar por 1 a 1 na noite desta quarta-feira (18), pela Copa Libertadores

O Flamengo bem que saiu na frente nesta quarta-feira (18), mas desperdiçou uma oportunidade diante do Santa Fe-COL e empatou por 1 a 1, em um Maracanã punido com a ausência da torcida. Ainda assim, o Rubro-Negro lidera o Grupo 4, com cinco pontos, na terceira rodada da Copa Libertadores. As duas equipes voltam a se encontrar já na próxima rodada, mas desta vez, no El Campín, na Colômbia, para definir a liderança do grupo. A partida pela quarta rodada da fase de grupos acontece já na próxima quarta. De portões fechados ainda pela confusão na final da Copa Sul-Americana, o Flamengo não pôde contar com o apoio da sua apaixonada torcida – a diretoria rubro-negra pediu a mudança de estádio, mas não foi atendida pela Conmebol. Apesar do triste cenário no Maracanã, as coisas pareciam fáceis para o time do técnico Maurício Barbieri. Logo aos 7 minutos, Diego cobrou escanteio e Henrique Dourado se antecipou ao goleiro para, de cabeça, abrir o placar. O placar, no entanto, causou o sentimento de falsa tranquilidade na equipe. Diego ainda teve uma chance em tiro indireto na pequena área, mas desperdiçou. Aos 30 minutos, o golpe veio dos pés do artilheiro Morelo. O mesmo Diego errou a saída de bola e os colombianos marcaram. Consciente da necessidade do resultado do Grupo 4, o Flamengo pressionou demais nos minutos finais Juan e Paquetá de cabeça. Faltou o último toque que empurraria a bola para as redes. Dos próximos três jogos do Rubro-Negro na fase de grupos, dois são fora de casa: Santa Fe (fora), Emelec-EQU (casa) e River Plate-ARG (fora).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/flamengo-se-complica-e-cede-empate-no-maracana-sem-torcida-18042018

Vasco visita o Racing-ARG para se manter vivo na Copa Libertadores
Data: 19/04/2018

Vasco busca primeira vitória na fase de grupos da Libertadores, contra o Racing-ARG nesta quinta-feira (19), no estádio El Cilindro, em Avellaneda

O Vasco vai em busca da primeira vitória na atual edição da Copa Libertadores. Depois de perder na estreia e empatar na rodada seguinte, o time carioca visitará o Racing nesta quinta-feira (19), às 19h15 (de Brasília), no estádio El Cilindro, em Avellaneda, na região metropolitana de Buenos Aires, na Argentina, em duelo válido pelo Grupo E da competição continental. A equipe comandada pelo técnico Zé Ricardo ocupa a terceira colocação na chave com apenas um ponto somado e enfrentará o time argentino, que atualmente está na liderança, com quatro. Uma vitória do Vasco embola a briga pela classificação. Um tropeço dos cariocas pode deixar a vaga bem mais distante. Zé Ricardo realizou um treino em Buenos Aires, no Centro de Treinamento do Boca Juniors, antes da partida. Na movimentação tática, a equipe teve uma série de novidades em relação ao time que começou em campo na estreia do Campeonato Brasileiro, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético Mineiro no último domingo. O lateral-direito Rafael Galhardo deixou a equipe. Em seu lugar, Yago Pikachu foi deslocado para o setor. A vaga aberta no meio de campo será ocupada pelo volante Bruno Silva. No ataque, o argentino Andrés Ríos deve ficar com a vaga do equatoriano Riascos. O treinador pediu ao time concentração do início ao fim. "O Racing é um time que pressiona bastante e que possui dois homens de frente com muita capacidade de decisão, que são o Centurión e o Lautaro Martinez. Teremos que suportar a pressão que vão fazer, até porque o Racing colocará um pé na classificação se vencer a partida. É um jogo fundamental para nós. Precisamos estar do primeiro ao último minuto com um alto nível de concentração", afirmou. O Racing venceu o Cruzeiro na estreia da competição, em casa, pelo placar de 4 a 2 e, como Zé Ricardo afirmou, pode encaminhar a vaga para a próxima fase com um novo triunfo sobre clube brasileiro. Para a partida, o técnico Eduardo Coudet não poderá contar com o meio-campista Diego González, expulso no empate por 1 a 1 com a Universidad de Chile, na última rodada, em Santiago. Matias Zaracho será o substituto.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/vasco-visita-o-racing-arg-para-se-manter-vivo-na-copa-libertadores-19042018

Racismo: Fifa indicia Rússia por caso em amistoso com a França
Data: 17/04/2018

Torcedores imitaram som de macacos principalmente após gol de Pogba em vitória francesa por 3 a 1, em São Petersburgo

A Fifa indiciou a Rússia, sede da Copa do Mundo 2018, por caso de racismo de seus torcedores no amistoso contra a França, disputado no dia 27 de março. A investigação se dá menos de dois meses antes do início do torneio e tem relação com incidentes ocorridos em um amistoso contra a seleção francesa no dia 27 de março. Neste jogo, que foi disputado em São Petersburgo e que terminou com derrota da Rússia por 3 a 1, foram ouvidos cânticos imitando sons de macaco direcionados a jogadores negros da França, incluindo Paul Pogba. "O processo disciplinar foi aberto contra a Federação Russa de Futebol (RFU, na sigla em inglês) por este incidente", disse a Fifa. Investigação de racismo A RFU declarou que está contribuindo com as investigações da Fifa. "Um pedido foi feito ao Ministério do Interior para identificar várias pessoas que estavam envolvidos nestes incidentes", disse o diretor antidiscriminação da federação, Alexei Smertin à agência de notícias Tass. "Se a culpa das pessoas for comprovada, então há uma grande probabilidade de eles não terem permissão para assistir os jogos da Copa do Mundo e do Campeonato Russo". A Rússia foi acusada anteriormente de comportamento racista dos seus torcedores na duas últimas edições da Eurocopa. Em ambas as ocasiões, a federação do país pagou multas. Trata-se do terceiro caso de racismo nesta temporada em São Petersburgo, que receberá uma das semifinais da Copa do Mundo. Antes, o Zenit enfrentou duas denúncias por situações semelhantes em jogos da Liga Europa. Em uma delas, em dezembro, o time russo foi multado porque um torcedor exibiu uma faixa que elogiava Ratko Mladic, ex-militar sérvio, responsável pelo Massacre de Srebrenica, em julho de 1995, que resultou na morte de oito mil muçulmanos bósnios. Esse incidente se deu em duelo com o Vardar, da Macedônia. O outro caso de racismo foi contra um jogador negro do RB Leipzig e será julgado em 31 de maio pela Uefa.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/racismo-fifa-indicia-russia-por-caso-em-amistoso-com-a-franca-17042018

Grêmio e Cerro Porteño medem força pela liderança do Grupo 1
Data: 17/04/2018

Líderes da chave, brasileiros e paraguaios tentam encaminhar a vaga para a próxima fase com três pontos fundamentais

Um duelo que promete agitar a América do Sul, nesta terça-feira (17). Assim podemos definir o encontro do Cerro Porteño com o Grêmio na terceira rodada do Grupo 1 da Libertadores. Com seis pontos em dois jogos, o time paraguaio quer encaminhar sua vaga para a próxima fase diante do atual campeão, que sonha com três pontos para assumir a liderança da chave. O Cerro chega para o duelo empolgado. Além do bom início na Liberta, o Ciclón goleou o Nacional no clássico de Assunção no último fim de semana e encheu a torcida de expectativa. Agora, o desejo é que o time repita a atuação do sábado e mantenha a invencibilidade no certame internacional. Já o Grêmio vem em ascensão. Após um início de temporada complicado, o Tricolor evoluiu, engatou uma boa sequência de vitórias e levou os títulos da Recopa Sul-Americana e Gauchão. No Brasileirão, o clube mostrou sua força e ganhou do badalado Cruzeiro dentro de casa. Apesar da empolgação, o técnico Renato Gaúcho não vai contar com o craque Luan, que sentiu um desgaste físico devido a maratona e assiste ao duelo pela TV. Cerro Porteño e Grêmio se enfrentam a partir das 21h30 (horário de Brasília). Possíveis escalações: Cerro Porteño: Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Ignacio Pallas e Santiago Arzamendia; Rodrigo Rojas, Juan Aguilar, Jorge Rojas e Óscar Ruíz; Alfio Oviedo e Diego Churín. Técnico: Leonel Álvarez. Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Arthur, Ramiro, Cícero e Everton; Jael. Técnico: Renato Gaúcho.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/gremio-e-cerro-porteno-medem-forca-pela-lideranca-do-grupo-1-17042018

Palmeiras sai na frente, mas cede empate ao Botafogo no Engenhão
Data: 17/04/2018

Sob os olhares de Tite, time alviverde abriu o placar com golaço de Guerra, mas defesa falhou e cedeu o empate na estreia de ambos no Brasileirão

Palmeiras e Botafogo empataram em 1 a 1 na estreia de ambos os clubes no Campeonato Brasileiro, em jogo disputado nesta segunda-feira (16), no Engenhão, no Rio de Janeiro, que contou com a presença do técnico Tite e do coordenador da seleção brasileira Edu Gaspar. O meia colombiano Alejandro Guerra foi o autor do gol palmeirense. Igor Rabello empatou para o Botafogo. O Palmeiras começou melhor que o time mandante e mesmo com o inesperado desfalque do colombiano Borja — sentiu dores no joelho e não viajou com o grupo —, foi dono das melhores ações ofisenvas. A equipe paulista teve mais posse de bola nos primeiros 20 minutos e assustou o goleiro Gatito Fernández em duas grandes jogadas. Na primeira, aos 5 minutos, Keno fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Willian, que mergulhou para cabecear. O goleiro botafoguense tirou a bola com os pés. No segundo lance, Lucas Lima lançou para o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, que cruzou rasteiro para Willian, mas a bola ganhou muita força e o atacante palmeirense não conseguiu alcançá-la. O primeiro bom momento do Bofafogo ocorreu somente aos 29 minutos, quando o atacante Brenner recebeu passe na intermediária e, sem marcação, decidiu arriscar para o gol. O chute foi forte e assustou o goleiro Jailson. O lance parece ter animado o time botafoguense, que passou a ficar mais com a bola e chegar mais próximo da área palmeirense. PALMEIRAS: Roger Machado após empate com Botafogo: "Muitos erros de passes" Outra ótima oportunidade para o time da casa aconteceu logo depois com o atacante chileno Leo Vacencia, que bateu forte e que obrigou Jailson a espalmar para a linha de fundo. Em seguida, Rodrigo Lindoso desferiu outro bom chute de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo. Brenner ainda teve grande chance para fazer o segundo gol, mas dominou com o braço após rebote de Jailson. Do outro lado, Guerra desperdiçou boa jogada com chute alto demais. Segundo tempo Na segunda etapa, o time paulista parece ter voltado com mais disposição. Novamente, o Palmeiras tomou conta do jogo nos primeiros minutos mas, desta vez, conseguiu marcar o gol. Aos 8 minutos, o time alviverde tramou uma grande jogada que terminou no gol do colombiano Guerra. O lance começou com um ótimo pase do atacante Keno para Dudu. O capitão da equipe alviverde dominou, tirou o zagueiro e tocou de calcanhar para a passagem do meia Guerra, que tocou na saída de Gatito: 1 a 0. Logo em seguida, o Palmeiras teve a chance de ampliar o marcador com Willian, que recebeu na área em outro passe de calcanhar, agora de Guerra, girou e bateu forte para o gol, mas Gatito conseguiu espalmar para a linha de fundo. O Botafogo tentou reagir e chegou algumas vezes ao ataque com cruzamentos e cobranças de escanteio, mas sem criar grandes problemas para a meta de Jailson. Do outro lado, o Palmeiras passou a errar muitos passes. Mas o time alvinegro quase empatou, aos 33 minutos, em jogada que começou com cruzamento vindo da direita. O centroavante Kieza, que havia acabado de entrar em campo, disputou com Jailson. Ambos trombaram, a bola ficou livre na pequena área e o atacante botafoguense furou espetacularmente. Mas a arbitragem impugnou o lance, marcando falta no goleiro palmeirense. O Botafogo insistiu e empatou a partida aos 35 em uma falha da defesa do Palmeiras. Após confusão na área, a bola sobrou para o zagueiro Igor Rabello, que furou na primeira tentativa, mas teve a sorte de pegar o rebote e chutar para as redes. Empolgados pelo gol, os botafoguenses partiram para o ataque e quase viraram o marcador com Leo Valencia, mas Jailson espalmou. Na jogada seguinte, o Palmeiras desceu em um grande contra-ataque, mas Keno se atrapalhou depois de receber passe de Dudu e deu chance para a chegada da zaga. As equipes ainda se esforçaram até o final, mas o empate prevaleceu no Rio de Janeiro. Próxima rodada O Palmeiras voltará jogar pelo Brasileirão no próximo domingo, às 16 horas, contra o Internacional, no estádio do Pacaembu, em São Paulo (o Allianz Parque receberá o show da banda inglesa Radiohead). Um dia depois, às 20 horas, o Botafogo visitará o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife. Antes disso, o time carioca tem compromisso pela Copa Sul-Americana. Na quarta-feira, o Botafogo recebe o Audax Italiano-CHI, no Engenhão, no jogo da volta pela primeira fase do torneio continental. Na partida de ida, os brasileiros venceram por 2 a 1, de virada. BOTAFOGO 1 X 1 PALMEIRAS BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Kieza), Gustavo (Marcos Vinícius), Leo Valencia e Leandro Carvalho (Rodrigo Pimpão); Brenner. Técnico: Alberto Valentim. PALMEIRAS - Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima (Guerra); Dudu, Keno e Willian (Deyverson). Técnico: Roger Machado. GOLS - Guerra, aos oito, e Igor Rabello, aos 31 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG) CARTÕES AMARELOS - Diogo Barbosa, Marcos Rocha, Felipe Melo e Dudu. RENDA - R$ 207.880,00. PÚBLICO - 7.020 pagantes. LOCAL - Engenhão, no Rio.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/palmeiras-sai-na-frente-mas-cede-empate-ao-botafogo-no-engenhao-17042018

Cássio e Danilo entre os jogadores com mais títulos pelo Corinthians
Data: 09/04/2018

Goleiro e atacante chegam ao oitavo título oficial pelo clube, igualando marca de outros seis jogadores com mais títulos na história do Corinthians

Herói do Corinthians na conquista do bicampeonato paulista, ao defender dois pênaltis na decisão contra o Palmeiras, o goleiro Cássio chegou ao seu oitavo título pelo clube desde sua chegada, em 2012. Terceiro goleiro que mais defendeu o Corinthians na história, com 341 jogos, atrás de Ronaldo (602 partidas) e Gilmar (395), Cássio foi campeão da Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012), Paulista (2013), Recopa Sul-Americana (2013), Brasileiro (2015), Paulista (2017), Brasileiro (2017) e Paulista (2018), pelo Corinthians. Já o atacante Danilo, que entrou no final da partida contra o Palmeiras e converteu um dos pênaltis para o Corinthians, tem quase o mesmo número de jogos de Cássio (340), conquistou também seu 8º título pelo Corinthians. Além do Paulistão de 2018, o jogador já havia vencido o torneio em 2013, além dos Brasileiros de 2011, 2015 e 2017, da Recopa Sul-Americana de 2013, da Libertadores de 2012 e do Mundial de Clubes de 2012. Considerando apenas os jogadores que entraram em campo nas conquistas (critério adotado pelo jornalista e historiador Celso Unzelte, do Almanaque do Corinthians), Cássio e Danilo figuram agora entre os jogadores com mais títulos de competições oficiais pelo Corinthians ao lado de Neco, Del Debbio, Marcelinho Carioca, Kléber, Chicão e Alessandro. Marcelinho Carioca, que ganhou ainda dois torneios amistosos, a Copa Bandeirantes, em 1994, e o Troféu Ramón de Carranza, em 1996, é o maior campeão em número de títulos absolutos, considerando torneios oficiais e amistosos. Se consideramos jogadores que estavam no grupo, mas não entraram em campo, o goleiro Júlio César entra na lista dos maiores campeões com nove conquistas. Além de jogar e ser campeão Paulista (em 2013), Brasileiro (2005 e 2011), Série B do Brasileiro (2008) e Libertadores (2012), Júlio César ficou só no banco nos títulos Paulista (2009), Copa do Brasil (2009), Mundial de Clubes (2012) e Recopa Sul-Americana (2013). Já Danilo, que foi banco só no Paulista de 2017, também chega a sua 9ª conquista dessa forma. Jogadores com mais títulos oficiais pelo Corinthians, que entraram em campo pelo menos uma vez na campanha: Armando Del Debbio, zagueiro - campeão paulista (1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937 e 1939) Neco, meia - campeão paulista (1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929 e 1930) Kléber, lateral-esquerdo - campeão paulista (1999, 2001 e 2003), do Rio-São Paulo (2002), da Copa do Brasil (2002), do Brasileiro (1998 e 1999) e do Mundial de Clubes (2000) Marcelinho Carioca, meia - campeão paulista (1995, 1997, 1999 e 2001), da Copa do Brasil (1995), do Brasileiro (1998 e 1999) e do Mundial de Clubes (2000) Chicão, zagueiro - campeão paulista (1999 e 2013), da Série B (2008), da Copa do Brasil (2009), do Brasileiro (2011), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013) Alessandro, lateral-direito - campeão paulista (1999 e 2013), da Série B (2008), da Copa do Brasil (2009), do Brasileiro (2011), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013) Cássio, goleiro - campeão paulista (2013, 2017 e 2018), do Brasileiro (2015 e 2017), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013) Danilo, atacante - campeão paulista (2013 e 2018), do Brasileiro (2011, 2015 e 2017), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013)

