domingo, junho 16, 2024
spot_img
InícioDestaquesCambão propõe política de incentivo à leitura em locais públicos e privados...

Cambão propõe política de incentivo à leitura em locais públicos e privados de Goiás

O deputado estadual Wilde Cambão (PSD) apresentou, em Plenário, projeto que visa instituir a Política Estadual de Incentivo à Leitura ao cidadão goiano.

De acordo com a proposta apresentada, o projeto de lei nº 11241/24 tem por objetivo fazer com que o poder público assegure a formação do leitor nos espaços públicos e privados, de modo que as crianças, os adolescentes, os jovens e os adultos desenvolvam o prazer da leitura.

A propositura tem como objetivo promover as seguintes ações: Realizar um plano de formação inicial e contínuo de educadores para mediarem a leitura junto ao público nos espaços de leitura; dar publicidade à importância da leitura por meio de campanhas educativas, veiculadas em diferentes mídias impressas e eletrônicas, de eventos, certames literários, entre outras iniciativas congêneres; estimular o hábito da leitura; e prover os espaços de leitura, de um acervo de quantidade, constantemente ampliado e atualizado.

O parlamentar esclarece em texto que para surtir o efeito, o poder público ficará responsável pelas seguintes demandas: Elaborar um cronograma de eventos e atividades que promovam o estímulo à leitura; implementar ações de incentivo à leitura e acesso à literatura; desenvolver programas e projetos de incentivo e a produção literária com trocas de livros, atividades para contar e recontar histórias; e promover campanhas de conscientização com os pais dos alunos, para que estes estimulem nos filhos o hábito da leitura.

Além disso, também será de responsabilidade do poder público a integração dos projetos escolares com universidades, com troca de experiências entre os cursos de licenciatura; a adoção de sistemas de avaliações objetivas e confiáveis para medir os resultados dá implementação da Política Estadual de Incentivo à Leitura e também relacionar a literatura, cultura e história com outros tipos de arte, como teatro e música.

A política proposta, também pretende englobar o desenvolvimento de atividades em língua estrangeira: língua espanhola e língua inglesa. Wilde argumenta na propositura que o fomento à leitura é essencial. “A leitura é essencial para que o aluno desenvolva a habilidade de comunicação e escrita, que poderão ajudá-lo a interagir, se expressar e conviver melhor em sociedade”, ressalta o deputado.

O parlamentar explica que ao incentivar a leitura, o aluno desenvolve o senso crítico, criatividade, memória e atenção, que servem como pontes para outras qualidades, entre elas, a autoconfiança e o engajamento educacional. Logo, isso reflete no dia a dia, na formação educacional e cultural do cidadão Goiano.

O processo foi apresentado, em Plenário, e seguirá para análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), onde será distribuído para a relatoria.*Agência Assembleia de Notícias

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

Mais Populares