Base de Caiado ganha reforços inclusive com parlamentares do PSDB

base de apoio ao governador Ronaldo Caiado (DEM) na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) se ampliou e pode ter maioria com folga no próximo semestre. A manifestação de deputados outrora de oposição ou considerados “independentes” deixa o governo estadual com base mais larga para aprovação de matérias mais polêmicas.

O reforço vem inclusive de parlamentares do PSDB. Francisco Oliveira, em rota de migração do partido (provavelmente para o DEM de Caiado), deu seu voto favorável ao texto que promove alterações no Plano de Recuperação Fiscal do Estado de Goiás, para entrada do Estado no Regime de Recuperação Fiscal (RRF), tema caro ao governo e que tucanos ainda fiéis ao partido votaram contra.

Do mesmo modo, Talles Barreto (PSDB), durante evento em Rialma na semana passada, chegou a dizer a Caiado que está com o governo para “votações importantes para a população”. Na votação das alterações do Plano de Recuperação Fiscal, por exemplo, o parlamentar não votou.

MDB

Henrique Arantes (MDB), antes “independente”, se aproximou de Caiado e esteve em reunião recente com o governador em busca de articulações políticas. Como Humberto Aidar (MDB) já era próximo da base, assim como o líder do governo, Bruno Peixoto, o MDB do legislativo estadual parece antecipar o apoio ao DEM. Do partido, apenas Paulo Cézar mantém distância do Palácio das Esmeraldas.

Virmondes Cruvinel (Cidadania) também voltou a se aproximar do governo, com voto favorável às alterações necessárias para entrada no Regime de Recuperação Fiscal. O partido dele deve formar base de Caiado para as eleições de 2022.

No primeiro semestre, o governo chegou a ter dificuldades para ter algumas matérias que exigem maioria, como Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que exige 25 votos favoráveis.

Total Page Visits: 131 - Today Page Visits: 4

Recommended For You

About the Author: Robson Charles