Link Notícia: https://esportes.r7.com/prisma/futebol-em-numeros/cassio-e-danilo-entre-os-jogadores-com-mais-titulos-pelo-corinthians-09042018

Vinte estaduais serão decididos neste fim de semana pelo Brasil
Data: 06/04/2018

Três finais serão disputadas no sábado (7), enquanto no domingo (8) serão conhecidos mais dezessete campeões estaduais de 2018

Dos 27 Campeonato Estaduais de 2018, 20 serão decididos nesse próximo fim de semana. Até aqui, apenas um Estadual já conheceu seu campeão: o ABC, que foi tricampeão potiguar. No sábado (7), serão definidos os campeões do Amazonense (Manaus ou Fast), do Brasiliense (Sobradinho ou Brasiliense) e do Capixaba (Real Noroeste ou Serra). Já no domingo (8), outros 17 campeões estaduais serão definidos, com destaque para os principais campeonatos (Paulista, Carioca, Mineiro, Gaúcho, Baiano, Pernambucano, Paranaense, Catarinense, Goiano e Paraense). Após esse fim de semana, a bola ainda segue rolando em mais seis campeonatos estaduais pelo Brasil, no Amapá, Piauí, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins. Confira as datas, locais e horários das finais dos Estaduais de 2018: Campeonato Paulista Jogo de ida 31/3 (sábado) – Arena Corinthians – 16h30 Corinthians 0 x 1 Palmeiras Jogo de volta 8/4 (domingo) – Allianz Parque – 16h Palmeiras x Corinthians O Palmeiras joga pelo empate para ser campeão. Vitória do Corinthians por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Carioca Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Engenhão – 16h Botafogo 2 x 3 Vasco Jogo de volta 8/4 (domingo) – Maracanã – 16h Vasco x Botafogo O Vasco joga pelo empate para ser campeão. Vitória do Botafogo por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Mineiro Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Independência – 16h Atlético-MG 3 x 1 Cruzeiro Jogo de volta 8/4 (domingo) – Mineirão – 16h Cruzeiro x Atlético-MG O Atlético-MG pode perder por um gol de diferença para ser bicampeão. Vitória do Cruzeiro por dois gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Gaúcho Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Arena do Grêmio – 16h Grêmio 4 x 0 Brasil de Pelotas Jogo de volta 8/4 (domingo) – Bento Freitas, Caxias do Sul – 16h Brasil de Pelotas x Grêmio O Grêmio pode perder por até três gols de diferença para ser campeão. Vitória do Brasil por quatro gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Baiano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Fonte Nova – 16h Bahia 2 x 1 Vitória Jogo de volta 8/4 (domingo) – Barradão – 16h Vitória x Bahia O Bahia joga pelo empate para ser campeao. O Vitória precisa vencer por dois gols de diferança para ser campeão. Se ganhar por um gol de diferença, leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Pernambucano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Lacerdão, Caruaru – 16h Central 0 x 0 Náutico Jogo de volta 8/4 (domingo) – Arena Pernambuco – 16h Náutico x Central Quem vencer será campeão. Novo empate leva a decisão para a disputa por pênaltis. Campeonato Paranaense Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Couto Pereira – 16h Coritiba 1 x 0 Atlético-PR Jogo de volta 8/4 (domingo) – Arena da Baixada – 16h Atlético-PR x Coritiba O Coritiba joga pelo empate para ser campeao. Vitória por um gol de diferença do Atlético-PR leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Goiano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Aníbal Toledo – 16h Aparecidense 0 x 0 Goiás Jogo de volta 8/4 (domingo) – Serra Dourada – 16h Goiás x Aparecidense Quem vencer será campeao. Novo empate leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Paraense Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Mangueirão – 16h Paysandu 1 x 2 Remo Jogo de volta 8/4 (domingo) – Mangueirão – 16h Remo x Paysandu O Remo joga por um empate para ser campeão. Vitória por um gol de diferença do Paysandu leva a disputa para o pênaltis. Campeonato Catarinense Jogo único 8/4 (domingo) – Arena Condá - 16h Chapecoense x Figueirense Não há vantagem para nenhum time. Quem vencer fica com a taça. Empate leva a decisão para os pênaltis Campeonato Cearense Jogo de ida 4/4 (quarta-feira) – Castelão - 21h45 Ceará 2 x 1 Fortaleza Jogo de volta 8/4 (domingo) – Castelão - 16h Fortaleza x Ceará O Ceará joga empate para ser campeão. O Forteleza precisa vencer por qualquer placar para ser campeão. Campeonato Acreano Jogo de ida 4/4 (quarta-feira) – Arena da Floresta – 19h Galvez 2 x 2 Rio Branco Jogo de volta 8/4 (domingo) – Florestão – 17h Rio Branco x Galvez Não há vantagem para nenhum time. Quem vencer fica com a taça. Novo empate leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Alagoano Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Rei Pelé – 16h CSA 0 x 1 CRB Jogo de volta 8/4 (domingo) – Rei Pelé – 16h CRB x CSA O CRB joga empate para ser tetracampeão. O CSA precisa ganhar por dois gols de diferença. Vitória por um gol do CSA leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Amazonense Jogo único 7/4 (sábado) – Arena da Amazônia – 15h Manaus x Fast Não há vantagem para nenhum time. Em caso de empate no tempo normal, haverá prorrogação. Persistindo o empate, a decisão será nos pênaltis. Campeonato Brasiliense Jogo de ida 31/3 (sábado) – Mané Garrincha – 16h15 Sobradinho 0 x 1 Brasiliense Jogo de volta 7/4 (sábado) – Mané Garrincha – 16h15 Brasiliense x Sobradinho O Brasiliense joga empate para ser bicampeão. O Sobradinho precisa ganhar por dois gols de diferença. Vitória por um gol do Sobradinho leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Capixaba Jogo de ida 31/3 (sábado) – Águia Branca – 16h10 Real Noroeste 0 x 1 Serra Jogo de volta 7/4 (sábado) – Kléber Andrade – 16h10 Serra x Real Noroeste O Serra joga empate e pode até perder por um gol de diferença para para ser campeão. O Real Noroeste precisa ganhar por dois gols de diferença para levantar a taça. Campeonato Maranhense Jogo de ida 5/4 (quinta-feira) – Castelão – 21h45 Moto Club 3 x 0 Imperatriz Jogo de volta 8/4 (domingo) – Frei Epifânio – 18h30 Imperatriz x Moto Club O Moto Club pode até perder por dois gols de diferença para ser campeao. Vitória por três gols de diferença do Imperatriz leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Mato-grossense Jogo de ida 4/4 (quarta-feira) – Municipal de Sinop – 20h45 Sinop 0 x 2 Cuiabá Jogo de volta 8/4 (domingo) – Arena Pantanal – 15h Cuaibá x Sinop O Cuiabá pode até perder por um gol de diferença para ser campeao. Vitória por dois gols de diferença do Sinop leva a decisão para os pênaltis. Campeonato Paraibano Jogo de ida 5/4 (quinta-feira) – Amigão – 20h30 Campinense 1 x 0 Botafogo Jogo de volta 8/4 (domingo) – Almeidão – 19h Botafogo x Campinense O Campinense joga pelo empate para ser campeao. Vitória por qualquer placar garante o bicampeonato ao Botafogo. Campeonato Sul-Mato-Grossense Jogo de ida 1°/4 (domingo) – Arthur Marinho – 15h Corumbaense 1 x 0 Operário-MS Jogo de volta 8/4 (domingo) – Morenão – 15h Operário-MS x Corumbaense O Corumbaense joga pelo empate para ser campeao. Vitória por qualquer placar garante o título ao Operário-MS.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/vinte-estaduais-serao-decididos-neste-fim-de-semana-pelo-brasil-06042018

Juventus e Real Madrid reeditam final da última Liga dos Campeões
Data: 03/04/2018

Um dos grandes líderes da Juve, Chiellini não enxerga partida como revanche da decisão de 2017; técnico do Real, Zidane elogia defesa adversária

Na reedição da final da última temporada, Juventus e Real Madrid se enfrentam nesta terça-feira (3), em Turim, na primeira partida das quartas de final da Liga dos Campeões. É a grande chance da Velha Senhora devolver na mesma moeda à decisão em Cardiff em 2016/17, quando os Merengues fizeram 4 a 1 e ficaram com o seu 12º título da competição. O sentimento de vingança, contudo, deve ficar apenas na torcida da Juventus. Pelo menos foi o que garantiu o experiente zagueiro Giorgio Chiellini, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, na véspera da partida. "Eu não acho que essa partida seja uma vingança. Quando você vai longe nesta competição, mais cedo ou mais tarde você tem que enfrentar o Real Madrid ou o Barcelona, ??que são os melhores times do mundo atualmente. Felizmente também temos boas lembranças contra eles", disse Chiellini. A Juventus tem dois desfalques certos por suspensão. Bentancur e Marchisio brigam pela vaga de Pjanic. Na zaga, a dúvida fica por conta de Barzagli ou Rugani no lugar de Benatia. Além disso, Massimiliano Allegri não sabe se contará com Mandzukic e Alex Sandro, que são dúvidas. O treinador destacou ainda a boa fase de Dybala, que voltou a jogar bem após lesão. "Estou convencido de que a Dybala fará uma ótima partida. Ele jogou alguns jogos recentemente depois de recuperar de lesão e ele está em ótima forma. Alex Sandro e Mandzukic estão bem, podem ser muito úteis até no banco. Veremos." Allegri fez questão de elogiar o Real Madrid, algoz na última temporada e recordista de títulos da Liga dos Campeões. "O Real Madrid ganhou 12 Ligas dos Campeões. É uma equipe extraordinária, mas acho que a Juventus estará no mesmo nível. Enfrentar o melhor é sempre ótimo para quem trabalha no futebol. É a recompensa por alcançar as quartas ou semifinais desta competição", garantiu o treinador. A tendência é que a Juventus entre em campo com Buffon; De Sciglio, Barzagli (Rugani), Chiellini e Asamoah; Khedira, Bentancur (Marchisio) e Matuidi; Dybala, Douglas Costa e Douglas Costa. Real Madrid chega completo Após descansar alguns de seus principais jogadores contra o Las Palmas, no sábado, o Real Madrid chega completo para a encarar a Juventus. O único desfalque é o reserva Nacho, que vai ficar fora por um mês. Com os titulares à disposição, fica uma dúvida na escalação. Zinedine Zidane não adiantou o time que vai a campo contra a Juventus. Quatro jogadores brigam por um lugar na equipe titular, mas Isco e Bale saem na frente na disputa. Zidane falou, em entrevista coletiva, sobre a declaração de Isco, após amistoso contra a Argentina, quando fez três gols na goleada por 6 a 1. O meia espanhol afirmou que não tem continuidade como titular do Real Madrid. "Espero que o jogador não pense assim, porque aqui não é assim. Para mim não há substitutos, tenho 25 jogadores muito bons e vou usar todos eles. Há momentos em que alguns jogam mais. Talvez com a seleção do Isco seja diferente, pois lá tem seis, sete... oito jogos e aqui 60, sendo que jogamos a cada três dias. É meu conceito de treinamento", disse o comandante do Real. O comandante francês, mais uma vez, elogiou o sistema defensivo da Juventus, apesar da saída de Bonucci. Contudo, Zidane alertou o seus jogadores sobre o poderio ofensivo da Velha Senhora, com Dybala, Higuaín e Douglas Costa. "A defesa da Juventus sempre foi muito forte e eles estão confirmando nesta temporada também. Eles são um time completo e nós teremos que ser muito cuidadosos com sua forte defesa, mas também com seus perigosos atacantes. Como eu disse, eles são fortes em todos os setores", afirmou o treinador. "Estamos aqui para jogar um bom jogo, mas certamente a final em Cardiff não tem nada a ver com o jogo de amanhã (terça) e não vamos pensar nisso. É uma história completamente diferente", completou o francês. O Real Madrid deve ir a campo com: Navas, Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Isco (Bale), Benzema e Cristiano Ronaldo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/juventus-e-real-madrid-reeditam-final-da-ultima-liga-dos-campeoes-03042018

Gabriel Jesus leva ovada dos amigos Fernandinho e Ederson
Data: 03/04/2018

Atacante do Manchester City e da seleção brasileira está completando 21 anos nesta terça e Bernardo, jogador português também se deu mal

Para comemorar os 21 anos completados nesta terça-feira, Gabriel Jesus levou a tradicional ovada. A brincadeira foi comandada pelos colegas brasileiros Fernandinho e Ederson, que pode ser vista em vídeo publicado nas redes sociais do goleiro. O mais curioso é que o português Bernardo Silva, alvo constante das brincadeiras do trio brasileiro, também acabou levando ovadas já no vestiário do clube. Além da brincadeira, Gabriel Jesus recebeu também o carinho da mãe pelas redes sociais. Dona Vera fez uma bonita declaração ao filho e viajou para Manchester para passar a data especial ao lado do atacante.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/gabriel-jesus-leva-ovada-dos-amigos-fernandinho-e-ederson-03042018

Palmeiras vence Santos nos pênaltis e vai à final do Campeonato Paulista
Data: 28/03/2018

Peixe bateu Verdão no tempo normal por 2 a 1; nas penalidades, Jailson defendeu cobrança de Diogo Vitor e ajudou equipe a avançar à decisão

Palmeiras e Santos se enfrentaram nesta terça-feira (27), no Pacaembu, pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Paulista. No tempo normal, o Peixe bateu o Verdão por 2 a 1 e levou a partida para os pênaltis. Nas penalidades, o time de Roger Machado venceu por 5 a 3 e chegou à decisão do Paulistão. Pelo Palmeiras, Dudu, Tchê Tchê, Victor Luis, Moisés e Guerra converteram. Pelo lado santista, Gabigol, Jean Mota e Arthur Gomes fizeram os seus. O meia Diogo Vitor parou na defesa de Jailson. O Palmeiras espera o vencedor de Corinthians x São Paulo, nesta quarta, no Itaquerão para saber quem será seu adversário na final, que terá o primeiro jogo neste fim de semana. Já o Santos volta a campo apenas pela Libertadores, na próxima semana. Na quinta-feira, o Peixe visita o Estudiantes, em Buenos Aires, pelo Grupo 6 da competição. O jogo começou com o Palmeiras em cima do Santos. Aos oito minutos de jogo, Keno avançou pela esquerda, levou para a linha de fundo e cruzou rasteiro com perigo, mas a defesa santista cortou. No lance seguinte, o camisa 11 palmeirense fez boa jogada pela intermediária e arriscou o chute, mas mandou para longe do gol. Aos 13 minutos, o Santos acabou com a vantagem criada pelo Palmeiras no jogo de ida. Após cruzamento de Daniel Guedes, Eduardo Sasha apareceu sozinho para cabecear com força e abrir o placar. A comemoração santista, porém, durou pouco. Com 16 minutos de jogo, após corte parcial de Alison, o volante Bruno Henrique pegou a sobra de fora da área e encheu o pé para empatar o jogo. Aos 27, Felipe Melo arriscou chute de fora da área e levou perigo a Vanderlei, mas a bola foi para fora. Sete minutos depois, o volante voltou a assustar com bomba de fora da área, que passou pouco acima do travessão. Após minutos de superioridade palmeirense, o Santos voltou à frente do placar. Aos 39, Gabriel teve boa chance e finalizou de canhota e a bola explodiu em Sasha. Na sobra, Rodrygo dominou e completou no canto de Jailson para marcar o segundo gol do Peixe. Aos 42, em cobrança de falta, Bruno Henrique mandou no ângulo, mas Vanderlei fez grande defesa. Três minutos depois, nova falta para os donos da casa. Victor Luis soltou a bomba, mas o goleiro santista defendeu mais uma vez. Na etapa final, logo aos dois minutos, o Palmeiras assustou. Willian recebeu cruzamento na área e cabeceou com perigo, mas mandou para fora. Nos minutos seguintes, o Verdão seguiu indo para cima do Peixe em busca do empate, mas encontrou pouco espaço na defesa adversária. Aos 24, quase um gol contra. Willian recebeu passe na entrada da área e tentou o giro, mas a zaga cortou e a bola passou perto da trave de Vanderlei. Aos 38, em falta pela esquerda, Dudu cruzou aberto e Vanderlei tirou de soco. Na sequência, Keno pegou a sobra, levou para o meio e chutou de canhota, mas a bola foi para fora. A um minuto do fim do tempo regulamentar, Jean Mota pegou sobra pela meia esquerda e soltou uma bomba, e a bola passou pouco acima do travessão. EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se O Canarinho 'Pistola' é o melhor símbolo do Brasil depois do 7 a 1

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/palmeiras-vence-santos-nos-penaltis-e-vai-a-final-do-campeonato-paulista-27032018

Temer busca nome para substituir Meirelles no Ministério da Fazenda
Data: 26/03/2018

Os mais cotados são Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento, e os secretários do Ministério da Fazenda Eduardo Guardia e Mansueto Almeida

A confirmação da saída de Henrique Meirelles do comando da Fazenda para tentar se viabilizar como candidato nas eleições à Presidência da República oficializa a corrida para quem irá sucedê-lo na liderança da pasta. Três nomes estão na disputa: o atual secretário-executivo da Fazenda, Eduardo Guardia, o secretário de Acompanhamento Fiscal do Ministério, Mansueto Almeida e o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Dos três, Dyogo Oliveira seria o menos cotado. Ele é o nome de confiança do líder do governo no Senado e presidente nacional do MDB, o senador Romero Jucá (RR). Meirelles vai se dedicar à candidatura nos próximos dias Em que pese ter sido o responsável pela estratégia de saques das contas inativas do FGTS no ano passado, celebrada por Temer como uma de suas maiores vitórias, Oliveira não teria agradado o mercado financeiro tanto quanto Mansueto e Guardia, que atualmente integram a linha de frente do Ministério da Fazenda e contariam, inclusive, com o apoio do próprio Henrique Meirelles. Tanto é assim que, na conversa com Temer em que acertou sua saída do governo, Henrique Meirelles teria sugerido ao presidente os nomes de Eduardo Guardia e de Mansueto Almeida. A avaliação do ministro é de que manter a continuidade na equipe é o melhor caminho para evitar turbulências desnecessárias nessa reta final de governo, quando o Planalto espera avançar em projetos importantes da agenda microeconômica, aproveitando uma conjuntura econômica de curto prazo muito favorável. As projeções apontam para um crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) que pode superar as expectativas e chegar a 3,4%, arrecadação em alta, inflação baixa e juros que tendem a cair ainda mais. Meirelles diz que se for candidato só disputará Presidência Confirmação Nesta segunda-feira, 26, o presidente Michel Temer confirmou que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vai deixar o cargo nos próximos dias para tentar se viabilizar como candidato à Presidência da República. "Já era a intenção dele. Acertamos nesses últimos dias", afirmou Temer à Agência Estrado em rápida conversa por telefone. O presidente disse ainda não ter decidido quem substituirá Meirelles. A estratégia do MDB é ter uma opção interna, caso o projeto de reeleição do presidente Michel Temer não decole. Para começar a impulsionar o nome de Meirelles, Temer levou a tiracolo o ministro da Fazenda em um giro pelo Nordeste na semana passada. O anúncio de Temer antecipa o próprio Meirelles, cuja intenção era anunciar sua decisão somente no dia 2 de abril, em Portugal.

