sábado, maio 25, 2024
spot_img
InícioDestaquesPolícia prende, em Abadia de Goiás, dupla suspeita de alugar carros e...

Polícia prende, em Abadia de Goiás, dupla suspeita de alugar carros e não devolver

Equipes da delagacia do município apuraram que os suspeitos praticavam os crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica tentado

Polícia Civil de Goiás prendeu uma dupla suspeita de alugar carros de locadora e não devolver. A prisão em flagrante dos indivíduos de 47 e 36 anos ocorreu na segunda-feira (13), em Abadia de Goiás.

Equipes da delegacia do município apuraram que os suspeitos praticavam os crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica tentado. Um deles, inclusive, tinha mandado de prisão preventiva em aberto por roubo, no Pará.

As investigações apontaram uma associação criminosa dedicada à apropriação indevida de veículos de locadoras. Ou seja, o grupo utilizava documentos falsos para lavrar procurações em cartórios das comarcas de Guapó e Abadia de Goiás e depois alugava carros nas locadoras, mas não os devolvia.

Segundo a corporação, o crime ocorreu em, pelo menos, três locações de veículos com o mesmo modus operandi. Os policiais prenderam a dupla em flagrante, no interior do cartório de Abadia de Goiás. Eles estavam com documentos falsos e tentavam lavrar uma procuração pública. 

A corporação ainda realizou diligências em Goiânia e em Aparecida e conseguiu recuperar um dos veículos. Os suspeitos não tiveram os nomes divulgados. A polícia não informou sobre outros possíveis envolvidos, apesar de falar em associação criminosa.

Outro caso de apropriação indébita e estelionato

Nesta semana, um homem de 42 anos, que trabalha como servente de pedreiro, foi preso acusado de apropriação indébita e estelionato. Segundo a Polícia Civil, André dos Santos Gomes locava, e depois vendia, como se fossem dele, máquinas usadas na construção civil.

Após denúncia de um empresário em Aparecida de Goiânia, a equipe descobriu que o suspeito possuía outros 11 antecedentes pelo mesmo delito. Com prisão preventiva decretada, o servente foi localizado e preso na tarde de segunda-feira, em Águas Lindas de Goiás

As máquinas subtraídas por ele ainda não foram localizadas, mas, segundo a delegada Luiza Veneranda, quem comprou deve procurar a polícia, sob o risco de também ser indiciado.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

Mais Populares