Com três troféus, Gabigol é o grande vencedor do Prêmio Bola de Prata

Foi realizada na tarde desta segunda-feira a 50ª edição do Prêmio Bola de Prata, produzido pela ESPN. O grande nome da premiação foi Gabigol, que levou nada menos do que três troféus para casa. O atacante do Flamengo foi o artilheiro do Brasileirão, com 25 gols, eleito o melhor centroavante e também a Bola de Ouro, que é dado para o melhor jogador de toda a competição.

Para ficar com a premiação máxima do evento, o camisa 9 superou seus companheiros Bruno Henrique e Arrascaeta.

E não foi só Gabigol que levou prêmios pelo campeão Flamengo, que dominou completamente a seleção, com oito vencedores. Além do artilheiro, Diego Alves foi eleito o melhor goleiro, Rafinha o melhor lateral direito, Willian Arão e Gerson os melhores volantes, Arrascaeta o melhor meia, Bruno Henrique, um dos melhores pontas, além de Jorge Jesus, que ficou com o troféu de melhor técnico.

Os outros únicos times que tiveram representantes foram o Santos, com dois: Lucas Veríssimo, eleito um dos melhores zagueiros e Jorge, o melhor lateral e o Palmeiras, também com dois, com Gustavo Gómez, o outro zagueiro eleito como destaque e Dudu, um dos melhores pontas.

No prêmio de revelação, o grande vencedor foi Michael, do Goiás, superando Matheus Henrique, do Grêmio e o venezuelano Soteldo, do Santos. O jogador de 22 anos anotou 9 gols e deu 5 assistências ao longo do campeonato.

Gol mais bonito
A premiação ainda elegeu o gol mais bonito do Brasileirão de 2019. E o Flamengo ganhou mais um prêmio, com a bicicleta de Arrascaeta, contra o Ceará, na 16ª rodada, superando os gols de Michael, do Goiás (contra o Inter) e também seu companheiro Gabigol, no duelo com o Santos.

Melhor entre as mulheres

A festa promovida pela ESPN coroou também a melhor jogadora de futebol do Brasil. Millene, do Corinthians, levou a melhor subre Gláucia, do Santos e Luciana, goleira da Ferroviária.

Total Page Visits: 308 - Today Page Visits: 1

Recommended For You

About the Author: desenv