Link Notícia: https://noticias.r7.com/economia/temer-busca-nome-para-substituir-meirelles-no-ministerio-da-fazenda-26032018

'Carregamos o fantasma do 7 a 1 todos os dias', confessa Tite
Data: 26/03/2018

"É o principal teste emocional e psicológico que já tivemos. Por tudo o que ele representa", disse o treinador sobre jogo diante da Alemanha

Na véspera do jogo entre Brasil e Alemanha, em Berlim, nesta terça-feira (27), o técnico Tite não hesita em admitir que o resultado de 7 a 1 em 2014 continua sendo um "fantasma" e que a partida amistosa é, em seus quase dois anos no comando da seleção, o jogo mais importante até hoje em termos psicológicos. "Ele tem um componente de maturidade importante", disse o treinador, em coletiva de imprensa, nesta segunda-feira. "É importante fazer esse enfrentamento antes da Copa. Carregamos esse fantasminha todos os dias. Ele está todos os dias aqui. Por isso, aqui em Berlim, queremos passar mais uma etapa", afirmou. "Esse é o principal teste emocional e psicológico que já tivemos. Por tudo o que ele representa. Pelo resultado da semifinal de 2014, por ser pela última campeã, traz um componente emocional", afirmou, lembrando que está na casa da Alemanha. "Mentalmente, é muito importante", disse, apontando até para um "constrangimento" em tratar do assunto do 7 a 1 na coletiva de imprensa. "Mas ele é real", disse. O treinador admite que sua perna "continua tremendo", uma frase que o marcou na primeira coletiva ao assumir a seleção em 2016. "Mas mesmo tremendo eu dou passos para frente", disse. Tanto Tite como Daniel Alves, que assume a braçadeira de capitão nesta semana, se recusavam a fazer qualquer tipo de críticas aos resultados da Copa do Mundo de 2014 e ao trabalho do time do então técnico da equipe, Luiz Felipe Scolari. "São etapas", disse o treinador, pedindo "ética". "Cada um tem sua história. Aquele time de 2014 foi campeão em 2013 na Copa das Confederações. É injusto falar da Copa e não falar de 3 a 0 na final contra a Espanha", apontou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/carregamos-o-fantasma-do-7-a-1-todos-os-dias-confessa-tite-26032018

Trinta seleções da Copa jogam amistosos nesta terça-feira (27)
Data: 26/03/2018

Segunda rodada de amistosos começou nesta segunda-feira (26) com Portugal e Uruguai em campo e terá as outras 30 seleções atuando na terça (27)

A segunda rodada de amistosos pré-Copa do Mundo das seleções será completada nesta terça-feira (27) com a presença de 30 seleções participantes do próximo Mundial na Rússia. Na segunda-feira (26), outras duas seleções jogaram amistosos também. Pela manhã, o Uruguai bateu o País de Gales por 1 a 0, com gol de Cavani, e conquistou a Copa China, torneio amistoso que contou também com China e República Tcheca. Já à tarde, Portugal pegou a Holanda. Nesta terça-feira (27), as 30 seleções estarão envolvidas em 19 jogos, sendo 11 deles confrontos diretos entre seleções classificadas para a Copa de 2018. E o principal deles acontecerá em Berlim, onde a Alemanha recebe a seleção brasileira às 15h45 (horário de Brasília), no primeiro encontro após o 7 a 1 de 2014. Outros bons jogos do dia serão Espanha x Argentina, Rússia x França e Inglaterra x Itália. Amistosos pré-Copa desta terça-feira (27): 09h20 - Japão (H) x Ucrânia - Liege-BEL 12h50 - Rússia (Grupo A) x França (Grupo C) - São Petersburgo-RUS 13h00 - Irã (B) x Argélia - Graz-AUT 14h00 - Suíça (E) x Panamá (G) - Lucerna-SUI 15h00 - Espanha (B) x Argentina (D) - Madri-ESP 15h00 - Inglaterra (G) x Itália - Londres-ING 15h00 - Tunísia (G) x Costa Rica (E) - Nice-FRA 15h00 - Senegal (H) x Bósnia e Herzegovina - Le Havre-FRA 15h00 - Grécia x Egito (A) - Zurique-SUI 15h00 - Dinamarca (C) x Chile - Aalborg-DIN 15h30 - Romênia x Suécia (F) - Craiova-ROM 15h45 - Alemanha (F) x Brasil (E) - Berlim-ALE 15h45 - Bélgica (G) x Arábia Saudita (A) - Bruxelas-BEL 15h45 - Polônia (H) x Coreia do Sul (F) - Chorzow-POL 16h00 - Colômbia (H) x Austrália (C) - Londres-ING 16h00 - Nigéria (D) x Sérvia (E) - Londres-ING 16h00 - Marrocos (B) x Uzbequistão - Casablanca-MAR 21h00 - Peru (C) x Islândia (D) - Nova Jersey-EUA 22h00 - México (F) x Croácia (D) - Texas-EUA

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/trinta-selecoes-da-copa-jogam-amistosos-nesta-terca-feira-27-26032018

F1 – Circuito de Abu Dhabi não terá mudanças de traçado em 2018
Data: 26/03/2018

O piloto da Mercedes, Hamilton, expressou sua preocupação depois de ter dificuldades para superar o companheiro de equipe Valtteri Bottas no final da temporada nos Emirados Árabes Unidos.

Abu Dhabi O CEO do Circuito de Yas Marina ignorou o pedido de Lewis Hamilton para fazer alterações no traçado da pista por enquanto, mas insiste que os organizadores por trás da corrida de Fórmula 1 de Abu Dhabi estejam considerando “opções para entregar um evento melhor” no futuro. O piloto da Mercedes, Hamilton, expressou sua preocupação depois de ter dificuldades para superar o companheiro de equipe Valtteri Bottas no final da temporada nos Emirados Árabes Unidos. “Se houver alguma maneira de melhorar esta pista para nos permitir ter essas disputas, você tem essas longas retas onde não pode nem chegar perto o suficiente para utilizá-las”, disse o britânico após a corrida na qual os oito primeiros terminaram na mesma ordem das suas posições de largada. “Se houver alguma maneira de nos permita ficar mais perto nesse terceiro setor, acho que isso vai melhorar o ranking do circuito”. Mas falando durante o lançamento do GP de Abu Dhabi em 2018 na segunda-feira, Al Tareq Al Ameri diz que não há planos para alterar nenhum aspecto da pista por enquanto. “Não há mudanças na pista, mas estamos sempre investigando as opções para entregar um evento melhor”, disse ele. “Se estivermos prontos para melhorar a pista e melhorar os elementos de corrida, confie em mim, vamos trabalhar nisso. Mas anunciaremos assim que tivermos uma solução adequada ao propósito e que atenda ao objetivo”.

Link Notícia: http://www.autoracing.com.br/f1-circuito-de-abu-dhabi-nao-tera-mudancas-de-tracado-em-2018/

O caso Tifanny reacendeu o debate sobre transgêneros no esporte
Data: 26/03/2018

O que é transgênero? LANCE! ouve médicos, atletas, pesquisadores, militantes da causa LGBT sobre o tema, que estará em debate em Tóquio-2020

