Biden diz que recebeu carta “muito generosa” de Donald Trump

Sentado na cadeira do Salão Oval, na Casa Branca, o presidente Joe Biden disse no início da noite desta quarta-feira (20) que Donald Trump lhe enviou uma carta “muito generosa” antes de deixar o cargo. Biden, no entanto, se recusou a divulgar o conteúdo antes de conversar e pedir autorização ao seu antecessor.

“O [ex-] presidente [Trump] escreveu uma carta muito generosa”, disse Biden. “Mas, por ser privado, não vou falar sobre isso até falar com ele”, avisou, após a insistência de repórteres.

Deixar uma mensagem para o presidente que o substitui é uma tradição americana iniciada por Ronald Reagan, em 1989, quando ele escreveu uma carta para George H. W. Bush.

Apesar da generosidade, Donald Trump —que não aceitou totalmente a sua derrota nas eleições— decidiu não comparecer à cerimônia de posse de Biden, quebrando o protocolo ao deixar a Casa Branca antes da chegada do novo presidente. Trump se tornou o quarto presidente da história do país a não comparecer à posse do sucessor, o que não acontecia havia 152 anos.

O democrata Joe Biden, de 78 anos, tomou posse hoje como 46º presidente dos Estados Unidos ao prestar o juramento diante do Capitólio, em Washington. Kamala Harris também tomou posse como vice-presidente, sendo a primeira mulher a exercer o cargo.

Joe Biden, durante posse (Foto: Alex Wong / Getty Images)

Joe Biden, durante posse (Foto: Alex Wong / Getty Images)

Em seu discurso, Biden disse que “democracia prevaleceu” e pediu a união dos Estados Unidos após um processo eleitoral marcado por contestações infundadas por parte de Trump.

“Aprendemos de novo que a democracia é preciosa. A democracia é frágil. E nesta hora, meus amigos: a democracia prevaleceu! Este é o dia da América … Hoje celebramos o triunfo não de um candidato, mas de uma causa – a causa da democracia”, afirmou Joe Biden

Biden planeja tomar ao menos 17 ações executivas durante suas primeiras horas no cargo como o novo presidente americano, agindo rapidamente para desmantelar legados deixados pelo seu antecessor. Duas delas, por exemplo, é a determinação do retorno dos Estados Unidos ao Acordo de Paris e à OMS (Organização Mundial de Saúde).

Republicanos comparecem à posse

Aos 78 anos, o democrata se tornou o presidente americano mais velho da história em uma cerimônia de posse que foi, em grande parte, despojada de pompa e circunstância habitual, devido à pandemia e às preocupações com a segurança após o ataque ao Capitólio, que deixou cinco mortos.

Importantes republicanos, incluindo o agora ex-vice-presidente Mike Pence e os líderes do partido no Congresso, compareceram à posse de Biden, juntamente com os ex-presidentes dos Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton.

Total Page Visits: 122 - Today Page Visits: 1

Recommended For You

About the Author: Robson Charles