domingo, junho 16, 2024
spot_img
InícioDestaquesFalso advogado, CAC usou nome de sogra analfabeta para abrir contas e...

Falso advogado, CAC usou nome de sogra analfabeta para abrir contas e ocultar bens, em Goiânia

Entre outras atividades ilegais, investigado usou nome da mulher para adquirir moto de R$ 180 mil

falso advogado que foi preso no final da semana passada suspeito de aplicar golpes que chegam a R$ 1 milhão usou o nome de uma sogra, que é analfabeta, para abrir contas e ocultar bens que adquiriu de forma ilícita. Segundo a Polícia Civil (PCGO), Alisson Bezerra Santos, de 41 anos, que tem registro de Caçador, Atirador, e Colecionador (CAC), mantinha um verdadeiro arsenal em sua casa e em um pub de sua propriedade e teria aplicado golpes, também, contra um empresário que conheceu em um moto  clube.

Os agentes da 4ª Delegacia de Polícia de Goiânia chegaram ao CAC depois de terem sido procurados por um empresário do ramo de construção. Em depoimento, a vítima contou que Alisson, que se apresentava como israelense, e dizia se chamar Salimer Mordecai, repassou a ele vários cheques sem fundos para pagar uma reforma em uma empresa de segurança que foi transformada em um pub.

Como falso advogado, CAC usava nome de sogra para ocultar bens adquiridos de forma ilícita

Quando procurou o falso advogado para receber os valores dos cheques, o empresário disse que foi xingado e ameaçado com armas de fogo, ocasião em que decidiu denunciá-lo à polícia. Durante as investigações, os agentes descobriram que os cheques repassados ao empresário pelo CAC eram de uma conta que foi aberta, sem autorização, no nome de uma mulher que é analfabeta, e que por um tempo foi sogra de Alisson.

“Ele se aproximou dessa mulher e da filha dela, que são bastante humildes, e, além de tirar dinheiro delas após se apresentar como advogado e prometer conseguir benefícios previdenciários, usou os documentos para abrir contas e fazer compras no comércio e em lojas de veículos”, descreveu o delegado Manoel Oliveira, do 4º DP.

A moto de alto luxo apreendida com o falso advogado, segundo o delegado, foi comprada em nome da sogra, que está com uma divida milionária em decorrência dos golpes. Além da moto, avaliada em R$ 180 mil, os agentes também apreenderam uma camionete nova, que também teria sido adquirida de forma fraudulenta.

Armas e granada apreendidas com CAC serão encaminhadas ao Exército

Durante o cumprimento do mandado de prisão, os agentes do 4º DP encontraram na casa e no pub pertencentes ao falso advogado, dois fuzis, duas carabinas, três pistolas, vários carregadores, munições, e uma granada de gás lacrimogênio. O material bélico já foi encaminhado para o Exército, que irá constatar se foram adquiridos de forma legal.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

Mais Populares