Sexta-feira, 16 de março de 2018, a ponteira Ellen Braga sobe para a cortada, a bola bate no bloqueio, volta para a rede e cai na quadra do Vôlei Bauru. Do banco de reservas, Tifanny Abreu vê a comemoração das adversárias do Praia Clube, em Uberlândia, que fechavam ali o terceiro set e garantiam a classificação às semifinais da Superliga feminina de vôlei após ganhar os dois confrontos da série melhor de três. Guardem bem essa informação: “do banco de reservas”. Ela terá papel importante ao longo desta reportagem. Em pouco mais de três meses, Tifanny fez o Brasil prestar atenção a um tema até então pouco explorado por aqui: a presença de atletas transgêneros no esporte de alto rendimento. Ela, uma mulher trans com 1,92m de altura e potência notável nos ataques, entrou na esteira de algo que se tornou frequente, especialmente em tempos de redes sociais: a polarização. De um lado, gente se dizendo contra a presença dela na liga feminina, em virtude dos benefícios atléticos herdados de seu gênero anterior. De outro, pessoas relativizando a suposta vantagem e tentando mostrar que ela é tão falível quanto as demais competidoras. Em busca de repostas, o LANCE! foi atrás de especialistas: médicos, atletas, pesquisadores, militantes da causa LGBT, gente que já lida com o assunto em todas as suas vertentes, não apenas esportivas, mas também sociais... A meta não era criticar nem defender a ponteira do Vôlei Bauru, mas trazer à tona o debate de forma mais aprofundada. Afinal de contas, estamos a aproximadamente dois anos da Olimpíada de Tóquio, talvez, a primeira edição dos Jogos com a presença de atletas transgêneros. Uma delas, inclusive, pode ser a própria Tifanny. Mas o que é transgênero, afinal? O termo ainda causa bastante confusão. De acordo com o médico Alexandre Saadeh, professor da PUC-SP e coordenador do Amtigos (Ambulatório Transdisciplinar de Identidade de Gênero e Orientação Sexual) do Hospital das Clínicas de São Paulo, o termo diz respeito à incongruência entre a identidade de gênero – se você se percebe homem, mulher ou algo entre esses polos – e o sexo no qual nasceu. "Ou seja, você se percebe diferente do que o seu corpo mostra," explica. É diferente de homossexualidade (“diz respeito a ter desejo e querer manter atividade sexual com pessoa do mesmo sexo que o seu”) e de pessoas intersexo, antigamente chamadas de hermafroditas. "Intersexualidade diz respeito à conformação anatômica de sua genitália, que não segue os padrões costumeiros de vulva para fêmeas e pênis e escroto para machos. O desenvolvimento embrionário se dá de maneira incomum," comenta Saadeh. Tifanny fez o que no meio costuma se chamar de “transicionar”, ou seja, ela realizou a transição do gênero masculino, com o qual nunca se identificou, para o feminino. Além de se submeter a tratamento hormonal, cujo objetivo principal para mulheres trans é bloquear a produção de testosterona, ela passou por duas cirurgias de redesignação sexual. Gênero e esporte: uma velha discussão Discutir gênero no esporte de alto rendimento é falar de algo tão antigo quanto a própria história das Olimpíadas. As mulheres, vetadas da primeira edição da Era Moderna, em Atenas-1896, passaram a ter participação periférica a partir de 1900, em Paris. Mesmo quando já estavam inseridas no contexto competitivo, sofriam outros tipos de discriminação. Em Berlim-1936, por exemplo, a polonesa Stella Walsh e a americana Helen Stephens, destaques nos 100m rasos do atletismo, conviviam com boatos de que eram homens competindo entre mulheres (basicamente, em função da aparência física atrelada aos bons resultados nas pistas). Walsh, derrotada por Stephens na final, acusou publicamente a rival de estar burlando a regra. Pela primeira vez na história, o COI (Comitê Olímpico Internacional) interveio, examinou a americana e, comprovando a genitália feminina dela, encerrou a disputa. Nos anos 1960, o COI implementou de vez o exame clínico como regra para autorizar a participação das mulheres. Nas chamadas “nude parades”, as atletas eram obrigadas a ficar nuas perante médicos homens que atestavam se, de fato, elas tinham órgãos sexuais femininos. Feito o certificado, eram liberadas a participar das competições. A partir de 1968, no México, o Comitê abandonou o exame físico a passou a adotar o teste cromossômico como critério principal para diferenciar o gênero biológico de atletas. Basicamente, cromossomos XX (mulheres) e XY (homens) distinguiam os atletas. Tal regulamentação valeu ate o fim dos anos 1990, quando se passou a considerar o nível de testosterona para determinar o gênero, parâmetro utilizado até hoje. E é aí onde começa a polêmica do caso Tifanny. O que diz a regra De acordo com a mais recente regulamentação do COI, do fim de 2015, homens trans podem participar dos eventos da entidade sem nenhuma restrição. Há um consenso médico-esportivo de que a mulher que fez a transição para o gênero masculino não possui nenhum tipo de vantagem para competir entre homens cisgêneros (termo utilizado para se referir ao indivíduo que se identifica, em todos os aspectos, com o seu gênero de nascença). Já as mulheres que transicionaram, como Tifanny, precisam se declarar sob o novo gênero (reconhecimento civil) e ter a quantidade de testosterona controlada para poder competir em equipes femininas. O nível permitido é de até 10 nanomol por litro (unidade de medida que indica a quantidade da substância por litro de sangue) nos 12 meses anteriores à competição. Os testes da jogadora de Bauru, por exemplo, costumam apontar 0,2 nanomol/l. A maioria das federações segue a recomendação do COI. A FIVB (Federação Internacional de Vôlei), por exemplo, reuniu-se este ano para discutir o tema e decidiu deixar a cargo das entidades de cada país acatar ou não a norma. No Brasil, a CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) acompanhou o voto do relator, utilizando um jargão político, e liberou a participação de Tifanny na Superliga feminina. Outros esportes também vêm dando abertura à inclusão de transgêneros. A reportagem entrou em contato com a Fifa, e a entidade que rege o futebol disse seguir orientação de um documento de 2011 intitulado “Gender Verification” (“Verificação de Gênero”, na tradução). Em linhas gerais, o atleta precisa solicitar formalmente a autorização. Um corpo médico vai analisar, então, se o gênero indicado pelo solicitante é aplicável, de acordo com histórico clínico, níveis hormonais, tratamentos feitos e resultados atuais. Levam ou não vantagem? Tifanny, atualmente com 33 anos, fez o que se chama de transição tardia – no caso dela, quando tinha 30. O período foi suficiente para, em termos clínicos, completar-se o procedimento. "Em geral, colocamos um tempo de dois anos para que todas as modificações corporais se desenvolvam. Os níveis hormonais do novo gênero são atingidos de forma mais rápida, mas isso não significa que as alterações corporais já estejam desenvolvidas", explica a doutora Karen de Marca Seidel, membro da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia). O principal argumento de quem é contra a presença da ponteira em competições femininas é justamente o seu chamado “benefício pregresso”, ou seja, as características masculinas herdadas do período anterior à mudança de gênero, como desenvolvimento muscular e aptidão cardiorrespiratória. O próprio coordenador da comissão médica da CBV que liberou a atleta para atuar na Superliga acredita que ela não deveria jogar entre as mulheres. A verdade é que ainda faltam estudos, principalmente envolvendo atletas trans de elite. Um dos poucos feitos até hoje reuniu corredores amadores e semiamadores e foi conduzido pela médica pesquisadora do Providence Portland Medical Center, Joanna Harper, que também é consultora do COI. Ela quantificou dados de performance antes e depois das transições de gênero e concluiu que sete dos oito participantes, incluindo ela, tiveram redução na velocidade. Em entrevista ao LANCE!, Joanna diz que é muito difícil colocar sob a mesma ótica esportes que requerem força, como salto em altura e arremesso de peso, e outros em que o tamanho da atleta será uma desvantagem, como ginástica artística. "Cada esporte deve ser livre para fazer suas próprias regras sobre atletas transgêneros. O COI precisa considerar todos os esportes por causa das Olimpíadas, mas esportes individuais podem fazer regras diferentes, tendo em mente que eles precisam considerar todas as mulheres trans e cis. Por exemplo, não seria despropositado para a Superliga feminina colocar uma regra limitando um atleta transgênero por equipe", sugere a pesquisadora, que vê vantagens e desvantagens em jogadoras como Tifanny. "As mulheres trans terão vantagens em estatura e força, mas também desvantagens. Mulheres trans perdem massa muscular e capacidade aeróbica quando fazem a transição, mas sua estrutura esquelética permanece igual. Isso significa que estarão em desvantagem em áreas como agilidade e resistência", analisa a médica americana. "No caso específico da Tifanny, ela ataca muito bem na rede, em parte por causa de suas vantagens, mas vai mal defensivamente, devido às desvantagens" - observa Joanna, que segue em busca de novos dados: "Existem muitas barreiras para mais estudos. Agora tenho dados de desempenho de vários outros atletas, incluindo Tifanny, que costumava ter uma altura de pico de 3,45 metros e, agora, pula 3,13 metros, uma perda de 32 centímetros. Também estou coletando dados de dois atletas durante a transição, um triatleta e um corredor. Espere por mais resultados publicados nos próximos meses", promete. Avanços além do esporte Por mais que ainda não haja consenso em relação ao assunto, o fato de ele ter vindo à tona com tamanha força em 2018 já é um avanço em tanto, especialmente para quem milita há mais tempo na área. É o caso de Amara Moira, primeira travesti doutora pela Unicamp, ativista LGBT e autora do livro “E Se Eu Fosse Puta”. Amara Moira, primeira travesti doutora pela Unicamp - O caso Tifanny, por exemplo, o jeito como a mídia está cobrindo, seria impensável quatro anos atrás. Basta lembrar como foi a cobertura da Edinanci, que nem era uma atleta trans, mas para pensarmos o quanto a mídia sabe ser perversa - lembra-se Amara, referindo-se ao caso da judoca brasileira Edinanci Silva, que se descobriu intersexual aos 19 anos e conviveu a carreira toda sob desconfiança e preconceito por se parecer fisicamente com um homem (ela participou dos Jogos Olímpicos de 1996, em Atenas, na Grécia). Outra conquista recente se deu no STF (Supremo Tribunal Federal), que autorizou aos transgêneros a mudança de nome sem a necessidade de realização de cirurgia de mudança de sexo. Além disso, não é mais preciso recorrer à Justiça em um processo longo que, na maioria das vezes, terminava com decisões desfavoráveis por puro preconceito. A solicitação pode ser feita em cartório. - O Supremo simplificou muito. Antigamente, a pessoa que gostaria de mudar de nome juntava certidões negativas de cartório de protesto, de processo de execução civil, criminal, da Justiça Federal, da Receita, do TRE... Porque precisava demonstrar que era uma pessoa íntegra, não devia nada para a Justiça. Além do laudo psiquiátrico que atestava que era portadora da patologia, uma declaração do psicólogo de que fazia acompanhamento. Mesmo de posse de tudo isso, havia juiz que dizia que não. Muitos processos eram negados - conta a advogada Raquel Rocha, vice-presidente da Comissão da Diversidade Sexual da OAB-SP. Claro que o caso Tifanny ainda é exceção. O próprio tratamento hormonal, procedimento necessário a quem almeja seguir carreira esportiva profissional, custa caro e é quase restrito a clínicas particulares, dado o atendimento precário no sistema público. - A fila de espera no SUS para quem deseja fazer a cirurgia de mudança de gênero é de 20 anos! Já a fila para consulta, para dar início à hormonoterapia, é de aproximadamente seis meses - afirma Renan Lucena, médico generalista pela Faculdade Pernambucana de Saúde, que trabalha e pesquisa sexualidade humana e a inserção da pauta de saúde LGBT no SUS. O que muitos transgêneros acabam fazendo é se medicarem por conta, o que traz sérios riscos à saúde. - Os tratamentos são caros. Sem contar que, além do tratamento em si, também é necessário um acompanhamento laboratorial, de consulta de rotina e avaliação dos efeitos do ponto de vista médico e também multiprofissional - elenca Lucena. Futuro a passos tímidos A carência de atletas trans de elite tem razões históricas, de preconceito e medo da exposição. Porém, casos como o da atleta do Vôlei Bauru podem inspirar uma geração mais jovem que cresce ainda cheia de receios, mas tendo agora alguém em quem se espelhar. Neste ano, por exemplo, pela primeira vez, o JUCA (Jogos Universitários de Comunicação e Artes), uma das competições universitárias mais tradicionais de São Paulo, incluiu em seu regulamento a possibilidade de participação de transgêneros. - Isso é uma demanda que surgiu já para a edição anterior, em 2017, porque a Belas Artes tem um homem trans que joga no time de handebol. Ele estava treinando já, mas para a edição de 2017 não deu tempo de discutir mais a fundo a questão - explica Yuri Zveibil, diretor de esportes da LAACA (Liga Atlética Acadêmica de Comunicação e Artes), organizadora do evento. A Liga é composta por oito atléticas: Anhembi Morumbi, Belas Artes, Cásper Líbero, ECA-USP, Mackenzie, Metodista, PUC-Campinas e PUC-SP. A participação está sujeita à declaração simples do atleta, sem a necessidade de comprovação por meio de testes de testosterona ou algo do tipo. Mesmo assim, ainda é difícil encarar a questão sem ficar com um pé atrás. Thomas Fernandes, por exemplo, estudante de letras e professor de inglês, fez a transição de gênero há quatro anos, quando tinha 20. Atualmente, pratica esportes individuais, como duatlo e triatlo, e joga rúgbi em um time LGBT. Questionado se teria facilidade de ser aceito em um time que não fosse do movimento, ele faz algumas ponderações. - Tenho facilidade de misturar nos ambientes aonde vou. Os homens trans têm essa facilidade. Quando estão no ponto mais avançado da transição, não precisam sair do armário para as pessoas. Acho que não teria tanto problema quanto a isso. Tenho homens gays no meu time que jogam em outros times que não são LGBT. Mas sempre tem uma barreira. No meu caso, teria medo de violência - conta Thomas, que não toma banho junto com os colegas de time no vestiário justamente por conta desse receio. Apesar disso, ele reconhece que falar sobre transexualidade se tornou bem mais acessível recentemente. E acredita em uma evolução do esporte de alto nível para atletas que fazem a transição. - As pessoas trans em épocas anteriores à minha tinham preocupações muito mais emergenciais do que fazer esporte. Hoje em dia, elas têm mais acesso à cidadania, então, há mais atletas jovens. Acho que quando outras questões sociais forem avançando, haverá mais atletas trans de alta performance. Por enquanto, são poucos. Nos vemos em Tóquio! Para a pesquisadora Joanna Harper, é bem provável que o Japão seja palco da inédita participação de um atleta transgênero em Jogos Olímpicos. Ela aposta na levantadora de peso neozelandesa Laurel Hubbard, medalhista de prata no Mundial de 2017. Também acredita em Tifanny (“desde que a equipe tenha a mente aberta o suficiente para aceitá-la”). Mas há outra jogadora de vôlei traçando jornada semelhante à da brasileira. A norte-americana Tia Thompson, que recebeu no ano passado autorização da federação local para participar de competições do circuito feminino. Ela se tornou a primeira atleta feminina abertamente transgênero reconhecida pela entidade. Coincidentemente, ela tem 33 anos, como Tifanny. Tia Thompson Divulgação Confira abaixo a entrevista que a jogadora, que mora em Hauula, no Havaí, concedeu ao LANCE!: Primeiro, fale um pouco sobre sua história. Desde quando você pratica esporte e quando decidiu que gostaria de competir entre as mulheres? Aloha! Comecei a jogar vôlei com 5 anos de idade. Comecei a fazer a transição aos 18 anos, iniciando a terapia hormonal aos 20. Faz mais de 12 anos que faço terapia hormonal. Comecei a competir na divisão feminina há quatro anos, em 2014, e amei essa mudança. Como os homens costumavam vê-la na quadra? Eles achavam que você era gay, algo muito comum entre os atletas trans? Você sofreu de algum tipo de preconceito? Quando eu joguei na divisão masculina, antes de 2014, as equipes contra quem jogava já me viam como uma mulher, não como um homem gay, porque eu já havia feito a transição, com cabelo comprido, seios... Eu já tinha características muito femininas. Todos usavam pronomes femininos quando se dirigiam a mim (ela, dela, etc). Meus companheiros de equipe também me respeitavam como mulher porque eu era capitã da equipe. Se você é um homem e se sente atraído por homens, você é gay. Quando você é uma mulher transgênero e se sente atraída por homens, você é considerada heterossexual. Morando no Havaí, sofri um pouco de preconceito na divisão feminina porque essas pessoas não foram educadas sobre questões de transgêneros. No entanto, acompanhei o protocolo da federação e passei pelas etapas e pelos procedimentos necessários, e acredito que isso ajudou muito a manter o foco nos meus objetivos. E quando foi a primeira vez que você entrou em uma quadra de vôlei como uma mulher trans? Qual foi o sentimento, a reação do público? Poderia falar um pouco sobre esse dia? Meu primeiro torneio oficial como jogadora feminina trans foi em julho de 2014, no maior torneio de vôlei do Havaí. Conseguimos o primeiro lugar nas eliminatórias, mas ficamos em terceiro lugar na classificação geral, perdendo na semifinal. A reação do público foi bem favorável. Na maioria das vezes, todos estavam muito animados comigo, me dando os parabéns pelo esforço da equipe no torneio. Aqui no Havaí, as atletas mulheres trans parecem atletas biológicas do sexo feminino. Não nos parecemos com homens jogando na divisão feminina e acho que isso é um fato importante para sermos aceitos no vôlei feminino. No caso de Tifanny, ela fez a transição de gênero aos 30 anos, razão pela qual muitas pessoas a acusam de se beneficiar de uma história de desenvolvimento masculina. Eu entendo por que as pessoas estão reclamando dela, que iniciou sua transição relativamente tarde. No entanto, se ela seguiu o protocolo adequado e preencheu todos os requisitos para uma atleta trans, deveria poder competir na divisão feminina sem preconceitos. Para mim, comecei a fazer a transição aos 18 anos, mais de 15 anos atrás. Além disso, nunca joguei em uma liga profissional masculina, como a Tifanny. Essa é a diferença entre nós duas. Que diferenças do ponto de vista atlético você notou após a transição? Você poderia me dar um exemplo do que você acha que melhorou ou piorou no seu jogo? Eu sempre fui um indivíduo atlético. Após a transição, não conseguia me mover tão rapidamente e pular tão alto quanto fazia antes da terapia hormonal. Isso realmente fez meu corpo pagar um preço no desempenho na quadra de vôlei. Você joga vôlei indoor e de praia. Mas o seu desejo é estar nos Jogos Olímpicos de 2020 na quadra, certo? Eu jogo principalmente vôlei de quadra. Tentei a praia duas vezes e não consegui me adaptar. Então, sim, meu objetivo é estar com a equipe olímpica feminina dos EUA em Tóquio-2020. Também espero que a Tifanny esteja na equipe do Brasil. Seria incrível competir contra ela.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/lance/o-caso-tifanny-reacendeu-o-debate-sobre-transgeneros-no-esporte-26032018

Nesta sexta (23), 27 das 32 seleções da Copa disputam amistosos
Data: 23/03/2018

As 27 seleções estarão envolvidas em 18 jogos, sendo nove deles confrontos diretos entre países que disputarão a próxima Copa do Mundo na Rússia

A menos de três meses para o início da Copa do Mundo, as seleções já começam a entrar na reta final da fase de preparação. Nesta sexta-feira (23), 27 dos 32 países classificados entrarão em campo para a disputa de primeira rodada de amistosos neste mês de março — a outra sera na próxima terça-feira (27). Entre os 18 jogos que envolvem as 27 seleções, nove deles serão confrontos diretos entre países classificados para o Mundial da Rússia. O principal deles será em Dusseldorf, na Alemanha, onde os donos da casa e atuais campeões do mundo enfrentarão a Espanha. A seleção brasileira, do técnico Tite, jogará às 13h (de Brasília) contra a Rússia, em Moscou, no estádio Luzhniki, palco da final da Copa do Mundo. Outros bons jogos desta sexta-feira serão França x Colômbia (em Saint-Denis), Itália x Argentina (em Manchester) e Holanda x Inglaterra (em Amstedã). Vale lembrar que as seleções da Itália e da Holanda não se classificaram para a Copa. No sábado, outras seleções da Copa de 2018 também entrarão em campo: Japão (contra Mali), Coreia do Sul (contra Irlanda do Norte) e Suécia (contra o Chile). Na sexta-feira (22), a Dinamarca venceu o Panamá por 1 a 0. Já a Bélgica será a única seleção classificada para o Mundial da Rússia a não jogar nessa primeira rodada de amistosos. Amistosos pré-Copa desta sexta-feira, 23 de março (horário de Brasília): 8h35 - Uruguai x República Tcheca (Nanning, China) 9h20 - Japão x Mali (Liége, Bélgica) 13h - Rússia x Brasil (Moscou, Rússia) 14h - Noruega x Austrália (Oslo, Noruega) 15h - Senegal x Uzbequistão (Casablanca, Marrocos) 15h - Grécia x Suíça (Thessaloniki, Grécia) 15h15 - Tunísia x Irã (Radés, Tunísia) 16h - Ucrânia x Arábia Saudita (Sevilla, Espanha) 16h30 - Sérvia x Marrocos (Turim, Itália) 16h45 - Alemanha x Espanha (Dusseldorf, Alemanha) 16h45 - Itália x Argentina (Manchester, Inglaterra) 16h45 - Holanda x Inglaterra (Amsterdã, Holanda) 16h45 - Polônia x Nigéria (Wroclaw, Polônia) 16h45 - Portugal x Egito (Zurique, Suíça) 16h45 - Escócia x Costa Rica (Glasgow, Escócia) 17h - França x Colômbia (Saint-Denis, França) 21h30 - Peru x Croácia (Miami, Estados Unidos) 23h - México x Islândia (San Francisco, Estados Unidos)

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/nesta-sexta-23-27-das-32-selecoes-da-copa-disputam-amistosos-23032018

Sem Neymar, Brasil testa sua força em amistoso contra a Rússia
Data: 23/03/2018

Sem o atacante Neymar, a seleção brasileira, do técnico Tite, enfrentará no amistoso desta sexta-feira, às 13 horas (de Brasília) a Rússia, em Moscou

Mostrar que é forte, independentemente de nomes. É isso que Tite espera da seleção brasileira no amistoso desta sexta-feira (23), às 13 horas (de Brasília) contra a Rússia, em Moscou. Na reta final para a Copa do Mundo, o desejo do treinador se explica: o time não terá sua estrela maior, o machucado Neymar. Ausência sentida, mas que abre a oportunidade de os jogadores, sobretudo os mais experientes e que vêm sendo aproveitados com regularidade, assumirem a responsabilidade de conduzir a equipe. Tite fez mudanças. Além de colocar Douglas Costa na vaga de Neymar, barrou Renato Augusto e escalou Willian. Na defesa, optou por Thiago Silva, pois Marquinhos não está bem fisicamente e será preservado para o amistoso de terça-feira contra a Alemanha, em Berlim. Ao mexer na frente, aproveitando Willian — "que está arrebentando" — e Douglas Costa, Tite pretende deixar a seleção mais "aguda", pois são dois jogadores que ele define como "verticais e ofensivos", e também com recursos para superar a defesa do time russo, esteja ela armada em linha de cinco ou de quatro jogadores. "Na fase ofensiva é 4-3-3, sem abrir mão de ter meio-campo forte. O futebol passa pela imposição do meio-campo em sua capacidade criativa, lúdica, é um jogador vai compor essa posição (de ajudar o setor)", disse Tite sobre o esquema tático. Ele quer Paulinho chegando na área, mas também ajudando Casemiro a marcar. Vai colocar Philippe Coutinho mais centralizado, Willian pela direita e Douglas Costa pela esquerda. Tite, aliás, preocupou-se em aliviar o peso sobre o atacante da Juventus. "O Douglas Costa não vai substituir o Neymar, vai ser Douglas Costa. O Neymar é insubstituível." A partida desta sexta (23) vai ser disputada no estádio Luzhniki, provavelmente sob temperatura negativa. O local será palco da decisão do Mundial da Rússia. Tite, que entre os argumentos para defender o amistoso contra a anfitriã, utilizou a importância de os jogadores sentirem o "clima de Copa", admitiu querer mesmo é voltar à arena em 15 de julho. "Quem é que não sonha? Todos da Copa do Mundo sonham estar aqui na final", considera. Mas não quer parecer precipitado. "Temos de fazer o melhor trabalho e ele está no jogo de amanhã (sexta)." A seleção brasileira vai estrear a camisa número dois que utilizará no Mundial, na cor azul. Meias e calções têm a mesma cor. O goleiro Alisson será o capitão, continuando o rodízio no posto idealizado por Tite. Ele será o 15.º jogador a desempenhar este papel em 18 jogos sob o comando do treinador. A camisa número um, amarela, vai ser usada no jogo de terça-feira com os alemães. OLHO NA COPA - O treinador convocou 25 jogadores para os amistosos contra russos e alemães. Quer observar o comportamento emocional e técnico, principalmente dos novatos, mesmo que seja apenas nos treinos e na concentração. Isso visando à elaboração do grupo final que levará ao Mundial. Ainda assim, prefere não usar a palavra teste. "Não vai ter teste. É oportunidade e quem não estiver bem terá seu substituto, mas não premedito nada", afirmou Tite. "É a capacidade de ler o jogo, o que possa ser importante e um atleta que possa contribuir. Não tenho tempo para ver como é um atleta para convocar depois." A convocação final será feita no início de maio. Tite já tem 16 nomes definidos e admite quebrar a cabeça para fechar a relação de 23 atletas, por um motivo principal. "O que mais me pressiona, isso sim me pressiona, é poder olhar todo mundo e ser justo", justificou. "Ser justo porque para o atleta também é um orgulho máximo estar aqui. Fico inquieto, chato, perturbado para avaliar todos e ser humanamente o mais justo possível." Ele reiterou considerar que chegar à seleção é o ápice da carreira de um técnico, e lembrou que muitos profissionais de nível não tiveram essa chance. "Abel e Paulo Autuori, dois campeões do mundo por seus clubes, com trajetórias lindas, não tiveram oportunidade de estarem onde estou. Sou extremamente feliz pela oportunidade."

