Mesmo com liberação, jogo entre Aparecidense e Cianorte não terá torcida

Nesta sexta-feira (24), a Aparecidense informou que não terá a presença de torcedores no seu jogo das oitavas de final da Série D contra o Cianorte, no dia 2 de outubro. O Camaleão conseguiu a liberação do Comitê de Combate a Covid-19, porém o time paranaense não teve êxito. Desta forma, de acordo com a CBF, para garantir o equilíbrio técnico da competição, só seria liberado o público, caso as duas equipes conseguissem a autorização.

“Para a garantia de um equilíbrio técnico, os dois times devem conseguir a liberação para a presença do público em seus respectivos estádios. Visto que o Cianorte – PR não conseguiu a autorização da Vigilância Sanitária de Cianorte – PR, nós também não poderemos ter a presença dos nossos torcedores nesse jogo”, destacou a nota da Aparecidense.

Ainda de acordo com a nota, foi liberado para o clube receber 15% da capacidade total do estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia. Apesar desta partida não poder contar com a presença do público, o clube informou que espera nas próximas fases poder receber o torcedor em casa.

Vale destacar que Aparecidense e Cianorte se enfrentam pelas oitavas de final da Série D. O primeiro compromisso será neste domingo (26), às 16 horas, no estádio Alvino Turbay, no Paraná. Já o jogo da volta será no sábado (2), em Aparecida de Goiânia.

Quando a CBF liberou o público na Série D?

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) autorizou na última terça-feira (21) a presença de público nos jogos mata-mata da Série D. A entidade enviou um ofício para as federações estaduais no qual libera o torcedor nos estádios. Porém, as equipes deveriam informar se teriam ou não o público com 72 horas antes do jogo. Também ficou definido que para contar com torcida, os dois times precisariam da liberação das autoridades locais.

Total Page Visits: 85 - Today Page Visits: 1

Recommended For You

About the Author: Robson Charles