Lucas Calil fica de fora de articulações do PSD por querer união com MDB

Deputado estadual de oposição, Lucas Calil (PSD) não disfarça a insatisfação de uma aproximação entre PSD e DEM, em Goiânia. Ele, contudo, não confirmou se os partidos vão, de fato, se reunir, nesta segunda-feira (14), por um apoio do governo estadual ao pré-candidato Vanderlan Cardoso. “Desde que firmei minha posição de oposição tenho sido excluído destas articulações”, revela sobre não saber do encontro.

“Mesmo sendo o deputado estadual mais votado em Goiânia”, lamenta o parlamentar ao reforçar que o partido foi eleito como oposição ao governo de Ronaldo Caiado (DEM). O legislador, vale lembrar, defendia uma união de MDB e PSD neste pleito.

Eu deixei muito claro a minha insatisfação com a base do governo, principalmente indicando vice. É uma aliança oportunista, estão pensando mais no processo eleitoral do que na população”, declara. Segundo ele, Caiado possui três ou quatro candidatos na cidade, como Wilder e Virmondes, e não apoiou nenhum.

“O governador só está pensando na reeleição dele, em 2022.” Questionado sobre Vanderlan, ele afirma que o senador será cobrado por oportunismo eleitoral.

Contudo, Calil afirma que não pensa em deixar a sigla, mas espera o anúncio do vice de Vanderlan – para ver se confirma a indicação do governo estadual – para se manifestar de forma mais contundente.

Total Page Visits: 140 - Today Page Visits: 3

Recommended For You

About the Author: Robson Charles