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sem-neymar-brasil-testa-sua-forca-em-amistoso-contra-a-russia-23032018

Fluminense empata com Flamengo e pega Botafogo na final da Taça Rio
Data: 23/03/2018

Tricolor abriu o placar com Gum, mas viu Everton fazer 1 a 1 na noite desta quinta-feira (22), no Estádio Nilton Santos; decisão acontece no domingo

A final da Taça Rio está definida. O Fluminense contou com a vantagem do empate e ficou no 1 a 1 com o Flamengo, na noite desta quinta-feira (22), no Nilton Santos, para avançar à decisão do segundo turno do Campeonato Carioca. Gum e Everton fizeram os gols do jogo no Engenhão. A decisão entre Botafogo – que passou pelo Vasco na última quarta – e Fluminense acontecerá no domingo, às 16 horas, no Maracanã. O árbitro será Bruno Arleu de Araújo. O campeão já estará em uma das semifinais do Campeonato Carioca; assim como o Flamengo, vencedor da Taça Guanabara. O gol do Fluminense saiu no último minuto do primeiro tempo. Sornoza cobrou escanteio pela esquerda, Diego Alves ficou no meio do caminho e Gum marcou de cabeça. Na volta para o segundo tempo, o Flamengo partiu para cima e, por pouco, não marcou com Vinícius Júnior, Lucas Paquetá e Jonas. De tanto ir para o ataque, deixou espaços na defesa e obrigou Júlio César a fazer grande defesa. O goleiro só não conseguiu se defender o chute de Everton, de fora da área, aos 40 minutos. Logo no lance seguinte, os jogadores das duas equipes se envolveram em confusão devido a uma lesão de Sornoza. O empate daria a classificação ao Tricolor, e o Rubro-Negro tinha pressa para voltar ao jogo. Já nos acréscimos, Diego Alves foi tentar o cabeceio na área, mas de nada adiantou. O Fluminense saiu classificado apesar do empate. FLUMINENSE 1 X 1 FLAMENGO Data-Hora: 22/03/2018 - às 20h (de Brasília) Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ) Árbitro: Maurício Machado Coelho Junior (RJ) Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ) Público/renda: 16.923 pagantes / R$ 548.310,00 Cartões amarelos: Pedro e Júlio César (FLU); Éverton Ribeiro, Jonas e Réver (FLA) Gols: Gum (46'/1ºT - 1x0) e Everton (40'/2ºT - 1x1) FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Jádson, Richard (Douglas, 27'/2ºT), Ayrton Lucas e Sornoza; Marcos Júnior (Pablo Dyego, 12'/2ºT) e Pedro (Marlon, 39'/2ºT). Técnico: Abel Braga. FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Vinicius Júnior, intervalo); Jonas, Diego e Lucas Paquetá; Everton Ribeiro (Cuéllar, 22'/2ºT), Everton e Henrique Dourado (Felipe Vizeu, 32'/2ºT). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/fluminense-empata-com-flamengo-e-pega-botafogo-na-final-da-taca-rio-22032018

Corinthians vence Bragantino e avança às semifinais do Paulistão
Data: 23/03/2018

Alvinegro Paulista consegue vitória por dois gols de diferença, elimina o Braga e, na próxima fase, enfrentará o São Paulo

O Corinthians venceu o Bragantino por 2 a 0 nesta quinta-feira (22), no Itaquerão, pelo jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paulista. Com o resultado, a equipe de Fábio Carille está classificada às semifinais do Estadual, e enfrentará o São Paulo. A outra semifinal será disputada entre Santos e Palmeiras, dono da melhor campanha da competição. Tendo que reverter o resultado do jogo de ida, perdido por 3 a 2, o Corinthians começou melhor no jogo. Aos 16, Clayson recebeu passe na grande área, girou para cima da zaga e chutou de canhota, mas mandou para fora. Aos 28, após cruzamento de Ralf e corte parcial da defesa, a bola ficou limpa para Júnior Dutra, que teve tempo para finalizar, mas isolou. Logo na sequência, aos 29, o Alvinegro do Parque São Jorge abriu o placar. Sidcley recebeu passe de Ralf, invadiu a área e chutou cruzado. Guilherme tentou cortar, mas não conseguiu impedir o gol do lateral-esquerdo corintiano, que balançou as redes pela primeira vez com a camisa do clube. Cinco minutos depois, o Braga quase empatou. Sozinho na área, Matheus Peixoto recebeu cruzamento e cabeceou colocado, mas mandou para fora. Aos 44, o Corinthians ampliou. Rodriguinho fez boa jogada pela direita e rolou para Maycon, que, do meio da rua, ajeitou e encheu o pé para marcar um golaço. Na etapa final, o Timão voltou no mesmo ritmo. Aos 16, Rodriguinho pegou sobra na grande área e chutou rasteiro, mas a defesa bloqueou. Dois minutos depois, Maycon recebeu passe na grande área, furou o chute e, na sobra, bateu firme, mas Alex Alves fez ótima defesa. No lance seguinte, Rodriguinho chutou forte de canhota, mas o goleiro do Bragantino impediu o gol corintiano. Aos 24, Rodriguinho recebeu passe pela entrada da área, girou e chutou de canhota. A bola passou ao lado do ângulo direito de Alex Alves. Quase um golaço. Três minutos depois, a grande oportunidade do time de Marcelo Veiga. Após falta pela meia esquerda, Lázaro recebeu cruzamento na grande área, e, mesmo sozinho, mandou para fora. Aos 36, outra boa chance para o Corinthians: Matheus Vital avançou e chutou pela entrada da área, mas Alex Alves fez outra boa defesa. Aos 40 minutos, mais uma oportunidade corintiana para ampliar. Rodriguinho recebeu passe de Júnior Dutra no meio da área, mas chutou para fora.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/corinthians-vence-bragantino-e-avanca-as-semifinais-do-paulistao-23032018

CBF define os cinco confrontos da 4ª fase da Copa do Brasil 2018
Data: 19/03/2018

CBF sorteou na manhã desta segunda-feira (19) os cinco confrontos da 4ª fase da Copa do Brasil, que definem os últimos classificados para as oitavas

A CBF divulgou na manhã desta segunda-feira (19) os cinco confrontos da 4ª fase da Copa do Brasil 2018, que serão realizados no mês de abril. Pelo sorteio, os confrontos ficaram assim: Ponte Preta x Náutico Atlético-PR x São Paulo Avaí x Goiás Internacional x Vitória Ferroviário-CE x Atlético-MG Ainda nesta segunda-feira (19), às 12h, a CBF irá divulgar os mandos de campo, os locais e os horários dos jogos de ida e volta da 4ª fase. Os cinco vencedores desses confrontos passarão para as oitavas de final, que já contam com 11 clubes pré-classificados: Cruzeiro (atual campeão), Grêmio (campeão da Libertadores), Bahia (campeão da Copa Nordeste), Luverdense (campeão da Copa Verde), América-MG (campeão da Série B), além de Corinthians, Santos, Palmeiras, Flamengo, Vasco e Chapecoense (melhores do último Brasileirão). As oitavas de final serão disputadas nos dias 25 de abril e 2, 9, 16 e 23 de maio.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/cbf-define-os-cinco-confrontos-da-4-fase-da-copa-do-brasil-2018-19032018

Jogadores do Brasil chegam à Rússia para amistoso desta sexta-feira
Data: 19/03/2018

Parte do grupo de 25 atletas convocados por Tite para os jogos contra a Rússia e a Alemanha já está em Moscou, palco do primeiro amistoso

Parte do grupo convocado por Tite para os amistosos contra Rússia e Alemanha já está em Moscou, onde o Brasil enfrentará a seleção local, na próxima sexta-feira (23). Dos 25 jogadores listados, cinco chegaram à capital russa nesta segunda-feira (19). O goleiro Alisson (Roma) e os atacantes Willian (Chelsea) e Roberto Firmino (Liverpool) foram os primeiros a se apresentar, ainda no início da manhã. Em seguida, chegaram Anderson Talisca (Besiktas) e Miranda (Inter de Milão). No domingo, já haviam se apresentado o goleiro Ederson, o meia Fernandinho e o atacante Gabriel Jesus (todos do Manchester City), que se juntaram ao goleiro Neto (Valencia), o zagueiro Rodrigo Caio (São Paulo), o lateral-esquerdo Alex Sandro (Juventus), os meio-campistas Renato Augusto (Beijing Guoan), Douglas Costa (Juventus) e o atacante Willian José (Real Sociedad). Treinos Na parte da tarde desta segunda, o técnico Tite comanda a primeira atividade em solo russo. O treino que abre a preparação para o amistoso será realizado no CT do Spartak Moscou. A partida entre Brasil e Rússia será disputada no Estádio Luzhniki, palco que também receberá a final da Copa do Mundo de 2018, às 13 horas (horário de Brasília).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/jogadores-do-brasil-chegam-a-russia-para-amistoso-desta-sexta-feira-19032018

Após fraturas, João Paulo é operado com sucesso; árbitro não é afastado
Data: 19/03/2018

Após fraturas no jogo contra o Vasco, neste domingo (18), meia João Paulo, do Botafogo, é operado com sucesso; árbitro da partida não foi afastado

Primeiro passo dado. O meia João Paulo, do Botafogo, foi operado com sucesso, na noite deste domingo (18) num hospital na Zona Sul do Rio. Ele havia sofrido fraturas na fíbula e na tíbia da perna direita no início do jogo contra o Vasco, durante a tarde. A previsão para o retorno do jogador é de quatro meses, no mínimo. João Paulo foi operado pelos médicos Christiano Cinelli, Salvio Magalhães e Ricardo Bastos, todos do Botafogo. A previsão de alta hospitalar do meio-campista é para terça-feira. ARBITRAGEM ?Apesar das críticas sobre o árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro, por ter aplicado apenas cartão amarelo a Rildo, no lance da dividida que resultou nas fraturas de João Paulo, nada mudou. O Grupo de Gerenciamento de Problema da Comissão de Arbitragem do Rio entendeu que o cartão deveria ser vermelho, mas não cabe punição. Campeonato Carioca: Botafogo 2 x 3 Vasco da Gama Confira a posição da Ferj: "O GGP (Grupo de Gerenciamento de Problema) da Comissão de Arbitragem do Rio ouviu o árbitro Leonardo Cavaleiro e decidiu pelo não afastamento. A COAF-RJ lamenta a lesão do jogador João Paulo, do Botafogo. As alegações do GGP. 1. O lance ocorreu após uma rebatida da defesa do Botafogo em direção ao meio de campo e o árbitro estava se posicionando para observar a próxima jogada e entendeu ser uma falta temerária juntamente com o assistente. 2. O árbitro não percebeu a fratura no momento da falta e, sem saber, no prosseguimento do jogo, a gravidade da lesão do atleta do Botafogo F.R. 3. O árbitro se equivocou em não aplicar o cartão vermelho para o atleta do Vasco da Gama pela forma como atingiu o seu adversário. ?Portanto, o GGP entende pelo não afastamento do árbitro, levando em consideração sua atuação durante os oitenta e oito minutos da partida, que fora disputada de forma leal pelos atletas de ambas as equipes. Nós, da COAF-RJ, lamentamos a fatalidade ocorrida com o atleta do Botafogo F.R, no entanto, entendemos que a fratura do atleta não seja responsabilidade do árbitro."

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/apos-fraturas-joao-paulo-e-operado-com-sucesso-arbitro-nao-e-afastado-19032018

Convocado por Tite, Talisca pode se transferir para o Manchester United
Data: 14/03/2018

Segundo jornal português, brasileiro que faz sucesso no Besiktas-TUR pode ser negociado pelo Benfica, clube que detém seus direitos econômicos

O meia Anderson Talista, convocado pelo técnico Tite para os amistosos da seleção brasileira contra Rússia e Alemanha, poderá atuar no Manchester United. De acordo com o site do jornal português "A Bola", a negociação para a transferência do jogador — emprestado pelo Benfica-POR ao Besiktas-TUR, onde tem feito sucesso, por duas temporadas — pode chegar a 40 milhões de euros (aproximadamente R$ 161 milhões). O valor é praticamente o dobro da cláusula de opção de compra do clube turco, que precisa depositar 21 milhões de euros nos cofres benfiquenses para ter o atleta em definitivo (somando os quatro milhões de euros já pagos pelo empréstimo). Dificilmente o Besiktas terá os recursos para a aquisição de Talisca, de 24 anos, que começou a carreira no Bahia e, em 2014, foi negociado com o futebol português. Talista também teve passagens pelas seleções sub-20, sub-21 e sub-23 do Brasil desde 2013.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/convocado-por-tite-talisca-pode-se-transferir-para-o-manchester-united-14032018

Corinthians enfrenta Deportivo Lara em Itaquera pela Libertadores
Data: 14/03/2018

O Corinthians enfrenta o Deportivo Lara nesta quarta-feira (14), às 21h45, no Itaquerão, em seu primeiro jogo em casa pela Copa Libertadores 2018

O Corinthians enfrenta o Deportivo Lara nesta quarta-feira (14), às 21h45, no Itaquerão, ciente de que precisará ter paciência para superar o adversário, que promete mais uma vez surpreender. Em sua estreia na Copa Libertadores, a equipe venezuelana derrotou o Independiente por 1 a 0, em casa. Com uma estrutura superior e tradição na competição continental bem superior ao adversário, o Corinthians não se esquiva da responsabilidade de se impor no jogo desta noite. "Jogando em casa e diante da nossa torcida, é uma obrigação vencermos. Buscamos um ponto fora de casa (contra o Millonarios) e agora precisamos somar três pontos em casa", destacou o zagueiro Henrique. Entretanto, para superar os venezuelanos, será preciso ter a paciência que tem faltado ao time de Fábio Carille quando enfrenta retranca. "Não sei explicar o motivo, talvez a gente precise de mais espaço para jogar e quando enfrentamos equipes que jogam de igual para igual, isso acontece mais", explicou Rodriguinho. O Deportivo Lara pode ser desconhecido de muitos torcedores - é um clube fundado apenas em 2009 -, mas os atletas corintianos garantem saber bem o que vão enfrentar. "É um time rápido, de qualidade, com jogadores experientes e já sabemos os pontos fortes deles", garantiu Henrique. Henrique: "Nossa obrigação é vencer" Um fato curioso é que a equipe venezuelana treinou na segunda-feira, no CT da base do Corinthians, ao lado de onde treina a equipe profissional. Em relação ao time, o desfalque é o meia Jadson, que se recupera de dores na coxa direita. Em seu lugar, Emerson Sheik será o titular. Mais uma vez, o Corinthians vai atuar sem centroavante. No Deportivo Lara, o técnico Leo González demonstra conhecimento da força e das virtudes do adversário brasileiro. "É uma equipe que triangula muito, não tem um atacante na área, mas ataca com muita gente. Tem ótimos jogadores que jogam rápido pelos lados e possuem um lateral de Seleção, que é o Fagner", analisou o treinador.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-enfrenta-deportivo-lara-em-itaquera-pela-libertadores-14032018

São Paulo assina contrato com Régis, que estava no São Bento
Data: 14/03/2018

O jogador é o sétimo reforço são-paulino no ano, fica até abril de 2019 e pode jogar nas duas laterais, já que é ambidestro

O lateral-direito Régis será o novo reforço do São Paulo. O atleta que estava na São Bento acertou vínculo até abril de 2019 e assinará o contrato na quinta (15), após a delegação tricolor voltar de Maceió, onde enfrenta o CRB nesta quarta-feira, às 19h30, pela Copa do Brasil. O jogador já passou por exames no novo clube e é esperado para o treino de sexta-feira. Régis será a o sétimo reforço do clube tricolor para a temporada. Chega depois de Jean, Anderson Martins, Diego Souza, Nenê, Tréllez e Valdívia. O reforço estava no São Bento desde 2016 e, neste ano, deu assistência para Anderson Cavalo abrir o placar do time de Sorocaba diante do São Paulo na primeira rodada do Paulista, em que a equipe então comandada por Dorival Junior acabou derrotada por 2 a 0. Ambidestro, o atleta de 28 anos será opção para o técnico Diego Aguirre para as duas laterais e também no meio do campo, com característica mais ofensiva. Pela direita, chega na equipe tricolor para disputar vaga com Militão, zagueiro de origem, mas que conquistou confiança para atuar na direita improvisado.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/sao-paulo-assina-contrato-com-regis-que-estava-no-sao-bento-14032018

