Mulher mata marido asfixiado e chama a polícia para se entregar em Minas Gerais

Uma mulher de 38 anos foi presa suspeita de matar o marido, 51, asfixiado na cidade de Itajubá, no Sul de Minas. O caso ocorreu no final semana. Segundo a Polícia Militar (PM), a própria autora acionou a corporação para se entregar.

A mulher confessou o crime e disse que amarrou e asfixiou o marido identificado como Sérgio Carvalho Silva. Segundo relato da PM, a suspeita ainda pediu para que a vizinha acionasse o Corpo de Bombeiros alegando um possível engasgo do homem.

Como ocorreu

Segundo a suspeita contou aos militares, o crime foi premeditado. A mulher preparou o almoço no último sábado (25) e depois pediu para que o marido ensinasse técnicas de imobilização para ela.

A esposa mentiu para o marido, que era servidor público, afirmando que faria um trabalho de segurança em Pouso Alegre.

Após receber as dicas, a mulher ainda convenceu o esposo a deixar ser amarrado para certificar de que ela havia aprendido as técnicas.

Depois disso, a detida usou uma blusa para tapar a boca e o nariz do homem. Ela só parou quando percebeu que ele tinha desmaiado. Após o crime, a mulher chamou a vizinha, para quem já havia contado o que faria.

Ao chegar, a vizinha percebeu que Sérgio ainda estava vivo. Então, a esposa pegou um pedaço de pão para tentar engasgar o homem.

Conforme combinado, a vizinha ligou para os bombeiros e relatou que a vítima havia engasgado. O socorro foi ao local e encaminharam o homem ao hospital, mas ele não resistiu.

Sem histórico de agressões físicas

A esposa disse aos policiais que não sofria nenhuma agressão física por parte do marido. No entanto, ela disse que, enquanto sufocava o marido, lembrava que ele a chamava de velha e gorda.

O casal estava junto há 20 anos.

*Com informações do Estado de Minas

Total Page Visits: 27 - Today Page Visits: 1

Recommended For You

About the Author: Robson Charles