Demora para capturar onça vista em Trindade (GO) preocupa moradores da região

Moradores da zona rural de Trindade se dizem preocupados com a demora das autoridades ambientais para capturar uma onça que foi vista pela região na madrugada de quinta-feira (19). Equipes do Corpo de Bombeiros e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informaram, nesta terça-feira (24), terem feito uma armadilha para capturar o animal. Mas, na visão dos moradores, as medidas não foram o suficiente para deixar a população segura.

Segundo a psicóloga Marianna Santiago, filha do dono da propriedade, a onça foi vista por três crianças que brincavam próximo a casa onde moram e que, desde então, os menores estão traumatizados e não saem de casa com medo. Imagens mostram que a pegada do animal tem cerca de 16 cm.

As autoridades ambientais instalaram armadilha e câmeras em chácaras da região. Na ocasião, os bombeiros explicaram que a intenção é que o animal fosse capturado nas próximas horas. Após o resgate, a onça será levada para uma região de mata distante.

“Eles foram negligentes com a gente. Meu caseiro voltou a ligar para os bombeiros e eles disseram que se, caso os moradores conseguissem deixar a onça acuada ou presa, eles poderiam ir lá capturá-la. Mas como a gente vai capturar uma onça?”, questiona Marianna. “Nossos caseiros escutam o barulho dela a noite, ja encontraram também carcaças de animais mortos, que é algo característico das onças pintadas. Tudo nos leva a crer que é uma onça pintada. A gente só nao tem uma foto dela pra comprovar”, acrescenta.

Bombeiros e Ibama fazem armadilha para capturar onça vista em Trindade (GO) (Foto: Reprodução)

Bombeiros e Ibama fazem armadilha para capturar onça vista em Trindade (GO) (Foto: Reprodução)

O que as autoridades dizem sobre captura de onça?

À reportagem, o Ibama explicou que o caso está sendo acompanhado. O órgão ambiental ressaltou que, inicialmente, é preciso identificar que tipo de espécie está circulando na região, pois muitas vezes as pessoas acreditam se tratar de um animal, quando na verdade é outro.

A identificação da espécie é fundamental, segundo os técnicos, pois só assim a equipe vai saber como capturar o animal e para onde deverá levá-lo depois do resgate, sem causar um novo problema ao meio ambiente.

O Ibama também disse que, por enquanto, não há informações sobre quantas armadilhas e câmeras foram instaladas. Também explicou que os felinos silvestres vivem em movimentação. Portanto, é necessário todo um trabalho técnico para capturá-lo. Até o momento, não há informações da localização do animal.

Ao Mais Goiás, os bombeiros enfatizaram que quem está responsável pelo resgate da onça é o Ibama. Isso porque é necessário anestesiar o animal para capturá-lo. É também a equipe do Ibama a responsável por supervisionar a área com câmeras. “O Corpo de Bombeiros Militar somente irá apoiar caso eles necessitem. Até o presente momento não fomos acionados por eles”, respondeu a corporação.

Os bombeiros ainda enfatizaram que “a situação em questão, exige cuidado por parte dos moradores da região, porém é de extrema importância ressaltar que o animal está em seu ambiente natural e migra de acordo com suas necessidades biológicas (alimento e reprodução). O mesmo pode estar em trânsito de uma área para outra. E felinos também evitam a presença humana”, disseram em nota.

Total Page Visits: 44 - Today Page Visits: 1

Recommended For You

About the Author: Robson Charles