Tite convoca seleção brasileira para amistosos contra Rússia e Alemanha
Data: 12/03/2018

Sem Neymar, treinador anunciará a lista de convocados às 11h, na sede da CBF, a última antes da lista final para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia

O técnico Tite irá convocacar a seleção brasileira para os amistosos contra Rússia, no próximo dia 23, e Alemanha, no dia 26 de março. Sem poder contar com o atacante Neymar, lesionado, Tite fará a última convocação antes de divulgar a lista final dos jogadores para a Copa do Mundo da Rússia 2018. O anúncio dos convocados para os amistoso de março será na sede da CBF, no Rio de Janeiro, às 11h. Após a convocação, Tite concederá uma entrevista coletiva. Ao site da CBF, o coordenador de seleções, Edu Gaspar, falou sobre o adiamento da convocação e o problema com os jogadores lesionados: "Temos uma situação diferente de outras convocações. São pelo menos cinco jogadores que necessitam de uma observação médica e física mais elaborada, para que possamos convocar embasados e com as informações necessárias". Além de Neymar, outros jogadores que tiveram lesões recentemente foram os zagueiros Marquinhos e Miranda, o volante Fernandinho, o lateral-esquerdo Marcelo, e o atacante Gabriel Jesus.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/copa-2018/tite-convoca-selecao-brasileira-para-amistosos-contra-russia-e-alemanha-12032018

No São Paulo, Aguirre terá desgaste e desconfiança como desafios
Data: 12/03/2018

Treinador uruguaio será apresentado nesta segunda-feira (12) com a missão de recuperar uma equipe cheia de problemas e vinda de temporada ruim

Anunciado como novo técnico do São Paulo, Diego Aguirre será apresentado nesta segunda-feira (12) com o desafio de superar superar a desconfiança em relação à equipe após o início de temporada ruim, além de recuperar um time desgastado e com departamento médico cheio. Além disso, o uruguaio precisa preparar o elenco para jogos decisivos da Copa do Brasil e das quartas de final do Campeonato Paulista. A tarefa é árdua, mas a diretoria está confiante de que Aguirre dará conta do recado. Ele ficará no Morumbi pelo menos até dezembro. O contrato curto é uma estratégia do clube para se defender do risco já especulado de que Aguirre pode assumir o comando da seleção uruguaia após a Copa do Mundo. Se isso acontecer, ele será o terceiro estrangeiro a deixar o São Paulo para dirigir um time nacional recentemente. Foi assim com Juan Carlos Osorio, que deixou o Morumbi em 2015 para comandar o México; e Edgardo Bauza, um ano depois, que trocou o time tricolor pela seleção de seu país, argentina. Aguirre assume um time que não despertava grandes esperanças no torcedor. No domingo, diante de poucos torcedores, o time levou um susto, mas conseguiu virar sobre o Red Bull por 3 a 1, com gols de Nininho (contra), Arboleda e Marcos Guilherme. Após perder Hernanes e Lucas Pratto, peças fundamentais da reação no Bcampeonato rasileiro de 2017, o São Paulo não conseguiu se acertar. Os principais reforços, Nenê e Diego Souza, ainda não conseguiram mostrar seus potenciais. Assim, a torcida que ficou marcada no ano passado pelo apoio incondicional, perdeu a paciência. Contra o Red Bull, cerca de 200 torcedores participaram de uma "marcha fúnebre" em frente ao estádio do Morumbi para protestar contra a situação: time ruim, derrotas, mudanças de técnico e diretoria. O novo comandante são-paulino terá que colocar as mãos em tudo isso para dar cara nova ao São Paulo. O pedido da diretoria é que o time volte a ter um padrão de jogo, que a oscilação dê lugar à estabilidade, com segurança defensiva sem abrir mão de propor o jogo. "Aguirre é um técnico atualizado, com grandes trabalhos e referências para o que queremos no São Paulo. Confiamos que ele tem o perfil e a metodologia de trabalho que se encaixam com o clube", destacou Raí, executivo de futebol do clube. O desgaste do elenco também já é uma preocupação para a nova comissão técnica. Contra o Red Bull, o time não teve seis titulares: Jucilei, Sidão e Reinaldo por lesão; e Cueva, Militão e Hudson (que vem sendo escalado no lugar de Jucilei), por opção. Edimar, reserva de Reinaldo, também está no Reffis. Depois do jogo, o técnico interino, André Jardine, revelou que o São Paulo entrou em campo já com sugestões de Aguirre. "Foi um pedido especial dele para poupar alguns jogadores com desgaste maior. Ele também pediu para ver o Diego Souza e o Caíque. No mais, na verdade, concordou com a maneira que estávamos pensando. O grupo tem a consciência de que precisava reagir e mostramos que somos capazes disso", contou o interino. A sequência agora é decisiva. Na quarta, o time jogará em Maceió na partida de volta da 3.ª fase da Copa do Brasil contra o CRB — defende vantagem de dois gols do jogo no Morumbi. No domingo, enfrenta o São Caetano, de Pintado, ex-auxiliar no clube, no primeiro jogo das quartas do Estadual.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/no-sao-paulo-aguirre-tera-desgaste-e-desconfianca-como-desafios-12032018

Carille prega atenção no Corinthians e elogia Bragantino: 'Time chato'
Data: 12/03/2018

Técnico avalia que adversário corintiano nas quartas do Paulistão é uma equipe de muita marcação e vai requerer atenção para avançar no Estadual

O técnico Fabio Carille prevê um confronto difícil diante do Bragantino nas quartas de final do Campeonato Paulista. Com 23 pontos, o Corinthians terminou a fase classificatória na ponta do Grupo 1 e vai enfrentar o time de Bragança, vice-líder, com 17. A decisão da vaga será na Arena Corinthians. "Agora é jogo de muita entrega. Passando o jogo da Libertadores, teremos jogo de detalhes. O Bragantino é time chato, que marca demais, seu técnico tem essa característica e a gente tem que estar atento e concentrado para fazer dois grandes jogos para passar para a semifinal", avaliou o treinador em entrevista coletiva após a vitória sobre o Botafogo, em Ribeirão Pretom neste domingo (11). Com a segunda melhor campanha, o Corinthians também viveu um período de altos e baixos no torneio. O técnico Fábio Carille parece ter resolvido a principal questão do início da temporada — o dono da camisa nove — de uma maneira pragmática. Como nenhum dos escolhidos conseguiu se firmar, o treinador simplesmente aboliu a figura da referência na área. Nos últimos jogos, o time apostou na movimentação dos meias Jadson e Rodriguinho e na versatilidade de Romero como armas ofensivas. Vem dando certo. A Federação Paulista definirá nesta terça-feira (13), em congresso técnico com dirigentes dos oito finalistas, as datas, os horários e os locais das quartas de final do Campeonato Paulista. Já é certo que os duelos serão realizados no próximo fim de semana (partidas de ida) e também no meio da semana seguinte (volta). Os times de melhor campanha decidirão em casa.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/carille-prega-atencao-no-corinthians-e-elogia-bragantino-time-chato-12032018

A 100 dias da Copa, Tite sofre por ter meio time com problemas físicos
Data: 06/03/2018

Neymar, Marquinhos e Fernandinho estão fora por lesão, enquanto Marcelo e Gabriel Jesus ainda se recuperam de lesões recententes

A cem dias do início da Copa do Mundo na Rússia, o técnico Tite precisa lidar com um fantasma que neste início de ano está assombrando a seleção brasileira: o das lesões. Mais do que conviver com a incerteza sobre as reais condições em que Neymar estará no torneio, o técnico se vê às voltas com meio time titular sofrendo com lesões musculares ou de joelho. Além disso, os principais jogadores ainda devem ter uma exaustiva reta final de temporada europeia. Operado sábado de uma fratura no quinto metatarso do pé direito, Neymar só deve voltar aos gramados em maio. Mas, se a seleção entrasse em campo hoje, Tite teria ainda mais problemas a resolver, já que precisaria escalar sua dupla de zaga, seu lateral-esquerdo, um de seus possíveis volantes e o atacante mais agudo do time sem o melhor ritmo de jogo. O grande número de lesões fez com que o técnico adiasse em dez dias a convocação para os dois últimos amistosos antes de chamar a seleção para a Copa, diante de Rússia e Alemanha, no fim do mês. A lista será divulgada na próxima semana, e Tite resolveu aproveitar esse tempo para acompanhar in loco a situação de alguns jogadores. Ele está na Europa junto com o auxiliar Sylvinho desde sábado, e nesta terça-feira estará no Parque dos Príncipes para assistir ao jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões entre Paris Saint-Germain e Real Madrid - os espanhóis venceram o jogo de ida por 3 a 1. Em Paris, Tite poderá ver como estão de fato o zagueiro Marquinhos e o lateral-esquerdo Marcelo. Os dois, titulares da seleção brasileira e que já ostentaram inclusive a braçadeira de capitão, ficaram fora dos últimos jogos do PSG e do Real Madrid devido a lesões musculares. Eles foram relacionados para o duelo e deverão iniciar a partida. Casemiro, Daniel Alves e Thiago Silva - que deve ficar no banco do time francês - também serão observados pela comissão técnica do Brasil. No domingo (4), a dupla da comissão técnica da seleção esteve em Manchester, na Inglaterra, acompanhando o confronto entre Manchester City e Chelsea. Tite viu as atuações de Willian, o provável substituto de Neymar, de Danilo e Ederson, mas teve pouco tempo para observar o atacante Gabriel Jesus, seu titular no ataque. O jogador, que ficou dois meses afastado dos campos devido a uma lesão no joelho esquerdo sofrida no fim do ano passado, entrou apenas nos minutos finais da partida. Na semana passada, diante do Arsenal, Gabriel Jesus jogou apenas por 31 minutos. O treinador também não pôde observar no domingo o volante Fernandinho - a quem considera opção para o lugar de Casemiro ou mesmo de Renato Augusto -, que se recupera de lesão na coxa esquerda sofrida há nove dias e só deve ter condições de jogo às vésperas da apresentação para os amistosos. Companheiro de Marquinhos na seleção, o zagueiro Miranda, da Inter de Milão, também ficou fora das últimas partidas do Campeonato Italiano. Com uma contusão no adutor da coxa esquerda, ele ficou duas semanas sem jogar no mês passado. Agora, voltou a ser relacionado. Outro jogador que preocupa a comissão técnica da seleção é Paulinho. O volante do Barcelona não vem de lesão, mas está há mais de um ano jogando sem tirar férias. Ele se transferiu do Guangzhou Evergrande, da China, para a Espanha em agosto do ano passado e desde então vem atuando regularmente pela equipe catalã. O temor é pelo desgaste físico, que deve se acentuar com a reta final da temporada europeia. Apesar do receio com as lesões a 100 dias do início da Copa do Mundo, o técnico Tite procura colocar esse fantasma em perspectiva, como disse na entrevista que concedeu ao Estado recentemente. "Todos os atletas que são convocados ficam entre clube e seleção. "Não posso me machucar porque tem a seleção, e é o Mundial". Eles vão trabalhar isso conforme a maturidade deles. A minha orientação é jogar de forma competitiva, tal qual se faz sempre", disse o treinador. "Jogar em alto nível até a final (da Liga dos Campeões, em 26 de maio) te dá ritmo de competição, mas te desgasta física e mentalmente. Em contrapartida você pode não ter um desgaste físico, mas você não está em ritmo de competição", continuou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/a-100-dias-da-copa-tite-sofre-por-ter-meio-time-com-problemas-fisicos-06032018

Reservas do Palmeiras perdem para São Caetano no Paulistão 2018
Data: 06/03/2018

Verdão foi derrotado por 1 a 0, no Allianz Parque, e acumulou a quarta partida sem vitória no estadual; próxima partida é o clássico contra o São Paulo

Com um time reserva, o Palmeiras foi surpreendido nesta segunda-feira (5), no encerramento da 10ª rodada do Campeonato Paulista. A equipe perdeu por 1 a 0 para o São Caetano, em pleno Allianz Parque. Chiquinho marcou o gol da vitória dos visitantes. Classificação e jogos Apesar de classificado à próxima fase, este é o quarto jogo do Palmeiras sem vencer no Paulistão. O Verdão tem 20 pontos, na liderança isolada no Grupo C. O São Caetano alcançou os 13 pontos, na vice-liderança do Grupo B. O próximo compromisso do Palmeiras é no clássico contra o São Paulo, no Allianz Parque. Também na quinta-feira (8), o São Caetano recebe o Botafogo, no Anacleto Campanella. O time do ABC chegou ao gol logo aos 6 minutos. Alex Reinaldo cruzou na área, o lateral Fabiano se atrapalhou com a jogada aérea e a bola sobrou para Chiquinho chutar cruzado. A comemoração silenciou momentaneamente os quase 23 mil palmeirenses. A equipe do técnico Roger Machado ainda que pressionou o adversário, mas não converteu as chances em gol. O time ficou mais ofensivo com a estreia do atacante Papagaio, das categorias de base da equipe. Ainda assim, de nada adiantou. Nos minutos finais, Gustavo Scarpa cobrou falta que passou do lado da trave. A equipe acumulou a segunda derrota consecutiva, a quarta partida sem vitória. PALMEIRAS 0 X 1 SÃO CAETANO PALMEIRAS - Fernando Prass; Fabiano, Luan, Juninho e Michel Bastos; Thiago Santos, Bruno Henrique e Tchê Tchê (Willian); Gustavo Scarpa, Guerra (Papagaio) e Keno. Técnico: Roger Machado. SÃO CAETANO - Helton Leite (Paes); Alex, Sandoval, Max e Bruno Recife; Ferreira, Vinicius Kiss e Diego Rosa; Niltinho (Carlão), Chiquinho e Ermínio (Esley). Técnico: Pintado. GOL - Chiquinho, aos seis minutos do primeiro tempo. ÁRBITRO - Vinícius Furlan. CARTÕES AMARELOS - Esley, Moisés, Paes, Alex, Scarpa RENDA - R$ 1.176.356. PÚBLICO - 22.597 torcedores. LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo. EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se O desempenho dos brasileiros na rodada do futebol mundial

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/reservas-do-palmeiras-perdem-para-sao-caetano-no-paulistao-2018-05032018

São Paulo não vai ter Reinaldo no clássico contra Palmeiras
Data: 06/03/2018

O lateral-esquerdo sofreu um estiramento no músculo adutor da coxa esquerda no jogo contra o Linense, no domingo, pelo Campeonato Paulista

O lateral-esquerdo Reinaldo deve desfalcar o São Paulo no clássico com o Palmeiras, na próxima quinta-feira (08), pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. Os times se enfrentarão às 20h30, no Allianz Parque. Autor do primeiro gol tricolor na vitória por 2 a 1 sobre o Linense no último domingo, ele passou por exames nesta segunda que detectaram um estiramento no músculo adutor da coxa esquerda. O jogador já iniciou a recuperação com fisioterapeutas do clube. O clube não estabelece uma data para retorno do lateral, apesar de considerar como "pequeno" o grau da lesão. Depois do clássico, o time tem pela frente o Red Bull Brasil, no domingo, em casa. Sem Reinaldo, a principal opção do técnico Dorival Junior é Edimar, que o substituiu no intervalo do jogo em Lins. Júnior Tavares também é opção. Reinaldo esteve em campo em nove partidas na temporada até aqui, e se firmou como titular da lateral-esquerda tricolor. Ele retornou para o clube em 2018, depois de duas temporadas emprestado para a Ponte Preta (em 2016) e Chapecoense (2017).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/times/sao-paulo/sao-paulo-nao-vai-ter-reinaldo-no-classico-contra-palmeiras-05032018

Tricolor escuta Lugano e promete reforma gigante no CT
Data: 06/03/2018

Tricolor quer concluir transformação do CT ainda nesta temporada

Vestiários, Reffis, academia de musculação, sala de imprensa… O CT da Barra Funda passará por uma profunda reforma nos próximos meses, a fim de modernizar o centro de treinamento do elenco profissional do São Paulo. As mudanças já foram encomendadas a um escritório de arquitetura, que estuda como utilizar da melhor maneira o terreno de 44.472 m² na zona oeste da cidade. A revelação sobre a intenção de transformar o CT da Barra Funda foi feita por Raí, diretor-executivo de futebol do Tricolor, aos membros do Conselho Deliberativo em reunião na semana passada. A reforma é uma antiga reivindicação de Diego Lugano, contratado em 30 de janeiro como superintendente de relações institucionais do Tricolor. Durante toda a temporada passada, ainda como atleta, o uruguaio bateu na tecla de que o CT da Barra Funda estava defasado e havia ficado atrás, por exemplo, dos centros de treinamento de Corinthians e Palmeiras. O vestiário dos atletas é atualmente o principal problema da Barra Funda. A sala de musculação e o Reffis, que já foi muito utilizado para atrair jogadores machucados, também precisam de mudanças consideráveis, porque se tornaram pequenos demais. Nenhum dos dois espaços comporta o elenco inteiro simultaneamente. O Tricolor também conta com dois de seus parceiros para economizar nas obras: a MRV construtora e a Joli, empresa de materiais de construção. Vale lembrar que em dezembro do ano passado, o São Paulo viu a Câmara dos Vereadores da cidade aprovar em segunda votação a extensão da concessão do CT por mais 20 anos, prorrogáveis por outros 20 – o vínculo anterior terminaria em junho de 2022.

