Sintego diz que Câmara cumpriu compromisso com professores ao aprovar data-base

A presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação de Goiás (Sintego), Bia de Lima, publicou um vídeo comemorando a aprovação dos projetos de lei que instituiem o pagamento da data-base dos profissionais de Educação em Goiânia, na última quinta-feira (28). O projeto aprovado pelos vereadores concede revisão no percentual de 9,32%, a ser paga a partir de 1º de abril deste ano.

“A Câmara cumpriu o compromisso cononos, mas a prefeitura não esperou o trâmite legal e liberou nesta folha. O reajuste virá em maio retroativo a abril”, comemorou Bia de Lima.  “O Sintego não abre mão do compromisso que foi feito com toda a cateogria”, continuou.

Segundo a presidente do sindicato, a partir de maio já deve iniciar discussão e aprovação da data-base de 2022.

Aprovação

Os vereadores aprovaram, em segunda e última votação, em sessão de quinta-feira (28), os projetos nº 120/2022, que concede revisão geral da remuneração aos servidores públicos municipais, e nº 004/2022, que aumenta o vencimento dos professores, além de prever concessão de auxílio-locomoção.

A primeira matéria concede revisão no percentual de 9,32%, a ser paga a partir de 1º de abril deste ano. Já a segunda trata de alteração no Estatuto dos Servidores do Magistério Público, que dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos trabalhadores administrativos da Educação.

Paralisação

Os professores municipais paralisaram as atividades por quase 30 dias justamente em busca de negociação de pagamento de data-base e piso da categoria em Goiânia.

Total Page Visits: 87 - Today Page Visits: 1

Recommended For You

About the Author: Robson Charles