Apenas 50% dos classificados para a CNH Social se matricularam, diz Detran-GO

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) informou que somente 50% dos candidatos classificados para o programa CNH Social – no qual a habilitação sai de graça – se matricularam para ter acesso ao benefício. É preciso realizar a inscrição até a próxima sexta-feira (21). Caso contrário, o candidato será desclassificado.

A primeira etapa do programa selecionou 2.010 pessoas. A lista com todos os nomes foi divulgada no site do Detran-GO no último dia 6 de fevereiro.

Se até a data estipulada ainda houver vagas ociosas, o órgão divulgará uma nova lista, no dia 27 de fevereiro, com outros selecionados.

Para se matricular, o candidato precisa acessar o site do Detran-GO, fazer a matrícula online e imprimir o comprovante. Em seguida, é preciso ir presencialmente até uma unidade de atendimento do Vapt Vupt ou da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) para entregar toda documentação.

Logo em seguida, o processo já deve ser aberto. Na ocasião, o candidato será encaminhado para a realização de exames psicológicos e médicos em uma clínica.

Dentro do programa, todos os custos, exceto os de transporte, são pagos pelo governo. Dúvidas podem ser sanadas pelos telefones 3272-8161 ou 8451.

CNH Social está disponível para 2 mil pessoas em Goiás — Foto: Vitor Santana/G1
CNH Social está disponível para 2 mil pessoas em Goiás — Foto: Vitor Santana/G1

CNH Social está disponível para 2 mil pessoas em Goiás — Foto: Vitor Santana/G1

Quem tem direito

Segundo o governo, em apenas uma hora, foram recebidas mais de 3 mil inscrições. Entre 2020 e 2022, o objetivo é oferecer 8 mil vagas por ano.

Podem participar do programa quem vai tirar a CNH pela primeira vez, adicionar ou mudar a categoria. Porém, os motoristas não podem ter infrações de trânsito graves ou gravíssimas nos últimos 12 meses. Ao todo serão disponibilizadas três modalidades diferentes, cada uma com 670 vagas:

  • Urbana: destinada a quem tem a partir de 21 anos, que tenha o ensino fundamental completo e que esteja inscrito no Cadúnico, programa do governo federal.
  • Estudantil: estudantes entre 18 e 25 anos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano anterior à inscrição e que tenham cursado o ensino médio em escola pública de Goiás.
  • Rural: pessoas a partir de 21 anos que moram na zona rural e tenham o ensino fundamental completo. Além disso, é necessário apresentar a declaração de aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), inclusive a DAP Acessória, emitida em Goiás.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Total Page Visits: 37 - Today Page Visits: 1

Recommended For You

About the Author: Robson Charles

Deixe uma resposta