Link Notícia: https://esportes.yahoo.com/noticias/sao-paulo-planeja-reforma-gigante-no-ct-da-barra-funda-042352524.html

Corinthians estreia na Libertadores com empate contra Millonarios
Data: 01/03/2018

No El Campín, jogo teve boas oportunidades para colombianos e comandados de Fábio Carille, mas terminou sem gols

Corinthians e Millonarios se enfrentaram nesta quarta-feira (28), em Bogotá, pela 1ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores de 2018. Apesar do jogo movimentado, com boas chances para os dois lados, a partida terminou empatada por 0 a 0 e o time de Fábio Carille volta ao Brasil com um ponto conquistado. Pela outra partida do Grupo 7, o Deportivo Lara recebe o Independiente nesta quinta-feira, em jogo que pode definir o líder da chave na 1ª rodada. Na próxima rodada, no dia 14 de março, o Corinthians recebe o Deportivo Lara, no Itaquerão. O Millonarios, por sua vez, visita o Independiente, em Buenos Aires, no dia 15. A primeira etapa foi marcada pela superioridade do Millonarios, que abusaram dos cruzamentos e assustaram a defesa corintiana em diversas ocasiões. Os donos da casa, porém, pecaram nas finalizações. O time de Fábio Carille chegou com perigo pela primeira vez aos 30 minutos, quando Romero recebeu na área e chutou fraco para a defesa de Fariñez. Aos 42, o lance mais perigoso dos primeiros 45 minutos. De Los Santos recebeu cruzamento e desviou para a pequena área, mas Cássio afastou. Na sequência, após bola alçada por Silva, Del Valle surgiu sozinho, mas cabeceou para fora. Após susto, Corinthians melhora no segundo tempo Ao início da etapa final, o Corinthians quase viu o primeiro gol dos colombianos. Huérfano recebeu passe na cara do gol e tentou buscar o ângulo. No entanto, chutou para fora. Depois da chance perdida pelos adversários, os alvinegros melhoraram no jogo. Aos 17 minutos, a grande oportunidade do jogo: após cruzamento de Jadson e bate e rebate na área do Millonarios, Henrique pegou a sobra, girou e encheu o pé, mas a bola explodiu no travessão. Em contra-ataque corintiano, aos 28, Jadson passou pela zaga, levou a bola para o meio e chutou colocado, e a bola foi para fora. Aos 46, Jadson quase marcou. Livre na grande área, o camisa 10 recebeu cruzamento e chutou cruzado, mas Fariñez espalmou para fora e fez ótima defesa. O lance foi anulado por impedimento. No minuto final, mais um lance perigoso, mas desta vez para os donos da casa. De fora da área, Carrillo chutou cruzado, com força, e a bola passou ao lado do gol de Cássio. Sem Rodriguinho, Carille usou Matheus Vital Com Rodriguinho suspenso por expulsão contra o Racing na Sul-Americana de 2017, Matheus Vital substituiu o meia titular. O ex-vascaíno apareceu pouco na construção de jogadas do time de Carille, mas não comprometeu. Foi a terceira partida do jovem atleta com a camisa alvinegra. O goleiro Cássio e os volantes Renê Júnior e Gabriel foram os jogadores corintianos a levarem o cartão amarelo na partida. Cadavid, Duque e Domínguez, pelo lado dos colombianos, foram os amarelados. MILLONARIOS 0 X 0 CORINTHIANS MILLONARIOS - Fariñez; Banguero, De los Santos, Cadavid e Palacios; Domínguez, Duque e Silva (Carrilo); Huérfanos (Montoya), Quiñones (Ovelar) e Del Valle. Técnico: Miguel Ángel Russo. CORINTHIANS - Cassio; Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon; Gabriel, Renê Júnior, Jadson, Clayson (Júnior Dutra), Mateus Vital (Sheik) e Romero (Lucca). Técnico: Fábio Carille. ÁRBITRO - Roddy Zambrano (EQU). CARTÕES AMARELOS - Renê Junior, Domínguez, Gabriel, Cadavid, Cássio e Duque. RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio El Campín, em Bogotá (COL).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/corinthians-estreia-na-libertadores-com-empate-contra-millonarios-01032018

Flamengo e River Plate empatam na estreia da Copa Libertadores 2018
Data: 01/03/2018

Henrique Dourado e Everton deixaram Rubro-Negro na frente duas vezes, mas Rodrigo Mora e Mayada garantiram 2 a 2 no Engenhão sem torcida

Dois dos principais times do continente, Flamengo e River Plate estrearam nesta quarta-feira (28), na Copa Libertadores. O jogo sem torcida no Nilton Santos, o Engenhão, tirou um pouco do charme do confronto. Depois de um primeiro tempo ruim, as duas equipes empataram por 2 a 2. Ainda pelo Grupo 4, o Santa Fé-COL pega o Emelec-EQU, em Medellín, nessa quinta. O primeiro tempo só não foi mais assustador que o sorriso de De La Cruz após dividida com Jonas. O uruguaio do River Plate perdeu um dente após dividida com o volante. No mais, Diego Alves e Armani pouco trabalharam. O gol mesmo saiu só aos 8 minutos do segundo tempo, e de pênalti. Henrique Dourado, claro, cobrou com perfeição e abriu o placar. Mas dois minutos depois, foi a vez do River marcar, com Rodrigo Mora, de cabeça. A defesa rubro-negra reclamou de impedimento. Com o mando de campo, o Flamengo de Carpegiani partiu para cima dos argentinos. A pressão deu certo e Everton marcou aos 21 minutos, após boa jogada de Lucas Paquetá. Já nos minutos finais, o River mostrou o quanto sabe jogar a Libertadores. Mayada chutou de longe, no canto de Diego Alves e empatou a partida. Já pela segunda rodada, o Flamengo pega o Emelec em 14 de março, no Equador. O próximo compromisso do River é só em 5 de abril, contra o Santa Fé, da Colômbia, em Buenos Aires. FLAMENGO 2 x 2 RIVER PLATE FLAMENGO - Diego Alves; Pará (Rodinei), Réver, Juan e Renê; Jonas (Romulo), Lucas Paquetá, Diego e Everton Ribeiro; Everton (Willian Arão) e Henrique Dourado. Técnico: Paulo César Carpegiani. RIVER PLATE - Franco Armani; Montiel, Maidana, Martínez e Saracchi; Ponzio, Zuculini (Mayada) e Enzo Pérez (Scocco), De la Cruz (Quintero); Mora e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Gallardo. GOLS - Henrique Dourado (pênalti), aos 8, Mora, aos 10, Everton, aos 21, e Mayada, aos 41 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Maidana, Martínez, Diego, Zuculini, Henrique Dourado, Everton, Réver. ÁRBITRO - Michel Espinoza (Fifa/Peru). RENDA E PÚBLICO - Não houve. LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/flamengo-e-river-plate-empatam-na-estreia-da-copa-libertadores-2018-01032018

Neymar chega ao Brasil e passará por cirurgia no sábado, em BH
Data: 01/03/2018

"Ainda não temos o horário certo, mas será no sábado, em Belo Horizonte"

Neymar desembarcou na manhã desta quinta-feira (1) no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, junto com o médico da seleção brasileira Rodrigo Lasmar e do cirurgião Gérard Saillant, representante do Paris Saint-Germain. O jogador será operado no sábado, em Belo Horizonte, para corrigir uma fratura no pé direito. "Ainda não temos o horário certo, mas será no sábado, em Belo Horizonte", disse Lasmar em entrevista à TV Globo. "O importante agora é ele recuperar da viagem, que foi bastante cansativa. Essa questão da logística será acordada, mas ele chegará em BH na véspera da cirurgia", complementou. Lasmar evitou dar um prognóstico específico sobre o tempo de recuperação do atleta. Mas a expectativa é que fique fora dos gramados entre dois e três meses. "Isso depende da individualidade do jogador. Depois da cirurgia, vamos acompanhar o passo a passo", informou o médico da seleção brasileira. Neymar colocará um pino para corrigir a fratura no quinto metatarso do pé direito. Ele se machucou na vitória sobre o Olympique de Marselha, domingo, pelo Campeonato Francês. Os exames iniciais não haviam apontado a fratura. Certo é que ele não entrará em campo no duelo de volta das oitavas de final contra o Real Madrid, dia 6 de março, na França, pela Liga dos Campeões. A expectativa é que o craque brasileiro volte aos gramados apenas em maio, um mês antes da Copa do Mundo. Assim, ele participaria apenas nas rodadas finais do Campeonato Francês. Ele também poderia estar disponível para as semifinais da Liga dos Campeões, caso o Paris Saint-Germain avance na competição. O jogador também ficará de fora dos amistosos da seleção brasileira contra Alemanha e Rússia, nos dias 23 e 27 de março, respectivamente. O técnico Tite adiou a convocação que aconteceria nesta sexta-feira para o dia 12.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/neymar-chega-ao-brasil-e-passara-por-cirurgia-no-sabado-em-bh-01032018

Em boa fase, Santos encara altitude de Cuzco em estreia na Libertadores
Data: 01/03/2018

O Santos entra em campo nesta quinta-feira (1) para encarar o Real Garcilaso, às 19h15 (horário de Brasília), em Cuzco, pela Copa Libertadores

O Santos entra em campo, nesta quinta-feira (1), no seu melhor momento neste início de temporada. Embalado por uma sequência de três vitórias no Campeonato Paulista e pela grande fase do seu artilheiro, o time encara o Real Garcilaso, às 19h15 (horário de Brasília), em Cuzco, para a sua estreia na fase de grupos da Copa Libertadores. Após um começo irregular do Santos em 2018, o técnico Jair Ventura conseguiu encontrar seu time-base, mesmo sem poder contar desde a primeira rodada do Paulistão com o atacante Bruno Henrique, ainda em recuperação de lesões no olho, e levou a equipe a emplacar três triunfos em sequência, um deles em clássico contra o São Paulo. Essa série foi embalada pela grande fase de Gabriel Barbosa, o Gabigol. O atacante marcou quatro gols nos quatro jogos que disputou desde que voltou ao Santos, cedido por empréstimo pela Inter de Milão. Mas acabou se tornando problema de última hora por causa de dores provocadas por uma pancada recebida no jogo de domingo com o Santo André. Não deve ser, no entanto, problema para a estreia santista na Libertadores. Se o ataque já conta com um artilheiro, o sistema defensivo também não vem mais trazendo preocupações a Jair, tanto que o time não foi vazado nesta última sequência de vitórias. E ele ainda terá retornos importantes ao time, do volante Renato e do atacante Copete, que não enfrentaram o Santo André no fim de semana. O cenário santista, portanto, é bom, mas os jogadores sabem que ainda precisam fazer muito mais para que seja possível afastar de vez a desconfiança do começo do ano, quando o time sofria com a saída de vários nomes de peso. "Ainda temos que melhorar muita coisa. Vamos trabalhar para conseguir nossos objetivos", disse David Braz. Ainda que seja apenas a estreia, o jogo com o Real Garcilaso é importante para o Santos por ser contra o único participante do Grupo 6 que nunca foi campeão da Libertadores - o uruguaio Nacional e o argentino Estudiantes completam a chave. Por isso, os duelos com o time peruano podem ser um fator desequilibrador no momento de definição dos classificados às oitavas de final. Os efeitos da altitude de cerca de 3.400 metros de Cuzco são a maior preocupação do Santos, com a comissão técnica optando por nem realizar treinos no local do jogo. O time, aliás, tem má lembrança da sua última passagem pela cidade, em 2003, quando foi eliminado pelo Cienciano nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Naquela oportunidade, o time peruano tinha o argentino Óscar Ibáñez como seu goleiro - hoje, ele é o técnico do Real Garcilaso. Em razão da altitude, as finalizações de fora da área preocupam o Santos para o duelo desta quinta-feira. "Sabemos que o chute de fora da área parece que está na entrada da área por causa da força da altitude. São detalhes que estão no nosso conhecimento. Temos que superar tudo isso em busca de uma vitória na estreia", avisou Jair. O time peruano se classificou à Libertadores ao ser vice-campeão peruano em 2017. Mas o time não faz boa campanha neste ano, com apenas quatro pontos somados nas quatro rodadas iniciais, o que inclui a derrota para o Academia Cantolao no seu compromisso anterior. Mas o Real Garcilaso espera superar a fase irregular com uma vitória sobre um rival de peso. "Vamos enfrentar um campeão da Libertadores. Temos que jogar bem porque temos a altitude conosco", disse o meio-campista Jhonny Vidales, revelando que os efeitos do ar rarefeito serão explorados pelo Real Garcilaso, que está de volta à Libertadores após quatro anos sem disputá-la.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/em-boa-fase-santos-encara-altitude-de-cuzco-em-estreia-na-libertadores-01032018

Começa nova etapa de Libertadores com mais brasileiros ex-campeões
Data: 27/02/2018

A 59ª edição do principal torneio continental terá sete clubes brasileiros na luta pelo título e o maior número de ex-campeões entre os 47 participantes

A 59ª edição da Copa Libertadores começa, nesta terça-feira (27), com a participação do maior número de clubes brasileiros campeões do torneio. Além do Grêmio, atual campeão, lutam pelo título outras sete equipes que já tiveram o privilégio de exibir o troféu em suas galerias: Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro, Santos, Vasco e Flamengo.Outros três grandes brasileiros campeões de Libertadores São Paulo, Internacional e Atlético não participam desta edição. Já a Chapecoense, ainda sem títulos de Libertadores, foi eliminada nas fases preliminares. Em 2018, o torneio terá 47 participantes — mesma quantidade de clubes do ano passado — e o Brasil é também o país com o maior número de representantes (8) entre as nações em disputa. Outra peculiaridade desta edição da Libertadores é possuir a maior quantidade de ex-campeões entre os participantes (17). Além dos oito brasileiros, também disputam essa edição Boca Juniors, Independiente-ARG, River Plate, Estudiantes-ARG, Racing-ARG, Peñarol, Nacional-URU, Atlético Nacional-COL, Colo-Colo e Olímpia-PAR. Premiação Sem contar com clubes mexicanos, a Libertadores 2018 terá uma premiação recorde. A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) decidiu dobrar o prêmio para o campeão e o vice em relação ao valor pago em 2017. O vencedor deste ano ganhará seis milhões de dólares (aproximadamente R$ 20 milhões) e o vice receberá três milhões de dólares (R$ 10 milhões). Somando as cotas de participação nas fases anteriores, o campeão poderá receber mais de R$ 35 milhões em prêmios. Em 2017, o Grêmio faturou cerca de R$ 25 milhões. Brasileiros nos grupos O Grêmio (campeão em 1983, 1995 e 2017) entrará em campo, às 19h15 (horário de Brasília), para enfrentar o Defensor-URU, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, pelo Grupo 1. O time tricolor gaúcho terá também a companhia na chave de Cerro Porteño e Monagas-VEN. O Grupo 5 terá o Cruzeiro (campeão 1976 e 1997) e o Vasco (1998). Universidad de Chile e Racing-ARG complementam a chave. O time celeste visitará, nesta terça, o Racing, às 21h30, no estádio Presidente Perón, em Buenos Aires. Campeão em 2012, o Corinthians está no Grupo 7, no qual terá como adversários o Millionarios-COL, o Deportivo Lara-VEN e o Independiente-ARG. O goleiro Cássio, um dos heróis do título e que irá disputar a competição pela quinta vez na carreira, prega atenção e respeito com os adversários para o Corinthians chegar ao bicampeonato. "A Copa Libertadores é um campeonato bem traiçoeiro, não podemos menosprezar nenhuma equipe. Já vimos muitas equipes que eram favoritas serem eliminadas e não chegarem no objetivo. Temos que estar bem preparados, respeitar todas as equipes", projetou o goleiro em entrevista publicada no site do Corinthians. No Grupo 8, o Palmeiras, detentor do título de 1999 e equipe brasileira que mais participou da Libertadores, junto com Grêmio e São Paulo (18 edições), vai enfrentar o Boca Juniors, o Alianza Lima-PER e o Junior Barranquilla-COL. Já o Flamengo (campeão em 1981) jogará pelo Grupo 4 contra River Plate, Emelec-EQU e Santa Fé-COL. O Grupo 6 terá o tricampeão Santos (1962, 1963 e 2011) ao lado Estudiantes-ARG, Real Garcilaso-PER e Nacional-URU. Chave sem brasileiros O Grupo 2 é a única chave que não conta com a presença de brasileiros. Atlético Nacional-COL, Bolivar-BOL, Colo-Colo e Delfin-EQU lutam pelas duas vagas para a fase eliminatória do torneio.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/comeca-nova-etapa-de-libertadores-com-mais-brasileiros-ex-campeoes-27022018

Maya Gabeira, a menina que trocou o ballet pelas ondas gigantes
Data: 27/02/2018

Surfista relembrou carreira ao voltar para local em que sofreu grave acidente, mas retornou para encarar paredão equivalente a prédio de oito andares

A coragem de Maya Gabeira não cabia mais nas aulas de ballet. Aos 13 anos, a menina destemida passou a buscar a onda perfeita ao redor do mundo. Não demorou muito e se apaixonou pelas ondas gigantes. Mas Maya sofreu um acidente grave após cair de uma dessas ondas gigantes, no Canhão de Nazaré, em Portugal, em 2013. Cinco anos depois, voltou à mesma Praia do Norte, desta vez, para surfar uma onda estimada em 24 metros (aproximadamente um prédio de oito andares). A brasileira, hoje com 30 anos, briga para entrar no Guinnes Book. Confira a seguir o depoimento de Maya Gabeira ao R7: "Comecei a surfar com 13 anos, em uma escolinha de surfe no Arpoador, incentivada por um namorado da época e amigos de escola. Eu dançava, fazia ballet e fiquei um tempo procurando outro esporte. Demorou para eu me sentir confortável dentro d´água. Foi uma coisa muito minha. Fui para a Austrália, morei lá, terminei o colégio e sonhei em surfar a onda perfeita. Foi quando fui para o Havaí e pude ver as ondas gigantes, perfeitas e aquilo mexeu comigo. Logo na minha primeira temporada, decidi que queria focar naquilo, surfar os lugares que queria surfar e fui evoluindo. Ganhei meu primeiro prêmio e tive oportunidade de ter patrocinador, competir, trabalhar de garçonete no Havaí para me manter e aí comecei a ganhar dinheiro... E deu certo. Sempre sonhei com esse momento que estou vivendo agora. A gente sonha com certas coisas e não tem muito controle se vai acontecer ou não. Em certos momentos da minha vida, o sonho fez parte, mas não sabia se iria alcançá-lo.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/mais-esportes/maya-gabeira-a-menina-que-trocou-o-ballet-pelas-ondas-gigantes-27022018

Grêmio inicia defesa do título da Libertadores no Uruguai
Data: 27/02/2018

Em busca de ser o primeiro brasileiro a conquistar o tetra da competição, Grêmio estreará no Grupo 1 diante do Defensor-URU, às 19h15, em Montevidéu

O Grêmio inicia a caminhada pela defesa do título da Copa Libertadores nesta terça-feira (27). Em busca de ser o primeiro brasileiro a conquistar o tetracampeonato da competição, o time gaúcho estreará no Grupo 1 diante do Defensor, às 19h15 (de Brasília), no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai. Será o retorno da equipe à Libertadores após o título conquistado em novembro do ano passado, com a histórica vitória sobre o Lanús na final. Um dos heróis daquela conquista, o goleiro Marcelo Grohe falou sobre a ambição de levar o Grêmio ao inédito tetracampeonato do torneio entre os brasileiros. "A gente sabe o quanto é difícil ganhar uma Libertadores e conseguimos este feito. Agora temos a oportunidade de transformar o Grêmio no primeiro brasileiro a ganhar quatro vezes a Libertadores. É uma longa estrada, assim como no ano passado. Mas acho que nossa equipe está preparada, ciente de todos os desafios", declarou. Depois de um início complicado de temporada, o Grêmio chega para a partida embalado. Afinal, faturou outro título continental na semana passada, quando derrotou o Independiente nos pênaltis, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, e conquistou a Recopa Sul-Americana. Marcelo Grohe, mais uma vez, foi o herói. Se Marcelo Grohe chega para esta edição da Libertadores ainda como um dos destaques do Grêmio, o time titular terá algumas alterações em relação àquele que foi campeão no ano passado. O lateral-direito Edílson, o atacante Fernandinho e o atacante paraguaio Lucas Barrios deixaram o clube. Entraram Madson, Everton e Cícero, respectivamente. Arthur, lesionado, será substituído por Maicon. Cícero, aliás, tem sido titular no comando de ataque gremista, improvisado, mas pode ser sacado para a entrada de Jael. O atacante está mais acostumado a atuar na posição e finalmente desencantou com a camisa do clube no último sábado na vitória por 3 a 0 sobre o Novo Hamburgo, pelo Campeonato Gaúcho. Independente da escalação, o Grêmio sabe o clima que vai encontrar em Montevidéu. O Defensor tem pouca torcida na cidade e aposta em seu estilo aguerrido e no acanhado estádio para incomodar os adversários. O Luiz Franzini tem capacidade para apenas 18 mil torcedores e é localizado em uma praça na capital uruguaia. O Defensor volta à Libertadores após quatro anos de ausência. No Torneio Apertura uruguaio, ocupa a quinta colocação após quatro jogos, com sete pontos, e vem de empate por 1 a 1 com o Rampla Juniors.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/gremio-inicia-defesa-do-titulo-da-libertadores-no-uruguai-27022018

Procurado em 2012, André Villas-Boas sonha treinar o São Paulo
Data: 27/02/2018

Ex-técnico do Porto, Chelsea e Zenit, o português André Villas-Boas disse que já foi procurado pelo São Paulo em 2012 pelo então presidente Juvenal Juvêncio

André Villas-Boas é constantemente lembrado no São Paulo quando ocorre mudança ou ameaça de troca de treinador. O português, que já trabalhou no Porto e no Chelsea, entre outros, e se aventurou como piloto de rali, conta que o seu nome não surgiu em vão. Existiu e ainda existe real possibilidade de ele trabalhar no Brasil e o time do Morumbi é a sua prioridade. "Tive uma conversa com o São Paulo quando eu sai do Chelsea e ficamos muito próximo de um acerto. Fiz algumas reuniões com o Juvenal (Juvêncio, presidente na época), mas as coisas não evoluíram", contou o treinador, em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, em Mônaco, onde irá participar do Prêmio Laureus nesta terça-feira (27). O contato foi feito em 2012, após a demissão de Emerson Leão. O acerto só não aconteceu porque dias antes de dar o "sim" ao São Paulo, André Villas-Boas recebeu uma proposta milionária do Tottenham e decidiu permanecer na Europa por mais um período. Hoje ele é amigo do diretor de futebol Raí, mas garante que não há qualquer conversa no momento. "Deixa ele arrumar aquilo lá e no futuro a gente pode ver", afirmou, mostrando estar ciente das dificuldades que o amigo tem no comando do clube. No final de novembro, o português deixou o Shanghai SIPG, da China, para participar do Rali Dacar, uma aventura abandonada após se acidentar em uma prova. De volta ao futebol, aguarda propostas da Europa, mas sem esquecer do Brasil. "Quero ficar mais uns dois ou três anos na Europa e depois queria tentar algo no Brasil ou no Japão. O São Paulo é a prioridade por ter sido o clube brasileiro que me fez proposta", explicou. E antes mesmo de chegar, o português já tem reclamações sobre a organização do futebol no Brasil. "Eu já falei para alguns dirigentes. O calendário é muito apertado e não permite o desenvolvimento. A importância dos Estaduais não deixa que as coisas mudem e 20 equipes na primeira divisão é muita coisa. Talvez 18 fosse um número melhor", analisou. "O curioso é que mesmo assim, continuam saindo talentos", completou. Fã do compatriota José Mourinho, a quem ele diz que revolucionou a forma de treinar futebol, através de mais metodologia e ciência, André Villas-Boas não fica em cima do muro quando o assunto é Copa do Mundo. "Creio que a Alemanha é a favorita. Tem um time forte e os jovens que estão chegando também são muito competentes. Mas vale ressaltar o Brasil, do Tite, que voltou a apresentar um grande futebol", analisou. Poliglota, André Villas-Boas está sem clube, mas acredita que a partir de abril já começam a surgir propostas, pois os Europeus começam a pensar no planejamento da próxima temporada. Uma coisa é certa: ele não volta para a China. O português acredita que questões políticas estão atrapalhando o andamento do futebol chinês. "Mudaram o regulamento no meio do campeonato, diminuindo o espaço para os estrangeiros e obrigando a utilizar mais garotos, que claramente não estão preparados. O nível técnico do campeonato tende a cair", protestou.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/procurado-em-2012-andre-villas-boas-sonha-treinar-o-sao-paulo-27022018

Grêmio vence Independiente nos pênaltis e é campeão da Recopa
Data: 22/02/2018

Decisão sul-americana ficou no empate por 0 a 0 e foi definida em defesa de Marcelo Grohe, que pegou último pênalti da disputa

O Grêmio é o campeão da Recopa Sul-Americana de 2018. Na Arena, nesta quarta-feira (21), o jogo contra o Independiente ficou empatado por 0 a 0 no tempo regulamentar, e então foi à prorrogação. O placar persistiu, levando a partida para a disputa de pênaltis, decididos na última cobrança em defesa de Marcelo Grohe. Nas cobranças, 5 a 4 para o Imortal. Maicon, Cícero, Jael, Everton e Luan converteram para o Grêmio. Gaibor, Meza, Domingo e Romero fizeram para o Independiente. Na cobrança de Benítez, a última do clube de Buenos Aires e do jogo, Grohe se esticou e deu o segundo título da Recopa para o Tricolor, que já havia conquistado a taça da competição em 1996, contra o próprio Independiente. O jogo foi movimentado do início ao fim. No entanto, sem gols. Logo aos 7, Everton saiu na cara do gol, passou pelo goleiro e chutou rasteiro, mas Amorebieta tirou em cima da linha. Dois minutos depois, Grohe fez ótima defesa em chute colocado de Fernández. Na sequência, um bombardeio gremista: Everton cruzou fechado e a zaga cortou. Novo chute, novo bloqueio da defesa. Na sobra, dentro da pequena área, Alisson finalizou, mas Campaña defendeu. Aos 20, Léo Moura sentiu dores, caiu no gramado e teve de ser substituído. Paulo Miranda entrou em seu lugar. Poucos minutos depois, uma boa oportunidade de falta para cada lado: primeiro, Luan cobrou e a zaga afastou; para o Rey de Copas, Fernández cobrou colocado e mandou para fora. A chance mais clara do primeiro tempo veio aos 37, quando Luan se aproveitou de falha da zaga e saiu na cara do gol, mas perdeu a oportunidade.Aos 39, lance polêmico na Arena: Luan foi atingido por um pé alto de Amorebieta e a dividida fez uma ferida na costela do atacante, que se irritou e a mostrou para o árbitro Enrique Cáceres, que pediu a arbitragem de vídeo. Cáceres reviu o lance na telinha e deu o cartão vermelho a Amorebieta. No primeiro jogo da Recopa, em Buenos Aires, a arbitragem de vídeo já havia sido utilizada, ocasionando a expulsão de Gigliotti, aos 27 do 1º tempo. Na segunda etapa, aos 8, Everton fez boa jogada e finalizou com força, mas Campaña defendeu mais uma vez. O que se viu durante os minutos seguintes foi o Grêmio insistindo, mas parando na boa atuação do goleiro do Independiente ou falhando na pontaria. E essa foi a tônica até os 48 minutos de jogo, ao fim do tempo regulamentar. Na prorrogação, mesmo com um atleta a menos, o Independiente jogou de igual para igual com o Imortal, e as duas equipes criaram chances de perigo. Aos 3 minutos do segundo tempo da prorrogação, Jael cobrou falta, a bola desviou na barreira e quase surpreendeu Campaña, que se recuperou e fez ótima defesa. Aos 14, Maicosuel avançou pela direita, invadiu a área e chutou cruzado, mas parou no goleiro adversário, que fez grande partida.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/gremio-vence-independiente-nos-penaltis-e-e-campeao-da-recopa-22022018

Flamengo goleia Madureira na primeira rodada da Taça Rio
Data: 22/02/2018

Diego, Henrique Ceifador, Lucas Paquetá e Vinícius Júnior marcaram os gols da vitória do Rubro-Negro por 4 a 0, no Estádio Nilton Santos

Três dias depois de ser campeão da Taça Guanabara, o Flamengo estreou com uma convincente vitória na Taça Rio. O Rubro-Negro bateu o Madureira por 4 a 0 nesta quarta-feira (21), no Nilton Santos, com gols de Diego, Henrique Ceifador, Lucas Paquetá e Vinícius Júnior. Na próxima rodada, o Flamengo tem pela frente o clássico contra o Fluminense, em Cuiabá, na Arena Pantanal, no sábado (24). Na segunda, o Madureira recebe o Volta Redonda, no Conselheiro Galvão. O time do técnico Paulo César Carpegiani jogou leve e chegou aos gols com tranquilidade diante de pouco mais de 3.800 pagantes. Diego, em bela cobrança de falta aos 17 minutos, abriu o placar. Também no primeiro tempo, aos 35 minutos, Lucas Paquetá aproveitou bobeira da zaga adversária para ampliar. Um dos melhores cobradores de pênalti do Brasil, Henrique Dourado, o Ceifador, marcou naquela que também é sua especialidade, aos 9 minutos da etapa final. A partir daí, o jogo ficou ainda mais fácil apesar da vontade dos atacantes Igor Catatau e Souza. Faltava, no entanto, o da estrela Vinícius Júnior, que marcou o quarto já nos minutos finais.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/flamengo-goleia-madureira-na-primeira-rodada-da-taca-rio-21022018

Atlético Mineiro goleia Botafogo-PB e se classifica na Copa do Brasil
Data: 22/02/2018

Vitória por 4 a 0 leva Galo à terceira fase, e pegará Figueirense na próxima etapa da competição

Aparentemente, o Atlético Mineiro se encontrou sob o comando interino do auxiliar Thiago Larghi. O Galo goleou, com tranquilidade, o Botafogo-PB por 4 a 0, nesta quarta-feira (21), no estádio Almeidão, em João Pessoa, e avançou à terceira fase da Copa do Brasil. Depois da demissão de Oswaldo Oliveira há 10 dias, a equipe perdeu em casa da Caldense, mas se recuperou com vitórias no clássico contra o América-MG e agora na Paraíba. O adversário do Atlético Mineiro na terceira fase já está definido. Será o Figueirense, que nesta quarta-feira derrotou o Oeste-SP por 2 a 1, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Pelo sorteio realizado na sede da CBF, no Rio de Janeiro, o primeiro jogo será em Santa Catarina, provavelmente na próxima quarta, e o segundo no estádio Independência, em Belo Horizonte, no dia 14 de março. Esta será a primeira etapa da Copa do Brasil disputada no sistema de ida e volta. Além disso, o critério de gol qualificado (fora de casa) não vale mais. Portanto, em caso de empate, a vaga na quarta fase será decidida nos pênaltis. Antes o Atlético Mineiro volta as atenções para o Estadual - neste domingo encara o Tupi, em Juiz de Fora (MG). Em campo, o Atlético Mineiro teve problemas apenas nos primeiros 15 minutos, período em que teve dificuldades para chegar na área do time paraibano. A partir daí, o meio de campo atleticano se acertou e as jogadas apareceram. Aos 27, marcou o primeiro gol. Otero recebeu na esquerda e cruzou na cabeça de Róger Guedes, que completou para as redes. No segundo tempo, o Atlético Mineiro seguiu melhor na partida, controlando as ações do jogo. Aos 15 minutos, Cazares ampliou para o time de Belo Horizonte e não demorou muito para sair o terceiro, desta vez com o centroavante Ricardo Oliveira, aos 21. E ainda teve tempo no final, aos 36, para mais um gol com o atacante Luan.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/atletico-mineiro-goleia-botafogo-pb-e-se-classifica-na-copa-do-brasil-22022018

Vasco leva 4, mas Martín Silva pega 3 pênaltis e time vai à Libertadores
Data: 22/02/2018

Goleiro livrou equipe de vexame histórico na noite desta quarta-feira (21), após derrota no tempo normal para o Jorge Wilstermann, em Sucre, na Bolívia

O Vasco por pouco não passou por um vexame histórico e foi eliminado nesta quarta-feira (21), na terceira fase da pré-Libertadores. O time tinha uma vantagem de quatro gols, mas perdeu no tempo normal por 4 a 0 para o Jorge Wilstermann, na Bolívia, e levou a decisão para os pênaltis. Martín Silva, no entanto, garantiu a equipe na fase de grupos ao pegar três cobranças. Martín Silva pegou as cobranças de Lucas Gaúcho, Meleán e Alex Silva. Desábato e Rildo haviam perdido para o time brasileiro, mas Andrés Ríos, Yago Pikachu e Wellington. O Wilstermann não deu nem tempo para os jogadores do Vasco respirarem nos primeiros minutos de jogo. Aos 5, após cobrança de escanteio, Zenteno abriu o placar. Um minuto depois, Pedriel recebeu cruzamento na área e completou de cabeça para o fundo do gol. O time da casa seguiu pressionando para encontrar o terceiro gol. E não demorou: aos 17, Chávez recebeu cruzamento de Serginho e ampliou para o Jorge Wilstermann. Após sofrer o gol, o Vasco reagiu e tentou criar boas jogadas, mas sem sucesso. No segundo tempo, mais pressão dos bolivianos: aos 15, Lucas Gaúcho recebeu bom cruzamento e mandou para fora. O quarto gol veio dez minutos depois, quando o zagueiro Zenteno recebeu cruzamento de Serginho e fez seu segundo tento na partida. O que já estava ruim ficou ainda pior para o Vasco. Aos 38, Thiago Galhardo se irritou com Serginho e chutou a bola no adversário. O árbitro viu o lance e expulsou o meia vascaíno. Nessa altura do jogo, depois de sofrer quatro gols, o próprio Martín Silva já pedia a cobrança de pênaltis. Era como se soubesse que poderia garantir a classificação da equipe. Foi o que aconteceu ao defender as três cobranças. Com o resultado, o Vasco vai ao Grupo 5 da Libertadores, e enfrentará Cruzeiro, Racing-ARG e Universidad de Chile.

Link Notícia: https://esportes.r7.com/futebol/vasco-leva-4-mas-martin-silva-pega-3-penaltis-e-time-vai-a-libertadores-22022018